Page 1

R

O melhor da Agropecuária, Rodeio e Negócios

Distribuição gratuita

Ano III - Edição 13 - Junho / Julho 2016

MANCHA BACTERIANA NO PIMENTÃO Páginas 24 e 25

FENASUCRO & AGROCANA ACONTECE EM AGOSTO

FESTA DO PEÃO DE BOIADEIRO DE BARRETOS DIVULGA PRÉ-PROGRAMAÇÃO

Páginas 8

Páginas 43

1


CONHEÇA O JEEP RENEGADE NA JEEP SINAL SÃO JOSÉ DO RIO PRETO E FAÇA UM TEST DRIVE.

Jeep® é marca registrada da FCA US LLC.

JEEP.COM.BR

CAC 0800 7037 150 | facebook.com/jeepdobrasil

MAIS DESEMPENHO E MAIS AUTONOMIA PARA VOCÊ FAZER AINDA MAIS HISTÓRIAS.

*

ESPORTIVIDADE

SEGURANÇA

DESEMPENHO

Câmbio manual de 5 marchas ou automático de 6 ou 9 velocidades.

Pontuação máxima.**

Motor 1.8 Flex ou 2.0 TurboDiesel.

NA SINAL SÃO JOSÉ DO RIO PRETO TEM UM JEEP RENEGADE ESPERANDO POR VOCÊ.

SÃO JOSÉ DO RIO PRETO: AV. BADY BASSITT, 5.000 • (17) 3211-4610 Atendimento: Segunda a Sexta: 08h às 19h • Sábado: 09h às 14h.

36

OUTRAS LOJAS: 23 DE MAIO: RUA ESTELA, 615 • (11) 5906-9060 ALPHAVILLE: ALAMEDA ARAGUAIA, 1.993 • (11) 4706-6700 INDIANÓPOLIS: AVENIDA INDIANÓPOLIS, 2.200 • (11) 5070-3000 MIGUEL ESTÉFANO: AVENIDA MIGUEL ESTÉFANO, 1.911 • (11) 5067-2999 NAÇÕES UNIDAS: AVENIDA DAS NAÇÕES UNIDAS, 21.612 • (11) 5696-4777 SÃO BERNARDO: AVENIDA PEREIRA BARRETO, 984 • (11) 4336-8100 SOROCABA: AVENIDA GENERAL CARNEIRO, 1.459 • (15) 3229-9555 PAMPULHA - BH: AVENIDA PRESIDENTE CARLOS LUZ, 5.009 • (31) 2513-1400

2

Pedestre, use sua faixa.

VEÍCULOS A PRONTA ENTREGA

FAÇA UM

TEST DRIVE

VEÍCULOS A PRONTA ENTREGA

Planos sazonais para produtores rurais com 36 meses com 6 parcelas semestrais: consulte nossa equipe para mais informações. Banco Bradesco financiamentos. Condição válida até 30/06/2016. *Eleito “Carro do ano de 2016” pela revista Autoesporte, edição 607, de dezembro de 2015. **Primeiro veículo produzido no Brasil a receber pontuação máxima para passageiros adultos e crianças, de acordo com o Latin NCAP.

F

D


FAÇA UM

TEST DRIVE

3


R

AGROFEST | Uma revista com uma proposta de informação atualizada e de alto nível. A  AgroFest, esta se destacando na Suinocultura, Avicultura, Pecuária de Corte, Psicultura, Rodeios, Eventos, Feiras Agropecuárias, Exposições, e vem a proximando empresas, técnicos, produtores, parceiros, anunciantes, clientes, e outros. Diretor Geral Leandro Gasparetti contatoagrofest@gmail.com Diretor Comercial José Eduardo Costa comercialagrofest@gmail.com Jornalista Responsável Leandro Gasparetti MTB: 76039/SP Contatos / Redação e  Publicidade: (17) 3022-2527 / 98152-5400 Jornalista André Luiz de Oliveira Souza MTB: 75680/SP Fotografia Leandro Gasparetti Projeto Gráfico | Diagramação Rede A Comunicação 17 99212-1016 Impressão Fotogravura Rio Preto 17 3016-4000 Colaboradores Embrapa, Ministérioda Agricultura, Revista Campo & Negócios, Jean de Oliveira Souza, Phábrica de Idéias, Embrapa, Polícia Militar (Rádio Patrulha Aérea e Ambiental) - S.J. do Rio Preto-SP, Láctea Noroeste, O  s Independentes.

EXPEDIENTE

RIO PRETO SE DESTACANDO NO MUNDO DOS NEGÓCIOS

J

á estamos no meio do ano e as notícias e eventos, voltadas para o rodeio e agronegócio, não param como, por exemplo, a Brasil Rural Animais, uma empresa 100% rio-pretense se afiliando a ABF. Além do “Rei da Soja”, Blairo Maggi, ter se tornado Ministro da Agricultura e, sua terra, o Mato Grosso, ser a líder nacional em produção e com o faturamento em mais de R$ 508 bilhões. Já nos eventos os destaques vão para a Agrishow, o 3º Encontro de Produtores Rurais e Agricultores, do Leandro Gasparetti José Eduardo Costa Osmair Guareschi, a Fenasucro & Agrocana e a retomada da Láctea Noroeste, após pausa em suas atividades e, nos rodeios o Monte Aprazível Rodeio Festival, o 10º Team Roping Haras São João, do Fábio Miguel, a 39ª Festa do Peão de Orindiúva e a esperada 61ª Festa do Peão de Barretos, a maior da América Latina. Tudo isso e muito mais você só encontra na Magazine AgroFest. Tenham uma boa leitura!

SUMÁRIO 06 AGROINFO

16 E 17 AGROEVENTOS

VALOR DA PRODUÇÃO É R$ 508,4 BILHÕES EM 2016 MATO GROSSO É LÍDER NACIONAL

3º ENCONTRO DE PRODUTORES E AGRICULTORES MOVIMENTOU A REGIÃO

07 AGROPOLÍTICA

18 E 19 AGROEVENTOS

“REI DA SOJA” É O NOVO MINISTRO DA AGRICULTURA DO GOVERNO TEMER

08 AGRONEGÓCIOS

NEGÓCIOS NA AGRISHOW 2016 ALCANÇAM R$ 1,95 BILHÃO

27 AGROEMPRESA

FENASUCRO & AGROCANA ACONTECE EM AGOSTO

BRASIL RURAL ANIMAIS PARTICIPA DE FEIRAS DA ABF E AGRONEGÓCIO EM SÃO PAULO

12 AGRORODEIO

28 AGROPROJETO

FOTÓGRAFO DE RODEIO TERÁ LINHA DE CAMISETAS

BASE DO ÁGUIA DE RIO PRETO DOA CADEIRA DE RODAS A APAE

14 AGROBIOTECNOLOGIA

30 E 31 AGROAMBIENTAL

CHIP DE GENOTIPAGEM DE EUCALIPTO

4º BATALHÃO DA POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL E RIO PRETO COMPLETOU 27 ANOS

