Page 1

Edição 121 OUT / 2017

7 0 0 1 2116

ISSN 2237-468X

9 772237 468007

Dança Falando de

Edição nº 121 - Ano X

OUT/2017

Fundado em 12 de outubro de 2007 - www.jornalfalandodedanca.com.br

Fique por dentro: Fernando Perrotti e Mariana Rabelo faturaram R$ 3 mil e um lindo troféu, no concurso de dança Senhor Bolero. Vanessa Sarmento e Joe Ferreira levaram o prêmio do segundo lugar e Jhon Cleber e Catherine Cordula ficaram com o do terceiro. Fotos e vídeos no site Baila Interior.

Na seção Opinião, Milton Saldanha questiona o repertório dos bailes e Marco Antonio Perna comenta sobre assédio em sala de aula Saber dançar e tocar viola era um diferencial entre os escravos. Maristela Zamoner nos conta mais a respeito Você soube? Carlinhos de Jesus realizou baile na Cidade das Artes. Veja aqui quando será o próximo.

E mais! Reunião do segmento da dança em Mato Grosso debate a criação de sindicato naquele estado | Mais informações sobre os eventos da Semana da Dança de Salão do RJ | Exposição de fotos de Augusto Malta | Passeio à extinta fábrica dos chocolates Bhering, hoje polo cultural | Oficina infantil no Centro Coreográfico | Instituto dos Pretos Novos, na Gamboa, recebe tarde de autógrafos do livro Caminhos do Samba, com atrações

Leia nesta edição sobre a história do Jornal Falando de Dança, que completa dez anos de fundação este mês

Na coluninha social, o destaque é a dançarina Marília, que por aclamação foi eleita a Rainha da Primavera 2017 do Club Municipal. Na foto, ela recebe a faixa e a premiação de Luiz Paredes e Bela Bádua, respectivamente presidente e diretora social do clube.

CSSE - SEDE CAMPESTRE

15

R. Santos Vieira 990 - Piabetá - Magé - RJ - t. (21) 2778-1609

IMPERDÍVEL!

PASSEIO DANÇANTE DOM

05

(Tributo aos descendentes de Escorpião ) *Obs. O coquetel será servido das 16:00 às 18:00

Informações: CSSE (Rocha) (21) 3256-5833 CSSE (Sede Campestre) (21) 2778-1609 Cris Castilho (21) 96423-7917

NOV das 9h às 17h

Reúna a galera e venha comemorar seu niver conosco!

SÁBADO

25

NOVEMBRO

ÁREAS DE LAZER E DOIS AMBIENTES COM MÚSICA PARA OUVIR E DANÇAR

VÁRIOS PONTOS PAGODE COM O GRUPO # V E M P R A Z O E I R A DE EMBARQUE COM A I N F O R M E - S E B A I L E BANDA ALTO ASTRAL

DJ ZÉ LUIZ TOCANDO TODOS OS RITMOS

ATENÇÃO! PARQUE AQUÁTICO PODE LEVAR Tudo isso CAMPO DE FUTEBOL dentro da COMIDA, MAS mata atlântica RESTAURANTE SELF-SERVICE BEBIDAS de Guapimirim 3 PISCINAS NÃO ENTRAM Se for fazer churrasco, não esqueça de levar Dr grelha e churrasqueira apoio cultural: EJ.SANTANA OUTROS ADVOGADOS

18H00

O Baile !

PRÊMIOS À

DANÇARIN S AS


Equipe M & N Bailando a Tarde

FESTA DO DIA DA CRIANÇA Na pérgula da piscina

Domingueiras dançantes | 19h

com muitas diversões, brincadeiras, brinquedos e lanches para a criançada!

Traje esporte fino

01/10 - Banda Sol & Mar + dj Viviane Chan 08/10 - Banda Paratodos + dj Sandra Lopes 15/10 - Conjunto Aeroporto (Baile do Dia do Saber) 22/10 - Banda Alto Astral 29/10 - Conjunto Os Devaneios

DOM 15 OUT

SERESTA DANÇANTE

A P O I O:

REALIZAÇÃO:

O cantor Aldo também realiza show corporativo, com repertório diferenciado, atendendo às necessidades do seu evento. Acompanhado da sua banda e dançarinos. Informe-se: (21) 99643-9659 www. aldocantoroficial.com

PARA OUVIR, DANÇAR E SE DIVERTIR MUITO. LIGUE E PEÇA A PROGRAMAÇÃO

Aç ore s 18 DE OUTUBRO Av. Me l o Matos das 12 às 17h nº 2 5 - T ij uc a

HUMAITÁ ATLÉTICO CLUBE RUA GUIMARÃES JUNIOR 20 - BARRETO - NITERÓI - t. 9-8787-0068 Administração Roberto Maurício Miranda

SÁB 04 NOV GRANDE BAILE DE ANIVERSÁRIO DA PROMOTER CLEIDE

BANDA PARATODOS Equipe de dançarinos (ficha opcional)

SÁB 18 NOV BAILE DO ESCORPIANO DO AMIGO GÉSIO Com o swing da

ADVOCACIA EM GERAL

Dr Paulo Dercy

OAB/RJ 3959 Av. Amaral Peixoto 467 s/1212 - Centro - Niterói

Equipe de dançarinos

2717-7450 99256-7920

Apoio: Shirley

AGRADECIMENTOS:

BANDA LUA NOVA RIO

Traje esporte fino

(ficha opcional)

Ingr. R$ 20 - Mesa grátis

Realização: Cleide e Indio Inf. 993-731-343 / 966-539-839 Inf: 3703-5798 e 986.589.867

PISTA DE DANÇA Alugamos nossos salões e! para eventos em geral, De cara REFORMADA! it ve o r p A nova! VENHA CONFERIR com ou sem bar

Projeto Conexión sin fronteras Apoio:

Toda 3ª qu ar ta- feira do mês

Casa d os

www.cantodoriofc.com.br facebook.com/cantodorio1913

BAILE DO ZÉ 20 OUT MILÊNIO

Organização:

Convite Antecipado: R$ 120 (R$ 130 no dia) Desconto para dançarinos

Mais notícias e programação em:

SEXTA-FEIRA DAS 20H À MEIA NOITE

Idealizadora Elzany Beneramis Empresa Sintonia & Equilíbrio 99643-9659 .

Buffet variado com bebidas e sobremesas incluídos Música ao vivo | Bingo | Sorteios | Dançarinos Comemoração dos aniversariantes do mês

A partir das 11h

AV. PRES. KENNEDY 101 - SÃO GONÇALO - RJ

ZÉ - (21) 99589-0522 MONALISA - (21) 98789-9888

Almoço Dançante

Faixa etária: maiores de 18 anos

TODA SEXTA 18H ÀS 22H

CLUBE TAMOIO

apresenta:

Turnê internacional: 05/05/2018 - show do Aldo Salão de Convenções da Casa Andina Miraflores, Lima, Peru

CANTOAv. Visconde DO RIO FOOTBALL CLUB do Rio Branco 701 - Centro - Niterói

SÁBADO

09

DEZ

das 20 à 1h

4 + 1 = 5h baile Ingr. até 15 nov 2017: R$ 30,00 Após 15 nov: R$ 35,00

2 EVENTOS EM UM = GRANDE BAILE!

BAILE DA AMIZADE

VERMELHO E BRANCO

BANDA AEROPORTO + DJ VIVIANE CHAN

TRAJE: SORTEIOS | DISTRIBUIÇÃO DE BRINDES | BOLO | RABANADAS VERMELHO REALIZAÇÃO: PARCIFAL E VÂNIA CORTES BRANCO DANÇARINOS: CASSINO DA DANÇA APOIO: JORNAL FALANDO DE DANÇA | ROTARY CLUBE SG-PARAÍSO (opcional) BIRA NITERÓI | HERBALIFE | CRISTIANO PRAXEDES

INF.: 2704-6915 / 9.9733-4111

SÁB 27 JAN

Anote na sua agenda 2018: ANIVERSÁRIO DO PARCIFAL Em grande baile à fantasia

R. Itapiru 1305 - Rio Comprido - tel. 2502-1694 / 99681-4848

Prod.: Sports Friends Produção e Promoção de Eventos Esportivos Ltda | CNPJ 21.408.970/0001-09

A melhor tarde dançante da cidade, comemore seu aniversário conosco!

07/10- 16 às 20h Banda Doca & Companhia HAPPY HOUR

Academia Luciana Santos

Última terça-feira do mês (17H/20H) Com dançarinos DANÇAS DE SALÃO às terças - 17 às 19h

TODOS OS RITMOS Profª Luciana Santos

No Castelo, Centro do Rio, pertinho de seu trabalho:

Av. Franklin Roosevelt 137 - grupo 701/703

ESPECIALIZADA NA 3ª IDADE

Inf. 9-9986-7749

14/10 - 16 às 20h Banda Rio Postal Realização: Jorge Leite

21/10 - 16 às 20h Banda Milênio

28/10 - 16 às 20h Banda Estação Rio Realização: Jorge Leite

AOS DOMINGOS A GAFIEIRA DO HELÊNICO 15 às 19h

Venha conhecer!

Parte integrante do Jornal Falando de Dança - pág. 02 - ed. 121 - OUTUBRO / 2017 - Para anunciar aqui, ligue (21) 9-9202-6073 / 2551-3334

R. Visconde do Rio Branco 701, Centro, Niterói - Tel. secret.: 2717-5023


Mensagem ao leitor

www.jornalfalandodedanca.com.br ISSN 2237-468X

O Jornal Falando de Dança completou dez anos este mês. A crise atual (e cíclica) Leonor Costa inviabilizou uma comemoração à altura do que gostaríamos, como foram os bailes comemorativos dos primeiros anos, em parceria com Glorinha Telles, no Olympico Club, ou os bailes do projeto Prêmio Cultura da Dança de Salão, em parceria com Valdeci de Souza, no Helênico. Para marcar a data, optamos por elaborar esta edição especial, contendo um resumo da produção do Jornal Falando de Dança e da editora AMAragão Edições e Produções que o publica. Acessando a postagem correspondente em nossa página na internet, o leitor poderá clicar em links que lhe direcionarão a mais detalhes, fotos e vídeos dos eventos aqui citados. Na seção de história, Maristela Zamoner fala-nos de um detalhe que lhe chamou a atenção nos anúncios do século 19 sobre escravos fugidos. Milton Saldanha abre o debate sobre a falta de

compositores contemporâneos no repertório de bailes. Marco Antonio Perna comenta uma notícia recente em jornal de grande circulação, sobre assédio em aula de dança. E esta editora publica notinhas sociais, políticas e culturais para manter o leitor antenado com acontecimentos relevantes no nosso meio. Mas o que consideramos a “cereja do bolo” desta edição são os depoimentos de nossos articulistas sobre os dez anos do jornal. Propusemos a eles que se manifestassem a respeito, sem restrição de espaço. Disso resultou abordagens diferentes (inclusive poética – e pessimista), no estilo de redação peculiar a cada um, que evidencia como, cada qual a seu modo, contribuíram para a diversidade de conteúdo que o Jornal Falando de Dança amealhou nesta década de vida. E você, leitor, que depoimento daria a respeito? Escreva para nós. Estamos reservando um espaço para você na próxima edição. Boa leitura, e até novembro. _________________ Leonor Costa é editora do JFD

Existe uma piada que relata uma cena de leito de morte, em que o patriarca moribundo, ao constatar que todos Antonio Aragão os familiares encontravam-se presentes a sua volta, indaga, preocupado: “então, quem ficou na loja hoje?”. Lembrei-me dessa cena quando a editora Leonor Costa me pediu para deixar registrado meu depoimento sobre os dez anos do jornal. Ao longo destes dez anos, coube a mim a ingrata tarefa de manter a “loja” aberta e faturando, garantido, assim, sua sobrevida. Não foram poucas as vezes que me estressei com anunciantes que descumpriam tratos; que me afligi com anúncios já diagramados no jornal e cancelados na véspera da impressão; que me decepcionei com clientes que nos pediam para anunciar a preço simbólico, alegando dificuldades financeiras, e, uma vez progredindo, sequer nos convidam para seus eventos. Alguns, patrocinamos total ou parcialmente as camisas dos eventos, usamos o carro do jornal no transporte, elaboramos peças de marketing, doamos flyers e banners de lona e fize-

