Page 1

| ANO 3 | EDIÇÃO 17 |

ESLOVÊNIA & CROÁCIA ART OF LIFE TOUR OUTLAW TUBARINHA PRIORITY TOUR - PARÁ ARARIPE DOWNHILL CHALLENGE DOWNHILL

MACHINE

EUAMOLONGBOARD

SKATE

CURIOSIDADE

PIC OF THE DAY • BUSINESS PLAN • FOTO DO LEITOR • INSTAS • CUIDE-SE


| índice Numa grande cidade, às vezes é preciso saber aguardar o momento correto pra se ter um pico inusitado à sua disposição; o bom disso é constatar que a paciência é uma virtude que, quase sempre, é muito bem recompensada. Renê Ropelle sincronizou o drop com o sinal fechado, aproveitou a descida sozinho e enfeitou a ladeira com esse belo halfcab tailslide . Viaduto do Laurão, Campinas (SP). Foto: Lucas Vieira

Capa: Mais um membro da nova geração do speed brasileiro, Bernardo Brambilla pede passagem fritando o asfalto durante as disputa do Araripe Downhill Challenge. Foto: Rique Barbo

34. Eslovênia & Croácia:

A região das Bálcãs engloba vários países do Sudeste europeu, e foi pra lá que o fotógrafo Simone Mondino e o skatista Alex “Geims” viajaram pra participar do KNK Longboard Camp. Confira altas imagens dessa trip numa matéria exclusiva para a CRVIS3R.

38. Art Of Life Tour:

Os franceses Tibs Parise e Oleev Torrin desenvolvem o projeto “Art Of Life”, que consiste em viajar pelo mundo andando de skate e filmando as cenas locais dos países por onde passam. A “Família Skate” de Juliano Cassemiro Reine Oliveira, o pequeno Lucca e muitos chegados colaram com os gringos em SP, Rio e Floripa. Veja como foi!

42. Araripe Downhill Challenge

Downhillzeiro legendário e colunista da CRVIS3R, Alexandre Maia conta como foi a primeira etapa do circuito brasileiro de downhill speed de 2015. A Linha Araripe de Garibaldi (RS) nunca mais será a mesma...

46. Priority Tour: Pará

Mais uma vez, a galera da Priority explora o país em busca de lugares pra andar em seus longs. Dessa vez, o destino foi a Região Norte, mais especificamente o estado do Pará. Entre peixes típicos, açaí fresco e muito calor, os caras não pouparam uretano, metal e madeira nos picos.

50. Outlaw Tubarinha

O que seria do skate de ladeira se não fossem os eventos “outlaw”?! Dessa vez, foi a galera de Minas Gerais quem juntou o respeitado pico da Tubarinha com a vontade de competir dos skatistas. Go downhill!

Seções: 08. Editorial

Novidades e estreias nessa edição.

10. Start

A união faz a força - e também pode viabilizar manobras. Na Barriga da Velha (SP), tudo é possível!

14. Lado A

Mais conteúdo do que no Facebook! Muitas novidades, campeonatos, lançamentos, curiosidades... e muito mais!

52. Pic Of The Day

Recheada com as melhores cenas, a seção está ilustrada pelas ótimas imagens de nossos colaboradores.

56. Business Plan

Apresentamos as novidades e produtos das melhores marcas.

<6>

CRVIS3R SKATEBOARDING

60. Cuide-se!

Nossa colunista Larissa Sampaio, como sempre, traz a melhor maneira pra se manter em forma no melhor estilo, diretamente e Brasília!

62. Onde Encontrar

Novas lojas a cada edição. Valorize sua skate/boardshop e adquira sua revista CRVIS3R Skateboarding nesses pontos de distribuição. Free!

65. Foto do Leitor

O leitor envia e nós publicamos a session... Participe!

66. Insta Foto

Elas fazem o skate ficar mais agradável e postam... Reproduzimos aqui!


CRVIS3R SKATEBOARDING

<7>


| editorial

Somos muito mais de 4 milhões!*

H

á muito tempo, havia a curiosidade e uma necessidade para saber com precisão (ou próximo disso) a quantidade de skatistas no Brasil. Enquanto esporte relativamente novo, com as primeiras aparições no país no final dos anos 60, o skate sempre apresentou crescimento tanto na pratica quanto na amplitude de mercado. Mesmo descontando os períodos de baixa, o skate voltava mais forte e sempre tinha uma retomada maior que o período de destaque anterior; chamávamos isso de “crise dos dez anos” pois, historicamente, o ciclo do skate se esgotava exatamente de 10 em 10 anos. Com a popularidade mundial a partir dos eventos em massa que aconteceram, como o Gravity Games e o XGames (olimpíadas de esportes radicais) no começo dos anos 2000, a aceitação do skate se tornou inevitável e a sina da marginalidade foi dando espaço a uma aceitação social ao esporte até estão “alternativo”. Gostando-se ou não, onde agrada uns e desagrada a outros, essa popularidade colocou o skate entre um dos esportes mais praticados no Brasil e no mundo. Não é à toa que imagens do carrinho são destaques e estão estampadas em propagandas de TV, revistas e jornais, com aparicões em novelas e até seriados. O skate não é mais underground... Será? Mas, afinal, quantos praticantes existem no Brasil? Em 2002, foi realizado uma pesquisa inédita através do Instituto DataFolha, para traçar esse número e o perfil desse praticante, através de um pool de marcas e mídias para bancar essa pesquisa. O resultado foi surpreendente! Essa primeira pesquisa apresentou aproximadamente 2.800.000 (dois milhões e oitocentos mil praticantes)!

<8>

CRVIS3R SKATEBOARDING

Vale resaltar que até então, acreditava-se que existiam aproximadamente um milhão e meio, isso otimisticamente falando... Estávamos errados, ainda bem! Em 2006, outra pesquisa foi feita com os mesmos moldes com a mesma DataFolha e se chegou ao satisfatorio número de 3.200.000 (três milhões e duzentos mil), um aumento considerado em relação a 2002. Já em 2009, foi realizada uma última pesquisa, onde esse número saltou para 3.870.000 (três milhões e oitocentos e setenta mil) praticantes de skate no país... Quase 4 milhões! Qual seria o resultado dessa pesquisa se fosse realizada hoje, quase 10 anos depois? Arisco dizer que teriamos um número muito maior, se não quase 50% ou mais no resultado final. Há 10 anos, quando foi realizada a última pesquisa, o esporte não tinha essa outra popularidade do skate longboard, do skate de downhill speed, nos cruisers e no skate recreativo, que ajudaram muito no aumento dos praticantes no Brasil e no mundo. Inúmeras novas marcas surgiram, assim como incontáveis novos praticantes e o resgate dos skatistas que voltaram a se divertir e sentir o vento na cara... Desculpem, mas nunca aceitei a “discriminacão” entre as modalidades no skate... Afinal, uma madeira, dois eixos e quatro rodas tem um nome: skate! E pode acreditar que, se realizar novamente essa pesquisa com a popularidade do longboard e do skate em ladeira, os números vão impressionar, e esses quase 4 milhões em 2009 vão ficar pequenos! Keep skateboarding strong! (FB) *Resultado da pesquisa DataFolha realizada em 2009

Alguns vão pra beira do rio para pescar e relaxar, mas Adriano Aziz prefere conturbar a tranquilidade com um belo f/s boneless no piso punk de madeira, de uma balsa em Belém do Pará... Longboard em qualquer lugar!” Foto: Igor Lage


| start

“A irmandade entre skatistas vai muito além de qualquer competição que possa estar rolando. Não basta aplaudir quando outro(a) manda uma manobra executada no limite, tem que participar também: o bs rockslide do Kako Longboard não teria sido possível sem a ajuda de seus camaradas de ladeira. Palmas pra eles, que eles merecem! Barriga da Velha Comemoração do aniversário da cidade de São Paulo.” Foto Felipe MedeirosSkt

<10>

CRVIS3R SKATEBOARDING


CRVIS3R SKATEBOARDING

<11>


ano 3 | edição 17

junho/julho 2015

Editores: Fabio “Bolota” Britto Araujo e Guto Jimenez Arte: Edilson Kato Redação: Guto Jimenez Colaboradores: Texto: Alexandre Guerra, Alexandre Maia, Anna Carolina Deroma, Eduardo Yndio Tassara, Cri Duarte, EuAmoLongboard.com. br, Larissa Sampaio, Eliana Castanho, Reine Oliveira, Simone Mondino, Tadeu Ferreira Fotografia: Álvaro Cova, Ana Eliza Caetano, Bernardo Vasconcelos, Billy_Fotografia, Carlos Hauck, Davison Paixão, Diego Polito, Fernando “Fruke” Alves, Elielton Baby, Felipe Medeiroskt, Gabriel Klein, Gregório de Moraes, Guilherme Câmara, Igor Lage, Jefferson Du, José Ohana, Leone Creazzo, Lili Castanho, Lucas Inke, Lucas Vieira, Luciano Lima Jr., Manu Rezende, Maiquel Stelutte, Maria Sanz, Oleev Torrin, Rique Barbo, Roberto Tatto, Sebastian, Simone Mondino, Tadeu Ferreira, Vibe Longboards, Vitor R. Duarte, Vivian Cury Comercial: Fabio Bolota fabiobolota1@gmail.com (11) 96357-3492

Editora Circuito das Águas Ltda Rua Paraná, 525 – Jd. Bela Vista Jaguariúna - SP - Fone: 55 (19) 3867.0795 Diretor-Presidente: Ricardo Azevedo Coordenação: Sérgio Marini Distruição gratuita em lojas e boardshops (Acompanhe os pontos de distruição na página “Onde Encontrar” da sua CRVIS3R Skateboarding e no site: www.crvis3rskateboarding.com.br e facebook: www.facebook/crvis3rskateboarding) Lojistas: Informações de como distribuir e ser um novo ponto de distribuição, envie e-mail para lojascrvis3r@gmail.com Assinatura (informações): assinaturacrvis3r@gmail.com Deus é grande! A Revista CRVIS3R SKATEBOARDING é uma publicação bimestral. As opiniões dos artigos assinados nem sempre representam a opinião da revista e sim a de seus autores. Acesse: Facebook: /crvis3rskateboarding Instagram: @crvis3rskateboarding Issuu: /crvis3rskateboarding Site: www.crvis3rskateboarding.com.br

Bernardo Brambilla Foto: Rique Barbo


ÁLVARO COVA

| lado a _ downhill machine

Maia se preparando pro drope de boas vindas no Chile, horas depois de enviar a coluna.

Downhill Trip POR ALEXANDRE MAIA

N

CAROLINA DOTTORI

este exato momento, estou escrevendo minha coluna diretamente do aeroporto de Guarulhos enquanto espero o meu embarque para mais uma Downhill Trip rumo ao Chile. Este é o combustível que me mantém no skate por quase 3 décadas. Muito mais do que campeonatos e o clima de competição, que na verdade se tornam uma grande desculpa para podermos botar o pé na estrada, as skate trips nos revelam o verdadeiro sentido de estarmos em cima de um skate, seja ele de que tamanho for. Logo que começamos a andar de skate, além do desafio de aprender novas manobras, uma das coisas que mais chamam a nossa atenção são as inúmeras amizades que fazemos. Quando começamos a viajar, mesmo que para cidades ao lado das nossas, outra sensação é ativada, a de conhecer novos lugares e novos picos. Junte as novas amizades com o reencontro com velhos amigos, novos lugares, culturas e ladeiras novas e pronto, é impossível parar de viajar! O skate já me levou a lugares que eu nunca sonhei que fosse sequer passar perto, como a África do Sul, Suiça, Alemanha e muitos países da nossa querida América do

<14>

Alexandre Maia, 41 anos, 27 de skate Patrocínios: Orangatang, Downhill Machine, Drop Dead, Academira Power Club Apoios: Evoke, CS Team

CRVIS3R SKATEBOARDING

Sul. Em todos esses lugares, fiz amigos que guardo para a vida toda e dropei ladeiras de sonhos junto com esses amigos. Minha vida me leva a novos rumos, à família, ao trabalho e a outras situações que me fazem ficar mais afastado da estrada do que antes, mas a vontade não diminui e basta uma oportunidade para eu me ver novamente em direção a um campeonato ou a alguma road trip para poder conhecer novos picos. Agora me pego no aeroporto degustando um café e esperando o momento de embarcar para esse incrível país que é o Chile. Por sinal, tudo que vai acontecer nesta trip você poderá ler em primeira mão no site e nas páginas da próxima edição da CRVIS3R. É muito legal isso: nesta página você está lendo uma coluna onde estou colocando toda a minha expectativa com uma nova viagem e, dentro de mais alguns dias e páginas, você vai poder ler e ver tudo que rolou. Enjoy the trip! Não sei por quantos anos ainda conseguirei competir, mas uma coisa eu garanto: para viajar e dropar ladeiras mundo afora, posso facilmente andar mais 30 anos! Até a próxima viagem! OBS: Esse cabo OTG é tudo de bom!

