Page 1

Dezembro de 2013

- E-mail: folhadocentrorio@gmail.com - Para anunciar ligue: Tels. 2242-9344 / 3852-8437

1

Ano XIX - Nº 207 - Dezembro de 2013 - Distribuição no Grande Centro - www.jornalfolhadocentro.com.br

Diversão para toda família no Jardim Zoológico da Quinta da Boa Vista - Pág. 15 Cada vez mais adultos procuram praticar balé - Pág. 6

Programação do Carnaval de 2014 - Pág. 13 Corte Real promete esbanjar muita alegria no Carnaval de 2014 - Pág. 14


Dezembro de 2013

2

EDITORIAL

- E-mail: folhadocentrorio@gmail.com - Para anunciar ligue: Tels. 2242-9344 / 3852-8437

Carlos Augusto da Cidade Não podemos mais perder tempo A recente onda de violência na Lapa – assaltos, furtos, arrastões e assassinatos – é resultado de uma tragédia anunciada. Desde que a região voltou a receber movimento de pessoas em busca de diversão e, em contrapartida, de comerciantes em busca desses consumidores, vínhamos alertando para a falta de segurança e de investimentos na região. Isso há pelo menos 10 anos. No período em que fui Administrador Regional do Centro já preocupava-me a questão da quantidade de moradores de rua ocupando a Praça Cruz Vermelha e o Campo de Santana – que só fez crescer nos últimos anos – e de menores usuários de drogas que perambulavam sem destino, praticando pequenos delitos para sobreviver e alimentar o vício. Na época, início dos nos 2000, conseguimos realizar algumas ações que, se não solucionaram o problema, dada a sua complexidade, pelo menos contribuíram para retardar o que vemos acontecer agora. Umas dessas ações era o acolhimento de pessoas em situação de risco nas ruas e de usuários – naquela ainda não tantos – de drogas. Uma parceria entre a Subprefeitura; a Guarda Municipal; a Polícia Militar, através do extinto 13º BPM (Tiradentes); a Polícia Civil, através da Delegacia de proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA); e a Vara da Infância e Juventude e idoso através da Juíza Dra. Ivone Ferreira Caetano e a Promotora de Justiça Dra. Maria Amélia, deu enormes resultados e conseguiu reduzir as taxas de criminalidade na região. Também tínhamos um trabalho voltado para a melhoria da região, com ações conjuntas com a Comlurb e a RioLuz, para garantir

EXPEDIENTE Jornal Folha do Centro é uma publicação da Folha do Centro Rio Ltda. CNPJ: 00.923.422/0001-39 Insc. Mun.: 01.998.374 Endereço: Rua Carlos de Carvalho, 8 - Sobreloja - Centro, RJ CEP: 20231-094 Telefones: (21) 2242-9344 e 3852-8437

a limpeza e a boa iluminação do bairro. As obras do Rio-Cidade, única ação de melhoria que nossa região recebeu nos últimos 20 anos, também foi uma conquista nossa. A falta de áreas de lazer para nossas crianças e de espaços para nossos idosos foi outra preocupação que norteou nosso período à frente da Administração Regional do Centro, resultando na criação da área de lazer nos finais de semana na Praça Cruz Vermelha, Av. Mem de Sá e Avenida Henrique Valadares e na criação do Projeto Vida Saudável, que proporcionava a prática de exercícios e lazer para a terceira idade, em parceria com o extinto Colégio da Mabe, onde os idosos podiam praticar Hidroginástica, Dança de salão, Ginástica, Tai Chi Chu, Yoga, Informática entre outras modalidades. Pois hoje vejo todas essas coisas ruins acontecendo em nossa região e fico pasmo com a falta de ação dos gestores, principalmente aqueles que estão mais perto dos problemas e poderiam colaborar para a melhoria de nosso bairro. O esgoto vaza interminavelmente em diversas ruas, espantando clientes e provocando mal estar

E-mail: folhadocentrorio@gmail.com Site: www.jornalfolhadocentro.com.br Jornalista responsável: Carlos Augusto Pinto Loureiro / Registro 33238 -MTB – RJ Deptº. administrativo: Sidney Júnior Editor: Marco Antonio Canosa Diagramação e Arte: Djalma Correia Redação: Jannayna Pereira Colaboradores: Simone Montenegro, Alex Spadetti e Fábio Torres Tiragem: 20.000 exemplares

entre os co merciantes; a Praça Cruz Vermelha mais parece uma

cracolândia, tamanha a quantidade de moradores de rua, desocupados e viciados e as calçadas da Rua Carlos de Sampaio mais parece um lixão, assim como a Rua do Rezende, que é considerada a rua mais suja do Centro, pois tem uma fedentina horrível. Mau cheiro, sujeira, ratos, baratas, ladrões e assassinos dão as boas vindas aos milhares de turistas que vêm conhecer o bairro mais boêmio do Brasil e a Lapa ganha as manchetes não com o status de point turístico, mas sim como um antro dominado por criminosos. Não podemos mais ficar de braços cruzados, esperando alguma ação das autoridades, que não virá. Está na hora dar um basta nisso. Juntos. Por amor à nossa região e ao Rio de Janeiro. Carlos Augusto da Cidade

Periodicidade: Mensal Impressão: Infoglobo: Teefone: (21) 2534 -5049 Distribuição: Todo o Grande Centro da Cidade Representante em São Paulo e Brasília: Tábula - Veículos de Comunicação: Tel. (011) 5507-5599

“Artigos assinados, informes publicitários e anúncios são de responsabilidade de seus autores”.


Dezembro de 2013

- E-mail: folhadocentrorio@gmail.com - Para anunciar ligue: Tels. 2242-9344 / 3852-8437

Representantes da Segurança Pública prestam contas a moradores durante Reunião do Conselho Comunitário A penúltima reunião do ano

do Conselho Comunitário de Segurança Pública da AISP-5, liderada pela presidente Maria João Bastos Gaio, aconteceu no dia 28 de novembro e contou com a presença de representantes de diversos órgãos, entre eles a Chefe da Polícia Civil, delegada Marta Rocha; o Delegado da 7ª DP (Santa Teresa), Luís Claudio Batista; o major Fábio Lecin, subcomandante do 5º BPM (Praça da Harmonia); o Inspetor Cavalcante, da Guarda Municipal; e a Delegada Catarina Noble, da Delegacia Especial de Atendimento à Pessoa Idosa. A convite do Conselho, a Delegada Catarina Noble, apresentou palestra sobre a “Violência contra os idosos”. A reunião foi marcada por prestações de contas dos representantes de segurança à população. A Delegada Marta Rocha iniciou a reunião falando sobre as ações que estão sendo implementadas para melhorar a segurança no Rio de Janeiro, entre eles o aumento do efetivo, com a formatura, no dia 10, de mil policiais civis, que já começarão a atuar no Natal. Sobre os arrastões nas praias cariocas, em sua maioria orquestrada por menores infratores, a delegada disse que já entrou com requerimento para que a polícia civil seja notificada toda vez que um menor que foi apreendido

Jannayna Pereira

1ª Mostra de Dança do Projeto Dançarte acontece no dia 21

A

primeira Mostra de Dança do Projeto Dançarte promete agitar o fim de ano dos apaixonados por dança. As apresentações serão divididas por categorias como balé, dança afro, dança do ventre, entre outras, e as apresentações serão para os alunos mostrarem tudo o que aprenderam durante o ano. A doçura das turmas infantis do balé são a grande promessa de lágrimas para o público.

Autoridades estaduais e municipais presentes na reunião do Conselho de Segurança

pela polícia for flagrado cometendo outros de delitos. O objetivo é que os pais sejam notificados por abandono de menor. “Se encontrar um menor morador da Zona Norte nas praias da Zona Sul cometendo furtos os pais têm que ser chamados à delegacia e notificados pelo menor, que é de responsabilidade deles”, diz Marta Rocha. O major Fábio Lecin, do 5º BPM , também apresentou uma planilha mostrando a diminuição dos assaltos em Santa Teresa . Já o vereador Paulo Messina aproveitou para anunciar que já foi aprovado pela câmara dos vereadores o projeto para a expansão do INCA (Instituto Nacional do Câncer). Moradores reclamaram dos constantes assaltos nas proximida-

des do Centro Cultural Banco do Brasil, na Rua Primeiro de Março e da poluição sonora causada por bares e casas de show da Lapa. O morador Vinicius Mesqueu relatou que duas mulheres acima de qualquer suspeita têm atuado constantemente vendendo drogas na Praça João Pessoa. “Quem vai desconfiar de duas “gatinhas”, lindas e bem vestidas?”, diz Vinicius. Ainda segundo o morador, a nova tática dos traficantes para burlar o trabalho da polícia: “Cercam o carro da polícia que fica de prontidão na Lapa para diminuir o campo de visão dos PMs e os traficantes podem vender droga livremente”, denunciou.

3

A Mostra ainda contará com a participação de Julio Casares, o ex-aluno do Dançarte que recentemente passou para Escola de Dança do Teatro Bolshoi no Brasil, que vai se apresentar com a dançarina profissional Daniele Mello.

