__MAIN_TEXT__
feature-image

Page 1

www.informationmanagement.com.br

A revista dos profissionais da informação Ano 13 - Número 95 - JUL 2020

Carlos Augusto da ABBC: Entidade trabalha no projeto com o Bacen desde o início

PIX chega em novembro para revolucionar o mercado financeiro Por Prado Junior - Pág 06 A LGPD começa pelos Processos - Pag 15 www.informationmanagement.com.br

Dados e o impacto como estratégia e tomada de decisão - Pag 19

Pandemia acelera digitalização dos meios de pagamento no Brasil - Pag 29 2020 JUL | INFORMATION MANAGEMENT

1


Os associados da ABEINFO te soluções para o gerenci

Associação de Empresas e Profissionais da Informação

A mais importante associação para quem precisa entende A ABEINFO é um núcleo associativo do Instituto Information Management com o propósito de reunir Usuários e Fornecedores de Tecnologias para o Gerenciamento de Informações com o objetivo de Promover o Desenvolvi2

INFORMATION MANAGEMENT | JUL 2020

mento do Mercado, a Capacitação de sua Força de Trabalho e principalmente as Novas Tecnologias para a Gestão de Informações que estão possibilitando Melhoria de Produtividade, Otimização de Recursos e Governança. www.informationmanagement.com.br


em as melhores tecnologias e iamento de informações

www.3adigitall.com.br

www.accesscorp.com.br

www.agmlogistica.com.br

www.armazemdedados.com.br

www.arktec.com.br

www.automate.com.br

www.cassdoc.com.br/

www.centralinf.com.br/

www.dantek.com.br/

www.domore.com.br

www.easydrive.com.br

www.guardwell.com.br

www.hdbsystems.com.br

www.ibsdocs.com.br

www.ltigroup.com.br

www.metrofile.com.br

https://mostqi.com.br

www.mycroarq.com.br/

www.navisystem.com.br

www.osas.com.br

www.paarquivos.com.br

http://www.prtidigital.com.br/

www.rnp.br

www.rrdoc.com.br

www.scansystem.com.br

www.sicolos.com.br

www.soluarq.com.br/

www.tecmach.com.br

www.temposolucoes.com.br

www.validcertificadora.com.br

www.workprint.com.br

er a importância da Gestão de Informações nos negócios

Associe sua empresa Conheça os benefícios: https://bit.ly/31trfue ABEINFO – Associação das Empresas e Profissionais da Informação. Rua Anhanguera, 627 – Barra Funda – 01135-000 – São Paulo / SP –Tel : (11) 3392-4111 - Email: contato@iima.com.br www.informationmanagement.com.br

2020 JUL | INFORMATION MANAGEMENT

3


Entrevista com Peggy Winton, CEO da AIIM Ipsa volupta ecerem velibustis etusdae volorro id quodit doluptae volorior re doloribus cullo tenda ipsum, occusandisci conestem iniet et odia voluptatus quas ad quam,

NÚMERO 90 2020 NÚMERO 79 | FEVEREIRO DE |2019

06

PIX chega em novembro para revolucionar o mercado financeiro

conteúdo do mês A LGPD começa pelos Processos pág 15

Com a LGPD, qual o papel do DPO, além do jurídico?

pág 32 RPA é a melhor aliada neste momento da economia

pág 45


matéria de capa pág 06

0

PUBLISHER

Eduardo David eduardo@guiabusinessmedia.com.br CONSELHO EDITORIAL

Walter Koch - Wilton Tamane - José Guilherme Junqueira Dias Angelo Volpi - Cinthia Freitas - Luiz Alfredo Santoyo - Christian Ribas Marcio Teschima - Carlos Bassi ATENDIMENTO AO CLIENTE

Gicelia Azevedo

gicelia@iima.com.br

REDAÇÃO

Prado Junior

pradojr@iima.com.br

PRODUÇÃO GRÁFICA

Halan Santos

halan@iima.com.br

WEB DESIGNER

Igor de Freitas

igor@iima.com.br

ADMINISTRAÇÃO

Tadeu Nunes tadeu@iima.com.br Mariana Dantas mariana@iima.com.br CENTRAL DE ATENDIMENTO - (11) 3392-4111 INFORMATION MANAGEMENT – Revista especializada no tema Gerenciamento de Informações, Documentos e Digital Business. Distribuição Nacional. Publicação oficial do INSTITUTO INFORMATION MANAGEMENT – IIMA - Rua Anhanguera, 627 Barra Funda - 01135-000 - São Paulo - SP

Dados e o impacto como estratégia e tomada de decisão

pág 19

O INSTITUTO INFORMATION MANAGEMENT - IIMA é uma organização que reúne profissionais e empresas que trabalham com processos envolvendo o gerenciamento de documentos e informações. Sua missão é promover a capacitação profissional e o desenvolvimento do mercado por meio um amplo portfólio de serviços como Cursos, Congressos, Consultoria, Livros e Publicações, Certificações, Workshops, Programas Educacionais ao vivo, entre outros. Um corpo multidisciplinar composto por Consultores, Analistas, Professores, Jornalistas e Pesquisadores está na base da produção do conhecimento gerado diariamente pelo INSTITUTO com o objetivo de ajudar os profissionais e empresas a lidarem com o Caos da Informação e a constante evolução tecnológica. O IIMA conta hoje com 40 mil profissionais participantes. DIREÇÃO

Eduardo David eduardo@iima.com.br Tadeu Nunes tadeu@iima.com.br

Pandemia acelera digitalização dos meios de pagamento no Brasil

CONSULTORIA E CURSOS

Wilton Tamane consultoria@iima.com.br ATENDIMENTO AO ASSOCIADO

Gicelia Azevedo

coluna

pág 29 Tadeu Cruz Passado, presente e futuro...

gicelia@iima.com.br

CONSELHO TÉCNICO:

Walter Kock consultor, autor, palestrante Wilton Tamane consultor, professor e palestrante Márcio Teschima empresário, palestrante Tadeu Cruz professor, autor , palestrante Angelo Volpi notário, professor, autor e palestrante Carlos Bassi consultor, professor e palestrante José Guilherme J. Dias professor, consultor e palestrante Cínthia Freitas professora, autora consultora e palestrante PARA SE ASSOCIAR LIGUE: (11) 3392-4111 ramal 29 ou acesse: www.abeinfobrasil.com.br INSTITUTO INFORMATION MANAGEMENT - IIMA Rua Anhanguera, 627 - Barra Funda 01135-000 - São Paulo - SP Tel: (11) 3392-4111

pág 67 Associação das Empresas e Profissionais da Informação

www.abeinfobrasil.com.br

www.informationmanagement.com.br

2020 JULwww.informationmanagement.com.br | INFORMATION MANAGEMENT www.informationmanagement.com.br

5


matéria de capa

“A n d ex Entid com digit ini b

P

PIX chega em novembro pa revolucionar o mercado fin A digitalização com O PIX possibilita a inovação e o surgimento de nova modelos de negócio e a redução do custo social rel legalemnão ao uso de instrumentos baseados papel é d 6

INFORMATION MANAGEMENT | MAI JUL 2020 2020

www.informationmanagement.com.br


matéria de capa

nova realidade da humanidade Carlos Augusto da ABBC: xigirá cada vez dade trabalha no projeto om o Bacenprocessos desde o início mais talizados e esta iciativa é muito bem-vinda”, diz Walter Koch

Por Prado Junior

ara nanceiro amparo vos lacionada de hoje! www.informationmanagement.com.br

Por Prado Junior O Banco Central anunciou que a solução de pagamentos instantâneos (PIX) estará disponível em novembro deste ano. O objetivo é que os mais diversos pagamentos passem a ser tão fáceis, simples, intuitivos e rápidos quanto realizar uma operação com dinheiro em espécie. No dia 12 de agosto o Bacen instituiu o PIX e aprovou seu regulamento. As transferências ocorrem diretamente da conta do usuário pagador para a conta do usuário recebedor, sem a necessidade de intermediários, o que propicia custos de transação menores. O serviço funcionará 24 horas por dia, sete dias por semana e em todos os dias no ano. Além de aumentar a velocidade em que pagamentos ou transferências são feitos e recebidos, tem o potencial de alavancar a competitividade e a eficiência do mercado; baixar o custo, aumentar a segurança e aprimorar a experiência dos clientes; promover a inclusão financeira e preencher uma série de lacunas existentes na cesta de instrumentos de pagamentos disponíveis atualmente à população. Em linha com a revolução tecnológica em curso, o PIX possibilita a inovação e o surgimento de novos modelos de negócio e a redução do custo social relacionada ao uso de instrumentos baseados em papel.

2020 JUL | INFORMATION MANAGEMENT

7


artigoCHEGOU REVISTA PARA ENVIE SUAS A NOTÍCIAS OUQUEM ARTIGOS QUERASABER TUDOABEINFO SOBRE PARA REVISTA ~

AUTOMAÇAO INTELIGENTE DE Já Em estáJulho circulando a 1ª edição Revista ABEINFO estará circulando a 1ªdaedição da Revista publicação daBimestral ASSOCIAÇÃO de EMPRESAS ABEINFOBimestral - publicação da ASSOCIAÇÃO de PROCESSOS e PROFISSIONAIS da INFORMAÇÃO EMPRESAS e PROFISSIONAIS da INFORMAÇÃO.

> PARA RECEBER FREE leitor@iamagazine.com.br > PARA ENVIAR NOTÍCIAS, ARTIGOS E CASES redacao@iamagazine.com.br > PARA ANUNCIAR comercial@iamagazine.com.br Apoio

Envie as Novidades de sua Empresa ou Artigos para publicação na Revista: redacao@ abeinfobrasil.com.br Para se associar: contato@iima.com.br Receba a revista GRATUITAMENTE Envie email para mariana@iima.com.br

Realização

Seja você também um patrocinador! 8 INFORMATION MANAGEMENT | JUL 2020

www.informationmanagement.com.br


matéria de capa

Banco Central anuncia PIX para novembro deste ano

FEBRABAN

são financeira no país, es- ca, de aproximadamente timular a competitividade R$ 19,5 bilhões anuais.” A Federação Brasileira de e aprimorar a eficiência no Bancos (FEBRABAN) apoia mercado de pagamentos. Para aderir ao PIX, os bano Banco Central para o cos brasileiros irão investir desenho do sistema de “A FEBRABAN vê o PIX recursos adicionais em inpagamentos instantâneos como uma inovação que fraestrutura, tecnologia e batizado de PIX. trará mais segurança e segurança para padroniconveniência ao consu- zar e organizar um sisteA entidade é favorável a midor em suas transações ma dentro um ambiente medidas que reduzam a ne- financeiras”, afirma Le- de comodidade e confiacessidade de circulação de andro Vilain, diretor de bilidade para o cliente. dinheiro em espécie, que Negócios e Operações da somente de custo de logísti- FEBRABAN. “Essa medida “Os provedores de servica totalizam cerca de R$ 10 é condizente com os in- ços de pagamento estão bilhões ao ano em gastos. vestimentos que o setor trabalhando com o Banco Também apoia a iniciativa bancário vem fazendo em Central para que as tranque irá aumentar a inclu- modernização tecnológi- sações tenham o menor

www.informationmanagement.com.br

2020 JUL | INFORMATION MANAGEMENT

9


10

INFORMATION MANAGEMENT | JUL 2020

www.informationmanagement.com.br


matéria matéria dede capa capa digital e contactless via o próprio dispositivo do cliente de forma conveniente e sem necessitar de imputar todos os dados do favorecido, bastando apenas informar uma chave escolhida pelo favorecido (que pode ser o CPF/CNPJ, e-mail ou n. de celular)”, destaca Carlos.