32 E 33 AGROEVENTOS IV DIA DE CAMPO REUNIU 900 PESSOAS NA ESTÂNCIA SÃO LUÍS

35 AGROLEITE

LÁCTEA NOROESTE RETOMA ATIVIDADES

36 E 37 AGROSOCIAL POR LEANDRO GASPARETTI

40 AGROEMPRESAS

GUIA DE EMPRESAS & NEGÓCIOS

41 AGRORODEIO

FESTA DO PEÃO DE BOIADEIRO DE BARRETOS DIVULGA PRÉ-PROGRAMAÇÃO

42 AGROEMPRESAS GUIA DE EMPRESAS & NEGÓCIOS

Tiragem 5 Mil Exemplares Periodicidade Bimestral Distribuição Gratuita Reproduções totais ou parciais das matérias e fotos aqui publicadas só serão permitidas através de autorização expressa dos editores.As informações prestadas nas p  áginas de publicidade são de inteira r esponsabilidade dos anunciantes.Artigos assinados por colaboradores n  ão expressam necessariamente a opinião da Revista.

4

DISTRIBUIÇÃO EM 35 CIDADES

NOSSA CAPA

Bady Bassitt, Bálsamo, Barretos, Bebedouro, Catanduva, Cedral, Cosmorama, Cardoso, Fernandópolis, Guapiaçu, Icém, Ipiguá, Jales, José Bonifácio, Mirassol, Monte Aprazível, Mirassolândia, Neves Paulista, Nova Granada, Novo Horizonte, Orindiúva, Onda Verde, Olímpia, Paulo de Faria, Potirendaba, Palestina, Poloni, Riolândia, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto, Santa Fé do Sul, Tanabi, Votuporanga, São Pulo e Minas Gerais: Fronteira

Ano III Edição 13 Junho / Julho 2016

Foto: Divulgação


5


AgroÌnfo

Fonte: Ministério da Agricultura

VALOR DA PRODUÇÃO É R$ 508,4 BILHÕES EM 2016; MATO GROSSO É LÍDER NACIONAL O valor bruto da produção agropecuária (VBP) previsto para 2016 é estimado em R$ 508,4 bilhões. As lavouras representam R$ 332,5 bilhões, e a pecuária, R$ 175,9 bilhões. O Mato Grosso lidera o ranking entre as unidades da Federação, com R$ 71,8 bi, neste ano. Os números foram divulgados pela Secretaria de Política Agrícola (SPA) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). De acordo com a SPA, o valor bruto

Carnes, leite e ovos

da produção é referente a abril e se situa 1,5 % abaixo do resultado de 2015, de R$ 516,0 bilhões. As lavouras tiveram queda de 0,2 % e a pecuária, 3,9 %. No caso das lavouras, um dos principais fatores determinantes do desempenho foi a redução da estimativa da safra neste ano, em relação a 2015. A retração pode ser observada pelas estimativas da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), vinculada ao Mapa, para a safra de grãos, que passou de 207,67 milhões de toneladas

em 2015 para 202,34 milhões este ano. Seca e excesso de chuva atingiram lavouras importantes, como algodão, arroz, soja e milho, e contribuíram para esse resultado. Ainda segundo a SPA, os preços dos produtos agrícolas em níveis mais elevados que no passado, como em soja, milho, algodão e café conilon, evitaram quedas mais acentuadas do faturamento de diversos produtos, que tiveram queda da expectativa de produção.

A pecuária apresenta valor da produção menor do que no ano passado. Isso se deve a reduções dos valores de produção de todos os itens desse segmento – carne bovina, carne de frango, carne suína, leite e ovos. Os resultados do VBP regional continuam mostrando a liderança da região Sul, com R$ 146,2 bilhões, seguida do Centro-Oeste, com R$ 141,9 bilhões. O Sudeste aparece na terceira posição, com R$ 133,9 bilhões. O Nordeste, R$ 47,3 bilhões, ficou em quarto lugar, e Norte, com R$ 29,6 bilhões, em quinto. Por estado, Mato Grosso aparece em primeiro lugar, com faturamento equivalente a 14,2 % do total do país. As lavouras, lideradas pela soja, milho e algodão, representam 80% do valor da produção do estado. 6


AgroPolítica

Foto: Pedro França / Agência Senado

“REI DA SOJA” É O NOVO MINISTRO DA AGRICULTURA DO GOVERNO TEMER

E

scolhido para assumir o Ministério da Agricultura, o senador Blairo Maggi, conhecido como “rei da soja”, já foi governador de Mato Grosso por duas gestões. Nasceu em 1956, em Torres (RS), mas foi no estado do Centro-Oeste que ficou conhecido nacional e internacionalmente. Formado em agronomia na Universidade Federal do Paraná, ele decidiu seguir os passos do pai, pequeno agricultor, investindo no cultivo da soja em áreas inexploradas, o que o levou a Mato Grosso. Em alguns anos, o Grupo Amaggi, de sua propriedade, se tornou um dos principais exportadores de soja do país. Maggi também já foi considerado o maior produtor individual de soja do

mundo. O prestígio no agronegócio fez com que Maggi fosse considerado pela revista ‘Forbes’ uma das pessoas mais influentes do mundo. Iniciou sua carreira política ao se tornar suplente pelo PP do senador Jonas Pinheiro, eleito por Mato Grosso, em 1994. Já filiado ao PPS, concorreu ao governo do estado em 2002 e venceu no 1º turno, com 50,6% dos votos. Foi reeleito em 2006, também no 1º turno, com uma margem ainda maior: 65,4% dos votos. Após alguns anos, ingressou no PP após ser convidado a assumir a pasta da Agricultura, no governo Temer, na cota do partido poucos dias antes da votação do impeachment no Senado.

7


AgroNegócios

Foto: Divulgação

FENASUCRO & AGROCANA

ESTÁ OTIMISTA NOS NEGÓCIOS E APOSTA EM CONHECIMENTO E ATUALIZAÇÃO PARA IMPULSIONAR SETOR A FENASUCRO & AGROCANA – maior feira do mundo do setor sucroenergético, que acontece de 23 a 26 de agosto, em Sertãozinho/SP, traz soluções e inovações tecnológicas para a cadeia produtiva da cana-de-açúcar

A

retomada no setor, neste ano, é um dos pontos que a feira aposta para 2016. O otimismo está relacionado, principalmente, ao fato do mercado sucroenergético estar aquecido com a alta na demanda por açúcar (para exportação, principalmente) e etanol (consumo interno), o que faz com que as usinas procurem soluções para auxiliar a produtividade. “A FENASUCRO & AGROCANA acontece em um período em que o setor está se preparando para a manutenção das plantas industriais o que, consequentemente, impulsiona os negócios realizados durante o evento e a procura por novas tecnologias”, destaca o Gerente Geral, Paulo Montabone. As perspectivas positivas também

foram ressaltadas pelo Presidente do CEISE Br, Paulo Gallo. “A FENASUCRO & AGROCANA, esse ano em especial, irá servir como o ponto de virada no setor sucroenergético, demarcando o fim de um ciclo péssimo em nossa economia em geral, e em particular nos mercados ligados à cadeia produtiva do etanol, do açúcar e da bioeletricidade”, afirma Gallo. A indústria deste segmento compartilha desta visão, retrato disso é que o evento no mês de maio, já contava com 95% dos seus espaços comercializados. A expectativa é receber 30 mil visitantes/compradores vindos de mais de 40 países que somarão uma movimentação total de cerca de R$ 2,8 bilhões.