Diferentemente dos anos anteriores, o Projeto Dançarte não fará o tradicional Espetáculo de Dança de final de ano, devido à falta de patrocínio e à pouca adesão financeira dos alunos. “Após muito esforço, especialmente do Carlos Augusto (da Cidade) conseguimos fazer a Mostra de Dança. O Projeto tem toda uma história e seria muito ruim se esse ano passasse em branco”, diz Marcelle Rollemberg, professora de balé do Dançarte.

“Espero que essa mostra sirva não só para os alunos e familiares, mas para mostrar as possibilidades reais que trazemos para as pessoas que fazem parte do Dançarte. Assim, acabamos mostrando que mesmo sem a estrutura de um espetáculo, podemos mostrar com garra do que somos capazes, o talento das pessoas que se envolvem com

o Projeto Dançarte”, diz Simone Montenegro, Presidente do projeto. A Primeira Mostra de Dança do Dançarte vai acontecer no dia 21 dezembro, às 19h, no Teatro do Liceu Artes e Ofício, na Rua Frederico Silva, 86, Centro (próximo ao edifício balança Mas não Cai). Os ingressos custam: R$ 10,00, e já podem ser adquiridos na recepção do Projeto Dançarte (Rua do Rezende, 185, Centro). Informações: 2222-0846


4

Dezembro de 2013

- E-mail: folhadocentrorio@gmail.com - Para anunciar ligue: Tels. 2242-9344 / 3852-8437

ONDE ENCONTRAR O JORNAL FOLHA DO CENTRO

PRÉDIOS COMERCIAIS POLO CINELÂNDIA RUAS: •Evaristo da Veiga •Marrecas •Treze de Maio •Senador Dantas •Alcindo Guanabara •Álvaro Alvim •Câmara dos Vereadores •Rua do Passeio PÓLO CASTELO RUAS: •Franklin Rooselvet •Av. Churchill •Calógeras •México •Presidente Wilson •Santa Luzia •Av. Pres. Antonio Carlos PÓLO PRAÇA XV RUAS: Primeiro de Março •Assembleia Legislativa •Av. Beira Mar •Av. Nilo Peçanha / Rua São José •Av. Erasmo Braga •Quitanda / Rua do Carmo •Av. Graça Aranha •Rua da Alfândega PÓLO CANDELARIA RUAS: •Candelária •Av. Presidente Vargas •Av. Rio Branco .Praça Pio X PÓLO CARIOCA RUAS:•Carioca •Uruguaiana •Buenos Aires •Rosário •Largo de São Francisco •Andrada •Sete de Setembro •Gonçalves Dias •Praça Monte Castelo •Mercado das Flores •Praça Tiradentes PÓLO PRAÇA MAUÁ RUAS: •Marechal Floriano •Rua do Acre •Av. Venezuela •Beneditinos •Visconde de Inhaúma •Sacadura Cabral •Alcântara Machado •Av. Passos PÓLO LAPA RUAS: •Joaquim Silva •Lapa •Taylor •Av. Augusto Severo PÓLO GASTRONOMICO DA CIDADE NOVA PÓLO GASTRONOMICO DO NOVO RIO ANTIGO PÓLO GASTRONOMICO DA PRAÇA XV POLO GASTRONOMICO DE SANTA TERESA POLO GASTRONÔMICO DA ZONA PORTUÁRIA BANCAS DE JORNAIS ÁREA COMERCIAL: •Banca do Giulio – Av. Almirante Barroso, 54 •Banca do Rodrigo – Av. Almirante Barroso, 63 •Banca do Filipe – Av. Almirante Barroso, 91 •Banca do Belmiro Sireno – Av. Pres. Vargas, 642 •Banca do Serginho – Av. Rio Branco, 128 •Banca do Gerson – Rua Alexandre Makensie (Em frente a Embratel) •Sonobello – Av. Passos, 71 •Banca do Mário Manarino – Rua São José, 66 •Banca do Giusepo – Rua São José/Rodrigo Silva

Jannayna Pereira

Rua São José com Rodrigo Silva, banca do Giusepo Giusepo Manarino Neto, 53 anos, trabalha na Rua São José com a Rua Rodrigo Silva há 40 anos. Adora o Centro do Rio e, apesar de tantas histórias que já viveu por lá, o que continua incomodando-o na região é a insegurança. Como a banca de jornal fica aberta até as 23 horas, seu Giusepo acredita estar mais exposto à violência. “Por causa da violência na rua a gente é obrigado a se precaver”, diz ele, acrescentando que, apesar de tudo, adora sua profissão. •Banca de Giovanna Trotta – Rua 7 de Setembro/Quitanda •Banca do Roberto Alô – Rua Uruguaiana, 55 •Banca do Fusca – Rua Uruguaiana c/Rua do Ouvidor •Banca do André – Rua do Ouvidor c/Rua do Carmo •Banca do Filipe – Av. Chile, 100 (em frente ao BNDES) •Banca Lobanco Av. 13 de Maio,em frente ao nº 33 •Banca Lobanco - Nilo Peçanha, em frente ao nº50 •Banca do Rick – Rua Senador Dantas, em frente ao 105 •Banca do Giuseppe – Av. Franklin Roosevelt em frente ao 194 •Banca do Pedro – Av. Chile nº 65 – Em frente a Petrobras •Banco do Antônio – Praça Pio X em frente ao nº. 119 •Fundição Progresso – Rua dos Arcos, 24 – Lapa •Banca do André - Rua São José, 36 • Banca do Claudeci - Rua Lelio Gama, esq. de Av. Chile •Banca do André Rua São José, 36 • Quiosque de Plantas - Rua da Ajuda, 35 - Esq. da Av. Rio Branco. ÁREA RESIDENCIAL •Supermercado Mundial - Rua do Riachuelo, 147 •Padaria Par Pefeito – Praça Cruz Vermelha, 32 - Centro •Axé Millennium – Rua do Resende, 119 •Equipar – Rua do Riachuelo, 147 •Sonobello – Rua do Riachuelo, 217 – Loja B •Banca do Ernesto – Av. N.S. de Fátima •Relojoaria Marrcancos – Rua André Cavalcanti •Banca Flanar Antiguidades – Rua do Lavradio, 60 – Loja •Banca da Isabel - Rua do Riachuelo (em frente a Leader,

Psicoterapia cognitiva ajuda as pessoas a entenderem melhor a si mesmas

São muitos os motivos que levam as pessoas a procurarem os serviços de psicólogos, mas os especialistas apontam entre os principais, a Síndrome do Pânico, o Toque e o TDH (Transtorno do Déficit de Atenção). Os transtornos do dia-a-dia e, no caso do Rio de Janeiro, até as catástrofes naturais ocorridas nos últimos anos, aumentaram a procura. Há quatro anos atuante em psicologia clínica, Valéria Barros trabalha com a Terapia Cognitiva Comportamental, uma das técnicas da Escola Teórica da Psicologia. “É uma técnica cientificamente comprovada, focal e emergêncial, onde o tratamento em si não é longo, dependendo da relação psicólogo- paciente, ou seja, como a própria pessoa vai conduzir esse tratamento”, diz Valéria. A psicoterapia ajuda a entender melhor a si mesmo, as pessoas ao seu redor e os seus problemas, e a encontrar maneiras de enfrentar as dificuldades. “Existe até hoje o mito de que o psicólogo atende apenas as psicopatologias, o que não é real; o psicólogo atua no bem estar do ser humano, na saúde mental. Se a pessoa está tendo um conflito, e não consegue resolver

Divujlgação

sozinha, isso não quer dizer que ela tem algum distúrbio mental. Essa pessoa apenas está precisando de uma ajuda psicológica, então, porque não procurar um psicologo?”, diz Valéria. Valéria atende de crianças a idosos, individualmente ou em grupos com hora marcada, a preço popular no Projeto Dançarte, na Rua do Rezende, 185, Centro. Para agendamento de consultas e demais informações: 2222-0848.


Dezembro de 2013

- E-mail: folhadocentrorio@gmail.com - Para anunciar ligue: Tels. 2242-9344 / 3852-8437

5

Não ao leilão de xisto!

P

etroleiros, ambientalistas e representantes de movimentos sociais realizaram ato de protesto, no dia 28 de novembro, contra a 12ª rodada de licitações de petróleo e gás e alertaram para os graves impactos socioambientais decorrentes da exploração do gás de xisto. Durante o primeiro dia da 12ª Rodada de Licitações de petróleo e gás da Agência Nacional de Petróleo, petroleiros, ambientalistas e representantes de movimentos sociais protestaram, na manhã desta quinta (28), em frente ao Hotel Windsor, Barra da Tijuca, local

onde acontecia o leilão exclusivo em terra de gás não convencional.

