Page 1

Edição 119 SET / 2017

7 0 0 1 2106

ISSN 2237-468X

9 772237 468007

Dança Falando de

Edição nº 120 - Ano X

SET/2017

Fundado em 12 de outubro de 2007 - www.jornalfalandodedanca.com.br

Esta edição: > Atividades da APDS (na foto ao lado, turma presente ao encontro do Dia do Dançarino) > Zumba é dança? Para o Cref, depende da finalidade com que é praticada, atenção > Caminhos do Samba Carioca na Bienal do Livro do Rio > Saiba a pontuação dos casais que competiram no Mundial de Tango > Fundo Estadual de Cultura, Fórum Estadual dos Segmentos Artísticos e Sistema Nacional de Cultura > Onde dançar/aprender

Malandro é malandro, mané é mané. Você saberia decifrar o depoimento prestado ao juiz por um malandro típico dos anos de 1950? Experimente e depois verifique a “tradução” feita pelo escrevente, no texto reproduzido de jornal antigo

Ensaios exaustivos, busca de patrocínio, escolha de repertório e figurinos, custos da estada. Mas ver seu nome no placar dos dez primeiros colocados no maior concurso de tango do mundo, não tem preço! Leia nesta edição cobertura feita por Milton Saldanha, em Buenos Aires, do Mundial de Tango, no qual Alam e Camila ficaram em 8º lugar Rachel Mesquita é nossa entrevistada desta edição e nos conta sobre a campanha de arrecadação de recursos para levar suas crianças ao evento A Noite é uma Criança, em Joinville Você prefere assistir à Dança dos Famosos ou ao Dancing Brasil? Saiba como estão os dois programas que alavancam audiência nas TVs Globo e Record, dentre outras pequenas notas publicadas nesta edição Gosta de história antiga? Nesta edição, Maristela Zamoner nos conta sobre os cursos de dança do século 19 e como eles eram mal vistos pela sociedade. E Leonor Costa fala sobre o jornal Gazeta do Rio de Janeiro e sobre o Sarau Imperial (foto), atividade interativa que reproduz, no Museu Imperial, um evento comum há 200 anos atrás

SÁBADO

25

NOVEMBRO 18H00

O Baile !

PRÊMIOS À

DANÇARIN S AS


HUMAITÁ ATLÉTICO CLUBE RUA GUIMARÃES JUNIOR 20 - BARRETO - NITERÓI - t. 9-8787-0068

R. Visconde do Rio Branco 701, Centro, Niterói - Tel. secret.: 2717-5023

Salão Nobre - 19h Traje esporte fino Faixa etária: 18 anos

03/09 - Banda Phênix + dj Elcio 10/09 - Conj. Aeroporto Baile da Independência 17/09 - Banda Sol & Mar + dj Viviane Chan 24/09 - Conj. Os Devaneios Baile da Primavera

CLUBE TAMOIO

FESTA DA PRIMAVERA

NA PÉRGULA DA PISCINA

DOMINGO | 24 DE SETEMBRO SHOW COM A BANDA RIO POSTAL

Abertura às 11h | Música das 13 às 17h Almoço com buffet variado e sorteios Traga sua família para comemorarmos juntos o início da estação das flores!

SÁB 04 NOV

BAILE DO ZÉ 20 OUT MILÊNIO REALIZAÇÃO:

A P O I O:

ZÉ - (21) 99589-0522 MONALISA - (21) 98789-9888 Associação dos Servidores Públicos CLUB

Equipe de dançarinos (ficha opcional) Traje esporte fino

Apoio: Shirley (dançarinos de ficha)

AGRADECIMENTOS:

Alugamos nossos salões Eventos em geral com ou sem a inclusão do bar

CANTOAv. Visconde DO RIO FOOTBALL CLUB do Rio Branco 701 - Centro - Niterói

SÁBADO

09

DEZ

das 20 à 1h

4 + 1 = 5h baile Ingr. até 15 nov 2017: R$ 30,00 Após 15 nov: R$ 35,00

2 EVENTOS EM UM = GRANDE BAILE!

BAILE DA AMIZADE

VERMELHO E BRANCO

BANDA AEROPORTO + DJ VIVIANE CHAN

TRAJE: SORTEIOS | DISTRIBUIÇÃO DE BRINDES | BOLO | RABANADAS VERMELHO REALIZAÇÃO: PARCIFAL E VÂNIA CORTES BRANCO DANÇARINOS: CASSINO DA DANÇA APOIO: JORNAL FALANDO DE DANÇA | ROTARY CLUBE SG-PARAÍSO (opcional) BIRA NITERÓI | HERBALIFE | CRISTIANO PRAXEDES

INF.: 2704-6915 / 9.9733-4111

SÁB 27 JAN

Anote na sua agenda 2018: ANIVERSÁRIO DO PARCIFAL Em grande baile à fantasia

R. Itapiru 1305 - Rio Comprido - tel. 2502-1694 / 99681-4848

Prod.: Sports Friends Produção e Promoção de Eventos Esportivos Ltda | CNPJ 21.408.970/0001-09

IMPERDÍVEL SEG | 18 SET | 16H BAILE DA PRIMAVERA ORQUESTRA TUPY

A melhor tarde dançante da cidade, comemore seu aniversário conosco!

09/09 - 16 às 20h Banda Paratodos

17/09 - Gafieira do Helênico BANDA RIO BALANÇAO 15 às 19h - Entr.R$ 15,00

2223-4066 / 981-199-200

23/09 - Os Reis do Baile Conjunto Os Devaneios (evento Jorge Leite) 16 às 20h

Stelinha Cardoso - REG.MTB: 15.414

Av. Marechal Floriano, 42 - sobr. Centro - Rio de Janeiro - RJ

Entrada: R$ 12 Com este: V I P

Praça Tiradentes 79-81 - Centro do Rio - RJ Tel. (21) 2232-1149 | 2232-0396 | 982-876-933 Conheça a Estudantina, cenário da novela das nove

Bailes de dança de salão Sábados a partir das 20h

Conheça a Domingueira do Clube dos Democráticos

As melhores bandas a partir das 20h R. Riachuelo 91/93

Lapa - Rio de Janeiro - RJ Tel. (21) 2252-4611 www.clubedosdemocraticos.com.br

ASPOM

E AMIGA ANGELA CONVIDAM

aniversário da

AMIGA ANGELA BANDA

NOVOS TEMPOS apoio:

R. D. Hélder Câmara 8484 Piedade Pres. Levi Meireles

A SEXTET 15 àSs 23h 18

30/09 - ELYMAR SANTOS Abertura 17h c/Enio Barone Convite a partir de R$ 40,00

C. C. ESTUDANTINA MUSICAL Patrimônio Cultural do Rio desde 2012

Bailes sociais desde 1867 Salão refrigerado Estacionamento

Ingr. R$ 20 - Mesa grátis

Luiz Paredes Dias

1ª QUINTA-FEIRA DO MÊS, ÀS 12H ALMOÇO DOS APOSENTADOS

Você é VIP no BAILE DO ALMOÇO. Apresente este anúncio no baile das quartas, 12h, com dj Fellipe Brandão.

2717-7450 99256-7920

Realização: Cleide e Indio Inf. 993-731-343 / 966-539-839 Inf: 3703-5798 e 986.589.867

“Sempre ao lado do sócio” Rua Haddock Lobo 359 - Tijuca - Diretora Social: Bela Bádua - tel. 2569-4822

SEGUNDA 16 ÀS 20h BAILE DA 3ª IDADE

Com o swing da

BANDA LUA NOVA RIO

Administração:

MUNICIPAL DOMINGO 13 ÀS 19h ALMOÇO DANÇANTE

OAB/RJ 3959 Av. Amaral Peixoto 467 s/1212 - Centro - Niterói

BANDA PARATODOS

www.cantodoriofc.com.br facebook.com/cantodorio1913

SEXTA-FEIRA DAS 20H À MEIA NOITE

Dr Paulo Dercy

BAILE DO ESCORPIANO DO AMIGO GÉSIO

GRANDE BAILE DE ANIVERSÁRIO DA PROMOTER CLEIDE

Mais notícias e programação em:

AV. PRES. KENNEDY 101 - SÃO GONÇALO - RJ

ADVOCACIA EM GERAL

SÁB 18 NOV

Primeiro Show e Aniversário de 10 anos

Abertura c/banda Cover Bit

2DEZ SÁB

19h30

ingressos antecipados c/ desconto

Traje esporte fino Realização Angela Abreu apoio:

Inf.: 3017-0953

9-9973-1408 9-7679-4093 angela.abreu.39

Parte integrante do Jornal Falando de Dança - pág. 02 - ed. 120 - SETEMBRO / 2017 - Para anunciar aqui, ligue (21) 9-9202-6073 / 2551-3334

DOMINGUEIRAS

Administração Roberto Maurício Miranda


ANO 10 - Nº 120 SETEMBRO / 2017

www.jornalfalandodedanca.com.br ISSN 2237-468X

Quando o JFD de agosto começou a circular, anunciamos isso no nosso perfil no Facebook e promovemos uma enquete soLeonor Costa bre a preferência dos leitores, que indicou resultado favorável à versão digital do periódico. Mas cabe aqui algumas ressalvas a fazer quanto a esse resultado. Primeiro, a plataforma escolhida para a enquete foi o Facebook, ou seja, meio digital. É de se supor que não tenham participado da enquete muitos daqueles que não utilizam redes sociais ou mesmo pouco acessam a internet. Segundo, o aspecto da perenidade. Os que lidam com os meios digitais desde pelo menos os anos de 1990 já testemunharam quantos sites, blogs e redes sociais saíram do ar (e o caso do Orkut é emblemático). A Revista de História da Biblioteca Nacional, por exemplo, que foi descontinuada a cerca de um ano, desativou o site em que reproduzia seu conteúdo, e este só foi preservado porque a versão impressa está arquivada em bibliotecas públicas e na própria Biblioteca Nacional. Sem dúvida, para o usuário, cada vez mais adepto dos smartphones, a facilidade de acesso pelo meio digital é inegável. As possibilidades de complemento das matérias, com links para vídeos e fotos, também. E o meio digital permite-nos alcançar maior número de

leitores, no Brasil e no exterior. Mas a precupação do conselho editorial deste informativo é com a preservação do conteúdo de pesquisa de seus colaboradores, com foco em um segmento cultural que não dispõe atualmente de outro meio de registro impresso e que só muito recentemente tem despertado interesse de antropólogos e historiadores. Estes, devido ao distanciamento que têm desta cultura, nem sempre conseguem alcançar uma visão crítica de articulistas como Milton Saldanha, Marco Antonio Perna, Maristela Zamoner, Carla Salvagni, Elaine Reis, dentre outros colaboradores do JFD. Isso tem pesado na nossa decisão de manter a versão impressa do JFD e remeter suas edições para o acervo da Biblioteca Nacional e outras instituições, não obstante o custo cada vez mais elevado de se publicar e distribuir um periódico. Por quanto tempo conseguiremos manter esta decisão, não podemos precisar. Mas, enquanto contarmos com o apoio de nossos mantenedores, que assinam o jornal, publicam suas divulgações ou doam tempo e dinheiro para a continuidade deste trabalho, estaremos distribuindo estes exemplares pelos bailes da cidade, e contribuindo para preservar a memória da dança de salão. Se o JFD será objeto de estudos e pesquisas como são hoje os jornais do século 19, só o tempo dirá. Infelizmente não estaremos aqui para conferir.

8MENSAGEM AOS LEITORES | pág. 3 8MENSAGENS DOS LEITORES | pág. 3 8EXPEDIENTE | pág. 3 8UM POUCO DE HISTÓRIA | Maristela Zamoner | Os Cursos de Dança no Brasil do século 19 | pág. 4 8HISTÓRIA | Leonor Costa | Jornal Gazeta do Rio de Janeiro | Sarau Imperial | pág. 5 8ENTREVISTA | Leonor Costa | Rachel Mesquita | pág. 5 8HUMOR | Leonor Costa | Linguagem de Malandro | pág. 5 8OPINIÃO | Milton Saldanha | Rápida Visão sobbre concursos de dança | pág. 5 8ESPECIAL MUNDIAL DE TANGO | Milton Saldanha | Brasileiros brilham no Mundial | Os novos campeões mundiais do tango | pág. 7 8ENTIDADES ASSOCIATIVAS, POLÍTICAS CULTURAIS E PEQUENAS NOTAS | Leonor Costa | Regulamentação do Fundo Estadual de Cultura | Fórum Estadual dos Segmentos Culturais | Município de Duas Barras adere ao SNC | Zumba fitness não é dança | Caravana APDS | Semana da Dança de Salão | Bienal do Livro | Baile da Primavera do Club Municipal | Congresso Brasileiro de Tango | Pontuação dos brasileiros no Mundial de Tango de Buenos Aires | Curso de Gestão em Dança | Dancing Brasil | Dança dos Famosos | Diva dos Bailes | Karina Sabah e Marcelo Cunha se desligam do C. D. Jaime Arôxa Campo Belo | Notas de falecimento: Edmundo Puga e Edil Murilo | pág. 10 e 11 8COLUNINHA SOCIAL | Leonor Costa | Circulando pelos eventos de patrocinadores e apoiadores | pág. 12 e 13 8ROTEIRO DE BAILES E EVENTOS | de patrocinadores e apoiadores | pág. 14

