Page 1

REVISTA INFORMATIVA DE ÓBIDOS INFO MAIL | TAXA PAGA

JANEIRO e FEVEREIRO 2005

Óbidos: Nova iluminação das muralhas


10 a 21 Feriado Municipal

23

24

25

26

29

30

31

32

33

34

35

37

Gabinete de Apoio à Família

Exposições

Documentos com História

2

Baile na Capeleira

Desporto

Quem é Quem

RIO - REVISTA INFORMATIVA DE ÓBIDOS

Coro Infantil de Óbidos

I Corta-Mato Vila de Óbidos

Títulos de Imprensa

JANEIRO e FEVEREIRO 2005

Carnaval

Arqueologia

Deliberações


3 Editorial

Estes primeiros meses do ano têm sido muito importantes para o concelho de Óbidos. O ciclo de quatro anos de mandato está quase a chegar ao fim e todos temos a noção do dever cumprido. Muitas coisas têm sido feitas e muitas mais estão por fazer, mas, como disse na sessão solene do Feriado Municipal, Óbidos só pode e só merece crescer. É essa a nossa ambição, é esse o nosso sonho!

sociais, um triângulo que passa pelo “Crescer Melhor – Rede Municipal de ATL”, “Melhor Idade” e “Saúde melhor”. O maior projecto deste executivo, dos seus técnicos e funcionários, totalmente virado para a população. Seguramente um dos maiores projectos sociais do País. Projectos que pode conhecer em pormenor nas páginas desta RIO.

Nas celebrações do feriado municipal lançámos um dos maiores projectos sociais alguma vez feitos no país e, seguramente, o maior do concelho e da região. Falo do projecto “Melhor Idade”. Juntámos quase um milhar de idosos do nosso concelho num almoço no Vau e apresentámos um projecto de criação de uma Rede Municipal de Centros de Dia e de Convívio destinada a toda a população reformada do concelho.

Ainda no campo das novidades, recebemos recentemente a notícia de que a Escola de Hotelaria do Oeste vai ficar sedeada em Óbidos. Uma luta que, finalmente, teve o seu desfecho. Apesar de alguns terem procurado criar alguma polémica, gostaria de explicar que a escolha de Óbidos não foi alvo de qualquer tipo de negociação. É do conhecimento geral que houve um despacho do ministro da tutela, Telmo Correia. A CMO já reuniu com o Inftur, a entidade responsável pela implantação da escola, para acertarmos os pormenores da cooperação. A escola vai funcionar no antigo Hospital da Santa Casa da Misericórdia e é um equipamento para todos. Qualquer atitude, seja de quem for, que dificulte esta situação é um claro atentado aos interesses do município. Óbidos sai a ganhar com esta escola, mas também a região e todos os operadores e investidores turísticos. Queremos um turismo de mais qualidade e esta escola vai, sem dúvida, contribuir para uma melhor oferta.

Para além deste, avançámos com um outro projecto a que demos o nome de “Saúde Melhor”. Um projecto que pretende, acima de tudo, dar mais qualidade aos cuidados de saúde prestados no concelho. A construção de uma nova farmácia nas Gaeiras tão reclamada e tão desejada há tantos anos, a construção da extensão de saúde da Amoreira ou a criação de um banco de empréstimo de material hospitalar são apenas algumas das medidas contidas neste projecto. Mas ainda mais importante foi o protocolo que a Câmara Municipal de Óbidos conseguiu celebrar com o Ministério da Saúde para a existência de uma unidade móvel de saúde. Ou seja, todos aqueles que não puderem deslocar-se ao centro de saúde, por razões diversas, vai o centro de saúde a suas casas. Pensamos que este é um modelo que só pode favorecer a nossa população e dar-lhe mais qualidade de vida e, acima de tudo, dignidade. Mas quisemos ir mais longe. A CMO vai comparticipar as receitas apoiadas pelo Serviço Nacional de Saúde para reformados muito carenciados, situação que vai ser definida e regulamentada no âmbito do Programa “Melhor Idade”, da Câmara Municipal de Óbidos. Temos uma articulação perfeita entre os nossos projectos

JANEIRO e FEVEREIRO 2005

Uma última palavra para as cerimónias da Semana Santa de Óbidos. Para além do riquíssimo programa religioso, a Câmara Municipal de Óbidos e a Comissão Organizadora da Semana Santa de Óbidos agendaram uma série de iniciativas culturais de grande qualidade. Queremos que todos participem. Boa Páscoa. O Presidente da Câmara Municipal de Óbidos

