Page 1


carta ao leitor

venha curtir Qrevista Ltda

venha seguir Q_Revista Q_Revistajund

DIRETORES/EDITORES

David Benedetti | Jornalista Responsável (MTB 64.709-SP) • david@qrevista.com.br Danielle Benedetti • Jornalista Responsável (MTB 64.708-SP) • danielle@qrevista.com.br

REDAÇÃO

Lionara Biron | redacao@qrevista.com.br

PROJETO GRÁFICO E ARTE

DIRETOR David Benedetti

David Benedetti

Jornalista MTB 64.709-SP

ARTE E CRIAÇÃO

Mais uma edição chega até você, nosso leitor. É com grade prazer e felicidade que eu, juntamente com a equipe da revista, comemoro os 21 mil exemplares distribuídos em Itatiba, Jundiaí e região. Não foi fácil chegar até aqui, mas consegui cumprir uma promessa que fiz a mim mesmo no início deste ano, que é a de crescer com o interior. Itatiba foi nosso palco principal no início da história da Q! Revista e agora me orgulho ao ver os ótimos resultados vindos de Jundiaí. Uma prova de tanto sucesso pode ser vista nas páginas da Campanha Q! Namorados, realizada durante todo o mês de maio e que rendeu aos vencedores do concurso ótimos prêmios e, com certeza, um dia dos namorados inesquecível. Como sempre, viemos recheados de novidades e atrações para todos os públicos. Veja em Amor ao Próximo o brilhante projeto do jornalista Vinicius Zanotti, criado para ajudar crianças carentes que sofrem com a falta de estrutura para estudos na África. Para os homens, matérias interessantíssimas poderão ser lidas sobre freios ABS, manutenção de motos e câmbios automáticos, nas páginas de automóveis. Mais a frente, as dicas de moda para as mulheres, que não deixarão de usar peças em couro e estampas em xadrez. Quando o assunto é educação, acompanhe as mudanças que os tempos modernos estão proporcionando aos alunos que, atualmente, passaram a usar os iPads dentro das salas de aula e saiba quais os benefícios trazidos aos jovens. Valorizando e proporcionando mais espaço aos talentos de nossa região, acompanhe o trabalho da artista plástica Karla Brastifck e encante-se com as obras deste talento de apenas 20 anos. A edição de saúde vai alertá-los sobre a Síndrome do Pânico e a gravidez na adolescência, assuntos polêmicos e que são de extrema importância quanto ao seu entendimento, já que afetam grande parte da população brasileira. As demais editorias estão imperdíveis e além delas, não deixe de conferir as nossas matérias exclusivas que podem ser assistidas em nosso canal no Youtube, bem como em nosso site na sessão Q! Tv. São reportagens com o melhor de telejornalismo, para que você possa ficar por dentro das novidades em nossa região e acontecimentos recentes. É novidade que não acaba mais. Fiquem atentos a nossa página no Facebook e Twitter, participem de nossas campanhas e continuem antenados em nosso site!

CRESCENDO COM O INTERIOR! e valorizando os profissionais da nossa cidade

AUDITORIA CREDIBILIDADE E CONFIANÇA

Auditoria feita da edição 25 para a confirmação da quantidade de (15.000 exemplares) realizada e aprovada no dia 10 de Abril de 2012 pela anunciante Najara Louzada da empresa:

David Benedetti | Renato Antonio | Patrick Fernandes

FOTOGRAFIA

Isabella Rocha | Lucimara Benedetti Márcia Almeida • Tel. 11 4524.0260

REVISÃO

Camila Pelisson • Cel. 11 6473-0278

PUBLICIDADE / VENDAS

Lucimara Benedetti • Ce.l. (11) 9848.7950 Sol Alves • Ce.l. (11) 7845.0708 Cassia Fernandes • Ce.l. (11) 9808.7207 Talita Silva • (11) 9865-6157

MARKETING

Isabella Rocha | marketing@qrevista.com.br

ASSISTENTE ADMINISTRATIVA Letícia Lima

COLABORADORES

Ana Paula Padovani | André L. Freitas | Edgar Bruno Torres | Edson Barreto | Fernanda C. Marques | José A. Benedetti | Maiara Lima | Mariana Gallo Roberta de Sá | Saulinho Grilo

IMPRESSÃO E ACABAMENTO

Editora Grilo • (11) 4524.1124 graficagrilo.com.br • 21.000 exemplares

ASSESSORIA JURÍDICA

Alvaro Bortolossi • OAB/SP 106.885 | Washington Bortolossi • OAB/SP 223.235 • Rua Orminda Mani Leoni, 63 • Bairro do Engenho • Tel.: 4524-0804 • wbortolossi@gmail.com

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

Os conceitos emitidos nos artigos assinados são de total responsabilidade de seus autores e não se referem necessariamente à opinião da Q! Revista. O conteúdo dos anúncios publicados na Q! Revista é de total responsabilidade dos anunciantes. É proibida qualquer reprodução das matérias, fotos e ilustrações sem a prévia autorização

PARA ANUNCIAR NA Q! REVISTA

Tel. (11) 4534.0519 ID 14*555*064

Rua Aristides Lobo, 237 • Centro CEP 13250-380 • Itatiba • SP contato@qrevista.com.br www.qrevista.com.br Taxa anual para entrega em domicílio: R$36,00

FOTO DE CAPA Divulgação

22 PRÊMIOS

DESTAQUE EMPRESARIAL

A tiragem desta edição é de

21.000 exemplares AUDITADA POR

Tel.: 11 4534-3744 a.s.distribuicao@hotmail.com.br Rua Coronel Camilo Pires, 144 - Centro - Itatiba - SP Você leitor e anunciante que quiser participar da auditoria para a próxima edição, entre em contato.

A Q! Revista é uma publicação bimestral da:

EDITORA

Q Revista Ltda.


SUMÁRIO AMOR AO PRÓXIMO

18

GASTRONOMIA

30

32

CAPA

45

46

MODA

50

52

CUIDE BEM DA SUA PELE

ECONOMIA

72 TECNOLOGIA

ESCRITÓRIOS MODERNOS

82 APOSENTADORIAS E REVISÕES

PERFIL

CASA E DECORAÇÃO

86

54 JEANS

CULTURA

BELEZA

66

48 VAL MARCHIORI

TURISMO

PUBLICIDADE & MARKETING

PERGUNTAS CERTAS

38 FUJA DA ROTINA

SAÚDE

MÚSICA

BANDA UTI

24 VEÍCULOS

BICHOS

BEM ESTAR

CIGARROS

IMOBILIÁRIAS

VEÍCULOS

14 ESCOLA DE BAMBU

106

102 EDUCAÇÃO

110 VANDERLEI MIGUEL DA SILVA


WWW.QREVISTA.COM.BR

JUNHO/JULHO2012 13


AMOR AO PRÓXIMO

ESCOLA DE BAMBU FOTOS VINICIUS ZANOTTI

VISANDO UMA MELHOR QUALIDADE DE VIDA PARA MORADORES DA LIBÉRIA, JORNALISTA CRIA DOCUMENTÁRIO E DESENVOLVE PROJETO SOCIAL NO BRASIL. POR LIONARA BIRON

F

ormado pela PUC de Campinas, o jornalista Vinicius Zanotti, que também trabalha com televisão e vídeo, desenvolveu um projeto social e documentário, intitulado “Escola de Bambu”, que tem o objetivo de melhorar a vida de centenas de crianças que vivem na Libéria, oeste da África, para fazer com que elas tenham uma educação melhor, começando com a construção de uma escola feita a base de bambu. A iniciativa, que teve início em 2010, conta com a ajuda e participação dos brasileiros que tenham a mesma vontade de contribuir com o desenvolvimento da Libéria. Acompanhe a entrevista da Q! com o jornalista: : Você esteve recentemente na África e lá rodou um documentário. Sobre o que se trata? Estive no ano passado na Libéria, país do oeste africano que foi devastado por uma Guerra civil entre 1989 e 2003. Neste país conheci uma das pessoas mais fantásticas que encontrei até hoje, o Sabato Neufville. Ele tem 34 anos, adotou 9 crianças órfãs de guerra e, apesar de receber apenas U$ 800, financia uma escola para 150 crianças, e promove atividades de música e teatro em outras duas localidades. Certamente, o trabalho que ele tem feito pelo United Youth Movement Against Violence atende pelo menos 1.000 crianças diretamente. Diante desta situação, decidi que tentaria de alguma forma ajudá-los. Foi aí que surgiu a ideia de gravar o documentário “Escola de bambu”, e mostrar a realidade desta escola mantida por Sabato. Uma escola que ele próprio construiu com bambus e repassa U$ 10 para cada um dos quatro professores.

: Quando e como surgiu a ideia de realizar este trabalho? A ideia surgiu na Libéria mesmo, após ver as necessidades da comunidade e saber que a melhora se dará por projetos Internacionais, já que hoje a Libéria ocupa a 163˚ posição no IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) do mundo, e está entre os 5 países com menor IDH do Mundo! Apenas ajuda séria e internacional será possível para colocar a Libéria no caminho do desenvolvimento humano. : Agora, no Brasil, você continua com algum projeto referente a este trabalho anterior? Certamente. É no Brasil que estamos operando a campanha para a arrecadação do valor necessário para construir esta escola. Até mesmo pela condição do nosso clima, temos tecnologia de desenvolvimento que podem ser facilmente adaptadas na África e por isso a importância do

Brasil em colaborar com este continente, que faz parte de nossa história e permanece esquecido aos olhos mundiais. : Planeja voltar à África? Mas é claro! Para este projeto iremos pelo menos mais 2 vezes. Uma para organizar a entrada de nossos produtos e o planejamento da construção, e a outra, que realmente será para construir esta escola, na companhia do arquiteto e construtor da escola. : Sabemos que iniciativas como esta são trabalhosas de se desenvolver e em algumas ocasiões acabam não dando certo. Você em algum momento pensou em desistir? Existem diversos momentos de dificuldade, mas não diria que é o tempo de desistir, ainda. : Quem quiser conhecer um pouco mais sobre o seu trabalho ou adquirir o documentário, deve entrar em contato por qual site, e-mail ou telefone? Pode acessar nosso site: www.escoladebambu.com ou escrever para o email bambooschooldoc@gmail.com : Para terminar, gostaria de saber um pouco mais sobre você, sua formação, quais são seus novos projetos e objetivos para o futuro. Sou formado em jornalismo pela PUC Campinas em 2007. Trabalho há 7 anos com televisão e vídeo. No Brasil, trabalhei no SBT de Campinas e na Irlanda no canal TG4. Dirigi outros dois documentários, “Eles não vão à Daslu”, e “O vendedor de balas” e tenho realizado consultorias e produções na área audiovisual. Meu projeto hoje é de construir esta escola na Libéria, assim como meu principal objetivo.

PROJETO DIVULGAÇÃO

: Qual o seu objetivo com o documentário? Quem pode ter acesso a ele? O objetivo do documentário é chamar a atenção para a problemática liberiana e tentar, de certa forma,

solucionar alguns problemas da comunidade de Fendell. Esta comunidade não possui energia elétrica, saneamento ou sistema de captação e armazenamento de água. Munido com estas informações, o amigo e arquiteto André Dalbó criou o projeto arquitetônico “Escola de Bambu”, orçado em R$ 334.117, valor muito abaixo das escolas brasileiras construídas com concreto, cujo orçamento fica em torno de R$ 2 milhões. O nosso projeto conseguirá resolver todas estas problemáticas da comunidade. Quem quiser ter acesso ao documentário, pode acompanhar nossas exibições ou adquiri-lo pela internet no www. escoladebambu.com - sendo que todo o dinheiro arrecadado com a venda deste documentário e de todos os nossos produtos vai ser revertido para a construção desta nova escola para os liberianos.

14 WWW.QREVISTA.COM.BR

JUNHO/JULHO2012


A

campanha Q! Namorados aconteceu durante todo o mês de maio e, através da nossa página no Facebook, classificou os 10 casais com as fotos mais “curtidas” pelo público da revista e amigos dos participantes. Os casais classificados foram convidados para um coquetel romântico na Panificadora Pão Sabor e participaram de um jogo de perguntas e respostas sobre afinidades. O casal com a maior sintonia, Daniele e Jorge, levou os seguintes prêmios: vale-compras da Script para ela, vale-compras da Lui para ele e um jantar especial no restaurante Estância Grill. O segundo casal que demonstrou mais afinidade, Luana e Ronaldo, levou um dia de beleza com tratamentos e massagem do salão Star Beauty. Os terceiros colocados, Juliana e Lucas, ganharam um vale-compras para cada um na loja K Store. O quarto casal, Priscila e Vitor, levou um kit romântico da loja Super Bonita. O clima de romance no evento Q! Namorados foi intenso e, além dos quatro primeiros colocados, todos os demais casais ganharam uma foto de estúdio do Edson Foto e um lindo buquê de flores da Kéka Flores.

Agradecemos a participação dos casais e o apoio das lojas. Desejamos a todos um Feliz Dia dos Namorados!

1º) Daniele e Jorge 2º) Ronaldo e Luana 3º) Lucas e Juliana

4º) Priscila e Victor 5º) Alvaro e Amanda 6º) Camila e Henrique

7º) Giovana e Teles

16 WWW.QREVISTA.COM.BR

8º) Mariani e Deivis

9º) Mayra e João

JUNHO/JULHO2012


BICHOS

em animais

DRA. THAÍS APARECIDA PEREIRA ACUPUNTURISTA VETERINÁRIA

FOTOS LIONARA BIRON

Acupuntura

COMO A TÉCNICA CHINESA PODE AUXILIAR NA RECUPERAÇÃO DO SEU BICHINHO DE ESTIMAÇÃO? POR LIONARA BIRON

A

acupuntura, um método terapêutico da medicina chinesa aplicada em seres humanos há mais de cinco mil anos, é aplicada também em animais e, através da energia, restaura o equilíbrio da saúde e do corpo. A veterinária Thaís Pereira atua no campo da acupuntura em animais desde 2010 e conta que a técnica uti18 WWW.QREVISTA.COM.BR

lizada nos animais é basicamente a mesma aplicada nos humanos. “Cada sessão dura entre 20 a 40 minutos, dependendo de cada paciente. No começo as sessões variam entre 1 a 2 vezes por semana, mas depende do quadro e da gravidade da patologia. A duração do tratamento vai depender muito da patologia do

animal, sendo necessárias entre 4 a 8 sessões para avaliação da resposta individual de cada paciente. Após o tratamento pode ser feito um controle quinzenal ou mensal, variando sempre de animal para animal”, é o que afirma a veterinária. Os casos mais comuns, onde a acupuntura é ativamente aplicada, segundo Thaís, são: Neurologia: Sequelas de cinomose, paralisias de face e membros por lesões nervosas centrais ou periféricas, epilepsia. Aparelho locomotor: Patologias do disco intervertebral, espondiloses (bico-de-papagaio), artrite e artrose (muito comuns em animais idosos), displasia coxo-femoral e de cotovelo. Outros: Processos crônicos e agudos de dor por diferentes causas, sendo indicada, inclusive, para neoplasias, para amenizar o sofrimento e proporcionar o bem estar do animal, pois além de promover analgesia, a terapia estimula o sistema imune e pode ser usada em associação ao tratamento convencional. Antes, durante e depois de cada sessão de acupuntura o ideal é não alimentar o animal no máximo duas horas antes do tratamento começar, manter próximo do bichinho um membro da família ou alguém que o deixe confortável durante as aplicações e não molhar o animal no término das sessões. Nos casos mais extremos, manter determinados cuidados com o

cachorro é fundamental para que as fraturas não ocorram novamente. “Limitar acesso a sofás, cama e escadas, evitar o sedentarismo do animal e manter frequentemente a fisioterapia e exercícios físicos são importantes na recuperação”, comenta Thaís. Vale lembrar que junto com as agulhas atua também a medicina complementar, ou seja, o uso de medicamentos receitados pelo veterinário e que deve ter um tempo máximo determinado, pois o uso contínuo prolongado de remédios faz com que o animal crie anticorpos e o medicamento pare de fazer efeito. A acupuntura animal não se limita somente aos cachorros. Esta é muito aplicada em equinos, felinos e qualquer outro animal. No caso dos bichos mais ferozes, a veterinária diz “É possível utilizar algumas técnicas para a estimulação dos pontos de acupuntura em cães de temperamento agressivo, como, por exemplo, o Hai-Hua (acupuntura sem agulhas), laser, moxabustão, acupressão e a fitoterapia, tudo para tentarmos chegar a um bom resultado. Apenas em último caso o animal poderá ser tranquilizado, mas a maioria aceita as diversas técnicas de estimulação’’, conclui Thaís. SERVIÇO: DRA. THAÍS APARECIDA PEREIRA ACUPUNTURISTA VETERINÁRIA CONTATO: (11) 7092 1053 / (19) 8239 1063 THAIS.PEREIRA@MSN.COM

JUNHO/JULHO2012


WWW.QREVISTA.COM.BR

JUNHO/JULHO2012 19


BICHOS

Aprenda como e monte um aquário em casa FOTOS DIVULGAÇÃO

FÁCEIS DE CUIDAR, OS PEIXES ALEGRAM O AMBIENTE E AMENIZAM QUALQUER DIA ESTRESSANTE POR LIONARA BIRON

T

er um animalzinho de estimação não se limita somente em cuidar de um cachorro ou gato. Os peixes, além de super tranquilos, são, em sua maioria, dóceis e super fáceis de cuidar. Quem deseja montar um aquário em casa não precisa necessariamente seguir alguma regra, basta apenas tomar algumas decisões e adquirir este, que é tão companheiro quanto os demais animais. “Para quem quer ter um aquário em casa, fica difícil especificar o que ela deve fazer e quando ela deve fazer. O ideal é que a pessoa venha até a loja, conheça as espécies que oferecemos, a partir daí ver qual peixe mais a agrada e consecutivamente, o material que será necessário para mantê-lo. Existe também uma comparação de espécies para que, quando o cliente desejar adquirir mais de uma espécie, não ocasione conflitos entre eles. Sobretudo, tentamos verificar o que de fato o cliente deseja para que possamos seguir a vontade dele. O difícil mesmo é a gente tentar ditar uma regra, pois tudo vai de acordo com o perfil de cada um que nos procura”, diz Francklin Camara, proprietário do ramo. Para aqueles que praticamente não param em casa, não é possível indicar uma espécie que seja mais fácil de cuidar ou que exija menos atenção. O que se costuma fazer nestes casos é adequar os equipamentos que formam os aquários ao ritmo 20 WWW.QREVISTA.COM.BR

de vida de cada cliente. “O mercado oferece hoje várias peças e equipamentos que podem ajudar o cliente a manter o aquário limpo, os peixes alimentados e a manutenção sendo feita. Quando os clientes vêm até nós e procuram soluções, também tentamos entender o motivo pelo qual o proprietário está nos procurando e qual a complicação que o mesmo está tendo em relação à espécie. Depois de tiradas as dúvidas, fica mais fácil adequar o aquário de acordo com as condições e tempo que o cliente tem”, ressalta. Quem gosta de diferenciar e acaba optando por uma espécie exótica, deve sempre procurar estabelecimentos regularizados, como é o caso da Mascote & Aquarium em Jundiaí. “Aqui, todos os peixes vêm para mim e são vendidos com nota fiscal e, para as espécies diferenciadas, o documento de autorização para cuidar e comercializar a espécie existe aqui na loja e faz com que o cliente não tenha nenhum problema ao levar um novo mascote para casa”, afirma Francklin. A manutenção dos aquários deve ser feita de acordo com o tipo de peixe criado e a situação do próprio aquário. Em lojas especializadas, existe um serviço de manutenção onde o próprio estabelecimento disponibiliza profissionais credenciados que vão até as residências para tratar destes bichinhos e

também do local onde eles vivem. É importante ressaltar que os peixes, juntamente com o aquário, não são peças de decoração. O aquário nada mais é que um espaço, devidamente equipado, para que os peixes possam viver. Assim como os demais animais, ficar perto deles diariamente acalma e distrai. “É imprescindível o fato de que peixe não é objeto de decoração. Quem tem um ou mais, deve cuidar e usá-los, mas usá-los de que forma? Bom, chegou estressado do trabalho ou não teve um dia ruim? Tira uns 15 minutos diários para ficar do lado do aquário; com certeza vai melhorar o seu dia e o seu humor”, completa. Rápido, fácil e muitas vezes com preços que cabem em todos os bolsos, ter um aquário em casa ou no ambiente de trabalho faz toda a diferença! SERVIÇO MASCOTE & AQUARIUM

RUA DO RETIRO, 617 - ANHANGABAÚ, JUNDIAÍ – SP CONTATO: (11) 4521-3955 / (11) 4805-1855 WWW.MASCOTEAQUARIUM.COM.BR

JUNHO/JULHO2012


WWW.QREVISTA.COM.BR

JUNHO/JULHO2012 21


ESPORTE

JOGADORES X LESÕES

em campo

PARA SE MANTER FIRME DURANTE UMA PARTIDA, O JOGADOR PRECISA IR ALÉM DAS TÁTICAS DE JOGO POR LIONARA BIRON

Q

uando assistimos a uma partida de futebol vemos os jogadores e, a primeira vista, parece simples a atividade de um atleta dentro do campo. Mas, para a surpresa de muitos, a hora de “fazer bonito”, começa fora das partidas, muito antes do jogo ter início. Assim como em qualquer outro esporte, os jogadores acabam sofrendo lesões, que podem ser pequenas ou permanentes, e posteriormente precisam de remédios, fisioterapias e claro, um bom tempo de afastamento. Segundo Rafael Antônio Casão, fisioterapeuta do time Paulista de Jundiaí, estes acidentes ocorrem graças a não prevenção com a prática de alongamentos e preparo da musculatura. “Antes das avaliações de jogo, o atleta precisa passar pela avaliação de um fisioterapeuta, que fará o trabalho de aquecimento, alongamento e proteção das articulações”, afirma Rafael. Aquecer e preparar o corpo em média 30 minutos antes das partidas evita 70% das lesões não traumáticas. Outro fator importantíssimo para o bem estar dos profissionais é a alimentação que deve ser balanceada. “São 3 as categorias que fazem de um atleta, saudável.

22 WWW.QREVISTA.COM.BR

Tudo começa com a preparação, alimentação e o repouso. É importante ressaltar que cada pessoa precisa de uma preparação específica, ou seja, diferenciada. Para tanto, a dieta vai muito de acordo com o tipo físico do jogador e vai fazer com que este perca peso ou ganhe massa.”, afirma Rafael. Fazer alguns movimentos em casa, como os alongamentos, também ajuda bastante, mas é fundamental que o jogador esteja sempre acompanhado de um profissional da saúde. Lesões de menor intensidade (chamado de quadro não grave), que ocorrem durante uma partida de futebol, podem ser tratadas em campo e o jogador pode continuar no jogo, caso contrário, o mesmo deve sair imediatamente do cenário da partida e se direcionar para o hospital mais próximo. “A vida dentro e fora dos estádios é o que determina a preparação de um atleta”, é o que afirma o preparador físico do Paulista, Dejair Ferreira. Evitar saídas noturnas, excesso de bebidas alcoólicas e manter uma boa noite de sono são fatores que influenciam muito no desenvolvimento de um atleta durante todo o período

de competição. Dejair também diz que: “O treinamento é importante, mas em cima disso é necessário fazer a manutenção da musculação, pois isso também evita as lesões dentro de campo”. A chamada Pré-temporada é indispensável para todo e qualquer atleta, pois é nesse período que os jogadores serão treinados, todos por igual, e passarão por um processo preparatório onde são feitas as avaliações, a preparação muscular, dieta e exercícios de recuperação. Posteriormente, com o término dos jogos, os atletas precisam de repouso e claro, voltar para o processo de pré-temporada. Dentro de campo, durante um jogo, é quase impossível evitar uma queda ou torcer a perna, mas seguir as regras e preparar o corpo com antecedência é sem dúvida primordial. Os exemplos citados acima servem também para os jogadores de final de semana, ou seja, para aqueles que não dispensam uma partidinha no domingo à tarde, pois mesmo este é um atleta e precisa tomar um cuidado extra para não ficar de cama no restante da semana.

