Issuu on Google+

Circulação Interna para Associados

MOVIMENTO A SEFIN QUE QUEREMOS

SINDIFAM

Comentários PMF valoriza o sem valor Marcos Vinicius Cavalcante é um advogado — registro OAB-CE 1959 — que mata a cobra e mostra o instrumento que usou na ação. Ele pede espaço nesta coluna para fazer uma queixa, que é a seguinte: ´São crescentes as reclamações dos clientes de nosso escritório contra a Secretaria de Finanças do Município de Fortaleza (Sefin). A febre de arrecadar cada vez mais está insuportável, inviabilizando vários negócios imobiliários nesta Capital. O Setor de Avaliação da Sefin decidiu avaliar terrenos pelo dobro do preço do mercado. E não vale a pena solicitar reconsideração à Sefin, pois é gritante a sua má vontade no atendimento a esse tipo de pleito, sendo de nenhuma valia a argumentação de que inexiste qualquer obra de urbanização na área do imóvel, avaliado para fins de pagamento do ITBI´. Marcus Vinicius prossegue: ´Agora mesmo, um imóvel localizado na Praia do Futuro, encravado numa região próxima às favelas mais perigosas da cidade, sem acesso nenhum na sua parte frontal, estava sendo vendido por R$ 75 o m². Pois bem: a Prefeitura, por meio da Sefin, avaliou esse imóvel, para efeito de ITBI, por R$ 145 o m². Resultado: tem crescido o desfazimento de negócios imobiliários em Fortaleza, com fuga de investidores para as áreas litorâneas de Natal e João Pessoa´. Cristo ensina: dai a César o que é de César e a Deus o que é de Deus. O César da PMF parece exagerado. Transcrito da coluna de Egídio Serpa DN - 08/12/2007 e al at 008 N 2 o liz Fe s p er ó Pr


DIRETORIA P r e s i d e n t e : Mário César Chaves Nunes V i c e - p r e s i d e n t e : Azenclévio Duarte Sabóia Secretário

Geral:

Aldemir

Maia

Primeiro

Te s o u r e i r o :

Leite

Fcº. J. Raposo C. Branco Segundo

Te s o u r e i r o :

José de Carvalho Melo Filho Assessor de Imprensa e Relações Fcº.

Públicas:

Ocelio C. Mesquita

Assessor

Jurídico:

Henrique C. Mourão Mota Diretor Administrativo: Fernando

Rocha

C o n s e l h o

Júnior

F i s c a l :

Marta M. Ferreira Pacheco Marcos

Fábio

D.

Moura

Izabel Saldanha da Cunha Delegados da Federação Nacional dos Servidores F a z e n d á r i o s : Fcº.

A. Carvalho Lemos

Pedro Jorge Vieira Bezerra Suplentes da Diretoria Miguel

Ribeiro

Linhares

Osmarina Ferreira da Silva Gilberto Soares Cavalcante Joaquim

Fa r i a s

Neto

Maria Glaúcia de C. Oliveira Comissão

de

Ética:

Maria Norma G. De A. Leite Maria

Marieta

Suelene Fernando

J.

Soares

Andrade C.

Aniversariantes de Dezembro

Gomes

Maria Eliene da Silva

02 - Eriberto Costa 10 - José Luciano 12 - Mauro Guedes 18 - José Lopes 18 - Angela Fernandes

Seja o centro Pe. Marcelo Rossi Seja o centro Seja o tudo em meu coração, Senhor Seja a vida em meu peito Cada dia aqui e eternamente Jesus, Jesus Jesus, Jesus Seja o Sol Que me aquece Em meu coração, Senhor Seja a força que me sustenta Cada dia aqui e eternamente Jesus, Jesus Jesus, Jesus Meu Tesouro, minha razão de viver Meu anseio é te conhecer Pois não há outro igual a ti A quem tenho eu além de ti És minha vida, és a fonte, Jesus Jesus, Jesus Jesus, Jesus Meu tesouro, minha razão de viver Pois não há outro igual a ti A quem tenho eu além de ti És minha vida, És a fonte, Jesus Jesus, Jesus Jesus, Jesus Jesus, Jesus Jesus, Jesus

Paz *União Alegrias Esperança* Amor Sucesso Realizações Luz *Respeito Harmonia Sáude Solidariedade *Felicidade Humildade Confraternização Pureza Amizade Sabedoria Perdão* Igualdade Liberdade Boa Sorte * Sinceridade Estima Fraternidade Equilibrio Dignidade Benevolência Fé Bondade Paciência Brandura Força* *Tenacidade Prosperidade Reconhecimento ******** ******** ******** ********

Tributos que incidem sobre preços de principais produtos comprados no fim do ano variam de 16,72% a 79,63%. A carga tributária sobre os preços de alguns produtos comprados no Natal varia de 16,72% a 79,63%. O Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT) elaborou uma lista, calculando o impacto fiscal sobre alguns itens.

O consumidor vai ter que pesquisar os preços na hora de comprar, para encontrar valores mais baixos´. Pesquise, pague menos tributos FIQUE DE OLHO


Jornal Sindifam dia-a-dia III