Leandro Vilain da Febraban: Setor investiu quase R$ 20 bilhões em tecnologia

custo possível para o consumidor”, afirma Vilain. Cada instituição irá definir suas tarifas, de acordo com sua política de negócios. ABBC

e regras em que todos os participantes que aderirem tem que seguir para que todo o processo de pagamentos e liquidação de recursos seja completamente interoperável.

Outra entidade que apoia “A iniciação do pagador poa iniciativa do Banco Cen- derá ser realizada de forma tral é a Associação Brasileira dos Bancos (ABBC), que trabalha no projeto junto ao Bacen desde o início, há cerca de 2 anos. Carlos Augusto de Oliveira, diretor da Comissão de Tecnologia da ABBC explica o funcionamento. Segundo ele, o PIX é um arranjo de pagamentos, ou seja, uma infraestrutura regida por conjunto de regulamentos

www.informationmanagement.com.br

O diretor da ABBC explica que as operações no PIX são seguras. “Estarão disponíveis para todo o tipo de transferência e pagamentos, seja P2P, P2B, B2B, além de pagamento dos tributos governamentais. O PIX tem todo os cuidados de segurança by design, em que todos os elementos de segurança foram previstos para garantir segurança de ponta a ponta”, diz.

PIX funcionará 24 horas por dia

2020 JUL | INFORMATION MANAGEMENT

11


www.zuri.wf 12

INFORMATION MANAGEMENT | JUL 2020

www.informationmanagement.com.br


matéria de capa

Carlos Augusto da ABBC: Entidade trabalha no projeto com o Bacen desde o início

De acordo com Carlos Augusto, as instituições financeiras com mais de 500 mil contas são obrigadas a participar e se conectar a plataforma SPI. “As outras instituições precisam preencher os requisitos técnicos e de compliance previstos na regulação do arranjo de pagamentos PIX. Caso preencham algumas condições regulatórias, podem ser participantes diretos ou apenas indiretos se conectando neste caso a um participante direto. Mas toda instituição de pagamento pode de alguma forma participar”, aponta.

critas para participar do PIX, mas o usuário não vai precisar se cadastrar. “Essas instituições estão participando do processo de homologação para se habilitarem dentro do cronograma do Banco Central. O usuário final não precisa se cadastrar. A exemplo de outros serviços de pagamentos, como DOC e TED, eles serão oferecidos pelo Banco ou Fintech de seu relacionamento”, afirma.

O diretor da ABBC esclarece como será o acesso ao PIX. “Na versão inicial a ser lançada em novembro/2020 é necessário Carlos diz que já são qua- realizar conexão do disse 1.000 instituições ins- positivo via internet. Está

www.informationmanagement.com.br

previsto para 2021 uma opção de gerador do QRCode pelo pagador que não exigirá esta conexão, em especial no P2B, no qual o fluxo do pagamento poderá aproveitar a conexão da automação comercial do recebedor”, finaliza Carlos Augusto. De acordo com a agenda do Banco Central, o início do cadastro de Chaves Pix (número de telefone celular, CPF, CNPJ ou e-mail), que facilitam a identificação do recebedor, se dará em 5 de outubro de 2020. Já o início da operação plena do Pix está confirmado para o dia 16 de novembro de 2020.

2020 JUL | INFORMATION MANAGEMENT

13


artigo

A LGPD começa pelos Processos Por Carlos A. Bassi

CEO - INFORMSYS Consultoria

empresas não estão preparadas para atender aos requisitos exigidos pela LGPD e, podem sofrer as sanções previstas em caso de incidentes com os dados pessoais processados.

A LGPD – Lei Geral de Proteção de Dados passará a vigorar em breve no Brasil e todas as organizações públicas e privadas que processam dados pessoais terão que se adequar.

são processados por uma empresa está diretamente relacionada como os seus processos e regras de negócio são realizados.

A grande maioria das organizações desconhece como isto acontece, Os riscos com a perda de credibi- pois não conseguem responder lidade e os impactos no negócio questões básicas como estas: poderão ser maiores do que as sanções impostas por não estarem Coleta aderentes à lei. o Quais informações são coletadas? A LGPD estabelece regras claras sobre a coleta, armazenamento, trata- o Por que e como estas informamento e compartilhamento como ções são coletadas? forma de garantir a segurança e privacidade dos dados pessoais. o Em qual momento são coletadas?

Uma pesquisa recente do Serasa Experian apontou que 85% das A forma como os dados pessoais o Quem realiza a coleta?

14

INFORMATION MANAGEMENT | JUL 2020

www.informationmanagement.com.br


artigo

Armazenamento

As respostas a muitas destas questões não são fáceis de obter. Elas o Por que e onde são armazenados? estão em bases de dados, em sistemas legados, em documentos fío Quanto tempo são armazenados? sicos, em procedimentos e normas desatualizadas, de forma desceno Quem tem acesso? tralizada em diferentes unidades organizacionais, em locais exterTratamento nos à empresa e, principalmente, na cabeça dos colaboradores. o Qual o tratamento e com quais ferramentas são tradadas as in- A maneira mais eficaz para captuformações? rar, analisar e compreender todo o conjunto de informações necessáo Quais regras ou normas devem rias será a adoção das metodoloser seguidas? gias envolvidas na gestão por processos que permitirá estabelecer o o Quem realiza o tratamento? estágio que a empresa se encontra e, definir como será sua jornada Compartilhamento para adequação à LGPD. o Quem envia e quem recebe?

Esta jornada começa com a modeo Em qual momento são compar- lagem da situação atual de todos os processos de trabalho com a tilhados? identificação das tarefas realizadas, dos documentos utilizados e/ o Como são compartilhados?

www.informationmanagement.com.br

ou gerados em cada tarefa, das ferramentas e sistemas utilizados nestas tarefas, do fluxo das atividades e, do perfil dos diversos atores internos e externos envolvidos. Com base nos processos de trabalho modelados será possível avaliar os pontos não conformes, especificar os requisitos e priorizar as ações necessárias para adequação. Provavelmente, muitos processos terão que ser transformados por meio de racionalizações, implementações ou automações, na busca por maior segurança no tratamento de dados pessoais como também, melhorar a gestão e rastreabilidade dos processos. Outros processos terão que ser criados para atender às solicitações dos titulares dos dados pessoais relativas aos seus direitos à segurança e privacidade que a

2020 JUL | INFORMATION MANAGEMENT

15


to Go e Sit

16

INFORMATION MANAGEMENT | JUL 2020

www.informationmanagement.com.br


artigo LGPD pretende garantir, dentre uma governança eficaz e transos quais: parente quanto à segurança de informações que processa tais • Acesso – confirmação se a como: empresa trata seus dados pessoais, quais dados são trata- • Monitoramento – gestão dos, onde estão armazenados, dos incidentes de exposição de com quais entidades públicas e dados desde sua ocorrência até privadas os dados foram com- a solução; partilhados, quais critérios e procedimentos são utilizados • Comunicação Titulares – comunicação aos titulares dos em decisões automatizadas; dados pessoais de incidentes • Correção – correção de ocorridos que possam afetá-los; dados pessoais por estarem incompletos, inexatos ou desa- • Comunicação ANPD – comunicação à ANPD Autoritualizados; dade Nacional de Proteção de • Eliminação – eliminação Dados de incidentes ocorridos dos dados desnecessários, ex- com dados pessoais que a emcessivos ou tratados em des- presa trata; conformidade; • Manutenção RPID – ma• Bloqueio – bloqueio na uti- nutenção do RPID Relatório de lização de seus dados pessoais; Impacto à Proteção de Dados Pessoais com a descrição dos • Exclusão – exclusão de da- processos de tratamento de dos pessoais mesmo que o titu- dados pessoais que podem lar tenha dado consentimento; gerar riscos às liberdades civis e aos direitos fundamentais • Anonimização – tratar os além, das medidas, salvaguardados pessoais para que não das e mecanismos de mitigacaracterize o seu titular. ção de riscos;

cedimentos de segurança sempre atualizados e aprovado. Como vemos, conhecer e gerenciar de forma eficaz os seus processos de trabalho permitirá atender aos requisitos exigidos pela lei. Com a entrada em vigor das legislações que buscam garantir a privacidade e proteção de dados pessoais em diversos países, surgiu um novo conceito chamado ‘Privacy by Default’ onde as configurações mais seguras de privacidade deverão ser aplicadas por padrão em todo produto ou serviço ofertado ao público além disso, as informações deverão ser mantidas apenas pelo tempo necessário. Ocorre que qualquer adequação a regulamentações começa em um estágio anterior onde as organizações devem adotar o ‘Process by Default’ ou seja, realizar a gestão de seus processos de negócio por padrão.

Outros tantos processos terão • Manutenção Políticas – que ser criados para realizar manutenção de políticas e pro-

www.informationmanagement.com.br

2020 JUL | INFORMATION MANAGEMENT

17


to Go e Sit

18

INFORMATION MANAGEMENT | JUL 2020

www.informationmanagement.com.br


artigo artigo

Dados e o impacto como estratégia e tomada de decisão Por Clarissa Padovani

Bibliotecária especialista em Leitura e Produção Textual, e CEO da Códice

Sabemos que o uso de dados para a construção e análise das informações é significativo para as tomadas de decisões e planejamento estratégico de uma empresa. Compreen-

www.informationmanagement.com.br

der sua persona, bem como o comportamento humano para aliar o objetivo da empresa é possível através de estudos UX. A informação é relevante para a instituição quando é bem tratada, ou seja, seus metadados são catalogados e classificados corretamente, possibilitando eficácia ao recuperar esse dado.

xiliar para que as instituições consigam resultados eficazes, a partir da projeção de dados utilizados no passado, gerando o impacto positivo que se pretende atingir. Devemos lembrar que dados se transformam em informação quando alcançamos uma resposta mais concreta, criando com isso, a solução de um problema.

