Issuu on Google+

CO E

ABRIL 2014 - Nº7

STUDANTINO

I N F O R M AT I V O D O CO L ÉG I O P U R Í S SI M O

Brasil Sede da

Copa do Mundo! Curiosidades, edições e muito mais de um dos maiores eventos esportivos do mundo. pág 4 e 5


ECO ESTUDANTINO - COLÉGIO PURÍSSIMO

02

ABRIL DE 2014 - Nº7

EDITORIAL

NOTINHAS

A Igreja Católica do Brasil, por meio da CNBB, Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, realiza anualmente a Campanha da Fraternidade. Este ano, com o tema “Fraternidade e Tráfico Humano” e o lema: “É para a liberdade que Cristo nos libertou” (Gl 5,1) tem como objetivo “identificar as práticas de tráfico humano em suas várias formas e denunciá-lo como violação da dignidade e da liberdade humana, mobilizando cristãos e a sociedade brasileira para erradicar esse mal, com vista ao resgate da vida dos filhos e filhas de Deus”. (Texto base pág. 8). O levantamento de tal problemática não pode ser preocupação de uma única religião, grupo ou de pequena parcela de abnegados. Deve ser preocupação de todos, já que o mesmo acontece diariamente sem que possamos perceber. Vamos refletir? O problema do tráfico humano envolve o preconceito. Apelamos para o julgamento moral, considerando que todas as pessoas entram nesse mundo por vontade própria, o que o acompanhamento de tais casos desmentem. É preciso ver que o traficado é uma pessoa, é VÍTIMA. O Brasil, como signatário do Protocolo de Palermo, tem o dever de proteger tais pessoas. As pessoas traficadas, exploradas pelo trabalho escravo ou cujo órgão é comercializado, vivem em situação de vulnerabilidade social, o que as tornam presas fáceis nas mãos de grupos que compram e vendem a dignidade do ser humano. Há crianças e adolescentes que recebem propostas esdrúxulas nos mais variados campos de trabalho. Outro ponto de reflexão consiste no fato de que correse o risco de alimentar esse mercado. O trabalho de mão de obra escrava e infantil é denunciado constantemente pela mídia e, o que mais chama a atenção, é o envolvimento de empresas famosas, que oferecem condições precárias para os trabalhadores e vendem seus produtos por altos preços em vitrines de shoppings renomados. Mais do que dados, números, pesquisas e julgamentos, é necessário tomarmos consciência de que falamos de pessoas. Todo cidadão tem o direito à dignidade humana e esta não pode, em hipótese alguma, ser violada. Para finalizar, não podemos deixar de destacar o trabalho das Irmãs do Imaculado Coração de Maria, iniciado em março de 2011, na cidade de Manaus - AM, voltado ao combate do Tráfico de Seres Humanos. Missão corajosa e espinhosa, pois lidam com grupos que hoje têm o 3º maior lucro no tráfico, perdendo para o de drogas e armas. Não precisamos ir tão longe, mas é necessário defendermos e promovermos a vida no local em que vivemos, para que assim também a nossa esteja protegida. Negar tal direito é colocar em risco a nossa própria existência.

No mês de janeiro, o Colégio Puríssimo recebeu a especialista em medicina comportamental, a pedagoga Lucy Duró, que ministrou a palestra “A medicalização e o sistema educacional”. O evento abriu o ano letivo de 2014.

“Se temos a possibilidade de tornar mais feliz e mais sereno um ser humano, devemos fazê-lo sempre”. Hermann Hesse

Denilson Ansanello

Coordenador do Serviço de Pastoral Escolar

No mês de março, o Serviço de Pastoral Escolar realizou homenagens às mulheres pelo Dia Internacional da Mulher. No dia 07, as mães dos alunos e funcionárias do Colégio foram recebidas com música, felicitações e amostras de perfume. Além disso, os alunos do Ensino Médio distribuíram adesivos e folders, confeccionados pela Rede Um Grito pela Vida, que alertavam sobre a importância de se combater a exploração praticada contra a mulher.

No dia 17 de março, data da morte da Fundadora da Congregação do Imaculado Coração de Maria, a Bemaventurada Bárbara Maix, realizou-se uma celebração. Em Porto Alegre, no ano passado, foi realizada a reinauguração do Memorial Bárbara Maix, Instituto Coração de Maria (ICM) junto ao Santuário São Rafael, local onde estão guardados seus restos mortais.

