Page 1

Publicação da Instituição Amélia Rodrigues - Nº 50 - Jan/Fev/Mar de 2017 - Santo André - SP

Era uma vez... Crianças da Amélia Rodrigues aprendem com os Contos de Fadas O que será que reis, rainhas, bruxas e bichinhos falantes têm a ensinar às nossas crianças? Para os educadores da Instituição Amélia Rodrigues é possível explorar diversas áreas do conhecimento por meio do Encantamento dos Contos de Fadas, tema do Projeto Anual da entidade. Segundo a Coordenadora Pedagógica, Andréa dos Santos, as histórias podem auxiliar os educandos no controle de emoções: medo, raiva, inveja, além de estimular a empatia, a coragem, a amizade e o autoconhecimento. “Acreditamos que de forma lúdica e signicativa iremos contribuir para a formação da personalidade da criança”, ressaltou. A proposta tem sido muito bem aceita pelas turminhas da Instituição. Em fevereiro, o Patinho Feio foi o personagem eleito para as atividades e as rodas de conversa, em que foram tratados temas como as diversas formações de família, as diferenças entre as pessoas e os preconceitos. Março foi o mês da Branca de Neve e os Sete Anões povoarem o imaginário dos pequenos.

|Identicação no espelho

|As crianças interpretam os personagens - Fotos: Divulgação

Em sala, os educandos zeram grácos e dobraduras com a gura da maçã para aprender matemática. E com o espelho, trabalharam a autoimagem, o autorretrato e o conhecimento de si mesmo. “Incentivamos valores, semelhantes à amizade entre os anões, e trabalhamos com as crianças os seus sentimentos e personalidades, por meio da identicação com os personagens”, armou a educadora Luciana Pereira. Maçã do bem A alimentação saudável é incentivada entre os “príncipes” e as “princesas” da Amélia Rodrigues. “Usamos a maçã da Branca de Neve para fazer suco. Cada criança colocou um pedaço da fruta dentro do liquidicador”, comentou a educadora Daniela Lopes. “Outra turma fez um bolo”, disse. “Aproveitamos para explicar por meio dos Contos o valor nutricional dos alimentos”, relatou. Segundo Daniela, havia crianças que rejeitavam essa fruta e passaram a comê-la após as atividades, assim também outros alimentos. O projeto desenvolvido neste ano é o

resultado de reexões, discussões conjuntas entre educadores e coordenadores da Instituição. Assim, a partir das vivências trabalhadas no ano anterior, essa ação tem por nalidade despertar nas crianças o gosto pela leitura, fortalecer os valores reais da vida cotidiana, bem como desenvolver a imaginação e a criatividade.

|Ações são vivenciadas em sala

Instituição

Amélia Rodrigues


Editorial

Todos nós podemos fazer o bem Quando a sociedade se organiza em prol do bem comum, temos a oportunidade de ver uma das formas mais bonitas de manifestação do amor de Deus, através das criaturas. Quantos hospitais erguidos para o tratamento de pessoas com câncer, tal qual o de Barretos (SP), oferecendo tratamento gratuito e, neste exato momento, devolvendo a chance de vida para pessoas antes entregues à própria sorte? Podemos citar também inúmeros lares de idosos, criados e mantidos no Brasil por Organizações Não Governamentais, como a Instituição Nosso Lar, em Santo André (SP), cuja nalidade é oferecer abrigo, carinho e dignidade às criaturas que, por motivos que desconhecemos, não contam com o auxílio dos familiares. Os animais também não cam sem amparo. Diversas Ong's se dedicam à causa animal e trabalham para dar assistência veterinária, alimentação e lares adotivos para os que vivem ao relento, abandonados. Em ajuda humanitária, não podemos deixar de destacar o belíssimo trabalho da Organização Médicos Sem Fronteiras, que leva socorro aos nossos irmãos mais necessitados, em diversas partes do mundo, em territórios devastados pela guerra ou tomados por epidemias que ceifam milhares de vidas. Destacam-se também o trabalho da Cruz Vermelha Internacional e da Organização Mundial de Saúde, entre

2

muitas outras. Uma Publicação da

Sim, há muita gente fazendo o bem. Difícil seria enumerarmos quantas criaturas doam parte do seu tempo e recursos para amenizar a dor humana e construir um mundo melhor. Nós também abraçamos essa causa humanitária, por meio da Instituição Assistencial e Educacional Amélia Rodrigues, em Santo André (SP). Há 30 anos investimos diretamente na educação de crianças e adolescentes, e indiretamente em suas famílias, provenientes de três núcleos de baixa renda do nosso entorno. Esse trabalho tem sido possível graças ao esforço conjunto de colaboradores e de um enorme time de voluntários e diversos parceiros, como os que fazem parte do Projeto Investidor Social. Fica aqui nosso convite para que você, amigo leitor, conheça nossos projetos socioeducativos e venha fazer parte dessa cruzada de amor para dar prosseguimento a esse trabalho. Acesse: www.ameliarodrigues.org.br. Fazer o bem nos faz muito bem.

