Page 1

Publicação da Instituição Amélia Rodrigues - Nº 43 - Abr/Mai/Jun de 2015 - Santo André - SP

Brincando e aprendendo Tem coisa melhor do que compreender o mundo, brincando? Ciente disso, a Instituição Amélia Rodrigues vem desenvolvendo seu projeto pedagógico com a temática Brincar, um exercício primoroso de aprender e estar com o outro, e a sua importância na formação da criança. De acordo com Andréa Santos, Coordenadora Pedagógica da Entidade, o trabalho é resultado da observação, da reexão e da discussão conjunta entre educadores e coordenadores da Instituição, a partir de situações vivenciadas no ano anterior. “A ação visa orientar a criança a ser um cidadão que se respeita, que respeita o outro e o seu planeta”, explica. Durante o período letivo, os educandos vão aprender, de forma lúdica, a serem mais participativos com os colegas de classe, mais solidários em família e em sociedade. As atividades vão promover também ações de preservação do meio ambiente (como jogar lixo no lixo, e cuidar dos animais). A proposta é valorizar o trabalho do outro, em todos os sentidos. Para auxiliar os pequenos nessa tarefa, a equipe de costura da Amélia Rodrigues confeccionou mascotes de pano. Dessa forma, ca ainda mais fácil aprender brincando.

|Crianças aprendem a ser cidadãs de bem - Fotos: Divulgação

Gentileza Gera Gentileza A equipe de educadores, ao visar o preparo da criança para ser um cidadão de bem e enfrentar os desaos diários, balizados pelos valores éticos, realiza ainda trabalhos direcionados ao fortalecimento de conceitos tais quais: bondade, fraternidade, gratidão e amizade, entre outros. E um dos conceitos trabalhados que vem ganhando destaque é a Gentileza. “Compreendemos que esse valor está presente em todas as relações, por isso a importância de abordálo durante o ano todo”, observou a Coordenadora. “Gentileza gera Gentileza”. Assuntos mais delicados e que convidam à reexão, como por exemplo, o terrorismo no mundo, também serão

|Mascote auxilia na aprendizagem

estudados no decorrer do ano, de forma que a criança desenvolva o senso crítico e esteja participativa nas questões referentes aos valores humanitários e de interesse comum. A proposta é pensar a respeito dos porquês de os povos brigarem tanto. E compreender quais princípios faltaram, impulsionando-os para essa ação. Ao considerar a educação tal qual a “medicina da alma”, a Instituição deseja que as crianças levem por toda a vida esse código de ética de real importância para o relacionamento humano qualitativo, como um “divisor de águas”, a m de banirem a violência social e instaurarem um mundo mais solidário, sadio e feliz.


Editorial

Gentileza – Nunca foi tão importante Em nossa Instituição, trabalhamos no mês de maio a “Gentileza”, entre os funcionários, os voluntários e as nossas crianças da creche. Em cada período, elegemos uma virtude, as mais simples, e podemos armar que a Gentileza faz bem tanto para quem a pratica quanto para quem a recebe. São os pequenos gestos que despertam nas pessoas os sentimentos humanos. Como é bom ser atendido com gentileza em um balcão de comércio, em uma repartição pública. Num hospital, então, nem se fala. Em lugares como a delegacia de polícia, sobretudo, essa virtude é sempre bem-vinda.

séria. Já foi o tempo do cavalheirismo, dos homens cedendo seus lugares às mulheres ou aos idosos. Os tempos são outros. O ser humano cada vez mais disputa espaço na sociedade. Parece que o mundo encolheu e o egoísmo se dilatou. Por isso, é importante incentivarmos a Gentileza. Façamos como orientava Madre Tereza de Calcutá: “Palavras gentis são curtas e fáceis de falar, mas seus ecos são verdadeiramente innitos”.