Apoio cultural:


FOTOS MARIA SANZ

| lado a _ euamolongboard

Velho antes do tempo

U

m dos meus lemas é: seja você mesmo e não aceite mudar pelos outros. Meio adolescente, meio punk, meio idiota talvez? Mas percebi como as pessoas que reparam e criticam demais as outras nunca tem tempo de cuidar e aproveitar das próprias vidas. Atribuem o comportamento à idade e a idade aos limites. Aprenderam a arrancar a liberdade dos outros por não saberem ser livres. Completo 40 anos em junho e não tenho muito tempo nem paciência para aqueles que colocam a vida dos outros como prioridade. Já ouvi muitas piadas relacionadas aos meus cabelos brancos e aos meus skates. Ao fato de ser casado e não ostentar uma proeminente pança, em preferir cerveja à champagne e de ser extremamente feliz com o “pouco” que tenho. A ironia é que aqueles que me julgam uma pessoa diferente ou estranha são, muitas vezes, mais novos do que eu. A pergunta em tom de indignação é assim: “você não é muito velho para andar de skate?” E a minha resposta em tom de indagação é assim: “você não é muito novo para ter uma cabeça tão velha?” Confesso que me espanto com pessoas assim! Porque, em sua maioria, frequentaram boas escolas, se formaram em ótimas faculdades, estudaram em outros países, falam línguas. Tiveram oportunidade para desfrutar o melhor da vida mas, ao mesmo tempo, não aprenderam nada ou quase nada sobre ela. Com tanta sabedoria para construírem estradas, acabaram optando por erguer muros. “Sad but true!” Sinto que, apesar dos 40, ainda me considero mais novo que muitos que me dizem ter 30. A fórmula é até bem simples e tem a coragem como o ingrediente que poucos conseguem ter para levar a vida mais leve. Dizem por aí que o corajoso ama do peito para dentro e o covarde da boca para fora. Deve ser por isso que, além de coragem, devemos ter amor para viver a vida. Portanto, ame desesperadamente! Despretensiosamente, com o passar dos anos acabei remando na direção de algumas vantagens. Ainda não preciso comprar saúde em caixinhas! Não sou escravo do câmbio automático, dos elevadores e das escadas rolantes. Tenho fôlego e disposição para iniciar e encerrar o meu dia sem precisar tomar café para acordar e comprimidos para dormir. Nas minhas prioridades estão o trabalho, a família e o skate. Quero ganhar dinheiro, mas não ser escravo dele. Quero sempre estar com minha família nos melhores sorrisos e nas mais doloridas lágrimas. Quero estar Esta coluna foi escrita por Alexandre Guerra. Visite Também: euamolongboard.com, facebook.com/euamolongboard, instagram.com/euamolongboard, youtube.com/euamolongboard, twitter.com/euamolongboard

<16>

CRVIS3R SKATEBOARDING

sobre o skate pela diversão e não pelo compromisso. Assim, espero ganhar a cada ano que se vai pelos meus dedos um ano a mais de sabedoria, saúde, energia e, se tudo caminhar bem, espero ter longevidade para meus joelhos e tornozelos conseguirem aterrissar suaves e sem dor sempre sobre meu deck. Chego ao final deste texto e ao início dos meus 40 anos sabendo que fiz as escolhas certas, porque foram as minhas escolhas. Continuo com o skate embaixo dos meus pés, com minha cabeça aberta, com coração batendo firme e principalmente com a liberdade em minhas mãos. Ande de skate, seja livre!


| lado a _ skate curiosidade

O curioso mundo dos shapes POR EDUARDO “YNDYO” TASSARA

J

á se vão quase 100 anos desde que o garoto americano John “Doc” Ball (1907/1998) desmontou o patins da irmã e montou o primeiro skateboard que se tem noticia, isso em 1918. As rodas e os trucks já estavam prontos, mas faltava a “tábua”, mais tarde conhecida como “shape”. O garoto Doc simplesmente aproveitou um pedaço tosco de madeira e estava pronto o novo brinquedo. Neste artigo, não vamos abordar modelos, cortes ou os grafismos, e sim os muitos materiais que são usados pra se fabricar os shapes. O primeiro skate moderno (o Roller Derby, de 1958) usava madeira maciça literalmente esculpida artesanalmente; as tábuas eram feitas em madeiras nobre como jacarandá, peroba e marfim . Mais adiante, apareceram novos matérias alternativos como o baquelite, muito usado pela Hobie Skateboard nos anos 60. Mas foi no anos 70 que apareceram vários tipos de materiais como fibra de vidro, plástico injetado, Plexiglass (acrílico), duroplástico , alumínio e, por fim, as fitas laminadas, fitas de madeira coladas umas às outras. Os laminados chegaram para ficar, pois eram baratos e fáceis de manusear, além de contar com alta durabilidade. Porém, as empresas estudavam formas de aproveitar as folhas de maple e de vários tipos de madeira, testando diferentes qualidades de cola e maneiras de prensagem para se ter um produto confiável a um preço acessível, já que o mercado era bem competitivo. O ápice das experiências com shapes foi o período dos anos 80. No início da década, a famosa marca de rodas Kriptonics lançou no mercado um inusitado shape revestido de uretano, cujo interior tinha uma fita de alumínio preenchida de espuma de poliuretano. Essa foi uma tentativa ousada que teve grande aceitação, mesmo sendo bem mais caro. No mesmo ano, a empresa Gordon & Smith mistura de fitas de maple com camadas de fibra de vidro e faz um shape super leve com somente 5 lâminas, que também teve ótima aceitação. A famosa cola epóxi foi desenvolvida nos laboratórios da Powell-Peralta em 1983, e desde então vem sendo utiizada pela indústria. Mais adiante, tivemos os estranhos shapes da Santa Cruz de 1988, revestidos com espuma de poliuretano, o que deixou os shapes extremamente leves mas pouco resistentes. Outras tentati-

vas foram os finos shapes da Santa Cruz feitos de duroplastic, que não deram certo; os estranhos shapes da Dog Town da série “AirBeam” (cápsulas de ar, tinha que usar protetor de shape conhecido como grabber); os Everslick da Santa Cruz, que tinha um tipo de fórmica que ia na primeira e ultima lâmina, era bom para escorregar. Esse também foi ano que a Powell lançou o shape de laminado com fitas de Bonite, uma espécie de cartolina que ia entre os laminados; os shapes venderam muito, eram resistente e bem leves. Os anos 90 pouco mudaram o panorama de shapes, eram todos de laminados/maple e maioria colados com cola epoxi. Também nessa década, apareceram os primeiros shapes para longboards feitos de laminados de bambu e de madeiras alternativas, mas eram muito caros devido à baixa procura da época. A produção desses materiais e dos longs começou a disparar na virada do século, quando o aumento do número de praticantes forçou a indústria a buscar novos formatos e materiais. Nos anos 2000, apareceu uma novidade trazida pela Santa Cruz, os shapes Nuwood, feitos de fibra de carbono somente no modelo para street; o shape era extremamente leve mas deixava o tail mole com o uso e, além de tudo, era muito caro, portanto o projeto foi abandonado. Foi também na década passada que começaram a fabricar os primeiros modelos de slalom usando fibra de carbono, um avanço tecnológico que deixou as tábuas mais leves, resistentes... e caras! Também a preocupação da maioria das companhias com a natureza aumentou nesse período, quando as fabricantes passaram a usar madeira certificada, ou seja, vinha de plantações sustentáveis que ajudam a “preservar” a natureza. Hoje existe shapes em experiência usando matérias alternativos como casca de côco prensada, fibra de pupunha, fibra de caraúa e cola vegetal e até shapes com materiais mais sofisticado, como os feitos de kevlarou alumínio de alta resistência. Os estranhos modelos de plexiglass (acrílico) são ocos e preenchidos com água colorida, que dá um visual diferente ao andar. Como dá para notar, muita coisa mudou desde o tosco brinquedo do garoto Doc!

Eduardo “Yndyo” Tassara é um local de Guaratinguetá e está a 40 anos em cima do skate, além de ser o maior colecionador de relíquias do carrinho da América Latina. Seu blog é o skatecuriosidade.com – uma referência quando o assunto é a história do skate e os fatos curiosos do universo dos carrinhos e carrões. Acesse e aprenda!

<18>

CRVIS3R SKATEBOARDING


| lado a

Resultados do Slalom Conscience 2015

Diego Pires.

Gustavo Kennedy.

Use Taxi Brasil Freestyle Skateboard

POR CBSK | FOTOS ELIELTON BABY

Portal R7 elege as mais belas riders brasileiras O portal R7, braço on-line da rede Record de tv, publicou uma matéria divulgando as 7 mais belas skatistas do Brasil. Não há dúvida que a popularidade do skate no país e o crescimento do longboard, cruiser e skate recreacional agradou em cheio as garotas, que praticam cada vez mais e, consequentemente, alegram ainda mais o que já era divertido em andar no carrinho... Os sete nomes dessa lista da R7, que na grande maioria são praticantes de longboard e skate de ladeira, são: Reine Oliveira, Thata Luz, Ray Luc, Nina Monteiro, Nara Marques, Leticia Bufoni e Karen Jones. O skate agradece! <20>

CRVIS3R SKATEBOARDING

Competidor Pontuação Mikael Handestrand 600 Thiago Bacchi Medeiros 510 Bruno Silva de Oliveira 490 André Luiz Fuchs de Oliveira 470 Rubens Cesar Lain Lutfi F. Silva 426 Fabio Luiz Sprovieri 417 Pelle Plast Gustafsson 395 Dacio Franco do Amaral Neto 394 Rogerio Nogueira Sammy 381 Diego Oliveira Faria dos Santos 378 Ricardo de Oliveira Sena 379 Carlos Alberto Sales 370 Henrique Costa 363 José Manoel Fernandes 352 Heloisa Akemi C. Da Costa 351 Eduardo Y. Fujihara 348 Therese Redman 337 Francisco Manuel Perez da Gama 333 Felipe Almeida Agostinho 331 Rogério Antigo 226 Leone Creazzo 221 Marcelo Augusto Camili 221 Fernando de S. Camargo Filho DNF

DIVULGAÇÃO

DIVULGAÇÃO

Em 03 de maio, o SESC Itaquera sediou a abertura do Circuito Brasileiro de Skate Freestyle 2015, o USE TAXI BRASIL FREESTYLE SKATEBOARD. O encontro reuniu 31 skatistas entre mirins, iniciantes, amadores, grand masters e profissionais tanto do Estado do Rio de Janeiro quanto de São Paulo. As dependências do local se mostraram perfeitas para sediar uma etapa do circuito brasileiro da modalidade e receberam muito elogios dos participantes. Na véspera do campeonato, aconteceram diversas clínicas de skate freestyle coordenadas pelo profissional Alexandre Brownzinho, que inclusive é morador da região. Confira os resultados: Mirim.1º Izac Teixeira; 2º Lucas Lacerda; 3º Pepe Sales; 4º André Toshiro; 5º Théo Greco. Iniciante. 1º Charles; 2º Márcio Torres (Huckster); 3º Jacinto Alves; 4º Fozzy Maciel; 5º Fábio Napoleão; 6º José Gracino; 7º Victor Carmona; 8º Kevin Almeida; 9º Lui Justo. Amador. 1º Diego Pires (Per Canguru); 2º Gustavo Kennedy; 3º Kesley Nascimento; 4º Tavinho Rodrigues; 5º Bruno França; 6º Kauê Araújo. Profissional. 1º Vinícius Mandu; 2º Matheus Navarro; 3º Renan Pereira; 4º Marcos Toshiro; 5º Alexandre Brownzinho; 6º Lucas Fraga. Grand Master. 1º Paulo Folha; 2º Rogério Antigo; 3º Edmar Marroca; 4º André do Ipiranga; 5º Cícero Braz.

