Issuu on Google+

25590 - Tribos Urbanas Fรกbio Designer

Editor

C. Q.

Depto. Arte

Capa.indd 1

28/05/12 08:08


25590 – Tribos Urbanas

TRIBoS URBANAS

Tradução Fernanda Caroline de Andrade Souza

Fábio

Prog. Visual

Casa Publicadora Brasileira

Redator

Tatuí, SP

Cliente

C.Qualidade

Dep. Arte

Miolo.indd 1

24/05/12 11:34


Direitos de publicação reservados à Casa Publicadora Brasileira Rodovia SP 127 – km 106 Caixa Postal 34 – 18270-970 – Tatuí, SP Tel.: (15) 3205-8800 – Fax: (15) 3205-8900 Linha Direta Didáticos: (15) 3205-8891 Ligação Gratuita: 0800-112710 E-mail: sac.didaticos@cpb.com.br Gerência de Didáticos Alexander Dutra Coordenação Pedagógica Doris Lima e Kenia Amazonita Coordenação Editorial Adriana Teixeira Editoração Andressa Ricon, Dóris A. Matos Santos e Adriana Teixeira Revisão Cecília Ortolan Ilustrações Internas e Capa Leandro Blasco Programação Visual Fábio Fernandes IMPRESSO NO BRASIL/Printed in Brazil 1a edição – 1a impressão 2012

25590 – Tribos Urbanas

Dados Internacionais de Catalogação na Publicação (CIP) (Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil)

Ostuni, Pablo D. Tribos urbanas : o que você vai fazer? / Pablo D. Ostuni ; tradução Fernanda Caroline de Andrade Souza. – Tatuí, SP : Casa Publicadora Brasileira, 2012. Título original: Tribus urbanas : ¿qué vas a hacer?. 1. Cultura urbana – Literatura infantojuvenil 2. Literatura infantojuvenil I. Título.

Fábio

12-00910

Prog. Visual

cdd-028.5 Índices para catálogo sistemático:

1. Cultura urbana : Literatura infantojuvenil 028.5 2. Cultura urbana : Literatura juvenil 028.5

Redator

Cliente

Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução total ou parcial, por qualquer meio, sem prévia autorização escrita do autor e da Editora.

C.Qualidade

Tipologia: Albertus MT, 10/15 – 13093/25590 – ISBN 978-85-345-1546-7 Dep. Arte

Miolo.indd 2

24/05/12 09:33


Olá! Queremos ajudar você a abordar um tema atual: as tribos urbanas. Quer você viva numa cidade grande ou em alguma cidadezinha, provavelmente já deve ter tido contato com algum membro das subculturas juvenis, também chamadas de tribos urbanas. E se você é pai, professor ou adulto, talvez já deve ter se deparado mais de uma vez com esse fenômeno social, considerado perigoso para alguns e, para outros, nem tanto. Também queremos falar com vocês, jovens, que, ao trilharem o caminho da adolescência, têm a oportunidade de tomar decisões cada vez mais importantes para concretizar seus sonhos e suas aspirações. Você faz parte de alguma tribo? Sente-se atraído pelo modo de vestir, pela música ou pela linguagem que caracteriza essas subculturas? Acha que não há nada novo nelas? Já sentiu a pressão de pertencer ou, talvez, a angústia de não pertencer a um grupo em que se sinta aceito e valorizado? Nestas páginas, você encontrará algumas dicas para que possa tomar a decisão correta, a cada passo. Primeiramente, recomendo que você peça sabedoria a Deus, pois Ele quer que você seja feliz, junto de sua família e de seus amigos. Sua Palavra nos assegura isto: “Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá livremente, de boa vontade; e lhe será concedida”.* Não se esqueça, a decisão é sua! O que você vai fazer?

25590 – Tribos Urbanas

Apresentação

Fábio

Prog. Visual

Redator

Cliente

* Tiago 1:5. As referências bíblicas correspondem à Nova Versão Internacional (NVI).

C.Qualidade

Dep. Arte

Miolo.indd 3

24/05/12 09:35


Tribos Urbanas

O que está Acontecendo

25590 – Tribos Urbanas

Observe as manchetes destas notícias e reflita sobre elas.

Fábio

Prog. Visual

* Mistura de bebida alcoólica com medicamentos.