Foco no conhecimento Entre as novidades na programação da 24ª edição da feira está a ampliação da grade de eventos de conteúdo que passa a ter 180 horas - o dobro da edição do ano passado - com o objetivo de levar para o visitante/comprador informações e promover a capacitação dos profissionais que atuam no setor canavieiro. Para Montabone, a feira deve ser também uma oportunidade para adquirir conhecimento. “Nosso diferencial nos eventos de conteúdo está em fomentar a educação e pontuar a feira como um norte para a capacitação técnica, e com isso, colaborar com o desenvolvimento completo do setor”, completa. A Fenasucro & Agrocana é realizada pelo CEISE Br e organizada pela Reed Exhibitions Alcântara Machado. A feira acontece no Centro de Eventos Zanini, da cidade sertanezina.

Para o gerente geral, Paulo Montabone a feira está otimista 8


9


AgroVeterinário

Foto: Leandro Gasparetti

PAULO BELARMINO

Médico Veterinário CRMV-SP: 30.174 / CRMV-MS: 4.833 p.belarmino@hotmail.com

TRIPANOSSOMOSE BOVINA

Oriunda do continente africano, a tripanossomose, causada pelo protozoário hemoparasita Trypanossoma spp. já é uma realidade em todos os continentes, causando sérios prejuízos para a pecuária mundial, inclusive no Brasil.

E

mbora pouco mencionada, a tripanossomose bovina é responsável por grandes prejuízos econômicos para a pecuária, principalmente para a pecuária leiteira, onde os índices de quedas de produção são ainda mais visíveis. Na maioria dos casos a tripanossomose bovina se apresenta como uma doença crônica, que afeta o sangue do animal. Os principais sinais clínicos dos animais acometidos são emagrecimento progressivo, debilidade, anemia, edema subcutâneo e de membros, lacrimejamento excessivo, conjuntivite, hiperexcitabilidade, sinais neurológicos e em casos mais graves coma. O Trypanossoma vivax (parasita causador da tripanossomose) também pode causar danos reprodutivos em

10

bovinos, provocando nos machos perda de libido, retardamento da puberdade e baixa qualidade seminal, e nas fêmeas podem ocorrer ciclos estrais anômalos, anestro (períodos de inatividade ovariana), morte fetal, distocia (dificuldade no parto) e abortos, informações com as quais se pode ter uma ideia da dimensão do prejuízo causado em um rebanho infectado, com a queda da produção leiteira, de carne e bezerros. A transmissão de maior importância no Brasil, se dá por meio de moscas hematófagas, principalmente a mosca-dos-estábulos (Stomoxys calcitrans) e por meio do compartilhamento de seringas e agulhas contaminadas. Fato pelo qual é de extrema importância que o “costume” de se utilizar a mes-

ma agulha e a mesma seringa em vários animais, deve ser banido. O tratamento é complexo e pode ser feito com medicamentos a base de dimenazene (aceturato de dimenazene), na dose de 7,0 mg/kg. Existem ainda outros produtos indicados para esse tratamento, porém são proibidos para comercialização no Brasil, devido à escassez de estudos sobre os períodos de carência e os efeitos em humanos. Caso encontre animais que apresentem esses sintomas, contate um médico veterinário para que este realize os exames de sangue para o diagnóstico e inicie o tratamento mais efetivo, no menor período de tempo possível, evitando assim que as perdas de produtividade sejam cada vez maiores.


11


AgroRodeio

AGENDA eventos FOTÓGRAFO CURSOS - SIMPÓSIOS

II Simpósio – Desafios da Fertilidade do Solo na Região do Cerrado – 20 a 22 de Julho – Centro de Eventos Pantanal – Cuiabá/MT – Informações: www.simposiocerrado.com VI Congresso Andav – 15 a 17 de Agosto em São Paulo/SP - Evento da Distribuição de Insumos Agropecuários. Info: (11) 3214-1300 O Sebrae SP oferece cursos e palestras para pessoas físicas e jurídicas, confira no portal: www.sebraesp.com.br

Foto: Divulgação

TERÁ LINHA DE CAMISETAS COM IMAGENS EXCLUSIVAS

RODEIOS / FESTAS PROVAS CRONOMETRADAS Haras Sulera Pista Coberta - Bálsamo/SP CPTR 2016 – Campeonato Paulista de Team Roping 2ª Etapa – 29, 30 e 31 de Julho / 3ª e 4ª Etapa – Em Definição XX Rio Preto Rodeo Country Bulls – 20 a 24 de Julho – S.J. Rio Preto/SP 39ª Festa do Peão de Boiadeiro de Orindiúva/SP – 18 a 21 de Agosto 61ª Festa do Peão de Boiadeiro de Barretos – 18 a 28 de Agosto – Barretos/SP

EXPOSIÇÕES 43ª Grand Expo de Bauru de 06 a 16 de Agosto, no Recinto Mello de Moraes – Bauru/SP Exposul – Exposição Agropecuária de Rondonópolis/MT, de 08 a 15 de Agosto, no Parque de Exposições Wilmar Peres de Farias www.exposuleuvou.com.br 24ª Feira Internacional de Tecnologia Sucroenergética – 23 a 26 de Agosto Sertãozinho/SP

LEILÕES: Leilões Anísio Haddad – Todas as quintas-feiras às 18hrs - Local: Recinto de Leilões Anísio Haddad Informações: (17) 3227-2299 www.leiloesahaddad.com.br 12

O

fotógrafo André Silva e a marca Radade fecharam uma parceria inédita, para temporada 2016. Além de usar a famosa grife Radade, André Silva lançará uma linha de camisetas com fotos exclusivas de seu trabalho. Serão utilizadas não apenas fotos de montarias, mas várias imagens do segmento country. São fotos do trabalho que André vem fazendo durante seus mais de 15 anos de profissão nacional e internacional. Atualmente André é considerado um dos melhores fotógrafos do segmento de rodeio. A marca Radade foi a pioneira na produção de bonés, para o segmento de rodeio, e com 22 anos no mercado é considerada a maior do mercado na atualidade. “Sempre acompanhei o trabalho da marca Radade e hoje tenho a satisfação de ser um parceiro. Através do Pedro Radade chegamos à conclusão que

não seria apenas uma simples parceria, achamos que poderíamos fazer algo a mais para os fãs do mundo country, foi aí que surgiu a ideia de fazer uma linha de camisetas com fotos, acredito que o público irá gostar”, explicou André Silva. “Num mercado cada vez mais competitivo, é preciso criar vínculos e parcerias saudáveis, Na minha opinião, o André é hoje o melhor fotógrafo do segmento country, pela maneira com que ele capta a melhor imagem possível do objeto fotografado, seus trabalhos na PBR nos Estados Unidos e PBR Brasil demonstram o elevado nível dele, isso me chamou a atenção, pois a Radade busca parcerias com profissionais que além de dedicação, realizam seu trabalho com entusiasmo se destacando em um determinado setor por essas características. Estamos confiantes nessa parceria, será um sucesso”, concluiu Pedro Radade.