Chuva é sinônimo de alagamentos no Centro

Diversas ruas no Centro do Rio de Janeiro ficam alagadas na temporada de chuva que assola a cidade, causando sérios transtornos também para os pedestres. No entorno do Campo de Santana, principal Parque do Centro da cidade, podem ser vistos centenas de pedestres se esquivando para as paredes para não se molhar quando carros passam em grande velocidade. “Não pode chover que acontece isso, a gente tem que tomar cuidado para não chegar ao trabalho toda suja, e tem motoristas que fazem de sacanagem mesmo”, diz a recepcionista Regina Mendes. O problema de tubulação no Centro da Cidade é o foco de discussão da Associação de Moradores e Amigos do Centro e Adjacências, nas reuniões que

acontecem toda terceira quinta-feira do mês, sempre às 19h, no auditório da Cruz Vermelha Brasileira, Praça Cruz Vermelha, 10. “Há anos temos esse problema e ninguém faz nada, estamos cansados de ver cocô transbordando dos bueiros, isso é um absurdo”, diz Raul Dias, morador do Centro.

A próxima reunião será no dia 19, às 19h, e é importante a participação de moradores e comerciantes da região.

IMPORTANTE Assuntos a serem tratados na reunião da Associação dos Moradores e Amigos da Cruz Vermelha e Adajacências. 1 - ORGANIZAÇÃO DE MANIIFESTAÇÃO PELA FALTA DE SEGURANÇA NO CENTRO 2 - ESGOTOS DO TEMPO DO IMPÉRIO 3 - ALAGAMENTOS NO CENTRO 3 - ASSUNTOS GERAIS Local da Reunião: Praça Cruz Vermelha, 10 - 19h

Divulgação

A iniciativa, do Sindipetro-RJ, teve como principal objetivo denunciar os graves impactos socioambientais causados pelo método utilizado para extrair o gás de xisto. A extração do gás de xisto é questionada pelos petroleiros por conta dos riscos e danos que pode gerar ao meio ambiente, principalmente a poluição da água, usada em quantidades colossais na técnica de exploração chamada de fraturamento hidráulico ou simplesmente “fracking”. O diretor do Sindipetro-RJ, Emanuel Cancella, alertou o quanto essa técnica é agressiva do ponto de

vista ambiental já que, para extrair o recurso, é preciso explodir as rochas injetando no subsolo grande quantidade de água, areia e produtos químicos. “Ao realizar este leilão, o Brasil está dando um passo no escuro. Boa parte dos poços de gás e óleo de xisto estão logo abaixo do aquífero Guarani, uma das maiores reservas subterrâneas de água doce do mundo. Temos que preservar essa riqueza a todo custo, não podemos colocá-la em risco”, declarou Cancella. Emanuel Cancella revelou ainda que, por este aquífero também fazer parte do território argentino, paraguaio e uruguaio, vai enviar um documento preparado pelos movimentos sociais às embaixadas desses países alertando sobre os riscos dessa exploração. Fonte: Agência Petroleira de Notícias (www.apn.org.br)


6

Dezembro de 2013

- E-mail: folhadocentrorio@gmail.com - Para anunciar ligue: Tels. 2242-9344 / 3852-8437

Cresce a procura da prática de balé por adultos

Realização do sonho de infância ou busca por uma vida mais saudável. Essas são as razões que levam mulheres a iniciar ou voltar a praticar o balé. São mulheres de todas as idades que praticaram balé quando crianças e que precisaram abandonar; pessoas que sempre desejaram e nunca tiveram a oportunidade; ou mesmo mães que matricularam as filhas e depois de assistirem às aulas por um período se decidem pela dança como atividade física. “Na minha turma de balé iniciante tenho alunas com idades entre vinte e poucos a 60 anos de idade, e até mesmo rapazes”, conta Marcelle Rollemberg, professora de balé do Projeto Dançarte. As aulas para adultos tem um trabalho diferenciado, porém, estruturadas com o mesmo rigor, precisão e técnica que o balé exige. A diferença é que o ritmo individual é respeitado, já que não há foco na profissionalização. Mesmo quem nunca fez nenhum tipo de dança pode começar do zero. “O balé tem uma didática, segue uma metodologia de ensino, passa por etapas, as turmas são divididas em níveis iniciante, intermediário e avançado, cada nível do balé tem um trabalho diferenciado”, diz a professora Marcelle. Os ganhos para a coordenação motora são rápidos. Outros

Fotos: Jannayna Pereira

Bailarinos em aulas no Projeto Dançarte benefícios são a evolução da força, agilidade; alongamento; equilíbrio e noção espacial; sentimento de superação e conquista; aguçamento da sensibilidade musical; e o enriquecimento cultural. Para alguns alunos é momento de relaxamento. Como a execução dos passos exige concentração, no momento da aula o aluno se desliga do estresse cotidiano. E ainda trabalha a memória, pois a bailarina tem que decorar as sequências e ficar atenta à ordem

enquanto faz os movimentos. O Projeto Dançarte tem turmas de balé iniciante para adultos, às terças e quintas-feiras, às 19h; e de nível intermediário às segundas e quartas-feiras, às 20h. Uma nova turma de nível iniciante será aberta em janeiro de 2014, no turno da noite, mas ainda sem previsão de data e horário. Para os interessados, o Projeto Dançarte fica na Rua do Rezende, 185, Centro. Informações: 2222-0848 ou 3806-6368.

Nelson Dias comemora sete anos do Mostre-se TV O programa Mostre-se TV do canal TV Comunitária (6 da Net) completou em novembro 7 anos no ar. O Mostre-se TV, é apresentado e dirigido pelo jornalista e produtor de eventos Nelson Dias. O programa é itinerante e mostra festas e eventos cariocas, onde são entrevistados artistas e personalidades do Rio de Janeiro. Além de diversos quadros fixos, como Vitrine, apresentado por Brenda Moura, e o Agitação, sob o comando de Nelson Brissi, entre outros, a grade de programação traz também clipes musicais. Ao falar sobre as razões do sucesso do programa, Nelson afirma que “tentamos sempre colocar humor no programa. As entrevistas que fazemos são sempre engraçadas e colocamos também uma dose de humor nos quadros. Acredito que isso faça prender a atenção do telespectador. Essa é a nossa meta”. O programa é exibido às quintas-feiras, às 16h30, e, às sextas, às 20h, e retransmitido às sextas e sábados para todo o Brasil, a partir das 21h30, pela blogasuatv.com.

Jannayna Pereira

Jornalista e produtor de eventos Nelson Dias.


Dezembro de 2013

- E-mail: folhadocentrorio@gmail.com - Para anunciar ligue: Tels. 2242-9344 / 3852-8437

“Moradores de rua, prefeitura do Rio de Janeiro e políticas de abrigo” 5580. Este é o número aproximado de pessoas que fazem das ruas da cidade do Rio de Janeiro seu abrigo, com base nos dados da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social. Mais de 540 lugares em toda a capital encontram-se ocupados por moradores de rua, que na maioria dos casos alegam "buscar um pedaço de chão". Mas há também outros motivos que levam estas pessoas às ruas: drogas, problemas com a família e/ou a destruição de laços de emprego. A questão do trabalho envolve também àquelas pessoas que deixam seus estados em busca de oportunidades, não conseguem e acabam nas ruas. Cerca de 40% da população de moradores de rua da cidade do

Rio está concentrada no Centro e em outros bairros da zona Sul. Distante deste eixo, o bairro de Bonsucesso, na zona Norte, aparece com um grande número de habitantes nessa situação. Como resposta ao devido problema, a prefeitura prometeu construir dois "Centros Pop" onde o morador de rua poderá, entre outras coisas, comer e tomar banho. Além disso, serão construídos dois hotéis na região central da cidade para abrigar pessoas que moram longe e que não têm dinheiro para voltar para casa. Por Fillipi Lúcio Nascimento da Silva, pesquisador do NECVU (UFRJ) e do NEVIAL (UFAL).

Anuncie: Ligue para 2242-9344

7


8

Dezembro de 2013

- E-mail: folhadocentrorio@gmail.com - Para anunciar ligue: Tels. 2242-9344 / 3852-8437

SAARA, o melhor lugar para as compras de Natal

Em meio à grande variedade de negócios é quase impossível não se perder no emaranhado de ruas que formam a SAARA (Sociedade dos Amigos e Adjacência da Rua da Alfândega), tradicional centro de comércio de rua localizado no Centro do Rio de Janeiro. Fundada há 51 anos, a região não é só sinônimo de grande movimento, mas também de variedade e, principalmente, de bons preços. Mais do que o famoso comércio de rua, a Saara já pode ser vista como um ponto turístico do Rio de Janeiro, pois recebe clientes de todo o Brasil e também do exterior. São cerca de 1,2 mil lojas - onde pode-se encontrar roupas, brinquedos, calçados, artigos esportivos, artigos de festa , entre outros espalhadas por 11 ruas, entre elas Rua da Alfândega, Rua Senhor dos Passos, Rua Buenos Aires, Rua dos Andradas, Rua da Conceição e Av. Passos. Campanhas conjuntas em datas importantes para o varejo, esquema coletivo de segurança, distribuição de brindes aos clientes e até uma estação de rádio fazem parte da estratégia de captação de clientes da SAARA. No Natal, quando as vendas ficam mais intensas, cerca de 1,5 milhão de pessoas transitam pelas 11 ruas da região. Com um esque-

ma especial para o fim de ano, a SAARA funcionará aos domingos, nos dias 14 e 21 de dezembro, de 9h às 14h. Durante a semana o

horário de abertura das lojas é 9h e o fechamento é de acordo com o movimento, podendo chegar às 20h.