8MENSAGEM AOS LEITORES | Leonor Costa e Antonio Aragão | pág. 3 8UM POUCO DE HISTÓRIA | Maristela Zamoner | Escravos que dançam | pág. 4 8OPINIÃO | Milton Saldanha | Onde estão os novos compositores? | pág. 5 8OPINIÃO | Marco Antonio Perna | Professor, cuidado com o aluno | pág. 5 8ENTIDADES ASSOCIATIVAS E CULTURA | Leonor Costa | Reunião do Segmento da Dança de Mato Grosso | Convocação do Helênico A. C. | Convocação da APDS | Semana da Dança de Salão : mostra de dança no Forte de Copacabana; baile de encerramento no Horto do Fonseca; eventos chancelados | Oficina Infantil no CCo | Exposição Augusto Malta | Passeio à Fábrica Bhering | App da Biblioteca Nacional para smartphones | pág. 6 8FIQUE POR DENTRO | Leonor Costa | Livro Caminhos do Samba Carioca no IPN | Baile de Carlinhos de Jesus na Cidade das Artes | Bailes Beneficentes (Aspom e Mauá) | Clube Humaitá inaugura novo piso de dança | Casais classificados no concurso Senhor Bolero | Aniversário da Escola de Dança Jaime Arôxa Botafogo | Baile de aniversário de EroSampaio | Rio Zouk Congress 2018 | Estudantina no Video Show | Falecimento: Marli F. Borges (benemérita do Helênico Atlético Clube) | pág. 7 8ESPECIAL DEZ ANOS | Leonor Costa | Um pouco da história do Jornal Falando de Dança | pág. 10 8ESPECIAL DEZ ANOS | Leonor Costa | Depoimentos | pág. 11 8ESPECIAL DEZ ANOS | Leonor Costa | Depoimentos e mensagens dos leitores | pág. 12 8COLUNINHA SOCIAL | Leonor Costa | Circulando pelos eventos de patrocinadores e apoiadores | pág.13 8ROTEIRO DE BAILES E EVENTOS | de patrocinadores e apoiadores | pág. 14

mos assessoria de imprensa. Também foram alegrias e decepções, os resultados que colhemos das ações paralelas à impressão do jornal. Como as campanhas que deslanchamos e os projetos que desenvolvemos e apoiamos, sempre com foco na valorização da dança de salão e na conscientização de seus praticantes e profissionais. Mas a vida é assim mesmo, e, para compensar, temos o suporte de gente que reconhece nosso trabalho e nos ajuda como pode, além de amigos queridos que fomos ganhando ao longo desta jornada. Mas, o que mais me angustia a cada dia 10, quando é iniciada a campanha de arrecadação de recursos para mais uma edição, é ver a preocupação da editora com o conteúdo do informativo. Se haverá espaço para publicar a pesquisa de fulano, ou a matéria de beltrano; se o jornal poderá apoiar a divulgação do evento tal, que sequer nos mandou release, mas que a editora julga ser importante registrar; se, enfim, manteremos a paginação ou teremos de reduzir o número de páginas para conter os custos. E, publicada a nova edição, lidar com sentimentos opostos, como a alegria de ver a pessoa correr

atrás de mim para pegar a edição, sentar-se e efetivamente ler os artigos; e o aborrecimento com as críticas do tipo “não saí na foto”, “acho que merecia um destaque maior”, “meu nome é com acento”. E assim, na “corda bamba”, estou aqui escrevendo este texto no décimo ano do jornal. Um feito e tanto, se considerarmos que raríssimos periódicos culturais alcançam essa idade. E, impresso regularmente, dirigido ao segmento da dança, o Jornal Falando de Dança é “o último dos moicanos”. A gráfica mudou, o papel também, a paginação encolheu, mas estamos, aqui, na missão que escolhemos, de registrar a história passada e presente desta cultura viva que tanto amamos. Como disse nossa editora na mensagem ao leitor da edição passada, estaremos aqui até quando os personagens desta cultura viabilizarem a existência deste meio de comunicação e divulgação. Um brinde à resistência! ______________________ Antônio Aragão é diretor da Amaragão Edições, Produções de Eventos e de Dança Ltda, que edita o Jornal Falando de Dança

ANO 10 - Nº 121 OUTUBRO / 2017

3

EXPEDIENTE Diretores-fundadores: Anderson G. de Aragão, Antônio Aragão e Leonor Costa Editores: Antônio Aragão e Leonor Costa Editoração: Leonor Costa Conselho Editorial: Antônio Aragão, Angela Abreu e Leonor Costa Jornalista Responsável: Antônio Martins de Aragão Registro nº 031.433 / MTPS/RJ Jurídico: Dr Mozart Cruz Lima Neto OAB-RJ 147.790 Fotografia: André lima, Angela Abreu, Antônio Aragão e Leonor Costa Fax/gravação de recados: (21) 2535-2377 Atendimento pessoal: (21) 2551-3334 / (21) 9-9492-9462 (Claro) / 9-9202-6073 (Claro) / 9-91228077 (Claro / Whatsapp) Email: contato@jornalfalandodedanca.com.br Página na Internet: www.jornalfalandodedanca.com.br Facebook: www.facebook.com/ jornalfalandodedanca Escritório: Rua Joaquim Silva 11 sala 408 - Lapa - Rio de Janeiro - RJ - Cep: 20241-110 Fechamento da edição: dia 15 do mês anterior ao mês de capa Distribuição: a partir do dia 1º do mês de capa Pontos de distribuição: Eventos dançantes da cidade (v. roteiro de bailes), escolas de dança e equipamentos culturais diversos Outros pontos de distribuição do Jornal Falando de Dança (telefone antes para certificar-se de que a edição não se esgotou): 8Capézio - Centro de Nova Iguaçu tel. (21) 2767-0055 8Capézio, Copacabana, RJ tel. (21) 2235-5503 8Capézio, Flamengo, RJ tel. (21) 2554-8554 8Sapataria Roma, Lapa, RJ tel. 2510-2121 - Rua Joaquim Silva, 15 8Amazonas Dance, Centro de Niterói tel.2613-3276 - Rua Visconde de Itaboraí nº 365, sobrado 8Parcifal, São Gonçalo tel. 9-6437-7505 8Maricá, região litorânea do ERJ Moreira Studio de Dança, tel. 9-87446884 Assinatura: R$ 60,00 - 12 exemplares/ano (1/mês) Edições atrasadas: R$ 5,00 por exemplar, a ser retirado no escritório do JFD, na Lapa, RJ (sujeito à disponibilidade) As matérias assinadas são de responsabilidade de seus respectivos autores, colaboradores deste informativo. As informações divulgadas nos anúncios publicitários são de responsabilidade dos anunciantes. Proibida reprodução de artes e matérias sem autorização expressa deste informativo, sob penas da lei. Amaragão Edições de Periódicos, Produção de Eventos e de Dança Ltd ME CNPJ 12.071.075/0001-42 Jornal Falando de Dança Fundação Biblioteca Nacional Reg.nº 487.274, Liv. 920, Folha 270 ISSN 2237-468X


4

ANO 10 - Nº 121 OUTUBRO / 2017

Um pouco de história

Escravos que dançavam Os jornais do século XIX registram um período triste de nossa história, quando humanos escravizaram Maristela Zamoner humanos com respaldo legal e apoio de parte considerável da sociedade. Vindos da África aos milhares, muitos seres de nossa própria espécie foram escravizados e sofreram ainda agressiva repressão contra suas expressões culturais, que incluíam a dança com muita intensidade. O batuque, por exemplo, foi reprimido por todo o Brasil praticamente ao longo do século XIX inteiro. Enquanto isto, curiosamente, podia-se ver que até um professor da então chamada “dança de sociedade” possuía seus escravos, convivia com eles, com 1 suas danças, e gosto de pensar que, admitindo ou não, aprendia com eles. A palavra dança podia trazer muitos significados nesta época e a menção a escravos que dominavam instrumentos musicais trazidos da Europa, somada a proibições legais da prática de certas danças africanas, nos fazem pensar sobre uma ideia de dança miscigenada. Difícil saber quais danças especificamente eram praticadas pelos escravos. Mas o fato é que dançavam e, também, há registros atestando, por exemplo, a sobrevivência do batuque como dança por, no mínimo, um século de sistemática repressão legislativa. Um pedaço deste capítulo é contado pelas quantidades enormes de anúncios sobre a busca por escravos fugidos que foram publicados nos mais diversos cantos do Brasil. E, entre estes anúncios, muitos elencavam as características do fugitivo. Assim, podemos notar, mais uma vez, a seiva que

a dança foi na manifestação cultural, mesmo se modificada, dos africanos que foram obrigados a cruzar os mares afastando-se irreparavelmente de seu mundo. Este artigo se propõe a mostrar alguns exemplos destes anúncios, como uma janela para a reflexão sobre o que foi este naco de Brasil do século XIX. O Astro de Minas, de 1834, conta, em sua edição nº 1098, que o escravo Benedicto, com cerca de 30 anos, fugiu de seu dono. Ele é descrito como um homem que já contava com alguns cabelos brancos, havia perdido parte dos dentes, tinha cabeça mal feita, uma marca de ferimento num dos braços. Benedicto tocava viola, cantava e dançava (foto1).

1858, anuncia, também oferecendo recompensa, a busca pelo escravo José, que já contava com seus 35 anos de idade. Ele teve descritas a público as suas características, segundo o olhar de seu senhor. José tocava viola muito bem, cantava e dançava (foto 3). 3

O Noticiador de Minas, edição nº 36, de 1868, traz um anúncio que fala da fuga do escravo Florencio, de 23 anos, registrando a quem pertencia, quem era seu senhor, a quem devia ser entregue, onde podia estar, e contendo outras informações, como o valor da recompensa para quem o encontrasse. No anúncio, mais uma vez, são registradas as marcas pelo corpo. Florencio, o escravo de fala mansa, tocava viola e dançava (foto 5). 5

A edição nº 693, de 1861, do Argos da Provincia de Santa Catharina, que registra a fuga de Sabino, segue o padrão na descrição de características físicas, marcas corporais, nome do dono e outras informações. Sabino também se destacava por tocar viola, cantar e dançar (foto 4). 4

Em São Paulo, houve a fuga de um escravo que levou seu dono a anunciar a recompensa a quem o encontrasse até fora do estado de origem, e por pelo menos uns 6 anos após perdê-lo. O anúncio falava de Luiz, um moço de 28 anos, que fugiu de seu dono. Luiz sabia ler, escrever, tocar viola e dançar. O anúncio foi publicado na edição nº 75, de 1836, do periódico O Universal 2 (foto 2). O mesmo periódico, em sua edição nº 134, então já em

www.jornalfalandodedanca.com.br ISSN 2237-468X

Não foram poucos os anúncios com ofertas de recompensa para quem trouxesse de volta um escravo fugido. Aqui neste artigo temos apenas uma diminuta e certamente irrelevante amostra, se considerada a realidade da época. Conhecer este pedacinho de tempo me traz uma sensação intrigante, irreverente, até irônica. De alguma forma, vejo hoje, em nossos salões, um pouco da resiliência de uma cultura que sobreviveu vitoriosa ao que talvez tenha sido uma das histórias mais doentias de violência que a humanidade já escreveu sobre si mesma. Hoje, consigo ver em nossos salões Benedictos, Luizes, Josés, Sabinos e Florencios, homens livres, se deliciando pelos bailes da vida em corpos de todas as cores. A eles dedico este artigo. _______________ Maristela é professora de dança, pesquisadora e autora de vários títulos, dentre os quais quatro livros publicados sobre dança de salão


www.jornalfalandodedanca.com.br ISSN 2237-468X

Opinião

ANO 10 - Nº 121 OUTUBRO / 2017

5

Onde estão os novos compositores? Estou no tango há 15 anos. Sempre dançando as mesmas músicas. OK, são belas. Mas são as mesmas. Em outros ritmos não tem sido muito diferente. Poucos estão oferecendo Milton Saldanha novidades aos seus apreciadores. O fato, incontestável, atesta uma suposta crise de produção e de criatividade no mundo musical. Mas será que isso é verdade? No final afirmo que não, explicando os motivos. Depois da fase do tango eletrônico, geralmente não apreciado pelos tradicionalistas, mas com razoável aceitação entre os jovens, nada mais surgiu de novo. As músicas que dançamos hoje, no samba, tango e bolero, são composições, em sua maioria, dos anos 1940 e 1950. Só o forró tem músicas mais recentes. Mas embora seja muito divertido e gostoso de

dançar, o forró é uma música pobre, com uma batida muito parecida para todos. Suas variações estão no andamento, mais rápido ou mais lento. Logo, é também uma música fácil de criar. Quase todas as bandas de forró contam com suas próprias criações, o que, a parte qualquer crítica, é elogiável. Já o tango, samba e bolero, mais complexos, não permitem a aventura fácil da criação. Não é para qualquer um ser compositor nestas modalidades. Excluo do caso o pagode, uma precária imitação do samba, repetitivo e enfadonho, com letras previsíveis e sem graça. Quem interpreta os grandes sambas passa longe do pagode. A questão que me preocupa é até quando suportaremos dançar sempre as mesmas músicas, sem enjoar. Algumas são tão belas que provocam profundamente nossa emoção, não importa quantas vezes ouçamos. Mas será sempre assim?

Professor, cuidado com o aluno! Aliás, não só professor, como

dançarino também. Muito cuidado com o aluno, bem como com qualquer iniciante, ou mesmo algum simpatizante com a dança de Marco Antonio Perna salão que nunca a praticou. Recentemente saiu uma notícia publicada em jornal, aqui no Rio de Janeiro, sobre um professor de dança de salão de Saquarema, que durante uma aula apertou o seio e a coxa de uma aluna, tendo em seguida abaixado o short, deixandoa de calcinha, sob a desculpa de fazer um ”exame de coluna”. Consta da publicação que ele foi condenado a pagar uma indenização para a ex-aluna. A notícia foi divulgada demonstrando indignação. E, convenhamos, mesmo para nós, praticantes de dança de salão, o relato também causa indignação. Não vou entrar no mérito de questionar se todo o relato corresponde à realidade, porém, devemos fazer uma autocrítica e nos colocar na posição de aluno iniciante. Tirando alguns de nós, que cresceram no meio da dança de salão, imagino que a maioria veio de fora. E se fizermos um esforço nos lembraremos da estranheza de estarmos numa dança com um(a) colega de turma praticamente desconhecido(a), encostando em nosso corpo. Muitos de nós adoravam essa nova situação, outros tinham constrangimento, e por aí vai. Quem do meio da dança de salão nunca dançou com alguém que nunca fez dança e sentiu, pelo menos uma vez, a contraparte ter uma reação que nós não temos? Um arrepio, um calor, um constrangimento, um nervosismo, um afastamento, um

apaixonamento… Para quem nunca vivenciou dança, os primeiros momentos, que podem durar horas ou semanas, são de conhecimento, e tudo é novo. Um apertar mais forte da condução pelo cavalheiro e o contato dos seios pode gerar desconforto. Muitas talvez sentissem que isso só devesse ocorrer se fosse um flerte. O marido iniciante de uma aluna iniciante pode interpretar que o professor está tendo interesse em sua esposa. Diversas situações e interpretações podem ocorrer. Isso supondo que seja um professor correto ou um dançarino respeitador. Mas (sempre tem um mas), pode ocorrer malícia por uma das partes. A esposa pode gostar de trair e imaginar que o professor está dando em cima. E ele acabar aproveitando, mesmo que não tenha sido sua intenção. Também pode ocorrer uma denúncia de assédio por parte do aluno, por interpretar mal a situação. Ou o professor pode realmente estar dando em cima do aluno. Eu iniciei na dança em 1993 e, como bom iniciante, comecei a namorar uma iniciante e ambos passamos por essa situação de sensações que os iniciantes vivenciam com mais ardor. Em 1995, fomos fazer aula em uma academia de dança de salão na Zona Sul e, como minha academia anterior era pequena e bem fraca comparativamente, estávamos quase como iniciantes em um mundo novo, cheio de glamour. Minha namorada era muito bonita e o professor começou a dar muita atenção a ela. Olhava, vinha e corrigia, e eu notava que ele não fazia isso com outras alunas. Será que foi por que éramos novos ali? Terminamos algum tempo depois e ela parou de frequentar as aulas. Eu continuei fazendo