JUNHO/JULHO2012


ESPORTE

SLACKLINE

EQUILÍBRIO E DIVERSÃO NA CORDA BAMBA DO ESPORTE POR MAIARA LIMA

O

riginado nos anos 80 por escaladores, o slackline, que significa ‘linha folgada’ chegou ao Brasil há cerca de cinco anos, mas somente no início de 2012 se tornou febre dos esportistas no verão por misturar equilíbrio, diversão e esforço físico em ambientes ao ar livre ou em espaços fechados. Com a estrutura montada geralmente em árvores ou em duas catracas, o slackline consiste em andar sobre uma fita de nylon estreita e flexível a uma altura de 30 cm do chão praticando o equilíbrio e com o tempo alguns saltos e manobras inusitadas. Para o representante comercial Leandro Schincariol Arrelaro, que descobriu o esporte no ano passado através de vídeos na internet, o slackline não tem restrições e pode ser praticado por qualquer pessoa. “Com alguns movimentos e posições

WWW.QREVISTA.COM.BR

básicas facilita muito a evolução em cima da fita. Basicamente, você deve manter os braços erguidos acima da cabeça, com a postura bem ereta e pernas levemente flexionadas, o que facilita muito para se equilibrar. Eu desconheço alguém que não possa praticar o esporte, desde que um médico não o proíba de atividades de muito esforço físico.” O esporte envolve equilíbrio e concentração, pode ser praticado ao ar livre ou em ambientes fechados e hoje em dia, com o crescimento do slackline, já são vendidos kits com o equipamento necessário para a prática do esporte. “Com um kit que envolve uma fita de normalmente 15 metros, uma catraca, protetores de árvores e duas arvores resistentes, você já pode praticar. Com uma forma diferente de montagem, também é possível montar o equipamento

com auxílio de mosquetões e outros equipamentos de alpinismo”, explica Leandro. Atualmente a modalidade possui diferentes modalidades de acordo com a altura da fita e do local de prática: TRICKLINE: é a modalidade mais comum de freestyle, na qual o praticante cria e executa manobras de alta dificuldade com a fita em uma altura de até 1,5m e de 13 a 15m de distância. LONGLINE: é a modalidade - como o próprio nome em inglês sugere – que usa distâncias longas partindo de 30 metros. HIGHLINE: é a forma mais radical do slackline, que envolve muitos equipamentos de segurança por ser praticado sempre em alturas superiores a 15 metros e sem limites de altitude. WATERLINE: também como o nome sugere, é a modalidade praticada em cima

d’água, como piscinas, cachoeiras, lagos, etc. Além de ser um esporte de baixo custo por usar como base a própria natureza, seus benefícios são reconhecidos em pouco tempo e já foi criada uma modalidade Yogaline, que aposta na concentração empregada nos exercícios e tem movimentos inspirados em poses de ioga. “Os benefícios são inúmeros, mas o maior deles é o físico e mental. O slackline é também um esporte aeróbico que ajuda muito a emagrecer, eu mesmo já perdi por volta de 7 kg em cinco meses”, afirma o representante comercial. SERVIÇO: LEANDRO SCHINCARIOL ARRELARO CONTATO: 11-911173176 ID 119*50358

JUNHO/JULHO2012 23


VEÍCULOS

CÂMBIOS

Automáticos UM VEÍCULO CONFORTÁVEL E FÁCIL DE PILOTAR, MAS QUE EXIGE CUIDADOS ESPECIAIS NO DIA A DIA FOTO: DIVULGAÇÃO

POR LIONARA BIRON

T

er um carro que traga mais conforto e comodidade na hora de dirigir é uma das exigências dos consumidores atuais. Os carros com câmbio automático, por exemplo, tem tido um aumento significativo nas vendas, cerca de 40% a mais quando comparado ao ano de 2010, é o que informam as concessionárias da região. Mas optar por um veículo assim faz com que o consumidor preste atenção a alguns detalhes e tome um cuidado especial com o veículo. Especialista no assunto há mais de 10 anos, o mecânico de câmbios automático Silvio Enrique de Oliveira diz que o essencial é a troca de óleo do câmbio, que deve ser feita regularmente. “Muitos consumidores nem imaginam, mas o câmbio automático precisa de cuidados minuciosos. Um destes cuidados é com o filtro de óleo, que assim como o próprio óleo, tem que ser trocado de acordo com a quilometragem correta e, de preferência, com o óleo indicado pelo fabricante. O consumidor precisa ter certeza de que o pedido da troca de óleo seja realmente realizado, pois alguns espaços não o fazem, lesando o cliente” afirma Silvio. O modo correto de parar o carro é outro item citado por Silvio, mas que muitos motoristas não conseguem respeitar. “O correto é frear o carro, puxar o freio de mão e, ao certificar-se de que o carro está mesmo parado, aí sim o condutor deve colocar a marcha na posição P”, alerta. Mantenha seu automóvel em dia com as revisões programadas sugeridas pelo fabricante. Para isto, é importante que se procure profissionais especializados, de preferência autorizados pela montadora em questão, e fique em alerta com algumas dicas de manutenção preventiva que podem indicar a necessidade da procura de uma ajuda especializada. “Quando se está com o carro em movimento, o motorista não deve, em hipótese alguma, continuar dirigindo caso perceba algum barulho ou rigidez no câmbio. É importante que o mesmo encoste o veículo e procure por um guincho com plataforma para retirar o carro do local. A alavanca do câmbio precisa de atenção, pois possui muitas peças”. Quando o assunto é a compra de carros seminovos, a dica é verificar a origem do veículo e da montadora - “Muitos compram seus carros pela aparência e, para não se arrepender depois, verifique bem o câmbio e os comandos e ao dar uma volta com o carro, preste a atenção se o veículo apresenta alguma falha na troca de marchas como trancos ou espaços vazios”-, conta Silvio. Outro item que merece atenção são os marcadores nos painéis que podem indicar possíveis problemas com o câmbio. “Antes de mexer no câmbio, vá a um especialista, pois já vi casos de clientes que acabaram estragando o seu câmbio achando que o problema estava nele, mas na verdade estava no freio ABS. Estes marcadores apontam apenas o problema, mas nem sempre costumam mostrar com clareza em qual parte o veículo precisa de ajustes”. Um dos motivos de se escolher um câmbio automático, além da praticidade, é a suavidade na condução. Ao contrário do que muitos pensam, o carro automático gasta menos gasolina em vista dos carros manuais, pois os automáticos fazem a troca das marchas no tempo certo, evitando o desperdício. Siga estas dicas, arrume as malas, e pé na estrada.

24 WWW.QREVISTA.COM.BR

JUNHO/JULHO2012 Q

revista

SERVIÇO MECÂNICA RAMI RUA JOSÉ BEDENDO, 219 VILA RAMI, JUNDIAÍ – SP CONTATO: (11) 4527-1228 RAMIAUTOMATICA@IG.COM.BR

Ainformaçãoquefica! ®


VEÍCULOS • COLUNISTA

CANSA N

ão se pode negar a determinação e a competência da coreana Hyundai, que em pouco mais de 45 anos de fundação conseguiu aproximar-se em tecnologia, qualidade e vendas das mais tradicionais e conceituadas marcas da indústria automobilística. Contudo, o absurdo volume de propagandas e a insistente comparação com as concorrentes, na maioria das vezes de forma pretensiosa, já estão próximas da saturação e até mesmo do ridículo. Nesta guerra solitária, pois os adversários simplesmente não têm interesse em reagir, já desprezam as marcas japonesas e americanas e agora estão fixados nas alemãs BMW e Mercedes Benz. Por arrogância, falta de visão ou até mesmo receio, ignoram Audi e Volkswagen, justamente as que indicarão o futuro dos carros de luxo. Apesar de todo o empenho tecnológico, com resultados ainda a serem confirmados em longo prazo, e das insistentes comparações, existem dois fatores indispensáveis neste mercado que só o tempo é capaz de gerar: tradição e imagem. Quanto à tradição, é bom lembrar que história não se inventa, acumula-se. Exceto pela Volkswagen, as outras três alemãs têm mais de 100 anos de existência e, como o tempo não para, quando a Hyundai

WWW.QREVISTA.COM.BR

PROJETISTA HÁ 35 ANOS, COM PASSAGENS PELA FORD E BRASINCA, ATUALMENTE É RESPONSÁVEL PELOS PROJETOS AUTOMOTIVOS DA QUESTTO DESIGN.

chegar a esta idade elas estarão com 155 e certamente terão evoluído ainda mais. Quanto à imagem, real valor de uma marca, parece que os estilistas da Hyundai também foram contaminados pela pretensão e estão prestes a comprometê-la pelo exagero dos traços. Os novos lançamentos impressionam no primeiro momento, mas por serem muito marcantes, tornam-se enjoativos e se vulgarizam em pouco tempo.

Caminhando no sentido oposto, a Kia Motors, montadora do mesmo grupo e que utiliza as mesmas plataformas, tem lançado automóveis muito mais discretos e elegantes, com a assinatura de Peter Schreyer, designer alemão oriundo da Audi. Com isso, suas vendas têm crescido mundialmente bem mais do que as da coirmã nos últimos anos. Os modelos Hyundai estão se tornando espa-

FOTO MÁRCIA ALMEIDA

EXAGERO

ALOYSIO COELHO

lhafatosos e típicos dos mercados emergentes, onde o automóvel representa uma conquista pessoal que precisa ser exibida a qualquer preço. Um exemplo claro é o Veloster, aquele batráquio de três portas que parece ter saído do seriado Jaspion e recentemente eleito o carro predileto do “funk ostentação”, movimento nascido na periferia de São Paulo. Aliás, Sonata, iX35 e Tucson, todos da mesma marca, também são sonhos de consumo dessa galera. Que honra! Por incômodo semelhante, a Mitsubishi interrompeu há alguns anos a importação do esportivo Eclipse e a Porsche corre o risco de ver seu caríssimo Cayenne associado aos distintos atletas do “esporte bretão”. Com o consumismo cada vez mais difundido, grandes marcas constantemente correm o risco de se verem associadas a determinados grupos e, pior ainda, terem seus produtos falsificados em larga escala para atender a novos públicos que têm o desejo, mas não os recursos financeiros necessários para adquiri-los. Raríssimos casos, como Apple e Bang & Olufsen, fabricante dinamarquesa de equipamentos de áudio e vídeo, com seus desenhos extremamente simples e discretos, estão imunes a este fenômeno. O mau gosto não suporta simplicidade.

JUNHO/JULHO2012 25


VEÍCULOS

Freios

ABS

FOTO: DIVULGAÇÃO

SAIBA QUAIS AS DIFERENÇAS E PORQUE ESTE SISTEMA É TÃO IMPORTANTE PARA A SEGURANÇA DOS MOTORISTAS POR LIONARA BIRON

26 WWW.QREVISTA.COM.BR

cem pela derrapagem dos veículos”, comenta. Com o carro nas ruas, os cuidados continuam também com a forma de dirigir. Evitar buracos, passar por cima de galhos, metais e até mesmo o barro, ajudam a tardar a manutenção dos freios. “Apesar de fazer uma grande diferença na hora de dirigir, os freios são delicados e assim como o restante do veículo, eles precisam de atenção e cuidados. Em lugares terrosos, com pedregulhos ou obstáculos em geral, é importante ter um cuidado redobrado e passar pelo menos com uma velocidade bem reduzida”, conclui Hiroshi. É sempre bom lembrar que manutenções periódicas são imprescindivelmente importantes, pois com segurança se vai longe. SERVIÇO AUTO ELÉTRICA II JAPÃO FONE/FAX (11) 4587.9308 / 4587.9018 RUA CICA, 490 - JARDIM CICA - JUNDIAÍ - SP WWW.2JAPAO.COM.BR / E-MAIL: IIJAPAO@HOTMAIL.COM

JUNHO/JULHO2012 Q

revista

N

a hora de fazer a compra de um carro novo ou usado, as avaliações costumam ser baseadas quase sempre na melhor oferta de preço. Mas o que muitos esquecem é de conferir partes importantes do veículo, como por exemplo os freios. No mercado, a maioria dos carros 0km já estão saindo de fábrica com um equipamento, nem um pouco simples diga-se de passagem, mas que vêm auxiliando muito os motoristas. O chamado freio ABS é um sistema de frenagem que evita que a roda bloqueie quando o pedal de freio é pisado fortemente, e entre em derrapagem, deixando assim o automóvel sem aderência à pista. Especialista no assunto e adepto a este item, Hiroshi Harano, proprietário da Auto Elétrica II Japão, conta como é, na prática, a diferença entre os freios ABS dos convencionais. “O freio ABS é totalmente diferenciado dos comuns. Ele é sensorizado nas 4 rodas e isso faz com que o carro, ao frear, não trave a roda completamente, evitando assim os derrapamentos. O ABS funciona com a mesma ou até mesmo uma maior eficiência que os freios convencionais, mas de forma segura e ágil, o carro para sem deslizar. Com isso, fica mais fácil controlar a direção quando se é necessário parar de imediato”, diz Hiroshi. Nos casos de veículos que saem das lojas sem este sistema, é possível fazer a instalação dos freios, mas Harano orienta: “Sinceramente, instalar os freios ABS exige grande esforço e acaba saindo muito mais caro. Para não ter problemas, o melhor mesmo é procurar um automóvel que já venha com os freios instalados, preferencialmente de fábrica”. A manutenção, por ser diferenciada e por se tratarem de sensores, acaba sendo um pouco mais cara, mas segundo Hiroshi, apesar da diferença, ainda vale a pena optar por estes sistemas de freio. “Todo o cuidado com o carro é bem vindo, independente se ele possui freios ABS ou não. De modo geral, a manutenção acaba saindo um pouco mais cara, justamente por serem manutenções de sensores, mas não é nada assustador. Com certeza ainda vale gastar um pouco mais na compra de um carro com o sistema integrado a ele, do que correr um risco maior nas estradas, pois 70% das colisões de traseiras aconte-

Ainformaçãoquefica! ®


FOTO: DIVULGAÇÃO

VEÍCULOS

Manutenção para motos

OS VEÍCULOS DE DUAS RODAS TAMBÉM MERECEM ATENÇÃO ESPECIAL

POR LIONARA BIRON

28 WWW.QREVISTA.COM.BR

daí, leve a moto em um mecânico e/ou profissional; é fundamental para que ele avalie as condições físicas e internas dela, e assim, os danos não venham a prejudicar o condutor.” “Quando nós recebemos uma moto para avaliação, já verificamos todas as partes de funcionamento e segurança, bem como peças tortas ou que estão faltando, danos, barulhos e demais itens irregulares. É fundamental que a moto passe pelas mãos de um profissional, isso porque somente ele conseguirá, detalhadamente, afirmar se a moto está pronta para andar ou não”. O dia a dia da moto merece certos cuidados com a corrente, coroa, pinhão e detalhes que, às vezes, passam batido aos olhos dos motociclistas. “Muitas vezes o condutor anda diariamente e esquece de lubrificar e esticar as correntes, por exemplo, e com isso acaba, de maneira precoce, encaminhando a moto para uma mecânica e gastando desnecessariamente”, conclui Luiz. SERVIÇO

DUAS RODAS RUA ANTONIO TOFFOLI, 171 - VILA RAMI, JUNDIAÍ – SP CONTATO: (11) 4587-7618 CONTATO@DUASRODASMULTIMARCAS.COM.BR WWW.DUASRODASMULTIMARCAS.COM.BR JUNHO/JULHO2012 Q

revista

O

s apaixonados por moto estão em todo o lugar, prova disso é a grande quantidade destes velozes veículos circulando pelas cidades do Brasil tanto para lazer quanto para trabalho. Assim como os carros, as motos precisam ter sua manutenção feita regularmente e isso independe do fato de serem novas ou seminovas. “ A manutenção das motos 0km, nós chamamos de reativação da moto. Muitas vezes elas chegam aqui sem funcionar direito e então verificamos o óleo, fluido de radiador, fluido do freio, ativamos a bateria e a colocamos para andar. Agora, quando chega uma moto usada, com 10.000km por exemplo, nós fazemos uma revisão preventiva, ou seja, examinamos freio, rolamento das rodas, bicos, parafusos soltos, verificação do motor, filtro de ar e mais. A diferença, basicamente, da revisão de uma moto nova ou semi, é esta”, comenta Luiz Carlos Gonçalves, proprietário da loja Duas Rodas em Jundiaí. Quem pratica ou apenas gosta de sair por aí com as motos de corrida, também precisa ficar atento aos períodos de manutenção, que são diferentes em tempo e proporções. “Para moto de corrida, existem algumas regras. A cada três corridas, a gente para e faz uma manutenção na moto, como reapertos, troca de óleo e todos os fluidos. São etapas bem diferentes em relação às motos convencionais”, afirma Luiz. De modo geral, o ideal é procurar um local especializado a cada 10.000km percorridos. Antes deste período são feitos pequenos ajustes e, após o período, somente ações preventivas. Para aqueles que optarem pela compra de uma moto semi, Luiz aconselha: “Repare primeiramente se essa moto já sofreu algum tipo de acidente e, a partir

Ainformaçãoquefica! ®


WWW.QREVISTA.COM.BR

JUNHO/JULHO2012 29


BEM ESTAR

TERAPEUTICA FOTO LÚ BENEDETTI

Cigarro

ROSEMEIRE DE ALMEIDA

FOTO DIVULGAÇÃO

POR LIONARA BIRON

principal motivo. Sempre há um padrão emocional que influencia. Em 90% dos meus atendimentos, o paciente não me procura para parar de fumar. Ele vem até mim através de outro problema que, inconscientemente, o faz estar no vício. Quando este paciente se conhece e aprende a amar a si mesmo, ele automaticamente deixa o cigarro por conta própria, pois entende, conscientemente, que aquilo não faz bem para o seu corpo e mente. Com isso, deduzimos que o vício vem como forma de preenchimento, que alguns buscam para suprir a necessidade de algo ou alguém”, explica Rosemaire. O cigarro tem sido retratado como o principal vilão nestes casos, mas esta forma de suprir necessidades pode vir de qualquer outro lugar. “Os vícios que uma pessoa pode adquirir são incontáveis. Existem aqueles que compram compulsivamente, que bebem, que vivem mudando a

MITOS E VERDADES SOBRE UM DOS VÍCIOS MAIS CONHECIDO PELOS BRASILEIROS

O

cigarro foi considerado por muito tempo como símbolo de status. Hoje em dia, porém, sabe-se que o cigarro é um dos piores inimigos da saúde. Várias doenças têm o fumo como uma das principais causas. Um bom exemplo é o câncer de pulmão, doença altamente fatal, em que a quantidade de cigarros fumados por dia é proporcional ao risco de se ter a doença. Isso quer dizer que, se a pessoa fuma de 1 a 9 cigarros por dia, ela tem 5 vezes mais chance de ter câncer, enquanto alguém que fume mais de 40 cigarros por dia terá uma chance 20 vezes maior que um não fumante. Para aqueles que não conseguiram fugir desse mal mas desejam recuperar a vida ativa e saudável, existem alguns tratamentos disponíveis. A terapia, sem sombra de dúvida, é um dos caminhos mais indicados nestes casos e a terapeuta Rosemeire de Almeida explica como: “

Dentro da terapia, o au30 WWW.QREVISTA.COM.BR

toconhecimento é a ferramenta utilizada para que o paciente deixe de vez o vício do fumo. Em primeiro lugar, a pessoa deve olhar para si mesma e perceber dentro dela que a recuperação e os benefícios que estão por vir dependem total e unicamente dela” , ressalta.

cor da casa e por aí vai”. Os tratamentos variam sempre de pessoa para pessoa e, felizmente os resultados tendem a ser rápidos. Em casos extremos, o paciente pode levar menos de dez meses para se recuperar. “A terapia é recomendada para todas as pessoas, isso porque, quem já está vivendo situações, doenças ou vícios, recupera-se através do conhecimento do seu íntimo. Quem não passa por estas áreas tende a ficar mais fortalecido, impedindo assim que algo o atinja de maneira direta e negativa”, conclui a terapeuta. Falar de um vício ou um problema é sempre muito delicado. O ideal é procurar um profissional qualificado que irá fazer com que você veja os caminhos e as possibilidades a sua frente e assim você verá chances, antes escondidas, para uma qualidade de vida melhor e totalmente estruturada. SERVIÇO: TERAPEUTA ROSEMEIRE DE ALMEIDA CONTATO: (11) 2434-2336 / (11) 9700-2012 TERAPEUTA@ROSEMEIREDEALMEIDA.COM

Fazer com que uma pessoa perceba a importância de seu ser no mundo é um dos desafios a serem quebrados durante as sessões de atendimento, pois segundo Rosemeire, o autoconhecimento é o melhor método de tratamento. “A dependência normalmente se inicia devido a um espelho que o indivíduo possui dentro ou fora de casa. Geralmente, em uma família onde o pai ou a mãe fuma, o filho tem uma probabilidade maior de seguir pelo mesmo caminho, mas este não é o JUNHO/JULHO2012


SAÚDE

SABRINA Mº DA SILVA NALDOS FORMADA EM PSICOLOGIA, ESPECIALISTA EM TERAPIA COGNITIVA COM CRIANÇAS, ADOLESCENTES E ADULTOS.

FOTO: LUCIANO MOMESSO

COLUNISTA

Castigo funciona? A MAIOR QUESTÃO É COMO EDUCAR E QUAIS AS ALTERNATIVAS AO CASTIGO.

C

astigo, um tema polêmico na nossa sociedade. Ouvimos muitos pais dizerem que apanharam na infância e deu “gente na vida”; outros comentam que apanharam tanto que preferem ser amigos do filho e se esbarram na permissividade. Além disso, também contamos com uma lei proibindo a palmada. Acredito que a maior questão é como educar e quais as alternativas ao castigo. Vamos imaginar uma cena típica, seu filho quebrou o brinquedo do amigo. Os dois estão chorando e discutindo sobre a culpa do ocorrido. O que é mais comum de observar: os pais ansiosos por mostrar que tomaram uma posição, não foram permissivos e rapidamente tecem um sermão sobre o que a criança fez, completando com um castigo: um mês sem brincar. A criança fica irritada, com raiva, argumentando que foi injusto. Vamos refletir: você conseguirá cumprir um mês de castigo? O que seu filho aprendeu com isso? Qual a consequência desse castigo? Qual a chance dele fazer novamente? Uma nova cena: seu filho está chorando e discutindo com o amigo sobre o brinquedo quebrado. Você acalma as crianças e pergunta o que houve. Provavelmente será um momento de acusações mútuas. Mantenha a calma, o tom de voz e pontue que o amigo está triste, pois quebrou seu brinquedo. Pergunte como podem resolver essa questão. Deixe que a criança dê a solução, pode ser dar outro brinquedo para o amigo, dar um brinquedo próprio no lugar, usar o dinheiro da mesada para comprar outro, levar para o conserto, enfim, ajude seu filho a solucionar 32 WWW.QREVISTA.COM.BR

o impasse de maneira construtiva. Elogie seu filho pela coragem de consertar seu erro, pois é preciso muita coragem para isso. Seja firme para cumprir o combinado, não vale ficar com pena e não descontar da mesada, por exemplo. Percebem que nesse segundo caso há uma consequência direta, quebrou o brinquedo do amigo e a correção do erro. O que você está ensinando ao seu filho? Quais valores estão sendo trabalhados nessa situação? Qual o seu papel enquanto pai nesse impasse? É possível que ele aplique isso em outras situações da vida? Tenham certeza que vocês, pais, estarão trabalhando valores como honestidade, perdão, consequência, dignidade, coerência, amizade e exemplo, em seu filho. Isso é para toda a vida! Fica uma dica que pode orientá-los nessa alternativa ao castigo: Mostre a seu filho como ser útil; expresse sua desaprovação, sem criticar o caráter; fale sobre suas expectativas; ensine seu filho como retratar-se; dê opções; tome uma atitude; e permita que seus filhos experimentem as consequências de suas ações (Faber & Mazlish, 2003). Não é fácil o desafio de educar uma criança nos dias atuais, porém o exemplo, a verdade e a reflexão são fundamentais para crianças e adolescentes dessa geração. Eles precisam entender o motivo, a lógica, a consequência, isso é muito positivo para o futuro do nosso país. Lembrem-se de que não precisamos saber tudo, ter respostas para tudo; precisamos ter a coragem de ouvir nossas crianças e pensar juntos! Eles irão nos surpreender! Um ótimo mês para todos! Abraços.

SABRINA Mº DA SILVA NALDOS PSICÓLOGA - CRP 06-90473 RUA PIZZA E ALMEIDA, 452 - SL. 24 ED. OFFICE TOWER - ITATIBA SP TEL.: (11) 4594-5384 / 82015403 SABRINA.PSICOLOGIA@UOL.COM.BR JUNHO/JULHO2012


SAÚDE # BEM ESTAR

Odontologia Moderna

FOCO EM PREVENÇÃO EVITA TRATAMENTOS INVASIVOS E AUMENTA A AUTOESTIMA DOS PACIENTES

POR MAIARA LIMA

C

om uma premissa diferente da odontologia tradicional, a odontologia moderna traz uma nova consciência com o controle de riscos através de tratamentos preventivos. Aliada aos avanços da tecnologia, a odontologia moderna é a aposta dos profissionais da área, pois evita a necessidade de futuros tratamentos invasivos e assegura a sua saúde bucal trazendo inúmeros benefícios, não só para a sua saúde, mas também para a sua vida. As novidades na área, como o check-up preventivo digital, que captura imagens por meio de uma câmera intra-oral de alta definição e permite que o profissional analise detalhadamente a boca e os dentes, e o check-up preventivo hallitus, que usa o sintoma do mau hálito ou halitose para descobrir se há algum desequilíbrio no organismo, são apenas alguns exemplos dessa nova forma de atuar na odontologia. O objetivo

WWW.QREVISTA.COM.BR

é evitar que os pacientes procurem um especialista apenas quando já estão com um problema instalado e incentivar os tratamentos de prevenção que garantem uma vida sem dor e, quando possível, também sem doenças. “Nos meus 16 anos de experiência profissional nunca me senti tão motivado em poder oferecer serviços que realmente são capazes de proporcionar um completo bem estar e controle aos meus clientes; procedimentos que focam ‘o evitar’ ao invés de somente tratar doenças e resultam no equilíbrio completo de sua saúde bucal, que está diretamente ligada à saúde geral do seu organismo. É por isso que acredito e pratico com satisfação a odontologia moderna, pois o importante não é apenas viver muito, e sim viver muito e bem, com saúde, seja para você, sua família ou seus funcionários”, ressalta o Especialista e Gestor de saúde

oral, Marco Aurélio Rela. Além de monitorar a saúde do paciente com diversos tratamentos específicos, essa prática também potencializa os efeitos positivos na vida dos clientes, pois permite que se sintam mais a vontade ao sorrir e se relacionar, seja no meio profissional ou até mesmo em casa. “Depois que conheci esse consultório minha autoestima subiu lá em cima, minha boca, meu sorriso é outro. Sem falar nos materiais usados que são de primeira e os cursos que a equipe vive fazendo, sempre muito atualizados. Prezo muito pela minha saúde física, mental e bucal e minha boca agradece todos os dias”, afirma Nilza Bortolozzo. Quem quiser saber mais sobre a odontologia moderna pode agendar uma consulta de orientação gratuita na Audace -Saúde e Prevenção Bucal e tirar dúvidas sobre tratamentos e serviços oferecidos.

