Issuu on Google+

ESPECIAL DESTINOS LONDRES PELO OLHAR DE FIORELLA MATHEIS

Como a maternidade transformou a top de US$ 40 milhões, que hoje é capaz de bloquear a agenda de trabalho para cair na farra com o filho

6/6/2011 ANO 12 N° 612

R$ 9,90

0 0 8 2 0 0 0 0 9 7 7 1 5 1 6

I S SN

1 5 1 6 - 8 2 0 4

6

1

2

RECONCILIAÇÃO: DANI WINITS E JONATAS FARO SE BEIJAM E LEVAM OS PAIS PARA JANTAR

Gisele festeja 18 meses de Benjamin

ANTONIO BANDERAS NO RIO: "NÃO GOSTO DE MULHER EXTREMAMENTE MAGRA" GABRIELA DUARTE GRÁVIDA A ATRIZ ESTÁ ESPERANDO UM MENINO

Gisele Bündchen na tarde da quarta-feira 25, com o filho, em Los Angeles


Capa

Momento fofura: Gisele e Benjamin na tarde de quarta-feira 25, em Los Angeles


Gisele maternidade

em plena

Fabiano Mazzei

npg/ brainpix

Fotos, amigos e colegas de trabalho revelam uma nova GISELE BÜNDCHEN depois do nascimento de Benjamin, seu filho com o jogador de futebol americano Tom Brady. Entenda qual a maior mudança que a top experimentou nos últimos 18 meses Olhar para uma fOtO de Gisele faz o cérebro humano – acostumado a persegui-la nos últimos 15 anos – disparar impulsos elétricos aos olhos que vão em busca de duas informações rápidas. a primeira: que roupa-acessóriosapato ela está usando? afinal, a top dita moda há pelo menos uma década e pode ser útil saber. a segunda: como ela consegue ter esse corpo incrível aos 30 anos e com um filho na conta? pois bem, as fotos de capa e reportagem principal desta edição de Gente propõem uma nova conexão de neurônios. uma corrente alternativa de eletricidade para quando o cérebro, sobretudo o feminino, e os olhos se depararem novamente com uma foto de Gisele. as imagens mostram a gaúcha na tarde de quarta-feira 25, em um playground de los angeles. Descalça, de jeans pantalona bem comum, blusinha larga, cabelos soltos, levemente despenteados... Não procure, portanto, nessas fotos as tais referências de estilo. Elas não são importantes aqui. tampouco a inveja pela silhueta. há duas semanas, ela esteve em São paulo para um desfile de lingeries da marca hope e, aí sim, teve muita mulher com impulso suicida ao constatar que a modelo continua linda e sexy. O estímulo visual aqui está em outro lugar: no sorriso da modelo que virou mito. Gisele está mais feliz. a maternidade, entre tantas outras coisas, lhe deu isso: a felicidade. E pouco importa se os cabelos que valem ouro em campanhas milionárias de shampoo, aparecem rolando na areia. Ela quer mais é se divertir com seu primogênito, Benjamin, que há um ano e meio parece ter mudado sua vida. E com o enteado também, John, 3 anos. uma farra das boas, onde etiquetas, grifes, caras e bocas perdem absolutamente a importância diante do simples prazer de ver um filho brincando num escorregador. De fato, amigos e colegas de trabalho de longa data confirmam a mudança no astral da gaúcha desde que o menino nasceu. O jeito moleca continua ali, bem como o estrito 29


Visita

Banderas agita o O ator espanhol conquistou os cariocas e revelou à Gente não gostar de mulheres extremamente magras nem só das bonitas. Também garantiu não se incomodar com o assédio “se não for agressivo” Michelle Licory CoLaborou Daniella Machado

Rio


Foto RENAtO ROchA mIRANDA/tV GLOBO

O ator espanhol cozinhou uma paella no programa da apresentadora Ana Maria Braga. “Cozinho sempre aos domingos, para a família toda”