13


AgroBiotecnologia

Embrapa / Fotos: Claudio Bezerra

CHIP DE GENOTIPAGEM DE EUCALIPTO REDUZ PELA METADE O TEMPO PARA MELHORAMENTO GENÉTICO

U

ma nova tecnologia desenvolvida pela Embrapa capaz de reduzir em até 50% o tempo gasto no melhoramento genético de eucalipto. Trata-se de um chip de genotipagem, denominado EucHIP60k, que permite a análise simultânea de 60 mil marcadores distribuídos por todo o genoma da planta e que tem elevado potencial de aplicação no setor florestal de vários países, pois foi desenvolvida com base nas 10 espécies de eucalipto mais utilizadas em nível mundial. O chip oferece como vantagem principal, ao setor produtivo florestal, a possibilidade de reduzir o tempo utilizado no melhoramento genético, que atualmente varia de 9 a 18 anos, para 6 a 9 anos, o que também impacta a redução de custos. Essa redução do tempo é possível pelo fato de o chip permitir ao produtor plantar apenas espécies selecionadas com as características que ele procura e que podem estar relacionadas à produtividade, crescimento, tolerância à seca e resistência a doenças, entre inúmeras outras. Com isso, o produtor consegue pular várias etapas no processo de melhoria genética. A inovação é resultado de um projeto financiado pela Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal (FAP-DF) e foi desenvolvido a partir de dados de sequenciamento de 240

14

árvores, de 12 espécies de eucalipto. O critério para a seleção dos 60 mil marcadores foi, principalmente, a sua distribuição homogênea ao longo de todo o genoma da planta.

Chip é tecnologia “open source”

A tecnologia foi transferida inicialmente para a empresa norte-americana Geneseek – maior empresa de genotipagem agrícola do mundo e atualmente responsável por sua comercialização – mas é do tipo “open source”, ou seja, não é patenteada e está disponível para todos os países interessados. Para o pesquisador Dario Grattapaglia, essa forma de trabalho promove o intercâmbio e amplia o conhecimento. “É o futuro da ciência, que não pode ter fronteiras”, enfatiza. O próprio desenvolvimento do EucHIP60k é decorrente de um modelo de negócio inovador, chamado de “crowfunding”. Essa forma de fazer negócios pode ser comparada a uma “vaquinha” entre várias instituições para se chegar a um resultado que vai beneficiar a todas. Chips como o EucHIP60K já são amplamente usados em programas de melhoramento genético de bovinos e estão ganhando espaço com as grandes culturas agrícolas. “Mas, no setor florestal, somos pioneiros”, finaliza Grattapaglia.


15


AgroEvento

3º ENCONTRO DE PR AGRICULTORES MOV

A

conteceu em junho, o 3º Encontro de Produtores e Agricultores da Região de São José do Rio Preto, na Fazenda Engenho, em Nova Granada - SP. O evento tem o intuito de reunir produtores rurais para a compra de maquinários, produtos, troca de informações em cada ramo de atuação. “O evento procura mostrar o que a

16

região necessita, produz, e também, as novas variedades de agricultura como a safrinha (milho), amendoim, sorgo - que antes não tinha na região - unindo agricultores e fabricantes, para que todos possam acompanhar o crescimento nacional da demanda no que é produzido na região” explica Osmair Guareschi, organizador e proprietário do Mercadão de Tratores.

Para a próxima edição, sempre realizada em junho, a intenção é de agregar novas marcas, aumentar a quantidade de participantes e, diversificar os ramos de atuações dos produtores da região, indo do pequeno produtor, até o que atua com exportação, para que todos possam aprender sobre o mercado e novas tecnologias.


Fotos: JoãoLuiz Fotos: Leandro / Comunicação Gasparetti SA

RODUTORES E VIMENTOU A REGIÃO

´

17


AgroEventos

NEGÓCIOS NA AG ALCANÇAM R$ 1,

A

23ª Feira Internacional de Tecnologia Agrícola - Agrishow, obteve um resultado positivo com a realização de negócios da ordem de R$ 1,95 bilhão, superando o valor da edição anterior, que foi de R$ 1,9 bilhão. No entanto, contando os fechamentos dos bancos, bem como os negócios iniciados em Ribeirão Preto, mas finalizados nos próximos meses, a expectativa é que o valor seja maior. A 17ª Rodada Internacional de Negócios obteve um recorde de US$ 18 mi-

18

lhões de vendas, entre negócios fechados e futuros, com prospecções para os próximos 12 meses. Esse montante representa um incremento de 23% em comparação com a rodada anterior. Também houve um recorde no número de empresas brasileiras inscritas – 46 fabricantes brasileiros –, o que exigiu que mais de 400 reuniões fossem agendadas, com compradores vindos da Argélia, Canadá, Colômbia, Egito, EUA, Etiópia, México, Quênia, Senegal, Tailândia e Zimbábue.

Em relação ao número de visitantes da Agrishow 2016, houve uma pequena queda ante o ano anterior, passando de 160 mil pessoas para 152 mil. No entanto, segundo as mais de 800 marcas expositoras nacionais e internacionais, o público que passou pelos estandes era altamente qualificado, composto sobretudo por compradores e produtores rurais de pequeno, médio e grande portes do Brasil e do exterior. A próxima edição da Agrishow será promovida de 1º a 5 de Maio de 2017.


GRISHOW 2016 ,95 BILHĂƒO

Fotos: Leandro Gasparetti

19


AgroHorse

Fotos: Adilson Silva/Foto Perigo

LUCIANA OMENA

Jornalista Especializada em Cavalos lucianaomenacomunicacao@gmail.com

RÉDEAS TERÁ SEMANA HISTÓRICA NO BRASIL! A Associação Nacional do Cavalo de Rédeas está preparando o maior evento oficial de todos os tempos. Agosto é o mês do Potro do Futuro, a prova mais esperada da temporada, e também da final do Campeonato Nacional. Este ano, a programação será incrementada com o 1° NRHA Pan American Cup e ainda o 1° Leilão ANCR. Este evento promete

C

á estou eu, mais uma vez, a puxar sardinha para a Rédeas. Mas eu sou fã mesmo dessa modalidade. Ok, sou bastante envolvida com o mundo desse esporte, além de ser apaixonada por cavalos e Rédeas, e o evento merece uma menção de destaque na coluna. Pronto, falei! (risos) Nenhuma outra diretoria conseguiu o que essa gestão está conseguindo, a visibilidade mundial! A gestão anterior foi um divisor de águas, mudou a cara de modalidade e trouxe inúmeros benefícios. E a atual, melhorou ainda

