Page 1

2ยบ Living Leal Moreira

2007 livingII_capa.indd 3

30/11/2007 14:15:38


Gil Yonezawa

Rod. BR 316, Km2 Alameda Moรงa Bonita, nยบ 14 Guanabara โ€ข Ananindeua/PA f: (91) 3235-5395/3235-5313

livingII_capa.indd 4

30/11/2007 14:15:52


livingII_modelo1.indd 3

29/11/2007 12:15:36


Patrocinadores Agra Incorporadora Ficamos impressionados com o tamanho do 2º Living Leal Moreira, o número de arquitetos participantes e a organização do evento. As grandes opções que o setor imobiliário de Belém dispõe hoje mostram que o mercado está maduro. O Living veio confirmar que a Agra tomou a decisão correta ao fechar parceria com a Leal Moreira. Já estamos fazendo o primeiro lançamento este ano. A partir de 2008, muitos outros virão. Luiz Sérgio de Araújo – Líder da Unidade de Negócios Norte

Banco ABN AMRO Real O mercado e a sociedade brasileira estão evoluindo e exigem um novo papel dos bancos. Eles devem atuar como fomentadores de uma sociedade que seja economicamente eficiente, socialmente justa, politicamente democrática e ambientalmente sustentável. Nós desejamos essa mudança e nos propomos a ser um dos líderes desse processo no mercado e na sociedade. O nosso modelo apóia-se em manter o foco no cliente, com pessoal capacitado e engajado, instrumental competitivo e valores corporativos, para deixá-lo totalmente satisfeito e alcançar bons resultados para acionistas, funcionários e comunidade. Encontramos nessa parceria com a Leal Moreira, no 2º Living Leal Moreira, uma grande oportunidade de materializar várias de nossas convicções, tamanha a seriedade, atratividade e projeção deste evento.

Ebbel Vidros Participamos como parceiros da Leal Moreira desde a 1ª edição do Living. Isso porque acreditamos no potencial desta empresa considerada a melhor no ramo da construção civil no Pará e que vem inovando a cada ano com este evento que concentra um grande número de arquitetos renomados, trazendo as novas tendências dos grandes centros para a nossa região.

Grupo Imperador das Máquinas O Grupo Imperador das Máquinas, em parceria com a multinacional York – Ar Condicionado, investe na climatização, patrocinando o 2º Living Leal Moreira porque acredita nos talentos dos profissionais de nossa região. Juntos, contribuímos para a consolidação e divulgação do trabalho paraense dos operários, artistas e profissionais da engenharia, arquitetura e gastronomia. O sucesso do “Encontro das Artes” com nosso trabalho ®

é a evolução de nossa cultura, e nos orgulhamos em fazer parte disso. Leandro Pissolati - Diretor comercial

ORM O 2º Living consagra o nosso mercado no que se refere ao momento pelo qual passa o segmento imobiliário e as empresas que atuam como prestadoras de serviços, além de fornecedores em geral. As Organizações Romulo Maiorana associam sua marca ao evento por considerá-lo importante para o nosso público, e para construir uma relação sólida de parceria. O Living Leal Moreira constituiu um momento expressivo em nosso mercado, representando, do ponto de vista de marketing, uma ação inteligente de seus realizadores e patrocinadores. As ORM estarão lá mostrando ao público seus produtos e serviços, participando ativamente do empreendimento, respondendo ao nosso parceiro estratégico de forma positiva às propostas de projetos e design avançados no mercado de Belém.

Guarani Jr. - Diretor de marketing

Sol Informática O Living é um evento com perfil voltado para o mesmo público da Sol Informática. Tecnologia deixou de ser sinônimo de informática e está presente em vários outros equipamentos para uso doméstico. A Sol, entendendo isso, estendeu sua linha de atuação para um mix completo de produtos de alta tecnologia e design para uso doméstico. Nesta edição do Living, demonstramos uma linha completa de refrigeradores, TVs, home theathers, fogões, fornos, acessórios de cozinha e muito mais. Todos os ambientes têm produtos que podem ser encontrados nas lojas da Sol. Tudo para que você tenha tecnologia em todos os cantos da sua casa. Celso Eluan - Sol Informática

TIM “Encontro das Artes”, da tecnologia, dos públicos. A TIM acredita nos encontros como fator extremamente favorável para se viver melhor. Por isso, concentrar nossas ações e participar dessa forma do 2º Living Leal Moreira é uma experiência sem fronteiras tanto pra nós quanto para nosso público. Glenda Gonçalves - Coordenadora de marketing

livingII_modelo1.indd 4

29/11/2007 12:17:10


livingII_modelo1.indd 5

29/11/2007 12:17:12


O Encontro das Artes André Moreira adora bons desafios. Tanto que é capaz de buscá-los mesmo quando tudo parece confortável. Foi assim que o Diretor de Marketing da construtora Leal Moreira investiu em um novo modelo de relacionamento com o cliente, intermediado por arte e cultura, criando o Living Leal Moreira. Um conceito que o motivou a encarar as dificuldades de viabilizar um grande evento envolvendo arquitetura, design, artes plásticas, música, fotografia, moda e gastronomia em um dos empreendimentos da construtora. Em 2007, o 2º Living Leal Moreira se estabelece nas obras do Torre de Toledo, com 28 ambientes dispostos em três pisos, incluindo restaurante, chocolateria, livraria, banco, bar, adega e galeria de arte, além dos cômodos do apartamento, decorados pelos mais respeitados arquitetos de interiores de Belém. O segredo do sucesso? Segundo o empresário, não perder de vista o desejo do cliente.

Como você define a proposta do 2º Living Leal Moreira? Este evento é uma evolução do Saverne Avant Première e do 1º Living Leal Moreira, criado com a intenção de proporcionar prazer e novas experiências em relação à cultura e ao design. O que queremos é que as pessoas vejam em Belém o que há de melhor nessas áreas de criação. É um evento sempre fundamentado em relacionamento e no bom gosto; em proporcionar que o cliente Leal Moreira vivencie aquilo que a construtora oferece nos seus produtos. A gente tenta transportar o visitante para aquilo que ele pode viver sendo um cliente da construtora, com o mesmo cuidado e atenção que temos em tudo que fazemos. Por que investir em um evento com esse formato, com tantas expressões artísticas em um só espaço? Quando as empresas crescem e começam a profissionalizar seus procedimentos, acabam perdendo um pouco o contato mais próximo com os clientes e têm o desafio de retomar isso, minimizar essa perda. Aprendi com o meu pai e sempre tive isso em mente de que o olho no olho é importante, mas manter isso com a empresa crescendo é difícil. Então a gente tenta estabelecer outros meios de mantê-los próximos, com novos canais de comunicação, como a revista Living e o cartão de vantagens Living, meios

livingII_modelo1.indd 6

que possam mostrar por que a Leal Moreira é uma construtora diferente. É por isso que montamos o Living Leal Moreira. O fato de ser realizado em uma obra em construção exige mais da produção? Quais os desafios de se promover um evento como esse? É um desafio maior de logística, porque não se pode esquecer nunca que se está em uma obra. É preciso pensar deslocamento de material, limpeza, tudo é alimentado por gerador. É preciso criar uma infra-estrutura que requer um esforço grande da construtora e é uma experiência que traz aprendizado. No primeiro Living, precisamos de um ano de preparação. Este ano, realizamos o evento em cinco meses. Ao todo, estão envolvidos 34 arquitetos e mais de 90 empresas parceiras para a montagem dos ambientes decorados do apartamento, além das empresas parceiras nos espaços de serviço, como restaurante, banco, etc. Como é congregar todas essas pessoas? Tem que ter uma proposta em que as pessoas acreditem. Não dá para produzir um evento como esse se não for em sistema de parceria, em que todos possam mostrar seus projetos. O Living é