Instituição Assistencial e Educacional Amélia Rodrigues Presidente: Miguel Sardano 1º Vice-presidente: Baldir Padilha 2º Vice-presidente: Terezinha Sardano Rua Silveiras, 17 – Vila Guiomar Santo André SP - CEP: 09071-100 Tel. (11) 3186.9788 contato@ameliarodrigues.org.br www.ameliarodrigues.org.br Textos: Suzete Botasso Revisão: Miguel Sardano, Terezinha Sardano, Nádila Gilotti e Rosemarie Giudilli Equipe Técnica: Adriana Padilha Protti e Andréa Santos Projeto Gráfico e Diagramação: Marco Beller - (11) 4438.8834 Impressão: Lis Gráfica e Editora - (11) 3382.0777 Tiragem 5.000 Copyright Instituição Assistencial e Educacional Amélia Rodrigues. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo deste informativo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da entidade.

Aceitamos doações de roupas, acessórios, cobertores, calçados, brinquedos, utensílios de cozinha, etc. Toda renda é revertida para a sustentabilidade Instituição dos nossos projetos socioeducativos. Amélia Rodrigues

Inf: (11) 3186.9788 - www.ameliarodrigues.org.br


Nota Fiscal Paulista

Doe Nota Fiscal sem CPF para a Amélia Rodrigues E concorra a prêmios de até R$ 1 milhão por mês O Programa Nota Fiscal Paulista (NFP) está mudando. Antes, as doações de Cupons/Notas sem CPF para as crianças da Instituição Amélia Rodrigues eram feitas por meio do depósito nas urnas deixadas nos estabelecimentos. A partir de agora, você também pode doar via aplicativo no celular ou pelo site www.nfp.fazenda.sp.gov.br. Porém, a partir de 1º de setembro, as doações poderão ser feitas somente via aplicativo no celular ou site.

A doação dos seus Cupons/Notas sem CPF continua sendo muito importante para a continuidade das ações com as 219 crianças e adolescentes atendidos pela Amélia Rodrigues. Você faz o bem e ainda pode concorrer a prêmios mensais de até R$ 1 milhão. Veja como é fácil doar e ganhar usando o celular: Primeiro passo: É preciso fazer um cadastro no site do programa www.nfp.fazenda.sp.gov.br Segundo passo: Em seu celular, baixe o aplicativo do Programa NFP pelo Play Store ou Apple Store Terceiro passo: No aplicativo, clique em Doações e

escolha Instituição Amélia Rodrigues. Depois, marque a Instituição Amélia Rodrigues como favorita ao clicar no ícone com uma Estrelinha Amarela, assim todas as outras doações irão direto para as nossas crianças.

O sorteio ocorre de forma eletrônica. A cada R$100,00 em compras (cumulativos) você doa um bilhete para a Amélia Rodrigues concorrer e você também ganha um bilhete eletrônico (regulamento no site www.nfp.fazenda.sp.gov.br).

Quarto passo: Com o Cupom/Nota Fiscal sem CPF em mãos, escolha a opção para registro. Se for QRCode (desenho), basta aproximar o celular que ele automaticamente irá tirar uma foto. Caso seja digitação de dados, também é simples! Para saber como preencher corretamente, basta clicar na seta com ponto de interrogação (?). Lá irá aparecer a explicação bem detalhada.

Conra os estabelecimentos que devolvem mais créditos

Quinto passo: Clique novamente na mensagem Doar, que aparecerá na parte inferior da tela, e pronto! Sua ação estará enviando recursos para as nossas crianças e adolescentes. Você doa, todos ganham! Sua boa ação, além de trazer recursos nanceiros para a Amélia Rodrigues, ainda ajuda a Instituição a concorrer a 55 prêmios mensais que vão de R$ 10 mil a R$ 100 mil. Prêmios 5 prêmios 50 prêmios Total

Valores R$ 100 mil R$ 10 mil 55 prêmios

E você também ganha! Com sua doação, você concorre mensalmente a 600 prêmios que vão de R$ 1 mil a R$ 1 milhão. Prêmios 1 prêmio 4 prêmios 10 prêmios 15 prêmios 20 prêmios 50 prêmios 500 prêmios Total

