Page 1


Em qualquer Sala de estar cantinho

12

www.portaldeartesanato.com.br


Decoração Texto Natália Helen • Fotos Mônica Antunes • Produção Cristiane Alberto

Beleza convidativa

Que tal usar a época da Páscoa para decorar os Ovos de feltro cantinhos da casa? As ideias são simples, mas Veja só a fofura que Mônica Brentzel confeccionou! Uniu ao mesmo tempo capazes de proporcionar aos a alegria dos tecidos coloriambientes aconchego e sofisticação dos com uma caixa de madeira e formou uma cestinha divertida. Recheou feltro com manta acrílica, e o resultado foi esse enfeite incrível!

Quadro de arte francesa

Nada como um cantinho cheio de doçura. E isso está estampado no quadro de arte francesa elaborado por Silvana Scorza Appolinário. Use e abuse da técnica e ilustre seus sonhos! Aprenda a fazer o passo do quadro de arte francesa no Portal de Artesanato. Acesse: http://migre.me/8eedp

21 13


Decoração

14

www.portaldeartesanato.com.br


Aprenda a fazer o passo do regador no Portal de Artesanato. Acesse: http://migre.me/8ee8g

Taças jateadas

Com bastante requinte, Patricia Iorio apresenta a técnica do jateamento em um par de taças. O modo de fazer é superfácil! Você pode utilizar uma máquina própria para jateamento ou usar verniz de vidro para dar um acabamento semelhante. Já o molde pode ser impresso em papel-vinil. Uma outra alternativa é usar papel adesivo e cortar com estilete rotativo.

Artefato decorativa

A artesã Lu Areias, com carimbos e pintura, transformou o regador num lindo arranjo para a sala de estar. Já a combinação de fuxicos e tinta acripuff resultou em um delicado porta-control remoto de braço de sofá. As dicas são dadas pela artesã Fernanda Costa Silva.

15


Decoração Almofada em patch com quilt

t

Materiais:

• Quadrado de tecido marrom com 40 cm de lado (frente da almofada) • 3 pedaços de tecido marrom com estampa de cupcakes nas medidas 46 x 35 cm (costas), 46 x 25 cm (fechamento das costas) e 50 cm de lado (fechamento do quilt) • Faixa de tecido amarelo de 200 x 5 cm (laterais da frente) e retalhos para coelho e círculos • Retalhos de tecido nas cores pink e azul turquesa • Placa de corte de 58 x 43 cm • Régua de patchwork de 60 cm • Cortador circular de 45 mm • Tesoura para cortar tecido • Tesoura para cortar papel • Máquina de costura • Linha de costura • Termocolante • Ferro • Alfinetes de costura • Manta acrílica • Lápis • Borracha • Enchimento para almofada com 45 cm de lado • Moldes Custo: R$31 n Venda: R$70

1

2

3

4

1. Costure pelo avesso a faixa amarela nas laterais do quadrado marrom recortado para a frente. 2. Desenhe os moldes no papel termocolante e recorte-os com sobra de 0,5 cm da borda. Em seguida, aplique-os com o ferro de passar no avesso dos tecidos escolhidos e recorte-os novamente, dessa vez sem deixar borda. 3. Retire a película do termocolante, e com o ferro de passar, aplique os desenhos no tecido marrom. Depois, à máquina, faça zigue-zague ao redor de todos os desenhos. 4. Sobreponha a manta acrílica e o tecido marrom com aplicações ao avesso do quadrado de tecido com estampa de cupcakes. Alfinete toda a volta, assim como o centro, para não sair do lugar.

5. Quilte à máquina ao redor 5 6 7 dos desenhos e feche toda a volta da almofada com ponto zigue-zague. Corte as rebarbas. 6. Faça uma pequena bainha simples nos outros tecidos de cupcake. Para facilitar, dobre-os, passe com o ferro e depois costure à máquina. 7. Sobreponha o avesso dos tecidos àquele que recebeu as aplicações. A parte maior é costurada primeiro e na parte inferior, e a menor, na parte superior.