29/11/2007 12:17:14


amarrado de uma forma que fica difícil não se tornar um sucesso. Quando as pessoas visitam os espaços e admiram o que foi feito por lá, as empresas que unem suas marcas ao evento passam a ser admiradas também. Os patrocinadores do 2º Living Leal Moreira são fundamentais para isso. E eles apostam no evento porque sabem que a Leal Moreira terá todo cuidado em fazer do evento uma referência em qualidade. Como você avalia a realização do 1º Living Leal Moreira e o que há de novidades nesta segunda edição? Há um grande amadurecimento que pode ser percebido na proposta mais focada nas manifestações artísticas e no fortalecimento das parcerias. Trouxemos marcas fortes. O produto gastronomia também foi colocado de forma mais contundente e cuidadosa, por meio da Adega Expand, do Roxy Bar e do restaurante Erótico Blue, montado pela rede Pomme d’Or. Esse amadurecimento também pôde ser sentido em todos os profissionais envolvidos no Living, os arquitetos de Belém estão de prabéns. O evento é destinado ao sucesso porque a Leal Moreira consegue abstrair a tendência das empresas de querer mostrar seus produtos mais do que deve. Faz isso de uma outra maneira, criando um contexto interessante, onde as pessoas podem ver arte, design, arquitetura. (Continuação na próxima página)

livingII_modelo1.indd 7

29/11/2007 12:17:19


A gente cria um contexto de música, gastronomia, de experiência estética e, dentro disso, mostra os nossos produtos. Poderíamos, por exemplo, ter montado apartamentos decorados na quadra de tênis, mostrando os próximos empreendimentos da construtora, mas optou-se por fazer a galeria de arte, com obras de artistas paraenses. O sucesso do Living também está em ser um evento temporário. Quando acaba, deixa saudades e isso é uma coisa boa. Sempre causa uma ansiedade para a realização da próxima edição. O 2º Living Leal Moreira acontece no Torre de Toledo. Fale um pouco desse empreendimento da Leal Moreira. O Toledo é o maior prédio em construção hoje em Belém, com 33 apartamentos com área de 495 metros quadrados cada um, e que foi pensado para ser diferente. Ele é todo ladeado por sacadas, conservando uma beleza e uma imponência que não se sabe de

livingII_modelo1.indd 8

imediato qual é sua frente. Também é o primeiro prédio de Belém que terá quadra de tênis coberta. Ainda é diferente ao pensar uma nova relação com o patrimônio histórico: o casarão da rocinha que há no terreno foi incorporado ao projeto como um salão nobre para eventos. Não poupamos esforços neste projeto. A Leal Moreira acaba de firmar uma parceria com a incorporadora Agra. O que isso significará para os empreendimentos da construtora no mercado paraense? É uma parceria que nos permitirá otimizar nossos empreendimentos, o que será sentido pelo consumidor em apartamentos mais funcionais e bem divididos, em maior rapidez no andamento das obras e em mais facilidade de pagamentos. Com parcelas bem mais acessíveis e prazos mais dilatados, podemos dizer que todos poderão ter um Leal Moreira com o mesmo padrão de qualidade que a construtora sempre ofereceu.

29/11/2007 12:17:28


livingII_modelo1.indd 9

29/11/2007 12:17:40


Entrada

Paulo Morelli Um espaço original e ligado à idéia de preservação do meio ambiente é o primeiro impacto do visitante que entra no 2º Living Leal Moreira. O acesso projetado é composto apenas por material reutilizado. Tapumes usados na construção do prédio aparecem na composição da fachada principal, transformados em objeto estético. O arquiteto partiu da tendência de dar nova significa-

livingII_modelo1.indd 10

ção a objetos e materiais antigos que passem ou não por reciclagem. Junto aos tapumes, plantas ajudam a compor o visual. A iluminação cênica instalada nesta área dá o toque final. O efeito imaginado por Morelli e a beleza da montagem do local são alcançados com a união dos conceitos de reaproveitamento de materiais com o paisagismo.

29/11/2007 12:17:47


livingII_modelo1.indd 11

29/11/2007 12:18:02


Salão de Festas - Espaço Leal Moreira/Agra

Karen Casseb e Renata Macário Um lugar aconchegante e amplo, perfeito para pequenas celebrações ou grandes eventos. Assim foi composto o maior espaço do 2º Living Leal Moreira, inspirado na elegância e sutileza da Bossa Nova. Para tanto, as arquitetas da Leal Moreira usaram painéis com imagens plotadas cobrindo as paredes do salão. A iluminação completa esse cenário, com focos direcionados sobre as plotagens, deixando o restante do ambiente à penumbra e permitindo um clima mais agradável. Para dar um charme, foi colocado na recep-

livingII_modelo1.indd 12

ção do salão um “céu de estrelas” na parede do balcão, dando um efeito especial. Sobre o piso de porcelanato branco, foram colocados móveis revestidos com folheados nobres e mesas de aço escovado e vidro. Pensado para apresentar os empreendimentos da construtora Leal Moreira de uma maneira diferenciada e proporcionando conforto aos visitantes, o salão ganhou poltronas marchetadas com estofado preto, feitas pela Perfini exclusivamente para o projeto e garantindo harmonia total ao espaço.

29/11/2007 12:18:04


Para compor o espaço de atendimento aos clientes da Leal Moreira, foram usados móveis criados pela Perfini especialmente para o projeto e dispostos em módulos. Em diferentes locais, foram usados pontos embutidos de iluminação em tons de azul e amarelo (Rezende’s). Caso do balcão da entrada, que recebeu os equipamentos eletrônicos (Sol Informática) usados para o cadastro. O piso em porcelanato (Portinari) e as cortinas brancas (Ateliê de Cortinas) completam o cenário clean.

Ateliê de Cortinas Ebbel Eucatex Granit Intercouro + Design Imperador das Máquinas Loc Engenharia MarGlass Oplima Perfini Portinari Revestimentos Rebokit Roca Rezende’s Renovy Sol Informática Trilho Suisso Top Mídia Julianne Moutinho Paisagismo Fátima Petrola Arquitetura de Eventos 13

livingII_modelo1.indd 13

29/11/2007 12:18:15


Hall de Serviço e Social

Sheila Lima Os dois ambientes foram incluídos em um só projeto, transformando-os num grande hall de recepção. Como a proposta deste espaço é fazer o primeiro acolhimento, o conceito que norteou a composição foi o conforto. A iluminação feita por pontos de luz amarela transmite aconchego e bem-estar. Nas paredes, foram dispostos pequenos nichos para abrigar quadros de Jorge Eiró. O uso dos espelhos é outro trunfo. Dispostos em lu-

livingII_modelo1.indd 14

gares estratégicos, como em frente do elevador social e ao lado do elevador de serviço, dão a sensação de amplitude e favorecem a iluminação. Os pequenos pufes cor de vinho se harmonizam com os painéis de madeira e os tons de marrom usados pela arquiteta. Os ocres estão também na obra de Geraldo Teixeira. Para dispersar qualquer sombra de impessoalidade, foram incorporados galhos secos e vegetação nos cantos do hall.

29/11/2007 12:18:29


As obras dos artistas plásticos Geraldo Teixeira e Jorge Eiró dão ao hall um toque de charme e se integram perfeitamente aos tons quentes escolhidos para a composição. Os pufes em seda cor de vinho furta-cor são da Chamsi Brunini. Os painéis em madeira maciça da Woodesign aquecem e dão aconchego ao ambiente, que ganha vida com o cachepot com plantas, também da Woodesign.

Chamsi Brunini Tecidos Geraldo Teixeira Jorge Eiró Marmobraz Multigesso Rezende’s Rebokit Woodesign 15

livingII_modelo1.indd 15

29/11/2007 12:18:36


Sacada Principal

Esther Castaneira e Isolda Contente Descontraído, funcional e próprio para relaxar. Assim é o espaço da sacada principal. Proposto como um ambiente complementar à sala de estar, a varanda é acolhedora e feita para atender aos diferentes momentos do cotidiano dos moradores. Há uma área voltada para a meditação e o descanso, composta com vegetação baixa, velas, e inspiração mística nos detalhes. Cadeiras baixas completam

livingII_modelo1.indd 16

o ambiente e o clima de tranqüilidade é ressaltado pelas paredes cobertas com ripas de madeira que fazem moldura para as plantas. Além de recanto para o repouso, a sacada também se transforma em área de conversação para a família, com móveis confortáveis. Uma mesinha compacta no canto dá o apoio para o som e para servir os drinks e aperitivos que animarão as reuniões.

29/11/2007 12:18:50


A poltrona Pato (Naveta Estação), feita em fibra natural, é confortável e convida ao relaxamento no canto da varanda com inspiração mística. No detalhe, o par de vasos acompanha o tom oriental. A iluminação com led points embutidos completa a ambientação e destaca o paisagismo.

André Mello Aclive Comunicação Visual Aniela Kalif Ariana Rebouças Caçula Plus Casa Carrier Casa & Cia DiCasa Eletroluz Elisandra Primo Fábio Paes Rocha Nerias Gesso Marmobraz Naveta Estação Robson Braz Sol Informática Woodesign 17

livingII_modelo1.indd 17

29/11/2007 12:18:57


Living

Linda Schweidzon e Marcos Nascimento Uma tendência na arquitetura de interiores é o uso de livros e estantes para compor os ambientes. Linda Schweidzon e Marcos Nascimento partiram de um cliente imaginário, moldado como um colecionador de livros que adora ler, escrever e viajar, para chegar ao projeto deste living. Moderno e clean, é composto com diferentes tons de cinzas e beges, que fazem parte da paleta atual de tendências na moda e no design. Os móveis em linhas retas acompanham as mesmas co-

livingII_modelo1.indd 18

res, dando uma sensação de aconchego que é completada pelas fotos de lembranças de viagens que cobrem as paredes. O conforto foi palavra prioritária no projeto, por isso a opção por grandes sofás, transformados em curingas da decoração. Em função da necessidade do cliente ter mais espaço para sua coleção de livros, uma estante foi usada para dividir a área de estar da sacada, sem eliminar a integração entre elas. Com isso, é possível escolher um livro mesmo estando na sacada.