R$ R$ R$ R$ R$ R$ R$

Valores 1 milhão 500 mil 100 mil 50 mil 10 mil 5 mil 1 mil 600 prêmios

Devoluções Setores

30%

Livros, Jornais e Revistas; Açougues e Peixarias

20%

Pneus e câmeras, lubricantes; lojas de conveniência; revestimentos da indústria de construção, vidros, areia, telhas; artigos fotográcos; equipamentos de telefonia e comunicação (acessórios)

10%

Restaurantes, bares, bebidas, padaria e confeitaria; Hortifrutigranjeiros; laticínios e frios

5%

Vestuário e acessórios; perfumaria e cosméticos; artigos esportivos; materiais elétricos

0%

Tabacaria; Fogos de artifício; armas e munições; combustíveis

É importante ressaltar que cada pessoa somente pode doar o Cupom e/ou Nota Fiscal de compras realizadas por ela própria. Não é permitido doar Cupom e/ou Nota Fiscal de compras feitas por outras pessoas. A doação também pode ser feita diretamente pelo site: www.nfp.fazenda.sp.gov.br Caso tenha dúvidas de como Doar, entre em contato conosco: Tel.: (11) 3186-9788, contato@ameliarodrigues.org.br, (11) 94000-1952


Fotos: Arquivo


Acompanhe o que aconteceu no primeiro trimestre de 2017 01 Fase I A - Perfuração| 02 Fase II A - Combinados 03 *S.C.F.V - Visita do Ronald | 04 Poliesportivo 05 Fase I Letramentol | 06 Maternal I - Projeto Alimentação 07 Berçário I - Estimulação | 08 Maternal I - Circuito 09 Fase II B - Panetone | 10 Berçário II - Aula de Música 11 CJ - Aniversariantes | 12 Fase II B - Dominó *S.C.F.V - Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos


Aconteceu

Educadores participam de Semana de Formação

|Educadores discutem a prática pedagógica - Foto: Divulgação

Entre os dias 25 e 30 de janeiro, os educadores da Amélia Rodrigues passaram por uma semana de formação dentro da Instituição. “O objetivo é analisar e reetir sobre a nossa prática pedagógica, permitindo aos educadores uma reexão crítica, adequando sua prática às necessidades e diculdades dos educandos”, declarou a Coordenadora Pedagógica da entidade, Andréa dos Santos. Nesses encontros são discutidos o Plano Político Pedagógico, o Projeto Anual, as práticas pedagógicas, além das palestras informativas e atividades externas. “Com isso, promovemos o desenvolvimento prossional e pessoal dos educadores, para que atuem enquanto mediadores do processo ensino e aprendizagem”, nalizou Andréa.

Voluntário doa presentes do seu aniversário para as crianças da Amélia Rodrigues No dia 11 de março, um dos voluntários da Amélia Rodrigues, Alan Lima, fez uma festa de aniversário e pediu aos amigos presentes que pudessem ser doados às crianças da Instituição. Itens como brinquedo e artigos de higiene pessoal zeram parte da lista. Voluntário desde 2013, Alan chegou à entidade por intermédio de uma amiga,

Carla Carmo, e não saiu mais. “Sou grato por terem me aberto as portas para conhecer e me apaixonar por esse trabalho”, disse. “Esse ano, tive a ideia de fazer algo diferente no aniversário. “Com isso, ganhei a presença de meus amigos do coração, a oportunidade de praticar o bem e deles fazerem o mesmo: a prática da caridade”, comentou.

Foto: Divulgação |Alan “Grato pela oportunidade de fazer o bem”

Zumba Solidária arrecada bombons para as crianças da Amélia Rodrigues Cerca de 100 pessoas compareceram à Instituição Amélia Rodrigues, no dia 19 de fevereiro, para a 1º edição da Zumba Solidária 2017. O evento é iniciativa de um time de prossionais de Educação Física. Foto: Divulgação |Participantes dançaram ao ritmo da Zumba

Nessa edição, participaram os professores Aline Albim, Aline Souza, Beto

Silva, Kathllen Soares, Renata Bono, Ricardo Pereira e Sabrina Viana, que comandaram as duas horas ininterruptas de atividades. Para o ingresso foram solicitadas caixas de bombons, para serem distribuídas no período da Páscoa às crianças, ou uma contribuição de R$ 20,00.