Espero que sim. Mas que seria bom ouvir algo novo, de vez em quando, nem se discute. Respondendo à minha própria pergunta, no título acima, quero encerrar dizendo que existem, sim, novos compositores. O problema é que não encontram oportunidades. Já estive em botequins de periferia, onde tocam violão ou teclado, e cantam, os novos poetas. Alguns medianos, outros com grande qualidade. Trabalham, melhor será dizer lutam, por cachês ridículos, mas para eles melhor do que nada. É uma pena e um desperdício de talentos neste Brasil onde tudo é difícil, enquanto o lixo eletrônico, com fraudes em inglês, é lucrativo e infesta as emissoras de rádio. ________________________ Milton Saldanha é jornalista e fundador do Jornal Dance (São Paulo)

aula por alguns anos nessa e em outras academias e pude conhecer bem tudo. Vi muitas situações de constrangimentos em aulas e bailes de diversos locais. Por mais que eu refletisse sobre o assunto, sempre tive quase certeza de que a dedicação daquele professor foi realmente uma forma de ele se mostrar para ela e de que, se ela continuasse lá depois que terminamos, possivelmente iria acontecer algo entre eles. Perfeitamente normal, não? É a vida. Mas, se eu não tivesse naquele momento a pouca experiência que eu tinha na dança, e fosse uma turma realmente de iniciantes, eu não teria gostado nada da situação (na verdade, não gostei, mas achei que era normal) - e teria dado um jeito de sairmos dessa academia e provavelmente até da dança de salão. Pois teria sido claro, na minha suposta visão de iniciante, que o professor estava dando em cima dela. Eu imagino quantas situações parecidas devem ocorrer. Quantas mulheres iniciantes já não confundiram um apertar mais forte com um interesse sexual da contraparte (embora esse mal entendido possa ocorrer com aluna antiga também, é bem mais comum com iniciante)? Quantos maridos já brigaram por achar que houve assédio? Ou, por outro lado, quantos maridos já foram traídos descaradamente achando que deviam se controlar? Afinal, dançar junto numa aula ou baile é coisa que “tem” que ser normal. A moral da história, no caso, é tomarmos muito cuidado para que as brincadeiras ou situações, criadas para supostamente desinibir os alunos, não se tornem mal-entendidos e não afastem, assim, pessoas que poderiam ficar anos felizes na dança, criando inimigos de nosso meio e até gerando processos como no caso bizarro que citei inicialmente. Mas aí vem um e diz: “Qual é a graça de eu dançar bem e não pegar geral?”. Hummm, apaguem da memória meu artigo. ________________________ Marco Antonio Perna é pesquisador, editor de site de dança e autor de livros de dança de salão. Visite www. marcoantonioperna.com.br


6

ANO 10 - Nº 121 OUTUBRO / 2017

Entidades Associativas | Cultura tando temas musicais desde o século passado”. Os números de dança serão executados por Cristina Ramos, David Theodor, Dayane Cristina, Leandro Gomes, Leonardo Sant’Anna, Ju do Carmo, Priscilla Borges, Renan Feu e Valdeci de Souza. Na parte musical, sob direção de Ronaldo Justo, participarão os intérpretes: Claudio Bolorini, Isabela Honorato, Luiz Mário do Cavaco, Luizão, Max Madeira, Mary Ellen, Michelle Pinto, e Selma Maia. Os instrumentistas serão: Douglas Moreira: (percussão e voz), Dudu Costa (flauta), Elon (clarineta), João Batista (violão seis cordas), Moreira (violão seis cordas), Rafael Santos (violão sete cordas), Rogério Oliveira (percussão & voz) e Ronaldo Justo (cavaquinho e voz). Participam da produção: Ana Castro, Antônio Aragão, D. J. Jerote , Juliana Gomes, Leandro Gomes, Leonor Costa, Maria Nogueira, Michelle Pinto e Vitor Moura. O Interdanças “Samba, Chorinho e Salão” será dia 25 de novembro, sábado, das 18 às 19h, com classificação livre e entrada franca (distribuição de senhas a partir das 17h).

Discutindo política cultural para a dança, em Mato Grosso. Em reprodução do Facebook do evento, da esquerda para a direita, Gisela Vaz, Neide Garrido, Fabiano Lima, Elisabete Spinelli e Denise Acquarone

Reunião do segmento da dança de Mato Grosso discute criação de sindicato

Denise Acquarone e Bete Spinelli, respectivamente, conselheira honorária e diretora secretária do Sindicato dos Profissionais e Dançarinos do RJ, participaram, como palestrantes, dia 22 de setembro, na UFMT, da reunião do segmento da dança de Mato Grosso, promovida pelos organizadores do 11º Festival Matogrossense de Dança. Na pauta, a regulamentação da profissão, a criação do fundo municipal da Cultura e a criação de um sindicato de profissionais de dança de Mato Grosso.

Convocação 1

O grupo gestor do Conselho Deliberativo do Helênico A. C. realizará dia 7 de outubro, 14h, uma assembleia para prestação de contas e eleição de novos membros para o grupo.

Convocação 2

A Associação dos Profissionais e Dançarinos de Salão do RJ (APDS/RJ) publica nesta edição edital de convocação para sua assembleia ordinária, a realizar-se dia 19 de novembro, no salão do 6º andar do Club Municipal, com início às 10h.

Semana da Dança de Salão I: mostra coreográfica da APDS será dia 25 de novembro

Como já faz há alguns anos, a Associação dos Profissionais e Dançarinos de Salão do RJ – APDS/ RJ realizará a edição de novembro do Interdanças do Forte, um projeto do Museu Histórico do Exército e Forte de Copacabana que leva mensalmente ao auditório Santa Bárbara espetáculos de dança, em parceria com a Resumo Produções, de Denise Acquarone. A mostra faz parte dos eventos comemorativos da SDS 2017 organizados ou chancelados pela APDS e, este ano, esta edição do Interdanças terá direção artística e geral do 1º Conselheiro Fiscal da entidade, o prof. João Batista, diretor da Escola Caxiense de Danças. João Batista dedicará esta produção ao centenário do samba, comemorado em 2016 com seu espetáculo Compassos (Teatro Raul Cortez, Duque de Caxieas), e ao centenário do choro, comemorado este ano. Diz João Batista: “Nossa apresentação no Teatro Santa Bárbara – Forte de Copacabana, dia 25 de novembro, terá uma composição diferenciada para atender às características do teatro e ao formato do evento. Com duração de uma hora, apresentaremos números de danças, instrumental e canto. Relembrando sambas, choros e maxixe, nosso espetáculo convida o expectador a empreender uma viagem no tempo, repor-

Semana da Dança de Salão II: baile grátis ao ar livre, com banda Alto Astral, encerra os eventos comemorativos

Outro evento gratuito dentro da programação comemorativa da Semana da Dança de Salão do RJ será o baile ao ar livre que o vice-presidente da instituição, Gustavo Loivos, realizará dia 26 de novembro, marcando o encerramento da SDS. Será na quadra esportiva do Horto do Fonseca, em Niterói, das 11 às 15h, com a banda Alto Astral.

Semana da Dança de Salão III: eventos chancelados

Ainda dá tempo de os produtores culturais inscreverem seus eventos na grade de eventos chancelados da APDS para a Semana da Dança de Salão. A grade será divulgada no início de novembro. A Semana da Dança de Salão é uma efeméride estadual do RJ criada pela Lei 3440/2000, cuja regulamentação é uma das metas da APDS. Para tanto, a entidade promove atividades e apoia eventos comemorativos da efeméride, para que ela não caia no esquecimento, prejudicando sua regulamentação. Já tiveram seus eventos chancelados, para esta edição: o baile grátis no calçadão de Bangu, marcando a abertura da SDS, dia 19 de novembro, e produzido por Ju Do Carmo e Lê Middas; e o baile beneficente no clube Mauá de São Gonçalo, dia 22 de novembro, com banda Sol e Mar, produzido pelo prof. Genilton Muniz.

Centro Coreográfico promove oficina infantil

Flávia Costa, licenciada em dança, ex-integrante da Intrépida Trupe e atualmente desenvolvendo pesquisa coreográfica com sapateado e tecnologia, realizará uma oficina infantil gratuita, no

www.jornalfalandodedanca.com.br ISSN 2237-468X

Centro Coreográfico da Cidade do RJ, dia 7 de outubro, das 10h às 11h, com crianças na faixa etária entre 6 e 11 anos. Explica a ministrante: “Nesta oficina iremos desenvolver com as crianças a percepção dos movimentos espontâneos através da criatividade e da interatividade, explorando o espaço, tempo, ritmo e a repetição de forma descontraída e educativa. A tecnologia irá aparecer em um tapete sonoro, que ao ser pisado criará diferentes texturas, impulsionando a invenção de novas danças”.

Dica cultural: para os fãs de Augusto Malta

Para os apreciadores das fotos do Rio Antigo compartilhadas frequentemente pela equipe do JFD no perfil Dança de Salão Bicentenário, aqui vai uma dica: o Museu Histórico da Cidade do Rio de Janeiro recebe a exposição “Os Múltiplos Olhares de Augusto Malta sobre o Rio”. Entre as 48 imagens originais do fotógrafo, será apresentada ao público uma raridade: uma fotografia inédita que pertencia ao álbum de família de um ex-morador da Gávea que doou a imagem ao Museu. As lentes de Augusto Malta documentaram as transformações da cidade entre 1903 e 1936, época na qual o alagoano atuou como fotógrafo oficial da Diretoria Geral de Obras e Viação da Prefeitura do Rio de Janeiro, então capital federal. A mostra fotográfica vai até o dia 20 de fevereiro de 2018 e a entrada é gratuita. (fonte: SMC)

Dica cultural: passeio à Fábrica Bhering

Para quem tem curiosidade de conhecer as instalações da extinta fábrica de chocolate, que virou polo cultural, fica a dica: o coletivo de artistas do local promove de 28/09 a 01/10 várias atividades ligadas ao design, integrando a Semana Design Rio. Na agenda, pocket shows e música para ouvir e dançar. Veja a programação no perfil do Facebook, digitando @fabricabhering.

Dica para os pesquisadores em dança: Biblioteca Nacional lança aplicativo para consulta de seu acervo à distância

Buscando ampliar e facilitar o acesso a seu acervo – cuja consulta já é possível a partir dos catálogos referenciais disponibilizados no portal www.bn.gov.br –, a Biblioteca Nacional lançou um aplicativo gratuito para as plataformas Android e IOS. O novo sistema permite que pesquisadores, estudantes, professores e o público em geral consultem o acervo da instituição a partir de dispositivos móveis – celulares e tablets. Na Hemeroteca Digital, o portal de periódicos da Biblioteca Nacional, é possível encontrar um raro acervo de jornais e revistas, desde os primeiros jornais do Brasil, como a Gazeta do Rio de Janeiro e o Correio Braziliense, até publicações atuais. Atualmente, são 14 milhões de páginas de jornais e revistas digitalizadas. Em 2016, o portal teve mais de 7 milhões de acessos, tanto do Brasil quando do exterior. _________________Editado por Leonor Costa


www.jornalfalandodedanca.com.br ISSN 2237-468X

Caminhos do Samba Carioca

Dia 25 de novembro, das 14 às 20h, no Instituto dos Pretos Novos (R. Pedro Ernesto 32, Gamboa, www.pretosnovos.com. br), Jaime José promoverá uma tarde de autógrafos de seu livro Caminhos do Samba Carioca, marcando o encerramento da Semana da Consciência Negra, com exposição, mesa de encontro com escritores afro temáticos, apresentação de números de dança afro e pequeno city tour ao entorno (Pedra do Sal e Cais do Valongo). A ideia é chamar a atenção para a dificuldade pela qual passa o instituto, que perdeu o auxílio que recebia da Prefeitura para sua manutenção. “Gostaremos muito de receber estudantes de dança, pesquisadores e historiadores do tema, e público em geral, apoiando e valorizando o trabalho do IPN”, declarou-nos Jaime. Jaime José é diretor artístico do Studio de Artes Bangu, comissário de arte para a dança de salão do Sindicato dos Profissionais da Dança do RJ e sócio-fundador da Associação dos Profissionais e Dançarinos de Salão do RJ. O livro reúne as pesquisas e entrevistas que realizou sobre a história do samba carioca. Inf. 999-684-005.

divulgação

divulgação

Baile Beneficente Coração Valente

O presidente da Aspom, Levi Meireles, e a leader band da Alto Astral, Denise Abrantes, realizarão dia 3 de outubro mais uma edição anual do baile beneficente Coração Valente, em prol do Hospital Mario Kroff. O ingresso no baile, que começará às 19h, será mediante a doação de alimentos não perecíveis.

De piso novo

Atendendo aos anseios de seus frequentadores,

7

o Humaitá A. C., de Niterói, está finalizando a reforma do piso do seu salão de baile, o que poderá ser conferido nos dois bailes já programados dias 4 e 18 de novembro (ver o anúncio do clube publicado nesta edição)

Senhor Bolero 2017

Fernando Perrotti e Mariana Rabelo foram os vencedores do concurso de bolero realizado duFlávio Marques e Yasmini Zangrando, ao centro da foto, cercados pelos casais participantes do concurso de bolero. Foto: Baila Interior rante o evento Senhor Bolero, dia 9 de setemsil e do exterior. Além de aulas (no Centro Cobro, organizado por Fláreográfico da Cidade do Rio de Janeiro) e baivio Marques e Yasmini Zangrando, na Casa das les (no Tijuca Tênis Clube), haverá mais uma Beiras. Joe Ferreira e Vanessa Sarmento ficaram edição do campeonato de zouk e lambada e uma na segunda colocação. Jhon Cleber e Catherine competição nos moldes “jack & jill”. O evento Cordula, na terceira. acontecerá de 11 a 14 de janeiro de 2018. Informações no site www.renatapecanha.com.br. Escola de Dança Jaime Arôxa Botafogo O espaço de dança comandado por Adriana Gronow e Paulinha Leal celebrará mais um ano de atividade com baile dia 28 de outubro na Casa do Minho, no Cosme Velho. Em reprodução do Facebook, Juliana Paes, protagonista da novela Força do Querer, cercada pelos dançarinos do núcleo gafieira da novela: Estudantina em rede nacional

Carlinhos de Jesus leva baile de dança de salão para a Cidade das Artes

Domingo dia 24 de setembro, Carlinhos de Jesus comandou um baile gratuito de dança de salão na Cidade das Artes, Barra da Tijuca, iniciando com aulão, seguido de apresentação da Rio Orquestra Show, e contando com o apoio de equipe de dançarinos da sua Casa de Dança. A próxima edição será dia 12 de novembro.