Colégio Puríssimo reuniu coordenadores, professores e funcionários para a foto da equipe de 2014, ano em que o colégio completa 105 anos.

EXPEDIENTE ECO ESTUDANTINO Informativo do Colégio Puríssimo Coração de Maria Diretora: Ir. Inez Terezinha Augusti Vice-Diretora: Cássia Elisa Betetto Sciamana Jornalista Responsável: Mariana Valadares (MTB: 43.155/SP) Coordenador: Diego Matos Editoração e Programação Visual: LR Marketing Revisão: Regina Lassen e Ana Luisa Feiteiro Cavalari Lotti PARTICIPE! Sugestões/Informações/Dúvidas: (19) 3526 - 3028 - Ramal 225 jornal@purissimo.com.br Rua 07, nº 881, Centro - Rio Claro/SP


ECO ESTUDANTINO - COLÉGIO PURÍSSIMO

03

CAINDO NA FOLIA!

O mês de fevereiro terminou animado! No dia 28, o Colégio Puríssimo caiu na folia para comemorar o Carnaval. Os alunos do Maternal I ao 5º ano brincaram e pularam ao som de antigas marchinhas. As professoras também entraram na dança. Voou confete e serpentina para todo o lado!

ABRIL DE 2014 - Nº7


ECO ESTUDANTINO - COLÉGIO PURÍSSIMO

04

ABRIL DE 2014 - Nº7

Brasil

Sede da Copa do Mundo! No ano de 2014, o Brasil será sede da Copa do Mundo da Fifa. Confira curiosidades, estatística e a história desse megaevento. A ideia de fazer uma Copa do Mundo: A fundação da FIFA, Federação Internacional de Futebol Associado, em 1904, foi o início da profissionalização e internacionalização do futebol. Desde essa época, existia a ideia de realizar um campeonato mundial nos mesmos moldes da Olimpíada. Houve um atraso nessa ideia em decorrência da Primeira Guerra Mundial (1914 – 1918). A dificuldade e a demora das viagens no início do século XX foi outro aspecto para a não adesão de muitas seleções ao projeto. A década de 20 foi crucial para a primeira Copa ocorrer. Várias conferências da FIFA foram realizadas durante esses anos, até que, finalmente, em 1928, ficou acertada a realização do torneio. A honra de sediar a Copa de 1930 foi dada ao Uruguai pois, além de coincidir com o ano do centenário de sua independência, também foi um reconhecimento à sua seleção de futebol, bicampeã nas Olimpíadas de 1924 e 1928. Desde 1930, a Copa tem ocorrido de quatro em quatro anos. A única exceção foi o período entre 1938 e 1950, devido à Segunda Guerra Mundial.

Participações: • O Brasil participou de todas as Copas do Mundo, sendo o país que mais participou do evento. Ao longo delas, fez 97 jogos (67V, 15E, 15D), marcou 210 gols e sofreu 88. E, claro, levou cinco vezes o título. Em segundo lugar vem a Itália e a Alemanha com 17 participações cada, seguidas por Argentina (15), México (14) e França, Inglaterra e Espanha (com 13). Bélgica e Suécia completa a lista das 10 seleções que mais participaram em Copas, com 11 edições cada.

Curiosidades da Copa de 2014: • 203 seleções disputaram as eliminatórias para a Copa do Mundo de 2014. • A Copa no Brasil terá 32 seleções, número que vem se repetindo desde 1998. • Das 32 equipes que participarão da Copa de 2014, 24 estiveram no Mundial disputado na África do Sul, há quatro anos. • A Bósnia Herzegovina será a única seleção estreante em mundiais na Copa. • Esta edição reunirá, pela primeira vez, todas as seleções que já foram campeãs mundiais. • Dois países disputarão a sua centésima partida de Copa em solo brasileiro. O primeiro será a Alemanha, no dia 16 de junho, contra Portugal. O Brasil passará pela mesma experiência no dia 23, diante de Camarões. • Seis cidades brasileiras voltarão a receber jogos da Copa após o torneio de 1950: Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro e São Paulo. • O mascote de 2014 se chama Fuleco e é representado por um tatu-bola, espécie ameaçada de extinção no Brasil. • Nove equipes classificadas para a Copa estiveram presentes na edição disputada no Brasil há 64 anos. Além do próprio anfitrião, Chile, Itália, Inglaterra, México, Espanha, Suíça, Uruguai e Estados Unidos estarão novamente representados em território brasileiro.