Observamos muito no trânsito a falta desse valor, principalmente para com os idosos. Nos veículos coletivos a coisa é

Uma Publicação da Instituição Assistencial e Educacional Amélia Rodrigues Presidente: Terezinha Sardano 1º Vice-presidente: Miguel Sardano 2º Vice-presidente: Baldir Padilha Rua Silveiras, 17 – Vila Guiomar Santo André SP - CEP: 09071-100 Tel. (11) 3186.9788 contato@ameliarodrigues.org.br www.ameliarodrigues.org.br Textos: Suzete Botasso Revisão: Miguel Sardano, Terezinha Sardano, Nádila Gilotti e Rosemarie Giudilli Equipe Técnica: Adriana Padilha Protti e Andréa Santos

Nota Fiscal Paulista: você também pode colaborar þSeja um Digitador Voluntário

þColoque uma Caixa para Recolhimento dos Cupons Fiscais em seu estabelecimento ou indique o de um amigo þDeposite sua Nota/Cupom Fiscal em caixinhas com identicação da Amélia Rodrigues

Contate-nos: (11) 3186-9755/56 - contato@ameliarodrigues.org.br

Projeto Gráfico e Diagramação: Marco Beller – (11) 4438.8834 Impressão: Lis Gráfica e Editora - Tel. (11) 3382.0777 Tiragem 5.000 Copyright Instituição Assistencial e Educacional Amélia Rodrigues. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo deste informativo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da entidade.

Grupo de dança recebe novos integrantes

2

A equipe de dança da Instituição Amélia Rodrigues recebeu sete novos integrantes, este ano. Composta por jovens com idades entre 12 e 15 anos, o grupo tem por objetivo reunir os educandos que já passaram pela Entidade, dando continuidade ao trabalho de formação de cidadãos de bem. De acordo com Edgard Rosa, Professor de Educação Física e Coreógrafo da Instituição, a equipe, composta agora por 17 adolescentes, encontra-se duas vezes por semana pelo período de uma hora e meia, para aprender técnicas de dança clássica e contemporânea, e também coreograas. O professor

|Equipe aprende técnica de dança clássica e contemporânea - Foto: Divulção

comenta ainda que, este ano, tem como auxiliar o dançarino e ex-educando da

Amélia Rodrigues, Marcos Rogério, na realização do trabalho.


Projeto do Ano Fase II, o professor utiliza musicalização infantil. Já com a turma do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (de 6 a 10 anos), Reis ensina auta doce, canto e percussão corporal. O educador conta que, a cada aula, percebe avanços signicativos das crianças, “até por estarem na fase ideal de aprendizagem”. Comenta ainda que trabalhar na Amélia Rodrigues tem sido uma experiência muito satisfatória, em todos os sentidos, “desde as aulas com as crianças até o bom relacionamento com todos os funcionários e coordenação”, armou. |Flauta doce, canto e percussão corporal são ensinadas na aula - Fotos: Divulgação

Música faz bem para o corpo e para alma Não se pode negar os benefícios que a boa música proporciona na vida das pessoas. Segundo os especialistas, com ela podemos relaxar, praticar atividades físicas, melhorar a concentração, desenvolver o intelecto e, ainda promover a saúde do corpo e da mente. Imagine, então, começar tudo isso em tenra idade? Para desfrutar de todas essas benesses, as crianças da Instituição Amélia Rodrigues têm, entre suas atividades, a Ocina de Música. E este ano, contam com novo professor: Rodrigo Oliveira dos Reis.

Formado em Flauta Transversal, Curso de Sopro Novo e Ritmos Brasileiros, Reis também é Pedagogo pela UNIABC e veio para reforçar o time de prossionais da Instituição. Na Amélia Rodrigues, todos os educandos (de 3 meses até 10 anos de idade) são estimulados musicalmente. “Os benefícios estendem-se por toda questão social, motora e intelectual da criança”, explica Reis. O professor de música desenvolve as ocinas uma vez por semana, por período de meia hora e de uma hora, de acordo com a faixa etária. No Berçário e

Benefício da música para as crianças Desenvolve a coordenação motora Promove o trabalho em grupo Facilita o processo de alfabetização Aguça a sensibilidade Ajuda os tímidos a se comunicarem melhor Aumenta a autoestima Ensina o que é ritmo Fonte: www.mdemulher.com.br

|Aulas são ministradas por Rodrigo Reis

Tel.: (11) 3186-9788 / 7001-6944 ID 690*6944 Portaria: Rua Silveiras, 17 - Santo André - SP