De maneira inovadora, a Códice tem projetos com as empresas parceiras Compendium, Sintrópika e MTBr, trazendo a proposta de entender e au-

Para avaliar e entender o cenário atual de qualquer instituição é necessário criar perguntas objetivas e, também, hipóteses a fim de construir

2020 JUL | INFORMATION MANAGEMENT

19


ABBYY Digital Intelligence

POTENCIALIZE OS PROCESSOS INTELIGENTES DO SEU NEGÓCIO CONTENT INTELLIGENCE Advanced OCR Intelligence Document Processing (IDP) AI/ML NLP Classification Extraction / Validation

PROCESS INTELLIGENCE Process Mining & Discovery Process Analytics Real-time Monitoring Human Workflow Predictive Analytics

to Go e Sit

www.PRTiDIGITAL.com.br 20

INFORMATION MANAGEMENT | JUL 2020

www.informationmanagement.com.br


artigo as diversas possibilidades que um determinado assunto pode atingir. Compreender a mente, analisando respostas através dos dados gerados será crucial para essa etapa do trabalho. De que forma posso conseguir esses dados? Como elaborar perguntas assertivas que tragam respostas reais? Estes são alguns dos desafios. Transformar dados em conhecimento é a parte sequencial que envolve processos complexos, dentre eles: estruturação de base de dados, mapeamento, coleta e integração de dados, machine learning, uso de data science, vocabulários controlados, dentre outros serviços que caracterizarão um modelo assertivo para aquele produto elaborado e customizado, de acordo com o perfil institucional e análise comportamental do mercado. De certa forma, analisar dados possibilita que a dor de uma empresa seja sanada. Mas somente análises e resultados serão mais bem aproveitados se a equipe estiver engajada com o propósito. Após a conclusão

www.informationmanagement.com.br

das análises, trabalhamos com o monitoramento dessas informações, atendendo equipes com treinamentos focados de acordo com o objetivo institucional, além das mentorias para a compreensão da data Science, assessoria estratégica para interpretação dos dados, dentre outros.

Criação de Data Lab que determina a estrutura, escopo de atuação e objetivos da área, apoio em recrutamento e capacitação, assessoria e mentoria da equipe.

Bases integradas prontas para usar com integração, limpeza e disponibilização de dados públicos de múltiplas fontes Estudar, entender e sequenciar, para geração de indicadores de forma estruturada, tanto de impacto e projetos de intesolução e equipe é o diferen- ligência. cial da nossa proposta. Para cada instituição, oferecemos Formação “Dados para impacalguns produtos que vão de to”, um curso estruturado em encontro ao plano tracejado formato aberto ou customizado para gestores e tomadores pela empresa, tais como: de decisão na área de impacto Projetos “sob demanda” que social e sustentabilidade. define escopo e hipóteses a serem implementadas, design Gostaria de entender um poue desenvolvimento das solu- co sobre esse processo? Quer ções sob medida, implementa- melhorar e dar o impulso na sua empresa e, com isso, alção e acompanhamento. cançar o resultado positivo? “Inteligência terceirizada”es- Quer utilizar os dados a seu fatabelece os desafios e os vor? Entender como isso pode campo de atuação do proje- impactar o seu negócio? Para to, desenvolvimento contínuo maiores informações, entre em de experimentos, análises e contato através de clarissa@ acompanhamento de indica- codiceconsultoria.com.br dores, criação das competências internas dentro do cliente.

2020 JUL | INFORMATION MANAGEMENT

21


to Go e Sit

22

INFORMATION MANAGEMENT | JUL 2020

www.informationmanagement.com.br


artigo artigo

Precisamos nos preocupar com a documentação digital para ela não se tornar um problema no futuro Por Maria Luiza Reis

Presidente da ASSESPRO RJ e CEO da Lab 245 X - arquivar qualquer documento por meio de microfilme ou por meio digital, conforme técnica e requisitos estabelecidos em regulamento, hipótese em que se equiparará a documento físico para todos os efeitos legais e para a comprovação de qualquer ato de direito público.

O momento foi propício, estamos isolados socialmente o que torna impraticável firmar contratos e assinar decisões entre partes usando o tradicional e confiável papel e caneta e, como a tecnologia já está disponível, só precisamos começar e comemorar.

Enfim foi publicado o Decreto 10.278 em março de 2020 para estabelecer a técnica e os requisitos para a digitalização de documentos públicos ou privaApós anos de luta pela regulamenta- dos, a fim de que os documentos digição da digitalização de documentos, talizados produzam os mesmos efeitos a Declaração de Direitos de Liberdade legais dos documentos originais. Econômica de setembro de 2019 trouDentro do mesmo contexto de validade xe o seguinte texto: de documentos digitais, temos a instruArt.3º São direitos de toda pessoa, ção normativa DREI Nº 79, de abril de natural ou jurídica, essenciais para o 2020 que dispõe sobre a participação desenvolvimento e o crescimento eco- e votação a distância em reuniões e assembleias de sociedades anônimas nômicos do País (...) fechadas, limitadas e cooperativas.

No meio de tantas preocupações, vem o sentimento de alívio por não ter que pensar em imprimir e guardar papel, em enviar mensageiros ou providenciar reconhecimento de firma.

www.informationmanagement.com.br

Rapidamente, a adoção de uma ferramenta para digitalizar e autenticar documentos se tornou uma exigência para a continuidade dos negócios que precisavam continuar sem o papel. Entretanto, a crise e a euforia em ter o aval da lei desviou a atenção dos detalhes técnicos daqueles que não tinham tempo a perder.

2020 JUL | INFORMATION MANAGEMENT

23


to Go e Sit 24

INFORMATION MANAGEMENT | JUL 2020

www.informationmanagement.com.br


artigo Precisamos ficar sempre atentos

tes: se uma das partes ou um terceiro indiretamente envolvido conseguir A lei prevê que, na hipótese de documen- provar que pode fraudar facilmente a to que envolva relações entre particula- assinatura eletrônica, o contrato poderes, qualquer meio de comprovação da rá perder a validade na justiça. autoria, da integridade e, se necessário, da confidencialidade de documentos Que responsabilidade a plataforma digitalizados será válido, desde que esco- tem com o sigilo da informação depolhido de comum acordo pelas partes ou sitada? Se ela não estiver na jurisdição aceito pela pessoa a quem for oposto o brasileira, a nossa lei não vale. documento. Essa premissa já vinha senA digitalização serve para acessar indo adotada em contratos e relações formações e atestar acordos para a Liberdade exige responsabilidade e tem posteridade um custo. Muitos gestores não estavam preparados para esta tomada de deci- Se a qualidade da digitalização for são tão rápida. É tentador não se pre- insuficiente para capturar todas as inocupar muito, por isso vemos empresas formações do original, a informação adotando modelos de assinatura eletrô- digitalizada pode ser inútil quando for nica que não resistem à mais básica ten- necessária e, sem o documento em patativa de fraude. Vemos instituições do pel para confrontar, será irreversível. mercado financeiro depositando listas de investidores, informações sigilosas São vários aspectos que devem ser com valor de mercado em plataformas observados como a existência de verdesconhecidas, fora da jurisdição brasi- so com anotações importantes ou da preocupação em não usar mecanismos leira e para guarda temporária. que tornem o documento pesquisável, Como estamos em um momento de mu- mas não garantem que a informação danças, as nossas precauções também “pesquisável” seja a transcrição fiel do mudaram e sempre mudarão dependen- original. Todos estes aspectos devem do do risco de cada momento. Quando ser pensados para que uma iniciativa que, no ano passado, pensaríamos em inovadora não se torne um grande prosair de casa usando máscaras ou limpar blema jurídico no futuro. alimentos que vem do mercado? Isso se torna necessário porque existe um risco Como podemos nos prevenir? de vida e essas medidas de precaução serão usadas até o risco acabar. Por isso, a ABEINFO reuniu um grupo de especialistas de renome para discutir a O mesmo ocorre com uma declaração implantação de uma norma com regras assinada ou um contrato entre as par- mínimas para aplicação da digitalização

www.informationmanagement.com.br

de documentos dentro da lei, principalmente entre particulares sem preocupação e sem risco. Eu tive a honra de ser convidada para participar deste grupo que tem um histórico de lutas contra a burocracia, mas conhece os riscos e tem a obrigação ajudar a sociedade a ficar tranquila com os documentos digitais. Comissão Especial de Regulamentações e Legislações da ABEINFO: Jose Guilherme Junqueira D. de Souza [https:// www.linkedin.com/feed/update/urn:li:activity:6685987817123835905/#] – Presidente da ABEINFO Eduardo David [https://www.linkedin.com/feed/update/urn:li:activity:6685987817123835905/#] – Diretor da ABEINFO e Presidente do Instituto Information Management Maria Luiza Reis [https://www.linkedin.com/feed/update/urn:li:activity:6685987817123835905/#] – Presidente da ASSESPRO RJ e CEO da Lab 245 Miriam Vasco [https://www.linkedin.com/feed/update/urn:li:activity:6685987817123835905/#] – Presidente da Sucesu SP e Diretora da IPSense Tecnologia Walter Koch, MSc [https://www.linkedin.com/feed/update/urn:li:activity:6685987817123835905/#] – Diretor de ABEINFO e CEO da ImageWare Wilton Tamane [https://www.linkedin.com/feed/update/urn:li:activity:6685987817123835905/#] – Diretor da ABEINFO e Business Partner at Soluarq

2020 JUL | INFORMATION MANAGEMENT

25


to Go e Sit 26

INFORMATION MANAGEMENT | JUL 2020

www.informationmanagement.com.br


artigo artigo

Transformação digital acelera processos e beneficia operações na logística Por Vinicius Callegari

CCO e Head de Desenvolvimento Comercial da GaussFleet se estabeleceu, e por isso vamos passar pelo caminho natural de aumentar a competitividade do setor por meio das tecnologias digitais.

Vivemos em um tempo em que o consumidor está cada vez mais exigente e global, alinhado a nova economia. Isso se dá porque a tecnologia tem sido presente na vida da maioria da população. Com a pandemia provocada recentemente pela Covid-19, ficou evidente essa mudança de comportamento e gerações que antes nem se quer usavam o celular para mandar mensagens e fazer ligações, se viram na necessidade de utilizar o digital para manter contato em meio ao isolamento social. Quando olhamos para as gigantes das indústrias e siderúrgicas, o cenário não é diferente. Mesmo que ainda pouco utilizada pelas grandes empresas nacionais, a era da Indústria 4.0 já chegou e

www.informationmanagement.com.br

O modelo “tradicional” de gestão nesses conglomerados está com seus dias contados - e aqui eu destaco que este e o próximo ano serão vitais para o setor se adaptar às realidades da nova economia ou do “novo normal”. Na minha visão, já passou da hora desses players optarem por um modelo de inovação aberta e de realizar parcerias com institutos de pesquisa e inovação, universidades e também com as startups - nesta última opção vemos ainda mais oportunidades. Como atuante nesse mercado há alguns anos, percebo que um dos pilares para as empresas terem rentabilidade é aprimorar os serviços que envolvem o armazenamento e entrega de insumos na cadeia de suprimentos. Ou seja, soluções inovadoras que ajudam a ter processos mais automatizados, ágeis e eficientes são os gatilhos que toda companhia do ramo deve prestar atenção, isso porque geram um impacto positivo na hora de reduzir as perdas e diminuir os riscos, eliminando assim todos os gargalos.