29/11/2007 12:19:15


O conforto é o que molda o ambiente do living, pensado para um apaixonado por livros. Dos espaçosos sofás e estantes (Florense), que deixam à mão os livros da coleção, passando pela iluminação direcionada (Design da Luz), tudo é formatado para uma agradável leitura. O porcelanato Portinari (DiCasa) e as cortinas de Ângela Belei mantêm o clima sóbrio do cômodo.

Ângela Belei Bordalo Gesso Design da Luz DiCasa Florense Home Theater Center João Carlos Moreira 19

livingII_modelo1.indd 19

29/11/2007 12:19:23


Sala de Jantar e Lavabo

Rafaela e Marina Aguilera Parece conflitante, mas os estilos clássico e rústico se unem nos projetos da sala de jantar e do lavabo. Os tons pastéis predominam na sala, gerando um visual leve e aconchegante para receber toda a família. O complemento especial está na iluminação indireta, dando foco a elementos de destaque na composição, como a mesa, a cortina e a coleção de fotos em preto e branco, e deixan-

livingII_modelo1.indd 20

do o ambiente mais relaxante. Um painel de madeira em formato de “L” forra a parede principal do ambiente e segue pelo teto, delimitando o espaço. No lavabo, ao invés da tradicional bancada, uma folha de vidro faz as vezes de cuba. Plantas foram usadas como adorno nas laterais, dando ar natural ao ambiente. A idéia é que, ao lavar as mãos, as pessoas acabem molhando as plantas.

29/11/2007 12:19:39


®

A elegância da sala de jantar está na revisão contemporânea de peças clássicas, como a poltrona Luiz XV (Naveta), revestida em seda indiana pela design Roxane. O painel de tauarí prensado (Woodesign), colorido para parecer cedro, completa o clima. No lavabo, o vidro inclinado (Ebbel) substitui de forma moderna a cuba e a bancada. A torneira com volantes de abertura embutidos (linha Stick) é da Oplima.

Design da Luz Ebbel Eliza Ferraz Léo Bruno Reis dos Santos Maura Jardim Naveta Oplima Ozanias Sodré Rebokit Rodrigo Aguilera Woodesign 21

livingII_modelo1.indd 21

29/11/2007 12:19:45


Gabinete

Ricardo Siqueira Um portal para acesso ao mundo tecnológico e global. Essa foi a inspiração para criar o gabinete, que perde o perfil de escritório tradicional para se tornar um espaço para toda a família. Conectividade é a palavra-chave do projeto. Em todo o cômodo há rede wireless que garante o acesso sem fio à internet. Uma tela de LCD é usada como monitor e o sistema de som (a sala funciona ainda como home theather) também é gerenciado por com-

livingII_modelo1.indd 22

putador. O projeto converge para um grande sofá, mas é mantida uma área formal de trabalho com escrivaninha e estantes. Como a idéia é que a partir desta sala a família pode estar em contato com o mundo, foi feito um teto abobadado, lembrando os das plataformas de embarque de trem. Para garantir a sensação de conforto, tons off white foram usados no piso, carpetes e mobiliário, dialogando com pontos de cor dos objetos de decoração.

29/11/2007 12:20:00


A estante da Florense reserva lugar para os equipamentos eletroeletrônicos e organiza os livros no gabinete. A poltrona da Távola permite ficar horas ao computador sem comprometer as costas. Os estofados da Intercouro podem ser uma opção para relaxar, ver TV ou usar o laptop. As texturas do tecido da Chamsi Brunini, aplicado no teto abobadado, e da cortina da Uniflex contribuem para quebrar a sensação do branco total.

Belém Shopping Vidros Decorar/Uniflex Design da Luz Eliane Florense Imperador das Máquinas Intercouro Les Atualites Antiquário Marmobraz Rebokit Sol Informática Távola 23

livingII_modelo2.indd 23

29/11/2007 12:09:21


livingII_modelo2.indd 24

29/11/2007 12:09:38


livingII_modelo2.indd 25

29/11/2007 12:09:53


Estar Íntimo

Isabela Kalume Acessar a internet, assistir televisão, ler um livro, ou simplesmente ter um lugar para as crianças brincarem. A confortável sala de estar é prática, versátil e harmoniosa, perfeita para abrigar toda a família. Materiais naturais, como linho, couro e madeira, em cores que variam em tons de terra, ampliam a sensação de conforto. Com uma área total de 24 m², a sala foi dividida em diferentes espaços com o auxílio de painéis, que permitem que os nichos permaneçam in-

livingII_modelo2.indd 26

tegrados. A área da TV ganhou sofá em linho cru, com almofadas trançadas. Há ainda espaço para o cantinho da leitura. Nenhuma peça pequena ou frágil foi usada na decoração, para permitir as brincadeiras das crianças. O mobiliário se completa com as poltronas feitas em fibra, material também usado no tapete. Na iluminação direcionada, o destaque fica por conta da luminária com peças em madrepérola colocada ao lado do sofá.

29/11/2007 12:09:55


No nicho criado pelo painel de madeira, as poltronas em fibra de bananeira da Naveta são puro deleite. Com espaço para todo mundo, o sofá em linho cru Astor (Florense) é prático e elegante em um só tempo. Disposto ao lado dele, o pendente Georgette, com peças de madrepérola, da Bertolucci (Design da Luz), tem jeito de feito à mão. Completando a composição, cortinas de linho do Ateliê das Cortinas e painel em couro sintético perspontado da Intercouro.

Armazém Sofisticatto Ateliê de Cortinas Design da Luz Eliane Revestimentos Florense Imperador das Máquinas Intercouro Naveta Oplima Rebokit Sol Informática Unigesso 27

livingII_modelo2.indd 27

29/11/2007 12:10:01


livingII_modelo2.indd 28

29/11/2007 12:10:10


livingII_modelo2.indd 29

29/11/2007 12:10:26


Suíte 01 - Master

Ana Perlla e José Jr. Tons de cinza se espalham pelo ambiente de 70 m² da suíte master pontuada por adereços clássicos como o tecido toile de joy. Tudo para criar um espaço de luxo e elegância idealizado para o repouso. A parede ao fundo da cama recebeu uma imponente cabeceira de seda sintética azulada, inspirada no Maison Baccarat de Philippe Starck, e complementada pelo glamour dos lustres de cristal, que proporcionam uma iluminação cênica. Os móveis em tons claros, de estilo contemporâneo,

livingII_modelo2.indd 30

são destacados pelo piso de madeira sucupira, que deixa o ambiente mais convidativo por sua tonalidade escura. O banheiro foi transformado pela dupla de arquitetos em um verdadeiro spa, tudo para alcançar o relaxamento total. Mesas de massagem e velas são incorporadas à rotina diária do casal, criando um refúgio doméstico para o caos urbano. O ambiente se completa com o clima sóbrio da varanda, convidativo para um chá e para uma boa conversa.

29/11/2007 12:10:27


As caixas revestidas de toile de joy (The Box) fazem composição com a poltrona medalhão revestida pelo Ateliê das Cortinas. Os acolchoados forrados em seda azul (Intercouro + Design) fazem as vezes de cabeceira. O detalhe da imagem de Audrey Hepburn em Bonequinha de Luxo evoca requinte, assim como o closet, fechado por painéis de vidro escuro (Dellanno), e o banheiro do casal.

Actual Home André Mello Artefacto Móveis Ateliê de Cortinas Atlas Motos Bordalo By Kamy Caçula Plus Casabela Dellano Design Criações Ebbel Fátima Petrola Arquitetura de Eventos Fast Frame Imperador das Máquinas Intercouro + Design Jardim Secreto Marcelo Holanda Márcia Lima Marmobraz/Sherwin Williams Metallo Movama Rezende’s Sol Informática Spazio Del Bagno Studio Reinaldo Silva Jr. The Box Vitória Régia 31

livingII_modelo2.indd 31

29/11/2007 12:10:33


Suíte 02 - Quarto do filho

Carlos Alves Todo o conforto encontrado nesta suíte é inspirado nas necessidades típicas da juventude contemporânea. Planejado para ser o quarto de um jovem de aproximadamente 20 anos, o ambiente se propõe a reproduzir o mundo em que este jovem vive, tendo ali o seu espaço particular. É preparado para receber os amigos e a namorada e o conforto proporcionado faz com

livingII_modelo2.indd 32

que seu ocupante pouco precise recorrer a outros cômodos. A suíte tem closet, sacada, home office com internet banda larga e home theater com TV a cabo. O clima aconchegante se completa com a iluminação quente e o painel de madeira que segue da parede atrás da cama até o teto, ocupando também a parede oposta, atrás do aparelho de TV.