Posição 1º 2º 3º 4º 5º 6º 7º 8º 9º 10º 11º 12º 13º 14º 15º 16º 17º 18º 19º 20º 21º 22º 23º

Nova distribuidora Uma nova distribuidora está nascendo no Brasil: trata-se da Baseplate. A empresa vai ser a responsável pela distribuição das marcas americanas Cult Wheels, Sabre Trucks e Lush. Pra dar início às atividades, estão organizando um evento na histórica Mahatma Gandhi, famosa ladeira de sessions na zona sul de São Paulo. Boa sorte a todos os envolvidos! Contato: (11) 2339-8319.

DIVULGAÇÃO

Cícero Braz.

Nosso editor Guto Jimenez gostou tanto da diagramação da matéria sobre o Slalom Conscience 2015 que resolveu colocar os resultados oficiais noutro lugar, tudo pra não estragar o belo trabalho de nosso talentoso designer Edilson Kato. Confira abaixo como ficaram os resultados finais com as somas das classificações dos competidores em cada uma das três disputas do evento, de acordo com o critério adotado pela ISSA (International Slalom Skateboarding Association).

Jailson Will lança sua marca: Slide Girls A Slide Girl chegou para contribuir com as skatistas. Nossa missão: valorizar o aspecto das meninas que curtem o rolê de skate”. Como essa frase, o profissional das ladeira Jailson Will está apresentando a sua nova marca, que já está começando a circular no mercado. Acesse o facebook e saiba mais sobre sua iniciativa. Boa sorte, Will! www.facebook.com/slidegirls


ROBERTO TATTO

FABIO BOLOTA

FABIO BOLOTA

ROBERTO TATTO

Nos dias 29 e 30 de abril, rolou a URB Trade Show, feira voltada exclusivamente para o mercado de skate, street e sneaker. Entre diversas novidades apresentadas pelas marcas do mercado, em termos de lançamentos do verão, e o campeonato Jump Around, a surpresa ficou pela exposição de várias novas marcas no streetwear, desconhecidas pela grande maioria dos visitantes. Algumas marcas estavam participando pela primeira vez, como o caso da marca americana de longboard Gold Coast, que estava com seu staff em peso no stand. Participando pela segunda vez, a tradicional marca Kryptonics, que existe desde os anos 70, apresentou suas novidades e a trouxe as famosas rodas que fizeram e ainda fazem muito sucesso nas ladeiras pelo mundo. No segundo semestre, tem mais uma URB de inverno… Não perca!

DIVULGAÇÃO

FABIO BOLOTA

ROBERTO TATTO

Douglinhas e sua capa. ROBERTO TATTO

Cris Punk.

Stand e Gold Coast crew.

FABIO BOLOTA

Marcos Cabeça, Jorge Kuge, Gringo; Cesar Gyrão, Sammy, Adailton, Cezar (ao fundo), Fabio Bolota, Tiano e Ed Scander.

Stand da Kryptonics.

URB Trade Show 2015

Fernanda e o pai, Leone Creazzo.

Prêmio ”Jovens em Destaque” para Fernanda Creazzo POR TADEU FERREIRA | FOTOS LEONE CREAZZO E TADEU FERREIRA

A skatista Fernanda Creazzo recebeu dia 05/06/2015 o prêmio ”Jovens em Destaque”. A entrega do prêmio ocorreu no Auditório Nobre da Câmara de Vereadores de Sâo Paulo. O prêmio Jovens em destaque foi organizado pela apresentadora Isabela Cardoso do programa “ Liberdade de Expressão” e sua mãe Suzzanne Cardoso para homenagear jovens talentos que compartilham seus conhecimentos, estudos, profissões e projetos com um grupo que tenha a mesma vontade e realidade que é impedir a assimilação da juventude com a imaturidade e irresponsabilidade. Fernanda Creazzo recebeu o prêmio devido ao seu engajamento em projetos que busquem melhorias nas questões sociais através do skate. Fernanda é filha do Leone Creazzo, dono da marca Six Trucks.

Mellow, o skate elétrico suave Os designers de skates elétricos vem incorporando cada vez mais novidades aos novos produtos do segmento, sempre no sentido de fabricar artigos cada vez mais práticos para serem usados como meio de transporte alternativo e não poluente. O mais recente lançamento é o Mellow, uma plataforma de skate elétrico que pode ser montada em qualquer longboard, “tão fácil de instalar quanto montar um eixo” Segundo o release. É o primeiro produto do gênero que é fabricado na Alemanha, uma garantia de qualidade por si só, e o único que oferece garantia de 2 anos. Com a capacidade de atingir velocidades até 40 km/h, o Mellow tem quatro modos de condução e uma autonomia de 15 quilômetros, além de acrescentar cerca de 2,5 quilos ao peso total do skate. Se você tiver interessse num skate desses, acesse o site pra mais informações a respeito: http://www.mellowboards.com/ CRVIS3R SKATEBOARDING

<21>


Kauê Mesaque assina joelheira

BILLY_FOTOGRAFIA

MANU REZENDE

| lado a

O skatista profissional Kauê Mesaque, conhecido por andar muito no gás ladeira abaixo, acaba de lançar sua joelheira assinada como pro model em parceria com a Six Trucks, um dos seus patrocinadores. Além do conforto e da segurança, a joelheira apresenta um design especial para os amantes de ladeira, com o casquilho totalmente projetado para as manobras de slide. Com mais de 30 anos de atuação no mercado nacional do skate, a Six Trucks afirma que adquirir um produto assinado por um skatista profissional é colaborar com a evolução do skate nacional. Congrats!

Rodrigo Fortes a milhão! REPRODUÇÃO

Rataria

O Tuck You é um dos grupos mais ativos da galera do DH do Rio, sempre agilizando rolés onde quer que haja uma boa ladeira e postando as imagens no canal do YouTube e nas redes sociais. A novidade mais recente dessa galera é a série de programas batizada de “Rataria”, apresentada pelo profissional Rodrigo Steinbach, o “Rato”, um dos tops do speed e das push races do país. Segundo os caras, “a ideia é falarmos com toda a galera, desde o iniciante, aquele cabacito mesmo, até os psicopatas islâmicos que já estão na ladeira a um tempo.” Não perca de jeito nenhum! https://www.youtube.com/ channel/UCIv14EJMu_A6X5is-08ETbg

Há alguns anos, Rodrigo vem se dedicando forte ao skate longboard, mas de dois anos pra cá, sua dedicação foi ainda maior. Essa fissura em colocar o skate sempre em evolução o fez conquistar uma maior experiência sobre o skate e elevar o seu nível nas manobras. Para manter essa prática e o nível da performance, Rodrigo conta com patrocínios da Vulcano Energy Drink, Alot, Horus e Volar Decks.

Resultado Promo Flowing Estes são os dois ganhadores da promo da marca Flowing, que responderam: “Qual é a session de sonhos com esses boards?”. Parabéns aos ganhadores e boas sessions! • Ganhador 1 (Longboard): “A session dos sonhos é aquela nas ruas com o Flowing simétrico, mandando dancing enquanto anda e o pessoal da rua olha e admira a dança em cima do Flowing, de tênis ou descalço a caminho da praia ou do trabalho, andando à toa ou só curtindo um sol enquanto esbanja o talento e a perfeição do Flowing pelas ruas.” Ériklis Carvalho (eriklis.andrade@gmail.com) • Ganhador 2 (Cruiser): “Descer a serra de Maresias num final de tarde ensolarado na adrenalina total; depois do drop na serra com o long, pegar o cruiser e fazer aquele role nos bowls do pico de frente ao mar, curtindo aquela vibe e pôr do sol, sonho que pode virar realidade!” Bruno L. Avante (bruzotti@gmail.com) <22>

CRVIS3R SKATEBOARDING

Alexandre Maia na Drop Dead O skatista profissional de downhill Alexandre Maia vem, desde o ano passado, trabalhando forte no desenvolvimento dos shapes de longboard de uma das mais antigas e conceituadas marcas de skate do Brasil, a Drop Dead. Agora, Maia fechou oficialmente seu patrocínio com a marca, que lança com essa parceria a Drop Dead Longboard Division. Esse é só o começo, muitas novidades estão por vir... You know, we ride!


VIBE LONGBOARDS

LILI CASTANHO

| lado a

Fabrício Mamberti, praia e Parque de Diversão Coney Island/NY.

Larissa Sampaio ganha mais uma! Nossa colunista e longboarder Larissa Sampaio ganhou o campeonato Copa Centro Oeste em Brasilia. Campeã brasileira de longboard feminino pelo circuito brasileiro em 2013, professora, personal trainer e empresária, proprietária da confecção que tem seu nome, ela sempre consegue tempo em sua agenda pra manter o skate no pé e o resultado está em mais essa conquista. Parabéns, Larissa!

Revista CRVIS3R em NY POR ELIANA CASTANHO

Passando por Nova Iorque recentemente, o diretor da Rede Globo Fabrício Mamberti conheceu a CRVIS3R e elogiou a qualidade da publicação. Disse que durante os intervalos das gravações gosta de relaxar andando de longboard com seu filho Joca, de 9 anos. Após a sessão de fotos, com nossa correspondente nos Estados Unidos Lili Castanho, Mamberti também conferiu a versão online. “Tenho certeza que Joca vai se divertir folheando a web magazine”, acrescentou o diretor.


| lado a

1º Nitro Surfskate Pernambuco TEXTO DIVULGAÇÃO | FOTOS GUILHERME CÂMARA

<26>

CRVIS3R SKATEBOARDING

MAIQUEL STELUTTE MAIQUEL STELUTTE

LUCAS INKE

Cris Punk.

Prefeito e Secretário de Esporte.

Galera local.

BILLY FOTOGRAFIA

Catanduva foi o palco do 1º Campeonato Skate For Fun, organizado pela skatista Fernanda Tabith e sua família que usaram o principal ingrediente para esse champ ter sido um sucesso, o amor. Foram 52 Rodrigo Caique. skatistas inscritos, entre eles locais e dos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Amazonas. Além da premiação, que estava recheada para os campeões, o supermercado Maranhão turbinou ainda mais com R$ 3.000,00 (reais) em dinheiro. O nível estava muito forte: Léo Lima fez uma linha impecável e complete e levou a melhor no Longboard, seguido pelo manauara Romulo Cardoso e Mateus Gonçalves em terceiro lugar. Já no longboard feminino, a veterana Cris Punk garantiu o primeiro lugar em uma disputa acirrada com Andreia Guandaline, que chegou em segundo lugar tendo Nayara Nishimuta em terceiro. Não poderia deixar de falar da Gabriela Tabith, a bailarina que botou pra baixo e represen- Reine Oliveira. tou a mulherada de Catanduva em grande estilo. Caiu um dilúvio quando foi rolar a disputa de DHS, mas mesmo assim o drop nunca para e os meninos representaram, botando pra baixo como se a ladeira estivesse seca. Andrey Amendoim foi o campeão levando a galera á loucura, tendo o skatista Alisson Pereira chegando em segundo em evolução constant e seguido por Rodrigo Mela completando esse podium. MaOrganização. teus Gonçalves levou a melhor nos desafios do backside e Hippy Jump, Cris Punk faturou mais uma grana no Big Stand up e o experiente downhillzeiro Natan dos Santos no Best Trick. As demos foram feitas pelos skatistas profissionais de elite: Sérgio Yuppie, Kauê Mesaque e Reine Oliveira. Parabéns a todos os envolvidos, o skate de ladeira agradece!

