Page 1

| Boletim Informativo do Instituto Padre Haroldo | Janeiro/Fevereiro 2018 | 12ª edição | padreharoldo.org.br |

REPRESENTAÇÃO. Diretora do IPH integra nova gestão do CMDCA. Página 05

NOSTALGIA. Israel Gomes fala sobre o que aprendeu no Programa de Prevenção. Página 06

Padre Haroldo: 99 anos Amor pela vida e pelo próximo

Férias no IPH

Atendidos do Programa de Prevenção passam as férias no IPH com muita arte e diversão. Pag. 08

PLANEJAMENTO. Programa de recuperação avalia desempenho de 2017 e planeja 2018. Página 04

ENCONTRO. IPH participa

de evento do grupo Mulheres do Brasil em Campinas. Página 05

Em parceria com SOS Mata Atlântica, IPH realiza plantio de mudas na FSJ. Página 08 Apresentação da Casa da Gestante é destaque em Minas Gerais. Página 08

VOLUNTARIADO

Confira o depoimento da voluntária Claudia Zaparoli. Página 07


Página 02

Informativo IPH | 12ª edição | Janeiro/Fevereiro 2018

Tempo de refluir à Interioridade Em 22 de fevereiro, todos nós celebramos com muita alegria o aniversário do Padre Haroldo. Chegar aos 99 anos não é fácil, e chegar aos 99 com uma atividade intelectual intensa e com o acolhimento amoroso a todos que o procuram, é uma conquista e tanto e uma Graça de Deus. Em nome de toda a diretoria do IPH, expresso nossa gratidão ao Bom Deus por termos o Padre Haroldo em nossas vidas e desejamos que o Padre siga em frente fortalecido mais e mais, na fé, na esperança e no amor. A Comunidade Católica de todo o mundo, vive nesse período e 40 dias que antecede a Páscoa de Jesus, o tempo da Quaresma. É momento de vivermos intensamente a

inflexão e a reflexão para a conversão de nossos corações e mentes, à proposta que Deus nos faz para a construção de uma Civilização do Amor, alicerçada na fé, na esperança, no amor e promotora de justiça e paz. Por isso a reflexão que se faz na Quaresma, no sentido dos valores da humanidade, é um convite que se estende para toda a humanidade, que deseja o amor, a paz e a justiça como pilares da civilização do nosso tempo. O tempo de Quaresma envolve um exame de consciência, nos penitenciarmos pelas nossas atitudes contraditórias ao que acreditamos e desejamos. É um momento de oração, renúncia e sacrifício, em favor da purificação do nosso ser. É um momento de preparação para

a grande festa da Páscoa, onde Jesus cumpre as promessas de Deus e entrega-se totalmente para que todos nós tenhamos vida e vida em abundância. Para terminar, transcrevo uma parte de um texto do Frei Beto, relacionado ao tempo da Quaresma: “ Jejuar, mas não de alimentos nessa era das dietas anoréxicas, que não transferem ao prato alheio o que se priva do próprio. Valem os jejuns da maledicência, da ira gratuita, da empáfia autoritária, do preconceito arrogante, da discriminação insultuosa, jejuar do monólogo solipista do celular e dar atenção ao diálogo com o próximo. Vamos abster-nos da indiferença e abraçar causas solidárias. Deixar de praguejar contra o mundo e tratar de transformá-lo. Esperar mais de si do que dos outros. Evitar o pessimismo da razão e alentar o otimismo da vontade. Ousar converter o protesto em proposta. Tempo de refluir à interioridade. Em tempo de quaresma, há de ter presente que o pior pecado não é o da transgressão, é o da omissão, graças a ele, proliferam tantas transgressões imunes e impunes”. Grande abraço fraterno a todos. Beto Sdoia Presidente do IPH Padre Haroldo e Beto Sdoia

| EXPEDIENTE | Presidente Emérito: Pe. Haroldo Rahm - Presidente: Luís Roberto Sdoia (Beto) Diretoria Voluntária: Aguinaldo Neri, Ana Lúcia Moretti, André Longo, Antonio Cesar Ambiel, Carlos Alberto Torres Ribaldo, Douglas Rabelo Nascimento, Emerson Lourenço, Fernando Barabino, Geraldo Aparecido Rossi, Giovanna Marcon, Jairo Sergio Szrajer, Lisiane Ambiel, Lúcia Decot Sdoia, Marcelo Sartori, Maria Aparecida Buarraj(Tida), Maria Nely Torres Babini, Maurício Cardoso Carvalho, Maycon Correia Leite, Núbia Maciel França, Tiago Fernandes Ferreira da Costa e Wagner Foschini