A verdade é que na atual situação em que estamos, não dá para virar as costas para ferramentas que ajudam a manter a produtividade em alta. Para se ter uma ideia do quanto o segmento pode se beneficiar com a adesão de tecnologias, uma pesquisa realizada pela Cisco, empresa líder no desenvolvimento das tecnologias de rede IP, mostra que o conceito de Internet das Coisas (IoT) representa uma oportunidade de US﹩ 1,9 trilhão para o setor industrial como um todo. Isto significa que quem se arriscar e permitir que haja uma maior integração entre toda a cadeia, facilitar a visibilidade das operações de forma dinâmica e assertiva, terá um controle maior sobre todo e qualquer processo. No final, o resultado é um só - mais competitividade, mais tempo para tomar decisões, menos custos e maior produtividade. Por fim, nosso país passa por um momento muito fértil no ecossistema de startup, que cada dia tem apresentado soluções relevantes para a sociedade. Os desafios das indústrias e siderúrgicas serão cada vez maiores, mas o acesso às inovações trará novas propostas aos problemas complexos e antigos.

2020 JUL | INFORMATION MANAGEMENT

27


to Go e Sit

28

INFORMATION MANAGEMENT | JUL 2020

www.informationmanagement.com.br


artigo artigo

Pandemia acelera digitalização dos meios de pagamento no Brasil Por Pedro Coutinho CEO da Getnet

vência ou diferenciação. A indústria de meios de pagamento, por exemplo, já vinha em um movimento forte de digitalização e um dos destaques é o uso de pagamentos sem contato. Essa tecnologia ganhou uma nova dimensão nesse momento em que o distanciamento social ajuda a prevenir o novo coronavírus. Os pagamentos por aproximação com a utilização do celular e ConA Covid-19 provocou um tsunami tactless, que são os cartões que na economia mundial, mas alguns usam a tecnologia sem contato, setores foram na contramão da crise permitem ao cliente pagar pelas e aceleraram a transformação digital suas compras sem nenhum toque, como uma necessidade de sobrevi- o que proporciona mais segurança para todas as partes.

www.informationmanagement.com.br

Segundo levantamento da Abecs (Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços), a modalidade pagamentos por aproximação registrou crescimento de 456% no 1° trimestre deste ano, em comparação com o mesmo período do ano passado, movimentando R$ 3,9 bilhões. Em março, já sob os efeitos da quarentena, a alta foi de 385%, com volume de R$ 1,4 bilhão. Por meio da tecnologia NFC (Near Field Communication), o pagamento é feito sem que haja contato físico e sem necessidade de digitação de senha para valores até R$ 50, o que ajuda no combate à dissemina-

2020 JUL | INFORMATION MANAGEMENT

29


to Go e Sit

30

INFORMATION MANAGEMENT | JUL 2020

www.informationmanagement.com.br


artigo ção do coronavírus. A modalidade, que é aceita no comércio em geral e no transporte público de algumas capitais, também já está presente, desde o início de maio, nos pedágios das rodovias Anchieta, Imigrantes, Ayrton Senna e Carvalho Pinto, no Estado de São Paulo.

não possui conta bancária. Este Varejistas, bandeiras de cartão e facontingente chega a movimentar bricantes de celulares estão investinR$ 800 bilhões anualmente. do pesado em soluções digitais de pagamento para acompanhar a muPara a Abecs, os cartões de crédito dança de comportamento da popue débito representam 40% do con- lação, que agora procura formas de sumo das famílias e a expectativa é evitar contato com o dinheiro físico e de chegar a 60% até 2022. cartões por conta da pandemia.

A carteira digital, também chamada de wallet, é uma outra modalidade que vem ganhando mercado a cada dia que passa. O dispositivo eletrônico permite o armazenamento de dados dos cartões de débito, crédito e vouchers, e com ele é possível realizar pagamentos sem ter o cartão físico em mãos.

Temos mais de 100 milhões de cartões ativos e mais de 10 milhões de terminais no Brasil, ou seja, uma indústria que funciona bem e é consolidada.

Sempre existem comparações entre China e Brasil no que tange pagamentos, porém as duas nações possuem realidades e economias muito diferentes. O mercado chinês pulou a etapa do uso de cartões de plástico e seguiu direto para a digitalização do dinheiro. Quase 70% da população economicamente ativa utiliza as carteiras digitais como o principal meio de pagamento. No Brasil, a popularização das wallets é recente e cresce estimulada pelo uso dos smartphones. De acordo com uma pesquisa realizada pelo Instituto Locomotiva, existem mais de 45 milhões de desbancarizados no País, e isso significa que a cada três brasileiros, um

www.informationmanagement.com.br

Na corrida desenfreada pela transformação digital, o que não podemos perder de vista é o foco em entregar a melhor experiência para o consumidor final. A tecnologia é o meio que temos para atingir isso e A digitalização do auxílio emergen- proporcionar cada vez mais facilidacial do governo é outro exemplo de des na hora de pagar uma conta. inovação no setor. Mais de 1,3 milhão de máquinas da Getnet, com leitor de O grande desafio é democratizar o QR Code, já estão aceitando paga- acesso a essa tecnologia e conseguir mentos por meio do cartão de débito imprimir uma velocidade rápida de virtual, que distribui o auxílio emer- desenho e implementação de solugencial para trabalhadores informais, ções. Essa é a verdadeira inovação. microempreendedores individuais, autônomos e desempregados. * Pedro Coutinho é CEO da Getnet, empresa de soluções digitais de meios Com essa medida, vamos tirar mui- de pagamento do Grupo Santander. É tas pessoas das filas para sacar o também presidente da ABECS (Asbenefício de forma presencial. O sociação Brasileira das Empresas de QR Code é uma espécie de código Cartões de Crédito e Serviços). Forde barras que tem a capacidade de mado em Administração Financeira ser interpretado rapidamente para a pela INCOR Minas Gerais, com pósrealização de operações financeiras. -graduação em Finanças pela Fundação Dom Cabral e MBA em Marketing Não são apenas os smartphones pelo IBMEC. Possui especialização que suportam o pagamento por em Strategic IQ - Creating Smarter aproximação. Os relógios inteligen- Corporations pela Harvard University tes, smartwatches, também pos- (Boston) e em Marketing pela Kellog suem tecnologia para realizar paga- University (Chicago). mento nessa modalidade.

2020 JUL | INFORMATION MANAGEMENT

31


artigo

Com a LGPD, qual o papel do DPO, além do jurídico? Por André Cilurzo

Especialista em LGPD e diretor associado de Data Privacy da ICTS Protiviti

Com a iminência da adequação das empresas à Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), a figura do Data Protection Officer, conhecido como DPO, ganhará ainda mais importância por deter a responsabilidade de administrar os dados pessoais pelas empresas e, portanto,

32

INFORMATION MANAGEMENT | JUL 2020

desempenhará um papel fun- Desse modo, uma importante damental na regulamentação qualificação exigida para assuda Lei. mir o cargo de DPO é a experiência em práticas de goverA definição do DPO ou en- nança de proteção de dados. carregado (como definido na Afinal, se faz necessário que LGPD) foi originalmente pro- esse profissional tenha habiliposta pela GDPR (General dades de interpretação jurídica Data Protection Regulation) - para manter a conformidade regulamento europeu de pro- dos regulamentos internos à teção de dados pessoais que legislação que está em vigêninspirou a elaboração da Lei cia e, também, para reportar à nacional. Autoridade Nacional de Proteção de Dados e assessorar a Esta função assegura que os elaboração dos relatórios de processos internos da orga- impacto à proteção de dados nização envolvendo dados de pessoais (DPIA). clientes, colaboradores, fornecedores e outros indivíduos es- No entanto, é importante restejam em compliance. saltar a necessidade de conhe-

www.informationmanagement.com.br


artigo

cimento multidisciplinar, dado que o encarregado pela proteção de dados não se limita ao jurídico, já que também engloba as atividades das áreas de gestão de processos de negócios e tecnologia.

que os controles apropriados estejam sendo empregados a fim de auxiliar o programa de privacidade na mitigação de riscos. Tendo isso em vista, o DPO precisa também possuir habilidades em Tecnologia da Informação para compreender os mecanismos de segurança a serem implementados a fim de prevenir, detectar ou corrigir incidentes envolvendo dados pessoais para evitar vazamentos ou acessos indevidos.

Por isso, o DPO, no desempenho de sua função, deve conhecer plenamente as atividades das empresas, as alocações de equipes e suas responsabilidades no que tange ao processamento de dados pessoais e ao monitoramento que se estende Ademais, a ideia de privacidaa fornecedores e terceiros. de trazida pela LGPD levanta a necessidade da elaboração de No campo da tecnologia, a políticas internas para alinhar os segurança da informação é sistemas das empresas aos parâuma das áreas que mais estão metros de privacidade e controles alinhadas ao programa de pri- de segurança, além de estar em vacidade numa organização. compliance com a legislação e As ferramentas tecnológicas criar uma mentalidade a respeito de cibersegurança asseguram da proteção de dados.

www.informationmanagement.com.br

Portanto, a legislação nacional de proteção de dados conferiu uma grande responsabilidade ao DPO de uma empresa, obrigando-o a possuir conhecimento jurídico em privacidade de dados, assim como em gestão de processos de negócios e segurança da informação, já que essas habilidades são necessárias para a manutenção de um programa de privacidade de dados em linha com as exigências da LGPD. Ou seja, além da dificuldade na adequação à Lei pelas empresas, há a dificuldade de encontrar um profissional que cumpra todos os requisitos! Um caminho é a terceirização da função do DPO para empresas que consigam absorver essas duas qualificações em um único serviço. Vale a análise!

2020 JUL | INFORMATION MANAGEMENT

33


RR DOC

to Go e Sit

RH MANAGER Você sabe quais documentos estão faltando nos prontuário de RH? Sua empresa está preparada para uma fiscalização? Perdendo processos trabalhista por falta de documentos?

Solução Rápida e Eficiente Entrega de relatórios, Pendencias de documentos por funcionário, Base de dados online para pesquisa, proteção e muito mais.