Telmo Henrique Correia Daniel Faria

RIO - REVISTA INFORMATIVA DE ÓBIDOS

3


4

Obras 1 – Vau: Foi inaugurada, nas celebrações do feriado municipal, a área de lazer do Largo da Mina de Santo António

OBRAS

2 – Óbidos: O ritmo das obras das Piscinas Municipais está acelerado

4 – Óbidos: Em breve, os Bombeiros Voluntários de Óbidos, terão um novo quartel

6 – Arnóia: Já estão concluídas as obras na Barragem do Arnóia. O sonho está concretizado

3 – Óbidos: Depois da cobertura, preparam-se as obras finais no interior da piscina

5 – Óbidos: Obras do novo quartel dos BVO

7 – Arnóia: Pormenor da “comporta” na Barragem do Arnóia

4

RIO - REVISTA INFORMATIVA DE ÓBIDOS

JANEIRO e FEVEREIRO 2005


8 – Óbidos: Foi inaugurado, no final do mês, o relvado sintético do Campo II do Complexo Desportivo Municipal

9 – A-dos-Negros: Acesso alternativo criado pela CMO para minimizar os efeitos da construção do novo viaduto de A-dosNegros

11 – Olho Marinho: Já estão concluídos os trabalhos do novo parque de estacionamento, junto às escolas

13 – Usseira: Trabalhos de melhoramento nos arruamentos desta localidade

10 – A-dos-Negros: Apesar de alguns atrasos, o viaduto de A-dos-Negros, continua em ritmo acelerado de construção. Mesmo com os transtornos, a população sairá, claramente, a ganhar com esta nova infra-estrutura.

JANEIRO e FEVEREIRO 2005

RIO - REVISTA INFORMATIVA DE ÓBIDOS

5 19


6

Autarquia 1 – A nova iluminação nas muralhas de Óbidos torna a vila ainda mais bonita durante a noite

Telmo Faria é um dos seleccionados Portugal Marketing Awards

O presidente da Câmara Municipal de Óbidos, depois de um período de votação, foi seleccionado para uma das categorias da iniciativa “Portugal Marketing Awards”, organizado pela Associação Portuguesa dos Profissionais de Marketing (APPM). Telmo Faria foi seleccionado para a categoria de “Marketing Cidades e Regiões”. Nesta categoria foram também seleccionados Alberto João Jardim, presidente da Região Autónoma da Madeira, e Rui Rio, presidente da Câmara Municipal do Porto. Isabel Damasceno, presidente da Câmara Municipal de Leiria, e Luís Filipe Menezes, presidente da Câmara Municipal de Vila Nova de Gaia, também nomeados nesta categoria, foram os que tiveram a menor votação ao longo destas últimas semanas, não tendo sido seleccionados para a fase final. A votação terminou à meia-noite do dia 28 de Fevereiro. Segundo a APPM, Telmo Faria foi nomeado uma vez que, a par das diversas iniciativas que são organizadas ao longo do ano, “Óbidos sentiu a necessidade de repensar as suas actividades e reconheceu a existência de uma lacuna em termos de produtos que reflectissem a sua cultura e a sua história”. A criação da empresa municipal “Óbidos Patrimonium” foi uma aposta importante, uma vez que, para além de organizar os diversos eventos turísticos e culturais, “procedeu à criação de produtos de marca ‘Óbidos’”, avança a APPM. A deliberação final do Júri só será conhecida na Gala Portugal Marketing Awards 2004, que se realiza no próximo dia 15 de Março, pelas 20h00, no Casino Estoril. Para mais informações, consulte o sítio da Internet da APPM em www.appm.pt.

Concerto “Óbidos Vividus” José Joaquim dos Santos

O coral Alma Nova de Óbidos, dirigido pelo Maestro Pedro dos Santos Filipe, apresentou-se na Sé Patriarcal de Lisboa no passado dia 22 de Janeiro num concerto integrado

6 20

RIO - REVISTA INFORMATIVA DE ÓBIDOS

2 – Concerto do Coral Alma Nova na Sé de Lisboa

no encerramento das comemorações dos 1700 anos do martírio de São Vicente, Santo Padroeiro da cidade de Lisboa. Um concerto que juntou bastante público e que contou com a presença do Núncio Apostólico em Lisboa, D. Alfio Rapisarda, do Pároco da Sé de Lisboa, o Cónego Luís Manuel Silva e da vereadora do pelouro da Cultura da Câmara Municipal de Lisboa, Maria Manuel Pinto Barbosa, entre muitos outros. O programa de música sacra contou com a interpretação de obras de José Joaquim dos Santos, compositor obidense do século XVIII, tendo sido repetido no dia 23 na Igreja de Santa Maria, em Óbidos.