20

mais o que já estava sendo feito de bom! É fantástico! No começo desse ano já tivemos o 1° Rookie Day de Rédeas na América do Sul, com apoio da NRHA. Um curso, em um formato diferente, ministrado por treinadores americanos aqui no Brasil, voltado para pessoas que nunca tiveram contato com o esporte. Foi super positivo! E agora, além do Potro do Futuro, com premiação que promete ser recorde, e a grande festa dos campeonatos regionais, com a final do Campeonato Nacional, será realizado

o 1° NRHA Pan American Cup. O Pan Americano, que tem total apoio e patrocínio da associação americana de Rédeas, terá competindo aqui treinadores de fora do Brasil. Nomes importantes do esporte no mundo. Além de nosso, os países confirmados são: Estados Unidos, Uruguay, Paraguay e Argentina. Será um show de Rédeas com certeza. E a data já está marcada: de 8 a 13 de agosto, no Parque de Exposições Fernando Cruz Pimentel – EMAPA, em Avaré/SP. Outras informações: www.ancr.org.br


21


AgroInvestimentos

Foto: Leandro Gasparetti

2016 É O ANO PARA INVESTIR EM CONSÓRCIO N o cenário econômico de incertezas, o consumidor tende a se manter mais conservador, e o consórcio se torna uma opção atraente e segura. É o que avalia a gerente comercial da Racon São José do Rio Preto, Marcella Leal Ribeiro. “A modalidade de consórcio vem despertando cada vez mais a atenção das pessoas que planejam investir e se tornando uma alternativa para quem deseja adquirir um bem sem as taxas e exigências dos financiamentos”. Marcella acrescenta que, diante desse cenário, a empresa deve estar atenta para oferecer créditos adequados a necessidade de aquisição de cada público e com parcelas que não comprometam seu orçamento. “Nosso grande desafio é demonstrar que consórcio não é dívida e sim planejamento, uma poupança

para aumentar o patrimônio”, explica. Além de ser mais econômico e oferecer outras vantagens, se comparado a outras modalidades de financiamento, o consórcio ainda estimula o desenvolvimento da indústria, do comércio e dos serviços. Isso, porque, com o crédito em mãos o consorciado vai ao mercado realizar sua aquisição, consumir com poder de negociação à vista. É um ciclo que traz vantagens a todos e estimula o desenvolvimento econômico. Em São José do Rio Preto são centenas de clientes ativados. “Nós temos o compromisso de dar suporte para esses clientes que acreditam no nosso trabalho todos os dias”, garante Marcella. Outra preocupação da Racon é incentivar e valorizar a conquista de seus clientes, por isso, em 2016, a promoção

que sorteia um carro 0km, viagem, notebook, Smart TV, iPad e iPhone continua. “Além de você se planejar, a Racon dá oportunidades para que você seja reconhecido por isso”, pontua Marcella. A campanha da Racon também destaca os pontos positivos do consórcio: não tem juros e é 100% parcelado, destacando-se diante da restrição do crédito e da alta dos juros. Ficou interessado? Procure a Racon, converse com os atendentes, veja quais são as suas necessidades e busque o melhor negócio para você planejar o seu futuro. Racon São José do Rio Preto Av. Alfredo Folchini, 688 - sala 2 Telefone: (17) 3355.1321 www.racon.com.br

Gerente comercial da Racon São José do Rio Preto, Marcella Leal Ribeiro

22


23


AgroInfo

MANCHA BACTERIA DIFERENCIADO NO

O

cultivo de pimentão (Capsicumannuum L.) ocupa posição de destaque na produção agrícola, pois é explorado intensivamente em todo o território nacional. Ele está entre as dez hortaliças mais importantes do mercado brasileiro, sendo uma cultura que, devido ao curto período para o início da produção, apresenta retorno rápido dos investimentos, e por isso é largamente explorada por pequenos e médios horticultores.

Apesar de ser cultivada nas diversas fronteiras agrícolas brasileiras, as perdas na produção e a baixa produtividade têm sido reportadas como um dos entraves na exploração dessa hortaliça. A mancha-bacteriana é uma das mais importantes nas condições de produção do Brasil. Os danos em produtividade são decorrentes da ineficácia de produtos químicos, como fungicidas cúpricos e antibióticos agrícolas utilizados.

O ataque

A bactéria pode atacar qualquer órgão aéreo da planta, em qualquer estágio de desenvolvimento. Pode causar danos foliares enormes sobre certas condições ambientais, tanto em ambiente protegido quanto no campo, acarretando perda da produção e qualidade dos frutos. As lesões podem ocorrer em grande número e, nesse caso, as folhas caem com facilidade. Nos frutos, as lesões são deprimidas, esbranquiçadas, irregulares e circundadas por um halo castanho escuro. Também, nos frutos as lesões podem ocorrer em grande número e, embora não causem sua queda, o patógeno pode alcançar o interior e infectar as sementes. Temperatura e umidade elevadas são as condições mais favoráveis à ocorrência da doença, a qual, em regiões serranas, é mais severa em sementeiras e viveiros. A faixa de temperatura ideal para a ocorrência da doença sob umidade elevada varia de 25 a 28ºC. Os principais responsáveis pela disseminação da doença em uma lavoura de pimentão são a água de chuva ou irrigação e partículas de solo carregadas pelo vento. A utilização de mudas infectadas tem sido a forma mais comum de introdução da doença em áreas não contaminadas. 24

A bactéria Xanthomonassp., agente causal da doença, tem acentuada variabilidade, existindo quatro grupos distintos:X. campestrispv.vesicatoria;X. vesicatoria; X. perforans e X. gardneri. Porém, Xanthomonascampestrispv. Vesicatoria é considerada a espécie mais comum em pimentão. O patógeno pode ser disseminado por sementes, e é capaz de reduzir sensivelmente a produção pela depreciação que ocasiona ao fruto, inviabilizando a sua comercialização.

Controle

No campo, a mancha-bacteriana é de difícil controle, devido, principalmente, à baixa eficiência dos antibióticos e à predominância de estirpes resistentes ao sulfato de estreptomicina e aos produtos à base de cobre. Apesar de serem recomendados no início da ocorrência da doença, os antibióticos contribuem para a seleção de populações resistentes, para o aumento do risco de contaminação ambiental e do consumidor e para o aumento do custo de produção. Uma alternativa eficiente é o uso de cultivares de pimentão com resistência. A resistência genética é desejada, uma vez que reduz a contaminação do ambiente e dos alimentos pelo uso de agrotóxicos.

Pimentão mais resistente

Embora não exista, atualmente, cultivares de pimentão com nível adequado de resistência à murcha-bacteriana, a busca tem sido uma prioridade em vários programas de melhoramento. Com o objetivo de se obter cultivares de C. annuum resistentes à mancha-bacteriana, experimentos têm sido conduzidos em diferentes instituições. A Embrapa possui um banco de germoplasma com 650 acessos de Capsicum spp.