JUNHO/JULHO2012 33


SAÚDE

DO PÂNICO

PSIQUIATRA NA CLINICA ESPAÇO VIVER SAÚDE E EDUCAÇÃO

FOTO: ARQUIVO PESSOAL

SÍNDROME

DR. MARCO ANTONIO ABUD TORQUARTO

ENTENDA O QUE É E SAIBA COMO TRATAR POR LIONARA BIRON

M

uito comum nos dias atuais, a Síndrome do Pânico costuma afetar jovens e adultos de diversas idades. Para que você possa entender claramente como essa doença nos atinge e suas formas de cura, acompanhe a entrevista com o Psiquiatra Marco A. Abud Torquarto que foi concedida a Q! - O que caracteriza a Síndrome do Pânico? MA - O principal elemento da Síndrome do Pânico é a crise de pânico. Esta crise é formada por um medo muito intenso, uma ansiedade que aparece subitamente em um momento inesperado e costuma atingir o ápice da crise entre cinco e dez minutos e dura no máximo meia hora para passar. A crise de pânico vem acompanhada de muitos sintomas físicos como palpitação, falta de ar, sensação de sufocamento, náuseas, alterações intestinais, dores de estômago e costuma ouvir pensamentos catastróficos. Isso ocorre porque a crise é muito intensa e como acontece inesperadamente, a pessoa costuma acreditar que está tendo um ataque cardíaco ou até mesmo que vai vir a óbito. Quando a pessoa tiver uma ou mais crises e no intervalo sofrer alguma alteração física ou até mesmo psicológica, achando que vai enlouquecer, por exemplo, ela já pode considerar estar tendo uma Síndrome ou Transtorno de Pânico, como também é chamando.

- Doutor, quem pode ser atingido pelo Transtorno de Pânico? MA - A Síndrome ou Transtorno de Pânico pode atingir qualquer pessoa, mais comumente mulheres de 20 a 30 anos. Pode vir a ocorrer também na infância ou adolescência e tende a ser sempre muito rápido, podendo acontecer até mesmo durante o sono. Fatores biológicos e genéticos podem ajudar no desencadeamento da doença. Personalidade e traumas que envolvem a vida de uma pessoa também são itens a serem considerados, mas que são descobertos normalmente, ao longo do tratamento. - Como as pessoas que são vítimas da Síndrome do Pânico podem se colocar diante da sociedade sem sofrer com o preconceito? MA - Na verdade, em qualquer transtorno psiquiátrico existe esse preconceito, mas os transtornos psiquiátricos são doenças médicas como qualquer outra e não deveriam ter todo este estig34 WWW.QREVISTA.COM.BR

ma. Quem sofre e está fazendo um tratamento, não precisa necessariamente contar aos colegas de trabalho, por exemplo, que está frequentando uma clínica. É importante ter o apoio da família e o paciente deve ter em mente que o que ele tem é algo absolutamente tratável e tem cura em praticamente todos os casos. É importante ressaltar que, quando se vê o início do transtorno, a pessoa deve procurar ajuda para que as crises não se tornem crônicas ao longo da vida. Além do mais, sabemos que quem não procura tratamento tem muito mais chances de se tornar incapacitada para o trabalho, desenvolver dependência de drogas como álcool, que costumam “aliviar” a ansiedade e até mesmo pensar em suicídio. O ideal é que a pessoa procure, sem dúvida, um trabalho especializado. - Como é feito o tratamento? MA - O tratamento é feito de diversas formas, sendo duas as principais: Medicamentoso e acompanhamento de psicoterapia. Dependendo da gravidade, podemos aplicar um ou outro e até mesmo os dois. O ideal, que sabemos dar mais resultado, é o tratamento combinado, ou seja, que envolve a medicação e também a terapia. Isso não quer dizer que todos os pacientes devam usar medicações. Em casos leves, conforme a preferência do paciente, este pode fazer apenas a terapia e a partir daí ficamos apenas observando para ver se existe uma evolução positiva de recuperação. Já o tratamento com remédio é feitos com antidepressivos e isso não indica que o paciente precisa ter depressão. O nome antidepressivo é usado porque foi este o motivo de sua descoberta, mas estes medicamentos não servem somente para isso. O objetivo é que a pessoa esteja totalmente recuperada e isso acontece em 90% dos casos que são tratados apenas com remédio. Varia muito de pessoa para pessoa, mas de modo geral os tratamentos são feitos de seis meses a um ano. SERVIÇO DR. MARCO ANTONIO ABUD TORQUARTO CRM 129.339 SP ATENDE NA CLÍNICA ESPAÇO VIVER SAÚDE E EDUCAÇÃO RUA SANTO ANTÔNIO, 508 - BAIRRO STO. ANTÔNIO - ITATIBA – SP CONTATO: MARCOABUD@TERRA.COM.BR TEL.: (11) 4538.5604

JUNHO/JULHO2012


WWW.QREVISTA.COM.BR

JUNHO/JULHO2012 35


FOTO: DIVULGAÇÃO

SAÚDE

GRAVIDEZ NA ADOLESCÊNCIA

DE QUEM É A CULPA? POR MAIARA LIMA

E

m pleno ano 2012, em que tanto se discute sobre a democratização da informação, falar sobre gravidez na adolescência poderia ser um tema ultrapassado, entretanto, dados do Ministério da Saúde revelam que em 2000, 27% dos partos realizados pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em todo o país envolveram gestantes com idade inferior a 19 anos. Nos anos seguintes a porcentagem das crianças que nasceram e nascem no Brasil filhas de adolescentes se manteve em cerca de 20%. Mas afinal, de quem é a culpa? Em conversa com o ginecologista e obstetra José Claudio Fernandes, o médico afirma que neste caso três pontos devem ser avaliados. O primeiro deles é um dado a respeito do atual comportamento destas jovens, o qual o ginecologista pretende criar um estudo a respeito; segundo o médico, atualmente a gravidez na adolescência deixou de ser exclusivamente decorrente de acidentes com métodos contraceptivos ou por irresponsabilidade do casal e é consentida por essas adolescentes. “Hoje o que eu acompanho é que a gravidez é consentida por essas jovens, elas querem engravidar, como se fosse a maior prova de amor que elas poderiam dar. Elas acreditam que o relacionamento é eterno e como a questão da virgindade está banalizada e não existe mais a primeira vez como prova de amor, passou a ser a gravidez. O mundo pode ter mudado, mas a natureza feminina não. Essas jovens continuam a ter essa facilidade para se apaixonar nesta faixa etária (como na idolatria por artistas ou celebridades) e acreditam que o namorado é o último homem da vida delas. Em média, das pacientes que atendo em UBS, a cada 10 garotas 3 estão grávidas, isso na faixa etária abaixo de 16 anos, sendo que já cheguei atender menina de 12 anos grávida,” conta o ginecologista. Segundo Claudio, outro ponto primordial é a questão da cultura familiar. “Atualmente, as mães dessas meninas também já aceitam com mais facilidade essa gravidez, já sabem que vão acabar cuidando dessa criança e aceitam. A gravidez não é mais tabu dentro de casa, o que traz uma “segurança” para a garota pensar em engravidar. É por isso que a formação familiar é imensamente importante, é preciso que haja uma preparo para a primeira relação, não só no caso da responsabilidade, mas porque é como a garota vai encarar a vida sexual a partir daí. Eu sou contra interromper qualquer gravidez, por isso a importância de prevenir que ela aconteça em uma idade em que 36 WWW.QREVISTA.COM.BR

a adolescente não tem preparo nem físico, nem emocional. A sexualidade independe da faixa etária ou das transformações e mudanças hormonais femininas, mas não precisa chegar à gravidez”, ressalta. O terceiro dado que o ginecologista chama atenção é para o fato de que, em sua maioria, os parceiros ou namorados destas adolescentes são maiores de idade. “Nos casos que acompanho, a grande parte dos namorados das adolescentes são maiores de idade e não existe qualquer tipo de controle sobre eles. Não foi a sexualidade que explodiu, foi a gravidez e porque ninguém está preocupado com este adulto, que em quase todos os casos, abandona a adolescente grávida? Na minha opinião, deveria existir alguma punição para quem engravida e abandona, porque pagar pensão é muito fácil, mas a cicatriz que fica na vida da criança não vai sumir nunca”, aponta Claudio. Hoje, ciente da vulnerabilidade do adolescente, a lei brasileira pressupõe que ele ainda é imaturo para manter relação sexual, portanto relações sexuais entre adolescentes e pessoas maiores de 18 anos, mesmo ocorridas sem violência, podem ser passíveis de crime de “corrupção de menores” ou de “sedução”, se denunciadas às autoridades. Mas, para o ginecologista, toda essa situação deve ser trabalhada, sem buscar um culpado, e sim na formação familiar. “Formação familiar é o se importar, o cuidar. É saber com quem os filhos andam e estabelecer um diálogo, por mais delicado que o assunto seja, para que essa adolescente tenha preparo para dar início à vida sexual. Todos nós sabemos como a estruturação familiar, ou a falta dela, afeta a vida de uma pessoa - vemos casos disso no nosso próprio circulo ou na mídia; recentemente o Supremo Tribunal Judicial condenou um pai por abandono afetivo - então é preciso ter consciência dos danos na vida dessa criança que virá, e na da própria adolescente que, na maioria das vezes, para de pensar no próprio futuro, perde uma possível carreira ou se torna negligente com a criança,” finaliza.

SERVIÇO:

DR. JOSÉ CLAUDIO FERNANDES GINECOLOGIA / OBSTETRÍCIA TELEFONE: (11) 4534-1515 RUA ANTONIO LEONE, 98 - CENTRO - ITATIBA - SP DR.JCFERNANDES@YAHOO.COM.BR

VOCÊ SABIA? De acordo com um levantamento da Organização das Nações Unidas, um terço das 205 milhões de gravidezes ocorridas a cada ano não são planejadas. Segundo dados da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), a América Latina registra anualmente 54 mil nascimentos com mães menores de 15 anos e 2 milhões com idades entre 15 e 19 anos. Já no Brasil, estudo do Ministério da Saúde revela que 15,9 anos é a idade média da população feminina para a ocorrência de gravidez. Por isso, em 2012, mais de 70 países da Europa, Ásia e América Latina vão participar pelo sexto ano consecutivo do Dia Mundial da Prevenção da Gravidez na Adolescência, celebrado no dia 26 de setembro. A data visa levar mais informação aos jovens, educando-os sobre a saúde sexual e métodos contraceptivos para prevenção de uma gravidez não planejada e indesejada. Mais informações no site: www.vivasuavida.com.br

JUNHO/JULHO2012


GASTRONOMIA

FOTOS: LÚ BENDETTI

Fuja da rotina

COM O ESTRESSE E A CORRERIA DE TODOS OS DIAS, UM AMBIENTE CALMO E TRANQUILO PARA RELAXAR É SEMPRE MUITO BEM VINDO POR LIONARA BIRON

A

o longo de alguns anos, a falta de tempo e as barreiras enfrentadas todos os dias têm feito os brasileiros aproveitarem cada vez menos o pouco tempo livre que lhes resta. As pausas para as refeições são, comprovadas cientificamente, um momento sério que deve ser respeitado. Comer rápido ou de forma irregular prejudica a saúde física e mental. Pensando na melhoria e no bem estar dos clientes, alguns espaços estão criando formas e locais de atendimento para que as pessoas se sintam mais tranquilas e consigam ao menos completar suas refeições diárias tranquilamente. Em Itatiba, o restaurante Palhoça é um claro exemplo disso. David de Paula, proprietário do local, conta que a vontade de criar um ambiente calmo, saudável e de qualidade nasceu há cerca de dez anos, quando sua mãe e seu irmão decidiram abrir um negócio próprio e, principalmente, diferenciado dos demais. O nome, de origem indígena, é uma homenagem aos ancestrais da família e também uma peça importante que entra em harmonia com o restaurante em geral. “Montar o restaurante sempre foi um sonho, que começou com os meus pais e hoje é gerenciado por mim e por meu irmão. O espaço é bem agradável, rústico e confortável ao mesmo tempo. O nome Palhoça combinou bastante e este conjunto, que une a calmaria e qualidade, é o que atrai muito as pessoas e nos deixa muito feliz porque vemos o quão contente nossos clientes saem daqui”, conta David. O lado externo do restaurante é de muito bom gosto e claro, quem aprecia bons momentos de paz e calmaria em contato com a natureza, com certeza terá encontrado um lugar perfeito. “Nossa área externa foi pensada propositalmente para que os nossos clientes possam, além de se deliciar com as refeições, caminhar um pouco, respirar ar fresco e esquecer, nem que seja por pouco tempo, da correria do dia a dia. Aproveitamos muito o bom gosto por decoração e o carinho com as plantas que minha mãe tem, e por isso foi ela quem praticamente desenhou todo este espaço.”, conclui. O restaurante, que também cedia o ambiente para a realização de eventos, possui algumas datas disponíveis. Quem quiser fazer uma reserva pode procurar a administração do Palhoça com até vinte dias de antecedência. Não perca mais tempo! Saia da loucura e da rotina para passar bons momentos consigo mesmo ou com toda a família.

38 WWW. WWW.QREVISTA.COM.BR

JUNHO/JULHO2012 2012


GASTRONOMIA

o t a r p m U e specia l Che f Lea n dro Je ss

en

Preparar um almoço ou jantar de última hora não é tão complicado quanto parece. Acompanhe algumas receitas selecionadas pela Q! e arrase na cozinha POR LIONARA BIRON

Q

uem mora sozinho ou normalmente foge da cozinha sempre acaba enfrentando um enorme dilema na hora de preparar um lanchinho para os amigos ou receber os familiares em casa. Tudo bem que alguns têm mais talento na hora de cozinhar do que outros, mas a ideia de que “colocar a mão na massa” é difícil não passa de um boato. O chef de cozinha e proprietário do restaurante Empório Czzare, Leandro Jessen, conta que é muito fácil preparar comidas rápidas e deliciosas. Leandro começou muito cedo no ramo e, estando no comando, juntamente com seu irmão Davi, de dois restaurantes, um em Jundiaí e o outro em Itupeva, conta que não existem segredos na hora de cozinhar. “Eu costumo dizer que tudo o que se tem na geladeira dá pra usar. É claro que para nós que estamos na profissão é fácil, porque temos toda uma técnica e conseguimos preparar os alimentos com mais agilidade, mas nada é impossível”, diz Leandro. Para sair da vontade e preparar um prato diferente, acompanhe algumas dicas abaixo dadas pelo Chef de cozinha.

40 WWW. WWW.QREVISTA.COM.BR

Filé de Merluza ao leite de coco com macarrão japonês de broto de feijão. Coloque os filés de Merluza em uma frigideira bem quente e doure os dois lados. Tempere com alho, cebola, tomate e pimentão em rodelas com sal a gosto e deixe refogar com os filés, junto coloque leite de coco (a cada 4 filés, um vidro de leite de coco). Acrescente um pouco de água para cozinhar o macarrão de feijão, (o tempo de cozimento da massa varia dependendo do fabricante, mas normalmente demora mais que as massas de trigo).

Arroz de Forno Pegue aquela carne e linguiças que restaram do churrasco de final de semana, pique-as e leve a uma panela com alho, cebola e refogue bem. Junto, coloque uma lata de ervilha e uma lata de milho. Cozinhe alguns ovos, pique e misture. Coloque junto o arroz que também restou do churrasco. Depois, misture tudo com uma lata de molho de tomate e leve ao forno em uma travessa, salpique parmesão por cima e sirva bem quente.

Panceta ao forno Tempere a panceta com sal, alho, cebola, ervas finas e vinho branco (não deixe que o coro da panceta fique no tempero, senão não irá pururucar) Distribua-as em um pirex, cubra toda a carne com vinho tinto e leve ao forno por cerca de 40 minutos. Sirva com arroz branco e batatas fritas.

SERVIÇO:

EMPÓRIO CZZARE TELEFONE: (11) 4521-3521 - E-MAIL: JENSEN@GMAIL.COM RUA PROFESSORA RAQUEL CARDERELLI, 263 ANHANGABAÚ - JUNDIAÍ- SP

JUNHO/JULHO2012 2012


WWW.QREVISTA.COM.BR

JUNHO/JULHO2012 41


Paraíso das Empadas FOTOS: LÚ BENDETTI

GASTRONOMIA

I

POR LIONARA BIRON

Camurça José e Inajá pada Brasil Em da s proprietário

naugurada em 13 de dezembro de 2011, o espaço Empada Brasil, franquia com 68 lojas espalhadas pelo país, abriu suas portas também em Itatiba. Comandada pela família Camurça, o local é literalmente recheado de maravilhas da gastronomia. Karoline Gomes Camurça, a filha, conta que tudo começou como uma brincadeira. “Eu e meus irmãos fazíamos algumas empadas para reunir a família e os amigos. Com o passar do tempo, começaram a surgir os convites para fazermos as empadas para casamentos, aniversários, comemorações e etc. Com isso, colocamos a família toda para ajudar, até

42 WWW.QREVISTA.COM.BR

UM DOS LOCAIS MAIS CONHECIDOS PELOS ITATIBENSES TEM MUITA HISTÓRIA PARA CONTAR!

porque todo mundo aqui em casa adora gosta de empada”, diz Karol. Com a paixão pela cozinha, empadas e vontade de trazer para Itatiba um local diferente, a família depois de pesquisar, optou por abrir a Empada Brasil, que é de fácil acesso e está bem no centro da cidade. “Gostamos do local em que o estabelecimento fica. Aqui existe um fluxo grande de pessoas que, muitas vezes, gostariam de ter um local tranquilo para sentar, tomar um café e poder experimentar algo diferente para comer. Pois bem, aqui estamos nós para oferecer o melhor para os nossos clientes”, conta Inajá Camurça, esposa e proprietária.

Além de poder proporcionar para a cidade estas delícias e sempre com qualidade, José Camurça, proprietário da Empada Brasil, conta que antes, quando trabalhava em uma multinacional em São Paulo, vivia estressado e passava pouco tempo com a família. “Uma das grandes vantagens de ter aberto o estabelecimento é poder ter minha família sempre por perto e também possuir um negócio próprio”, conclui. O espaço Empada Brasil é indiscutivelmente uma ótima opção para toda a família. É possível encontrar e se deliciar com mais de 15, isso mesmo, 15 sabores diferentes de empadas. O cardápio é de

encher os olhos e as opções são para todos os públicos. Além dos sabores tradicionais, você pode encontrar ainda as empadas integrais, vegetarianas e claro, as famosas empadas doces. É de ficar com água na boca! E engana-se quem pensa que as variedades acabam por aqui. Quem for até a Empada Brasil vai encontrar salgados em geral, uma deliciosa cartela com os pratos para almoço e também, para este inverno, os saborosos caldos quentes. Com tantas variedades, nem é preciso dizer mais nada, pois vale a pena conferir. Simplesmente, delicie-se!

JUNHO/JULHO2012


WWW.QREVISTA.COM.BR

JUNHO/JULHO2012 43


FOTOS: DIVULGAÇÃO

MÚSICA

Ultima Transição

INCONSCIENTE POR LIONARA BIRON Fundada há 23 anos, a banda UTI (Ultima Transição Inconsciente) conta com os seis integrantes Marcelo Bertola (Guitarrista e fundador da banda), Holadir Diego da Silva (conhecido como Cuca e baixista), Roberto Ferreira (Baterista), Roberto de Santes (Tecladista), Marco Aurélio (Vocalista) e Ricardo Caetano (Guitarrista). Em entrevista, estes meninos com muito rock na veia falam um pouco sobre a trajetória do grupo, convivência, música e muito mais. Confira! : Em primeiro lugar, como é que tudo começou? Qual a história da UTI? A banda foi fundada em 19 de março de 1989 por Marcelo Bertola e seu pai, dois apaixonados por música e que tinham o mesmo sonho que era justamente o de ter uma banda formada. Dentre todos estes anos, já passaram muitos bons profissionais que vão de vocalistas a bateristas. Hoje, depois destes 23 anos de estrada, estamos aqui cantando e tocando, gostamos muito do que fazemos, sempre com seriedade e profissionalismo. E, por incrível que pareça, fazendo tudo pelo amor à música e pensando “vamos ver se vai dar certo”, é que chegamos até aqui e temos hoje uma agenda lotada de shows, contatos e principalmente, mantendo a característica da banda. : Jundiaí, local de nascimento da banda, é o principal foco de vocês ou a intenção é ir para fora e conquistar outras pessoas e espaços? Nós já tocamos muito fora da região, e hoje podemos dizer que a banda está muito mais evoluída e preparada em matéria musical, amadurecimento e conteúdo, até porque nós não fazemos só música, a banda em si abrange muito mais coisa. Contudo, nosso foco hoje não é deixar Jundiaí, mas estamos, até mesmo por conta da nova formação de integrantes, montando uma boa base aqui na cidade para poder levar nosso trabalho para fora. : Muitos chegaram um pouco depois, mas mesmo assim, uma banda que tem 23 anos, possui certas regras, já traz uma bagagem. Como funciona na prática o dia a dia de vocês? Na verdade, a gente não passa tanto tempo junto, principalmente em comparação com as pessoas que trabalham em empresas, por exemplo, e que acabam passando mais tempo junto com os colegas de trabalho do que com a família. Mas, como todo o tipo de relacionamento humano, a gente tem os altos e baixos e que muitas vezes nos levam por caminhos interessantes. No geral, nosso relacionamento hoje é o melhor que a gente já teve na história de cada um e, com as desavenças, nós aprendemos e isso se torna bom para que possamos lidar com o mundo competitivo da música. WWW.QREVISTA.COM.BR

FORMADA POR SEIS INTEGRANTES, A BANDA UTI JÁ CONQUISTOU UMA LEGIÃO DE FÃS E ARREPIA QUANDO TOCA OS CLÁSSICOS DOS ANOS 70.

: Quando vocês estão no palco, o que vocês mais curtem, além do som que estão reproduzindo? Música é algo que está na veia, é como se fosse uma droga, mas uma droga positiva e sadia. O palco para nós é o nosso canto de expressão, porque concretiza tudo aquilo que estudamos e é o nosso pódio. Já tocamos para muitas e poucas pessoas e independente da quantidade de gente, a vontade é e sempre será a mesma, além de podermos mostrar o nosso trabalho. Existem também outros fatores adicionais como, por exemplo, o estilo em que nós trabalhamos. O rock não é de origem brasileira, mas é muito bem vindo no Brasil, e nós tocamos um uma linha de rock (anos 70), que os jovens de hoje não conhecem e pelas modinhas atuais, acabam não tendo a oportunidade de conhecer, então hoje trabalhando com o rock, mesmo “americanizado”, temos a chance de trazer para a juventude que quer consumir e não tem acesso, porque se não fosse pela internet, nós não teríamos um padrão de rádio e de veículo virtual que nos trouxesse esses trabalhos. : Algumas pessoas, até mesmo pelas influências das modinhas atuais, acabam rotulando o rock, muitas vezes como uma coisa ruim. Como vocês conseguem trabalhar em cima disso? É bacana falar disso porque nós vemos muitas reações por aí. Quando a UTI toca, é normal vermos alguém ao fim do show chegar e dizer “nossa, que som! Nossa, vocês tocaram clássicos que eu não esperava ouvir mais”. Então assim, é bacana fazer esse resgate e com qualidade, justamente porque no mundo “nada se cria, tudo se copia”, como se isso fosse fácil. Você ser cover de alguém ou alguma banda e reproduzir a música dos caras com qualidade e bom gosto, vai além de qualquer criação e, até agora, estamos seguindo por um caminho em que estamos conseguindo mostrar isso. Além de tudo, rock é estilo de vida e sai, totalmente, de qualquer modinha estipulada pelos dias atuais. : Vocês têm toda uma história, um estilo próprio que só vendo ao vivo mesmo é possível entender. Quem quiser conhecer pode entrar em contato com vocês por quais meios? Quem quiser ouvir a banda, ver algumas fotos e conferir nossa agenda, é só acessar o nosso site www.bandauti.com, que está sendo reformulado e melhor elaborado. Lá também tem um canal direto com os músicos. Todos têm email, onde é possível conhecer particularmente um pouco mais de cada um e também estamos aí para tirar dúvidas musicais, instrumentais e manter esse relacionamento próximo com quem quiser nos conhecer! JUNHO/JULHO2012 45


FOTO ARQUIVO PESSOAL

TURISMO

Carol Brotto, Erli Moraes e Renata Ronassi

Trabalhe durante as férias!