8. Deixe a parte menor por baixo da maior e costure as laterais. Corte as rebarbas. Em todos os cantos, faça um pequeno corte para poder virar com mais facilidade. Desvire primeiro a parte maior, depois a menor. 9. Finalize colocando o enchimento.

8

Criação e execução: Juliane Rialto Fotos: André Wittner

26

www.portaldeartesanato.com.br

9


Coelha de tecido

t

Materiais:

30 cm de tecido de algodão cru; tecido de feltro com 20 cm de lado; 40 cm de tecido floral; 50 cm de tecido liso; tecido laranja de 20 x 30 cm, da Fernando Maluhy • Alicate • Tesoura • Giz • Linha de costura • Linha de bordar • Linha 10 • Alfinete • Tinta para tecido • Rolinho de espuma • Arame • Cola quente • 30 cm de sianinha • Flores secas • Regador • Gola de crochê • 1 botão • 3 fuxicos • 2 miçangas • 50 cm de renda • Pedaço de ráfia • Moldes Custo: R$ 45 n Venda: R$ 120

1

2

3

4

1. Risque e corte duas vezes os moldes do corpo da coelha no tecido de algodão cru. 2. Para fazer o corpo e os pés, feche as laterais e depois una as partes A com B (indicadas nos moldes). Para as mãos, feche as laterais normalmente. Em todas as curvas do corpo, dê pequenos picotes para não formar pregas. Costure deixando uma sobra de 1 cm. 3. Uma vez fechados pés e braços, desvire as peças. Coloque o plumante até a metade do braço e, depois, com a linha de bordar, faça dois pontilhados na vertical, formando os dedos. Com a tinta de tecido e o rolinho, tire todo o excesso, deixando-o sequinho. Com movimentos leves, manche o rosto, braços, orelhas e pernas. 4. Para fixar as orelhas, faça dois furinhos, um de cada lado da cabeça da coelha. Faça uma pequena voltinha nas pontas do arame e passe-o pelos furos feitos anteriormente. Encaixe as orelhas no arame, é ele que dará suporte para que elas não caiam.

5

6

7

8

5. Com a linha 10, costure a mão os braços no topo do tronco e as pernas na base do corpo. Utilizando a agulha média e a linha preta, prenda as miçangas para formar os olhos. A linha de bordar deve ser usada para a boca e o nariz. 6. Para fazer a calça da coelha, corte o molde duas vezes, feche o cavalo e, depois, prenda a renda, já dobrando a barra. Feche as partes internas da calça, tudo à máquina. Como o tecido é fechado, a calça não terá costura nas laterais externas. 7. Com a linha de bordar, faça um franzido por toda a calça e puxe. 8. Para confeccionar o vestido, corte os moldes no tecido floral. Depois, feche os ombros e faça um franzido na manga, puxando a linha. Em seguida, prenda as mangas e passe duas costuras na saia. Puxe, formando um franzido até a medida da cintura e feche as laterais de todo o vestido. Com a linha 10, faça um pontilhado na manga na medida dos braços. 9. Com o vestido pronto, coloque a gola de crochê e, sobre ela, prenda o botão e o fuxico com a cola quente. 10. Para o chapéu, corte um círculo com 20 cm de diâmetro e faça uma abertura de 4 cm de diâmentro no centro. Com a linha de bordar, faça um pontilhado por toda a volta do círculo. Utilizando a cola quente, cole o laço de ráfia e as flores secas. Encaixe as orelhas na abertura feita no centro do chapéu e cole-o com cola quente na cabeça da boneca. Para a pantufa, corte a sola, deixando um pique no centro da parte superior. Na tira, prenda a renda e a sianinha à máquina. Encaixe a tira, costure a parte de baixo e, pelo pique feito anteriormente, vire. Por fim, cole o fuxico.

10

11

Criação e execução: Lú Rocha (com tecidos Fernando Maluhy) Fotos: André Wittner

27


48

www.portaldeartesanato.com.br


Antes e depois

Crie,

Fotos Rodrigo Estrella • Produção Vera Lúcia Ayres

recicle! Sabe aquele CD que você não ouve mais? O destino dele não deve ser a lata do lixo! Você pode reciclá-lo e criar um lindo enfeite, simples e econômico. Siga esta ideia!

