Page 1

ABRIL.MAIO.JUNHO.2016 PROGRAMA DO FÓRUM CULTURAL JOSÉ MANUEL FIGUEIREDO

23 A 26 JUNHO BB BLUES FEST


P.2

FICHA TÉCNICA Câmara Municipal da Moita

www.cm-moita.pt

Departamento de Assuntos Sociais e Cultura Divisão de Cultura e Desporto Fórum Cultural José Manuel Figueiredo Contactos Rua José Vicente | 2835-116 Baixa da Banheira Tel: 210 888 900 | Fax: 210 888 910 forum.cultural.jmf@mail.cm-moita.pt Coordenadas GPS: N 38.660858o W 9.045975o

Bilheteira

Galeria de Exposições

Horário: terça-feira a sábado, das 14:30H às 19:30H Dias de espetáculo e cinema: Uma hora antes do início do espetáculo ou sessão; encerra aquando do início do espectáculo ou sessão. Reservas por telefone: 210 888 900 (no horário de funcionamento da Bilheteira). As reservas têm que ser levantadas até uma hora antes do início do espetáculo, com um limite de cinco bilhetes por reserva.

Horário de inverno (de outubro a maio) De 3ª feira a 6ª feira, das 10:00H às 18:30H; Sábado, das 14:00H às 19:00H. Horário de verão (de junho a setembro) De 3ª feira a 6ª feira, das 10:00H às 13:00H e das 14:00H às 19:00H; Sábado, das 10:00H às 13:00H; Em dias de espetáculo ou cinema, a Galeria será aberta ao público uma hora antes do início do mesmo.


EDITORIAL

Daniel Figueiredo Vice-Presidente da Câmara Municipal

Sábado, dia 19 de Junho de 2027. São 21:05h. Os espectadores chegam e começam a preencher todos os espaços ainda vazios do Fórum Cultural: a máquina de cinema fica oculta com tanta gente a rodeá-la e a descobrir os seus pequenos recantos; na Galeria de Exposições ouvem-se passos e vozes a percorrer o chão de madeira; no Café-Concerto sente-se o calor das pessoas a chegar para tomar um cafezinho, num tempo de espera alegre e cheio de risos e sorrisos. Ouve-se burburinho, vê-se o colorido das roupas e sente-se o entusiasmo. É sempre assim. Daqui a 11 anos imaginamos o futuro assim, todos os dias. Às vezes, já é esta a nossa realidade, e ficamos tão contentes! Entre a realidade de uns dias e a imaginação de outros, o sonho tem essa capacidade transformadora. Imaginar e sonhar é planear um futuro melhor. Foi assim que em Portugal, a 25 de Abril de 1974, se ambicionou um país democrático e colorido de liberdades, mais justo e fraterno. Foi assim que, a 2 de Abril de 1976, ficou concluído o texto originário da Constituição da República Portuguesa, a garantia de importantes direitos sociais e económicos, e também culturais, valorizando a nossa identidade e soberania. É fruto deste contexto democrático que nascem os nossos projectos culturais, ao serviço da população, e no centro das políticas de desenvolvimento local. Este ano, demos nome à ligação do Fórum Cultural com os artistas e autores locais. Queremos valorizar essa relação e apelidámo-la, afectivamente, de Projecto “Os Nossos Autores”. Porque são nossos, do nosso concelho, e queremos mostrar e valorizar o seu trabalho. Domingo, 21 de Junho de 2027. 1:15h. Termina o concerto. A escadaria enche-se de pessoas, o foyer está cheio de gente, é difícil sair e as pessoas aproveitam para um último cumprimento. Na rua ouve-se o bulício das pessoas e vêem-se vizinhos a espreitar às janelas e a sorrir. Para o ano há mais! Consulte a nossa programação em www.cm-moita.pt Nota: O autor deste texto não escreve segundo o novo acordo ortográfico.