CONHECER UMA NOVA CULTURA EM VIAGEM AO EXTERIOR É UMA DAS ATIVIDADES MAIS PROCURADAS POR ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS

POR LIONARA BIRON

M

uitos estudantes, durante o longo período de férias da faculdade que normalmente vai de dezembro a março, costumam planejar viagens com a família e amigos. Mas uma das modalidades mais adquiridas pelos universitários têm sido os pacotes de viagem onde o estudante trabalha e estuda no exterior. Segundo a diretora da Experimento Intercâmbio Cultural de Jundiaí, Carolina Brotto, a procura por este tipo de viagem de férias tem aumentado significativamente e não só na região. O passo a passo para participar começa com a preparação interna do estudante. “Antes da viagem, é necessário que o interessado esteja ciente de que ele está indo para trabalhar e, assim como em qualquer outro lugar do mundo, ele terá de cumprir ordens e horários”, afirma Carol. 46 WWW.QREVISTA.COM.BR

Depois vem as avaliações do estudante, que precisa ter uma boa fluência no inglês. “Quando o aluno nos procura, realizamos um teste oral e escrito com ele. Se estiver tudo certo, são selecionadas as vagas na qual o mesmo deseja atuar e em seguida é feita uma entrevista com o contratante pela internet (webcan/skype)”, conta. É importante ressaltar que podem participar dos programas de trabalho no exterior jovens entre 18 a 29 anos, universitários, e a faculdade deve enviar uma carta com o comprovante de matrícula para a agência. As vagas de emprego começam a aparecer logo no início de junho/ julho, mas os estudantes somente participam da experiência nos meses de final e início de ano, ou seja, dezembro, janeiro, fevereiro e março. O pacote deve ser fechado com no mínimo seis meses de antecedência,

pois antes do embarque é necessário não só programar a viagem, como também preparar a documentação que se resume ao passaporte e visto para trabalho. As vagas de trabalho são bem variadas. “Chegam para nós vagas bem diversificadas de trabalho, que vão desde a recepção de hotéis e limpeza a atendimentos em redes mundiais de fast food como Mc Donals, Burguer King, Pizza Hut e muito mais”, conclui Carol. Normalmente, os estudantes saem do Brasil em grupos e os integrantes recebem por hora de trabalho, sendo que os valores podem variar de U$ 5,15 a U$ 12 dólares a hora. SERVIÇO:

Ainda vale ressaltar que, caso o estudante não se adapte ao local, emprego e deseje voltar para casa, ele pode fazê-lo antes do prazo do término do pacote. Depois deste, outros pacotes de trabalho e estudo também podem ser escolhidos pelos estudantes, de acordo com o período de férias de cada um, pois existem cursos, por exemplo, com durabilidade de duas semanas. Feitas as escolhas e o fechamento do pacote, basta aguardar pela chegada do embarque e usufruir de todas as boas experiências que viagens como estas podem proporcionar. Programe-se e boas férias!

EXPERIMENTO INTERCÂMBIO CULTURAL MARIO BORIN, 500 – LOJA 2B CHÁCARA URBANA, JUNDIAÍ-SP CONTATO: (11) 4521-8610 CAROLBROTTO@EXPERIMENTO.ORG.BR JUNHO/JULHO2012


Val Marchiori,

CAPA

a empresária e socialite que sabe brilhar

Sucesso nos Sucesso nos negócios negócios ee na mídia, na mídia, Val Val soube soube como como ninguém trilhar ninguém trilhar seu seu caminho caminho ca minho POR MARIANA GALLO

H

á quem nasça para brilhar, mas há também quem se faça brilhar, e talvez essa seja a principal característica de Val Marchiori, a socialite empresária mais célebre do Brasil. Reconhecida pela fama de adorável vilã que ganhou após o reality show Mulheres Ricas, transmitido pela TV Bandeirantes, por não poupar críticas às suas colegas de programa, Val soube como ninguém projetar sua imagem de mulher rica, bonita e estilosa, durante o programa e ainda depois dele. O famoso bordão “Hello”, acompanhado de frases efusivas sobre a vida de rica, fizeram de Val Marchiori um fenômeno que é seguido por pessoas de diversas classes sociais e estilos, e até mesmo as socialites mais conservadoras tiveram de se render aos encantos da famosa loira, alta, magra, bonita e rica da televisão nacional. Quase três meses após o fim do reality, Val continua colhendo os louros de sua participação; considerada polêmica por uns e muito divertida por outros, extremos que, segundo a socialite, está acostumada a lidar. “Se todos só falassem coisas positivas para mim, acharia estranho. Como poderia agradar a todos? Isso é bom, é uma prova de que sou uma pessoa espontânea e alegre que, ao mesmo tempo em que recebeu críticas, também ganhou muitos fãs.” Ao contrário de muitas celebridades, o sucesso de Val não veio por intermédio da sorte ou talento nato, mas de uma projeção que ela mesma cercou de cuidados e de muito trabalho iniciado na infância, quando, com apenas nove anos de idade, começou a vender de porta em porta cosméticos para ter ser próprio dinheiro. “Sempre batalhei muito na minha vida para poder ter o queria e dar uma vida melhor para minha família. Acho que o fato de ter me tornado uma socialite veio das conquistas financeiras que obtive e do meu lado ‘perua’ que não posso negar. Adoro gastar com roupas, jóias, pefumes... Mas sempre de uma forma inteligente, acho que este é o diferencial.”, conclui.

48 WWW.QREVISTA.COM.BR

FOTO GUTO COSTA

JUNHO/JULHO2012


WWW.QREVISTA.COM.BR

Curiosidades sobre o estilo de Val Marchiori

Saiba um pouco mais sobre os gostos da mulher mais rica da televisão

E

star sempre impecável como se tivesse saído de uma capa de revista é uma das principais características da empresária Val Marchiori. Seu estilo chique e elegante é composto por roupas de grife e muitas joias. Segundo ela, para ter seu estilo também é preciso ter bom gosto, conhecer o próprio corpo e saber o que a valoriza, dicas que são regras na vida de Val. “Não sigo moda ou alguma personalidade, visto o que gosto e que me sinto bem, aliás, estilo é isso, arrumar-se, olhar-se no espelho, ver-se linda e dizer para si mesma: vai lá e arrasa”, resume. Para isso, Val não poupa gastos e nem esforços. Só para manter seu cabelo loiro e perfeitamente ondulado, por exemplo, ela conta com a presença 24 horas do seu cabeleireiro e maquiador Duda Martins, ex-funcionário de Marco Antonio de Biaggi, que fica disponível caso surja um evento ou compromisso de última hora, tudo é feito no seu próprio salão instalado ao lado do closet. O responsável pelas madeixas custa à empresária cerca de 8 mil reais ao mês e ainda tem disponível um quarto, em caso de horas extras. Já o corpo Val cuida com um personal trainer todos os dias pela manhã na academia de seu prédio, sempre dando uma atenção maior aos glúteos e braços. O closet de Val Marchiori pode ser considerado um delírio para os apaixonados por grifes. Figuram nele vestidos, saias, calças e outras peças de marcas como Dior, Christian Lacroix, Gucci, Fendi e Chanel, esta última a sua grife preferida. A Versace também faz parte do seu closet (são mais de 80 vestidos

só da marca, alguns feitos sob medida). O mesmo vale para as bolsas e sapatos que têm, entre os preferidos, Salvatore Ferragamo, Chanel, Christian Louboutin e Jimmy Choo. As bolsas somam cerca de cem, desde as mais clássicas como, a Birkin, da Hermès ou a Jeckie O da Gucci até as clous mais ousadas criadas para coleções exclusivas da marcas, neste caso vale uma ressalva: não espere encontrar Val com uma bolsa Louis Vuitton de tamanhos grandes e médios, segunda ela, já tem muita gente usando por aí, deixando de ser um ícone. As joias são a grande paixão da empresária, que nunca está sem que seja, no caso dela, um colar com pedras bem vistosas. Brincos bem desenhados e anéis dos mais diferentes tipos, sempre adornados com brilhantes, chamam a sua atenção e, claro, nada muito barato. Afinal, corre-se o risco de encontrar alguém com a mesma peça. Em seu closet há um mostruário feito especialmente para guardá-las, quase todo repleto. Sair sem as joias é algo que não existe na vida de Val, mesmo em dias de total relax, como um jogo de golfe com as amigas ou uma tarde de compras. Para quem se pode dar a muitos mimos, Val não hesita em gastar cerca de 70 mil reais numa tarde de compras, ela reforça que não são todos os dias, e que analisa muito bem o que vai comprar. Na sua lista contabilizam joias, roupas e acessórios, todos de grife, é claro, e encerrando a tarde sempre com um encontro com as amigas nos restaurantes mais badalados e chiques da capital.

FOTOS DIVULGAÇÃO

Filha de agricultores da cidade de Apucarana no norte do estado do Paraná, Val não se rendeu a vida simples e, com o dinheiro que ganhava com a venda dos cosméticos e concursos de beleza, foi traçando seu caminho. Anos mais tarde foi para Europa trabalhar como modelo, onde também adquiriu seus primeiros acessórios e roupas de grife, paixão que só aumentou, junto com sua renda. De volta ao Brasil, abriu em sociedade com os irmãos uma empresa de logística e investiu seu dinheiro em imóveis e gado, tornando-se milionária. A mudança para São Paulo foi o passo inicial para a empresária bem sucedida ganhar fama, onde, em uma das suas festas dadas na cidade, conheceu o apresentador Amaury Jr, que a convidou para ter um quadro sobre o melhor do luxo. “A minha exposição na mídia foi de forma gradual. Comecei no Amaury Jr, que tem um público mais específico. Depois fui capa da Veja São Paulo, que me deu uma exposição maior e por fim o Mulheres Ricas, que deu visibilidade nacional.” A Val, que nasceu pobrinha, como ela mesma diz, hoje vive uma rotina composta por viagens internacionais, compras e, claro, muito luxo, dia a dia pelo qual não teve medo de expor no programa e essa atitude lhe rendeu críticas por parte de algumas socialites que temem por segurança. “Entendo todas estas críticas, pois também tive dúvida em aceitar o convite, principalmente pela segurança minha e dos meus filhos. Uma das minhas exigências para poder fazer o programa foi que meus filhos não aparecessem. Sou muito preocupada comigo e com meu bem estar, mas como toda boa mãe, não há nada mais importante nesta vida que nossos filhos!”, conta. O bordão “Hello” acompanhado de um bom champanhe são sem dúvida a marca registrada de Val e, segundo ela mesma, uma forma de reconhecimento do público e do seu sucesso no programa. “Acho isto uma grande prova do carinho do público e do meu sucesso. Ser reconhecida por diferentes públicos é uma conquista. Deixei minha marca, não passei despercebida. Ter alguma personalidade e não tentar ter todas. Isto é importante para ganhar este reconhecimento!”, ressalta. Além do bordão e do champanhe, as roupas, bolsas e sapatos de Val foram uma atração à parte no programa, em seu apartamento muito bem avaliado situado no bairro dos Jardins, em São Paulo, somam-se uma coleção de mais de 100 bolsas das grifes mais importantes do mundo da moda, além de uma coleção de sapatos com designers badalados, como Cristian Laboutan, Jimmy Choo, Chanel, entre outros. Entre as grifes preferidas do closet de Val figuram Versace, Cavalli, Gucci, entre outras. “Gosto de marcas nacionais, cada vez mais a moda brasileira ganha destaque no mundo. Isto é muito positivo. Adoro andar pela Oscar Freire e fazer compras. Mas infelizmente, muitas vezes compro no exterior. Digo infelizmente, pois gostaria de comprar sempre aqui, incentivar o comércio, mas a diferença de preço é gritante. Espero que a Dilma, nesta política de baixar os juros, consiga diminuir alguns impostos também”, num tom de protesto contra os juros altos. Para quem deseja ter o estilo de Val Marchiori, ela recomenda: “Ter um estilo próprio, ser antenada em moda e conhecer um pouco das marcas e principalmente, se auto conhecer. Reconhecer seu corpo, sua idade e utilizar isto a seu favor”. As negociações para a segunda temporada do reality show já começaram, Val ainda não revela se vai participar, por enquanto podemos vê-la em participações especiais ou acompanhar seu dia pelas redes sociais, enquanto ela planeja sua biografia, ficamos esperando para ver o que ela ainda tem para nos surpreender!

JUNHO/JULHO2012 49


PUBLICIDADE & MARKETING | COLUNISTA

EVERTON DI SORDI PUBLICITÁRIO FOTO LÚ BENEDETTI

A ARTE DE FAZER AS PERGUNTAS CERTAS

PRECISAMOS VENDER MAIS! PRECISAMOS DE MAIS CLIENTES! PRECISAMOS DE MAIS PARCEIROS! PRECISAMOS CRESCER! PRECISAMOS DE MAIS!

E

ssa frase é comum no meio empresarial hoje em dia, pois, só alguns visionários conseguem deixar de exclamar e passam a se perguntar: Como vender mais? Como conquistar os clientes? Como fechar mais parcerias? Como podemos crescer? Como? Entender o que os nossos clientes precisam é diferente de entender o que eles querem. Muitas vezes eles não sabem o que precisam, e o que desejam pode não ser interessante para as suas empresas. A função de uma Agência de Propaganda é entender a área em que seu cliente atua, conhecer o mercado em que ele está inserido e desenvolver materiais de comunicação que fortaleçam sua marca e vendam seus produtos ou serviços. As pequenas e médias empresas geralmente (não é uma regra), entram em contato com as agências de propaganda quando estão com problemas financeiros ou quando seus concorrentes começam a incomodar. Reverter essas situações é muito mais difícil e requer um volume de investimento bem maior com retornos a médio e longo prazo. Isso não seria necessário se as empresas já tivessem o hábito de contratarem agências de propaganda para cuidarem de suas marcas. As agências são praticamente um 50 WWW.QREVISTA.COM.BR

“SAMU”, quando deveriam ser vistas como o médico que faz consultas preventivas com regularidade para cuidar da saúde da sua marca. Quando alguns clientes entram em contato e vamos “avaliar o paciente” eles falam mais ou menos assim: “Olha doutor, ele perdeu as duas pernas, um braço, quebrou o pescoço, mas o resto está tudo em ordem. Será que você consegue fazer ele ficar bom no mês que vem?” Parece brincadeira, mas é a pura verdade. Outra comparação simples é quando você fica com dor de dente e procura um pedreiro. Isso mesmo, ainda existem empresários que contratam todo o tipo de profissional para cuidar da comunicação de suas empresas. Imaginem o resultado de uma obturação feita por um pedreiro, tenho certeza que você já sentiu dor só de pensar. Quando for investir em comunicação procure um publicitário, eles têm o conhecimento necessário para que a sua marca seja cada vez mais conhecida e as suas ações de venda resultem no retorno esperado. Saber fazer as perguntas certas não é uma tarefa fácil, mas já demonstra que você está amadurecendo como empresário e que deseja o melhor para sua empresa.

SERVIÇO: AGÊNCIA OCA (OFICINA DE COMUNICAÇÃO E ARTE) EVERTON DE SORDI PLANEJAMENTO PROFESSOR NO CURSO DE COMUNICAÇÃO SOCIAL DA FACULDADE ANHANGUERA EDUCACIONAL - UNIDADE JUNDIAÍ EVERTON@AGENCIAOCA.COM.BR / WWW.AGENCIAOCA.COM.BR

JUNHO/JULHO2012


CULTURA

CRIATIVIDADE E DETERMINAÇÃO MARCAM CARREIRA DA ARTISTA PLÁSTICA KARLA BRATFISCH

FOTO ARQUIVO PESSOAL

COM APENAS 20 ANOS DE IDADE E 3 DE CARREIRA, KARLA JÁ DESENVOLVEU 8 COLEÇÕES, 46 TELAS E PARTICIPOU DE 30 EXPOSIÇÕES POR LIONARA BIRON

A

pouca idade não foi um empecilho para a garota que desejava ser artista plástica. Desde muito cedo Karla Bratfisch sabia o que queria e não mediu esforços para se tornar uma pintora profissional. Seu talento inato tem sido moldado por meio de cursos e aulas técnicas que proporcionaram a Karla dar asas a imaginação. Misturando cores, efeitos, texturas e usando influências pessoais, Karla criou 8 coleções (Woodstock, Caos e Cores, Pop Arte, Nonsense, Devaneios, Traços Soltos, Aquarela e Restricted), produziu 46 telas e participou de cerca de 30 exposições. “Meu desejo é fazer isso para sempre, sem ter que ponderar meu tempo”, ressalta Karla. Expor em países que nunca havia visitado antes serviu de estímulo para a artista que não tem receio do novo, do inusitado, característica que a ajudou a encarar Nova Iorque (EUA), Buenos Aires (Argentina), Lausanne (Suíça), Roma (Itália), Londres (Inglaterra), Lisboa (Portugal) e Paris (França). “Entre as exposições que mais gostei está a do Louvre, em Paris, porque tive mais tempo e consegui interagir com as pessoas, conhecer outros artistas e fazer contatos que hoje são super importantes para minha carreira e abriram portas para outros trabalhos que estão em fase final de negociação”, ressalta Karla. Uma carreira promissora envolve esta jovem que participou recentemente da Itú Casa Decor, uma das mostras de decoração mais importante do interior paulista, fez uma exposição individual em uma conceituada livraria de São Paulo e agora irá para a FLIP – Festival Internacional de Literatura de Paraty, que este ano completa 10 anos e irá comemorar com 52 WWW.QREVISTA.COM.BR

a participação de vários escritores e artistas nacionais e internacionais e homenageará o poeta Carlos Drummond de Andrade. A exposição na Flip acontecerá de 4 a 31 de julho no Restaurante Bartholomeu, no centro de Paraty, no Rio de Janeiro. Além das exposições já agendadas, entre os projetos da artista para 2012, está à criação de uma coleção de embalagens de luxo e materiais exclusivos de papelaria boutique com suas estampas para uma das maiores indústrias do setor no Brasil e a capa de um CD de uma banda de jazz de Nova York. A carreira de Karla Bratfisch é administrada pelo escritório “Arte Mais” sob a direção da Comendadora Rachel Bratfisch, que além de Marchand é a mãe da artista. “Acho fundamental um artista ter um planejamento de carreira. A mente do artista é voltada para a criação e não deve sofrer interferências que o pressionem e façam com que percam o foco de sua produção. Ter alguém voltado para os negócios torna a carreira do profissional mais viável e promove agilidade na divulgação dos trabalhos e na consolidação da carreira”, afirma a Comendadora Rachel Bratfisch. Aos 20 anos de idade e apenas 3 de carreira, Karla adquiriu know how proporcional a sua garra, disposição e criatividade. “Não me vejo fazendo outra coisa na vida, gosto muito do que faço, pintar é tudo para mim”, fala Karla. Como parte de seu sucesso, foi firmada uma parceria conosco da Q! Revista, que acompanhará os passos da artista por todo o país. Eventos e exposições promovidos por Karla poderão ser vistos pelas mídias sociais, site e vídeos da Q!. É talento que não acaba mais. Vale a pena conhecer.

APOIO:

SERVIÇO: ATELIÊ KARLA BRATFISCH

www.karlabrat.com.br RUA PREF. JOSÉ MAURÍCIO DE CAMARGO, Nº 360 B03 - ITATIBA MALL - ITATIBA/SP - CEP 13.257-900 FONE: 11 4894 8001 - CELULAR: 11 7894 6159 NEXTEL ID: 55*122*4293

Curadoria: Comendadora Rachel Bratfisch

JUNHO/JULHO2012


WWW.QREVISTA.COM.BR

JUNHO/JULHO2012 53


MODA

JEANS: CORINGA DO GUARDA-ROUPA MASCULINO

ELISABETE SIMÕES

FOTO DIVULGAÇÃO

CONHEÇA O MODELO IDEAL PARA SEU TIPO DE CORPO

POR CAMILA VAZ

C

riada pela dupla Levis Strauss e Jacob Davis em meados do século XIX para ser usada pelos mineradores do Oeste americano por sua durabilidade e resistência, a calça jeans deixou de ser apenas roupa de trabalho para ganhar status de luxo devido aos investimentos de grandes marcas. Hoje não há quem não tenha sequer um modelo no armário, tornando-se peça coringa, principalmente para eventos informais. Para o homem – que busca praticidade na hora de se vestir –, a calça jeans é uma verdadeira aliada. “É basicamente a peça chave do vestuário masculino, pois hoje, com o leque de opções em lavagens e fits, ele está pronto para qualquer ocasião”, destacou a proprietária da Lui, Elisabete Simões. Os modelos de calças mais comuns são: straight (que é o clássico por ter o corte reto, ou seja, a mesma largura em toda a perna), skinny (mais justo desde a cintura até ao tornozelo) e o boot cut (que favorece quase todos os homens por ter as pernas ligeiramente mais largas a partir do joelho). Vaidade à parte, é importante considerar o formato do corpo na hora de escolher o par de jeans. Ao conhecer seu tipo físico e os modelos que melhor o veste, o público masculino terá mais agilidade na hora das compras, podendo ser um momento prazeroso e que ainda levantará seu ego. E quem não gosta de se sentir bem com a roupa certa?

54 WWW.QREVISTA.COM.BR

FOTO LÚ BENEDETTI

EMPRESÁRIA

DICAS

Para homens altos e magros, os jeans retos e o boot cut são os mais indicados, pois valorizam a boa forma física. Já quem é baixinho e magro deve evitar jeans que sejam muito largos ou muito justos. O skinny pode ser uma boa opção, de preferência em um tamanho acima do seu usual. No entanto, o melhor modelo é reto, que vai vestir confortavelmente o corpo. A dica é escolher calças com bolsos com abas para dar dimensão e volume ao bumbum. Para quem está acima do peso, o ideal é um modelo com uma cintura média de 2 a 3 dedos abaixo da cintura natural (para desviar a atenção dos quilos a mais). Ele deve optar por peças que não sejam muito largas e nem muito justas e evitar bolsos traseiros com botões ou abas, muito grandes ou muito pequenos, para não chamar a atenção para esta região. Na hora de compor o look, a proprietária da Lui dá a dica. “Um homem mais moderno, com atitude, pode apostar nos modelos straight e straight slim (semelhante ao skinny) e combiná-los com itens de camisaria para um visual perfeito”, sugere a empresária. Nos dias frios do inverno, a produção pode ser arrematada com tricôs e blazers (em couro, brim ou veludo).

Para esta temporada, segundo Elisabete, a novidade fica por conta das lavagens e dos acabamentos diferenciados. Vale lembrar que, além da calça, o homem pode apostar nas jaquetas do mesmo tecido para compor looks despojados. Diante de tamanha versatilidade, o jeans transita do trabalho a um happy hour. Entretanto, para trabalhar, ele é indicado apenas em ambientes casuais ou com código semi-formal (neste caso geralmente liberado às sextas-feiras, na chamada “casual Friday”). Porém, a recomendação é dar sempre preferência aos modelos com lavagem escura, sem manchas, que são os mais parecidos com as calças sociais. Já para eventos, ele está liberado quando o traje indicado à ocasião é o esporte – como aniversários infantis, batizados, churrascos, almoço com os amigos. Porém, atenção! Em casamentos – independente do horário –, o jeans nunca deve ser usado pelo excesso de casualidade. Além de não errar e não se sentir deslocado durante o evento por conta da roupa inadequada, o respeito ao dress code é sinônimo de consideração com o anfitrião! SERVIÇO: LOJA LUI RUA FRANCISCO GLICÉRIO, 6 - CENTRO - ITATIBA - SP CONTATO: (11) 4538.6426

JUNHO/JULHO2012


MODA

EU QUERO

FOTOS DIVULGAÇÃO

É COURO!

PRESENTE EM PEÇAS DE ROUPA E ACESSÓRIOS, AS PEÇAS FICAM BEM EM QUALQUER COMBINAÇÃO

POR LIONARA BIRON

U

sado tanto em seu formato original como trabalhado sinteticamente, o couro deixou de ser algo pesado e agora está mais colorido e acessível. “O couro sempre está na moda, principalmente no inverno com as jaquetas em couro. Mas esse ano ele vem mais forte com as saias, vestidos, calças e outros”, comenta Regina Lazarini, proprietária da loja Bentley Store, em Jundiaí. Versátil e moderno, o couro tem agradado homens e mulheres de diferentes faixas etárias, priorizando sempre o conforto, a beleza e claro, mantendo o corpo quentinho durante os dias frios e chuvosos. “A jaqueta, como sempre, é a mais queridinha de todas, seguida pelas saias. Acredito que qualquer pessoa possa usar peças em couro, claro que sempre com bom senso.”, diz Regina. Além do material legítimo, existem também as peças sintéticas, também conhecidas como peças de couro ecológico. Trata-se de peças feitas de um tecido que imita o couro de verdade, mas é fabricado com um material especial e dá o mesmo efeito do couro original, além de ser mais barato. Para manter os dois materiais sempre bonitos e 56 WWW.QREVISTA.COM.BR

brilhantes é necessário tomar alguns cuidados, que variam de um para outro. “O couro legítimo pode ser conservado por muitos anos. Ele só não pode ser lavado com água, mas existem no mercado produtos que hidratam e limpam o couro conservando-o por muito tempo e fazendo com que ele fique com cara de novo. Os com o couro legítimo e o ecológico são praticamente os mesmos. O couro ecológico, nome dado aos fakes, são também de fácil manutenção, pois com um pano branco, limpo e umedecido em sabão neutro, ou mesmo seco e uma escovinha macia com produto de limpeza, remove as impurezas e manchinhas adquiridas no dia a dia. Os couros ecológicos custam 1/3 do valor do couro natural, no mínimo, eles são de aspecto praticamente idêntico, a maciez igualmente ao do couro natural e, a durabilidade também é a mesma, desde que seja bem tratado”, recomenda Lazarini. Montar um look bacana e propício para o trabalho ou uma noite com os amigos depende muito do gosto e estilo de cada um, mas uma coisa é fato: O couro combina com todo mundo, tanto nas roupas quanto nos acessórios. “Dependendo do trabalho o couro fica muito

bem, já que ele aquece e deixa qualquer visual fino e requintado, pode-se combinar uma saia modelo lápis com uma camisa e fica um visual lindíssimo e super atual, já que a saia lápis também é uma tendência muito forte pra esta estação. O jeans, combinado com uma jaqueta também fica bacana, desde que o ambiente esteja de acordo, pois essa é uma proposta mais casual. Os acessórios também são tendências muito fortes nesta estação, que traz peças de muito bom gosto como cinto, bolsas com franjas, braceletes, maxi colares e, como sempre, os sapatos e botas que não poderiam ficar fora dessa. Para os homens, as jaquetas de couro também vieram com força total e, além disso, para um homem mais transado e atual temos blazer em couro ou chamois, que é um tipo de couro muito forte neste inverno 2012”. SERVIÇO: BENTLEY STORE RUA MAJOR GUSTAVO STORK, 150 CHÁCARA URBANA - JUNDIAÍ – SP CONTATO: (11) 4586-6290 BENTLEYSTORE@GMAIL.COM WWW.BENTLEYSTORE.COM.BR JUNHO/JULHO2012


MODA

INVERNO PEDE CAMILA VAZ

A ESTAMPA CLÁSSICA GANHA AS RUAS NESTA TEMPORADA

CONSULTORIA DE IMAGEM E ESTILO TELEFONE: (11) 8317-7313 CAMILA.ESTILO@GMAIL.COM WWW.VAZCOMESTILO.COM.BR

variados, dos mais modernos aos retrôs, às vezes coloridos ou em tons lavados e desgastados.

