Issuu on Google+

ESPECIAL PNEUS Alinhamento e Balanceamento

O que te Move? Se o que te move é cuidar da melhor forma possível do seu veículo, então você também é AutoMovidos.

Dois serviços que ainda fazem parte das dúvidas de muitos motoristas.

Pág.02

A importância do alinhamento • Quando um veículo perde alinhamento? • Quando se deve fazer? • Quanto tempo demora?

Confiar na marca, nos produtos, nos serviços e nas pessoas que te ajudam nesse cuidar, é muito importante, pois a qualidade, a tecnologia e a economia estão conectadas com o resultado e fazem toda a diferença para você seguir em frente.

Pág.02

Butantã ganha novo conceito de Centro Automotivo

TYREPLUS BRASIL

Presente em vários países, o Butantã recebe um novo conceito em serviços automotivos, TYREPLUS!

Pág.02

Os mitos na compra de 2 pneus

Nesta edição vamos informar sobre algo essencial para o veículo, os pneus, estes produtos que tornam possível rodar com todo o conforto e segurança pelos quatro cantos do mundo. Se o que te move é o novo, o surpreendente e a multiplicidade para se tornar cada vez melhor, então você também é AutoMovidos. AutoMovidos, é o veículo de informação que chega às ruas para acompanhar você e suas escolhas. Vire a página e aproveite!

As informações desencontradas na hora de escolher onde colocar os novos pneus: no eixo dianteiro ou traseiro?

Pág.03

Ano I - nº 001 - Distribuição Gratuita - Venda Proibida São Paulo, dezembro de 2012 Jornal de livre circulação - Em conformidade com o artigo 26 parágrafo 2º da lei municipal 14.517


Ano I - nº 001 - São Paulo, dezembro de 2012

Alinhamento e balanceamento, dois serviços que ainda fazem parte das dúvidas de muitos motoristas SEGURANÇA >>

QUAL A DIFERENÇA ENTRE ALINHAMENTO E BALANCEAMENTO? As pessoas confudem frequentemente o alinhamento e o balanceamento, mas eles são completamente diferentes. Se você percebe que seu carro puxa para a direita ou esquerda quando você libera o volante por um curto período de tempo, você precisa verificar o alinhamento do seu veículo. Se você percebe que o seu volante vibra ou o

POR QUE FAZER ALINHAMENTO É IMPORTANTE? Na maioria dos veículos, o alinhamento previne: • O desgaste irregular dos pneus, aumentando a sua vida útil; • O aumento do atrito do pneu no solo, contribuindo para a economia de combustível do veículo; • A deriva do veículo, melhorando a dirigibilidade e a segurança.

seu carro apresenta barulhos em determinadas velocidades, você precisa verificar o balanceamento das rodas do seu veículo. O alinhamento do veículo é para ajustar os ângulos das rodas, mantendo-as perpendiculares ao solo e paralelas entre si. Já o balanceamento de um pneu permite que a roda gire sem provocar vibrações nos veículos em determinadas velocidades.

POR QUE FAZER BALÇANCEAMENTO É IMPORTANTE? As consequências da não realização do balanceamento ou de um procedimento mal feito nas rodas dianteiras e traseiras se materializam por vibrações, seja no volante, no piso do carro, no painel de instrumentos ou nos assentos, em distintas faixas de velocidades. O balanceamento nas quatro rodas é absolutamente essencial para o conforto na condução e na manutenção do desempenho dos pneus.

Quando fazer o alinhamento dos pneus? • Em todas as revisões periódicas estipuladas pelo fabricante do veícuio; • Sempre após um impacto forte contra buracos, pedras, guias ou outros objetos; • Sempre que houver a substituição de algum elemento da suspensão ou da direção; • Toda vez que notar algum comportamento estranho no veículo, tendendo a ir mais para um lado ou com dificuldade de se manter na trajetória;

• Quando forem verificados desgastes irregulares nos pneus; • Sempre que houver substituição de pneus.

Quanto tempo demora para alinhar um veículo? O alinhamento das rodas dianteiras e traseiras é realizado em cerca de 30 minutos. É uma operação simples e deve ser feita por especialistas com equipamentos adequados. Por isso, recomendamos a rede de revendedores que possui equipamentos de ponta e profissionais altamente qualificados.

Novo conceito em Centro Automotivo chega ao Brasil INAUGURAÇÃO >>

O grupo Michelin traz para o Brasil o seu mais novo conceito de Centro Automotivo, voltado para a manutenção preventiva dos veículos.

O conceito TYREPLUS já existe, com sucesso, em vários países do mundo, como Rússia, Tailândia, India, China, México, Austrália, entre outros. A primeira loja TYREPLUS do Brasil ainda trabalhará em caráter de loja piloto, através da qual os detalhes e customizações do modelo às peculiaridades do mercado brasileiro serão testados.

TYREPLUS - Corifeu | Recepção

Por que um veículo pode perder o seu alinhamento? Um simples desalinhamento pode ocasionar sérios problemas, já que o objetivo é otimizar a dirigibilidade e maximizar a vida útil dos pneus. O alinhamento do seu veículo pode ficar comprometido por causa do choque do pneu

com uma calçada, buracos nas pistas ou mesmo em acidentes mais graves como uma batida. Quando o veículo está desalinhado, as bordas (ombros) dos pneus se desgastam mais rapidamente, comprometendo o desempenho do veículo. Isso fará com que você tenha que trocar os pneus antes do esperado.

TYREPLUS - Corifeu

TYREPLUS - Corifeu | Fachada

A TYREPLUS abrirá no dia 13/12, no bairro do Butantã, em SP e nós da AutoMovidos faremos questão de estar presentes na sua inauguração para conhecer este novo modelo de atendimento e serviço.