MAIQUEL STELUTTE

POR REINE OLIVEIRA

MAIQUEL STELUTTE

1º Campeonato Skate For Fun

Yuppie.

BILLY FOTOGRAFIA

As marcas Nitrosk8, Afrika Team e Boardclub vestiram a camisa desta nova modalidade do skate/longboard, que mistura o skate com o surf, e realizaram o 1º Nitro SurfSkate de Pernambuco, que aconteceu em maio no Parque Santana (Casa Forte). Quem não conhece, precisa conhecer. O campeonato contou com 70 inscritos, muitas parcerias e um clima que está muito além das possibilidades de tentar explicar com palavras. Quem não foi, não pode perder o próximo.


ANA ELISA CAETANO

| lado a

Slalom Conscience 2015 POR GUTO JIMENEZ | FOTOS ANA ELISA CAETANO E GREGÓRIO DE MORAES

Uma pequena cidade que parece obra de ficção, de tão bonita, organizada e acolhedora que é; uma ladeira de asfalto bom e inclinação média, que termina numa pista de skate; skatistas cheios de disposição pra fazerem o evento acontecer da melhor maneira possível. A união desses três ingredientes em altas doses deu o tom do Slalom Conscience 2015, evento da modalidade que abriu os circuitos paulista, brasileiro e mundial no início de maio na incrível cidade de Águas de São Pedro, no interior paulista. Poucas vezes o local viu um feriado do Dia do Trabalho tão agitado e diferente como esse Com cerca de três mil sortudos habitantes, Águas é o menor município do estado com muito orgulho e muito zelo, constando entre as três cidades de melhor IDH (Índice de Desenvolvimento Humano) do país nos últimos anos. Tudo funciona direito, a população é simpática e acolhedora, o clima é agradável e ainda tem uma bela esNa foto acima: O sueco Mika tação hidromineral, principal atração da cidade fundada Hadestrand e nos anos 50. Além disso, a topografia do local faz com Rogério “Sammy” que haja uma profusão de ladeiras de todos os tamanhos Nogueira na disputa e níveis de dificuldade, todas com asfalto impecável que de uma bateria do instiga a realização de roles com uma imensa variedade tight slalom. <28>

CRVIS3R SKATEBOARDING

de linhas, isso sem falar da skatepark funcional com banks e street plaza. Resumindo: um local perfeito pra um skatista veterano em busca de um lugar tranquilo pra viver! O evento teve três dias de disputa, cada um deles dedicado a uma modalidade do slalom, e alguns dos maiores nomes do slalom nacional estava presente pra contornar os cones no menor tempo possível. A primeira disputa foi a do giant slalom, que rolou num circuito veloz de cerca de 400 metros montado na ladeira que atingia os 60 km/h na linha de chegada. O sueco Mika Hadestrand, recordista Guinness e um dos Top 5 do mundo em sua categoria, era um dos competidores internacionais e foi mostrando o carteado logo no primeiro dia, aniquilando o circuito e derrubando apenas um único cone em suas quatro descidas, sendo o mais rápido do dia. Pros fanáticos em matemática, digo apenas que ele e o Thiago Gardenal foram os únicos a terem tempos abaixo dos 26 segundos, uma prova da velô que os competidores executavam o circuito. A agenda do sabadão foi cheia, com uma programação intensa que incluiu alguns imprevistos. A sequência prevista incluía as tomadas de tempos do híbrido, feitas em circuitos de cerca de 250 metros considerados bastante


| lado a > Slalom Conscience 2015

ANA ELISA CAETANO

GREGÓRIO DE MORAES

GREGÓRIO DE MORAES

ANA ELISA CAETANO

técnicos pela maioria dos skatistas, seguidas da competição de longboard classic, demo de downhill slide e finalizando com a disputa do slalom no sistema “dual lane” (dois circuitos simétricos). Na primeira cronometragem, mais uma vez o sueco Mika foi o mais rápido entre todos, seguido de perto por Thiago Gardenal e Bruno Oliveira, e somente esses três fizeram tempos abaixo dos 13 segundos. No entanto, o cronograma foi prejudicado por dois fatos incomuns: primeiro, pela intervenção da equipe médica em um competidor que sofreu uma queda, felizmente sem maiores consequências pra ele mas que gerou um tempo de espera enquanto a ambulância não regressasse do hospital. Depois, um bug no sistema de cronometragem impediu a disputa nos dois circuitos, o que fez com que os tempos valessem como resultado final. Alheios a isso, a galera dos skates muito grandões surfou o asfalto, costurando a ladeira com walkings, hang tens, cross-foots e slides, e o jovem Fernando Nalu foi quem acabou impressionando mais os juízes e terminou como campeão da disputa. Com a chegada da noite, surgiu também o momento de relaxar e curtir um pouco a cidade, aproveitando o pocket show de rock com Bruno Zolin e sua banda, além de prestigiar a abertura da Billy Joe’s, a hamburgueria da cidade. As rodadas duplas de chopp pros competidores e equipe técnica do evento e o longo papo com o camarada Adaílton “Cush” Rodrigues foram o final merecido de um longo dia. O tight slalom foi a grande atração do domingo, num circuito muito técnico que desafiou a competência de todos os competidores sem exceção. O “Viking dos Cones” teve de suar um bocado pra levar a disputa, travando verdadeiros duelos de titãs contra os brazucas, especialmente nas finais contra Bruno Oliveira. Com isso, o gringo acabou sagrando-se o grande campeão do Slalom Conscience 2015 com toda a justiça. “Skål”!

<30>

CRVIS3R SKATEBOARDING

ANA ELISA CAETANO GREGÓRIO DE MORAES

De cima para baixo: O “Viking dos Cones” pulverizando o circuito de giant slalom; Helô Akemi dominou a disputa com a sueca Tezzan Redman; Cross-foot descalço no longboard classic; Walk the dog..; Na direita: Thiago Gardenal e Cesinha Lutfi dropram pra disputa do tight; Na esquerda: Gardenal botando pressão no GS; Na direita: Churrascão do domingão; No meio: Pelle Plast, always fun; Na esquerda: Competidores de 4 gerações diferentes do skate.

ANA ELISA CAETANO

GREGÓRIO DE MORAES

ANA ELISA CAETANO

Agradecimentos especiais: Rogério “Sammy”, Thiago Katsumi e Valter “Jaws”.

* Guto Jimenez viajou a convite da Benzina Creative Studio e da organização do evento.


Galeria River

Valorize a sua skateshop!

A HISTÓRIA DA GALERIA: A história da Galeria River inicia-se com o advento do surfe no Rio, por estar situada ao lado da praia do Arpoador, onde o surfe surgiu no Brasil como esporte e estilo de vida, gerando uma cultura própria e, inclusive, até mesmo uma forma diferente de se vestir. Essa fase romântica do surfe na Galeria veio exatamente da visão dos primeiros praticantes, que já desejavam viver do esporte e da cultura surfista criada por esse estilo próprio que culminou na abertura das primeiras surf shops do Rio. Ao longo dos anos, a Galeria foi ganhando lojas de outros esportes afins que caracterizam a nossa cidade esportiva e futura cidade olímpica. Diversas skateshops foram abertas, que fizeram com que o local se tornasse no maior polo comercial do skate no estado. Além disso, a River também conta com lojas de patins, escalada e trekking, de lutas e um dos mais tradicionais estúdios de tatuagem da cidade. Em sua essência, a Galeria sempre teve uma forte ligação com a cidade, tornando-se a síntese de tudo de novo que acontece nela. Com o advento das feiras alternativas de moda, novos estilistas foram lançados no mercado carioca e diversas marcas escolheram o local para se instalarem, já que a River tem uma ligação direta com os formadores de opinião por estar localizada no coração da Zona Sul. Atualmente, a Galeria está passando por um novo momento, com o estímulo a abertura de lojas voltadas a Gastronomia, resgatando dessa forma um comportamento que caracterizou as décadas de 70 e 80, quando os jovens se encontravam à noite no local após a praia. Vale lembrar que as últimas tendências do surfe e do skate estão disponíveis na River, como o Stand Up Paddle, uma modalidade de surfe que consiste em domar as ondas sobre uma prancha maior e mais larga através de um remo, algo que rapidamente dominou as praias de todo o país. Da mesma forma, é na Galeria que se encontra a maior variedade de skates longboards, atraindo desde o praticante iniciante aos especialistas.

GALERIA RIVER

http://galeriariver.comn.br/site/

Galeria River: Rua Francisco Otaviano, 67 - Copacabana Rio de Janeiro/RJ - CEP: 22080-04


Tudo para longboard, street e rampa

Praia do Arpoardor.

STREET FORCE SKATESHOP Rua Francisco Otaviano, 67 - loja 35 Telefone: (21) 2247-1118 E-mail: streetforcefa@yahoo.com.br facebook.com/streetforceskate

ARPEX HOMEY Rua Francisco Otaviano, 67 - lojas 14 a 19 e 47 Telefone: (21) 2522 1967 E-mail: cglojas@gmail.com facebook.com/arpexhomey

DUDU SKATE Rua Francisco Otaviano, 67 - loja 20 Telefone: (21) 2513-2555 E-mail: duduskt2008@hotmail.com

C4 Rua Francisco Otaviano, 67, loja 50 Telefone: (21) 3081-2644 Facebook: C4SKATE Instagram: @C4SKATEBOARDS E-mail: c4skateshop@gmail.com


eslovênia + croácia

Eslovênia + Croácia:

Bálcãs sem limites O skatista e fotógrafo Simone Mondino tem como hobby explorar picos incomuns pra dropar e também capturar imagens de sessões de downhill. Você já viu uma dessas aventuras em primeira mão aqui na CRVIS3R, na qual ele explorou estradas no topo dos Alpes franceses em pleno início de primavera com neve, temperatura gélida e muito asfalto à vontade. Agora, o intrépido italiano e seu fiel escudeiro Alex Geims visitam a Eslovênia e a Croácia, dois países da região dos Bálcãs repletos de estradas sinuosas e beleza, além de palcos de uma trip bem intensa. Confira! (GJz) POR SIMONE MONDINO INTRODUÇÃO GUTO JIMENEZ Na página ao lado: Fiel escudeiro do fotógrafo Simone Mondino em suas viagens pelos recantos mais inusitados da Europa, Alex “Geims” Luciano negocia um b/s full slide no “S” de uma estrada rural em algum lugar na Croácia.

<34>

CRVIS3R SKATEBOARDING

A

cabei de voltar de uma trip de 1592 quilômetros. Ela foi lotada de longboard, fotos, neblina, chuva, frio, Slivo (NR: uma espécie de licor de ameixa), barracas, tendas e ainda mais longboard e fotos. Durante essa semana, meu companheiro de viagem foi o Geims, um grande amigo e um alvo constante de meus cliques no longboard. Tivemos de superar uma espera de horas no meio do nada por causa de um acidente na estrada com três jo-

vens, aproveitar os mergulhos nus no rio gelado, dirigir por estradas nas quais andamos cercados de verde, catar cogumelos descalços, cozinhar refeições inaceitáveis com um fogareiro que ameaçava explodir a qualquer momento, encontrar lesmas enormes e pretas como piche, adormecer admirando a Via Láctea num morro verde, correr o risco de sermos destroçados por uma matilha de cachorros-do-mato, tirar fotos de skate no meio da estrada, passar pelo risco de sermos detidos


CRVIS3R SKATEBOARDING

<35>


eslovênia + croácia

No alto: “Geims” e um slide que não se pode errar, diante de um paredão de rochas. Embaixo à esquerda: O KNK Longboard Camp vem agitando a cidade eslovena de Osilnica nos últimos anos, com uma semana de acampamentos dedicados ao longboard num local repleto de estradas exclusivas como essa... Como resistir? Embaixo à direita: Mais um b/s full slide do “Geims”, dessa vez na entrada de uma pequena vila eslovena.