3


Fotos: Arquivo


05

11

Acompanhe o que aconteceu no primeiro trimestre de 2015

01.Momento da História - Fase II - 02.Projeto Alimentação - *S.C.F.V 03.Projeto Alimentação 10 - Fase III - 04.Aniversariantes do Mês 05.Fantasia - Fase II - 06.Oficina de Dança - Fase II - 07.Letramento - Fase II 08.Atividade para as Mães - *S.C.F.V - 09.Formação Pedagógica 10.Grupo de Dança - 11.Berçário Estimulação - 12.Reunião de Pais *S.C.F.V - Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos


Aconteceu - Fotos Divulgação

Noite da Pizza com Música foi um sucesso Embalados por boa música e deliciosas pizzas, mais de 400 pessoas estiveram reunidas na Instituição Amélia Rodrigues, durante a 51ª Edição da Noite da Pizza, com Música ao Vivo. O evento, realizado dia 21 de março, teve como objetivo levantar recursos para manutenção dos trabalhos da Entidade. Calabresa, Mussarela, Atum, Maguerita e à Moda foram os sabores oferecidos aos convidados pela equipe formada por mais de 40 voluntários, que atuaram desde a montagem das massas, confecção dos doces e organização do espaço, até as vendas do bazar. |Cerca de 400 convidados prestigiaram a festa

Conhecedoras das ações desenvolvidas na Amélia Rodrigues, empresas da região patrocinaram e apoiaram a festa: Aja Alimentos, Banda DM, Conservas Olé, Ossel, Pantera Imóveis, Planet Copiadora, Protecin, Queijos Joana, Villa Are-Italínea, Victory English e Studio Embalagens. A Entidade recebeu ainda doações da Laticínios Verona, Quitanda 5C e Super Mercado Morando. A Amélia Rodrigues agradece a todos que, direta ou indiretamente, zeram desse evento mais um sucesso.

Educadores recebem formação acerca de “Gentileza” No dia 11 de abril, a equipe de educadores da Instituição Amélia Rodrigues recebeu a visita de Cristiane Lenzi Beira. Mestre em Psicologia Escolar e VicePresidente do Núcleo Educacional Serviço Espírita de Proteção à Infância, a prossional realizou trabalho de formação com o tema “Gentileza”, incentivando a prática desse valor entre os pares, os familiares e a sociedade. Segundo a psicóloga, a ação visa res-

gatar a cordialidade e amenizar os conitos nas relações sociais, bem como melhorar o humor e o ânimo dos participantes do projeto. “A falta de gentileza nas relações pode contribuir para um ambiente estressante, uma vez que atitudes hostis, tanto quanto atitudes cordiais podem ser contagiosas”, declarou. Cristiane observa que, do mesmo modo que a violência gera violência, a Gentileza Gera Gentileza. “Lembrando que

|Vivência foi realizada na Amélia Rodrigues

gentileza é um ato de amor, e a proposta é trocar a violência comumente observada, por atitudes simples e gentis”, enfatizou.

Tel: (11) 4978-1531 www.chicaroni.com.br


Crianças vibram com Mães ganham os ovos de chocolate linda homenagem

Educandos vão ao teatro ver A Bruxa Malabé

Foto: Joana Ramos

|Canto e poesia emocionaram os presentes |Doces foram doados por voluntários

Mais uma vez o “Coelhinho da Páscoa” foi generoso com as crianças da Amélia Rodrigues. Por intermédio de empresas, grupos de escolas e voluntários, os 214 educandos da Instituição foram agraciados com guloseimas de chocolates e festejos, no último dia 02 de abril.

As crianças da Instituição realizaram, dia 7 de maio, uma linda homenagem para as mães, em comemoração ao seu dia. Apresentação de auta, canto e declamação de poemas zeram parte das comemorações e emocionaram a todos. As mamães e ou responsáveis pelos educandos participaram de um gostoso café da manhã e receberam presentes.

Foto: Rony Morbi

|Pequenos divertiram-se com a bruxinha

Em momento de pura magia, as crianças da Amélia Rodrigues puderam conferir as traquinagens de A Bruxa Malabé, no Teatro do Sesc, em Santo André, dia 29 de abril. Acompanhados pelos educadores, os pequenos, com idades entre 3 e 5 anos, divertiram-se com as peripécias da bruxinha.