Ano I - nº 001 - São Paulo, dezembro de 2012

Quando os consumidores compram apenas 2 pneus para os seus carros, quase sempre fica uma dúvida: dicas >>

Onde se deve colocar os pneus novos, nos eixos dianteiros ou traseiros? Vemos muitas informações desencontradas sobre isso, e hoje vamos acabar com esse mito. Posso colocar apenas dois pneus novos no meu veículo? Para maior equilíbrio do veículo e melhor comportamento, o ideal é que os 4 pneus sejam substituídos ao mesmo tempo.

Para garantir a uniformidade do desgaste dos pneus, recomendamos a realização do rodízio periódico. Trata-se da troca periódica de posição dos pneus nos eixos. Isso proporcionará o desgaste uniforme dos pneus, prolongando a sua vida útil e assegurando o bom comportamento do veículo.

Em veículos de tração integral nas 4 rodas, seja permanente ou não, é recomendável que sejam substituídos sempre os 4 pneus ao mesmo tempo para evitar desgastes mecânicos acentuados.

Caso o rodízio não tenha sido realizado, a montagem de somente dois pneus novos pode ser realizada sem grandes prejuízos ao comportamento ou ao equilíbrio do veículo.

Na substituição de apenas 2, os pneus mais novos devem ser montados no eixo traseiro? Os pneus mais novos ou em melhores condições devem sempre ser montados no eixo traseiro, para garantir a segurança e o controle do veículo em situações críticas, como: frenagens emergenciais, curvas acentuadas e pistas molhadas, independentemente, se o veículo possui tração dianteira ou traseira. O fato do eixo dianteiro ser o que guia o veículo é a primeira indicação que o motorista tem maior controle desse eixo, o que permite uma fácil correção em uma eventual perda de aderência.

curvas acentuadas No caso de uma perda de aderência em uma curva, é muito mais fácil para um motorista controlar o veículo que perde a aderência no eixo dianteiro.

A probabilidade que o veículo “rode” na pista em uma curva acentuada com pneus mais gastos montados na traseira é grande e a tendência que o veículo “saia” fora da pista também, podendo inclusive causar um acidente.

Nesta situação, a reação normal e intuitiva de um motorista, na maioria dos casos, é suficiente para retomar o controle do veículo. Além disto, o fato do eixo dianteiro ser o que dá a direção ao veículo facilita esta manobra. Porém, se o veículo perder a aderência no eixo traseiro no meio da curva, o procedimento para correção da trajetória é mais complexo e só é bem realizado por pilotos experientes, pois, exige muita habilidade.

Freada brusca No caso de uma freada emergencial, os pneus dianteiros recebem uma carga dinâmica maior do que os pneus traseiros. Maior carga significa maior aderência nos pneus dianteiros. Portanto, a probabilidade de que os pneus traseiros deslizem ou percam a aderência nesta situação é alta.

Com pneus de menor aderência na traseira, em uma frenagem de emergência, a probabilidade do veículo rodar é grande, podendo causar um acidente.

Se estes pneus traseiros tiverem maior aderência, haverá um melhor equilíbrio do veículo. Mas, se os pneus traseiros não tiverem boa aderência, com o alívio da carga, a tendência deles deslizarem é grande, comprometendo a distância percorrida na frenagem e facilitando o veículo a sair de sua trajetória normal.

PISTAS MOLHADAS Em situação de pistas molhadas, a possibilidade de um veículo aquaplanar depende de três fatores: velocidade, volume de água na pista e capacidade dos pneus de escoar a água. Neste último item, quanto mais novos forem os pneus, maior a capacidade de escoar a água e menor a probabilidade de ocorrer a aquaplanagem.

Se os pneus traseiros estiverem mais gastos que os dianteiros, a perda de aderência no eixo traseiro pode fazer o veículo “sair” de traseira, situação de difícil controle pelo motorista. A perda de aderência no eixo dianteiro é mais fácil de ser corrigida.

A teoria que os pneus dianteiros “abrem caminho” para os pneus traseiros só ocorre em uma linha reta perfeita, situação onde a aquaplanagem é um pouco menos problemática porque o veículo continuará em linha reta. Em todas as outras situações, a trajetória dos pneus dianteiros e traseiros é diferente e qualquer destes pneus ficará sujeito ao mesmo volume de água na pista.

(1) e (2) Testes realizados em 2011 pelo Instituto TÜV SÜD Alemanha, com pneus comprados no mercado brasileiro, (Pirelli, Goodyear, Firestone), na dimensão 175/65 R14. (3) Testes realizados em 2011, certificados pelo Instituto Vanzolini, com pneus comprados no mercado brasileiro (Pirelli, Goodyear, Firestone e Continental) na dimensão 175/65 R14.

EXPEDIENTE | CrossOn - Ligada em Resultados - CNPJ 11.226.348/0001-18 - Rua Conselheiro Saraiva, 306 - Conj. 193 - Santana - CEP 02037-020 - Tel.: (11) 2548.3379 - www.crosson.com.br Diretor de Criação: Fabiano Salomão Diretor de Arte: Márcio Campanhola Revisão: Robson Ciola Tecnologia: Ritielle Souza Diagramação: Guilherme Souza Atendimento: Junior Salomão - Michele Bertholdo Impressão: Lauda Editora, Consultorias e Comunicações Ltda. - CNPJ 73.137.838/0003-67 - Fone: (11) 2136.6003 - Tiragem: 50.000 exemplares


Auto Movidos