Page 1

VISÃO GERAL DA ÁREA & PLANO 2013 CIDADES VERDES IV O urbanismo diante das mudanças climáticas


CIDADES VERDES A partir de 2011, com o objetivo de ampliar a atuação do Instituto e com isso envolver mais segmentos da sociedade na discussão e implementação de ações sustentáveis, o OndAzul criou a Conferência Cidades Verdes. Na primeira edição da Conferência, foram apresentados projetos como o sistema BRT como uma das soluções para o deslocamento de pessoas, o uso da energia solar como fonte limpa e inesgotável de eletricidade e propostas de cobrança de taxasengarrafamento, tratamento apropriado do lixo e muitas outras ideias que podem melhorar e muito a qualidade de vida dos cidadãos nas grandes metrópoles.


CIDADES VERDES Um ano depois, o Instituto OndAzul repetiu a experiência com igual êxito. Num momento em que a cidade se preparava para receber a Rio+20, e debatia sobre os grandes eventos esportivos que estão para acontecer, o fórum apresentou propostas e analisou impactos referentes ao crescimento e ao desenvolvimento das metrópoles, na busca por uma melhor qualidade de vida. Também foram discutidas questões como o aquecimento global e catástrofes ambientais. Estiveram presentes nomes como Claudio Langone, Dan Epstein, André Trigueiro e Susan Brownell.

O evento se consolidou como uma referência na produção de propostas viáveis para o crescimento sustentável das metrópoles, ajudou a manter o Rio de Janeiro no centro das discussões internacionais sobre o meio ambiente e o clima e partiu para sua terceira edição com cada vez mais consistência.


CIDADES VERDES IV Cidades da era de baixo carbono O urbanismo diante das mudanรงas climรกticas


As mudanรงas climรกticas sรฃo o maior desafio da nossa era.


As mudanças climáticas ameaçam o bem-estar de milhões de pessoas agora e de bilhões no futuro.


As mudanças climáticas destroem o direito humano a alimentação, água, saúde e abrigo.


Ninguém nem nenhum país escapará do seu impacto. Brasil é o sexto maior país em catástrofes naturais.


Temos visto nos últimos meses – tufões nas Filipinas, vórtice polar na América do Norte,


Inundações em toda a Europa – o aumento de eventos de clima extremo, sobre os quais os especialistas fazem avisos.


Em nosso país, convivemos cada vez mais com os efeitos das mudanças climáticas. Temperaturas altíssimas, seca, enchentes destruindo cidades inteiras, gerando prejuízos imensos, roubando vidas.


Sabemos o que é preciso para evitar essa catástrofe .Os aumentos da temperatura global devem ser limitados a menos de 2ºC acima dos níveis pré-industriais.


A crise climática afeta as cidades de duas maneiras: obriga-as a participar do esforço de mitigação das emissões de gases de efeito estufa, e a se adaptar aos efeitos negativos e potencialmente desastrosos das mudanças por vir.


As cidades hoje consomem 67% de toda a energia produzida no planeta e são responsáveis por quase 80% das emissões, 76% provêm da combustão do carvão e 63% do petróleo.


A maior resseguradora do mundo, a empresa alemã Münchner Rück, há 30 anos pesquisa o comportamento humano e como ele contribui para aumentar o número das catástrofes. • Alguns especialistas em catástrofes, estudam há, pelo menos três décadas, as mudanças climáticas pelas quais passa o Planeta. • Uma das conclusões a que chegaram é a de que as catástrofes naturais provocaram, nos últimos dez anos, prejuízos no valor de 333 bilhões de Euros, um montante 6 vezes maior do que há 50 anos. Uma das razões deste aumento é o aquecimento provocado pelo Efeito Estufa.


CIDADES VERDES IV O urbanismo diante das mudanças climáticas

Temática e Painéis


Cidades Verdes 2014 será dedicado a prospectar os desafios, os riscos e as oportunidades nas cidades numa nova era que se descortina: a do baixo carbono e da adaptação àquelas mudanças climáticas que já são inevitáveis.