<36>

CRVIS3R SKATEBOARDING


Ao lado: Além de toda a infra-estrutura que os skatistas precisam, o KNK ainda proporciona rolés em estradas como essa, todas liberadas somente pros drops em baterias separadas de longs, luges. inlines, trikes e gravity bikes. Embaixo à esquerda: Laura Amorós preparando a entrada de curva no KNK. Abaixo: F/s full slide poderoso de “Geims” antes do cotovelo pra direita. Lagos paradisíacos, ladeiras sem fim: viva as Bálcãs!

injustamente na Croácia, arrumar treta com alguns eslovenos e depois acabar bebendo junto com todos eles uma bebida esquisita feita de Sprite e vinho, descobrir um monte de lugares e picos lindos, conhecer um pouco de pessoas do mundo todo, participar do Acampamento de Longboard KNK e, finalmente, darmos muitas e muitas risadas! Que bela semana cheia de emoções e energia positiva! A gente estava precisando muito disso! #nuncaparardeexplorar #nuncaparardefotografar #nuncapararcomolongboarding #NeverStopExploring #NeverStopShooting #NeverStopLongboarding

CRVIS3R SKATEBOARDING

<37>


art of life tour

Art Of Life Tour

O Art Of Life é um projeto organizado pelo skatista overall Tibs Parise, um francês que vive na Califórnia, e por seu compatriota, o diretor de fotografia Oleev Torrin, que já gravaram com grandes nomes do longboard mundial como James Kelly, Louis Pilloni, Jeff Budro e Amanda Powell, entre outros. Todos os anos, os caras escolhem um país e algumas crews ou personalidades locais e saem em tour; o país escolhido desta vez foi o Brasil e os estados foram São Paulo, Rio de Janeiro e Santa Catarina. Os escolhidos foram a “Família Skateboard”, Juliano e Lucca Cassemiro e Reine Oliveira mais o convidado da família, Renato Sales, que vem apavorando em vários campeonatos com seu role versátil em todos os terrenos. POR JULIANO “LILICA” CASSEMIRO | FOTOS OLEEV TORRIN

O Acima: Juliano “Lilica” Cassemiro.

<38>

ponto de partida foi a casa da família Cassemiro em São Paulo, com umas sessões na minirrampa da Mission com direito a churrasco de boas vindas, no estilo brazuca para os amigos da Califa e Europa. Em seguida, veio a sessão de downhill em um dos condomínios na Serra da Cantareira, num pico considerado faixa preta por muitos: curvas, guias altas, valetas e postes, um local que não pode dar chance para erros e precisam de perícia e bons slides para concluir todo drop. No dia seguinte, a sessão foi na pista de São Bernardo do Campo e Renato Sales leva os nossos amigos para conhecerem a maior pista da América do Sul. Tibs, um verdadeiro bowlrider, e Renato andaram na pista até as per-

CRVIS3R SKATEBOARDING

nas não agüentarem mais. O próximo destino foi o litoral norte de São Paulo, em São Sebastião. Levamos os caras para conhecer as cachoeiras de Cambury, os rios que desembocam nas praias e, depois de um dia refrescante, a sessão de skate rolou até altas horas na pista pública de Boiçucanga. Depois de muitas manobras, carving e vários tombos, fomos nos refrescar no mar, e isso já era uma da manhã… uma vibe muito boa e altos mergulhos na companhia da família e amigos, numa lua cheia e luz típicas das belas noites litorâneas do Brasil. Próximo destino: Rio de Janeiro, subindo pela costa brasileira em direção ao QG da Equipe Lantras. Chegando lá, fomos muito bem recebidos por nossos amigos e


anfitriões, Jorge Zunga e Bel Aranha da equipe Vertical Skates. Ele é um skatista old school muito respeitado e, aos 47, anda quebrando tudo nas pistas do Rio e do Brasil, correndo campeonatos de veteranos. Zunga tem muita energia e muito skate no pé e foi o cara que abriu as portas das pistas; nesse dia, a sessão bombou em todos os lugares que fomos e andamos no bowl do Parque Madureira, na Praça Duó e no bowl do Rio Sul. No mesmo Parque Madureira, tem uma ladeirinha colada na pista de skate feita para downhill slide, carvings e slides. Acredito que a pista do Parque Madureira seja a mais overall do Brasil e é um belo exemplo para novas construções de pista no Brasil e no mundo, com a união de todas as modalidades em um só local (bowl, street e downhill), isso é como um sonho para os skatistas. De Madureira partimos para Praça Duó para uma rápida sessão de Juliano, Lucca e Tibs que foi interrompida pela chuva. Seguimos a caravana para a Floresta da Tijuca, onde tem as melhores ladeiras do Rio de Janeiro, com uma paradinha para pegarmos nosso amigo Gabriel Klein, que é o melhor fotógrafo de downhill da cidade. No início da sessão, encontramos o gaúcho Rodrigo Steinbach, o “Rato”, que agora tem loja de skate e mora no Rio, um amigo que sempre encontramos no circuito brasileiro e em algumas etapas do sulamericano de downhill; ele anda muito e elevou o nível da tour ainda mais com seus slides seguros, e a sessão pegou pesado em algumas curvas da Floresta. Com a luz do dia caindo, era hora de ir para o bowl do Rio Sul, nossa ultima parada na Cidade Maravilhosa. No local, o destaque ficou por conta de Gabriel pelas imagens e de Tibs Parise que, mesmo na chuva, mostrou porque é considerado um dos melhores longboard bowlriders do mundos: após muitos tombos pesados, o cara voltou de um aéreo com muito estilo, isso com a parte funda do bowl parecendo uma Acima: Luca Cassemiro. Ao lado: Reine Oliveira. Abaixo: Tibs Parise.

CRVIS3R SKATEBOARDING

<39>


GABRIEL KLEIN

art of life tour

Acima à esquerda: Oleev Torrin. Acima à direita: Juliano “Lilica” Cassemiro. Ao lado: A chance de andar no bowl perfeito do Rio Sul (um dos “15 lugares que você precisa andar de skate antes de morrer”, segundo a Thrasher) foi mais forte que a chuva: Tibs Parise, bean plant molhado into fakie ensopado. De acordo com os nossos registros e nossas fontes locais, ninguém ainda havia tido a moral de andar ali na chuva desse jeito

piscina com 4 dedos d’água! Depois o cara se soltou e vieram os laybacks estilosos e mais uma bateria de manobras. Depois que a chuva parou, os destaques ficaram para as linhas do Zunga e do Roberto “Ho-ho”, que tem esse apelido por causa de sua manobra característica, o Ho-ho plant. Hora de pegar a estrada com sentido a Trindade, uma vila próxima de Parati; ficamos hospedados na Pousada Araribe, do amigo e skatista Tulião, que vive no paraíso das ladeiras - para se ter uma ideia, existe uma ladeira chamada “Deus Me Livre” de tão temida… Como todos estávamos quebrados dos roles do dia anterior, foi um dia mais relax, com mergulhos, surfe nas ondas pequenas que tinham no dia, uns drops de downhill slide de Juliano, Reine e Lucca com o anfitrião Tulião, que também botou pra baixo com seus slides no seu estilo “skate rural”. Tibs ficou filmando, relaxando e curtindo a vila de Trindade. Para fechar a noite em grande estilo, Tulião mandou alguns sons de sua autoria, músicas que contam histórias das ondas do cepilho, de personagens e histórias na vila, e assim foi mais um dia muito bem vivido por todos. No dia seguinte, fomos direto para base em São Paulo, a casa da Família Skate, para <40>

CRVIS3R SKATEBOARDING

trocar as roupas das malas, renovar o quiver, pegar mais rodas e repor as energia com algumas horas de descanso. Renato retorna para tour depois de ter ficado entre os 3 num campeonato e ganhado um dinheirinho; já Sérgio Yuppie e Jorge Zunga pegaram carona para Floripa. Todos prontos, caminhonetes carregadas, era hora de pegar a BR 116 a caminho da ilha da magia, Florianópolis. No primeiro dia de manhã, visita à fábrica de shapes Curva de Hill do Sérgio Yuppie, em seguida a sessão na pista da High Adventure com o amigo chileno Marcelo Jimenez Ramirez, que trabalhou na restruturação da pista. Na sequência, fomos para o banks de madeira do Floripa Skatepark e não foi diferente, a galera detonou no local; e, para fechar o dia, churrasco na casa dos Curva de Hill, com Sérgio, Fernando, Junior, Christian e Lilian Yuppie. Também apareceram por lá o Igor Lage junto com a esposa Thata Luz e o filho, noite bem tranqüila com as famílias literalmente reunidas. O último dia de sessão de downhill da tour foi no Colinas, uma ladeira muito conhecida na cidade, e o dia prometia: apareceram para o role ninguém menos que a Georgia Bontorin e seu namorado, Lucas Freitas. O casal mostrou que está na maior sintonia até na hora dos drops, botando para baixo no gás colados com slides perfeitos para entrar nas curvas do Colinas. Reine e Juliano fritaram alguns jogos de roda nesse dia, mandando vários slides de todos os tipos. Já o Tibs desceu curtindo ao máximo aquele momento de estar andan-


do de skate em uma ilha do Brasil, mandou vários slides e não via a hora de ir andar na pista do Pedro Barros, o RTMF, que era nossa última sessão na ilha. Chegando lá, Zunga e Lucca já esperavam por nós, e Renato Sales mais uma vez de long mandou manobras muito seguras e plásticas como se estivesse com skate pequeno, isso sem contar a galera local que estava mandando ver na pista. Era hora de ir embora, com retorno para São Paulo no outro dia. O espírito do skateboarding, o pé na estrada, a união da família e de amigos, a vibe e o astral dessa tour se resumem exatamente no nome da mesma: Art of Life, a arte de viver - só que, nosso caso, na arte do skate overall. Que venha o próximo Art of Life em 2016! https://vimeo.com/122483882 Com apoio da Mission SkateShop, Boardrider, We Make Fun, Gullwing, Sector 9. Killer 187. Acima: Reine Oliveira. Ao lado: Renato Sales. Abaixo: Zunga e Tour Crew & Guests.

CRVIS3R SKATEBOARDING

<41>


RIQUE BARBO

araripe downhill challenge

Araripe

Downhill Challenge No melhor estilo dos festivais europeus de downhill, aconteceu a primeira etapa do Circuito Brasileiro de Speed CBSk 2015, organizada pela DHM Races. O clima e o visual lindo da cidade de Garibaldi (RS), a ladeira na Linha Araripe e o fato de todos os atletas estarem hospedados próximo ao drop - sejam nos hotéis e pousadas da cidade, sejam no camping armado em um campo de futebol no pé da ladeira - contribuiu para este clima. Todos podiam se encontrar rapidamente e o salão da comunidade foi usado como centro para estes encontros; realmente me lembrou muito alguns eventos que eu corri na Suíça e na Alemanha. POR ALEXANDRE MAIA | FOTOS RIQUE BARBO E VITOR R. DUARTE

A Acima: De macacão novo, Guto Negrão acerta a trajetória rumo à vitória.