Mensagens dos leitores Sobre o JFD Obrigada Jornal Falando de Dança, pelo apoio que dá a nossa cultura da dança. (EroSampaia, via Facebook) Sobre os artigos de Maristela Zamoner e outros, publicados no JFD Todo professor enxerga na materialização de um espaço para dar aulas uma conquista pessoal. Mas esse é um aspecto micro dentro do universo da Dança de Salão, diz respeito somente a um professor e sua coletividade de alunos. O que você faz a equipara aos grandes da Dança de Salão, é o aspecto macro. Maria Antonietta, Carlinhos de Jesus, Jaime Arôxa, Jomar Mesquita, entre outros, são grandes pelo alcance que atingiram nessa arte sob os holofotes do grande público. Em outra esfera, Milton Saldanha, Marco Antônio Perna, a equipe do jornal Falando de Dança, dentre tantos outros que trabalham nos “bastidores”, dos quais destaco você, pessoas que detêm o conhecimento, que o preservam, pesquisam, discutem e divulgam a Dança de Salão. Não só com movimentos, mas, também, com palavras. Um trabalho, como você mesma disse, solitário, mas que pouquíssimas pessoas são capazes de realizar com competência. Parabéns! (Daniel Squarizi, via Facebook) *** Daniel Squarizzi, fico emocionada com suas palavras! Este estudo sobre a história me ensinou que os grandes mesmo, pelo menos como consigo ver, foram e são aqueles que, com esta exata paixão que você mostra na sua sala de aula e em seu salão de cada momento, trouxeram até os dias de hoje a dança que temos, fazendo suas

metamorfoses... Estes são e foram meus grandes mestres, que deram a esta construção o seu tempo de existência. A maioria, infelizmente, tem seus nomes esquecidos, perdidos no tempo... Mas a contribuição que deram e da qual desfrutamos agora não foi perdida, vive em nós! A minha sensação no estudo desta história é de quem apenas contempla com palavras uma obra que, na verdade, foi e é desenhada por quem está nos salões e nas salas de aula! (Maristela Zamoner, colunista) *** Um privilégio poder contar com pesquisadores deste quilate para registrar a história da dança de salão brasileira. A equipe do JFD se sente honrada em ter esses registros eternizados através das suas edições que, como estes jornais do século 19, estarão guardadas na Biblioteca Nacional, para a posteridade. (Leonor Costa, editora) *** O trabalho de todos eternizado nos registros que o JFD faz. Sensação profunda de existência coletiva, mesmo que pequena, muito pequena, diante do gigante tempo, diante da história já desenhada por tantos do passado, de hoje e mais ainda do imenso futuro. (Maristela Zamoner) Sobre a homenagem da Alerj ao JFD (Diploma Heloneida Stuart de Cultura) Parabéns pelas merecidas homenagens! Meu carinho por vocês e pelo Falando de Dança é imenso. Fico muito feliz pelos bons momentos que estão vivendo. Que sejam para sempre. (Milton Saldanha, por email)

Enquete no Facebook: prefere o JFD na versão impressa ou online (pdf)? Deise Almeida: digital Luiza Gonçalves: digital Marlene Mitrano Alvares: digital é bom Beto Guinne: as duas Cláudia Gusmão: digital Pen Vieira: digital Maria Augusta: com todas as minhas dificuldades de manejo da informática, prefiro a digital Sérgio Luiz Romeiro: digital Luciana Santos: os dois, sou muito fã Helinho Vicu: como ainda estou tendo alguma dificuldade para abrir a versão digital, prefiro a impressa. Maria Lucia da Silva: digital Maristela Zamoner: impossível não pensar no planeta - digital!!! Ilka Almeida: versão digital, muito bom!!! Gilsa Gonçalves Durães: digital!!!! Edmar M Souza: impressa ou digital, Falando de Dança é o mais importante veículo de dança do país, parabéns pelo projeto editorial, que Deus abençoe a todos Vanda Santana: digital Demitrius Lemos: me parece que não há como escaparmos da era digital! É uma opção politicamente, economicamente e ecologicamente correta! Isis Nicoletti: impressa. Fica bem melhor nem todos têm internet Jose Pedro Nascimento: impressa, claro Alcidir De Barros Junior: forma impressa, ou pode ser as duas formas para o leitor escolher

3

EXPEDIENTE Diretores-fundadores: Anderson G. de Aragão, Antônio Aragão e Leonor Costa Editores: Antônio Aragão e Leonor Costa Editoração: Leonor Costa Conselho Editorial: Antônio Aragão, Angela Abreu e Leonor Costa Jornalista Responsável: Antônio Martins de Aragão Registro nº 031.433 / MTPS/RJ Jurídico: Dr Mozart Cruz Lima Neto OAB-RJ 147.790 Fotografia: André lima, Angela Abreu, Antônio Aragão e Leonor Costa Fax/gravação de recados: (21) 2535-2377 Atendimento pessoal: (21) 2551-3334 / (21) 9-9492-9462 (Claro) / 9-9202-6073 (Claro) / 9-91228077 (Claro / Whatsapp) Email: contato@jornalfalandodedanca.com.br Página na Internet: www.jornalfalandodedanca.com.br Facebook: www.facebook.com/ jornalfalandodedanca Escritório: Rua Joaquim Silva 11 sala 408 - Lapa - Rio de Janeiro - RJ - Cep: 20241-110 Fechamento da edição: dia 15 do mês anterior ao mês de capa Distribuição: a partir do dia 1º do mês de capa Pontos de distribuição: Eventos dançantes da cidade (v. roteiro de bailes), escolas de dança e equipamentos culturais diversos Outros pontos de distribuição do Jornal Falando de Dança (telefone antes para certificar-se de que a edição não se esgotou): 8Capézio - Centro de Nova Iguaçu tel. (21) 2767-0055 8Capézio, Copacabana, RJ tel. (21) 2235-5503 8Capézio, Flamengo, RJ tel. (21) 2554-8554 8Sapataria Roma, Lapa, RJ tel. 2510-2121 - Rua Joaquim Silva, 15 8Amazonas Dance, Centro de Niterói tel.2613-3276 - Rua Visconde de Itaboraí nº 365, sobrado 8Parcifal, São Gonçalo tel. 9-6437-7505 8Maricá, região litorânea do ERJ Moreira Studio de Dança, tel. 9-87446884 Assinatura: R$ 60,00 - 12 exemplares/ano (1/mês) Edições atrasadas: R$ 5,00 por exemplar, a ser retirado no escritório do JFD, na Lapa, RJ (sujeito à disponibilidade) As matérias assinadas são de responsabilidade de seus respectivos autores, colaboradores deste informativo. As informações divulgadas nos anúncios publicitários são de responsabilidade dos anunciantes. Proibida reprodução de artes e matérias sem autorização expressa deste informativo, sob penas da lei. Amaragão Edições de Periódicos, Produção de Eventos e de Dança Ltd ME CNPJ 12.071.075/0001-42 Jornal Falando de Dança Fundação Biblioteca Nacional Reg.nº 487.274, Liv. 920, Folha 270 ISSN 2237-468X


4

ANO 10 - Nº 120 SETEMBRO / 2017

Um pouco de história

www.jornalfalandodedanca.com.br ISSN 2237-468X

Os Cursos de Dança no Brasil do século XIX Ao longo do século XIX as danças de baile foram ensinadas de diferentes formas no Brasil. Inicialmente professores ministravam aulas em casas particulares e em escolas de ensino formal, atendendo, em geral, homens e mulheres sepaMaristela Zamoner radamente. O mesmo ocorria com as crianças, o ensino da dança se dava para meninos em instituições de ensino formal que só atendiam alunos do sexo masculino e o mesmo ocorria com as meninas. Algumas décadas depois do início do século XIX começaram a se proliferar pelas maiores cidades brasileiras os chamados Cursos de Dança. Neles, inicialmente, o ensino ainda ocorria sem que homens e mulheres estivessem juntos. Nestes cursos, homens dançavam com homens. Mas chegou o tempo em que os professores resolveram inovar e passaram a convidar damas para participar dos cursos. Existem artigos nos jornais do século XIX que se dedicam a contar um pouco desta história, registrando que as mulheres iam aos cursos acompanhadas de suas mães ou tias. Um destes artigos, por ser longo, foi publicado em diferentes edições do Jornal do Amazonas, no ano de 1885, em uma divisão do periódico denominada FOLHETIM, sob o título: Scenas Fluminenses OS CURSOS DE DANSA. É um artigo que foi publicado também em periódicos de outras localidades brasileiras. Alguns trechos dele são bastante curiosos e nos mostram que os Cursos de Dança tinham um papel interessante no cenário das danças de baile e da própria educação dos adultos. Vejamos alguns recortes: Os cursos de dansas são os lugares onde o individuo vai se preparar para a comunhão da vida elegante. Foi, compenetrado deste grande principio, que não ha muitos annos um distincto professor destes cursos disse um dia aos discípulos: - “Os Srs. vêm aprender a dansar, não é verdade? Mas aqui os homens dansam com homens, ora na grande sociedade não podem fazer o mesmo, é preciso que aprendam a dansar com senhoras. Resolvi portanto d´ora em diante convidar damas para que os Srs. se habituem não só a acertar o passo com ellas, como a saber dizerlher cousas amaveis e bonitas.” E assim formou-se o primeiro curso de dansa com damas. ... O cavalheiro, ao entrar, comprava uns cartões que lhe davam direito as dansas. Cada dansa, se a memória me não falha, custava duzentos réis. Com aquelles cartões dirigia-se ao bello sexo, ensinando-lhe o professor

a maneira porque devia fazer-lhe pedido da quadrilha, polka ou valsa. Neste âmbito também se afirmava uma educação de adultos para a relação entre o homem e mulher, na qual o homem devia respeitar e atender as vontades da mulher. Este conceito é um pouco diferente do senso comum segundo o qual o espaço de dança estaria permeado pelos efeitos de uma sociedade patriarcal na qual a mulher não tinha direitos e devia se submeter às vontades masculinas. No curso, as damas eram pagas para o treinamento dos cavalheiros

Pintura de Renoir, ano 1883, retratando dança ao ar livre: perdição para as mulheres (acervo do Museu de Boston)

e, por isto, deveriam aceitar o convite a dança, regra que, segundo os manuais da época não se estendia ao baile. No citado artigo relata-se o mestre ensinando que ao pedir para dama uma dança, o cavalheiro deve perguntar da seguinte forma: Vossa Excellencia pode dar-me a honra de dançar esta quadrilha commigo? E quando o aluno, ainda confuso em seu aprendizado, pergunta para a dama A senhora quer ter a honra de dançar esta commigo?, o mestre o repreende informando: Não há tal. Uma senhora nunca tem a honra de dançar com um homem. V. Exc, dá-me a honra.... O cavalheiro pede para a dama, tem a honra de com ela dançar e, ensina ainda o mestre, deve sempre dançar com um ar risonho e satisfeito. Essa ideia consta também em diversos manuais de dança da época que ensinam ao cavalheiro atender às vontades das damas. Mas os jornais também nos contam que existiam Cursos de Dança no século XIX cujas atividades importunavam vizinhos e comerciantes de suas proximidades. Há registros de incômodos devido a badernas, algazarras, barulho e até ocorrências policiais durante o dia e a noite. Alguns textos pedem providências e denunciam até a perdição de jovens em Cursos de Dança. Um exemplo é possível ler no periódico A Reforma, do ano de 1878: Sendo notorios os abusos que se davam na maior parte dos cursos de dança, que longe de servirem de recreio, eram apenas fócos de immoralidades, onde muitas jovens iam encontrar a perdição, o Sr. Dr. Chefe de policia acaba de tomar acertadas providencias sobre tal assumpto, expedindo aos subdelegados a seguinte circular: Convindo não conceder licenças para cursos de dança, senão sob severas garantias de moralidade, visto que, é publico o facto averiguado, darem-se abusos que as desviam do seu fim, recommendo a V. S. que casse todas as licenças para taes estabelecimentos existentes no districto de sua jurisdicção, vigorando sómente aquellas que forem por mim expedidas d’esta Ao final do século XIX estas reclamações reduzem significativamente nos jornais. Talvez os Cursos de Dança que existiram no Brasil do século XIX tenham sido um tipo de embrião do que hoje são as escolas e academias que se dedicam ao ensino desta arte, naturalmente com as diferenças culturais próprias de cada tempo. Ao seu modo moderno, os Cursos de Dança de hoje continuam desempenhando um papel além do ensino de passos ou movimentos de dança, tendo sua responsabilidade em parte da educação dos indivíduos da contemporaneidade. _______________ Maristela é professora de dança, pesquisadora e autora de vários títulos, dentre os quais quatro livros publicados sobre dança de salão


www.jornalfalandodedanca.com.br ISSN 2237-468X

Gazeta do Rio de Janeiro: 209 anos de fundação Você sabia? A Gazeta do Rio de Janeiro, que veiculou o primeiro anúncio de aulas de dança publicado em solo brasileiro (em 13/07/1811), foi fundada no mês de setembro, dia 10/09/1808, tornando-se o órgão oficial do governo português durante a permanência de Dom João VI no Brasil. Circulava duas vezes na semana, às quartas e aos sábados, editada, primeiro, por frei Tibúrcio José da Rocha e, depois, pelo primeiro jornalista profissional do Brasil, Manuel Ferreira de Araújo Guimarães. Precursora do Diário Oficial da União, foi o segundo jornal da história da imprensa brasileira, sendo, no entanto, o primeiro a ser redigido e publicado totalmente no Brasil, pela Impressão Régia, com máquinas trazidas da Inglaterra – o primeiro periódico nacional, o Correio Braziliense, editado por Hipólito José da Costa em postura contrária à Coroa, foi lançado cerca de três meses antes, totalmente editado em Londres. Até a década de 1820, apenas publicações da Impressão Régia e de poucos impressores ligados ao poder tinham licença para circular no Brasil. Todavia, com a Independência, a publicação da Gazeta do Rio de Janeiro acabou sendo suspensa, sendo sua edição nº 157, de 31 de dezembro de 1822, a derradeira. Graças à preservação de suas edições pela Biblioteca Nacional, Antonio Aragão, editor do Jornal Falando de Dança, pôde obter cópia do anúncio de aulas de dança de Luís Lacombe. Entregue ao então deputado estadual Alessandro Molon, em 2009, o documento embasou o projeto de lei do deputado que transformou-se na Lei 5828/2010, declarando a dança de salão carioca patrimônio cultural imaterial do Estado do Rio de Janeiro.