29/11/2007 12:11:02


A escrivaninha modulada com tampo de vidro (Bontempo) delimita a área de estudo, onde se destaca ainda a luminária revestida de tecido (Eletroluz). Seguindo do teto até a parede atrás da cama, o painel de madeira (Woodesign) cria prateleiras de apoio às mesas de cabeceira. No banheiro, as linhas retas, praticidade e design arrojado estão presentes em todo o espaço, da bancada ao chuveiro e torneiras (Spazio Del Bagno).

Ângela Belei Caçula Plus Design Planets Ebbel Eletroluz Eliane Revestimentos Prime Bontempo Sol informática Marmobraz Multigesso Rebokit Spazio del Bagno Woodesign 33

livingII_modelo2.indd 33

29/11/2007 12:11:08


Suíte 03 - Spa

Larissa Chady A arquiteta pensou no universo feminino ao transformar um dos quartos do apartamento em um espaço onde a dona da casa pudesse relaxar e cuidar da beleza. O spa toma como prioridade o uso de materiais naturais, para dar um ar de tranqüilidade e paz. A composição de madeira e pedras que reveste as paredes enriquece a sensação de conforto do ambiente. Tudo foi pensado para atender aos pequenos detalhes envolvidos nos rituais de beleza

livingII_modelo2.indd 34

femininos. O cantinho para maquiagem ganhou iluminação especial e um móvel próprio para guardar os cosméticos. No resto do quarto, para não fugir do clima calmo, a iluminação é regulável e também feita por velas.Pensando no relaxamento, foi criado um espaço para mesa de massagem e outro para banheira de hidromassagem. O uso das cores foi pensado para renovar as energias, o que seduz ainda mais neste ambiente.

29/11/2007 12:11:19


A penteadeira com gavetas divididas para organizar e deixar à vista os produtos de maquiagem foi feita sob medida pela Tutti Casa. A poltrona de estilo clássico estofada em tecido floral da Naveta estabelece perfeita harmonia com as persianas em fibra da Decorar, criando o clima para o relaxamento. Na área de banho, os pendentes de cristal iluminados por spots compõem com as cubas de vidro um visual translúcido.

Bordalo Gesso Caçula Plus Decorar Design da Luz Florense Gianne Uchoa Paisagismo Intercouros Marmobraz Naveta O Boticário Portinari Sol Informática Spazio Del Bagno Tutti Casa Vidraçaria Rodrigues 35

livingII_modelo2.indd 35

29/11/2007 12:11:25


Foto: Diana Figueroa

Suíte 04 - Quarto da filha

Heluza Sato e Maurício Toscano Este quarto foi criado para uma moça de 20 anos, estudante de Design Gráfico, cuja personalidade é traduzida na atmosfera high-tech, combinada com a arquitetura, escultura, pintura e mobiliário escolhidos. O espaço conta com um sistema de automação de última geração: através de um controle remoto, pode-se controlar iluminação, TV, DVD, computador, condicionador de ar e cortinas. São utilizados efeitos de luz, com destaque para a grande luminária criada pelos arquitetos exclusivamente para o Living. No banheiro da suíte, a bancada em

livingII_modelo2.indd 36

Corian completa a inspiração no código de barras, acompanhada pelas pastilhas em tons de cinza que se prolongam do piso até a parede do fundo. O ambiente da sacada é versátil. Fechado com esquadrias especiais que se abrem por completo e funcionam como janelas, pode ser utilizado mesmo nos dias de chuva e serve de ambiente de leitura. A inusitada poltrona Bubble, a clássica mesa Tulipa e as esculturas de parede em aço são os destaques. O projeto paisagístico complementa o aconchego, trazendo natureza para dentro de casa.

29/11/2007 12:11:48


Fotos: Ugo Garcia Marques

®

O quarto da garota é antenado com as novidades de design e tecnologia. Som, TV, iluminação, refrigeração e cortinas podem ser acionados por controle remoto (Life Engenharia e Trilho Suisso). Ao redor da cama, uma luminária com intensidade regulável (Le Luci) permite relaxar ou ler um livro. Aproveitada como closet, a entrada do quarto tem armários com portas de vidro (Finger). No banheiro, a bancada em Corian facilita a manutenção.

livingII_modelo2.indd 37

Belém Shopping Vidros DiCasa Eliane Revestimentos Finger Francisco Del-Tetto Jr. Guerreiro Guimarães Herlon Castro Julianne Moutinho Le Luci Life Engenharia Marmocenter Naveta Opera Rock Originalle Mix Ortobom 14 de Março Sol Informática Spazio Del Bagno Tabacaria Top Line Trilho Suisso Usina do Pano 37

29/11/2007 12:11:56


Suíte 05 - Quarto do bebê

Ana Paula Furtado O aconchego que o filho pequeno encontra nos braços dos pais também está no cômodo preparado para ele. Berço, armário e trocador estão dispostos nos 13m2 do quarto de bebê em meio a uma floresta criada pela arquiteta. No piso, gramado sintético. A parede ganhou árvores, bichinhos e detalhes de selva em ilustrações plotadas. A floresta se completa com o céu pintado no teto com a técnica de grafitagem.

livingII_modelo2.indd 38

O banheiro de 4m2 é revestido com pastilhas e mantém os traços infantis. Bolinhas de gude e pontos de luz foram inseridos dentro de uma parede de vidro, brincando com os temas próprios da criançada. O projeto foi pensado para que o ambiente possa ser transformado sem maiores dificuldades, acompanhando o crescimento da criança até o início da adolescência. Para isso, bastará trocar as plotagens.

29/11/2007 12:12:15


Em clima de floresta, o quarto do bebê ganhou grama sintética no piso (IT Center). O berço da Piracola se adequa a meninos e meninas e o armário da SCA tem espaço para guardar roupinhas, brinquedos e todos os apetrechos necessários à troca de fraldas. No banheiro, as paredes foram revestidas com pastilhas da Marmobraz. A bancada de vidro é da Spazio Del Bagno.

Caçula Plus Imagem Le Luci Marmobraz Piracola SCA 39

livingII_modelo2.indd 39

29/11/2007 12:12:21


Sacada

Heloísa Lemos e Mariano Cintra O projeto foi inspirado na artista plástica paraense Carmem Gusmão como um local de descanso e de criação. Para tanto, a sacada foi dividida em três áreas. A primeira é um local de relaxamento e leitura, com poltrona e mesa de apoio. A segunda, um pequeno ateliê, com espaço para o cavalete e bancada de trabalho com tintas e pincéis. A terceira é uma área de estar íntimo para receber os amigos. Relacionado ao trabalho da artista, o projeto

livingII_modelo2.indd 40

ganhou móveis de inspiração indígena e com linhas contemporâneas, peças em madeira de demolição e de antiquário, formando um conjunto que remete às heranças de família e ao seu momento atual. Em todos os ambientes foram usados tons de bronze escurecido, quase chumbo, além de alumínio e tons naturais de madeira – cores neutras para dar destaque às obras de Carmem e conferir um ar de descanso ao local.

29/11/2007 12:12:37


Tudo na sacada evoca arte e criatividade. Os revestimentos cerâmicos artesanais da Studio Marmo dão aconchego. Os vasos de porcelana chinesa (André Mello) recebem a eugênia e a bromélia (Maura Jardim), além de servir de base para a mesa de canto. O desenho diferenciado da cadeira Remo (Perfini), feita em madeira de lei, traz vitalidade ao ambiente. Assim como o lustre de cristal (Cláudia Silva), com lâmpadas que imitam velas acesas, aqui complementado por luzes indiretas (Design da Luz). Como o espaço é um mini-ateliê, foi colocado um pequeno lavatório (Caçula Plus).

André Mello Ateliê das Cortinas Caçula Plus Design da Luz Home Theater Center Maura Jardim Perfini Rebokit Rosângela Guimarães Studio Marmo Villagres Elizabeth Roffé Ferreira de Lemos 41

livingII_modelo2.indd 41

29/11/2007 12:12:44


Cozinha

Wallace Almeida A cozinha é funcional e contemporânea, com paredes revestidas com placas de metal acetinadas, o que permite mais praticidade na limpeza do espaço. O piso em porcelanato preto contrasta com o restante do material de acabamento, enquanto a grande luminária instalada no teto garante a mesma intensidade de luz para toda a área. É auxiliada ainda por leds azuis que, integrados ao metal das paredes, promovem um ar futurista ao espaço. Montado com eletrodomésticos de última geração, o ambiente é pensado

livingII_modelo2.indd 42

para a automatização. Foram usados modulados com revestimento em vidro e acessórios com tecnologia de ponta (como o sistema blue motion das gavetas) desenvolvidos pela Blum, tendo como grande novidade um gaveteiro no módulo de canto. Três telas de LCD com 32 polegadas e um grande espelho sobre a bancada dos cooktops valorizam ainda mais o ambiente. Com sofisticação, o jogo de sombras, reflexos e imagens proporcionado pelos vidros, espelhos e porcelanatos dá a sensação de duplicação do espaço.