34

INFORMATION MANAGEMENT | JUL 2020

Telefone: 11 5641-5260 www.informationmanagement.com.br Email:vendas@rrdoc.com.br


artigo

Testes de Software e a Privacidade de Dados Por Agenor Roris Filho

Consultor de Processos e Projetos, Líder de Testes de sistemas ou de negócios, além de robôs, em equipes multidisciplinares. Nesse contexto, as atividades e técnicas de planejamento, construção de casos, preparação de ambiente e execução de testes ganharam maior importância e muitas vezes são críticas para a conclusão de uma entrega. A Privacidades de Dados

O Contexto As demandas de desenvolvimento de software vêm crescendo aceleradamente com a necessidade de transformação digital de negócios e a inclusão digital das pessoas. Vemos o uso crescente de metodologias ágeis, como o SCRUM, e a adoção do DEVOPS. Testadores especialistas se veem dividindo tarefas com programadores, analistas

www.informationmanagement.com.br

O termo privacidade de dados (ou de informações), às vezes confundido com confidencialidade, pode ser visto de forma ampla, considerando questões fiscais, comerciais (ex.: propostas), legais (ex.: restrições de divulgação de fatos relevantes que afetem bolsa de valores), direitos sobre fórmulas e processos produtivos (patentes), etc. De alguns anos para cá, com o avanço da Internet, aplicativos, serviços online e redes sociais, a coleta de informações

relevantes dos usuários, ou melhor, consumidores, se tornou imprescindível para a sobrevivência de alguns negócios. Novas legislações surgiram em todo o mundo, com destaque a GDPR ou RGPD europeia (Regulação Geral de Proteção de Dados), que impõem processos, procedimentos, restrições e sanções às empresas que manuseiam dados pessoais e sensíveis. No Brasil, foi sancionada a LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados), que entrará em vigor em agosto de 2020, com algumas partes postergadas para agosto de 2021 e outras propostas a serem analisadas pelo Congresso Nacional. Agora, quando falamos “privacidade de dados” estamos nos referindo a dados de pessoas físicas, coletados, manuseados e armazenados por empresa, seja o endereço, telefone, e-mail, preferências de consumo, ou dados considerados

2020 JUL | INFORMATION MANAGEMENT

35


to Go e Sit

36

INFORMATION MANAGEMENT | JUL 2020

www.informationmanagement.com.br


artigo sensíveis, como: origem racial ou étnica, opiniões políticas e convicções religiosas ou filosóficas; filiação sindical, orientação sexual, entre outros.

logs de auditoria de acesso e alteração e criptografia de dados também devem ser observados, conforme previstos na legislação ou boas práticas.

Impacto para todos

Por fim, precisa ficar claro e devidamente documentado na elaboração das políticas de privacidade de dados e seus controles, se a etapa de desenvolvimento e teste de software está ou não caracterizado como “processador de dados”.

Assim que entrar em vigor, independente da ANPD (Agência Nacional de Privacidade de Dados) estar operacional ou ser possível aplicar alguma sanção, tratar com irresponsabilidade ou descaso os dados dos usuários pode ser fatal para um negócio. A velocidade com que uma notícia de vazamento de informações financeiras, constrangimento, racismo ou violação da intimidade repercute nas redes sociais, somado ao poder de reação de consumidores e empresas, podem ser mais devastadores que um processo formal e uma multa aplicada por uma agência governamental. Processos e Arquitetura do Software O primeiro ponto a ser analisado é se os processos de negócio envolvidos com o software que está sendo desenvolvido e testado, coleta, manuseia, processa e armazena dados pessoais e sensíveis.

Isso deve ser evitado, pois gera uma série de obrigações adicionais perante os usuários, de acordo com a legislação, como direito de acesso, retificação, apagamento, etc., atividades que só deveriam ser realizadas sobre a base de dados em produção. O Ambiente de Teste de Software Consideramos sempre interessante a criação de massas de dados fictícias para uso nos testes. Existem ferramentas disponíveis, como NBuilder, Fake, GenerateData. com, entre outras, que simplificam essas tarefas. Essas massas também podem ser usadas para povoar automaticamente a base de dados a ser usada em teste de integração, aceitação ou regressão.

Se positivo, devemos identificar se houve o cuidado de usar alguma das técnicas previstas na legislação, como: anonimização (desvincular o dado do proprietário) ou pseudonimização (que é manter uma informação adicional e segura, que permita a associação indireta com o proprietário).

Porém, num sistema muito grande, dezenas ou centenas de tabelas, criar massa fictícia considerando todas as integrações e processos envolvidos pode ser algo muito complexo, lento e oneroso, inviabilizando seu uso nos projetos. Assim, o caminho mais óbvio é a cópia total ou parcial da base de dados de produção para ambiente de testes.

Técnicas de segurança da informação como controle de acesso lógico e físico,

A partir desse momento, cuidados com controle de acesso e cenários de teste

www.informationmanagement.com.br

que manuseiem dados pessoais e sensíveis passa a ser uma obrigação. Uma alternativa, é executar scripts para embaralhamento, criptografia, mascaramento ou até mesmo exclusão de dados sensíveis, a fim de atender os princípios legais. Sugestões para seus projetos • Busque atender ao conceito de Privacy by Design, garantindo que seu produto e todos os processos de criação, construção e operação, incluindo testes de software,tratem a privacidade de dados como prioridade e como default. • Considere a atividade de construção da massa de dados como um item crítico no processo de desenvolvimento de software. Identifique dados pessoais e sensíveis que ficarão acessíveis e tome as providências necessárias: • quanto ao treinamento e monitoramento da equipe; • quanto ao controle de acesso à base de dados de desenvolvimento e testes, bem como sua localização física (cuidado com a internacionalização dos data centers); • quanto ao uso de automação (frameworks de teste, RPA) para reduzir a exposição dos dados. • Treine não só suas equipes de negócio ou suporte quanto a privacidade de dados, inclua toda a equipe de projetos, desenvolvimento e testes de software. • Caso contrate uma empresa terceirizada para desenvolvimento e teste de software, garanta através de seus processos, normas e contratos que a mesma não seja enquadrada como um OPERADOR de DADOS. Porém, se for necessário, exija dela toda a estrutura e controles que você aplicaria internamente em sua própria empresa. A responsabilidade será sua, acredite.

Próximos passos Se possui um caso de sucesso em que usou automação, principalmente RPA, para restringir o acesso de sua equipe a dados sensíveis de clientes, divulgue através do portal RPAGROUP.COM.BR Para reflexão para um próximo encontro, o que me diz do uso de PERSONAS?

2020 JUL | INFORMATION MANAGEMENT

37


artigo

artigo

A transformação digital não é somente uma escolha Por Gimenes Silva

Diretor da Centralpack Embalagens

gócio ou uma nação permanecerem competitivos é essencial buscarem atualização com a tecnologia corrente.

A Covid-19, entre outras coisas, evidenciou a importância que a tecnologia tem para as empresas e as pessoas, servindo como a ponte que permite o funcionamento dos acessos e negócios em um momento de absoluto distanciamento social. Essa pandemia deixou claro também que para um ne-

38

INFORMATION MANAGEMENT | JUL 2020

A tecnologia digital também permitiu que muitas empresas pudessem continuar operando de forma remota em algumas áreas através do home-office. Reuniões passaram a acontecer de forma virtual, negócios continuaram sendo celebrados, apesar de sem o tradicional aperto de mãos. Reuniões familiares também passaram a ser feitas de forma remota, incluindo almoços aos domingos, só que cada um na segurança do seu lar e com uma interação tão empolgante quanto diferente.

No e-commerce, por exemplo, pudemos testemunhar o crescimento exponencial do consumo através deste canal, onde muitas empresas de varejo já estavam prontas para atender ao mercado, enquanto outras tiveram que rapidamente ajustar sua estratégia para não perderem uma fatia relevante de sua participação no mercado, assim como restaurantes já preparados para o atendimento online garanti- Não fosse a tecnologia aturam a continuidade parcial dos al, passar por este momento negócios com maior facilidade. desafiador seria muito mais

www.informationmanagement.com.br


artigo

difícil, as distâncias foram encurtadas e as pessoas conseguem estar próximas mesmo distantes.

manter no jogo. O ponto é que até então essa mudança vinha em um passo gradativo, dentro da estratégia, capacidade financeira e prioridades de cada empresa e, agora, apesar da compreensão de que essa evolução deveria ser acelerada, a realidade é que a maioria dos gestores, senão todos, tem como primeiro objetivo manter o negócio ileso a essa crise e depois, o de trazer o negócio para a normalidade o mais rápido possível.

Agora, quando olhamos para o segmento da indústria, a importância da tecnologia digital não é diferente. Antes da pandemia, a quarta revolução industrial (indústria 4.0), era uma área de grande interesse para os gestores, era um tópico atraente que mirava a vantagem competitiva, redução de custos, produtividade, sustentabilidade e inovação. No Brasil, a situação é ainda O objetivo era fazer o bom se mais desafiadora, duramente afetada há anos, a indústria tornar melhor. brasileira enfrentou a redução Com a Covid-19, essa evo- da atividade da economia inlução passa a ser também, ternacional, a concorrência esmotivo fundamental para se trangeira e os altos custos da

www.informationmanagement.com.br

produção no país. Todos, até então, lutavam para sobreviver enquanto, de forma criativa, buscavam implementar novas tecnologias digitais. Superar os desafios da Indústria 4.0 não é uma tarefa simples, mas é essencial para que as empresas no Brasil consigam dar um salto tecnológico e fazer parte dessa nova revolução industrial. É preciso destacar que, estamos atrasados e quanto mais rápido esse processo for retomado e priorizado, mais as organizações poderão se beneficiar, além de se manterem competitivas no mercado. Não é mais questão de escolha, é mandatório.

2020 JUL | INFORMATION MANAGEMENT

39


to Go e i St

40

INFORMATION MANAGEMENT | JUL 2020

www.informationmanagement.com.br


artigo artigo

As 5 características para um departamento de RH eficiente Por Juliana Ferreira Diretora de RH da Access

e devem mais do que nunca entregar valor. Ao avaliarem onde podem ser mais eficientes, os gestores descobrem barreiras que os impedem de se tornarem os líderes que precisam ser. Em parceria com o HR Research Institute, a Access identificou quais são as principais características apontadas Os departamentos de RH são pelos gestores como fundacada vez mais pressionados mentais para a implantação

www.informationmanagement.com.br

de um RH eficiente. Como o seu RH se enquadra nessas 5 características? Em primeiro lugar, mais de dois terços dos líderes de RH (70%) disseram que suas metas precisam estar alinhadas com as de sua organização. Ter esse alinhamento é fundamental não apenas para alcançar os objetivos estratégicos, mas

2020 JUL | INFORMATION MANAGEMENT

41


to Go e Sit 42

INFORMATION MANAGEMENT | JUL 2020

www.informationmanagement.com.br


artigo

também para ter um departa- pulsionar o crescimento promento de RH eficiente. fissional dos funcionários gera níveis mais altos de sucesso A segunda característica apon- departamental e organizaciotada diz respeito ao avanço do nal. Setenta e cinco por cento treinamento e desenvolvimen- dos líderes identificam a aquito dos colaboradores. Mais sição e retenção de funcionáda metade dos líderes (62%) rios de alto desempenho como afirmaram que os funcionários principal objetivo. Empresas que recebem treinamento po- que entendem que as pessodem ajudar a melhorar a efi- as são seu maior patrimônio ciência dos negócios. Eles já colhem os benefícios de uma estão familiarizados com os equipe engajada. processos estabelecidos, e novos conhecimentos e melhores Além disso, líderes que investem práticas podem ajudá-los a em RH eficientes dizem que são descobrir novas oportunidades vistos como membros estratéde melhoria. gicos de sua organização. Se os membros da sua equipe são Todos devem crescem juntos percebidos como mais do que administradores e geradores de Em terceiro lugar, os líderes que papel, é mais provável que o investem em um RH eficiente departamento gere mudanças acreditam que incentivar e im- positivas na empresa.

www.informationmanagement.com.br

E, finalmente, a quinta característica de um RH eficiente está na adoção da automação e outras tecnologias para refinar e melhorar os processos. A tecnologia desempenha um papel valioso na redução ou eliminação de processos repetitivos que consomem tempo e esforço no trabalho diário. Sistemas devem suportar tarefas como responder com eficiência às necessidades dos funcionários e problemas de conformidade, rastrear facilmente KPIs e transformar ou automatizar processos manuais. Um sistema de gestão documental integra todas as informações e oferece a possibilidade de otimizar e automatizar processos.