Sarau Imperial

Petrópolis, a “cidade imperial”, oferece várias opções de passeios e compras e sempre é certeza de um passeio agradável e relativamente próximo ao Rio. Para os interessados em história da dança, uma dica especial é o “Sarau Imperial”, uma dramatização interativa promovida pelo Museu Imperial, reproduzindo uma atividade típica de lazer do século 19. Embalado por modinhas imperiais cantadas por uma soprano e acompanhadas por um(a) pianista, o público assiste e participa com canções, declamação de poesias e conversas sobre assuntos sociais, econômicos, políticos e culturais da época, retirados da correspondência particular da família imperial. Conta com as personagens históricas princesa Isabel; condessa de Barral; baronesa de Loreto; Francisca Taunay e Adelaide Taunay. O “sarau” dura 45 minutos e é apresentado regularmente às sextas e aos sábados, 18h30, no cineteatro do museu. Inf. www.museuimperial.gov.br.

História| Entrevista

ANO 10 - Nº 120 SETEMBRO / 2017

5

Rachel Mesquita Rachel Mesquita é Mestre em Pedagogia do Movimento Humano, professora de Educação Física, de dança de salão para crianças e adolescentes, coreógrafa e palestrante. Tudo isso e mais um pouco, considerando-se o excepcional trabalho à frente do projeto Alvinhos Dance. Recentemente, Rachel fez uma bem sucedida campanha de arrecadação de fundos para levar novamente as crianças do projeto ao festival infantil A Noite é uma Criança, tema central desta entrevista.JFD. JFD: O festival nasceu em Florianópolis há 16 anos e agora se expandiu para um total de 6 cidades. Vocês irão se apresentar em qual delas? RM: Iremos para Joiville, em novembro. O que nos encanta nesta Mostra de Dança é o objetivo maior deste evento: favorecer oportunidades para as crianças estarem no palco, distante de premiações, mas comprometidas com sua atuação de forma prazerosa. JFD: Vocês participam deste evento há quantas edições? RM: Há 14 edições, e sempre estivemos em Florianópolis com total parceria com os organizadores do evento, Eduardo e Lenise. Ficaremos três dias e faremos apresentações em duas noites. Levaremos dois soltinhos, dois zouks, um bolero e um samba. Muita energia e crianças dançando como crianças. Após uma grande campanha, iremos de avião. A maioria delas nunca havia pensado nesta possibilidade.Estamos felicíssimos. JFD: Como você explica o sucesso desse tipo de evento? RM: Vários fatores e diferentes indicadores. Evidenciarei dois deles. Primeiro: um espaço onde criança é tratada como criança, respeitando suas diferentes possibilidades corporais. Dificuldades e possibilidades de ação, delas , recebem a mesma valorização e as crianças têm todas oportunidades para se divertirem com o que apresentam.Neste evento há respeito com todos os professores, coreógrafos, familiares, amigos, produtores, equipes de apoio, a criançada e, sobretudo, com o universo infantil. Segundo, uma oportunidade de as crianças entenderem concretamente a diversidade cultural e seus diferentes alcances no dançar. Em uma dessas idas à Mostra, uma de nossas crianças, ao analisarmos nossa ida, relatou: “(...) e quando um grupo dançou aquela dança gaúcha vi que o corpo deles não rebola como a gente ao dançar o samba. Eu pensava que todo brasileiro teria que saber sambar, mas eu vi que tem outras danças e outros corpos dançando” (Amanda, 12 anos). Estendemos as percepções da garotada e pudemos aproveitar tudo que a Mostra nos ofereceu. JFD: Quantas crianças do projeto seguirão para o festival? RM: Irão 25 crianças e dois acompanhantes adultos. JFD: Os responsáveis as acompanharão ou você assume essa responsabilidade com sua equipe? RM: Assumo toda responsabilidade. Respeito demais os responsáveis, mas não levo nem pai nem mãe quando viajo. Não duvido que me ajudariam muito. No entanto, teria que lidar com minhas ordens e contra ordens deles com seus filhos. Outro aspecto é que as crianças acompanhadas não se divertem como as outras. Longe dos pais, elas têm uma liberdade diferenciada e responsabilidades também. Os maiores ajudam os menores e seguimos em frente. JFD: Falando em equipe, quem a acompanhará na tarefa? RM: Este ano levarei uma criança com 07 anos que não enxerga nada. Nossa Isadora precisa de cuidados especiais e terá da mãe que a conhece como ninguém. E numa outra viagem a mãe não irá mais. Vou aprender com elas como agir. Aliás aprendi com a Isadora e todos colegas dela como dar aulas para uma criança cega. Ela será, segundo os coordenadores do evento a primeira criança deficiente física a pisar no palco desta Mostra de Dança. Certamente ela incentivará outras pessoas. JFD: Planeja outras viagens ainda este ano, para outras apresentações? RM: Como os gastos são grandes demais e não temos ( por

opção) incentivos fiscais teremos sempre que esperar convites que patrocinem nossas viagens, amigos nos ajudando e/ou fazermos nossas campanhas. Mesmo assim já viajamos algumas vezes para o exterior e muitos dos estados brasileiros. JFD: Como está o projeto hoje em dia? Quantas crianças? Como inscrever as crianças no projeto Alvinhos? RM: O projeto tem 58 crianças inscritas. Não temos espaço para receber além deste número. As inscrições estão sempre abertas. Temos uma lista de crianças (126) esperando vagas, mas temos pouquíssimas desistências. Não gosto desta situação, não me vanglorio, pelo contrário, me angustia. JFD: Como o projeto se sustenta? Como os interessados podem ajudá-lo? RM: Temos a grande ajuda do Álvaro Reys que nos cede o

Rachel Mesquita ministrando aula no Projeto Alvinhos Dance: a alegria de educar crianças pela dança (foto acervo)

espaço e nos apoia em tudo que fazemos, ex alunos e Márcia Rocha e Elis que trabalham concosco sem receber nada, também temos ajuda de “madrinhas e padrinhos” da garotada, dançarinos de diferentes lugares do Brasil que nos ajudam de diferentes formas e muita dedicação de todos. Precisamos muito de verba para passagens e alimentação em dia de aulas. Carla uma aluna da Casa de Dança Carlinhos de Jesus tem levado lanches mas é um gasto enorme para uma única pessoa.Quem puder nos ajudar só me procurar. Agradeço também a este Jornal por nos permitir falar de nossas carências. Outra super ajuda. JFD: As crianças do projeto abrilhantaram a mostra coreográfica infanto-juvenil de dança de salão, promovida em 2013 no Forte de Copacabana, pelo Jornal Falando de Dança e Valdeci de Souza, na terceira edição do Prêmio Cultura da Dança de Salão. Desde então, desconhecemos outras iniciativas semelhantes. Você acha que o Rio de Janeiro não tem ambiente ou público ou participantes suficientes para um festival de dança de salão infantil? Nunca pensou em realizar um? RM: Claro que tem! Muitas crianças dançando diferentes estilos de dança. Só não quero encabeçar um evento deste. Meu foco é estar dando aulas para elas. ADOOOOOORO!


6

ANO 10 - Nº 120 SETEMBRO / 2017

Humor |

Linguagem de malandro Em um de seus inúmeros depoimentos na Justiça, Zé da Ilha, “o Saudoso”, prestou esta declaração: “−Seu doutor, o patuá é o seguinte: depois de um gelo da coitadinha, resolvi esquiar e caçar uma outra cabrocha que preparasse a marmita e amarrotasse o meu linho de sabão. Quando bordejava pelas vias, abasteci a caveira, e troquei por centavos um embrulhador. Quando então vi as novas do embrulhador, plantado como um poste bem na quebrada da rua, veio uma paraqueda se abrindo. Eu dei a dica, ela bolou. Eu fiz a pista, colei. Solei, ela bronquiou. Eu chutei. Bronquiou, mas foi na despistas porque, muito vivaldino, tinha se adernado e visto que o cargueiro estava lhe comboiando. Morando na jogada, o Zezinho aqui, ficou ao largo e viu quando o cargueiro jogou a amarração dando a maior sugesta na recortada. Manobrei e procurei engrupir o pagante, mas sem esperar recebi um cataplum no pé do ouvido. Aí, dei-lhe um bico com o pisante na altura da dobradiça, uma muquecada nos amortecedores e taquei os dois pés na caixa da mudança, pondo por terra. Ele se coçou, sacou a máquina e queimou duas espoletas. Papai muito rápido, virou pulga e fez a Dunquerque, pois vermelho não combinava com a cor do meu linho. Durante o boogie, uns e outros me disseram que o sueco era tira e que iria me fechar o paletó. Não tenho vocação pra presunto e corri. Peguei uma borracha grande e saltei no fim do carretel, bem vazio, da Lapa, precisamente às quinze para a cor de rosa. Como desde a matina não tinha engulido gordura, o ronco do meu pandeiro estava me sugerindo sarro. Entrei no china pau e pedi um boi à Mossoró com confeti de casamento e uma barriguda bem morta. Engolia a gororoba e como o meu era nenhum, pedi ao caixa pra botá no pindura que depois eu ia esquentar aquela fria. Ia me pirá quando o sueco apareceu. Dizendo que eu era produto do mangue, foi direto ao médico legal pra me esculachar. Eu sou preto mas não sou o Gato Félix, me queimei e puxei a solingem. Fiz uma avenida na epiderme do moço. Ele virou logo América. Aproveitei a confusão pra me pirá, mas um dedo duro me apontou aos xipófagos e por isto estou aqui.” Atordoado, o juiz mandou chamar um especialista em linguagem de malandro, que assim traduziu o depoimento: “− Senhor Doutor, a história foi a seguinte: depois que fui abandonado por minha companheira, resolvi procurar uma outra que me preparasse a comida

e lavasse meus ternos. Quando caminhava pela rua, entrei num botequim, tomei uma cachaça e comprei um jornal. Depois de ler as notícias do jornal, encostado num poste, na esquina da rua, vi que uma morena se aproximava toda faceira. Olhei-a, ela também. Segui-a de longe e, olhando de soslaio para trás, vira que seu companheiro a seguia. Percebendo o jogo, fiquei de longe e vi quando ele a segurou pelo braço e mandou-a para casa. Fui saindo, mas antes de poder me afastar mais, o amásio da moça me agrediu. Revidei dando-lhe com o sapato um chute no peito, um soco no maxilar e de um salto, com outro chute no peito, joguei-o por terra. Ele sacou sua arma e atirou, mas eu já havia fugido, porque o sangue não combinava com a cor do meu temo. Durante a briga, disseram-me que o moço era policial e me mataria. Não tenho vocação para defunto. Corri e peguei um ônibus, descendo no fim da linha, no Largo da Lapa, precisamente às 15 para as seis horas (hora do crepúsculo). Como desde manhã não havia me alimentado, e meu estômago reclamava, entrei num restaurante chinês e pedi um bife a cavalo com arroz e urna cerveja preta bem gelada. Tomei a refeição e como não tinha dinheiro, pedi ao caixa para assentar no caderno que depois eu pagaria a conta. Ia sair quando o policial apareceu. Disse que eu era malandro, e foi direto ao cozinheiro para falar mal de mim. Eu sou preto, mas não sou Gato Félix, fiquei aborrecido e puxei da navalha. Agredi o meu rival. Ele ficou todo ensangüentado. Aproveitei a confusão para fugir, mas alguém me delatou apontando-me aos ‘Cosme e Damião’ e por isto eu estou aqui.” ________________________________ Reprodução de texto publicado no jornal Correio da Manhã (RJ, 05/04/1959) NR: Cosme Damião - apelido dado às antigas duplas de policiais que faziam a ronda na cidade.

Opinião

www.jornalfalandodedanca.com.br ISSN 2237-468X

Rápida visão sobre concursos de dança O grande risco de um concurso de dança é o vencedor acreditar que seja verdade. Do dia para a noite, ele, ou ela, se transforma Milton Saldanha no “melhor do Brasil”, ou “melhor do mundo”, por obra e graça de um corpo de jurados tão infalível quanto possa o ser humano acreditar que isso seja possível. Ou seja, probabilidade zero. Exceto em casos de disparidade gritante entre os participantes, julgar dança é algo impossível. Porque são múltiplos os fatores que diferenciam cada pessoa, e cada dança. Assim como fatores subjetivos vão diferenciar a visão de cada jurado e de cada pessoa do público. Principalmente na música isso é visível e ilustra bem este ponto de vista: aquela que me emociona não será, necessariamente, aquela que vai emocionar outras pessoas, muito menos a todos. Na dança, são tantos, e tão variados, os fatores técnicos, que se tornará impossível a unanimidade do olhar. Eu, por exemplo, no tango, julgo o dançarino pela qualidade da sua pisada. Isso mesmo, a pisada, um detalhe tão aparentemente pequeno quanto imenso na estrutura do movimento. Nem todos, claro, têm o mesmo olhar. Há pessoas que preferem observar o torso, lá no alto do casal, que no tango é também uma área fundamental. Como todo olhar sobre os dançarinos será sempre subjetivo, cada pessoa terá uma forma de ver. Afirmar que A dança melhor que B será sempre um ponto de vista particular, mas jamais coletivo. É isso que explica que aquele casal, no qual apostamos todas as fichas, não se classifique, ou fique num patamar abaixo da nossa expectativa. Não quero, com isso, desqualificar os concursos, nem desanimar vencedores. Quero apenas sugerir que não viajem no espaço sideral, perdendo os pés do chão. Gosto dos concursos, eles me divertem e até emocionam. Estimulam a moçada a lutar. Agitam a dança, e isso é bom. A prova disso é que fui a todas as edições do campeonato mundial de tango, em Buenos Aires, e lá estarei novamente, neste agosto. Já fui também jurado, em pequenos concursos. Mas nada disso turva minha visão crítica. Pelo con-

trário, a experiência só acentua minha convicção do quanto é impossível julgar dança. Uma prova é que muitas vezes, no ato de julgar, busca-se não a virtude criativa e sim o momento do erro, ou suposto erro. Basta um escorregão, por um defeito qualquer da pista, e lá se foi a chance de um casal que se apresentou com esplendor. Além de que concursos, como na categoria tango-salão, tendem a premiar os contidos e não os ousados. Isso esbarra no conceito de arte, que não existe sem a ousadia, e sem os riscos a ela inerentes. Nenhum concurso de dança será a expressão da verdade. Quando alguém supera outro por um décimo, foi a subjetividade do olhar de um jurado que decidiu isso. Por mais iluminado que seja, ele não carrega na testa o carimbo de proprietário da dança. Apenas exerce um poder decisório momentâneo, que pode ser questionado sob os mais variados critérios. Jovens vencedores de concursos precisam ficar alertas para as armadilhas do auto deslumbramento. Nada pior do que um nariz empinado na fronte de alguém que mal saiu das fraldas na dança, que exige anos de maturidade e treino intensivo. Calma, gente! Haverá ainda muito a aprender, praticar, limpar, evoluir. Além das frustrações, sem as quais não se alcança a maturidade. O recado vale também para os supostos perdedores. Se não souber lidar com a derrota, fique longe dos concursos. Não existem os “melhores do Brasil”, ou “melhores do mundo”. Ou até existem, mas aos olhos de cada pessoa. Jamais de todas. Cada indivíduo elege seus preferidos, numa escala de valores estritamente pessoal. Admiração não surge pelo que dizem, ou por algo que algum concurso decretou, e sim pelo que sentimos. Cada pessoa terá um modo diferente de sentir, e nisso está a beleza da diversidade, em qualquer campo da arte. O que existe, de fato, é o melhor dançarino deste, ou daquele, concurso. Apenas isso. Mesmo assim sempre com direito à inevitável polêmica. ________________________ Milton Saldanha é jornalista e fundador do Jornal Dance (São Paulo)


www.jornalfalandodedanca.com.br ISSN 2237-468X

Especial Mundial de Tango

ANO 10 - Nº 120 SETEMBRO / 2017

7

Cobertura e textos de Milton Saldanha, fundador do Jornal Dance (SP)

Brasileiros brilham no mundial de tango Alam e Camila concedendo entrevista e, abaixo, flagrante dos dois casais brasileiros finalistas, com Juliano e Paula em primeiro plano. Foto divulgação do evento.