Jornalista Responsável: Elaine Oliveira MTB: 80.234/SP Projeto Gráfico: Elaine Oliveira padreharoldo.org.br comunica@padreharoldo.org.br

Tiragem: 3.000 exemplares distribuição gratuita

Rua Dr. João Quirino do Nascimento, 1601 | Jd. Boa Esperança | CEP 13091-516 | Campinas - São Paulo | Telefone: 3794.2500


Informativo IPH | 12ª edição | Janeiro/Fevereiro 2018

Página 03

É Festa: Padre Haroldo comemora 99 anos e fala sobre os benefícios de levar uma vida saudável

“Não sabeis vós que sois o templo de Deus, e que o Espírito de Deus habita em vós?” (I Coríntios 3:16.)

Com disciplina, o jesuíta quase centenário mantém há mais de 3 décadas sua rotina de exercícios físicos e meditação. “Nestes meus 99 anos, tenho de dar graças à Deus por ter a saúde relativamente boa e com isso não atrapalhar muito as outras pessoas”, apontou sorrindo. Seguindo o ensinamento de que o corpo é um templo, Padre Haroldo Rahm chega aos 99 anos cheio de histórias e conselhos sobre os benefícios para o corpo e para a mente, de manter-se em uma rotina de vida saudável. “As pessoas me perguntam como chegar aos 99 anos. Eu tenho uma receita. A primeira coisa é buscar ter sempre uma boa noite de sono todos os dias. Segundo: manter uma dieta de alimentos saudáveis. Terceiro: meditar e por último, manter na rotina a prática de exercícios”, recomendou.

Disposiçao de Padre Haroldo é resultado da busca por uma vida saudável

“Além disto, muito importante também tentar andar com Jesus, com fé e alegria”, completou. “Esta é ao meu ver uma maneira que algumas pessoas possam chegar a esta idade. Porém depende muito mais da Divina Majestade do que da gente”, refletiu. Os conselhos para uma vida saudável vêm da percepção adquirida em mais de 60 anos de vida missionária e após

Padre Haroldo em entrevista recente a uma emissora de TV

mais de 30 anos praticando Yoga. Adepto da prática milenar, Padre Haroldo lançou o Movimento da Yoga Cristã e até hoje busca enviar à cada vez mais pessoas sua mensagem de perseverança. e paz. O cuidado com a própria saúde tem permitido que, ao longo de sua vida Padre Haroldo possa perseverar e auxiliar milhares de pessoas, em inúmeras obras atendendo gestantes, bebês, crianças adolescentes, jovens e adultos. O esforço deste homem por manter-se de pé e em boa forma, permitiu que, por exemplo, em 40 anos de atividade o Instituto Padre Haroldo, pudesse ter um alcance positivo na vida de mais de 80 mil pessoas. Disposto e mesmo em meio a tantos compromissos, Padre Haroldo, sempre que pode, deixa as portas de sua casa abertas, para conversar, aconselhar e contar a sua história.


Página 04

Informativo IPH | 12ª edição | Janeiro/Fevereiro 2018

Recuperação: Equipe reúne-se para Balanço de 2017 e Planejamento de 2018

Atividade em janeiro contou ainda com a presença de Beto Sdoia, presidente do Instituto Padre Haroldo A equipe do Programa de Recuperação em Dependência Química reuniu-se em 30 de janeiro para discutir sobre os indicadores de 2017. Durante o encontro, a equipe tratou de dados quanto aos acolhimentos e encaminhamentos para a Reinserção Social, incluindo o trabalho, estudo e moradia. Um aspecto bastante discutido na reunião foram as parcerias estabelecidas. Uma delas com o Amor Exigente, que desde o final de 2016 promove um Grupo de Orientação Familiar, para os familiares dos acolhidos do Programa. É importante observar que mesmo quando o dependente sai do tratamento, algumas famílias

Equipe do Programa de Recuperação durante reunião em 30 de janeiro

mantém a participação neste grupo, por sentirem-se acolhidas e verem a possibilidade de auxiliar outros familiares. A parceria com as universidades é outro exemplo. O Instituto, pelo Programa de Recuperação, em 2017 ofereceu 60 vagas de estágio nas áreas de Psicologia e Serviço Social, com convênios estabelecidos com

a PUC-Campinas, Universidade São Francisco, UNISAL e UNIP, proporcionando aos acolhidos, atividades em grupo e individual e auxiliando nos encaminhamentos devidos. Os profissionais discutiram ainda sobre o valor terapêutico do trabalho, enquanto estratégia de fortalecimento na recuperação.

