Page 1

.58

Boletim Municipal www.cm-moita.pt

Distribuição Gratuita | Abril › 2011

NOVO JARDIM DE INFÂNCIA JÁ CONCLUÍDO


.02

| BOLETIM MUNICIPAL | ABRIL.11

CALEIDOSCÓPIO

FEVEREIRO: ÀS 10:00H, TOCAS À PORTA" – "PSICOSE" COM O GRUPO SARAVÁ.

DIA DOS NAMORADOS NO LAR DE SARILHOS PEQUENOS.

CORSO DE CARNAVAL DE ALHOS VEDROS.

FEVEREIRO: ESPECTÁCULO DE FLAMENCO "FELAH MENGUS" NO FÓRUM CULTURAL.

JANEIRO:TEATRO INFANTIL "AGAKUKE E A PRINCESA PUTRI TELUR" NA BIBLIOTECA DA MOITA.

MARÇO: "AMANHÃ" PELO TEATRO O BANDO.

FEVEREIRO: ESPECTÁCULO "XINTI" COM SARA TAVARES NO FÓRUM CULTURAL.

JANEIRO: CONCERTO DE ANO NOVO COM O CÔRO LOPES GRAÇA.

CÂMARA MUNICIPAL DA MOITA INFORMAÇÕES ÚTEIS Praça da República, 2864-007 Moita E-mail: cmmoita@mail.cm-moita.pt Telef. geral: 212 806 700 Fax: 212 894 928 Resolução de avarias: 212890209 Águas: Horário de funcionamento 2.ª feira a Sábado – 8:00h-24:00h Domingos e Feriados – 9:00h-17:00h Esgotos: Horário de funcionamento 2.ª a Sexta Feira – 8:00h-24:00h Sábados, Domingos e Feriados – 10:00h-18:00h LINHA VERDE DO AMBIENTE: 800202323 Delegação Municipal de Alhos Vedros Av. General Humberto Delgado, n.º7 A 2860-021 Alhos Vedros • Telef.: 210 896 900 Delegação Municipal da Baixa da Banheira Rua Jaime Cortesão, n.º 33 • Telef.: 210 896 970 2835-129 Baixa da Banheira Delegação Municipal do Vale da Amoreira Av. Vasco da Gama • Loja 2 – Serviços Mercado Municipal • Telef.: 210 831 210 2835-205 Vale da Amoreira

Biblioteca Municipal Moita: 212 806 700 • Alhos Vedros: 210 212 27 Vale da Amoreira: 212 020 021 Baixa da Banheira: 210 888 902 Gabinete de Apoio ao Empresário Pavilhão Municipal de Exposições - Moita Telef.:212 808 831 • Fax: 212 808 839 Posto de Turismo Rua Miguel Bombarda, n.º2-A • Telef.: 212 806 700

ATENDIMENTO AOS MUNÍCIPES (mediante marcação prévia) Presidente da Câmara – JOÃO LOBO Planeamento Estratégico, Urbanismo e Informação E-mail: presidente@mail.cm-moita.pt Vice-presidente – RUI GARCIA Recursos Humanos, Cultura, Desporto e M. Associativo E-mail: rgarcia@mail.cm-moita 5ª feira, das 14:00h: às 17:30h Marcação através do Tel: 210817003 Vereador – CARLOS SANTOS E-mail: cpsantos@mail.cm-moita.pt Ambiente, Serviços Urbanos e Protecção Civil 6ª feira, das 10:00h às 12:00h

www.cm-moita.pt Vereador – MIGUEL CANUDO E-mail: mcanudo@mail.cm-moita.pt Obras Municipais, Actividades Económicas, Turismo e Fiscalização › Actividades Económicas 2ª feira, das 10:30h às 12:30h › Obras Municipais e Equipamento Mecânico 2ª feira, das 15:00h às 17:30h › Fiscalização e Contra-Ordenações 2ª feira, das 15:00h às 17:30 Vereadora – VIVINA NUNES E-mail: vivina.nunes@mail.cm-moita.pt Administração, Finanças, Educação, Assuntos Sociais e Juventude 6ª feira, das 9:00h às 12:30h Vereador – ANTÓNIO DURO E-mail: vereador.antonio.duro@mail.cm-moita.pt Vereador – VITOR CABRAL E-mail: vereador.vitor.cabral@mail.cm-moita.pt Vereadora – MARIA JOÃO CARVALHO E-mail: vereadora.mjcarvalho@mail.cm-moita.pt Vereador – JOAQUIM RAMINHOS E-mail: vereador.joaquim.raminhos@mail.cm-moita.pt

REUNIÕES DE CÂMARA PÚBLICAS: 27 de Abril › Paços do Concelho › 21:00h 25 de Maio › Baixa da Banheira › 21:00h 22 de Junho › Paços do Concelho › 21:00h

FICHA TÉCNICA: Propriedade e edição: Câmara Municipal da Moita Periodicidade: Trimestral Redacção e Fotografia: Divisão de Informação e Relações Públicas Design: Carlos Jorge Impressão: Imagem Fresca Tiragem: 30.000 exemplares Depósito Legal: 41783/90 ISSN 0871-5606 Distribuição gratuita Capa: Novo Jardim-de-infância no Palheirão, Moita


.03

| BOLETIM MUNICIPAL | ABRIL.11

PERSPECTIVA

JOÃO MANUEL DE JESUS LOBO Presidente da Câmara Municipal da Moita

FEVEREIRO: TEATRO INFANTIL "PARTIDA, LAGARTA, FUGIDA"

É PRECISO COMEMORAR ABRIL! [A]travessamos uma época de grandes incertezas no nosso País, resultantes da falência do sistema financeiro global e das más opções da política nacional. As repercussões da crise e das medidas de austeridade que nos são impostas reflectem-se a nível local, com um impacto bastante negativo para as populações. Com menos capacidade de investimento, é cada vez mais difícil para o Poder Local projectar novas infra-estruturas e equipamentos e mesmo assegurar a manutenção da qualidade do serviço público torna-se um esforço considerável. Fiel aos seus compromissos, o Município da Moita continuou a dinamizar, neste início de ano, as obras estruturantes em curso e que são co-financiadas no âmbito das candidaturas de iniciativa municipal aprovadas, como é o caso da construção do açude na Caldeira da Moita, do Centro de Experimentação Artística no Vale da Amoreira e do novo Jardim de Infância do Palheirão, na Moita. Antecipando o que estava previsto, este último equipamento vai entrar já em funcionamento, uma vez que se encontra concluído e devidamente equipado, pois é necessário fornecer refeições a cerca de uma centena de crianças em melhores condições e rentabilizar, desde já, os novos espaços qualificados. No Vale da Amoreira, completou-se um ano de trabalho intenso no âmbito da parceria “Vale Construir o Futuro”, mais uma iniciativa do Município para colmatar insuficiências dos programas governamentais que está já a dar os seus frutos ao nível da requalificação do espaço público e do reforço das respostas sociais. E aí está a ETAR Moita/Barreiro, também concluída e recentemente inaugurada, representando o fim de um longo ciclo de reivindicações dos municípios para o tratamento inFiel aos seus compromissos, tegrado dos efluentes urbanos e para a deso Município da Moita poluição do Tejo, bem como um grande pascontinuou a dinamizar, neste so em frente no bom funcionamento do sisinício de ano, as obras tema urbano e no que isso representa para as estruturantes em curso populações dos dois concelhos, em termos e que são co-financiadas ambientais e de qualidade de vida. Chegados a Abril, esse tempo simbólico para no âmbito das candidaturas a nossa Democracia – tão agredida ultimade iniciativa municipal mente –, é preciso reavivar o debate público, a aprovadas, como é o caso esperança e a luta por uma melhor sociedada construção do açude de, usando todas as armas que a própria Dena Caldeira da Moita, mocracia nos faculta. E é preciso também do Centro COMEMORAR, ainda e sempre, a Revolução dos Cravos, numa jornada cívica de reafirmade Experimentação Artística ção e união em torno dos princípios de Abril: no Vale da Amoreira Liberdade, Paz, Justiça Social. e do novo Jardim de Infância Participe no programa comemorativo do do Palheirão, na Moita. 25 de Abril no concelho da Moita!