Maior evento mundial de tango, promovido pelo governo da cidade de Buenos Aires, com participantes de meia centena de países, dos cinco continentes, sempre foi fato raro algum casal brasileiro chegar nas grandes finais das duas categorias competitivas, tango salão e tango show, do “Tango Buenos Aires Festival y Mundial”, ocorrido neste ano entre 10 e 23 de agosto. Dois casais, então, foi inédito. E justo na categoria show, a mais difícil, porque envolve dificuldades acrobáticas proibidas na categoria salão, bem mais “simples”, quando comparadas. Tanto, que na salão dançam em grupos de casais, nas diversas baterias, enquanto na show as apresentações são individuais, num único bloco. Alam Blascovich e Camila Delphim (Rio de Janeiro) e Juliano Andrade e Paula Emerick (Brasilia) foram os autores da façanha. Se chegar às classificatórias já é um grande passo para qualquer tangueiro, de qualquer parte do mundo, pisar no palco da grande final, no estádio Luna Park, aos olhos de 6 mil pessoas, e de um corpo de jurados altamente qualificado, é a consagração. Pouco importa em que lugar tenham ficado. Mesmo assim, vale destacar que Alam e Camila obtiveram o oitavo lugar, seis posições a mais do que no ano passado, na mesma final, quando alcançaram o 14º lugar. Juliano e Paula ficaram em 20º lugar, interpretando de forma mui-

to intensa “Ojos Negros”, composição de Osvaldo Pugliese. Presente como jornalista em 98% das edições deste evento, há mais de dez anos, afirmo com absoluta segurança que foi o mundial (em tango show) mais belo de todos os tempos, quando considerado o conjunto da obra, ou seja, a qualidade geral dos participantes. O Mundial de 2017 foi uma prova da evolução do tango, como arte no palco, e um fator em especial vem contribuindo para isso: ao contrário dos velhos tempos, quando os dançarinos treinavam só por conta própria, hoje a maioria contrata coreógrafos e/ou ensaiadores profissionais. Isso faz tremenda diferença. Os preparadores mais famosos são caros e disputados. E são raros fora da Argentina. O detalhe confere aos competidores estrangeiros um adicional de mérito, no esforço e talento, porque chegam lá enfrentando as feras no mesmo alto nível técnico. No caso de Alam e Camila, arrebataram o público (e este repórter) na emoção, que superou a tudo. Dançando o clássico “Lo ultimo café”, um tango altamente emotivo, sobre uma crise amorosa, os brasileiros levaram o público às lágrimas e aos aplausos intensos. Só poderiam ter conseguido isso com uma performance digna de campeões. Que o são, informalmente, pela tocante coreografia, e pela excelência de como hoje estão bailando.

Os novos campeões mundiais do tango

Os novos campeões, categoria show: Agostina Tarchini e Axel Arakaki (foto divulgação do evento)

Como todo bom festival, para repercutir, tem que ter polêmica. Não foi diferente neste Campeonato Mundial de Tango Buenos Aires, 2017, como se ouviu depois nas milongas (bailes) de Buenos Aires, o melhor lugar para se apurar opiniões. Cada pessoa ouvida por “Falando de Dança”, representado na cobertura por este repórter, apontava um nome diferente como favorito ao título de campeão, tanto na categoria Pista (salão), como na Escenario (show). Muitas preferências remetiam aos russos, com formidável desempenho. Todos os anos os russos entram nas finais e dançam bonito. Mas será fora de questão que os dois casais vencedores, agora campeões mundiais, são tangueiros de excepcional qualidade, e que em qualquer circunstância estariam entre os três primeiros colocados.

Vale ressaltar que a diferença de pontos entre eles foi irrisória, com sabor de empate. A coroa, na categoria salão, foi para os argentinos Magdalena Gutiérrez e Germán Ballejo. Na categoria show, para Agostina Tarchini, argentina, e Axel Arakaki, que nasceu e vive no Japão, mas tem a nacionalidade dos pais, argentinos. As histórias deles se repetem: conheceram-se nas milongas (bailes de tango), formaram parejas (parcerias) e se prepararam para o mundial com muita garra e vontade de vencer. Em muitos casos, como nos vencedores da categoria salão, é só dança profissional, não rola nada além disso. Mas na dança, como já disse a bailarina Ana Botafogo, no Dança dos Famosos, “tem que parecer que rola”.


Curso intensivo (10 horas de aulas)

DANCE WITH THE STARS Conteúdo: Os dez bailes internacionais da TV e sua essência

Características fundamentais e exigências técnicas Danças latinas: samba, rumba, live, chachacha, paso doble Danças Standards: quick step, slow fox, tango, valsas lenta e vienense

Av. Lavandisca 662/1º andar Moema - São Paulo - SP tel. (11) 5052-9443 (após 15h)

Consulte horários e formas de pagamento

ENCONTROS APDS

ASSOCIE-SE

JUNTOS, SOMOS FORTES agenda associativa

Somos uma associação civil de direito privado, de caráter sociocultural, sem fins lucrativos, regida por estatuto, que tem por objetivo promover, apoiar e divulgar a cultura da dança de salão e proporcionar a seus associados qualificação, cultura e lazer. Siga-nos no Facebook ou em www.apds-rj.blogspot.com.br Tel. (21) 99299-4078 Email: apdsdorj@gmail.com

SETEMBRO

Bailes:

1º 2º 3º 4º

sábado sábado sábado sábado

| | | |

Caravana da APDS ao baile dos Amantes da Dança, DIA 23/09 no clube Canto do Rio (Niterói), org. Reinaldo Silva / Sandra Lopes (*)

Djs Reinaldo Silva, Pedro Pedrada, Viviane Chan e Sandra Lopes

Escola de Dança

Rastapé & Batucada Tum & Tum Zouk+ Milonga Carioca

OUTUBRO

Botafogo

Espaço de Dança Adriana Gronow & Paulinha Leal R. Arnaldo Quintela 22 - tel. 2542-2040

Casa da Vila da Feira convida

Workshop Teoria Musical Aplicada ao Ensino da Dança de Salão DIA 15/10, das 10 às 15h, no Centro Coreográfico(**)

NOVEMBRO

Semana da Dança de Salão do RJ de 19 a 26/11, mostra, show, bailes, palestras, debates (***) Assembleia Geral Ordinária Dia 19/11, das 10 às 12h, local a informar

ALMOÇO DANÇANTE

DEZEMBRO | Confraternização da APDS de fim de ano (**)

R. Haddock Lobo, 195 - Tijuca - reservas: 2293-1542

(*) Evento chancelado, desconto de 50% para associados adimplentes (**) grátis para associados adimplentes (***) grade de divulgação consolidada em ampla divulgação: pergunte-nos como chancelar seu evento conosco

Aos domingos, a partir das 12h, no salão nobre Cardápio variado | doces portuguesas | música ao vivo

Programa radiofônico Saudades de Além Mar

Alvaro’s Dance Conforto, credibilidade, profissionalismo e bom atendimento

Sábados 10 às 11h

DANÇAS DE SALÃO bolero-fox(soltinho)-forró-tango-salsa zouk-samba de gafieira-samba no pé NOVIDADE: ballet clássico e flamenco

Dir.: Álvaro Reys

Informações:

Produção e apresentação Sérgio Viana e Pedro Paulo

2547-0861

CULTURA - MÚSICA - FOLCLORE - CURIOSIDADES - PRÊMIOS Escute pela internet: www.metropolitana1090.com.br

R. Barata Ribeiro 271, sobrado - Copacabana - RJ

Com este, 1 aula grátis e isenção de matrícula

CASA DE DANÇA SÉRGIO CASTRO BOLERO, SAMBA, FORRÓ, SOLTINHO, TANGO E OFICINA DE SAMBA TANGO toda SAMBA INICIANTE E INTERMEDIÁRIO TODA 4ª 20h30 quarta, às 11h

tel. (21) 2221-1011 / 99265-5035 Rua Riachuelo 109 - Lapa - Rio - RJ www.renatapecanha.com.br

HAPPY HOUR

Academia Luciana Santos

Última terça-feira do mês (17H/20H) Com dançarinos DANÇAS DE SALÃO às terças - 17 às 19h

TODOS OS RITMOS Profª Luciana Santos

No Castelo, Centro do Rio, pertinho de seu trabalho:

Av. Franklin Roosevelt 137 - grupo 701/703

ESPECIALIZADA NA 3ª IDADE

Inf. 9-9986-7749

José Magela

DANÇAS DE SALÃO E CONSCIÊNCIA CORPORAL SESSÕES PARTICULARES

DO BOLERO AO SAMBA || DO FORRÓ AO TANGO COREOGRAFIAS PARA EVENTOS || PREPARAÇÃO CORPORAL PARA CENAS

tel. 99162-1845 || email: jmagela2016@gmail.com

Convênios Formação de turmas APPAI e ASSIST - horário matutino e APPAI vespertino, aproveite! ASSIST

PROFS.SÉRGIO CASTRO ANA CASTRO

RUA QUIRIRIM, 1523 - CASA 5 - VILA VALQUEIRE casadedancasergiocastro@yahoo.com.br

Dança do Ventre

Inf. 3390-9650 9.8626-5044 9.8626-5340

Niterói & São Gonçalo

Escola de Dança Reinaldo Gonçalves DANÇA DE SALÃO | RITMOS QUENTES (SALSA E ZOUK) | CURSO DE FORRÓ Escola de Dança Reinaldo Gonçalves

goncalvesdanca@gmail.com - www.escola-danca-reinaldo-goncalves.webnode.com

Inf. (21) 9-9741-8373 (Vivo) / 9-8473-4868 (Oi) Em Niterói: Avenida Amaral Peixoto 36 s/415 - Galeria Paz - Centro Em São Gonçalo: Rua Nilo Peçanha 320 - Centro

Casa de Dança

Carlinhos de Jesus

R. Álvaro Ramos 11 Botafogo

t. 2541-6186

Parte integrante do Jornal Falando de Dança - pág. 08 - ed. 120 - SETEMBRO / 2017 - Para anunciar aqui, ligue (21) 9-9202-6073 / 2551-3334

Dança de salão internacional para dança na tv Com as professoras Carla Salvagni e Alice Fukuma, treinadoras e árbitras internacionais certificadas


79 ANOS DE TRADIÇÃO Quarta-feira pizza na lenha Dj Betinho

Quinta-feira Baile da Gaúcha

Sexta Carioca com dj Betinho

Sábado Especial 2 bandas

O local perfeito para festejar! Mais de 70 pratos quentes e frios e aquele churrasco Rua das Laranjeiras 114 - Reservas: 2558-2558 - fale conosco: gaucha114@hotmail.com

22

QUARTA

Parte integrante do Jornal Falando de Dança - pág. 09 - ed. 120 - SETEMBRO / 2017 - Para anunciar aqui, ligue (21) 9-9202-6073 / 2551-3334

Terça-feira A melhor programação Dançante musical de terça a Baile da Graça domingo

NOV

19H

CLUBE ESPORTIVO MAUÁ

PIZZA NA LENHA

DE TERÇA A DOMINGO

Projeto Conexión sin fronteras

Av. Pres. Kennedy 635, Centro, São Gonçalo Inf. 98557-5821 / 3246-4655 / 97353-8170 (Genilton Muniz)

Idealizadora Elzany Beneramis Empresa Sintonia & Equilíbrio 3449-7425 / 99643-9659 .