Fonte: Revista Campos & Negócios - Fotos: Divulgação

ANA EXIGE MANEJO PIMENTÃO O Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA) desenvolve, desde 1976, um programa de melhoramento genético do pimentão visando incorporar resistência a esse patógeno. Na Universidade Estadual do Norte Fluminense (UENF), diversos trabalhos já foram realizados objetivando o desenvolvimento de C. annuum resistentes à mancha-bacteriana, identificando vários genótipos como fontes de resistência. Contudo, como ainda não existem disponíveis no mercado cultivares de pimentão resistente à mancha-bacteriana, a melhor maneira de controlar

a doença é pela prevenção, que deve incluir o uso de sementes e mudas sadias, obtidas a partir de lavouras livres da doença, e a rotação de culturas, evitando solanáceas.

Jean de Oliveira Souza Engenheiro agrônomo, pós-doutorando em Agronomia-Melhoramento Vegetal no Centro de Ciências Agrárias da Universidade Federal da Paraíba (CCA/UFPB)

25


AgroHumor

PROSAS & CAUSOS COM

TONHO PRADO Oi gente é ieu Tonho Prado!

Como vocês já sabem agora todas edições da Magazine AgroFest eu vou tá aqui com o cêis trazendo muito causo e muita piada boa, bom mas vamo para de prosa porque agora chegou a hora de você se divertir, vamo lá genti.

www.tonhoprado.com.br

A CARTA

Sr. delegado de polícia, não culpe ninguém pela minha morte. Deixei esta vida porque, um dia a mais que eu vivesse morreria louco. Explico: Tive a destida de casar-me com uma viúva, a qual tinha uma filha. Se soubesse o que ia acontecer, jamais teria casado. Meu pai, para maior desgraça, era viúvo e quis a fatalidade de casar com minha enteada. Resultou dai que minha mulher tornou-se sogra do meu pai. Minha filha ficou sendo minha mãe, e meu pai era ao mesmo tempo meu genro. Após algum tempo minha filha trouxe ao mundo um menino, que veio a ser meu irmão, porém neto de minha mulher de maneira que fiquei sendo avô do meu irmão. Com o decorrer do tempo minha mulher deu a luz a um menino, passando como irmão da minha mãe, era cunhado do meu pai, tio do seu filho e meu tio, passando minha mulher a ser nora da sua própria filha. Eu, Sr. delegado, fiquei sendo pai da minha mãe, tornando-me irmão do meu pai e de meu filho. Minha mulher ficou sendo minha vó, já que é mãe da minha mãe. Assim, acabei”. sendo avô de mim mesmo. Portanto Sr. delegado, antes que a coisa se complique mais, resolvi desertar desse mundo.” 26

FINADO CHICO O cumpadre Chico acaba de morrer. O padre encomenda o corpo e faz muitos elogios: - O finado era um ótimo marido, um excelente cristão, um pai exemplar!!...

A cumade viúva se vira para um dos filhos e lhe diz ao ouvido: - Vai até o caixão e veja se é mesmo o seu pai que está lá dentro...

MORTE DERRAMADA Dois caipiras se encontram: — Ô, Bastião! Quanto tempo, homi! Quais as novidade? — Novidade só que morreu meu vô, meu pai, minha mãe, minha tia e meu primo. — Todos eles morreru? – pergunta o amigo, assustado.

— Todinhos! — Eita, mas morreru di quê, Bastião? — De derrame. — Todos de derrame? — Pois é. Eles tavam na caçamba num caminhão, indo pra Sum Paulo aí a danada virô e derramô eles tudo lá pra baixo!

PRIMEIRA VEZ Três amigos meu, pedreiros entram de férias e vão a praia pela primeira vez. O primeiro diz: tanta água! O segundo diz: tanta areia! Aí o terceiro diz : vamos embora antes que alguém traga o cimento

COISA DE CRIANÇA

Professora pergunta para o Juquinha o nome de duas partes do corpo humano. E o Juquinha responde: -Essa é fácil, fessora. Zoio, zouvido, zumbigo, zunha.

Aí a professora diz para ele: -E você vai receber uma nota começada com z. E o Juquinha fala: – Oba! Zoito , zoito e meio .


AgroEmpresas

Foto: Marcelo Dias

BRASIL RURAL ANIMAIS PARTICIPA DE FEIRAS DA ABF E AGRONEGÓCIO EM SÃO PAULO

A

Brasil Rural Animais, empresa no setor de alimentação e saúde animal, iniciou no ramo de franquias e marcou presença na feira da Associação Brasileira de Franchising, realizada no pavilhão da Expo Center Norte, que reuniu as principais franquias nacionais. A empresária e presidente da Brasil Rural Animais, Valéria Rodrigues, foi recebida por diretores no estande da ABF e oficializou a parceria com a instituição. A reunião foi com o diretor de Inteligência de Mercado, Cláudio Tieghi. “Oficializamos a parceria com a ABF e recebemos orientações do diretor com relação ao nosso negócio”, informa Valéria. Além da feira da ABF, a Brasil Rural também participou da Intercorte, o

A presidente da Brasil Rural, Valéria Rodrigues e a diretora de franquias, Aline Amadeu em reunião com o diretor da ABF, Cláudio Tieghi maior evento da cadeia produtiva da carne bovina brasileira, com foco em sistemas de produção para a qualidade da carne, onde tiveram a oportunidade de divulgar seus produtos de alimentação animal. “Na situação que o país se encontra,

as empresas têm de estar atentas as novidades do mercado e a Brasil Rural está sempre se modernizando e oferecendo os melhores produtos”, avaliou Valéria. Mais informações pelo site www.brasilruralanimais.com.br.

27


AgroProjeto

Fotos: Leandro Gasparetti

BASE DO ÁGUIA DE RIO PRETO DOA CADEIRA DE RODAS A APAE

A

Base de Radiopatrulha Aérea de Rio Preto, onde fica o helicóptero da Polícia Militar, no início do mês de junho, fez a doação de uma cadeira de rodas a APAE de Nhandeara. O programa “Acertando na Lata” é uma iniciativa dos policiais da base aérea, que solicita as escolas visitantes que levem latas de alumínio, e são encaminhadas a uma cooperativa para reciclagem e com o dinheiro fizeram a aquisição da cadeira. “Não tenho palavras para agradecer essa doação. Nós tínhamos duas crianças cadeirantes e apenas uma cadeira. Agora, vamos suprir essa falta. Tomará que esse trabalho continue para ajudar outras pesso-

28

as”, comentou Odair Bueno, presidente da APAE de Nhandeara. Além desta iniciativa, a base também conta com o programa “Voo Sustentável”, que busca alternativa não somente para colaborar e, sim acabar com criminalidade protegendo o cidadão e também a preservação do meio ambiente. “Os policiais já fizeram o plantio de 17 árvores em volta da base, mais de 530 quilos de resíduos de lixo foram encaminhados a uma cooperativa para a reciclagem, pelo menos 108 quilos de latinhas foram retiradas – por cunha educacional - das casas das crianças que visitaram a base. Além disso, a equipe já faz uso de águas pluviais através de uma

capacitação por telhado e ralos, que resultou na economia de 26 mil litros de águas em oito meses de trabalho”, comenta o major André Luiz Paes. Também foi instalado na Base Aérea um poste com luz de energia solar, que serve de teste para o futuro: toda a área deve ser adaptada com esse sistema mais econômico. “É o nosso primeiro teste. Vamos montar um projeto com alguma empresa especializada para que no futuro, toda a base seja totalmente iluminada com a energia solar. Com certeza essa é a tendência para os próximos anos, principalmente nesse momento onde é necessário pensar na economia”, finaliza Paes.