05

ECO ESTUDANTINO - COLÉGIO PURÍSSIMO

Edições e países-sede: •

Números de todas as Copas:

• Esta será a vigésima edição de uma Copa do Mundo.

• Até hoje, 16 países sediaram inteira ou parcialmente uma edição de Copa; e alguns poucos a sediaram por duas vezes: Itália (1934 e 1990), França (1938 e 1998), Brasil (1950 e 2014), México (1970 e 1986) e Alemanha (1974 • e 2006). • • Os que foram sede apenas uma vez: Uruguai (1930), Suíça (1954), Suécia (1958), Chile (1962), Inglaterra (1966), Argentina (1978), Espanha (1982), Estados Unidos (1994), Japão (2002), Coreia do Sul (2002) e África do Sul (2010). • • Os países-sede das duas próximas edições já estão escolhidos: a Rússia em 2018 e, pela primeira vez no Oriente Médio, o Catar em 2022. • • Em seis ocasiões o país-sede também foi campeão de uma Copa: Uruguai (1930), Itália (1934), Inglaterra (1966), •Alemanha Ocidental (1974), Argentina (1978) e França (1998). Das seleções que já ganharam uma Copa do Mundo, •apenas o Brasil não a venceu quando foi a anfitriã, em 1950. •

• Em 1986, a Copa do Mundo foi oferecida à Colômbia. Porém, o país passava por graves problemas econômicos e acabou • por não realizá-la. A Copa então foi oferecida ao Brasil, Estados Unidos e Canadá, mas quem acabou por sediá-la mesmo foi o México, que já havia sido o anfitrião 16 anos antes. Por muito pouco a Copa também não aconteceu no México em 1986. Apenas oito meses antes do início do Mundial, o país foi abalado por dois terremotos extremamente fortes. Dezenas de milhares perderam suas vidas e bilhões de dólares foram contabilizados em prejuízos e destruição. •

Títulos por continente: • Embora quatro continentes tenham sediado a Copa do Mundo (a Oceania é a exceção), apenas já venceram o torneio: a Europa e a América (e mais, especificamente, a América do Sul). A Europa possui dez títulos (1934, 1938, 1954, 1966, 1974, 1982, 1990, 1998, 2006 e 2010) e cinco países campeões (Itália, Alemanha, França, Inglaterra e Espanha). Já a América tem um título a menos (1930, 1950, 1958, 1962, 1970, 1978, 1986, 1994 e 2002) e apenas três países campeões (Uruguai, Brasil e Argentina).

• Até hoje foram disputadas 772 partidas em Copas e 2208 gols foram feitos. Dá uma média de 2,86 gols por partida. • A maior média de gols em uma Copa do Mundo ocorreu no ano de 1954 (Suíça) com a elevada média de 5,38 gols por partida (total de 140 gols em 26 partidas). • Com 115 gols marcados em 52 jogos, a Copa de 1990, na Itália, é a que possui a pior média de gols na História (2,21). • 76 seleções já participaram de, pelo menos, uma edição de Copa. Algumas delas, como o Zaire, União Soviética, Índias Holandesas, Iugoslávia e Alemanha Oriental não existem mais, foram unificadas ou desmembradas em outras. • A copa de 1930 e 1950 tiveram apenas 13 participantes. A de 1934 e todas entre 1954 e 1978 tiveram 16. A de 1938 teve 15. • Entre 1982 e 1994 foram 24 seleções, número que subiu para 32 seleções em 1998 e se mantém, por enquanto.

Títulos e “quase-títulos”: • O Brasil lidera a lista dos países campeões, com cinco troféus. A Itália possui quatro e a Alemanha, três. Empatados com dois troféus, a Argentina e o Uruguai. E terminando a exclusiva lista de 8 países campeões na História, Inglaterra, França e Espanha possuem um cada. • Em relação a vice-campeonatos, a Alemanha lidera: por 4 vezes o título quase ficou com o país (1966, 1982, 1986 e 2002). A Holanda vem em seguida com três vices (1974, 1978 e 2010). Depois Hungria, a extinta Tchecoslováquia, Brasil e Itália têm dois; e França e Suécia, um cada. • A Alemanha ainda é o país que mais tem terceiras colocações: são 4 também (1934, 1970, 2006 e 2010). • Levando em consideração todas as vezes que ficou entre os 3 melhores colocados, a Alemanha é o país mais regular da História das Copas: 11 vezes, ou seja, em quase 60% das Copas. • Nunca uma seleção europeia ganhou uma Copa fora do seu continente. Na verdade, apenas uma seleção ganhou a Copa fora do seu continente: o Brasil (em 1958 na Suécia e 2002 na Coreia do Sul/Japão)