Comemorando a Semana da Dança de Salão do RJ

Realização: Prof. Genilton Muniz, Prof. Junior Arap, Prof.ª Mari de Freitas, Produtoras Culturais Tania Chactoura e Eliane Margiotta Aniversários Profs.: José Ribamar e Rodrigo Gonçalves Dançarinas: Cecília Ribeiro, Telma Corrêa, Neuza Lanza, Ana Lúcia, Rosangela Alvarenga, Edina Brito, Graça Moraes, Gilcea Egger, Marilena da Silva, Claudia Maia, Graça Mauricio Fernandes e os Aniversariantes do MÊS

Domingo Forrómania da Gaúcha

Organização:

Apoio:

São Paulo | Dias 7, 8, 9 e 10 SET >>> Show do cantor Aldo | 15h no Parque da Água Branca (Festa do Morando) >>> Show do cantor Aldo | 17h no Festival da Primavera do Espaço de Artes e Atitudes Alma D’Alma

Vila Mariana, São Paulo | 8 OUT Show Aldo e Convidados | 15h Associação Mie Kaikan

BANDA SOL E MAR

Até 10 OUT: mesa c/ 4 lugares R$ 100,00 - ingresso individual R$ 25,00 Após 10 OUT: mesa c/ 4 lugares R$ 120,00 - ingr. indiv. antecipado R$ 30,00 (no dia: R$ 35,00)

PARA OUVIR, DANÇAR E SE DIVERTIR MUITO. LIGUE E PEÇA A PROGRAMAÇÃO visite: www.aldocantoroficial.com

Apoio: Clube Esportivo Mauá, , Aragão e Leonor do Jornal Falando de Dança, APDS, Projeto Amo o Salgueiro, Prof.ª Kessy Goudard, Prof.ª Milena Deolinda, Prof.ª Sandra Lopes, Prof.ª Vanessa Calixto, Prof.ª Viviane Morenato, Prof. Jose Ribamar Santos, Prof. Pablo Salles, Prof. Diogo Mendes Ribeiro, Prof. Reinaldo Gonçalves, Celso Ferreira, Prof. Rudson Monteiro, Prof. Rodrigo Rodrigues, Prof. Erikson Oliveira, Prof. Reinaldo Silva, Prod. Cultural Parcifal Nunes, Prof. Rodrigo Gonçalves, Bira Niterói, Prof.ª Solange Dantas, Prof. Alcir Fernandes, Prof. ª Marcela Franco, Prof. Edson Silva Santos, Prof. Ramon Oliveira, Vânia Cortes, Prof.ª Andréa Marques, Prof. Oscar Rangel, Prof.ª Amanda Rosas, Prof. Bruno Maia, Prof. Cristiano Praxedes, Prof. Campeão, Produtores: José Carlos (Zé), Luiz Carlos, Flaviana da Silva, Alex Farjado e Monalisa da Silva.

Vargem Pequena, Rio, RJ Nectar Som - Estr. Bandeirantes 22774 >>> 11 NOV | 19h | Show cantor Aldo >>> 28 NOV | 19h | Stand Up Comedy com Junior Bagaceira e show de Tainá Oliveira 29 NOV | 18h | AABB-Tijuca Stand Up Comedy com Junior Bageceira e show de Tainá Oliveira

APOIO

CONJUNTO

OS DEVANEIOS Até 31/08/17

Reúna seu grupo de amigos e dê a sua sugestão para a nossa super festa de Natal. A melhor sugestão ganhará um

Prêmio de R$ 200

&

BANDA

SÁBADO

MILÊNIO CONVIDAM

16 DEZ A PARTIR DAS

14H

SUPER FESTA DE NATAL Local: Clube dos Subtenentes e Sargentos Bombeiros do RJ Travessa Carlos Xavier, 96 - Madureira, Rio Realização: Carvalho e sua rapaziada, os promoters Inf. (21) 97153-7665 / 99153-7921 / 98404-4429


10

ANO 10 - Nº 120 SETEMBRO / 2017

Regulamentação do Fundo Estadual de Cultura

Dia 22/08 a comissão de Cultura da Assembleia Legislativa do Estado do RJ (Alerj) realizou, na sala das comissões, no Palácio Tiradentes, uma audiência pública sobre a regulamentação do fundo. O processo é prerrogativa do Poder Executivo e o objetivo desta Audiência, mas a audiência pública serviu para, junto com os representantes dos movimentos da cultura, avaliar a proposta apresentada pela SEC-RJ e elaborar propostas e emendas.

I Forum Estadual dos Segmentos Artísticos do RJ

O evento, promovido pela Secretaria de Estado de Cultura (SEC-RJ) aconteceu nos dias 23 e 24 de agosto, no Teatro João Caetano, após um ciclo prévio de encontros levado a várias regiões do estado, com a participação de membros do conselho estadual de Cultura. Em debate, os planos setoriais de artes cênicas (teatro, dança e circo), música, audiovisual, literatura, cultura popular, artes visuais, economia criativa, museus e patrimônio, envolvendo os 92 municípios do estado. O evento foi uma realização da SEC-RJ em parceria com o Conselho Estadual de Política Cultural do RJ, artistas, agentes, animadores, produtores e pesquisadores culturais, gestores municipais de cultura e conselheiros municipais de cultura de todo o Estado. Participaram dos debates, dentre outros, Denise Acquarone e Bete Spinelli, do Sindicato dos Profissionais da Dança do RJ. Participaram artistas como o diretor Charles Môeller, a cantora Sandra de Sá, o ator Marcos Frota, a cantora e atriz Zezé Motta, a coreógrafa Angel Vianna, o artista visual Ulisses Carrilho, entre outros, com destaque para Bibi Ferreira, que gravou um vídeo especialmente para a ocasião. (fonte: SEC-RJ)

Município de Duas Barras adere ao Sistema Nacional de Cultura (SNC)

Com esta adesão, mais de 60% dos municípios do estado do Rio de Janeiro já integram o SNC. A integração ao SNC permite que os municípios aprimorem a gestão cultural, criando órgãos de gestão locais, conferência

Reunião mensal da diretoria: planejamento e controle

Com Bela Bádua, diretora social do Club Municipal: valorização da efeméride Dia do Dançarino de Salão

Cultura | Entidades Associativas e plano de cultura – e lhes dá acesso ao sistema de financiamento da Cultura. A adesão se dá por meio da assinatura de um acordo de cooperação federativa entre o MinC e o ente federado, que se compromete a estruturar o seu Sistema de Cultura. Depois da publicação do acordo de cooperação federativa, os entes federados têm de apresentar um plano de trabalho. Para auxiliar esse processo, o Ministério da Cultura vem realizado oficinas de implementação de Sistemas de Cultura, com o objetivo de capacitar os gestores e conselheiros municipais de cultura. Com isso, o MinC tem buscado oferecer aos municípios as condições técnicas apropriadas para a integração ao SNC. A integração dos estados e municípios ao SNC é feita em três etapas: a primeira é a adesão voluntária, por meio da assinatura do Acordo de Cooperação Federativa, publicado no Diário Oficial da União (DOU); a segunda é a institucionalização, por meio da publicação de lei específica de criação dos sistemas estaduais, distrital e municipais de cultura; e a terceira é a implementação, com o efetivo funcionamento dos componentes da estrutura do sistema. (fonte: MinC)

Zumba Fitness não é dança

O CONCEF, Conselho Federal de Educação Física, divulga em seu site duas decisões, da Justiça do Espírito Santo e do Distrito Federal, reconhecendo que aulas de Zumba Fitness só pode ser ministrada por profissional de Educação Física, visto ter a atividade o objetivo de condicionamento físico. Já o CREFSP divulgou nota informando que a dançafitness está sim, dentro da alçada daquela entidade, posto que a atividade utiliza-se da música apenas para fins de condicionamento físico, pressuposto da ginástica, não apresentando objetivos inerentes à caracterização da dança enquanto “manifestação cultural”, tampouco sendo executada com intuito de espetáculos e/ou formação de dançarinos. No entendimento do CREFSP, todo aquele que ministra conteúdos de especificidades dos profissionais de educação física, inserindo nas aulas parte de ginástica, treinamento funcional e exercícios de alta intensidade, ainda que associados à música e à dança, sem possuir a devida habilitação e registro no sistema CONFEF/ CREFs, além de ameaçar a saúde dos destinatários da

Com o Sten. Mosqueira, no Forte de Copacabana: planejando o Interdanças da Semana da Dança de Salão do RJ

www.jornalfalandodedanca.com.br ISSN 2237-468X

prestação do serviço, também comete exercício ilegal da profissão (art. 47 Decreto Lei 3688/41) e sujeita-se às sanções cabíveis. Portanto, profissionais da dança, atenção à maneira como divulgam e praticam a dança zumba, para que esta não seja descaracterizada como dança e enquadrada como atividade da área de educação física.

Caravana APDS

Após o sucesso da confraternização APDS comemorativa do Dia do Dançarino de Salão do RJ (vide quadro), a Associação dos Profissionais e Dançarinos de Salão do RJ firmou parceria para mais um encontro dançante de seus associados. Será no baile organizado por Reinaldo Silva e Sandra Lopes, no clube Canto do Rio, em Niterói, dia 23 de setembro. Os associados adimplentes têm 50% de desconto no ingresso do evento. Gustavo Loivos, vice-presidente da APDS, estará no local coordenando o encontro e a confraternização. Este já é o terceiro evento parceiro fechado com a APDS. A entidade espera que mais promotores de eventos se interessem em fechar parcerias e oferecer descontos para os associados adimplentes. Outras vantagens e atividades socioculturais são analisadas mensalmente em reuniões da diretoria, realizadas normalmente no primeiro domingo de cada mês.

Semana da Dança de Salão do RJ

A APDS continua firmando parcerias para reunir eventos comemorativos desta efeméride estadual, este ano comemorada entre os dias 19 e 26 de novembro. Ju Do Carmo e Lê Middas já confirmaram a realização de um baile gratuito no calçadão de Bangu, marcando a abertura da SDS 2017, dia 19. Genilton Muniz realizará baile comemorativo no clube Mauá, em São Gonçalo, dia 22. João Batista será o produtor do Interdanças do Forte de Copacabana, dia 25. E Gustavo Loivos produzirá uma edição especial do baile no Horto do Fonseca com a banda Alto Astral, dia 26, marcando o encerramento da SDS. Interessados em participar da grade de eventos comemorativos chancelados pela APDS podem acessar o edital de chancela em www. apds-rj.blogspot.com.br. _____________________Editado por Leonor Costa

Com Paula Mori, no Fórum dos Segmentos Artísticos: debatendo a cultura do Estado do Rj

Encontro APDS do Dia do Dançarino de Salão do RJ no Club Municipal Faça parte desta história ASSOCIE-SE em 23/07/17 JUNTOS, SOMOS FORTES

Com o contador Charles: preparando a prestação de contas aos associados


www.jornalfalandodedanca.com.br ISSN 2237-468X

Fique por Dentro

Caminhos do Samba Carioca, de Jaime José, estará na Bienal do Livro O livro, lançado no Bangu A. C. dia 20 de agosto, poderá ser encontrado no Stand A17, dos escritores independentes, na Bienal que acontece de 31/8 a 10/9, no Rio Centro, zona Oeste da cidade. Jaime José é diretor do Studio de Artes Bangu, fundador e ex-presidente da Associação dos Profissionais e Dançarinos de Salão do RJ e atual comissário de artes para dança de salão do Sindicatos dos Profissionais da Dança do RJ. O livro divulga o conteúdo de suas pesquisas sobre o tema. A Bienal do Livro Rio está em sua 18ª edição e é o maior evento literário do país. O evento conta com a realização do Ministério da Cultura através da Lei Federal de Incentivo à Cultura e com o patrocínio da Secretaria de Estado de Cultura, pela Lei estadual de Incentivo à Cultura. Além de ter contato com os trabalhos de diversos autores, o público poderá participar de seções de leitura, debates, bate-papos com personalidades e escritores, além de intensa atividade cultural promovida pelas editoras. Vale a pena conferir e prestigiar o mais novo autor de conteúdo ligado à história da dança de salão. Jaime José estará no stand todos os dias do evento, na parte da tarde, e dia todo nos dias 9 e 10 de setembro.

(3) Na etapa final, categoria tango cenário, Alam e Camila ficaram na 8ª colocação e Juliano e Paula, na 20ª. O campeonato foi ganho pelo casal de argentinos Axel Arakaki e Agostina Tarchini. (4) Na categoria tango pista, que teve mais de 400 casais inscritos, nenhum casal brasileiro alcançou pontuação para a finalíssima, que teve a participação de 34 casais. Participaram da semifinal, com 119 casais na disputa, os brasileiros Juliano Andrade e Paula Emerick (Brasília/61ª colocação) e Vinicius de Souza Pereira e Patrícia Ferreya Casimiro (Preliminar São Paulo/104ª colocação). Os demais casais brasileiros participantes nesta categoria foram: Juscelino Portela Ferreira e Laura Feigene (São Paulo/107ª posição); Mário Sérgio Júnior e Marina de Freitas (São Paulo/138ª posição); Alex Axel e Vanessa Flecha (São Paulo/181ª posição); Lorenzo Chabot e Marcia Mello (São Paulo/203ª posição); Cléber Brum Borges e Mariana Motta (Porto Alegre/272ª posição); Antonino Pereira e Sergina Boa Morte (São Paulo/374ª colocação); Breno Vieira e Ana Paula Brito (São Paulo/378ª colocação); e Júlio Gil Pugar e Clair Scabriri Olsen (Joinville/403ª colocação). Ganharam nesta categoria o casal de argentinos Germán Ballejo e Magdalena Gutiérrez.

Primavera Setembro é mês dos bailes temáticos da Primavera e um dos mais tradicionais é o do Club Municipal, organizado por sua diretora social Bela Bádua, que incluiu a eleição da Rainha da Primavera. As inscrições para concorrer ao título estão abertas, podendo ser feitas no departamento social, no 5º andar do clube. Também lá poderão ser adquiridos os ingressos antecipados para o baile, que acontecerá dia 18 de setembro, com Orquestra Tupy.