Dezembro de 2013

- E-mail: folhadocentrorio@gmail.com - Para anunciar ligue: Tels. 2242-9344 / 3852-8437

9


10

Dezembro de 2013

- E-mail: folhadocentrorio@gmail.com - Para anunciar ligue: Tels. 2242-9344 / 3852-8437

Marcão Compositor e Rubinho do Cavaco lançam seu primeiro CD “Samba no Céu”

Divulgação

Parceiros na música desde 1982, quando começaram a fazer juntos jingles para campanhas políticas e comerciais, Marcão Compositor e Rubinho do Cavaco continuam compondo na estrada e agora, lançam seu primeiro CD, “samba no Céu”. O amor pela música é genético. Marcão é um dos filhos do saudoso Dicró e Rubinho, filho do mestre Eurico do Império Serrano. O samba corre nas veias da dupla, que fez o lançamento do CD na sede da Associação das Velhas Guardas das escolas de Samba do Rio de Janeiro, na Abolição. A música de trabalho do CD, “Os 3 Tenores”, é uma homenagem aos mesmos. Já a grande aposta para o carnaval de 2014 é a segunda faixa, “Cachorra TPM” que mostra toda a irreverência da dupla. “A inspiração para as músicas é divina, vem de sangue”, diz Marcão. Os amigos ainda contam com dois parceiros de composição, Dr. Kiko Brandão e Janete Mendonça. Apesar da longa parceria, eles também têm seus trabalhos paralelos. Marcão é interprete do bloco de carnaval “Brochadão a hora é Essa”, da Rua Figueiredo Magalhães, em Copacabana, que arrasta cerca de 10 mil pessoas. Já Rubinho, além de ser professor de cavaco, banjo e violão, faz parte do grupo Estrela Negra, que é a

comissão de frente da Beija Flôr de Nilópolis. O CD é sucesso onde quer que a dupla se apresente mas ainda há espaço na agenda neste fnal de ano. Contato para shows e eventos: marcaocompositor2007@ig.com. br/ Tel: 99703-5313/ 97949-8093 (Marcão) ou 98886-8695 (Rubinho).

Rodas Culturais gratuitas no Centro do Rio Reprodução da internet

Conhecida pela diversidade a cidade do Rio de Janeiro é composta por diversos movimentos culturais. A partir disso, foram formados vários grupos de artistas, gente ligada à dança, à música e aos diferentes movimentos , criando várias Rodas Culturais que se espalharam pela cidade. Todas as rodas ocorrem em locais abertos e são gratuitas, com participação do público, e dos aficionados pelo tema. Confira a lista abaixo: Samba de Roda Reconca Rio: Sempre no segundo sábado do mês, às 15h, no Arco do Telles, Praça VX. Jongo da Lapa: Toda última quinta-feira do mês, nos Arcos da Lapa. Roda de Coco do Zanzar: Toda última quinta-feira do mês, às 20h, nos Arcos da Lapa Samba dos Velhos Malandros + Jongo com Tambor de

Roda de Jongo na Lapa Cumba: Todo terceiro domingo do mês, a partir das 14h, na Praça da Harmonia, Gamboa. Conexão Carioca de Rodas de Rua: Primeiro sábado do mês,

às 10h, na Rua da Lavradio e, no

terceiro sábado do mês, às 10h, no Cais do Valongo, na Zona Portuária (próximo ao Hospital dos Servidores).


Dezembro de 2013

- E-mail: folhadocentrorio@gmail.com - Para anunciar ligue: Tels. 2242-9344 / 3852-8437

beleza & estética

Simone Montenegro simonemontenegromoda@bol.com.br

Sol: mocinho ou vilão? Muitas vezes é considerado um vilão, mas por trás da aparência de mau ele traz inúmeros benefícios à saúde física e emocional. É a fonte garantida de vitamina D, essencial para captação do cálcio dos ossos. Por este motivo é indicado para crianças e para prevenção de anemia. A exposição à luz solar ajuda a diminuição dos sintomas da psoríase. Para os idosos é um excelente aliado para osteoporose. Excelente antidepressivo natural do cérebro: o cérebro produz muito mais serotonina em dias de sol do que em dia cobertos. Na área psíquica também tem resultados muito bons. Estudos comprovam que o sol estimula o bom humor e evita o estado de depressão e suicídio. Além de tudo, a temperatura quente dá sensação de relaxamento ao corpo e ajuda o sistema circulatório.

Agora preste atenção: O uso deve ser restrito, pois os raios ultravioletas devem ser feitos entre 8h e 10h da manha. A pele é o maior órgão do nosso corpo e também um dos mais sensíveis. Por causa disto ela requer alguns cuidados e ficar protegidos dos malefícios do sol. Na exposição, temos que ter cuidados com as queimaduras que são provocadas pela exposição prolongada do sol. Surgimento de

manchas brancas e ressecadas que descamam frequentemente e que podem afetar a coloração da pele. Ressecamento da pele pela falta da hidratação e exposição excessiva E o maior cuidados com Câncer de pele e dos lábios Dica importante: Use e abuse dos protetores solares, pois eles protegem ate do mormaço que pode danificar a pele mesmo sem a exposição direta. E bom divertimento!

11


12

Dezembro de 2013

- E-mail: folhadocentrorio@gmail.com - Para anunciar ligue: Tels. 2242-9344 / 3852-8437

Músicas de Arlindo Cruz embalam musical no Sesc Ginástico

O musical “Quando a gente ama” é a atração do Teatro Sesc Ginástico (Av. Graça Aranha, 187), Centro do Rio. Os atores Cris Vianna, Édio Nunes, Patrícia Costa, Milton Filho, Vilma Melo,Wladimir Pinheiro, David Junior e Jéssica Moraes vivem vários casais em cena, cantando os altos e baixos do amor. A temporada vai até o dia 22 de dezembro, de quarta a domingo, sempre às 19h. “Quando a gente ama” tem dez histórias curtas, cada uma delas relacionada a uma canção de Arlindo Cruz e parceiros. O elenco é acompanhado por cinco músicos que animam uma roda de samba em cena. O texto é de João Batista, que também assina a direção da nova produção da Cia Dramática de Comédia. A Cia Dramática de Comédia tem 20 anos de trajetória premiada. As produções mais recentes foram “Chagall, o poeta com asas de pintor”; “Bartleby, o escriturário”; “A caolha”; “A história de Romeu e

David Junior, Jéssica Moraes, Édio Nunes, Patrícia Costa, Milton Filho, Cris Vianna, Wladimir Pinheiro e Vilma Melo Julieta”; e “O homem da cabeça de papelão”, espetáculo indicado para o Prêmio Shell 2008 na categoria direção musical, comMarcelo Alonso Neves. Em “Quando a gente ama”, a direção musical e os arranjos também são de Marcelo. A equipe da montagem tem ainda Dani Cavanellas (coreografia), Doris

Rollemberg (cenografia), Mauro Leite (figurinos) e Renato Machado (iluminação). Os ingressos custam: quarta, quinta e domingo, R$ 20 (inteira), R$ 10 (meia) e R$ 5 (associados); sexta e sábado R$ 30 (inteira), R$ 15 (meia) e R$ 8 (associados). Classificação: 16 anos. Informações: 2279-4030.

Exposição “Japão: Reino dos Personagens” chega ao Rio de Janeiro A Fundação Japão traz ao Brasil a exposição itinerante Japan: Kingdom of Characters (Japão: O Reino dos Personagens), que examina as circunstâncias culturais e históricas por trás da afeição do povo japonês pelos personagens, e tece caminhos a cerca do futuro dos personagens no Japão contemporâneo. A mostra já passou por São Paulo, Curitiba e Recife, entre outros estados, e países como Itália, Taiwan, Hungria, França, Austrália, Espanha, Inglaterra, Malásia e Turquia. No dia 18 de dezembro chega ao Rio de Janeiro. Nesta exposição personagens “populares” que qualquer japonês é capaz de reconhecer, como o Ultraman, Evangelion, a Hello Kitty, o Pokémon (Pikachu), e mascotes (yurukyara) serão apresentados em forma de painéis, vídeos e bonecos. Desta forma, constataremos a influência que esses personagens exerceram na sociedade japonesa e ao mesmo tempo, apresentaremos seu mundo de modo abrangente. Dividida em quatro partes, apre-

senta ambientes onde o visitante terá a oportunidade de conhecer e recordar alguns personagens que emergiram ao longo de cada década, e são ícones destacados até os dias de hoje, e apontam vias para compreender as mudanças na sociedade japonesa que eles proporcionaram e as possibilidades conceptivas de design de produtos lançados a partir desses personagens. A exposição permanece até 12 de janeiro de 2014, no Museu Histórico Nacional (Praça Marechal Âncora, s/n – próximo à Praça XV) – Centro. De terça a sexta das 10h às 17h30, sábados, domingos e feriados das 14h às 18h.