Antes

CD para enfeite de Páscoa t

Materiais:

CD • Tesoura • 30 x 45 cm de Con-Tact Petit poá rosa • Espátula • Coelho de pelúcia • Vareta Custo: R$ 12,45 n Venda: R$ 20

1

2

3

1. Com a tesoura, faça uma tira com 1 x 45 cm de Con-Tact. Tire o papel de proteção, e encape a vareta. 2. Com a tesoura, recorte 15 x 15 cm de Con-Tact. Retire o papel de proteção e fixe no CD. Com a espátula, alise para remover possíveis bolhas e, com a tesoura, recorte os excessos. 3. Com a tesoura, recorte uma pequena tira de Con-Tact, tire o papel de proteção e enrole de modo que o adesivo fique para o lado externo. Agora, fixe-o no CD e aplique o coelho de pelúcia. Observação: o selo “Vamos Arrumar a Casa” indica que você está reciclando e, assim, contribuindo para a saúde do planeta! Criação e execução: Sandra Rocha e Thaiana do Nascimento Fotos: André Wittner

49


Renata Ceribelli

Texto Luciana Albuquerque • Foto Rodrigo Lopes • Produção Anderson Vescah e Raphael Dutra • Cabelo e maquiagem Edson Morales

Mulher de

atitude! Dona de um estilo próprio e cheia de carisma, a atual apresentadora do Fantástico mostra que é uma veterana na arte de encantar os telespectadores. E, especialmente para a Faça Fácil, ela conta que adora bijuterias. Inspire-se neste colar para enriquecer suas ideias e criações

54

www.portaldeartesanato.com.br

Camisa, Zinzi, R$ 219.

Perfil


A

Após mais de 10 anos como apresentadora da revista eletrônica semanal de maior sucesso da TV brasileira, Renata Ceribelli assumiu o posto de apresentadora oficial e vem tirando de letra o novo desafio com seu estilo próprio, carisma e facilidade para abordar diversos assuntos, sempre se identificando com o público. “Minhas reportagens são sempre ligadas a comportamento e tendência. Qualquer que seja o assunto, de moda a economia, de cultura a política, sempre tento buscar o lado mais curioso da história, algo que ninguém ainda explorou ou um serviço dentro do assunto que possa fazer diferença na rotina de vida do telespectador”, conta, ensinando seu segredo de sucesso. No entanto, ser apresentadora do Fantástico requer, além de maestria para comandar o tradicional jornalístico, saber agradar ao público, que está sempre de olho nos figurinos com que a repórter aparece todo domingo, levando-a sempre ao top 10 de pedidos na Central de Atendimento ao Telespectador da Globo (CAT). “Entender para onde a moda caminha ajuda a entender o comportamento da sociedade. A importância que o público dá para a escolha da roupa na apresentação do Fantástico é algo que me surpreendeu nesses três meses como apresentadora oficial do programa. Sinto que eles são ansiosos por essa informação e se eles entendem e se identificam, elogiam. Mas se a roupa desagrada, chega a interferir na comunicação com o público”, comenta Renata, que procura não usar um figurino que “chegue” antes da informação que está passando. “O mais importante é conseguir olhar no olho de quem está do outro lado da telinha, sem deixar a roupa desviar a atenção”, completa. E para isso, a jornalista confia no trabalho da editoria de moda do programa, chefiada por Patrícia Veiga. “Ela sempre me deixa à vontade para dizer se gosto ou não das escolhas do figurino, mas dificilmente não concordamos com alguma produção. Temos uma identificação grande uma com a outra”, relata.