FOTO DIVULGAÇÃO

MODA

Junho e julho são meses das tradicionais festas caipiras, momento em que muitos resgatam do guarda-roupa aquela camisa xadrez de cores alegres. Entretanto, a estampa quadriculada já se tornou um clássico e promete ganhar as ruas novamente neste inverno. Nas semanas de moda do início do ano, o xadrez marcou presença nas passarelas e foi bastante recorrente em coleções de diversas marcas estrangeiras, como Ralph Lauren, Michael Kors, Marc by Marc Jacobs, Jil Sander Navy, Betsey Johnson, entre outras. Assim, para esta temporada, opção é o que não falta. Os xadrezes aparecem em cores e formatos

58 WWW.QREVISTA.COM.BR

Um dos destaques para este ano é a estampa pied de poule, que significa pé de galinha em francês. Popularizado por Coco Chanel, tem como característica o quadriculado com as pontas mais alongadas, tradicionalmente nas cores branco e preto, inspirado em pegadas da galinha. Há ainda outras padronagens clássicas, como o príncipe de Gales (perfeito para roupas de alfaiataria pela predominância de cores sóbrias, como o cinza e o preto); tartã (geralmente na cor vermelha e com quadrados grandes ou médios, é símbolo das famílias tradicionais da Escócia); madras (estampa delicada, marcada por tecidos leves e linhas coloridas); vichy (de quadrados miúdos, aparece bastante em aventais e toalhas de mesa, tendo como tons predominantes o vermelho, branco e preto); e o xadrez Burberry (que remete à marca registrada da grife de luxo britânica).

FOTO ARQUIVO PESSOAL

XADREZ

PEÇAS

Além das camisas, a estampa também está presente nos casacos, blazers, suéteres, vestidos, calças e até calçados e acessórios (principalmente lenços e cachecóis). Democrática, a padronagem vai bem nas produções básicas do tipo camisão + jeans + tênis, ou serve para deixar aquele look balada mais despojado, com uma sobreposição de camisa xadrez com vestido e salto. Quanto às cores, a escolha dependerá do seu estilo. O xadrez mais clássico ou com os desenhos pequenos em tonalidades neutras combinam com mulheres mais discretas. Já as estampas grandes e com tonalidades fortes são ideais para quem não têm medo de ousar. Vale, inclusive, apostar em mais de uma peça com a padronagem no mesmo look ou combiná-lo com outras estampas, como a de flores, pois esse mix enriquece a produção, tornando-a mais criativa. Se você ainda não aderiu a essa moda, não pense duas vezes. Xadrez também é elegante e combina com várias ocasiões, beneficiando tanto homens quanto mulheres. O importante é apenas levar em consideração a região do corpo que você quer destacar com a estampa. Assim, desviará a atenção de onde quer passar despercebida!

JUNHO/JULHO2012


MODA

SLIPPERS

APOSTE NESTE MODELO DE CALÇADO QUE ESTÁ CONQUISTANDO OS PÉS DAS MULHERES POR CAMILA VAZ

FOTO DIVULGAÇÃO

FOTO DIVULGAÇÃO

O

MELISSA #4 SCHUTZ #1 SENSUALE #2 MOLECA #3 TA LOLLA #8 AREZZO SAN #7 D MON #5 DAKOTA #6 DES

60 WWW.QREVISTA.COM.BR

CLAUDIA TERESA CORCELLI EMPRESÁRIA

s sapatos típicos do universo masculino invadiram de vez o guarda-roupa feminino. Depois do oxford e do mocassim, os slippers (também conhecidos por loafers) são a grande aposta para este Outono/Inverno. O calçado, que é uma releitura dos chinelinhos de dormir usados no século XIV, veio com força total para conquistar os pés das mulheres, principalmente as mais clássicas. O modelo lembra o mocassim por ser fechado, de solado baixo e não ter amarrações. Porém, os slippers não possuem recortes, costuras aparentes ou franjas. Além disso, pela ausência de salto, são especialmente confortáveis e deixam os pés bem protegidos. “Não é porque eles têm referências nos calçados masculinos que a mulher vai perder toda elegância e feminilidade ao usá-los”, garantiu a empresária Claudia Teresa Corcelli, diretora de compras (feminino) do Grupo Corcelli. Para esta temporada, o calçado apresenta uma grande variedade de cores, estampas, pedrarias, bordados, texturas e até detalhes como tachas, aplicações e, principalmente, muito brilho – do paetê ao strass e glitter.

FOTO ARQUIVO PESSOAL

A PEGADA DOS

LOOKS

Uma das maneiras para combiná-los é com peças mais delicadas, a fim de criar um contraste interessante. “Eles dão um charme extra para o visual”, afirmou Claudia. Estilosos, os slippers são bastante versáteis e podem ser usados a qualquer hora do dia. Ficam ótimos em looks mais desencanados ou mais sofisticados, arrematando produções com calças e bermudas de alfaiataria, jeans, couro, vestidos e saias. “Para combinar com peças mais básicas, abuse dos modelos mais chamativos com cores vivas, estampas ou detalhes”, indicou Claudia. “Já para os looks carregados e com bastante informação, dê uma equilibrada com os slippers de tons neutros. A grande aposta fica no pretinho básico, que nunca sai de moda e combina com tudo”, sugeriu. Inclusive, conforme a 10a edição do Minas Trend Preview, o calçado continuará em alta no verão 2013, mudando apenas seu acabamento. E você, já garantiu o seu? SERVIÇO: CORCELLI CALÇADOS RUA FRANCISCO GLICÉRIO, 284 CENTRO - ITATIBA/SP - TEL.: (11) 4538.6995

JUNHO/JULHO2012


MODA

Ela pode ser lisa, estampada, texturizada, rendada... Tem para todos os gostos (e temperaturas!). A meia-calça valoriza as pernas femininas e ainda garante elegância ao visual, principalmente no inverno brasileiro, em que o frio não é tão rigoroso. É um belo jeito de ser sexy na medida certa, fazendo o jogo “esconde-mostra”. Além disso, tem preço baixo, o que vale o investimento. Porém, diante de tantas opções de modelos, é comum ficar na dúvida na hora de escolher este acessório. Confira então algumas dicas para não errar na produção.

DICAS

Se você é baixinha e quer parecer mais longilínea, prefira a meia-calça da mesma cor do calçado para não cortar a silhueta. Além disso, os modelos com listras verticais (como os de risca de giz) também contribuem para alongar as pernas. Já as meias coloridas e detalhadas (como rendas, mesclas, desenhos geométricos) acrescentam mais volume e devem ser evitadas por quem tem as pernas grossas. Em contrapartida, são uma ótima opção para mulheres de pernas finas, que podem usar e abusar dos modelos com texturas. A famosa meia arrastão – que tem uma conotação mais sexy – deve ser utilizada com parcimônia para não vulgarizar o look. 62 WWW.QREVISTA.COM.BR

Ao mesmo tempo, no trabalho, a atenção precisa ser redobrada. Ambientes formais não condizem com meias chamativas (por serem casuais). Por isso, invista em cores sóbrias e clássicas (como cinza, bege, marrom e preto) para combinar com saias e calçados fechados.

BÁSICO

O modelo em preto liso é o mais democrático, porque permite que você brinque com as cores de roupas. A dica vale também para o calçado preto que, por ser neutro, vai bem com quase todos os tipos e cores de meias. Nos pés, abuse das botas, sapatilhas e scarpin. Para as mais ousadas, outra opção são as sandálias abotinadas, que deixam a meia à mostra. Além da combinação com o calçado, é fundamental observar a temperatura na hora de escolher os fios da meia-calça para não cometer gafes. Dias frios, por exemplo, pedem fio 80 para aquecer as “pernocas”. Já para quem não quer arriscar-se demais, a dica é investir nos modelos estampados ou rendados com peças mais básicas e simples – como vestidos lisos – para que somente a meia seja o destaque do look. Acima de tudo, é importante ter bom senso na hora de se vestir, verificando junto ao espelho se o visual não ficou “over” para a ocasião.

FOTO DIVULGAÇÃO

A MEIA-CALÇA É UMA DAS GRANDES APOSTAS PARA O INVERNO POR CAMILA VAZ

SAIBA MAIS NA HORA DE ESCOLHER A MEIA-CALÇA, ALÉM DE CONSIDERAR A GRAMATURA DO FIO, É NECESSÁRIO CHECAR A COMPOSIÇÃO DO TECIDO, PORQUE DUAS MEIAS DA MESMA GROSSURA ESQUENTAM DE MANEIRAS COMPLETAMENTE DIFERENTES. UMA MEIA DE MICROFIBRA, POR EXEMPLO, É FEITA DE FILAMENTOS SUPER FINOS E SUAVES, MAS QUE NÃO DÃO CONTA DE PROTEGER QUEM TEM MUITO FRIO. É IDEAL PARA O OUTONO, PARA AS MULHERES QUE SENTEM CALOR OU QUEREM APENAS COBRIR AS PERNAS. JÁ O ACRÍLICO É UMA FIBRA SINTÉTICA QUE TENTA IMITAR A LÃ E, PORTANTO, É BEM MAIS QUENTE. O INTERESSANTE É QUE ESTA MEIA AQUECE SEM DAR VOLUME. ENTÃO, DÁ PARA MONTAR LOOKS COM BLUSAS MAIS PESADAS PORQUE AS PERNAS ESTARÃO PROTEGIDAS. SERVIÇO: GAVARNIE - LINGERIE, ROUPA ÍNTIMA, CAMA, MESA E BANHO RUA DOUTOR JORGE TIBIRIÇÁ, 19 CENTRO - ITATIBA - SP TELEFONE: (11) 4487-0232 WWW.GAVARNIE.COM.BR/

JUNHO/JULHO2012


WWW.QREVISTA.COM.BR

JUNHO/JULHO2012 63


COQUETEL DE INAUGURAÇÃO DA LOJA D&D EM ITATIBA CONTOU COM A PRESENÇA DA PANICAT BABI E MUITOS CONVIDADOS. A LOJA AGORA ENCONTRA-SE NA AV. 29 DE ABRIL, 435


FOTO DIVULGAÇÃO

BELEZA # ESTÉTICA

CUIDE BEM DA SUA PELE NO INVERNO COM AS BAIXAS TEMPERATURAS, O CUIDADO COM O ROSTO E CORPO DEVE SER MANTIDO POR LIONARA BIRON

66 WWW.QREVISTA.COM.BR

de queimaduras como o sol pode causar, mas todo tipo de radiação mancha a pele. No inverno, costumamos fazer tratamentos com laser, pilling e a afins, já que a radiação é menor, mas os cuidados devem ser mantidos”. Manter o corpo sempre hidratado também internamente é essencial, para isso, procure ingerir principalmente muito líquido. Aconselha-se manter por perto uma garrafinha de água para que a ingestão seja frequente, pois a sede pode demorar a aparecer, já que no inverno consumimos menos líquido e quase não suamos. Dizem por aí que no inverno as pessoas ficam mais bonitas. Com os cuidados necessários, isso provavelmente tende a ser verdade! Q revista

N

esta época, quando os longos banhos quentes costumam ficar mais frequentes, a preguiça na hora de realizar atividades físicas aumenta e o consumo de líquidos diminui, é importante lembrar que os cuidados mantidos durante todo o verão devem ser contínuos. Para evitar o ressecamento da pele e também manter a boa forma, o Dr. Leandro Augusto Franco Nascimento explica: “No inverno, o sofrimento da pele é bem grande, pois o ar seco e banhos muito quentes tiram toda a oleosidade natural da pele e isso ajuda a fazer o ressecamento. O ideal é iniciar o dia passando um hidratante corporal para passar o dia com a pele hidratada, ingerir generosas quantidades de líquido e, à noite, optar por banhos mornos e não escaldantes. Depois do banho noturno e ainda com a pele molhada, a pessoa deve tirar o excesso de água do corpo com as mãos e posteriormente se secar com a toalha. Após a saída do chuveiro, hidratar a pele novamente e aí sim deitar tranquilo”. A oleosidade da pele e a intensidade com os cuidados variam de pessoa para pessoa, mas de modo geral, os hidratantes encontrados em cosméticos e lojas especializadas funcionam. “Hidratante é sempre bom. Para quem tem alergias ou irritações, os hidratantes sem perfume são os indicados, sem corantes e quanto mais branquinho melhor, mas vai muito da escolha pessoal. Como a oleosidade varia de um para outro, quanto mais ressecada for a pele, recomenda-se passar hidratante várias vezes ao longo do dia. Mesmo as peles mais oleosas precisam ser igualmente cuidadas, nem que seja uma vez ao dia”, ressalta Dr. Leandro. Pessoas com peles muito ressecadas e com rachaduras e também os idosos devem passar primeiramente pelas mãos de um dermatologista e utilizar cremes específicos determinados pelo profissional. Ao contrário da crença popular, o filtro solar deve ser mantido em todo o inverno nas mãos e no rosto. As maquiagens que já saem das fábricas com filtro solar são eficazes e não causam malefícios à pele. “Filtro solar deve ser usado até dentro de casa. Luz branca, televisão, computador, tudo isso atrapalha e facilita o aparecimento de manchas na pele. Nestes casos, não há riscos

Ainformaçãoquefica! ®

SERVIÇO: SERAFINA ESTÉTICA ESPECIALIZADA RUA CAPITÃO CASSIANO RICARDO DE TOLEDO, 98 CHÁCARA URBANA - JUNDIAÍ CONTATO: 4521-9863 / 4521-9859

JUNHO/JULHO2012


WWW.QREVISTA.COM.BR

JUNHO/JULHO2012 67


FOTO DIVULGAÇÃO

BELEZA # ESTÉTICA

FOTODEPILAÇÃO DESCUBRA UMA FORMA INOVADORA E PRÁTICA DE REMOVER OS PELOS INDESEJADOS POR LIONARA BIRON

T

oda mulher tem sua mania, mas com certeza a depilação deve ficar no ranking da prática mais exercida pelas mulheres. Durante o verão, inverno, férias, viagens, trabalho e cuidados com a casa, os famosos pelinhos indesejáveis não dão sossego para ninguém, e olha que ultimamente não são só as mulheres que andam se preocupando com este quesito não! Nesta época de frio, a pele fica mais sensível e o uso da cera quente ou fria acaba afastando as mulheres do salão de beleza. Diferente da maioria das técnicas aplicadas, a fotodepilação é inovadora e quase indolor, segundo Wilson de Ataide, proprietário da D`Pil Jundiaí. “A fotodepilação, ou luz pulsada, é um tratamen-

to. O cliente vem, em média uma vez por mês para completar as sessões. Antes disso, é necessário fazer um teste, gratuito, para que possamos nos certificar de que não haverá nenhum efeito colateral por parte do paciente. Para que o pelo nasça com uma menor frequência, é disparado um flash sobre a pele. Este flash vai queimar a raiz do pelo, que vai demorar mais para crescer. Muitas pessoas comparam ou acham que é um laser, mas o que os diferencia é justamente este flash de luz, que é menos agressiva à pele e quase indolor. Quando digo indolor não significa que não irá doer, mas grande parte dos pacientes não sente nada”, explica. É importante conscientizar o paciente de que a fotodepilação é um tratamento, ou seja, o cliente não irá

sair da sessão completamente sem os pelos, isso varia de pessoa para pessoa e, como todo tratamento, este também precisa ser feito com frequência e de forma correta. Em média, oito sessões já são suficientes em relação às mulheres. Depois do término do tratamento, são realizadas as sessões anuais, somente como manutenção. “Não existe depilação definitiva. Muitos acreditam que, ao término do tratamento, os pelos não voltarão mais e isso não é verdade. O que ocorre, é um enfraquecimento da raiz que vai demorar mais tempo para se refazer e, consecutivamente, mais tempo o pelo irá demorar para aparecer. Justamente por isso é que são necessárias as manutenções anuais”, diz Wilson. Recomenda-se que pessoas de pele negra não façam uso deste tratamento. “A luz pulsada age na melanina e como esta luz queima a raiz do pelo, quem tem pele negra, com muita melanina, pode sofrer queimaduras. Pessoas com tatuagem também não podem aplicar a fotodepilação em cima do desenho. Nestes casos, contornamos a tatuagem com uma maquiagem branca e passamos o aparelho de luz em volta”, conclui. A fotodepilação não estabelece limite de idade para quem quer iniciar o tratamento. Menores de dezoito anos devem comparecer acompanhados dos pais ou responsável para preencher a ficha de cadastro e se responsabilizar pelo menor. Com mais esta opção é fácil ficar bonita o ano todo. SERVIÇO:

FOTO DIVULGAÇÃO

D`PIL FOTODEPILAÇÃO AVENIDA NOVE DE JULHO, 1155 LOJA 232 B SHOPPING PAINEIRAS CHÁCARA URBANA, JUNDIAÍ – SP CONTATO: (11) 4522-0464 WWW.DPILBRASIL.COM.BR 68 WWW.QREVISTA.COM.BR

JUNHO/JULHO2012


BELEZA

MECHAS

NOS CABELOS

NEIDE TUON CABELEIREIRA FOTO LÚ BENEDETTI

SAIBA MAIS SOBRE ESSA TÉCNICA QUE HÁ TEMPOS AGRADA TODOS OS TIPOS DE MULHERES POR MAIARA LIMA

C

omo alternativa para dar uma cara nova aos cabelos, sem tingi-los completamente, as mechas são a escolha favorita das mulheres nos salões. Por possuírem inúmeros métodos de aplicação, a cada estação uma técnica se destaca entre os cabeleireiros e para este inverno a aposta são os tons dourados e amadeirados; confira as dicas que vão fazer a sua cabeça. Batizada com diferentes nomes, as mechas podem ser feitas através de inúmeras técnicas como luzes, balayage, luzes californianas, marmorização ou a ombré hair, que segundo a cabeleireira Neide Tuon, segue como aposta neste ano. “As mechas estão fazendo a diferença na cabeça das mulheres! Hoje o chamado ‘reflexo’ ou ‘luzes’, que eram feitos com a touca, estão fora de moda e a tendência são mechas mais largas, tom sobre tom ou as famosas ombré que deixam o cabelo com efeito degrade, não sendo usado necessariamente mechas loiras. Já as mechas Rivieiras (L’oréal) buscam reproduzir o efeito do sol nos cabelos trazendo naturalidade para a mulher.” A boa notícia é que as mechas podem ser feitas em qualquer tipo de cabelo, seja você loira, morena ou ruiva, o que vai depender é a escolha da técnica a ser utilizada. “Tudo depende do efeito desejado e da ousadia de cada mulher. Além disso, existe uma grande diversidade de cores oferecidas pelo mercado, por isso devemos levar em consideração o tom de pele e o cabelo natural da cliente para escolher a altura de tom das mechas. Por exemplo, para louras de pele clara a indicação seria tons platinados ou dourados, já para as morenas; louros acobreados, vermelhos, cobres ou dourados”, explica Neide. Segundo a especialista, o grande benefício das mechas é o fato de que elas conseguem iluminar o cabelo trazendo um toque de modernidade e juventude. “O cabelo é nosso cartão de visita, a moldura do rosto e as luzes as deixam com o rosto mais vivo e realçam a beleza,” afirma a cabeleireira. E é exatamente esse resultado que a tendência deste inverno pretende trazer: “O frio pede um pouco mais de calor e acrescenta uma pitada mais dourada aos fios. É hora de um colorido mais quente e mechas em menor quantidade; nesta hora os tons amadeirados, de aspecto mais natural, entram em cena”. Depois de realizar esse procedimento, a dica é fazer a manutenção e cuidado em dobro para quem já tem cabelos coloridos, para isso basta usar produtos específicos indicados para deixá-los sempre brilhantes e tratados. SERVIÇO:

STUDIO NEIDE TUON TELEFONE: (11) 4538-2348 TELEFAX: (11) 4524-0020 GALERIA MALL: RUA RUI BARBOSA, 220 LOJA 4 - CENTRO - ITATIBA - SP

70 WWW.QREVISTA.COM.BR

JUNHO/JULHO JUNHO/JULHO2012


WWW.QREVISTA.COM.BR

JUNHO/JULHO2012 71


TECNOLOGIA

AUTOMAÇÃO COMERCIAL FOTO DIVULGAÇÃO

INTEGRANDO SOLUÇÕES É POSSÍVEL OTIMIZAR OS SEUS NEGÓCIOS POR MAIARA LIMA

A

ntes pensada apenas como algo a longo prazo dentro de uma empresa, hoje a automação comercial, ou seja, a automatização dos processos dentro de um comércio é o primeiro passo para começar um negócio. Com softwares específicos para cada setor e serviços personalizados, a automação promete gerar lucros e economia integrando soluções. Através de serviços de informática, redes, biometria, e-commerce, sistemas e certificação digital é possível facilitar a administração do seu negócio. “A automação tem capacidade para equipar e implantar soluções integradas dentro da empresa, ou seja, temos um sistema de gestão que já faz tudo, com configurações específicas, oferecendo, por exemplo, um servidor com dados para que um vendedor possa conferir, na hora de uma venda externa, o estoque, o histórico do cliente e já emitir o pedido. Tudo isso em um tablet que já configuramos para atender a demanda da empresa; essa é a otimização do trabalho,” explica Alex Maximo, diretor técnico da Automax. Com softwares específicos para prestadores de serviço e comércio, setor alimentício, commerce developer, ponto de venda, indústrias, entre outros, a ideia da automação é oferecer uma comodidade na hora de controlar seus negócios. “Com câmeras, leitores biométricos, controle de acesso,

72 WWW.QREVISTA.COM.BR

impressoras fiscais, transferência eletrônica de fundos, terminais de consulta, detectores, etc, a automação gera excelentes resultados, pois permite um controle online da sua empresa, fazendo com que você possa fechar o caixa em casa depois do expediente e auxiliando na compra e no controle das suas contas, o que certamente gera mais lucro”, ressalta Alex. Todo o processo de automação pode começar com uma solução mais básica e depois ser ampliada conforme o crescimento do negócio, por isso, para implantar o serviço é realizada uma consultoria já inclusa na hora em que o cliente contrata o serviço. “Para conhecer o cliente temos que fazer inúmeras perguntas, a fim de saber quais as suas necessidades. Por exemplo, duas padarias vão se automatizar, mas uma tem um perfil específico e a outra também, então tem coisas que você precisa sugerir para o cliente, e outras que precisa se adaptar para atender a necessidade deles. Com a automatização temos como saber, no caso da venda de um sonho, por exemplo, quais são os ingredientes do produto, qual o estoque da matéria-prima, mas às vezes o cliente quer somente o controle das vendas, uma solução mais simples, e é o que oferecemos,” afirma o diretor. Para o especialista o importante nesta área é traduzir a linguagem técnica para um idioma

mais amigável a fim de atender todos os públicos, até mesmo clientes físicos e fazer o follow-up, ou seja, o acompanhamento dos serviços oferecidos. “Temos essa preocupação para estarmos preparados para atender todos os perfis, às vezes você atende uma empresa que a dona é uma senhora, então ela não está habituada a computadores e a essa linguagem. Por isso, instruímos o técnico de informática, não só a entender a parte técnica, mas até mesmo sobre tributação, nota fiscal. Na automação o profissional tem que ser completo, a internet acaba sendo apenas um braço deste setor,” ressalta. Segundo Alex, os clientes mais preocupados em se automatizar são aqueles que já sofreram roubo ou perda de produtos e entre os clientes da Automax estão lojas de roupa, cosméticos, agropecuárias, restaurantes, padarias, etc. “Para garantir a satisfação do cliente, ele paga um valor por mês e tem suporte de tudo, desde o equipamento até o sistema, com respaldo e assistência inclusa. Temos um preço pré-estabelecido para que a pessoa já saiba o quanto vai pagar por determinado serviço, seja reparação de notebooks, tablets, câmeras fotográficas ou para a implantação de sistemas, configuração de equipamentos e de rede, treinamentos, suporte técnico, desenvolvimento de websites ou locação de equipamentos.”