29/11/2007 12:13:07


Os modulados com acabamento em vidro preto da Evviva são o ponto de partida desta cozinha high-tech, cheia de eledomésticos de última geração, como o refrigerador ao lado (Sol Informática). Na parede oposta, sob as TVs de plasma, a bancada de vidro curvo (Amazon Vidros) substitui a tradicional mesa de refeições. Ao lado, detalhe da torneira com mangueira acoplada da marca Franke (DiCasa).

Alcan Amazon Vidros DiCasa Evviva Le Luci Luty Vasconcelos Mídia News Produtora Petillo Sol Informática 43

livingII_modelo3.indd 43

29/11/2007 12:24:03


Área de Serviço - Laboratório do Gourmet

Márcia Nunes Na proposta da arquiteta, o quarto de empregada ganhou uma nova função. Foi pensado para que o dono da casa pudesse se sentir à vontade para desenvolver seu hobby: a culinária. Junto à cozinha, o quarto virou um lugar mais reservado da área comum da família, onde ele realiza as experiências para as criações de novas receitas. Inspirado no chef Fábio Sicília, o projeto mistura escritório e laboratório em um

livingII_modelo3.indd 44

ambiente totalmente funcional e marcado pelo uso da tecnologia. A bancada de trabalho em granito preto, fácil de limpar, recebeu um cooktop (fogão elétrico) branco e abre espaço para o laptop, usado para fazer pesquisas e sistematizar receitas. Em cima, um armário recebe os livros e arquivos. Tudo se completa com a adega climatizada e com a iluminação translúcida e sutil gerada pelo sistema Tensoflex.

29/11/2007 12:24:18


A bancada em granito negro Tijuca (Marmobraz) toma toda a parede e permite ao gourmet realizar suas experiências sem dificultar a limpeza. Acima dela, os modulados Neumann guardam os ingredientes. No piso, foram usados revestimentos em pastilhas e Neolitic (Eliane). A luminária em Tensoflex (Le Luci), que ocupa todo o teto, permite claridade a toda a área. No banheiro, todo em preto e branco, os metais são da série Link, da Deca (Caçula Plus).

Caçula Plus Casa e Cia DiCasa Eliane Revestimentos Le Luci Marmobraz Marmocenter Naveta Neumann Rebokit Renovy Sol Informática WoodDesign 45

livingII_modelo3.indd 45

29/11/2007 12:24:24


Sacada

Ângela Belei Bordalo Gesso Caçula Plus Granit Maura Jardim Marmobraz Naveta Belém Shopping Vidros

Vera Nahmias Com uma área que circunda os vários cômodos do apartamento, o desafio desse projeto foi fazer da sacada um espaço prático e capaz de permitir diferentes usos, da simples contemplação a uma área para o churrasco. Os 19,93 m2 foram divididos por um anteparo de vidro com película vermelha, valorizando as pastilhas cor de mostarda e criando dois ambientes com relativa independência, apesar do livre acesso de um para outro. No primeiro, mais próximo da sala e da recepção, foram usadas

livingII_modelo3.indd 46

poltronas confortáveis, criando um bom lugar para o cafezinho, e as pastilhas foram substituídas em uma das paredes por uma pedra cariri tingida de ferrugem. O segundo ambiente, próximo da cozinha, foi adaptado para receber a churrasqueira revestida em granito, que compartilha o espaço com um único móvel com todos os instrumentos para um churrasco. Longe de ser impessoal, a composição mais discreta permite as interferências do proprietário do imóvel.

29/11/2007 12:24:37


Área de Circulação

Caçula Plus Design da Luz Les Antiques Lúcia Carvalho PortoBelllo Shop

Vanessa Piva Normalmente tidas como espaço perdido, as áreas de circulação são quase sempre um dilema para a arquitetura de interiores. Aqui uma solução criativa e charmosa resolveu o problema e transformou o local de transição entre as dependências social e íntima numa mini-galeria de arte. Justamente por fazer essa passagem, a galeria foi projetada para ser um espaço independente e diferenciado, mesmo ligando seis compartimentos do apartamento. É numa espécie de “respiro” entre os cômodos, onde se pode parar e admirar

uma composição artística que expressa o gosto do proprietário. A escolha das cores, das obras e da disposição das peças compôs essa leitura. Uma das paredes foi coberta com seda tingida com listras douradas e verdes-oliva, funcionando como pano de fundo para os quadros. As mesmas cores foram usadas em paredes alternadas, o que garantiu uma composição sóbria e propícia para a valorização das obras. A iluminação direcionada, feita com luz quente, ajuda a dar destaque às peças, mesmo numa área de passagem.

47

livingII_modelo3.indd 47

29/11/2007 12:24:43


Banheiros e Hall

Gisele Zouein, Patrícia Dalmaso e Regiane Machado Respeitando a arquitetura dos espaços concebidos, o projeto tem a preocupação de integrar as áreas privativas e de uso comum, humanizando os ambientes, além de equilibrar funcionalidade e beleza. A inspiração é contemporânea, mas com toques clássicos, usando metais, tecido, espelhos e alternando iluminação direta e indireta, com prevalência de preto e cinza. No hall, o carpete preto contrasta

livingII_modelo3.indd 48

com o brilho do tecido aplicado na parede. Um pufe verde quebra a monotonia cromática. Os banheiros seguem a mesma linguagem nos porcelanatos e plotagens. As bancadas revestidas de espelhos, com cubas de vidro coloridas ladeadas por imensos espelhos ovais, deixam à vista as cortinas que mantêm o ar chique e sofisticado. Cada banheiro recebeu um boxe adaptado a deficientes físicos.

29/11/2007 12:24:50


No acesso aos banheiros, o tecido em tom champagne de Elisa Ferraz virou papel de parede. Junto com o pufe de seda, as cortinas de voal cor de chumbo (Ângela Belei) e o lustre artesanal com arames e pendentes, fornece o tom retrô ao ambiente. Nos banheiros, as cubas de vidro da Spazio Del Bagno quebram a monotonia. As bandejas e saboneteiras são da Actual Home.

Actual Home Ângela Belei Cortinas Beauleau/Marmobraz Criativa Design Design da Luz DiCasa Eliza Ferraz Tecidos Intercouro + Design Multigesso Oplima Tintas Portinari Revestimentos Rebokit Spazio Del Bagno Vidraçaria Rodrigues 49

livingII_modelo3.indd 49

29/11/2007 12:24:58


Acessos

Alan Ricardo Freitas As áreas de acesso para os ambientes do 2º Living foram projetadas com inspiração nas plataformas de metrô de grandes metrópoles, com um pé no underground. Os corredores foram pensados como se fossem ruas e, junto aos elevadores, ganharam decoração com inspiração nos anos 50

livingII_modelo3.indd 50

e 60. A idéia do arquiteto foi de que na passagem entre os espaços os visitantes pudessem se sentir em trânsito e verificar as variações de cores como se fossem casas. Com um projeto contemporâneo, mas que foge do minimalismo, este espaço foi pensado como uma galeria de rua.

29/11/2007 12:25:12


®

A área de acesso aos ambientes do 2º Living deixa espaço livre para circulação, mas busca introduzir o visitante aos temas do evento a partir de alguns objetos: a escultura de ferro envelhecido de Francisco Del-Tetto Jr.; a “Mesa Tour” de Bertran Tenório; os looks conceituais criados com produtos dos estilistas Moara Brasil e Diogo Carneiro e da marca Maria Belém; e as fotografias feitas por João Carlos Moreira em Amsterdã.

André Mello Objetos Art Carrara Bertran Tenório Caçula Plus Cristália Design da Luz Diogo Carneiro Francisco Del-Tetto Jr. Finger Projetados Gil Yonezawa Herlon Castro João Carlos Moreira Márcia do Carmo Maria Belém Paulo Azevedo Rebokit Studio Marmo Tutti Casa Villagres Woodesign 51

livingII_modelo3.indd 51

29/11/2007 12:25:18


Chocolateria e Livraria

Alessandra Guzzo, Thaís Toscano e Renata Salame Os espaços foram montados de forma integrada, seguindo as expectativas dos clientes que vão ocupá-los durante o 2º Living Leal Moreira – a chocolateria Kopenhagen e a Fox livraria. Na área da chocolateria, a proposta é ser intimista e aconchegante. A sofisticação de painéis e balcões em High Gloss é aliada à mobília com acento rústico. A iluminação suave é destacada pelas luminárias

livingII_modelo3.indd 52

cobertas com tecido preto que adornam as mesas. A livraria faz o contraponto com um tom mais moderno, onde o destaque aos produtos é dado pelo uso do High Gloss branco. O forro e a parede receberam iluminação com Tensoflex. Para que o visitante possa conferir os livros antes de decidir a compra, uma pequena sala anexa recebeu mesa e cadeiras.