Moda Já em sua vida pessoal, ela conta com a assessoria de estilo da dupla Chris Francini e Paula Martins, mas confessa que antes de sair de casa dá sempre uma passadinha no quarto da filha Marcela, de 21 anos, que acabou de se formar em marketing de moda, para ouvir sua opinião. “Se ela diz que não está bom, troco de roupa na hora”, brinca. Renata não tem um estilo definido, mas sabe bem do que não gosta. “Definitivamente sei que não tenho um estilo romântico. Dificilmente você vai me ver com lacinhos e babadinhos. Gosto de um corte mais moderno”, conta ela, que para o dia a dia prefere roupas confortáveis, mas que tenham um bom corte, uma boa caída. “Não gosto de tecidos sem movimento, que armam ou roupas que me façam ficar preocupada com elas, puxando aqui e ali”. E como uma boa brasileira que está por dentro dos

Adoro bijuterias artesanais. Além do valor artístico, as peças são sempre muito originais”

truques de beleza, entre seus segredos está uma bermudinha que permite usar vestidos de seda sem denunciar marquinhas indesejáveis. Quanto aos acessórios, ela adora e abusa da sorte de ter uma irmã designer de joias – Regina Ceribelli – para ter sempre novidades em seu visual. “Acho que os acessórios são o acabamento fundamental de uma produção. Temos feito muito isso na produção dos figurinos do Fantástico. Usamos uma roupa com um bom corte, simples, e acrescentamos um acessório para dar o arremate final e definir o estilo”, relata. Diferente da irmã, Renata não tem nenhum dom artesanal, porém não dispensa esse tipo de peça. “Adoro bijuterias artesanais. Além do valor artístico, elas são sempre muito originais.”

Medida Certa Não há como não falar do quadro de maior sucesso que a jornalista já apresentou na TV. O Medida Certa, do Fantástico, a deixou mais íntima do telespectador, que acompanhou sua batalha junto ao colega Zeca Camargo em busca do peso e das medidas ideais. Renata – que antes não conseguia combinar exercícios com boa alimentação, sempre privilegiando mais um do que o outro e que, por isso, nunca conseguia emagrecer – perdeu 12 kg e continua adepta do programa. “Aprendi que a medida que interessa é a da fita métrica e tiro as minhas a cada dois meses, quando vou à nutricionista Laura Breves, a mesma que nos acompanhou durante o quadro”, conta. E para se manter em forma, a jornalista continua correndo pela Lagoa Rodrigo de Freitas, no Rio de Janeiro, e andando de bicicleta, atividade que ela ama. Mas apesar de acompanhar desfiles de moda e estar por dentro das novidades, quem pensa que ela é consumista se engana. “Muita gente me perguntou depois do Medida Certa se eu havia ‘trocado’ todo o meu guarda-roupa, mas confesso que ajustei muita coisa antes de sair correndo para a loja comprar uma peça nova”, conta.

55


Tome Nota

Texto: Vanessa Moraes Fotos: Divulgação

Design para

decorar e se inspirar Da Ásia para casa Se você é fascinado por móveis e objetos de decoração de lugares bonitos e exóticos, então os artigos da Bali Express são ideais. Uma das primeiras lojas a trazer criações de lugares como Indonésia, Hong Kong e Nepal, as peças são exclusivas e feitas artesanalmente com muita qualidade, como a mesa lateral trazida da Tailândia. Sua estrutura é feita em madeira teca e bandeja em bambu. Informações: www.baliexpress.com.br

Patch, como te quero! A nova linha de patchwork da Rica Festa é ideal para ser usada como peso de porta. São peças divertidas e cheias de cores em formato de girafas, flores, vasos, cachorrinhos e ursos. Informações: (11) 3040-4290 e www.ricafesta.com.br

72

Charme e conforto

Porta-guardanapos ecológico

Uma dica para deixar a sala de estar espaçosa, sem abrir mão do conforto, é utilizar futons no lugar de grandes sofás e cadeiras. A charmosa linha Zafus, da Futon Company, é uma ótima opção, as peças são recheadas com algodão e com acabamento em lonita. Informações: (11) 3083-6212 e www.futon-company.com.br

