Issuu on Google+

REDE EDUCATIVA INHOTIM

FLORESTA DE SENTIDOS


Olá, Jovem Agente Ambiental! Gostaríamos de lhe convidar a participar de uma nova experiência, muito simples e que por isso mesmo pode ser transformadora. Sabe quando a gente repete o nosso nome muitas vezes em voz alta até a palavra começar a soar diferente, parece até que seu significado mudou? Já sentiu isso? Vamos fazer um teste:


Marina mari namarin amar i na ma ri nama rinamarinamarina marin Vitor vi torv ito rvit orvi torvi torvito rvit orvitorvito rvito Amauri a mau riamau riamauri amaur iamauriamau riamau rI


E então, o seu nome, que você está acostumado a ouvir o tempo todo desde que nasceu, vira outra coisa totalmente diferente, não é? E assim pode ser com tudo, vamos pensar: Quando você corta o cabelo bem curtinho, ou faz uma franja diferente, até mesmo um novo penteado, seu rosto muda, não muda? Às vezes demora até você se habituar. E quando arruma o quarto de um novo jeito? Troca a cama e o armário de lugar, coloca um quadro novo na parede, não fica parecendo um outro ambiente?


E se a gente fizesse uma experiência de observar o espaço da nossa comunidade de um jeito novo, que nos revelasse características que nunca vimos, nos fizesse ver as coisas por outro ângulo?


Isso de certo modo já é o que vem acontecendo ao longo das experiências em grupo em Brumadinho, Cavalcante e Araras, a partir das visitas que vocês fizeram, das informações que vocês estão trocando... Por isso queremos sugerir agora uma nova atividade, que a princípio será individual, mas compartilhada com todos pela Rede Educativa Inhotim.


A ideia é a seguinte: Há algumas semanas, vocês publicaram aqui na Rede sobre a sua árvore favorita. Escolheram uma espécie e comentaram sobre suas características, alguns até colocaram umas fotos bem bacanas, encontradas na internet. Essa foi uma pesquisa interessante e agora vamos fazer isso no “espaço real”.


Cada um de vocĂŞs vai escolher sua ĂĄrvore favorita no local onde vive.


Depois de escolhida a árvore, ela irá se tornar um recanto, o seu “cantinho”, um ponto de observação onde você passará a ficar regularmente por algum tempo para conhecer mais sobre ele, buscando enxergá-lo cada dia de um modo diferente.


Primeiro você irá observar a árvore de longe, conhecendo o formato de seu tronco e de sua copa, se suas raízes são aparentes ou não. Em outro dia, pode ficar mais perto, descobrir o formato de suas folhas, tocar no tronco e descrever sua textura.


Preste atenção no vento, de onde ele vem, para onde vai. Procure fazer suas visitas em horários variados, para ver as diferentes posições das sombras, você pode contorná-las com giz, conhecer sua forma, perceber como ela muda rápido!


Aos poucos você pode ir expandindo o seu raio de atuação, caminhando nas ruas do entorno, descobrindo que atividades acontecem por ali, qual o ritmo das pessoas, como ele muda ao longo do dia.


Você verá que em pouco tempo será um verdadeiro conhecedor daquele local, vai poder descrevê-lo como ninguém e por isso mesmo, poderá dizer sobre o que ele tem de bom e o que pode melhorar. E como Agente Ambiental que você já é, certamente vai querer propor meios de atuar nessa melhoria e poderá envolver outras pessoas nisso também.


Mas sem pressa! Essa atividade pode durar o tempo que quisermos. Os passos são infinitos e por enquanto vamos fazê-los juntos. Regularmente o pessoal do Inhotim vai publicar na Rede uma ação a ser desenvolvida. E vocês retornam com relatos: foto, desenho, uma imagem - o que for interessante para que todos conheçam o processo de todos.


E aĂ­, topam? Tomara que vocĂŞs se animem e acompanhem tambĂŠm os colegas.


Ao longo do processo teremos uma verdadeira floresta, que será representada posteriormente na Rede por meio de um mapa, com todas as árvores conectadas às publicações de cada participante.


JAA Cavalcante/GO

JAA Brumadinho/MG

JAA Araras/RJ


Vamos começar pelo começo: Essa atividade é para TODOS os Jovens Agentes Ambientais.


A primeira ação é a escolha da árvore. Já pensaram, pessoas de vários cantos do Brasil relatando na Rede sobre suas cidades e suas árvores favoritas?


Dentre todas as árvores existentes aí na sua cidade, certamente deve haver algumas que te chamem mais atenção. Pode ser que você nem se dê conta disso ainda, mas pode descobrir.


Feche os olhos e faça, mentalmente, o caminho que você percorre da sua casa até sua escola. Ou então da sua escola até a casa da sua avó. Ou da casa da sua avó até o dentista. Não importa, desde que seja um caminho que você faça regularmente e que por isso conheça bem.


Tente se lembrar de todas as árvores existentes nesse percurso. Está muito difícil? Então represente em um papel esse trajeto do começo ao fim. Se preciso, emende quatro folhas com fita adesiva para criar um mapa maior.


Agora é hora de ir para a rua! Vá até o local que você escolheu como ponto de início e comece a percorrer o caminho que você representou, marcando um X nos pontos do mapa onde você vê árvores que te chamam mais atenção. Se você souber, escreva o nome de cada árvore ao lado do X. Se não souber, coloque alguma mensagem que te ajude a lembrar da árvore. De volta em casa ou na escola, pense sobre o lugar onde cada árvore marcada está. Por que eles te chamam atenção? Pode ser por serem bonitos e agradáveis, ou, pelo contrário, barulhentos, sujos, movimentados demais ou parados demais ...


Agora escolha uma dessas árvores, lembrando-se de que ela será seu ponto de observação por um bom tempo, então deve estar em um local que seja fácil de ir e onde você se disponha a passar alguns minutos toda semana!


Bom, por fim, publique aqui uma foto ou desenho da árvore escolhida para a gente começar a ter ideia da “floresta” que iremos compor com a escolha de cada um aqui da Rede!

Atenção: não vamos ainda revelar os “endereços” das árvores, nós teremos que descobri-las ao longo do processo, a partir das pistas que nossas descrições deixarem.


Aguarde! Em breve novas instruçþes Acompanhe: redeeducativa.inhotim.org.br


inhotim floresta sentidos