Dezembro de 2013

- E-mail: folhadocentrorio@gmail.com - Para anunciar ligue: Tels. 2242-9344 / 3852-8437

Programação do Carnaval de 2014

13

Hidroginástica no Clube dos Democráticos

Divulgação

Piscina do Clube Democráticos na Rua do Riachuelo, Centro. Da esquerda para a direita: primeira princesa, Clara Paixão; Rei Momo, Wilson Neto; Rainha, Letícia Guimarães; e segunda princesa, Graciele “Chaverinho” A nova realeza do carnaval carioca foi eleita no mês de novembro na Cidade do Samba . O Rei Momo Wilson Dias da Costa Neto comandará a corte, ao lado da Rainha Letícia Guimarães, e das princesas Clara Cristina Paixão e Graciele Souza Ferreira. E o calendário do carnaval de 2014 já está pronto: Sexta - 27 de dezembro 18h - Av. Rio Branco, desfile do Bola Preta. Sexta, 28 de fevereiro. 13h- Cerimônia de abertura

– O Rei Momo do Carnaval é coroado pelo Prefeito do Rio e recebe as chaves da cidade. 18h – Desfile dos Embaixadores da Folia da Cidade Maravilhosa (Av. Ro Branco) 21h-Defiles dos Grupos de Acesso. Sábado, 1º de março. 9h30- Cordão do Bola Preta (Cinelândia). 16h- Banda de Ipanema (Praça general Osório). 20h- Concorrência Bandas de Rua na Av. Rio Branco, Centro.

21h- Desfiles das Escolas de Samba do Grupo de Acesso. 23h- Baile Mágico no Hotel Copacabana Palace. Domingo, 2 de março. 21h- Desfile das Escolas de Samba do Grupo Especial. Segunda, 3 de março. 21h- Desfile das Escolas de Samba do Grupo especial. Terça, 4 de março. 16h- Banda de Ipanema (último desfile de carnaval) 21h- Desfile das Escolas de Samba Mirins.

O Clube dos Democráticos completará 147 anos dia 19 de janeiro de 2014, mais quem ganhará o presente será o morador do Centro, Lapa, Santa Teresa, bairro de Fátima e adjacências. O Projeto Dançarte acaba de firmar um convênio com o Clube dos Democráticos para iniciação do Projeto Viva Saudável que visa atender pessoas acima de 40 anos, serão 600 vagas para hidroginástica, com preço popular não perca essa oportunidade. As aulas iniciarão em janeiro, o cadastramento deve ser feito no mês de

dezembro. Faça já o seu cadastro na Rua do Rezende, 185 loja A.


14

Dezembro de 2013

- E-mail: folhadocentrorio@gmail.com - Para anunciar ligue: Tels. 2242-9344 / 3852-8437

Corte Real promete esbanjar muita alegria no Carnaval de 2014

O principal fator indicado pela Corte Real para o Carnaval de 2014 foi a alegria. Por ser o ano de Copa do Mundo, esse Carnaval promete fortes emoções, com toda atenção do mundo voltada não só para o Brasil mas para o Rio de janeiro, toda a cidade espera a vinda de muitos turistas. Esse ano serão dois estreantes na Corte Real do Carnaval: a dançarina Graciele Chaveirinho, como 2ª Princesa, e o supervisor de atendimento Wilson Neto como Rei Momo. Wilson abdicou de seu trabalho para se dedicar integralmente ao posto de Rei Momo, cargo que almeja desde a infância: aos 8 anos de idade já fazia parte da Escola Mirim Herdeiros da Vila. “Quando eu via o saudoso Rei Momo Bola visitando as quadras de escola de samba eu ficava muito emocionado, e pensava comigo mesmo: um dia eu ainda vou chegar lá, e não é que cheguei?”, diz Wilson. Em 2013, Wilson ficou em segundo lugar no concurso. Dentre as escolas que Wilson já desfilou estão a Unidos de Vila Isabel, Inocentes de Belford Roxo, Império da Tijuca, União da Ilha, Salgueiro e Caprichosos de Pilares. “Costumo dizer que o carnaval é a minha paixão... as vezes que eu já passei na Marquês de Sapucaí não estão no Gibi”. A história de Graciele Chaveirinho com o Carnaval surgiu quando ela tinha apenas 6 anos, na ala mirim da Unidos da Ponte, escola da qual sua mãe e seu irmão faziam parte. Já adulta, fez teste para passista da Grande Rio, onde ficou por três anos, engravidou e ficou afastada do Samba por um tempo, mas voltou e ficou seis anos na Beija-Flor. Em 2011, participou pela primeira vez do concurso para Rainha do Carnaval e foi finalista. Através do concurso foi convidada para fazer parte do elenco do programa Esquenta, da Rede Globo, onde há três anos é dançarina. “Esse ano, por insistência do meu filho, resolvi participar e graças a Deus estou aqui como 2ª princesa. Estar na corte é meu sonho desde criança”. Graciele é outra que via no antigo Rei Momo Bola a grandeza da Corte do Carnaval: “eu olhava para ele e falava `mãe, eu ainda vou fazer parte desse mundo´”, conta emocionada. Filha de Cristina Pimenta, exMulata show e passista, e do compositor da Unidos de Lucas Carlão Oligante, desde bem pequena a 1ª Princesa do carnaval Clara Paixão já frequentava as rodas de samba. Cresceu pelos camarins de shows de samba de sua mãe. Aos 4 anos

Jannayna Pereira

Rei Momo, rainha e princesas do carnaval de idade já tinha o samba na ponta do pé, e aos 7 já fazia shows pelo Projeto de Joãozinho Trinta “Flôr do amanhã” nas principais casas de show do Rio, como Rainha do Projeto. Apesar de jovem, Clara já viajou pelos cinco continentes fazendo shows de samba e mostrando o que é o Carnaval para o mundo. Em 2007 foi Musa do Carnaval no Caldeirão do Huck, pela Beija Flôr de Nilópolis. “É difícil separar. Isso aqui é a minha vida, e isso aqui é o samba. Costumo dizer que eu sou sambista; vivo do samba; é o meu mundo, é o que eu respiro”, diz Clara. Em 2013 foi eleita 2ª Princesa do Carnaval e, este ano, acabou eleita 1ª Princesa, e não descarta a possibilidade de sua participação no próximo ano, “A gente fica sempre com um gostinho

de quero mais né?”. A mais nova no mundo do Samba e atual Rainha do Carnaval de 2014, Letícia Guimarães é personal traine, mas como faz parte da Corte Real há três anos, sempre desde o mês de novembro até após o carnaval abdica de suas alunas para se dedicar inteiramente ao carnaval, “Minhas alunas entendem, pois sabem que fico com a agenda muito cheia, e por mais que tente nunca é possível entender à todas, então nessa época do ano, elas procuram outro professor e depois voltam pra mim, porque elas são muito fieis”, diz Letícia. Considerada por ela mesma novata no Carnaval, Letícia teve seu primeiro contato com uma Escola de Samba em 2008, “Meu marido Cezinha do Pique Novo

me levou na quadra da Inocentes de Belford Roxo, era o final da escolha do samba e um amigo estava concorrendo então fomos assistir, e foi amor a primeira vista, sempre admirei as mulheres do Carnaval mas nunca tinha tido a oportunidade de estar numa escola”. Naquele ano Letícia e seu marido desfilaram de camisa de apoio, e no ano seguinte começou a participar dos ensaios, e a Primeira Dama da Escola lhe convidou a sair no carro abre-alas junto com ela. Daí em diante surgiram alguns eventos como o da antiga LESGA que promoveu um concurso onde cada escola de samba do grupo de acesso deveria mandar uma candidata para representar a escola, ela foi como candidata de sua escola e ganhou o concurso escolhida pelo público pela internet. Então foi convidada para ser musa da Unidos de Belford Roxo, onde ficou por 2 anos e só saiu por conta do concurso de Rainha do Carnaval, que

concorre desde 2012, quando foi eleita 1ª Princesa em 2012 e 2013, e finalmente em 2014 foi eleita Rainha do Carnaval. “Tenho a humildade de dizer que eu aprendi com as minhas rainhas anteriores, acho que se não fosse por elas e a minha força de vontade hoje eu não estaria aqui”, diz a atual Rainha do Carnaval. Exemplo para as meninas da baixada-fluminense, Letícia nascida em Belford Roxo é categórica em falar sobre sua conquista. “Costumo dizer que isso não foi um sonho pra mim, sonho nem sempre realizamos, isso foi um desejo que eu tive, corri atrás com muita garra, muita força e finalmente cheguei ao meu objetivo, muitos não acreditavam que eu pudesse chegar a esse posto, pela minha falta de experiência, hoje estou muito feliz, pois estou representando aquelas meninas que acham que não é possível, e isso faz elas acreditarem que isso é possível sim”.


