Issuu on Google+

Sentimentos


Cristiana de Barcellos Passinato Janeiro

2013


Vendo o filme “Borboletas Negras�


"Escreve uma poesia para mim, que eu escrevo uma para vocĂŞ..." Ingrid Jonker


Fazer amor entre os poemas, frases, palavras entre quatro paredes... Acho que ĂŠ o sonho de todo poeta... poetiza...


Talvez o maior erro de mulheres intensas, seja usar da sua intensa forma de ser em atitudes impensadas. É melhor conter e sublimar em versos.


Muitas vezes, uma mulher em ebulição, coloca tudo a perder por conta dessa intensidade... Pode ir à beira da insanidade. Limites!


A loucura e a sanidade podem se confundir quando percebemos o Ă­ntimo inquieto de alguĂŠm que transgride o comum. O louco pode ser normal.


E o que muitos chamam de loucura? O que sai da realidade, o que sai dos padr천es estipulados, o que incomoda, o que sai dos limites?


Os loucos podem ser os transgressores que levaram seus ideais ao limite, Ă  demasia a ponto de modificarem cenĂĄrios e mudarem ideologias!


Sรฃo os que se apaixonam por ideias, pessoas, causas de forma intempestiva que conseguiram transgredir e mudar cenรกrios putrefatos e hipรณcritas.


Os revolucionรกrios de ideias contraditรณrias que mudaram muitas realidades reacionรกrias e retrรณgradas no mundo. Foram os loucos de paixรฃo!


H谩 os loucos de sanidade que ainda querem um mundo menos hip贸crita e mais verdadeiro, onde as pessoas sejam menos divididas em r贸tulos.


HĂĄ os insanos por liberdade que querem amar sem olhar para qualquer etiqueta que seja, amar a essĂŞncia seja qual seja e o que for.


O importante mesmo é ser de verdade. Pois sendo quem somos, não nos traímos e assim decidimos o destino que traçamos e somos felizes.


NinguĂŠm quer nada que seja aprisionante, mas nada mais aprisionante do que uma mente limitada, daĂ­ quando nos libertamos, somos tachados loucos.


Muitas vezes precisamos de alguĂŠm para pedir socorro...


Muitas vezes, simplesmente ĂŠ necessĂĄrio saber que alguĂŠm nos ama pra nos mantermos vivos...


Não, não é apego a alguém, ou subjulgar o amor de Deus, mas é a carência por apenas sentir que existe aquela mão amorosa e olhar cuidadoso.


Muitas vezes a chama que fica rubra com tempo do amor 茅 miraculosa, ou o pr贸prio milagre que oxigena os dias que nos restam a serem vividos.


Como é difícil para as pessoas, talvez egoístas até, que se compreendam as pessoas que vivem e se doam por amor...


Talvez seja preciso que alguÊm nos socorra. É bom ter com quem contar. Mas muitas vezes o socorro vem de dentro.


O socorro mais efetivo, o da sobrevivência, só pode vir de nós, é interno. Precisamos soltar os gritos necessários e nos sentindo amados por nós mesmo.


Gritar o que está dentro de nós é necessário, mas é preciso saber equilibrar para não perdermos todo o socorro e nem afastar quem amamos e quer nos amar.


Silêncio...


Pausa...


Dor...


Fortalecimento...


Renascimento...


Ingrid Jonker


Para um mestre: Cinema-Filosofia Filosofia-Poesia Poesia-Cinema

Poesia rima com Filosofia! Cris Passinato


Agradecimento: Ao professor Gabriel Chalita que indicou esse lindo filme que me inspirou a realizar tal trabalho.


Sentimentos - Cris Passinato