Curso gratuito de gestão em dança O Instituto Cultural Desterro (ICD) promove o curso Gestão em Dança: Ferramentas de Gestão para Professores e Diretores de Escolas de Dança no dia 2 de setembro, no Centro Integrado de Cultura (CIC), em Florianópolis. A atividade gratuita será ministrada pelo professor e palestrante Deivid Paida, de Criciúma, das 8h às 11h, no Espaço Lindolf Bell. Vinculado à mostra de dança infantil A Noite É uma Criança, que ocorrerá na Capital em outubro, o curso de formação em dança educacional é aberto a todos os interessados, independentemente de área de atuação e procedência. Foram disponibilizadas apenas 50 vagas e as inscrições devem ser feitas por meio do site www.mostradedanca.com.br. Deivid Paida elaborou um conteúdo diferenciado com dicas, orientações e ferramentas de gestão para possibilitar que estes profissionais atraiam novos alunos, mantenham os atuais motivados e administrem com excelência suas aulas e academias. Os participantes aprenderão técnicas eficazes para divulgar o seu trabalho ou escola, fidelizar alunos e utilizar a mídia digital com muito mais rendimento. Aspectos da gestão administrativa também serão abordados, como cobrança de mensalidade, fim da inadimplência e planejamento financeiro. A capacitação tem por objetivo ensinar a trabalhar a imagem e a postura dos professores, liderar e motivar sua equipe e seus alunos, além de obter destaque e sucesso para a sua escola.

Congresso Brasileiro do Tango Para quem se empolgou com a participação brasileira no Mundial de Tango de Buenos Aires e se interessou pelo tema, lembramos que aqui no Rio, de 21 a 24 de setembro, no Centro Coreográfico, acontecerá a quarta edição do CBT, organizado por Fernando De Campo, com algumas das melhores referências do Brasil e do exterior. Fica a dica. Mundial de Tango de Buenos Aires O site do evento divulgou em pdf o ranking dos participantes da competição, que teve dois casais brasileiros na disputa final (veja matéria especial de Milton Saldanha, nesta edição). Segue o que apuramos: (1) 129 casais disputaram a fase classificatória para a final, categoria tango cenário, dos quais 44 foram selecionados. Nesta fase, participaram os casais Alam Blascovich e Camila Delphin (Rio/12ª posição), Juliano Andrade e Paula Emerick (Brasília/ 33ª posição), Cleber Borges e Mariana Motta (Porto Alegre/64ª posição), Alex Axel e Vanessa Flecha (São Paulo/93ª posição) e Muller Dantas e Vinicius de Souza (São Paulo/99ª posição). Rodrigo Palheta Picanço e Emanuela Ramos Macedo, ganhadores da Preliminar em São Paulo, foram diretos para a semifinal, assim como os demais ganhadores de preliminares em outras cidades. (2) Na semifinal da categoria tango cenário, 59 casais disputaram uma das 19 vagas para a final. Rodrigo e Emanuela ficaram na 36ª posição, Juliano e Paula ficaram na 19ª e Alam e Camila ficaram na 15ª posição.

Dancing Brasil O reality show de dança veiculado pela TV Record e capitaneado por Xuxa segue dividindo opiniões. A produção do programa, cuja segunda temporada estreou em 24 de julho, surpreende, os técnicos e a apresentadora impressionam com suas performances, mas o público estranha as danças e repertório escolhido (reveja a entrevista com Carla Salvagni publicada na edição passada do JFD). Até o fechamento desta edição já haviam sido eliminados ou abandonaram a competição devido a lesões: Carlos Bonow, Fernando Pires, Jesus Luz, Raphael Sander e Theo Becker.

ANO 10 - Nº 120 SETEMBRO / 2017

11

Dança dos Famosos A 14ª temporada estreou enfrentando inevitáveis comparações com o Dancing Brasil. De certo as danças e ritmos escolhidos são mais familiares ao público, porém os mais entendidos de dança reclamam do peso que têm o juri artístico e a avaliação do público, que nem sempre escolhem pelo talento, priorizando favoritismo e simpatia. Nesta temporada, os famosos concorrentes, e respectivos partners, são: (1) a apresentadora Adriane Galisteu, 44 anos, fazendo par com Marcus Lobo, que dançou com Mariana Santos em 2015 e com Lizandra Souto em 2016; (2) a cantora Baby do Brasil, 65 anos, fazendo par com Rodrigo Oliveira, que dançou com Sophia Abrahão em 2016; (3) a atriz Cris Vianna, 40 anos, fazendo para com Rafael Scauri, que dançou com Letícia Lima em 2016; (4) a atriz Isabella Santoni, 22 anos, fazendo par com o estreante Diego Maia; (5) a atriz Maria Joana, 31 anos, fazendo par com Reginaldo Sama, estreante no quadro; (6) a atriz Mariana Xavier, 37 anos, fazendo par com o estreante Léo Santos; (7) o ator Joaquim Lopes, atualmente no Video Show, 37 anos, fazendo par com a estreante Tati Scarletti; (8) o ator Lucas Veloso, 21 anos, fazendo par com a estreante Natália Melo; (9) o ator Nicolas Prattes, 20 anos, fazendo par com Mayara Araújo, que já dançou com Arthur Aguiar na edição de 2015; (10) o ator Rafael Zulu, 34 anos, fazendo par com Yanca Guimarães, que dançou com Marcelinho em 2016; (11) o ator Raul Gazolla, 61 anos, fazendo par com a estreante Pâmela Gomes; e (12) o ex nadador Thiago Pereira, 31 anos, fazendo par com a estreante Natália Zanin. Para quem tiver curiosidade de ler comentários a respeito dos desempenhos, repertório e figurinos, recomentamos este site, que faz comentários hilários tanto sobre o Dança dos Famosos quanto sobre o Dancing Brasil: www. paneladeseries.com.br. DIVA DOS BAILES Continuam abertas as inscrições para o concurso Diva dos Bailes, que será realizado no intervalo do baile de mesmo nome, dia 25 de novembro, no clube Casa da Vila da Feira, na Tijuca. Para facilitar o acesso ao regulamento e à ficha de inscrição, EroSampaio disponibilizou seu número no whatsapp (97238-0497), pelo qual as informações poderão ser requeridas e enviadas. Paralelamente à organização deste evento, EroSampaio planeja a comemoração de seu aniversário, dia 28 de outubro, na Estudantina Musical. DESLIGAMENTO Em seu perfil no Facebook, dia 25 de agosto, Karina Sabah comunicou seu desligamento, juntamente com Marcelo Cunha, do Centro de Dança São Paulo, antigo Centro de Dança Jaime Arôxa Campo Belo, que dirigiram durante 22 anos. NOTAS DE FALECIMENTO >>>Faleceu dia 29/07/17 Edmundo Puga Lago, padrasto da profª Stelinha Cardoso. Puginha, como era carinhosamente chamado, estava sempre presente aos bailes do Espaço X, ajudando na administração das comandas. >>>Faleceu dia 21/08/17 dr. Edil Murilo dos Santos Junior, jurídico do Jornal Falando de Dança. ___________________ Editado por Leonor Costa


12

ANO 10 - Nº 120 SETEMBRO / 2017

Circulando pelos eventos de apoiadores e patrocinadores

www.jornalfalandodedanca.com.br ISSN 2237-468X

6

1

2

3

4

7

5

Iniciamos a seção com as fotos do acervo da amiga Angela Abreu, colaboradora do JFD nas zonas Norte e Oeste. (1) Aniversário dos dançarinos Eduardo de Sá e Camila Carlos, no Baile do Amigo (21/07). (2) Aniversário da dançarina Maria Clara, comemorado no Baile do Amigo. (3) Aniversário dos dançarinos Jorge Rosa, Ana Pantaleão e Andrea Paiva, comemorado no Império Serrano. (4) Aniversário de 80 anos da dançarina Ibyara, comemorado dia 29/07, em casa de festas. (5) Aniversário da promoter Célia Mendes, comemorado dia 10/08, na Casa Elandre. (6) Aniversário do dançarino Roberto, comemorado no Baile do Amigo. (7) Reginaldo Alexandre foi um dos pais do ano, no Baile dos Pais realizado por Angela Abreu na Aspom, dia 18/08. As fotos das coberturas feitas por Angela Abreu podem ser acessadas pelo seu perfil no Facebook.

1

2

3

4

5

(1) Ainda no Baile dos Pais, de Angela Abreu, o dançarino Nilton foi o segundo sorteado como Pai do Ano. (2) No mesmo evento, comemoração dos aniversários dos dançarinos Marília (centro da foto) e Geraldo. (3) Aniversário da dançarina Mozinho Gadelha, dia 06/08, comemorado na academia. (4) Encerrando os registros da amiga Angela, temos a aniversariante e promoter Pinta (vestido claro) ao lado de amigas, em seu baile de aniversário, dia 19/08, na Casa Elandre. Passando às coberturas do JFD, (5) registro feito no Baile do Amigo, organizado por Angela Abreu: a promoter ladeada pelos integrantes da bana Novos Tempos, que animou o evento.

1

2

4

3

5

Continuando os registro do JFD, fotografamaos as simpáticas colaboradoras de Angela Abreu no Baile do Amigo, Glória (1) e Andrea Paiva (2). Na sequência, alguns dos assíduos frequentadores dos bailes da Angela.

1

2

3

4

5

Dia 25/07, Luciana Santos comemorou seu aniversário no happy hour da sua academia no Centro do Rio, que acontece toda a última terça-feira do mês, das 17 às 20h. Nas fotos, a aniversariantes com alunos e convidados.

1

2

3

4

5

6

Registro do baile de forró organizado por Parcifal e Vania Cortes dia 29/07, no clube Canto do Rio, em Niterói. (1) A partir da esquerda, Reinaldo Silva, Zé, Roberto Miranda (Humaitá A. C.), Parcifal, Reinaldo Gonçalves e Genilton Muniz. (2) As três primeiras colocadas no concurso de melhor caipira. (3) Vania Cortes entregando o prêmio à terceira colocada. (4) Roberto Miranda com Shirley. (5) Parcifal com a prof. de dança de salão do Canto do Rio, Regina Alves. (6) Parcifal e o diretor do Jornal Falando de Dança, Antonio Aragão. Veja nossas coberturas fotográficas no link de álbuns de fotos em www.facebook.com/JornalFalandoDeDanca.

4

5

1

6

2

3

7

8

Ainda dos registros do baile de Parcifal e Vânia, dia 29/07, (1) Alexsandre (direita da foto), diretor social do Canto do Rio, com esposa e com Nei; (2) prof. Reinaldo Gonçalves com a esposa Ana Paula. Na sequência, fotos de acervo: (3) da Amazonas Dance, registro do baile no Horto do Fonseca, dia 30/07, sob comando de Gustavo Loivos (primeiro plano); (4) da Academia de Dança Luciana Santos, registro do seu happy hour mensal, dia 08/08. Voltando aos registro do JFD, Baile dos Pais, organizado por Angela Abreu, dia 11/08: (5) Aragão e Marise Santos; (6) Denise Abrantes, Angela Abreu e Porfírio: (7) Angela com o promoter Leo Bumba; (8) a promoter com o diretor da banda Novos Tempos, Robson Crispim.


ANO 10 - Nº 120 SETEMBRO / 2017

Circulando pelos eventos de apoiadores e patrocinadores

www.jornalfalandodedanca.com.br ISSN 2237-468X

1

13

fotografia: Leonor Costa e Antonio Aragão, exceto quando mencionado em contrário

2

5

3

4

(1) Promoter Célia Mendes, em seu Baile dos Leoninos, realizado este ano no dia 18/08, no Club Municipal, para celebrar seu aniversário e o daqueles de mesmo signo. (2) A aniversariante com Sidnei Amorim. (3) No mesmo evento, Geraldo Lima, Valdeci de Souza e Jaime José, também aniversariante da noite. Na sequência, também em registro de Antonio Aragão, do Jornal Falando de Dança, Baile da Glória, realizado dia 20/08, pelo Clube dos Democráticos, em hommenagem à sua padroeira. (4) Prentice dos Anjos e a esposa Leila. (5) Maria, Duda e Malvina. Leia a história dos Democráticos na edição 113 do Jornal Falando de Dança.

1

2

3

4

5

6

Ainda em registro de Aragão, no Baile da Glória do dia 20/08, (1) Vera Muniz; (2) Rosana e Cristina; (3) Glória, Xavier e Vera; (4) Maria Rita e Prentice; (5) Rosana e Alcir. Na sequência, Aragão registra a dançarina Marlene Ribeiro e partner, dia 23/08, no almoço dançante promovido por Myriam Linhares e Nelson Veloso na Casa dos Açores (6).

1

2

3

4

Dia 23/08 Myriam Linhares e Nelson Veloso realizaram a primeira edição de seu almoço dançante, na Casa dos Açores. O evento incluiu baile com música ao vivo e dançarinos, buffet variado com bebidas e sobremesas, bingo e sorteios diversos. Aragão do JFD esteve lá e captou alguns momentos. (1) Myriam, Nelson Veloso e sua mãe. Na sequência, os promoters do evento e convidados. Veja a cobertura completa no perfil do JFD no Facebook.

1

5

9

2

6

7

10

11

Encerramos esta seção com a cobertura do lançamento do livro Caminhos do Samba Carioca, de autoria de Jaime José Pereira da Costa, ex-presidente da APDS e diretor artístico do Studio de Artes Bangu. O lançamento aconteceu dia 20/08, no salão nobre do Bangu A. C., que ficou lotado de amigos, alunos e convidados. Durante o evento foi servido coquetel, houve apresentações de dança e o anfitrião prestou diversas homenagens. (01) Família Costa. (02) Família Santos. (03) Família Mangueirense. (04) Os alunos do Studio de Artes Bangu. (05) Malandro Nonato. (06) Depoente João Batista e 14 15 esposa Maria. (07) Jaime e amigas, tendo, à esquerda, Mara Lúcia, diretora do evento. (08) O espetáculo. (09) Com Ana Romano, atual presidente da Associação dos Profissionais e Dançarinos de Salão do RJ - APDS/RJ. (10) Familiares com D. Penha (2ª esq.), homenageada. (11) Com Aragão do Jornal Falando de Dança. (12) Diretoria da APDS/RJ. (13) Família Toniasso. (14) Cumprimentando Leandro Azevedo (SPDRJ), Aragão e Jorge Bravo. (15) Com Andressa e Gustavo Loivos (vice-presidente APDS). (16) Público

3

4

8

12

13

16


14

ANO 10 - Nº 120 SETEMBRO / 2017

SEGUNDAS Baile da Melhor Idade do Club Municipal Na Tijuca, todas as segundas, das 16 às 20h. Inf.: 2569-4822. Baile da Primavera no Club Municipal Dia 18/09, 16h, com Orquestra Tupy. V. anúncio com a programação do clube nesta edição. TERÇAS Baile da Conceição da Bahia Na Tijuca, geralmente na última terça do mês, baile da academia, com dançarinos. Inf. 22882087 / 9-9679-3628. Tijuca Tênis Clube Ligue para confirmar. Inf. (21) 3294-9300. Terça dançante da Gaúcha Baile da Graça toda terça, 20h, na churrascaria Gaúcha. Inf. 2558-2558. V. anúncio nesta edição. Baile do Studio de Dança Flávio Marques No Centro do Rio, toda terça, 12h. Inf. 2223-0530 / 9.9745-2305. Baile da Ac. Luciana Santos Última terça-feira do mês, 17h, com dançarinos. V. anúncio da academia publicado nesta edição. Inf. 9-9986-7749. Baile de tango no Studio Marquinhos Copacabana Às terças, 19h. Inf. 981-795-710. QUARTAS Quarta dançante na Gaúcha Toda quarta, 20h, com dj Betinho, na Churrascaria Gaúcha. V. anúncio nesta edição. Inf. 2558-2558. Dançando na Quarta Na Tijuca, Casa dos Poveiros. Inf. 2578-4361 / 7830-3009. Quartas Democráticas Na Lapa, toda quarta, no Clube dos Democráticos, forró ao vivo. Inf. 2252-4611. Baile dos Amigos da Dança, na Taquara Toda quarta, 18h, no G. R. Português de Jacarepaguá. Inf. 2423-3585. Baile do Almoço No Centro do Rio, toda quarta, 12h, no Espaço X de Stelinha Cardoso. Inf. 2223-4066 / 9-8780-2223. Quarta dançante no Mauá (SG) Baile beneficente mensal, geralmente na primeira quarta-feira do mês, org. prof. Genilton. Inf. 973-538-170. Almoço dançante na Tijuca Na terceira quarta-feira do mês, almoço com tudo incluído e equipe de dançarinos, na Casa dos Açores. Org. Nelson Veloso (97007-4392) e Myriam Linhares (99962-0759). Grande Baile das Poderosas Dia 06/09, 19h, no Paratodos da Pavuna, com Os Devaneios. Inf. 988-740-012 (Geraldo Lima). V. anúncio nesta edição. Baile da Independência Dia 06/09, 18h30, na Casa Elandre, com banda Alto Astral. Inf. com Luiz Batalha: 970293103 / 98998-6661. Baile da Proclamação Dia 15/11, 17h, no GRES Portela, com Orquestra Tabajara e Bateria Tabajara do Samba. V. anúncio nesta edição. Inf. Geraldo Lima 2527-2300 / 988-740-012). Baile especial no clube Mauá (SG) Dia 22/11, 19h, com banda Sol e Mar, comemorando a Semana da Dança de Salão do RJ e os aniversários do mês. Inf. 97353-8170 (Genilton). V. anúncio nesta edição. QUINTAS Tango Gala Em Copacabana, baile mensal de tango, na Academia Alvaro Reys. Inf. 2547-0861. Quinta dançante da Gaúcha Em Laranjeiras, toda quinta, na Churrascaria Gaúcha, com opção de dançarinos de ficha. Inf. 2558-2558. Bailinho do Clube do Rocha No Rocha, na segunda quinta-feira do mês, com equipe de dançarinos (sist. ficha). Inf. 3256-5833 / 9.6423-7917. Bailes da Integração Em Madureira, Casa Elandre, org. Sidnei Amorim (97109-1666) e Célia Mendes (97599-3321). Ligar para confirmar. Almoço dos Aposentados do Club Municipal Na Tijuca, 1ª quinta-feira do mês, 12h, música ao vivo com almoço. Inf. 2569-4822.

Roteiro de eventos de patrocinadores e apoiadores Baile da Independência na Aspom Dia 07/09, 15h, com Prosperasom, Estação Rio e Alto Astral. V. anúncio nesta edição. Inf. 99828-9064 (Ana Pantaleão). Baile da Independência com Orquestra Tabajara, em Niterói Dia 07/09, 17h, no clube Canto do Rio, comemorando os 83 anos de fundação da orquestra. Inf. com Geraldo Lima: 2527-2300 / 988-740-012. “O Samba mandou me chamar” Dia 14/09, 19h, baile mensal só de samba, com banda Alto Astral, na Gafieira Estudantina. Produção: Denise Abrantes (964587280). SEXTAS Baile da C. D. Carlinhos de Jesus Em Botafogo. Inf. 2541-6186 Baile da Cachanga do Malandro (Carlos Bolacha) Na Lapa. Inf. 3647-1006 / 97916-0141 (Tim) Baile da Ac. Cristiano Pereira Em Bonsucesso. Inf. 3868-4522. Casa dos Poveiros Na Tijuca. Inf. 2578-4361 / 7830-3009. Sexta Carioca na Gaúcha Em Laranjeiras, com dj Betinho tocando o melhor de todos os ritmos. Inf. 2558-2558. V. anúncio nesta edição. Milonga Xangô Na Lapa. Inf. 3970-2457. Espaço Dança Comigo No Estácio, toda sexta (antiga ac. Caio Monatte). Inf.2273-4346. Baile X No Centro do Rio, toda sexta, 18h, no Espaço X de Stelinha Cardoso. Inf. 2223-4066. V. anúncio nesta edição. Happy Hour do CASS No Estácio, grátis, baile mensal do Clube do Servidor Municipal, geralmente na 1ª sextafeira do mês. Inf. pelo email nodadanca@ gmail.com. Casa de Viseu Em Vila da Penha. Inf. tel.3391-6730. Sexta dançante no sobrado Em Pilares, toda sexta, baile do Studio de Dança Henrique Nascimento. Inf. 3899-7767 / 7706-0217. Pagode do Municipal Na Tijuca, geralmente às sextas. Inf. 25694822. Seresta dançante no Canto do Rio, Niterói Todas as sextas. V. programação do clube na página 2. Inf. 2717-5023. Bailes do Zé no Clube Tamoio (SG) Baile bimestral, 20h. Já agendados: 20/10, com banda Milênio. V. anúncio publicado nesta edição. Inf. 99589-0522. Sexta Pra Dançar na Estudantina Toda 1ª e 3ª sexta-feira do mês, das 17 às 23h, com djs Jorge Nego e Nelsinho. V. anúncio da Estudantina, nesta edição. 9º Baile da Rabanada Dia 15/12, 19h, no Mackenzie, com Os Devaneios. Inf. Léo Bumba 99818-7075. SÁBADO Baile do Núcleo de Dança Amantes da Arte No Méier, 2º sábado do mês. Lotação limitadas, ligar antes. Inf. 2595-8053 / 9-8142-5371 (Cláudio Almeida). Baile-Ficha em Copacabana Todo sábado,19h, no Studio de Dança Marquinhos Copacabana (v. anúncio nesta edição). Inf. 2256-1956 e 2548-7755. Bailes na Escola Jaime Arôxa Botafogo Todos os sábados: 1º sábado: Rastapé & Batucada; 2º sábado: Tum & Tum; 3º sábado: zouk; 4º sábado: Milonga Carioca. Inf. 25422040. V. anúncio nesta edição. Gafieira Estudantina Na Praça Tiradentes, bailes todos os sábados, a partir das 20h. Inf. 982-876-933. Sábado Especial na Gaúcha Em Laranjeiras, com duas bandas, todo sábado, 20h, na Churrascaria Gaúcha. Inf. 25582558. V. anúncio nesta edição. Zouk Explosion na academia Lídio Freitas Baile mensal. Inf. 2565-6253. Baile dos Sonhos Dourados Na Taquara, todo sábado, 18h, no G. R. Português de Jacarepaguá, com grupo Som e Vozes. Dançarinos grátis. Inf. 2423-3585.

Bailes no Espaço F (Freguesia) Freguesia, Jacarepaguá. Inf.: 9-8702-0078. Baile da Melhor Idade, em Mesquita Todo segundo sábado do mês, no Espaço de Dança R & A, do prof. Reginaldo. Inf. 97650-2746 / 9-8809-3888. Bailes do Clube das CelebrIdades. Inf. 2257-3898 / 99777-1338 / 98567-7874. Baile aula mensal no Catete Das 10 às 12h30. Realização: Elis de Jesus. Inf. 98907-2770. Bailes no Clube Humaitá, Niterói V. anúncio com a programação do clube, na pág. 2. Inf. 98787-0068. Baile de flash back no Club Municipal Geralmente no último sábado do mês, ligar para confirmar. Inf. 3528-8966. Baile de aniversário da profª Martinha Dia 02/09, 16h, no GRES Beija-Flor de Nilópolis, com bandas Novos Tempos e Alto Astral. V. anúncio nesta edição. Inf. 996281215. Amantes da Dança, O Baile Dia 23/09, 20h, no Canto do Rio, org. Reinaldo Silva e Sandra Lopes, c/djs Reinado Silva, Pedro Pedrada, Viviane Chan e Sandra Lopes. Evento chancelado pela APDS. V. anúncio da APDS nesta edição. Aniversário de EroSampaio Dia 28/10, 18h, na Estudantina Musical, com banda Alto Astral e dj W. Negrão. V. anúncio nesta edição. Inf. 97238-0497. Baile e concurso Diva dos Bailes Dia 25/11, na Casa da Vila da Feira, baile com desfile no intervalo da banda Milênio. Inf. Erosampaio: 9-7238-0497. Baile dos 104 anos do Canto do Rio Dia 11/11, 20h, grande baile de aniversário com buffet e open bar. Orquestra Tupy. V. anúncio com a programação do clube. Inf. 2717-5023. Baile de Aniversário da Amiga Angela Dia 02/12, na Aspom, com Novos Tempos. Início 19h30. Inf. 3017-0953 / 99973-1408 / 97679-4093. V. anúncio nesta edição. Baile da Amizade, Vermelho e Branco Dia 09/12, 20h, com conj. Aeroporto e dj Viviane Chan, no Canto do Rio. Org. Parcifal e Vânia Cortes. Inf. 2704-6915 / 99733-4111. V. anúnvio nesta edição. Super festa de Natal Dia 16/12, 14h, no Clube dos Bombeiros, com Os Devaneios e Milênio. V. anúncio nesta edição. Inf. 97153-7665 (Carvalho). Baile à fantasia no Canto do Rio Dia 27/01/2018, 20h, comemorando o aniversário de Parcifal e dos aniversariantes do mês. Inf. 2704-6915 / 99733-4111. V. anúncio nesta edição. DOMINGOS Domingueira do Canto do rio Centro de Niterói, todo domingo, 19h, com banda ao vivo. Inf. 2717-5023. V. programação das bandas no anúncio da pág. 2. Dançando à beira da piscina, em Niterói Centro de Niterói, tempo permitindo, no clube Canto do Rio, 13h. V. programação do clube publicada nesta edição. Inf. 2717-5023. Domingueira Democrática Na Lapa, todo domingo, 20h, com banda ao vivo. Inf. 2252-4611. V. anúncio nesta edição. Domingueiras do Club Municipal Na Tijuca, das 13 às 19h. V. anúncio nesta edição. Inf.: 2569-4822. Domingueiras Casa da Vila da Feira Na Tijuca, 13h, almoço social com música ao vivo. V. anúncio. Inf.: 2293-1542. Domingueira da Aspom Em Piedade, todo domingo, 18h: Os Devaneios (1º domingo); Alto Astral (2º e 5º domingo); Novos Tempos (3º domingo) e Estação Rio (4º domingo). Inf. 2596-3974. Domingo dançante na Gaúcha Em Laranjeiras, todo domingo, 20h, na Churrascaria Gaúcha, dj Betinho tocando todos os ritmos. Inf. 2558-2558. V. anúncio nesta edição. Forró é na Ariapó Na Taquara, todo domingo, 18h, grupos de forró ao vivo no G. R. Português de Jacarepaguá. Inf. 2423-3585. Domingueira Jaime Arôxa Tijuca Inf. 7856-5288 / 2565-6253. Gafieira Elite No Centro do Rio, Domingueira da Paulinha, todo 1º e 3º domingo do mês, com dj Paulinha Leal. Inf. 2232-3217.