Dezembro de 2013

- E-mail: folhadocentrorio@gmail.com - Para anunciar ligue: Tels. 2242-9344 / 3852-8437

Diversão para toda família no Jardim Zoológico da Quinta da Boa Vista O Jardim Zoológico do Rio de Janeiro foi o primeiro do Brasil, construído em 1888, pelo Barão de Drummond, em Vila Isabel. Na década de 1940, porém, por falta de dinheiro para a manutenção, foi fechado, só voltando a reabrir em 1945 pelo então Presidente Getúlio Vargas, já em novo endereço, no Parque da Quinta da Boa Vista, em São Cristóvão. Transformou-se em 1985 na Fundação RIOZOO e ganhou um respeitado centro de pesquisas e de educação ambiental. Com 138 mil metros quadra-

Macaco dos e mais de 2.100 animais, o Jardim Zoológico do Rio de Janeiro funciona de terça a domingo, das 9h às 16h30, com entrada a R$ 6

Fotos: www.rio.rj.gov.br/riozoo

15

VETERINÁRIA AO SEU ALCANCE

Feliz Natal e ótimo 2014! Divulgação

animais, o zoológico do Rio ainda tem parquinho para as crianças e barraquinhas com guloseimas como pipoca, picolé e cachorro-quente para um programão em família. O Jardim Zoológico do Rio de Janeiro fica no Parque da Quinta da Boavista, s/n - São Cristóvão, e a principal forma de acesso é o

Elefante reais, sendo que crianças até 1 metro de altura não pagam entrada e estudantes pagam metade do preço. O zoológico possui o maior plantel de primatas brasileiros, a maior coleção de aves expostas do país e, no setor de fauna, reproduzem-se espécies raras e ameaçadas de extinção como o Urubu Rei, a Arara juba e o Mico Leão Dourado. Com uma visitação mensal de 70 mil pessoas e, em média, 110 turmas escolares, a Fundação RIOZÔO tem como objetivo muito mais que ser apenas uma vitrine de animais. Possui diversas atividades educativas para grupos de visitação orientados. Aves, répteis, mamíferos... além de uma infinidade enorme de

Girafa trem, para que vem do subúrbio e da Baixada Fluminense e de Metrô (linha2), para quem vai da Zona Sul ou de bairros que tenham esse transporte. Telefone: (21) 25692024 / 3878-4200 Fax (21) 25697547 - www.rio.rj.gov.br/riozoo/.

Ararajuba

Alex Spadetti, veterinário Olá amigos e clientes da Veterinária Spadetti como sabem estamos todos os meses escrevendo sobre assuntos de interesse de todos e tirando as duvidas, este mês vamos falar sobre um assunto um pouco chato, infelizmente as coisas no nosso país são muito caras e dispendiosas, para todos e teremos que fazer reajustes nos nossos serviços tentamos segurar o máximo possível os valores das vacinas e das consultas, estando sempre muito abaixo do valor dos nossos concorrentes e sempre tentando dar o melhor serviço possível, mas não deu para segurar mais.... A partir do próximo ano vamos reajustar todos os valores, mas deixando um valor acessível e com a mesma qualidade nos serviços, então aproveite esse mês de dezembro para renovar as vacinas atrasadas e fazer um check-up no seu animalzinho. Nos da Veterinária Spadetti, esperamos que ano que vem seja melhor que este ano que se foi e desejamos a todos um Feliz Natal

um ótimo 2014, de muitas paz, esperança, sucesso e muitas lambidas a todos os clientes, amigos, parceiros e claro a razão de estarmos aqui, os animais. Leve seu animalzinho periodicamente ao Médico Veterinário. A Veterinária Spadetti se localiza na Rua do Riachuelo 139, telefone de contato 3186-3639, o funcionamento é de 2º a 6º de 9h da manhã às 18h e sábado de 9h às 15h. Faça-nos uma visita e tire suas dúvidas.


16

Dezembro de 2013

- E-mail: folhadocentrorio@gmail.com - Para anunciar ligue: Tels. 2242-9344 / 3852-8437

Lojistas esperam aumento de 8% nas vendas do Natal

Com o aumento do nível do emprego e da renda e o pagamento do 13° salário, aliados ao estímulo das promoções, descontos, alongamento dos prazos e outras formas de crediário, o comércio carioca está animado com as vendas no Natal e espera um crescimento 8% superior às do ano passado. É o que mostra a pesquisa do Centro de Estudos do Clube dos Diretores Lojistas do Rio de Janeiro (CDL-Rio), que ouviu 750 lojistas da cidade para conhecer a expectativa dos empresários para o Natal, a maior data comemorativa do ano. Segundo a pesquisa, os lojistas estão preparados para a principal data comemorativa do comércio: contrataram funcionários para o período do Natal; aumentaram seus estoques e a variedade de mercadorias; lançaram novos produtos; e investiram no treinamento para melhorar o atendimento aos clientes. Eles acreditam que os setores que mais crescerão no Natal serão o de vestuário; calçados; bolsas e acessórios; brinquedos e jogos eletrônicos; celulares e eletrônicos de comunicação em geral, como Ipod e Tablet; além de jóias e bijuterias; eletrodomésticos; eletroeletrônicos; e livros. De acordo com o presidente do CDL-Rio, Aldo Gonçalves, a perspectiva do comércio varejista é muito boa. “O Natal não se concen-

Reprodução da internet

tra apenas no dia, como acontece com as outras datas. É uma festa que inicia bem antes do dia 25 de dezembro e vai até 06 de janeiro, Dia de Reis. Por isso acreditamos que a expectativa de aumento de 5% das vendas possa ser superada. As pessoas estão se posicionando em atitude de consumo. Exemplo disso é que as dívidas quitadas cresceram 11,4% em setembro, sinalizando que os consumidores estão recuperando o crédito para poder comprar no Natal”, explica Aldo. A pesquisa também mostra que 78% dos lojistas de rua pretendem abrir suas lojas aos domingos e 69% disseram que as lojas vão

funcionar até mais tarde nos dias de semana durante o período que antecede o Natal. Para atrair os clientes e aumentar as vendas, os lojistas estão apostando nas formas de pagamento facilitado, decoração da loja e lançamento de novos produtos.


Dezembro de 2013

- E-mail: folhadocentrorio@gmail.com - Para anunciar ligue: Tels. 2242-9344 / 3852-8437

Exposição “O Haver - Pinturas e Músicas para Vinicius” faz parte das comemorações pelo Centenário do poetinha

O público carioca poderá conferir na Caixa Cultural Rio de Janeiro a exposição “O Haver – Pinturas e Músicas para Vinicius”, que reúne desenhos e canções inéditas, criados por músicos como Chico Buarque, Paulinho da Viola, Martinho da Vila e Toquinho. As composições foram inspiradas no poema de Vinicius “O Haver”, que dá nome ao projeto, com idealização e curadoria de Elifas Andreato. Responsável por emblemáticas capas de discos de diversos artistas brasileiros, Andreato reuniu para a exposição pinturas e composições feitas por músicos convidados – Zeca Baleiro, Badi Assad, Toquinho, Paulinho da Viola, Carlinhos Vergueiro, Teresa Cristina, Edvaldo Santana, Celso Viafora, entre outros – em homenagem ao poeta. As oficinas com os artistas foram transformadas em livro-catálogo, DVD e site (www. ohaver.com.br), entrando para o calendário oficial de comemorações do centenário de nascimento de Vinicius. Durante a mostra, o público terá a oportunidade de ter contato mais profundo com a

arte. Através de atividades educacionais, os visitantes terão uma experiência semelhante aos artistas que fizeram parte da história de Vinicius. “As oficinas de arte voltadas para o público são similares às realizadas pelo artista e curador da mostra, Elifas Andreato, junto aos artistas da MPB em exposição. Cada visitante poderá produzir uma obra similar às desenvolvidas pelo projeto “O Haver” e, assim, se aproximar do processo criativo dos artistas em exposição. A experiência educacional será realizada em um espaço que recria as oficinas realizadas por Elifas Andreato com os artistas, o público poderá vivenciar a mesma

experiência criando suas próprias pinturas sobre perfis de Vinicius de Moraes. Esse ambiente também estará disponível para visitação com a mediação dos educadores da mostra. O objetivo é valorizar a relação do público com as obras, contribuindo para a democratização cultural. O evento gratuito tem classificação livre. Fica até 6 de janeiro, sempre de terça a domingo, das 10h às 21h, na Caixa Cultural Rio de Janeiro – Galeria 4 (Avenida Almirante Barroso, 25)- Centro (Metrô da Carioca). Informações: 3980-3815. Agendamento de visitas mediadas em grupo: contato@tipiticultural.com

17

Moradores se negam a entregar igreja à Arquidiocese e acabam excluídos Fotos: Divulgação

A Igreja, em forma de um navio, fica no alto de uma colina.