Parceria pela vida

SOS Mata Atlântica e IPH realizam plantio de cerca de 20 mil mudas na Fazenda do Senhor Jesus Reconhecidas pelo prêmio 100 Melhores Ongs do Brasil, Instituto Padre Haroldo e SOS Mata Atlântica realizam parceria

Em parceria com a ONG SOS Mata Atlântica, o IPH realizou em janeiro, o plantio de cerca de 20 mil mudas de plantas na FSJ (Fazenda do Senhor Jesus), cobrindo aproximadamente 8 hectares com plantas nativas da Mata

Atlântica. Cicero Homem de Melo Jr, do setor de Experimentos Florestais da SOS Mata Atlântica, afirmou que a ideia de realizar a ação em parceria surgiu depois de constatar-se que, em 2017, tanto o Instituto Padre Haroldo quanto a SOS Mata Atlântica foram reconhecidas como uma das 100 Melhores ONGS do Brasil. “A propriedade (da Fazenda do Senhor Jesus) está localizada em uma bacia hidrográfica prioritária para fins de conservação (PCJ). A iniciativa de regularização ambiental da propriedade vem ao encontro ao que pregamos, em que nossos projetos devem ir além do ganho ambiental, ajudando a promover ganhos sociais aos locais impactados”, destacou.

Para Antonio Ambiel, diretor do IPH, que fez a proposta de parceria, o plantio de árvores além de ser uma ação de preservação do Meio Ambiente, também evidencia a preocupação do Programa de Recuperação de integrar o tratamento da dependência química com ações de cidadania e sustentabilidade ambiental.


Informativo IPH | 12ª edição | Janeiro/Fevereiro 2018

Página 05

Diretora do IPH assume como conselheira do CMDCA, para gestão de 2018-2019 Lúcia Sdoia tomou posse em 16 de janeiro no salão azul da Prefeitura Municipal, junto de outros 13 conselheiros

O Instituto Padre Haroldo terá, entre os anos 2018 e 2019, uma de suas diretoras compondo o CMDCA (Conselho Municipal da Criança e do Adolescente). Em 16 de janeiro, no Salão Azul da Prefeitura, Lúcia Decot Sdoia tomou posse no Conselho Municipal para o biênio 2018/2019. A vaga ocupada por Lúcia é uma conquista para o IPH, resultado do trabalho de prevenção e educação complementar com centenas de crianças em oficinas socioeducativas, atendimento assistencial aos familiares dessas crianças e adolescentes, além da Casa da Gestante. Ao todo, são 14 conselheiros que trabalham em conjunto para for-

Conselheiros que tomaram posse no dia 16 de janeiro

mular as diretrizes para a política de promoção, proteção e defesa dos direitos da criança e do adolescente em âmbito municipal, entre outras diversas funções. Responsabilidade Além de ocupar uma cadeira no

Lúcia Decot e o vice-presidente do IPH, Carlos Alberto Ribaldo, durante posse

conselho, Lúcia foi nomeada ainda a coordenadora da Comissão de Prevenção e Defesa dos Direitos. “A nossa função dentro do conselho é levar a voz da criança e do adolescente para comissões que vão discutir as questões que estão mais preocupantes, para as quais devemos construir como política pública ou levar para a reflexão, afirmou Lúcia que também vai representar o CMDCA no COMEN (Conselho Municipal de Entorpecentes). “Queremos pensar e discutir também o uso de substâncias psicoativas entre as crianças e adolescentes”, finalizou Lúcia.

IPH participa de encontro com o Grupo Mulheres do Brasil O Instituto Padre Haroldo, participou em 7 de fevereiro do 1ª Encontro do Grupo Mulheres do Brasil em Campinas, no Hotel Vitória. O intuito do evento foi fortalecer a rede de mulheres que atuam no Terceiro Setor, possibilitar que as instituições apresentassem projetos que necessitam de financiamento, promover o diálogo entre as entidades e com as mulheres

que desejam atuar no terceiro setor auxiliando as instituições, por meio de doações e divulgação do trabalho. “Queremos estimular a liderança feminina. A sensibilidade feminina na gestão é um grande diferencial, principalmente no Terceiro Setor”, afirmou Chieko Aoki, fundadora do grupo Blue Tree Hotels. Representando o IPH, a diretora

de projetos Lúcia Decot Sdoia apresentou a instituição e deixou aberto o chamado para que as mulheres presentes possam contribuir com a realização dos projetos da entidade. “Esta é uma grande oportunidade de poder conhecer melhor esta rede e dialogar com mulheres empenhadas em atuar nas causas sociais”, apontou Lúcia.