29


AgroAmbiental

4º BATALHÃO DA POLÍCI E RIO PRETO COMPLETO

N

o mês de maio aconteceu, no Teatro do SESI, em São José do Rio Preto/SP, a comemoração dos 27 anos de criação do 4º batalhão de Polícia Militar Ambiental, que além da comemoração, contou com a entrega de medalhas de valor militar, como forma de valorização dos policiais ambientais. Além da entrega de lauras em méritos pessoais, de certificados de agradecimentos aos colaboradores da Polícia Ambiental e a inauguração de retratos

30

da galeria de ex-comandantes. “Um dia especial como hoje, representando o policiamento ambiental, principalmente numa ocasião em que se comemora o aniversário do 4ª Batalhão de Polícia Militar Ambiental, uma unidade em que servi ao longo de mais de 20 anos” comentou o comandante, Rogério de Oliveira Xavier, um dos homenageados da galeria. Estiveram presentes autoridades como o Prefeito Municipal de Paulo de Faria/SP, Mário de Felício

Neto, Presidente do Sindicato Rural de Rio Preto, Sérgio Expressão, Representante dos Empresários de Orindiúva/SP, Francis Nunes Martins, Representantes da Faesp/Senar, Gilmar Ogawa e Milton Sussumu Nomura, além de representantes dos setores da Polícia Militar do estado de São Paulo e regionais. E abrilhantando o evento a Banda Regimental do CPI 5, sob o comando do Cabo PM, Gustavo Camargo, Maestro Regente, e seus músicos.


Fotos: Leandro Gasparetti

CIA MILITAR AMBIENTAL OU 27 ANOS

31


AgroEventos

IV DIA DE CAMPO RE PESSOAS NA ESTÂNC

O

IV Dia de Campo reuniu cerca de 900 pessoas, entre produtores rurais, visitantes e expositores, na Estância São Luís – Genética Jersey, em Cosmorama (SP). Além de palestras, concursos culturais e workshops de fabricação artesanal de derivados lácteos para pequenos produtores de Cosmorama, o evento contou com novidades tecnológicas voltadas à produção leiteira desenvolvidas por cinco empresas de Nova Zelândia. O estande, com essas empresas, foi organizado pela New Zealand Trade & Enterprise (NZTE), agência de promoção de comércio internacional e desenvolvimento econômico da Nova Zelândia.

32

O tema do IV Dia de Campo, este ano, foi “Sustentabilidade e a Segurança Alimentar na Pecuária Leiteira”. “Além de divulgar a raça Jersey, o objetivo do Dia de Campo foi reunir produtores e profissionais do setor para mostrar as melhores práticas de produção e manejo sustentável e seguro. Foi um dia produtivo de troca de informações e, claro, experiências por meio de palestras e exposição de insumos e equipamentos”, afirma o pecuarista João Luís Cavallari, organizador do evento. Durante o evento foram realizadas palestras voltadas para gestão de pessoas, práticas de manejos, qualidade e segurança e gestão de projetos na pecuária, além do concurso de queijos.

Sobre a Estância João Luís

A história da Estância João Luís teve início no final do ano 2000, quando as primeiras bezerras e novilhas da raça Holandesa foram adquiridas e começou a produção leiteira na propriedade. No início, a produção era de 130 litros de leite/dia. Em 2008, esse número passou para cerca de dois mil litros de leite, com uma média de cerca de 24 litros por vaca/dia. Em 2009, foram adquiridas as primeiras bezerras e novilhas da raça Jersey e, em 2011, iniciaram-se os investimentos em genética de ponta com a aquisição de animais procedentes de criatórios e estabelecimento de parcerias para produção de embriões.


Fotos: Ricardo Boni e Victor Natureza/Boni Peixe Comunicação

EUNIU 900 CIA SÃO LUÍS

33


AgroModa

Fotos: Divulgação

TENDÊNCIAS INTERNACIONAIS PARA O OUTONO-INVERNO WESTERN 2016

Q Patricia Marchi

www.blogpatycowgirl.com.br

uem gosta e acompanha as tendências de moda com certeza vai concordar com a gente: o outono/inverno é a estação mais glamorosa do ano. É durante as estações mais frias do ano que os casacos de pelo, os gorros, as luvas e as botas vão para as ruas deixando o look mais imponente e produzido. Para acompanhar as tendências de moda, é fundamental conferir os desfiles, das semanas da moda fashion western internacional, buscando notícias e opiniões de especialistas sobre as tendências apresentadas. Retrô anos 70 e 80: uma continuação da tendência anos 70, com calças boca de sino, vestidos florais, gola rulê, ombros marcados e couro. As estamparias apresentam o estilo tribal, étnico, gypsy e boho peruano. A década dos anos 80 foi marcada pelas cores fortes como a laranja, amarelo, lamê e vinil. As franjas continuam presentes, acompanhando o movimento do corpo. Peles de todo tipo: as peles estão presentes na estação. A maioria contém material sintético e modelos que se adaptam até aos pés. Recheada de peças prateadas, peles e sobretudos, a moda outono/inverno 2016 está mais diversificada do que nunca. Confira as principais tendências:

34 34


AgroLeite

Foto: Leandro Gasparetti

Láctea Noroeste retoma atividades após pausa nas atividades Após alguns anos afastada de suas atividades, a Láctea Noroeste, retoma suas atividades para aumento de atividades, associados, além da volta da Expolact

A

Associação dos Produtores de Leite da Noroeste Paulista, conhecida como Láctea Noroeste, surgiu há cerca de 16 anos com a união dos produtores de leite da região, com o intuito de fortalecer a cadeia do leite. Além de fortalecer os produtores, a intenção era de discutir pelo preço do leite e comprar em conjunto, já que unidos os produtores teriam mais força para poder batalhar por um preço mais justo de revenda, mas devido à falta de estrutura e logística não houve evolução. Então, optaram em oferecer palestras e cursos aos produtores, que capacitariam os produtores em melhoramento genético, qualidade e aumento de produção, entre outros temas de importância aos produtores. No decorrer dos anos, lançaram uma Exposição voltada ao produtor de leite, a Expolact. “Resolvemos organizar a Expolact, que fizemos por 12 anos, mas devido à falta de investimento, optamos por parar por um tempo e já se faz 2 anos que não realizamos a Exposição mais conhecida entre os produtores, mas para 2017, pretendemos voltar com a Exposição” comenta o presidente da Láctea Noroeste, Miguel Lopes da Silva. Além da Exposição, a Láctea Noroeste, pretende aumentar o número de associados, de cursos e palestras especializadas, para que possam retomar a ideia inicial, que seria de ter uma logística e estrutura para que possam comercializar o leite e obterem maior rentabilidade com a venda direta do leite aos laticínios. “Unidos os produtores são mais fortes, tendo maior poder de barganha e, claro, com um produto de qualidade, pode lucrar mais” finaliza Silva. Para informações e associar-se: 17 99101-8009