ANO 10 - Nº 121 OUTUBRO / 2017

Fique por Dentro

Mudança de endereço

EroSampaio transferiu seu baile de aniversário para o Clube dos Democráticos. A data (28/10), e a banda (Alto Astral) permanecem inalterados. O horário mudou para 19h. O clube da Lapa, que detém o título do baile social mais antigo do país (150 anos), possui salão refrigerado e estacionamento próprio. O baile servirá de pré-lançamento de outro evento anual da Ero, o Diva dos Bailes, que acontecerá dia 25 de novembro, na Casa da Vila da Feira, na Tijuca.

Rio Zouk Congress 2018

Renata Peçanha já está divulgando o congresso internacional de zouk que promove a cada dois anos, proporcionando aos participantes contato com os melhores profissionais da área, do Bra-

Estudantina é palco de mais uma matéria do Video Show

Mais uma vez a gafieira foi plano de fundo para uma reportagem do programa Video Show, focando nas apresentações musicais de artistas famosos que são frequentemente inseridas em capítulos da novela Força do Querer, de Glória Perez. Além das tomadas na Estudantina, a dança de salão está em evidência em dois quadros de dança (Dança dos Famosos e Dancing Brasil) e é tema recorrente no programa da apresentadora e dançarina Fátima Bernardes. Com tanta mídia espontânea, em rede nacional, não dá para entender por que não há filas nas portas das academias e nos clubes dançantes, não é mesmo?

Nota de Falecimento:

Leonor Costa

Faleceu, dia 7 de setembro, Marli Figueiredo Borges, benemérita e ex-diretora do Helênico Atlético Club. ________________ Editado por Leonor Costa


CONVIDAM

19h30

ingressos antecipados c/ desconto

aniversário da

AMIGA ANGELA

Traje esporte fino Realização Angela Abreu apoio:

BANDA

NOVOS TEMPOS

CASA DE DANÇA SÉRGIO CASTRO CONVIDA

BAILE DE CONFRATERNIZAÇÃO X e aniversário do prof. Sérgio Castro E S

2O4V N

A PART

IR DAS

19H

Banda + Dvj Luiz Sorteios - dançarinos (ficha) Valor antecipado: R$ 50* (com direito a um prato de salgado e 2 fichas) *associados APDS adimplentes: desc. 20% APOIO: MARCELO CIROLA

Jacarepaguá Tênis Clube

Inf.: 3017-0953

apoio:

R. Beco Pereira, 80 - Praça Seca

9-9973-1408 9-7679-4093 angela.abreu.39

R. D. Hélder Câmara 8484 Piedade Pres. Levi Meireles Associação dos Servidores Públicos CLUB

Informações: CASA DE DANÇA SÉRGIO CASTRO t. 3390-9650 / 9.8626-5044 / 9.8626-5340 R. QUIRIRIM 1523 CASA 5 - VILA VALQUEIRE

Administração:

MUNICIPAL

Luiz Paredes Dias

“Sempre ao lado do sócio” Rua Haddock Lobo 359 - Tijuca - Diretora Social: Bela Bádua - tel. 2569-4822

SEGUNDA 16 ÀS 20h BAILE DA 3ª IDADE

DOMINGO 13 ÀS 19h ALMOÇO DANÇANTE

1ª QUINTA-FEIRA DO MÊS, ÀS 12H ALMOÇO DOS APOSENTADOS

IMPERDÍVEL SEG | 18 SET | 16H BAILE DA PRIMAVERA ORQUESTRA TUPY

2223-4066 / 981-199-200

Stelinha Cardoso - REG.MTB: 15.414

Você é VIP no BAILE DO ALMOÇO. Apresente este anúncio no baile das quartas, 12h, com dj Fellipe Brandão.

Com este, 1 aula grátis e isenção de matrícula

Av. Marechal Floriano, 42 - sobr. Centro - Rio de Janeiro - RJ

Entrada: R$ 12 Com este: V I P

C. C. ESTUDANTINA MUSICAL Patrimônio Cultural do Rio desde 2012 Praça Tiradentes 79-81 - Centro do Rio - RJ Tel. (21) 2232-1149 | 2232-0396 | 982-876-933 Conheça a Estudantina, cenário da novela das nove

Bailes de dança de salão Sábados a partir das 20h

Niterói & São Gonçalo

Escola de Dança Reinaldo Gonçalves DANÇA DE SALÃO | RITMOS QUENTES (SALSA E ZOUK) | CURSO DE FORRÓ Escola de Dança Reinaldo Gonçalves

goncalvesdanca@gmail.com - www.escola-danca-reinaldo-goncalves.webnode.com

Inf. (21) 9-9741-8373 (Vivo) / 9-8473-4868 (Oi) Em Niterói: Avenida Amaral Peixoto 36 s/415 - Galeria Paz - Centro Em São Gonçalo: Rua Nilo Peçanha 320 - Centro

Alvaro’s Dance

Conheça a Domingueira do Clube dos Democráticos

Conforto, credibilidade, profissionalismo e bom atendimento

As melhores bandas a partir das 20h Bailes sociais desde 1867 Salão refrigerado Estacionamento

DANÇAS DE SALÃO bolero-fox(soltinho)-forró-tango-salsa zouk-samba de gafieira-samba no pé NOVIDADE: ballet clássico e flamenco

R. Riachuelo 91/93

Lapa - Rio de Janeiro - RJ Tel. (21) 2252-4611 www.clubedosdemocraticos.com.br

tel. (21) 2221-1011 / 99265-5035 Rua Riachuelo 109 - Lapa - Rio - RJ www.renatapecanha.com.br

Dir.: Álvaro Reys

Informações:

2547-0861

R. Barata Ribeiro 271, sobrado - Copacabana - RJ

CASA DE DANÇA SÉRGIO CASTRO BOLERO, SAMBA, FORRÓ, SOLTINHO, TANGO E OFICINA DE SAMBA TANGO toda SAMBA INICIANTE E INTERMEDIÁRIO TODA 4ª 20h30 quarta, às 11h

Casa de Dança

Carlinhos de Jesus

Convênios Formação de turmas APPAI e ASSIST - horário matutino e APPAI vespertino, aproveite! ASSIST

R. Álvaro Ramos 11 Botafogo

t. 2541-6186

Bailes:

1º 2º 3º 4º

sábado sábado sábado sábado

| | | |

Rastapé & Batucada Tum & Tum Zouk+ Milonga Carioca

Espaço de Dança Adriana Gronow & Paulinha Leal R. Arnaldo Quintela 22 - tel. 2542-2040

PROFS.SÉRGIO CASTRO ANA CASTRO

RUA QUIRIRIM, 1523 - CASA 5 - VILA VALQUEIRE casadedancasergiocastro@yahoo.com.br

Dança do Ventre

Inf. 3390-9650 9.8626-5044 9.8626-5340

José Magela

DANÇAS DE SALÃO E CONSCIÊNCIA CORPORAL

Escola de Dança

SESSÕES PARTICULARES

DO BOLERO AO SAMBA || DO FORRÓ AO TANGO COREOGRAFIAS PARA EVENTOS || PREPARAÇÃO CORPORAL PARA CENAS

Botafogo

tel. 99162-1845 || email: jmagela2016@gmail.com

Parte integrante do Jornal Falando de Dança - pág. 08 - ed. 121 - OUTUBRO / 2017 - Para anunciar aqui, ligue (21) 9-9202-6073 / 2551-3334

E AMIGA ANGELA

SÁB

arte: www.jornalfalandodedanca.com.br

2DEZ

ASPOM


Terça-feira A melhor programação Noite Dançante musical de terça a Show com banda domingo a partir das 20h

Quarta-feira DJ a partir das 20h

Quinta-feira Baile da Gaúcha Show com banda a partir das 20h

Sexta Carioca DJ a partir das 20h

Sábado O melhor com 2 bandas DJ nos intervalos a partir das 21h

O local perfeito para festejar! Mais de 70 pratos quentes e frios e aquele churrasco Rua das Laranjeiras 114 - Reservas: 2558-2558 - gauchareservas114@outlook.com

Domingo Forró a partir das 23h

PIZZA NA LENHA

DE TERÇA A DOMINGO

13 OUTUBRO 2017

SEXTA | 16 ÀS 20 HORAS

O Baile | Orquestra Tabajara Rua Dias da Cruz 170 - Méier - Tel. (21) 2597-3897 - www.imperator.art.br

APOIO:

Jaime Araújo, irmão, saxofonista e atual sucessor do maestro Severino Araújo, no comando e administração da Orquestra Tabajara, regendo a orquestra em grande baile no Imperator. Nos intervalos, dj Walter Negrão. Dançarinos da Academia Flávio Barbosa. Classificação: 16 anos. Ingresso: R$ 60 (inteira) | R$ 30 (meia)* - Realização: Angela Nogueira (tel. 995-972-002 ) e Geraldinho dos Clubes (tel. 2527-2300 / 988-740-012) (*) meia entrada: estudantes, pessoas com deficiência e um acompanhante, idosos (pessoas com mais de 60 anos), jovens pertencentes a famílias de baixa renda, com idade de 16 a 29 anos, professores, diretores, coordenadores pedagógicos, supervisores e titulares de cargos do quadro de apoio das escolas das redes estadual e municipal de ensino.

22

QUARTA

Parte integrante do Jornal Falando de Dança - pág. 09 - ed. 121 - OUTUBBRO / 2017 - Para anunciar aqui, ligue (21) 9-9202-6073 / 2551-3334

78 ANOS DE TRADIÇÃO

NOV

19H

CLUBE ESPORTIVO MAUÁ

APOIO

CONJUNTO

Av. Pres. Kennedy 635, Centro, São Gonçalo Inf. 98557-5821 / 3246-4655 / 97353-8170 (Genilton Muniz)

OS DEVANEIOS

Comemorando a Semana da Dança de Salão do RJ

&

Realização:

Prof. Genilton Muniz, Prof. Junior Arap, Prof.ª Mari de Freitas, Produtoras Culturais Tania Chactoura e Eliane Margiotta

Aniversários

Professores: José Ribamar Santos, Rodrigo Gonçalves, Reinaldo Silva, Edson Camacho e Arilson Vianna Dançarinas: Cecilia Ribeiro Lessa, Telma Corrêa, Neusa Lanza, Ana Lucia Paiva, Judicéa Vasconcelos, Rosangela Alvarenga Alves , Edna Brito, Graça Moraes, Gilcea Egger, Marilena da Silva , Claudia Maia, Graça Mauricio Fernandes e os Aniversariantes do MÊS.

BANDA SOL E MAR Teremos dançarinos de apoio

Até 10 OUT: mesa c/ 4 lugares R$ 100,00 - ingresso individual R$ 25,00 Após 10 OUT: mesa c/ 4 lugares R$ 120,00 - ingr. indiv. antecipado R$ 30,00 (no dia: R$ 35,00) Apoio: Clube Esportivo Mauá, Aragão e Leonor do Jornal Falando de Dança, APDS - Associação dos Profissionais e Dançarinos de Salão do RJ, Projeto Amo o Salgueiro, Fernando Nascimento Banda Sol e Mar, Prof.ª Kessy Goudard, Prof.ª Milena Deolinda, Prof.ª Sandra Lopes, Prof.ª Vanessa Calixto, Prof.ª Viviane Morenato, Prof. Jose Ribamar Santos, Prof. Pablo Salles, Prof. Diogo Mendes Ribeiro, Prof. Reinaldo Gonçalves, Prof.Celso Ferreira, Prof. Rudson Monteiro, Prof. Rodrigo Rodrigues, Prof. Erikson Oliveira, Prof. Reinaldo Silva, Prod.Cultural Parcifal Nunes, Prof. Rodrigo Gonçalves, Bira Niterói, Prof.ª Solange Dantas, Prof. Alcir Fernandes, Profª Marcella Franco, Prof. Edson Santos, Prof. Ramon Oliveira,Vania Cortes, Prof.ª Andrea Marques, Prof. Oscar Rangel, Prof.ª Amanda Rosas, Prof. Bruno Maia, Prof. Cristiano Praxedes, Prof. Campeão, Produtores: José Carlos (Zé), Beth Medeiros, Monica Lourenço Almeida, Luiz Carlos Freitas, Flaviana Da Silva Pereira, Alex Farjado, Helô Reis e Monalisa da Silva.

IMPERDÍVEL

Faça a confraternização do seu grupo conosco!

SUPER FESTA DE NATAL

BANDA

MILÊNIO CONVIDAM

SÁBADO

16 DEZ A PARTIR DAS

14H

Local: Clube dos Subtenentes e Sargentos Bombeiros do RJ Travessa Carlos Xavier, 96 - Madureira, Rio Realização: Carvalho e sua rapaziada, os promoters Inf. (21) 97153-7665 / 99153-7921 / 98404-4429


10

ANO 10 - Nº 121 OUTUBRO / 2017

Especial dez anos: um pouco de história

Dez anos e muitas realizações “De forma genérica, pode-se identificar no jornal dois tipos de conteúdo. A divulgação de eventos e vida social têm foco nos praticantes da dança em geral. Para os estudiosos e profissionais do segmento, dedicamos as pesquisas, as críticas, as notícias sobre políticas culturais e as campanhas de mobilização e conscientização”, explica a editora Leonor Costa, com entusiasmo. Já Antonio Aragão, responsável pela parte administrativa e financeira, é a ponta menos emotiva da empresa: “Infelizmente, percebo que a grande maioria dos profissionais da dança não atenta, da forma como deveria, para esse conteúdo a eles dirigido, mas nosso trabalho está aí, registrado e disponível, coisa inédita em outros nichos da cultura popular”. “Mas as coisas estão mudando, as novas gerações estudam mais, muitos procuram formação superior na área, e o jornal é fonte de pesquisas e atualização”, retruca Leonor, formada em Direito pela UFRJ e que fez vários cursos de designer gráfico e editoração para produzir o periódico.