Entrevista

“Nunca fiz

drama da

vida” Um retrato falado, debochado e irreverente do diretor Jorge Fernando, no ar na rede globo em Macho Man onde diverte o público sendo ele mesmo. na entrevista a seguir, as histórias deste devoto de São Jorge que tem no humor seu manual de sobrevivência Gustavo Autran FoToS Masao Goto Filho/Ag. IstoÉ

Jorge Fernando vem lapidando seu talento para fazer rir ao longo de mais de 30 anos de carreira televisiva. depois do enorme sucesso da novela Ti-Ti-Ti, da qual foi diretor, ele volta a arrancar risadas do público na série Macho Man, que marca a sua volta num papel de destaque na tevê. na trama, ele vive o cabeleireiro nelson − homossexual que passa a se interessar por mulheres depois de ser atingido na cabeça, pela bota de uma drag queen, em uma boate gay. a irreverência e o escracho, tão presentes nos seus trabalhos, também são traços de sua personalidade fora dos palcos. “Tenho uma forma humorada de ver a vida”, diz o diretor, arregalando seus olhos azuis faiscantes. divertido e desbocado, Jorge é também um fervoroso devoto de São Jorge − seu próximo espetáculo, com estreia prevista para o ano que vem, se chamará Salve Jorge Fernando. ele possui 50 imagens do santo guerreiro espalhadas em seu ambiente de trabalho e nas suas cinco casas − algumas dadas de presente por amigos como murilo Benício e maria Zilda. mas o mais surpreendente são suas posições anticonvencionais,


O diretor e ator com uma de sua muitas imagens de São Jorge: “Me ajudou muito a ser quem eu sou”


DESTINOS LONDRES


“É A MINHA CIDADE

PREFERIDA”

Fiorella aproveitou o dia de sol na capital inglesa para um passeio às margens do rio Tâmisa, com a London Eye ao fundo.

A atriz Fiorella Mattheis volta a Londres, cidade onde morou quando ainda era modelo, e aproveita para revisitar o roteiro cultural e de compras da capital inglesa. Na bagagem, ela traz de volta o sonho de regressar à cidade na Olimpíada de 2012 com o namorado, o judoca Flávio Canto

Marina Monzillo FOTOS Cauê Moreno


Ensaio

A Jagger

low profile Luciane Ângelo fotos Marcelo Dutra/Ag IstoÉ

Filha de Mick Jagger com a top Jerry Hall e irmã da polêmica modelo Lizzy Jagger, a caçula do clã GeorGia May JaGGer lembra Brigitte Bardot e mostrou em passagem pelo Brasil que estrelismo não é com ela. Gente acompanhou com exclusividade seu ensaio com Terry richardson, em Búzios

Dona De um vozeirão e lúdicos dentinhos separados destacados por um batom vermelho, Georgia Jagger não faz caras e bocas de top model e se comporta como uma educada garota de 19 anos. nem o sobrenome, que remete ao mais puro comportamento rock’n’roll, nem a linhagem de moda que herdou da mãe fazem da moça uma superstar precoce. ao menos em seu jeito de ser. em sua primeira visita ao Brasil – ela veio posar para a próxima campanha da marca Bo.Bô –, a modelo, filha de mick Jagger e Jerry Hall, cumpriu toda a agenda profissional sem o alarde que seria comum a alguém filha de quem é. mas, que nada. o primeiro programa dela em solo nacional, na quinta-feira 26, foi buscar o irmão, Lucas Jagger, filho de seu pai com a apresentadora Luciana Gimenez, na escola. “temos uma relação de irmãos, mesmo com a distância”, disse ela, que comprou cartuchos de videogame no shopping


ESTILO CASA por Silviane Neno

00

IstoÉGente 00/0/2011 – 000


Acima, o busto do carioca Florian Raiss guarda o móvel onde fica a coleção de louças. Ao lado, a foto tem intervenção de Dora Longo Bahia. Orquídeas de várias cores são uma das paixões de Charlô, na foto maior