Campanha do Leite em Pó Integral continua Em comemoração ao aniversário de 81 anos da Presidente da Amélia Rodrigues, Dona Terezinha Sardano, comemorado dia 19 de abril último, a Entidade lançou campanha durante todo o mês para presenteá-la com Latas de Leite em Pó Integral, em prol das 214 crianças atendidas pela Instituição. Semelhante ao ocorrido no ano passado, a campanha surtiu efeito positivo, e a Instituição recebeu 364 unidades, e D. Terezinha agradece a todos pela colaboração. Atualmente, a necessidade da Instituição é de 80 latas por semana. Agora, com aproximação do período de

férias de julho, uma das preocupações da entidade é garantir que as crianças levem para casa o equivalente em leite que consomem dentro da Entidade, para que não retornem à Instituição abaixo do peso. Por essa razão, a campanha continua. Pedimos novamente sua ajuda. Se possível, lembre-se de, em sua próxima visita ao supermercado, incluir no carrinho esse gesto de amor.

Tel: (11) 4977-8720 www.protecin.com.br

|Necessidade é por volta de 80 latas por semana - Foto Montagem

Tel: (11) 4992-8989 www.ossel.com.br

7


Depoimento

Nossa querida “Dorinha” Pergunte por Maria Auxiliadora dos Santos Oliveira, na Instituição Amélia Rodrigues. Certamente, poucos saberão quem ela é. Mas, chame por “Tia Dorinha” e pronto: logo apontarão para uma mulher doce, gentil, de fala suave e personalidade reservada, que trabalha voluntariamente no Projeto Gestantes, da Entidade. “Dorinha vem de Dora, diminutivo de Auxiliadora”, explica a simpática senhora. O apelido carinhoso surgiu quando trabalhava em outra creche, em Santo André. Na Amélia Rodrigues, entrou em 1993 e atuou por 15 anos. “Comecei na limpeza, passei à auxiliar de cozinha e depois à cozinheira. Fazia congelados, vendíamos comida para fora”, contou

|Voluntária está à frente do Projeto Gestantes

ela, relembrando a época em que havia um restaurante na Instituição. Quando encerraram essa atividade, a prossional foi convidada a atuar na Costura, área onde também possui experiência. Foi nesse período que cou sabendo que faltava voluntária para o Projeto Gestantes e, prontamente, se ofereceu para ensinar bordado e trabalhos manuais às futuras mamães. Depois de se aposentar, Dorinha continuou à frente do trabalho, onde está até hoje. “Faço por amor. Estar com elas é muito graticante”, compartilha a voluntária, que conta emocionar-se ao saber que muitas mulheres passaram a ganhar dinheiro com o artesanato ensinado por ela, para pagar aluguel e outras contas. Outra alegria relatada por Dorinha é ver o brilho nos olhos das gestantes ao bordarem mantas, toalhas, cobertores, que serão utilizados por seus lhos ao saírem da maternidade. “Uma vez quase morri do coração quando uma mãezinha veio do hospital direto para a creche,

Mantenha uma criança sorr

Seja um Sócio-Colaborador A partir de R$ 20,00 mensais (11) 3186.9788

Matriz - Pq. Novo Oratório Unidade - Pq. das Nações Unidade - Vila Pires

2884.6500 4997.4499 4972.8899

indo

|Dorinha: “faço por amor” - Fotos: Divulgação

para que eu visse seu bebê. Fiquei muito emocionada”. Realizado no primeiro e no segundo semestre do ano, com duração de quatro meses, o Projeto Gestantes, além de ensinar às mamães uma prossão, conta ainda com voluntários da área da Saúde para orientá-las sobre os cuidados com si mesmas e com os bebês. “Ao nal do curso, aquelas que têm boa frequência nas aulas recebem um lindo enxoval”, naliza Dorinha.

Fique Por Dentro 43  

Fique Por Dentro é uma publicação da Instituição Assistencial e Educacional Amélia Rodrigues, entidade sem fins lucrativos que atende 214 cr...