Lançando um olhar para fora igreja, o que a tornou conhecida na do Centro do Rio de Janeiro, des- região como a “Igreja dos Excluícobrimos em Japeri, uma curio- dos”. Mensalmente os moradores sidade arquitetônica. Localizada fazem um encontro de paz, onde no bairro de Vila Planetária existe juntos oram e pedem para que a uma igreja em formato de navio. Igreja que eles construíram com Inaugurada em 20 de janeiro de 1998, a Igreja de São Sebas- tanto esforço, finalmente volte a tião foi idealizada pelo professor realizar missas. O próximo “emde história Alcider Madriaga, e barque de paz” será realizado dia construída com a ajuda e esforço 7 de dezembro. de toda a comunidade de Vila Planetária. Segundo os moradores, há dois anos a Arquidiocese de Nova Iguaçu teria exigido os documentos da igreja (escritura do terreno, projeto, etc). Como os moradores não obedeceram, desde então nenhuma missa é rezada na Entrada da Igreja de São Sebasttião


18

Dezembro de 2013

- E-mail: folhadocentrorio@gmail.com - Para anunciar ligue: Tels. 2242-9344 / 3852-8437


Dezembro de 2013

- E-mail: folhadocentrorio@gmail.com - Para anunciar ligue: Tels. 2242-9344 / 3852-8437

1ª Bienal Internacional de Caricatura no Centro Cultural Justiça Federal O Centro Cultural Justiça Federal apresenta a 1ª Bienal Internacional de Caricatura, que fica em cartaz do dia 28 de novembro ao dia 12 de Janeiro 2014, com entrada gratuita. O evento é idealizado pelo caricaturista e historiador Luciano Magno, autor do livro História da Caricatura Brasileira, e contará com 30 mostras históricas e contemporâneas, acontecendo simultaneamente em vários Estados. No Rio, estarão expostas

Divulgação

obras de Manoel de Araújo (Porto Alegre), Cau Gomez, Alpino, Zé de Andrade e Glen Batoca. O Centro Cultural Justiça Federal fica localizado na Av. Rio

Branco, 241 - Centro. Aberto de terça a domingo às 12h às 19h. Informações: (21) 3261-2550/www. ccjf.trf2.gov.br

Estudo conclui que acupuntura melhora o diabetes Uma pesquisa realizada em conjunto pela Universidade Hubei de Medicina Chinesa e pela Universidade Médica de Kanazawa, no Japão, apontou que a eletroacupuntura de baixa frequência diminui a resistência à insulina em ratos diabéticos obesos, moderando assim a massa corporal, a ingestão de comida e os índices de glicose em jejum. “Este estudo mostra que a acupuntura ativa a enzima SIRT1, que faz parte de uma família de proteínas relacionadas com o envelhecimento saudável e com a longevidade das células, e repara danos celulares em vários locais, inclusive no DNA e no cérebro”, comenta Dr. Márcio De Luna, acupunturista há 29 anos, presidente da Associação Brasileira de Acupuntura do Rio de Janeiro (ABA-

Divulgação

-RJ) e Coordenador do Programa de Pós-graduação em Acupuntura do Instituto Brasileiro de Medicina Tradicional Chinesa (IBMTC). Segundo o especialista, “a acupuntura ajuda a evitar e trata as complicações da diabetes como má

circulação periférica, neuropatia periférica, pé diabético, nefropatia diabética e retinopatia diabética. Ajuda também a diminuir as doses de remédios, otimizando-os, além de não deixar a pré-diabetes virar Diabetes”.

19


20

Dezembro de 2013

- E-mail: folhadocentrorio@gmail.com - Para anunciar ligue: Tels. 2242-9344 / 3852-8437

Fábio Torres - Professor e Guia de Turismo fa.bf@hotmail.com / www.turismobile.blogspot.com

Árvore de Natal da Lagoa

Divulgação

RECANTO POÉTICO TUDO CHEIO, SENHOR! Já ressoavam nas colinas de Belém O grande dia, o lindo alvorecer Em que havia de nascer o Sumo Bem Àquele que a paz a este mundo ia trazer! José e Maria, notícias receberam: - Viajar a Belém – eis a necessidade Longas estradas, colinas transpuseram Até chegar ali, na esperada cidade! Em trajes muito simples, o fatigado casal Implorando a cada porta, por favor, um lugar “Tudo cheio”! Essa era a resposta fatal De um lado para o outro seguiam a caminhar... - Podeis pousar ali, se vos não importais Só tenho ao dispor uma humilde estrebaria; E assim acompanhado de mudos animais, Nasceu aqui na terra, quem o seu Rei seria! Desceu Cristo aqui, para a paz transmitir Misericórdia e amor para um mundo perdido Nem sequer a notícia eles queriam ouvir D’outra sorte teriam melhor recebido!

Todos os anos, entre 25 de Novembro e 03 de Dezembro, acontece um grande evento com a inauguração da Árvore de Natal da Lagoa, repleto de shows e efeitos especiais. Criada pela iniciativa privada em 1996, com 48 metros, entrou para o livro dos recordes como a maior árvore flutuante do mundo. Sua altura em 2013 atinge 85 m e tem como tema “Uma Celebração à Vida”, com a cenografia: Águas, Ar, Florestas, Humanidade e Natal. Sua visualização é gratuita podendo ser feita durante o dia ou noite, inclusive por pedalinho. Um dos Símbolos do Natal, a árvore teve origem em 1530, quando o Padre Martinho caminhava por uma floresta na Alemanha, e ficou muito impressionado com a beleza dos pinheiros cobertos de neve. Ao chegar em casa, Lutero tentou retratar a imagem que havia visto aos seus familiares, utilizando galhos de árvore, o céu estrelado, algodão, velas acesas e

outros enfeites. No Brasil, a árvore de Natal, chegou com a cultura alemã, estando presentes em diversos lugares, e que além de decoração representam alegria, paz e esperança. Já o presépio, representa o cenário do nascimento de Jesus, com a presença dos animais, dos reis Magos e dos pais do menino. Visite a árvore, observe sua iluminação, ouça os sons e admire as belezas do entorno. Boa diversão, e um Natal de muita paz e luz!

Pode ser meu amigo, que o teu coração Dos cuidados do mundo estejam a transbordar E o infante de Belém em sua mansidão Como outrora, não possa, contigo habitar! Agora mesmo então, examine teu ser Para que o NATAL não seja a ti sem vigor Apenas de festas, de alarido e prazer... Mas habite em ti o eterno DEUS de AMOR! (Deixe em teu coração, um lugar para ELE!) Aut. Leonor Medeiros


Dezembro de 2013

- E-mail: folhadocentrorio@gmail.com - Para anunciar ligue: Tels. 2242-9344 / 3852-8437

gastronomia

Bacalhau à Batalha Reis

RECEITA Cozer batatas com a pele, e um ou dois ovos durante dez minutos. Estando o bacalhau bem dessalgado, assá-lo. Descascar as batatas, dispô-

-las numa travessa, e juntar também o bacalhau aos bocadinhos, e as claras dos ovos. Preparar um molho, esmagando as gemas numa tigela, juntar alhos muito picadinhos, pimenta e bastante azeite, e bater tudo muito

bem até formar um creme espesso. Na ocasião de se servir, deitar um molho sobre o bacalhau e guarnecer com raminhos de salsa. http://www.cozinhabrasileira. com/

21

Exposição questiona retirada da palavra “Amor” da bandeira brasileira

Em parceria com o Museu da República, o Museu Casa de Benjamin Constant, em Santa Teresa, inaugurou a intervenção artística "Amor", sob curadoria de Isabel Portella. O tema da exposição é um chamado à reflexão sobre o porquê da palavra "amor", ter sido retirada do lema da bandeira nacional, à época da Proclamação da República, em 1889. A maioria de nós desconhece que havia uma terceira palavra, companheira de “ordem e progresso” conhecida por todos brasileiros, na sentença original era assim: “o amor por princípio, a ordem por base e o progresso por fim”. Sabe-se que a mulher e as filhas do patrono do museu,

Benjamin Constant, participaram da confecção das duas primeiras bandeiras oficiais da nova república, mas a concepção da mesma partiu dos revolucionários, alguns deles positivistas, de onde veio a inspiração para o lema. A mostra segue até o dia 22 de dezembro, nos horários de funcionamento do museu: de quarta a sexta das 10h às 17h e aos sábados, domingos e feriados das 13h às 17h. No dia 15, às 14h, estão previstas peformances que acontecerão no museu, e que fazem parte da intervenção. Também há uma página no Facebook voltada para o tema e para a mostra: www.facebook.com/ondeestaoamor


22

Dezembro de 2013

- E-mail: folhadocentrorio@gmail.com - Para anunciar ligue: Tels. 2242-9344 / 3852-8437

LIVROS & LIVRARIAS

Livro conta a história da Rádio Maldita

Polo de reciclagem é inaugurado em Jardim Gramacho Catadores do antigo lixão de Gramacho, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, contam desde o dia 22 de novembro com o primeiro polo de reciclagem de lixo do Brasil. Na primeira etapa do projeto, cerca de 140 catadores terão à disposição dois galpões voltados para o recebimento, triagem, enfardamento e estocagem de resíduos para venda. Ao final desta fase, prevista ainda para o fim deste ano, a Secretaria Estadual do Ambiente vai entregar os projetos executivos do polo aos parceiros financiadores. Os relatórios vão conter os respectivos custos previstos, que indicarão a construção de mais seis galpões. Com isso, o espaço onde funcionava o lixão terá, no total, oito galpões com maquinário, duas unidades de processamento de resíduos, além de um centro administrativo para cursos de qualificação profissional e uma creche. A ideia é absorver 400 ex-catadores, promovendo a inclusão sócioprodutiva. De acordo com ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, que esteve na inauguração, o Rio é um símbolo que vai inspirar outros estados a iniciarem projetos direcionados para ações sustentáveis. "Nós encontramos uma forma adequada e fecunda que deu certo, juntando a capacidade de organização e luta dos catadores pela cidadania, com o apoio de entidades sociais e a sensibilidade dos governos municipal e estadual, que estimularam a criação desse projeto. Gente que era tida como à margem da sociedade consegue com essa luta dar um salto que reafirma sua condição humana e se tornam agentes econômicos importantes", disse Carvalho.