DESFILE DE CARNAVAL DAS ESCOLAS.


.04

DESTAQUE

| BOLETIM MUNICIPAL | ABRIL.11

Com o objectivo de dar continuidade às operações delineadas no programa de acção da “Iniciativa Bairros Críticos”, viabilizando financeiramente algumas das acções nele previstas inicialmente mas não contempladas com financiamento, está em curso a Parceria para a Regeneração Urbana de Bairros Críticos "Vale Construir o Futuro", coordenada pela Câmara Municipal, cujos projectos assentam em quatro grandes áreas de intervenção – Qualificação do Espaço Urbano, Dinamização da Actividade Económica, Coesão Social, Valorização da Diversidade.

BAIRRO DAS DESCOBERTAS - VALE DA AMOREIRA

QUALIFICAÇÃO DO ESPAÇO URBANO [U]m ano após a assinatura do contrato de financiamento, há já projectos concretizados, nomeadamente no que se refere à requalificação do espaço público. Além da conclusão da requalificação do espaço público adjacente ao quarteirão entre a Avenida Vasco da Gama e a Avenida Diogo Cão, situado no Bairro das Descobertas, a cargo do IHRU, este Instituto tem em fase de conclusão os projectos técnicos de execução das intervenções nas zonas D e E, estando em elaboração o caderno de encargos para a execução dos projectos das zonas A e B. O Município da Moita tem igualmente em curso o procedimento para adjudicação da primeira fase da requalificação e

reordenamento dos espaços públicos municipais (Zona L), cuja execução está prevista para os meses de Verão. DINAMIZAÇÃO DA ACTIVIDADE ECONÓMICA Executada em 2010 a primeira fase de intervenção de requalificação do Mercado Municipal do Vale da Amoreira, que incluiu trabalhos de limpeza, impermeabilização das zonas de infiltração e revisão da cobertura, está prevista para o segundo trimestre de 2011 uma segunda fase de intervenção no edificado, de forma a assegurar melhores condições para vendedores e consumidores. Tendo igualmente em vista um melhor aproveitamento do pátio interior, tem sido dinami-

14 PARCEIROS “Vale Construir o Futuro” é o resultado de uma candidatura apresentada pela Câmara Municipal no âmbito do PORLisboa – Parcerias para a Regeneração Urbana de Bairros Críticos, apresentada publicamente no dia 20 de Fevereiro de 2010. A iniciativa envolve 14 parceiros, entre autarquias e outras entidades públicas, associações locais e organismos da Administração Central, num esforço significativo para colmatar as insuficiências da iniciativa governamental “Bairros Críticos”. Acompanhe este tema em www.cm-moita.pt, no canal Projectos Estruturantes.


.05

DESTAQUE

| BOLETIM MUNICIPAL | ABRIL.11

zado o projecto “Mercado da Troca”, uma iniciativa promovida pela Câmara Municipal que consiste na troca ou venda de produtos, valorizando-se, em simultâneo, os saberes da comunidade local. No espaço do Mercado, no último sábado de cada mês, pode-se vender e comprar antiguidades e velharias em bom estado, produtos manufacturados e ainda trocar alguns saberes, como uma história, uma receita, uma música, um poema ou mesmo um penteado. Com o objectivo de promover a cidadania junto da população juvenil da freguesia do Vale da Amoreira, através de processos formativos e de implementação de projectos de empreendedorismo, o Instituto Português da Juventude tem vindo a realizar um conjunto de iniciativas com jovens da freguesia, visando a sua motivação para a participação no processo de decisão local. Fruto deste trabalho, está em fase de preparação a constituição de uma associação de jovens e de uma associação de estudantes na Escola Secundária. Há ainda a referir a existência de outros projectos em curso no âmbito da dinamização da actividade económica (apesar de não serem financiados no âmbito do PORLisboa), designadamente o Gabinete de Emprego e Apoio ao Empreendedorismo, actualmente a funcionar numa loja do Mercado Municipal do Vale da

Amoreira, cuja actividade se centra no apoio à procura de emprego, formação ou criação do próprio negócio, através de metodologias inovadoras, funcionando como "pivot" comunitário da Rede para a Empregabilidade do Vale da Amoreira e levando à promoção de respostas integradas e inovadoras na área da formação de jovens. Este projecto é dinamizado por um conjunto alargado de parceiros, entre os quais a RUMO, o CRIVA, a AIGAST e o IEFP. A sua actividade é complementada pela realização de acções de formação de apoio às actividades económicas existentes, levadas a cabo pela AERLIS – Associação Empresarial da Região de Lisboa e que visam contribuir para consolidar o tecido económico local.

SIDA, a criação de grupos de auto-ajuda e cursos de educação de pares que têm com objectivos a prevenção e redução das doenças sexualmente transmissíveis, a diminuição dos casos de gravidez na adolescência, o reforço da igualdade de género, bem como o apoio a pessoas que vivem com VIH/SIDA ou que são afectadas pela pandemia. Ainda neste âmbito, a ARSLVT- Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo, através do Centro de Saúde do Vale da Amoreira, tem em curso uma estratégia de proximidade a cidadãos em situação de vulnerabilidade, cuja actividade será reforçada no âmbito desta parceria, mediante a reconversão de uma unidade móvel.

COESÃO SOCIAL A par da intervenção de reorganização e requalificação do espaço interior, anteriormente realizada, o reforço dos fundos bibliográficos da Biblioteca do Vale da Amoreira, agora em curso, permite-lhe assumir-se como espaço promotor de actividades de apoio educacional não formal e de inserção sociocultural. Promovidas pela associação Cidadãos do Mundo estão também a decorrer na freguesia um conjunto de acções de advocacia que visam a disponibilização de suportes de apoio de retaguarda como resposta à infecção por VIH/

VALORIZAÇÃO DA DIVERSIDADE Com o objectivo de promover o acesso às expressões artísticas e culturais contemporâneas e o acompanhamento a jovens artistas locais no desenvolvimento de uma rede informal, estão igualmente em curso ateliês de precursão (Tocá Rufar) e de cinema (Filhos de Lumière). As Festas Multiculturais do Vale da Amoreira enquadram-se igualmente na parceria “Vale Construir o Futuro”, enquanto elemento central e agregador das dinâmicas da multiculturalidade que caracterizam esta freguesia.