P.4

ABRIL 2A30 CONSTRUIR A PAZ COM OS VALORES DE ABRIL

25SEG 11º ANIVERSÁRIO DO FÓRUM CULTURAL JOSÉ MANUEL FIGUEIREDO CANÇÕES DE TRABALHO PELO GRUPO AI

02SÁB MITT ANDRA LAND - O MEU OUTRO PAÍS DE SOLVEIG NORDLUND

29SEX DIA MUNDIAL DA DANÇA EROS E PSIQUÊ PELA COMPANHIA DE DANÇA CONTEMPORÂNEA DE ÉVORA

09SÁB PROJETO OS NOSSOS AUTORES AMOR COM AMOR SE CANTA FERNANDO MANUEL

30SÁB APRESENTAÇÃO DO LIVRO “MEMÓRIAS E VIDA EM TEMPO DE ABRIL” DE MARIA JOSÉ MAURÍCIO

15SEX PROJETO OS NOSSOS AUTORES PELOTÃO CONDENADO PELO GRUPO DE TEATRO OS ZECAS

30SÁB HOMEM MORTO NÃO CHORA PELOS CRIADORES DO ÊXITO “MARX NA BAIXA” GRUPO DE TEATRO NÃO MATEM O MENSAGEIRO

16SÁB IDENTIDADE F FLAMENCO & FADO 21QUI APRESENTAÇÃO DO LIVRO “O POETA ENAMORADO” DE JOAQUIM PESSOA MÚSICA E LEITURA DE POEMAS COM A PARTICIPAÇÃO DE DR. GUILHERME ANTUNES, AUTOR DO PREFÁCIO 22SEX BLUES NIGHTS BY BBBF DANNY DEL TORO (ESP) & FAST EDDIE NELSON (PT) 23SÁB CHORALE DE PLAISIR E GRUPO CORAL ALENTEJANO “O SOBREIRO” 24DOM FILMINHOS INFANTIS À SOLTA PELO PAÍS 25SEG APAGAR AS VELAS - 11º ANIVERSÁRIO DA BIBLIOTECA DA BAIXA DA BANHEIRA ESTA FESTA É PARA TODOS!

MÚSICA

TEATRO

CINEMA

EXPOSIÇÕES

DANÇA

CONFERÊNCIAS/DEBATES/COLÓQUIOS

ATELIÊS


JUNHO 06SEX E AGORA NÓS DE RUI CATALÃO 07SÁB DE PEQUENINO PIM PAM PUM PELA COMPANHIA DE ACTORES 07SÁB MEDITERRÂNEA DE JONAS CARPIGNANO 13SEX FADO JOSÉ MANUEL BARRETO 14SÁB BLUES NIGHTS BY BBBF BB BLUES FEST 2016 WARM-UP BUDDA POWER BLUES 21SÁB DENTRO DO ABRAÇO - LABORATÓRIO COREOGRÁFICO ITINERANTE PELA COMPANHIA DE DANÇA DE ALMADA 29DOM FILMINHOS INFANTIS À SOLTA PELO PAÍS

09QUI PROJETO OS NOSSOS AUTORES POP/ROCK GRUPO J PAC 11SÁB APRESENTAÇÃO DO LIVRO “ANTIGAMENTE DA BELA VISTA VIAM-SE OS BARCOS DA MULETA” DE ARMANDO TEIXEIRA 17SEX CINESPLANADA RED, WHITE & BLUES UMA VIAGEM AO MUNDO DO BLUES DE MIKE FIGGIS 22QUA CINESPLANADA PADRINHOS E FILHOS UMA VIAGEM AO MUNDO DO BLUES DE MARC LEVIN 23A26 BB BLUES FEST

P.5

MAIO


P.6

Até 30 abril

abril EXPOSIÇÃO

Galeria de Exposições Destinatários: Geral | M/6 anos

CONSTRUIR A PAZ COM OS VALORES DE ABRIL PELO CONSELHO PORTUGUÊS PARA A PAZ E COOPERAÇÃO

“40 anos nos separam do fim da ditadura fascista de Salazar e Caetano, da opressão, da exploração e do fim da Guerra Colonial que durante 13 anos ceifou, sem dó nem piedade, a juventude portuguesa e a juventude dos povos colonizados, numa guerra fratricida que deixou marcas de grande dor e sofrimento em toda a população, de um e do outro lado do conflito. É, por isso, que afirmamos que o 25 de Abril de 1974 foi um ato de PAZ. O CPPC, na passagem do 40º aniversário do 25 de Abril de 1974 e do início do processo revolucionário ímpar que devolveu a Portugal a dignidade perdida sob a ditadura fascista, impondo-o ao convívio da comunidade das nações como um país democrático e progressista, reafirma: Urge reconduzir Portugal aos valores de Abril!” A Direção Nacional do Conselho Português para a Paz e Cooperação Esta exposição surge na sequência de um protocolo celebrado entre a Câmara Municipal da Moita e o Conselho Português para a Paz e Cooperação (CPPC) que engloba a promoção de diversas iniciativas sobre a temática da paz, a solidariedade entre os povos, o direito à autodeterminação e o fim da militarização.


CINEMA “MITT ANDRA LAND - O MEU OUTRO PAÍS” DE SOLVEIG NORDLUND Suécia, Portugal | 2014 | 54’ Auditório Destinatários: Geral | M/12 anos Entrada gratuita

Documentário biográfico de Solveig Nordlund, realizadora e encenadora de origem sueca, que chegou a Portugal nos anos 60. Este documentário relata 50 anos de vida em Portugal: desde o fascismo, passando pela Revolução de Abril, até à crise atual. É um olhar pessoal sobre a transformação de um país que não é o seu, mas que a adotou, e onde retrata o que mais a impressionou na vida em Portugal e na Revolução a que assistiu, através dos filmes realizados por si e dos filmes em que colaborou - ficções e documentários.

09 abril | 16:00H

MÚSICA PROJETO OS NOSSOS AUTORES AMOR COM AMOR SE CANTA FERNANDO MANUEL

Auditório Destinatários: Geral | M/6 anos Duração: 60 minutos. Entrada gratuita.