Os charmosos e requintados porta-guardanapos da Loeb Maison são confeccionados com pétalas de folhas de figueira ou mangueira desidratadas – colhidas após terem caído secas da árvore – e tingidas. As folhas ganham o formato de flores, dando sofisticação à mesa. Informações: (11) 3552-1010 e www.loeb.com.br

www.portaldeartesanato.com.br


Moda

Texto Natália Helen • Fotos Mônica Antunes • Produção Cristiane Alberto

A versatilidade

dos lenços Quer uma peça com mil e uma utilidades? Então invista no lenço, que ganhou também a função de vestir. Use a imaginação e as dicas a seguir para compor incríveis combinações

Blusa com toque de tingimento

Perfeito para passear no shopping, o lenço com tingimento criado por Lala Andreotti virou uma blusinha superconfortável. Use a abuse da tendência para lucrar!

73


Vestido personalizado テ田ulos escuros e um vestido versテ。til formam um modelito perfeito para um fim de tarde. Simone Carvalho nテ」o hesitou em produzir um lenテァo grande com pintura em relevo, que pode se transformar em um delicado vestido para deixar os seus dias mais frescos.

74

www.portaldeartesanato.com.br


Vá de saia!

A artesã Denise Meneghello sugere a técnica do grafismo para decorar um lenço médio que deu vida a esta saia. O resultado foi uma linda composição abstrata de cores e detalhes.

75


Moda Saia de lenço com grafismo

t

Materiais:

Bastidor de madeira regulável • Pedaço de musseline de 1 x 1,40 m • Percevejos • Folha para risco • Tintas aquarela silk acrilex nas cores laranja, rosa e vermelho-fogo • Lápis 2b extra dark e delineador têxtil nas cores branca, laranja e púrpura, da Acrilex • Pincel redondo 475 nº 12, pincel cerdas 456 nº 24 e pincel liner 422 nº 0, da Condor • Copinho descartável • Risco Custo: R$ 10 n Venda: R$ 35

1

2

3

4

1. Prenda o tecido no bastidor com a ajuda dos percevejos. Deixe o tecido bem esticado. 2. Coloque o risco das flores embaixo do bastidor e transfira o desenho para o tecido com o auxílio do lápis. 3. Com o pincel redondo 475 nº 12, contorne as flores com as tintas rosa (adicionada de algumas gotas de vermelha) e laranja. Cuidado para que elas não se espalhem pelo tecido por isso utize pouca tinta. Pinte o miolo na cor contrária das pétalas. Para facilitar o trabalho, busque manter o pincel em pé e deixe a mão leve. 4. Faça listras nas pétalas com o pincel liner 422 nº 0. Para as flores contornadas de rosa, utilize a mistura de rosa e vermelho, nas contornadas de laranja, mantenha o laranja. Deixe pouca tinta no pincel para não borrar e não deixar o traço grosso.

5

6

7

8

5. Umideça com água as cerdas do pincel 456 nº 24 e molhe o tecido em alguns pontos em volta 9 das flores e faça um fundo aquarelado, mesclando tons de rosa, vermelho e laranja. É necessário apenas um pouquinho das tintas para dar esse efeito. Deixe secar por pelo menos 30 minutos. 6. Com o pincel de cerdas seco e pouquíssima tinta laranja, faça uma borda do lenço de aproximadamente 10 cm de espessura realizando movimentos de vai e vem com o pincel. 7. Segure o pincel redondo em pé e faça alguns traços unindo as flores. Utilize a mistura de tinta rosa e vermelha. 8. Contorne as pétalas e o miolo das flores com o delineador têxtil branco de maneira aleatória para criar relevos. Deixe secar por cerca de 30 minutos. 9. Para finalizar, faça novos contornos nas pétalas e no miolo com os delineadores têxteis laranja e púrpura. Retire o peça do bastidor, espere secar por aproximadamente 30 minutos e passe com o ferro do lado avesso para fixar a tinta. Faça a bainha no lenço.

Criação e execução: Simone Carvalho (com produtos Acrilex e Condor) Fotos: André Wittner

76

www.portaldeartesanato.com.br

Faça Fácil 45  

Diagramação

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you