MERCADO DA TROCA

BIBLIOTECA MUNICIPAL - PÓLO DO V. DA AMOREIRA

ATELIÊ "TOCÁ RUFAR"


.06

MUNICÍPIO

| BOLETIM MUNICIPAL | ABRIL.11

GRANDES OPÇÕES DO PLANO E ORÇAMENTO 2011 PRIORIDADE PARA OBRAS ESTRUTURANTES E ACÇÃO SOCIAL

As Grandes Opções do Plano e Orçamento da Câmara Municipal da Moita foram definidas no contexto da prolongada crise económica e das finanças públicas que se vive actualmente em Portugal. O ano de 2011 será ainda mais difícil e condicionador do que 2010.

[N]este orçamento, a Câmara Municipal procurou aumentar o grau de rigor e usar o pragmatismo como referência, aperfeiçoando todos os mecanismos de controlo orçamental, no quadro de uma gestão criteriosa, de forma a dar continuidade à construção de um concelho melhor para se viver e trabalhar. Foram definidas como acções prioritárias: a dinamização de projectos integrados na candidatura “Vale Construir o Futuro”, o acompanhamento da “Iniciativa Bairros Críticos”, o apoio a idosos, crianças e jovens carenciados, a urgente necessidade de dar melhores condições de trabalho às forças de segurança, aumentando a eficácia do seu trabalho junto das populações, a valorização do património cultural e o associativismo, bem as obras na Caldeira da Moita. SÍNTESE DOS PRINCIPAIS INVESTIMENTOS DAS GRANDES OPÇÕES DO PLANO: Educação, Cultura, Juventude e Desporto › Programa de Acção Social Escolar › Requalificação e modernização do parque escolar da rede pública do Pré-Escolar e do 1.º ciclo do Ensino Básico (renovação do mobiliário escolar, remodelação das instalações eléctricas, dos refeitórios escolares e salas de refeição) › Programa de expansão da rede de estabelecimentos do Pré-Escolar – conclusão do Jardim-de-infância da Moita (Palheirão).

› Programa de Alfabetização Informática › Programa Municipal de Preservação e Valorização do Património Cultural Marítimo – conclusão do restauro do varino “O Boa Viagem” e recuperação das marinhas “A Pequena” e “Freira” › Apoio ao Movimento Associativo Desportivo e Juvenil Território e Ambiente › Projectos integrados na candidatura “Vale Construir o Futuro” › Parceria no âmbito da Iniciativa “Bairros Críticos” (conclusão do Centro Comunitário Multiserviços; execução da empreitada de construção do Centro de Experimentação Artística) › Operação de Valorização Integrada da Zona Ribeirinha – Da Caldeira da Moita à Praia do Rosário (construção do novo açude na Caldeira da Moita) › Educação e sensibilização ambiental › Implementação do Sistema de Recolha de Óleos Alimentares Usados pelos sectores industrial, restauração e doméstico Acção Social e Desenvolvimento Económico › Programa Vivências – UniSeM (Universidade Sénior da Moita) › Apoio a programas de intervenção junto da comunidade › XVIII edição da FECI – Feira Comercial e Industrial.


.07

MUNICÍPIO

| BOLETIM MUNICIPAL | ABRIL.11

CÂMARA PROMOVE FORMAÇÃO DE EMPRESÁRIOS

AMÂNDIO CAMPOS CASA DE CHÁ “FIDALGOS” | MOITA Foi interessante e muito importante. A maioria dos empresários não tem formação e pensa que sabe tudo na sua área; não é verdade. Pretendo aplicar o que aprendi, na área da liderança e gestão financeira. Tenho de elogiar a aposta que a Câmara tem feito junto dos empresários, nomeadamente com o RB+ (programa de requalificação e modernização da restauração e bebidas do concelho da Moita). É pena que muitos empresários não agarrem estas oportunidades.

[N]o total, foram 22 empresários de diversas áreas de actividade do concelho da Moita, como construção civil, restauração, indústria do mármore, energias renováveis, refrigeração, comércio alimentar, entre outras, que frequentaram as duas edições da “Formação para Empresários” que a Câmara Municipal, em conjunto com o Centro de Formação Profissional do Sector Alimentar, tem vindo a dinamizar, no Pavilhão Municipal de Exposições, na Moita, e nas próprias

empresas. A melhoria da sua capacidade de gestão e o aumento da competitividade, modernização e inovação são os objectivos-chave desta formação que integra uma vertente téorico-prática de 75 horas – “Instrumentos de Apoio à Gestão”, Liderança e Organização no Trabalho” e “Estratégia” – e uma consultadoria na própria empresa, de 50 horas, que prevê a realização de um Plano Estratégico de Desenvolvimento.

PERPÉTUA MACHADO MINI MERCADO “ERVILHA DOCE” | MOITA

ANTÓNIO MARQUES DE SOUSA ENGIFRIO, LDA. – SOCIEDADE DE REFRIGERAÇÃO | ALHOS VEDROS

No início, estava um pouco renitente em frequentar uma formação, muito por falta de tempo. Mas decidi ir e gostei muito. O formador é excelente. Aprendi coisas novas que pretendo desenvolver. O meu objectivo é sempre melhorar o serviço. Estas formações dão-nos outras ideias e outras perspectivas para inovar e cativar clientes.

Aprendemos bastantes coisas. No geral, a formação foi interessante, mas destaco a vertente em que nos transmitiram algumas técnicas de lidar com os trabalhadores de forma mais eficaz (a Engifrio emprega 28 funcionários). Estas acções são sempre positivas, até porque acabamos por reter algumas “dicas” para melhorar nas várias áreas.

MILHARES DE VISITANTES NA VIII AUTOMOBILIA IBÉRICA

[C]erca de 15 000 visitantes passaram pelo Pavilhão Municipal de Exposições, na Moita, no fim-de-semana de 19 e 20 de Março, onde decorreu a VIII Automobilia Ibérica, uma iniciativa promovida pelo Histórico Automóvel Clube de Entre Tejo e Sado e pela Câmara Municipal. No Pavilhão de Exposições, estiveram 65 expositores, de Portugal e de Espanha, com equipamentos e ferramentas, miniaturas e brinquedos, livros e manuais, entre outro tipo de material mecânico e acessórios para cuidar e embelezar as “relíquias” automóveis, bem como 11 clubes e grupos de entusiastas de veículos clássicos e antigos. A próxima edição da Automobilia Ibérica está já marcada para 17 e 18 de Março de 2012.