2020 JUL | INFORMATION MANAGEMENT

43


to Go e Sit

44

INFORMATION MANAGEMENT | JUL 2020

www.informationmanagement.com.br


artigo

RPA é a melhor aliada neste momento da economia Por Leonel Nogueira CEO da Global TI

que atua em tempo integral para otimizar as operações da empresa. A RPA é uma grande aliada para agilizar o fluxo de informações, garantir a confiabilidade dos dados entregues e ainda reduzir custos com atividades que não são estratégicas ao negócio, mas consomem tempo da equipe.

Neste momento, de retração das economias mundiais, é preciso se reinventar para ser parte de um mundo em que a transformação digital é mandatória. Neste sentido, a utilização de robôs na automatização de processos, Robotic Process Automation (RPA), cria uma força de trabalho digital

www.informationmanagement.com.br

Um robô pode coletar, tratar, integrar e analisar um grande volume de dados, armazenados nos mais diversos ambientes e tecnologias. Este potencial gigantesco pode ser aplicado em praticamente todos os processos dos mais diversos setores. Por este motivo, de acordo com relatório da KPMG, nos EUA, 32% dos líderes de TI esperam aumentar seus investimentos em RPA

até 2025 e a McKinsey, estima que metade das atividades de trabalho existentes será automatizada até 2055. Porém, a implementação do RPA exige atenção a alguns pontos fundamentais. Além do fato de que, toda e qualquer tecnologia deve ser amparada por uma infraestrutura adequada ao tamanho da demanda e operada por um profissional qualificado. É fundamental tomar cuidado para não automatizar processos deficitários, potencializando os erros do processo. Recomenda-se antes de implantar o RPA, sempre, realizar um esforço inicial para mapear a cadeia de valor do negócio, estruturar os processos

2020 JUL | INFORMATION MANAGEMENT

45


to Go e Sit

OSAS 46

INFORMATION MANAGEMENT | JUL 2020

www.informationmanagement.com.br


artigo e seus fluxos, identificando quais processos deverão ser automatizados. Atentando-se aos pontos citados, a correta implementação do RPA é estratégica para as organizações reduzirem custos e, ao mesmo tempo, se tornar mais eficientes garantindo que as atividades realizadas estejam em conformidade aos processos estabelecidos.

tamento de RH ainda é realizado manualmente, o que o torna um ótimo candidato para automatização. Atividades como a atualização e manutenção de banco de dados, a realização de triagens no recrutamento de candidatos, a automatização de etapas do processo admissional e demissional de funcionários, o processamento de folha de pagamentos e o gerenciamento A seguir, selecionamos alguns exem- de despesas reembolsáveis, podem plos de como o RPA pode impactar ser facilmente automatizados com positivamente o negócio: pouco esforço da TI e grande impacto positivo nos negócios; Atendimento ao cliente Financeiro Os sistemas automatizados de atendimento ao cliente com RPA RPA não apenas simplifica e pasão capazes de fazer a triagem droniza os processos, mas também e classificação das demandas de possibilita a integração dos diversos maneira eficaz, garantindo que os aplicativos de negócios, centralizanatendimentos sejam direcionados do os esforços de automatização ao departamento correto, atenden- em um único local. Com o RPA as do à necessidade do cliente de for- organizações podem interligar dama efetiva. Além disso, a utilização dos próprios com dados de mercado RPA com auxílio da Inteligência do para elaborar previsões finanArtificial, garante ao sistema de ceiras, gerar remessas financeiras, atendimento disponibilidade inin- emitir notas fiscais, automatizar a terrupta, sendo possível programar conciliação bancária e até mesmo os robôs para suportar demandas processar a emissão de relatórios básicas ou direcionar os clientes ao gerenciais, minimizando a necessiatendimento com um analista nos dade de intervenção humana; horários disponíveis; TI Recursos Humanos Com a utilização de robôs, a TI é Grande parte do trabalho do depar- capaz de minimizar o tempo de

www.informationmanagement.com.br

resolução dos chamados abertos pelas áreas de negócios e entregar um SLA mais agressivo, sendo capaz de, por exemplo, ligar, reiniciar, reconfigurar ou desligar automaticamente vários tipos de servidores. No desenvolvimento de sistemas, os robôs podem sinalizar automaticamente um problema de código e alertar o time de TI a tomar medidas corretivas. Aplicação que também pode ser utilizada em um sistema em operação, emitindo alertas de manutenção preventiva para garantir a continuidade dos negócios; Jurídico Se o seu processo de tratamento de dados pessoais depende de alguma forma de atividades manuais, qualquer erro humano pode comprometer a conformidade de sua empresa no que tange à legislação vigente, em especial a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). Muitas organizações possuem modelos de contratos padrão ou manuais de orientação de procedimentos jurídicos, como por exemplo, a respeito das etapas necessárias para a incorporação de um novo negócio. Em geral, esses processos são relativamente padronizados, executados sob um conjunto definido de regras com poucas variações, ou seja, perfeitos para o RPA.

2020 JUL | INFORMATION MANAGEMENT

47


Otimize seus dados, trate suas fontes informacionais. Este é momento de olharmos para o outro e para o mundo, Informação é tudo!!!

nós só temos esta casa. 90% dos dados que há no mundo hoje foram criados nos últimos dois anos e agora, a cada dois anos, o mundo dobra a taxa em que os dados são produzidos. Um estudo da Business Software Alliance (BSA), diz que 2,5 quintilhões de bytes são criados todos os dias. Consulte-nos e veja como podemos ajudar www.cassdoc.com.br

to Go e Sit


artigo

A mutação digital da sociedade Por Matheus Rocha

Gerente do Digital Lab da Engineering

lotação nos hospitais que foi agravado pela pandemia, principalmente os públicos. Neste cenário, como cuidar das pessoas que precisam de atendimento médico sem expô-las aos riscos de contaminação e, mais, sem sobrecarregar o já saturado sistema de saúde? Após um abrupto período de isolamento social com impactos e alterações no cotidiano, quais as mudanças que prevalecerão no pós-crise depois de tantas iniciativas digitais promovidas pela sociedade em função da pandemia? Partindo do âmbito da saúde, temos um problema de super-

www.informationmanagement.com.br

seus consultórios virtuais e algumas operadoras de saúde iniciaram suas operações à distância para as pessoas não saírem de suas casas em decorrência do isolamento social e, também, para os atendimentos de casos com Coronavírus. Apesar da motivação, essa é uma proposta nova Em caráter de urgência, o Con- para ser avaliada se funcionaselho Federal de Medicina per- rá e se permanecerá, mesmo cebeu que a resposta estava após esta crise. na adoção da Telemedicina, que permite o atendimento Agora que estamos falando de remoto feito por profissionais Telemedicina motivados pelo da medicina a partir do uso de isolamento social, por que não softwares especializados. ir além e imaginar o futuro? Tecnologias como Machine LeNesta onda veio a oportunida- arning, Data Lake e Inteligênde: médicos já estão lançando cia Artificial processando infor-

2020 JUL | INFORMATION MANAGEMENT

49


to Go e Sit

50

INFORMATION MANAGEMENT | JUL 2020

www.informationmanagement.com.br


artigo mações disponíveis na internet e redes sociais, adicionando-as a um histórico de pacientes podem nos direcionar ao futuro. Saindo da medicina, quais outras profissões podem se transformar totalmente a partir da pandemia? No ponto de vista das finanças, num surpreendente movimento de agilidade do Governo, um projeto de ajuda financeira emergencial de alta complexidade foi lançado em tempo recorde, movimento este que veio na esteira dos bancos digitais! Será que esta mentalidade ágil dos governantes reverbera? Afinal, encontrar e lidar com as finanças, rapidamente e sem deixar margens para fraudes, de milhões de pessoas que não possuem vínculos formais com o Governo e nem com nenhuma empresa é uma tarefa ‘hercúlea’. Apesar de todos sabermos que existe a parcela de cidadãos que precisam desta ajuda, não havia uma lista de quem são. Mesmo assim, em apenas uma semana, foi lançado o aplica-

www.informationmanagement.com.br

tivo Caixa Auxílio Emergencial para cadastramento destas pessoas, que somente no primeiro dia já recebeu cerca de 18 milhões de cadastros.

Afinal, nos últimos meses não houve novidade lançada pelos aplicativos de entrega, a diferença ocorreu pelo lado da demanda, na necessidade de consumo das pessoas, que expandiram suas compras habituais de restaurantes, supermercados e farmácias físicas para a modalidade virtual. Neste caso, não foi a tecnologia que precisou se adaptar ao isolamento, mas, sim, as pessoas que, devido à necessidade, descobriram a conveniência das entregas.

Deixando a politicagem de lado, as pessoas do universo de Tecnologia da Informação têm ciência da dificuldade na concepção e elaboração de um aplicativo como esse, que vai desde o desenvolvimento do aplicativo até seu lançamento nas plataformas digitais, passando também pela infraestrutura necessária para suportar milhões de acessos e Este cenário pandêmico sem combater os inevitáveis ata- precedentes que demandou ques de hackers. agilidade e mudanças das pessoas, empresas e socieProgramas como esse, que dade como um todo, também utilizam a tecnologia ao invés nos catalisou cada vez mais da presença física, reforçam o ao ambiente digital. Porém, pensamento do quão ‘absur- na retomada das atividades, do’ é sair de casa e entrar em as demandas serão outras e, filas para lidar com trâmites talvez, potencializadas. No burocráticos como documen- pós-crise, o que será necessátações, mesmo em épocas não rio para sobreviver? pandêmicas. Afinal, não estávamos preparaPor outro lado, este cenário dos para um isolamento dessa está ‘superado’ no âmbito magnitude, mas será que estadas compras e, principalmen- remos preparados para as novas te, da alimentação. mutações sociais após o Covid?

2020 JUL | INFORMATION MANAGEMENT

51


to Go e Sit

52

INFORMATION MANAGEMENT | JUL 2020

www.informationmanagement.com.br


artigo

Crimes cibernéticos é uma realidade nos dias de hoje Por Paulo Baldin

Gerente de Segurança da Informação & Proteção de Dados e Privacidade no Banco Carrefour

sistema ERP de uma empresa soas devem tomar as precauou até mesmo expor informa- ções adequadas na utilização ções privadas de uma pessoa. dos meios virtuais.