Tel: (11) 4992-8989 www.ossel.com.br


Aconteceu

Noite da Pizza foi um sucesso No dia 11 de março, a Instituição Amélia Rodrigues realizou em sua sede mais uma Noite da Pizza com Música ao Vivo. Mais de 400 pessoas estiveram presentes para saborear os cinco sabores de pizza servidos no sistema rodízio: Mussarela, Calabresa, À Moda, Marguerita, além da novidade – Abobrinha com Bacon. A animação do evento cou por conta da Banda DM que durante toda a noite agitou os convidados com diversos estilos musicais. Semelhante às demais edições, a festa contou com grande número de voluntários que doaram seu tempo em todas atividades, como fazer e servir pizzas, atuar no bazar, na venda de refrigerantes e doces. A Noite da Pizza ocorreu com o apoio/patrocínios das empresas: Aja Alimentos; Banda DM; Ossel; Pantera Imóveis; Planety Copiadora; Queijos Joana; Stúdio Embalagens, Victory English e Villa Are Italinea.

|Evento reuniu mais de 400 pessoas na Instituição - Foto: Joana Ramos

O evento tem por nalidade arrecadar recursos para a manutenção das

atividades socioeducativas realizadas para 219 crianças e adolescentes.

Educandos aprendem o valor da água Por ocasião do Dia Mundial da Água, comemorado em 22 de março, os educadores da Amélia Rodrigues realizaram diversas atividades sobre o tema para conscientizar as crianças da importância de se preservar esse bem precioso.

Foto: Divulgação |Encenação teatral despertou o interesse das crianças

Matriz - Pq. Novo Oratório Unidade - Pq. das Nações Unidade - Vila Pires

2884.6500 4997.4499 4972.8899

Com a turminha de 3 anos, as educadoras Fabiana Martins e Danielle Alexandre utilizaram recursos de contação de história, roda de conversa e encenação teatral para despertar nos educandos o interesse pelo assunto. “Nós nos fantasiamos de Fada D'água e apresentamos

com as crianças uma peça para outra turminha”, comentou Fabiana, relatando ainda que também outros educadores retribuíram o gesto. “Foi muito legal, todos caram encantados”, comentou. Segundo Danielle, a ação reetiu muito no momento da escovação. “As crianças passaram a alertar os amigos para não deixar a torneira aberta, porque a Fada D'água caria triste com o desperdício”, armou destacando a importância da conscientização desde a infância.

Tel: (11) 4978-1531 www.chicaroni.com.br

7


Especial

Um tesouro de mulher Dona de um sorriso fácil, de uma energia contagiante e de um coração generoso, é missão quase impossível encontrar Gessi Maria Teixeira, Assistente Financeira da Instituição Amélia Rodrigues, e não se alegrar. Funcionária da entidade há 22 anos, a responsável pelas nanças também é detentora de grande tesouro no coração. Gessi começou na creche na função de Auxiliar de Berçário. “Estava desempregada e me deram oportunidade para trabalhar com as crianças, num tempo em que não havia exigências para assumir esse cargo”, relata. Assim permaneceu por dois anos, até ser descoberta pela coordenadora da época, Marli Ceolin. “Ela fazia uma pesquisa sobre o nível de escolaridade dos funcionários, para incentivá-los a estudar, quando me perguntou e eu respondi que havia feito contabilidade. Então, quando surgiu uma vaga no escritório, fui chamada”, comentou. A Assistente Financeira começou organizando contas e fazendo serviços de banco e, à medida que a conança em seu trabalho crescia, também aumentavam as responsabilidades. “O ambiente é excelente. Nesses 22 anos de trabalho pude acompanhar muitas mudanças, inclusive de comportamento. A dona Terezinha era uma leoa, pois praticamente levava a Instituição.

|Gessi: “Força vem da Fé em Deus”- Foto: Divulgação

Tinha um temperamento mais reservado. Hoje, é muito maleável”, relembra. “Vejo nela um exemplo, porque sempre nos convida a aprender e a mudar, independentemente da idade”, observou.

rentes momentos de sua vida. “Nunca recebi um Não deles. Tudo o que puderam fazer para me ajudar eles zeram. Quando precisei de um abraço, me abraçaram, quando precisei chorar, choram junto comigo”.

Gessi, ao visar à boa convivência entre os colegas, conta seu segredo. “Tenho facilidade em aceitar as pessoas do jeito que elas são. Não quero mudá-las. Se puder ajudar em alguma coisa, eu ajudo. Assim, o trabalho vai uindo e nós vamos aprendendo cada vez mais”.

O grande tesouro de Gessi está alicerçado em sua fé em Deus. “Toda vez que me encontro em diculdades, me coloco em oração. Oro por mim e também por meus colegas. Sou evangélica e procuro passar os ensinamentos recebidos aos meus lhos e aos meus netos. A Paz que encontro em minhas diculdades é a Paz de Cristo”, naliza.

A contadora chega a se emocionar ao falar do casal Miguel e Terezinha, ao relembrar todo o auxílio tanto material quanto espiritual, que obteve em dife-

Custa pouco fazer o bem. Doe!

Fique por Dentro 50  

Fique Por Dentro é uma publicação da Instituição Assistencial e Educacional Amélia Rodrigues, entidade sem fins lucrativos que atende 219 cr...