Redator

Cliente

C.Qualidade

Dep. Arte

4

Miolo.indd 4

24/05/12 09:36


O que você vai fazer?

Parece que não há quase um fim de semana sem notícias envolvendo jovens descontrolados, vítimas ou agressores de outros jovens que simplesmente queriam se divertir. Também não faltam declarações escandalosas de jovens que tentam se destacar ou parecer mais inteligentes que os demais. O que estará acontecendo? Sem dúvida, a diversão acaba quando vem o sofrimento, a dor ou a morte. Não é exagero dizer que os jovens (e os adultos também!) precisam de limites mais definidos, mais claros. Na luta por construir sua própria identidade, alguns se submetem a todo tipo de experiência ou vivência, como se viver fosse apenas uma sucessão de ensaios e erros. A falta de sentido claro na vida, de uma direção correta, de boa informação e de respeito e amor a Deus faz com que muitos jovens comecem a trilhar o caminho errado. “Há caminho que parece certo ao homem, mas no final conduz à morte” (Provérbios 14:12).

25590 – Tribos Urbanas

quando a diversão termina mal

Fábio

Prog. Visual

Redator

Cliente

C.Qualidade

5

Miolo.indd 5

28/05/12 07:57

Dep. Arte


Tribos Urbanas

25590 – Tribos Urbanas

a inocência perdida

Fábio

Prog. Visual

A adolescência é um processo de construção da própria identidade, ou seja, deixa-se a infância para se transformar numa pessoa madura, capaz de atingir metas cada vez maiores. Todas as mudanças pelas quais você está passando, a formação recebida em seu lar, a instrução escolar, as crises sentimentais e todo esse mundo interior em ebulição fazem com que você reformule algumas perguntas que, até então, não pareciam lhe importar: Quem sou? O que vou fazer da vida? Tenho mesmo que estudar? Tenho que trabalhar? O que eu quero? Considero meus pais e os adultos, em geral, como meus amigos? É totalmente normal fazer essas perguntas; porém, o mais importante é poder chegar a uma resposta satisfatória, que confirme em sua mente e em seu coração que você está trilhando o caminho certo. Lembre-se: nossa consciência pode distinguir entre o bem e o mal, então somos responsáveis por nossas ações. O que você pensaria de alguém querer se desculpar de seu mau comportamento dizendo não saber que aquilo que fez era errado? Você julgaria essa pessoa? Acha que seria possível dizer que ela é inocente? Deus teve que resolver um grande problema: Adão e Eva acreditaram ser sábios o suficiente para não obedecer a Deus. Eles quiseram conhecer o mal. Ao perderem a inocência a esse respeito, as consequências foram desastrosas. Viram que não é divertido brincar de deus e descobriram, por experiência, o mal e a desobediência. Releia essa história na Bíblia* e comente com seus amigos e alguns adultos o que significa ser responsável pelos próprios atos.

Redator

Cliente

C.Qualidade

Dep. Arte

* Gênesis 3

6

Miolo.indd 6

24/05/12 09:38


25590 – Tribos Urbanas

O que você vai fazer?

Fábio

Prog. Visual

Redator

Cliente

C.Qualidade

7

Miolo.indd 7

28/05/12 07:58

Dep. Arte


25590 – Tribos Urbanas

Tribos urbanas na aldeia global

Fábio

Prog. Visual

Você já procurou no dicionário a definição da palavra tribo? O que é uma aldeia? Os sociólogos* chamam de tribo urbana um “grande grupo de pessoas com alguma característica comum, especialmente os bandos juvenis violentos” (Ver tribo, a t. dos surfistas, as t. urbanas, no Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa). A aldeia é uma vizinhança onde o que alguém faz afeta diretamente seu vizinho. Nosso planeta se transformou em uma aldeia global, pois o que se faz na floresta ou na zona rural exerce influência na cidade; e o que se decide nas grandes cidades chega a ter implicações em lugares bem distantes. Você é a favor da ecologia? A consciência ecológica diz que jogar lixo no lugar errado impacta de forma negativa o lugar onde vivemos. E ninguém gosta de viver rodeado de lixo. Não é possível esconder por muito tempo a contaminação “debaixo do tapete”. Assim como precisamos nos responsabilizar pela conservação ambiental, devemos fazer o mesmo com nossos atos na sociedade. O fenômeno das tribos urbanas surge, principalmente, porque vivemos numa aldeia global. Isto é, alguns jovens querem ser diferentes dos outros na forma de se vestir, agir ou viver. Outros jovens, por meio da internet ou dos meios de comunicação de massa, ficam sabendo que existe um grupo “novo” que deseja ser diferente dos demais, e assim se unem a essa tribo, mesmo que estejam a milhares de quilômetros de distância. É claro que existem outras razões para fazer parte de uma tribo urbana, mas a moda é uma das principais. Entretanto, todas as modas são passageiras, e, se você quer realmente ser diferente, comece a procurar um modelo digno de ser imitado.

