Page 1


RETIRO QUARESMAL

2017


Casa de Retiros Itaici

RETIRO QUARESMAL

2017

“Cultivar e guardar a Criação” (Gn 2,15)


Preparação: Renato da Rocha Capa e diagramação: Ronaldo Hideo Inoue Imagem de © Gajus | Fotolia Revisão: Vera Rossi

Edições Loyola Jesuítas Rua 1822, 341 – Ipiranga 04216-000 São Paulo, SP T 55 11 3385 8500/8501 • 2063 4275 editorial@loyola.com.br vendas@loyola.com.br www.loyola.com.br Todos os direitos reservados. Nenhuma parte desta obra pode ser reproduzida ou transmitida por qualquer forma e/ou quaisquer meios (eletrônico ou mecânico, incluindo fotocópia e gravação) ou arquivada em qualquer sistema ou banco de dados sem permissão escrita da Editora.

ISBN 978-85-15-04430-6 © EDIÇÕES LOYOLA, São Paulo, Brasil, 2016


Sumário

Apresentação

7

Introdução

11

1 O que é um Retiro Quaresmal?

12

2 Como organizar-se para o Retiro Quaresmal?

12

3 Como usar o Roteiro do Retiro Quaresmal?

12

4 Como fazer a oração pessoal diária?

13

5 Como revisar a oração?

14

6 Como fazer a Oração de Atenção Amorosa?

14

7 Como fazer uma leitura orante?

15

8 Como fazer uma contemplação evangélica?

16

9 Acompanhamento no Retiro Quaresmal

17

10 Dicas para os animadores espirituais do Retiro Quaresmal

17

Semana introdutória

19

Introdução Quarta-feira de Cinzas Quinta-feira depois das Cinzas Sexta-feira depois das Cinzas Sábado depois das Cinzas

20 20 23 25 28

(se for um texto de ensinamento da Escritura)?

(se o texto for uma cena bíblica, especialmente um acontecimento ou mistério da vida de Cristo)?


1ª Semana da Quaresma

29

Introdução Domingo da 1ª Semana Segunda-feira da 1ª Semana Terça-feira da 1ª Semana Quarta-feira da 1ª Semana Quinta-feira da 1ª Semana Sexta-feira da 1ª Semana Sábado da 1ª Semana

30 32 33 35 36 38 39 41

2ª Semana da Quaresma

43

Introdução Domingo da 2ª Semana Segunda-feira da 2ª Semana Terça-feira da 2ª Semana Quarta-feira da 2ª Semana Quinta-feira da 2ª Semana Sexta-feira da 2ª Semana Sábado da 2ª Semana

44 45 46 47 48 49 50 51

3ª Semana da Quaresma

53

Introdução Domingo da 3ª Semana Segunda-feira da 3ª Semana Terça-feira da 3ª Semana Quarta-feira da 3ª Semana Quinta-feira da 3ª Semana Sexta-feira da 3ª Semana Sábado da 3ª Semana

54 54 55 57 57 58 59 60

4ª Semana da Quaresma

61

Introdução Domingo da 4ª Semana Segunda-feira da 4ª Semana Terça-feira da 4ª Semana Quarta-feira da 4ª Semana Quinta-feira da 4ª Semana Sexta-feira da 4ª Semana Sábado da 4ª Semana

62 63 65 66 68 70 72 74

5ª Semana da Quaresma

77

Introdução Domingo da 5ª Semana Segunda-feira da 5ª Semana Terça-feira da 5ª Semana Quarta-feira da 5ª Semana Quinta-feira da 5ª Semana Sexta-feira da 5ª Semana Sábado da 5ª Semana

78 79 80 81 83 84 85 86

Semana Santa

87

Tema da Semana Domingo de Ramos Segunda-feira da Semana Santa Terça-feira da Semana Santa Quarta-feira da Semana Santa Quinta-feira da Semana Santa Sexta-feira da Semana Santa Sábado Santo Domingo de Páscoa

88 90 91 93 94 95 96 97 100


Apresentação


Pelo 13º ano consecutivo, fazemos chegar a cada um de vocês um roteiro de oração para viver mais intensamente o tempo litúrgico da Quaresma. Trata-se do já conhecido Retiro Quaresmal . A liturgia quaresmal nos é dada como tempo para voltar ao essencial, ao Evangelho; oportunidade para mobilizar o coração diante do acontecimento central de nossa fé, a Páscoa. Tempo que provoca uma sacudida em nossa vida, “deixando-nos conduzir pelo Espírito”. Quaresma é tempo favorável para ordenar a própria vida na direção do so nho de Deus para toda a humanidade. Para que isso aconteça, o tempo li túrgico quaresmal nos convida a construir novas relações vitais : com Deus, com os outros, com o mundo e com nós mesmos. No Evangelho fala-se das “práticas quaresmais” da oração , esmola e jejum , em que nossas relações são iluminadas e questionadas pelo modo de pro ceder de Jesus. São três gestos que nos humanizam e tornam a vida mais leve e com sentido; condensam o sentido da vida cristã, que é um abrir-nos aos demais (esmola), sintonizar-nos no coração de Deus (oração) e ordenar nossa própria existência (jejum). Vividos por meio da identificação com Jesus Cristo, os valores da oração, da esmola e do jejum nos sensibilizam a nos aproximar dos pobres e excluí dos, cheios de compaixão e misericórdia, a exercitar-nos na prática do bem e da bondade, a acolher o diferente com sinceridade, a cuidar com ternura e admiração de toda manifestação de vida. Tudo isso significa deixar-nos envolver pela Graça providente, permitindo que o amor circule em nós e no mundo, gerando vida em abundância.

-

Nesse sentido, Quaresma torna-se estar com Jesus no deserto, para, como Ele, dar a Deus o lugar central em nossas vidas. Queremos também, ao longo deste tempo quaresmal, caminhar com a Igreja no Brasil que nos convida a vivenciar a Campanha da Fraternidade. Neste ano, devemos aprofundar o tema: “Fraternidade: biomas brasileiros e de fesa da vida” e o lema “Cultivar e guardar a Criação” (Gn 2,15). Quaresma é tempo propício para ativar a capacidade do cuidado com toda expressão de vida. Nós cuidamos daquilo que amamos. Devemos todos ser “biófilos”, amigos e defensores da vida. Os roteiros de oração aqui apresentados, seguindo a metodologia inaciana, foram elaborados por um grupo de jesuítas que têm experiência no campo 8

-


dos Exercícios Espirituais: Pe. Anísio Ribeiro (1ª Semana); Pe. Manuel Igle sias (2ª Semana); Pe. José Ramón de la Cigoña (3ª Semana); Pe. Adroaldo Palaoro (Semana introdutória e 4ª semana); Pe. Élcio Toledo (5ª Semana); Pe. Emmanuel Araújo (Semana Santa).

-

Desejamos, com estes subsídios, colaborar para que as pessoas e os grupos de vida possam fazer uma experiência profunda do mistério pascal , vivendo a travessia quaresmal em direção a um maior serviço . Coordenador do Retiro Quaresmal

9


Profile for Edições Loyola

RETIRO QUARESMAL 2017  

RETIRO QUARESMAL 2017

RETIRO QUARESMAL 2017  

RETIRO QUARESMAL 2017

Advertisement