Page 1

ImplantCare Como aumentar o tempo de vida do seu implante

1


Conselho consultivo de especialistas Hugo Roberto Lewgoy, DDS, MSc, PhD, Departamento de Biomateriais. Universidade Bandeirante de São Paulo, SP, Brasil.

Jiri Sedelmayer, desenvolvedor dos seminários iTOP para pessoas com profilaxia e a técnica SOLO para escovação dos dentes. Kirsten Warrer, DDS, PhD, Departamento de Periodontologia, Royal Dental College, Universidade de Aarhus, Dinamarca.

2


Conteúdo

É verdade que os implantes dentais são imunes as fraturas e as doenças orais?

5

A diferença entre um dente e um implante

6

Risco: mucosites e peri-implantites

9

Agora as boas notícias

10

Cuidados orais para proteger o seu implante

11

Tipos de implantes

12

Os dispositivos de higiene oral

13

A escova dental sônica CURAPROX Hydrosonic

13

Escova dental CS 5460 ultramacia

14

Escova Unitufo CS single

15

Escova dental CS surgical megamacia

16

Escova BDC 152 para Prótese Total e Removível

17

Escovas interdentais CPS soft &implant

18

Escovas interdentais CPS prime

19

Floss & Fio dental

20

Enxaguatório com clorexidina e cremes dentais

21

3


O seu cirurgião-dentista fez um excelente trabalho. Os implantes dentais já estão finalizados e você pode mostrar um sorriso radiante novamente. Para mantê-lo pelo maior tempo possível, agora você precisa cuidar corretamente do seu implante.

Este folheto responde as perguntas: Por que eu preciso ter estes cuidados com a saúde oral, agora que eu tenho um implante que não irá enfraquecer? Como eu posso garantir a melhor higiene oral – de forma simples, suave e eficaz? Para ter a certeza que você permanecerá satisfeito com o seu implante ainda por um longo tempo, nós recomendamos que você leia este folheto. É importante que você realize a sua higiene oral de uma forma apropriada para o seu novo implante. Os produtos Suíços profissionais de saúde oral da CURAROX, o ajudarão nesta tarefa. Estes produtos são recomendados pelos melhores profissionais da Odontologia de todo o mundo.

4


É verdade que os implantes dentais são imunes as fraturas e as doenças orais? Até certo ponto, sim: eles certamente não terão cáries e dificilmente vão fraturar. Mas as possibilidades de ocorrerem inflamações semelhantes às que ocorrem nos dentes naturais (gengivites e periodontites), também ao redor dos implantes (mucosites e peri-implantites) são muito grandes. Estes processos inflamatórios destrutivos que atingem os tecidos moles e o osso no qual o implante está fixado são muito prejudiciais a sua saúde oral e geral. A inflamação pode ser tratada, mas é fundamental que as mucosites e peri-implantites sejam prevenidas para aumentar a longevidade dos implantes e melhorar a sua saúde e qualidade de vida como um todo.

Razão Esta doença infecto-inflamatória se se origina na margem da gengiva e/ou no sulco gengival. Mesmo em dentes naturais, as bactérias não encontram muita dificuldade para se instalar na estreita fenda existente entre os dentes e as gengivas, provocando inflamações como as gengivites e periodontites que são mais graves. Nos implantes dentais, as bactérias encontram uma situação ainda mais fácil. As razões são explicadas neste folheto.

Solução O fator mais importante para a manutenção do implante é a prevenção adequada: isso significa limpar os seus dentes e implantes regularmente com os dispositivos de higiene oral certo e da forma correta.cleaning your teeth regularly with the right tools in the right places.

5


A diferença entre um dente e um implante

Agora você precisa conhecer alguns termos técnicos. Eles facilitarão o entendimento porque você precisa ter um grande cuidado com o seu novo implante.