Redator

Cliente

C.Qualidade

Dep. Arte

* Pessoas que estudam a estrutura e o comportamento das sociedades humanas.

8

Miolo.indd 8

24/05/12 09:39


Você se lembra de quando foi a primeira vez que brigou com seus pais e questionou a autoridade deles? Qual foi o motivo? Provavelmente tenha a ver com algo que você queria fazer e achou-os injustos por não permitirem que você o fizesse. Você considera seu pai, sua mãe ou seus irmãos mais velhos como modelos a seguir? É provável que, ao entrar na adolescência, você comece a detectar mais e mais defeitos nas pessoas que o rodeia, principalmente nos adultos, e chegue a pensar: Não quero ser como ele... Quero ser livre... Quero me parecer com outra pessoa... Infelizmente, há muitos adultos que defendem uma ideia, mas praticam outra, ou seja, são hipócritas*. O adolescente tem condições de detectar e questionar isso. Muitas tribos urbanas têm surgido como uma tentativa de mudar a hipocrisia social. Jesus é o único modelo de vida que não vai decepcioná-lo. E você pode comprovar isso! Ele quer ajudá-lo a construir seu próprio modelo, seu caráter, sua individualidade e sua identidade. Você deve se comparar a Ele.

* Hipocrisia: Ato ou efeito de fingir, de dissimular os verdadeiros sentimentos, intenções; fingimento, falsidade; caráter daquilo que carece de sinceridade. Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa.

25590 – Tribos Urbanas

Modelo para seguir

Fábio

Prog. Visual

Redator

Cliente

C.Qualidade

9

Miolo.indd 9

24/05/12 09:40

Dep. Arte


Tribos Urbanas

25590 – Tribos Urbanas

Nada novo debaixo do sol

Fábio

Prog. Visual

O fenômeno das tribos urbanas não é novo. Sempre existiram grupos de jovens com características comuns e com condutas semelhantes às desenvolvidas pelas tribos urbanas da atualidade. A vida em cidades contribui para a reunião de adolescentes em certos lugares comuns – praças, esquinas ou centros comerciais – onde compartilham atividades ou passatempos. Existe perigo em crer na exclusividade de uma tribo. O membro de uma subcultura juvenil, em geral, crê que seu grupo é essencialmente diferente de todos os outros; por isso, não tolera que questionem sua escolha ou lhe indiquem algo melhor do que aquilo que sua tribo lhe oferece. Essa atitude acaba empobrecendo e limitando os membros da tribo. Há ainda uma contradição: a adolescência é uma etapa de mudanças, de buscas, de instabilidade; mas a tribo propõe lealdade a determinados valores, música, linguagem ou vestuário. O membro da tribo deve assumir um elevado grau de compromisso e, muitas vezes, terá sérias dificuldades para mantê-lo; seja porque os adultos questionem suas escolhas, ou porque ele mesmo mude sua maneira de pensar a respeito do que sua tribo lhe propõe. Observe Jesus Cristo como modelo. Ele teve que se relacionar com diferentes grupos de pessoas. Os fariseus*, por exemplo, podiam ser considerados um tipo de tribo urbana de sua sociedade. Eles queriam exclusividade e se separavam das pessoas que consideravam “comuns”. Pretendiam mudar a sociedade e ser os líderes da nação judaica.

Redator

Cliente

C.Qualidade

Dep. Arte

* Fariseu significa, literalmente, “separado”.

10

Miolo.indd 10

24/05/12 09:41


Tribos urbanas o que você vai fazer?