Fernando Manuel, natural da freguesia da Baixa da Banheira, é um cantor romântico por excelência, com mais de 30 anos de carreira. Este é um espetáculo de apresentação do novo trabalho e seu quinto álbum: Amor com Amor se Canta.

Voz: Fernando Manuel Teclas: Maestro José Orlando Produção: TM Produções

P.7

02 abril | 21:30H


P.8

15 abril | 21:30H

TEATRO PROJETO OS NOSSOS AUTORES PELOTÃO CONDENADO PELO GRUPO DE TEATRO OS ZECAS Auditório Destinatários: Geral | M/12 anos Duração: 60 min. Entrada gratuita. Levantamentos de bilhetes a partir de 1 de Abril.

A história desenrola-se durante a 2ª Guerra Mundial, num lugar fronteiriço entre países beligerantes cujos protagonistas são um grupo de soldados condenados, de ambos os sexos, que compõem uma esquadra e que são enviados para um posto avançado, com a finalidade de fazerem explodir um campo minado e assim impedir o avanço das tropas inimigas e, ao mesmo tempo, pondo fim às suas próprias vidas. É esse o seu castigo. Mas com o decorrer dos dias, todos os planos acabam por ser tremendamente alterados… Texto Baseado na obra de Alfonso Saste “Esquadra para a Morte” | Adaptação e Encenação: Luciano Barata Interpretação: Grupo de teatro “Os Zecas”: Beatriz Bárbaro, Daniela Marques, Joana Guerreiro, Mariana Bárbaro, Miguel Gomes e Samuel Fitas.


P.9

16 abril | 21:30H

DANÇA E MÚSICA IDENTIDADE F. FLAMENCO & FADO DIREÇÃO: MARTA CHASQUEIRA Auditório Destinatários: Geral | M/3 anos Duração: 70 min. Bilhete: 3,66 euros

A bailarina e coreógrafa Marta Chasqueira tem o prazer de apresentar “Identidade F.”, um espetáculo que une o baile andaluz ao fado. Este é um espetáculo íntimo, que nos leva longe, que não nos deixa iguais. Uma viagem que se estende pela península onde vivemos, onde fado e flamenco encaram uma fronteira que poderia perfeitamente não ser tão carregada... E se não fosse?! O alinhamento é, na íntegra, composto por fados tradicionais, tendo sido escolhidos poemas que nos narram uma história. O elenco fadista de luxo é formado por Sérgio Silva, Joana Melo, Diana Vilarinho, entre outros, que com o toque próprio se fundem com o baile flamenco numa fusão única e envolvente. Fadistas: Diana Vilarinho, Joana Melo, Sérgio Silva, Henrique Leitão | Guitarra Portuguesa: Henrique Leitão | Viola de Fado: João Silva | Baile Flamenco: Marta Chasqueira | Corpo de baile: Cheila Silva e Filipa Almeida | Luzes: Zé Rui | Som: Vasco Teodoro


CONFERÊNCIAS/DEBATES/COLÓQUIOS

P.10

21 abril | 21:30H

PROJETO LEITURA ÀS QUINTAS APRESENTAÇÃO DO LIVRO “O POETA ENAMORADO” DE JOAQUIM PESSOA MÚSICA E LEITURA DE POEMAS COM A PRESENÇA DE DR. GUILHERME ANTUNES, AUTOR DO PREFÁCIO Galeria Destinatários: Geral | M/12 anos Entrada livre.

“Esta antologia de poesia sobre o Amor será, certamente, o resultado de etapas de uma vida em que o poeta atento, sensível e humanista, olhou sempre (bem) a Mulher como o centro nevrálgico do (seu) universo, dedicando-lhe páginas de uma fortaleza poética equivalente, a meu ver, à sensibilidade comovente em que com ela se envolve nos mais profícuos jogos de prazer e, até mesmo, de abandono da sua pluralidade para se transformar, ele e ela, num só. A conjugação superlativa que só o sentimento de amor, forte e sincero, pode justificar a união psicológica de dois seres construídos num só.” [Guilherme Antunes].


P.11

22 abril | 22:00H

MÚSICA BLUES NIGHTS BY BBBF DANNY DEL TORO (ESP) & FAST EDDIE NELSON (PT) Café-Concerto Destinatários: Geral | M/12 anos Duração: 120 min. Bilhete: 3 euros (o bilhete poderá ser adquirido no próprio dia a partir das 21:30H) A Blues Night de abril, excecionalmente a uma sexta-feira, traz-nos um duo ibérico de Roots Blues. O Mississippi, as guitarras acústicas, as harmónicas, o cheiro a terra molhada e o peso de gerações de Bluesmen que mantêm viva a chama das tradições dos Blues originais. Danny del Toro, músico sediado em Madrid, faz digressões habituais pela Europa acompanhando alguns dos mais influentes Bluesmen europeus da atualidade. Fast Eddie Nelson, Bluesman barreirense, costuma cruzar a essência dos Blues com outros estilos, sempre com os pés bem assentes nas origens dos Blues do Mississippi. Uma oportunidade única de assistir a esta partilha ibérica.