Nova iluminação das muralhas

A madrugada de 10 para 11 de Janeiro foi de festa em Óbidos. A nova iluminação das muralhas foi inaugurada e teve direito a toda a pompa que a circunstância mereceu: fogo de artifício. Ao todo são cerca de 50 projectores que circundam toda a muralha e que a iluminam durante a noite. Foram investidos 250 mil euros nesta nova iluminação, que foram financiados em 70 por cento por fundos comunitários

JANEIRO e FEVEREIRO 2005


3 – As crianças do concelho foram as escolhidas para a inauguração do novo relvado

e o restante pela autarquia. A Câmara Municipal pretende, em 2006, avançar para a iluminação de outros monumentos do concelho, nomeadamente o Santuário do Senhora da Pedra e a zona do aqueduto. Também a cerca do castelo tem um projecto de iluminação cénica, que avançará em breve, para que no Verão possam aí ocorrer espectáculos de luz e som. A imagem fala por si!

Serviço Municipal de Protecção Civil angaria equipamento para os Bombeiros de Óbidos

Com o intuito de angariar equipamento informático para os Bombeiros Voluntários de Óbidos, que em breve terão um novo quartel, actualmente em construção, o Serviço Municipal de Protecção Civil resolveu dar uma ajuda e contactou algumas empresas da região. O Serviço Municipal de Protecção Civil avançou com esta iniciativa, uma vez que percebeu a necessidade que os Bombeiros de Óbidos têm deste equipamento informático, devido à instalação do SIG (Sistema de Informação Geográfica), uma ferramenta de trabalho que necessita de características técnicas só conseguidas com a aquisição de novo equipamento. O SIG permite visualizar fotografias aéreas, caminhos rurais, linhas de água, entre muitos outros pormenores geográficos altamente importantes na definição de estratégias de combate a incêndios, nomeadamente no teatro de operações em busca de caminhos alternativos e abastecimentos de água. O supermercado E. Leclerc forneceu o equipamento informático, sendo que a Rádio Litoral Oeste ofereceu o valor do equipamento em publicidade, aderindo também a esta iniciativa.

Inaugurado novo piso sintético no campo II do Complexo Desportivo

Depois de diversas comemorações ocorridas durante todo este mês de Janeiro para festejar o Feriado Municipal

JANEIRO e FEVEREIRO 2005

4 – Telmo Faria anunciou a vinda da Escola de Turismo do Oeste para Óbidos

de Óbidos, celebrado no dia 11, a Câmara Municipal de Óbidos organizou duas actividades no campo desportivo para encerrar as celebrações. Assim, no passado dia 29 de Janeiro realizou-se um passeio de BTT, que passou, por caminhos de terra batida, por Óbidos, Arelho, Vau, Sobral da Lagoa, Pinhal e Bairro da Raposeira. No dia 29 de Janeiro foi inaugurado, pelas 16h00, o novo piso e relvado sintético do Campo de Futebol II do Complexo Desportivo Municipal, com jogos de futebol entre clubes e associações do concelho. Esta é uma forma de dotar o Complexo Desportivo de Óbidos de mais e melhores condições. Para além do campo principal, qualquer equipa que se desloque ao complexo desportivo passa a dispor de mais um campo para poder realizar os seus jogos e/ou treinos. Mais uma aposta no Desporto!

Escola de turismo do Oeste vem para Óbidos

Telmo Faria, presidente da Câmara Municipal de Óbidos, anunciou, no passado dia 21 de Janeiro, a instalação da Escola de Turismo do Oeste em Óbidos. Este foi um projecto que constou do programa eleitoral de Telmo Faria, nas últimas eleições autárquicas, que, assim que foi eleito, em 2002, encetou contactos com a Secretaria de Estado do Turismo. Apesar das diversas mudanças no governo, a escola acaba por ser instalada em Óbidos e irá funcionar, no próximo ano lectivo, nas instalações do antigo Hospital, num edifício da Santa Casa da Misericórdia. As obras de adaptação e remodelação do espaço deverão estar concluídas em três meses. Esta é uma escola vocacionada para cursos de cozinha e pastelaria, constituindo um passo muito importante na afirmação de Óbidos no turismo e que trará dezenas de jovens ao concelho à procura de formação no sector. Actualmente, decorrem os preparativos formais para o início das obras de adaptação do edifício, estimando-se uma abertura das aulas no início de Outubro com cursos de nível IV.