JUNHO/JULHO2012


WWW.QREVISTA.COM.BR

JUNHO/JULHO2012 73


TERCEIRA IDADE NA INTERNET MANTER CERTOS HÁBITOS NA HORA DE SE RELACIONAR COM A TECNOLOGIA ATUAL PODE TRAZER BOAS E MÁS INFLUÊNCIAS

POR LIONARA BIRON

E

studos comprovam que grande parte dos internautas brasileiros já está na casa dos 70 anos de idade. O que mais vem atraindo este público são os jogos online como dama, xadrez e paciência, compras coletivas e pesquisas de viagens. Usufruir da tecnologia atual pode ser uma faca de dois gumes, é o que afirma a Terapeuta Ocupacional Romilda Lucia Adão de Oliveira. “São diferentes os movimentos de um idoso comparado com o jovem. Estes videogames, por exemplo, exigem movimentos de dança, chutes, pulos e demais atividades, que podem vir a ocasionar, a um senhor ou uma senhora, lesões traumáticas”. É claro que não podemos esquecer que, graças aos avanços da tecnologia na medicina, muitos equipamentos, medicamentos e atividades foram desenvolvidos e estão ajudando, dia após dia, mais pacientes. “Em meu consultório existem diversos objetos, alguns criados por mim, e que foram feitos com o avanço tecnológico, e que uso no tratamento dos pacientes. É claro que cada pessoa tem uma necessidade e um modo diferente de evolução, mas graças a estes equipamentos, os resultados têm aparecido mais rapidamente”, conta Romilda. No caso da terapia ocupacional, o profissional interage diretamente com o paciente e, posteriormente, com a família. Este contato com os acompanhantes do paciente é importante para que o tratamento e os cuidados sejam estendidos para dentro de casa. “Não adianta nada o paciente chagar aqui com as avaliações médicas, fazer os exercícios de recuperação e, ao voltar para casa, sentar com o 74 WWW.QREVISTA.COM.BR

neto na frente do computador e ficarem horas navegando na internet, muitas vezes prejudicando a coluna e os olhos”, conta a Terapeuta. Mas antes de sair por aí achando que jogar, brincar e se divertir é somente coisa de jovem, visite um médico e faça avaliações periodicamente, pois em alguns casos o paciente pode tratar uma deficiência ou um problema simples, mas continuar com as atividades virtuais. Romilda afirma também que “As mídias usam a Tv, os jornais e os demais veículos de comunicação para favorecer a venda de produtos como as esteiras ergométricas ou cadeiras de massagem, e isso não é errado, muito pelo contrário. Mas existem determinadas pessoas que, por não conhecerem seu próprio corpo ou não terem um acompanhamento médico, acabam comprando certos produtos e agravando o problema, que em algumas vezes o paciente nem sabe que possui. Por isso é essencial, com a ajuda de profissionais, tomar cuidado com o que vai comprar e não só ir pela propaganda em si”. Dentro de casa e de forma positiva, a tecnologia pode estar presente nos objetos antigos, no tapete da sala e nos demais móveis e cômodos, que podem ser modificados e ou projetados pelos Designs-terapêuticos. Estes profissionais visitam os pacientes, acompanhados de um terapeuta ocupacional e modificam de uma maneira agradável e inteligente o lugar que pode estar ocasionando ou trazendo malefícios para o indivíduo. “Já estive em situações onde meu paciente adorava uma determinada cadeira, mas esta fazia mal para sua coluna. Com a ajuda de um Design-terapeuta, nós

FOTO: ARQUIVO PESSOAL

FOTO: BANCO DE IMAGENS

TECNOLOGIA

VEIRA ROMILDA LUCIA ADÃO DE OLI AL ION PAC OCU UTA TERAPE reestruturamos a cadeira, mas mantemos no mesmo lugar. Isso acontece para que o paciente se sinta confortável dentro da própria casa e não venha a ter danos psicológicos”. A tecnologia faz parte do nosso presente e está acessível a todos. Com cuidado e moderação, usufrua o que ela oferece e sinta-se renovado. SERVIÇO DRA. ROMILDA LÚCIA ADÃO DE OLIVEIRA (CREFITO 3/3532-LTTO) RUA CONDE DE MONSANTO,520 SALA 1 - JUNDIAÍ – SP CONTATO: (11) 9916-3537 ROMILDALUCIA2008@HOTMAIL.COM JUNHO/JULHO2012


WWW.QREVISTA.COM.BR

JUNHO/JULHO2012 75


TECNOLOGIA - INTERNET

CRIAÇÃO DE SENHAS SEGURAS

CARLOS MANDOLESI EMPRESÁRIO CARLOS@ITATIBAGUIASE.COM.BR FOTO DIVULGAÇÃO

10 DICAS PARA A

s senhas constituem a primeira linha de defesa contra o acesso não autorizado ao computador, contas de banco e cartões de crédito e diversos sites na Internet. Quanto mais difícil for a senha, mais protegido estará o computador contra os hackers e softwares mal-intencionados. É necessário garantir que existam senhas fortes para todas as contas no seu computador. Uma senha forte significa ser difícil de adivinhar ou desvendar.

DICAS PARA CRIAR UMA SENHA FORTE: 1) Ter pelo menos oito caracteres;

EXISTEM ALGUMAS TÉCNICAS QUE AJUDAM NA CRIAÇÃO DE SENHAS FÁCEIS DE LEMBRAR:

2) Não conter seu nome de usuário, seu nome real ou o nome da empresa;

3) Não conter datas de nascimento, números de documento e chapas de veículos;

Substituição de letras por números e/ou símbolos. Ex.: Brasil vira 8r@s!l;

Transformar a “senha” numa “frase” fácil de ser guardada, e usando a primeira letra de cada palavra. Ex.: Eu Leio Revista Todo Dia, vira ELRTD;

6) Ser diferente das senhas anteriores;

7) Conter letras maiúsculas, letras minúsculas, números e símbolos (tais como #,$,%);

Escrever uma palavra ao contrário. Ex.: senha vira ahnes;

Não guarde sua senha no navegador de Internet (browser), de modo que ela seja preenchida automaticamente. Isso deixa nosso cérebro “preguiçoso”, e com o tempo e a falta de uso, acabamos por nos esquecer da senha. Todos os grandes navegadores têm esse recurso atualmente, mas é bom evitá-lo.

4) Não crie senhas baseadas em sequências, tipo, 1234 e abc; 5) Não conter uma palavra completa, por exemplo, Itatiba;

8) Se você achar que deve anotar a senha para lembrá-la, não a identifique como uma senha e guarde-a em um lugar seguro. 9) Não use sempre a mesma senha em vários sites ou contas, pois se uma pessoa descobrir terá acesso aos vários sites; 10) Mude a senha periodicamente.

76 WWW.QREVISTA.COM.BR

OUTROS PONTOS IMPORTANTES: •

Veja se está digitando a senha no campo correto, por exemplo, nas máquinas de cartão de crédito;

Cuidado com e-mails ou sites falsos que pedem sua senha, muitas vezes eles têm o mesmo visual do site verdadeiro!

JUNHO/JULHO2012


TECNOLOGIA

STUDIO 9 PRODUTORA DE VÍDEO COM TRABALHOS PARA PROGRAMAS DE TV, SHOWS AO VIVO, VÍDEO AULA, VÍDEOS INSTITUCIONAIS, IMAGENS AÉREAS E ATAS DIGITAIS, A STUDIO 9 TEVE UM COMEÇO TÍMIDO EM ITATIBA COM TRABALHOS DE CASAMENTOS E FORMATURAS E HOJE DESCOBRIU TODO O POTENCIAL DOS VIDEOCLIPES MUSICAIS QUE VIRARAM CARRO-CHEFE DA EMPRESA PRODUTORA DE VÍDEOS.

JAIME MAGNUSSON JR DIRETOR DE IMAGEM

C

riada em 2009 pelo ex-profissional da área de química Jaime Magnusson Jr, a Studio 9 veio de uma antiga paixão de Jaime, que trancou a faculdade no último semestre do curso de química em 2005 e através da paixão que o irmão tinha pela “televisão” entrou nesse mundo e correu atrás para aprender tudo sobre estúdios, equipamentos, iluminação e especialização na área de produção de imagens. “A vontade de ter um negócio próprio era muito grande e em 2009 fundei a Studio9 – Produtora de vídeo broadcast. O que alavancou a empresa foi o fato de ela ter começado já com um trabalho significativo na Rede TV – afiliada VTV, com o programa “In Campinas e região” com a Teresa Guemureman, em que gravamos de tudo em 79 programas; a festa de 40 anos do Chitãozinho e Xororó, entrevistas com ministros, celebridades, além de muitos eventos importantes por todo o Brasil”, conta o agora diretor de imagem Jaime Magnusson Jr . Quando percebeu que o mercado era interessante, Jaime procurou se especializar ainda mais e começou a fazer alguns trabalhos na área musical junto com o produtor musical Luis Gustavo Garcia (que tem como referência mais de 14 anos de trabalhos com Chitãozinho e Xororó) que o apadrinhou e foi a partir daí que co78 WWW.QREVISTA.COM.BR

POR MAIARA LIMA

meçou a gravar com o grupo Rhass e por meio deles com o Edson, da dupla Edson e Hudson, com João Carreiro e Capataz, Eduardo Costa e os clipes se tornaram carro-chefe da empresa. “Na produtora nós temos a responsabilidade de entender o que o cliente quer, então nós fazemos o vídeo junto com a música tentando fazer do vídeo a linguagem da música, além de acompanhar em estúdio, ouvir muitas vezes e então, depois de um ponto em que você já tem o material estudado e já sabe mais ou menos na sua cabeça como pode montar nós fazemos muitas reuniões com os interessados do grupo para definir qual a identidade que querem dar ao clipe”, explica Jr. Para o diretor de imagem, o importante é ter conhecimento do material a ser utilizado a fim de que o resultado final seja perfeito. “Hoje usamos um tipo de equipamento para cada situação, pois cada gravação é diferente da outra e, por se tratar de equipamentos com valores consideráveis, é preciso direcionar cada vídeo e a utilização do mesmo para que não haja, em nenhum momento, desperdício de valores e de tempo para as partes envolvidas. Hoje em dia todo mundo tem uma câmera e pode sair filmando, isso é interessante, mas existem profissionais que acabam atropelando as coisas. Por exemplo, hoje você tem no mercado máquinas

fotográficas que conseguem filmar com altíssima qualidade, elas funcionam, mas você tem que saber em que ocasião é possível utilizar esse equipamento. O último clipe do Rhaas “Dá beijinho que passa” eu usei um lançamento da Sony a FS 100 que usa a mesma configuração de lente das máquinas fotográficas Canon 5D e 7D, mas que já possui configurações específicas no equipamento desde luminância, focus, etc, que te permite fazer gravações para este segmento.” Para quem não imagina o trabalho por trás dos poucos minutos de um clipe musical, Jaime conta que só no caso da música ‘Detetive’ do grupo Rhass foram feitas cinco diárias externas filmando três shows e captando imagens em uma fazenda de café e em

um restaurante rústico de Itatiba. “Foi quase um mês de trabalho de captação e edição, só de show foram duas semanas viajando e graças ao empenho e bom trabalho dos profissionais envolvidos neste projeto, deu tudo certo e a resposta positiva está em mais de meio milhão de acessos na internet.” Com a boa resposta destes trabalhos, a Studio 9 investe agora na produção de eventos. “Estou montando uma equipe especifica para este segmento de casamentos e festas. Eu quero trazer toda essa tecnologia adquirida em captação e edição de vídeo que a gente trabalha nos videoclipes e nas produções de shows para este segmento que faz parte de um mercado muito aquecido, queremos sempre fazer e ser um diferencial no mercado”, afirma Jaime.

JUNHO/JULHO2012


FOTO: DIVULGAÇÃO

TECNOLOGIA - GAMES

A ERA DOS

GAMES

OS VIDEOGAMES, BEM COMO OS JOGOS, APLICATIVOS E ACESSÓRIOS VÊM PASSANDO POR UM CONSTANTE PROCESSO DE EVOLUÇÃO. POR LIONARA BIRON

Quem não se lembra dos primeiros jogos para os recém-chegados computadores e agora, os famosos aparelhos que permitem ao jogador momentos de interação e diversão. Tudo com o uso da mais pura tecnologia. Controles sem fio, a possibilidade de jogar com amigos que estão até mesmo em outro país, a facilidade para criar um avatar que tenha a sua cara e muito mais são exemplos das comodidades acessíveis para quem gosta e é super antenado neste assunto. Marcelo Massaro, empresário do ramo, conta um pouco mais sobre os acessórios e jogos que têm ganhado fãs pelo mundo todo. - Com tantas mudanças tecnológicas, os games podem ser considerados um dos principais itens de interesse, principalmente dos jovens? Sim, com toda certeza! Difícil encontrar um jovem que não curta videogames e as novidades que com eles surgem com o passar dos anos. - É mesmo o jovem quem mais procura por estes produtos? Na verdade, o mercado de games mudou muito. O jovem é quem mais procura, mas já se tornou normal, principalmente aqui na loja, ver o público acima dos 40 anos, homens e mulheres, buscando pelas novidades do mercado. - Quais as máquinas, jogos ou acessórios mais procurados? Na lista dos videogames, os que mais vendem são: XBOX 360, Playstation 3, portátil Nintendo 3DS, portátil PSVITA, entre outros. Já os acessórios, a procura maior é sempre por Kinect, guitarra para todos os consoles e volante para todos os consoles. Quando o assunto são os jogos, a briga é sempre para levar os jogos próprios de PS3 3 XBOX 360, FIFA 12 e Pro Evolution Soccer 12, Call of duty MW3, Battlefield 3, Skyrim, Naruto Generations e Max Paine 3.

WWW.QREVISTA.COM.BR

- O mercado dos jogos tem se instalado de forma positiva no Brasil? Sim, mas ainda falta incentivo do governo, pois os impostos encarecem muito o preço final dos produtos, que são em sua maioria importados. - Quais as mais recentes novidades e quanto custam? Recentemente chegaram ao mercado o Max Paine 3 (R$ 189,00) , Ghost Recon Future Soldier ( R$ 189,00), Dragon`s Dogma (R$ 189,00), Prototype 2 (R$ 189,00) e Sniper Elite V2 ( R$179,00). - Os jogos mais antigos ainda são procurados? E as novas versões destes mesmos jogos, fazem sucesso? Os jogos antigos não são procurados, pois o pessoal que os quer joga pelo computador, com programas chamados de emuladores, que são programas que simulam o videogame antigo. Mas a maioria dos jogos antigos que evoluíram para os novos videogames faz muito sucesso.

JUNHO/JULHO2012 79


TECNOLOGIA

SERVIÇOS VIA RÁDIO CONHEÇA OS BENEFÍCIOS DA INTERNET E TELEFONIA VIA RÁDIO POR MAIARA LIMA

S

em fios, linhas telefônicas e com tecnologia digital, os serviços via rádio trazem vantagens não só para quem mora em condomínios e locais afastados, mas também para empresas e casas. Com apenas uma antena é possível ter internet e telefone e ainda se comunicar sem custo com quem possui o mesmo tipo de serviço; entenda como funciona. Os serviços via rádio têm como base as retransmissoras que são fixas e espalhadas pela região. Para a instalação, um rádio é colocado no topo da sua casa ou empresa e direcionado para a retransmissora. O sinal funciona de modo similar a um celular que automaticamente capta o sinal através das ondas de rádio. Segundo Carlos Marchesini, responsável pela Engenharia e Infraestrutura da Vmax Net, dependendo da aplicação os rádios podem alcançar até 15 km e outros a mais de 40 km de distância de retransmissora para retransmissora. “Para uma aplicação doméstica ou até mesmo comercial, por exemplo, a maior vantagem seria não ficar presa a uma linha telefônica, porque hoje os serviços de internet mais usados estão associados à linha e na internet via rádio não. Nós instalamos a antena e é tudo que você precisa, não há nem mesmo a necessidade de assinar um provedor, porque nós já somos um provedor de acesso. Para os condomínios, o benefício principal é o fato de que os serviços via rádio conseguem atuar até mesmo em locais de difícil acesso, diferente das operadoras tradicionais que dificilmente pos-

suem infra estrutura para entregar o serviço em locais mais afastados”, ressalta Danilo Bedani, responsável pela rede IP da Vmax Net. Quanto à qualidade do acesso, os especialistas asseguram a estabilidade da conexão e afirmam que atualmente a questão da internet via rádio cair quando chove é um mito. “Trabalhamos muito no último ano na melhoria da qualidade dos serviços, instalamos diversas proteções para evitar problemas elétricos e outros problemas em função das chuvas. Para garantir a estabilidade da conexão, utilizamos equipamentos de alta qualidade que já possuem tecnologia adequada para evitar problemas; eles são fechados, lacrados e protegidos para aguentar situações externas e manter a conexão estável”, explica Carlos. Outra vantagem dos serviços via rádio é a telefonia através do VOIP – Voz sobre IP. “VOIP é um sistema similar ao uso do skype, mas diferente do skype; com o nosso sistema é possível você usar as duas estradas - internet e telefonia - e o trânsito de uma não interfere no trânsito de outra. Nós fazemos essa separação - o que é de voz é de voz, o que é de internet é de internet sem prejudicar a velocidade enquanto se navega. No começo deste ano investimos em uma nova plataforma de VOIP para rodar em nossa rede o que permite que possamos fornecer chamadas com qualidade e tarifações competitivas comparadas ao mercado”, explicam. Sem a interferência nos dois serviços, o uso do VOIP também permite que condomínios, filiais de empresa e até mesmo parentes e amigos

que utilizem o mesmo sistema de telefonia possam conversar sem gastar um centavo. “É como se, dentro de uma empresa, você fosse ligar para um ramal; é gratuito. Realizamos muito esse serviço em condomínios e em empresas para falar internamente sem gastos”, afirma o especialista em redes, Danilo. Segundo o responsável pela Engenharia e Infraestrutura da Vmax Net, Carlos Marchesini, de um ano para cá a empresa já pode perceber um aumento de 10% a 20% mensais em torno da procura por estes serviços. “Hoje, a internet é necessidade básica junto com água e luz, não tem como fugir disso e nossa proposta é levar comunicação para as pessoas que não possuem acesso. Nós flexibilizamos o atendimento, cada empresa, cada cliente consegue um serviço personalizado e por isso temos tido um feedback muito positivo.” SERVIÇO:

VMAX NET TELECOMUNICAÇÕES ROD. ENG. CONSTANCIO CINTRA Nº 521 - E03 ITATIBA MALL - ITATIBA - SP CONTATO: (11) 4894-8000 WWW.VMAXNET.COM.BR

CARLOS MARCHESINI 80 WWW.QREVISTA.COM.BR

DANILO BEDANI JUNHO/JULHO2012


WWW.QREVISTA.COM.BR

JUNHO/JULHO2012 81


ECONOMIA | DIREITO

ADVOGADA FOTO ISABELLA ROCHA

APOSENTADORIAS E REVISÕES

ELISANGELA GUERINI STELLA

MUITA ATENÇÃO NA HORA DE SOLICITÁ-LAS POR MAIARA LIMA

E

xistem vários tipos de benefícios que a Previdência Social pode fornecer ao trabalhador mediante requerimento, tais como; aposentadoria por idade, tempo de contribuição proporcional ou integral, através do trabalho rural, por invalidez, amparo ao idoso, auxílio doença, auxílio acidente, pensão por morte, revisões, etc. Contudo, é preciso que os trabalhadores redobrem a atenção na hora de solicitar qualquer benefício ou revisão que tenham direito. Para auxiliar você na hora de ir atrás do que é seu, a Q! conversou com a advogada Elisangela Guerini Stella. Segundo a advogada, o problema mais comum é que muitos trabalhadores se dirigem até as agências da Previdência Social sem instrução alguma para pedir o benefício ou a revisão e muitas vezes são prejudicados com tal atitude. “O problema já está na hora do agendamento para atendimento no INSS, por exemplo, hoje para o segurado requerer a maioria dos serviços que a Previdência disponibiliza, ele deve fazer um agendamento com antecedência através do telefone 135 ou através do site www.previdencia.gov.br, mas quando o trabalhador tenta efetuar tal agendamento se depara com a famosa frase: “Atualmente não existe vaga disponível para este serviço”. Dessa forma, ficam meses tentando ser atendidos, o que só traz perda de tempo e de dinheiro, pois o INSS paga o segurado somente a partir da data do agendamento com êxito,” afirma Elisangela. 82 WWW.QREVISTA.COM.BR

o Ministério da Previdência Social em conjunto com o Ministério do Trabalho e Emprego implantou o sistema SIC, destinado a atender as demandas por informações; para os advogados a expectativa é de que o sistema realmente consiga ajudar os trabalhadores.

De acordo com a especialista, milhares de recursos são protocolizados na Justiça Federal, e muitos trabalhadores aposentam com o valor da renda mensal menor que a devida, com data errada do início do pagamento ou ocorre o indeferimento dos comprovantes de trabalho rural e de trabalho insalubre do processo, por isso há milhares de processos na Justiça Federal com pedido de revisão de aposentadoria, um assunto que o aposentado deve tomar muito cuidado. “Hoje existem falsas agências ou advocacias que enviam cartas para os aposentados afirmando que estes possuem direito a aposentadoria e alguns são golpistas que iludem com falsas promessas de ganho de muito dinheiro com a revisão contra o INSS. Por isso, aconselhamos a entrar com

pedido de revisão somente com um advogado de confiança ou escritório especializado com idoneidade na cidade,” ressalta a advogada. Para auxiliar na veiculação de informações, neste último mês de maio,

“DE QUALQUER FORMA O AVISO QUE DEVE FICAR PARA TODAS AS PESSOAS QUE NÃO ENTENDEREM AS NORMAS INTERNAS DA PREVIDÊNCIA SOCIAL E DAS LEIS É SEMPRE PROCURAR UM ESPECIALISTA DE CONFIANÇA NO ASSUNTO PARA NÃO SEREM PREJUDICADOS DE VÁRIAS FORMAS”, finaliza Elisangela.

JUNHO/JULHO2012


WWW.QREVISTA.COM.BR

JUNHO/JULHO2012 83


COLUNA EDSON FOTO FOTOS MÁRCIA ALMEIDA

ACOMPANHE O ENLACE DOS CASAIS ALAN E GABRIELA E GUSTAVO E RENATA NA HORA DE DIZER O “SIM”

TEL.: 4524-0260 RUA QUINTINO BOCAIÚVA, 130 CENTRO - ITATIBA - SP

Casamento de Alan dos Reis e Gabriela Silva realizado no dia 12 de Maio de 2012 na Paróquia Nossa Senhora da Penha e recepção no Divana

Casamento de Luiz Gustavo Solito e Renata Magaga realizado no dia 11 de Maio de 2012 na igreja Nossa Senhora Aparecida e recepção no Orion

84 WWW.QREVISTA.COM.BR

JUNHO/JULHO2012


WWW.QREVISTA.COM.BR

JUNHO/JULHO2012 85


CASA E DECORAÇÃO

ESCRITÓRIOS MODERNOS

AS SALAS EMPRESARIAIS DEIXARAM SUA SERIEDADE DE LADO E HOJE PODEM SER DECORADAS DE INÚMERAS FORMAS DIVERTIDAS

POR LIONARA BIRON

C

om tantas mudanças nos dias atuais, um dos aspectos que tem feito com que os escritórios e salas comerciais tenham passado de um espaço sério para locais descontraídos e cheios de vida foi a modernidade e até mesmo a mudança na postura dos próprios empresários. “Quase tudo mudou. Com uma cabeça mais aberta e até mesmo procurando conviver em um ambiente tranquilo e diferenciado, muitos profissionais que trabalham ou passam boa parte de seus dias sentados em uma sala, em frente ao computador e vez ou outra recebendo clientes, optaram por transformar estas “salas” e criar um ambiente mais descontraído. O mercado atual oferece diversos objetos, móveis e materiais para que estas mudanças aconteçam de acordo com a vontade do cliente. Hoje até a imagem do executivo mudou, pois o padrão de que os empresários precisam necessariamente andar de terno e gravata desapareceu. A transparência, clareza, jogo de cores e arte estão chegando com bastante força para este público”, conta Tiago Campos, proprietário da loja Fasollo, em Itatiba. Os materiais, também diferenciados, agradam diversos públicos e fazem toda a diferença em qual86 WWW.QREVISTA.COM.BR

quer ambiente, “No quesito escritório, os materiais de madeira ou que imitam a madeira, vieram associados aos tecidos e às transparências. De maneira conceitual, teoricamente, a tendência é partir para a modernidade, mas em alguns casos os clientes ainda preferem os clássicos que são os tons amadeirados mais escuros, ambientes neutros e com grande porte de armazenamento. Tendencialmente, o que está muito presente são as prateleiras abertas, menos armários, cores que regem em torno do amarelo, laranja, tons avermelhados, maior quantidade de arte, espaço e clareza. Isso acontece porque cada vez mais os meios de armazenagem de arquivos estão diminuindo, ou seja, não é tão necessário arquivar documentos em pastas quando se pode guardar estes mesmos arquivos em um pen drive ou chip de celular, fazendo assim com que os espaços fiquem mais abertos e cheios de luz. Um exemplo bacana, quando se fala em material de uso, são as cadeiras. Antes se viam aquelas famosas “cadeiras de presidente”, grandes e macias. Hoje o ideal são as feitas em acrílico e policarbonato. Quando olhamos uma cadeira transparente, feita em policarbonato, a impressão é de que vamos cair e que o material não é

resistente, mas ao contrário da visão da maioria, estas cadeiras são tão resistentes quanto uma cadeira feita de ferro. Elas foram projetadas justamente para aguentar uma grande quantidade de peso, tanto é que pode ser usada em qualquer ambiente e servem para todos os públicos e gostos”, ressalta Tiago. Apesar das novidades, todo desenvolvimento de ambiente é particular. Não existe um móvel ou material que necessite ser utilizado como peça chave. Quando se fala em ambientes contemporâneos, os acrílicos junto com as transparências são indicados porque fazem parte deste segmento, mas mesmo assim isso não se torna uma regra. Tudo é possível e uma boa criação vem sempre acompanhada de boas ideias e profissionais. Para sair da rotina e inovar, basta querer. SERVIÇO:

RUA LUIS SCAVONE, 418 - CENTRO - ITATIBA/SP TEL.: (11) 4487.1215 FASOLOITATIBA@BOL.COM.BR JUNHO/JULHO2012


CASA E DECORAÇÃO

CASAMENTO E FLORES: UM CASAL INSEPARÁVEL

Karina Saab ARQUITETA E EMPRESARIA

SEMPRE PRESENTE, AS FLORES TÊM TOMADO FRENTE NA HORA DE DECORAR A IGREJA OU O SALÃO DE FESTA.