<42>

CRVIS3R SKATEBOARDING

ladeira tinha tudo para ser um circuito de média dificuldade, se não fossem algumas imperfeições bem nas saídas de curvas que faziam com que o grau de dificuldade aumentasse bastante. O primeiro dia ocorreu sem grandes surpresas, todos puderam andar muito de skate com vários drops de treino. Já o segundo dia ficou reservado para as tomadas de tempo: todos tiveram direito a dois drops para tentarem a melhor colocação nesta fase. Guto Negrão ficou com o melhor tempo entre os profissionais, Lucas Per-

doná fez o melhor tempo no Amador 1 e Melissa Brogni foi a mais rápida entre as mulheres. Depois de uma noite de chuva forte, o domingo amanheceu úmido e com pista molhada, o que deixou todos apreensivos. Todos os riders prepararam seus setups de chuva e foi nessas condições que começou o dia de provas do Araripe Downhill Challenge 2015. Na categoria Profissional o atleta com o melhor tempo do sábado manteve seu favoritismo e terminou o dia com o primeiro lugar: o paranaense Carlos Augusto Paixão,


VITOR R. DUARTE VITOR R. DUARTE

o “Guto Negrão”, chegou em primeiro seguido pelo gúcho Bernardo Brambila, que teve uma ótima recuperação e contou com a sorte depois de perder seu skate durante a largada. Não faltaram emoções nessa final: após o erro de Bambila na largada, Silon Garcia (“O Mestre”) assumiu o segundo posto e Yan Bertinati, na tentativa de chegar mais próximo de Silon, errou a tangência da primeira curva e teve uma queda, caindo para a quarta posição. Com isso, Brambila assumiu a terceira posição e Silon se manteve em Segundo, com Yan vindo atrás de uma recuperação. Na última curva, Silon sofreu uma queda deixando a segunda colocação livre para Brambila. Yan ainda teve que desviar de Silon para evitar uma queda e garantir o terceiro lugar. Dos quatro finalistas, tivemos dois riders experientes (Silon e Guto) e dois estreantes na categoria profissional (Yan e Bernardo), provando que a promoção deles para a categoria foi mais do que justa. Na categoria Amador 1 quem levou a melhor foi o catarinense de Praia Grande, Lucas Perdoná; a exemplo do Guto Negrão, ele manteve seu favoritismo depois de fazer o melhor tempo no sábado. Em segundo ficou o mineiro Tetas Cavinato seguido de dois atletas de Curitiba, Bruno Spengler e Darlan Sjcrew, em terceiro e quarto. No Amador 2, domínio dos gauchos: Miguel Moreira (de

RIQUE BARBO

RIQUE BARBO

RIQUE BARBO

No alto: Alexandre Marcante liderando uma bateria de treino. No meio: Rafael Careca. Embaixo: A rider a ser batida em 2015: Melissa Brogni.

CRVIS3R SKATEBOARDING

<43>


FOTOS RIQUE BARBO

No alto: Tetas, Yan Bertinati, Rodrigo Rato. No meio: João Gutemberg, competidor mais novo do circuito, vindo de Pernambuco e Lola Souza. Embaixo: Alexandre Maia e Cassiane Gehlen, atenção total na chegada de Guto Negão na tomada de tempo onde fez o melhor tempo do evento.

<44>

CRVIS3R SKATEBOARDING

VITOR R. DUARTE

VITOR R. DUARTE RIQUE BARBO

Novo Hamburgo) foi o campeão, seguido de Felipe Mousquer (de Porto Alegre). Em terceiro veio Igor Brenner, de Balneário Camburiú (SC) e Italo Lima, de São Leopoldo, em quarto. No Iniciante, quem levou a melhor foi o gaúcho Jeremias Gasparotto. O melhor tempo de sábado, Allyson Nascimento acabou na segunda posição com Gabriel Drachemberg em terceiro e Victor Cabau em quarto. Garantindo o futuro do esporte, tivemos na categoria Mirim o atleta Higuinha Matheus de Cuiabá em primeiro lugar, com Victor Ludwig (RS) em segundo. Na categoria Infantil, o campeão foi o pernambucano João Guttemberg, o mais novo atleta da competição. As lendas do esporte estavam representadas nas categorias Master e Grand Master. No master, quem levou a melhor foi Silon Garcia, que já havia feito a final do Profissional. Em Segundo, o experiente paulista Ricardo Mikima seguido por Alexandre Marcante (de Caxias do Sul) em terceiro e Nego Laranja (SP) em quarto. No Grand Master, só com atletas acima dos 40 anos, o mineiro Juba Sam foi o campeão seguido por Dacio Toco (SP) em segundo, tendo os catarinenses Rafael Zimbreiro em terceiro e Broca em quarto. As meninas marcaram presença e mostraram que estão andando cada vez mais forte: Melissa Brogni foi a grande campeã e mostrou que é a rider a ser batida este ano. Em segundo lugar, ficou a catarinense Morgana Luiz seguida de Michelly Lopes (RS) em terceiro e Lola Souza (de Sorocaba) em quarto. Na categoria mais rápida do Downhill, o Street Luge, tivemos o experiente curitibano Alexandre Cerri Machado em primeiro com André Ferreira em Segundo com dois gauchos fechando o póeio, Ederson Colaço em terceiro e Micael Pires em quarto. Os curitibanos também dominaram o Street Sled com Giovani Jientara em primeiro e Carlos Spengler em segundo. O Circuito Brasileiro de Downhill Speed CBSK 2015 começou quente e o ano promote ser de muitas disputas. A abertura foi mágica e muito bem realizada; com certeza todos ficaram satisfeitos e estão prontos para a próxima edição do evento. Até lá!

VITOR R. DUARTE

araripe downhill challenge


pará

Trip to ride: Pará Depois de um ano bem legal, com diversos eventos de longboard no Pará e na Região Norte, a Associação de Skate Longboard de Belém – BELLONG realizou em meados de dezembro de 2014 a Trip BELLONG/PRIORITY/ SURFAVEL/AMBIENT e convidou atletas e marcas pra participarem deste evento pra fechar com chave de ouro o trabalho de um ano. A barca era composta por Diego Polito, Davison Paixão, Cri Duarte - estes, de São Paulo - e Ramon Fernandez, de Brasília, todos competidores do circuito brasileiro de longboard profissional e amador. POR CRI DUARTE (AMBIENT/BLACK SHEEP) | FOTOS DIEGO POLITO

Acima: Cri Duarte quase causou um incidente diplomático pra mandar esse flip to fakie no monumento em Salinas, ligeiro e faceiro!

<46>

CRVIS3R SKATEBOARDING

A

trip correu por três cidades do Pará: Belém, Salinas e Bragança. Percorremos quase 1000 kms entre essas cidades e foram 10 sessões pesadas de longboard, com uma galera de várias cidades do Pará participando. Todos estavam muito interessados e empenhados em fazer esse intercâmbio com os atletas de fora (que são referências) e trocar ex-

periências com os mesmos. A troca de experiências, a vivência no skatão, evolução, turismo, diversão e choque cultural foram outros pontos imoprtantes da tour; porém, o seu foco foi alavancar a evolução coletiva do skatão no Norte. O primeiro deslocamento foi de Belém até Salinas (220 km); nessa primeira parada, rolou um mini outlaw


JOSÉ OHANA

DAVIDSON PAIXÃO

somente com atletas da categoria iniciante que demonstraram estar afiados, com um rolê forte pra categoria, impressionando os visitantes, o que fez com que todos fossem premiados ao final da session com brindes das marcas que apoiaram a Trip. No segundo deslocamento de ida e volta entre Salinas e Bragança (280 km), a session aconteceu na ladeira do Camutá, um pico casca grossa aos pés do Mirante de São Benedito, ponto cultural, religioso e turístico da cidade de Bragança. A galera local e da região compareceu em peso e pôde ver de perto os visitantes andarem, além de interagir com eles no rolê e na vibe, o que foi muito produtivo e positivo pra Trip. Nessa mesma ladeira, já tinha rolado o 2º Outlaw BELLONG em julho do ano passao, com mais de 70 atletas de vários estados do Norte inscritos. Esse evento credenciou os eventos da BELLONG a fazerem parte do circuito nacional de skate longboard da CBSK e Slide Liga Brazil para 2015, a convite da mesma. É um lugar lindo com natureza exuberante e, num clima de festa e confraternização de fim de ano, a session foi alucinante, todo mundo se divertiu muito. Em Salinas, a galera pôde conferir a praia do Atalaia, outro lugar lindo com dunas exuberantes e águas excelentes para o banho, tudo isso debaixo de um sol muito forte. Um belo lugar pra relaxar depois de uma jornada produtiva... Tivemos outro mini outlaw, desta vez com duas categorias (iniciante e máster) na Ladeira do Cemitério, rendeu uma sessão muito bacana em que todos deram seu melhor pra tentar arrastar os prêmios oferecidos pelas marcas do evento. Ver a evolução dos meninos do longboard do Pará é muito legal; em menos de um ano desde a minha primeira visita, pude notar uma evolução muito grande tanto nas tricks quanto no estilo e na velocidade.

No alto: Davison Paixão, esticando tudo no b/s full perto do rio. Embaixo à esquerda: Diego Polito executa um backside nose slide. Embaixo à direita: O local José Ohana mostrando os caminhos pra Diego, Davison e Cri. CRVIS3R SKATEBOARDING

<47>


pará No último dia de Trip, ainda em Salinas, um monumento nos chamou a atenção: quatro transições que terminavam com uma imagem santa no alto, a imagem de Nossa Senhora da Conceição, em um posto de gasolina... Desafio que adoramos já que, além do lugar não ser para o skate, é ao lado de uma grande avenida; mal começamos a andar e chega o secretário de Turismo do lugar! Depois de muita conversa, e de mostrar a revista CRVIS3R, ele autorizou nossa sessão lá e ai foi só alegria! Fakie ollie do Davison Paixão pra cá, fakie flip do Dilon pra lá, flip to fakie do Ramon Fernandez - e depois de umas tentativas, o meu também saiu, com 47 polegadas de pura alegria. Ficou no ar uma saudade quando deixamos Belém na terça-feira, mas também a certeza de que fizemos uma Trip muito legal, com pessoas boas, e todos realmente envolvidos com a ideia dela. (Bom, perdemos nosso voo às 3 da tarde, mas isso é pra outra história...)

No sentido horário a partir da foto abaixo: Direto de Brasília, Ramon Fernandes vara a calçada ruim de ollie. Pedrinho manda um f/s nose slide. Espancamento na ladeira: Alysson Silva, ollie into f/s full slide. Dois momentos com a galera da BELLONG: o uretano não pode parar!

<48>

CRVIS3R SKATEBOARDING


outlaw tubarinha

Outlaw Tubarinha:

Skate nas montanhas de Minas Gerais No último domingo de Março, os amigos e atletas Mateus Cavinato, Rodrigo Melo, Tomás Souza e Matheus Felicio tiveram muito sucesso na organização de um evento Outlaw. O campeonato aconteceu em Itabirito, a 40 minutos de Belo Horizonte, na ladeira conhecida como “Tubarinha”; é um percurso tranquilo, possui um top speed de 90km/h para o luge e 70km/h para o skate e as duas principais curvas são um hairpin para a esquerda no início do drop e um drift para a direita já no final do percurso. Com o clima considerado perfeito e muita diversão, aproximadamente 40 riders estiveram presentes no “Outlaw Tubarinha”, contando com o apoio de amigos e parentes presentes na ladeira. POR ANNA CAROLINA DEROMA | FOTOS LUCIANO LIMA JR. E BERNARDO VASCONCELLOS

Na foto acima: Juninho Otacilio, Guilherme Leal, Pedro Gibram e Andre Gibram.