Organização: BBBP - Associação BB Blues Portugal, em parceria com a Câmara Municipal e União de Freguesias da Baixa da Banheira e Vale da Amoreira


MÚSICA

P.12

23 abril | 21:30H

CHORALE DE PLAISIR E GRUPO CORAL ALENTEJANO “O SOBREIRO” Auditório Destinatários: Geral | M/3 anos Duração: 100 min. Entrada gratuita. Levantamento de bilhetes a partir de dia 8 de abril.

No âmbito da renovação do protocolo de geminação entre Plaisir, Baixa da Banheira e Moita, recebemos uma comitiva de Plaisir, que inclui o grupo “Chorale de Plaisir”. Sendo a Baixa da Banheira uma freguesia onde a cultura alentejana tem uma marca muito própria e singular, acolhemos, simultaneamente, o Grupo Coral Alentejano “O Sobreiro” que é uma referência na promoção e valorização do Cante Alentejano.

24 abril | 11:00H

CINEMA INFANTIL FILMINHOS INFANTIS À SOLTA PELO PAÍS Auditório Destinatários: Família | M/4 anos Duração: aprox. 57’ Entrada gratuita

Iniciamos o mês de abril com a descoberta do Outono! De seguida, conhecemos o Sr. Bumble que fará de tudo para comer uma deliciosa panqueca. Passamos por Madrid, onde um famoso toureiro é perseguido pelo toiro e ainda damos um salto até às nuvens para conhecer Aleksander a sua aldeia. Por entre os bosques, encontramos um dragão que faz amizade com uma menina e, mais tarde, um barbeiro que também é músico. Mergulhamos em alto mar e encontramos o Mancha e o Manchinhas, que brincam aos marinheiros. Acabamos a nossa aventura às gargalhadas com a estória de uma casa suspensa no topo da montanha.


MÚSICA APAGAR AS VELAS 11.º ANIVERSÁRIO DA BIBLIOTECA MUNICIPAL DA BAIXA DA BANHEIRA ESTA FESTA É DE TODOS!… JUNTE-SE A NÓS NESTAS COMEMORAÇÕES! Destinatários: Geral | M/3 anos Entrada livre

Apontamento musical pelo Projeto Ai!, que tem um trabalho de pesquisa e recriação da música portuguesa de tradição oral. Este projeto é formado por Tiago Pereira (percussão), César Prata (guitarra/voz) e Suzete Marques (voz).

25 abril | 21:30H

MÚSICA 11.º ANIVERSÁRIO DO FÓRUM CULTURAL JOSÉ MANUEL FIGUEIREDO CANÇÕES DE TRABALHO PELO PROJETO AI! Auditório Destinatários: Geral | M/3 anos Duração: 50 min. Entrada gratuita. Levantamento de bilhetes a partir de dia 8 de abril.

Cantos de trabalho sobem para o palco, têm público e transfiguram-se em espetáculo. O homem é terra — e à terra há-de voltar. Entre uma coisa e outra fica a vida, vivida para a terra que tudo dá: o sustento e os cantos. Um e outros serão, talvez, a mesma coisa. Para aliviar a canseira da dureza da labuta, para distrair o corpo, o homem canta. Perdida a função original, não queremos perder as canções. Ai! é um projeto de pesquisa e recriação da música portuguesa de tradição oral, trazendo também para o seu repertório alguns temas medievais. Apresentou o seu disco de estreia em novembro de 2013, considerado pela Antena 1, como um dos cinco melhores editados nesse ano, em Portugal. Em 2014, realizou diversos concertos, dos quais se destacam as apresentações no Festival MED, em Loulé, e no Festival de Músicas do Mundo, em Sines. Ai! inicia agora uma nova fase. Aos fundadores, César Prata e Suzete Marques, junta-se o percussionista Tiago Pereira. Juntos têm apresentado “Canções de Trabalho”. Guitarra e voz: César Prata | Voz: Suzete Marques | Percussões: Tiago Pereira

P.13

25 abril | 17:30H


P.14

DIA MUNDIAL DA DANÇA EROS E PSIQUÊ PELA COMPANHIA DE DANÇA CONTEMPORÂNEA DE ÉVORA

29 abril | 21:30H

DANÇA Auditório Destinatários: Geral | M/6 anos Duração: 60 min. Entrada gratuita. Levantamento de bilhetes a partir de dia 15 de abril. Num universo do subconsciente, num ambiente onírico, desenvolve-se a história de amor de Eros e Psiquê. Duas personagens etéreas. Uma história de paixão, entrega, confiança, força e fidelidade. Um caminho para o autoconhecimento e amor verdadeiro... Uma dupla personalidade que gera opressão de sentimentos e uma essência que procura constantemente evidenciar-se. A luta entre as duas personalidades e o abandono e o despojar de um ego, que leva ao verdadeiro encontro entre o amor e a alma. O sonho como realidade, o pensamento suspenso e a liberdade de escolha, o poder voltar a esse momento... Um poema...

