Page 1

Publicação da Instituição Amélia Rodrigues - Nº 41 - Out/Nov/Dez de 2014 - Santo André - SP

Crianças encantam público em espetáculo Diversidade Cultural 15º Prêmio Investidor Social homenageou parceiros da Instituição Caracterizados de Portugueses, Italianos e Japoneses, os educandos da Instituição Amélia Rodrigues deram um show de dança e simpatia por meio do espetáculo Diversidade Cultural, no 15º Prêmio Investidor Social, ocorrido em 6 de novembro, no Teatro Municipal de Santo André. Diante de uma plateia de mais de 400 pessoas, os pequenos retrataram ainda a inuência da tecnologia dentro da Diversidade Cultural, com a coreograa Game Over Mário Bros. A apresentação de canto das crianças, bem como as habilidades delas ao tocarem auta também agradaram aos presentes. A surpresa da noite veio com o Grupo de Dança Amélia Rodrigues, formado por adolescentes que já passaram pela Instituição. “Precisamos do apoio da sociedade para darmos continuidade ao projeto com os jovens, que infelizmente não contam mais com a parceria de verba governamental para essa atividade”, ressaltou a presidente da Instituição Amélia Rodrigues, Terezinha Sardano.

|

Fotos: Marcelo Avesani Laguna

Realizado anualmente, o evento é uma das formas encontradas pela Instituição para agradecer as empresas e aos prossionais liberais que empregam recursos na entidade, bem como aos doadores esporádicos com o troféu “Amigos da Amélia”.

Hoje, a Instituição atende a 214 crianças de três núcleos de baixa renda, em Santo André: Tamarutaca, Sacadura Cabral e Palmares. Veja mais sobre nossos projetos em facebook/instituicaoameliarodrigues

Ficha Técnica Coreograas: Edgard Rosa (colaboração de Rafaela Domingues) Regência e percussão: Cristiano Rodrigues

Iluminação: Ana Maria Severo Mixagem e sonoplastia: Inês Penachio - Figurino: Marisa Vano Confecção: Equipe de voluntárias da ocina de costura da Amélia Rodrigues


Editorial

Nosso maior capital é a criança Normalmente as estatísticas apresentam números que identicam o resultado nanceiro do ano ndo, nas empresas, nos órgãos públicos, etc. Numa ONG como a nossa, nosso maior capital é a criança. Classicamos os resultados do trabalho realizado durante o ano, fazemos uma avaliação com vistas ao seu aprimoramento. O fator nanceiro é muito importante porque ele é o combustível que movimenta a máquina no dia a dia. Sem o dinheiro, neste mundo, tudo ca mais difícil. Entretanto, nosso foco prioritário é a educação das crianças. No nosso caso, trabalhamos com crianças de 03 meses a 10 anos, período em que os pequeninos estão desenvolvendo seus corpinhos e os neurônios estão sendo estruturados. É necessária uma alimentação balanceada, cuidados especiais como dentição, vacinas, etc. Nossos pediatras (voluntários) fazem o acompanhamento, regularmente. Assim, cuidamos da parte física e moral, com vistas à formação da cidadania desses brasileirinhos, futuros pais de família. O clima de Natal deveria ser o “clima” permanente da terra, conforme conclamou o Anjo em Belém, naquela humilde manjedoura, invocando a Paz aos

homens de boa vontade, anunciando a chegada do Mestre, cuja presença foi tão signicativa que dividiu a História em Antes de Cristo (AC) e depois de Cristo (DC). Desejamos manifestar nossa gratidão aos Nossos colaboradores voluntários, sócios mantenedores, funcionários, amigos da Amélia, enm, a todos que direta ou indiretamente vêm contribuindo para que continuemos com Nossa Missão. Que 2015 nos traga melhores condições de vida, com menos violência e mais AMOR. Que haja pão na mesa com excluídos, ou melhor, que não haja excluídos. Que os governantes do mundo se conscientizem de que todos perdem com a guerra, pois o triunfo do vencedor tem o sabor de sangue de seus irmãos de humanidade, porque são lhos de um mesmo pai. Se há um anseio vibrando em todos nós é o de que haja paz na Terra. Sem paz não se pode falar em Feliz Ano Novo.