RIO - REVISTA INFORMATIVA DE ÓBIDOS

7


5 – A Procissão da Senhora da Graça percorre, durante a noite, as ruas de Óbidos

6 – Procissão da Senhora da Graça

7 – Procissão da Ordem Terceira

Festa da Senhora da Graça com programa religioso e arraial na Praça de Santa Maria

Procissão da Ordem Terceira marca o arranque das cerimónias Pascais

Realizou-se no passado dia 01 de Fevereiro, na Praça de Santa Maria, em Óbidos, a Festa da Senhora da Graça. A festa teve o seu início às 21h30, com a realização do Procissão, presidida pelo Pe. José Luís, seguindo-se um arraial na Praça de Santa Maria, abrilhantado pelo duo musical ‘Ritmo Dourado’. Houve a tradicional fogueira para assar chouriços e febras e vinho para todos.

Decorreu no passado dia 13 de Fevereiro, pelas 15h00, a Procissão da Ordem Terceira, iniciativa religiosa que abriu as celebrações Pascais em Óbidos. A procissão Penitencial da Ordem Terceira de São Francisco, ou Procissão da Rapaziada, como também é conhecida, teve o seu início na Capela de Nossa Senhora de Monserrate, passou pela igreja da Misericórdia, onde foram recordados os ideais de São Francisco, tendo

8 20

RIO - REVISTA INFORMATIVA DE ÓBIDOS

JANEIRO e FEVEREIRO 2005


8 – Simulacro na Escola Josefa de Óbidos

regressado, depois, à Capela de Nossa Senhora de Monserrate (ou Ordem Terceira). Trata-se duma manifestação religiosa de devoção popular, com raízes profundas e em que se expressa, mais uma vez, na necessidade da preparação espiritual no período antecedente à Páscoa. E porque esta manifestação religiosa é uma preparação para as celebrações pascais que se avizinham, a Câmara Municipal de Óbidos, conjuntamente com a Comissão Organizadora da Semana Santa de Óbidos, têm já preparado toda a programação (religiosa e cultural) para a Semana Santa de Óbidos, que se realiza de 19 a 27 de Março de 2005 (ver programa na página 28).

No final do simulacro, tudo correu bem. Os alunos, professores e pessoal não docente concentraram-se no recinto desportivo, nas traseiras da escola, os bombeiros chegaram em poucos minutos e conseguiram dominar o incêndio.

10 – A Prova de Orientação, entre Peniche e Óbidos, juntou alguns dos melhores atletas nesta modalidade, portugueses e estrangeiros

Prova de orientação em Óbidos

9 – Os alunos da Escola Josefa de Óbidos aprenderam os procedimentos a ter em caso de incêndio

Simulacro na Escola Josefa d’Óbidos A Escola Josefa d’Óbidos foi evacuada no passado dia 03 de Fevereiro pelas 15h30 devido a um incêndio na sala de informática daquele estabelecimento de ensino. A informação podia ser real, mas tudo não passou de um simulacro promovido pelo Serviço de Protecção Civil Municipal. Este simulacro envolveu toda a escola, bombeiros, GNR e a brigada de primeira intervenção da escola. O objectivo deste tipo de simulações é sensibilizar a comunidade escolar para os procedimentos a ter em caso de incêndio real.

JANEIRO e FEVEREIRO 2005

Realizou-se nos passados dias 12 e 13 de Fevereiro provas de orientação entre Óbidos e Peniche. Este foi um evento inserido no circuito internacional de orientação e pontuável para o ranking internacional da IOF (International Orienteering Federation). No dia 12, realizou-se uma prova dentro da vila de Óbidos. Teve início às 19h30. Foi uma pequena prova que serviu, sobretudo, para dar a conhecer esta modalidade à população. No dia 13, a prova foi realizada por atletas, no Bom Sucesso, pelas 09h30. Todas as provas foram alvo de cobertura televisiva. Esta foi uma organização da Associação de Estudantes Graduados do IST (Instituto Superior Técnico) – Secção Autónoma de Desporto e teve o apoio da Câmara Municipal de Óbidos.