Direção e Coreografia: Nélia Pinheiro | Bailarinos: Gonçalo Andrade, Fábio Blanco, Nélia Pinheiro | Consultora Artística: Maria Palmeirim | Música e sons adicionais: Dobrinka Tabakova | Música Original: César Viana | Música Adicional: Eugène Ysaÿe | Figurinos: José António Tenente | Desenho de Luz: Paulo Graça | Elementos Cenográficos: Inês Teles | Vídeo: Fernando Dias - Cdce | Fotografias de Cena: Rodrigo De Souza | Construção elementos cenográficos: Joaquim Campaniço, Joaquim Atafona | Direção de Produção: Rafael Leitão | Produção: CDCE 2014


CONFERÊNCIAS/DEBATES/COLÓQUIOS P.15

30 abril | 16:00H

APRESENTAÇÃO DO LIVRO “MEMÓRIAS E VIDA EM TEMPO DE ABRIL” DE MARIA JOSÉ MAURÍCIO COM A PRESENÇA DO CAPITÃO DE ABRIL: CORONEL ANDRADE SILVA, AUTOR DO PREFÁCIO PARTICIPAÇÃO DO GRUPO DE CANTARES “MODALENTEJO” Galeria Destinatários: Geral | M/6 anos Duração: 60 min. Entrada livre

“Estórias de vida, de luta pela liberdade, de trabalho e de amor de um povo – gente da nossa gente. Povo sofrido, belo e generoso das terras Além Tejo – Alentejo! Um tudo-nada, muito da nossa História, da de África, da Lusofonia, do Mundo. Um trecho da nossa vida coletiva: património da nossa Mátria e de outros Povos, nossos irmãos, que temos a magistral oportunidade de (re)viver e experienciar, com orgulho tamanho, profundo, por sermos elos nesta grande cadeia histórica, cósmica e emocional de acontecimentos, que tornam indispensável, em ato de plenitude, a leitura desta obra. Um outro Cante Alentejano, da Alma e da Pena de Maria José Maurício. […] Os acontecimentos que a autora narra são histórias vividas, que nos (re)colocam – aos que estiveram e aos que não viveram estes factos – no palco da História factual e emocional neste dia inolvidável, imortal, logo, vivamos, através da leitura, esta realidade única que generosamente, com cores e sangue de patriota, nos é oferecida.” [Andrade da Silva]


P.16

30 abril | 21:30H

TEATRO HOMEM MORTO NÃO CHORA PELOS CRIADORES DO ÊXITO ‘MARX NA BAIXA’ GRUPO DE TEATRO NÃO MATEM O MENSAGEIRO Auditório Destinatários: Geral | M/12 anos Duração: 60 min. Entrada gratuita. Levantamento de bilhetes a partir de dia 15 de Abril.

“Homem Morto Não Chora” é o segundo trabalho do grupo de teatro Não Matem o Mensageiro que, em 2014, levou a mais 5000 pessoas a comédia “Marx na Baixa”. “Nervoso como uma fera enjaulada, o ministro demissionário espera o jornalista, seu antigo aluno. Será a sua última entrevista, a derradeira oportunidade para se justificar perante o país que o viu nascer. Mas, entre a culpa e a redenção, levantam-se obstáculos formidáveis: um jornalista imprevisível, a sombra do verdadeiro poder e a luta de um povo inteiro. Rapidamente a entrevista deixa de o ser, exaltam-se os ânimos, o entrevistador passa a entrevistado, trocam-se acusações e um terrível segredo ameaça ser revelado.” Sobre a equipa: “Não Matem o Mensageiro” é um grupo de teatro político nascido, formalmente, em 2015, na sequência do enorme sucesso de “Marx na Baixa”, a adaptação portuguesa de “Marx in Soho”, do dramaturgo norte-americano Howard Zinn. Vista por mais de 3000 espetadores em 14 palcos de norte a sul do país e também no Brasil, “Marx na Baixa” foi elencada como uma das melhores obras teatrais do ano 2014 e bendita pela crítica como “genial”, “brilhante” e “impecável”. Encenação: Mafalda Santos | Interpretação: André Levy e André Albuquerque | Direção técnica: Cláudia Rodrigues | Cartaz: Álvaro Figueiredo | Fotografia: Bruno Simão | Vídeo: Hugo Sousa | Texto original: António Santos