29/11/2007 12:25:35


Em versões em madeira natural, preto e branco, os dois ambientes têm modulados com acabamento em High Gloss (Florense), tendência mundial que dá aos móveis de MDF finalização de alto brilho. A rusticidade do porcelanato Portinari Santomé (DiCasa) faz o contraste. Na área da livraria, o Tensoflex (Le Luci) em versão translúcida e laca foi usado no forro e na parede, criando efeito de iluminação difusa e dando destaque aos livros.

Bordalo DiCasa Ebbel Florense Imaço Le Luci Naveta Portinari Revestimentos Rebokit Renovy 53

livingII_modelo3.indd 53

29/11/2007 12:25:44


Galeria de Arte

Carla Abreu Por ser a moldura de obras arte, este espaço tinha a responsabilidade de não usar elementos que desvirtuassem a atenção das peças e o desafio de, ainda assim, comunicar um conceito que remetesse à fruição do ambiente. Carla Abreu resolveu a questão optando pela concepção de uma área aparentemente inacabada, como um gueto, criando o conceito de transformação e movimento. Dos oito metros de pé-direito, apenas três têm um acabamento primário intencional, com as paredes

livingII_modelo3.indd 54

pintadas em branco e cinza. Os cinco restantes ainda estão em construção e o piso também recebeu uma cobertura de cimento estanhado. Na medida em que o visitante adentra no espaço, as obras vão surgindo como numa espécie de labirinto. A sensação é causada pela disposição das paredes: cada artista tem suas obras exibidas por blocos. A iluminação é pontuada e direcionada, de modo que só as obras permanecem no foco do espectador,

29/11/2007 12:25:51


O espaço da galeria é criado para a contemplação, com o foco voltado, claro, para as obras de arte. Na hora de descansar, as poltronas da Armazém Sofisticatto podem ser um bom abrigo. A refrigeração promovida pelo sistema York (Imperador das Máquinas) garante conforto térmico aos visitantes.

Armazém Sofisticatto Ebbel Herlon Castro Imperador das Máquinas/York Le Luci Loc Engenharia Sol Informática Will´Ms Distribuidora 55

livingII_modelo3.indd 55

29/11/2007 12:25:58


Bar da Galeria

Henry Harada e Marlon Olivier O projeto valoriza o espaço vertical para aproveitar ao máximo as possibilidades do pé-direito de oito metros de altura. A iluminação, feita de baixo para cima, valoriza ainda mais as dimensões do ambiente. Através da arte do grafite, foram executados a moldura clássica de projeção de imagens e um panô com a Marilyn Moroe gerando um contraponto com a neutralidade dos ambientes. Os móveis foram personalizados

livingII_modelo3.indd 56

e desenhados exclusivamente para o bar, em linhas retas e contemporâneas, acompanhando os tons neutros. O resultado é um ambiente aconchegante e discreto, estrategicamente perturbado pela inusitada instalação artística feita com cabos de vassoura que compõe o interior do bar. A idéia é mostrar como materiais diferentes, ou de uso não convencional, podem se transformar em criativas obras de arte.

29/11/2007 12:26:13


A instalação com cabos de vassoura, iluminada em tons vermelhos (Le Luci) vira obra abstrata. As mesas e cadeiras, assim como o deck que conduz o acesso por todo o bar, foram feitos sob encomenda pela Vimex. Já o trio de cortinas de organza (Ângela Belei) valoriza o pé-direito alto e o sistema Reiki de esquadrias e vidro permite abrir e fechar totalmente o ambiente, motivo pelo qual é muito usado em sacadas e varandas.

Ângela Belei Caçula Plus Belém Shopping Vidros Herlon Castro Le Luci Vimex Will’Ms Distribuidora Ltda 57

livingII_modelo3.indd 57

29/11/2007 12:26:20


Adega

Joaquim Meira, Marci Pereira e Aurélio Meira A proposta dos arquitetos foi fazer uma releitura das conhecidas caves de vinícolas européias, com condições adequadas para o que vinhos novos e envelhecidos tenham seus sabores acentuados. Materiais como pedra e madeira foram utilizados para manter as condições

livingII_modelo3.indd 58

especiais e para evitar a oxidação dos vinhos, mas dando ao ambiente um ar contemporâneo. A iluminação escassa permite apreciar melhor o bouquet das bebidas. Mesmo não sendo subterrânea, esta adega se mantém como uma cave, com temperatura e umidade constantes.

29/11/2007 12:26:35


Neste espaço feito para a apreciação, as mesas Bacco, com inscrições romanas no tampo, já fazem uma ode ao vinho. Ganham assistência das banquetas Havana - produtos Naveta. Na área destinada à adega propriamente dita, a porta de correr em vidro Cinex Door (Casa e Cia.) conserva a temperatura dos vinhos da Expand. A iluminação feita com leds é da Rezende’s.

Bordalo Casa e Cia Ebbel Expand Gyotoku Home Theater Marmobraz Naveta Pedrita Rebokit Rezende’s Sam Móveis Sol informática 59

livingII_modelo3.indd 59

29/11/2007 12:26:41


Espaço de Moda

Liliane Mambrini Ferri Um ambiente despojado, sem muitas regras rígidas, onde o ponto de partida é o negro. A cor está presente na estante em lacatto nero, no teto e nas luminárias, como o pano de fundo para a paleta de cores a ser apresentada pelos designers de moda, já que o espaço foi proje-

livingII_modelo3.indd 60

tado para a exposição de looks e reuniões de criadores. Quase como um ambiente de estar, a sala tem mesa de trabalho para compor os desenhos das coleções e TV de LCD para assistir aos desfiles dos estilistas que lançam tendências internacionais.

29/11/2007 12:26:46


Preparada para reunir criadores de moda, esta sala tem estante em lacatto nero (Bontempo), conjunto de cadeiras giratórias revestidas em seda e cristaleira em madeira de demolição (Armazém Sofisticatto), transformada para expor bolsas e sapatos. O pendente king size (Design da Luz) que dá foco à mesa de centro é um dos destaques do ambiente. No corredor, foi montada a exposição de moda.

André Mello Objetos Armazém Sofisticatto Bontempo Caçula Plus Chamsi Brunini Tecidos Design Criações Design da Luz Ebbel Vidros Empório Sofisticatto Márcia Lima Paisagismo 61

livingII_modelo3.indd 61

29/11/2007 12:26:52


Deck da Piscina

Karen Casseb, Renata Macário e Setor de arquitetura da Leal Moreira O projeto foi inspirado no visual da ilha de Bari, na Indonésia. Com um tom “rústico-chique”, tochas, móveis e objetos decorativos foram usados para ambientar os visitantes no clima da ilha. Sofás, mesas, chaise-longues e espreguiçadeiras reforçam a idéia de descontração e relaxamento. Os móveis em fibra sintética ganharam almofadas de seda nas cores laranja e lilás, para “aquecer” o espa-

livingII_modelo3.indd 62

ço. As mesas com tampo em madeira completam a composição que valoriza o natural. Terra, água e fogo são valorizados na decoração e estão presentes no jardim, nas tochas e nas piscinas. A iluminação indireta é feita por arandelas. Para garantir o conforto durante o dia, há grandes sombreiros feitos com lona especial clara. No piso, foi usado porcelanato branco rústico.

29/11/2007 12:27:08


Os sofás modulados em fibra sintética são próprios para áreas externas, assim como as cadeiras com design arrojado que fazem conjunto com a mesa de madeira - tudo Naveta. O piso Portinari imita madeira e se integra perfeitamente à área da piscina. As tochas de bambu compõem harmoniosamente o paisagismo feito por Julianne Moutinho, mantendo a inspiração indonésia.

Ebbel Granit Julianne Moutinho Paisagismo MarGlass Naveta Portinari Revestimentos Rebokit Renovy Rezende’s Wallace Almeida Woodesign 63

livingII_modelo4.indd 63

29/11/2007 12:30:03


Sacada

Paulo Morelli Este espaço foi criado para aqueles que gostam da tranqüilidade que as plantas transmitem. A idéia do arquiteto foi montar uma pequena varanda totalmente integrada aos ambientes internos do apartamento. Além disso, Paulo Morelli projetou a sacada pensando em transformá-la em um lugar

livingII_modelo4.indd 64

para cuidar das plantas ou simplesmente para contemplá-las. As cadeiras de brechó e a mesa de design arrojado possuem tons suaves, assim como os objetos de decoração, para dar destaque ao verde das plantas e criar a ambientação perfeita para momentos de paz.