Obrigado! As crianças da Instituição

Amélia Rodrigues agradecem as doações feitas em 2014. Continuamos contando com a colaboração de todos!

2

Uma Publicação da Instituição Assistencial e Educacional Amélia Rodrigues Presidente: Terezinha Sardano 1º Vice-presidente: Miguel Sardano 2º Vice-presidente: Baldir Padilha Rua Silveiras, 17 – Vila Guiomar Santo André SP - CEP: 09071-100 Tel. (11) 3186.9788 eventos@ameliarodrigues.org.br www.ameliarodrigues.org.br Textos: Suzete Botasso Revisão: Miguel Sardano, Terezinha Sardano, Nádila Gilotti e Rosemarie Giudilli Equipe Técnica Adriana Padilha Protti e Andréa Santos Projeto Gráfico e Diagramação: Marco Beller – (11) 4438.8834 Impressão: Lis Gráfica e Editora - Tel. (11) 3382.0777 Tiragem 5.000 Copyright Instituição Assistencial e Educacional Amélia Rodrigues. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo deste informativo em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da entidade.


Passeios da Amélia Rodrigues são garantidos com verba do Fumcad As crianças da Instituição Amélia Rodrigues tiveram a oportunidade de fazer atividades extra classe com recursos provenientes do Fumcad (Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente) cuja verba vem de pessoas e empresas que destinaram parte do seu Imposto de Renda a ações sociais da Amélia Rodrigues. Com os recursos, a Instituição levou os pequenos ao Zoológico e também ao parque aquático Wet'n Wild. Foram empregados R$ 11.546,00 na contratação de ônibus, compra de ingresso e lanches ao longo do dia para os educandos. Conra como foram as atividades.

Amanda relatou ainda que os animais que mais despertaram a atenção das crianças foram a girafa e o macaco. “Muitos bichos já eram conhecidos devido aos livros usados em sala de aula, menos o Tigre Branco. Foi bem diferente”, acrescentou. “O passeio foi importante para reforçar os ensinamentos dados na Instituição que são o respeito e o cuidado com os animais e a natureza”, ressaltou.

Rodrigues, com idades entre 6 e 10 anos, passaram por uma experiência emocionante no Parque Aquático Wet'n Wild, dia 19 de novembro. De acordo com a educadora Camila Matos, as crianças foram fazendo festa até chegar ao local. “Eles estavam numa grande expectativa porque, para a maioria, foi a

Aventura radical As crianças do Centro de Convivência e Fortalecimento de Vínculo da Amélia

Mundo dos Bichos Os pequenos visitaram o Zoológico, no dia 29 de outubro. Ao todo foram 99 pessoas entre educadores e educandos. “As crianças caram superansiosas por este momento. Ao chegar, caram encantadas com os bichos, sabiam o nome dos animais”, contou a educadora Amanda de Moura Manzano.

primeira vez no parque”, comentou. Acompanhados pelas educadoras, as crianças tiveram a oportunidade de aproveitar os brinquedos mais radicais e também aqueles destinados às crianças menores. “A piscina com onda foi um sucesso, e também o rio que dá volta no parque inteiro. Foram momentos ótimos para todos”, contou Camila.

Fotos: Arquivo

3


Fotos: Arquivo


Acompanhe o que aconteceu no quarto trimestre de 2014 01.Comunicação Oral - Maternal I - 02.Projeto Alimentação - *S.C.F.V 03.Brinquedoteca - *S.C.F.V - 04.Projeto Anual Valores - Fase I e II 05.Momento História - Berçário I - 06.Alimentos Divertidos - Fase II B - 07.Semana da Criança 08.Parque - Maternal II B - 09.Quantidade - Maternal II A - 10.Quadra - Fase II A 11.Semana da Criança - Berçário II - 12.Doação de Brinquedos Engebras *S.C.F.V - Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos


Aconteceu

Dia especial no Tulim Pim Pim Bufett Toca do Leão é só alegria

Amélia ganha novo parquinho

Os empresários do Buffet Toca do Leão, em Santo André, proporcionaram um dia de diversão especial para as crianças da Instituição Amélia Rodrigues. No dia 9 de outubro, um grupo de educandos com idades entre 3 e 6 anos passaram uma tarde agradável no local. “Ao descer do ônibus, eles já se depararam com um leão gigante que ca na entrada. E lá dentro fomos muito bem recepcionados pelo personagem fantasiado e pelos proprietários. As crianças caram encantadas”, contou a educadora Fabiana Martins. Para Fabiana, tanto os pequenos quanto os adultos puderam desfrutar do ambiente. “O local é amplo e tem brinquedos para diversas faixas etárias, o que nos permitiu interagir com as crianças”, observou. “Ficamos à vontade e fomos muitos bem servidos com doces, saldagos e bebidas que vinham até as crianças, sem que precisassem parar de brincar para comer”, complementou.

De olhinhos arregalados e sorriso largo as crianças da Instituição Amélia Rodrigues vibraram com a inauguração do Parquinho, recém-reformado, dia 01 de outubro. O espaço ganhou pintura nova nas paredes, cobertura, o que permite aos educandos aproveitá-lo em qualquer época do ano, além da ampliação do revestimento com piso de borracha, garantindo segurança aos pequenos, em caso de queda. Graças à parceria com a Coop Cooperativa de Consumo, os brinquedos antigos foram todos substituídos por novos. O que mais chamou a atenção dos educandos foi o tanque com areia azul. “Os bebês adoram o ambiente todo colorido. Estar no parquinho é muito importante para desenvolver a coordenação motora e também a cidadania. Ensinamos, desde pequenos, que precisam esperar a vez para brincar”, contou a educadora Daniela Lopes que atende crianças de 2 a 3 anos.

Vivenciar o ambiente do Circo é sempre muito agradável, principalmente quando se pode rir e interagir bem de perto com show de palhaço e de mágico. Foi exatamente isso que ocorreu dia 13 de outubro na Instituição Amélia Rodrigues com a apresentação feita pelo grupo Tulim Pim Pim, que faz eventos para hotéis e festas, mas que veio voluntariamente à entidade. “Da cartola do mágico saíram personagens conhecidos das crianças como a Peppa Pig, Mickey, Homem Aranha e Ben 10”, contou a Educadora Inês Lemos, descrevendo o encantamento que tomou conta dos pequenos. Além de provocar boas risadas nas crianças, o palhaço fez a brincadeira da “dança das cadeiras com as crianças” com direito à premiação dos vencedores. “As crianças adoraram. Ações como essa contribuem para a construção do mundo imaginário. A criança brinca com o que não é real, mas acaba construindo uma realidade para ela”, ressaltou Inês.

Crianças se formam em programa contra às drogas No dia 1 de dezembro, as crianças do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculo, com idades entre 8 e 10 anos, se formaram no Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd). Ação conjunta entre as Polícias Milita-

res, Escolas e Famílias, o Proerd tem por objetivo prevenir o abuso de drogas e a violência entre estudantes. Com duração de 10 semanas, as aulas foram ministradas pelo Policial Militar Cabo Rogério Carreira do Prado.


Aconteceu

Educandos são presenteados com “Príncipe Cinderelo” Em outubro, mês das Crianças, os educandos da Amélia Rodrigues participaram de festas, receberam brinquedos e tiveram um presente especial: a apresentação teatral de “O Príncipe Cinderelo”, com participação dos educadores da Instituição, no dia 8. Segundo a educadora Luciana Men-

Quem conhece a história original da Cinderela sabe que as irmãs “más” acabam se dando mal no nal da história, relegadas à limpeza do castelo. Porém, na versão apresentada para as crianças da Amélia Rodrigues, sentimentos como perdão e compaixão entraram em cena. “Cinderelo vendo os irmãos passarem por aquilo que ele passou se compadece e os perdoa”, explicou Luciana. “As crianças puderam perceber com isso que, por meio do perdão, todos caram felizes”. De acordo com a educadora, a proposta da história com esse nal é mostrar para os pequenos que o mal não deve ser pago com o mal. “Todos merecem uma segunda chance. O Príncipe Cinderelo pagou o mal com o bem”.

donça, a peça foi baseada no livro de Babette Cole, só que com acréscimo de personagens para que mais educadores pudessem participar. “A proposta da coordenação da Amélia Rodrigues era de que incluíssemos também no texto os valores morais trabalhados durante o ano inteiro na Instituição”, pontuou.