Baile de tango na Ac Jimmy de Oliveira No Catete, 3º domingo, org. Márcio Carreiro. Inf. 2264-6044. Ligue para confirmar. Domingueira na Ac Jimmy de Oliveira Inf. 2285-6920 / 9-9476-8130. Ligue para confirmar. Baile no Horto do Fonseca Baile mensal gratuito, das 11 às 14h, no Horto do Fonseca, em Niterói. Realização: Amazonas Dance. V. anúncio na pág. 16. 45ª Excursão e Pic Nic Show Dia 17/09, das 9 às 18h, na sede campestre do CSSE, com Copa 7 e Alto Astral. V. anúncio nesta edição. Inf. Luiz Batalha 970293103/99573-8191. AVISOS, SHOWS, PASSEIOS, MOSTRAS, FESTIVAIS, COMPETIÇÕES, TEATRO, WORKSHOPS, CURSOS e outros: Shows do Proj. Conexión Sin Fronteras V. anúncio nesta edição. Excursão dançante a Aparecida do Norte, Holambra, Atibaia e Campinas De 7 a 10/09, com bailes com banda Alto Astral e dj Viviane Chan. Inf. Edson Santos 3681-4760. Ver os passeios da Semeatur na contracapa desta edição. Show de Giovana Galdino (The Voice Kid), no Helênico Dia 15/09, com abertura às 18h com banda Cover Bit. V. anúncio do Helênico nesta edição. Show de Elymar Santos, no Helênico Dia 30/09, com abertura às 17h com Enio Barone. V. anúncio do clube nesta edição. 17º Encontro APDS no Centro Coreográfico Dia 15/10, das 10 às 15h, com o tema “Teoria Musical Aplicada ao Ensino da Dança de Salão”. Ministrante: João Batista (Escola Caxiense de Danças). V. anúncio da APDS. Festa tropical em Angra dos Reis Dias 21 e 22/10, passeio dançante com pensão completa, à Sede Náutica Club Municipal, em Angra, com pensão completa, música ao vivo (Enio Baronne) e dançarinos. Grupo fechado organizado pela Casa de Dança Sérgio Castro. Inf. 98626-5044. Assembleia Geral Ordinária da APDS Dia 19/11, 10h, no Club Municipal. V. anúncio da APDS nesta edição. Semana da Dança de Salão do RJ Eventos comemorativos da já programados: (19/11) aulas e baile grátis marcando a abertura da SDS/2017; (22/11) baile com banda Sol e Mar no clube Mauá de São Gonçalo; (25/11) mostra coreográfica da APDS no Interdanças do Forte de Copacabana, entrada franca; (26/11) baile de encerramento com entrada franca, no Horto do Fonseca (banda Alto Astral). Inf. 99723-7372 (Ana Romano). Cruzeiro dançante no MSC Música De 3 a 7/12, em grupo fechado pela Semeatur, incluindo 2 bailes com banda Alto Astral, 1 baile com dj Viviane Chan, aulas de dança e dançarinos de apoio. Inf. Edson Santos 36814760. Ver os passeios da Semeatur na contracapa desta edição. Fim de Semana Dançante em Angra Dias 16 e 17/12, passeio dançante da Semeatur (Edson Santos), incluindo baile com dj Viviane Chan e dançarinos de apoio. V. anúncio na pág. 16 desta edição. Inf. 99133-0477. EVENTOS EM OUTRAS CIDADES E ESTADOS (consulte também a programação das bandas e djs) NITERÓI / SÃO GONÇALO / ALCÂNTARA Ver programação por dia da semana. MARICÁ / RJ Bailes Moreira Studio de Dança. Inf. 9-87446884. Ligue para confirmar. ITABORAÍ / RJ Noites dançantes com música ao vivo no Esporte Clube Comercial de Itaboraí, todas as quintas, 19h30. Inf. 2635-2333. Ligue para confirmar. RIO DAS OSTRAS / RJ Bailes do grupo Renascer, na rua Renascer da Terceira Idade, Jd. Campomar. Inf. (22) 2764-6700. NOVA IGUAÇU Toda sexta, baile na casa de shows RioSampa. Inf.2667-4662 DUQUE DE CAXIAS Bailes da academia de dança ESCADAS. Inf.

www.jornalfalandodedanca.com.br ISSN 2237-468X

9-9968-7622 (João Batista). PROGRAMAÇÃO DAS BANDAS E DJ’S PATROCINADORES/APOIADORES: Banda Alto Astral Inf. (21) 3762-2669 / 9-6458-7280. V. anúncio nesta edição. Acompanhe a atualização da agenda pelo facebook. Já agendado para setembro: (01) Studio de Dança Henrique Nascimento; (02) Beija Flor de Nilópolis; (03) Sindicato dos Metalúrgicos; (06) Elandre; (07) Castelo; (08) Sítio do César; (09) Lapa 40 Graus; (10) Aspom; (14) Estudantina; (15) Cassino dos Afonsos; (16) Club Municipal; (17) Excursão + CIB; (22) Oswaldo Cruz; (23) Lespan + Lapa 40 Graus; (24) Beijar Flor de Nilópolis; (29) Poveiros + Espaço Franklin; (30) Associação de Moradores MERC. Banda Milênio Inf. Larissa Pimenta: 9.6990-9789 e 9.76464857. Já agendado para setembro: (03) CBSM Marinha; (06) Espaço Colúmbia; (07) Elandre; (07) Rio Scenarium; (08) Sargento de Cascadura; (09) Elandre; (10) Mello T. C.; (16) Salão Milenium; (17) Boêmios de Irajá; (22) Sesc de Ramos; (24) Paratodos da Pavuna; (28) Rio Scenarium; (29) Sítio do César; (30) evento particular. Banda Estação Rio Inf. (21) 2143-8891 / 97447-2795 / 9.6434-2581 / 9.6411-0121. Banda Status Rio Inf. Zeca Teixeira 3793-4415 / 98130-9552; 7837-2144 (Janete); (21) 3762-6535 (Ilsa). Conjunto Aeroporto Inf. 2280-2356 / 9-9994-5580, Sr. José. Banda Brasil 10 Inf. (21) 2570-0336 / 99445-5131 (Fabiano Brasil). Banda Brasil Show Inf.: (21) 2691-7294 / 9-9667-1814. Banda Caribe Inf. (21) 2508-1315 (Antonio Carlos). Banda Cassino Brasil Inf. 2427-0861/7819-3214 Banda Copa 7 Inf. 7894-6319 Banda Holiday Inf. (21) 3371-4239 / 9-9664-1080 (Paulo) Banda Lua Nova Rio Inf. (21) 9-86661864 / 9-7649-9548 / 986.589.867 (Daniel). Banda Novos Tempos Inf. (21) 36249446 / 9-9727-2195 / 9-8276-3300 (Robson). Conjunto Os Devaneios Inf. (21) 9-93654362 (Jorge) / 2762-0069 (Luiz) Banda Paratodos Inf. Toninho Moreira, tels. (21) 3477-4308 / 964-779-022. Banda Pérolas Inf. (21) 3178-3369 / 9-9956-7278 (Aldair). Banda Phenix Inf. (21) 9-9390-3475 / 2482-4911 / 7731-2474 (Ruan Carlos) Banda Resumo Inf. (21) 2462-5080 / 98289-9287 / 9-7363-9927 (Emerson Ribeiro). Banda Rio Balanço Inf. (21) 3072-2500 / 99464-0953 (Washington) Banda Rio Postal. Inf. (21) 3018-3087 / 97022-6025 (Cosme); 97026-9367 (Rogério). Banda Shock Casual Inf (21) 3406-9367 / 9-8611-3154 Banda Sol & Mar Inf. (21) 2225-6925 / 98769-9980 (Fernando). Grupo Som e Vozes Inf. (21) 2757-2564 / 9.6434-3243. Grupo Trinidance Inf: (21) 9-9854-9827. W. P. Show Inf: (21) 2596-4786 / 97122-5528 (Sidnei). DJ Cícero Souza Inf. (21) 98836-4492 DJ Evando Santos Inf. (21) 98812-3188 DJ Fabiano Silva Inf. (21) 7723-0745 DJ Fábio Marques Inf. (21) 7804-5051 / 9.9304-6717. Dj Guisner Inf. (21) 2260-1332 / 9-9732-3594. DVJ Luiz Carlos Alves Inf. (21) 97000-1034 Dj Pedrada Inf. (21) 9-9775-2102 DJ Renato Ritmus Inf. (21) 9-9692-1752. DJ Renatinho Inf. (21) 7866-2721 / 99682-6671 / 9-9236-6513. DJ Tom Silva Inf. (21) 98390-9550 DJ Viviane Chan Inf. tel (21) 9-94629322. DJ W Negrão Inf. tel (21) 9-9022-7905. _____LIGUE PARA CONFIRMAR____ Programação sujeita a alterações. Ligue antes! Informe ao promotor onde viu a dica, ajudando-nos a comprovar a utilidade desta seção.


banda

Banda

Mil3nio

ALTO ASTRAL Denise Abrantes

Larissa Pimenta: 96974-6942 Wellington: 96930-0653

(21) 3762-2669 | 9.6458-7280

Abrigo Toca do Gatil

Apoio:

DANÇA DN E ÇS AA LDÃE OS A L Ã O DA

Av. Presidente Vargas, 583 Salas 2206/2207 CEP: 20071-003 Centro | Rio de Janeiro

Dr Wagner Tavares Médico veterinário CRMV 6599

tel. (21) 2224-5913 2531-7541 9 8478-1944 contato@spdrj.com.br

Atendimento domiciliar: 9.9938-3920

Somos uma entidade privada, de caráter socio cultural e educativo, sem fins lucrativos MISSÃO: contribuir com estratégias e ações para a preservação da memória da dança de salão e para o crescimento deste segmento

&

CIA

CONHEÇA A LINHA COMPLETA NO SITE

TAMBÉM À VENDA NAS LOJAS CAPÉZIO DE TODO O BRASIL

PRONTA ENTREGA PELO SITE www.arranjosecia.com/loja

Elaboramos peças exclusivas, consulte-nos: (11) 2331-6633 / 9.9529-0273

PA T

C ONSERTOS

EXECUTA-SE QUALQUER CONSERTO QUE FAZ PARTE DA ARTE COM A MÁXIMA PERFEIÇÃO RUA JOAQUIM SILVA, 15 - LAPA TEL. 2510-2121

JMCOM

A

ANJO R R

SA

ASSOCIE-SE | FORTALEÇA ESTE MOVIMENTO

I AR

MA O AR

www.capezio.com.br

www.apds-rj.blogspot.com.br apdsrj 2232-0586

VISÃO: Ser reconhecida como entidade representativa dos amantes, praticantes e profissionais da dança de salão do RJ

S

Parte integrante do Jornal Falando de Dança - pág. 15 - ed. 120 - SETEMBRO / 2017 - Para anunciar aqui, ligue (21) 9-9202-6073 / 2551-3334

Pavuna - Rio de Janeiro - RJ - (F) vcvaz

Fundado há 15 anos por Antonio Vaz e Vanessa Vaz, pai e filha, que resgatam principalmente gatos atropelados, doentes e/ou abandonados. Cuidam, vacinam, castram e colocam para adoção. Hoje o abrigo tem cerca de 60 animais para cujo trato os Vaz necessitam de ração, cloro e jornais. Também aceitam sobra de medicamentos veterinários na validade. Entre em contato pelo Facebook, eles buscam as doações a domicílio. Se preferir, colabore com qualquer quantia. Seu mínimo, para eles, é o máximo! Itaú, Ag. 0388, conta 44249-3

$& ¸$! &z”

%FVTÏåFM


ANGRA DOS REIS

INVESTIMENTO

R$700,

Passeio SÁBADO e DOMINGO

Consulte parcelamento

16 e 17 Dez 2017

LOCAIS DE EMBARQUES: Barro Vermelho SG - Praia de Icaraí Aeroporto Santos Dumont - Shoping Via Brasil e Campo Grande

DANÇARINOS DE APOIO

REALIZAÇÃO

www.semeartur.com.br

DOM

CSSE - SEDE CAMPESTRE - PIABETÁ R. Santos Vieira 990 - Piabetá - Magé - RJ - t. (21) 2778-1609

17 45ª SET

das 9h às 18h

Ônibus saindo de vários bairros do Rio, Baixada e Niterói às 6h da manhã

= O MAIS TRADICIONAL DO RIO | EDIÇÃO 2017 =

COM

PAGODÃO BAILAÇO

COM

Grupo Br

Assim Somos Nós

ALTO

ASTRAL

E mais: DJ JAMILSON Tocando todos os ritmos

Informações:

LAZER TOTAL: RESTAURANTE - SALÃO - PARQUE AQUÁTICO COM 3 PISCINAS - 2 CAMPOS DE FUTEBOL

DOM

24

SET BAILE no Horto 11 ÀS 14H

apresenta

CLEVE: 3477-5822 / 96494-5600 LUIZ: 97029-3103 / 99573-8191 PINTA: 99020-2201

Reúna o seu grupo que vamos até você, apresentar este negócio!

DO FONSECA GRÁTIS

ROBERTINHO: 97521-5184 / 2597-0959 ÍNDIO : 96653-9839

Realização: Grupo de Excursões e Eventos - Apoio Cultural: Jornal Falando de Dança e todos os amigos que nos acompanham

Lançamento! Tenisinho Venha experimentar o seu

BAILE NO HORTO ESPECIAL DA SEMANA DA DANÇA DE SALÃO DO RJ (L. 3440/2000)

DOMINGO, 26 DE NOV, 11h

Entrega em até 48 horas, consulte o valor do frete

BANDA ALTO ASTRAL Já está à venda o 1º lote de ingressos para ÁREA VIP (só 40 lugares), somente para sócios adimplentes da APDS, com desconto de 50% Apoio cultural:

SCI = Sistema de Consumo Inteligente Trata-se da maior empresa de marketing de consumo do país. Você faz as suas compras de mês, recebe as compras em sua casa, pode seu custo chegar a zero e, ainda, passa a ganhar dinheiro! Assista à apresentação oficial no YouTube, digitando “CSI Apresentação de Negócios”

Grátis! Bag, na compra de qualquer calçado DESCONTOS DE ATÉ 20% NA LINHA BOUTIQUE PARA ASSOCIADOS:

ENCONTROS AQUI NA ESCOLA, EM SETEMBRO: ÀS QUINTAS, DAS 10H ÀS 11H

TURMAS NOVAS DE DANÇA DE SALÃO, SÁB, 10H30 E MEIO-DIA. INFORME-SE! DANÇAS DE SALÃO AULAS | COREOGRAFIAS CONTRATOS PARA BAILES VOCÊ ENCONTRA AQUI:

RUA VISCONDE DE ITABORAÍ 365

Direção: Gustavo Loivos Centro - Niterói - RJ (esquina com R. Marechal Deodoro) Vice-presidente da APDS site: www.amazonasdance.wix.com/escoladedanca Informações: (21) 2613-3276 / 9-9307-2736

Amazonas Dance

Parte integrante do Jornal Falando de Dança - pág. 16 - ed. 120 - SETEMBRO / 2017 - Para anunciar aqui, ligue (21) 9-9202-6073 / 2551-3334

ÔNIBUS TURISMO C/LANCHE A BORDO - HOTEL COM 1 JANTAR E 1 ALMOÇO PASSEIO EXCLUSIVO DE SAVEIRO - ZUMBA NA PISCINA COM REGINA BAILE COM DJ VIVIANE CHAN E RODA DE SAMBA DE RAIZ C/ GRUPO VERDADE

Jfd 120  

Jornal Falando de Dança, edição 120, setembro/2017

Advertisement