Para além das notinhas e fotos

Fundado em 12/10/2007, o Jornal Falando de Dança dedica-se a divulgar a cultura da dança, especialmente a de salão, com distribuição gratuita pelos bailes do Grande Rio, remetido para outras regiões pelo sistema de assinaturas e disponibilizado em versão pdf, hospedada em site especializado. Seus colaboradores são jornalistas, advogados, escritores, pesquisadores, antropólogos, historiadores e profissionais da dança, que encontram no Jornal Falando de Dança espaço para deixar registrado, no tempo presente e para a posteridade, a historicidade da dança de salão, crônicas de seu cotidiano e suas atividades socioculturais e educativas. Nestes dez anos de atuação, o JFD transformouse num marco na valorização da dança, promovendo ações afirmativas como a entrega do “Prêmio Cultura da Dança de Salão”, a campanha “Uma Estátua para Antonieta”, a campanha pela aprovação da Lei Est. 5828/2010 (Dança de Salão Carioca Patrimônio Cultural Imaterial do RJ), a promoção da efeméride Semana da Dança de Salão do RJ (Lei Est. 3440/2000) e da efeméride municipal Dia do Dançarino de Salão, e a promoção de festivais e congressos. Se hoje a “Semana da Dança de Salão” e o “Dia do Dançarino” são comemorados dentro da comunidade da dança de salão do RJ e inspiram iniciativas semelhantes no Legislativo de outros Estados e Municípios, isso se dá graças às intensas campanhas promovidas pelo JFD, que ampliou o leque de conhecimento e capacitação na sua área de influência. Atualmente, o JFD é o único periódico impresso da dança publicado regularmente no país. Quanto a seus editores, Antonio Aragão e Leonor Costa, estes participam ativamente de fóruns de dança e conferências de cultura e são diretores da Associação dos Profissionais e Dançarinos do Estado do RJ (APDS/ RJ). Desde 2010, o jornal é editado pela Amaragão Edições e Eventos e está registrado na Fundação Biblioteca Nacional, sob nº 487.274, livro 920, folha 270, e no ISSN, sob nº 2237-468X.

www.jornalfalandodedanca.com.br ISSN 2237-468X fotos: Leonor Costa

Campanhas e participações

O JFD, seus diretores e a AMAragão Edições e Produções estão à frente de articulações importantes dentre do segmento. Dentre estas, destacamos: apoio/copatrocínio à realização da Semana da Dança de Salão do RJ (Lei 3400/2000); apoio/copatrocínio à realização do 1º Congresso de Dança Esportiva do RJ (UERJ, 2009); apoio/copatrocínio à realização do 1º Encontro Infantojuvenil de Dança de Salão do RJ (C. A. Calouste Gulbenkian, 2009); apoio/copatrocínio do 1º Curso de Dança Esportiva em Cadeira de Rodas do RJ (UERJ/2011); campanha pela eleição de um representante da dança de salão para a Conferência Setorial de Dança da CNC 2009; campanha pela aprovação da Lei Molon, que tornou a dança de salão carioca patrimônio cultural imaterial do estado (Lei 5828/2010); campanha pela adesão da classe às comemorações ao Dia do Dançarino de Salão (Lei 3500/2003); campanha pela comemoração dos 200 anos de ensino de dança de salão no Brasil (com base no primeiro anúncio publicado em 1307-1811); campanha pela eleição de um representante da dança para vaga no Conselho Municipal de Cultura do Rio de Janeiro (2010); campanha “Uma Estátua para Antonietta” (2011). Publicações da AMAragão Edições: Jornal Falando de Dança, livro Pé de Valsa (de Elaine Reis) e a coletânea 200 Anos de Dança de Salão no Brasil (org. Marco Antonio Perna). Produções: realização da Exposição “200 anos de ensino de dança de salão no Brasil” (C. A. Calouste Gulkbenkian, 2011); produção de conteúdo (dança de salão) para a exposição “Rio Dança” (CCo, 2012); produção e copatrocínio do projeto “Prêmio Cultura da Dança de Salão” (3 edições, sendo a primeira, em 2011, contemplada em edital de cultura da SEC-RJ); coprodução e copatrocínio do Baile do Bicentenário da Dança de Salão (2011) e do Baile do Dia do Dançarino (2012); produção e patrocínio da 1ª Mostra infantojuvenil de dança de salão do Forte de Copacabana (2013); produção de eventos para o Sesc Madureira (2014); produção do 1º Seminário Historicidade da Dança de Salão (CCo, 2016), contemplado em edital de cultura da SMC-Rio. Além de várias moções recebidas de deputados e vereadores, em junho de 2017 o Jornal Falando de Dança foi homenageado pela Comissão de Cultura da Alerj, recebendo o Diploma Heloneida Studart de Cultura.

Primeira capa do jornal, em layout de revista, patrocinada pelo Centro de Dança Alex de Carvalho, que viabilizou a primeira tiragem do jornal. Atualmente o jornal tem layout de visualização dinâmica.

Aulas para alunos da rede pública de ensino, ministrada por Leonor Costa, curadora da exposição comemorativa do bicentenário da publicação no Brasil do primeiro anúncio de aulas de dança de salão. Diante do pouco resultado da campanha para que professores e produtores culturais comemorassem a data, o JFD associou-se a Valdeci de Souza para produzir um conjunto de eventos memoráveis para este segmento cultural, com desdobramentos por três anos seguidos: Projeto Prêmio Cultura da Dança de Salão (contemplado por edital de cultura); exposição fixa e itinerante sobre o tema; bailes de premiação com cobertura da grande mídia; mostra coreográfica infantojuvenil no Forte de Copacabana; tema de uma edição do programa de Ancelmo Gois na Tv Brasil, capa do segundo caderno do jornal Extra, reportagens nos noticiários das TVs Brasil e Record, cobertura do portal UOL, publicação de artigo na Revista de História da Biblioteca Nacional; notinha sobre o artigo na revista VejaRio; publicação da coletânea “200 anos de dança de salão no Brasil”; lançamento do livro “Pé de Valsa”.


www.jornalfalandodedanca.com.br ISSN 2237-468X

Meu reconhecimento ao Jornal Falando da Dança, pelos dez anos de fundação. Aos amigos Leonor Costa e Antonio Aragão, que são dois profissionais aguerridos, lutadores, perseverantes e qualificados. São parceiros, presentes nos debates do Poder Legislativo, interessados e antenados, ajudando-nos a dar visibilidade aos debates das áreas da cultura e da comunicação. Parabéns pelos dez anos de fundação do Jornal Falando de Dança. Vereador Reimont, presidente da Comissão Permanente de Cultura e presidente da Frente Parlamentar pela Democratização da Comunicação, encaminhou à Seconserva o dossiê elaborado pelo JFD para a campanha “Uma Estátua para Antonietta” e presidiu a seção na CMRJ que empossou a nova diretoria da APDS, da qual fazem parte os editores do jornal. Gostaria de mandar uma mensagem carinhosa aos meus amigos Leonor Costa e Antonio Aragão. Sim, amigos que conquistei, meus encorajadores e apoiadores. Profissionais que quero parabenizar pelos dez anos de fundação do Jornal Falando de Dança, um polo de resistência. Meus votos de que vocês não desistam, mantenham-se comunicadores, formuladores e divulgadores das artes e da dança. Suelyemma Franco, assessora técnica da Comissão Permanente de Cultura e da Frente Parlamentar pela Democratização da Comunicação, presididas pelo vereador Reimont, já escreveu para o JFD. O Jornal Falando de Dança registra e dissemina a história atual e passada por belos caminhos. Para mim é valiosa e única a experiência de participar deste veículo de comunicação. É simplesmente delicioso sentir que é mantido por pessoas comprometidas, competentes e com a disposição rara de empenhar esforços no sentido de viabilizar a divulgação do conhecimento sobre a dança! Que venham as próximas décadas de realizações! Maristela Zamoner, pesquisadora e autora de livros sobre dança de salão, escreve para a coluna Um Pouco de História, do JFD Ao longo de 10 anos ininterruptos, o Jornal Falando de Dança vem prestando valiosos serviços ao público interessado na dança de salão, registrando e recordando coti-

Especial dez anos: depoimentos dianamente seus personagens e fatos, conferindo substância à informação e à memória social dessa importante atividade cultural. Com seus profissionais munidos de grande espírito público, vem promovendo uma série de importantes seminários e encontros de pesquisadores, além de proporcionar a divulgação e a atualização da agenda de bailes e atividades sobre as mais variadas modalidades de dança de salão na metrópole carioca. Vida longa ao Jornal Falando de Dança! Felipe Berocan Veiga, chefe do dpto de antropologia da UFF, escreveu para o JFD e participou de palestras organizadas pela AMAragão Edições e Eventos Meus agradecimentos pela existência do Jornal Falando de Dança e a todos envolvidos pela elaboração deste meio de comunicação. Vocês são o exemplo de sonho e idealização de um projeto magnífico; ação para que a nossa arte de dançar a dois seja reconhecida e respeitada em nossa sociedade. Vocês nos encorajam e não nos deixam desanimar de levar qualidade de vida para nossos alunos através desta maravilhosa arte. Minha Gratidão. Elaine Reis, professora de dança de salão e diretora de academia de dança, teve seus textos publicados no JFD, originando o livro de crônicas Pé de Valsa, publicado pela editora do jornal

Escrever é um ato de prazer e ao mesmo tempo de frustração. O prazer deriva da habilidade no uso das palavras, brincar com elas, e do autor saber que está ajudando a formular pontos de vista. A frustração vem da sua insatisfação com o próprio texto. São raros os autores que, ao reler o que escreveram, não acham que poderia ter sido melhor. Isso é, ao mesmo tempo, uma grande virtude, que nos faz suar a camisa no trabalho. Quando migrei da grande mídia para os jornais de dança, hoje com o prazer de integrar a equipe de colaboradores do Falando de Dança, dos meus amigos Leonor e Aragão, confesso que esse fardo do jornalismo cotidiano se tornou mais leve, porque a dança é também uma das coisas mais leves da vida. Continuo ativo, escrevendo todos os dias sobre outros temas, mas é no assunto dança que encontro alívio para a indignação atrelada aos demais assuntos. Nem por isso perdemos o espírito crítico. Porque a dança tem, e sempre terá, coisas a corrigir e melhorar. É neste ponto que entra a importância de jornais como este, com um corpo de editores e articulistas da melhor qualidade. A cada edição o Falando de Dança agrega ao meio conhecimento e instrumentos de análise, para uma dança melhor. Tanto na sua essência individual, aquilo que

ANO 10 - Nº 121 OUTUBRO / 2017

11

motiva cada pessoa, como dançarino e apreciador do baile, como no grupo social que ela abarca, reproduzindo, em escala reduzida, o mundo exterior. Nas suas virtudes, beleza, defeitos, diversidade e contradições. Além dos seus aspectos estéticos, a dança envolve um comportamento social. Requer ética. Impõe limites a todos. E isso a eleva além do entretenimento: é uma forma de exercer cidadania. Na integração racial, no uso do espaço coletivo, sem acidentes e brigas, e principalmente na educação e cordialidade. O Falando de Dança tem esta percepção e vem cumprindo de forma exemplar sua função como jornal, não apenas informativo, mas principalmente como formador de opinião e indutor de comportamentos saudáveis. Orgulha-me fazer parte destas páginas. Celebro com todos, a equipe, anunciantes e leitores, esta data especial. Que se reproduza e seja longa a vida deste querido jornal. Milton Saldanha, jornalista e fundador do jornal Dance (SP), escreve para a coluna Opinião, do JFD Meus primeiros artigos sobre dança de salão datam de 1997 para o jornal Dance News, bem como minhas primeiras coberturas fotojornalísticas na dança para meu site dancadesalao.com. Não me recordo a data exata, mas conheci a editora do Jornal Falando de Dança (JFD) em meados da primeira década do terceiro milênio, antes da criação do jornal. Leonor Costa era uma advogada que havia descoberto a dança de salão e se interessou em trabalhar com jornalismo de dança quando começou a trabalhar no jornal Dance News. No qual trabalhou também com Antonio Aragão, seu sócio no JFD, que está completando 10 anos este mês. Após esse período de aprendizado, resolveram criar seu próprio jornal, com linha editorial diferente do anterior. Podemos dizer, então, que conheci Leonor ainda como “Foca”. Após esse primeiro contato, a primeira vez que fui citado no JFD foi na edição 8, de 2008, em matéria sobre a sexta e última edição do congresso que realizei, o Salão Rio Dança. Ainda fui citado nas edições 9 e 10, antes de escrever meu primeiro artigo no jornal, na edição 17 de 2009: “Padronizar ou deixar nosso Samba morrer?”. Esse artigo tinha relação com meu trabalho de pesquisa histórica sobre o Samba de Gafieira, que resultou no lançamento de meu livro “Samba de Gafieira: a história da dança de salão brasileira”, em 2001. Porém, foi apenas na edição 19 que minha coluna tomou ares de permanente, quando escrevi o obituário de Maria Antonietta em artigo de duas páginas. A partir desse momento comecei a escrever regularmente artigos sobre a história da dança e eventuais obituários de personalidades de nosso meio. Escrevi também críticas de filmes e crônicas ficcionais, e até mesmo duas fábulas, semContinua na pág 12 pre com a dança como te-