Papai Noel chega de carreata na Amélia As crianças da Amélia Rodrigues receberam, no dia 6 de dezembro, a agradável visita do Papai Noel. O bom velhinho veio em carreata organizada pela empresa ABC Rádio Táxi que todos anos promove momentos de alegria e descontração para a criançada. Pipoca, Algodão doce, cachorro quente, cama elástica, piscina de bolinha e muito mais zeram a alegria dos educandos e dos lhos dos taxistas que acompanharam a ação.

Matriz - Pq. Novo Oratório Unidade - Pq. das Nações Unidade - Vila Pires

2884.6500 4997.4499 4972.8899

O ponto alto do evento foi a chegada do papai Noel em carro verme-

Tel: (11) 4978-1531 www.chicaroni.com.br

lho distribuindo presentes para todas as crianças, além de carinho.

Tel: (11) 4977-8720 www.protecin.com.br

Tel: (11) 4992-8989 www.ossel.com.br

7


Depoimento

Eterna gratidão à Instituição Quando entra na Instituição Amélia Rodrigues, um lme passa pela cabeça de Fátima Maria de Jesus. Mãe de sete lhos, dos quais quatro passaram pela entidade, a cozinheira já começa a se despedir do local onde a caçula, Maria Eduarda (Duda), frequenta o último ciclo do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos. “Conheci a dona Terezinha (atual presidente da Instituição) em 1984. Tudo aqui era barro e mato, não existia quase nada”, relembra. “Eu passava pela rua quando a vi recebendo um beliche. Havia acabado de me mudar para a (comunidade) Tamarutaca. Perguntei se desejava vendê-lo, mas ela disse que não, pois iria utilizá-lo em uma creche que começaria no local”, comentou. Na ocasião, Fátima levava nos braços o terceiro lho, Wellington. Já preocupada com o futuro da criança, Terezinha questionou se a mãe trabalhava e se tinha com quem deixar o bebê. “Como a creche ainda não estava pronta, ela me indicou a Maria de Magdala”, disse. Quando cou grávida da quarta criança,

a jovem mãe lembrou-se de Dona Terezinha e veio até a Instituição procurá-la. “O primeiro matriculado aqui foi o Rodolfo. Não havia muitos funcionários, as mães ajudavam com a faxina aos sábados”, comentou. Depois entraram na creche o Ramon, o Paulo Victor e por último a Maria Eduarda. “Sempre dei valor à creche. Com a Instituição Amélia Rodrigues aprendi a educar os meus lhos, principalmente por morar em uma favela. Agradeço por não serem tracantes nem usarem drogas”, observou. Quando saía para trabalhar e deixava meus lhos aqui, sentia conança, segurança e paz”, armou. Diálogo sempre foi a base do relacionamento de Fátima com os sete lhos. “Aprendi que não se pode bater na criança, é preciso conversar”, observou. “Uma das fases mais difíceis para os pais é a adolescência. Nesse período, tive pulso rme e conversava muito com os mais velhos. Também escrevia cartas para eles e participava das reuniões de escola”, relembra. Consciente de seu papel como mãe,

Mantenha uma

sorrindo

Seja um Sócio-Colaborador A partir de R$ 20,00 mensais (11) 3186.9788

|Fátima com a lha Duda: Dedicação

Fátima diz estar contente pelos mais velhos, que já concluíram os estudos e estão bem encaminhados. “O Ramon hoje é jogador de futebol prossional graças ao intermédio da Amélia Rodrigues”, contou. Sentimento de gratidão de Fátima transparece em seus olhos quando fala da Instituição e de sua atual presidente. “Gostaria muito de homenagear a Dona Terezinha. Meu coração bate de alegria ao ver o que ela fez e o que ainda está fazendo pelas crianças”, nalizou.

Fique Por Dentro 41  

Fique Por Dentro é uma publicação da Instituição Assistencial e Educacional Amélia Rodrigues, entidade sem fins lucrativos que atende 214 cr...