Os ataques cibernéticos podem causar danos imensuráveis a um governo, a uma empresa ou a um indivíduo, acarretando danos como interromper os serviços de atendimento hospitalar, interromper a operação de um

www.informationmanagement.com.br

Desta forma os vazamentos de informações podem arruinar a confiança de um país, dos clientes de uma empresa e até mesmo a saúde mental de uma pessoa. Para evitar este cenário nos dias de hoje os governos e empresas devem ter a organização adequada, o pessoal adequado e fazer os investimentos adequados, enquanto as pes-

Estamos testemunhando uma revolução nas últimas duas décadas e a popularização da internet mudou drasticamente as relações humanas, sobretudo a maneira que as pessoas trabalham e vivem no seu cotidiano. A forma de trabalhar e viver na vida pessoal passou a ser por meio de troca de mensagens, sendo dezenas que chegam e são enviadas durante um dia pelos canais existentes como

2020 JUL | INFORMATION MANAGEMENT

53


anúncio ANÚNCIO

to Go e Sit 54

INFORMATION MANAGEMENT | JUL 2020

www.informationmanagement.com.br


artigo e-mail, WhatsApp, Telegram, redes sociais, fóruns, SMS, chat online, notificações push e a lista não acaba e não acabará. À medida que pedimos soluções para os “problemas” do nosso cotidiano a tecnologia progride com valores cada vez mais acessíveis e novas soluções surgem para nos mantermos “online” o dia todo e desta forma abrindo mais espaço para a atuação dos cibercriminosos realizarem seus ataques cibernéticos. À medida que os sites se tornam mais complexos e os aplicativos são desenvolvidos mais rapidamente, o potencial de ataque aumenta e parece estar dominando as notícias nos últimos tempos, não é mesmo?

ticos. Mas não podemos deixar de explanar que também houveram avanços significativos para proteção e monitoramento contra as ameaças existentes criando camadas que dificultam os ataques mas como os cibercriminosos não estão para “brincadeira” fez com que eles apontassem os seus teclados para o ator mais frágil da cadeia no qual se chama “a pessoa”.

Enganar as pessoas ou também conhecida como técnica de engenharia social é algo tão antigo quanto a própria humanidade e acredite ou não ainda é a forma mais usada contra os governos, empresas e o indivíduo e gostaria de citar uma frase de MITNICK “...engenharia social usa a influência e a persuasão Os ataques cibernéticos são ten- para enganar as pessoas e contativas ofensivas de danificar, vence-las de que o engenheiro roubar ou destruir dados cor- social é alguém que ele não é. porativos críticos, comprometer sites, interromper infraestrutu- Como resultado, o engenheiro ras operacionais e roubar infor- social pode aproveitar-se das mações pessoais das pessoas. pessoas para obter as inforO cibercriminoso aproveita as mações com ou sem uso da vulnerabilidades do sistema, tecnologia sendo habilidosos e instalando um código malicioso adeptos ao desenvolvimento de para alterar o código, a lógica truques que estimula emoções ou os dados do computador tais como medo, agitação, ou que levam aos crimes ciberné- culpa e eles fazem isso usando

www.informationmanagement.com.br

os gatilhos psicológicos – os mecanismos automáticos que levam as pessoas a responderem as solicitações sem uma análise cuidadosa das informações disponíveis...” Mas se essa técnica é tão antiga e conhecida como ainda são tão assertivas? A resposta é simples, para o governo e empresas, existe a falta de um programa constante de conscientização e educação nos temas de cyber segurança, proteção de dados e privacidade e também existe a falta de causa, consequência para os funcionários nos diversos níveis hierárquicos. Enquanto para o indivíduo uma educação deste pequeno para a utilização dos meios digitais e como se proteger contra esse tipo de técnica. Com essa falta identificada pelos cibercriminosos e com sua arma em mãos “teclado” as pessoas são “fisgada” em golpes que são executados das mais variadas maneiras e com diversos níveis de sofisticação. Além do conhecido phishing ou “fisgar” sendo o ato de tentar induzir o destinatário de um e-mail mal-intencionado a abrir e inte-

2020 JUL | INFORMATION MANAGEMENT

55


to Go e Sit

56

INFORMATION MANAGEMENT | JUL 2020

www.informationmanagement.com.br


artigo ragir com ele, o “remetente” do e-mail engana a vítima, fazendo com que o e-mail pareça ter sido enviado de uma fonte confiável, como um departamento do governo, um fornecedor ou um cliente da empresa outros tipos de ataques cibernéticos estão sendo amplamente utilizados como: (i) ataque de negação de serviço distribuído (DDoS) sendo uma tentativa ofensiva de desacelerar ou travar um site, inundando-o com uma quantidade enorme de tráfego e os cibercriminosos conseguem isso usando grandes exércitos de “bots” automatizados e criam ataques em larga escala; (ii) malware sendo um código malicioso projetado para causar danos a um computador ou rede e existe uma ampla variedade de categorias de malware diferentes, incluindo, entre outros, worms, cavalos de troia, spyware e keyloggers; (iii) injeção de SQL sendo que esses ataques aproveitam as vulnerabilidades na camada de banco de dados de um aplicativo e os cibercriminosos injetam consultas SQL maliciosas em um campo de entrada do site, enganando o aplicativo para executar comandos não intencionais e penetram no banco de dados

www.informationmanagement.com.br

de back-end; (iv) ataque do tipo intermediário (man-in-the-middle) principalmente em wi-fi púbico não seguro, esses ataques consistem em cibercriminosos interrompem o tráfego entre um dispositivo visitante e uma rede, inserem-se em uma transação de duas partes para roubar dados sem o conhecimento da pessoa; (v) ataque de força bruta, também conhecido como quebra de senha, os ataques de força bruta geralmente são realizados para descobrir credenciais de logon e obter acesso a sites para fins de roubo de dados, vandalismo ou distribuição de malware, que por sua vez podem ser usados para lançar força bruta, DDoS e vários tipos de ataques cibernéticos em outros alvos, mesmo sem penetrar com sucesso em uma propriedade online, os ataques de força bruta podem inundar os servidores com tráfego, resultando em problemas significativos de desempenho para o site sob ataque, entre outros. Com essa quantidade de técnicas de ataque no arsenal dos cibercriminosos e grande quantidade de notícias diárias decidir quais ataques cibernéticos foram os piores é, sem dúvida, um

pouco subjetivo mas tem um em especial realizado em 1995 que gostaria de compartilhar com vocês, a história de um ataque realizado pelo Kevin Poulsen que ficou famoso quando realizou a invasão do sistema telefônico de Los Angeles, na tentativa de ganhar uma Ferrari em um concurso de rádio. A estação de rádio estava oferecendo um Porsche para o 102º ouvinte e Poulsen garantiu seu sucesso ao assumir o controle da rede telefônica e efetivamente bloquear as chamadas recebidas para o número da estação de rádio e como resultado ele ganhou o Porsche, mas a lei o alcançou e ele foi condenado a cinco anos de prisão. Com todas essas informações é importante ressaltar que o objetivo não foi disseminar o pânico, mas sim demonstrar que precisamos de mais iniciativas de educação tanto na vida privada quanto na vida profissional e incentivar a mudança de comportamento. Contudo para finalizar esse artigo gostaria de expressar a seguinte frase: “Quem precisa de uma arma quando você tem um teclado?”.

2020 JUL | INFORMATION MANAGEMENT

57


to Go e Sit 58

INFORMATION MANAGEMENT | JUL 2020

www.informationmanagement.com.br


artigo

A transformação digital é o caminho para o novo normal Por Wilton Tamane

Business Partner at Soluarq Soluções

Digitalização tem sido um termo cada vez mais presente, tanto na mídia como na agenda corporativa. Deixou de ser pauta exclusiva de profissionais de TI e mídias especializadas em tecnologia e passou a ser um tema corporativo e pessoal. É um tema que atinge a todos, sem distinção e tem

www.informationmanagement.com.br

sido uma ferramenta essencial de forma simples e rápida. para os dias de hoje viabilizan- Mídias antes no formato anado o home office. lógico com certeza não permitem toda essa facilidade e E por estar em evidência e ter eficiência. significados distintos dependendo do contexto, é oportuno Nos dias de hoje, fotos e vídeentender bem suas aplicações. os já nascem no formato digital e, portanto, a digitalização Em primeiro lugar, temos a somente é demandada para digitalização de mídias analó- acervos de fotos e vídeos em gicas, onde documentos tem formato analógico. um destaque maior no mundo corporativo. A digitalização Porém, quando se trata de de vídeos e fotos tem afetado documentos, ainda temos um mais o mundo pessoal em volume considerável em mídia função de compartilhamento papel no ambiente corporativia rede social. O que ambos vo, o que torna seu compartitêm em comum é a facilidade lhamento e disseminação um de compartilhar e disseminar processo moroso, ineficiente

2020 JUL | INFORMATION MANAGEMENT

59


CHEGOU CHEGOUAAREVISTA REVISTAPARA PARAQUEM QUEM QUER QUERSABER SABERTUDO TUDOSOBRE SOBRE ~

AUTOMAÇAO AUTOMAÇAOINTELIGENTE INTELIGENTEDE DE PROCESSOS PROCESSOS > PARA RECEBER FREE leitor@iamagazine.com.br > PARA ENVIAR NOTÍCIAS, ARTIGOS E CASES redacao@iamagazine.com.br > PARA ANUNCIAR comercial@iamagazine.com.br Apoio

Realização

60

INFORMATION MANAGEMENT | JUL 2020

www.informationmanagement.com.br


artigo e não produtivo e portanto Acervos nato digitais compostos de informações e dacom custos elevados. dos, tambem não param de Com o evento da transfor- crescer e são parte do que mação digital, a digitaliza- chamamos de Big Data e ção de documentos passa a Data Lake. ser uma tecnologia importante e tem sido uma fer- E em segundo lugar, temos a ramenta de transição para digitalização de processos via um ambiente corporativo plataformas digitais. Procespaperless ou 100% digital. sos de negócios suportados por ferramentas e sistemas de Apesar de 99% dos docu- workflow e numa abordagem mentos serem criados em mais ampla BPM – Business meio digital (nato digital), Process Management. por questões culturais ou para estarem em conformi- Num cenário onde empresas dade com procedimentos e já tem implantado processos normas internas e externas, digitais, a digitalização de docua impressão destes docu- mentos correntes e acervos legados em papel e processados mentos se faz necessário. adequadamente via extração de Por esse motivo, documen- metadados e texto com aplicatos em papel estão presen- ção de tecnologias como OCR tes no ambiente corporati- (optical character recognition) vo e sendo acumulados no permitem que estes acervos acervo legado. Acervo que sejam compartilhados, disponiem muitos casos não param de bilizados e acessados de forma crescer em função da falta de mais eficiente. uma gestão documental visando tanto a organização e acesso Ou seja, a digitalização de procomo o descarte em função da cessos tem na digitalização de tabela de temporalidade docu- documentos um fator determinante para todo o processo mental (TTD).

www.informationmanagement.com.br

seja em meio digital e com isso permita que a otimização esperada seja atingida. Na medida que documentos em papel seja digitalizados e documentos nato digitais permaneçam digitais durante todo o ciclo de vida documental, sistemas de gerenciamento de conteúdos corporativos passam a ter sua importância cada vez mais acentuada em função da segurança, confiabilidade, controle de acesso, versionamento e viabilizando repositórios digitais confiáveis. Digitalização de processos e de documentos guardam entre si uma sinergia muito forte. E a digitalização de documentos deve ser considerada uma ferramenta de transição entre ambientes 100% em papel e plataformas 100% digitais. Projetos para implantação de ambientes 100% digitais com certeza tem hoje uma importância maior em função do pandemia e devem se tornar o novo normal. Digital.