UMA TARDE COM

Charlô fotos Juca Rodrigues/Ag. IstoÉ

O quituteiro cujo nome é sinônimo de boa gastronomia e festas sofisticadas mora no mesmo lugar onde brincava com os irmãos, quando criança. Mas é ali, na cobertura de um predinho dos anos 50, em São Paulo, que qualquer encontro vira evento, se depender do savoir-faire do dono da casa

61


Diversão & Arte

AVALIA ★★★★★ INDISPENSÁVEL ★★★★ MUITO BOM ★★★ BOM ★★ REGULAR FRACO

música Depois de mais de dois meses afastada por problemas de saúde, a cantora retoma a turnê de Cantos e Contos e fala do atual momento da carreira

Zizi Possi

LEONARDO SOARES/AE

NÃO É QUE A EMPOLGAÇÃO nos botequins e nos fins de festa quando as pessoas cantam “O Que É, O Que É”, de Gonzaguinha, seja ruim. Um samba festejando a vida é mesmo para ser dançado. Mas é bom ouvir Zizi Possi para redescobrir versos que dizem que a vida se faz como der, ou puder, ou quiser. Quem estiver em São Paulo entre a sexta-feira 3 e o domingo 5 vai poder vê-la interpretando essa música como quem revela significados sob a pele da canção. Num show que ela define como “forte e suave”, os adjetivos poderiam descrever não só o repertório, mas também os mais de 30 anos de carreira celebrados no palco. A suavidade, seus ouvintes sabem onde está. E a força é a de quem volta a se apresentar depois de um período de graves problemas de saúde e três cirurgias. Foi por causa disso que ela interrompeu a turnê de divulgação de Cantos e Contos, os dois DVDs lançados no ano passado, dois anos após a gravação bancada por ela mesma. Zizi não tem ligação com gravadoras, mesmo sendo uma das cantoras mais importantes do País. E é essa mesma cantora que conversa com seu público pela internet, no blog em que fala sobre música, sobre a vida, faz piada, posta vídeos e contou das cirurgias. E agora também conta do retorno aos palcos. Apenas este mês, ela estará também em Natal (dia 9), Recife (dia 11) e Salvador (dia 12).

“Voltar ao palco é uma sensação indescritível”


O que houve com sua saúde que a levou a interromper a turnê? Tive um escorregamento vertebral e passei por uma cirurgia para colocar a vértebra no lugar. Correu aparentemente tudo bem, mas, passados 15 dias, estava com vazamento de líquor, que é o fluido presente no crânio. Houve o rompimento de um nervo. Tive de ficar de repouso e, pouco depois, comecei a sentir dores horríveis. Fiz uma ressonância e se descobriu uma infecção na vértebra que havia sido operada. Foi necessário um terceiro procedimento cirúrgico, de drenagem. Foram 40 dias de repouso total. No total, foram 67 dias de tratamento, de 25 de outubro a 22 de fevereiro.

Zizi Possi ficou 67 dias afastada, mas volta para seis shows somente este mês

um caos o mercado da música. As gravadoras tornaram-se braços de grandes corporações. A música foi deixando de ser o objetivo principal. Há esse desespero para que as coisas vendam. A internet está aí, é uma grande distribuidora, uma grande divulgadora, mas ainda é preciso organizar. Com tantos percalços na sua realização, considera esse o seu projeto mais difícil? Não. Foi o mais complexo, em termos de música. Agora, em termos de momento de vida, as coisas aconteceram antes de todo esse problema.

E qual a sensação de voltar aos palcos? Ah, é um maravilhosa, indescritível. É profundo demais, uma grande alegria.