<50>

CRVIS3R SKATEBOARDING

A

qualificação foi definida por um sistema de pontos. Todos os atletas competiram primeiramente em baterias sorteadas, valendo 4 pontos para o primeiro colocado, 3 para o segundo, 2 para o terceiro e 1 ponto para o quarto. No final de 3 descidas, os pontos de cada competidor foram somados e, com o total, foram montadas as baterias para iniciar os “pegas”. A premiação da competição foi fornecida por algumas empresas mineiras, que foram apoiadoras

do campeonato: Monkey Longboards, Beagle camisetas, Hunter Skateshop, Drop Skateshop e Hawk Skateshop. A partir das 10 horas da manhã, o percurso estava liberado para os treinos e os competidores foram chegando aos poucos. Dois carros de São Paulo vieram com todos os lugares ocupados, trazendo as presenças ilustres de Ricardo “Mikima” e Jorge Galasso. o “Jorjão”, junto com o seu bando. Um dos carros é do atleta paulista, apoiador do campeonato e fabricante de pranchas


de luge, Flavio Macedo, que já competiu no luge no gelo em países da Europa, como Áustria, Rússia e Romênia; na primeira vez em BH, ficou em terceiro lugar na sua categoria. Marcelo de Paula também estava presente, o único participante na categoria street sled, categoria ainda pouco praticada entre os participantes; ele voltou a andar ladeira abaixo por causa do filho, mesmo caso do campeão do street luge, o atleta e organizador Rodrigo Melo “Rodrigão”, de 55 anos. Além de pai e atleta, Rodrigão mostrou toda a sua disposição na organização do Outlaw. A categoria feminina foi muito bem representada pelas atletas Nina Marent Lages e Luana Campos, de 18 e 16 anos; para elas andarem mais, a disputa foi feita pelo esquema melhor de 3 descidas. Como Nina chegou em primeiro em duas delas, levou o primeiro lugar entre as meninas. A mãe de Luana, Luciana Campos, ajudou bastante os organizadores e é um grande exemplo para os pais que, por algum motive, não apoiam as meninas em cima do skate. Na categoria junior, quem ficou em primeiro foi o Pepe Laporte, um atleta de 17 anos de muito talento que recentemente voltou de uma temporada no Canadá, onde pode aperfeiçoar muito seu skate junto com grandes nomes do downhill mundial, como Max Ballesteros; já na categoria Master, o campeão foi o lendário Juba Sam, skatista mineiro que levou a vitória em casa. Na principal categoria da competição, a Open, a disputa pelo primeiro lugar ficou entre Mateus Cavinato “Tetas” e Thiago Lessa “Cuei”, e quem chegou em primeiro foi o “Cuei” Lessa, atleta de Belo Horizonte que também irá começar a disputar o Campeonato Mundial IDF daqui a poucos meses. Ele participou da competiçãocom bastante cuidado para não se lesionar e afirmou que o nível do Outlaw estava bastante alto, com a disputa foi bem mais acirrada que no último evento. Foi desta maneira que o mês de março chegou ao fim nas ladeiras de Minas Gerais. O campeonato superou as expectativas dos organizadores e dos riders presentes, que prometeram este ser o primeiro de muitos campeonatos que eles pretendem organizar no ano. Os skatistas se reuniram para fazer o que mais gostam, “botar pra baixo”, com a presença do público que animou ainda mais o champ, levando um som maneiro, um churrasco e uma “cerva” gelada para acompanhar os atletas no melhor estilo “Outlaw Race”. Que venham os próximos!

De cima para baixo: Nina Marent Lages; Manoel Rocha, Daniel Pádua, Pedro Gibram e Everton Festugatto; Pega insano na semi-final. “Cuei” Lessa, “Tetas” Cavinato e Pepe Laporte; Guilherme Leal no limite da pista. Acima: Transporte dos riders. A mamona voou!

CRVIS3R SKATEBOARDING

<51>


| pic of the day

<52>

CRVIS3R SKATEBOARDING


Pic of the Day Muitas vezes, um pico aparece quando você menos espera, como ao dirigir por uma estrada na área rural de uma cidade de praia... Em meio a bananeiras, coqueiros e amendoeiras, Rodrigo Fortes rabisca o asfalto com seu b/s full slide bucólico na entrada da curva em um secret point na Serra da Cantareira em São Paulo. Foto: Igor Lage CRVIS3R SKATEBOARDING

<53>


| pic of the day

O barroco e o moderno na mesma moldura: o cenário histórico de igreja e ruas seculares de Ouro Preto enriquecem o Coleman slide de Teca Lobato, na rua lisa como pedra sabão e rachada como só a passagem do tempo pode produzir. Foto: Carlos Hauck

A Rua Augusta é uma das principais artérias de São Paulo, com comércio variado de dia e muitas baladas à noite. A qualquer hora, um b/s nose slide da Jéssica Amorim pode aparecer pra compor o quadro. Foto: Roberto Tatto

<54>

CRVIS3R SKATEBOARDING


Fotografar skate também é se aproveitar de eventuais dificuldades que possam aparecer na sessão: a poça que atrapalha a linha na pista do CECAP é a mesma que serve de espelho pro b/s crooked grind de Thiago Barata. Foto: Jefferson Du CRVIS3R SKATEBOARDING

<55>


| business plan

Jet Skateboards (11) 3251-0633 www.plimax.com

Kryptonics (11) 2409-3264 contato@froes.com.br www.kryptonics.com.br

Gravity Skates (11) 99447-4290 www.bohrala.com.br

<56>

CRVIS3R SKATEBOARDING


Galeria do Rock Valorize a sua skateshop!

A HISTÓRIA DA GALERIA: A Galeria do Rock é um grande centro comercial e acima de tudo um importantíssimo pólo cultural da cidade de São Paulo. É composta por 450 estabelecimentos comerciais segmentados por diversos estilos, tanto de perfil de público como de tipos de serviços.

GALERIA DO ROCK

O edifício foi construído em 1963 e recebeu o nome de Shopping Center Grandes Galerias, abrigando salões de beleza, lojas de serigrafia e assistências técnicas de aparelhos eletro-eletrônicos. Somente no final da década de 70, lojas de disco começaram a se instalar no local. Com o passar do tempo e pelo grande número de estabelecimentos voltados para o público que gostava de rock, o Shopping Center Grandes Galerias recebeu então o apelido de Galeria do Rock. Nos anos 80, algumas lojas de skate se aventuraram em abrir espaços comerciais ao meio das lojas de disco e timidamente, vieram ganhando mais espaços no decorrer dos anos. Hoje, são mais de 20 lojas de skate espalhadas pelos 5 andares da galeria. A localização e a facilidade de transporte até o local, ajudou a se tornar hoje, o maior pólo de skate do Brasil. O prédio, que foi projetado pelo arquiteto Alfredo Mathias que emprestou o seu excepcional talento em cada detalhe arquitetônico, chama a atenção pelo seu formato ondulado, inspirado no Copan. Mathias também foi o responsável pelo projeto do conhecido Shopping Iguatemi, primeiro shopping construído no Brasil e o majestoso Palácio Anchieta (onde se aloca a Câmara Municipal da Cidade de São Paulo), Portal do Morumbi entre outras dezenas de obras no País. Depois de uma revitalização nos anos 90, ficou valorizada pela maravilhosa arquitetura original, onde 20 mil pessoas por dia circulam entre corredores limpos e com segurança. No início de 2014, um projeto de lei quer tornar a galeira em um dos pontos turísticos populares de São Paulo, em patrimônio imaterial do município.

Galeria do Rock: Av. São João, 439 ou Rua 24 de Maio, 62 Centro - SP/SP - CEP: 01041-000

Fotos Vivian Cury


FOREVER SKATEshop Av. São João, 439/ Rua 24 de Maio, 62 - 3º andar - Loja 448 www.foreverskateshop.blogspot.com foreverskateshop@gmail.com instagram.com/foreverskateshop facebook.com/foreverskateshop Fone: (11) 3331-5323

CAFÉ SKATESHOP Av. São João, 439/ Rua 24 de Maio, 62 - 2º andar - Loja 338 Fone: (11) 3361-3721

MISSION Skateshop Av. São João, 439/ Rua 24 de Maio, 62 - Piso Térreo - Loja 126 facebook.com/missionskateshop Instagram @missionskateshop E-mail: missionstore@hotmail.com Fone: (11) 3338-2745

FLOW Skateshop Av. São João, 439 - Loja 233/235 www.facebook.com/flow.skateshop E-Mail: flowsk8shop@ig.com.br Fone: (11) 3338-1441


POR LARISSA SAMPAIO*

FOTOS VIBELONGBOARDS

| cuide-se

1

3

2

4

P

ular corda emagrece e é um exercício aeróbico, assim como correr, andar e pedalar. Um dos exercícios aeróbicos mais completos, a atividade aumenta a resistência cardiovascular, desenvolve a coordenação, melhora a força das pernas e dos pés e ainda dá tônus muscular ao corpo. Cerca de meia hora dessa atividade pode queimar até 400 calorias! No entanto, não se trata de um exercício especifico para ganho de massa muscular; por isso, se esse for o seu objetivo, a musculação deve ser combinada com essa atividade. Também ajuda praticantes de esportes que utilizam muito os pés, como tênis, esqui, skate, basquete e futebol, devido ao fortalecimento e condicionamento proporcionados, deixando o atleta mais ágil, leve e, claro, preparando as pernas para manobras. A dica é: leve a sua corda sempre contigo. Se você estiver com o tempo corrido e quiser conciliar um aeróbico com seu role, chegue na ladeira e já comece a pular corda, faça seu aquecimento pulando 10 min. Caso você só queira perder peso, pule 30 minutos todos os dias (claro que com intervalos

e variações) e a evolução acontecerá da mesma forma que em qualquer esporte, com tempo e treino. Se você for iniciante, comece pulando apenas 15 minutos e, com o passar dos dias, vai ganhar resistência e conseguirá aumentar o volume do treino e as variações de exercícios. Vamos lá suar a camisa e ganhar um condicionamento físico perfeito... É custo zero e saúde dez!. Fica aí mais uma dica! 1) Gire a corda para criar intimidade, gire-a para os 2 lados. 2) Em seguida, pule com os dois pés unidos. 3) Salte com um dos pés e depois com o outro (fazer 10 pulos de cada perna). 4) Esse é o salto alternado: troque de pé sempre que a corda bater no chão. Comece já a pular corda, você vai se divertir e queimar muitas calorias! Beijos e até a próxima edição!

* Larissa de Sousa Sampaio nasceu em Goiânia, mas vive desde os 5 anos em Brasília. Empresaria, professora de ginástica e personal trainer, é formada em educação física e anda de skate há 10 anos. Patrocínio: Grife Larissa Sampaio Sportwear.www.larissasampaio.com.br

<60>

CRVIS3R SKATEBOARDING


| onde encontrar Esses são os pontos de distribuição da sua revista CRVIS3R Skateboarding. Seja um distribuidor em sua loja. Entre em contato para maiores informações: lojascrvis3r@gmail.com Valorize sua skateshop! AMAZONAS Workshop - Av. João Valério, 148 - loja 4 - Norte Shopping - Manaus DISTRITO FEDERAL Funhouse Skatewear - SDS Bloco E, Loja 11- Asa Sul - Brasília Funhouse Est. 1995 - SDS Bloco D, Loja 16 - Asa Sul - Brasília Mormaii Shop - SCN Quadra 5 bloco A loja 84 - Asa Norte - Brasília Overstreet Skateboards - SDS, Bloco E - loja 24 - Asa Sul - Brasília ESPÍRITO SANTO Heijhow Boardshop - Av. Beira Mar, 1772 - loja 06 - Praia do Morro Guarapari Mavericks Surf Store - Rua João da Cruz, 330, Praia do Canto - Vitória Loja Players - Av. Rio Branco, 1645 lojas 13 e 14, Praia do Canto - Vitória Hama Hama Skate Shop - Av. Hugo Musso, 610 - loja12 - Praia da Costa Vila Velha GOIÁS Ambiente Skateshop - Rua T-30/Q 107, 16 - Setor Bueno - Goiânia Roots Skateshop - Rua Leopoldo de Bulhões, 166 - Centro - Anápolis MARANHÃO Dahora Underground - Rua do Sol, 472-B - Centro - São Luís MINAS GERAIS Drop Skate Shop - Rua Arrudas, 542 Santa Lucia - Belo Horizonte Pegasos - Av. Rio Branco, 1844 loja 33

- Centro - Juiz de Fora Blunt - R. Montes Claros,189 - Carmo Belo Horizonte De Rua Skateshop - Rua Paraiba, 1061 - Savassi - Belo Horizonte PARÁ Hope Skatehouse - Rua Aristídes Lobo, 134 - Campina - Belém PARANÁ Secttor AWA - Rua Vicente Machado, 285 - loja Vm 18 - Curitiba Ultra Skate - Rua Itacolomi, 292 Curitiba PERNAMBUCO Fish SurfSkate - Rua Sebastião Alves, 178/301 - Parnamirim - Recife Myllys Skateboard Wear - Av. Conde da Boa Vista, esquina c/ Rua da Aurora Boa Vista - Recife RIO GRANDE DO SUL D1D Skateboard www.d1dskateboard.com.br Duelo Skateboard - Rua Primeiro de Março, 991 - sala 01 - Centro - São Leopoldo Panda & Monio - Rua 24 de Outubro, 111 - loja 42 - Centro - Porto Alegre Complex Skatepark - Av. Protásio Alves, 3839 (esquina com R. Gutemberg) Porto Alegre Trópico Surf Shop - Av. Francisco Trein, 173 - loja 362 - Porto Alegre Mormaii - R. Túlio de Rose, 80 Shopping Bourbon Country - Porto Alegre Fenix Street Wear - Rua Julio de Castilhos, 71 - Centro - Bento Gonçalvez Top Skate - Av Doutor Nilo Peçanha,