A

ssim como nas roupas, bolsas, sapatos acessórios e cores de diversos itens, uma nova tendência em decoração chegou também aos casamentos. Sempre caracterizado como um momento mágico, o casamento não perdeu seu brilho, mas deixou no passado as intermináveis tradições que o rondava. A arquiteta Karina Saab, proprietária da loja Kéka Flores, conta com mais detalhes o que mudou de uns tempos para cá neste quesito. “Criar e recriar são duas palavras de ordem e que nós, decoradores e entendedores de decoração usamos muito, justamente para poder ser diferente. Tudo começa com a junção de todos os tópicos do casamento, então, nós avaliamos espaço, quantidade de convidados, se é uma festa temática ou não, qual cor ou estilo agrada mais os noivos e, por fim, cria um ambiente. Hoje, a tendência, por incrível que pareça, é resgatar o antigo, ou seja, buscar os detalhes mais clássicos. Há pouco tempo atrás nós usávamos muito os vidros e agora é a vez das ânforas, objetos dourados ou envelhecidos, castiçais, arranjos cheios e por aí vai”, diz Karina. Uma coisa é a tendência e outra bem diferente é o estilo. Antes de tudo, é importante buscar o que há de novo no mercado, mas sem procurar fugir dos ideais e vontade dos noivos, que podem, muitas vezes, não gostar muito das novidades que surgem quase que diariamente. “A gente tem que entender também que a pessoa casa uma vez na vida, alguns casam mais de uma vez, mas mesmo assim cada festa é única e é extremamente importante seguir o sonho de cada casal”, ressalta.

88 WWW.QREVISTA.COM.BR

POR LIONARA BIRON

Preparar uma cerimônia, bem como toda a festa, exige cuidado e antecipação. Para que não ocorram desgastes mentais e até mesmo físicos na hora de escolher as espécies de flores, cores, arranjos e demais utensílios, aconselha-se começar com os preparativos um ano antes da data de comemoração. “É bacana sempre tomar cuidado com o tempo, pois tudo que é planejado acontece. Por experiência, eu normalmente costumo receber aqui na loja noivas bem adiantadas, mas em últimos casos, quando ocorre um imprevisto e a festa precisa acontecer, se a noiva chegar aqui um mês antes do casamento e eu tiver estrutura e material para atender, com certeza eu consigo fazer”. Outro item que tem subido à cabeça das noivas são as cores, que dão todo um charme e alegram qualquer ambiente. Em muitos casamentos, é possível ousar no estilo remix, com uma infinidade de cores ou até mesmo aproveitar os diversos tons de uma mesma cor. “Realmente o colorido seguiu a linha do “use e abuse” por muito tempo. Mas, como mencionado no início, com o resgate das tendências clássicas, é comum chegar à uma festa de casamento e ver a cor branca como destaque, mas como sempre, tudo vai do gosto de cada um”, conclui Karina. Com a chegada do inverno, as geadas tendem a implicar no crescimento das flores nos campo e por isso, provavelmente o preço fique um pouco mais salgado. Mas, tendo em vista uma decoração impecável, vale lembrar que as pétalas ficam muito mais bonitas e as plantas acabam durando mais. Sem motivos para não fazer uma festa linda, escolha cuidadosamente cada detalhe do casamento e aproveite!

JUNHO/JULHO2012


CASA E DECORAÇÃO

DECORAÇÃO INCLUSIVA OBJETIVO É TORNAR AMBIENTES ACESSÍVEIS PARA TODOS EM QUALQUER ÉPOCA DA VIDA POR MAIARA LIMA

B

aseada no princípio do desenho universal - que cria espaços que podem ser usados pelo maior número de pessoas possíveis - a arquitetura inclusiva visa preparar qualquer ambiente, seja para pessoas com limitações físicas pela idade ou pela mobilidade reduzida. A ideia é assegurar o direito de ir e vir e proporcionar segurança e independência. Apesar de ter grande importância para a sociedade, a decoração inclusiva ainda não é uma realidade constante, mas sua implantação deve ser vista como algo benéfico, pois garante a liberdade dos mais variados perfis de pessoas. “Ter uma decoração inclusiva não significa auxiliar apenas os cadeirantes, mas sua implantação

90 WWW.QREVISTA.COM.BR

abrange toda uma diversidade humana gerando acessibilidade a todos, pois um dia todos nós iremos ficar mais velhos. Advertida por muitos por ter o paradigma de uma decoração grosseira e desconexa, hoje os ambientes com decoração inclusiva apresentam adaptações mais sutis e elegantes. Mesmo tendo uma sociedade crua, acredito que este novo método de “decoração” pode se tornar parte do dia a dia de todos, através de simples detalhes,” afirma a arquiteta e urbanista Jéssica Brandemburgo. Para criar um ambiente como este, a decoração ideal, tanto para residências como para escritórios, parte do principio básico de ter uma “planta livre” com ambientes de fácil locomoção e que trazem independência nas atividades diárias; como explica Jéssica: “O ambiente deve ter passagem de no mínimo 0,90m que possibilite a passagem tanto de cadeirantes, como de idosos, que podem tropeçar com facilidade. Também devem ser utilizadas barras de apoio distribuídas em áreas molhadas e em áreas com maior circulação, pisos táteis quando necessário e alturas diferenciadas em fechaduras tomadas, móveis e pias, para que não se faça muito esforço ao tentar alcançá-los ou usá-los. A não utilização de degraus também segue o princípio de planta livre”. Mesmo que você não tenha mobilidade reduzida ou seja idoso, tornar um ambiente mais confortável para quando atingirmos uma idade avançada auxilia até mesmo caso pretenda ter filhos um dia, por isso uma reforma desse tipo pode ser prevista e programada com antecedência. “Na compra de uma residência, por exemplo, é preferível pensar que uma casa plana irá lhe auxiliar muito mais, do que uma casa com desníveis. Alguns elementos de decoração inclusiva também podem ajudar em diferentes momentos da vida, como: colocação de interruptor e telefone próximo à cama, camas mais baixas de modo que ao levantar seus pés toquem ao chão, piso antiderrapante, não deixar tapetes ou objetos soltos impedindo que as pessoas tropecem nele, mesa de cabeceira mais alta que a cama com bordas abauladas, não utilizar prateleiras ou objetos em vidro, iluminação mais forte para auxiliar idosos com problema de visão, entre outros detalhes que podem não atrapalhar nos dias de hoje, mas auxiliar durante o momento em que vivemos e que serão muito úteis quando tivermos mais de sessenta e cinco anos,” ressalta a arquiteta. Dica: Alguns elementos funcionais, mesmo em ambientes sem decoração inclusiva, também são um bom investimento e os profissionais da área garantem que é possível ter um ambiente moderno e cheio de vida mesmo com elementos acessíveis. Para saber as medidas exatas e suas utilidades é preciso seguir as normas da ABNT NBR-9050/04 que falam sobre a Acessibilidade em edificações, mobiliários, espaços e equipamentos urbanos.

JUNHO/JULHO2012


WWW.QREVISTA.COM.BR

JUNHO/JULHO2012 91


CASA E DECORAÇÃO # INFORME PUBLICITÁRIO

20 a n o s

92 WWW.QREVISTA.COM.BR

FOTO LÚ BENEDETTI

A

Empresa JF Piscinas inicialmente fabricava casas em alvenaria e piscinas em concreto armado. Com isso já estamos há 28 anos no mercado de construção. Esse mês de Abril a empresa no ramo só de piscina em vinil, concreto armado e fibra completou 20 anos de muita qualidade e compromisso para com nossos clientes. Hoje disponibilizamos também para melhor servi-los máquina de escavação Bob Cat, caminhão caçamba, compaquitador mecânico, serviço completo com mão de obra especializada e acompanhamento em obra do próprio proprietário. A JF Piscinas é vista pelos próprios clientes pela qualidade e a tranquilidade das quais proporcionamos para eles na construção de suas piscinas, por isso já fomos presenteados com mais de 30 prêmios de qualidade nesses 20 anos de muito trabalho. Em todo esse tempo de trabalho podemos também orienta-los que a melhor época para a construção de uma piscina é na estação do inverno, pois no verão a piscina já estará prontinha para uso. Trabalhamos com os três tipos de piscina, mas, a mais vendida é a de vinil que tem uma tecnologia e qualidade de 1° mundo, sendo bem cuidada você terá uma piscina sem reforma com a durabilidade de 10 a 12 anos, temos um caso que a durabilidade foi de 21 anos. Passado esse tempo é só realizar a troca de bolsão e pronto, estará com uma piscina novinha novamente. A Alvenaria (Concreto armado) tem um custo, e, um tempo de obra um pouco maior do que as outras, mas depois de pronta não deixa nem um pouco a desejar, com vários modelos e novas cores de pastilhas, é uma piscina para a vida toda. Hoje em dia com as várias estampas de vinil e com a praticidade do mesmo, a fibra é a menos procurada, até mesmo porque os valores são os mesmos.

Na piscina de fibra fazemos a mesma com muita qualidade, construímos uma caixa de contenção (para evitar que com o movimento da terra no futuro estrague a fibra). Entre a escolha de uma ou de outra vai mesmo da preferência do cliente. Trabalhamos também com aquecimento solar e elétrico, sendo que o elétrico você terá a piscina quente para qualquer momento em que precisar. Em questão da qualidade os dois tipos de aquecimento são ótimos. Temos aparelhos sem uso de cloro que eliminam o uso de produtos na piscina, confiram esta novidade conosco. Enfim, não esquecemos em toda essa nossa caminhada de uma pós venda dos equipamentos de filtragem e das trocas de areia, temos com a empresa Torque Motobombas e Equipamentos, uma grande parceira nessa área de moto bombas, filtros e trocas de areia, para melhor atende-los. Obrigada por contarem sempre conosco, nossos clientes. Grata, Rosemary Ribeiro Gonçalves. Diretora Comercial

JUNHO/JULHO2012


WWW.QREVISTA.COM.BR

JUNHO/JULHO2012 93


CASA E DECORAÇÃO

ESTILO RETRÔ

A

NOSTALGIA E INSPIRAÇÃO NO PASSADO SÃO AS TENDÊNCIAS PARA 2012 POR MAIARA LIMA

ssim como na moda, as tendências vêm e vão e se repetem com um toque de novidade. E é seguindo essa linha que a decoração vintage ou retrô ressurge neste ano, dando um toque de charme à nostalgia e se inspirando principalmente nas décadas de 50 e 60. A tendência deste estilo é misturar peças rústicas com o contemporâneo, sejam elas materiais reaproveitados ou objetos atuais com design antigo. “A decoração vintage pede acabamentos delicados, românticos, com cores claras, a mobília e cômodas com design antigo, lustres e cortinas estampadas, assim como espelhos com molduras que também resgatam a sensação de antiguidade. Sofás restaurados criam um ambiente bem receptivo e acolhedor e um piano no canto da sala ou um castiçal sobre a mesa de centro e alguns vasos de flores ressaltam o clima vintage. Para os jovens, vale à pena apostar numa atmosfera pin-up bem ousada” afirma a arquiteta, Juliana Zamboni. Segundo a especialista, é preciso ter em mente que decorar é ir além de deixar a casa mais bonita e receptiva, é contar uma história através da composição entre revestimentos, móveis e acessórios. Por isso, repaginar móveis antigos tem tudo a ver com a decoração retrô, pois traz lembranças e histórias da sua época. “O retrô é um design inspirado no passado, podendo inclusive ter influências de várias décadas, principalmente as de 50 e 60, com um estilo todo delicado e rico em personalidade. Pode-se aproveitar um móvel antigo, reformando-o, com uma pintura, troca das ferragens, puxadores, troca de tecidos ou usar objetos que têm cara de coisa antiga, mas foram repaginados e ganharam tecnologia moderna,” aponta a arquiteta.

94 WWW.QREVISTA.COM.BR

Esse é o caso dos eletrodomésticos que também entraram na onda retrô; hoje os fornecedores já criaram linhas especiais de geladeiras e fogões, panelas, cadeiras e muitos outros acessórios neste estilo. “Para decorar um ambiente como a cozinha, pode-se usar revestimentos montados como um jogo de xadrez nas cores preto e branco e os móveis e eletrodomésticos devem resgatar traços dos anos 50, com cores vibrantes e linhas arredondadas,”ensina Juliana. Para dar um ar vintage ao ambiente, o mais importante é o uso de acessórios antigos (produzidos há pelo menos 20 anos), ou seja, peças complementares que exaltam características nostálgicas. Nesse caso a arquiteta aponta abajures, quadros de tecido, rádio com design dos anos 50 e jukebox, tapetes, louças e papéis de parede como alguns itens para compor o cenário. Dica: “Para que o uso de peças retrô não torne o ambiente com cara de ultrapassado, dispense os excessos. Em nossas casas é preciso que o ambiente tenha sintonia com a nossa realidade, com o nosso tempo e o nosso estilo de vida atual, que com certeza não são os mesmos da década de 50”, ressalta a arquiteta Juliana Zamboni. SERVIÇO: ARQUITETA JULIANA ZAMBONI TRAVESSA LAURINDO DA SILVA CARVALHO 71 VILA BELÉM 11 4534-0837 ID 936*17846 JULIANA@JULIANAZAMBONI.COM

JUNHO/JULHO2012


FOTO ARQUIVO PESSOAL

CASA E DECORAÇÃO

Arquitetura e a imagem comercial

PARA FICAR MUITO MAIS ATRATIVO, O COMÉRCIO TAMBÉM É FOCO DE NOVAS TENDÊNCIAS

POR LIONARA BIRON

S

tos podem ser mais ousados, pois a espaço comercial permite a aplicação de novas formas e materiais inéditos que atualizam o ambiente, pois o fluxo de pessoas diferentes é maior e é como se a informação se renovasse todos os dias. Diferente de uma decoração residencial que é feita para durar mais tempo. “Não é preciso gastar muito para ter um ambiente bem decorado e atual. O importante é surpreender as pessoas com pontos atrativos e valorizar o aconchego. Brincar com os contrastes, onde o tradicional pode tranquilamente dialogar com o moderno. O revestimento tem papel importante, por ex: elementos rústicos como o adobe e a madeira de demolição encontram contraponto no vidro laqueado ou no brilho do cristal. Enfim, usar a criatividade com doses de ousadia”, conclui. Inovações criadas e proporcionadas através de um bom profissional renovam não só um espaço, mas também trabalham novos conceitos que, sem dúvidas, fazem toda a diferença!

FOTO ARQUIVO PESSOAL

endo completamente diferente da área residencial, os comércios precisam necessariamente de obras mais rápidas e passaram a ser mais dinâmicos. Criar, transformar e inovar são verbos que fazem parte da rotina de um arquiteto. Passeando com facilidade pelos diversos caminhos da arquitetura, além de atuar no segmento residencial, corporativo, design de interiores e área comercial, a arquiteta Valéria Alvarenga esclarece que: “Os pontos principais a serem priorizados em uma loja ou em um espaço comercial são formados por uma circulação confortável, o bom uso de revestimentos e a forma de exposição do produto que não é mais apresentado apenas como um objeto. Mas existe um trabalho de envolvimento, de caracterização do conceito para valorizar e justificar a marca do produto”. Conforme as novas tendências vão aparecendo, a ideia é mesmo essa de modificar com mais frequência o ambiente tanto exterior como interior. Os proje-

96 WWW.QREVISTA.COM.BR

JUNHO/JULHO2012


WWW.QREVISTA.COM.BR

JUNHO/JULHO2012 97


CASA E DECORAÇÃO

ENGENHARIA CONSCIENTE

APRENDA A CONSTRUIR ECONOMIZANDO TEMPO E DINHEIRO

POR LIONARA BIRON

C

“Quando se exige um orçamento detalhado da obra, o cliente fica ciente exatamente de quanto irá gastar, pois é o orçamento quem nos fornece dados suficientes para tomarmos decisões. Sem um orçamento em mãos, fica difícil saber quantos sacos de cimento serão necessários em uma obra ou quantos metros cúbicos de areia, por exemplo”, ressalta Carla Executar uma obra com qualidade, economia e segurança exige conhecimento técnico e um bom relacionamento interpessoal. É necessário ter habilidade para fornecer um planejamento eficaz, onde será elaborado um orçamento detalhado, um cronograma físico-financeiro determinando o tempo e o custo de cada etapa da obra. “É ilusão pensar que o engenheiro orça-

mentista aumenta o custo da obra, pois ele é capaz de executar o empreendimento proporcionando maior economia sem comprometer a qualidade e a segurança durante e após a entrega do projeto”, conclui a engenheira. Para quem vai construir, fica uma boa dica: Procure valorizar o capital que você tem adquirido para realizar o sonho de ter uma casa. Lembre-se de que investimento em materiais utilizados em uma construção civil e a mão-de-obra costumam ser pesados para o bolso do consumidor. Antes de iniciar uma construção, pesquise e consulte um especialista, converse com pessoas que já viveram a experiência de não contratar um engenheiro orçamentista, busque o máximo de informações e tire suas próprias conclusões. Desta forma, incidentes tem uma menor probabilidade de acontecer. A contratação de um profissional especializado é fundamental. E depois de um objetivo estabelecido e o planejamento realizado, tudo fica mais fácil. Mãos a obra!

FOTO BANCO DE IMAGENS

onstruir ou reformar pode ser o pesadelo de muita gente. São dias intermináveis e um gasto a perder de vista. Muitas obras são abandonadas, devido a uma administração mal feita baseada em uma estimativa de preços por m2, que muitos engenheiros, arquitetos ou mestre de obras passam aos seus clientes. ‘’Normalmente, os clientes desconhecem as metodologias da orçamentação e confiam totalmente na estimativa de custos elaborada, gerando uma série de problemas na obra, como desperdício de materiais, falta de mão de obra qualificada, atraso no cronograma, entre outros”, comenta a engenheira Carla Branco, da FC Casas. Outro problema bastante comum surge quando o cliente, pensando na economia, prefere perguntar para o amigo que acabou de construir, para o corretor de imóveis ou até para o colaborador da obra, o preço do metro quadrado de uma construção, se esquecendo de que cada tipo de projeto tem suas particularidades, ou seja, seu próprio custo.

98 WWW.QREVISTA.COM.BR

JUNHO/JULHO2012


WWW.QREVISTA.COM.BR

JUNHO/JULHO2012 99


CASA E DECORAÇÃO

FOTOS DIVULGAÇÃO

ESTRUTURAS METÁLICAS

VERSÁTIL, COM MENOR PRAZO DE EXECUÇÃO E RECICLÁVEL, AÇO CONQUISTA A CONSTRUÇÃO CIVIL

RICARDO PELLIZZER

CARLOS RIZZO

DIRETOR

DIRETOR TÉCNICO

POR MAIARA LIMA

P

resente em construções industriais no mundo há muito tempo, hoje o aço ganhou espaço no Brasil e é largamente usado na construção civil, através das estruturas metálicas. Flexível, com menor prazo de execução e sem danos ao meio-ambiente, o material pode aparecer em apenas alguns pontos da obra ou como material principal e vem conquistando engenheiros e arquitetos por seus inúmeros benefícios. Possível de ser utilizado em qualquer tipo de obra (como edifícios industriais, comerciais e residenciais, casas, escritórios, ginásios, plataformas, pontes, viadutos, etc.), a produção de aço no Brasil é considerada tardia se comparada aos países desenvolvidos, mas hoje temos o maior parque industrial de aço da América do Sul e somos o maior produtor da América Latina, resultado das diversas vantagens do uso deste material. “Com as estruturas metálicas toda a construção é pré-fabricada e os projetos são detalhados com precisão e modelados em 3D sendo gerada uma maquete eletrônica. Com isso, o cliente tem um planejamento maior com grande redução no prazo de execução

100 WWW.QREVISTA.COM.BR

da obra, podendo ao mesmo tempo executar trabalhos diferentes e assim acelerar a sua conclusão,” afirma Ricardo Pellizzer, diretor da Pellizzer Estruturas Metálicas. Além disso, o aço tem um uso diversificado, pois permite maior liberdade nos projetos de arquitetura, proporcionando também alívio de carga nas fundações, maior área útil, compatibilidade com outros materiais, flexibilidade, organização do canteiro de obras e preservação do meio-ambiente. “Por ser uma construção industrializada, onde já é possível enxergar o que está sendo feito, é uma construção totalmente sustentável e ecologicamente correta. Em uma construção convencional, por exemplo, há estudos que indicam que cerca de 30% de todo o material empregado é desperdiçado na forma de entulhos, com o aço isso não acontece porque todo resíduo é reutilizado e como todo o projeto é detalhado usamos quantidades específicas sem desperdício,” ressalta Ricardo. Pela rapidez na execução e consequentemente a antecipação dos ganhos, o uso das estruturas metálicas tem o custo benefício garantido

pela rapidez no retorno do capital investido. Paralelo a isso a ausência da construção artesanal faz com que o uso do aço seja a construção do futuro, afirma o engenheiro Carlos Rizzo, diretor técnico da Pellizzer Estruturas Metálicas. “Essas estruturas têm muita maleabilidade, elas permitem grandes vãos, pois tem o peso muito menor que o concreto, aliviando as fundações, e tem toda uma montagem industrializada e mecanizada, com guindastes e mão de obra qualificada, então é um nível bem mais técnico, com diversas etapas desde orçamento, projeto arquitetônico, projeto estrutural, detalhamento das peças, fabricação, projeto de montagem, montagem, enfim, é o futuro”. SERVIÇO: PELLIZZER ESTRUTURAS METALICAS AV. FIORAVANTE PIOVANI, 145 BAIRRO DO PORTO - ITATIBA/SP TEL.: (11) 4538 0303 WWW.PELLIZZER.COM.BR COMERCIAL@PELLIZZER.COM.BR ENGENHARIA@PELLIZZER.COM.BR JUNHO/JULHO2012


WWW.QREVISTA.COM.BR

JUNHO/JULHO2012 101


EDUCAÇÃO

TABLET NAS ESCOLAS

TECNOLOGIA TEM AUXILIADO ALUNOS E PROFESSORES DENTRO DAS SALAS DE AULA

POR LIONARA BIRON

102 WWW.QREVISTA.COM.BR

nos fazem questionar até que ponto estes aparelhos podem de fato ajudar os alunos ou acabar trazendo dispersões durante as explicações. Para que ações prejudiciais não acabem interferindo no ensino, o diretor adverte: “Antes de qualquer decisão, prestamos muito a atenção nas regras adotadas

na hora do intervalo. As salas de aula são equipadas com redes de internet individuais e cabe ao professor liberar a rede quando é conveniente com a aula. Desta forma, conseguimos também monitorar se o aluno está de fato conectados aos sites estipulados a eles ou não. Com tudo, não existem problemas”. Este é o primeiro ano que o Colégio Cristão Jundiaí adotou o método de ensino, portanto, o uso dos tablets em sala ainda não é obrigatório. Mas, com o avanço dos meios e métodos tecnológicos, o livro corre o risco de perder seu espaço? Ainda de acordo com Renato, ouve-se muito este questionamento, mas se for o caso do livro sofrer uma diminuição de consumo, isso ocorrerá gradativamente e em longo prazo. “Ouvimos que seria o fim dos livros quando surgiu o computador, depois com a aparição dos livros eletrônicos, pois bem, olhando pela editora que nos atende hoje, com o passar do tempo os livros serão mesmo disponibilizados através de links, programas e afins. Hoje, a utilização de apostilas e livros é frequente aqui na escola e não deixará de ser. A questão é que a agilidade, o custo e o desgaste do meio ambiente, tendem a ser modificados de uma forma positiva, proporcionando mais comodidade e benefícios para todos”, completa Renato.

pela escola, para evitar que lazer e estudos sejam confundidos e com isso, os alunos acabassem se desfocando das aulas. Pensando no aproveitamento total dos tablets em sala, a escola, que fornece internet WiFi, desliga a rede que conecta a internet no período de aulas e volta a disponibilizar somente

SERVIÇO:

FOTO LIONARA BIRON

C

om a criação de equipamentos portáteis e o avanço da tecnologia e internet, hoje em dia é difícil não ter ou conhecer alguém que não tenha qualquer eletroeletrônico. Os jovens da chamada “Geração Y” são os que mais carregam essa bagagem de conhecimento por meios virtuais e influenciam as pessoas e situações ao seu redor. Renato Aparecido Silva, diretor administrativo financeiro do Colégio Cristão Jundiaí, conta que utilizar o tablet em sala de aula é uma tendência. “Aqui no colégio, optamos pelas apostilas da editora Saraiva, que já foram baixadas pelos alunos através de um aplicativo disponibilizado pela própria editora. Com certeza, este equipamento é uma das mais modernas tendências em sala de aula e sendo assim, mais dia ou menos dia, outras instituições passarão a aderir esta tecnologia. Assim como no passado o laboratório de informática foi essencial, daqui para frente creio que, com o tablet, isso será imprescindível”. Com tanta modernidade, a integração entre alunos e professores ficou muito mais fácil e, de certa forma, mais divertida. “É visível o interesse dos alunos em participar ativamente de todas as matérias. Como exemplo, as aulas de ciências humanas que, se explicadas entre palavras e textos passa a ter uma visão cansativa para o aluno, que é quem recebe estas informações. Agora, quando dentro deste contexto em sala de aula, o professor disponibiliza imagens em três dimensões, vídeos e até sons, o interesse e a captura do que está sendo ensinado é muito maior e o desenvolvimento dos alunos também”, ressalta Renato. É claro que com tantas facilidades na hora de estudar, acabam aparecendo algumas dúvidas que

PROF. RENATO A. S

Diretor Administrativo/Fin (11) 4521-4241 - (11) 780 RUA ANCHIETA, 313 - JUNDIAÍ - SP - TEL.: (11) 4521-4241 JUNHO/JULHO2012


WWW.QREVISTA.COM.BR

JUNHO/JULHO2012 103


EDUCAÇÃO # RELACIONAMENTO

FOTO BANCO DE IMAGENS

POR LIONARA BIRON

G

rande parte das doenças que nos afligem tem origem nos nossos desequilíbrios emocionais: mágoas, culpas, frustrações, sentimentos de inferioridade, sensação de impotência diante dos fatos, etc. As distonias emocionais desencadeiam, no organismo, descargas de excitações qualificadas por energias desarmonizadas que, através do sistema nervoso, atingem o corpo, objetivando a recuperação da homeostase perdida anteriormente, provocando um gatilho para o desenvolvimento da doença orgânica. Inicialmente, adoecemos pela perda de nosso equilíbrio emocional, algo que, na sequência, atinge e compromete a saúde do corpo físico. É assim, portanto, que uma dor de cabeça aguda (transitória), decorrente de um aborrecimento passageiro (algo sobre o qual não gostaríamos de pensar), evolui para, dores de cabeça crônicas, caso nos acostu-

104 WWW.QREVISTA.COM.BR

Wilson Pedreira de Cerqueira Filho

FOTO LUCIANO MOMESSO

É FATO: QUEM AMA NÃO ADOECE

PROFESSOR E PSICANALISTA

memos a adotar este tipo de comportamento perante o desagradável, transformando-o num padrão neural (caminho de facilitação dos neurônios). É também assim que mágoas crônicas, não trabalhadas, podem desencadear doenças psicossomáticas graves. E qual o antídoto, um neutralizador natural, capaz de nos prevenir contra a instalação das doenças psicossomáticas? Tudo depende de como enxergamos e vivenciamos as situações da vida. É fato que em nosso dia a dia passamos por situações agradáveis e desagradáveis. O agradável é sempre bem vindo e não nos incomoda nunca, porém o desagradável, quando chega, nos mobiliza: o segredo é usar o livre-arbítrio a nosso favor, ou seja, diante do inevitável; mas ainda assim cabe a nós decidir o quanto este desagradável irá nos atingir. Posso me deixar enfurecer por uma dada situação, assim como posso, naquele momento, valer-me da compreensão, através da ponderação, do uso da razão, aceitando que, ainda que eu não tenha o poder de determinar sobre como as coisas acontecem em minha vida, algo de positivo, de aprendizado deve estar ligado a este evento. Ou seja, o mal pode ser inevitável, mas a forma como eu permito que ele me atinja só depende de mim mesmo: com ou sem sofrimento, com ou sem revolta, com ou sem uso do perdão/auto-perdão, com ou sem desenvolvimento de doenças. Quer ter mais saúde, ame mais, compreenda mais, aprenda a colocar-se no lugar do outro, de maneira verdadeira, plena.