Pode antecipar algo sobre seu próximo projeto, Missa Leiga? Foi ideia de uma amiga minha. É um projeto lindo, de se cantar em igrejas. Ela me perguntou se podia inscrevê-lo na Lei Rouanet e eu disse que sim. Ela vai atrás de patrocínio, porque eu não tenho mais energia para fazer isso. Sempre consegui aprovação dos projetos para captação e nunca os patrocínios. Mas é um projeto muito bacana, dei algumas ideias artísticas, das quais não posso falar ainda. Vamos esperar acontecer.

Como chegou ao repertório desse show, partindo de dois DVDs de Cantos e Contos? A gente partiu de uma lista grande, incluindo canções que ficaram fora dos DVDs por critérios técnicos, porque o som não ficou bom ou porque a imagem não ficou boa – e essas estarão nos CDs. Pensei em ter liberdade para mudar algumas coisas. Escolhi uma linha forte, mas suave, para dar ao show.

Consegue aprovação dos projetos, mas não o patrocínio? Desde 1996, consigo aprovação dos meus projetos inscritos na Lei de Incentivo à Cultura, porque são consistentes, importantes. Mas então é preciso ir às empresas, convencer as pessoas a dar verba de marketing ao seu projeto. E a maior parte das empresas tem seus próprios projetos, tem os apadrinhamentos. Eu não tenho o menor jogo de cintura para isso. Existe gente que nasceu para isso, para ser lobista, que é uma profissão séria hoje em dia. Sem eles, a gente não consegue coisas importantes.

Há, então, um projeto de lançamento dos CDs? Os CDs são um projeto, mas ainda não há parceiros para o lançamento, por enquanto.

Como é seu relacionamento com os frequentadores de seu blog? O blog é um oásis. As pessoas acabam se conhecendo, há quem escreva muito bem, quem seja gente simples e de grande sensibilidade. Tem gente até de 13 anos. Em qualquer lugar em que eu me apresente, sempre há pelo menos duas pessoas do blog, que aparecem, levam presentes. Infelizmente não tenho cuidado muito porque os problemas de saúde afetaram minha visão. Não consigo fazer mais de uma postagem por dia. Mas faço filminhos. É um grupo que adoro, do qual me orgulho muito. Aina Pinto

Como é, com mais de 30 anos de carreira, ser uma cantora independente, sem gravadora? Essa situação não é novidade para mim. Mas também não é confortável, porque, mesmo com todos os erros, as gravadoras sempre foram uma grande fonte patrocinadora e organizadora da vida do artista. Hoje está

Sesc Vila Mariana – r. Pelotas, 141, São Paulo, tel.: (11) 5080-3000. Dias 3, 4 e 5 (12 anos)

DIVULGAÇÃO

‘‘Consigo aprovação dos meus projetos inscritos na Lei de Incentivo à Cultura, porque são consistentes. Mas então é preciso ir às empresas, que têm seus próprios projetos, tem os apadrinhamentos. Eu não tenho o menor jogo de cintura para isso”


ESPECIAL DESTINOS LONDRES PELO OLHAR DE FIORELLA MATHEIS

Como a maternidade transformou a top de US$ 40 milhões, que hoje é capaz de bloquear a agenda de trabalho para cair na farra com o filho

R$ 9,90

0 0 8 2 0 0 0 0

I S SN

6/6/2011 ANO 12 N° 612

9 7 7 1 5 1 6

1 5 1 6 - 8 2 0 4

6

1

2

RECONCILIAÇÃO: DANI WINITS E JONATAS FARO SE BEIJAM E LEVAM OS PAIS PARA JANTAR

Gisele festeja 18 meses de Benjamin

ANTONIO BANDERAS NO RIO: "NÃO GOSTO DE MULHER EXTREMAMENTE MAGRA" GABRIELA DUARTE GRÁVIDA A ATRIZ ESTÁ ESPERANDO UM MENINO

Gisele Bündchen na tarde da quarta-feira 25, com o filho, em Los Angeles

ASSINE ISTOÉ GENTE AGORA CLIQUE AQUI


ISTOÉ Gente (06/06/11)