Presidente da Láctea Noroeste, Miguel Lopes da Silva 35


AgroSocial

Fotos: Leandro Gasparetti

SOCIAL WESTERN

03

06

09

Por Leandro Gasparetti

www.LEANDROGASPARETTI.com.br

01 01

02

04

05

07

08

10

11

01 - Deputado Itamar Borges com Michel Temer e Baleia Rossi - 02 - Eloy Gonçalves com o Deputado Federal, Edinho Araújo - 03 - O locutor Della Morena ladeado por Leandro (Assessor de Pista) e Marcelo (Dj) - 04 - Ricardo Shimana, Matheus Parma e Marcelo Portes - 05 - O cantor Fiduma, Felipe Braga e Fábio Ponchio - 06 - Fábio Rogério Leme e Julio Cesar de Carvalho - 07 - Adelney Sarni, Hebecarla Gonçalves e Alexandre Toshio Ioshizato – 08 - Ana Paula, Marco Antonio Lopes de Oliveira e Juliane Diniz - 09 - Os amigos Júlio Cezar de Freitas e Juliano de Carvalho Cheregatte - 10 - Fabner Paulossi e Walter Celani - 11 - João Queiroz e Osni Mello 36


12

13

14

15

16

17

18

19

20

21

22

23

24

25

26

12 - Márcio Larranhaga, Vereador de Rio Preto ladeado por Orlando Bolçone, Deputado Estadual - 13 - Alexandre Garcia, Odirley Maioli, Paulo Roberto Nunes Cassia, Mario Augusto Frederico e José Clarismar - 14 - Antônio Toledo e Luis Paulo da Silva - 15 - O locutor Tony Carreiro com a esposa Daniela Martins - 16 - Luiz Carlos Benittez com Luciano Aparecido Romera - 17 - Umberto Junior, Jhow e o Sargento De Oliveira - 18 - Junior Azevedo e Pedro Ernesto - 19 - Dr. Deimar Goulart e Dr Carlos Adalberto Rodrigues - 20 - Marina Carvalho, Gledson Reis, Camargo e Esposa - 21 - Os amigos Luizinho Bueno, Fernando Soares, Arnaldo Mussi e Rogério Leonel - 22 - Meire, Maria Clara e Dirceu Patrão - 23 - o Casal Paulão (Haramaq) e Renata - 24 - Paulo Correa e Carlos Bellon - 25 - Fabiano Fructuoso com seu pai Dr. Fructuoso - 26 - O Cabo PM Hudson, Major PM Paes, Capitão PM Cortez 37 e o Capitão PM Rafael Henrique Helena


Olá amigos, o campeonato Monster Energy PBR está a todo vapor, abaixo as fotos do evento de Goiânia. A Pecuária de Goiânia foi um evento emocionante que além da PBR tiveram as provas funcionais (representada abaixo pela foto da Prova dos 3 tambores). Os próximos eventos serão Divinópolis/MG e Americana/SP Espero levar a todos um pouco da emoção das arenas através das minhas lentes. MUDE DE ANGULO, AS NÃO PERCA O FOCO!

ANDRÉ SILVA

FOTOGRAFO OFICIAL DA PBR

38

WWW.ANDRESILVA.COM.BR


D

E

B

R

I G

A

39


AgroEmpresas

Guia de Empresas & Negรณcios

40


Foto: Divulgação

AgroRodeio

FESTA DO PEÃO DE BOIADEIRO DE BARRETOS DIVULGA PRÉ-PROGRAMAÇÃO MUSICAL

Hussein Gemha Junior

O

evento, que acontece de 18 a 28 de agosto, terá Zezé Di Camargo e Luciano como embaixadores e a presença das principais estrelas do universo sertanejo A Festa do Peão de Boiadeiro de Barretos 2016, que acontece entre os dias 18 e 28 de agosto, celebrará os 61 anos de existência reunindo importantes nomes da música sertaneja. A programação artística do evento, consagrado como a maior festa de peão da América Latina, terá a presença de Zezé Di Camargo e Luciano como embaixadores e as principais estrelas do universo sertanejo como o show “Cabaré”, dos cantores Leonardo e Eduardo Costa, e ainda Jorge & Mateus, Fernando & Sorocaba, Gusttavo Lima, Henrique & Juliano, Rionegro & Solimões, Matogrosso & Mathias, Wesley Safadão, Maria Cecília & Rodolfo, Thaeme & Thiago, Teodoro & Sampaio, Aviões do Forró, Maiara & Maraisa, entre outros.

De acordo com Hussein Gemha Junior, presidente de Os Independentes, associação promotora do evento, mais atrações e novidades envolvendo as apresentações artísticas devem ser anunciadas em breve. “Teremos shows especiais e encontros inéditos, além de uma programação mais vasta do que dos anos anteriores”, afirma. O público presente na 61ª Festa do Peão de Boiadeiro de Barretos, que terá mais de 100 shows durante os 11 dias do evento, também terá a oportunidade de conferir os principais nomes do mundo do rodeio. Entre os destaques das competições estão a realização da final da PBR (Professional Bull Riders), que acontece entre os dias 18 e 21 de agosto, a final da Liga Nacional de Rodeio e o 24º Barretos International Rodeo. As montarias contam com os principais nomes do circuito nacional e internacional que disputam as montarias em cavalo, categorias Sela Americana,

Bareback e Cutiano, e a montaria em touro, além das provas cronometradas de Team Penning e Três Tambores. Os visitantes da 61ª Festa do Peão de Boiadeiro de Barretos também podem realizar uma verdadeira imersão no universo sertanejo por meio das atrações culturais como a Queima do Alho, Concurso de Berrante, apresentação de Catira e conhecendo o Rancho do Peãozinho, espaço dedicado exclusivamente para o público infantil. A programação da 61ª Festa do Peão de Boiadeiro de Barretos pode ser conferida no site do evento http://www. independentes.com.br. As novidades também podem ser acompanhadas nos perfis da Festa nas redes sociais. Venda Ingressos: Juntamente com a divulgação da pré-programação do evento, também teve início a venda online dos acessos a diferentes setores da Festa através do site www.totalacesso.com 41


AgroEmpresas

Guia de Empresas & Negรณcios

42


43


44

Magazine AgroFest - Junho/Julho 2016  
Magazine AgroFest - Junho/Julho 2016  

Magazine AgroFest, Edição nº 13 - Junho/Julho 2016 | Distribuída em São José do Rio Preto/SP e mais 34 cidades da Região. http://www.magazi...

Advertisement