PAINÉIS PRIMEIRO DIA


PAINÉIS – SEGUNDO DIA


PAINÉIS E TEMÁTICAS EM DESTAQUE PARA A PARTICIPAÇÃO DA SUPERVIA

• Painel II – dia 01

• Painel V – dia 02

Como reduzir as emissões e a poluição automotiva de efeito local.Quais as estratégias mais eficientes para cortar CO2, gases de efeito local e outros poluentes “binários” como o ozônio e o particulado. Como planejar a mobilidade para futuras reduções e o que nos ensinam as melhores práticas e as experiências positivas em grandes cidades.

Como planejar e ordenar na direção de cidades densas, de usos múltiplos, favoráveis a uma demanda de mobilidade menos intensa e ao transporte coletivo e/ou não motorizado. As tecnologias de gestão dos fluxos. A crescente realidade do transporte virtual via internet. Como se mover menos e melhor?


Visibilidade para sua marca Em um evento que é referência

na produção de propostas viáveis para o crescimento sustentável das metrópoles.


O PACOTE DO PATROCÍNIO

Como patrocinador, a empresa terá em toda mídia, materiais do evento, cenários a logomarca da empresa, como apoiador ou patrocinador. Além disso, sua empresa pode indicar um representante para conferenciar em um dos nossos painéis. O evento será realizado no Rio de Janeiro, nos dias 13 e 14 de maio, na Firjan.


MATERIAL GRテ:ICO


MÍDIA IMPRESSA Inserções ao longo de 1 semana no jornal, nas seções Cidade, Economia e Ciência. • 1 meia-página • 2 ¼ de páginas • 3 rodameios de 5 col x 10 cm


Cobertura em tempo real do evento Ambiente Especial com cobertura em tempo real. Transmiss達o ao vivo pelo site do jornal O GLOBO.


MÍDIA DIGITAL 3 diárias de megabanner na home do jornal . 500 mil impressões retângulo espalhadas pelo site do GLOBO 100 mil impressões de full banner espalhadas pelo site MOBILE do GLOBO


OUTRAS Mテ好IAS DIGITAIS

.2

Full page interativo no IPAD (versテ」o digital do GLOBO no tablet)

disparos e-mail marketing para base de 1,5 Milhテ」o do GLOBO


COBERTURA COMPLETA . Mais

de 40 matĂŠrias publicadas no site do GLOBO . No

twitter mais de 500 postagens nos dois dias de evento.


SUPLEMENTO ESPECIAL Suplemento de 8 pรกginas, com a cobertura total do evento que circula dentro do jornal O GLOBO.


Visibilidade para sua marca

Investimento


PESQUISA – ( Estudo “Futuro Sustentável”, conduzido no Brasil pelas agências de publicidade Z+, Media Contacts e Mobext, que entrevistaram 2.532 consumidores brasileiros. As três agências fazem parte do grupo francês Havas, que realizou o levantamento em dez países com base em dados coletados junto a um total de 25 mil pessoas).

A mudança climática e o aquecimento global preocupam 49% dos consumidores

brasileiros •

No Brasil, 23% dos consumidores acreditam que a responsabilidade em encontrar soluções para o desafio da sustentabilidade é das empresas, não do governo; no mundo é um total de 30%

• • •

90% dos consumidores brasileiros respeitam empresas sustentáveis; no mundo, a média é 80% 48% estão dispostos a pagar 10% mais pelo produto sustentável Menos de 30% relacionam sustentabilidade com preços altos, culpa ou sacrifícios.

70% associam o tema “Sustentabilidade” aos atributos integridade, saúde, oportunidade e futuro. Oito em cada dez brasileiros acreditam ter o poder de fazer com que as empresas ajam sob os conceitos da sustentabilidade


INVESTIMENTO

Patrocínio

R$ 85 MIL

Logomarca em todo PACOTE DE MÍDIA DO GLOBO. Logo em todo material impresso, de apoio, mídia, backdrop, painéis, vídeo ,cenografia do evento e transmissão ao vivo.

Apoio

R$ 50 MIL

Logomarca em todo material de apoio, backdrop, painéis, vídeo, e transmissão ao vivo.

Cidades verdes iv edição 2014 supervia