P.17

06 maio | 21:30H

maio TEATRO

E AGORA NÒS! DE RUI CATALÃO Auditório Destinatários: Geral | M/12 anos Duração: 60 min. Lotação: 60 lugares Entrada Gratuita. Levantamento de bilhetes a partir de dia 15 de abril. “E Agora nós! resulta da vontade de querer trabalhar com três pessoas: Adriano Diouf, Jéssica Ribeiro e Vânia Lopes, que descobri por ocasião de uma oficina de teatro que dirigi no Centro de Experimentação Artística (CEA) do Vale da Amoreira (por ocasião da última oficina que lá realizei, descobri o ‘Joãozinho’ da Costa, e foi assim que formei este quarteto vindo do Vale da Amoreira, onde conheci os intérpretes mais rigorosos do meu trabalho). Ainda em Outubro de 2015, começámos a reunir semanalmente no CEA, para fazer um jogo, a que chamo de “jogo das perguntas difíceis”. É obrigatório olhar olhos-nos-olhos e é proibido responder sim ou não. E o jogo só resulta se o jogador-que-pergunta for indiscreto. Quanto ao jogador-que-responde deve assumir um exame de consciência, ou pelo menos, de memória. Não é obrigado a responder. Só não pode esquivar-se à pergunta. No processo, descobri que a Vânia, a Jéssica e o Adriano, quando frequentavam a escola secundária, participavam num jogo a que chamavam “rodinha”: Todos os dias, reunia-se um grupo de alunos à entrada da escola, a fazer comentários sobre quem passasse. Era uma espécie de tribunal das aparências, em que todo o vaidosismo e autoestima era sujeito a um rigoroso exame. Decidi então sintetizar o jogo das perguntas difíceis e da rodinha num só jogo, que passou a chamar-se “rodinha de fogo”. Nesta rodinha, até o público se arrisca a entrar, mesmo que prefira (à semelhança dos alunos da escola) não ficar envolvido... A alternativa a não arder é contar uma história, daquelas que são difíceis de partilhar.” Rui Catalão Autoria: Rui Catalão | Interpretação: Adriano Diouf, Joãozinho da Costa, Jéssica Ribeiro, Vânia Lopes | Produção: [PI] Produções Independentes - Tânia M. Guerreiro | Coprodução: Teatro Maria Matos, Artemrede/Projeto Odisseia e Câmara Municipal da Moita / Centro de Experimentação Artística


P.18

07 maio | 15:30H E 17:00H

TEATRO

Criação e encenação: António Terra e Sandra José Interpretação: Sandra José Espaço Cénico: António Terra Iluminação: António Terra e Sérgio Gaspar Assistência de criação/Encenação: Sandra Roque Fotografia: Inês Torres da Silva Produção: Companhia de Actores

DE PEQUENINO PIM PAM PUM PELA COMPANHIA DE ACTORES Auditório 15:30H – Bebés dos 25 aos 36 meses 17:00H – Bebés dos 3 aos 24 meses Duração: 30 min. Entrada gratuita mediante inscrição prévia a partir de dia 3 de Maio. Lotação: 20 bebés e um acompanhante em palco. Os restantes acompanhantes ficarão na plateia.

O dia nasce de um lado e adormece do outro. Nele, sentimos o sol, a chuva, o vento, os aromas… o amor e a saudade… vemos as formas, as cores, os movimentos… escutamos a música, os sons da natureza e guardamos tudo dentro de nós. Seguimos o coração e vivemos! Sonhamos! Também nós adormecemos de um lado, crescemos… e nascemos do outro. Pim Pam Pum, cada dia o sonho é um! Um espetáculo sensorial que estimula competências cognitivas, a imaginação, a linguagem e a expressão afetiva.


CINEMA MEDITERRÂNEA DE JONAS CARPIGNANO Itália, França, Estados Unidos da América, Alemanha, Catar | 2015 | 107’ Destinatários: Geral | M/12 anos Bilhete: 3,05 euros

Dois homens, uma perigosa viagem de África para Itália: um olhar chocante sobre a luta dos refugiados pela vida. Mediterrânea é um filme comovente e poderoso, de um realismo marcante que retrata, de modo quase documental, um drama atual e incontornável. Baseado em histórias reais, esta primeira obra de Jonas Carpignano é a história de dois jovens do Burkina Faso, Ayiva e Abas que, em busca de uma vida melhor, fazem a difícil e arriscada travessia do deserto do Sahara e Mar Mediterrâneo para chegar a Itália. A realidade que encontram acaba por ser bem mais problemática do que imaginavam. Mediterrânea estreou na Semana da Crítica do Festival de Cannes e foi finalista do Prémio Lux de Cinema Europeu 2015.

13 maio | 21:30H

MÚSICA FADO JOSÉ MANUEL BARRETO

Auditório Destinatários: Geral | M/6 anos Duração: 90 min. Bilhete: 3,66 euros

José Manuel Barreto, natural do Barreiro, aos 11 anos foi protagonista numa peça infantil na SIRB “Os Penicheiros” e, aos 13 anos, atuou em Espanha e Portugal com Joselito, considerado, nessa mesma idade, o melhor cantor infantil do mundo. Editou o seu primeiro LP em 1988, tem atualmente quatro cd’s editados e encontra-se agora em fase de pré-produção de um novo álbum. Canta em várias casas de fado e atuou no Caixa Alfama e no Caixa Ribeira, e noutros importantes eventos e equipamentos culturais. Voz: José Manuel Barreto | Guitarra Portuguesa: Eurico Machado | Viola de Fado: Pedro Pinhal