29/11/2007 12:30:25


®

O vaso Gallé do início do século 20 é um dos chamarizes desta sacada, assim como o lustre, também de inspiração art noveau. Usando materiais de demolição e piso de cimento queimado, o charme do projeto está exatamente nos objetos de arte, como o quadro de Emmanuel Nassar sobre o aparador. A mesa Saarinen, com tampo de madeira maciça e base tulipa, dá outra leitura às antigas cadeiras de jardim.

Ebbel Intercouro Koji Yamanaga 65

livingII_modelo4.indd 65

29/11/2007 12:30:32


Restaurante

Rosário Lima, Gustavo Leão, Paulo Chaves, Emanuel Franco e Geraldo Teixeira Os cabarés e a vida boêmia de New Orleans foram a inspiração para o projeto do restaurante, batizado de Erótico Blue. União de pub, bar e restaurante, o espaço, montado na área da sala de estar do apartamento, é cheio de referências ao jazz e blues, que aparecem nos painéis serigrafados em lona. Também mantém a contextualização com a obra, usando madeira, cabos de aço, parafusos e outros

livingII_modelo4.indd 66

elementos corriqueiros de construção para criar as instalações artísticas assinadas por Geraldo Teixeira e Emanuel Franco, e moldar a ambientação. O teto sem forro é assumido. Duas misturadoras de massa suspensas e equilibradas com contrapesos de concreto delimitam a área do bar e compõem a iluminação. O charme fica por conta dos pontos de luz azul espalhados por todo o piso.

29/11/2007 12:30:52


As mesas e cadeiras em madeira da Perfini lembram os móveis de botequim. Criado para ser um espaço que agrega gastronomia e música, o restaurante também não dispensa as tecnologias multimídia. A área do bar, delimitada pelas masseiras suspensas, traz uma TV de LCD de 50 polegadas (Sol Informática) e um sistema de som especial (Home Theater Center). Os andaimes foram transformados em estantes para abrigar copos e bebidas.

Amazon Vidros Home Theater Center Imaço Le Luci Oplima Perfini Sol Music Top Mídia 67

livingII_modelo4.indd 67

29/11/2007 12:30:59


Um poema de quina Paulo Chaves se inspira nos cabarés de New Orleans e na boemia para montar o projeto do restaurante Erótico Blue, que assina ao lado da mulher, Rosário Lima, de Gustavo Leão, Geraldo Teixeira e Emanuel Franco, transformando elementos corriqueiros da construção para criar um ambiente permeado pela música.

“Sou um memorialista”. Assim se autodefine Paulo Chaves Fernandes quando a pergunta é sobre sua arquitetura. Autor de projetos de espaços públicos em que referências históricas surgem transfiguradas por novos usos - como a Estação das Docas e o Parque da Residência -, ele parte do mesmo princípio para o projeto do restaurante Erótico Blue, um dos espaços de destaque do 2º Living Leal Moreira. “Gosto muito da arquitetura contemporânea. No projeto do Hangar, foram usados vidros importados para garantir a qualidade da iluminação. Mas aqui a idéia foi transformar o lixo em luxo. De tudo que foi usado, 70%, 80% é lixo de obra, uma espécie de demonstração de que é possível fazer algo bonito sem ter que gastar muito dinheiro”, defende o arquiteto, que usou cabos de aço, pesos de concreto, ripas de madeira e o

livingII_modelo4.indd 68

que mais encontrou na construção do edifício Toledo. São as cores do barro, cimento, ferro e concreto que dão os tons para o espaço. “Mimetizar a obra é a proposta”, explica Paulo Chaves. “Não me interessava nesse projeto usar mármore de carrara ou espelhos bisotados”, completa. Ele estava há dez meses longe dos projetos arquitetônicos. “Não sou um arquiteto de mercado. Talvez pela minha trajetória, as pessoas acabem achando que eu sou inacessível. ” A aceitação em participar do evento veio depois de alguma resistência. “Recusei a princípio, porque acho que é um evento que deve dar espaço a novos talentos. Eu não estou fazendo carreira, as minhas propostas já são conhecidas. Mas depois percebi a insistência gentil e delicada como um indicativo de prestígio. Me deram todo o suporte para a montagem e eu

29/11/2007 12:31:11


acabei me entusiasmando com a idéia”, diz o arquiteto. Assim como no jazz, mote do espaço, muitas das soluções do projeto surgiram da liberdade e do improviso. Paulo Chaves assina até poema, impresso não em uma parede, mas na esquina entre duas delas. Um joguete assumido. “Trabalho com o duplo sentido, com a cacofonia, é um poema sem rédeas e que funciona com o jogo de espelhos e pode ser lido de qualquer canto do ambiente.” Depois do Living, Paulo Chaves se prepara para uma nova etapa da carreira. “Estou voltando para a Universidade Federal do Pará, mas dessa vez para dar aulas no curso de arquitetura, o que vai acontecer pela primeira vez, já que era professor do Departamento de Comunicação. Estou esperando ver como será isso. Sou de paixões.”

livingII_modelo4.indd 69

29/11/2007 12:31:16


Moda O 2º Living Leal Moreira reservou um espaço especial para a moda, com a realização de desfiles e uma exposição inspirada na diversidade de referências de estilo que surgem a partir das ruas. As imagens de blogs de street wear na internet, que mostram o modo de vestir de pessoas do mundo todo, serviram de ponto de partida para compor os looks com peças de marcas parceiras no evento.

livingII_modelo4.indd 70

29/11/2007 12:31:46


Agradecimentos Euforia La Rocha Up Gread Lele Grello Arezzo Aramis Zoomp

livingII_modelo4.indd 71

Produção Gil Yonezawa Assistente Izabella Brito Novos Criadores Fernando Hage Coronel Mostarda Paloma Pamplona Diogo Carneiro

29/11/2007 12:32:01


Arte paraense revisitada Mostrar o que há de mais interessante na produção artística e cultural paraense está entre os princípios que norteiam o projeto do Living Leal Moreira desde sua criação. Nada mais justo, então, que trazer em sua segunda edição uma mostra coletiva reunindo alguns dos nomes referenciais das artes plásticas do Estado e proporcionando ao visitante um passeio pela produção de diferentes gerações. Quem conduz o olhar do espectador é a curadora Fabize Muinhos, que considerou estimulante o desafio de colocar obras de arte no espaço em progresso de uma obra em construção. O melhor: os trabalhos vão ser leiloados.

Um panorama da atual produção artística paraense está em exposição no 2º Living Leal Moreira. Entre os espaços projetados no edifício Torre de Toledo para o evento, também foi criada uma galeria, onde os visitantes poderão apreciar uma mostra com mais de 20 trabalhos de nomes referenciais das artes plásticas no Estado, incluindo desenho, escultura, fotografia e mídias contemporâneas. Quem assina a curadoria da mostra é Fabize Muinhos, que explica que a intenção foi unir produções de artistas já conceituados a obras de jovens talentos. “A mostra é um pouco do panorama artístico de Belém, juntando em um mesmo espaço nomes como Acácio Sobral, Jorge Eiró, Flávio Araújo e Melissa Barbery, entre outros, artistas de renome com pessoas que estão despontando, cheias de talento.” A mistura, analisa a curadora, resultou em uma mostra contemporânea, com trabalhos inéditos em sua maioria, vários deles produzidos especialmente para o 2º Living Leal Moreira. “Temos uma diversidade de materiais e recursos sem que haja uma distância das linguagens tradicionais da pintura, fotografia e escultura.” Até chegar ao resultado final, foram quatro meses de trabalho

livingII_modelo4.indd 72

intenso. O primeiro passo foi visitar os ateliês. “Comecei fazendo a análise da produção dos artistas para definir as participações e, a partir daí, pensar nos projetos específicos para essa exposição. O eixo dessa curadoria são coisas em construção, é a construção do desejo, o que tinha tudo a ver com o espaço do Living.” Fazem parte da exposição cenas do cotidiano do subúrbio de Belém pintadas por Elieni Tenório na série “Suburbano Coração”, em oito telas produzidas exclusivamente para a mostra. Na instalação de Melissa Barbery, o público poderá interagir com a obra em uma pequena farmácia. “É um trabalho muito interessante, com rótulos e embalagens de medicamentos para curar todos os males humanos.” A encáustica de Acácio Sobral, composta por 16 peças, promete prender a atenção dos visitantes. “É uma técnica muito trabalhosa que requer muito do artista e Acácio fez um excelente trabalho.” Além de Acácio, Melissa e Elieni, compõem a mostra obras de Alexandre Sequeira, Jorge Eiró, Geraldo Teixeira, Roberta Carvalho, Keila Sobral, Daniele Fonseca, Flávio Araújo, Marinaldo Santos, Abdias Pinheiro, Francisco Del-Tetto Jr., Ruma, Ronaldo Moraes Rego, Maria Christina, Bob Menezes e Armando Queiroz.