Página 06

Informativo IPH | 12ª edição | Janeiro /Fevereiro 2018

Apresentação sobre o modelo de atendimento da Casa da Gestante é destaque de evento em MG

Congresso internacional, realizado em Belo Horizonte, discutiu a questão das Drogas no contexto ibero-latino americano

A equipe da Casa da Gestante recebeu em novembro de 2017 o prêmio de melhor apresentação no 6ª Congresso Internacional da Abramd (A Associação Brasileira Multidisciplinar de Estudos sobre Drogas), realizada em Belo Hori-

zonte, Minas Gerais. “Realizamos uma comunicação oral e a apresentação do pôster que recebeu o prêmio”, afirmou Carolina Campos, coordenadora técnica da unidade. O reconhecimento, no critério Di-

versidade e Cuidado, foi concedido à apresentação em formato de pôster com o título Casa da Gestante - Unidade de Atenção em regime residencial a gestantes e puérperas com bebê . O trabalho é assinado pelas psicólogas Marcela Garrafa e Carolina Campos, profissionais que integram o quadro de funcionários da Casa da Gestante.

Marcela Garrafa e Carolina Campos

Depoimento

Israel Gomes relembra sua trajetória no IPH

Sete anos depois de deixar o Programa Aprender Mais, no IPH, o ator Israel Gomes, hoje com 26 anos, conta como foi sua experiência participando do Programa de Prevenção. Em sua carreira, ele já atuou como arte-educador e fez figuração em novelas. Israel relembra sua passagem pelo instituto e fala de como foi importante a sua rotina durante 5 anos no IPH. “Nós fazíamos visitas em empresas e conhecíamos toda a rotina do local, as aulas eram dinâmicas e muito proveitosas, tínhamos merenda e passeios. Acredito que ali foi o início de tudo, até porque recebi indicações e a partir disso fui inserido no mercado de trabalho, sabendo como me comportar em uma entrevista e com instruções

que recebi através das palestras e dos cursos”, afirmou. Israel relembra ainda dos ensinamentos que recebeu da profissional que está à frente do Programa de Prevenção há 20 anos. “A Coordenadora Maria Lúcia um dia me disse que eu saí do fio da na-

Israel Gomes e Maria Lúcia Costa, em registro de 2018

valha. Acredito que haviam muitas propostas e não poucas propostas ruins. O programa me auxiliou a acreditar que eu poderia ser diferente no meio de uma realidade em que eu estava inserido. O projeto nos ajuda a forjar o nosso caráter como cidadãos”, concluiu.


Informativo IPH | 12ª edição | Janeiro/Fevereiro 2018

Atendidos do IPH recebem palestra sobre Comunicação Atividade foi realizada em dois turnos no dia 24 de janeiro para os residentes

Acolhidos do Programa de Recuperação receberam no dia 24 de janeiro a atividade de capacitação de Oratória “O Poder da Comunicação”, com o professor Anderson Silva. Idealizado pelo Mestre de Cerimônias e parceiro do IPH, José Luciano de Carvalho, o evento foi realizado no Centro de Eventos Loyola e contou com a presença de cerca de 100 pessoas. “Alguns meses atrás, em um bate papo com meu amigo Mestre Anderson Silva, pensamos em eventos solidários. A proposta era oferecer treinamentos de oratória e palestras motivacionais em caráter beneficente. Então tive a ideia de começarmos no Instituto Padre Haroldo, pensando na Casa São José e Casa de Guadalupe, onde essa atividade poderá agregar na Reinserção Social dos acolhidos”, explicou José Luciano.

Na parte da manhã, o treinamento foi para os acolhidos da Casa São José e na parte da tarde para as acolhidas da Casa de Guadalupe. Também participaram do evento a Dra. Nubia Maciel França; o Supervisor Rogério Bosso, além de psicólogos, educadores sociais e outros colaboradores. Durante as atividades os acolhidos aprenderam como se comunicar melhor, tiveram dicas de comunicação e oratória, participaram de dinâmicas em grupos, e muita música. A música ficou por conta do Sr. Paulo Godoy, Mestre de Cerimônias e Celebrante de Casamentos, que muito gentilmente veio somar nesse dia de aprendizado. “É muito gratificante visualizar a alegria e a felicidade estampada no rosto de cada pessoa que estava hoje nesse auditório”, finalizou José Luciano.

Transforma: Parceria para o voluntariado Lançada em abril de 2016, a plataforma Transforma Campinas atua no município há quase dois anos com o intuito de aproximar entidades sociais de pessoas interessadas em trabalho voluntário. O projeto foi inspirado no trabalho realizado em Recife (PE), com a mesma finalidade. Na plataforma o interessado em doar seu tempo e talento pode

fazer sua busca tanto por meio da entidade, quanto pela área de interesse. Atualmente, o site tem quase 3 mil vagas de voluntariado, nas 116 instituições cadastradas. A iniciativa tem o apoio da Prefeitura Municipal de Campinas e da FEAC (Federação das Entidades de Assistência Social de Campinas).