.08

AMBIENTE

| BOLETIM MUNICIPAL | ABRIL.11

A NATUREZA RIBEIRINHA POR UMA LENTE EM MAIO: I FEIRA DE ENERGIA INTELIGENTE

A S.Energia – Agência Regional de Energia para os concelhos do Barreiro, Moita, Montijo e Alcochete vai promover a Enerint – I Feira de Energia Inteligente, nos dias 20, 21 e 22 de Maio, no Pavilhão Municipal de Exposições, na Moita. Esta é uma iniciativa conjunta da S.Energia e da Câmara da Moita que conta com o apoio das restantes câmaras municipais que integram aquela agência. A Enerint pretende influenciar, a médio e longo prazo, a eficiência energética regional, com especial enfoque nos sectores doméstico e serviços, reunindo, no mesmo espaço, empresas que, em Portugal, apresentam soluções energeticamente eficientes em campos tão distintos como a mobilidade, a iluminação, a climatização, a produção descentralizada de energia, a gestão da energia e a construção civil. A coincidir com a Feira Regional de Maio e com a Biofesta – Mostra de Projectos e Produtos Biológicos, esta I Feira da Energia pretende atrair não só profissionais do sector, mas todo o público em geral, de forma a promover uma sensibilização alargada para um consumo de energia mais sustentável.

CÂMARA DA MOITA NA PRESIDÊNCIA DA S. ENERGIA

Na sequência do termo do mandato dos órgãos sociais da S.Energia – Agência Regional de Energia para os concelhos do Barreiro, Moita, Montijo e Alcochete, decorreu, no dia 30 de Março, um novo acto eleitoral. A presidência do Conselho de Administração da S.Energia transitou assim da Câmara do Barreiro para a Câmara da Moita, sendo a vice-presidência assumida pelas restantes câmaras municipais (Barreiro, Montijo e Alcochete) e a presidência da Mesa da Assembleia Geral pela Câmara do Montijo. A actividade da S.energia tem passado pela formação de técnicos no âmbito do Sistema Nacional de Certificação Energética e Qualidade do Ar Interior dos Edifícios, pela realização de estudos para a certificação energética de edifícios, pela elaboração de candidaturas a fundos nacionais e europeus e pela instalação de equipamentos energeticamente mais eficientes, apostando, simultaneamente, na sensibilização do público em geral para a eficiência energética. Em 2011, a S.Energia pretende continuar a desempenhar o seu papel, apoiando a estratégia energético-ambiental dos municípios – através da criação da matriz energética para cada um dos municípios que a integram – e incentivando outros actores locais e a sociedade civil à adopção de boas práticas neste sector.


.09

AMBIENTE

| BOLETIM MUNICIPAL | ABRIL.11

[O] concelho da Moita é rico em paisagens ribeirinhas, contrastes rurais e urbanos e zonas naturais que vão desde a praia no Rosário, até às matas e pinhais, em Sarilhos Pequenos, passando pelas antigas marinhas. É, por isso, uma zona única para a fotografia de natureza. Com o objectivo de promover a zona ribeirinha do concelho e as actividades na natureza, a Câmara Municipal promoveu, no mês de Fevereiro, um Curso de Iniciação à Fotografia de Natureza, com a duração de 20 horas, em que participaram 10 formandos. Lentes, flashes, aber-

turas, velocidades, focos e luz foram alguns dos termos abordados na primeira fase desta formação que decorreu no Centro de Educação e Sensibilização Ambiental, permitindo aos participantes avançar para a segunda fase. Deixando a teoria, foi esta a altura de pôr em prática os conhecimentos adquiridos, durante todo o fim-de-semana de 19 e 20 de Fevereiro, em percursos que privilegiaram o Cais da Moita e a zona compreendida entre a Praia do Rosário e Sarilhos Pequenos.

AVIFAUNA RIBEIRINHA A zona ribeirinha, classificada como Reserva Ecológica Nacional, é constituída por antigas marinhas, sapais, caniçais, lodos e areias. Estas áreas constituem um excelente habitat para a avifauna aquática do Estuário do Tejo que aí encontra refúgio, alimentação e local para reprodução e nidificação. Durante todo o ano, mas sobretudo durante o Outono e Inverno, pode observar-se uma grande quantidade de aves nesta zona, sendo as mais vulgares as gaivotas de-asa-escura e argêntea, o perna-longa, o flamingo, o maçarico-de-bico-direito, a garça-branca-pequena, o guincho e o pilrito. Na sua maioria, estas aves são protegidas por directivas europeias.

ABERTAS INSCRIÇÕES PARA “MÃOS À HORTA” [D] urante o mês de Abril, ainda pode inscrever-se para mais uma edição do mini-curso “Mãos à Horta” que a Câmara Municipal promove, à semelhança de anos anteriores, entre os meses de Abril e Julho. Esta iniciativa é destinada a todos os munícipes que queiram aprender a criar e manter uma horta segundo princípios da agricultura biológica, desenvolvendo uma prática saudável para o ambiente e reduzindo a sua Pegada Ecológica.

Neste curso, os formandos irão aprender como preparar adequadamente um terreno e viveiro, como elaborar uma pilha de compostagem e como proceder ao controle biológico, lutando contra as pragas através de métodos ambientalmente sustentáveis. As sessões vão decorrer aos sábados à tarde, entre as 15:00h e as 18:00h, nas instalações do Departamento de Ambiente e Serviços Urbanos da Câmara Municipal, na Quinta do Matão. Para participar, terá de dispor de uma

parcela de terreno apta para o cultivo, localizada no concelho, de um ponto de água e utensílios como enxada, sacho e ancinho. Pode enviar a sua inscrição por correio, para Câmara Municipal da Moita - Divisão de Salubridade e Ambiente, Praça da República 2860-422 MOITA, por fax, através do número: 21 289 52 97, ou através do email: div.salubridade.ambiente@mail.cm-moita.pt. Para mais informações, poderá ainda ligar para a Linha Verde do Ambiente: 800 20 23 23.


.10

OBRAS E PROJECTOS

| BOLETIM MUNICIPAL | ABRIL.11

CALDEIRA DA MOITA CONSTRUÇÃO DO AÇUDE EM BOM RITMO Avança a bom ritmo a construção do açude na Caldeira da Moita, tendo sido já concluída a ensecadeira, onde vai ser colocado o equipamento de perfuração para se dar início à cravação das estacas. [A] obra faz parte da segunda fase da reabilitação deste espelho de água, no âmbito da Operação de Valorização Integrada da Zona Ribeirinha e deverá ficar concluída no final de Julho. Paralelamente, decorrem já na mesma zona as obras de dragagem do leito do rio, da responsabilidade da APL – Administração do Porto de Lisboa, SA. Para permitir um melhor acompanhamento destas obras, que motivam bastante interesse por parte da população da vila da Moita, a Câmara Municipal da Moita promoveu, no início

do mês de Abril, uma sessão informativa no Centro Náutico Moitense, na qual foram explicadas as diversas fases da construção do açude, uma obra hidráulica com alguma complexidade. Com a diminuição dos níveis de assoreamento e a reposição das condições de acesso e navegabilidade na Caldeira da Moita, será criado um espelho de água permanente, a montante do açude, reforçando igualmente a atractividade que este local já exerce para as actividades de lazer.

CÂMARA VAI RECUPERAR ANTIGAS MARINHAS DE SAL Dentro em breve, a Câmara Municipal vai dar início à recuperação de duas antigas marinhas de produção de sal. Numa primeira fase, esta obra, que é co-financiada pelo FEDER em 50 por cento, no âmbito da Operação de Valorização Integrada da Zona Ribeirinha, vai permitir reparar as partes mais danificadas das salinas (motas e leitos), tendo em vista a produção tradicional de pequenas quantidades de sal, para fins pedagógicos. Com a preservação de duas das mais emblemáticas salinas do concelho da Moita, pretende-se dar a conhecer, numa perspectiva educativa e patrimonial, um dos processos económicos mais importantes da história local. A componente hidráulica – parte estruturante do funcionamento da salina – não foi esquecida, estando prevista a recuperação das portas de água, que permitirá a circulação de águas e algum efeito de limpeza do leito do rio. A obra, com início programado para o segundo trimestre do ano, tem um custo aproximado de 137 mil euros, prevendo-se um prazo de execução de dois meses.


.11

OBRAS E PROJECTOS

| BOLETIM MUNICIPAL | ABRIL.11

MELHORES INSTALAÇÕES PARA MOVIMENTO ASSOCIATIVO [D]ando continuidade à sua política de apoio ao movimento associativo, a Câmara Municipal tem elaborado projectos de arquitectura para novas sedes sociais ou para remodelação e ampliação das actuais instalações de associações, clubes ou colectividades, com vista a dotá-las de melhores condições físicas para a dinamização da sua actividade junto da população.

CICLOVIA MOITA - ROSÁRIO VAI SER BENEFICIADA Dando continuidade ao processo de valorização da zona ribeirinha, o trilho da via ciclável e pedonal entre a Moita e o Gaio vai entrar em obras, com o objectivo de se melhorar a segurança e o conforto na sua utilização. Muito frequentada pelas populações locais, as obras nesta via, que promove a mobilidade alternativa e o lazer na zona ribeirinha, estão orçadas cerca de 90 mil euros, um investimento municipal co-financiado em 50 por cento pelo FEDER, no âmbito da Operação de Valorização Integrada da Zona Ribeirinha.

GRUPO RECREATIVO FAMILIAR – ALHOS VEDROS O projecto de arquitectura da nova sede, a construir num terreno já cedido pela autarquia, prevê um espaço multifuncional apropriado para pequenos eventos e exposições, um pavilhão gimnodesportivo, ideal para a prática de futsal, mas também preparado para eventos culturais, e uma área social que contempla a zona de bar com copa de apoio, instalações sanitárias, zonas administrativas da colectividade, uma sala para a prática do chinquilho e uma biblioteca. ASSOCIAÇÃO DE PÁRA-QUEDISTAS DO SUL E CLUBE DE FUTEBOL AZUL E OIRO – BAIXA DA BANHEIRA O projecto-base de arquitectura propõe dois edifícios justapostos de dois pisos, funcionando volumetricamente como se de um único edifício se

tratasse. As futuras instalações da Associação de Pára-quedistas do Sul integram um espaço amplo e polivalente, sala de convívio, gabinetes administrativos, apoio de bar, instalações sanitárias e arrumos. A sede do Clube de Futebol Azul e Oiro disponibilizará salas de apoio à actividade desportiva, balneário/vestiário, serviço de cafetaria/ restaurante e uma esplanada coberta. Ambos os edifícios são acessíveis e serão construídos num terreno, na Rua de Moçambique, a ceder pela Câmara Municipal.

ASSOCIAÇÃO DE MORADORES DO PINHAL DA AREIA – MOITA A Associação de Moradores tem já também na sua posse o estudo prévio do projecto de arquitectura para ampliação das suas actuais instalações.

CENTRO DE EXPERIMENTAÇÃO ARTÍSTICA: PROJECTO DE INTEGRAÇÃO GANHA ESPAÇO [N] o Vale da Amoreira, está em curso a construção do Centro de Experimentação Artística (CEA) que deverá ficar concluído até final do Verão. Este será um equipamento de referência, não só no concelho da Moita mas também na Área Metropolitana de Lisboa, correspondendo a uma estratégia de integração territorial e social, na qual o ensino e a formação pela arte desempenham um papel preponderante. Aberto à participação de jovens de toda a região, o CEA vai disponibilizar uma sala de teatro/ensaio, uma sala polivalente (black box) com 240m2, salas de formação, estúdio de música e cafetaria.

Mais do que o edifício em construção, o CEA constitui um projecto de integração social dirigido aos jovens e, por isso, está “no terreno” há já um ano, com uma programação artística contínua, a funcionar de forma descentralizada em diferentes locais da freguesia. Oficinas de produção musical, aulas de dança e de expressão dramática, workshops de cinema, entre outras actividades têm contado com o envolvimento e a participação de várias centenas de jovens durante este tempo. A construção deste novo equipamento cultural insere-se no âmbito da Iniciativa “Bairros Críticos” e foi adjudicada pela Câmara Municipal pelo valor de 1 320 594 euros.


.12

ESCOLA VIVA

| BOLETIM MUNICIPAL | ABRIL.11

PALHEIRÃO - MOITA

NOVO JARDIM-DE-INFÂNCIA JÁ CONCLUÍDO Encontra-se concluído e pronto a entrar em funcionamento o novo edifício destinado ao Jardim-de-infância da EB/JI nº 1 da Moita. Este novo estabelecimento escolar, que será inaugurado no próximo mês de Maio, integra três salas para o Ensino Pré-Escolar, uma sala polivalente para a dinamização de diferentes actividades e um espaço para o fornecimento de refeições aos alunos. [A] construção deste novo jardim-de-infância resulta de uma candidatura da Câmara Municipal ao Programa Operacional Regional de Lisboa e Vale do Tejo e representa um investimento global de 781 600 euros, suportado em grande parte pela autarquia (602 880 euros – 77,1 por cento), uma vez que o financiamento aos municípios, por parte da administração central, inicialmente anunciado para este programa (50 por cento), não veio a concretizar-se, ficando pelos 22,9 por cento. ESCOLA PÚBLICA DE QUALIDADE Com o grande objectivo de promover a Esco-

la Pública, de qualidade e para todos, é preocupação da Câmara Municipal dotar as escolas do concelho das melhores condições de ensino/aprendizagem. Concebido de raiz, este novo edifício e o seu espaço envolvente apresenta excelentes condições para todos os seus utilizadores. A principal preocupação foi a sua implantação de modo a orientar correctamente as salas de actividades, zonas de maior permanência dos seus ocupantes, a Sul e Poente, de modo a beneficiarem da maior exposição solar possível e de relação com o exterior. Nas salas de actividades e polivalente foram utilizados

materiais que lhes conferem um maior conforto para o desenvolvimento das várias actividades com as crianças, bem como a vivacidade cromática desejada neste tipo de equipamentos escolares. Com a abertura do novo jardim-de-infância, fica disponível para o 1º ciclo do Ensino Básico uma das duas salas que estavam a ser ocupadas com o Ensino Pré-Escolar, permitindo assim que todos os alunos do 1º ciclo passem a ter aulas no regime normal de horário. Para a segunda sala disponibilizada, está prevista a instalação de um Centro de Recursos/ Biblioteca Escolar.


.13

ESCOLA VIVA

| BOLETIM MUNICIPAL | ABRIL.11

11,12 E 13 DE MAIO

FEIRA DE PROJECTOS EDUCATIVOS ESTÁ A CHEGAR

LAVABOS E ACESSO À CANTINA

SALA DE ACTIVIDADES

SALA POLIVALENTE

[É] já nos dias 11, 12 e 13 de Maio que a XIV Feira de Projectos Educativos promete encher o Pavilhão Municipal de Exposições, na Moita, de cor, alegria e muita agitação, com toda a dinâmica e criatividade das escolas dos diferentes níveis de ensino do concelho. A Câmara Municipal, o ICE e a comunidade educativa, voltam a estar unidos na organização da grande festa anual da comunidade educativa do concelho da Moita. Nestes três dias, propõe-se muito mais do que apenas a divulgação do que de melhor se faz em termos educativos no Município. Aposta-se também numa vasta programação de palco que inclui diferentes actividades, com música, teatro ou dança, e em diferentes ateliês que permitem a partilha e troca de experiências. A XIV Feira de Projectos Educativos pode ser visitada, nos dias 11 e 12 de Maio, das 9:00h às 18:00h, e no dia 13, das 9:00h às 18:00h e das 20:30h às 24:00h.

PROJECTO-PILOTO – “TURMA BILINGUE” CRIANÇAS APRENDEM PORTUGUÊS E CRIOULO DE CABO VERDE

SALAS DE ACTIVIDADES

É na EB1/JI Vale da Amoreira n.º 1 que 22 alunos do 3º ano aprendem a língua portuguesa, mas também o crioulo cabo-verdiano, no âmbito de um projecto-piloto na área do bilinguismo – “Turma Bilingue” –, coordenado pelo Instituto de Linguística Teórica e Computacional e financiado pela Fundação Gulbenkian. Reconhecer e valorizar a língua e a cultura dos países de origem das crianças, potenciando a integração dos alunos que não têm o português como língua materna são os principais objectivos da “Turma Bilingue” que teve já início no ano lectivo 2008/2009 e é dinamizado pela Professora Ana Josefa Cardoso. Este é um projecto pioneiro do Agrupamento de Escolas do Vale Amoreira, freguesia onde reside uma das maiores comunidades cabo-verdianas do País. WC PARA PORTADORES DE DEFICIÊNCIA


.14

CULTURA

| BOLETIM MUNICIPAL | ABRIL.11

PROJECTO DE PEQUENINO… CÂMARA APOSTA NO PÚBLICO INFANTIL 6 de Fevereiro, 15:00h: o átrio do Fórum Cultural José Manuel Figueiredo ganha uma dinâmica diferente com as brincadeiras, as risadas e as correrias das crianças que começam a chegar para assistir ao espectáculo do projecto “De Pequenino…”, “Ishizuka, o Afinador de Sonhos”, pela Sociedade Artística Musical dos Pousos – Berço das Artes. Às 15:30h, tem início a sessão para 30 crianças, entre os 3 e os 5 anos, acompanhadas por 44 adultos. Uma hora depois, o espectáculo repete-se para 28 bebés, dos 0 aos 36 meses e para os 54 adultos que os acompanham. [“O]lá, boa tarde aos meninos e boa tarde também às meninas. Boa tarde aos papás e às mamãs. Não se pode falar; ninguém vai chorar, mas se isso acontecer, não faz mal… Vamos entrar muito devagarinho e, nas almofadinhas coloridas, o papá e a mamã vão sentar”. Está dado o mote para o início do espec-

táculo onde os sons e a música são os protagonistas. O pano abre, deixando ver as almofadas e os colchões coloridos, o monte de areia no meio do palco e o “balão de sonhos”, pronto para iniciar a viagem de fantasia. Sentados muito sossegados, os mais pequenos estão na expectativa sobre o que vai

MÃE DO RAFAEL, 20 MESES ALHOS VEDROS

PAI DA JOANA, 3 ANOS BAIXA DA BANHEIRA

MÃE DO MIGUEL, 19 MESES LEIRIA

Assistimos com regularidade aos espectáculos integrados no “De Pequenino…”, mas mais na área do teatro. É uma excelente iniciativa para os miúdos. Útil e agradável são as palavras que para mim definem esta iniciativa: útil porque é essencial para o seu desenvolvimento cognitivo e agradável porque são sempre domingos divertidos e com novas experiências para contar, passados em família.

Há algum tempo que levamos a nossa filha a assistir a estes espectáculos que são sempre muito interessantes. Apelam à sua criatividade. A interacção entre as crianças e nós e as crianças e os promotores do espectáculo é muito positiva. Não há muita oferta para este público e, por isso, não posso deixar de valorizar a Câmara por o fazer. Temos assistido a espectáculos fabulosos, sem dúvida!

Vimos visitar a família e, sempre que é possível, vimos também assistir a estes espectáculos. É já a segunda vez e a minha opinião não podia ser melhor. Estes espectáculos são excelentes para o seu desenvolvimento emocional, comportamental e cognitivo. O Miguel também gostou; esteve atento e entusiasmado. Estes espectáculos são gratificantes e uma mais-valia a todos os níveis. Na nossa zona, não existe muita oferta para eles e quando existe é cara e com um número reduzido de lugares.


.15

CULTURA

| BOLETIM MUNICIPAL | ABRIL.11

acontecer. Soa uma sineta, ouve-se o som do vento, do mar… vindos de instrumentos “estranhos” tocados pelos actores e as cabecinhas começam a rodar à procura do som. Um menino aproxima-se então da areia no centro do palco; mais um menino e outro, aumentando a roda e dançando ao som da música dos saxofones e da viola. De volta aos colchões, outro som capta a atenção: as pedrinhas. Com duas pedrinhas na mão, crianças, pais e actores interagem, compondo uma nova melodia. Entre canções e muita música, o balão vai viajando até que chega, finalmente, ao seu destino, o monte da areia cristalina. “TU E EU, MAIS UMA VEZ” “Adeus, voltaremos a estar juntos. Adeus, tu e eu mais uma vez. Adeus, está na hora de partir. Vem comigo, dá-me a mão e quem sabe o que há-de vir. A cor de cada balão que tu tens guardado em ti. Acredita até ao fim”. E assim Bruno Homem, Lara Marques, Joana Pinto, Ana Marques, Raquel Gomes e Gonçalo Branco despediram-se da pequenada que, a avaliar pela alegria demonstrada, gostou, sem dúvida, do “Ishizuka, o Afinador de Sonhos”. Ana Marques, professora de música, considera o seu trabalho muito interessante. “Nesta idade, as crianças estão muito despertas para novas experiências”, refere, acrescentando que é excelente para o seu desenvolvimento sentirem a música desde muito pequenos. O espanto no rosto dos bebés era visível no início de mais uma sessão e, entre um choro, um grito ou uma risada, lá vão interagindo com os actores. Os mais afoitos deixam o colo dos pais e vão, a andar ou a gatinhar, ao encontro do som dos instrumentos. Mais uma hora de espectáculo, com muita música e novas experiências para mais um grupo de bebés e para os seus pais.

XI ROMARIA A CAVALO MOITA – VIANA DO ALENTEJO

TRADIÇÃO VOLTA A CUMPRIR-SE [U]ma antiga tradição da vila da Moita volta a cumprir-se, este ano, entre 27 de Abril e 1 de Maio. Centenas de romeiros de todo o País e até mesmo do estrangeiro, integrados na Romaria a Cavalo, vão partir da vila da Moita (dia 27 de Abril, às 9:30h), rumo a Viana do Alentejo, reconstituindo a romaria dos agricultores que, com os seus animais, percorriam cerca de 130 km para que fossem benzidos durante a Procissão em Honra de Nossa Srª D’Aires, padroeira dos animais. Promovida por uma comissão organiza-

dora composta pelas Câmaras Municipais da Moita e de Viana do Alentejo, pela Associação de Romeiros da Tradição Moitense e pela Associação Equestre de Viana do Alentejo, esta Romaria tem, nos dias de hoje, uma vertente mais lúdica que privilegia o convívio entre os participantes. As inscrições podem ser efectuadas no Pavilhão Municipal de Exposições, na Moita, Largo Dr. Joaquim Marques Elias, T: 210816910, Email: pav.mun.exposicoes@mail.cm-moita.pt.

2007 Foi o ano em que a Câmara Municipal lançou o Projecto “De Pequenino…” que pretende contribuir para o despertar da criatividade e do interesse das crianças pelas diferentes artes do espectáculo, desde tenra idade, e, simultaneamente, proporcionar o convívio salutar entre os pais e os bebés. No âmbito desta iniciativa, decorre, mensalmente, um espectáculo ou ateliê com duas sessões diárias.

536 É o número de espectadores, dos 0 aos 36 meses, acompanhados por 828 adultos, que, desde 2007, assistiram aos espectáculos do “De Pequenino…”, nas mais diferentes áreas, como dança, música e teatro.

QUINZENA DA JUVENTUDE MUITO ANIMADA [A] dança marcou, este ano, o início de mais uma Quinzena da Juventude no concelho da Moita que decorreu entre 18 de Março e 2 de Abril, um pouco por todo o concelho. O Fórum Cultural José Manuel Figueiredo, na Baixa da Banheira, recebeu, na abertura oficial, os Afrodancers, do Vale da Amoreira, e a Companhia Brodas, de Barcelona, com o espectáculo de hip hop "Danza Urbana".

A exposição “É o Quê o ATP? 8 Anos de Apresenta o Teu Projecto, que esteve patente no Fórum Cultural, na Escola Técnica e Profissional da Moita e nas Escolas Secundárias da Baixa da Banheira e da Moita, cinema, debate e muita música, com o Moita Metal Fest e o AV FEST, completaram o programa deste Quinzena preparada com e para os jovens do concelho.


.16

DESPORTO

| BOLETIM MUNICIPAL | ABRIL.11

Foi com casa cheia que a Câmara Municipal reconheceu, publicamente, no dia 29 de Janeiro, os êxitos alcançados pelos atletas, treinadores e colectividades do concelho, nas mais variadas modalidades, na Cerimónia de Atribuição dos Méritos Desportivos do Concelho da Moita e dos Prémios AtlestisMoita 2009/2010, no Fórum Cultural José Manuel Figueiredo, na Baixa da Banheira. MÉRITOS DESPORTIVOS 2009/2010

64 Foi o número de méritos distribuídos por atletas, treinadores e colectividades do concelho.

68 atletas de 7 clubes do concelho receberam prémios pelos resultados obtidos no Torneio das Colectividades.

MUNÍCIPIO RECONHECEU ÊXITOS DESPORTIVOS [N]esta edição, entre atletas, treinadores e clubes, foram distribuídos 64 Méritos Desportivos em modalidades como halterofilismo, tiro, lutas amadoras, luta greco-romana, luta feminina, luta livre olímpica, tumbling e trampolins, referentes à conquista de títulos de campeão ou vice-campeão nacional e à participação em campeonatos da Europa ou do Mundo, individual ou colectivamente. Pelo palco do Fórum Cultural, passaram ainda os

atletas que venceram o AtletisMoita – Torneio das Colectividades do Concelho da Moita em Atletismo, nas diferentes categorias de Benjamins, Infantis, Iniciados, Juvenis, Juniores, Seniores, Veteranos 1, 2, 3, 4, 5 e 6, e Veteranas e foram premiados os clubes vencedores do torneio. A cerimónia contou ainda com a apresentação da classe de Hip Hop do Clube União Banheirense “O Chinquilho” da Baixa da Banheira.

“O PAPEL ÍMPAR DO MOVIMENTO ASSOCIATIVO NO DESENVOLVIMENTO DA PRÁTICA DESPORTIVA DO NOSSO CONCELHO” “Estes Méritos Desportivos e os Prémios AtletisMoita traduzem-se no enaltecimento da prática desportiva, mas representam também valores sociais como o companheirismo, a amizade e a solidariedade que estão intimamente ligados a uma progressiva e qualificada afirmação em termos de cidadania e de responsabilidade social e cívica”, referiu o presidente da Câmara Municipal, João Lobo, salientando ainda o papel ímpar do Movimento Associativo no desenvolvimento da prática desportiva do nosso concelho.


.17

DESPORTO

| BOLETIM MUNICIPAL | ABRIL.11

“PÁSCOA DESPORTIVA” NO CONCELHO

[A]ctividades aquáticas, lutas amadoras, jogos tradicionais, patinagem, atletismo, actividades no parque, cinema, e uma visita ao Badoca Safari Park são algumas das propostas da iniciativa “Páscoa Desportiva” que a Câmara Municipal dinamizou, entre 11 e 15 de Abril, para preencher as férias escolares das crianças e jovens do concelho, entre os 8 e os 12 anos, de uma forma saudável e divertida.

ATLETISMOITA ATÉ FINAL DE OUTUBRO

ESTÁGIO DISTRITAL DE KARATÉ NA MOITA

NATURALMOITA – MEXA-SE AO AR LIVRE

7 DE MAIO | 18:00H | Passeio Pedestre “Caminhada de Aventura” – Paços do Concelho, Moita Está a decorrer, até ao final de Outubro, mais um Atletismoita – Torneio das Colectividades do Município da Moita em Atletismo. Para breve está agendada a realização do 18º Grande Prémio de Atletismo da Fonte da Prata (21 de Maio). As inscrições podem ser efectuadas através do telefone 210 817 005 ou do e-mail div.desporto@mail.cmmoita.pt. Acompanhe o calendário e as classificações individuais e colectivas provisórias do torneio no canal Desporto, no Sítio do Município da Moita na Internet.

14 de Maio | 21:00h | Passeio de Bicicleta “Pedalada Nocturna” – Parque da Zona Ribeirinha, Baixa da Banheira Mais de 140 atletas de clubes de Karaté do Distrito, com idades compreendidas entre os 6 e os 60 anos, participaram, entre 4 e 6 de Fevereiro, no 49º Estágio Técnico Distrital de Karaté, organizado pela Associação de Karaté do Distrito de Setúbal, que decorreu no Pavilhão Desportivo Municipal da Moita.

28 de Maio | 21:00h | Passeio Pedestre “Caminhada Nocturna na Natureza” – Moinho de Maré de Alhos Vedros 11 de Junho | 21:00h | Passeio Pedestre “Caminhada Ribeirinha Nocturna” – Parque da Zona Ribeirinha, Baixa da Banheira


.18

COMUNIDADE

| BOLETIM MUNICIPAL | ABRIL.11

CONSELHO LOCAL DE ACÇÃO SOCIAL ARTICULAR ESFORÇOS E REFORÇAR RESPOSTAS SOCIAIS

INCLUSÃO SOCIAL OPTIMIZAÇÃO DE RECURSOS POTENCIAÇÃO DA PARCERIA

[A] presidente do Conselho Local de Acção Social da Moita, a Vereadora Vivina Nunes, salienta que “a existência deste organismo permite criar uma maior articulação entre as várias instituições do concelho, debater o que são as suas reais necessidades, a nível social, alcançar uma visão integrada dessas necessidades e rentabilizar esforços para as solucionar. No fundo, o que se procura é a concertação social, de modo a que, em conjunto, se chegue a mais respostas para melhorar a situação social da população do concelho”. O CLASM realiza um mínimo de quatro plenários anuais e suporta a sua acção em documentos de trabalho que tem vindo a conceber e a actualizar ao longo dos anos, como o Diagnóstico Social (datado de 2004 e actualizado em 2009), o Plano de Desenvolvimento Social (2010-2012) e planos de acções anuais. Estes documentos (que podem ser consultados em www-cmmoita.pt) estabelecem prioridades e definem acções entre os parceiros, “sempre no sentido de tornar o território mais igualitário, através do esforço de todos e da missão de cada um, para que se possam dar respostas articuladas e não sobrepostas”.

Cerca de 45 parceiros da comunidade, entre os quais as juntas de freguesia, organismos da segurança social e saúde, instituições particulares de solidariedade social, agrupamentos de escolas, associações e forças de segurança, conjugam esforços para garantir uma maior eficácia das respostas sociais no concelho, através da Rede Social do Município da Moita. As orientações para o funcionamento desta Rede decorrem do Conselho Local de Acção Social da Moita (CLASM), um fórum de discussão e aprovação de medidas e projectos a nível social e local, constituído por representantes de cada uma das 45 entidades parceiras e operacionalizado pela acção de um Núcleo Executivo.

“SÃO BEM-VINDAS TODAS AS ENTIDADES QUE POSSAM CONTRIBUIR” A presidente do CLASM considera que, desde a sua formação, este Conselho tem tido uma evolução positiva. Além de se ter registado um aumento do número de parceiros que integram a rede (de 19 entidades em 2002 para 45 entidades em 2011), o CLASM “despertou consciências e mudou mentalidades, dando provas no terreno, com aplicações práticas, da importância de se trabalhar em rede para se obter resultados”. Segundo Vivina Nunes, “actualmente há uma visão global e uma preocupação comunitária na acção de cada uma das entidades”. Contudo, defende que há necessidade de uma maior envolvência e participação dos parceiros no trabalho a realizar em prol da comunidade: “Todos somos poucos para o trabalho que é necessário efectuar nesta área. A demissão das responsabilidades não pode ser o caminho”, diz, deixando um convite à adesão de novos parceiros à rede: “São bem-vindas todas as entidades que possam contribuir dentro do que são as nossas áreas de intervenção”.

O QUE É A REDE SOCIAL? A Rede Social está implementada no concelho da Moita desde 2002 e foi criada através de uma resolução do Conselho de Ministros. Tem como principal objectivo promover o desenvolvimento social local através da criação de parcerias efectivas entre várias entidades que contribuam para a erradicação e atenuação da pobreza e da exclusão social, para a promoção do desenvolvimento local e para a criação de estratégias de intervenção inovadoras.


.19

MUNÍCIPE

| BOLETIM MUNICIPAL | ABRIL.11

www.cm-moita.pt A Internet conquistou um lugar de destaque na comunicação global e também na comunicação entre as instituições e os cidadãos. Chegando a todo o planeta e em tempo real, ecológica e de custos reduzidos, esta forma de comunicação, que abrange hoje um público vasto e diversificado, contribui igualmente para aumentar os níveis de participação na vida pública. A Câmara da Moita aposta na sua presença na Internet, tornando mais fácil a ligação entre o Município e o seus munícipes.

Galeria de Imagens Veja as fotos da última Quinzena da Juventude na Galeria de Imagens do site.

Reuniões Públicas

Serviço Educativo

Bibliotecas Municipais

Consulte o calendário de 2011 das reuniões públicas da Câmara Municipal, clicando em Câmara Municipal/Reuniões de Câmara. Saiba quando e onde decorrem as reuniões públicas e aproveite para colocar questões relacionadas com o Município, no período reservado à intervenção do público. Participe!

No canal Cultura, pode encontrar informação actualizada sobre as actividades que a Câmara Municipal prepara anualmente para as escolas, para crianças e jovens, em áreas tão diversificadas como o cinema, o teatro, a música e o património.

Clique no banner das Bibliotecas Municipais e tenha acesso à programação mensal e ao regulamento de funcionamento destes equipamentos e fique também a saber se o livro que procura está disponível na sua biblioteca, através do Catálogo Online.

Maré Cheia – Versão Electrónica

facebook

Youtube

Siga a actividade municipal através do Facebook. Já são mais de 2250 os seguidores do Município da Moita nesta rede social. Semanalmente, são divulgados eventos, promovidos passatempos e exibidas imagens das diferentes iniciativas realizadas no concelho.

Acompanhe também o Município da Moita no Youtube. Pode aceder ao canal directamente, através do site da Câmara Municipal, clicando no logótipo do Youtube, disponível na página inicial. Na sua maioria, os vídeos do canal promovem locais de interesse do concelho, como é o caso do Moinho de Maré de Alhos Vedros e do Estaleiro Naval de Sarilhos Pequenos, registando-se também momentos importantes da actividade municipal.

Consulte a versão electrónica da agenda de eventos no concelho da Moita. Além de poder folhear a última edição da Maré Cheia e partilhá-la com os seus amigos por e-mail ou através das redes sociais, pode optar por escutar a versão vocalizada, ver vídeos relacionados com os temas das reportagens ou consultar o arquivo dos últimos números da conhecida publicação.

www.cm-moita.pt


Boletim Municipal  

Abril de 2011

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you