Colaboração Pesquisa: Professores de História Bruno Gama e Thiago Pereira


ECO ESTUDANTINO - COLÉGIO PURÍSSIMO

06

ABERTURA DA CAMPANHA DA FRATERNIDADE 2014

No início do mês de fevereiro, o Serviço de Pastoral Escolar do Colégio Puríssimo realizou a abertura da Campanha da Fraternidade, que este ano tem como tema “Fraternidade e Tráfico Humano”e lema “É para a Iiberdade que Cristo nos Iibertou”. Para conversar sobre a Campanha com os alunos do Ensino Fundamental II e do Ensino Médio, o Colégio contou com a participação da religiosa da Congregação das Irmãs do Imaculado Coração de Maria, Ir. Eurides Alves de Oliveira, coordenadora do Setor de Pastoral e Ação Social da Congregação e da Rede “Um Grito pela Vida”, grupo de enfrentamento ao tráfico de pessoas. Ir. Eurides explicou que no período da quaresma, a Igreja Católica do Brasil tem a tradição de lançar um tema para reflexão. “Sempre é um assunto focado na necessidade de justiça social, da promoção humana, ampliação da potencialidade para fazer o bem e para superar as forças do mal que existem na sociedade”. Para ela é muito importante alertar a juventude sobre o tráfico de pessoas, pois a maioria das vítimas possui entre 14 e 24 anos de idade. “Além disso, o jovem tem potencial grande de mudança dentro de si. É de suma importância trabalhar com eles a prevenção e cuidado da própria vida e, também, protagonizá-lo para a luta de uma sociedade diferente no enfrentamento dessa realidade”. Campanha “Jogue a Favor da Vida” No mesmo mês, a Rede “Um Grito pela Vida” lançou a campanha “Jogue a Favor da Vida”, com o objetivo de chamar a atenção durante a Copa do Mundo no Brasil para os riscos do tráfico de pessoas, turismo sexual, trabalho infantil, mendicância, situações que tendem a aumentar durante os megaeventos. “A ideia é chamar a atenção, distribuir material, panfletar nos aeroportos, nas redes hoteleiras, nos táxis, para que passem informações para as pessoas e, de certa forma, pressionar as autoridades para que não fiquem envolvidas apenas com o evento e deem uma olhada para essas questões”, concluiu Ir. Eurides. A abertura da Campanha da Fraternidade 2014 também foi realizada para os alunos da Educação Infantil e do Ensino Fundamental I. O encontro contou com a acolhida e explicação do tema, destacando a exploração de crianças vítimas do trabalho infantil. Acompanhados por músicas alegres, os alunos e professoras foram convidados a refletirem e terem presente o amor e respeito que se deve ter para com o semelhante.

ABRIL DE 2014 - Nº7


ECO ESTUDANTINO - COLÉGIO PURÍSSIMO

07

PARA SABER MAIS! Pegando carona na Campanha da Fraternidade 2014, o Eco Estudantino indica filmes que abordam a temática sobre tráfico de pessoas:

Anjos do Sol (Brasil, 2006) Uma pré-adolescente nordestina, de 12 anos, é vendida pela sua família e enviada para um prostíbulo em um garimpo da floresta amazônica. Apesar de conseguir fugir e atravessar o país, ela novamente se depara com a prostituição no Rio de Janeiro.

ABRIL DE 2014 - Nº7

DICAS DE LEITURA Literatura Infantil As Maçãs do Sr. Peabody Autor: Madonna Editora: Rocco Este livro aborda sobre o poder das palavras e como devemos escolhê-las cuidadosamente para evitar que causem danos aos outros. O livro narra a história de um professor que organiza jogos de beisebol entre crianças em uma pequena cidade fictícia dos EUA, em 1949. O Sr.Peabody, contudo, é vítima de uma falsa acusação de um de seus alunos, que o denigre perante toda a comunidade.

Literatura Infanto-Juvenil Tráfico Humano (Estados Unidos, Canadá, 2005) Agente da polícia se depara com os horrores da exploração sexual quando tenta expor uma rede mundial que escraviza mulheres. Entre elas, estão uma ucraniana de 16 anos, uma mãe solteira russa, uma órfã romena de 17 anos e uma adolescente dos EUA.