P.19

07 maio | 21:30H


P.20

14 maio | 21:30H

MÚSICA BLUES NIGHTS BY BBBF BB BLUES FEST 2016 WARM-UP BUDDA POWER BLUES Auditório Destinatários: Geral | M/6 anos Duração: 120 min. Bilhete: 6 euros (o bilhete poderá ser adquirido no próprio dia a partir das 20:30H)

Noite de apresentação do cartaz completo do BB Blues Fest 2016. Noite de muitas surpresas. Mas as estrelas da noite são os Budda Power Blues. Considerados por muitos como a melhor formação de Blues em Portugal, os Budda Power Blues são um power trio à moda antiga, vestidos pelo manto da improvisação e reconhecidos pela forma explosiva e contagiante que se apresentam ao vivo, usando o público como o 4º elemento de todos espetáculos. O Blues como modo de vida é consagrado quando este trio sobe ao palco, tendo marcado presença nos principais festivais de Blues nacionais onde partilharam o palco com nomes sonantes do Blues internacional, como Shemekia Copeland, Sherman Robertson, Shirley King, Little Mike e Paul Lamb, e a cantora de Jazz Maria João. Tendo já passado pelo BB Blues Fest em edições anteriores, ganharam recentemente o concurso European Blues Challenge, em Portugal, representando o País em Itália, no início do mês de abril. Neste momento, encontram-se a gravar o 6.ª álbum, que será editado ainda no ano de 2016, pela Mobydick Records. Organização: BBBP - Associação BB Blues Portugal, em parceria com a Câmara Municipal e União de Freguesias da Baixa da Banheira e Vale da Amoreira


P.21 @ Pedro Soares

21 maio | 21:30H

DANÇA DENTRO DO ABRAÇO LABORATÓRIO COREOGRÁFICO ITINERANTE PELA COMPANHIA DE DANÇA DE ALMADA Auditório Destinatários: Geral | M/3 anos Duração: 60 min. Bilhete: 3,66 euros

“Dentro do Abraço” é um espetáculo coreográfico que resulta do cruzamento entre os universos pessoais dos artistas da Companhia de Dança de Almada e elementos da população local que, através de laboratórios itinerantes, integram o processo de criação de um objeto artístico. Uma peça que funciona como um percurso pela micro-geografia emocional do Abraço, um elemento universal de união, concílio, partilha e emoção. Mais informação: http://www.cdanca-almada.pt/criacoes/temporada/414-dentro-do-abraco Coreografia: Bruno Duarte | Figurinos e adereço: Catarina Morla | Desenho de luz: Cláudia Rodrigues | Sonoplastia e edição de voz: José Pacheco | Assistente de coreógrafo e ensaiadora: Maria João Lopes | Direção artística: Maria Franco

Participação especial na Moita: Clube União Banheirense “O Chinquilho”


P.22

29 maio | 11:00H

CINEMA INFANTIL FILMINHOS INFANTIS À SOLTA PELO PAÍS Auditório Destinatários: Família | M/4 anos Duração: aprox. 55’ Entrada gratuita Iniciamos os Filminhos de maio com a estória de um menino que não gosta de brincar na rua. O Coelho e o Veado, por sua vez, viviam felizes e contentes até o Coelho descobrir a fórmula para a 3ª dimensão, onde encontramos o Rapaz Bolota e os seus companheiros. Há uma menina que decide roubar o sol enquanto Miriam descobre a magia de uma batedeira elétrica. O Mancha e o Manchinhas entretêm-se a observar as estrelas e lá em cima, Hezarfen, está pronto para inaugurar o primeiro voo humano.


P.23

09 junho | 21:30H

junho MÚSICA

Guitarra eletroacústica e elétrica/Voz: Joaquim Pacheco Guitarra Baixo: Beto Monsanto Guitarra elétrica: Zé Miguel Bateria: João Costa.

PROJETO OS NOSSOS AUTORES POP/ROCK GRUPO J PAC Café-concerto Destinatários: Geral | M/6 anos Duração: 120 min. Entrada gratuita

J.Pac é uma banda criada em março de 2013, que compõe originais em português. O seu primeiro trabalho “Pontos de Vida”, ainda não editado, teve a sua apresentação ao público em junho de 2014. A partir desta data, o grupo nunca mais parou e tem realizado diversos concertos. Atualmente, o grupo conta com a participação de 4 elementos, todos com formação/experiência musical, adquirida ao longo da carreira. Um estilo de música pop/rock, com uma nova forma de fazer música, onde a mensagem da composição escrita transmite algo a ter em conta.