2020 JUL | INFORMATION MANAGEMENT

61


webnews IBM abre o maior Centro de Transformação de Processos com inteligência artificial na América Latina Esse centro de serviços compartilhados ajudará empresas de diferentes setores da América Latina e do mundo como bancos, telecomunicações, gás e energia; em três idiomas: espanhol, português e inglês; com serviço diurno e noturno.

Microsoft nomeia Fabio Scopeta como novo Gerente Geral de Customer Success para América Latina A Microsoft anuncia Fabio Scopeta como novo Gerente Geral de Customer Success para América Latina com o objetivo de liderar uma experiência integrada e simplificada para os clientes em toda a região.

A revolução dos pagamentos instantâneos e rede 5G Em um contexto cada vez mais dinâmico e de alta conectividade, contando com uma maior capacidade de processamento e com uma maior adoção da computação na nuvem, a expectativa é que o segmento de pagamentos seja impactado por uma transformação sem precedentes nos próximos anos, acelerando a materialização de uma demanda eminente e até então reprimida

Pela primeira vez serão premiadas as melhores iniciativas digitais de Conteúdo sobre Tecnologia do Brasil Quando um novo modelo de celular ou computador chega ao mercado hoje, provavelmente já terá uma legião de consumidores à espera, com informações detalhadas de seus recursos. A comunidade techie é uma das mais entusiasmadas da web.

62

INFORMATION MANAGEMENT | JUL 2020

www.informationmanagement.com.br


ELO ECM Suite

Processos digitais para um trabalho flexível

PROCESSOS/ Digitalização AUTOMATIZE O PROCESSAMENTO DE DOCUMENTOS, ENCONTRE INFOR­ MAÇÕES RAPIDAMENTE, SIMPLIFIQUE A COLABORAÇÃO

to Go e i St

YOUR WORK FLOWS

O

s avanços tecnológicos e a digitalização estão mudando o mundo e o futuro do trabalho. O uso de novas tecnologias abre oportunidades sem precedentes. A conscientização das empresas sobre a importância da digitalização evoluiu nos últimos anos. O ELO ECM Suite é um software ideal para processos transparentes e eficientes em todos os departamentos da empresa. Oferecendo um arquivamento digital controlado,

o sistema é a base para documentos dentro de um processo inteligente. Os usuários encontram rapidamente documentos, dados e informações que podem ser vinculados a fluxos de trabalho, discutidos usando ferramentas de colaboração, e até mesmo utilizar poderosas ferramentas de análise. O ELO ECM Suite pode ser integrado a outros sistemas e ambientes já existentes na empresa. www.elo.com, #elodigital

Enterprise Content Management · Gerenciamento de documentos · Arquivamento · Fluxo de trabalho


webnews cezar.taurion@kickgrupo.com.br

Pesquisa da Microsoft indica que escritórios físicos não desaparecerão no futuro do trabalho A adoção do modelo de home office em virtude da pandemia de COVID-19 tem levantado uma série de questionamentos sobre o futuro do trabalho presencial nos escritórios. Um relatório divulgado pela Microsoft, no entanto, indica que a tendência é que escritórios físicos continuem a existir e que o trabalho do futuro caminha para ser uma mistura fluida de colaboração pessoal e remota.

A adesão ao home office e os ataques hackers: 4 dicas para mitigar os riscos A adoção do home office pelas empresas como forma de garantir a continuidade de seus negócios em meio à pandemia foi um modelo eficiente e se revelou um caminho sem volta. Porém, a mudança ocorreu rapidamente e muitas organizações não tiveram tempo hábil de avaliar

Quando a ousadia de investir em um árduo mercado é o combustível para a mudança A decisão de empreender nunca é fácil e o caminho a ser percorrido menos ainda. Dificuldades e percalços estão presentes no cotidiano de todos os empreendedores, por isso, a tarefa diária de cada um deles é se reinventar e buscar evidenciar seus diferenciais em um mercado extremamente competitivo.

Zona de conforto digital: um terço dos brasileiros se considera “comum” demais para ser hackeado O recente relatório da Kaspersky Mais conectados do que nunca: como estabelecemos nossas zonas de conforto digital mostra que o brasileiro está mais consciente de sua segurança digital, porém ainda precisa mudar seu comportamento online para que esteja realmente seguro.

64

INFORMATION MANAGEMENT | JUL 2020

www.informationmanagement.com.br


to Go e Sit

www.informationmanagement.com.br

2020 JUL | INFORMATION MANAGEMENT

65


to Go e Sit

66

INFORMATION MANAGEMENT | JUL 2020

www.informationmanagement.com.br


opinião Tadeu Cruz

tadeuj.cruz@gmail.com

Passado, presente e futuro...

Passado. Fui um dos pioneiros do EAD, Ensino A Distância, no Brasil. Lembro-me que as primeiras iniciativas foram feitas em conjunto com dois professores que tive no mestrado em Tecnologias da Informação da PUCCAMP. A experiência se realizou numa faculdade particular, no ano de 1999. Foi uma experiência muito tosca, para dizer o mínimo. Os equipamentos consistiam de uma TV de tubo de 20 polegadas, uma câmera em cima da TV e um microfone pendurado no meu peito, do tipo que o Silvio Santos usava nos programas dominicais. Eu fiquei sozinho, sentado numa cadeira no canto da sala, de frente para a televisão e para a câmera. Me mandaram olhar fixamente para a câmera. Na TV apareciam as minhas transparências que eu ia passando à medida que a aula avançava. E foi assim que dei as aulas naquele pós-graduação no ano de 1999.

www.informationmanagement.com.br

Depois as tecnologias evoluíram e passei a dar aulas em diversos outros Pós e MBAs. De todos lembro-me com especial carinho do inicio dos cursos a distancia da Anhanguera. Fui, novamente um dos pioneiros na Anhanguera. Dei aulas em vários MBAs, e foram muitos, até o ano de 2016, quando mudei para MT. Eu tinha que me deslocar de São Paulo até Valinhos, aonde ficavam os estúdios e, de novo, acompanhei a evolução das Tecnologias da Informação e das Comunicações (TIC) na carne, como professor de cursos EAD! Lembro-me que houve várias fases na Anhanguera. Primeiro eu dava as aulas de forma presencial. Tinha que ficar durante 4 horas, com intervalos de 10 minutos a cada 50 minutos, na frente das câmeras, eram duas. Depois passei a gravar as aulas em módulos de 50 minutos, com intervalos de 10. Bom, para encurtar esta história, passamos a dar aulas de noite, misturando o presencial com o EAD, por meio da gravação, em streaming, das aulas que dava de forma presencial, que

2020 JUL | INFORMATION MANAGEMENT

67


to Go e Sit 68

INFORMATION MANAGEMENT | JUL 2020

www.informationmanagement.com.br


opinião Tadeu Cruz posteriormente eram colocados na plataforma da Anhanguera. Agora saltamos no tempo até 2020.

mesmas características, as mesmas funcionalidades, com pequenas diferenças, e são todos pagos e gratuitos, dependendo do uso que viermos a fazer deles.

todologias construídas, apenas e tão somente, com algumas figuras e palavras-chave.

As palestras estiveram equilibradas ente tecnologias e metodologias.

É necessário que entendamos que, como colocou muito bem Argos Pinto “A pressa não é inimiga da perfeição, simplesmente porque a perfeição não existe. A pressa é inimiga das coisas bem feitas.” E acrescento com o que disse Nátaly Seckler, “Se for pra fazer, faça bem feito. E se tiver que ser, que seja o melhor.”

Futuro.

Presente. De 27 a 31 de julho de 2020 tivemos a realização da 1ª SEMANA PAPERLESS INNOVATTION 2020. Desnecessário dizer que foi um sucesso, a julgar pelo retorno que tive da minha palestra. Quanta evolução desde os idos de 1999! Teve participantes de todos os cantos do Brasil, e até do exterior, por meio de alguns amigos que convidei nas cidades de Assunção, Miami e Porto. Eu mesmo, que hoje moro em Cuiabá, estava mais à vontade e mais natural do que se estivesse num ambiente presencial nestes tempos de pandemia, pois não precisei usar máscara. A plataforma, por meio da qual foi realizado o evento, funcionou perfeitamente. A Internet funcionou perfeitamente. A imagem esteve ótima. O som esteve ótimo. Aliás, aplicativo para apresentações virtuais, reuniões à distância, aulas EAD, é o que mais tem hoje em dia. São todos iguais, têm as

www.informationmanagement.com.br

A minha chamou-se “Back to the Future!”. Isso mesmo. O mesmo título da trilogia que teve três episódios, de 1985 a 1990, e foi dirigida por Robert Zemeckis. Tratei da importância de se termos uma metodologia, qualquer uma, desde que seja mesmo uma metodologia, para mapeamento, análise, modelagem e implantação dos processos de negócio. De como é imprescindível que se tenha uma metodologia para podermos capturar a essência de qualquer processo organizacional e, depois sabermos usar cada elementos existente em qualquer processo. Preocupa-me o fato das pessoas, no afã de serem originais, criativas e até mesmo geniais, criem coisas, desenvolvam ideias, inventem o que não podem ou que, na melhor das hipóteses, não deveriam ser inventadas. Como é o caso de algumas me-

Assim, não gosto de ouvir colocações como “Para que perder tempo documentando o que existe? Vamos partir logo para criarmos um novo processo.” “Documentar processos não é importante. Importante é fazer...” “Para que perdemos tempo documentando processos com tantos detalhes?” O futuro está trazendo várias tecnologias incríveis e, para usá-las com eficiência e eficácia, será imprescindível dominarmos processos organizacionais, detalhadamente. E cada vez mais!

2020 JUL | INFORMATION MANAGEMENT

69


to Go e Sit

70

INFORMATION MANAGEMENT | JUL 2020

www.informationmanagement.com.br

Profile for Guia Information Management

REVISTA IIMA 95  

REVISTA IIMA 95  

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded