Page 1

dicas E D I Ç Ã O 5 7 | R $ 1 4 ,9 5

DISCOS

As melhores opções de hardware e serviços online para guardar seus dados COMPACTAÇÃO

5 programas que enxugam arquivos BUSCAS

Dicas e software para esquadrinhar o PC BACKUP

Faça cópias de segurança automaticamente

GUIA DEFINITIVO DOS

CRIPTOGRAFIA | PDFs | CONVERSORES capa_Dicas57.indd 3

9 771807 924004

TUDO O QUE VOCÊ PRECISA PARA ARMAZENAR E ORGANIZAR DOCUMENTOS, FOTOS, MÚSICAS, VÍDEOS E MUITO MAIS

0 0 0 5 7>

ARQUIVOS

9/3/08 5:49:18 PM


conteúdo

GUIA DEFINITIVO DOS ARQUIVOS ARMAZENAMENTO

06 10 12 14 16 18 20 22

Leveza aos gigabytes Armazéns de arquivos Está tudo na rede Troca de disco rígido Pequenos gigantes O Blu-ray venceu a disputa Em poucos milímetros O disco está na nternet

REMOÇÃO

39

Eliminados para sempre

GERENCIAMENTO BACKUP

26 30 31

Segurança contra perdas Na era das cópias offsite Prontos para guardar

ENVIO

32 33

A missão é o upload Serviço de entrega rápida

RECUPERAÇÃO

35 37

Apagou? Eles recuperam! Detonou o HD?

© FOTO MARCELO KURA

Conteudo.indd 3

41 48 49 51

Na ordem e do jeito certos Confira o conteúdo Sempre com a última versão Dia de faxina

BUSCA

53 56

De lupa em punho O Vista faz as pesquisas

65

Transformação na internet

PDF

68 71 74

Precisa de um PDF? É pra já! Com a ajuda da web Separe, mescle ou rearranje

DOWNLOADS

77

A tarefa deles é baixar

PROTEÇÃO

78 79

Bem longe da visão Gmail criptografado

COMPRESSÃO

GLOSSÁRIO

60

81

Compactação máxima

A dança das extensões

CONVERSÃO

63

Troca de formato D I C AS I NFO I

3

9/4/08 6:05:26 PM


recado da redação

DICA DE ARQUIVO? TAMBÉM QUERO! P ara produzir todos os meses a Dicas INFO costumo gerar uma média de 500 arquivos. São textos, tabelas, imagens e outros documentos que vão se acumulando mês a mês. Durante o período de produção, transfiro alguns deles do notebook pessoal para o computador do trabalho, jogo todo o material final na rede para que possa ser usado pelo departamento de arte e faço um número incalculável de operações, como apagar, renomear, mover e classificar. O pen drive trabalha diariamente comigo e pelo menos uma janela do Windows Explorer está sempre aberta na tela. Imagino que com você e com a maioria dos usuários de micro o trabalho com arquivos possa até ser menos intenso, mas não a ponto de achar que nenhuma dica de programa ou um truque de como proceder melhor com a montanha de arquivos não venha bem a calhar. O Guia Definitivo dos Arquivos serve para pessoas como nós, que passamos todo dia ou boa parte dele trabalhando, estudando ou se divertindo na frente do micro — e, conseqüentemente, produzindo, recebendo e enviando arquivos. Nessas 82 páginas estão reunidas sugestões de compras de hardware, indicações de programas e instruções de trabalho para que seja mais suave e menos tedioso lidar com essa rotina. MARIA ISABEL MOREIRA EDITORA DA DICAS INFO

DICAS INFO Uma publicação mensal da Editora Abril Para contatar a redação: atleitorinfo@abril.com.br Para assinar a Coleção: (11) 3347-2121 — Grande São Paulo 0800-701-2828 — Demais localidades abril.assinaturas@abril.com.br

4

I DI C AS IN FO

Recado.indd 4

EQUIPE

EDIÇÃO: Maria Isabel Moreira EDITOR DE ARTE: Maurício Medeiros CAPA: Maurício Medeiros COLABORADORES: Airton Lopes, André Cardozo, Bruno Ferrari, Fernando Wiek, Juliano Barreto, Kátia Arima, Marco Aurélio Zanni, Maurício Grego e Silvia Balieiro (textos) Ulysses Borges de Lima (revisão)

NOTAS 10,0

IMPECÁVEL

9,0 a 9,9

ÓTIMO

8,0 a 8,9

MUITO BOM

7,0 a 7,9

BOM

6,0 a 6,9

MÉDIO

5,0 a 5,9

REGULAR

4,0 a 4,9

FRACO

3,0 a 3,9

MUITO FRACO

2,0 a 2,9

RUIM

1,0 a 1,9

BOMBA

0,0 a 0,9

LIXO

Veja os critérios de avaliação da INFO em detalhes na web em www.info.abril.com.br/ sobre/infolab.shl. A lista das lojas onde os produtos testados podem ser encontrados está em www.info.abril.com.br/ arquivo/onde.shl.

© FOTO MARCELO KURA

9/4/08 6:06:29 PM


VICTOR CIVITA (1907-1990) Presidente e Editor: Roberto Civita Vice-Presidente Executivo: Jairo Mendes Leal Conselho Editorial: Roberto Civita (Presidente), Thomaz Souto Corrêa (Vice-Presidente) e Jose Roberto Guzzo Diretor de Assinaturas: Fernando Costa Diretora de Mídia Digital: Fabiana Zanni Diretor de Planejamento e Controle: Auro Luís de Iasi Diretora-Geral de Publicidade: Thais Chede Soares Diretor-Geral de Publicidade Adjunto: Rogerio Gabriel Comprido Diretor de RH e Administração: Dimas Mietto Diretor de Serviços Editorias: Alfredo Ogawa Fundador:

Diretor Superintendente: Alexandre Caldini Diretora de Núcleo: Sandra Carvalho

Diretora de Redação: Débora Fortes Redator-chefe: Maurício Grego Diretor de Arte: Crystian Cruz Editor Sênior: Carlos Machado Editores: Airton Lopes, Juliano Barreto, Kátia Arima, Maria Isabel Moreira, Max Alberto Gonzales e Silvia Balieiro Estagiários: Bruno Ferrari e Marco Aurélio Zanni Editor de Arte: Jefferson Barbato Designers: Catia Herreiro e Wagner Rodrigues Colaboradores: Dagomir Marquezi e John C. Dvorak Infolab: Luiz Cruz (consultor de sistemas), Max Neto e Vinícius Davanzo (estagiários) Gestor de Comunidades: Virgilio Sousa Info Online: Felipe Zmoginski (editor-assistente), Renata Verdasca e Renato Del Rio (webmasters) e Rodrigo Fonseca (estagiário) www.info.abril.com.br Apoio Editorial: Bia Mendes Depto. de Documentação e Abril Press: Grace de Souza Diretoria de Arte: Carlos Grassetti Editoria de Infografia: Luiz Iria Treinamento Editorial: Edward Pimenta

PUBLICIDADE CENTRALIZADA Diretores: Marcos Peregrina Gomez, Mariane Ortiz, Robson Monte, Sandra Sampaio Diretor de Publicidade Regional: Jacques Baisi Ricardo Diretor de Publicidade Rio de Janeiro: Paulo Renato Simões Executivos de Negócios: Ana Paula Teixeira, Daniela Serafim, Eliane Pinho, Emiliano Hansenn, Karine Thomaz, Luciano Almeida, Marcelo Cavalheiro, Marcelo Pezzato,

Marcio Bezerra, Maria Lucia Strotbek, Pedro Bonaldi, Renata Mioli, Rodrigo Toledo, Selma Costa, Sueli Fender, Susana Vieira PUBLICIDADE NÚCLEO TECNOLOGIA Gerente: Heraldo Evans Neto Executivas de Negócio: Andrea Balsi, Débora Manzano, Lea Moreira Coordenadora: Christina Pessoa (RJ) PLANEJAMENTO, CONTROLE E OPERAÇÕES Gerente: Victor Zockun Consultora: Adriana Rossi Processos: Agnaldo Gama, Clélio Antonio, Wagner Cardoso MARKETING E CIRCULAÇÃO Gerente de Publicações: Silvana Reid Gerente de Marketing de Projetos Especiais: Antônia Costa Gerentes de Eventos: Regina Bernardi e Shirley Nakasone Coordenadora de Eventos: Carol Fioresi Defesa de Mídia: Maria Elena Nitschke Comunicação com o Mercado: Rafael Vívolo Gerente de Circulação - Avulsas: Simone Carreira Gerente de Circulação - Assinaturas: Viviane Ahrens ASSINATURAS Diretor de Atendimento e Relacionamento com o Cliente: Fabian S. Magalhães Operações de Atendimento ao Consumidor: Malvina Galatovic Em São Paulo: Redação e Correspondência: Av. das Nações Unidas, 7221, 17º andar, Pinheiros, CEP 05425-902, tel. (11) 3037-2000, fax (11) 3037-2355 Publicidade São Paulo www.publiabril.com.br Classificados tel. 0800-7012066, Grande São Paulo tel. 3037-2700 ESCRITÓRIOS E REPRESENTANTES DE PUBLICIDADE NO BRASIL Central-SP. tel. (11) 3037-2302 Bauru Gnottos Mídia Representações Comerciais, tel. (14) 3227-0378, e-mail: gnottos@gnottosmidia.com.br Belém Xingu Consult. e Serv. de Comunic., tel. (91) 3222-2303, email: rose.midiasolution@veloxmail.com.br Belo Horizonte Escritório tel. (31) 3282-0630, fax (31) 3282-0632 Representante Triângulo Mineiro: F&C Campos Consultoria e Assessoria Ltda. tel/fax: (16) 3620-2702, cel. (16) 8111-8159, e-mail: fmc.rep@netsite.com.br Blumenau M. Marchi Representações, tel. (47) 3329-3820, fax (47) 3329-6191, e-mail: mauro@mmarchiabril.com.br Brasília Escritório: tels. (61) 3315-7554/55/56/57, fax (61) 3315-7558; Representante: Carvalhaw Marketing Ltda., tels. (61) 3426-7342/3223-0736/3225-2946/3223-7778, fax (61) 3321-1943, e-mail: starmkt@uol.com.br Campinas CZ Press Com. e Representações, telefax (19) 3251-2007, e-mail: czpress@czpress.com.br Campo Grande Josimar Promoções Artísticas Ltda., tel. (67) 3382-2139, email: josimarpromocoes@uol. com.br Cuiabá Agronegócios Comunic. Ltda., tels. (65) 9235-7446/9602-3419, e-mail: lucianooliveir@uol.com.br Curitiba Escritório: tel. (41) 3250-8000/8030/8040/8050/8080, fax (41) 3252-7110; Representante: Via Mídia Projetos Editoriais Mkt. e Repres. Ltda., telefax (41) 3234-1224, e-mail: viamidia@viamidiapr.com.br Florianópolis Interação Publicidade Ltda., tel. (48) 3232-1617, fax (48) 3232-1782, e-mail: fgorgonio@interacaoabril.com.br Fortaleza Midiasolution Repres. e Negoc. em Meios de Comunicação, telefax (85) 3264-3939, e-mail: simone.midiasolution@veloxmail.com.br Goiânia Middle West Representações Ltda., tels. (62) 3215-5158, fax (62) 3215-9007, e-mail: publicidade@middlewest.com.br Manaus Paper Comunicações, telefax (92) 3656-7588, e-mail: paper@internext.com.br Maringá Atitude de Comunicação e Representação, telefax (44) 3028-6969, e-mail: marlene@ atituderep.com.br Porto Alegre Escritório: tel. (51) 3327-2850, fax (51) 3327-2855; Representante: Print Sul Veículos de Comunicação Ltda., telefax (51) 3328-1344/3823/4954, e-mail: ricardo@printsul.com.br; Multimeios Representações Comerciais, tel. (51) 3328-1271, e-mail: multimeiosrepco@uol.com.br Recife MultiRevistas Publicidade Ltda., telefax (81) 3327-1597, e-mail: multirevistas@uol.com.br Ribeirão Preto Gnottos Mídia Representações Comerciais, tel (16) 3911-3025, e-mail: gnottos@gnottosmidia.com.br Rio de Janeiro pabx: (21) 2546-8282, fax (21) 2546-8253 Salvador AGMN Consultoria Public. e Representação, tel. (71) 3341-4992/1765/9824/9827, fax: (71) 3341-4996, e-mail: abrilagm@uol.com.br Vitória ZMR — Zambra Marketing Representações, tel. (27) 3315-6952, e-mail: samuel@zambramkt.com

PUBLICAÇÕES DA EDITORA ABRIL Veja: Veja, Veja São Paulo, Veja Rio, Vejas Regionais Núcleo Negócios: Exame, Exame PME, Você S/A Núcleo Tecnologia: Info, Info Corporate Núcleo Informação: Revista da Semana Núcleo Bem-Estar: Boa Forma, Bons Fluidos, Saúde!, Vida Simples Núcleo Comportamento: Claudia, Gloss, Nova Núcleo Jovem: Almanaque Abril, Aventuras na História, Bizz, Capricho, Guia do Estudante, Loveteen, Mundo Estranho, Superinteressante Núcleo Moda: Elle, Estilo, Manequim, Manequim Noiva, Revista A Núcleo Semanais: Ana Maria, Minha Novela, Sou Mais Eu!, Tititi, Viva Mais! Núcleo Casa e Construção: Arquitetura e Construção, Casa Claudia Núcleo Celebridades: Bravo!, Contigo! Núcleo Homem: Men’s Health, Playboy, Vip Núcleo Infantil: Atividades, Disney, Recreio Núcleo Motor Esportes: Frota S/A, Placar, Quatro Rodas Núcleo Turismo: Guias Quatro Rodas, National Geographic, Viagem e Turismo Fundação Victor Civita: Nova Escola INTERNATIONAL ADVERTISING SALES REPRESENTATIVES Coordinator for International Advertising: Global Advertising, Inc., 218 Olive Hill Lane, Woodside, California 94062. UNITED STATES: CMP Worldwide Media Networks, 2800 Campus Drive, San Mateo, California 94403, tel. (650) 513-4200, fax (650) 513-4482. EUROPE: HZI International, Africa House, 64-78 Kingsway, London WC2B 6AH, tel. (20) 7242-6346, fax (20) 7404-4376. JAPAN: IMI Corporation, Matsuoka Bldg. 303, 18-25, Naka 1- chome, Kunitachi, Tokyo 186-0004, tel. (03) 3225-6866, fax (03) 3225-6877. TAIWAN: Lewis Int’l Media Services Co. Ltd., Floor 11-14 no 46, Sec 2, Tun Hua South Road, Taipei, tel. (02) 707-5519, fax (02) 709-8348 DICAS INFO GUIA DEFINITIVO DOS ARQUIVOS, edição 57, (ISSN 18079245) é uma publicação da Editora Abril S.A. Distribuída em todo o país pela Dinap S.A.

Distribuidora Nacional de Publicações, São Paulo IMPRESSA NA DIVISÃO GRÁFICA DA EDITORA ABRIL S.A.

Av. Otaviano Alves de Lima, 4400, Freguesia do Ó, CEP 02909-900, São Paulo, SP

Roberto Civita Giancarlo Civita Vice-Presidentes: Arnaldo Tibyriçá, Douglas Duran, Márcio Ogliara, Mauro Calliari e Sidnei Basile Presidente do Conselho de Administração: Presidente Executivo:

www.abril.com.br

Expediente-082008.indd 5

9/3/08 5:47:32 PM


armazenamento I HDs portáteis

LEVEZA AOS GIGABYTES

O DEDO É A SENHA Só o dono do HD consegue mexer nos dados armazenados nos 160 GB do Safe Mobile Hard Drive Fingerprint, da LaCie. O disco tem leitor biométrico que verifica a impressão digital do usuário antes de liberar o acesso ao conteúdo. Nos testes do INFOLAB, o dispositivo teve ótimo desempenho, atingindo 26,4 MB/s na escrita e 33,2 MB/s na leitura de arquivos. A lamentar, somente o precinho salgado. 160 GB

Sete opções de HDs portáteis para levar até 160 GB de arquivos a tiracolo

USB 2.0

AVALIAÇÃO TÉCNICA

N

ão são somente documentos, planilhas, apresentações, imagens, vídeos e músicas que se carrega nos discos rígidos portáteis. Quem se vale dessas unidades externas de armazenamento pode carregar também configurações pessoais e aplicativos entre computadores. Em resumo, todo o ambiente de trabalho pode migrar de uma máquina para outra sem nenhum transtorno. Carregar o HD não é problema.

As unidades de armazenamento portáteis estão cada vez mais compactas, velozes e elegantes. A capacidade de armazenamento também não pára de evoluir. O único problema ainda é o preço. Apesar de ter caído nos últimos anos, o custo médio por MB ainda é alto quando comparado ao das unidades internas. Atualmente, a média gira em torno de 5,24 reais por MB — em 2007 era por volta de 7,00 reais.

8,1 X 2,7 X 14 CM

7,9

231 G 1 189 REAIS

CUSTO/BENEFÍCIO

7,2

HD ANTICHOQUE O disco rígido é uma das peças mais frágeis do micro. Um drive externo não é diferente — mas, convenhamos, é bem mais comum deixá-lo cair. Uma vantagem do SPE2010CC/10, da Philips, é o sistema de proteção antichoque, para evitar danos causados pelas quedas e batidas mais fraquinhas. Além de parrudo, ele também é veloz. No INFOLAB, o drive leu dados a uma taxa de 29,9 MB/s e gravou a 23,9 MB/s. 160 GB

AVALIAÇÃO TÉCNICA

USB 2.0

7,8

8 X 2,9 X 13,8 CM 173 G 699 REAIS

CUSTO/BENEFÍCIO

7,4

9 8 7 6 5

NO BOLSO DA CAMISA DRIVE COM DESIGN Os HDs externos também estão ganhando cores e design caprichado. O melhor exemplo é o eGo Portable Hard Drive, da Iomega. Arredondado e com proteção de alumínio nos cantos, o dispositivo tem visual sofisticado e aparenta ser bem resistente. Ele tem capacidade de 160 GB para guardar arquivos e duas portas USB, uma para trocar dados e outra para alimentação extra, caso o micro exija bastante energia. Porém, nos testes do INFOLAB com vários notebooks e desktops, o eGo funcionou bem com apenas um cabo. A velocidade de gravação foi de 18,8 MB/s, uma taxa apenas razoável. 160 GB

USB 2.0

AVALIAÇÃO TÉCNICA

6

I DI C AS IN FO

Armazen-HDsPorts-Mat04.indd 6-7

9 X 1,8 X 13,5 CM

8,0

220 G 990 REAIS

CUSTO/BENEFÍCIO

7,4

3 2 1

Com design fino em uma das pontas e mais gordinho no meio, o SimpleDrive Pininfarina SPU25/60S, da SimpleTech, tem o formato ideal para ser levado no bolso. Além disso, é bem pequeno e pesa somente 160 gramas. Os dados ficam guardados num HD da Toshiba, que grava arquivos com velocidade de 22,2 MB/s. Mas a capacidade do disco é de apenas 60 GB, muito pouco para um produto que custa 519 reais. 60 GB USB 2.0 519 REAIS

8 X 2,1 X 12,5 CM

AVALIAÇÃO TÉCNICA

© FOTOS MARCELO KURA

4

7,3

0

160 G

CUSTO/BENEFÍCIO

6,9

DIC A S INFO I

7

9/3/08 5:57:43 PM


PRETINHO NADA BÁSICO O discreto Portable Hard Drive, da Iomega, é uma opção para quem se importa com design e velocidade. Pela porta FireWire 400, dá para gravar dados com taxa de 26,6 MB/s — valor apenas razoável para essa interface, porém mais alto que o atingido pelos concorrentes com USB 2.0. Quem gosta de colocar o HD em cima da mesa vai sentir falta de pezinhos de borracha, que não deixariam o produto ficar sambando. Também seria melhor se oferecesse mais espaço em disco. 120 GB USB 2.0 589 REAIS

AVALIAÇÃO TÉCNICA

FIREWIRE 400

7,9

7,5 X 1,4 X 13,3 CM

CUSTO/BENEFÍCIO

7,5

189 G

MONTE SEU DRIVE EXTERNO Fez upgrade no disco? Compre os acessórios certos e transforme o HD antigo em uma unidade de armazenamento adicional

JEITÃO DE GATO O conversor TU2-IDSA, da TRENDnet, transforma discos IDE e SATA em dispositivos USB. Com ele, a taxa de escrita de um disco SATA foi de 32,5 MB/s. Como a gambiarra custa mais caro que cases de HD, serve mais para quem desmonta micros e precisa ficar ligando e desligando drives. USB 2.0

ATÉ ATA 133

AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,2

SATA 1.0 259 REAIS

6,9

CUSTO/BENEFÍCIO

SOBREVIDA PARA O IDE

DISCO RESISTENTE Além de deixar o HD bem estiloso, a borracha que envolve o ToughDrive 120GB, da Freecom, torna o drive mais resistente aos impactos durante o manuseio. Outra vantagem é o cabinho USB embutido na carcaça. Um fio de extensão acompanha o produto, caso o usuário queira deixá-lo em cima da mesa ou do gabinete. Durante a cópia de um arquivo ISO de 698 MB, a taxa de escrita foi de 22,9 MB/s, um bom valor. 120 GB

USB 2.0

AVALIAÇÃO TÉCNICA

8,1 X 1,8 X 14 CM

7,4

212 G 365 REAIS

CUSTO/BENEFÍCIO

7,6

TRANSFERÊNCIA A JATO Conectado à porta USB 2.0, o Mobile Drive Pro 160GB, da Freecom, grava arquivos a uma taxa de 15,2 MB/s, valor regular. Mas o dispositivo conta também com interface FireWire 400, para transferir dados a mais de 30 MB/s. Se vai bem na velocidade, o disco deixa a desejar em design. Além de ser simples e quadradão, ele pesa 312 gramas, bastante para equipamentos desse tipo. 160 GB USB 2.0 FIREWIRE 400 8,2 X 2 X 13,5 CM 312 G 340 REAIS

Além de transformar discos rígidos IDE em HDs externos, o pequeno gabinete Integral Fusion, da Akasa, oferece, de lambuja, entradas para cartões de memória e duas portas USB. Outra coisa bacana do produto é o ventilador interno com velocidade regulável. USB 2.0 SM/MS

COMPATÍVEL COM HDs IDE 13 X 5,5 X 21,9 CM

AVALIAÇÃO TÉCNICA

8

7,4

I DI C AS IN INFO FO

Armazen-HDsPorts-Mat04.indd 8-9

CUSTO/BENEFÍCIO

7,8

CUSTO/BENEFÍCIO

7,0

DRIVE DE BOLSO BARATO O case AX-221, da Satellite, é uma opção para quem quer montar um drive portátil sem gastar muito. É só comprar um HD de notebook e instalar no estojo com a chave e os parafusos que acompanham o produto. No INFOLAB, o conjunto com um HD Hitachi de 5 400 RPM copiou arquivos a 32,3 MB/s. USB 2.0 COMPATÍVEL COM HDs IDE DE 2,5” 69 REAIS

AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,7

CUSTO/BENEFÍCIO

7,6 X 1,6 X 12,5 CM

177 G

8,1

CASE eSATA Com o case Integral eSATA, da Akasa, discos IDE e SATA ganham a alta velocidade de transferência da interface eSATA. No INFOLAB, a taxa de escrita do dispositivo chegou a 50,6 MB/s. Fica faltando só uma ventoinha para refrigerar melhor o HD, que sai fritando após utilização intensa. eSATA USB 2.0 COMPATÍVEL COM HDs IDE E SATA 493 G 140 REAIS

AVALIAÇÃO TÉCNICA AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,2

LEITOR DE CARTÕES CF/SD/MMC/

596 G 196 REAIS

7,5

CUSTO/BENEFÍCIO

12,4 X 3,4 X 22 CM

7,4

DIC A S INFO I

9

9/3/08 5:58:25 PM


PRETINHO NADA BÁSICO O discreto Portable Hard Drive, da Iomega, é uma opção para quem se importa com design e velocidade. Pela porta FireWire 400, dá para gravar dados com taxa de 26,6 MB/s — valor apenas razoável para essa interface, porém mais alto que o atingido pelos concorrentes com USB 2.0. Quem gosta de colocar o HD em cima da mesa vai sentir falta de pezinhos de borracha, que não deixariam o produto ficar sambando. Também seria melhor se oferecesse mais espaço em disco. 120 GB USB 2.0 589 REAIS

AVALIAÇÃO TÉCNICA

FIREWIRE 400

7,9

7,5 X 1,4 X 13,3 CM

CUSTO/BENEFÍCIO

7,5

189 G

MONTE SEU DRIVE EXTERNO Fez upgrade no disco? Compre os acessórios certos e transforme o HD antigo em uma unidade de armazenamento adicional

JEITÃO DE GATO O conversor TU2-IDSA, da TRENDnet, transforma discos IDE e SATA em dispositivos USB. Com ele, a taxa de escrita de um disco SATA foi de 32,5 MB/s. Como a gambiarra custa mais caro que cases de HD, serve mais para quem desmonta micros e precisa ficar ligando e desligando drives. USB 2.0

ATÉ ATA 133

AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,2

SATA 1.0 259 REAIS

6,9

CUSTO/BENEFÍCIO

SOBREVIDA PARA O IDE

DISCO RESISTENTE Além de deixar o HD bem estiloso, a borracha que envolve o ToughDrive 120GB, da Freecom, torna o drive mais resistente aos impactos durante o manuseio. Outra vantagem é o cabinho USB embutido na carcaça. Um fio de extensão acompanha o produto, caso o usuário queira deixá-lo em cima da mesa ou do gabinete. Durante a cópia de um arquivo ISO de 698 MB, a taxa de escrita foi de 22,9 MB/s, um bom valor. 120 GB

USB 2.0

AVALIAÇÃO TÉCNICA

8,1 X 1,8 X 14 CM

7,4

212 G 365 REAIS

CUSTO/BENEFÍCIO

7,6

TRANSFERÊNCIA A JATO Conectado à porta USB 2.0, o Mobile Drive Pro 160GB, da Freecom, grava arquivos a uma taxa de 15,2 MB/s, valor regular. Mas o dispositivo conta também com interface FireWire 400, para transferir dados a mais de 30 MB/s. Se vai bem na velocidade, o disco deixa a desejar em design. Além de ser simples e quadradão, ele pesa 312 gramas, bastante para equipamentos desse tipo. 160 GB USB 2.0 FIREWIRE 400 8,2 X 2 X 13,5 CM 312 G 340 REAIS

Além de transformar discos rígidos IDE em HDs externos, o pequeno gabinete Integral Fusion, da Akasa, oferece, de lambuja, entradas para cartões de memória e duas portas USB. Outra coisa bacana do produto é o ventilador interno com velocidade regulável. USB 2.0 SM/MS

COMPATÍVEL COM HDs IDE 13 X 5,5 X 21,9 CM

AVALIAÇÃO TÉCNICA

8

7,4

I DI C AS IN INFO FO

Armazen-HDsPorts-Mat04.indd 8-9

CUSTO/BENEFÍCIO

7,8

CUSTO/BENEFÍCIO

7,0

DRIVE DE BOLSO BARATO O case AX-221, da Satellite, é uma opção para quem quer montar um drive portátil sem gastar muito. É só comprar um HD de notebook e instalar no estojo com a chave e os parafusos que acompanham o produto. No INFOLAB, o conjunto com um HD Hitachi de 5 400 RPM copiou arquivos a 32,3 MB/s. USB 2.0 COMPATÍVEL COM HDs IDE DE 2,5” 69 REAIS

AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,7

CUSTO/BENEFÍCIO

7,6 X 1,6 X 12,5 CM

177 G

8,1

CASE eSATA Com o case Integral eSATA, da Akasa, discos IDE e SATA ganham a alta velocidade de transferência da interface eSATA. No INFOLAB, a taxa de escrita do dispositivo chegou a 50,6 MB/s. Fica faltando só uma ventoinha para refrigerar melhor o HD, que sai fritando após utilização intensa. eSATA USB 2.0 COMPATÍVEL COM HDs IDE E SATA 493 G 140 REAIS

AVALIAÇÃO TÉCNICA AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,2

LEITOR DE CARTÕES CF/SD/MMC/

596 G 196 REAIS

7,5

CUSTO/BENEFÍCIO

12,4 X 3,4 X 22 CM

7,4

DIC A S INFO I

9

9/3/08 5:58:25 PM


armazenamento I discos externos

ARMAZÉNS DE ARQUIVOS Com pouco mais de um real por GB, já dá para botar um drive de 500 GB ao lado do micro

RÁPIDO NO GATILHO Comparado com os HDs de bolso, que usam discos de notebooks, o Desktop Hard Drive, da Iomega, não empolga pela aparência pesadona e bem grande. Mas, para quem não vai ficar carregando o drive na mochila, ele compensa pela capacidade de 360 GB e pelo bom desempenho. Nos testes, a velocidade de gravação foi muito boa, com taxa de 27,5 MB/s. Mas o hardware esquentou mais que o normal.

Q

uer seja para fazer backup ou desafogar o HD do micro, os discos rígidos externos de mesa são a opção com maior capacidade de armazenamento e melhor custobenefício para quem não precisa levar os dados no bolso. Baratinhos eles ainda não são, mas já é possível encontrar modelos custando pouco mais de um real por gigabyte. O INFOLAB avaliou três modelos com conexão USB 2.0, um deles feito para mandar arquivos de vídeo direto para a TV. Também passou pelo teste um modelo com dois HDs embutidos, o chamado storage, que quebra a barreira dos terabytes e é voltado para empresas ou pessoas que precisam trocar muitos dados em alta velocidade.

HD EXTERNO 360 GB USB 2.0 12 X 3,1 X 19,9 CM 874 G 689 REAIS

AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,3

CUSTO/BENEFÍCIO

7,2

OPÇÃO MAIS ECONÔMICA Se não prima pela portabilidade, o FreeAgent Desktop, da Seagate, compensa com preço atraente e boa velocidade na transferência de dados. Ele custa 579 reais — ou 1,16 real para cada um de seus 500 GB. Nos testes, a taxa de escrita registrada na cópia de um arquivo ISO de 698 MB foi de 31,7 MB/s, uma das melhores entre os HDs USB 2.0 já avaliados pelo INFOLAB. Para melhorar, poderia ter uma segunda opção de interface, como FireWire ou eSATA. HD EXTERNO

500 GB

AVALIAÇÃO TÉCNICA

USB 2.0

7,5

8 X 19 X 16,3 CM

CUSTO/BENEFÍCIO

1 KG 579 REAIS

1 TB NA CAIXA Pela porta FireWire 800, o UltraMax, da Iomega, consegue gravar dados com a excelente velocidade de 35,7 MB/s, de acordo com os testes do INFOLAB. O storage tem dois HDs de 500 GB, que funcionam como um único volume (RAID 0) ou de modo espelhado (RAID 1), duplicando os arquivos para manter sempre um backup. Embora não seja bonito, pelo menos não é grandalhão. 1 TB USB 2.0 FIREWIRE 400 E 800 12,5 X 8,2 X 24,4 CM 2,4 KG 2 469 REAIS

AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,9

CUSTO/BENEFÍCIO

6,8

7,5

O HD É O PLAYER O ScreenPlay Multimedia Drive, da Iomega, é uma mão na roda para quem baixa seriados e filmes loucamente pelo BitTorrent. Além de guardar os arquivos em seus 500 GB de espaço, o drive pode ser ligado diretamente à TV para tocar os vídeos em DivX, XviD, AVI, MPEG-1, MPEG-2, MPEG-4 e VOB. Infelizmente, não exibe conteúdo em alta definição, por falta de conexões digitais. Na resolução máxima, ele manda o sinal para a TV em 720p. O modelo ainda reproduz MP3 e fotos em JPEG. HD EXTERNO MULTIMÍDIA 500 GB USB 2.0 VÍDEO COMPONENTE VÍDEO COMPOSTO ÁUDIO COAXIAL RCA ESTÉREO 5,6 X 13 X 19,5 CM 1 KG 1 399 REAIS

AVALIAÇÃO TÉCNICA

10 I DI C AS IN FO

Armazen-HDsExt-Mat05.indd 10-11

7,8

CUSTO/BENEFÍCIO

7,0

© FOTOS MARCELO KURA

DIC A S INFO I 11

9/3/08 6:00:05 PM


armazenamento I discos externos

ARMAZÉNS DE ARQUIVOS Com pouco mais de um real por GB, já dá para botar um drive de 500 GB ao lado do micro

RÁPIDO NO GATILHO Comparado com os HDs de bolso, que usam discos de notebooks, o Desktop Hard Drive, da Iomega, não empolga pela aparência pesadona e bem grande. Mas, para quem não vai ficar carregando o drive na mochila, ele compensa pela capacidade de 360 GB e pelo bom desempenho. Nos testes, a velocidade de gravação foi muito boa, com taxa de 27,5 MB/s. Mas o hardware esquentou mais que o normal.

Q

uer seja para fazer backup ou desafogar o HD do micro, os discos rígidos externos de mesa são a opção com maior capacidade de armazenamento e melhor custobenefício para quem não precisa levar os dados no bolso. Baratinhos eles ainda não são, mas já é possível encontrar modelos custando pouco mais de um real por gigabyte. O INFOLAB avaliou três modelos com conexão USB 2.0, um deles feito para mandar arquivos de vídeo direto para a TV. Também passou pelo teste um modelo com dois HDs embutidos, o chamado storage, que quebra a barreira dos terabytes e é voltado para empresas ou pessoas que precisam trocar muitos dados em alta velocidade.

HD EXTERNO 360 GB USB 2.0 12 X 3,1 X 19,9 CM 874 G 689 REAIS

AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,3

CUSTO/BENEFÍCIO

7,2

OPÇÃO MAIS ECONÔMICA Se não prima pela portabilidade, o FreeAgent Desktop, da Seagate, compensa com preço atraente e boa velocidade na transferência de dados. Ele custa 579 reais — ou 1,16 real para cada um de seus 500 GB. Nos testes, a taxa de escrita registrada na cópia de um arquivo ISO de 698 MB foi de 31,7 MB/s, uma das melhores entre os HDs USB 2.0 já avaliados pelo INFOLAB. Para melhorar, poderia ter uma segunda opção de interface, como FireWire ou eSATA. HD EXTERNO

500 GB

AVALIAÇÃO TÉCNICA

USB 2.0

7,5

8 X 19 X 16,3 CM

CUSTO/BENEFÍCIO

1 KG 579 REAIS

1 TB NA CAIXA Pela porta FireWire 800, o UltraMax, da Iomega, consegue gravar dados com a excelente velocidade de 35,7 MB/s, de acordo com os testes do INFOLAB. O storage tem dois HDs de 500 GB, que funcionam como um único volume (RAID 0) ou de modo espelhado (RAID 1), duplicando os arquivos para manter sempre um backup. Embora não seja bonito, pelo menos não é grandalhão. 1 TB USB 2.0 FIREWIRE 400 E 800 12,5 X 8,2 X 24,4 CM 2,4 KG 2 469 REAIS

AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,9

CUSTO/BENEFÍCIO

6,8

7,5

O HD É O PLAYER O ScreenPlay Multimedia Drive, da Iomega, é uma mão na roda para quem baixa seriados e filmes loucamente pelo BitTorrent. Além de guardar os arquivos em seus 500 GB de espaço, o drive pode ser ligado diretamente à TV para tocar os vídeos em DivX, XviD, AVI, MPEG-1, MPEG-2, MPEG-4 e VOB. Infelizmente, não exibe conteúdo em alta definição, por falta de conexões digitais. Na resolução máxima, ele manda o sinal para a TV em 720p. O modelo ainda reproduz MP3 e fotos em JPEG. HD EXTERNO MULTIMÍDIA 500 GB USB 2.0 VÍDEO COMPONENTE VÍDEO COMPOSTO ÁUDIO COAXIAL RCA ESTÉREO 5,6 X 13 X 19,5 CM 1 KG 1 399 REAIS

AVALIAÇÃO TÉCNICA

10 I DI C AS IN FO

Armazen-HDsExt-Mat05.indd 10-11

7,8

CUSTO/BENEFÍCIO

7,0

© FOTOS MARCELO KURA

DIC A S INFO I 11

9/3/08 6:00:05 PM


armazenamento I discos em rede

ESTÁ TUDO NA REDE

GABINETE DE ARQUIVOS A unidade de armazenamento Storage Central Turbo SC101T, da Netgear, prima pela configuração simples. O micro identifica o dispositivo como disco local e não requer ajustes complicados. O gabinete tem espaço para dois HDs (que não acompanham o produto) e porta Gigabit Ethernet, para transferência em alta velocidade na rede. A desvantagem é que o acesso aos dados exige um driver exclusivo para Windows.

Dois modelos de disco que garantem mais gigabytes de armazenamento para sua rede de PCs

ESPAÇO PARA 2 HDS SATA 719 REAIS

GIGABIT ETHERNET

7,4

CUSTO/BENEFÍCIO

AVALIAÇÃO TÉCNICA

15 X 14,5 X 17 CM

1,3 KG

7,0

T

anto em casa quanto em um pequeno escritório, os discos que vão servir arquivos em uma rede precisam ter boa capacidade de armazenamento, opções de conectividade e altas taxas de transferência de dados. Se tiverem outros atrativos, como capacidade de expansão e custo acessível, melhor ainda. Testamos cinco discos externos que podem integrar redes de pequeno porte. Confira o que cada um deles oferece.

HD DE MOCHILA

ACESSO VELOZ O Ethernet Disk Mini, da LaCie, é uma solução simples para montar um servidor de arquivos de alta velocidade em casa ou num pequeno escritório. Ele tem interface Gigabit Ethernet, que permite compartilhar até 500 GB de dados entre vários micros. O dispositivo vem ainda com duas portas USB 2.0 para conectar outras unidades de disco, expandindo a capacidade. Um suporte acompanha o equipamento, que pode ficar de pé em cima da mesa ou montado num rack. O ponto negativo é a falta de opções de controle, como o estabelecimento de cotas por usuário.

Versão para redes de alta velocidade dos HDs externos da Western Digital, o My Book World Edition II permite compartilhar 1 TB de arquivos pela porta Gigabit Ethernet. Dá para estabelecer senhas de acesso, mas o gerenciamento pela web poderia ser mais rápido e ter opções como cotas para usuários. O destaque positivo vai para o design elegante. 1 TB

USB 2.0

GIGABIT ETHERNET USB 2.0 (SÓ PARA EXPANSÃO) 10,5 X 17,4 X 16 CM 2,4 KG 1 349 REAIS

AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,7

CUSTO/BENEFÍCIO

7,7

500 GB GIGABIT ETHERNET USB 2.0 4,3 X 18,3 X 16,7 CM 1,5 KG 1 199 REAIS

9 8

AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,3

CUSTO/BENEFÍCIO

7,1

7

ARMAZENAGEM E DIVERSÃO

6 5 4 3

Com design elegante em aço escovado, o Home Network Hard Drive, da Iomega, é feito sob medida para usar em casa. Ele tem 320 GB de espaço para guardar arquivos e um software muito prático, que permite fazer backup integral do micro ou de pastas e tipos de arquivos selecionados. Quem tem um Xbox 360 pode usar a unidade de storage como media center, por meio de um programinha bem prático de streaming de fotos e músicas. O produto só não é interessante para uso em grandes empresas porque sua interface é Fast Ethernet. Com isso, a taxa de transferência de dados na rede é de 7,5 MB/s, de acordo com os testes do INFOLAB.

2

12 I DI C AS IN FO

Armazen-DiscosRede-Mat06.indd 12-13

7,3

CUSTO/BENEFÍCIO

0

O StorCenter Wireless Network Storage, da Iomega, tem quatro HDs de 250 GB que podem ser compartilhados numa rede sem fio padrão g. Tudo com criptografia WEP, WPA ou WPA2. Os discos ocupam todo o espaço do gabinete, mais largo e alto que alguns concorrentes com a mesma capacidade. Versátil, o dispositivo também pode ser usado para compartilhar a impressora. Basta ligá-la numa das portas USB 2.0.

320 GB FAST ETHERNET 10/100 USB 2.0 12,1 X 3,5 X 24,5 CM 1,2 KG 1 169 REAIS

AVALIAÇÃO TÉCNICA

1

ARMAZÉM WIRELESS

4 HDS DE 250 GB CADA 802.11G LAN 10/100/1000 19 X 23,5 X 28 CM 5,8 KG 3 775 REAIS

7,1

AVALIAÇÃO TÉCNICA

© FOTOS MARCELO KURA

7,9

CUSTO/BENEFÍCIO

2 PORTAS USB 2.0

7,2 DIC A S INFO I 13

9/3/08 6:01:37 PM


armazenamento I discos em rede

ESTÁ TUDO NA REDE

GABINETE DE ARQUIVOS A unidade de armazenamento Storage Central Turbo SC101T, da Netgear, prima pela configuração simples. O micro identifica o dispositivo como disco local e não requer ajustes complicados. O gabinete tem espaço para dois HDs (que não acompanham o produto) e porta Gigabit Ethernet, para transferência em alta velocidade na rede. A desvantagem é que o acesso aos dados exige um driver exclusivo para Windows.

Dois modelos de disco que garantem mais gigabytes de armazenamento para sua rede de PCs

ESPAÇO PARA 2 HDS SATA 719 REAIS

GIGABIT ETHERNET

7,4

CUSTO/BENEFÍCIO

AVALIAÇÃO TÉCNICA

15 X 14,5 X 17 CM

1,3 KG

7,0

T

anto em casa quanto em um pequeno escritório, os discos que vão servir arquivos em uma rede precisam ter boa capacidade de armazenamento, opções de conectividade e altas taxas de transferência de dados. Se tiverem outros atrativos, como capacidade de expansão e custo acessível, melhor ainda. Testamos cinco discos externos que podem integrar redes de pequeno porte. Confira o que cada um deles oferece.

HD DE MOCHILA

ACESSO VELOZ O Ethernet Disk Mini, da LaCie, é uma solução simples para montar um servidor de arquivos de alta velocidade em casa ou num pequeno escritório. Ele tem interface Gigabit Ethernet, que permite compartilhar até 500 GB de dados entre vários micros. O dispositivo vem ainda com duas portas USB 2.0 para conectar outras unidades de disco, expandindo a capacidade. Um suporte acompanha o equipamento, que pode ficar de pé em cima da mesa ou montado num rack. O ponto negativo é a falta de opções de controle, como o estabelecimento de cotas por usuário.

Versão para redes de alta velocidade dos HDs externos da Western Digital, o My Book World Edition II permite compartilhar 1 TB de arquivos pela porta Gigabit Ethernet. Dá para estabelecer senhas de acesso, mas o gerenciamento pela web poderia ser mais rápido e ter opções como cotas para usuários. O destaque positivo vai para o design elegante. 1 TB

USB 2.0

GIGABIT ETHERNET USB 2.0 (SÓ PARA EXPANSÃO) 10,5 X 17,4 X 16 CM 2,4 KG 1 349 REAIS

AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,7

CUSTO/BENEFÍCIO

7,7

500 GB GIGABIT ETHERNET USB 2.0 4,3 X 18,3 X 16,7 CM 1,5 KG 1 199 REAIS

9 8

AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,3

CUSTO/BENEFÍCIO

7,1

7

ARMAZENAGEM E DIVERSÃO

6 5 4 3

Com design elegante em aço escovado, o Home Network Hard Drive, da Iomega, é feito sob medida para usar em casa. Ele tem 320 GB de espaço para guardar arquivos e um software muito prático, que permite fazer backup integral do micro ou de pastas e tipos de arquivos selecionados. Quem tem um Xbox 360 pode usar a unidade de storage como media center, por meio de um programinha bem prático de streaming de fotos e músicas. O produto só não é interessante para uso em grandes empresas porque sua interface é Fast Ethernet. Com isso, a taxa de transferência de dados na rede é de 7,5 MB/s, de acordo com os testes do INFOLAB.

2

12 I DI C AS IN FO

Armazen-DiscosRede-Mat06.indd 12-13

7,3

CUSTO/BENEFÍCIO

0

O StorCenter Wireless Network Storage, da Iomega, tem quatro HDs de 250 GB que podem ser compartilhados numa rede sem fio padrão g. Tudo com criptografia WEP, WPA ou WPA2. Os discos ocupam todo o espaço do gabinete, mais largo e alto que alguns concorrentes com a mesma capacidade. Versátil, o dispositivo também pode ser usado para compartilhar a impressora. Basta ligá-la numa das portas USB 2.0.

320 GB FAST ETHERNET 10/100 USB 2.0 12,1 X 3,5 X 24,5 CM 1,2 KG 1 169 REAIS

AVALIAÇÃO TÉCNICA

1

ARMAZÉM WIRELESS

4 HDS DE 250 GB CADA 802.11G LAN 10/100/1000 19 X 23,5 X 28 CM 5,8 KG 3 775 REAIS

7,1

AVALIAÇÃO TÉCNICA

© FOTOS MARCELO KURA

7,9

CUSTO/BENEFÍCIO

2 PORTAS USB 2.0

7,2 DIC A S INFO I 13

9/3/08 6:01:37 PM


armazenamento I HDs internos

TROCA DE DISCO RÍGIDO Quando a unidade de armazenamento atual não dá conta, é hora de substituir por outra

S

e o disco pifou ou já não é capaz de armazenar todos os arquivos importantes para seu trabalho, pode ser interessante fazer o upgrade para uma unidade de maior capacidade. Além de guardar um volume maior de dados, os discos atuais são mais velozes na escrita e gravação, e esse ganho de desempenho pode fazer uma diferença considerável no seu dia-a-dia. É preciso apenas se certificar de que o computador antigo tenha uma interface compatível com a nova unidade e que exista uma baia disponível, caso o objetivo seja manter o HD antigo.

1 TERA NO DISCO Com programas e jogos mais vorazes e os milhares de vídeos, fotos e músicas que vão para o computador, ter um HD espaçoso é uma excelente idéia. O Barracuda 7200.11 ST31000340AS, da Seagate, é ideal para quem não gosta de economizar espaço de armazenamento. A unidade tem capacidade de 1 TB, interface SATA de 3 Gb/s e cache de 32 MB. Nos testes do INFOLAB, o disco atingiu a ótima velocidade de escrita de 84,5 MB/s. O HD tem ainda a tecnologia NCQ (Native Command Queuing), que organiza os comandos do usuário para evitar movimentos desnecessários do braço de leitura. O único ponto negativo é o preço um pouco salgado. 1 TB SATA 3 GB/S 766 REAIS

AVALIAÇÃO TÉCNICA

7 200 RPM

8,8

BAIA DE 3,5

32 MB CACHE

CUSTO/BENEFÍCIO

7,5

SATA II NO HD O SPINPOINT SP2504C, da Samsung, faz parte da geração de unidades de disco com interface SATA II (SATA/300), com velocidade nominal de 300 MBps. Com capacidade de 250 GB, o SP2504C funciona a 7 200 RPM e conta com um cache interno de 8 MB. No INFOLAB, o HD ligado a uma placa SATA II apresentou taxa de transferência máxima de 181 MBps. Isso é 50% mais que o valor medido com o HD ligado a uma placa SATA I. 250 GB

SATA II

7 200 RPM

AVALIAÇÃO TÉCNICA

14 I DI C AS IN FO

Armazen-HDs_ints-Mat07.indd 14

8,0

BAIA DE 3,5

8 MB CACHE 224 REAIS

CUSTO/BENEFÍCIO

7,0

© FOTOS MARCELO KURA

9/3/08 6:02:33 PM


armazenamento I pen drives

PEQUENOS GIGANTES

DOMINE O AUTORUN

Os pen drives guardam cada vez mais arquivos, encolhem por fora e ganham novas formas e recursos

PEN DRIVE PARA 4 DVDS

O

s pen drives se tornaram itens essenciais no escritório e no bolso de qualquer pessoa que queira levar para qualquer lado GB de arquivos sem qualquer tipo de complicação. Mas não é só a praticidade e o custo por GB cada vez mais baixo, especialmente nos modelos de até 4 GB, que tornam os pequeninos drives de memória flash atraentes. Vários pen drives estão oferecendo outros recursos, como a proteção por senha biométrica, e até mesmo se incorporando a outros dispositivos, como o mouse. Confira a seguir quatro opções para guardar e transportar de 1 a 16 GB.

O JetFlash 2A, da Transcend, tem capacidade para 16 GB nominais, espaço suficiente para guardar o conteúdo de quase quatro DVDs. Nos testes do INFOLAB recebeu 15,3 GB em arquivos. A velocidade de escrita aferida ficou em 8 MB/s, enquanto a leitura foi feita a 24,2 MB/s. Claro que, para armazenar tudo isso, o equipamento exige um corpo mais robusto. O tamanho do JetFlash 2A é 1,3 centímetro maior em comprimento e 1 centímetro maior em largura na comparação com um pen drive de 1 GB do mesmo fabricante, o que pode atrapalhar a conexão do dispositivo em PCs ou laptops. 16 GB

3,4 X 8,8 X 1,2 CM

AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,1

22 G 1 399 REAIS

CUSTO/BENEFÍCIO

6,5

DUAS VEZES WIRELESS

BIOMETRIA NOS ARQUIVOS Para quem transporta arquivos importantes num pen drive, o JF220, da Transcend, de 8 GB, oferece segurança extra. Tem um leitor datiloscópico que identifica a impressão digital do usuário. No INFOLAB, a gravação foi lenta (3,8 MB/s), mas isso se deve à criptografia dos dados. Dá para cadastrar login e senha para autenticação em sites, com um toque no leitor. 8 GB

2,1 X 1,1 X 7 CM

Com o Mobile Memory Mouse 8000, da Microsoft, o usuário escolhe se o minimouse sem fio vai trabalhar por Bluetooth ou RF. No modo Bluetooth, o dispositivo é reconhecido pelo notebook e chega a dispensar a presença do adaptador USB que acompanha o produto. Mas só para a comunicação wireless, pois, além de fazer a ponte sem fio entre o mouse e laptops sem interface Bluetooth, o adaptador USB possibilita a recarga da bateria do Mobile Memory Mouse 8000 e, de quebra, funciona como um pen drive de 1 GB. Nos testes do INFOLAB, o mouse funcionou perfeitamente por Bluetooth, RF e até mesmo durante a recarga da bateria, com o auxílio de um pequeno cabo. USB 2.0 RF 299 REAIS

BLUETOOTH

4 BOTÕES E SCROLL

RECARREGÁVEL

9 8 7 6 5

83 G

4 3

AVALIAÇÃO TÉCNICA

13 G 299 REAIS

RESOLUÇÃO DE 1 000 DPI

Uma forma de personalizar o funcionamento de pen drives e DVDs é criar um arquivo autorun.inf na raiz do disco. O arquivo deve ser feito em texto puro (use o Bloco de Notas). Na primeira linha, tecle [autorun]. O resto é preenchido com comandos como icon=revistainfo.ico, que especifica um ícone (neste exemplo, contido no arquivo revistainfo.ico) a ser exibido no Windows Explorer. Outro comando possível é label=INFO, que muda o título do disco no Explorer (neste exemplo, o título passa a ser INFO). Para rodar um programa ao inserir o disco, use os comandos open=arquivo. exe e action=Abre programa principal. O primeiro define o programa a ser rodado; e, o segundo, a mensagem que aparece na janela de execução automática.

8,2

CUSTO/BENEFÍCIO

2

6,7

1 0

AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,5

CUSTO/BENEFÍCIO

7,3

PEN DRIVE SEM TAMPA Esse é para quem vive perdendo a tampinha. O Data Traveler, de 4 GB, da Kingston, é retrátil, com uma pequena alavanca de plástico deslizante para recolher o conector USB 2.0 usando o polegar. O pen drive é muito prático, mas transmite a sensação de fragilidade. As velocidades medidas pelo INFOLAB — gravação em 9,4 MB/s e leitura em 24,5 MB/s — estão acima da média. 4 GB

2,0 X 0,9 X 7,1 CM

AVALIAÇÃO TÉCNICA

16 I DI C AS IN FO

Armazen-PenDrives-Mat08.indd 16-17

7,0

11 G 199 REAIS

CUSTO/BENEFÍCIO

7,6

© FOTOS MARCELO KURA

DIC A S INFO I 17

9/4/08 9:53:59 PM


armazenamento I disco óptico

O BLU-RAY VENCEU A DISPUTA

BLU-RAY DE COLO O lançamento do Vaio VGN-FZ390AU, da Sony, coincidiu com o anúncio de óbito do HD DVD. Seu principal atrativo é o drive Blu-ray, que trabalha em 2x tanto na leitura como na gravação em mídias BD-R (gravável) e BD-RE (regravável). Com ele, um disco BD-RE levou 100 minutos para ser forrado com 22,4 GB de arquivos. A reprodução de filmes em Blu-ray apresenta qualidade excepcional, tanto na tela de 15,4 polegadas do laptop (apesar da resolução nativa, 1 280 por 800 pixels, ficar abaixo do padrão 1 080p) como em TVs de LCD conectadas ao notebook via HDMI. O desempenho geral é de tirar o fôlego. Sua configuração musculosa, que inclui uma placa GeForce 8400M GT de 256 MB, obteve nota 5,0 no índice do Vista e cravou o novo recorde do INFOLAB no PCMark05, com 5 559 pontos. O corpo prateado abriga teclado muito confortável, mas que exige a combinação de teclas para a digitação de caracteres como o ponto de interrogação.

Formato que derrubou o HD DVD já pode ser encontrado em notebooks, desktops e em unidades avulsas POR AIRTON LOPES E BRUNO FERRARI

CORE 2 QUAD Q6600 2,4 GHZ CORE 2 DUO T8300 (2,4 GHZ) 2 GB DE RAM 250 GB DE HD GEFORCE 8400M GT DE 256 MB GRAVADOR DE BLU-RAY WI-FI 802.11N WEBCAM DE 1,3 MP WINDOWS VISTA ULTIMATE 7 999 REAIS

H

á dois anos, as tecnologias Blu-ray e HD DVD brigavam pelo posto de sucessora do DVD. Não brigam mais. Em fevereiro, o padrão Blu-ray sagrouse campeão dessa batalha quando a Toshiba anunciou o fim do desenvolvimento, da fabricação e da comercialização de HD DVD, motivada pela forte adesão da indústria cinematográfica ao formato concorrente. Sorte dos consumidores, que não correm mais o risco de apostar num formato e ver o outro tornar-se padrão. Pena que essa definição não tenha revertido, até agora, na redução nos preços dos players e gravadores. Mas quem quiser investir na tecnologia já encontra opções de desktops e notebooks com gravador de Blu-ray e unidades avulsas para dar aquele upgrade no equipamento antigo.

AVALIAÇÃO TÉCNICA

8,5

CUSTO/BENEFÍCIO

6,8

PC DE ALTA DEFINIÇÃO O Pavilion Elite m9160br, da HP, é o primeiro media center PC do Brasil que toca e grava Blu-ray e reproduz HD DVD. As cenas dos filmes em alta definição podem ser vistas no ótimo monitor de LCD de 22 polegadas com interface HDMI ou em 1 080p numa TV full HD. Itens como chip quad-core, Wi-Fi e baias frontais para receber HDs externos de 3,5 polegadas (um de 160 GB está incluído no pacote) e de 2,5 polegadas tornam o m9160br um desktop ainda mais diferenciado. Só fica devendo caixas de som à altura. CORE 2 QUAD Q6600 2,4 GHZ 2 GB DE RAM 500 + 160 GB DE HD GEFORCE 8400GS 256 DE MB PLACA DE TV E FM GRAVADOR DE BLU-RAY E LEITOR DE HD DVD WI-FI LCD DE 22” WINDOWS VISTA HOME PREMIUM 5 699 REAIS

BLU-RAY MAIS ACESSÍVEL

AVALIAÇÃO TÉCNICA

8,0

CUSTO/BENEFÍCIO

7,7

Ainda não dá para chamar de pechincha, mas já é possível comprar um gravador de DVD sem fazer um rombo monumental no orçamento. Por 1 036 reais, o GGW-H20L, da LG, grava em mídias BD-R de até 6x e reproduz filmes em Blu-ray e HD DVD no micro. Nos testes do INFOLAB com discos BD-RE de 2x, o drive transferiu um pacotaço de arquivos com 22,67 GB para o disco em 84 minutos. Como tem suporte à tecnologia LightScribe, o GGW-H20L é capaz de imprimir rótulos em mídias compatíveis, tarefa realizada sem problemas durante a avaliação. BD-R/-RE (6X/2X)

AVALIAÇÃO TÉCNICA

HD DVD-ROM

8,6

18 I DI C AS IN FO

Armazen-DOptico-Mat09.indd 18-19

DVD-R/-R9/-RW (16X/4X/6X)

CUSTO/BENEFÍCIO

DVD+R/+R LS/+R9/+RW (16X/3X/4X/6X)

DVD-RAM (5X)

CD-R/RW (40X/24X)

SATA 1 036 REAIS

7,8

© FOTOS MARCELO KURA

DIC D DI I C A S INFO I 19

9/3/08 6:04:29 PM


armazenamento I disco óptico

O BLU-RAY VENCEU A DISPUTA

BLU-RAY DE COLO O lançamento do Vaio VGN-FZ390AU, da Sony, coincidiu com o anúncio de óbito do HD DVD. Seu principal atrativo é o drive Blu-ray, que trabalha em 2x tanto na leitura como na gravação em mídias BD-R (gravável) e BD-RE (regravável). Com ele, um disco BD-RE levou 100 minutos para ser forrado com 22,4 GB de arquivos. A reprodução de filmes em Blu-ray apresenta qualidade excepcional, tanto na tela de 15,4 polegadas do laptop (apesar da resolução nativa, 1 280 por 800 pixels, ficar abaixo do padrão 1 080p) como em TVs de LCD conectadas ao notebook via HDMI. O desempenho geral é de tirar o fôlego. Sua configuração musculosa, que inclui uma placa GeForce 8400M GT de 256 MB, obteve nota 5,0 no índice do Vista e cravou o novo recorde do INFOLAB no PCMark05, com 5 559 pontos. O corpo prateado abriga teclado muito confortável, mas que exige a combinação de teclas para a digitação de caracteres como o ponto de interrogação.

Formato que derrubou o HD DVD já pode ser encontrado em notebooks, desktops e em unidades avulsas POR AIRTON LOPES E BRUNO FERRARI

CORE 2 QUAD Q6600 2,4 GHZ CORE 2 DUO T8300 (2,4 GHZ) 2 GB DE RAM 250 GB DE HD GEFORCE 8400M GT DE 256 MB GRAVADOR DE BLU-RAY WI-FI 802.11N WEBCAM DE 1,3 MP WINDOWS VISTA ULTIMATE 7 999 REAIS

H

á dois anos, as tecnologias Blu-ray e HD DVD brigavam pelo posto de sucessora do DVD. Não brigam mais. Em fevereiro, o padrão Blu-ray sagrouse campeão dessa batalha quando a Toshiba anunciou o fim do desenvolvimento, da fabricação e da comercialização de HD DVD, motivada pela forte adesão da indústria cinematográfica ao formato concorrente. Sorte dos consumidores, que não correm mais o risco de apostar num formato e ver o outro tornar-se padrão. Pena que essa definição não tenha revertido, até agora, na redução nos preços dos players e gravadores. Mas quem quiser investir na tecnologia já encontra opções de desktops e notebooks com gravador de Blu-ray e unidades avulsas para dar aquele upgrade no equipamento antigo.

AVALIAÇÃO TÉCNICA

8,5

CUSTO/BENEFÍCIO

6,8

PC DE ALTA DEFINIÇÃO O Pavilion Elite m9160br, da HP, é o primeiro media center PC do Brasil que toca e grava Blu-ray e reproduz HD DVD. As cenas dos filmes em alta definição podem ser vistas no ótimo monitor de LCD de 22 polegadas com interface HDMI ou em 1 080p numa TV full HD. Itens como chip quad-core, Wi-Fi e baias frontais para receber HDs externos de 3,5 polegadas (um de 160 GB está incluído no pacote) e de 2,5 polegadas tornam o m9160br um desktop ainda mais diferenciado. Só fica devendo caixas de som à altura. CORE 2 QUAD Q6600 2,4 GHZ 2 GB DE RAM 500 + 160 GB DE HD GEFORCE 8400GS 256 DE MB PLACA DE TV E FM GRAVADOR DE BLU-RAY E LEITOR DE HD DVD WI-FI LCD DE 22” WINDOWS VISTA HOME PREMIUM 5 699 REAIS

BLU-RAY MAIS ACESSÍVEL

AVALIAÇÃO TÉCNICA

8,0

CUSTO/BENEFÍCIO

7,7

Ainda não dá para chamar de pechincha, mas já é possível comprar um gravador de DVD sem fazer um rombo monumental no orçamento. Por 1 036 reais, o GGW-H20L, da LG, grava em mídias BD-R de até 6x e reproduz filmes em Blu-ray e HD DVD no micro. Nos testes do INFOLAB com discos BD-RE de 2x, o drive transferiu um pacotaço de arquivos com 22,67 GB para o disco em 84 minutos. Como tem suporte à tecnologia LightScribe, o GGW-H20L é capaz de imprimir rótulos em mídias compatíveis, tarefa realizada sem problemas durante a avaliação. BD-R/-RE (6X/2X)

AVALIAÇÃO TÉCNICA

HD DVD-ROM

8,6

18 I DI C AS IN FO

Armazen-DOptico-Mat09.indd 18-19

DVD-R/-R9/-RW (16X/4X/6X)

CUSTO/BENEFÍCIO

DVD+R/+R LS/+R9/+RW (16X/3X/4X/6X)

DVD-RAM (5X)

CD-R/RW (40X/24X)

SATA 1 036 REAIS

7,8

© FOTOS MARCELO KURA

DIC D DI I C A S INFO I 19

9/3/08 6:04:29 PM


armazenamento I cartões de memória

EM POUCOS MILÍMETROS Cartões de memória minúsculos já armazenam até 32 GB

O

s dispositivos de memória flash surgiram nos anos 90 com os PC Cards, mas já no final dessa década apareceram novos formatos menores em tamanho e maiores em poder de armazenamento. Atualmente, é possível encontrar cartões minúsculos, capazes de comportar até 32 GB. Os cartões de memória são usados em câmeras digitais, PDAs, celulares, smartphones e players de áudio e vídeo, e muitos computadores e eletrônicos já saem de fábrica com slots para ler esses dispositivos. Os formatos mais comuns hoje em dia são SD, MMC, Memory Stick, xD e CompactFlash.

4 GB NO CARTÃO Um cartão de memória é a unidade de armazenamento mais versátil que existe atualmente. Ele permite carregar dados que, com o uso de adaptadores, podem ser lidos no celular, no laptop, na câmera digital e em vários outros dispositivos. O microSDHC SDC4, da Kingston, é uma opção para quem quer levar 4 GB de arquivos em qualquer um desses aparelhos. Porém, o produto peca nas velocidades de escrita e leitura — nos testes do INFOLAB, copiou arquivos com uma taxa de gravação de apenas 4,1 MB/s. CARTÃO MICROSDHC ADAPTADORES PARA MINISDHC E SDHC 4 GB 105 REAIS

AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,8

CUSTO/BENEFÍCIO

7,2

SLOTS DE SOBRA A Akasa caprichou no design do seu leitor de cartões externo HC-01. Além de bonito, o acessório é bem prático. Ele possui cinco slots, o que evita congestionamento nas entradas e permite a cópia direta de arquivos entre cartões de diferentes padrões. Entre os formatos aceitos, o destaque é o microSD, que pode ser lido sem necessidade de adaptador. O único padrão esquecido é o xD. Além das fendas para cartões, o periférico traz LEDs para indicar quais slots estão ocupados e faz o papel de hub USB, oferecendo três portas para novas conexões. Vem com fonte externa. SLOTS PARA COMPACT FLASH (TODOS), MEMORY STICK (TODOS), SD (TODOS), MMC E SMARTMEDIA 3 USB 2.0 5,4 X 10,1 X 1,8 CM 66 G 100 REAIS

AVALIAÇÃO TÉCNICA

8,1

20 I DI C AS IN FO

Armazen-Cartoes-Mat10.indd 20

CUSTO/BENEFÍCIO

7,4

© FOTOS MARCELO KURA

9/3/08 6:05:31 PM


armazenamento I web

O DISCO ESTÁ NA INTERNET Serviços online oferecem de poucos megabytes a centenas de gigabytes para o armazenamento de dados POR MARIA ISABEL MOREIRA

A

s possibilidades de armazenamento de arquivos são bem mais variadas hoje do que alguns anos atrás. Atualmente, guarda-se dados em HDs internos e externos, discos portáteis, cartões de memória, pen drives, CDs, DVDs... e na web. Sob certos aspectos, a internet é a opção de storage mais prática. Os usuários dos serviços online podem acessar informações de qualquer computador, em qualquer lugar do mundo, sem ter de

PONTO PARA A FLEXIBILIDADE Um dos grandes diferenciais do File123 é que ele também recebe impressos enviados por fax (o que, no caso dos usuários brasileiros, implica o custo de ligações internacionais) ou digitalizados com a ajuda de um scanner e de um controle ActiveX para transferência automática. Além dos uploads no modo convencional, é possível enviar arquivos anexados a mensagens para um endereço eletrônico. Nos testes, no entanto, esse método não funcionou. Os problemas com o File123 não se limitaram a isso. A instalação da aplicação opcional para transformar o serviço em um drive virtual falhou em três computadores e o envio de e-mail com links para compartilhamento, em todas as tentativas, resultou no download de arquivos vazios — o compartilhamento funcionou apenas com o envio dos arquivos anexados. A opção gratuita do File123 oferece apenas 50 MB de espaço. Quem quiser pagar pode comprar o plano de 5 GB (9,95 dólares mensais) ou de 20 GB (29,95 dólares mensais)

carregar nada no bolso ou na mochila. Na hora de consultar um relatório, conferir os dados de uma planilha ou mostrar as fotos da família, os adeptos dessa modalidade de armazenamento precisam apenas conectar-se ao serviço e baixar o arquivo. Mas é fundamental ter uma conexão rápida para não perder muito tempo nos downloads e uploads. Gostou da idéia? Colocamos à prova quatro serviços. Saiba o que cada um deles oferece.

9 8 7

APELE PARA O GMAIL

COM STREAMING E TUDO Pena que o espaço no plano gratuito do SteekR seja de apenas 1 GB. Fora isso, não há muito do que reclamar. O serviço permite que se guardem documentos variados, fotografias, músicas e vídeos. Melhor, encarrega-se do streaming desses arquivos multimídia, de modo que você possa executá-los onde quer que esteja. No caso das imagens, o serviço providencia os slideshows. Para fazer o upload, basta arrastar os arquivos do Windows Explorer para uma área determinada no site. Outra possibilidade é baixar um programa que transforma o SteekR em um disco virtual no computador e que permite que se arraste e solte arquivos para as pastas online para carga automática. Nos testes, o upload de arquivos foi rápido e eficiente. Outro programinha oferecido pelo SteekR que pode ser baixado para o computador permite usar o serviço para fazer backups automáticos ou manuais de pastas e arquivos determinados. O serviço permite ainda que se gerencie contatos. As opções pagas do SteekR vão de 5 GB (35 dólares por ano) a 100 GB (110 dólares por mês).

22 I DI C AS IN FO

Armazen-Web-Mat11.indd 22-23

6

O Gmail oferece quase 7 GB para cada um de seus usuários. Por mais mensagens que você troque e mantenha lá vai levar um bom tempo até ocupar todo o espaço disponível. Por que não usar essa área de armazenamento como disco virtual? Alguns programas usam essa estratégia, entre eles o Gmail Drive (www.info.abril.com.br/download/5370.shtml). Uma vez instalado, ele cria um disco na área Computador (Meu Computador, no XP), para o qual os arquivos podem ser copiados e de onde podem ser baixados. Cada vez que um arquivo é colocado no disco virtual uma nova mensagem chega à caixa postal da sua conta do Gmail. Uma dica do próprio desenvolvedor para organizar os arquivos (e também a caixa de entrada) é criar um filtro para arquivar essas mensagens e seus anexos.

5 4 3 2 1 0

DIC A S INFO I 23

9/4/08 9:17:17 PM


ESPAÇO ILIMITADO O armazenamento de arquivos no MediaFire dispensa até o registro, mas para garantir que seus dados possam ser acessados de qualquer computador e que não se percam caso você, inadvertidamente, apague o cookie que o serviço implanta no PC, vale a pena fazer o registro e criar uma conta gratuita. O espaço é ilimitado, mas os arquivos não podem exceder 100 MB. Para driblar a restrição é necessário adquirir um dos serviços Pro, que vão de 6,97 dólares a 49,97 dólares mensais, dependendo da quantidade de banda usada. Mais do que fazer o armazenamento, o MediaFire atua na hospedagem de arquivos, fornecendo links e códigos para postagens dos itens em blogs, fóruns e redes sociais. A interface não é nota dez, mas é bem-resolvida. Seria melhor ainda se permitisse que os arquivos e as pastas fossem arrastados e soltos como nas aplicações de desktop. A tela de upload de arquivos é bastante visual, apresentando o progresso do processo, a velocidade de transmissão e o tempo restante.

Saída nativa A oferta de soluções brasileiras de armazenamento virtual é minguada. Uma das poucas opções é o Disco Virtual do Terra (discovirtual.terra.com.br). Com 100 GB de espaço de armazenamento, o serviço pode ser contratado por qualquer internauta ao custo de 4,99 reais por mês. Assinantes Terra já contam com o recurso, mas podem ampliar sua capacidade com o pagamento de uma mensalidade adicional. As funcionalidades são simples. Pode-se fazer o upload e o download de arquivos e organizá-los em pastas, sempre usando os botões Recortar e Colar — arrastar e soltar itens não são ações possíveis. A estrutura de pastas, subpastas e arquivos é exibida num único painel. O Disco Virtual também permite o compartilhamento de arquivos.

HD VIRTUAL BY MICROSOFT A Microsoft também entrou na onda dos serviços de armazenamento. O Windows Live SkyDrive garante a seus usuários 5 GB de área de armazenamento. Pelo método de upload básico, pode-se enviar até cinco arquivos de cada vez, mas é necessário selecioná-los um a um. Para simplificar, é melhor instalar a ferramenta de carregamento. Com esse controle ActiveX pode-se arrastar vários arquivos de uma vez para o upload. Os arquivos têm de ter até 50 MB e podem ser enviados para três categorias de pastas: pessoais, compartilhadas e públicas. As primeiras são privativas. As compartilhadas poderão ser acessadas por pessoas autorizadas e as públicas podem ser vistas por qualquer internauta. A interface do SkyDrive é limpíssima, mas oferece recursos de gerenciamento parcos em comparação a outros serviços. Não é possível mover arquivos e pastas, por exemplo. Para o compartilhamento, o SkyDrive aproveita os contatos do MSN e permite que se incluam novos endereços de e-mail.

OPÇÕES ONLINE PARA GUARDAR DADOS STEEKR

FILE123

WINDOWS LIVE SKYDRIVE

MEDIAFIRE

FABRICANTE

SteekR

File123

Microsoft

MediaFire

ARMAZAMENTO

7,2

6,7

7,6

8,3

1 GB

50 MB

5 GB, mas arquivos não podem exceder 50 MB

Ilimitado, mas os arquivos não podem ter mais de 100 MB

7,6

7,7

6,8

7,0

É possível criar pastas, excluir, mover (mas sem arrastar e soltar), renomear e pesquisar. Permite controlar links recebidos e enviados

É possível criar pastas, mover (mas não arrastar e soltar), renomear, deletar, identificar com tags e pesquisar. Apresenta histórico dos uploads e snapshot da área de armazenamento

É possível criar pastas e É possível criar pastas, renomear e excluir pastas mover (mas não arrastar e arquivos e soltar), renomear, deletar, identificar com tags e pesquisar

8,2

6,7

7,1

0,0

O upload é feito arrastando-se e soltandose arquivos numa área específica do site ou instando-se um programa que transforma o serviço em disco virtual do PC

O upload é feito pelo site ou pode-se baixar um programa para transformar o File123 em um disco virtual. Nos testes, essa instalação não funcionou

É possível instalar um controle Active X para que se possa arrastar e soltar arquivos do desktop para o serviço

Não há

8,0

7,4

7,4

7,4

Clara, intuitiva e em português

Na área My Files, a estrutura similar ao Windows Explorer facilita o uso

Limpa, facil de entender e em português

Bem-resolvida e tem tela de upload gráfica e informativa 7,0

B ESPAÇO GERENCIAMENTO

INTEGRAÇÃO COM O DESKTOP

INTERFACE

EXTRAS

8,1

6,8

6,8

Faz streaming de músicas e vídeos e slideshows de fotos, compartilha arquivo, faz backups automáticos com a instalação de um programa, gerencia contatos

Faz envio de arquivos grandes de duas formas: anexos (até 5 GB) ou envio de link para download. Essa segunda opção não funcionou nos testes

Faz compartilhamento de Faz compartilhamento arquivos e pastas de arquivos e pastas e funciona como hospedagem de arquivos para postagem em blogs, redes sociais e fóruns

PREÇO (R$)

Grátis

Grátis

Grátis

Grátis

ENDEREÇO DO SITE

www.steekr.com

www.file234.com

www.skydrive.live.com

www.mediafire.com

AVALIAÇÃO TÉCNICA(1) CUSTO/BENEFÍCIO

7,6

7,0

7,3

8, 8

7,0

(1) MÉDIA PONDERADA CONSIDERANDO-SE OS SEGUINTES ITENS E SEUS RESPECTIVOS PESOS: ARMAZENAMENTO (50%), GERENCIAMENTO (20%), INTEGRAÇÃO COM O DESKTOP (10%), INTERFACE (10%) E EXTRAS (10%)

24 I DI C AS IN INFO FO

Armazen-Web-Mat11.indd 24-25

DIC A S INFO I 25

9/4/08 9:17:37 PM


ESPAÇO ILIMITADO O armazenamento de arquivos no MediaFire dispensa até o registro, mas para garantir que seus dados possam ser acessados de qualquer computador e que não se percam caso você, inadvertidamente, apague o cookie que o serviço implanta no PC, vale a pena fazer o registro e criar uma conta gratuita. O espaço é ilimitado, mas os arquivos não podem exceder 100 MB. Para driblar a restrição é necessário adquirir um dos serviços Pro, que vão de 6,97 dólares a 49,97 dólares mensais, dependendo da quantidade de banda usada. Mais do que fazer o armazenamento, o MediaFire atua na hospedagem de arquivos, fornecendo links e códigos para postagens dos itens em blogs, fóruns e redes sociais. A interface não é nota dez, mas é bem-resolvida. Seria melhor ainda se permitisse que os arquivos e as pastas fossem arrastados e soltos como nas aplicações de desktop. A tela de upload de arquivos é bastante visual, apresentando o progresso do processo, a velocidade de transmissão e o tempo restante.

Saída nativa A oferta de soluções brasileiras de armazenamento virtual é minguada. Uma das poucas opções é o Disco Virtual do Terra (discovirtual.terra.com.br). Com 100 GB de espaço de armazenamento, o serviço pode ser contratado por qualquer internauta ao custo de 4,99 reais por mês. Assinantes Terra já contam com o recurso, mas podem ampliar sua capacidade com o pagamento de uma mensalidade adicional. As funcionalidades são simples. Pode-se fazer o upload e o download de arquivos e organizá-los em pastas, sempre usando os botões Recortar e Colar — arrastar e soltar itens não são ações possíveis. A estrutura de pastas, subpastas e arquivos é exibida num único painel. O Disco Virtual também permite o compartilhamento de arquivos.

HD VIRTUAL BY MICROSOFT A Microsoft também entrou na onda dos serviços de armazenamento. O Windows Live SkyDrive garante a seus usuários 5 GB de área de armazenamento. Pelo método de upload básico, pode-se enviar até cinco arquivos de cada vez, mas é necessário selecioná-los um a um. Para simplificar, é melhor instalar a ferramenta de carregamento. Com esse controle ActiveX pode-se arrastar vários arquivos de uma vez para o upload. Os arquivos têm de ter até 50 MB e podem ser enviados para três categorias de pastas: pessoais, compartilhadas e públicas. As primeiras são privativas. As compartilhadas poderão ser acessadas por pessoas autorizadas e as públicas podem ser vistas por qualquer internauta. A interface do SkyDrive é limpíssima, mas oferece recursos de gerenciamento parcos em comparação a outros serviços. Não é possível mover arquivos e pastas, por exemplo. Para o compartilhamento, o SkyDrive aproveita os contatos do MSN e permite que se incluam novos endereços de e-mail.

OPÇÕES ONLINE PARA GUARDAR DADOS STEEKR

FILE123

WINDOWS LIVE SKYDRIVE

MEDIAFIRE

FABRICANTE

SteekR

File123

Microsoft

MediaFire

ARMAZAMENTO

7,2

6,7

7,6

8,3

1 GB

50 MB

5 GB, mas arquivos não podem exceder 50 MB

Ilimitado, mas os arquivos não podem ter mais de 100 MB

7,6

7,7

6,8

7,0

É possível criar pastas, excluir, mover (mas sem arrastar e soltar), renomear e pesquisar. Permite controlar links recebidos e enviados

É possível criar pastas, mover (mas não arrastar e soltar), renomear, deletar, identificar com tags e pesquisar. Apresenta histórico dos uploads e snapshot da área de armazenamento

É possível criar pastas e É possível criar pastas, renomear e excluir pastas mover (mas não arrastar e arquivos e soltar), renomear, deletar, identificar com tags e pesquisar

8,2

6,7

7,1

0,0

O upload é feito arrastando-se e soltandose arquivos numa área específica do site ou instando-se um programa que transforma o serviço em disco virtual do PC

O upload é feito pelo site ou pode-se baixar um programa para transformar o File123 em um disco virtual. Nos testes, essa instalação não funcionou

É possível instalar um controle Active X para que se possa arrastar e soltar arquivos do desktop para o serviço

Não há

8,0

7,4

7,4

7,4

Clara, intuitiva e em português

Na área My Files, a estrutura similar ao Windows Explorer facilita o uso

Limpa, facil de entender e em português

Bem-resolvida e tem tela de upload gráfica e informativa 7,0

B ESPAÇO GERENCIAMENTO

INTEGRAÇÃO COM O DESKTOP

INTERFACE

EXTRAS

8,1

6,8

6,8

Faz streaming de músicas e vídeos e slideshows de fotos, compartilha arquivo, faz backups automáticos com a instalação de um programa, gerencia contatos

Faz envio de arquivos grandes de duas formas: anexos (até 5 GB) ou envio de link para download. Essa segunda opção não funcionou nos testes

Faz compartilhamento de Faz compartilhamento arquivos e pastas de arquivos e pastas e funciona como hospedagem de arquivos para postagem em blogs, redes sociais e fóruns

PREÇO (R$)

Grátis

Grátis

Grátis

Grátis

ENDEREÇO DO SITE

www.steekr.com

www.file234.com

www.skydrive.live.com

www.mediafire.com

AVALIAÇÃO TÉCNICA(1) CUSTO/BENEFÍCIO

7,6

7,0

7,3

8, 8

7,0

(1) MÉDIA PONDERADA CONSIDERANDO-SE OS SEGUINTES ITENS E SEUS RESPECTIVOS PESOS: ARMAZENAMENTO (50%), GERENCIAMENTO (20%), INTEGRAÇÃO COM O DESKTOP (10%), INTERFACE (10%) E EXTRAS (10%)

24 I DI C AS IN INFO FO

Armazen-Web-Mat11.indd 24-25

DIC A S INFO I 25

9/4/08 9:17:37 PM


backup I programas

SEGURANÇA CONTRA PERDAS N

Programas fazem cópia de segurança de dados na hora e da forma que você quiser inguém quer perder tempo com a rotina de backup até que alguma coisa dá errado e os dados vão para o espaço. Aí só resta lamentar. O melhor é não dar chance para o azar e se cercar das ferramentas certas para manter uma cópia dos arquivos importantes em algum lugar de onde possam ser restaurados em caso de problema. Espaço para desculpas não há mais, já que os programas estão cada vez mais amigáveis e o preço do gigabyte está mais acessível do que nunca. Colocamos em teste três programas gerais para backup pessoal — o Genie Backup Manager Home, o SyncBackSE e o Second Copy — e apresentamos algumas soluções e dicas para backups específicos.

BACKUP DO GMAIL BACKUP TOTAL Nem as mensagens trocadas com a ajuda dos clientes de e-mail Outlook, Outlook Express e Windows Mail escapam das cópias de segurança gravadas pelo Genie Backup Manager Home 8. Se um programa importante não estiver sob a proteção do Genie, você poderá acrescentá-lo com o uso de plug-ins — a lista somava quase 450 no final de agosto. Há de tudo no site do fabricante, desde opções para salvar as tarefas agendadas do Windows e os backups do Registro até as configurações e listas de quarentena de programas antivírus. O Genie Backup é abrangente também na compatibilidade. Além de aceitar backups em discos locais, unidades em rede, servidores remotos via FTP e discos ópticos, ele pode usar o serviço online próprio, o Genie Online. SHAREWARE (49,95 DÓLARES)

19,6 MB

EM INGLÊS

www.info.abril.com.br/download/3264.shtml AVALIAÇÃO TÉCNICA

8,1

26 I DI C AS IN FO

Backup-Programas-Mat12.indd 26-27

CUSTO/BENEFÍCIO

7,1

Com o acesso pelo protocolo IMAP, o Gmail passou a contar com boas opções de backup, sem perder as classificações feitas pelo usuário. Além do backup normal, usando um cliente de e-mail, você pode adotar o programa MailStore (www.info.abril.com.br/download/5127. shtml), que é capaz de baixar e organizar todas as mensagens automaticamente. Ao configurálo, escolha a opção IMAP e selecione, em Type, a opção IMAP-SSL, preenchendo os outros dados com as informações de sua conta no Gmail. O backup das mensagens também pode ser gravado em um CD e o MailStore faz buscas conjuntas em todas as contas de e-mail cadastradas nele.

DIRETO AO PONTO A interface objetiva e os recursos na medida tornam o Second Copy, da Centered Systems, um dos programas mais populares da categoria. A descomplicação no uso é total. Para criar um perfil de backup, por exemplo, é necessário apenas seguir um conjunto de passos e responder às questões propostas pelo programa, como o que vai ser copiado, o local de armazenamento das cópias e a periodicidade com que o trabalho deverá ser executado. É possível ter vários perfis se necessário. Dessa forma, pode-se, por exemplo, fazer cópias dos documentos em um disco diariamente e executar backup das imagens em outra unidade uma vez por semana. O Second Copy aceita como destino discos locais e da rede, DVDs e servidores FTP. O programa pode ainda fazer a sincronização entre pastas. SHAREWARE (29,95 DÓLARES)

2,25 MB

EM INGLÊS

www.info.abril.com.br/download/4387.shtml AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,8

CUSTO/BENEFÍCIO

7,7

DIRETO NO VISTA O Windows Vista traz recursos de backup em algumas de suas versões. As edições Enterprise, Business e Ultimate fazem backup automático de arquivos e backup total. A versão Premium, por sua vez, copia apenas arquivos. Para acionar a ferramenta, abra o Centro de Backup e Restauração (digite backup no campo de pesquisa do menu Iniciar e selecione o item na lista que surgirá), escolha a opção desejada e siga as instruções para concluir o trabalho.

Backup para blogs Apesar de a maior parte dos serviços de blog ter políticas de backup, é interessante ter uma cópia dos posts de um blog, seja como medida de segurança ou para permitir fazer um clone do mesmo blog em outro lugar. Para quem usa o Blogger, há um programinha que baixa todos os dados automaticamente, o Blogger Backup (www.info.abril. com.br/download/ 4910.shtml). Ele se conecta ao Blogger e pode salvar posts e comentários de vários blogs com o mesmo login.

9 8 7 6 5 4 3 2 1 0

DIC A S INFO I 27

9/3/08 6:08:46 PM


backup I programas

SEGURANÇA CONTRA PERDAS N

Programas fazem cópia de segurança de dados na hora e da forma que você quiser inguém quer perder tempo com a rotina de backup até que alguma coisa dá errado e os dados vão para o espaço. Aí só resta lamentar. O melhor é não dar chance para o azar e se cercar das ferramentas certas para manter uma cópia dos arquivos importantes em algum lugar de onde possam ser restaurados em caso de problema. Espaço para desculpas não há mais, já que os programas estão cada vez mais amigáveis e o preço do gigabyte está mais acessível do que nunca. Colocamos em teste três programas gerais para backup pessoal — o Genie Backup Manager Home, o SyncBackSE e o Second Copy — e apresentamos algumas soluções e dicas para backups específicos.

BACKUP DO GMAIL BACKUP TOTAL Nem as mensagens trocadas com a ajuda dos clientes de e-mail Outlook, Outlook Express e Windows Mail escapam das cópias de segurança gravadas pelo Genie Backup Manager Home 8. Se um programa importante não estiver sob a proteção do Genie, você poderá acrescentá-lo com o uso de plug-ins — a lista somava quase 450 no final de agosto. Há de tudo no site do fabricante, desde opções para salvar as tarefas agendadas do Windows e os backups do Registro até as configurações e listas de quarentena de programas antivírus. O Genie Backup é abrangente também na compatibilidade. Além de aceitar backups em discos locais, unidades em rede, servidores remotos via FTP e discos ópticos, ele pode usar o serviço online próprio, o Genie Online. SHAREWARE (49,95 DÓLARES)

19,6 MB

EM INGLÊS

www.info.abril.com.br/download/3264.shtml AVALIAÇÃO TÉCNICA

8,1

26 I DI C AS IN FO

Backup-Programas-Mat12.indd 26-27

CUSTO/BENEFÍCIO

7,1

Com o acesso pelo protocolo IMAP, o Gmail passou a contar com boas opções de backup, sem perder as classificações feitas pelo usuário. Além do backup normal, usando um cliente de e-mail, você pode adotar o programa MailStore (www.info.abril.com.br/download/5127. shtml), que é capaz de baixar e organizar todas as mensagens automaticamente. Ao configurálo, escolha a opção IMAP e selecione, em Type, a opção IMAP-SSL, preenchendo os outros dados com as informações de sua conta no Gmail. O backup das mensagens também pode ser gravado em um CD e o MailStore faz buscas conjuntas em todas as contas de e-mail cadastradas nele.

DIRETO AO PONTO A interface objetiva e os recursos na medida tornam o Second Copy, da Centered Systems, um dos programas mais populares da categoria. A descomplicação no uso é total. Para criar um perfil de backup, por exemplo, é necessário apenas seguir um conjunto de passos e responder às questões propostas pelo programa, como o que vai ser copiado, o local de armazenamento das cópias e a periodicidade com que o trabalho deverá ser executado. É possível ter vários perfis se necessário. Dessa forma, pode-se, por exemplo, fazer cópias dos documentos em um disco diariamente e executar backup das imagens em outra unidade uma vez por semana. O Second Copy aceita como destino discos locais e da rede, DVDs e servidores FTP. O programa pode ainda fazer a sincronização entre pastas. SHAREWARE (29,95 DÓLARES)

2,25 MB

EM INGLÊS

www.info.abril.com.br/download/4387.shtml AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,8

CUSTO/BENEFÍCIO

7,7

DIRETO NO VISTA O Windows Vista traz recursos de backup em algumas de suas versões. As edições Enterprise, Business e Ultimate fazem backup automático de arquivos e backup total. A versão Premium, por sua vez, copia apenas arquivos. Para acionar a ferramenta, abra o Centro de Backup e Restauração (digite backup no campo de pesquisa do menu Iniciar e selecione o item na lista que surgirá), escolha a opção desejada e siga as instruções para concluir o trabalho.

Backup para blogs Apesar de a maior parte dos serviços de blog ter políticas de backup, é interessante ter uma cópia dos posts de um blog, seja como medida de segurança ou para permitir fazer um clone do mesmo blog em outro lugar. Para quem usa o Blogger, há um programinha que baixa todos os dados automaticamente, o Blogger Backup (www.info.abril. com.br/download/ 4910.shtml). Ele se conecta ao Blogger e pode salvar posts e comentários de vários blogs com o mesmo login.

9 8 7 6 5 4 3 2 1 0

DIC A S INFO I 27

9/3/08 6:08:46 PM


SINCRONIZAÇÃO E ESPELHAMENTO O SyncBackSE não é especializado apenas em backups. O software da 2BrightSparks também dá uma mão para quem precisa fazer sincronização e espelhamento entre discos e pastas. Como outros programas de backup de última geração, ele traz tutoriais para guiar os usuários durante o processo. Para facilitar ainda mais, boa parte de sua interface está em português — alguns itens de menus e o texto de ajuda, no entanto, estão em inglês. Flexível, o programa faz backup até de arquivos abertos e em edição. Como medida de segurança, os backups podem ser criptografados e protegidos com senha. As cópias podem ser feitas em servidores FTP, mídias ópticas e discos tanto locais quanto em rede. SHAREWARE (30 DÓLARES)

7,3 MB

EM PORTUGUÊS E INGLÊS

www.info.abril.com.br/download/4984.shtml AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,9

CUSTO/BENEFÍCIO

7,3

BACKUP NO GMAIL O espaço grande para mensagens do GMail é um incentivo para manter as mensagens, sem ter de apagar nada. Mas os e-mails que estão no computador não contam com essa vantagem e ainda dependem de backup para não sumirem após uma pane de hardware. Para mandar todos os e-mails do PC para o webmail do Google, existe o software GMail Loader (www.info.abril. com.br/download/4802.shtml). O programa funciona bem com as mensagens de programas populares, como o Thunderbird e o Outlook Express. Quem usa o Outlook deverá baixar o utilitário ReadPST no site do fabricante do GMail Loader, que converterá as mensagens para o formato do Thunderbird.

DADOS DO NAVEGADOR Favoritos, histórico, preferências, senhas e formulários armazenados, extensões, listas de downloads e certificados. Todas essas informações reunidas no Firefox podem ser copiadas e restauradas pelo programa MozBackup, criado por Pavel Cvrcek. Dúvidas sobre como usar? Impossível. Você só precisa seguir as instruções e selecionar o programa, o perfil e as informações que serão salvas e definir se protegerá a cópia com senha. Além do Firefox, o MozBackup suporta os programas SeaMonkey, Thunderbird, Sunbird, Flock, Spicebird e Netscape. A versão 1.4.8 também faz backup das versões Portable do Firefox e do Thunderbird. FREEWARE 774 KB EM INGLÊS www.info.abril.com.br/download/5226.shtml

AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,8

CUSTO/BENEFÍCIO

28 I DI DIC C AS IN I NFO FO

Backup-Programas-Mat12.indd 28

9/3/08 6:09:23 PM


backup I serviços online

NA ERA DAS CÓPIAS OFFSITE Serviços na web oferecem de poucos megabytes a centenas de gigabytes para backups POR MARIA ISABEL MOREIRA

T

er um disco de backup é bom, mas as cópias armazenadas fora de casa ou do escritório são fundamentais para preservar a integridade e a segurança dos dados. Somente assim, se o ladrão passar, você não vai correr o risco de ter o disco original e o de recuperação roubados. Ou, no caso de um incêndio atingir seu imóvel (nunca se sabe), ter as duas unidades consumidas pelas chamas. Com os serviços online, a opção de backup offsite ficou mais próxima do usuário individual e das pequenas empresas. Conheça dois desses serviços.

ESPAÇO ILIMITADO O gerenciamento, o upload e o download dos arquivos no serviço Elephantdrive é comandado pela aplicação ElephantDrive Manager. Os backups podem incluir diferentes pastas, extensões de arquivos e serem agendados. Pode-se também excluir pastas do processo e conferir o registro das transferências. O plano mais básico, o Home Edition, sai por 4,95 dólares por mês ou 49,95 ao ano e pode se usado por apenas um usuário. A versão Home Plus Edition, que protege até quatro computadores, sai por 9,95 dólares mensais ou 99,95 dólares anuais. Há também planos para companhias. Em todos eles, o espaço de armazenamento é ilimitado. O serviço pode ser experimentado gratuitamente por 15 dias. PAGO (4,95 DÓLARES POR MÉS)

EM INGLÊS

www.elephantdrive.com AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,5

CUSTO/BENEFÍCIO

7,2

MOZYHOME FREE Poucos arquivos para guardar? O MozyHomeFree oferece 2 GB gratuitamente. Se achar que o serviço vale a pena, você pode fazer o upgrade para o MozyHome, que sai por 4,95 dólares ao mês para uso ilimitado. Empresas devem optar pelo MozyPro. O programa que é executado no desktop para gerenciar os downloads é intuitivo, objetivo e leve. Você pode navegar pelas pastas e subpastas do disco e escolher o que quer copiar. Os backups podem ser automáticos ou agendados. Entre as opções de configuração está a ordem para iniciar o processo se o PC está usando a bateria. Para proteger os dados durante a cópia, o serviço usa criptografia Blowfish de 448 bits ou chave pessoal de 256 bits. GRATUITO

EM INGLÊS

https://mozy.com/Gmail AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,9

CUSTO/BENEFÍCIO

30 I DI C AS IN FO

Backup-Online-Mat13.indd 30

9/4/08 6:08:04 PM


backup I hardware

PRONTOS PARA GUARDAR Unidades de backup assumem o trabalho quando o objetivo é manter os dados em segurança

Q

ual seria o impacto para sua empresa se os dados armazenados no servidor ou em algumas estações evaporassem por algum motivo? Certamente o prejuízo de tempo e de di-

nheiro seria grande. Como backup é coisa séria, vale a pena investir um pouco mais para adquirir hardware específico para essa tarefa, como as soluções da Sonicwall e da Dell que apresentamos aqui.

SEGURANÇA CONTÍNUA A unidade de backup CDP 2440i, da Sonicwall, é uma alternativa às fitas DAT no armazenamento de arquivos críticos. Por meio de um aplicativo agente em cada micro cliente (Linux ou Windows), o aparelho monitora todas as modificações feitas nos PCs em rede e faz o armazenamento dos arquivos em tempo real. No INFOLAB, ele cumpriu muito bem sua tarefa e recuperou documentos alterados sem problemas. Há uma limitação de até dez computadores por unidade. VIA NEHEMIAH 1 GHZ

512 MB DE RAM

HD IDE DE 250 GB

PLACA DE REDE 10/100

29,2 X 6,4 X 27,3 CM

SUPORTE A SSL

9 8

9 384 REAIS

7 6

AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,8

CUSTO/BENEFÍCIO

6,8

5 4 3 2

BACKUP NO CARTUCHO

1

Mais veloz que as unidades de fita e discos ópticos, o HD removível pode ser uma ótima opção para backup. Com o drive PowerVault RD1000, da Dell, é possível armazenar até 300 GB, dependendo do cartucho utilizado. Com interface USB, no INFOLAB o produto registrou uma velocidade de escrita de 8,7 MB/s, e, na leitura, teve um desempenho de 23,4 MB/s. Vem com o software Yosemite Backup, que ajuda nos agendamentos das cópias e no controle de vários drives plugados à rede. 11 X 5,2 X 17,6 CM (L X A X P)

0

614 G

1 401 REAIS

AVALIAÇÃO TÉCNICA

© FOTOS MARCELO KURA

Backup-Hardware-Mat14.indd 31

7,8

CUSTO/BENEFÍCIO

7,6 D I C AS I NFO I 31

9/4/08 6:08:48 PM


envio I ftp

A MISSÃO É O UPLOAD O

Duas opções gratuitas de enviar seu arquivo para um servidor FTP POR MARIA ISABEL MOREIRA

FTP é um método muito popular de troca de arquivos, principalmente para uso na internet. Se você tem o login e a senha de acesso ao servidor FTP, é só baixar o cliente, configurá-lo e iniciar as transmissões. Gastar com isso? A menos que queira. Há excelentes programas pagos para controlar as transferências por esse método, mas algumas soluções gratuitas não deixam nada a desejar.

EFICIÊNCIA NAS TRANSFERÊNCIAS O FileZilla é um exemplo de que há programas gratuitos de excelente qualidade. Para leigos, por exemplo, o cliente de FTP oferece um assistente que auxilia na configuração do programa para que ele trabalhe harmoniosamente com diversos roteadores e firewalls. Não quer esperar a transferência ser concluída para fechar o programa? É só ajustá-lo para que se feche e encerre o Windows assim que transmitir o último byte. O FileZilla suporta transferências via SSL/TLS e o protocolo SSH para donwloads e uploads criptografados. FREEWARE

3,5 MB

EM PORTUGUÊS

www.info.abril.com.br/download/4504.shtml AVALIAÇÃO TÉCNICA

8,0

CUSTO/BENEFÍCIO

FTP NO FIREFOX O Firefox conta com extensão para tudo. Por que não teria nada para fazer FTP? O FireFTP 1.0.2 já vale a pena por desobrigar seus usuários de sair do browser. A simplicidade estende-se também ao uso. Quando instalada, a extensão é acionada pelo menu Ferramentas. Aí é só fornecer os dados para a criação da conta — o botão Create An Account fica bem visível no canto superior esquerdo da janela — e começar a arrastar os itens da janela esquerda para a da direita para fazer o upload e o contrário para fazer o download. O FireFTP suporta autenticações TSL e SSL implícito. FREEWARE 583 KB

EM INGLÊS

www.info.abril.com.br/download/4734.shtml AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,8

CUSTO/BENEFÍCIO

32 I DI C AS IN FO

Envio-FTP-Mat38.indd 32

9/4/08 6:09:18 PM


envio I serviços

SERVIÇO DE ENTREGA RAPIDA Que tal usar os serviços online na hora de despachar seus arquivos? POR MARIA ISABEL MOREIRA

E

nviar arquivos nem sempre é uma tarefa fácil. Para começar, a maioria dos servidores de e-mail das empresas e serviços de webmail impõe um limite para o tamanho das mensagens. O popular Gmail, por exemplo, não entrega e-mails com mais de 10 MB. FTP foi por muito tempo a solução, mas é um esquema complicado para muitas pessoas e exige um servidor FTP. Uma saída? O envio online. Nos serviços dessa categoria, o upload do arquivo é feito uma única vez. Depois, envia-se o link para que os destinatários façam o download, evitando o abarrotamento das caixas postais. A oferta de serviços de envio já é significativa. Os três que apresentamos a seguir são gratuitos e, portanto, têm algumas limitações. Em dois deles é possível fazer o upgrade para planos pagos menos restritivos.

ATÉ SEM FAZER REGISTRO Não é preciso nem se registrar para usar o sendspace. Desde que o arquivo não exceda 300 MB, você pode fazer o upload e pegar imediatamente o link para download e os códigos para sua exibição em fóruns e páginas da web. Um quarto link permite que o arquivo seja deletado. As vantagens de fazer o registro no plano gratuito são duas: os arquivos ficam armazenados na sua conta e é possível baixar o programa Wizard para carregar múltiplos arquivos a partir do desktop e reiniciar o processo caso haja alguma interrupção. Há versões para Windows, Mac OS e Linux desse programa. O serviço permite o envio de mais de um arquivo para um ou vários destinatários. Os arquivos são apagados apenas se ficam inativos por 21 dias e podem ser baixados um número ilimitado de vezes. Os planos pagos vão de 6,99 a 49,99 dólares por mês (Pro) e de 5,99 a 95,88 (Max), por uma semana e um ano de uso, respectivamente.

ARQUIVOS POR UMA SEMANA Com o ArunaSend dá para enviar um ou mais arquivos, mas apenas para um destinatário por vez. Quando a remessa tem de chegar a um grupo, o melhor é fazer o upload do arquivo, copiar sua URL na web e anexar o link ao e-mail coletivo. O serviço oferece também os códigos para inserir o arquivo em páginas web ou fóruns. Os arquivos ficam disponíveis para download por apenas sete dias e não podem ter mais de 100 MB. O ArunaSend mantém um log dos envios e oferece recurso para gerenciamento de contatos. Curiosamente, essa agenda não é acionada na hora das remessas. Ou seja, é preciso digitar o e-mail completo do destinatário. O serviço oferece uma aplicação para ser instalada no desktop e facilitar os uploads. Em duas tentativas, o serviço de envio rápido, que dispensa o registro, não funcionou.

D I C AS I NFO I 33

Envio-Servicos-Mat15.indd 33

9/3/08 6:13:31 PM


APENAS CINCO ENVIOS É possível fazer o upload de até cinco arquivos por vez no serviço DropSend, mas é necessário escolhê-los um a um. Outra opção é baixar e instalar no destktop um programa para fazer múltiplos uploads e enviar arquivos diretamente do PC. O DropSend reserva 250 GB de espaço para os usuários do serviço gratuito e permite o envio de arquivos de até 1 GB. Sua principal restrição é o número de remessas, limitado a cinco ao mês. Os planos pagos vão de 5 dólares mensais (15 envios, 1 GB de espaço e um usuário) a 99 dólares (envios ilimitados, 500 GB de espaço e até 100 usuários). A interface tanto do programa quanto do serviço na web são eficientes, não deixando muitas dúvidas sobre como proceder.

ESPECIALISTAS EM REMESSAS SENDSPACE

ARUNASEND

FABRICANTE

sendspace

Arunas Labs

Carsonified

ARMAZAMENTO

7,7

7,0

7,6

Ilimitado 7 dias 100 MB

250 MB

7,8

7,1

7,0

Mais de um arquivo por vez para um ou mais destinatários Não há

Mais de um arquivo por vez para apenas um destinatário Não há

Mais de um arquivo por vez para um ou mais destinatários 5 por mês

7,8

7,5

7,5

Aplicativo permite uploads, reinicia uploads, integra-se à agenda do serviço e faz o envio direto para contatos

Aplicativo permite fazer o upload/download de arquivos

Aplicativo permite fazer tanto o upload quanto o envio de arquivos

7,5

7,8

7,8

Ilimitado B ESPAÇO B TEMPO DE PERMANÊNCIA DOS ARQUIVOS 300 MB B TAMANHO MÁXIMO DO ARQUIVO ENVIO B ARQUIVOS/DESTINATÁRIOS B LIMITE DE ENVIOS INTEGRAÇÃO COM O DESKTOP

INTERFACE

DROPSEND

1 GB

As funções são apresentadas de Tanto a página web quanto a forma clara tanto pelo serviço aplicação são intuitivas na web quanto pelo programa instalado no desktop

Ambas as interfaces do serviço e do programa são limpas e muito intuitivas

7,5

7,2

7,5

Indica quantos downloads foram feitos de cada arquivo e inclui agenda de contatos

Faz gerenciamento de uploads Traz histórico dos arquivos e tem agenda, mas ela não se enviados e inclui agenda integra ao sistema de envio de contatos

PREÇO (R$)

Grátis

Grátis

Grátis

ONDE ENCONTRAR

www.sendspace.com

sendbeta.arunasend.com

www.dropsend.com

EXTRAS

AVALIAÇÃO TÉCNICA(1) CUSTO/BENEFÍCIO

7,7

7,2

7,4

(1) MÉDIA PONDERADA CONSIDERANDO OS SEGUINTES ITENS E RESPECTIVOS PESOS: ARMAZENAMENTO (30%), ENVIO (30%), INTEGRAÇÃO COM O DESKTOP (20%), INTERFACE (10%) E EXTRAS (10%)

34 I DI DIC C AS IN I NFO FO

Envio-Servicos-Mat15.indd 34

9/3/08 6:13:56 PM


recuperação I programas

APAGOU? ELES RECUPERAM! Quatro programas que “ressuscitam” arquivos apagados por engano POR ANDRÉ CARDOZO

Q

uem nunca apagou um arquivo sem querer? Uma ligeira distração pode causar esse tipo de problema e é difícil achar alguém que nunca tenha passado por ele. Felizmente, há vários aplicativos que salvam a lavoura, recuperando documentos dados como perdidos. INFO testou quatro deles: VirtualLab Data Recovery, Discovery Recovery, File Recover e File Scavenger. Nos testes de INFO, todos eles recuperaram facilmente arquivos já deletados da Lixeira do Windows. Mas sempre vale lembrar que esse tipo de recuperação depende muito do estado do arquivo e do disco.

OPÇÃO PARA FOTOS E MENSAGENS A boa variedade de recursos extras é uma das virtudes desse programa. Além de recuperar arquivos, o VirtualLab Data Recovery 5.5, da VirtualLab, traz uma ferramenta para recuperação de partições e funções específicas para trazer de volta à vida fotos e e-mails (por enquanto, essa última função é incompatível com o Windows Vista). Durante a varredura, o programa exibe um gráfico com os setores do disco e informações sobre a partição. Nos testes do INFOLAB, o VirtualLab Data Recovery recuperou arquivos em partições NTFS e FAT32. A versão demo do programa funciona por tempo ilimitado e recupera 1 MB de dados. Para salvar mais do que isso é necessário comprar uma cota de dados. Isso implica uma despesa extra, além da aquisição do aplicativo. Esse valor é suficiente para recuperar arquivos de texto e músicas, mas não permite salvar um filme, por exemplo. SHAREWARE (100 DÓLARES, COTA DE 1 GB) 2,3 MB EM INGLÊS

www.info.abril.com.br/download/3139.shtml AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,6

CUSTO/BENEFÍCIO

7,0

D I C AS I NFO I 35

Recup-Programas-Mat16.indd 35

9/3/08 6:15:25 PM

9 8 7 6 5 4 3 2 1 0


SIMPLES PARA INICIANTES Direto ao ponto. É dessa forma que o Discovery Recovery 2.1, da Notson Software, lida com a recuperação de dados. Basta selecionar um drive na tela inicial e clicar em Start. Os resultados da varredura surgem na tela seguinte. Nos testes, o programa levou apenas alguns segundos para varrer um pen drive de 1 GB. A falta de opções de configuração pode decepcionar usuários avançados, mas simplifica a vida dos iniciantes. A versão de demonstração recupera apenas arquivos com menos de 1 MB. O Discovery Recovery pode ser executado a partir de um memory key. SHAREWARE (40 DÓLARES) 2,3 MB EM INGLÊS

www.info.abril.com.br/download/5394.shtml AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,2

CUSTO/BENEFÍCIO

7,4

RECUPERAÇÃO BÁSICA Compatível com NTFS e FAT32, o File Recover é uma opção básica para recuperação de arquivos. O programa da PC Tools traz três tipos de busca (Quick, Deep e Physical) e permite filtrar os resultados por critérios como documentos HTML, imagens e vídeos. O maior problema do software está na tela de resultados. Em vez de mostrar o nome dos arquivos, o aplicativo exibe identificações como “Deleted GIF File 01”. Isso dificulta muito a localização do documento desejado, já que se depende apenas da prévia visual do arquivo, algo nem sempre possível. A versão de demonstração apenas mostra os resultados das varreduras. Para recuperar arquivos é necessário comprar o programa. SHAREWARE (50 DÓLARES) 10,2 MB EM INGLÊS www.info.abril.com.br/download/5393.shtml AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,1

CUSTO/BENEFÍCIO

7,2

BUSCAS EM HDs EM RAID O File Scavenger, da Quetek, traz dois tipos de varredura para recuperação de arquivos: rápida e completa. O programa é interessante principalmente para quem trabalha com HDs em modo RAID, pois traz ferramentas de recuperação específicas para esse padrão. Um ponto fraco é a falta de um recurso de busca dos resultados, o que dificulta a localização de um arquivo em uma lista longa de documentos. O File Scavenger possui uma opção de criação de imagem de disco, mas ela trabalha apenas com uma extensão própria (DSK) e não suporta o formato ISO. SHAREWARE (49 DÓLARES) 1 MB EM INGLÊS www.info.abril.com.br/download/5395.shtml AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,1

CUSTO/BENEFÍCIO

7,2

36 I DI DIC C AS IN I NFO FO

Recup-Programas-Mat16.indd 36

9/3/08 6:15:40 PM


recuperação I serviços

DETONOU O HD? INFO testou o serviço de três empresas de recuperação de dados POR BRUNO FERRARI

Q

uanto vale uma informação? Sem saber de que tipo ela é, fica difícil obter uma resposta objetiva. O PC de uma pequena empresa pode guardar desde as fotos da festinha de fim de ano até um projeto importantíssimo, no qual foram investidos anos de trabalho. E não é raro o backup de dados apresentar problemas na hora em que mais se precisa dele: quando um disco rígido vai para o espaço. Se o dano é causado por formatação indevida ou algum arquivo é apagado por engano, existem programas que podem resolver o problema. Mas para problemas físicos, como tombos, defeitos elétricos, ou mesmo incêndios e enchentes, o melhor caminho é recorrer a uma empresa especializada na recuperação de dados. INFO experimentou três serviços especializados em recuperar o conteúdo de HDs detonados. Para o teste, usamos três discos rígidos idênticos. Gravamos uma seleção de 2,45 GB de arquivos em cada um, incluindo músicas, fotos, vídeos e documentos. Depois, partimos para a fase mais divertida, detoná-los. Para que os três apresentassem defeitos semelhantes, optamos por quebrar um dos chips da placa controladora com uma pancada de chave de fenda.

9 8 7 6

SERVIÇOS À PROVA

5

Selecionamos três empresas com escritório na cidade de São Paulo: Datarecover, Hospital do HD e NatDisc. Os três HDs foram entregues para a realização do diagnóstico no dia 30 de agosto de 2007, uma quinta-feira. Não houve identificação por parte da INFO. Agimos como um cliente normal para garantir que o serviço fosse prestado sem nenhum tipo de privilégio. O Hospital do HD foi o mais ágil e o mais barato dos serviços. Levamos o disco rígido no final da tarde da quinta-feira, 30 de agosto, e, no dia seguinte, às 9 horas da manhã, ligaram para informar o orçamento de 350 reais. Às 16 horas do dia 31, já estávamos com todos os 2,45 GB de dados recuperados num DVD e o HD detonado dentro de uma embalagem de plástico, para guardarmos de recordação. A Natdisc foi a se-

© FOTOS MARCELO KURA

Recup-Servicos-Mat17.indd 37

4 3 2 1 0

NFO I 37

9/3/08 6:16:56 PM


Os HDs: dano na placa controladora

gunda a nos ligar. No dia 5 de setembro, um dia antes do prazo prometido, a empresa passou o orçamento de 450 reais. Os dados foram recuperados e entregues num DVD. Essas duas empresas identificaram o chip danificado na controladora e empregaram o mesmo método de recuperação. Elas acoplaram o HD a uma controladora externa. Isso permitiu ler os dados sem desmontar o dispositivo.

SALA LIMPA Na Datarecover, fomos informados que o prazo do diagnóstico gratuito varia de quatro a sete dias úteis, podendo ser estendido a 14 dias, dependendo do tipo de problema. Após algumas ligações cobrando ao menos um orçamento, às 18h07 do décimo quarto dia útil recebemos um e-mail da Datarecover com o diagnóstico: “falha microeletrônica no com-

ponente de gerenciamento do servotrack, seguida de falha mecânica e mídia com microfissuras”. O orçamento foi de 1 980 reais. A empresa pediu mais sete dias úteis para a recuperação “com probabilidade de sucesso de 98%”. Segundo o técnico da Datarecover que nos atendeu, haveria a necessidade de abrir o HD, o que exigiria uma sala limpa classe 100 e um equipamento chamado Datarestore, que somente a empresa teria na América Latina. Como o prazo de fechamento da edição estava vencendo, não teríamos tempo para esperar a conclusão do serviço. Optamos por retirar o HD da Datarecover. Para a devolução, a empresa exigiu mais três dias úteis. Também informou que nos cobraria 140 reais caso quiséssemos o HD montado. Optamos por receber o HD desmontado mesmo e desistimos dos 2,45 GB de dados.

RAIO X DOS SERVIÇOS TEMPO DE ORÇAMENTO (DIAS ÚTEIS)(1)

TEMPO DA RECUPERAÇÃO (DIAS ÚTEIS)(1)

PREÇO (R$)

RESULTADO

HOSPITAL DO HD

1

1

350

Os dados foram recuperados

NATDISC

4

4

450

Os dados foram recuperados

DATARECOVER

14

21

1 980

Desistimos do serviço

(1) DADOS E VALORES DE AGOSTO DE 2007

38 I DI DIC C AS IN I NFO FO

Recup-Servicos-Mat17.indd 38

9/3/08 6:17:17 PM


remoção I programas

ELIMINADOS PARA SEMPRE Programas de remoção cuidam para que os arquivos confidenciais sumam de vez do disco POR ANDRÉ CARDOZO

A

fim de se proteger do(a) namorado(a) bisbilhoteiro(a) ou do chefe curioso? Não confie apenas na tecla Delete. Mesmo arquivos apagados da Lixeira do Windows podem ser facilmente recuperados com um shareware de menos de 100 reais (leia Apagou? Eles recuperam! na pág. 35). Para se livrar de todos os documentos secretos ou comprometedores, a opção mais segura é usar um programa de eliminação de arquivos. Normalmente, software desse tipo sobrescreve setores do HD com um conjunto aleatório de dados, impedindo a recuperação das informações. O INFOLAB avaliou quatro utilitários que trabalham dessa forma: Digital Shredder Premium, Lavasoft File Shredder, File Shredder e AbsoluteShield File Shredder. O resultado do teste você confere a seguir.

9 8 7 6 5 4

LIXEIRA VAZIA E TEMPORÁRIOS ZERADOS

3 2 1

O Digital File Shredder Premium 3.2, da Migo Software, conta com uma boa quantidade de opções para apagar arquivos de forma segura. Há três tipos de eliminação além do ajuste personalizado, em que o usuário determina quantas vezes o algoritmo de eliminação é executado. Alguns dos recursos mais úteis do aplicativo são a eliminação contínua de e-mails e o calendário para varreduras programadas. O Digital File Shredder traz ainda atalhos para remoção de arquivos da lixeira e da pasta de arquivos temporários do navegador. O programa suporta o padrão de eliminação de dados DoD 5220.22M, recomendado pelo governo americano. SHAREWARE (40 DÓLARES)

4,6 MB

EM INGLÊS

www.info.abril.com.br/download/5396.shtml AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,9

CUSTO/BENEFÍCIO

7,4 D I C AS I NFO I 39

Remocao-Programas-Mat18.indd 39

9/4/08 9:54:58 PM

0


QUER APAGAR COMO? O gratuito File Shredder 2, da Fileshredder.org, traz cinco opções para eliminação de arquivos, incluindo os algoritmos DoD 5220.22M e Gutmann. Há três formas de montar a lista de documentos que se deseja eliminar: usar o botão Add File, arrastar os arquivos para a janela principal ou, no Windows Explorer, acessar o atalho do File Shredder por meio do botão direito do mouse. O programa não traz recursos mais sofisticados, como eliminação de arquivos com hora marcada. FREEWARE 1 MB EM INGLÊS www.info.abril.com.br/download/5397.shtml AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,6

NAVEGAÇÃO SEM RASTROS Muitos aplicativos de eliminação de arquivos trazem recursos para apagar históricos e outros resíduos de uma sessão de navegação. Mas melhor ainda é navegar sem deixar rastros no PC. O Firefox Portable (www.info.abril.com.br/ download/4009.shtml) é uma boa opção para isso. Ele roda a partir de um memory key, ou seja, não cria nenhum arquivo no PC usado para navegação.

CUSTO/BENEFÍCIO

BOM PARA NOVATOS Simples e à prova de erros, a interface do AbsoluteShield File Shredder 1.4, da SysShield, é ideal para novatos. É só adicionar os arquivos e clicar no botão de Play para apagá-los seguramente. O aplicativo traz apenas duas opções de eliminação: rápida (sobrescreve duas vezes os dados) e convencional (sobrescreve sete vezes). FREEWARE 512 KB EM INGLÊS www.info.abril.com.br/download/5268.shtml AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,4

CUSTO/BENEFÍCIO

TUDO EMBARALHADO O maior diferencial do Lavasoft File Shredder, da Lavasoft, é a quantidade de algoritmos de embaralhamento de dados. São 13, incluindo alguns conhecidos pela comunidade de segurança de dados, como Gutmann, VSITR, DoD 5220.22M e técnicas usadas pelas Forças Armadas dos Estados Unidos. O Lavasoft File Shredder traz atalhos para limpeza da Lixeira e de arquivos temporários do sistema operacional. O aplicativo também embaralha o espaço livre em disco, que pode ser usado para recuperar arquivos teoricamente apagados. SHAREWARE (30 DÓLARES) 5 MB EM INGLÊS www.info.abril.com.br/download/5322.shtml AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,7

CUSTO/BENEFÍCIO

7,5

40 I DI DIC C AS IN I NFO FO

Remocao-Programas-Mat18.indd 40

9/3/08 6:19:15 PM


gerenciamento I organização

NA ORDEM E DO JEITO CERTOS Dicas e programas para gerenciar melhor arquivos pastas POR ERIC COSTA E MARIA ISABEL MOREIRA

A

rquivo não é algo que as pessoas criam, recebem por e-mail ou baixam da web e nunca mais mexem. Rotineiramente, percorremos diretórios e pastas em busca de documentos, imagens, vídeos e músicas, movemos itens de um lugar para outro, trocamos nomes, apagamos... Essas tarefas nem sempre são feitas da forma mais prática possível, seja porque o sistema operacional não oferece as ferramentas adequadas, seja porque desconhecemos o melhor caminho para executá-la. Alguns programas assumem o controle de algumas dessas atividades. Confira aqui qual deles pode melhorar sua produtividade e como tirar proveito de alguns dos recursos de gerenciamento de arquivos do Windows.

9 8 7 6 5 4 3 2 1 0

TAGS EM TODO LUGAR Um dos recursos mais legais popularizados pela web 2.0 são as tags. Mas, no desktop, elas ainda estão começando, com alguns recursos desse tipo no Windows Vista. Mas o utilitário Tag2Find (www.info.abril.com.br/ download/4874.shtml) permite adicionar tags a qualquer arquivo. Basta clicar nele com o botão direito do mouse ou arrastá-lo para a janela do Tag2Find. Além de permitir buscas por texto, o programa mostra as nuvens de palavras com o tamanho da fonte proporcional à ocorrência do termo.

D I C AS I NFO I 41

Gerenc-Organizacao-Mat19.indd 41

9/3/08 10:24:20 PM


DESTRAVE OS ARQUIVOS Um problema comum ao tentar apagar um arquivo é o Windows não permitir essa operação por que algum programa está usando o item que seria eliminado. Uma saída para evitar esse problema é usar o software Unlocker (www.info.abril. com.br/download/5339.shtml). Rode o programa, que fica na área de notificação do Windows. Quando tentar apagar um arquivo e não conseguir, clique nele com o botão direito do mouse e escolha Unlocker. A janela que surge mostrará os processos do Windows que estão bloqueando o arquivo. Clique em Desbloquear Todos para liberar o arquivo ou, se isso não der certo, tente matar os processos usando o botão Terminar Esse Processo.

QUE EXTENSÃO É ESSA? Baixou um arquivo, mas não sabe que programa usar para abri-lo ou qual é seu conteúdo? Ou, pior, o nome dele não tem extensão (.pdf ou .doc, por exemplo)? Existem algumas formas de descobrir o conteúdo. Se há extensão no nome do arquivo, uma delas é consultar o site FILExt (www.filext.com). Caso não haja extensão no nome, um caminho é usar o programinha TrID (www.info.abril.com.br/download/5337.shtml). Esse software roda na linha de comando e é um tanto rudimentar. Mas, em muitas situações, consegue identificar o tipo de arquivo com base no seu cabeçalho ou em outras informações internas. Como dispensa instalação, o TrID é uma boa ferramenta para levar num pen drive.

ENVIE PARA QUALQUER LUGAR Quem usa o Windows XP certamente já viu o menu Enviar Para, uma das opções quando clicamos com o botão direito do mouse em um arquivo ou pasta. É possível criar novos atalhos para ele, automatizando funções do sistema. Para criar um atalho de envio para uma pasta específica (útil para organizar arquivos e fazer backups), por exemplo, comece clicando na pasta desejada e escolhendo Criar Atalho. Selecione o atalho criado e tecle Ctrl + X. Acesse o menu Iniciar e escolha Executar. Tecle, então, sendto e clique em OK. Agora, tecle Ctrl + V para colar o atalho para a pasta e pronto.

PASTA VIRA DISCO

CORES E ÍCONES NAS PASTAS Um recurso prático do Mac OS X é a marcação de cores nos ícones de pastas, o que ajuda a fazer uma organização básica em projetos e tarefas. Para reproduzir esse efeito nos PCs, há duas opções. A primeira, o Folder Marker Pro (www.info.abril.com.br/download/4806. shtml), é quase um clone do recurso nos Macs. Basta clicar com o botão direito do mouse na pasta, acessar o item Mark Folder, e escolher a cor desejada. O programa só tem um defeito: é caro (29,95 dólares) para acrescentar apenas esse recurso ao sistema. O outro software é o Shedko Badges (www.info.abril.com.br/download/4807. shtml), que é gratuito e pode acrescentar desenhos e carimbos aos ícones de pastas, mas não cores.

42 I DI C AS IN INFO FO

Gerenc-Organizacao-Mat19.indd 42-43

Em várias ocasiões, é interessante criar um disco virtual. Essa ação é útil, por exemplo, para testar se um CD vai funcionar corretamente depois da gravação (com os recursos de Autorun) ou ainda para ter um atalho rápido para uma pasta, em uma estrutura complexa de diretórios. O programa Visual Subst (www.info. abril.com.br/download/ 4846.shtml) permite a criação de um drive que aponte para uma pasta. Basta rodar o programa (que dispensa instalação e pode ser levado em um memory key), clicar no botão com uma lupa para escolher a pasta, definir a letra do drive e pressionar o botão +. Para eliminar os drives virtuais, clique no botão com desenho de X.

NOVOS NOMES PARA OS ARQUIVOS Renomear arquivos em lote é uma atividade comum, principalmente para quem produz e transfere fotos de montão para o computador. Vários programas responsabilizam-se por esse trabalho, mas dois deles merecem atenção. O File Renamer Basic (www.info.abril.com.br/download/4343.shtml) mostra, no pé da página, um exemplo de como ficará o nome à medida que o usuário escolhe as propriedades da renomeação. É possível usar prefixos, sufixos, separadores, extensões e parâmetros únicos. Quer algo ainda mais completo? O gratuito e competente Peter’s Flexible Renaming Kit (www.info.abril.com.br/download/5331.shtml) é uma excelente pedida. Mas o programa criado e mantido por Peter Frankenberger exige maior conhecimento do assunto.

DIC A S INFO I 43

9/3/08 10:24:38 PM


FILTROS NO VISTA No XP, os arquivos podiam ser organizados por critérios como nome, tipo, tamanho, autor, data de modificação etc. ao se escolher o modo de visualização Detalhes no Windows Explorer. O Vista garante as mesmas ações, mas faz um pouco mais. Quando se clica no título de um desses atributos, aparece uma seta à direita. Clique nela para ver as opções de filtragem da exibição. O título Autores, por exemplo, traz a lista de todos os autores com trabalhos armazenados na pasta aberta. Pode-se escolher um deles e o Vista passará a exibir apenas os arquivos criados pelo autor selecionado. No caso da propriedade Modificado Em, o sistema abre um calendário. É só clicar numa data e ele mostra todos os arquivos que foram editados nesse dia ou escolher uma das opções predefinidas — hoje, ontem e anteriormente nesta semana, entre outras.

DE OLHO NAS MINIATURAS Uma novidade do Vista é a visualização prévia do conteúdo dos arquivos abertos. À medida que se passa o mouse sobre os itens na barra de tarefas, surge um pequeno pop-up com um instantâneo da respectiva janela. O Visual Task Tips (www.info.abril.com.br/ download/4798.shtml) incrementa o XP com o mesmo recurso. As miniaturas podem aumentar a produtividade de quem trabalha com vários programas e janelas abertos e alterna freqüentemente entre eles. O tamanho das miniaturas, o atraso do pop-up e a taxa de atualização podem ser definidos pelo usuário.

RELATÓRIOS E MANUTENÇÃO Por algum motivo você já quis imprimir toda a lista de arquivos de uma pasta? O shareware Directory Report (www.info.abril.com. br/download/5415.shtml), que custa 25 dólares, faz exatamente isso. Mas faz mais também. Ele pode ser usado para renomear, buscar arquivos duplicados, comparar diretórios e arquivos, alterar propriedades como data e proprietário, gerar relatórios por usuário, procurar arquivos grandes... A lista de serviços prestados é bem extensa.

EMPILHAMENTO Além de exibir os arquivos usando filtros específicos para cada atributo, o Vista permite agrupá-los e empilhá-los. Quando se escolhe a opção Grupo, clicando-se na seta ao lado de uma das propriedades (Nome, Autores, Tipo, Modificado Em etc.), o Explorer exibe todos os arquivos e pastas, mas separados pelo critério que está em uso. Se você está escolhendo o agrupamento pela propriedade Tipo, por exemplo, ele vai exibir juntos todos os PDFs, na seqüência todos os aplicativos, depois todas as apresentações etc. O comando Empilhar, por sua vez, cria pesquisas para os valores do critério selecionado. No caso do critério Tipo, ele gerará uma pesquisa para cada formato de arquivo existente na pasta. Se você clicar em uma das pilhas verá os arquivos correspondentes.

NAVEGAÇÃO PELA BARRA PRÉVIA DOS ARQUIVOS O Windows XP mostra miniaturas das fotos quando se escolhe o modo de visualização Miniaturas no Windows Explorer, mas outros tipos de arquivos não têm preview. No Vista é possível ver o conteúdo de vários outros arquivos (mas não de todos), como documentos do Word, planilhas do Excel e PDFs. Para isso, é necessário habilitar o painel correspondente. Clique em Organizar > Layout > Painel de Visualização.

44 I DI C AS IN INFO FO

Gerenc-Organizacao-Mat19.indd 44-45

Você ganhará tempo no Vista se usar os novos recursos da barra de endereço do Windows Explorer. Essa barra agora exibe breadcrumbs similares aos usados em muitos sites na web. Se você está com uma subpasta de Documentos aberta, por exemplo, a barra ficará assim: Seu_nome_de_usuário > Documentos > Nome_da_subpasta. Se você clicar em Documentos, o painel direito exibirá automaticamente seu conteúdo. Se clicar em seu nome de usuário, você verá à direita as pastas Documentos, Imagens, Músicas, Vídeos, Downloads etc. Para ir ainda mais rápido ao lugar desejado, em vez de clicar no nome da pasta na barra de endereço, pressione o mouse sobre a setinha que aparece ao lado dele para ver e escolher subpastas. A apresentação de endereços tradicionais, no entanto, não sumiu. Se quiser enxergá-la, clique no ícone no início dessa barra e confira a mudança.

DIC A S INFO I 45

9/3/08 10:24:53 PM


FILTROS NO VISTA No XP, os arquivos podiam ser organizados por critérios como nome, tipo, tamanho, autor, data de modificação etc. ao se escolher o modo de visualização Detalhes no Windows Explorer. O Vista garante as mesmas ações, mas faz um pouco mais. Quando se clica no título de um desses atributos, aparece uma seta à direita. Clique nela para ver as opções de filtragem da exibição. O título Autores, por exemplo, traz a lista de todos os autores com trabalhos armazenados na pasta aberta. Pode-se escolher um deles e o Vista passará a exibir apenas os arquivos criados pelo autor selecionado. No caso da propriedade Modificado Em, o sistema abre um calendário. É só clicar numa data e ele mostra todos os arquivos que foram editados nesse dia ou escolher uma das opções predefinidas — hoje, ontem e anteriormente nesta semana, entre outras.

DE OLHO NAS MINIATURAS Uma novidade do Vista é a visualização prévia do conteúdo dos arquivos abertos. À medida que se passa o mouse sobre os itens na barra de tarefas, surge um pequeno pop-up com um instantâneo da respectiva janela. O Visual Task Tips (www.info.abril.com.br/ download/4798.shtml) incrementa o XP com o mesmo recurso. As miniaturas podem aumentar a produtividade de quem trabalha com vários programas e janelas abertos e alterna freqüentemente entre eles. O tamanho das miniaturas, o atraso do pop-up e a taxa de atualização podem ser definidos pelo usuário.

RELATÓRIOS E MANUTENÇÃO Por algum motivo você já quis imprimir toda a lista de arquivos de uma pasta? O shareware Directory Report (www.info.abril.com. br/download/5415.shtml), que custa 25 dólares, faz exatamente isso. Mas faz mais também. Ele pode ser usado para renomear, buscar arquivos duplicados, comparar diretórios e arquivos, alterar propriedades como data e proprietário, gerar relatórios por usuário, procurar arquivos grandes... A lista de serviços prestados é bem extensa.

EMPILHAMENTO Além de exibir os arquivos usando filtros específicos para cada atributo, o Vista permite agrupá-los e empilhá-los. Quando se escolhe a opção Grupo, clicando-se na seta ao lado de uma das propriedades (Nome, Autores, Tipo, Modificado Em etc.), o Explorer exibe todos os arquivos e pastas, mas separados pelo critério que está em uso. Se você está escolhendo o agrupamento pela propriedade Tipo, por exemplo, ele vai exibir juntos todos os PDFs, na seqüência todos os aplicativos, depois todas as apresentações etc. O comando Empilhar, por sua vez, cria pesquisas para os valores do critério selecionado. No caso do critério Tipo, ele gerará uma pesquisa para cada formato de arquivo existente na pasta. Se você clicar em uma das pilhas verá os arquivos correspondentes.

NAVEGAÇÃO PELA BARRA PRÉVIA DOS ARQUIVOS O Windows XP mostra miniaturas das fotos quando se escolhe o modo de visualização Miniaturas no Windows Explorer, mas outros tipos de arquivos não têm preview. No Vista é possível ver o conteúdo de vários outros arquivos (mas não de todos), como documentos do Word, planilhas do Excel e PDFs. Para isso, é necessário habilitar o painel correspondente. Clique em Organizar > Layout > Painel de Visualização.

44 I DI C AS IN INFO FO

Gerenc-Organizacao-Mat19.indd 44-45

Você ganhará tempo no Vista se usar os novos recursos da barra de endereço do Windows Explorer. Essa barra agora exibe breadcrumbs similares aos usados em muitos sites na web. Se você está com uma subpasta de Documentos aberta, por exemplo, a barra ficará assim: Seu_nome_de_usuário > Documentos > Nome_da_subpasta. Se você clicar em Documentos, o painel direito exibirá automaticamente seu conteúdo. Se clicar em seu nome de usuário, você verá à direita as pastas Documentos, Imagens, Músicas, Vídeos, Downloads etc. Para ir ainda mais rápido ao lugar desejado, em vez de clicar no nome da pasta na barra de endereço, pressione o mouse sobre a setinha que aparece ao lado dele para ver e escolher subpastas. A apresentação de endereços tradicionais, no entanto, não sumiu. Se quiser enxergá-la, clique no ícone no início dessa barra e confira a mudança.

DIC A S INFO I 45

9/3/08 10:24:53 PM


DISCOTECA ORGANIZADA

BLOQUEIO DE ASSOCIAÇÕES Alguns programas são enxeridos e, uma vez instados, assumem o controle da abertura de determinados arquivos. Você pode alterar essa definição com as ferramentas do próprio Windows (clique num arquivo com o botão direito do mouse, selecione Propriedades e, em Tipo de Arquivo, clique em Alterar e escolha o programa que estava anteriormente habilitado para a ação). Se quiser barrar esses programas malcomportados de uma vez, uma saída é usar o Associate This (www.info. abril.com.br/download/5414.shtml). Ele monitora o sistema e pode barrar trocas de associação de arquivos e enviar diferentes notificações para o usuário.

SUBSTITUTO DO EXPLORER Insatisfeito com o Windows Explorer? O Xplorer2 Lite (www.info.abril.com.br/download/3877.shtml) substitui o gerenciador de arquivos do Windows com muitas vantagens. Para começar, ele permite que se abram dois painéis na tela, o que facilita a comparação do conteúdo entre diretórios e pastas e a transferência de itens de um lugar para outro. Um painel de visualização também pode ser habilitado. Outros recursos interessantes são a possibilidade de incluir pastas numa lista de favoritos para acesso rápido e a edição de atributos (data de criação e modificação) em lote. Algumas funcionalidades estão desabilitadas na versão Lite. A codificação por cor, o sistema de pesquisa próprio e a busca de duplicatas são algumas delas. A versão Pro, com todos os recursos, sai por 29,95 dólares.

Quem já converteu toda a coleção de CDs para o micro ou adquire músicas na internet já tem uma quantidade respeitável de arquivos MP3. E eles, provavelmente, estão espalhados pelo HD. O MediaMonkey (www. info.abril.com.br/download/2118.shtml) é a solução para essa bagunça. O programa pode tocar e gerenciar as músicas, com uma gama impressionante de recursos. Além de montar e exibir biblioteca com critérios como álbum, intérprete, gênero e ano, o MediaMonkey ajuda no preenchimento das informações, buscando dados sobre álbuns na Amazon e cruzando-os com os nomes dos arquivos no HD. Em termos de compatibilidade com tocadores, o MediaMonkey é campeão. Ele sincroniza músicas com quase tudo, incluindo iPods e iPhones. O mais interessante é que ele pode enxergar qualquer pen drive como um tocador de músicas. Dessa forma, quem usa o drive externo no carro ou aparelho de som pode gerenciar seu conteúdo com o MediaMonkey. O programa também faz conversão entre os formatos WAV, MP3, OGG, Flac, Monkey’s Audio, Windows Media (WMA), AAC (o formato nativo da Apple), entre outros, e grava CDs de áudio ou de arquivos MP3 com base na coleção.

46 I DI DIC C AS IN I NFO FO

Gerenc-Organizacao-Mat19.indd 46

9/3/08 10:25:12 PM


gerenciamento I visualizadores

CONFIRA O CONTEUDO Essas ferramentas permitem visualizar arquivos sem ter de abri-los

À

s vezes, você vê os arquivos, mas não sabe o que está dentro. Como abri-los um por um para conferir o conteúdo é uma tarefa tediosa e demorada pode valer a pena instalar um visualizador. Dos dois programas testados, um tem foco em imagem e o outro em documentos. Ambos, porém, permitem visualizar alguns arquivos de áudio e vídeo.

IMAGENS DE QUALQUER FORMATO

PROGRAMA? PARA QUÊ? O Windows XP prescinde de um bom visualizador de arquivos. Se esse recurso faz muita falta no seu dia-a-dia, você pode suprir a ausência com uma solução como o Explorer View. O programa integra-se ao Windows Explorer, acrescentando ao gerenciador de arquivos da Microsoft um painel de visualização capaz de exibir e imprimir arquivos mesmo quando o programa que o gerou não está instalado. A lista de formatos compatíveis com o Explorer View inclui os dos programas Office (no caso da versão 2007, apenas DOCX para exibição do documento), WordPerfect, Illustrator, Photoshop e AutoCAD. Também é possível ver vários formatos de imagens e alguns poucos de áudio e vídeo. SHAREWARE (29,95 DÓLARES)

10,4 MB

O IrfanView começou como um visualizador de imagens estáticas pequeno e simples, mas compatível com praticamente todos os formatos de arquivos usuais. Se já era ideal para vasculhar aquelas pastas entupidas de figuras, virou uma solução completa para os olhos e os ouvidos. Além de GIFs, JPEGs, BMPs, PCXs e PNGs de sempre, o IrfanView consegue visualizar até os formatos mais obscuros de bitmaps, mostrar as produções em CorelDraw e Photoshop, rodar vídeos em AVI e MPEG, animações em Shockwave e Flash, áudios em MP3 e Ogg Vorbis, e muito mais. O programa funciona em conjunto com seu scanner, permite fazer alguns ajustes nas imagens e converter um lote de arquivos de um formato para outro. Acha pouco? O programador Irfan Skiljan ainda estende a funcionalidade do IrfanView com uma série de plug-ins. No site, também é possível baixar os pacotes de tradução. FREEWARE

1,2 MB

EM PORTUGUÊS

www.info.abril.com.br/download/800.shtml AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,7

CUSTO/BENEFÍCIO

EM INGLÊS

www.info.abril.com.br/download/5417.shtml AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,1

CUSTO/BENEFÍCIO

6,6

48 I DI C AS IN FO

Gerenc-Visualiz-Mat23.indd 48

9/4/08 6:10:06 PM


gerenciamento I sincronização

SEMPRE COM A ÚLTIMA VERSÃO A ordem é manter os arquivos e as pastas identicos em diferentes locais POR MARIA ISABEL MOREIRA

Q

uem trabalha sobre os mesmos arquivos em mais de um computador precisa ter um cuidado redobrado para abrir sempre a última versão. Uma distração e lá se vão horas de dedicação para o espaço. Para não correr riscos, é melhor apostar em um programa ou serviço de sincronização de dados. Há opções genéricas e outras dedicadas a determinadas informações. Se for o caso, combine o uso de mais de uma delas.

Firefox para viagem

SEM GASTAR UM CENTAVO O Windows Live FolderShare une um programa e um serviço para possibilitar a sincronização de pastas entre dois computadores de uma mesma pessoa — o micro pessoal e o do trabalho, por exemplo — e para compartilhamento de dados entre integrantes de um grupo. Neste caso, informa-se o e-mail das pessoas que terão acesso à pasta e seu nível de permissão (leitor, colaborador, editor e editor sênior). Para que a sincronização e a troca sejam feitas, todos os computadores envolvidos devem ter o programa FolderShare instalado. O serviço da Microsoft também permite o acesso a arquivos remotamente por meio do login em seu site. Para isso, a opção de acesso remoto deve estar habilitada na tela de configuração do programa. FREEWARE

1,1 MB

EM PORTUGUÊS

É difícil se destacar entre os milhares de extensões para o Firefox, mas o Google conseguiu (aliás, o que eles não conseguem?). O add-on gratuito Google Browser Sync (www.info.abril. com.br/download/4611. shtml) sincroniza os dados dos navegadores instalados em várias máquinas. Histórico de navegação, favoritos, senhas, cookies, tudo fica armazenado nos servidores do Google e depois é sincronizado automaticamente. Dá até para salvar as abas abertas em um micro, fechá-las e abrir tudo igualzinho em outra máquina.

www.info.abril.com.br/download/4404.shtml AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,1

CUSTO/BENEFÍCIO

D I C AS I NFO I 49

Gerenc-Sinconiz-Mat24.indd 49

9/4/08 9:18:36 PM

9 8 7 6 5 4 3 2 1 0


BIDIRECIONAL OU UNIDIRECIONAL? Opção para quem quer sincronizar pastas entre um computador e uma unidade de armazenamento externa ou uma unidade da rede, o GoodSync não exige muito mais do que alguns cliques para fazer seu trabalho. É preciso apenas escolher o modo de sincronização — bidirecional ou unidirecional — e selecionar a origem e o destino antes de pressionar o botão de sincronização. O mais interessante é que é possível controlar a sincronização do computador com diferentes dispositivos de armazenamento. Para isso, cria-se diferentes tarefas, que são apresentadas em abas logo abaixo do menu. A interface do GoodSync poderia ser um pouco melhor. Para completar, o idioma da interface está parte em português e parte em inglês. SHAREWARE (29,95 DÓLARES)

1 MB

EM INGLÊS/PORTUGUÊS

www.info.abril.com.br/download/5418.shtml AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,5

CUSTO/BENEFÍCIO

7,1

JEITÃO DE OFFICE Quem gosta do visual limpo dos aplicativos do Microsoft Office 2007 vai gostar da interface do Sync Now Standard. Até as guias e as faixas de opção estão presentes. Com esse programa da Liuxz Software é possível sincronizar pasta a pasta, arquivo a arquivo ou fazer de uma pasta um arquivo Zip para guardar em outro lugar. O programa também faz backups unidirecionais, bidirecionais, clonagem e atualização. Nesse último caso, ele apaga arquivos ultrapassados da pasta de destino. Outro ponto positivo são os filtros de exclusão, que permitem deixar de lado algumas extensões, arquivos de determinados tamanhos, pastas vazias e arquivos ocultos, de sistema e somente de leitura. SHAREWARE (25 DÓLARES)

3,2 MB

EM INGLÊS

www.info.abril.com.br/download/5419.shtml AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,1

CUSTO/BENEFÍCIO

TRABALHO PARA O VISTA O Windows Vista traz embutido um programa de sincronização de informações armazenadas no computador e em dispositivos móveis, como players de música e vídeo, celulares, smartphones e unidades de armazenamento de dados. Nas versões Ultimate e Enterprise, é possível usar o recurso também para sincronizar pastas da rede. Para chegar à Central de Sincronização, abra Iniciar > Todos os Programas > Acessórios e abra o programa correspondente ou digite sincronização no campo de pesquisa do menu Iniciar e selecione a opção na lista de resultados.

7,0

50 I DI C AS IN FO

Gerenc-Sinconiz-Mat24.indd 50

9/4/08 6:11:05 PM


gerenciamento I limpeza

HORA DA FAXINA!

Antes de trocar o HD, que tal remover todo o lixo da unidade atual? POR MARIA ISABEL MOREIRA

F

alta espaço para as fotografias, as músicas, os vídeos e os arquivos de trabalho? Antes de trocar o disco ou instalar um segundo HD vale a pena parar um pouco e fazer uma boa limpeza na unidade atual. Os quatro programas que apresentamos a seguir ajudam nessa rotina, vasculhando o PC em busca de arquivos que ocupam espaço precioso e podem não ser mais úteis. Como a remoção de alguns arquivos do sistema pode implicar seu mau funcionamento, é recomendável fazer o trabalho com bastante cautela.

LIMPO E SEM VESTÍGIOS O CCleaner é indicado tanto para quem é paranóico por limpeza (lógica, no caso) quanto para aqueles que têm mania de perseguição. O bom freeware da Pirinform pode ser usado para remover todo tipo de arquivo inútil que entulha o computador e apagar rastros de navegação. O programa elimina arquivos deixados por programas como IE, Windows Explorer e o sistema operacional, confere a integridade e corrige erros do Registro e ainda trata da desinstalação de programas e de remover aqueles que estão se iniciando com o sistema, retardando o processo. A interface simples, com apenas quatro ícones para acesso às funções, é outro de seus grandes atrativos. FREEWARE

AJUSTE COMPLETO Quer desentulhar o disco e aproveitar para fazer um tuning no sistema? Há uma variedade de programas que fazem esse trabalho, mas poucos com a competência do System Mechanic. As ferramentas de limpeza estão reunidas em Tools > PowerTools > PC Cleanup. O programa remove arquivos de cache de internet, esvazia a lixeira, remove temporários, varre programas baixados e que não estão em uso e apaga arquivos offline. Para manter o sistema sempre em ordem, vá até Active Care > Automated Tasks e habilite o programa para limpar automaticamente a desordem do sistema. Mas nem pense em deixar de explorar as outras boas ferramentas que ele oferece — até porque o System Mechanic custa 49,95 dólares por um ano. O programa encontra e corrige vulnerabilidades, problemas de registro, entradas desnecessárias de auto-execução, além de otimizar o uso de memória e o acesso à web e cuidar de um monte de outros ajustes que vão fazer seu PC trabalhar melhor. SHAREWARE (49,95 DÓLARES)

16,2 MB

2,8 MB

EM PORTUGUÊS

www.info.abril.com.br/download/4603.shtml AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,5

7 6

CUSTO/BENEFÍCIO

5 4 3 2 1 0

EM INGLÊS

www.info.abril.com.br/download/2205.shtml AVALIAÇÃO TÉCNICA

8,2

CUSTO/BENEFÍCIO

7,2 D I C AS I NFO I 51

Gerenc-Limpeza-Mat25.indd 51

9 8

9/4/08 7:53:58 PM


FORA DO SISTEMA A rotina de limpeza do disco não pode deixar de passar também pela remoção de utilitários e aplicativos que há tempos estão sem uso. Mas nem sempre a eliminação de software pelo Windows ou pelo desinstalador próprio dos programas é eficiente. É aí que entra o Revo Uninstaller 1.71. Você decide se quer que ele use o método mais expresso — mas menos eficiente — de valer-se da ferramenta de desinstalação do próprio programa ou se prefere esperar um pouco mais e fazer uma remoção mais meticulosa. Se não tem muita certeza sobre a origem de algum programa, clique nele com o botão direito do mouse. Entre as ações possíveis estarão abrir o arquivo de ajuda, ver o endereço de instalação, localizar a entrada no Registro do Windows e até abrir uma página de pesquisa do Google sobre o respectivo programa — além, é claro, de desinstalá-lo. FREEWARE

1,5 MB

EM PORTUGUÊS

www.info.abril.com.br/download/5284.shtml AVALIAÇÃO TÉCNICA

8,4

CUSTO/BENEFÍCIO

LIMPEZA, ORA POIS! O português é de Portugal, mas isso não é impedimento para o uso do Disk Cleaner. Antes de começar a limpeza, é conveniente pressionar o mouse em Configurar e percorrer suas opções para conferir se as configurações de limpeza e de comportamento do programa são as mais adequadas para suas necessidades e preferências. Depois, clique em Disk Cleaner para iniciar a limpeza. Um ponto positivo do programa é que, depois que conclui o trabalho de varredura, ele permite a avaliação dos resultados. É possível, por exemplo, abrir um arquivo e ver suas propriedades. Como seu concorrente CCleaner, o Disk Cleaner também zela pela privacidade, apagando ações realizadas no Windows, no IE, no Firefox e em outros programas. FREEWARE

2,2 MB

EM PORTUGUÊS DE PORTUGAL

www.info.abril.com.br/download/5416.shtml AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,4

CUSTO/BENEFÍCIO

52 I DI DIC C AS IN I NFO FO

Gerenc-Limpeza-Mat25.indd 52

9/4/08 6:14:28 PM


busca I programas

DE LUPA EM PUNHO J

Vasculhe seu PC para localizar documentos, planilhas, imagens, vídeos, e-mail e o que mais estiver armazenado POR MARIA ISABEL MOREIRA

á imaginou sua vida na internet sem uma ferramenta de busca? Quando é preciso vasculhar o computador, um bom mecanismo de pesquisa também é indispensável. Os programas dessa categoria até tornam o micro mais lento quando estão no processo de indexação, mas na hora de localizar uma informação perdida naquela montanha de arquivos o trabalho que eles executam tem valor inestimável. Confrontamos quatro programas que assumem essa tarefa. Um deles merece um espaço no seu PC.

9 8 7 6 5 4 3 2 1

PESQUISAS REFINADAS

0

O Copernic Desktop Search é um excelente item para integrar a caixa de ferramentas de qualquer usuário de computador. Além de vasculhar fundo o PC em busca de dados, o programa da Copernic tem uma interface muito organizada e seus recursos de filtragem dão show quando comparados à concorrência. Se você procura uma música, por exemplo, pode separar os resultados por esse tipo de arquivo e, depois, refiná-los por gênero, nome, artista, álbum, título, data ou uma combinação dessas informações. Mais: é possível executar a música sem sair do próprio Copernic. Por padrão, o software faz buscas no disco local, mas pode rastrear também drives da rede e unidades de armazenamento externas, como pen drives, discos portáteis e cartões de memória. Entre o material pesquisado estão documentos em geral, e-mails, vídeos, músicas, imagens, histórico de navegação, favoritos e contatos.

D I C AS I NFO I 53

Busca-Programas-Mat26.indd 53

9/3/08 6:20:58 PM


COM A CARA DO WINDOWS EXPLORER A interface do Search GT não é problema para quem está acostumado com o Windows XP. Esse complemento da Isatech Software apenas acrescenta um botão ao Windows Explorer que abre o painel de pesquisa. Além de localizar por palavra ou nome completo, é possível buscar arquivos por faixa de tamanho ou período de criação. O rastreamento pode incluir pastas de sistema, pastas e arquivos ocultos e subpastas, e localizar dados armazenados em discos na rede ou em unidades externas. Para buscar numa pasta específica de um disco, primeiro abra essa pasta e, somente então, clique no botão do Search GT. As buscas não incluem e-mail, tarefas e contatos do Outlook, histórico de navegação e mensagens instantâneas salvas. O grande diferencial do programa é que, quando instalado, ele não faz a indexação dos arquivos como os concorrentes. Segundo o fabricante, isso acontece porque o Search GT lê o sistema de arquivos diretamente, contornando as bibliotecas de sistema do Windows.

ESPECIALISTAS EM REMESSAS WINDOWS SEARCH 4.0

COPERNIC DESKTOP SEARCH

GOOGLE DESKTOP

SEARCH GT

FABRICANTE

Microsoft

Copernic

Google

Isatech Software

TIPOS DE ARQUIVO

8,1

8,0

7,9

7,1

Documentos, e-mails, anexos, músicas, vídeos, imagens, tarefas, compromissos, contatos, bate-papos, pastas e programas

Documentos, e-mails, vídeos, músicas, contatos, imagens, favoritos e histórico de navegação

Documentos, vídeos, imagens, e-mails, batepapos e histórico de navegação

Documentos, imagens, vídeos, músicas, arquivos de sistema e arquivos ocultos

7,3

8,1

7,7

7,4

Por tipo e local em que foi encontrado; visualização do conteúdo

Por tipo e diferentes outros critérios. É possível visualizar e, em caso de músicas e vídeos, executar conteúdos

Por tipo, combinado depois com formato de arquivo e dá para visualizar o conteúdo

Usa as opções do Windows Explorer e seus recursos de visualização 7,5

REFINAMENTO

ARQUIVOS LOCALIZADOS 8,5 LOCAIS DE PESQUISA

INTERFACE

8,2

7,3

7 936

6 822

839

1 074

7,7

7,7

7,5

7,8

Discos locais, discos da rede (tem de mapear), unidades externas de armazenamento e web

Discos locais, discos da rede (tem de mapear), unidades externas de armazenamento e web

Discos locais, discos da rede (tem de mapear) e web

Discos locais, discos da rede, unidades externas de armazenamento

7,3

7,8

7,5

6,9

É um dos pontos que poderiam ser melhorados no programa

Organizada e agradável

Mostra resultados na tela do browser, o que facilita, mas não é muito atraente

Para quem está acostumado com o Explorer não traz dificuldade, mas não é atraente

PREÇO (R$)(1)

Grátis

Grátis

Grátis

33

ONDE ENCONTRAR

www.info.abril.com.br/ download/5407.shtml

www.info.abril.com.br/ download/3908.shtml

www.info.abril.com.br/ download/4478.shtml

www.info.abril.com.br/ download/5406.shtml 0,0

AVALIAÇÃO TÉCNICA(2) CUSTO/BENEFÍCIO

7,9

8,0

7,6

7,3 7,1

(1) PREÇO CONVERTIDO A 1,63 REAL POR DÓLAR. (2) MÉDIA PONDERADA CONSIDERANDO OS SEGUINTES ITENS E RESPECTIVOS PESOS: TIPOS DE ARQUIVOS (25%), REFINAMENTO (25%), ARQUIVOS LOCALIZADOS (25%), LOCAIS DE PESQUISA (15%) E INTERFACE (10%)

54 I DI C AS IN INFO FO

Busca-Programas-Mat26.indd 54-55

ALÉM DA BARRA LATERAL O recurso mais aparente do Google Desktop é a barra lateral, com seus widgets que podem mostrar notícias, previsão do tempo, fotos, recados e mais um monte de coisas. Mas o que é mais interessante no programa do Google são os recursos de pesquisa no computador e na web. Aliás, se você não quiser mostrar a barra lateral pode minimizá-la ou selecionar as opções deskbar ou deskbar flutuante. O Google Desktop pesquisa documentos em geral, e-mails, histórico de navegação, bate-papos, tarefas e calendário, mas não encontra arquivos do sistema. É possível instalar plug-ins para a indexação de outros arquivos. Apresentados em uma janela do navegador, os resultados podem ser filtrados por tipo e, dependendo do caso, por formato. Podem ainda ser classificados por data ou relevância. Para facilitar ainda mais a localização do item desejado, os arquivos podem ser visualizados no próprio browser.

BUSCA DE ARQUIVOS NO GMAIL Além de ser um ótimo webmail, o Gmail também conta com o poder das buscas do Google. Com isso, fica fácil definir rapidamente buscas por tipos de anexos específicos nas mensagens. Por exemplo, para buscar por documentos com extensão DOC, tecle, no campo de busca, o texto filename:. doc. Para restringir a busca a uma determinada área do Gmail, adicione o comando In. Caso queira buscar documentos na caixa de entrada, tecle, na caixa de entrada, in:Inbox filename:.doc.

PESQUISA PROFUNDA O Windows Search 4.0 faz uma varredura e tanto no computador e em drives da rede. Nos testes, o programa localizou muito mais arquivos do que alguns de seus competidores. O problema é como filtrar os itens encontrados. É possível separar os resultados apenas pelo local, pelo tipo ou a combinação desses dois critérios. O programa de busca da Microsoft localiza documentos em geral, e-mail (incluindo anexos), músicas, vídeos, imagens, programas, tarefas, compromissos, contatos, bate-papos e pastas. Para pesquisar na rede ou em mídias externas é necessário acrescentar essas unidades na lista de locais vasculhados, o que nem sempre é simples em ambientes corporativos.

DIC A S INFO I 55

9/4/08 9:56:40 PM


busca I dicas

O VISTA FAZ AS PESQUISAS

AVANÇADA 3 PESQUISA Se quiser aprimorar ainda mais a pesquisa, logo depois que o Windows apresenta os resultados, clique em Pesquisa Avançada logo abaixo da lista ou no Painel de Pesquisa. Além de poder filtrar a pesquisa por tipo com os botões do Painel de Pesquisa, nas buscas avançadas é possível selecionar outros locais, incluindo unidades de armazenamento externas, e aplicar filtros como data de criação e/ou modificação exata, posterior ou anterior à fornecida, tamanho exato, superior ou inferior a um valor informado e também por nome, marca (tag) ou autor. Nesse modo de pesquisa é possível rastrear arquivos não-indexados, ocultos ou do sistema. É só marcar a opção correspondente. Mas, nesse caso, a trabalho fica bem mais lento.

Onze truques para aproveitar ao máximo os recursos de pesquisa do próprio sistema operacional POR MARIA ISABEL MOREIRA

A

té o lançamento do Vista, os usuários do Windows precisavam ser extremamente organizados. Caso contrário, não tinham muitas chances de localizar seus arquivos se contassem apenas com os recursos de pesquisa do sistema operacional. O novo Windows avançou muito nesse ponto. Ele não apenas é mais criterioso nas buscas como permite salvar os resultados para investigações posteriores. Poderia ser melhor? Sem dúvida, o sistema não é perfeito, mas não há como negar que houve um aprimoramento e tanto. Essas dicas ensinam a explorar melhor esse recurso.

DE PESQUISA 2 PÁGINAS Se você seguiu as instruções da dica anterior deve ter observado na lista de resultados do menu Iniciar o link Ver Todos os Resultados. Ao clicar nele, você é levado a uma página do Windows Explorer na qual poderá contar com outros recursos de pesquisa. Ou, simplesmente, abra o Windows Explorer e inicie uma pesquisa digitando os termos no campo correspondente. As palavras digitadas no campo Pesquisar são usadas pelo Windows para vasculhar o conteúdo dos arquivos, os títulos, as marcas, os autores e outros atributos. O Windows faz a pesquisa na pasta aberta — por padrão, o Explorer é aberto na pasta Documentos. Para pesquisar em outra pasta, é só selecioná-la no painel direito. Você ainda pode filtrar os resultados por tipo de documento. Clique em Ferramentas de Pesquisa > Painel de Pesquisa. Na nova barra que surgirá logo abaixo da barra de endereços, selecione o tipo de arquivo (Tudo, E-mail, Documento, Imagem, Música ou Outro).

1 PESQUISA NO INÍCIO O jeito mais rápido de fazer pesquisas no Vista é usar o campo correspondente do menu Iniciar. Basta digitar algumas letras do termo de consulta para que o sistema inicie a pesquisa e comece a mostrar o que encontrou logo acima nesse menu. Além de possibilitar a localização de documentos pelo nome, o campo Iniciar Pesquisar pode ser explorado para abrir rapidamente programas e localizar serviços e ferramentas do sistema operacional.

56 I DI C AS IN FO

Busca-Dicas-Mat27.indd 56-57

POR PALAVRA-CHAVE 4

Há uma maneira de fazer uma pesquisa mais refinada sem ter de clicar na opção Pesquisa Avançada. É só definir a propriedade do arquivo que deseja usar como filtro ali mesmo no campo Pesquisar de qualquer janela do Windows Explorer. Exemplos: para pesquisar arquivos que tenham a palavra “branco” no nome, digite no campo nome:branco; se a palavra branco é uma tag, escreva marca:branco; caso branco seja o nome do autor, digite autor:branco. O mesmo recurso pode ser usado para pesquisas por data. Nesse caso, use o termo modificado em:29/08/2008, trocando as informações pela data desejada.

BOOLEANA 5 LÓGICA A busca do Vista também aceita expressões booleanas, como AND, OR, NOT, aspas, parênteses e os sinais > e < como filtros. Mais que isso, permite que se combinem as expressões booleanas com outros filtros, como as palavras-chaves. Assim, se você quiser pesquisar os arquivos criados por “Maria” que contenham a palavra “artigo”, por exemplo, a expressão que deverá ser digitada é autor: Maria AND recibo. Para pesquisar os arquivos cujo autor tem o nome exato “Maria Silva”, usa-se como parâmetro de pesquisa autor: “Maria Silva”.

9 8 7 6 5 4 3 2

TOM COLOQUIAL O Vista pode ser configurado para receber pesquisas 6

1 0

numa linguagem mais do dia-a-dia. Vamos supor que você queira encontrar todos os arquivos criados no dia 29/08/2008. Ou que esteja procurando os arquivos de autoria de Paulo. Em vez de usar as opções avançadas ou palavras-chaves, pode simplesmente escrever no campo Pesquisar a expresão criado em 29/08/2009 e criado por Paulo, respectivamente. Antes, porém, é necessário habilitar a pesquisa em linguagem natural. Faça uma pesquisa qualquer para que apareça a opção Ferramentas de Pesquisa, clique nela e selecione Opções de Pesquisa. Na janela que surgirá, marque Usar Pesquisa em Idioma Natural. Feito isso, você poderá continuar fazendo buscas com qualquer critério, mas estará apto a usar também essa forma mais coloquial.

DIC A S INFO I 57

9/3/08 6:23:41 PM


busca I dicas

O VISTA FAZ AS PESQUISAS

AVANÇADA 3 PESQUISA Se quiser aprimorar ainda mais a pesquisa, logo depois que o Windows apresenta os resultados, clique em Pesquisa Avançada logo abaixo da lista ou no Painel de Pesquisa. Além de poder filtrar a pesquisa por tipo com os botões do Painel de Pesquisa, nas buscas avançadas é possível selecionar outros locais, incluindo unidades de armazenamento externas, e aplicar filtros como data de criação e/ou modificação exata, posterior ou anterior à fornecida, tamanho exato, superior ou inferior a um valor informado e também por nome, marca (tag) ou autor. Nesse modo de pesquisa é possível rastrear arquivos não-indexados, ocultos ou do sistema. É só marcar a opção correspondente. Mas, nesse caso, a trabalho fica bem mais lento.

Onze truques para aproveitar ao máximo os recursos de pesquisa do próprio sistema operacional POR MARIA ISABEL MOREIRA

A

té o lançamento do Vista, os usuários do Windows precisavam ser extremamente organizados. Caso contrário, não tinham muitas chances de localizar seus arquivos se contassem apenas com os recursos de pesquisa do sistema operacional. O novo Windows avançou muito nesse ponto. Ele não apenas é mais criterioso nas buscas como permite salvar os resultados para investigações posteriores. Poderia ser melhor? Sem dúvida, o sistema não é perfeito, mas não há como negar que houve um aprimoramento e tanto. Essas dicas ensinam a explorar melhor esse recurso.

DE PESQUISA 2 PÁGINAS Se você seguiu as instruções da dica anterior deve ter observado na lista de resultados do menu Iniciar o link Ver Todos os Resultados. Ao clicar nele, você é levado a uma página do Windows Explorer na qual poderá contar com outros recursos de pesquisa. Ou, simplesmente, abra o Windows Explorer e inicie uma pesquisa digitando os termos no campo correspondente. As palavras digitadas no campo Pesquisar são usadas pelo Windows para vasculhar o conteúdo dos arquivos, os títulos, as marcas, os autores e outros atributos. O Windows faz a pesquisa na pasta aberta — por padrão, o Explorer é aberto na pasta Documentos. Para pesquisar em outra pasta, é só selecioná-la no painel direito. Você ainda pode filtrar os resultados por tipo de documento. Clique em Ferramentas de Pesquisa > Painel de Pesquisa. Na nova barra que surgirá logo abaixo da barra de endereços, selecione o tipo de arquivo (Tudo, E-mail, Documento, Imagem, Música ou Outro).

1 PESQUISA NO INÍCIO O jeito mais rápido de fazer pesquisas no Vista é usar o campo correspondente do menu Iniciar. Basta digitar algumas letras do termo de consulta para que o sistema inicie a pesquisa e comece a mostrar o que encontrou logo acima nesse menu. Além de possibilitar a localização de documentos pelo nome, o campo Iniciar Pesquisar pode ser explorado para abrir rapidamente programas e localizar serviços e ferramentas do sistema operacional.

56 I DI C AS IN FO

Busca-Dicas-Mat27.indd 56-57

POR PALAVRA-CHAVE 4

Há uma maneira de fazer uma pesquisa mais refinada sem ter de clicar na opção Pesquisa Avançada. É só definir a propriedade do arquivo que deseja usar como filtro ali mesmo no campo Pesquisar de qualquer janela do Windows Explorer. Exemplos: para pesquisar arquivos que tenham a palavra “branco” no nome, digite no campo nome:branco; se a palavra branco é uma tag, escreva marca:branco; caso branco seja o nome do autor, digite autor:branco. O mesmo recurso pode ser usado para pesquisas por data. Nesse caso, use o termo modificado em:29/08/2008, trocando as informações pela data desejada.

BOOLEANA 5 LÓGICA A busca do Vista também aceita expressões booleanas, como AND, OR, NOT, aspas, parênteses e os sinais > e < como filtros. Mais que isso, permite que se combinem as expressões booleanas com outros filtros, como as palavras-chaves. Assim, se você quiser pesquisar os arquivos criados por “Maria” que contenham a palavra “artigo”, por exemplo, a expressão que deverá ser digitada é autor: Maria AND recibo. Para pesquisar os arquivos cujo autor tem o nome exato “Maria Silva”, usa-se como parâmetro de pesquisa autor: “Maria Silva”.

9 8 7 6 5 4 3 2

TOM COLOQUIAL O Vista pode ser configurado para receber pesquisas 6

1 0

numa linguagem mais do dia-a-dia. Vamos supor que você queira encontrar todos os arquivos criados no dia 29/08/2008. Ou que esteja procurando os arquivos de autoria de Paulo. Em vez de usar as opções avançadas ou palavras-chaves, pode simplesmente escrever no campo Pesquisar a expresão criado em 29/08/2009 e criado por Paulo, respectivamente. Antes, porém, é necessário habilitar a pesquisa em linguagem natural. Faça uma pesquisa qualquer para que apareça a opção Ferramentas de Pesquisa, clique nela e selecione Opções de Pesquisa. Na janela que surgirá, marque Usar Pesquisa em Idioma Natural. Feito isso, você poderá continuar fazendo buscas com qualquer critério, mas estará apto a usar também essa forma mais coloquial.

DIC A S INFO I 57

9/3/08 6:23:41 PM


DO ÍNDICE 9 OPÇÕES O Windows não é flexível apenas quanto aos locais que devem ser indexados. Quem preferir pode alterar outras configurações. Para isso, siga as instruções da dica anterior para abrir a caixa de diálogo Opções de Indexação. Nessa janela, clique em Avançado. Na guia Tipos de Arquivos é possível desmarcar formatos que não devem ser considerados, marcar os que precisam ser pesquisados e incluir outros que não constam na lista. Na guia Configurações de Indexação estão outras opções de ajuste, como o local onde o índice fica armazenado, inclusão de arquivos criptografados etc.

NOVAS PROPRIEDADES 10

SALVAS 7 PESQUISAS Se você não desenvolveu nenhum método de organização e procura sempre pelos mesmos tipos de arquivo vai

Como você deve ter percebido nas dicas anteriores, dados como o nome do autor e a data de criação e modificação podem ser explorados para realizar buscas de arquivos. Essas e outras propriedades podem ser alteradas facilmente no Vista. Clique no arquivo cujas propriedades pretenda modificar para que apareça o painel Detalhes na parte inferior da janela. Caso o painel não fique visível, clique em Organizar > Layout > Painel de Detalhes. Clique na propriedade que deseja alterar, digite a nova informação e, para finalizar, clique em Salvar. Lembre-se, no entanto, de que alguns arquivos não permitem alterações em seus atributos dessa forma. É o caso dos documentos em RTF, TXT e PDF

ganhar tempo se salvar suas pesquisas e usá-las sempre que necessário. As pesquisas salvas ficam armazenadas na pasta Pesquisa. Assim que um novo arquivo que obedeça aos critérios estabelecidos é criado, ele passa a fazer parte da pesquisa salva. Para salvar uma pesquisa, clique em Salvar Pesquisa na janela de resultados. Dê um nome para ela ou aceite a sugestão do Windows e, se quiser, acrescente marcas. Para usar uma pesquisa feita anteriormente e salva, navegue até a pasta Pesquisas, abra-a para exibir seu conteúdo e clique na pesquisa desejada. É possível usar as opções de busca do Vista na própria pasta Pesquisa. Use, para isso, o nome, o autor ou as marcas atribuídas.

DE 8 LOCAIS INDEXAÇÃO O Vista não indexa todos os discos e as pastas do computador. Ele limita a indexação a pouco mais do que as pastas pessoais. Para ampliar ou reduzir esse escopo, abra o Painel de Controle e clique em Sistemas e Manutenção. Na seção Opções de Indexação, clique em Alterar o Modo Como o Windows Pesquisa. Em seguida, clique em Modificar e, depois, em Mostrar Todos os Locais. Por fim, marque ou desmarque as pastas que quer ou não incluir no índice. Se necessário, clique na seta ao lado do nome para expandir as pastas e visualizar seus conteúdos. Clique em OK e Fechar para concluir.

58 I DI C AS IN FO

Busca-Dicas-Mat27.indd 58-59

E CLASSIFICAÇÃO 11 TAGS As tags estão por todos os lados na web e já marcam presença também em muitos programas. No Windows Vista, os arquivos multimídia podem receber tags (marcas), assim como classificação e comentários. Essas marcas podem ser usadas para localizar as imagens posteriormente. O jeito mais simples de fazer essa busca é pela Galeria de Fotos. Use as instruções da dica 10 para alterar as propriedades (no caso da classificação, basta colocar o mouse na segunda estrela da esquerda para a direita para classificar como 2 estrelas, na terceira para 3 estrelas e assim por diante). Abra a Galeria de Fotos do Windows, digitando galeria no campo de pesquisa do menu Iniciar e selecionando o item que aparece no topo. Há duas maneiras de fazer a busca por marcas. A primeira, é clicar em Marca no painel esquerdo para expandir a lista e localizar a tag desejada. Outra, é digitá-la no campo Pesquisar. Mas lembre-se de que, nessa segunda opção, os resultados incluirão arquivos que porventura tenham a palavra pesquisada no nome.

DIC A S INFO I 59

9/3/08 6:24:03 PM


DO ÍNDICE 9 OPÇÕES O Windows não é flexível apenas quanto aos locais que devem ser indexados. Quem preferir pode alterar outras configurações. Para isso, siga as instruções da dica anterior para abrir a caixa de diálogo Opções de Indexação. Nessa janela, clique em Avançado. Na guia Tipos de Arquivos é possível desmarcar formatos que não devem ser considerados, marcar os que precisam ser pesquisados e incluir outros que não constam na lista. Na guia Configurações de Indexação estão outras opções de ajuste, como o local onde o índice fica armazenado, inclusão de arquivos criptografados etc.

NOVAS PROPRIEDADES 10

SALVAS 7 PESQUISAS Se você não desenvolveu nenhum método de organização e procura sempre pelos mesmos tipos de arquivo vai

Como você deve ter percebido nas dicas anteriores, dados como o nome do autor e a data de criação e modificação podem ser explorados para realizar buscas de arquivos. Essas e outras propriedades podem ser alteradas facilmente no Vista. Clique no arquivo cujas propriedades pretenda modificar para que apareça o painel Detalhes na parte inferior da janela. Caso o painel não fique visível, clique em Organizar > Layout > Painel de Detalhes. Clique na propriedade que deseja alterar, digite a nova informação e, para finalizar, clique em Salvar. Lembre-se, no entanto, de que alguns arquivos não permitem alterações em seus atributos dessa forma. É o caso dos documentos em RTF, TXT e PDF

ganhar tempo se salvar suas pesquisas e usá-las sempre que necessário. As pesquisas salvas ficam armazenadas na pasta Pesquisa. Assim que um novo arquivo que obedeça aos critérios estabelecidos é criado, ele passa a fazer parte da pesquisa salva. Para salvar uma pesquisa, clique em Salvar Pesquisa na janela de resultados. Dê um nome para ela ou aceite a sugestão do Windows e, se quiser, acrescente marcas. Para usar uma pesquisa feita anteriormente e salva, navegue até a pasta Pesquisas, abra-a para exibir seu conteúdo e clique na pesquisa desejada. É possível usar as opções de busca do Vista na própria pasta Pesquisa. Use, para isso, o nome, o autor ou as marcas atribuídas.

DE 8 LOCAIS INDEXAÇÃO O Vista não indexa todos os discos e as pastas do computador. Ele limita a indexação a pouco mais do que as pastas pessoais. Para ampliar ou reduzir esse escopo, abra o Painel de Controle e clique em Sistemas e Manutenção. Na seção Opções de Indexação, clique em Alterar o Modo Como o Windows Pesquisa. Em seguida, clique em Modificar e, depois, em Mostrar Todos os Locais. Por fim, marque ou desmarque as pastas que quer ou não incluir no índice. Se necessário, clique na seta ao lado do nome para expandir as pastas e visualizar seus conteúdos. Clique em OK e Fechar para concluir.

58 I DI C AS IN FO

Busca-Dicas-Mat27.indd 58-59

E CLASSIFICAÇÃO 11 TAGS As tags estão por todos os lados na web e já marcam presença também em muitos programas. No Windows Vista, os arquivos multimídia podem receber tags (marcas), assim como classificação e comentários. Essas marcas podem ser usadas para localizar as imagens posteriormente. O jeito mais simples de fazer essa busca é pela Galeria de Fotos. Use as instruções da dica 10 para alterar as propriedades (no caso da classificação, basta colocar o mouse na segunda estrela da esquerda para a direita para classificar como 2 estrelas, na terceira para 3 estrelas e assim por diante). Abra a Galeria de Fotos do Windows, digitando galeria no campo de pesquisa do menu Iniciar e selecionando o item que aparece no topo. Há duas maneiras de fazer a busca por marcas. A primeira, é clicar em Marca no painel esquerdo para expandir a lista e localizar a tag desejada. Outra, é digitá-la no campo Pesquisar. Mas lembre-se de que, nessa segunda opção, os resultados incluirão arquivos que porventura tenham a palavra pesquisada no nome.

DIC A S INFO I 59

9/3/08 6:24:03 PM


compressão I programas

COMPACTAÇÃO MÁXIMA

LEVE NO PC E NO BOLSO Em busca de um compactador leve e na faixa? Encontrou: é o 7-Zip, da 7-Zip.org. Ele compacta e descompacta arquivos nos formatos 7z, ZIP, GZIP, BZIP e TAR, e ainda descomprime os formatos RAR, CAB, ISO, ARJ e LZH. Como outros programas da categoria, o 7-Zip instala-se como uma opção do menu de contexto, permitindo compactações e descompactações diretamente do Windows Explorer. Nos testes, foi mais lento do que alguns de seus concorrentes, como o WinZip, mas obteve com seu formato próprio um nível de compactação maior.

Há uma variedade de software para compactar e descompactar arquivos. Já escolheu o seu? POR MARIA ISABEL MOREIRA

U

tilitário essencial no computador de qualquer pessoa que troca arquivos pesados, os programas de compressão estão cada vez mais rápidos, abrangentes e fáceis de usar. Também pudera. Agora eles têm até de enfrentar a concorrência dos sistemas operacionais. Confira aqui cinco opções de programa para dar uma enxugada em todo tipo de arquivo.

LIVRE

840 KB

EM INGLÊS

www.info.abril.com.br/download/3517.shtml AVALIAÇÃO TÉCNICA

Compactação de bolso

O REI DA POPULARIDADE O WinZip continua sendo um dos programas mais competentes na tarefa de reduzir o tamanho de arquivos para armazenamento ou envio. O programa da WinZip, que está na versão 11.2, é rápido no trabalho e consegue um bom grau de compactação. O programa pode ser usado em dois modos — o Classic e o Wizard. Mas talvez o jeito mais fácil de acessar os principais recursos é usar as opções que ele coloca no menu de contexto do Windows Explorer tanto para compactação de arquivos e pastas quanto para a extração de arquivos compactados. O programa descompacta arquivos em vários formatos, mas, na operação inversa, aceita apenas o formato próprio ZIP. SHAREWARE (159 REAIS)

13 MB

Quem usa com freqüência computadores em cibercafés pode levar um compactador no pen drive para o caso de necessitar fazer uma compressão/ descompressão rápida quando está em trânsito. Pelo menos dois fabricantes de programas de compactação oferecem versões portáteis de seus programas. O 7-Zip Portable pode ser baixado em www.info. abril.com.br/download/4669. shtml. Outra opção é o PeaZip (www.info.abril. com.br/download/5422. shtml), um programa que trabalha com os formatos 7z, ZIP, GZIP, BZIP2, TAR e RAR.

7,8

CUSTO/BENEFÍCIO

DIRETO DA DINAMARCA A interface ajeitada e simples de usar são dois dos destaques do programa dinamarquês BitZipper 5.0.6. Como o WinZip, ele pode ser executado no modo Classic e Wizard. O primeiro tem uma barra de ferramentas com ícones diferenciados e uma estrutura de árvore e painel de visualização semelhante ao Windows Explorer. No modo Wizard, as ações são esmiuçadas e a interface ganha a presença de um personagem. O programa extrai e analisa diversos de uma vez, é compatível com vários formatos e executa tarefas em batch. Para proteger os dados, usa criptografia AES de 256 bits. Nos testes, foi mais lento que o WinZip e gerou um arquivo com o mesmo tamanho que o produzido pelo seu concorrente. Durante a instalação, o programa se oferece para instalar uma barra de ferramentas que notifica sobre atualizações, dá acesso rápido à ajuda e pode, opcionalmente, checar o Gmail, o Windows Live Messenger, o Yahoo e contas de e-mail POP3. SHAREWARE (24,95 DÓLARES)

5,2 MB

EM INGLÊS

www.info.abril.com.br/download/5421.shtml AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,1

CUSTO/BENEFÍCIO

6,7

9 8 7 6 5 4 3 2 1 0

EM INGLÊS

www.info.abril.com.br/download/3285.shtml AVALIAÇÃO TÉCNICA

8,3

60 I DI C AS IN FO

Compress-Progrs-Mat28.indd 60-61

CUSTO/BENEFÍCIO

7,2 DIC A S INFO I 61

9/4/08 10:06:55 PM


compressão I programas

COMPACTAÇÃO MÁXIMA

LEVE NO PC E NO BOLSO Em busca de um compactador leve e na faixa? Encontrou: é o 7-Zip, da 7-Zip.org. Ele compacta e descompacta arquivos nos formatos 7z, ZIP, GZIP, BZIP e TAR, e ainda descomprime os formatos RAR, CAB, ISO, ARJ e LZH. Como outros programas da categoria, o 7-Zip instala-se como uma opção do menu de contexto, permitindo compactações e descompactações diretamente do Windows Explorer. Nos testes, foi mais lento do que alguns de seus concorrentes, como o WinZip, mas obteve com seu formato próprio um nível de compactação maior.

Há uma variedade de software para compactar e descompactar arquivos. Já escolheu o seu? POR MARIA ISABEL MOREIRA

U

tilitário essencial no computador de qualquer pessoa que troca arquivos pesados, os programas de compressão estão cada vez mais rápidos, abrangentes e fáceis de usar. Também pudera. Agora eles têm até de enfrentar a concorrência dos sistemas operacionais. Confira aqui cinco opções de programa para dar uma enxugada em todo tipo de arquivo.

LIVRE

840 KB

EM INGLÊS

www.info.abril.com.br/download/3517.shtml AVALIAÇÃO TÉCNICA

Compactação de bolso

O REI DA POPULARIDADE O WinZip continua sendo um dos programas mais competentes na tarefa de reduzir o tamanho de arquivos para armazenamento ou envio. O programa da WinZip, que está na versão 11.2, é rápido no trabalho e consegue um bom grau de compactação. O programa pode ser usado em dois modos — o Classic e o Wizard. Mas talvez o jeito mais fácil de acessar os principais recursos é usar as opções que ele coloca no menu de contexto do Windows Explorer tanto para compactação de arquivos e pastas quanto para a extração de arquivos compactados. O programa descompacta arquivos em vários formatos, mas, na operação inversa, aceita apenas o formato próprio ZIP. SHAREWARE (159 REAIS)

13 MB

Quem usa com freqüência computadores em cibercafés pode levar um compactador no pen drive para o caso de necessitar fazer uma compressão/ descompressão rápida quando está em trânsito. Pelo menos dois fabricantes de programas de compactação oferecem versões portáteis de seus programas. O 7-Zip Portable pode ser baixado em www.info. abril.com.br/download/4669. shtml. Outra opção é o PeaZip (www.info.abril. com.br/download/5422. shtml), um programa que trabalha com os formatos 7z, ZIP, GZIP, BZIP2, TAR e RAR.

7,8

CUSTO/BENEFÍCIO

DIRETO DA DINAMARCA A interface ajeitada e simples de usar são dois dos destaques do programa dinamarquês BitZipper 5.0.6. Como o WinZip, ele pode ser executado no modo Classic e Wizard. O primeiro tem uma barra de ferramentas com ícones diferenciados e uma estrutura de árvore e painel de visualização semelhante ao Windows Explorer. No modo Wizard, as ações são esmiuçadas e a interface ganha a presença de um personagem. O programa extrai e analisa diversos de uma vez, é compatível com vários formatos e executa tarefas em batch. Para proteger os dados, usa criptografia AES de 256 bits. Nos testes, foi mais lento que o WinZip e gerou um arquivo com o mesmo tamanho que o produzido pelo seu concorrente. Durante a instalação, o programa se oferece para instalar uma barra de ferramentas que notifica sobre atualizações, dá acesso rápido à ajuda e pode, opcionalmente, checar o Gmail, o Windows Live Messenger, o Yahoo e contas de e-mail POP3. SHAREWARE (24,95 DÓLARES)

5,2 MB

EM INGLÊS

www.info.abril.com.br/download/5421.shtml AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,1

CUSTO/BENEFÍCIO

6,7

9 8 7 6 5 4 3 2 1 0

EM INGLÊS

www.info.abril.com.br/download/3285.shtml AVALIAÇÃO TÉCNICA

8,3

60 I DI C AS IN FO

Compress-Progrs-Mat28.indd 60-61

CUSTO/BENEFÍCIO

7,2 DIC A S INFO I 61

9/4/08 10:06:55 PM


É A CARA DO OFFICE Saca o Office 2007? O PowerArchiver 2007 mimetiza a interface dos programas da Microsoft com perfeição. Mas seus atrativos vão além da aparência. O programa compacta em vários formatos. ZIP é o padrão, mas é possível selecionar também 7-ZIP, LHA, CAB e TAR, entre outros. Particularmente prática é a ferramenta que permite converter arquivos de um formato para outro. O programa também faz compressão em lote e é capaz de extrair múltiplos arquivos ao mesmo tempo. SHAREWARE (19,95 DÓLARES)

4,6 MB

EM INGLÊS

www.info.abril.com.br/download.1035.shtml AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,4

CUSTO/BENEFÍCIO

7,3

MAIS SEGURO COM O WINRAR Quem não usa o WinZip possivelmente é adepto do WinRAR 3.71. Sua aceitação é tanta que praticamente todos os programas da categoria procuram ser compatíveis com seu formato. O software da RARLab integra-se muito bem ao Windows (incluindo o Vista) e sua interface não impõe nenhuma dificuldade de uso. Se mesmo assim seus usuários se sentirem perdidos, podem clicar no botão Assistente, selecionar uma tarefa e seguir as instruções para dar cabo dela. Como outros programas, o WinRAR repara arquivos compactados corrompidos. O software também pode se associar à ferramenta de segurança instalada no computador para verificar os arquivos em busca de vírus. Nos testes, não foi o mais rápido nem o que gerou arquivos mais compactos, mas no conjunto da obra não há como negar que é uma ótima ferramenta. SHAREWARE (29 DÓLARES)

2,8 MB

CONVERSÃO SEM PROGRAMA Se o PC do cibercafé não tem uma ferramenta para descompressão de arquivos instalada e você não levou nenhum utilitário do gênero no pen drive, a saída é usar os serviços online. O Wobzip (http://wobzip.org/index.php) descompacta arquivos que estão em seu computador ou na web, e pode protegê-los com senha. Os arquivos podem ter até 100 MB e estar nos formatos 7z, ZIP, GZIP, BZIP2, TAR, RAR, CAB, ISO, ARJ, LZHCHM, Z, CPIO, RPM, DEB e NSI. Para conferir outros serviços online que lidam com compressão de arquivos, leia Transformação na internet, na página 65.

EM PORTUGUÊS

www.info.abril.com.br/download.1070.shtml AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,8

CUSTO/BENEFÍCIO

7,2

62 I DI C AS IN FO

Compress-Progrs-Mat28.indd 62

9/4/08 10:07:14 PM


conversão I programas

TROCAS DE FORMATO

Converter arquivos de um formato para outro é o trabalho desses utilitários

É

fácil achar na web qualquer tipo de arquivo. Mas nem sempre o que encontramos está no formato que queremos. Para quem baixa muitos vídeos, a dica é instalar um pacote de codecs como o K-Lite Mega Codec Pack (www.info.abril.com.br/ download/4165.shtml), que instala de uma vez só uma série de codecs, filtros para exibição de legendas e um tocador leve e eficiente. Mas pode ser interessante também padronizar o material num único formato. Nesse caso, os conversores como os que apresentamos a seguir tornam-se indispensáveis.

MANDA PARA O DISCO Apesar de os players de DVD compatíveis com DivX, XviD e outros formatos já serem mais comuns, muita gente ainda tem aparelhos que só tocam discos no formato tradicional. Para essas pessoas, reproduzir filmes baixados da internet exige uma conversão prévia. É aí que entra o ConvertXtoDVD. Sua interface é simples e ele encara qualquer formato de entrada, desde AVI e MPEG até MKV, WMV e FLV. O programa também importa automaticamente legendas em formatos comuns, como SRT e SUB, e reconhece faixas extras de áudio existentes no vídeo. Cada vídeo pode ter seu título próprio, que é usado no menu do DVD. As opções de menu, aliás, restringem-se à mudança da imagem de fundo, fonte dos títulos etc. SHAREWARE (50 DÓLARES)

15,2 MB

EM PORTUGUÊS

www.info.abril.com.br/download/4963.shtml AVALIAÇÃO TÉCNICA

8,0

CUSTO/BENEFÍCIO

7,5

VELOZ E PRÁTICO Simples, rápido e eficiente. Assim pode ser descrito o Media Converter, programa que faz conversão de diversos formatos de áudio e vídeo. Tudo o que se precisa definir está na única tela do programa. Tudo definido? Clique em OK e aguarde. Entre os formatos compatíveis estão AVI, FLV, MPEG, MP4, MPG, OGG, WAV, WMA, WMV, 3G2 e 3GP. Escondido no menu Tool está a ferramenta Video Downloader, que baixa vídeos dos endereços informados. O Media Converter também pode ser usado como extensão do navegador da Mozila (leia Sem sair do Firefox) ou como serviço web (www.mediaconverter.org). FREEWAE 4,3 MB

EM INGLÊS

www.info.abril.com.br/download/5410.shtml AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,7

CUSTO/BENEFÍCIO

D I C AS I NFO I 63

Conversao-Programas-Mat29.indd 63

9/3/08 6:24:47 PM


PPT VIRA FLASH Sua apresentação em PowerPoint pode ganhar a web mais facilmente se for convertida para Flash. O PPT2Flash Standard faz esse trabalho. O programa instala-se como um complemento do aplicativo da Microsoft e pode publicar os arquivos em SWF/web, transformá-los em executável ou empacotá-lo para envio por e-mail. Como SWF, é possível enviar o arquivo por FTP diretamente do programa. Na transformação, o PPT2Flash Standard preserva os efeitos de transição e muitas animações, segundo o fabricante, mas observamos falhas — o programa travou o PowerPoint 2007 algumas vezes — e alguns recursos não apareceram na apresentação final. SHAREWARE (59,95 DÓLARES)

9,7 MB

EM INGLÊS

www.info.abril.com.br/download/4941.shmtl AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,0

CUSTO/BENEFÍCIO

6,4

PARA TODOS OS TRABALHOS Nem sempre programas poderosos são complicados. O WinAVI, da ZJMedia Digital Technology, é um desses casos. Apesar de ter uma interface simples e direta, permitindo fazer operações de conversão com poucos cliques, o programa traz uma gama impressionante de recursos. Consegue, por exemplo, gerar DVDs (tocáveis em qualquer aparelho) a partir de arquivos de vários formatos, codificando várias horas de vídeo em uma única mídia. Mas as opções de formatos de saída não se resumem ao MPEG-2 (DVD e SVCD) e MPEG-1 (VCD). O WinAVI Converter também gera arquivos em DivX, XviD, RealMedia, WMV e ASF. SHAREWARE (29,95 DÓLARES)

4,3 MB

EM INGLÊS

www.info.abril.com.br/download/4277.shtml AVALIAÇÃO TÉCNICA

8,2

CUSTO/BENEFÍCIO

7,6

SEM SAIR DO FIREFOX Se o vídeo que você quer converter está disponível na web, não é preciso nem sair do browser. A extensão para Firefox Media Converter faz o duplo trabalho de baixar o vídeo e fazer a conversão. Toda vez que um vídeo começa a ser executado, em sites como o YouTube, o botão que o add-on instala na barra de ferramentas do navegador muda de cinza para azul. Aí é só clicar nesse botão e seguir o assistente para escolher o formato, as configurações de áudio e vídeo e outros detalhes. Quando conclui o trabalho, o Media Convert oferece a opção de download — ou baixa o vídeo para o local definido no seu Firefox. A extensão tem as mesmas opções do programa Media Converter. FREEWARE 10 KB

EM INGLÊS

www.info.abril.com.br/download/5411.shtml AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,7

CUSTO/BENEFÍCIO

64 I DI DIC C AS IN I NFO FO

Conversao-Programas-Mat29.indd 64

9/3/08 6:25:18 PM


conversão I serviços online

TRANSFORMAÇÃO NA INTERNET Precisa de uma conversão rápida de arquivo? Vá direto para a web POR MARIA ISABEL MOREIRA

N

ão é necessário entulhar o computador com programas dedicados à conversão de arquivos. Para quem se ocupa dessa tarefa uma vez ou outra pode ser mais interessante explorar os serviços online que se encarregam da tarefa. Eles são gratuitos, relativamente rápidos e muito eficientes na execução dos trabalhos mais básicos. Alguns até oferecem ajustes para os arquivos de saída para que fiquem mais de acordo com as exigências de seus usuários. Comparamos três serviços de conversão genéricos e apresentamos outras sete soluções específicas. Confira os resultados a seguir.

BOM DE MULTIMÍDIA

PRONTO PARA QUALQUER TRABALHO Não importa o arquivo que você tenha de converter, as chances de que o MediaConvert consiga lidar com ele são grandes. Esse serviço trabalha com uma ampla variedade de vídeos, músicas, fotos e arquivos em geral, incluindo vários formatos de compactação. Os conteúdos podem estar disponíveis tanto no computador local quanto na web. Além dessa abrangência, o MediaConvert tem como destaque as opções de configuração dos arquivos de saída de acordo com o formato selecionado. Em comparação com outras opções do gênero, esses ajustes são bem mais detalhados. Nos arquivos de vídeo, por exemplo, pode-se mesclar vários vídeos em um, definir o número de imagens por segundo, redimensionar os quadros, escolher a qualidade do áudio e do vídeo e acertar o volume, entre outros detalhes. Quando termina o trabalho, o Media-Convert apresenta o arquivo para download no próprio site. É só clicar para baixar.

Multimídia e abrangente, o Zamzar suporta uma respeitabilíssima lista de formatos de documentos, imagens, áudio, vídeo e compactação. Os arquivos podem estar no PC ou hospedados na web. A interface que divide as tarefas em abas e passos não deixa dúvidas sobre como proceder. Mas o Zamzar tem alguns problemas. As conversões, por exemplo, são feitas com configurações-padrão e o método de entrega é único — o link chega por e-mail. Fora isso, o trabalho não é realizado tão prontamente. Para ter respostas mais rápidas é preciso assinar um dos planos pagos — as opções vão de 7 dólares a 49 dólares por mês. Os assinantes ganham área de armazenamento e a capacidade de gerenciar arquivos. O serviço gratuito limita o tamanho dos arquivos a 100 MB, faz até cinco conversões ao mesmo tempo e armazena os arquivos convertidos só por 24 horas. Para facilitar as conversões de conteúdos da web, o Zamzar oferece um botão que pode ser adicionado à Barra de Favoritos do Firefox ou à Barra de Links do IE.

9 8 7 6 5 4 3 2 1 0

D I C AS I NFO I 65

Conversao-ServOL-Mat30.indd 65

9/3/08 6:26:19 PM


CONVERSÕES PERSONALIZADAS O Neevia Document Converter merece figurar na lista de favoritos por sua facilidade, e flexibilidade. O serviço da Neevia Technology é opção para diferentes trabalhos. O arquivo de origem pode ser de diversos processadores de textos, planilhas, apresentações e gráficos, além de PDF, PS, EPS ou documentos do Publisher. O arquivo de saída pode ser GIF, TIFF, JPG, PCX, BMP, PNG, EPS, PostScript, PDF e PDF/A. Para cada formato de saída, é possível definir algumas configurações. No caso dos arquivos em PDF, por exemplo, pode-se escolher a compatibilidade, alterar a resolução, incluir marca d’água, proteger com criptografia e definir permissões, além de girar a página. Se o formato de saída é JPG, pode-se escolher a resolução e a qualidade. O serviço da Neevia também oferece dois métodos de entrega: via e-mail ou browser. Nos testes, a primeira alternativa mostrou-se mais rápida.

CONVERSÃO EXPRESSA ZAMZAR

NEEVIA DOCUMENT CONVERTER

MEDIA-CONVERT

FABRICANTE

Zamzar

Neevia Technology

Media-convert.com

FORMATOS

8,3

7,8

8,5

Sim Sim Sim Sim Sim

Não Não Sim Sim Não

Sim Sim Sim Sim Sim

7,2

7,9

8,3

B ÁUDIO B VÍDEOS B IMAGENS B DOCUMENTOS B ARQUIVOS COMPACTADOS CONVERSÃO

ENTREGA

INTERFACE

EXTRAS

Feita com definições- É possível configurar padrão alguns parâmetros do arquivo final

As opção de ajustes para os arquivos de saída são acima da média

7,0

7,6

7,4

Por e-mail

Por e-mail ou direto no browser

Direto no browser

7,9

7,9

6,9

Interface direta e à prova de erros

A conversão é feita É um pouco confusa em três passos, sem e entulhada possibilidade de erro

7,0

0,0

7,0

Botão que pode ser adicionado à barra do browser

Não há

A opção Armazenamento pode renomear, compactar e dividir arquivos; converte arquivos para envio por Wap ou GPRS

PREÇO (R$)

0

0

50

ONDE ENCONTRAR

www.zamzar.com

convert.neevia.com

media-convert.com/ conversor

AVALIAÇÃO TÉCNICA(1) CUSTO/BENEFÍCIO

7,5

7,4

DOC VERSUS DOCX Com o novo Office, a Microsoft estreou novos formatos de arquivos. Por padrão, o novo Word salva textos em DOCX, um formato que não é reconhecido pelas versões antigas do processador sem a instalação de um complemento. Quem quiser driblar essa instalação pode usar serviços como DOCX Convert Office 2007 (docx-converter.com). Além de oferecer a conversão de DOC X para DOC, é possível converter os documentos para outros formatos, como PDF, RTF, TXT e HTML. Nos testes, precisamos esperar um tempinho até receber os arquivos convertidos por e-mail (eles ficam disponíveis por 48 horas para download). Quer maior rapidez? O serviço DOCX2DOC (www.docx2doc. com) trabalha rápido, mas custa 5 dólares por ano.

8,1

(1) MÉDIA PONDERADA CONSIDERANDO OS SEGUINTES ITENS E RESPECTIVOS PESOS: FORMATOS (40%), CONVERSÃO (30%), ENTREGA (20%), INTERFACE (5%) E EXTRAS (5%)

66 I DI C AS IN FO

Conversao-ServOL-Mat30.indd 66

9/3/08 6:28:07 PM


VÍDEO É SUA ESPECIALIDADE O All2Convert é especializado em vídeos, mas não é exclusivo para conversões. Com sua ajuda também é possível fazer buscas, executar e hospedar esse tipo de conteúdo. O serviço oferece bons recursos, mas não tem interface direta. Ou seja, é preciso vasculhar um pouco até encontrar as ferramentas desejadas. Se você faz uma pesquisa, precisa apenas clicar numa das três opções logo abaixo de cada resultado (3GP, MP4, FLV e MP3) e aguardar a conversão. Para executar um dos vídeos localizados, clica-se nele. Mais opções de conversão são oferecidas nessa página de execução. Depois que o vídeo é exibido, é possível copiar e colar sua URL no campo correspondente à esquerda e selecionar uma das opções de saída — ou escolher a outra aba e buscar um arquivo armazenado no PC. A lista de conversões inclui MP3/ ringtones, formatos para iPod, PSP e PC. Os vídeos convertidos podem ser baixados e enviados por e-mail para amigos. GRATUITO

EM INGLÊS

www.all2convert.com/index.html AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,2

Áudio no e-mail O serviço Koolwire oferece dois endereços de e-mail para conversões de arquivos de áudio. O mp3@koolwire.com transforma WAV em MP3 e o wav@koolwire.com faz a operação inversa. É preciso apenas anexar os arquivos à mensagem sem ter necessidade de escrever nada no campo de assunto ou no corpo do e-mail. A única restrição é que o total de arquivos enviados não pode ser maior do que 10 MB. O Koolwire também pode ser usado para conversões de PDF para RTF, por meio de e-mail doc@koolwire. com. Quem precisar gerar PDFs de documentos do Word, planilhas do Excel, apresentações do PowerPoint, gráficos do Visio e projetos do Project, além de arquivos GIF, TIF, RTF, TXT e JPG, pode usar a opção pdf@koolwire.com.

CUSTO/BENEFÍCIO

D I C AS I NFO I 67

Conversao-ServOL-Mat30.indd 67

9/4/08 8:03:02 PM


PDF I criação

PRECISA DE UM PDF? É PRA JÁ! Cinco programas para gerar arquivos no formato criado pela Adobe

TRABALHO INVERSO

POR MARIA ISABEL MOREIRA

D

esde que o PDF se transformou num padrão para troca eletrônica de documentos surgiu uma série de programas para gerar arquivos nesse formato. A maioria dessas soluções instala-se como uma opção de impressora e gera arquivos simples, sem nenhum recurso ou configuração personalizada. Mas há programas mais sofisticados, que permitem ge-

rar PDFs com proteção, marca d’água, comentários e outros detalhes e se integram melhor ao Windows e a alguns de seus aplicativos. Os três programas que comparamos enquadram-se nessa categoria. Para quem não abre mão da simplicidade, apresentamos também um software leve e rápido e uma extensão de Firefox para gerar PDFs de páginas da web num piscar de olhos.

NA BARRA DE FERRAMENTAS Disposto a gastar um pouco para gerar PDFs? Por 29 dólares, o pdfMachine faz um bom trabalho. O programa instala-se como uma impressora e, no caso dos aplicativos do Office e do IE, acrescenta também uma barra de ferramentas para maior facilidade e flexibilidade — por meio dessa barra é possível, por exemplo, gerar PDFs de trechos selecionados do Word ou de conjuntos de células do Excel. Uma vez acionado, o pdfMachine rapidamente cria e abre o PDF e exibe suas ferramentas para a finalização do documento. Entre as opções estão proteção por criptografia, uso de senhas e assinatura digital, restrições, reduções e inclusão de marca d’água e anexos. Quando se clica no botão de edição, é possível acrescentar comentários e bookmarks, além de inserir ou deletar páginas.

TRABALHO RÁPIDO Se tudo o que você precisa é gerar rápida e gratuitamente um documento em PDF, o do PDF é uma excelente pedida. Esse utilitário de menos de 1,5 MB, que se instala com um driver de impressão, não oferece nenhum recurso de criação, mas é veloz e dispensa a instalação de programas como o GhostScript para que faça seu trabalho, como exige muitos outros programas da categoria. FREEWARE

1,4 MB

EM PORTUGUÊS

www.info.abril.com.br/download/5402.shtml AVALIAÇÃO TÉCNICA

6,7

Transformar arquivos em PDF é relativamente simples. O contrário não é verdade. Vários programas pagos e gratuitos prometem a conversão de PDFs para vários formatos, mas normalmente não trabalham a contento. Uma das melhores soluções nessa categoria é o easyConverter Desktop, da BCL Technologies, que faz conversão para RTF, mantendo o layout e os elementos gráficos do arquivo original. O programa é de uma simplicidade espantosa, mas se sai muito bem na execução da tarefa. Nos testes, transformou um documento com colunas e tabelas de forma muito eficiente.

5

3

www.info.abril.com.br/ download/5403.shtml

2 1

AVALIAÇÃO TÉCNICA CUSTO/BENEFÍCIO

0

7,7 7,1

CUSTO/BENEFÍCIO

DIFERENTES SAÍDAS

PDF-Criacao-Mat31.indd 68-69

7 6

4

SHAREWARE (19,95 DÓLARES) 9,6 MB EM INGLÊS

Para criar PDFs com o PrimoPDF é preciso usar o menu Arquivo/Imprimir (ou File/Print) do aplicativo em uso e selecioná-lo na lista, como acontece com muitos programas do gênero. A diferença é que, em vez de criar instantaneamente o documento, o PrimoPDF abre uma janela com vários recursos de geração e proteção. Os PDFs podem ser formatados para diferentes saídas (tela, impressão, ebook e pré-impressão). Além dessas opções predefinidas, é possível selecionar o item Custom e fazer ajustes personalizados. Os arquivos gerados podem exigir senha de acesso e ter restrições para impressão, edição ou cópia de seus elementos. Durante a criação dos PDFs, o autor pode ainda incluir atributos como seu nome, título do documento e palavras-chaves, além de definir se, depois da criação, o documento deverá ser aberto ou anexado a uma mensagem, entre outras possibilidades.

68 I DI C AS IN FO

9 8

DIC A S INFO I 69

9/3/08 6:29:10 PM


PDF I criação

PRECISA DE UM PDF? É PRA JÁ! Cinco programas para gerar arquivos no formato criado pela Adobe

TRABALHO INVERSO

POR MARIA ISABEL MOREIRA

D

esde que o PDF se transformou num padrão para troca eletrônica de documentos surgiu uma série de programas para gerar arquivos nesse formato. A maioria dessas soluções instala-se como uma opção de impressora e gera arquivos simples, sem nenhum recurso ou configuração personalizada. Mas há programas mais sofisticados, que permitem ge-

rar PDFs com proteção, marca d’água, comentários e outros detalhes e se integram melhor ao Windows e a alguns de seus aplicativos. Os três programas que comparamos enquadram-se nessa categoria. Para quem não abre mão da simplicidade, apresentamos também um software leve e rápido e uma extensão de Firefox para gerar PDFs de páginas da web num piscar de olhos.

NA BARRA DE FERRAMENTAS Disposto a gastar um pouco para gerar PDFs? Por 29 dólares, o pdfMachine faz um bom trabalho. O programa instala-se como uma impressora e, no caso dos aplicativos do Office e do IE, acrescenta também uma barra de ferramentas para maior facilidade e flexibilidade — por meio dessa barra é possível, por exemplo, gerar PDFs de trechos selecionados do Word ou de conjuntos de células do Excel. Uma vez acionado, o pdfMachine rapidamente cria e abre o PDF e exibe suas ferramentas para a finalização do documento. Entre as opções estão proteção por criptografia, uso de senhas e assinatura digital, restrições, reduções e inclusão de marca d’água e anexos. Quando se clica no botão de edição, é possível acrescentar comentários e bookmarks, além de inserir ou deletar páginas.

TRABALHO RÁPIDO Se tudo o que você precisa é gerar rápida e gratuitamente um documento em PDF, o do PDF é uma excelente pedida. Esse utilitário de menos de 1,5 MB, que se instala com um driver de impressão, não oferece nenhum recurso de criação, mas é veloz e dispensa a instalação de programas como o GhostScript para que faça seu trabalho, como exige muitos outros programas da categoria. FREEWARE

1,4 MB

EM PORTUGUÊS

www.info.abril.com.br/download/5402.shtml AVALIAÇÃO TÉCNICA

6,7

Transformar arquivos em PDF é relativamente simples. O contrário não é verdade. Vários programas pagos e gratuitos prometem a conversão de PDFs para vários formatos, mas normalmente não trabalham a contento. Uma das melhores soluções nessa categoria é o easyConverter Desktop, da BCL Technologies, que faz conversão para RTF, mantendo o layout e os elementos gráficos do arquivo original. O programa é de uma simplicidade espantosa, mas se sai muito bem na execução da tarefa. Nos testes, transformou um documento com colunas e tabelas de forma muito eficiente.

5

3

www.info.abril.com.br/ download/5403.shtml

2 1

AVALIAÇÃO TÉCNICA CUSTO/BENEFÍCIO

0

7,7 7,1

CUSTO/BENEFÍCIO

DIFERENTES SAÍDAS

PDF-Criacao-Mat31.indd 68-69

7 6

4

SHAREWARE (19,95 DÓLARES) 9,6 MB EM INGLÊS

Para criar PDFs com o PrimoPDF é preciso usar o menu Arquivo/Imprimir (ou File/Print) do aplicativo em uso e selecioná-lo na lista, como acontece com muitos programas do gênero. A diferença é que, em vez de criar instantaneamente o documento, o PrimoPDF abre uma janela com vários recursos de geração e proteção. Os PDFs podem ser formatados para diferentes saídas (tela, impressão, ebook e pré-impressão). Além dessas opções predefinidas, é possível selecionar o item Custom e fazer ajustes personalizados. Os arquivos gerados podem exigir senha de acesso e ter restrições para impressão, edição ou cópia de seus elementos. Durante a criação dos PDFs, o autor pode ainda incluir atributos como seu nome, título do documento e palavras-chaves, além de definir se, depois da criação, o documento deverá ser aberto ou anexado a uma mensagem, entre outras possibilidades.

68 I DI C AS IN FO

9 8

DIC A S INFO I 69

9/3/08 6:29:10 PM


PDF DE QUALQUER LUGAR O deskPDF Professional sugere três modos de instalação. Se aceitar os três, que vêm marcados por padrão, você não apenas terá uma opção a mais quando selecionar o comando de impressão da maioria dos aplicativos como contará com um novo botão nos programas do Office, uma opção de geração de PDF no menu de contexto do Windows Explorer e um ícone no desktop para o qual poderá arrastar arquivos que devem ser convertidos para PDF — mas essas duas últimas opções de acesso ao programa não funcionam com todos os arquivos. O autor do PDF pode incluir alguns atributos (título, assunto, autor e palavras-chaves), escolher a compatibilidade com diferentes versões do Acrobat e usar ou não criptografia de 40 bits. Caso opte por esse recurso de segurança, pode ainda definir uma senha para visualização e outra para mudanças e estabelecer permissões para impressão, colagem e cópia, modificação de conteúdo e anotações. Mais ainda, o autor tem o poder de mudar as opções e preferências de exibição.

PDFs SEMPRE QUE É PRECISO GERADORES DE PDF

PRIMOPDF

PDFMACHINE

FABRICANTE

activePDF

Broadgun Software Docudesk

GERAÇÃO

7,5

8,1

7,8

Opções de formatação para vídeo, impressão, pré-impressão, ebook, além de customização

Pode incluir anexos, marca d’água, assinatura digital, reduzir várias páginas em uma, acrescentar comentários, bookmarks, inserir e deletar páginas

É possível definir recursos de visualização (como habilitar um menu), colocar marca d’água, girar páginas etc.

7,2

7,5

7,8

Como opção de impressora

Como opção de impressora e barra de ferramentas no Office e no IE

Como opção de impressora, botão na barra de ferramentas dos programas do Office, opção no menu de contexto e ícone no desktop

7,5

7,8

7,8

Sim Sim Não

Sim Sim Sim

Sim Sim Sim

7,5

7,6

7,0

Gráfica e intuitiva

Poucos ícones na barra de ferramentas

Mais parece com uma caixa de diálogo

PREÇO (R$)(1)

Grátis

48

49

ONDE ENCONTRAR

www.info.abril.com. br/download/5400. shtml

www.info.abril.com. www.info.abril.com. br/download/5401. br/download/4541. shtml shtml

INSTALAÇÃO

PROTEÇÃO B SENHAS B PERMISSÕES B CRIPTOGRAFIA INTERFACE

AVALIAÇÃO TÉCNICA(2) CUSTO/BENEFÍCIO

7,4

7,8 7,4

DESKPDF PROFESSIONAL

DIRETO NO BROWSER Quando a necessidade de gerar PDFs surge sempre durante as navegações na web uma estratégia sábia é ter o PDF Download como aliado. Essa extensão para Firefox aparece como um botão na barra de ferramentas do navegador e pode ser acionada sempre que se quiser transformar uma página da internet em um documento nesse formato. A solução da Nitro PDF Software também pode ser usada para abrir PDFs disponíveis online ou exibi-los como HTML diretamente no browser. FREEWARE

772 KB

EM PORTUGUÊS

www.info.abril.com.br/ download/5203.shtml AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,4

CUSTO/BENEFÍCIO

7,7 7,1

(1) PREÇO CONVERTIDO A 1,63 REAL POR DÓLAR (2) AVALIAÇÃO TÉCNICA CONSIDERANDO-SE OS SEGUINTES ITENS E RESPECTIVOS PESOS: GERAÇÃO (40%), INSTALAÇÃO (30%), PROTEÇÃO (20%) E INTERFACE (10%).

70 I DI DIC C AS IN I NFO FO

PDF-Criacao-Mat31.indd 70

9/3/08 6:29:35 PM


PDF I conversão online

COM A AJUDA DA WEB É possível gerar PDFs sem ter de instalar nada no computador POR MARIA ISABEL MOREIRA

V

amos supor que você não possa ou não queira instalar um novo software em seu computador para produzir PDFs. Ou que esteja usando o micro de um cibercafé durante uma viagem e tenha de enviar um documento que está em seu pen drive nesse formato para um cliente. Nessas duas situações, os serviços online encaixam-se perfeitamente. Normalmente, eles não oferecem o mesmo nível de recursos de alguns programas, mas cumprem bem e rapidamente os trabalhos de conversão.

TRABALHO COMPLETO O Doc2PDF Online, um das opções do PDF Online, permite a conversão de arquivos de diversos formatos em PDF. O serviço aceita documentos do Word, planilhas do Excel, apresentações em PowerPoint (os três apenas no formato 97-2003), materiais produzidos no Publisher, arquivos HTML e TXT e imagens em vários formatos. Você precisa selecionar o original, fornecer um nome para o PDF que será produzido e esperar alguns instantes para que o documento convertido chegue a sua caixa de entrada. Mas não é preciso esperar muito. Nos testes, o serviço executou o trabalho em pouco mais de um minuto. Os documentos para conversão não devem exceder 2 MB e o nome não pode ter espaços, sinais de pontuação nem mais de 32 caracteres. Precisa extrair de forma eficiente os textos de um PDF? Entre no PDF2Word, localize o arquivo e clique em Convert. O serviço fornece rapidamente um link para que você clique e faça o download do texto. Apesar de avisar que converte apenas as três primeiras páginas, nos testes ele aceitou mais do que isso. Se quiser o trabalho completo, você terá de adquirir o easyConverter Desktop (veja teste em Precisa de um PDF? É pra já! na página 68). GRATUITO EM INGLÊS https://www.pdfonline.com/convert_pdf.asp

9 8 7 6 5 4 3 2 1 0

AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,4

CUSTO/BENEFÍCIO

TUDO POR E-MAIL A presença da palavra iPhone é apenas uma jogada de marketing. Se você mandar um e-mail de qualquer PC ou smartphone para iPhone@pdfonline.com com um arquivo anexado vai recebê-lo de volta convertido para PDF. O trabalho é oferecido pela BCL Technologies como parte do serviço PDFOnline. É possível anexar vários arquivos na mesma mensagem, desde que não somem mais de 1 MB. Quando mais de um arquivo é enviado, os documentos convertidos são devolvidos em e-mails separados. O serviço pode ser usado com arquivos do Word (DOC e DOCX), Excel, PowerPoint, Publisher, Visio e TXT.

D I C AS I NFO I 71

PDF-Conversao-Mat32.indd 71

9/3/08 6:30:37 PM


COM OU SEM ANEXOS Há servidores de e-mail que não aceitam anexos grandes. Problema? Nenhum, para os usuários do PDF converter. Quando se fornece um endereço de e-mail, ele envia uma mensagem com um link para que se baixe o documento e o apresenta na tela do browser para download imediato. O serviço suporta os principais tipos de arquivos, incluindo os do Office 2007, imagens variadas e produções do Photoshop. Mas é preciso respeitar um intervalo de 30 minutos entre conversões, a menos que se pague uma mensalidade de 9 dólares. O PDF converter ainda transforma PDFs em arquivos do Word e do Excel. GRATUITO EM INGLÊS

DIRETO NA WEB O trabalho com tabelas não é perfeito, mas textos corridos ou em colunas são convertidos sem problemas pelo Free PDF Convertion to Text, da iConv. Não é preciso nem fornecer e-mail. Você só tem de escolher o arquivo e clicar em Go. O texto é exibido em uma janela do próprio navegador e pode ser copiado e colado em qualquer processador de textos. GRATUITO EM INGLÊS www.iconv.com/pdftext.htm AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,3

CUSTO/BENEFÍCIO

www.freepdfconvert.com AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,3

CUSTO/BENEFÍCIO

DA PRODUÇÃO DO TEXTO AO PDF Não tem nem processador nem gerador de PDF por perto? O PDFonFly supre as duas necessidades. O serviço oferece um processador de textos online com direito a recursos de formatação, inserção de imagens e tabelas, marcadores e numeração, entre outros. O texto está pronto? Clique em Create PDF para receber imediatamente o link para abrir o PDF gerado no próprio browser. Como outros serviços do gênero, o PDFonFly também converte páginas da web. GRATUITO EM INGLÊS

Preenchimento online O formato PDF é bastante usado na produção de formulários, mas o preenchimento eletrônico exige que o Acrobat esteja instalado. O serviço PDF Filler contorna essa barreira. Você pode fazer o upload de um arquivo guardado em seu PC ou digitar a URL caso ele esteja hospedado na web. Ai é só clicar no campo desejado e começar a escrever. O serviço oferece cinco fontes e 16 tamanhos diferentes, além dos estilos negrito, itálico e sublinhado. Para não correr o risco de perder o trabalho, é possível salvá-lo durante o preenchimento. Quando o trabalho está concluído, clica-se em Done. Os documentos podem ser impressos, enviados por e-mail, exportados para um arquivo ou enviados por fax. Mas, para isso, é preciso fazer registro e adquirir um dos planos pagos. PAGO (9,99 DÓLARES POR MÊS) EM INGLÊS

www.pdfonfly.com

www.pdfonfly.com AVALIAÇÃO TÉCNICA

TRANSFORMAÇÃO INSTANTÂNEA

AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,2

7,3

CUSTO/BENEFÍCIO

7,0

CUSTO/BENEFÍCIO

O maior apelo do PrimoOnline, a versão online do programa PrimoPDF, é a multiplicidade de arquivos suportados. Segundo o serviço, são mais de 300. Essa lista inclui os principais tipos de imagem, arquivos do Photoshop, do Office, do WordPerfect e do OpenOffice, além de documentos HTML. Mas não é possível usá-lo para transformar documentos, planilhas e apresentações nos formatos da nova versão do pacote de escritórios da Microsoft, o Office 2007. Fora essa limitação, o serviço funciona bem, enviando instantaneamente os arquivos convertidos para o e-mail indicado. Cada arquivo não pode exceder 5 MB. GRATUITO EM INGLÊS https://online.primopdf.com/Default.aspx AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,3

CUSTO/BENEFÍCIO

SÓ PÁGINAS HTM Para transformar páginas da web em PDF, uma boa pedida é o htm2pdf, que permite incluir animações em Flash e manter os links ativos. Só é necessário fornecer a URL da página ou seu código-fonte. Nos testes, a segunda opção foi mais eficiente. GRATUITO EM INGLÊS www.htm2pdf.co.uk AVALIAÇÃO TÉCNICA

72 I DI C AS IN FO

PDF-Conversao-Mat32.indd 72-73

7,6

CUSTO/BENEFÍCIO

DIC A S INFO I 73

9/3/08 6:30:59 PM


COM OU SEM ANEXOS Há servidores de e-mail que não aceitam anexos grandes. Problema? Nenhum, para os usuários do PDF converter. Quando se fornece um endereço de e-mail, ele envia uma mensagem com um link para que se baixe o documento e o apresenta na tela do browser para download imediato. O serviço suporta os principais tipos de arquivos, incluindo os do Office 2007, imagens variadas e produções do Photoshop. Mas é preciso respeitar um intervalo de 30 minutos entre conversões, a menos que se pague uma mensalidade de 9 dólares. O PDF converter ainda transforma PDFs em arquivos do Word e do Excel. GRATUITO EM INGLÊS

DIRETO NA WEB O trabalho com tabelas não é perfeito, mas textos corridos ou em colunas são convertidos sem problemas pelo Free PDF Convertion to Text, da iConv. Não é preciso nem fornecer e-mail. Você só tem de escolher o arquivo e clicar em Go. O texto é exibido em uma janela do próprio navegador e pode ser copiado e colado em qualquer processador de textos. GRATUITO EM INGLÊS www.iconv.com/pdftext.htm AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,3

CUSTO/BENEFÍCIO

www.freepdfconvert.com AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,3

CUSTO/BENEFÍCIO

DA PRODUÇÃO DO TEXTO AO PDF Não tem nem processador nem gerador de PDF por perto? O PDFonFly supre as duas necessidades. O serviço oferece um processador de textos online com direito a recursos de formatação, inserção de imagens e tabelas, marcadores e numeração, entre outros. O texto está pronto? Clique em Create PDF para receber imediatamente o link para abrir o PDF gerado no próprio browser. Como outros serviços do gênero, o PDFonFly também converte páginas da web. GRATUITO EM INGLÊS

Preenchimento online O formato PDF é bastante usado na produção de formulários, mas o preenchimento eletrônico exige que o Acrobat esteja instalado. O serviço PDF Filler contorna essa barreira. Você pode fazer o upload de um arquivo guardado em seu PC ou digitar a URL caso ele esteja hospedado na web. Ai é só clicar no campo desejado e começar a escrever. O serviço oferece cinco fontes e 16 tamanhos diferentes, além dos estilos negrito, itálico e sublinhado. Para não correr o risco de perder o trabalho, é possível salvá-lo durante o preenchimento. Quando o trabalho está concluído, clica-se em Done. Os documentos podem ser impressos, enviados por e-mail, exportados para um arquivo ou enviados por fax. Mas, para isso, é preciso fazer registro e adquirir um dos planos pagos. PAGO (9,99 DÓLARES POR MÊS) EM INGLÊS

www.pdfonfly.com

www.pdfonfly.com AVALIAÇÃO TÉCNICA

TRANSFORMAÇÃO INSTANTÂNEA

AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,2

7,3

CUSTO/BENEFÍCIO

7,0

CUSTO/BENEFÍCIO

O maior apelo do PrimoOnline, a versão online do programa PrimoPDF, é a multiplicidade de arquivos suportados. Segundo o serviço, são mais de 300. Essa lista inclui os principais tipos de imagem, arquivos do Photoshop, do Office, do WordPerfect e do OpenOffice, além de documentos HTML. Mas não é possível usá-lo para transformar documentos, planilhas e apresentações nos formatos da nova versão do pacote de escritórios da Microsoft, o Office 2007. Fora essa limitação, o serviço funciona bem, enviando instantaneamente os arquivos convertidos para o e-mail indicado. Cada arquivo não pode exceder 5 MB. GRATUITO EM INGLÊS https://online.primopdf.com/Default.aspx AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,3

CUSTO/BENEFÍCIO

SÓ PÁGINAS HTM Para transformar páginas da web em PDF, uma boa pedida é o htm2pdf, que permite incluir animações em Flash e manter os links ativos. Só é necessário fornecer a URL da página ou seu código-fonte. Nos testes, a segunda opção foi mais eficiente. GRATUITO EM INGLÊS www.htm2pdf.co.uk AVALIAÇÃO TÉCNICA

72 I DI C AS IN FO

PDF-Conversao-Mat32.indd 72-73

7,6

CUSTO/BENEFÍCIO

DIC A S INFO I 73

9/3/08 6:30:59 PM


PDF I gerenciamento

SEPARE, MESCLE OU REARRANJE Ferramentas ajudam a lidar com documentos no formato PDF POR MARIA ISABEL MOREIRA

N

o dia-a-dia, a maioria das pessoas apenas abre e imprime PDFs. Mas, às vezes, faz falta uma ferramenta que dê conta de mais do que isso. Tarefas simples, como unir mais de um PDF em um só, separar um PDF em dois ou mais, proteger documentos prontos com senha e incluir marca d’água, são o objetivo de dois dos programas que apresentamos a seguir. Selecionamos também algumas opções de visualizador e um software que faz apenas fusão de PDFs. Todos os programas são gratuitos.

IMAGEM PARA PDF Não gostou da interface? Clique no menu Theme e experimente as sete opções de tema que o PDF Tools 5.0 oferece para incrementar seu visual. Nenhuma muda radicalmente a cara simples do programa, mas talvez uma possa ser mais agradável do que o tema-padrão. O programa da PDFill tem alguns recursos ausentes em outros programas. Com ele é possível, por exemplo, transformar PDFs em imagens e vice-versa, lidar com campos de formulário e transformar arquivos PS em PDF. A ferramenta também dá conta de outras tarefas, como mesclar, separar, reorganizar, codificar, decodificar, incluir cabeçalho e rodapé e acrescentar marca d’água de texto e de imagem, algumas com maior eficiência e nível de detalhamento quando comparado a programas similares. O PDF Tools requer o GhostScrip, mas ele mesmo se encarrega de baixar esse programa caso não esteja instalado. FREEWARE 6,6 MB EM INGLÊS www.info.abril.com.br/download/5304.shtml AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,8

CUSTO/BENEFÍCIO

ALTERNATIVA À ADOBE

PÓS-PRODUÇÃO Muitas vezes, você não precisa criar PDFs, mas manipular os arquivos que tem em mãos. É aí que entra o PDFTools 1.3. Sua interface não é sofisticada, mas não há muita dúvida sobre como usar seus recursos. A ferramenta pode juntar múltiplos documentos em um só, separar um PDF em vários, inserir textos ou imagens nas páginas dos documentos ou mudar a disposição dessas páginas. Nessa última tarefa, permite que se juntem duas ou mais páginas em uma, inverta a ordem das páginas e que se crie material com espaço para anotação, ideal para distribuir para uma audiência durante uma apresentação. Com o programa também se faz a proteção de arquivos PDF com criptografia, senhas e permissões. Na geração, o PDFTools apenas produz PDFs tendo por base arquivos XML. FREEWARE 2,8 MB EM INGLÊS www.info.abril.com.br/download/5373.shtml AVALIAÇÃO TÉCNICA

74 I DI C AS IN FO

PDF-Gerenc-Mat33.indd 74-75

7,5

CUSTO/BENEFÍCIO

O Acrobat Reader está presente na quase totalidade dos computadores, mas o produto da Adobe não é o único leitor de PDFs no mercado. Uma solução que pode substituí-lo até com algumas vantagens é o PDF-XChange Viewer, da Tracker Software Products. Quais são os ganhos? É possível comentar, destacar trechos, escrever em qualquer lugar das páginas, rabiscar, desenhar... Tudo isso sem precisar ter o Acrobat instalado e sem gastar um só tostão. Quem compra a versão Pro pode contar com mais recursos no gerenciamento de PDFs, ganhando a possibilidade de resumir os comentários e de inserir, deletar, rotacionar, substituir e recortar páginas. Essa versão custa 24 dólares. FREEWARE 6,6 MB EM INGLÊS

www.info.abril.com.br/download/5304.shtml

AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,8

CUSTO/BENEFÍCIO

DIC A S INFO I 75

9/3/08 6:33:01 PM


PDF I gerenciamento

SEPARE, MESCLE OU REARRANJE Ferramentas ajudam a lidar com documentos no formato PDF POR MARIA ISABEL MOREIRA

N

o dia-a-dia, a maioria das pessoas apenas abre e imprime PDFs. Mas, às vezes, faz falta uma ferramenta que dê conta de mais do que isso. Tarefas simples, como unir mais de um PDF em um só, separar um PDF em dois ou mais, proteger documentos prontos com senha e incluir marca d’água, são o objetivo de dois dos programas que apresentamos a seguir. Selecionamos também algumas opções de visualizador e um software que faz apenas fusão de PDFs. Todos os programas são gratuitos.

IMAGEM PARA PDF Não gostou da interface? Clique no menu Theme e experimente as sete opções de tema que o PDF Tools 5.0 oferece para incrementar seu visual. Nenhuma muda radicalmente a cara simples do programa, mas talvez uma possa ser mais agradável do que o tema-padrão. O programa da PDFill tem alguns recursos ausentes em outros programas. Com ele é possível, por exemplo, transformar PDFs em imagens e vice-versa, lidar com campos de formulário e transformar arquivos PS em PDF. A ferramenta também dá conta de outras tarefas, como mesclar, separar, reorganizar, codificar, decodificar, incluir cabeçalho e rodapé e acrescentar marca d’água de texto e de imagem, algumas com maior eficiência e nível de detalhamento quando comparado a programas similares. O PDF Tools requer o GhostScrip, mas ele mesmo se encarrega de baixar esse programa caso não esteja instalado. FREEWARE 6,6 MB EM INGLÊS www.info.abril.com.br/download/5304.shtml AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,8

CUSTO/BENEFÍCIO

ALTERNATIVA À ADOBE

PÓS-PRODUÇÃO Muitas vezes, você não precisa criar PDFs, mas manipular os arquivos que tem em mãos. É aí que entra o PDFTools 1.3. Sua interface não é sofisticada, mas não há muita dúvida sobre como usar seus recursos. A ferramenta pode juntar múltiplos documentos em um só, separar um PDF em vários, inserir textos ou imagens nas páginas dos documentos ou mudar a disposição dessas páginas. Nessa última tarefa, permite que se juntem duas ou mais páginas em uma, inverta a ordem das páginas e que se crie material com espaço para anotação, ideal para distribuir para uma audiência durante uma apresentação. Com o programa também se faz a proteção de arquivos PDF com criptografia, senhas e permissões. Na geração, o PDFTools apenas produz PDFs tendo por base arquivos XML. FREEWARE 2,8 MB EM INGLÊS www.info.abril.com.br/download/5373.shtml AVALIAÇÃO TÉCNICA

74 I DI C AS IN FO

PDF-Gerenc-Mat33.indd 74-75

7,5

CUSTO/BENEFÍCIO

O Acrobat Reader está presente na quase totalidade dos computadores, mas o produto da Adobe não é o único leitor de PDFs no mercado. Uma solução que pode substituí-lo até com algumas vantagens é o PDF-XChange Viewer, da Tracker Software Products. Quais são os ganhos? É possível comentar, destacar trechos, escrever em qualquer lugar das páginas, rabiscar, desenhar... Tudo isso sem precisar ter o Acrobat instalado e sem gastar um só tostão. Quem compra a versão Pro pode contar com mais recursos no gerenciamento de PDFs, ganhando a possibilidade de resumir os comentários e de inserir, deletar, rotacionar, substituir e recortar páginas. Essa versão custa 24 dólares. FREEWARE 6,6 MB EM INGLÊS

www.info.abril.com.br/download/5304.shtml

AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,8

CUSTO/BENEFÍCIO

DIC A S INFO I 75

9/3/08 6:33:01 PM


PRONTO PARA A MESCLA Como seu nome indica, o PDF Merge encarrega-se de um único trabalho: funde dois ou mais arquivos em PDF em um documento só. Quem precisa de uma ferramenta só para isso e tem um computador com uma configuração que exija programas leves pode instalar o software sem erro. Mas se alguma outra rotina com PDFs é necessária, ferramentas como o PDFTools, de Sheel Khanna, ou o PDF Tools, da PDFill, são muito melhores. O PDF Merge é tão simples em seus recursos que nem permite que se selecione os documentos que serão fundidos de uma única vez — e necessário adicioná-los um a um. FREEWARE 1,1 MB EM INGLÊS www.info.abril.com.br/download/5374.shtml AVALIAÇÃO TÉCNICA

6,7

CUSTO/BENEFÍCIO

Visualizador no pen drive Nem sempre os PCs dos cibercafés têm visualizadores de PDF instalados. Para não passar nenhum apuro na hora de abrir documentos nesse formato quando não tem seu próprio computador por perto, é melhor levar um programa no pen drive. O PDF-XChange Viewer Portable (www.info.abril. com.br/download/5377. shtml) ocupa 6,4 MB no dispositivo. Quer algo mais leve ainda? O Sumatra PDF (www.info.abril.com.br/ download/5376.shtml), mostrado na tela ao lado, tem apenas 1 MB, mas exige sua instalação para que seja executado. 76 I DI C AS IN FO

PDF-Gerenc-Mat33.indd 76

9/3/08 6:33:21 PM


downloads I gerenciadores

A TAREFA DELES É BAIXAR Programas comandam e tornam mais ágil o download de arquivos POR MARIA ISABEL MOREIRA

H

á pessoas que fazem download uma vez ou outra na vida. Aí nem vale a pena instalar um programa dedicado, que vai ficar inativo a maior parte do tempo. Mas os adeptos dos downloads eventuais são cada vez mais raros. Com tantos programas, documentos, músicas, filmes e software disponíveis na web, a regra é baixar cada vez mais. Nesse caso, o uso dos gerenciadores de download faz o maior sentido. As duas ferramentas que avaliamos são gratuitas e estão afinadas com a web 2.0.

ELE BAIXA, TOCA E CONVERTE O Free Download Manager faz tudo o que os antigos gerenciadores de download faziam — ele pausa os downloads, retoma do ponto em que parou e aceita agendamentos. Como os arquivos estão cada vez mais pesados, o FDM também os divide em vários pedaços e os baixa simultaneamente para ganhar tempo. Em sites de vídeo, como o YouTube, basta arrastar os links para o ícone flutuante que o FDM mantém na tela quando está aberto para que se inicie o download. O programa da Free Download Manager.org. reproduz os vídeos baixados e pode convertê-los para diversos formatos. Quem tem iPod com funções de vídeo, por exemplo, pode transformar o arquivo obtido em um MP4 para visualização no player. Quer baixar páginas web ou sites inteiros? O FDM faz isso e ainda permite que se definam as extensões de arquivos que devem ser copiadas para o PC. FREEWARE

5,59 MB

EM PORTUGUÊS

www.info.abril.com.br/download/4295.shtml AVALIAÇÃO TÉCNICA

8,5

9 8 7 6

CUSTO/BENEFÍCIO

5 4 3 2

DOWNLOADS MULTIMÍDIA

1

Músicas? Vídeos? Jogos em Flash? O download desses conteúdos é facilitado pelo Orbit Downloader 2.7.4. Na hora em que os vídeos e as animações em Flash estão sendo executadas, é só passar o mouse e clicar no ícone GetIt que vai aparecer. Ou usar o complemento Grab Pro para o IE, que captura o conteúdo dos arquivos quando estão sendo tocados e se oferece para fazer o download. Outra forma de acionar o programa é usar o botão direito do mouse. O Orbit Downloader permite agendamentos, faz downloads em lote e baixa páginas inteiras da web. Tudo de forma rápida. Nos testes, funcionou bem com o IE, mas não fez boa parceria com o Firefox. FREEWARE

2,17 MB

0

EM PORTUGUÊS

www.info.abril.com.br/download/5409.shtml AVALIAÇÃO TÉCNICA

8,2

CUSTO/BENEFÍCIO

D I C AS I NFO I 77

Downloads-Gerenc-Mat37.indd 77

9/3/08 6:34:08 PM


proteção I privacidade

BEM LONGE DA VISÃO

Esconda seus arquivos confidenciais dos olhares curiosos POR MARIA ISABEL MOREIRA

O

s arquivos sigilosos não podem ficar dando sopa no computador. Além de proteger a entrada no sistema com senha, é bom reforçar a segurança com o uso de um programa que oculte ou criptografe as pastas e os arquivos para que não possam ser lidos por pessoas não-autorizadas. É o que prometem os dois programas que avaliamos.

ARQUIVOS CRIPTOGRAFADOS

PASTAS ESCONDIDAS Se você não quer que ninguém veja, acesse, imprima, edite ou apague algumas informações armazenadas no seu micro guarde-as em pastas e peça para o FolderCloak, da AAAASoft.com, escondê-las. Depois, feche o Windows Explorer caso tenha alguma janela aberta. Feito isso, a pasta some da árvore de diretórios do sistema e seus arquivos ficam encobertos. Para visualizá-la novamente é necessário entrar no FolderCloack, que é protegido por senha, selecioná-la e clicar no botão UnHide. Segundo a AAAASoft, os documentos ficam invisíveis até para os sistemas de pesquisa. Mas nos testes localizamos arquivos guardados numa pasta escondida com dois dos programas de busca no desktop avaliados em De lupa em punho, na página 53 — o Copernic Desktop Search e o Windows Search 4.0. A versão de demonstração oculta apenas duas pastas. SHAREWARE (24,95 DÓLARES)

922 KB

A interface diferenciada não é o único atrativo do Folder Lock 5.9.2. Esse programa da NewSoftware.net é eficiente na tarefa de ocultar informações. Ele cria uma pasta em Meus Documentos (Documentos, no Vista), para onde os arquivos confidenciais devem ser arrastados. Quando concluir o trabalho e quiser “trancar” a pasta, é só clicar no botão Lock e escolher um dos três níveis de proteção — fechar (Lock), embaralhar (Scramble) ou criptografar (Encrypt). A pasta criada só é aberta quando o Folder Lock é executado, e para isso é preciso fornecer uma senha. Como garantia adicional, é possível ocultar qualquer acesso ao programa. Para abri-lo, nesse caso, usa-se uma combinação de teclas. A versão de demonstração expira depois de 35 usos. SHAREWARE (35 DÓLARES)

2,2 MB

EM INGLÊS

www.info.abril.com.br/download/4468.shtml AVALIAÇÃO TÉCNICA

8,0

CUSTO/BENEFÍCIO

7,1

EM INGLÊS

www.info.abril.com.br/download/5412.shtml AVALIAÇÃO TÉCNICA

7,1

CUSTO/BENEFÍCIO

6,8

78 I DI C AS IN FO

Protecao-Privacidade-Mat34.indd 78

9/3/08 6:34:45 PM


proteção I gmail

GMAIL CRIPTOGRAFADO Q

Sete dicas para proteger suas mensagens contra crackers e arapongas POR ERIC COSTA

uem está habituado a enviar mensagens confidenciais sabe que criptografar o conteúdo é imprescindível. Isso é fácil quando se usa um aplicativo no micro para ler e enviar e-mail. A situação é mais complexa ao usar um webmail, já que a maioria deles não possui recursos próprios de criptografia. Mesmo assim,

com algumas extensões e aplicativos auxiliares, é possível usar o melhor da criptografia nos serviços online de e-mail. Neste tutorial, vamos mostrar uma forma segura de proteger suas mensagens no Gmail, com criptografia baseada em chaves públicas e privadas, usando uma extensão do Firefox. Confira a seguir.

DO GPG 1 INSTALAÇÃO Antes de tudo, devemos instalar o GPG, pacote básico de criptografia que usaremos neste tutorial. Para isso, acesse www.info.abril. com.br/download/5293.shtml. Faça a instalação no local-padrão (C:\Arquivos de programas\ GNU\GnuPG). Não é preciso alterar nenhuma opção durante a instalação. Reinicie o PC e rode o aplicativo WinPT, no menu do GPG.

9 8

CRIAÇÃO DAS CHAVES 2 Agora devemos criar as chaves pública e privada do GPG para

7 6 5

criptografar e assinar as mensagens. Para isso, selecione Generate a GnuPG Key Pair. Pressione OK. Tecle, então, seu nome e o e-mail que será usado com a chave, clicando em OK depois disso. A seguir, digite a senha da chave. É importante que ela seja longa (no mínimo oito caracteres) e difícil de quebrar. Pressione OK, tecle a senha novamente e clique em OK.

4 3 2 1 0

3 BACKUP É importante manter um backup das chaves do GPG. Se elas forem perdidas, não será mais possível desembaralhar os e-mails já enviados ou recebidos. O processo de criação das chaves permite fazer isso agora, pressionando o botão Sim. Escolha um drive onde ficam outros backups — ou um pen drive para permitir o uso das chaves em qualquer lugar — e clique em Salvar. Depois disso, será mostrada a tela principal do gerenciador de chaves do GPG, com o item recém-criado. Clique no botão X para minimizar o gerenciador para a área de notificação.

D I C AS I NFO I 79

Protecao-Gmail-Mat35.indd 79

9/3/08 6:35:14 PM


FIREGPG 4 EXTENSÃO O próximo passo é instalar a extensão FireGPG no navegador Firefox. Para isso, acesse www.info. abril.com.br/download/4844.shtml e, ao chegar à página do produto, clique no botão de download. Será mostrada uma mensagem do Firefox indicando que a instalação da extensão foi bloqueada. Pressione, na barra que surgiu, o botão Editar Opções. Na janela que aparece, pressione Permitir. Clique no botão de download do programa novamente. Espere alguns segundos e pressione o botão Instalar Agora. Depois, reinicie o Firefox.

5 CONFIGURAÇÃO Com o Firefox aberto, clique com o botão direito do mouse em qualquer local numa página da web e escolha FireGPG > Opções. Na janela que aparece, passe à seção GPG, marque o item Especificar Manualmente a Localização do GnuPG e pressione o botão Configurar a Localização do GnuPG. Localize a pasta onde o GPG foi instalado, clique no arquivo gpg.exe e pressione Abrir. Clique no botão OK para confirmar as mudanças.

DE 6 TESTE FUNCIONAMENTO Abra o Gmail no Firefox. Ao criar uma nova mensagem, verifique se os botões de acesso rápido ao FireGPG são mostrados. Eles permitem assinar e criptografar a mensagem, com envio automático ou não. Escreva algo no corpo da mensagem e clique no botão Cifrar. Note que o texto fica embaralhado.

OUTROS SERVIÇOS 7

O FireGPG também funciona para desembaralhar dados em outros serviços de webmail. Para fazer essa operação, basta selecionar todo o texto criptografado, incluindo os cabeçalhos (ou seja, com as linhas Begin GPG Message e End GPG Message), clicar com o botão direito na página e acessar FireGPG > Decifrar. Será mostrada uma janela com o texto desembaralhado.

80 I DI DIC C AS IN I NFO FO

Protecao-Gmail-Mat35.indd 80

9/3/08 6:35:38 PM


glossário

A DANÇA DAS EXTENSÕES Algumas extensões de arquivos do Windows que vale a pena conhecer POR MARIA ISABEL MOREIRA E TONI CAVALHEIRO

B

BAK Arquivo de backup criado automaticamente por um programa ou pelo sistema operacional. O Windows, por exemplo, gera arquivos BAK de arquivos importantes como o System.ini e o Win.ini. BIN O arquivo BIN (de binary, em inglês, ou binário) contém uma imagem de um CD ou DVD, ou seja, uma cópia comprimida completa do seu conteúdo. Uma opção para abrir um arquivo BIN é o programa gratuito IsoBuster (www.info.abril.com. br/download/3707.shtml).

C

DOCM, XLSM, PPTM Arquivos das novas versões dos programas do pacote Office 2007 que contêm macros. Os arquivos nesses formatos não são compatíveis com versões anteriores dos programas Word, Excel e PowerPoint. DXF Na maioria das vezes, os profissionais de AutoCAD trabalham com arquivos DWG. Mas o AutoCAD também admite a extensão DXF (Data Exchange Format). Este segundo formato pode ser aberto por vários aplicativos gráficos, incluindo o Adobe Illustrator e o CorelDraw.

F

CUE Esse tipo de arquivo armazena uma referência (cue, em inglês, significa dica) para uma imagem de CD ou DVD. A imagem fica num arquivo separado com extensão BIN. Um programa como o Nero (www. info.abril.com.br/download/4388.shtml) pode ser usado para abrir os arquivos CUE e BIN e queimar o CD.

FLV Os vídeos disponíveis no YouTube, Google Vídeo e Yahoo! Vídeo têm esse formato, que é criado com o Adobe Flash Player ou outro programa que suporte esse padrão. Esse formato de vídeo tornou-se aberto, mas os codecs usados por ele são patenteados.

D

M

DOCX, XLSX, PPTX Formatos de documento de texto, planilha e apresentações, respectivamente, criados com os programas do pacote de escritórios Office 2007. Esses novos formatos são baseados no padrão Open XML. Como usam um mecanismo de compressão, esses formatos geram arquivos menores. Versões antigas do Word, do Excel e do PowerPoint não podem abri-los, a menos que se use o Microsoft Office Compatibility Pack (www.info.abril.com.br/ download/4718.shtml). Mesmo assim, alguns recursos podem ser perdidos na conversão.

7 6 5 4 3

M3U Abreviação de MP3 URL. Os arquivos M3U são textos que armazenam informações sobre listas de reprodução — normalmente músicas, mas pode conter também arquivos de áudio. O primeiro programa a usar arquivos M3U foi o Winamp, mas hoje o padrão é suportado por outras aplicações.

O

ODB, ODG, ODP, ODT, ODS Esses são os novos formatos de arquivos do pacote de aplicativos OpenOffice.org 2.0. Esses formatos são baseados na especificação OpenDocument. Por isso, as ex-

D I C AS I NFO I 81

Glossario.indd 81

9 8

9/3/08 6:36:34 PM

2 1 0


tensões começam com OD. A terceira letra indica o tipo de documento. ODB é para bases de dados (Base); ODG, para desenhos (Graphic); ODP, para apresentações (Presentation); ODT, para textos (Text); e ODS, para planilhas (Spreadsheet). OGG Em geral, a extensão OGG é usada para arquivos de áudio criados com o codec Ogg Vorbis. Esses arquivos são compatíveis com players como o WinAMP (www.info.abril.com.br/download/3589.shtml). O Ogg Vorbis é um dos codecs que usam o formato para arquivos de áudio e vídeo da Xiph.org, chamado, genericamente, de Ogg.

P

PDF Sigla de Portable Document Format, padrão criado pela Adobe em 1993 para a troca de documentos. Os arquivos nesse formato podem ter sido criados em diferentes programas e convertidos pelo Adobe Acrobat ou outro programa similar. Nesse processo de conversão são mantidos layout, textos, imagens e ilustrações. Os PDFs podem ser visualizados por usuários de qualquer plataforma, desde que tenham um visualizador de PDFs como o Adobe Reader instalado. PNG Imagem bitmap que usa um padrão de compressão de dados sem perda para uso na internet e é suportada pela maioria dos navegadores. Foi criada para incrementar e substituir o formato GIF, que exige licença de uso. Diferentemente das imagens em GIF, as imagens PNG podem incluir um canal de transparências, mas não permitem animações PS Essa sigla identifica um arquivo PostScript que contém uma seqüência de comandos capazes de gerar uma página final. Documentos PDF são baseados nesse formato. Para abrir um arquivo PS, você tem duas opções: ou usa uma impressora compatível com esse padrão para imprimi-lo ou converte para PDF. Existem alguns programas gratuitos e serviços que realizam essa conversão (leia Precisa de um PDF? É pra já! e Com a Ajuda da Web nas páginas 68 e 71, respectivamente).

R

RSS Formato de distribuição de conteúdos disponíveis na web baseado em XML. É muito usado

para a propagação de notícias, podcasts, vídeos e entradas de blogs. Os arquivos RSS podem conter apenas um resumo do conteúdo ou o conteúdo completo. Para que esse conteúdo seja lido, é preciso que o usuário tenha um leitor de RSS ou um agregador, que pode tanto ser um programa no desktop quando um complemento do navegador ou um serviço na web. A sigla RSS refere-se a Rich Site Summary, RDF Site Summary ou Really Simple Syndication. RAR O RAR é um método de compactação que inclui correção automática de erros, é rápido e emprega taxas de compressão elevadas. Há vários utilitários que aceitam arquivos RAR. O mais conhecido é o WinRAR (www.info.abril.com.br/download/1070.shtml).

S

SCR Em geral, um arquivo SCR (SCReen saver) é um inocente protetor de tela do Windows. Só que, na prática, trata-se de um arquivo executável. Ele pode causar problemas se houver algum código nocivo embutido nele. Por isso, é preciso cuidado com arquivos SCR obtidos na web ou recebidos por correio eletrônico. SIT A extensão mais comum para arquivos compactados no Macintosh é a SIT, do programa StuffIT. Se seu compactador de arquivos não suporta esse formato, você pode baixar a versão de demonstração do StuffIT Standard (www.info.abril.com.br/download/4266.shtml), que expande, comprime, criptografa e envia arquivos em diferentes formatos. SXC, SXI E SXW Formatos de arquivos do pacote de escritório OpenOffice.org em versões anteriores à 2.0. SXC é uma planilha; SXI, uma apresentação; e SXW, um documento de texto.

Z

ZIP É um dos formatos de compressão e descompressão mais populares, compatível com uma boa variedade de programas da categoria, entre eles o WinZip e o PKZip. Foi originalmente criado por Phil Katz, da PKware. Nos arquivos ZIP, cada arquivo é compactado separadamente.

82 I DI DIC C AS IN I NFO FO

Glossario.indd 82

9/3/08 6:36:45 PM

57_guia_de_arquivos  

As melhores opções de hardware e serviços online para guardar seus dados 5 programas que enxugam arquivos TUDO O QUE VOCÊ PRECISA PARA ARMAZ...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you