12

ANO 10 - Nº 121 OUTUBRO / 2017

Especial dez anos: depoimentos

mática. Em algumas edições também atuei como fotojornalista, fornecendo coberturas fotográficas de eventos da dança. Com meu site dancadesalao.com perdi a conta de quantos anúncios trocamos. Seja para venda de meus livros ou mesmo como fotógrafo, sempre tinha um espaço sobrando para mim na seção de anúncios do JFD. Em 2011 resolvi lançar meu segundo livro: “200 anos de Dança de Salão no Brasil”. Um livro que organizei e contém artigos meus e de diversos autores, entres eles Leonor Costa. Para o lançamento do livro tive total apoio dos editores do JFD, que também me permitiram lançá-lo pela editora que possuem. Em 2012 lancei os volumes 2 e 3 do livro, também pela editora do jornal, e em seguida o volume 4. No momento estou trabalhando no volume 5, ainda sem data de lançamento. A divulgação do lançamento dos volumes, bem como as coberturas desses lançamentos, foram publicadas em várias edições do JFD. Em 2016 proferi minha palestra sobre a história da dança de salão, em evento realizado pelo JFD, no Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro (CCoRJ). Posso dizer, então, que estive presente das mais variadas formas no JFD nesses últimos 10 anos e é com grande felicidade que vejo essa comemoração de aniversário acontecer. Que venham muitos outros. Marco Antonio Perna, autor de livros, pesquisador e administrador de site sobre dança de salão, escreve para o JFD sobre temas variados, como comportamento, dança na mídia e personagens da nossa história. Abrem-se as portas de um salão de uma editora e as primeiras notas musicais de um sonho começam a ecoar pelas paredes tentando firmarem-se sobre um computador para tomar a forma de um jornal. E tomaram. O sonho ga-

nhou formato. Há, porém, um conteúdo sem plateia. Sim, por-

que o que se comemora é apenas a lembrança do que foi tão arduamente construído por dez anos, dia após dia, sem descanso e perdão aos erros, com respeito ao tempo do relógio que não parou para esperar a última notícia que ainda iria chegar para ser publicada, as cobranças severas que vinham da senhora de nome perfeição. Dez anos de tentativas de superação. De suportar ventanias que ora levavam todas as páginas já escritas e tudo havia de recomeçar, de estar aqui e ali ao mesmo tempo para recolher mais um material que substituirá o outro que é melhor do que este, enfim... A comemoração é solitária porque é contida. Não é pública, de todos com todos. Não é ato de confraternidade. É, sim!, um grande aplauso que seus organizadores e operadores se dão frente a um espelho que os reflete, solitários, eles que, apenas eles, sabem como esse caminho foi percorrido, sobre quais e quantas pedras tropeçaram, quantas vezes o desânimo quase os derrotou se não fosse a esperança da perpetuação do sonho ficar em arquivos. A plateia não sorriu nem chorou por dez anos. Nem se interessou nem esteve alheia. É plateia neutra, oportunista, que se valeu apenas do que seus olhos quiseram ver e ler. Ventanias de desinteresse folhearam páginas de forma urgente para verem as fotos do último baile ou do anúncio que vende ou não vende. Enquanto isso, matérias excepcionalmente bem escritas acerca da história da dança, sua evolução, os trilhos sobre os quais passou, assim como notícias extremamente interessantes trazidas pelos tijolinhos de informação da Editora, enfim, contos, relatos, textos, todos, sem exceção, de muito boa qualidade técnica e editorial estiveram à disposição, em vitrine para onde não olharam esses que se dizem amantes da dança. Dez anos buscando modernização de conteúdo para a plateia sentada de costas. Quem ama a dança, ama a arte. Não é possível separar esses dois crimes. Mas não amaram nem o que o Jornal Falando de Dança disse, pretendeu dizer, tentou dizer e melhorou o que já dissera, aperfeiçoou o que tentou e conseguiu dizer. Não houve troca nem eco. Foram dez anos sur-

www.jornalfalandodedanca.com.br ISSN 2237-468X

dos e mudos. Não foram cegos porque tinham fotos e apenas estas foram lidas, entendidas, relidas, vistas novamente. Jornais sobre mesas de clubes estiveram como um corpo que caiu ali e morreu abandonado. Os dançantes passavam por ele e sequer ouviam seus sussurros de pedidos de perdão. Perdão por ser um material de tão brilhante conteúdo, perdão por ser o fruto de um trabalho incessantemente dedicado a entregar informação de excelente qualidade, perdão porque o exemplar ficava na mesma mesa abandonado até um garçom recolhê-lo e sepultá-lo em alguma lixeira sem som. Perdão por não conseguir superar o desinteresse que os dançantes têm por quase tudo que não seja imediato, superficial, desnecessário, pilhéria, sem responsabilidade com um único pensamento sequer. Como se viver fosse apenas ficar de pé e respirar. Dez anos de manutenção de um sonho vivo é motivo de comemoração, ainda que solitária, não importa. Melhor é, se assim se pode dizer, voltar o olhar para esse salão onde tudo começou e serenamente sentir que tudo valeu cada minuto vivido na direção do sonho que se tornou realidade ainda que a plateia não tenha entendido o conteúdo. Porque a plateia não entende sequer o que é o sonho de fazer um jornal circular em vários clubes, bairros, cidades, pelas mãos de pessoas que são o objeto do sonho. Elas não sabem, ainda, que o sonho tem nelas seu alvo. Que o cansaço, tanto quanto o desânimo, nascem delas porque o sonho está sendo alvejado a cada edição que se busca não deixar o jornal falecer sobre uma mesa de um clube qualquer. Vem, vamos embora, que esperar não é saber Quem sabe faz a hora, não espera acontecer Assim diz a canção de Geraldo Vandré, que quem sabe faz a hora. E a hora é de prosseguir por mais dez ou muitos dez outros anos e enquanto um único baile existir. Maria Augusta, dançarina, publica no JFD suas crônicas sobre o dançarino Rato

Mensagens dos leitores Parabéns, amigos Leonor e Aragão, pelos dez anos. O Jornal Falando de Dança é de grande importância para a dança de salão. (Luciana Santos, por email) Temos muita admiração pelos idealizadores deste jornal. Não é a toa que somos anunciantes! (Andressa Terra, Amazonas Dance, via Facebook) Temos a agradecer o que vocês fazem pela dança e pela arte. (Magno Cigano, via Facebook) Nosso veículo de comunicação, sem o qual deixaríamos de tomar conhecimento de muitos bons eventos e assuntos.

Obrigada por nos manter informados gratuitamente. (EroSampaio, via Facebook) Em nome da Associação dos Profissionais e Dançarinos de Salão do Rio de Janeiro – APDS/RJ, parabenizo o Jornal Falando de Dança pelos seus dez anos de fundação e sua contribuição ao engrandecimento da nossa cultura, com ações e registros. A APDS agradece também todo o apoio recebido, material e humano. Vida longa ao jornal e a seus fundadores, Leonor e Aragão. (Ana Romano, presidente da APDS, por email)

Assine nosso jornal!

Cupom de assinatura Quero receber o JFD

( ) R$ 30,00 pelo período de 6 meses (6 edições) ( ) R$ 60,00 pelo período de 12 meses (12 edições) ( ) R$ 120,00 pelo período de 24 meses (24 edições) Nome .............................................................................................................................. CPF ........................................................... tel. ( ) ..................................................... Endereço para remessa: ........................................................................................................................................ Bairro .......................... Cidade: ................................. Estado: .................................. CEP ( )( )( )( )( )-( )( )( ) Remeter para: Amaragão Edições de Periódicos - R. Joaquim Silva 11 sala 408 Lapa - Rio de Janeiro - RJ - CEP 20241-110 Informações: contato@jornalfalandodedanca.com.br | (21) 2551-3334 / 99202-6073


1

ANO 10 - Nº 121 OUTUBRO / 2017

Circulando pelos eventos de apoiadores e patrocinadores

www.jornalfalandodedanca.com.br ISSN 2237-468X

2

3

13

fotografia: Leonor Costa e Antonio Aragão, exceto quando mencionado em contrário

4

5

Iniciamos a seção com as fotos do acervo da amiga Angela Abreu, colaboradora do JFD nas zonas Norte e Oeste. (1) 50 anos da dançarina Sandra Araújo, dia 27/08, comemorado no salão de festas do CGEA, Itaipava. (2) Aniversário da dançarina Sandra Maria, comemorado no Irajá A. C., dia 30/08. (3) Baile dos Amigos no União F. Clube, dia 27/08. (4) Aniversário da professora Martinha, dia 02/09, comemorado com baile na quadra da Beija Flor. (5) Aniversário das irmãs Jurema e Jupira, comemorado no Baile da Independência (07/09), na Aspom. As fotos das coberturas feitas por Angela Abreu podem ser acessadas pelo seu perfil no Facebook.

1

2

3

4

Ainda dos registros de Angela Abreu, (1) aniversário da dançarina Fátima Barros, dia 12/09, comemorado em salão de festas. Na sequência, em fotos de Eliane Carvalho, registro do Baile dos Amigos, realizado por Cris Castilho, Joni Silva e Jean Pierre no CSSE (clube do Rocha), dia 26/08. (2) Joni, ao centro, com colegas e a banda Alto Astral ao fundo. (3) Letícia, Joni, Jean Pierre, Domingos e Cris Castilho. (4) Domingos, Cris Castilho, Ranulfo, Joni Silva e Jean Pierre. As fotos deste evento, tiradas por Eliane Carvalho, podem ser vistas nos perfis do Facebook dos organizadores Cris, Jean Pierre e Joni.

4

1

2

3

(1) Visita à Bienal do Livro do Rio, dia 09/09, onde Leonor e Aragão, do Jornal Falando de Dança, visitaram o stand do livro Caminhos do Samba Carioca, de autoria de Jaime José, diretor do Studio de Artes Bangu e comissário de artes para dança de salão do Sindicato dos Profissionais da Dança do RJ. (2) Em foto de acervo, Galerinha que ficou para a foto de final de baile, dia 15/09, na Leroy Merlin de Jacarepaguá, em evento realizado por David Thedor (Espaço Cultural Taquara e diretor de comunicação da APDS). (3) Aragão, na função de diretor financeiro da APDS, entrega as carteirinhas renovadas dos associados Souza e Neuza. (4) Bela Bádua sendo homenageada pelo presidente do Club Municipal, Luiz Paredes Dias, no Baile da Primavera, dia 18/08, onde a diretora social realizou mais um concurso para eleição da Rainha da Primavera, evento realizado por Bela há trinta anos no local.

1

2

3

(1) Ainda no Baile da Primavera, no Club Municipal, dia 18/08, Aragão, do Jornal Falando de Dança, com Bela Bádua e seu esposo Horácio, respectivamente diretora social e presidente do Conselho Fiscal do clube. (2) Presidente do Club Municipal, Luiz Paredes Dias, ao lado de Bela Bádua, passa às mãos da Rainha da Primavera 2017, a dançarina Marília, o convite para estada gratuita na sede campestre do clube. Bela e Jamilton com a Rainha da Primavera 2016, a dançarina Célia. (4) A rainha eleita, Marília, cercada por parte de seu fã clube e eleitores (a apuração foi por palmas).

1

2

4

5

3 Encerramos esta seção com o registro, feito por Aragão, do almoço dançante promovido por Myriam Linhares e Nelson Veloso, na Casa dos Açores, Tijuca, dia 20/08. O evento acontece na terceira quarta-feira do mês (detalhes no anúncio publicado nesta edição. Nas fotos de 1 a 5, a entrega dos sorteios e premiações do bingo. Lembramos a nossos leitores que as coberturas de Angela Abreu podem ser acessadas pelo seu perfil no Facebook. As do jornal, tiradas por Leonor e Aragão, podem ser acessadas pelo perfil JornalFalandoDeDanca, no Facebook. Acesse o perfil e vá no atalho “fotos”, em seguida escolha o álbum por ordem cronológica decrescente.

Anuncie seu evento conosco. Próximo fechamento de edição: 16 de outubro (edição de novembro). Inf. (21) 2551-3334 / 99202-6073 (Claro) / 99122-8077 (Claro / whatsapp)

SA

PA T

I AR

MA O AR

C ONSERTOS

EXECUTA-SE QUALQUER CONSERTO QUE FAZ PARTE DA ARTE COM A MÁXIMA PERFEIÇÃO RUA JOAQUIM SILVA, 15 - LAPA TEL. 2510-2121

Casa da Vila da Feira convida ALMOÇO DANÇANTE

Aos domingos, a partir das 12h, no salão nobre Cardápio variado | doces portuguesas | música ao vivo R. Haddock Lobo, 195 - Tijuca - reservas: 2293-1542