O periodonto e o ligamento periodontal Os dentes naturais estão firmemente fixados no periodonto, que é formado pelo osso e tecidos moles que circundam e suportam os dentes. O tecido existente entre a raiz dental e o osso chama-se ligamento periodontal, que possui um abundante suprimento sanguíneo. O sangue carrega importantes substâncias de defesa que proporcionam proteção contra as bactérias que podem penetrar através da fenda existente entre o dente e a gengiva (sulco gengival). Assim, um dente natural não se fixa diretamente no próprio osso, mas sim através do ligamento periodontal. Isto traz como vantagem a existência de um bom suprimento de sangue e a presença de substâncias protetoras do sitema

6


Menor fluxo sanguíneo significa menor capacidade de defesa contra as bactérias No entanto, nos implantes o ligamento periodontal está ausente: não existe tecido “protetor” entre o dente e a parede óssea, consequentemente o fluxo de sangue não é tão bom. O tecido que circunda os implantes denominado tecido peri-implantar, é semelhante a um tecido cicatricial e tem menor capacidade de defesa. Ou seja, sem um bom suprimento sanguíneo as defesas contra as bactérias ficam significativamente enfraquecidas.

O ligamento periodontal é bem vascularizado, porém, está ausente na metade direita do diagrama correspondente ao implante. Assim, fica mais fácil para as bactérias lesionarem os tecidos circundantes de um implante do que de um dente natural.

7


Fixação gengival (epitélio juncional e inserção conjuntiva) Na região do sulco gengival, o tecido mole que adere na superfície dos dentes ou implantes é chamado de epitélio juncional (parte mais superficial) e inserção conjuntiva (parte mais profunda). A fixação gengival na superfície do implante não ocorre de uma forma muito firme. Esta junção é tênue e pode se romper facilmente. Isto significa que o sulco gengival (fenda entre a gengiva e o dente) não fica fortemente aderido e fechado.

Resultado Nos implantes as bactérias podem penetrar mais facilmente através do sulco gengival, comparativamente a um dente natural. E as defesas normais contra as bactérias também estão enfraquecidas, porque o suprimento sanguíneo está reduzido.

Vale a pena cuidar bem e higienizar o espaço existente ente o implante e a gengiva – porque este espaço (sulco) é o local por onde as bactérias penetram mais facilmente. Elas podem ser removidas mecanicamente, através de uma escova dental, escova unitufo, escovas interdentais e fio dental, adequados para limpeza de implantes.

8


Risco: mucosites e peri-implantites

As bactérias se acumulam nos sulcos. Se o sulco não está adequadamente limpo, formam-se depósitos de bactérias (placa bacteriana ou biofilme oral), e isso resulta na inflamação ao redor dos implantes (mucosites). Com o passar do tempo esta inflamação pode progredir e atingir o osso (peri-implantites). Com o agravamento da doença ocorre uma reabsorção óssea no local onde o implante está fixado, podendo ocorrer até a perda do implante.

Sem dor A mucosite e a peri-implantite são quase imperceptíveise, pois não são dolorosas. O único sinal da doença é o sangramento das gengivas, que podem ser um sinal de alerta – assim, é importante que você faça uma revisão regular em seu cirurgião-dentista, pois a sua saúde pode estar em risco.

9


Agora a boa notícia O tempo de vida de um implante depende muito do cuidado com a higiene oral. Se as bactérias e placa bacteriana forem suavemente e completamente desorganizadas de uma forma regular, a inflamação e consequentemente as mucosites a peri-implantites podem ser evitadas e, provavelmente, o seu implante irá durar por um tempo muito longo e a sua saúde oral e saúde geral estaram preservadas.

Situação Ideal Higienizar o espaço existente entre o implante e a gengiva com todo o cuidado possível duas vezes ao dia, principalmente à noite antes de dormir. É exatamente neste local junto da margem gengival, na região entre o implante e a gengiva que as bactérias se mais se depositam, acumulam. A placa agride os tecidos e precisa se desorganizada mecanicamente.