Divulgação SEA

O polo está equipado com processadores de materiais, como papelão O secretário estadual do Ambiente, Carlos Minc, disse que a intenção do governo é ampliar a iniciativa de reciclagem. "Nós estamos em contato com a UFRJ [Universidade Federal do Rio de Janeiro] para que eles possam nos apoiar nessa iniciativa, nos dando resíduos para que os catadores aqui possam reciclá-lo”. Segundo ele, o governo pretende implantar uma medida para que as cooperativas não esperem meses para conseguir tirar uma licença ambiental. Também haverá um trabalho de conscientização das grandes empresas. Situado às margens da Baia de Guanabara, em Duque de Caxias, o Aterro Metropolitano de Jardim Gramacho, criado em 1976, era o maior lixão a céu aberto da América Latina, e recebia diariamente cerca de 11 mil toneladas de resíduos vindos do município do Rio. A atividade de catação no local, que chegou a recuperar mais de 200 toneladas por dia de resíduos recicláveis e reaproveitáveis, movimenta, no seu entorno, uma economia que dava sustento a mais de 15 mil pessoas. Com o fechamento do aterro, em 2012, os catadores organizados em cooperativa e em uma associa-

ção, assumiram a responsabilidade de dar continuidade na atividade de catação e propuseram ao governo federal e estadual a criação do polo. O lixo da capital que era levado para Gramacho passou a ser transportado para a Central de Tratamento de Resíduos do Município de Seropédica. Em parceria com a Petrobras, com o Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social e a Fundação Banco do Brasil, o polo de reciclagem de Gramacho conta com investimento de R$ 12 milhões. A Refinaria Duque de Caxias (Reduc) está disponibilizando resíduos sólidos para que os catadores possam desenvolver os trabalhos iniciais.

O rádio, sua origem e evolução histórica no contexto cultural e comercial da música popular brasileira, focalizando o rock and roll e suas particularidades, são o que o pesquisador e radialista Heitor da Luz Silva narra em Rock & Rádio FM: Fluminense Maldita, Cidade Rock e o circuito musical (Editora da UFF e Ed. Univali, 208p.). O autor fala das práticas radiofônicas, seu alcance e capacidade de inspirar e influenciar novas sonoridades e comportamentos; das inovações tecnológicas, que ao surgirem promovem especulações e ameaças de estagnação ou rupturas de modelos consagrados; das articulações e do futuro das mídias tradicionais em plena adaptação a novos formatos e processos de produção, circulação e consumo. Sob tais aspectos, Heitor focaliza a Maldita, como era conhecida a Fluminense FM, emissora importante e significativa para a compreensão dessa história e que, desde a década de 1980 e na memória afetiva de uma geração, é considerada sinônimo de autêntico agente catalizador de talentos e de difusão do gênero musical rock and roll. Ainda presentes na narrativa, um pouco da história do Rock in Rio, as expectativas do festival e o papel expressivo e preponderante, nos anos 2000, da Rádio Cidade,

bem-sucedida em suas incursões, realizadas com o apoio das grandes gravadoras. O livro pode ser encontrado na Livraria da Travessa (Rua Sete de Setembro, 54), Centro. Informações: (21) 2629-5289 e 2629-5290 (sessão de Comunicação da editora UFF).


Dezembro de 2013

- E-mail: folhadocentrorio@gmail.com - Para anunciar ligue: Tels. 2242-9344 / 3852-8437

23

carlosaugustodacidaderj@gmail.com 8ª Mostra Cinema e Direitos Humanos na América do Sul: Poética e Cidadania sobre Película

A 8ª edição da Mostra Cinema e Direitos Humanos na América do Sul acontece na CAIXA Cultural Rio, com abertura no dia 17, especialmente às 18h, e prossegue até 22 de dezembro com quatro sessões diárias. Av. Almirante Barroso, 25, Centro. Bilheteria: de terça-feira a domingo, das 10h às 20h. Informações: (21) 3980-3815 Consulte a programação em www.sdh.gov. br/mostracinemaedireitoshumanos

Barbas de Molho e entrega DO Troféu Melhor Papai Noel do Ano No dia 26, às 10h, todos os ‘Bons Velhinhos’ da Escola de Papai Noel do Brasil participarão do já tradicional Encontro Barbas de Molho. eles degustam uma macarronada no Restaurante Caçador, na Praça Afonso Pena. Antes farão uma caminhada na Praça Afonso Pena para dar abraços e tirar fotos com as crianças.. Após a macarronada acontece o corte de parte das barbas, que ficarão ‘de molho’, e ponto alto do evento: a entrega do troféu ao ‘Melhor Papai Noel do Ano’, que está em sua quarta edição. O vencedor é escolhido pelo público, através de votação pelo blog da Escola de Papai Noel do Brasil (www.escoladepapainoeldobrasil. blogspot.com).

Exposição retrata a revitalização da Cidade Nova

Sede do Instituto Synthesis,

A partir de dezembro, a exposição “UMA NOVA CIDADE NOVA”, com cerca de 100 fotos que registram o desenvolvimento social e econômico ocorrido na região, nos últimos sete anos. A exposição acontecerá no Boulevard Cidade Nova, de segunda a sexta, de 8h às 19h, até o dia 27 de dezembro, com acesso gratuito para todos.

Bar Imaculada lança livro infantil “No Reino de Pirapora”

No dia 7 (sábado) O Bar Imaculada, no Morro da Conceição, fará tarde de autógrafos do Livro infantil “No Reino de Pirapora”, de Janine Nascimento, com atividades de pintura com as ilustrações do próprio livro, jogos interativos abordando o tema, e claro, leitura do livro. A brincadeira acontece das 12h às 15h. O Bar Imaculada fica na Ladeira João Homem, 7 – Morro da Conceição, Praça Mauá. Tel. 2253 3999.

ESPETÁCULO INFANTIL ESTREIA DIA 06 DE DEZEMBRO NO TEATRO MIGUEL FALABELLA (NORTE SHOPPING) Com estreia dia 06 e temporada durante todo o mês de dezembro, no horário das 18h, o público infantil poderá curtir o espetáculo “O Natal de Sol & Lua”, com muita alegria e perseverança junto a figura do bom velhinho. O NATAL DE SOL

& LUA – Texto e Direção: Filippe Neri. Com Filippe Neri e Luca Martins. Teatro Miguel Falabella NORTE SHOPPING. (Av. Dom Helder Câmara. 5532. Cachambi) Tel.: 2597-4452. Dias 06, 10, 11, 12, 13, 16, 19, 20, 21 de dezembro. Horário: 18h.

FEIRA ORGÂNICA EM SANTA TERESA Feira Orgânica de Santa Teresa, que acontece todos os sábados na Rua Almirante Alexandrino, 501, dentro do Mercado das Pulgas, das 8h às 13h, traz opções de Frutas, legumes, verduras, pães, bolos, geléias, tortas, pastéis, sucos, arroz, CAFÉ, biscoitos, aveias e outros alimentos saudáveis. A realização é de Renato Martelleto e o apoio da AMAST (Associação dos Moradores e Amigos de Santa Teresa) e Federação dos Círculos Operários do RJ EXPOSIÇÃO VIDA E MOVIMENTO NO ESPAÇO CULTURAL DO BANCO CENTRAL Artistas: Vagner Aniceto, Christina Hermes, Nequitz e Deise Mazziotti Exposiçáo: Vida e Movimento Abertura: 5 de dezembro de 2013, das 15h às 19h Exposição: de 6 a 30 de dezembro de 2013, de segunda-feira a sexta-feira, das 9h às 16h30 Local: Espaço Cultural do Banco Central Av. Presidente Vargas, 730 - Subsolo - Centro - Rio de Janeiro. Realização: Secretaria-Executiva e Gerência Administrativa no Rio de Janeiro


24

Dezembro de 2013

- E-mail: folhadocentrorio@gmail.com - Para anunciar ligue: Tels. 2242-9344 / 3852-8437

Fc 207 dezembro 2013  

Folha do Centro edição de dezembro 2013, circulando com 20.000 exemplares no Grande Centro.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you