Perdido na Amazônia 1 : Dan Contra a Terrível Doutora Nova Autor: Toni Brandão Editora: Edições SM O garoto Dan vai passar as férias com o avô em plena selva Amazônica e de repente se vê envolvido em uma aventura no meio da Floresta. Sozinho, tem de enfrentar a maldosa Doutora Nova e desvendar os segredos do Professor Velho.

Literatura Brasileira As Cem Melhores Crônicas Brasileiras Autor: Organização de Joaquim Ferreira dos Santos Editora: Objetiva Esta obra contém cem crônicas de 62 autores que tornaram o gênero um clássicos de referência de bons momentos na Língua Portuguesa. Entre os autores estão - Rubem Braga e Luis Fernando Verissimo, Xico Sá, João do Rio, Nelson Rodrigues, Paulo Mendes Campos, Antônio Maria e Fernando Sabino.

Para Sempre Lilya (Suécia, 2002) Uma garota russa, de 16 anos, foi abandonada pela mãe. Depois de ser obrigada a sair de casa e morar em um apartamento precário, recebe um convite do namorado para morar na Suécia, tendo a chance de mudar completamente de vida.

TO

Bretas

N ME

ÇA

N LA

SUA VIDA TERÁ UM TOQUE DE POESIA. CRECI: J-25.213

intermediações:

19 3404.3109|3596.3434

Rua 26,2227 • JD.SÃO PAULO • Rio Claro

Cadastre-se no site:

www.POEMERESIDENCE.com.br

incorporação e construção:

19 3522-9955 19 3596-0606 19 3500-5000 Construção a ser realizada por: Construtora Manara Ltda. Projeto de Construção aprovado pela Prefeitura Municipal de Rio Claro, Estado de São Paulo, objeto do Alvará de Aprovação nº 094/2013, expedido em 18/11/2013 e Projeto Aprovado sob processo nº 731/2013, Incorporação realizada por Manara SPE 11 Empreendimentos Imobiliários LTDA. Memorial de Incorporação registrado no 2º Cartório de Registro de Imóveis de Rio Claro/SP sob nº RI12 -6.020 em 01 de abril de 2014 . Todas as fotos e perspectivas são meramente ilustrativas.


ECO ESTUDANTINO - COLÉGIO PURÍSSIMO

PÁSCOA E SOLIDARIEDADE

Páscoa. Festa mãe de todas as festas cristãs, que dá o real e profundo significado para o cristianismo. Apesar da dicotomia entre o sentido religioso e o comercial, a Páscoa nos recorda que é tempo de acreditar na vida nova que floresce. O dicionário apresenta o seguinte significado para a palavra Páscoa: “1 Festa anual dos judeus, comemorativa de sua saída do Egito. 2 Festa anual dos cristãos, comemorativa da ressurreição de Cristo.” (dicionário Michaelis). Há quem acrescente que a mesma fazia referência a uma festa pastoril. Se no passado, Deus ordenou ao povo de Israel que comemorasse solenemente a Páscoa (Êx 12,1-23), sacrificando um cordeiro, comendo pão ázimo e ervas amargas, agradecendo a liberdade, dom de Deus, aos poucos os israelitas começaram a celebrar a Páscoa, como profecia do futuro e que conduziria o seu povo a um novo Êxodo, a era do Messias. Com o cristianismo, a Páscoa torna-se a celebração do mistério pascal de Jesus Cristo. Os cristãos passam a fazê-la memória, como festa da libertação em Cristo e por Cristo. A celebração da morte e ressurreição de Jesus serve como um momento especial para que as pessoas reflitam sobre o significado e a importância do seu ato. É por esse gesto de entrega, que a Páscoa cristã, convida-nos à solidariedade, já que a mesma nos remete a Jesus Cristo, que nos concede o maior presente, a sua vida pela nossa salvação. Essa entrega livre e consciente de Jesus Cristo deve despertar a nossa solidariedade e, por isso, o Colégio Puríssimo realiza todos os anos a Campanha de Ovos de Páscoa, com o intuito de ajudar as crianças atendidas pela Pastoral da Criança da cidade de Rio Claro. A solidariedade nos convida a uma Páscoa da passagem do que nos prende para o que liberta, aproximando-nos da vida nova que nos é oferecida. Como escreve Rubem Alves “É domingo de Páscoa. Triunfo da vida sobre a morte. Um bom dia para semear uma flor...” Que tal fazer isso?

Serviço de Pastoral Escolar

08

ABRIL DE 2014 - Nº7

PARA COLORIR


ECO Estudantino - 7ª Edição