29/11/2007 12:32:08


A diferença de um lindo ambiente você descobre olhando para cima

Obra de Alexandre Sequeira presente na mostra Desafio A idéia de levar uma exposição de arte para um prédio em construção foi encarada como um desafio por Fabize. “Acho a iniciativa genial. Ter um espaço em construção e poder projetar coisas nele, desejos, outras imagens. Ver as possibilidades que esse lugar pode te dar. É uma coisa incrível realmente”, avalia a curadora. Ela vê o contraste entre o ambiente em construção e o requinte das artes como uma proposta inovadora para o público. “Temos um lugar onde várias pessoas transitam: quem vai ver as obras, quem está expondo e quem está trabalhando. Isso é muito interessante.” Muitas surpresas estão reservadas para o espaço, projetado pela arquiteta Carla Abreu na quadra de tênis do edifício Torre de Toledo. A proximidade entre expositores e os visitantes está garantida com um happening, bate-papos e leilões. O público poderá adquirir peças do acervo dos artistas, com parte da renda revertida para uma entidade social apoiada pela construtora Leal Moreira. “Serão dois leilões onde as pessoas poderão dar seus lances e adquirir os trabalhos”, explica a Fabize Muinhos.

livingII_modelo4.indd 73

Há 13 anos no mercado. Sete anos de parceria com a Leal Moreira

Fone: (91) 8134-7004 Fax: (91) 3224-1203 bbordalogesso@uol.com.br

29/11/2007 12:32:13


Galeria de Arte Na exposição montada no 2º Living, a curadora Fabize Muinhos reuniu obras de artistas paraenses de diferentes gerações - algumas pinçadas dos ateliês, outras produzidas especialmente para o evento. Seguindo a idéia do espaço em obras, a curadoria propõe a construção do desejo, seja o do próprio artista ou a representação dos desejos alheios.

Jorge Eiró

livingII_modelo4.indd 74

29/11/2007 12:32:42


Daniele Fonseca

Roberta Carvalho

livingII_modelo4.indd 75

29/11/2007 12:32:47


Geraldo Teixeira

Elieni Ten贸rio

livingII_modelo4.indd 76

29/11/2007 12:33:02


Flávio Araújo

livingII_modelo4.indd 77

29/11/2007 12:33:21


Leal Moreira, construindo oportunidades Construtora investe em projetos sociais que dão aos seus funcionários e familiares, assim como crianças e adolescentes de Belém, a possibilidade de aprender por meio da arte.

Transformar os canteiros de obras em um lugar de aprendizado através da arte. Foi com essa idéia que a Leal Moreira criou em 2005 o projeto Obra Humana, que vem promovendo cursos para os funcionários e os filhos deles dentro do ambiente dos prédios em construção. O projeto surgiu para complementar o apoio que a Leal Moreira já dava à educação de seus funcionários, com um programa de alfabetização voltado para os operários nas obras e salas de aulas construídas especialmente para atendê-los. Com aulas aos sábados, os operários tiveram cursos com artistas como Alexandre Sequeira e Elieni Tenório. Com eles, puderam aprender sobre história da arte e conhecer um pouco mais sobre a produção de artistas paraenses, do Brasil e do mundo. As oficinas funcionam como um complemento aos conteúdos ministrados na escola e, de uma maneira geral, ajudam a ampliar a capacidade de comunicação e expressão por meio da pintura. O resultado desse trabalho pôde ser visto no tapume que isola a obra do edifício comercial Metropolitan Tower, todo pintado pelos operários, crianças e adolescentes que participaram do Obra Humana, como uma forma de estimular e valorizar o aprendizado deles. Além dos cursos, o projeto ainda inclui programação especial para a garotada no Dia das Crianças, com direito a lanche e muita diversão.

livingII_modelo4.indd 78

Casa bela, Casa Feliz O próximo passo da construtora Leal Moreira para a valorização de seus funcionários e colaboradores é dar a eles a oportunidade de realizar o sonho de reformar a casa própria, usando o que há de melhor no mercado de construção civil. Para isso, a empresa desenvolveu o projeto “Casa Feliz”, que vai selecionar oito funcionários para terem suas casas reformadas, a partir de uma parceria da Leal Moreira com seus fornecedores. Durante o período da obra, a família sorteada ficará hospedada em uma casa alugada pela própria empresa. Ainda este ano, acontece a primeira seleção. Além de desenvolver seus próprios projetos, a Leal Moreira também tem procurado ajudar instituições que desenvolvem projetos sociais. Na primeira edição do Living Leal Moreira, parte dos recursos captados com a venda de obras dos artistas plásticos que participaram do Bazar do evento foi revertida para o projeto “Timbres da Amazônia”. Este ano, as obras da exposição também serão leiloadas em prol de projetos sociais. Desenvolvido pelo Instituto Criança Vida em parceria com a Escola de Música da Universidade Federal do Pará (UFPA) e Escola Salesiana do Trabalho, o Timbres garante a adolescentes de baixa renda a possibilidade de aprender a construir instrumentos musicais.

29/11/2007 12:33:29


Acima, a artista Elieni Ten贸rio e um dos filhos de funcion谩rios da Leal Moreira que participaram das oficinas de arte dentro do projeto Obra Humana.

livingII_modelo4.indd 79

29/11/2007 12:33:31


Agenda Alan Ricardo de Freitas 8819-7369 Ana Paula Furtado 8199-2955 Ana Perlla e José Jr. 3249-9932 Alessandra Guzzo 8111-4415 Aurélio Meira 3242-4757/3212-5092 Carla Abreu 8121-5972 Carlos Alves 8126-7001 Ester Castaneira 91147959 Gisele Zouein 8128-2222 Gustavo Leão 9116-6630 Heloísa Lemos e Mariano Cintra 8112-5550/8112-0044 Heluza Sato e Maurício Toscano 8129-8399/8127-9936 Henry Harada e Marlon Olivier 8119-8262/8117-1462 Isabela Kalume 8802-0189 Isolda Contente 9144-4427 Karen Casseb 8121-7203 Larissa Chady 8118-0608 Liliane Mambrini Ferri 8112-2727

livingII_modelo4.indd 80

Linda Schweidzon 9985-0413 Joaquim Meira 8119-7976 Marci Pereira 3242-4757/ 3212-5092 Márcia Nunes 8128-0123 Marcos Nascimento 8119-7688 Marina Aguilera e Rafaela Aguilera 8111-4161/8119-8179 Patrícia Dalmazo 8116-1990 Paulo Chaves 8156-9040 Paulo Morelli 8115-1177 Regiane Machado 8172-4244 Renata Macário 8111-3589 Renata Salame 8116-7151 Ricardo Siqueira 8112-5858 Sheila Lima 9983-2607 Thaís Toscano 8111-6187 Vanessa Piva 8114-9149 Vera Nahmias 8124-8787 Wallace Almeida 9981-8741

29/11/2007 12:33:33


livingII_modelo4.indd 81

29/11/2007 12:35:43


Equipe Leal Moreira responsável pelo evento: Karen Casseb, Murilo Nascimento, Lilian Almeida, Pedro Albuquerque, Renata Macário e Maurício Rodrigues.

Realização e coordenação

ITCOM

Expediente

Diretor Presidente: Carlos Moreira Diretor Financeiro: João Carlos Leal Moreira Diretor de Novos Negócios: Maurício Moreira Diretor de Marketing: André Leal Moreira Diretor Executivo: Paulo Fernando Machado Gerente Técnico: Maurício Rodrigues Gerente de Marketing: Lilian Almeida João Balbi, 167. Belém - Pará f: [91] 4005-6800 www.lealmoreira.com.br

livingII_modelo4.indd 82

Diretor Responsável: André Leal Moreira Diretores Executivos: Marcia Ledo e Juan Diego Correa Editor-chefe: Fabrício de Paula Editora: Aline Monteiro Produção Editorial: Juliana Oliveira Editor de Arte: André Loreto Design: Gil Yonezawa e Leandro Bender Fotos: Diana Figueroa Estagiários: Suelem Lobão, Guerreiro Neto (produ-

ção), André Guerra (design) Revisão: José Rangel Comercial: Cristiane Chisté Impressão: Gráfica Santa Marta Tiragem: 10 mil exemplares João Balbi, 167. Belém - Pará f: [91] 4005-6868 cep: 66055-285 redacao@editorapublicarte.com.br

29/11/2007 12:35:46


Gil Yonezawa

Rod. BR 316, Km2 Alameda Moรงa Bonita, nยบ 14 Guanabara โ€ข Ananindeua/PA f: (91) 3235-5395/3235-5313

livingII_capa.indd 4

30/11/2007 14:15:52


2ยบ Living Leal Moreira

2007 livingII_capa.indd 3

30/11/2007 14:15:38

Catálogo Living  

Catálogo da mostra de arquitetura do 2º Living Leal Moreira.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you