2181 - loja 3 - Boa Vista - Porto Alegre Top Skate - Av. Independência, 1093 Independência - Porto Alegre UPONBOARD STORE - Av. Dr. Sezefredo Azambuja Vieira, 2685 - Canoas Zumbi Longboards - Rua Os 18 do Forte, 1296 - sala 01 - Centro - Caxias do Sul RIO DE JANEIRO Acquanews - Rua Moises Amelio, 17lj144 - Cadima Shopping - Centro - Nova Friburgo Bergwind - West Shopping - Est. Mendanha, 555 - Segundo Piso - loja 259 – Campo Grande Bibi Sucos - Av. Ataulfo de Paiva, 591-A - Rio de Janeiro Bibi Sucos - Shopping Leblon, 4º Piso, 405-E - Rio de Janeiro Boards Co. - Rua Francisco Otaviano, 67 - loja A, B, 30 - Galeria River - Arpoador Rio de Janeiro Bom Rolé - Rua Francisco Otaviano, 67 - loja 40 - Galeria River - Arpoador - Rio de Janeiro C4 Skateshop - Rua Francisco Otaviano, 67 - loja 50 - Galeria River Arpoador - Rio de Janeiro Dudu Skate - Rua Francisco Otaviano, 67 - loja 20 - Galeria River - Arpoador Rio de Janeiro Homegrown - R. Maria Quitéria, 68 Ipanema - Rio de Janeiro Homey - Rua Fracisco Otaviano, 67 loja 17 - Galeria River - Arpoador - Rio de Janeiro MUS Skate - Rua Belford Roxo, 161 lj H, Copacabana Rollin’ Time Arpex - Rua Francisco

Otaviano, 67 - loja 15 - Galeria River Arpoador - Rio de Janeiro Street Force - Rua Francisco Otaviano, 67 - loja 35 - Galeria River - Arpoador Rio de Janeiro SK8 Rock - Rua Campos Sales, 188 Maracanã - Rio de Janeiro Skate Rock - R. José de Alvarenga, 65 Lj 16 - Duque de Caxias Skate Rock - Av. Pres Vargas, 187 qd 03 - loja 03 - Duque de Caxias Skatebrothers Rio - Rua Constanca Barbosa, 96 - loja E - Meier - Rio de Janeiro Sea Cult - Av. Cesário de Melo , 3006 loja 118 - Campo Grande UnderHouse - Galeria Oliveira - Av. Roberto Silveira, 110 - loja 03 - Paraty SANTA CATARINA Curva de Hill Skate Boards - Rua Laurindo Januario da Silveira, 5555 Florianópolis Flying Rhino - R. Beco dos Surfistas 236, Lagoa da Conceição - Florianópolis Hotglass - R. Acacio Garibaldi Santhiago 864 - Joaquina - Florianópolis Ilha Bela Surf Shop - Rua Irineu Bornhaussem, 510 - Centro - Praia Grande Jamaica Skateboard - Rua Felipe Schmidt, 249, loja 14 - Centro Florianópolis JBay - Rua Felipe Schmidt, 249, Centro Comercial ARS - loja 209, 1º Piso Centro - Florianópolis Pousada Hi Adventure - Rua Sotero Farias, 610 - Rio Tavares - Florianópolis Rola Bosta Longboards - Rua 1500, 435 - Loja 4 - Balneário Camboriú


Camisetas e moletons

CRVIS3R Skateboarding!

CONTATO: (11) 4323-5737 E-mail: distribuidor123@yahoo.com.br Facebook: /crvis3rskateboarding Instagram: @crvis3rskateboarding Site: www.crvis3rskateboarding.com.br


| onde encontrar Roots - Av. Nereu Ramos, 473, Lojas 2 e 3 - Penha SÃO PAULO/CAPITAL/ABC Banca Ibirapuera - Pq. do Ibirapuera (dentro do parque) Bomba Store - Av. Cel. Sezefredo Fagundes, 2055 casa1 - Jd. Tremembé - São Paulo Central Surf - Shopping Aricanduva - Av. Aricanduva, 5555 âncora 9 - Vila Matilde - São Paulo Flow Skate Shop1 - Av. São João, 439 - loja 233 Centro - São Paulo Flow Skate Shop2 - Av. São João, 439 - loja 323 Centro - São Paulo Forever Skate Shop - Av. São João, 439 - loja 448 Centro - São Paulo Galeria Alma do Mar - Rua Harmonia, 150 - loja 05 Vila Madalena - São Paulo GoodDeal - Av. Prof. Alfonso Bovero, 1.048 - Perdizes - São Paulo Led Rockskate - Estrada do Campo Limpo, 354 - loja 402 - Vila Prel - São Paulo Mys Pot - Rua Alfonso Bovero, 1410 - Pompéia - São Paulo Mission - Rua São João, 439 - loja 126 - Térreo Centro - São Paulo Mission - Rua São João, 439 - loja 323 - 2º andar Centro - São Paulo Old School - Gal. Ouro Fino - Rua Augusta, 2.690 - Loja 228 - São Paulo Overboard (Aricanduva) - Shopping Leste Aricanduva loja 121/125 - Aricanduva - São Paulo Overboard (Santana) - Rua Dr. Olavo Egídio, 51 Santana - São Paulo Pyro’s Skateshop - Rua São João, 439 - loja 225 Centro - São Paulo Red Beach - Av. Júlio Buono, 2070 - Vila Gustavo - São Paulo Sativa - Rua 24 de Maio, 116 - loja 19 - Centro - São Paulo SAM (Skate Até Morrer) - Av. São João, 439 - loja 109 - Centro - São Paulo SAM - Av. São João , 439, loja 124 - Centro - São Paulo SK8-1 - Rua Dr. Jesuíno Maciel, 605 - Campo Belo Star Point (Ibirapuera) - Av. Iraí, 224 - Moema - São Paulo Star Point - Shopping Eldorado - Piso 2 - loja 329E Pinheiros - São Paulo Secretspot/Curva de Hill - Rua dos Patriotas, 548 São Paulo Sick Mind - Rua São João, 439, loja 227 - Centro - São Paulo Sick Mind - Loja Ouro Fino - Rua Augusta, 2690 - loja 216 - São Paulo Surf Trip (Centro) - Rua 24 de Maio, 199 - Centro São Paulo Surfavel Surfboards - Rua Conselheiro Saraiva, 912 São Paulo Styllus - Rua Visconde de Inhaúna, 980 - São Caetano do Sul Terceiro Mundo - R. 24 de Maio, 62 - 2º andar, Loja 364, Centro - São Paulo Tent Beach - Av. Ramiro Colleone, 255 - Santo André Toobsland - Rua Cerro Corá, 635 - Lapa - São Paulo Ultra Skate - Rua Engenheiro Adelmar Mello Franco, 111 - Brooklin Paulista - São Paulo US Boards - Rua Engenheiro Ranulfo Pinheiro de Lima, 182 - Ipiranga - São Paulo Vitaboard - Av. São João, 439 - loja 201 - Centro - São Paulo Wollong Board Store - Rua Cajaíba, 1029 - Pompéia - São Paulo SÃO PAULO/INTERIOR - LITORAL Action Now - R. Dr. Thomas Alvez, 216 - Campinas Action Now - Rua Dr. Paulo Frontin, 261 - Centro - Mogi das Cruzes Clube C - Rua Pinduca Soares, 138 - Centro - Ibiuna Dirty Joy - Rua Almeida de Morais, 30 - Santos Dorgo Skate - Rua Alameda das Margarida, 628 - loja 6 - Guarujá Dylan Skate Bags - Rua Princesa Isabel, 73 - 45 Itarare - São Vicente Evolution - Av. Mal. Floriano Peixoto, 44 - lj. 96 - Santos Gás Inflamável Skate Shop - Rua Quinze de Novembro, 1817 - Centro - São Carlos Industria Skateshop - Av. Andromeda, 227 - loja 127 Jd. Satelite - São José dos Campos Jaws - Av. Carlos Mauro, 379 - Centro - Águas De São Pedro Life Core - Travessa Marquez do Herval, 82 - Centro Pindamonhangaba A Toca Skateria - R. Frei Gaspar, 952 - São Vicente Surf Track - Plaza Avenida Shopping - Av. José Munia, 4775, Loja 195, Piso 1 - São José Do Rio Preto Trash Skateboards - Av. Prof. Thomaz Galhardo, 454 loja 04 - Centro - Ubatuba Vahlent Boardshop - Av. Siqueira Campos, 51 - Centro - Jacareí Via 83 - Av. Ana Costa, 549 - loja 83A - Gonzaga Santos Confira também as relações de lojas em www.facebook.com/crvis3rskateboarding

<64>

CRVIS3R SKATEBOARDING

SUA LOJA AQUI! Fotografe a revista na sua loja e poste no seu facebook ou instagram e compartilhe com a gente #crvis3rskateboarding! A foto pode ser publicada aqui na edição seguinte. Publique... Siga... Compartilhe! Banca Ibirapuera, São Paulo/SP.

LOJISTAS: Cadastro aberto para novos pontos de distribuição da revista CRVIS3R Skateboarding em todo o Brasil! As skateshops e boardshops são os “templos” para se adquirir os melhores produtos e materiais de skate, mas também são locais de informação! Essa informação pode ser feita através da revista, que é distribuída gratuitamente aos consumidores sedentos por saberem de tudo o que acontece no universo do skate de ladeira e em qualquer tipo de terreno. Assim, caso a sua loja esteja interessada em ser mais um ponto de distribuição da CRVIS3R Skateboarding, a melhor revista de skate da América Latina que há dois anos vem trazendo tudo sobre longboards, downhill speed e slide, cruisers, lifestyle etc, entre em contato conosco! Envie email para: lojascrvis3r@gmail.com Você receberá todas as informações que precisa para se tornar um novo ponto de distribuição e, assim, presentear os seus consumidores. A partir daí, a sua loja fará parte da seção ONDE ENCONTRAR em todas as edições (tanto na versão impressa quanto na online), com o nome e o endereço de sua skateshop.

Valorize a sua skateshop!


foto do leitor | As imagens dos leitores estão chegando, e se você também quiser ver sua foto publicada aqui na revista, envie-a para nós. Esse espaço é seu! Basta enviar a sua imagem mais legal, andando de long, cruiser, speed, downhill slide... o que você achar melhor. A foto selecionada vai estampar a “Foto do Leitor”! Então capriche e envie por e-mail para: fotoscrvis3r@gmail.com Utilizando o aplicativo Instagram, basta postar a sua foto preferida com a hashtag #crvis3rskateboarding. Não se esqueça de colocar o nome do skatista, o local, a manobra (opcional) e o nome do fotógrafo. Lembrando que fotos de quaisquer mecanismos são aceitas: celular, câmera fotográfica, captura de vídeo, etc. Boas sessions e boas fotos!

Rider : Thiago Moreira / Foto: Guilherme Marochi / Local : Circuito, Curitiba, PR.

Rider: João Pedro / Foto: Diego Vargas / Local: São Leopoldo, RS.

Rider: Gabriel Leão, fs full slide / Foto: Jadson Vasconcelos / Local: Castanhal, PA.

Rider Lola Souza / Foto: Juliane Souza / Local: Pico Alphaville, Votorantim, SP.

Rider: Lucas Barcellos, full slide / Foto: Mauricio Barcellos / Local: Ladeira da Casquinha.

Rider: Luiz Felipe Veloso ‘Ferrugem’ / Foto: Felipe Figueró / Local: Canoas, RS. CRVIS3R SKATEBOARDING

<65>


| instagram visite: @crvis3rskateboarding

<66>

@aloha_vivalaedu

@cleinhaguerra

@the_brookedavis

@japanesee

@jwallzzz

@maxthompson

@pripresleyoficial

@sealillly

@stephclairesmith

CRVIS3R SKATEBOARDING


CRVIS3R Skateboarding #17  

CRVIS3R Skateboarding #17

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you