LIVROS PUBLICADOS PELO PROF. WILSON ENDOMARKETING EDUCAÇÃO E CULTURA PARA A QUALIDADE MEIDITE E SEJA FELIZ CONSTRUINDO UMA NOVA RELAÇÃO NO CASAMENTO APRENDENDO A AMAR PARA GOSTAR DE VERDADE MAIS AMOR EM NOSSAS VIDAS

JUNHO/JULHO2012


EDUCAÇÃO

VOCÊ JÁ OUVIU FALAR EM GINÁSTICA PARA O CÉREBRO? POR LAÍS VIEIRA

O

termo pode parecer estranho à primeira vista, mas a ginástica para o cérebro está ganhando cada vez mais força e adeptos no mundo todo. Preocupados com o desempenho das atividades cerebrais, muitas pessoas estão buscando alternativas para não deixar o cérebro cair no sedentarismo. Assim como as pessoas buscam malhar o corpo para mantê-lo ativo e mais ágil, assim é com o cérebro. Quanto menos damos atividades que o estimulem, mais lento e atrofiado ele vai ficar. Mas há sete anos, uma escola com uma proposta diferente nasceu para suprir esta demanda do mercado. O Método Supera foi desenvolvido com o objetivo principal de treinar o cérebro das pessoas. Ferramentas foram desenvolvidas exclusivamente com este propósito. O ábaco é a principal destas ferramentas. Instrumento da cultura milenar oriental que servia como uma calculadora,

WWW.QREVISTA.COM.BR

mas foi adaptada a nossa realidade e utilizada para o desenvolvimento da concentração, foco e, principalmente, a agilidade de raciocínio. A ginástica cerebral é indicada para todas as idades e as necessidades de cada grupo de faixa etária são diferentes. O cérebro das crianças e jovens, por exemplo, precisa de atividades cerebrais para aprender melhor e mais rápido, para gostar de aprender, para memorizar melhor e desenvolver o raciocínio lógico — aumentando o desempenho escolar nos ensinos fundamental, médio e superior e no vestibular. Já os adultos, têm uma cobrança de produtividade constante e manter o cérebro ativo contribui com a capacidade de trabalho em equipe, de lidar com mudanças, etc. No entanto, as pessoas, quando encontram uma forma satisfatória de desenvolver suas atividades, paulatinamente, entram no “piloto automático”, executando suas tarefas de forma quase mecânica e atrofiam diferenciais competitivos inerentes às capacidades

cerebrais. E a terceira idade, cada vez mais ativa em nossa sociedade, se beneficia a medida que previne doenças e evita as confusões mentais, também bastante comuns nessa faixa etária. Os benefícios da prática da ginástica cerebral melhora significante a capacidade de memorizar coisas, mais concentração, velocidade de raciocínio, foco, criatividade, disciplina, raciocínio lógico e pensamento lateral. SERVIÇO:

RUA ANTÔNIO BUSCA, 191 - JARDIM SANTO ANTÔNIO ITATIBA - SP - TEL: (11) 4534-0188 ITATIBA@METODOSUPERA.COM.BR WWW.METODOSUPERA.COM.BR

JUNHO/JULHO2012 105


classificados imobiliárias Parque Imóveis - Vende linda chacara no residencial moenda com 10.000m² e 600 m² de área construída. aceita-se troca por imovel em são paulo

casas vendem-se Imobiliária Ligue: (11) 4524.0246 www.ourocasas.com CRECI: 66077

terrenos vendem-se

Parque Imóveis - Oferece para venda com exclusividade residencia com 04 dorm living, piscina e espaço gourmet no itatiba country. ref.294

Parque Laranjeiras - casa 4 suites, varanda, escritório, varias salas, lareira, cozinha despensa, adega, a.s. ampla garagem, paisagismo. (4071)

terrenos vendem-se Rod. D. Pedro – terrenos a partir de 10.000m² com facil acesso a rodovia, excelente para industrias de grande porte

Ligue: (11) 4487.0755 www.inovaimoveisitatiba.com.br CRECI: 90.563

Parque Imóveis - Plantão diário inclusive sabados e domingos e feriados, faça nos uma visita aqui voce encontrara o imóvel que procura.

fazendas vendem-se

Terreno Summertime 1.200m² (9221) Lindo terreno todo alambrado, ótima topografia, árvores frutíferas, lugar tranquilo. R$ 75 mil.

Fazenda

chácaras / sítios vendem-se

Ligue: (11) 4524.6907 - ID 9*34690

Chácara Summertime em Itatiba (9231) AT: 1200m², AC: 200m² - 4 dorm. (3 suítes), lavabo, varanda, wc, sala dois ambientes, cozinha, piscina, lavanderia, quintal. R$ 200mil

Ligue: (11) 4524.0311 www.magalhaesimobiliaria.com.br CRECI: 64.546

Chácara no Jardim Leonor (8816) AT: 1000m², AC: 240m² - 4 dorm. (2 suítes), 2 closets, 2 salas, cozinha, piscina, churrasqueira, 2 vagas de garagem. R$ 220mil

casas - vendem-se

www.unikaimoveis.com.br CRECI: 59.640

casas - vendem-se Chamonix

Chamonix

Investidor - Área no Centro, 10.000m², ótimo para comércio ou prédio residencial. Área industrial, margeando Rod.D.Pedro, 145.000 m². Áreas para Loteamentos.

Condomínio Fechado (CA0501) AT: 1036m - Sala 3 ambientes, 4 dormitórios sendo 2 suítes e muito mais. Estilo rústico. R$ 450 mil excelente casa: 1 suíte + 2 dormitórios, 03 wc’s, sala ampla, terraço mobiliável, copa, cozinha, a.s., 4 vagas, churrasqueira, paisagismo. (4174) Portal Colina

Ligue: (11) 4534.4323 www.imoveisparque.com.br CRECI: 65.850

106 WWW.QREVISTA.COM.BR

Fina residência com 1.800m² a/t, 4 dorm(2 suítes),3sls,lareira,lvbo,escrit,coz,copa wc,piscina,churrasq,á/s,aquec. a gás,depósito. Ref: CA0095 Itatiba Country - 370 mil - Linda residência com 3 dormitórios sendo 1 suíte, sala, copa, cozinha, área de serviço coberta, despensa, wc, 2 vagas. Ref: CA0059 Ville de France - Lindo Sobrado c/3 suítes(1 c/closet,1 c/armário,sacada,2 salas,coz planej,lvb,desp,lavand,quarto de depósito. Acabamento de 1ª. Ref: CA0099

Parque Imóveis - Oferece as ,melhores opções de negócios no resdidencial itatiba country, lotes e casas nas fases 1 e 2. venha conferir

Parque Imóveis - Vende excelente sítio estilo francês em jarinú, segurança com acesso controlado, casa 04 dorm, bosque natural, área 30 mil metros - ref. 246

Casa sede 300m², 3 dorm, sendo 1 suite máster, Escritório, cs caseiro, forno e fogão a lenha, piscina, estufa, pomar com 400 pés de lichia e 1000 de uva produzindo, 2 nascentes.

terrenos - vendem-se

Casa Nova (9208) AT: 250m², Casa no Itatiba Park com 2 dormitórios amplos, wc, sala, cozinha. Aceita financiamento. R$210mil

chácaras / sítios vendem-se

armário,cozinha c/armário,á/s,wc,2 vagas.Aceita Financ.Ref: AP0006

1 suite + 2 dormitórios, closet, hidrom, sala ampla, cozinha, lavabo,churrasqueira,vaga 4 autos. (2086) Itatiba Country - linda casa: 1 suíte + 2 dormitórios, sala grande, cozinha americana, despensa, 3 vagas carros.(4148)

Chamonix - Linda residência de Alto padrão com 6 suítes, Área de Terreno: 4.751,84m², Área de Construção: 1.061,82m². Ref: CA0098

Country - terrenos 300 ou 450m², Fase I e II, ótima topografia. Várias opções. Temos também Ville de France, Central Park, Itatiba Park, Colina I e II. Consulte-nos

casas - vendem-se Country - cs térrea, 3 dorm (1 suite), sl 2 amb, cozinha ampla c/bancada em granito, Despensa,lavanderia coberta, área p/churr. Temos outras opções. Consulte-nos Terra Nova - cs 3 dorm (1 suite), sl 2 amb, Ampla cozinha, lavanderia coberta, garagem 2 carros. Área Terr.212m²,Área Constr. 90m². Aceita Financiamento.Temos Várias Opções

aptos - vendem-se Res. giardino - 260 MIL-Ótimo apto com 2 dormitórios c/armários, sala 2 ambientes c/

JUNHO/JULHO2012


classificados imobiliárias Ville de France

chácaras / sítios vendem-se Sítio ( Alto Padrão ) ao lado da Quinta da Baroneza

Ligue: (11) 4894.7400

Ligue: (11) 4524.2645

CRECI: 63737

www.imoveiscp.com.br CRECI: J-21.870

casas - vendem-se

casa - vende-se

www.excelenciaimoveisitatiba.com.br

Chamonix I - lindo imóvel c/ desaine moderno sendo 04 dorm (01 suite c/closet/hidro). lavabo. e mais dependencias. a.t:1600m² e a.c:300m². R$ 850mil Vila Ravena - excelente imóvel a.t:500m², a.c:200m² c/ 04 dorm,(02 st 01 c/ closet e varan), lavb, sl 2 amb, coz, quintal grand, churrasq, disp, garag p/02 aut, área de lazer c/ qd de tenis, qd de fut, pisc, saúna, salão de festas, vista privilegiada! R$615m Cond. Capela do Barreiro - localiz próx as principais rodovia, c/ á.t 2000m² , cs c/ 280m² a.cost, c/ 03 dorm send 1 st, sala,coz,wc , lavb, á. de servç, pisc, churrasq, pomar produz, imóvel que serve tanto para lazer como moradia, R$600mil Itatiba Country

Giardino D’Itália

Lindo terreno com 380m², excelente topografia em area privilegiada do condominio. Condominio com lazer, coforto e tranquilidade em 66.000m² de área verde. Localizado ao lado do Colégio Integral de Itatiba.Lotes residenciais de alto padrão de 380 a 2.000 m². Lotes a partir de R$ 125.000,00 consulte outras opções. (CH0101)

Valor do imóvel: R$ 2.750.000,00 - Próximo Condomínio Quinta da Baroneza, região de grande valorização, construção nova, arrojada, rico nos detalhes de acabamento. Área c/ 2 hectares formado, todo murado e cercado c/ alambrados, Constr. 850 m². (CH0101)

aptos - vendem-se Terreno: 1860 m² Área Construída: 660 m² Sala estar com lareira, sala de jantar, home, lavabo, 04 dormitórios sendo 03 suítes, escritório, adega, espaço gourmet completo, sauna, piscina com hidromassagem, copa-cozinha com armários, despensa grande, lavanderia grande, garagem para 05 carros cobertos e vários descobertos. Portão eletrônico, cerca elétrica, aquecimento central e paisagismo.

Reserva Santa Rosa (Residencial Spa) Excelente terreno com 570m² locaçização privilegiada: apenas 70 km de São Paulo e 20 km de Jundiaí, ao lado de Campinas, próximo á entrada de Itatiba e vizinho ao Parque da Juventude. controle de acesso, segurança 24h e portaria blindada. Alem de um Spa, clube completo a disposição. Valor do imóvel : R$ 65.000,00 + parcelas

Ed. Monte Castelo 3 dormitórios (1 suíte); 4 banheiros; 228 m² área total; 135 m² área útil; 3 vagas na garagem - Valor do imóvel : R$ 530.000,00 á.t: 300,00m². linda cs c/03 dorm (01 st). lavabo. wc. sl (02 ambts.). coz planejada. quintal. spa. área de servç. churrasq. garg p/ 02 autos R$ 450m Central Park - linda cs em ótimo bairro c/2 dorm, sendo 1 st, wc, coz grande, sl social, sl de tv, varanda com uma bela vista, a. de serviç, quintal, garg p/2 auto, interfone e ótimo acabamento.R$ 280m, confira!

ANÚNCIE AQUI!

contato@qrevista.com.br Entre em contatos com um de nossos representantes!

11 4534.0519

WWW.QREVISTA.COM.BR

Ligue: (11) 4538.6668

www.saojudasimoveis.com.br CRECI: 54088

terrenos - vendem-se Village das Palmeiras lotes a partir de 1000 metros, pronto para construção, de alto padrão, total infraestrutura com àrea de lazer, eletricidade subterrânea, Lotes a partir de R$ 160.000,00 ou parcelados com 20% de entrada e o saldo em até 60 meses. (0008)

JUNHO/JULHO2012 107


108 WWW.QREVISTA.COM.BR

JUNHO/JULHO2012


WWW.QREVISTA.COM.BR

JUNHO/JULHO2012 109


Vanderlei

PERFIL # ITATIBA

Miguel da Silva

UMA AMOSTRA DE QUE O SUCESSO SÓ DEPENDE DE VOCÊ POR LIONARA BIRON

V

anderlei, empresário e proprietário de uma das lojas mais conhecidas na região, a Amarelinha Tintas, começou a trabalhar muito cedo, logo aos 16 anos e, ao contrário do que muitos podem pensar, ele nem imaginava trabalhar no ramo da venda de tintas, ou como ele mesmo descreve, “na venda das cores”. Em julho de 1991, quando era funcionário de uma loja de materiais de construção, Vanderlei atendeu um senhor que havia utilizado os serviços da empresa e voltou para agradecer. “Ele era diretor da Suvinil, já naquela época e depois de agradecer o trabalho prestado, ele me chamou de canto e perguntou se eu não gostaria de montar um negócio próprio, porque eu tinha o perfil que eles estavam procurando. Naquela época, ele queria ter lojas exclusivas, isso porque antes as tintas não tinham locais de venda especializados como hoje, tudo era encontrado em materiais de construção, pouco se via no comercio algo relacionado a venda das tintas. Enfim, o então diretor da Suvinil visualizou em mim um bom cliente para um possível negócio, mas eu não tinha como investir então agradeci e logo recusei a oferta”. Em novembro do mesmo ano, um outro cliente, Adailton, surgiu com uma proposta, pois ele tinha capital para montar um negócio e gostaria de abrir um comércio na região de Itatiba. “Como o Adailton tinha o dinheiro para investimento, ele me procurou para saber se eu gostaria de ser sócio dele e se eu tinha alguma ideia para montarmos um negócio. Então eu sentei com ele, liguei para o diretor da Suvinil que ainda estava com a proposta e disposto a fazer uma parceria conosco e montamos a Amarelinha Tintas em 1992”, conta. Vanderlei, juntamente com seus sócios atuais Gilmar e Evandro, já comemoram os 20 anos de sucesso da loja em Itatiba e conta que no início nada foi fácil, mas hoje o retorno pelo esforço aplicado durante todo esse tempo já pode ser visto, até mesmo pelas 10 filiais espalhadas pela região. O nome da loja também surgiu quase como brincadeira. “Quando nós montamos, a ideia era fixar a marca e produto e não só vender tinta, mas sim vender as cores. Na época, nós contratamos uma agência de marketing, justamente para nos dar esse suporte “comercial”. Na vizinhança, a maioria dos comércios e até concorrentes tinham os seus sobrenomes como nome das empresas e, para fugir da igualdade, recebemos uma moça daquela agência e, foi engraçado porque ela já chegou dizendo que tinha o nome perfeito para o nosso negócio e foi falando Amarelinha Tintas. Quando eu ouvi aquilo eu discordei na hora, mas de forma inteligente e apontando pontos importantes para a fixação do nome do estabelecimento ela nos convenceu, então decidimos aceitar”. Há pouco mais de seis anos o filho de Vanderlei trabalha e convive com o dia a dia da loja, para um dia tomar as responsabilidades do pai. “Não obriguei e jamais forçaria meu filho a ficar no meu lugar. É de direito dele decidir seguir com os negócios ou não, mas até hoje ele tem se esforçado bastante e estando ativamente aqui na loja, ele já conhece tudo e com certeza vai administrar muito bem.”, conclui Vanderlei. Vanderlei, que procura sempre reconhecer o trabalho de seus funcionários e atender da melhor forma possível seus clientes, afirma que não trabalhará a vida toda e quando puder, quer descansar e viajar! Contudo, Vanderlei é um exemplo muito próximo de que o sucesso depende muito da força de vontade de cada um, além de que nada é por acaso!

110 WWW.QREVISTA.COM.BR

FOTO LÚ BENEDETTI

JUNHO/JULHO2012


classificados

WWW.QREVISTA.COM.BR

O que você precisa você encontra aqui!

JUNHO/JULHO2012 111


coluna

Social Lú Benedetti

acesse e confira www.qrevista.com.br

1

2

2 3 4

6

5

75

9

11 10

12

112 WWW.QREVISTA.COM.BR

13

8 PREMIAÇÃO PROFISSIONAIS DO ANO 2011 - TONINHO BRUNHARA

1. Dupla Edson & Luis com Toninho Brunhara 2. Giovana S. Feres e Thomas Capeletto 3. Denise de Carvalho Suave e Fabio Flaiban 4. Sheila Adachi e Edilson Mamede 5. Eduardo Franco e Klaucia Viel 6. William e Fernanda Bisetto 7. Carolina, Sandra e Hermínio Geromel 8. Cinthia e Fernando Valverde 9. José Roberto e Irene Fumach 10. Natalia e Leandro Gaboardi 11. Leila Consoline, Gelvis Bassi e Jiancarla Candota 12. Ovídio, Amanda e Maria Claudia Delphini 13. Thiago Rela, Ricardo Penteado e Thales Capeletto 14. Miriam Juliana Albino e Richard Meneghetti

14

JUNHO/JULHO2012


1

4

2

REINAUGURAÇÃO CARLITO’S PASTELARIA

3

1. Fabiano e Marcelo Baptistela com Cristina Martins 2. Marcelo Castro, Carlos Nascimento, Luis Pedro e Paula Castro 3. Angelo Bizetto e Eliane Andrade 4. Mirian e Paulo Tojal, Camila, Isabel e Carlos Nascimento

2

VERITTÁ COQUETEL ESPECIAL COM A PARTICIPAÇÃO DO MR. SÃO 1. Daniela Casarin, Nelson Lara, Cassia e Thaissa Fattori 2. Natalia Franco, PAULO NELSON LARA Nelson Lara e Junior Franco.

INAUGURAÇÃO

DELFOCO ILUMINAÇÃO 1 . Claudio Liberato, Walter Ulloa, Egle de Palma, Márcio Marques, Taihara Branco - Equipe Delfoco Iluminação

2

1

2. Paola, Gabrielly e Thais Ulloa com Rubia Bueno

1

1

1. Akemi Ogawa, Larissa Ricci, Leila Leite

INAUGURAÇÃO NOVO ESPAÇO SEMPRE FESTA BUFFET INFANTIL

1

1. Ricardo e Cristina Maeda

COQUETEL -RENOVA DECORAÇÕES, PRESENTES & MÓVEIS

3

1

1. Camila Viana 2. Natalia G. Dalcin e Rodrigo Majolini 3. Rose Mary G. Dalcin e Danielle D. Benedetti 4. Renata Fornari WWW.QREVISTA.COM.BR

1

LANÇAMENTO COLEÇÃO OUTONO/INVERNO - K STORE

COMEMOROU SEUS 50 ANOS NO RESTAURANTE A PALHOÇA 1. Rosangela Vieira Serante

4

2

JUNHO/JULHO2012 113


Índice Remissivo Encontre aqui os anúncios veiculados na Q! Revista Anunciante Página (Audace) RR Odontologia 33 A Palhoça 38 A. Prize 99 Abitati Seguros 103 Absurdo Banho e Tosa 111 Ácacia Santana dos Passos 111 Adão - Limpeza de Estofados 25 Adega - Pé de Cana 85 Amarelinha (Luciano Carvalho Maciel) 85 Arco Móveis 99 Armazém da Fazenda 27 AS Distribuição 25 ASPR 103 ATL 89 Automax 72 Auto Elétrica II Japão 26 Avenida Pneus 29 Barbarella 54 Bella Morena 06/07 Bellarmina 58 Bio Flora Paisagismo 101 Bit Systems 75 Boostation 111 Cantina Santa Cruz 41 Cantinho Arabe 73 Centro de Formação de Pscicanalista WCCA 104 Claudio Gesso Itatiba 111 Clinica Lazuli 37 Colina Calhas 101 Consulmark 14 Corcelli 61 Cores e Art´s 73/107 CP imoveis 107 D&D 65 Delfoco Iluminação 97 Diama 21 Drogaria Nossa Senhora do Belém 35 Edna Torso 111 Emerson Perfect 43/103 Empada Brasil 42 Enfermeira Renata Franciscon 111 Escola Hipica Itatiba 23 Espaço VK 67 Estancia Grill 02 Estrela Consultoria 82 Eventos Henrique 111 Excelência Imóveis 107 Fantasy Sexy 54 Fattori e Fattori 21 Fazenda das Oliveiras 41 FB informatica 111 FC Casas 98 Fernandes SA Negócios Imobiliários 107

114 WWW.QREVISTA.COM.BR

Anunciante Fernando Valverde First Class Flex Nutri Flora Pingo de Ouro Foco Cursinho Formula Suplementos Gatil Bayguls Gavas Decor Glauber Sanfins Grafica Grilo Gremilys Gryllo's Comércio de Peças GTM Guia-se Hansa Hering Infinity Innova Inova Imóveis Itaconsulting Italazer Itapel Itatiba Esporte Clube Itatibatur ITT Janaina R. Del Cor JF Piscinas Juliana Dorini Amaral Just In Time Informatica Kéka Flores Kstore Liperina Loja Primavera Lu e Arte Luciana Boer Gasparine Lui Lumani Magalhães Imobiliaria Mariana Depiladora Massoterapeuta Masterborders Kennel Maxxima Engenharia Me Gusta Gourmet Mendaço Monica Podóloga Morada dos Comendadores Naag Nardim Seguros Natália Bernardi Autran Nayolah Novo Horizonte Odontologia Integral Osli Marques

Página 71 47 69 97 103 22 111 91 81 51 75 29 0 76 116 69 69 99 106 83 101 81 21 13 83 111 93 67 81 88 57 53 63 111 92 55 67 106 111 111 19 101 43 90 111 107 13 29 31 63 87 35 111

Anunciante Ouro Imóveis Pão Sabor Paquito Automóveis Parque Imóveis Paturca Pega Pega Pereirinha Peron Pet Land Pet Shop 29 Pharma Pura Picanharia São Paulo Pimenta Malagueta Pink Blue Hair Pizza na Tua Casa Planet Games Posto Calopsyta Pousada Harmonia Prefeitura Privilége Qually Fitness Quatro Patas Rancho Mombuca Renova Retratos Rodobens Consórcio São Judas Script Sempre Festa Serafina Septyni Shopping Grill Sirião Moto Mania SM Contabil Soldente Solução Toldos e Luminosos Star Beauty Studio 9 Studio Neide Tuon Studio Stamp Super Bonita Syshelp Tutti Bonna Unika Imóveis UP Perfumes Valéria Alvarenga Verittá Vicenza Engenharia Villa Capim Virtual Games VMAX Net Telecomunicações Washington Bortolossi West Designer

Página 106 39 29 83/106 91 85 111 81 03 19 35 15 44/53 111 41 75 03 111 10/11 106 30 19 45 73 43 17 107 59 85 66 73 111 29 21 03/43 93 60 78 69 95 111 77 09 106 53 96 63 91 69/115 79 04/05 41 93


26edicao  

Val Marchiori

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you