Página 07

ESPAÇO DO VOLUNTARIADO

“Fui convidada por uma amiga, voluntária na diretoria do IPH, para contribuir na área da psicopedagogia, em out/2015. Apaixonei-me pelo Programa Aprender Mais! Iniciei um trabalho semanal de Contação de histórias e atividades de Artes, com as crianças entre 06 e 10 anos. Senti, neste trabalho, um enorme prazer de contribuir na formação dessas crianças, que me receberam com enorme carinho, participando com muito respeito e empenho de cada proposta! Surpreendeu- me a confiança que elas depositaram em mim e o quanto elas me fizeram feliz!!!!

Cláudia Zaparoli, voluntária IPH

Quer ser voluntário do IPH? Veja aqui as oportunidades e cadastre-se no transformacampinas.com.br Professor de Capoeira Para aplicar fundamentos da Capoeira para crianças de 6 a 14 anos (1 vez por semana, de manhã e a tarde) Atendimento ao público Auxiliar na venda de roupas, assim como na recepção de roupas, triagem e arrumação (8 horas por semana) Costureira Para confecção de peças artesanais e lúcidas e customização de roupas (4 horas por semana)


Página 08

Informativo IPH | 12ª edição | Janeiro /Fevereiro 2018

Programa de Prevenção realiza atividade de férias

“O que as artes podem ensinar na educação então? Ver as coisas pelo ponto de vista estético, aflorando nossa qualidade de vida”

Em janeiro de 2018, crianças e adolescentes do Programa de Prevenção participaram da programação de férias escolares do IPH. As atividades foram realizadas na sede da entidade para os atendidos do Aprender Mais e do Circolando. As crianças fizeram passeios, participaram de oficinas de dança, música, artesanato entre outras atividades. “Queremos estimular os jovens a se sentirem possuídos por um sopro divino que os conduz a realizar algo com bastante entusiasmo”, revela André Mustafá, arte-educador do IPH. “Com interesse pelo vivenciar das cores, texturas, formas, sonoridades, a experiência estética é estimulada de maneira lúdica gerando tanto interesse que possibilita à criançada a se aprofundar e continuar essas pesquisas estéticas sem nossa presença e sem a obrigatoriedade de valer nota, ser testado ou provar algo para o mundo por meio de escolas formais. O que as artes podem ensinar na educação então? Ver as coisas pelo ponto de vista estético, aflorando nossa qualidade de vida, gerando prazer, despertando um processo de criatividade”, conclui Mustafá.

Arte-educador Daniel Pereira e atendido durante oficina

Para o arte-educador Antônio Carlos, as atividades lúdicas durante as férias tem um sentido especial para os atendidos do Circolando, que vieram dos bairros Campo Belo e Vida Nova para participar das atividades. “A oficina de teatro que demos nas férias para o Circolando foi incrível!!! Uma grande troca de experiências”, comemorou. O atendido do AprenderMais, Kauan Marques Batista, 12 anos, participou das atividades pela segunda vez e gostou de voltar ao IPH, no período de férias. “Nas férias da escola eu geralmente fico em casa, e poder participar das brincadeiras é muito bom, a gente se diverte bastante”, afirmou Kauan. Com cerca de 600 participantes di-

retos por ano, o Programa de Prevenção atende crianças, adolescentes, jovens e suas famílias, em duas frentes. No AprenderMais são atendidas mais de 200 crianças e adolescentes. Estes participam de oficinas de teatro, dança, circo, música, mídias audiovisuais, informática e esporte. Já no núcleo itinerante, o Circolando, a equipe atua com oficinas socioeducativas e arte, em praça pública apoiada por um trailer nos bairros Vida Nova e Campo Belo, na periferia de Campinas, ampliando potencialidades pessoais e comunitárias e favorecendo o fortalecimento de vínculos saudáveis. Texto contou com a colaboração de André Mustafá e João C.P.B

Atendidos do Programa de Prevenção durante atividades lúdicas e passeio realizados nas férias escolares, em janeiro

Faça você também parte desta história! Saiba como (19) 3794.2552 relacionamentos@padreharoldo.org.br

| Siga-nos nas Redes Sociais: Instituto Padre Haroldo

|

12ª Edição - Boletim IPH  

janeiro/fevereiro 2018

12ª Edição - Boletim IPH  

janeiro/fevereiro 2018

Advertisement