Como? De uma forma eficaz, porém com suavidade - quando você utiliza as escovas corretas ao redor dos implantes você previne os problemas. Neste caso a escova dental com uma grande quantidade de cerdas ultramacias, as escovas interdentais CPS prime e CPS implant, a escova unitufo e o fio dental são fundamentais para a limpeza dos implantes. Estes dispositivos removem ou desorganizam a placa bacteriana mecanicamente: esta é realmente a melhor opção. Enxaguatórios orais podem ajudar em situações específicas, mas você apenas deve usar estes enxaguatórios após a consulta com o seu cirurgião-dentista de confiança.

Alertas Evitar os fatores de risco – especialmente cigarro, estresse e pouca higiene oral. Doenças sistêmicas como diabetes também aumentam os riscos de doenças peri-implantares.

10


A saúde oral ajuda o seu implante A CURAPROX oferece produtos desenvolvidos para manter o implante e a sua gengiva saudável. Nós recomendamos uma higiene suave e completa através da escova dental manual CS 5460 ultramacia, que possui cerdas extremamente finas e macias, escovas interdentais CPS prime e/ou CPS implant, e escova unitufo CS 1009, que é projetada para o uso com a técnica Solo. A escova dental sônica Hydrosonic também pode ser utilizada com muita eficiência e de uma forma totalmente suave.

Limpe como os especialistas O fio dental também faz uma higiene precisa. A clorexidina na forma de enxaguatório, gel e/ou spray oral pode ajudar - ela pode ser aplicada quando necessário, tendo uma rápida ação. Pergunte ao seu cirurgião-dentista a correta indicação.

E além disso Realize consultas regulares com seu cirurgião-dentista e faça e uma limpeza profissional pelo menos uma vez ao ano preferencialmente a cada seis meses. Aproveite esta consulta regular para treinar sua técnica de higienização oral.

Benefícios Com estas precauções e a higiene regular com os dispositivos adequados, você pode ajudar a garantir uma saúde oral perfeita, e que o seu implante fique bem protegido por um longo tempo.

11


Tipos de implantes Implantes unitários É necessário um cuidado especial na limpeza do próprio implante, especialmente nos locais onde o implante se conecta com as gengivas e nas vizinhanças dos dentes.

Próteses fixas implanto-suportadas e protocolo Em uma protese implanto-suportada parcial ou total, o pôntico suspenso, a estrutura da prótese bem como os implantes pilares devem ser completamente higienizados.

Próteses removíveis implantosuportadas Esta prótese é fixada aos implantes e pode ser retirada. Todos os componentes e encaixes do tipo barra-clips ou bola devem ser cuidadosamente higienizados.

Imediatamente após a colocação As gengivas ficam muito sensíveis após a cirurgia. A CURAPROX tem o dispositivo adequado para ajudar a manter os seus dentes e implante limpos e saudáveis, e ajudar a sua gengiva a se recuperar. Pergunte ao seu cirurgião-dentista quais produtos você deve usar para higienizar os seus implantes logo após a cirurgia. A escova CS surgical com cerdas megamacias pode ser uma excelente opção.

12


Os Dispositivos Escova dental sônica CURAPROX Hydrosonic

Pessoas com implantes são particularmente beneficiadas pelo uso da escova sônica Hydrosonic: a escovação das áreas críticas nunca foi tão simples, rápida e completa. Uma Hydrosonic funciona de forma tão suave que mesmo as pessoas com gengivas sensíveis podem respirar aliviadas. As escovas interdentais CPS prime e implant e um creme dental não abrasivo deve ser utilizado. O início de uma nova era na saúde oral – higiene oral perfeita com a Hydrosonic.

CURAPROX Hydrosonic CHS 100

As cerdas de CUREN® de uma escova Hydrosonic contribuem para o efeito hidrodinâmico e uma limpeza profunda em locais ocultos e de difícil acesso, entre os dentes e em particular, ao longo da linha da gengiva.

Uso Diariamente, de manhã e à noite.

13


Escovas dentais CURAPROX CS 5460 ultramacia As gengivas adoram a CS 5460 ultramacia, que é inacreditavelmente suave e eficiente graças às suas 5460 cerdas de CUREN®. Os implantes e as gengivas podem ser higienizados de forma suave e totalmente eficaz. São 5460 cerdas com apena 0,1mm de diâmetro. Uma nova experiência de escovação.

5460 cerdas de CUREN® para uma higiene completa e suave da superfície dos dentes e implantes

CURAPROX CS 5460 ultra soft

45 o

14

Uso Diariamente, de manhã e à noite.


Escova dental unitufo CURAPROX CS single As escovas com um único tufo são particularmente apropriadas para limpar o contorno das gengivas ao redor dos implantes, assim como para as barras conectoras, coifas telescópicas de próteses implantosuportadas fixas e removíveis. Possui um tufo com 9 milímetros de comprimento e cerdas de CUREN® com 0,15mm de diâmetro. Alternativa: uma CS 1006 tem um tufo com 6 milímetros de comprimento, ou seja, levemente mais curto. 9 mm

CURAPROX CS 1009 single

CURAPROX CS 1006 single

6 mm

Uma CS single pode ser dobrada facilmente em um ângulo duplo. Basta colocar a cabeça da escova na água aquecida e em seguida dobrar como desejar. Um ângulo duplo facilita o acesso da escova.

Uso Diareamente, de manhã e à noite.

15


Escova dental CURAPROX CS surgical megamacia

CURAPROX CS surgical mega soft

Com as suas cerdas de CUREN® megamacias, uma escova dental CS surgical é ideal para o uso após cirurgias: favorece a regeneração das gengivas e mantêm os implantes limpos. Desenvolvida em cooperação com a Universidade de Berna, na Suíça, possui 12 mil cerdas com apenas 0,06 milímetros de diâmetro.

16

Uso: Por cerca de uma semana após a colocação do implante, preferencialmente em conjunto com a clorexidina.


Escova para Prótese Total e Removível Escova CURAPROX BDC 152

CURAPROX BDC 152 brush

Uma escova para próteses totais e removíveis a BDC 152 é recomendada para a limpeza fora da boca. Esta escova para patenteada remove a placa bacteriana a as sujidades das próteses. Todas as partes podem ser limpas perfeitamente com os dois conjuntos de cerdas. Não deve ser utilizada diretamente na boca.

Uso Não se esqueça de nossos produtos para limpeza da prótese. Uso diário

17


Escovas interdentais CURAPROX CPS soft &implant Estas escovas interdentais fazem uma limpeza segura e eficaz em regiões de próteses fixas e do tipo protocolo. O fio plastificado evita que os implantes sejam riscados e danificados. Possui cerdas longas, macias, com pontas arredondadas e de diferentes diâmetros. O seu cirurgiãodentista indicará qual o tamanho mais adequado ao seu caso. As escovas CPS soft &implant também são recomendadas para as áreas sob as barras conectoras de próteses removíveis. CPS 507

CPS 508

CPS 512

CPS 516

› 2,0 mm

› 2,0 mm

› 2,0 mm

› 2,0 mm

› 2,0 mm

*

5,5 mm

7,5 mm

4,5 - 8,5 mm 12 mm

16 mm

**

CURAPROX CPS strong & implant

CPS 505

* mobilidade / ** efetividade 18


Escovas interdentais CURAPROX CPS prime As menores e melhores escovas interdentais do mercado O fio perfeitamente liso e polido de CURAL® (isento de níquel), evita que os implantes sejam danificados. O seu efeito “guarda-chuva” permite que as cerdas ultrafinas se expandam para preencher os espaços entre os dentes com uma excelente tensão, alcançando todas as áreas críticas e proporcionando uma higiene de forma efetiva e suave. A qualidade das CPS prime faz com que um único movimento de limpeza seja suficiente: vai e vem e está feito! CPS 07

CPS 08

CPS 09

CPS 011

› 0,6 mm

› 0,7 mm

› 0,8 mm

› 0,9 mm

› 1,1 mm

*

2,2 mm

2,5 mm

3,2 mm

4,0 mm

5,0 mm

**

CURAPROX CPS prime

CPS 06

As cerdas podem alcançar os sulcos e as outras áreas interdentais críticas para uma limpeza perfeita.

Uso: Diariamente, preferencialmente à noite antes de escovar os seus dentes: vai e vem. Feito.

19


Fio dental CURAPROX DF 845 implant&braces

CURAPROX DF 845 implant & braces

Este fio do tipo floss com ponta rígida foi especialmente desenvolvido para a limpeza ao redor dos implantes. Prático: Pontas com guia em embalagens com 25cm ou 50cm comprimentos de fio.

Fio dental DF 834 fio dental encerado

CURAPROX DF 834 dental floss waxed

Este fio dental sabor menta desliza perfeitamente através do ponto de contato entre os dentes e implantes. A área encerada deixa mais fácil o seu manuseio.

Uso Diariamente, preferencialmente à noite antes de escovar os seus dentes. 20


Enxaguatório com clorexidina e creme dental

CURASEPT ADS® 050

CURASEPT ADS 100

CURASEPT ADS® 212 ®

CURASEPT ADS® 350

CURASEPT ADS® 712

CURASEPT ADS® 220

A clorexidina pode ser um forte aliado na batalha contra as bactérias: para aplicação local ao redor do implante na forma de creme dental, enxaguatório, gel ou spray em diferentes concentrações. Pergunte ao seu cirurgião-dentista qual a melhor de aplicação para você. O CURASEPT ADS® não causa descoloração nem alterações no paladar.

Uso Conforme instrução do seu cirurgiãodentista,após a colocação do seu implante ou em áreas com inflamações na gengiva. 21


1 Bragger U, Karoussis IK, Persson R, Pjetursson B, Salvi GE, Lang NP. Complicações técnicas e biológicas/falhas com coroas simples e dentaduras fixadas parcialmente em implantes: 10 anos de grupo de estudo. Clin Oral Impl Res 2005; 16:326-4 Karoussis IK, Muller S, Salvi GE, Heitz-Mayfield LJA, Bragger U, Lang NP. Associação entre as condições periodontal e peri-implante: 10 anos de grupo de estudo.Clin Oral Impl Res2004;15(1):1:7 Lang NP, Mombelli A, Tonetti MS, Bragger U, Hammerle CHF. Testes clínicos em terapias para infecções peri-implantes. Anais de Periodontologia 1997:2(1):343-56 Renvert S, Roos-Jansaker AM, Lindahl C, Renvert H, Rutger Persson G: Infecção em implantes de titânio com ou sem um diagnóstico clínico de inflamação. Clin Oral Impl Res; 2007;Ago;18(4):509-16 Roos-Jansaker AM: Vida longa de acompanhamento da terapia de implantes e tratamento da peri-implantite. Swed Dent J Suppl; 2007;(188):7-66 Roos-JansakerAM. Lindahl C, Renvert H, Renvert S. Nove à catorze anos de acompanhamento do tratamento de implantes. Parte II, presença de lesões peri-implante. J ClinPeriodont2006;33(4):290-5

22


Para mais detalhes sobre os nossos produtos e filmes sobre o seu uso pode ser encontrado em:

www.curaprox.com.br Curaden CURADEN International AG Amlehnstrasse 22 CH-6010 Kriens T +41 (0)41 319 45 50 F +41 (0)41 319 45 90 info@curaden.ch

Brasil: Curaden Swiss do Brasil Imp. Exp. LTDA. Rua Maceió 667 / 673 – Barcelona CEP: 09550-250 / São Caetano do Sul – SP Telefone: 11- 42274190 23

0413-73314158

Curaden Swiss GmbH Industriestrasse 4 D-76297 Stutensee T +49 (0)7249 95 25 73 F +49 (0)7249 10 77 kontakt@curaden.de

Catálogo implante  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you