CONFERÊNCIAS/DEBATES/COLÓQUIOS

P.24

11 junho | 16:00H

APRESENTAÇÃO DO LIVRO “ANTIGAMENTE DA BELA VISTA VIAM-SE OS BARCOS DA MULETA” DE ARMANDO TEIXEIRA Auditório Destinatários: Geral | M/6 anos Duração: 120 min. Entrada gratuita “Um livro de memórias Romance de amores Um livro com muitas histórias Duas terras tão diferentes, Barreiro terra-mater, babel de precursores, Cascais onde o rio acaba e o mar começa, Ligadas por recordações instantes” Tratando-se de uma ficção, que se desenvolve a partir de um meio ferroviário e industrial à beira-Tejo, existem várias referências à Baixa da Banheira, com quem tem uma larga história comum. Na construção do livro, e agora na sua divulgação, procura-se recuperar, se ainda for possível, seis elementos identitários da cultura e do património barreirense que se pretende levar (no todo ou em parte!...) às apresentações, numa “embaixada cultural”, com várias pontes de contacto com a cultura banheirense, também gerada num meio ligado à indústria transformadora.


CINE ESPLANADA

UMA VIAGEM AO MUNDO DO BLUES Com Martin Scorsese como mentor e produtor executivo, The Blues é uma série de filmes impressionistas, dirigidos por alguns realizadores de destaque do cinema mundial. Em junho, mês em que acolhemos o BB Blues Fest (de 23 a 26), escolhemos os filmes de Mike Figgis e Marc Levin que, através das câmaras, partilham a sua paixão pela música e captam a essência dos Blues e a sua ressonância emocional.

17 DE JUNHO RED, WHITE & BLUES DE MIKE FIGGIS E.U.A. | 2003 | 92’

22 DE JUNHO PADRINHOS E FILHOS DE MARC LEVIN E.U.A. | 2003 | 95’

Destinatários: Geral | M/12 anos Entrada Gratuita

Destinatários: Geral | M/12 anos Entrada Gratuita

Durante os anos 60, o Reino Unido foi cenário de uma vibrante revolução social. Os movimentos de ressurgimento dos tradicionais temas de Jazz e Folk, no pós-guerra, espalharam as suas sementes – num solo musical fértil –, criando as raízes de um novo género de Blues, inteiramente influenciado pelos originais e autênticos Blues negros dos EUA. O filme de Mike Figgis é um misto de entrevistas, com artistas chave do movimento britânico dos Blues e com uma nova música de Jam Session, improvisada por um elenco de estrelas, nos famosos estúdios de Abbey Road: Tom Jones, Jeff Beck, Lulu, entre outras referências dos clássicos dos Blues, acompanhados por uma magnífica banda de músicos. O resultado é eletrificante!

Num contagiante filme conduzido por Marc Levin, a lenda do Hip-Hop Chuck D (dos Public Enemy) e Marshall Chess (filho de Leonard Chess e herdeiro da Chess Records) voltam a Chicago para explorar o apogeu dos Chicago Blues, tentando criar uma produção musical que reúna os veteranos dos Blues com os músicos atuais do Hip-Hop, tal como se fez com os Common e os The Roots. Juntamente com imagens de arquivo inéditas de Howlin’ Wolf, estão atuações originais de Koko Taylor, Otis Rush, Magic Slim, Ike Turner e Sam Lay.

P.25

17 a 22 junho | 21:30H


MÚSICA

P.26

23 a 26 junho

BB BLUES FEST Todos os espaços do Fórum Cultural Destinatários: Geral | M/6 anos Bilhete: 1 dia - 6,09 euros | 2 dias - 9,12 euros Famílias ou Grupos – Na compra de cinco bilhetes do mesmo tipo, oferta do sexto bilhete (apenas na bilheteira do Fórum Cultural JMF) Acompanhe a 5ª edição do BB Blues Fest em: www.bbbluesfest.com.pt www.cm-moita.pt www.ufbbva.pt www.facebook.com/bbbluesfest www.facebook.com/cmmoita

O BB Blues Fest resulta de uma parceria entre a Associação BB Blues Portugal, a Câmara Municipal da Moita e a União de Freguesias da Baixa da Banheira e Vale da Amoreira.

A 5ª edição do BB Blues Fest volta, este ano, entre os dias 23 e 26 de Junho. Ao longo das últimas quatro edições, este Festival tem sabido afirmar-se e conseguido fidelizar cada vez mais público, sendo já uma referência no panorama do Blues nacional.Realizado no Fórum Cultural José Manuel Figueiredo, na Baixa da Banheira, o BB Blues Fest aposta sempre na qualidade do seu cartaz, apresentando os melhores nomes do Blues português e internacional, numa simbiose perfeita que celebra as raízes deste género musical. Durante o festival, são dinamizadas diferentes atividades que vão além dos espetáculos em Auditório e no Café-Concerto, nomeadamente workshops e exposições e também, com um registo mais descontraído, o Blues Piquenique, no Parque José Afonso.


P.27

PLANTA DA SALA


CONTRACAPA.ai 1 09-04-2016 12:30:06

C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

Nยบ 145/16 - GIRP/CMM

K

Profile for Município da Moita

Programa do Fórum Cultural José Manuel Figueiredo  

abril . maio . junho 2016

Programa do Fórum Cultural José Manuel Figueiredo  

abril . maio . junho 2016

Advertisement