14

ANO 10 - Nº 121 OUTUBRO / 2017

SEGUNDAS Baile da Melhor Idade do Club Municipal Na Tijuca, todas as segundas, das 16 às 20h. Inf.: 2569-4822. TERÇAS Baile da Conceição da Bahia Na Tijuca, geralmente na última terça do mês, baile da academia, com dançarinos. Inf. 22882087 / 9-9679-3628. Tijuca Tênis Clube Ligue para confirmar. Inf. (21) 3294-9300. Terça dançante da Gaúcha Toda terça, 20h, na churrascaria Gaúcha. Inf. 2558-2558. V. anúncio nesta edição. Baile do Studio de Dança Flávio Marques No Centro do Rio, toda terça, 12h. Inf. 22230530 / 9.9745-2305. Baile da Ac. Luciana Santos Última terça-feira do mês, 17h, com dançarinos. V. anúncio da academia publicado nesta edição. Inf. 9-9986-7749. Baile de tango no Studio Marquinhos Copacabana Às terças, 19h. Inf. 981-795-710. Baile do Tom Toda terça, meio-dia, na Estudantina Musical. Inf. 98390-9550. Baile Beneficente Coração Valente Dia 03/10, 19h, na Aspom. Entrada: alimentos não perecíveis para o Hospital Mario Kroff. Org. Levi Meireles e Denise Abrantes. Banda Alto Astral e convidados. Inf. 96458-7280. Baile do Tom com Banda Pérolas Dia 10/10, 12h, com Aldair Santiago. V. anúncio publicado nesta edição. Inf. 98390-9550. Baile de aniversário da Ac. R&A Dia 14/11, 17h, no Paratodos da Pavuna, com banda Estação Rio. Inf. 970-076-668 (prof. Reginaldo Alexandre) / 2527-2300 (Geraldinho dos Clubes). QUARTAS Quarta dançante na Gaúcha Toda quarta, 20h, na Churrascaria Gaúcha. V. anúncio nesta edição. Inf. 2558-2558. Dançando na Quarta Na Tijuca, Casa dos Poveiros. Inf. 2578-4361 / 7830-3009. Quartas Democráticas Na Lapa, toda quarta, no Clube dos Democráticos, forró ao vivo. Inf. 2252-4611. Baile dos Amigos da Dança, na Taquara Toda quarta, 18h, no G. R. Português de Jacarepaguá. Inf. 2423-3585. Baile do Almoço No Centro do Rio, toda quarta, 12h, no Espaço X de Stelinha Cardoso. Inf. 2223-4066 / 9-8780-2223. Quarta dançante no Mauá (SG) Baile beneficente mensal, geralmente na primeira quarta-feira do mês, org. prof. Genilton. Inf. 973-538-170. Almoço dançante na Tijuca Na terceira quarta-feira do mês, almoço com tudo incluído e equipe de dançarinos, na Casa dos Açores. Org. Nelson Veloso (97007-4392) e Myriam Linhares (99962-0759). V. anúncio publicado nesta edição. Baile da Proclamação Dia 15/11, 17h, no GRES Portela, com Orquestra Tabajara e Bateria Tabajara do Samba. Inf. Geraldo Lima 2527-2300 / 988-740012). Coquetel dançante na Maison Sully Dia 15/11, 15h, comemorando o aniversário do Paulinho da Fusão, com a banda Alto Astral. V. anúncio nesta edição. Inf. 99594-0952 Baile especial no clube Mauá (SG) Dia 22/11, 19h, com banda Sol e Mar, comemorando a Semana da Dança de Salão do RJ e os aniversários do mês. Inf. 97353-8170 (Genilton). V. anúncio nesta edição. QUINTAS Tango Gala Em Copacabana, baile mensal de tango, na Academia Alvaro Reys. Inf. 2547-0861. Quinta dançante da Gaúcha Em Laranjeiras, toda quinta, na Churrascaria Gaúcha, com opção de dançarinos de ficha. Inf. 2558-2558. Bailinho do Clube do Rocha No CSSE, na segunda quinta-feira do mês, com equipe de dançarinos (sist. ficha). Inf. 3256-5833 / 9.6423-7917. Bailes da Integração

Roteiro de eventos de patrocinadores e apoiadores Em Madureira, Casa Elandre, org. Sidnei Amorim (97109-1666) e Célia Mendes (97599-3321). Ligar para confirmar. Almoço dos Aposentados do Club Municipal Na Tijuca, 1ª quinta-feira do mês, 12h, música ao vivo com almoço. Inf. 2569-4822. Pré Reveillon da Maison Sully Dia 28/12, 5h de festa a partir das 20h, com banda Alto Astral e dj Luiz, incluindo buffet completo. V. anúncio nesta edição. Inf. 24530957. SEXTAS Baile da C. D. Carlinhos de Jesus Em Botafogo. Inf. 2541-6186 Baile da Cachanga do Malandro (Carlos Bolacha) Na Lapa. Inf. 3647-1006 / 97916-0141 (Tim) Baile da Ac. Cristiano Pereira Em Bonsucesso. Inf. 3868-4522. Casa dos Poveiros Na Tijuca. Inf. 2578-4361 / 7830-3009. Sexta Carioca na Gaúcha Em Laranjeiras, com dj Betinho tocando o melhor de todos os ritmos. Inf. 2558-2558. V. anúncio nesta edição. Milonga Xangô Na Lapa. Inf. 3970-2457. Espaço Dança Comigo No Estácio, toda sexta (antiga ac. Caio Monatte). Inf.2273-4346. Baile X No Centro do Rio, última sexta do mês, no Espaço X de Stelinha Cardoso. Inf. 22234066. V. anúncio nesta edição. Happy Hour do CASS No Estácio, grátis, baile mensal do Clube do Servidor Municipal, geralmente na 1ª sextafeira do mês. Inf. pelo email nodadanca@ gmail.com. Casa de Viseu Em Vila da Penha. Inf. tel.3391-6730. Sexta dançante no sobrado Em Pilares, toda sexta, baile do Studio de Dança Henrique Nascimento. Inf. 3899-7767 / 7706-0217. Pagode do Municipal Na Tijuca, geralmente às sextas. Inf. 25694822. Seresta dançante no Canto do Rio, Niterói Todas as sextas. V. programação do clube na página 2. Inf. 2717-5023. Sexta Pra Dançar na Estudantina Toda 1ª e 3ª sexta-feira do mês, das 17 às 23h, com djs Jorge Nego e Nelsinho. V. anúncio da Estudantina, nesta edição. Orquestra Tabajara no Imperator Dia 13/10, 16h, no Centro Cultural João Nogueira (Imperator), Méier, org. Geraldinho dos Clubes e Angela Nogueira. V. anúncio nesta edição. Inf. 2527-2300. Bailes do Zé no Clube Tamoio (SG) Dia 20/10, com banda Milênio. V. anúncio publicado nesta edição. Inf. 99589-0522. Baile de Confraternização CDSC Dia 24/11, 19h, no Jacarepaguá T. C., comemorando o aniversário do prof. Sérgio Castro. V. anúncio nesta edição. Inf. 33909650/98626-5044 (Ana Castro). 9º Baile da Rabanada Dia 15/12, 19h, no Mackenzie, com Os Devaneios. Inf. Léo Bumba 99818-7075. SÁBADO Baile do Núcleo de Dança Amantes da Arte No Méier, 2º sábado do mês. Lotação limitadas, ligar antes. Inf. 2595-8053 / 9-8142-5371 (Cláudio Almeida). Baile-Ficha em Copacabana Todo sábado,19h, no Studio de Dança Marquinhos Copacabana. Inf. 2256-1956 e 25487755. Bailes na Escola Jaime Arôxa Botafogo Todos os sábados: 1º sábado: Rastapé & Batucada; 2º sábado: Tum & Tum; 3º sábado: zouk; 4º sábado: Milonga Carioca. Inf. 25422040. V. anúncio nesta edição. Gafieira Estudantina Na Praça Tiradentes, bailes todos os sábados, abertura do salão, com dj, às 20h. Inf. 982876-933. Sábado Especial na Gaúcha Em Laranjeiras, com duas bandas, todo sábado, 20h, na Churrascaria Gaúcha. Inf. 25582558. V. anúncio nesta edição. Zouk Explosion na academia Lídio Freitas

Baile mensal. Inf. 2565-6253. Baile dos Sonhos Dourados Na Taquara, todo sábado, 18h, no G. R. Português de Jacarepaguá, com grupo Som e Vozes. Dançarinos grátis. Inf. 2423-3585. Bailes no Espaço F (Freguesia) Freguesia, Jacarepaguá. Inf.: 9-8702-0078. Baile da Melhor Idade, em Mesquita Todo segundo sábado do mês, no Espaço de Dança R & A, do prof. Reginaldo. Inf. 97650-2746 / 9-8809-3888. Bailes do Clube das CelebrIdades. Inf. 2257-3898 / 99777-1338 / 98567-7874. Baile aula mensal no Catete Das 10 às 12h30. Realização: Elis de Jesus. Inf. 98907-2770. Bailes no Clube Humaitá, Niterói V. anúncio com a programação do clube, na pág. 2. Inf. 98787-0068. Baile de flash back no Club Municipal Geralmente no último sábado do mês, ligar para confirmar. Inf. 3528-8966. Aniversário de EroSampaio Dia 28/10, 18h, com banda Alto Astral e dj W. Negrão. V. anúncio nesta edição. Inf. 972380497. Baile de Aniversário da cantora Denise Abrantes (Alto Astral) Dia 18/11, 19h, na Aspom. Inf. 96458-7280. Baile e concurso Diva dos Bailes Dia 25/11, na Casa da Vila da Feira, baile com desfile no intervalo da banda Milênio. Inf. Erosampaio: 9-7238-0497. Baile dos 104 anos do Canto do Rio Dia 11/11, 20h, grande baile de aniversário com buffet e open bar. Orquestra Tupy. V. anúncio com a programação do clube. Inf. 2717-5023. Baile de Aniversário da Amiga Angela Dia 02/12, na Aspom, com Novos Tempos. Início 19h30. Inf. 3017-0953 / 99973-1408 / 97679-4093. V. anúncio nesta edição. Baile da Amizade, Vermelho e Branco Dia 09/12, 20h, com conj. Aeroporto e dj Viviane Chan, no Canto do Rio. Org. Parcifal e Vânia Cortes. Inf. 2704-6915 / 99733-4111. V. anúnvio nesta edição. Super festa de Natal Dia 16/12, 14h, no Clube dos Bombeiros, com Os Devaneios e Milênio. V. anúncio nesta edição. Inf. 97153-7665 (Carvalho). Baile à fantasia no Canto do Rio Dia 27/01/2018, 20h, comemorando o aniversário de Parcifal e dos aniversariantes do mês. Inf. 2704-6915 / 99733-4111. V. anúncio nesta edição. DOMINGOS Domingueira do Canto do rio Centro de Niterói, todo domingo, 19h, com banda ao vivo. Inf. 2717-5023. V. programação das bandas no anúncio da pág. 2. Dançando à beira da piscina, em Niterói Tempo permitindo, no clube Canto do Rio, 13h. V. programação do clube publicada nesta edição. Inf. 2717-5023. Domingueira Democrática Na Lapa, todo domingo, 20h, com banda ao vivo. Inf. 2252-4611. V. anúncio nesta edição. Domingueiras do Club Municipal Na Tijuca, das 13 às 19h. V. anúncio nesta edição. Inf.: 2569-4822. Domingueiras Casa da Vila da Feira Na Tijuca, 13h, almoço social com música ao vivo. V. anúncio. Inf.: 2293-1542. Gafieira do Helênico No Rio Comprido, todos os domingos, das 15 às 19h, Inf. 99681-4848. Domingueira da Aspom Em Piedade, todo domingo, 18h: Os Devaneios (1º domingo); Alto Astral (2º e 5º domingo); Novos Tempos (3º domingo) e Estação Rio (4º domingo). Inf. 2596-3974. Domingo dançante na Gaúcha Em Laranjeiras, todo domingo, 20h, na Churrascaria Gaúcha, dj tocando todos os ritmos. Inf. 2558-2558. V. anúncio nesta edição. Forró é na Ariapó Na Taquara, todo domingo, 18h, grupos de forró ao vivo no G. R. Português de Jacarepaguá. Inf. 2423-3585. Domingueira Jaime Arôxa Tijuca Inf. 7856-5288 / 2565-6253. Gafieira Elite No Centro do Rio, Domingueira da Paulinha, todo 1º e 3º domingo do mês, com dj Paulinha Leal. Inf. 2232-3217. Baile de tango na Ac Jimmy de

Oliveira No Catete, 3º domingo, org. Márcio Carreiro. Inf. 2264-6044. Ligue para confirmar. Domingueira na Ac Jimmy de Oliveira Inf. 2285-6920 / 9-9476-8130. Ligue para confirmar. Baile no Horto do Fonseca Baile mensal gratuito, das 11 às 14h, no Horto do Fonseca, em Niterói. Realização: Amazonas Dance. V. anúncio na pág. 16. Pic-Nic Show na Fazenda São José Dia 19/11, das 9 às 18h, com Alto Astral, Aeroporto, Wesley dos Teclados, Grupo Tom Maior e dj Vaguinho. V. anúncio publicado nesta edição. Inf. 99573-8191 (Luiz Batalha). Baile de encerramento da Semana da Dança de Salão do RJ 2017 Dia 26/11, grátis, na quadra do Horto do Fonseca, Niterói, com banda Alto Astral, das 11 às 15h. Org. Gustavo Loivos. V. anúncio na pág. 16. Confraternização de fim de ano da APDS/RJ Dia 10/12, a partir das 13h, com banda Comander a partir das 15h, no Club Municipal. Grátis para associados adimplentes. Retirar ingresso com Aragão: 99202-6073. AVISOS, SHOWS, PASSEIOS, MOSTRAS, FESTIVAIS, COMPETIÇÕES, TEATRO, WORKSHOPS, CURSOS e outros: Shows do Proj. Conexión Sin Fronteras V. anúncio nesta edição. Show de Elymar Santos, no Helênico Dia 30/09, com abertura às 17h com Enio Barone. V. anúncio do clube nesta edição. 17º Encontro APDS no Centro Coreográfico Dia 15/10, das 10 às 15h, com o tema “Teoria Musical Aplicada ao Ensino da Dança de Salão”. Ministrante: João Batista (Escola Caxiense de Danças). V. anúncio da APDS. Festa tropical em Angra dos Reis Dias 21 e 22/10, passeio dançante com pensão completa, à Sede Náutica Club Municipal, em Angra, com pensão completa, música ao vivo (Enio Baronne) e dançarinos. Grupo fechado organizado pela Casa de Dança Sérgio Castro. Inf. 98626-5044. Assembleia Geral Ordinária da APDS Dia 19/11, 10h, no Club Municipal. V. anúncio da APDS nesta edição. Semana da Dança de Salão do RJ Eventos comemorativos já programados: (19/11) aulas e baile grátis marcando a abertura da SDS/2017; (22/11) baile com banda Sol e Mar no clube Mauá de São Gonçalo; (25/11) mostra coreográfica da APDS no Interdanças do Forte de Copacabana, entrada franca; (26/11) baile de encerramento com entrada franca, no Horto do Fonseca (banda Alto Astral). Inf. 99723-7372 (Ana Romano). Cruzeiro dançante no MSC Música De 3 a 7/12, em grupo fechado pela Semeatur, incluindo 2 bailes com banda Alto Astral, 1 baile com dj Viviane Chan, aulas de dança e dançarinos de apoio. Inf. Edson Santos 36814760. Ver os passeios da Semeatur na contracapa desta edição. Workshop de Valsa da APDS/RJ Dias 3 e 10/12, das 10 às 12h, no Club Municipal, ministrado pelo prof. Gustavo Loivos. Gratuito para associados adimplentes APDS e Club Municipal. Inf. 99307-2736 (Gustavo). Fim de Semana Dançante em Angra Dias 16 e 17/12, passeio dançante da Semeatur (Edson Santos), incluindo baile com dj Viviane Chan e dançarinos de apoio. V. anúncio na pág. 16 desta edição. Inf. 99133-0477. EVENTOS EM OUTRAS CIDADES E ESTADOS (consulte também a programação das bandas e djs) NITERÓI / SÃO GONÇALO / ALCÂNTARA Ver programação por dia da semana. MARICÁ / RJ Bailes Moreira Studio de Dança. Inf. 9-87446884. Ligue para confirmar. ITABORAÍ / RJ Noites dançantes com música ao vivo no Esporte Clube Comercial de Itaboraí, todas as quintas, 19h30. Inf. 2635-2333. Ligue para confirmar. RIO DAS OSTRAS / RJ Bailes do grupo Renascer, na rua Renascer da Terceira Idade, Jd. Campomar. Inf. (22) 2764-6700.

www.jornalfalandodedanca.com.br ISSN 2237-468X

NOVA IGUAÇU Toda sexta, baile na casa de shows RioSampa. Inf.2667-4662 DUQUE DE CAXIAS Bailes da academia de dança ESCADAS. Inf. 9-9968-7622 (João Batista). PROGRAMAÇÃO DAS BANDAS E DJ’S PATROCINADORES/APOIADORES: Banda Alto Astral Inf. (21) 3762-2669 / 96458-7280. V. anúncio nesta edição. Acompanhe a atualização da agenda pelo facebook. Já agendado para outubro: (01) Democráticos; (03) Aspom; (05) CIB; (07) Baile em Guarulhos; (11) Irajá A. C.; (12) Castelo da Pavuna; (13) Sargentos de Cascadura; (14) Sítio Mangueira Rio da Prata + Aspom; (15) Aspom; (17) Tijuca T. C.; (20) Sargento do Rocha; (21) Castelo da Pavuna; (22) Canto do Rio; (27) Poveiros; (28) Estudantina; (29) Aspom; (30) Mackenzie. Banda Milênio Inf. Larissa Pimenta: 9.6990-9789 e 9.76464857. Já agendado para outubro: (01) CBSM Marinha; (04) Espaço Colúmbia; (05) Elandre; (06) Sargentos de Cascadura; (07) Point Show; (08) Salão de Festas Vip; (12) Elandre; (13) Poveiros; (14) Mesquita F. C.; (20) Tamoio; (21) Helênico; (22) Itaperuna F. C. + Democráticos; (27) Sítio do César; (29) Saloon Festas. Conjunto Aeroporto Inf. 2280-2356 / 9-9994-5580, Sr. José. Banda Brasil 10 Inf. (21) 2570-0336 / 99445-5131 (Fabiano Brasil). Banda Brasil Show Inf.: (21) 2691-7294 / 9-9667-1814. Banda Caribe Inf. (21) 2508-1315 (Antonio Carlos). Banda Cassino Brasil Inf. 2427-0861/7819-3214 Banda Copa 7 Inf.970-282-293 Banda Estação Rio Inf. (21) 2143-8891 / 97447-2795 / 9.6434-2581 / 9.6411-0121. Banda Holiday Inf. (21) 3371-4239 / 9-9664-1080 (Paulo) Banda Lua Nova Rio Inf. (21) 9-86661864 / 9-7649-9548 / 986.589.867 (Daniel). Banda Novos Tempos Inf. (21) 3624-9446 / 9-9727-2195 / 9-8276-3300 (Robson). Conjunto Os Devaneios Inf. (21) 9-93654362 (Jorge) / 2762-0069 (Luiz) Banda Paratodos Inf. Toninho Moreira, tels. (21) 3477-4308 / 964-779-022. Banda Pérolas Inf. (21) 3178-3369 / 9-9956-7278 (Aldair). Banda Phenix Inf. (21) 9-9390-3475 / 2482-4911 / 7731-2474 (Ruan Carlos) Banda Resumo Inf. (21) 2462-5080 / 98289-9287 / 9-7363-9927 (Emerson Ribeiro). Banda Rio Balanço Inf. (21) 3072-2500 / 99464-0953 (Washington) Banda Rio Postal. Inf. (21) 3018-3087 / 97022-6025 (Cosme); 97026-9367 (Rogério). Banda Shock Casual Inf (21) 3406-9367 / 9-8611-3154 Banda Sol & Mar Inf. (21) 2225-6925 / 98769-9980 (Fernando). Grupo Som e Vozes Inf. (21) 2757-2564 / 9.6434-3243. Banda Status Rio Inf. Zeca Teixeira 3793-4415 / 98130-9552; 7837-2144 (Janete); (21) 3762-6535 (Ilsa). Grupo Trinidance Inf: (21) 9-9854-9827. W. P. Show Inf: (21) 2596-4786 / 97122-5528 (Sidnei). DJ Cícero Souza Inf. (21) 98836-4492 DJ Evando Santos Inf. (21) 98812-3188 DJ Fabiano Silva Inf. (21) 7723-0745 DJ Fábio Marques Inf. (21) 7804-5051 / 9.9304-6717. Dj Guisner Inf. (21) 2260-1332 / 9-9732-3594. DVJ Luiz Carlos Alves Inf. (21) 97000-1034 Dj Pedrada Inf. (21) 9-9775-2102 DJ Renato Ritmus Inf. (21) 9-9692-1752. DJ Renatinho Inf. (21) 7866-2721 / 9-96826671 / 9-9236-6513. DJ Tom Silva Inf. (21) 98390-9550 DJ Viviane Chan Inf. tel (21) 9-94629322. DJ W Negrão Inf. tel (21) 9-9022-7905. _____LIGUE PARA CONFIRMAR____ Programação sujeita a alterações. Ligue antes! Informe ao promotor onde viu


Banda

ALTO ASTRAL Denise Abrantes

(21) 3762-2669 | 9.6458-7280

banda

A Associação dos Profissionais e Dançarinos de Salão do Rio de Janeiro, com sede provisória, nesta cidade, na Rua Joaquim Silva 11 - sala 408 – Lapa – Centro – Rio de Janeiro – RJ - CEP 20241-110, através de sua Diretoria Executiva, devidamente representada por sua presidente, Ana Maria Romano Palmeira de Jesus, CONVOCA, através do presente edital, todos os seus associados para a Assembleia Geral Ordinária, que será realizada no Club Municipal, sito à R. Haddock Lobo 359, Tijuca, no salão do 6º andar, domingo, dia 19 de novembro de 2017, às 10h, em primeira convocação, com 1/3 dos associados efetivos em pleno gozo de seus direitos, ou às 11h00, em segunda convocação, com dez por cento dos associados, a fim de deliberar sobre a seguinte ORDEM DO DIA: 1. 2. 3. 4. 5.

Mil3nio

Larissa Pimenta: 96974-6942 Wellington: 96930-0653

Prestação de contas de janeiro a outubro de 2017. Anistia aos inadimplentes. Previsão orçamentária de novembro/2017 a dezembro/2018. Alteração do estatuto. Assuntos Gerais.

DANÇA DN E ÇS AA LDÃE OS A L Ã O DA

Rio de Janeiro, 25 de setembro de 2017. ANA ROMANO Presidente

Obs: (1) Conforme Estatuto, o presente edital vai publicado em www.apds-rj.blogspot.com.br, afixado na sede da APDS, enviado aos associados por correio eletrônico e publicado em mídia especializada em dança. (2) Só terão direito a voto os associados adimplentes. (3) As regras para os itens da pauta estão no Estatuto Social, disponibilizado na já mencionada url.

ENCONTROS APDS

ASSOCIE-SE

JUNTOS, SOMOS FORTES

Somos uma associação civil de direito privado, de caráter sociocultural, sem finslucrativos, regida por estatuto, que tem por objetivo promover, apoiar e divulgar a cultura da dança de salão e proporcionar a seus associados qualificação, cultura e lazer. Siga-nos no Facebook ou em www.apds-rj.blogspot.com.br Tel. (21) 99299-4078 - Email: apdsdorj@gmail.com

agenda associativa

OUTUBRO Reunião da diretoria DIA 08/10, domingo, das 10 às 13h, no Club Municipal Workshop Teoria Musical Aplicada ao Ensino da Dança de Salão DIA 15/10, domingo, das 10 às 15h, no Centro Coreográfico* NOVEMBRO tos: Reunião da diretoria Descosn DIA 05/11, domingo, das 10 às 13h, no Club Municipal >Baile s >Shows Assembleia Geral Ordinária la Dia 19/11, domingo, das 10 às 12h, Club Municipal, 6º andar >AWuorkshops > s Semana da Dança de Salão do RJ >Evento De 19 a 26/11, mostra, show, bailes, palestras, debates ** e Mostra APDS/RJ no Forte de Copacabana Consultão ç la e r a DIA 25/11, sábado, das 18 às 19h, grátis (Prod. João Batista) nossose Baile de Encerramento da Semana da Dança de Salão do RJ em ac g blo e f DIA 26/11, domingo, das 11 às 15h, grátis, Horto do Fonseca, Niterói, com banda Alto Astral (Prod. Gustavo Loivos) DEZEMBRO Workshop de Valsa DIAS 03 e 10/12, das 10 às 12h, no Club Municipal (prod. Gustavo Loivos)* Confraternização de fim de ano Dia 10/12, domingo, 13h, Club Municipal (banda Commander às 15h)* (*) grátis para associados adimplentes (**) grade de divulgação consolidada em ampla divulgação: pergunte-nos como chancelar seu evento conosco

JMCOM

www.capezio.com.br

Parte integrante do Jornal Falando de Dança - pág. 15 - ed. 121 - OUTUBRO / 2017 - Para anunciar aqui, ligue (21) 9-9202-6073 / 2551-3334

CONVOCAÇÃO ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA DATA: DOMINGO, DIA 19 DE NOVEMBRO DE 2017, 10H LOCAL: CLUB MUNICIPAL – SALÃO DO 6º ANDAR

$& ¸$! &z”

%FVTÏåFM


DEZ 20H

QUINTA-FEIRA

5H DE FESTA

Alto Astral

BANDA

Buffet Completo / Drinks / Coquetel Vinho / Chopp / Cardápio no local

SEXTA Stelinha Cardoso

UMA

COM

e família

ESPAÇO

DJ LUIS

27 DE OUTUBRO

R$ 120 Dúvidas no local Pode parcelar no cartão ou

17h30 às 22h30

depósitos bancários

DJ MÁRCIA CARDOSO

Rua das Camélias 74 - Vila Valqueire 2453-0957 / 999-889-220

Sueli Sgambato

ENTRADA: R$ 12

AV. MARECHAL FLORIANO, 42 - SOBRADO - CENTRO - RIO DE JANEIRO / RJ

www.lamaisonsully.com.br

INFORMAÇÕES: 2223-4066 // 98119-9200

DOM

F A Z E N D A

19 46ª NOV

das 9h às 18h VÉSPERA DE FERIADO Ônibus saindo de vários bairros do Rio, Baixada e Niterói Informações:

S Ã O

= O MAIS TRADICIONAL DO RIO | EDIÇÃO 2017 =

PAGODÃO Grupo Tom Maior ILAÇO ALTO AERO Wesley

BA COM

COM

ASTRAL PORTO

CLEVE: 3477-5822 / 96494-5600 / 98529-8464

ÁREA VIP

Adquira antecipadamente seu ingresso na área VIP com lugar à mesa. Veja como foi a 1ª edição deste evento em https://youtu.be/30HNBlyTiJo

DO ESTADO DO RJ

LEI 3440/2000

com a banda

BAILE no Horto DOMINGO

DO FONSECA NITERÓI

Divulgação:

(21) 99202-6073

Lançamento! Tenisinho Venha experimentar o seu

Descontos para associados APDS e SPDRJ

ALTO ASTRAL

Realização:

Realização: Grupo de Excursões e Eventos - Apoio Cultural: Jornal Falando de Dança e todos os amigos que nos acompanham

arte: Leonor Costa

LAZER TOTAL: PARQUE AQUÁTICO - CHURRASQUEIRAS (LEVAR GRELHA) PASSEIO DE CAVALO E CHARRETE - SALÃO DE JOGOS - CAMPO DE FUTEBOL ALMOÇO OPCIONAL (PODE LEVAR COMIDA, PROIBIDO ENTRAR COM BEBIDAS)

Baile de encerramento

dos teclados

E mais: DJ VAGUINHO tocando todos os ritmos

LUIZ: 97029-3103 / 98998-6661 / 99573-8191

SEMANA DA DANÇA DE SALÃO

J O S É

Estr. Bento Barbosa 2600, Marambaia, Tinguá, t. 99789-1035

Apoio Cultural:

26/11

Entrega em até 48 horas, consulte o valor do frete

11 às 15h

Grátis! Bag, na compra de qualquer calçado

Evento chancelado Produção: Gustavo Loivos Vice-presidente da APDS/RJ

DESCONTOS DE ATÉ 20% NA LINHA BOUTIQUE PARA ASSOCIADOS:

BAILE no Horto EDIÇÃO DE OUTUBRO: DOM, 29/10, 11 ÀS 14H, GRÁTIS DO FONSECA

Curta nossa fanpage:

Copatrocínio:

Amazonas Dance

AMAZONAS DANCE: DANÇAS DE SALÃO | AULAS | COREOGRAFIAS | CONTRATOS PARA BAILES Inf.2613-3276 / 9-9307-2736 RUA VISCONDE DE ITABORAÍ 365 - CENTRO DE NITERÓI - RJ (ESQ. C/ R. MARECHAL. DEODORO) site: www.amazonasdance.wix.com/escoladedanca

Parte integrante do Jornal Falando de Dança - pág. 16 - ed. 121 - OUTUBRO / 2017 - Para anunciar aqui, ligue (21) 9-9202-6073 / 2551-3334

28

La Maison Sully

JFD 121  
JFD 121  

Jornal Falando de Dança, ed 121, outubro/2017

Advertisement