RIO - REVISTA INFORMATIVA DE ÓBIDOS

9


10

Jantar de Funcionários CMO CMO avança com medidas de apoio para os funcionários

Apesar de só se ter iniciado em 2002, com este executivo, é já uma tradição. Os funcionários da Câmara Municipal de Óbidos juntam-se para celebrar o Feriado Municipal e o início do ano de 2005. O repasto, que juntou quase todos os trabalhadores da autarquia, serviu, acima de tudo, para que todos pudessem conviver, num ambiente descontraído e divertido. Telmo Faria, Presidente do Município, aproveitou a oportunidade e avançou com algumas medidas de apoio para os funcionários da Câmara Municipal de Óbidos. No seu discurso, o autarca recordou que há precisamente três anos, no dia 7 de Janeiro de 2002, o executivo municipal começou a trabalhar. “Era segunda-feira e começamos, de facto, a trabalhar com base num nível de confiança e esperança”, disse Telmo Faria, acrescentando que a sua eleição “era vista como um ciclo diferente, em que era preciso continuar a acreditar nas qualidades que o concelho tem”. O presidente da autarquia revelou a todos os funcionários que “havia um denominador comum no concelho: tentar incutir uma esperança e uma confiança em toda a população”. E a aposta não passava, nem passa, só pelo centro histórico, “mas ter todo o concelho debaixo de um rumo de grande optimismo”. Depois de três anos de trabalho, os resultados estão à vista. Telmo Faria reconhece que só foi possível chegar onde se chegou devido “ao apoio, empenho e ajuda de todos os funcionários da autarquia, o que reflecte também na imagem e prestígio dos próprios”. Até porque tudo aquilo que está a ser feito actualmente vai reflectir-se no futuro. “Este vai ser um concelho que nos próximos 30 anos vai ser marcado por aquilo que está a ser construído agora”, disse. Quanto a medidas de apoio para os funcionários da Câmara Municipal de Óbidos, Telmo Faria adiantou neste jantar que tem vindo a ter uma série de reuniões com os Serviços Sociais da autarquia. “Porque sabemos da necessidade de convívio e de consumo cultural dos nossos funcionários, vamos atribuir um subsídio anual de 12 mil euros para esse fim”, revelou, acrescentando que “na linha de apoio na área da saúde será também de 12 mil euros ano, destinados a despesas feitas com actos médicos e outro tipo de situações”.

10

RIO - REVISTA INFORMATIVA DE ÓBIDOS

Tudo isto vai estar regulamentado num documento que, em breve, será apresentado pelos Serviços Sociais. São algumas medidas novas a acrescentar a outras já existentes, como assistências no transporte, folga no dia de aniversário, ou do apoio logístico dado aos funcionários. Telmo Faria avançou ainda que o novo armazém da autarquia será construído na Amoreira, num terreno já adquirido pela CMO, “para que possamos dar melhores condições de trabalho”. “Com esta equipa é muito mais fácil ser presidente de Câmara”, frisou, sublinhando que “é preciso, ao longo dos próximos tempos, continuar a pensar em grande, mas com os pés bem assentes na terra”.

1 – A noite acabou abrilhantada pelo cantor Zé Praia

2 – Grande parte dos funcionários da autarquia não perderam a oportunidade de dar um pé de dança durante a noite

JANEIRO e FEVEREIRO 2005


11

III Gala de Óbidos 1 – Telmo Faria e o apresentador da Gala, João Carlos Costa

Um grande espectáculo com o “ouro da casa” Realizou-se, no passado dia 8 de Janeiro, a III Gala de Óbidos, na Sociedade Cultural e Recreativa Gaeirense. Foram quase cinco horas de cultura local com os grupos do concelho. Bandas Filarmónicas, ranchos folclóricos, poesia popular, teatro, entre muitas outras. A sala esteve sempre cheia e a tarde foi de muita festa. Tudo para celebrar o Feriado Municipal mais perto das populações. Telmo Faria, presidente da Câmara Municipal de Óbidos, afirmou que “este desafio visa fazer um espectáculo com a prata da casa. Um acontecimento dentro de portas, com e para as pessoas do concelho”. O autarca afirmou à audiência presente nesta III Gala de Óbidos que “todos os profissionais da CMO têm lidado, ao longo destes últimos anos, com muitos dirigentes de grupos, colectividades, associações e artistas para poder aprofundar a cultura do concelho”. Essa é uma aposta que vai continuar, assegurou. Aliás, o autarca revelou que Óbidos “é um dos concelhos do País com maior número de pessoas ligadas à

cultura”. Cerca de sete por cento da população pratica cultura com regularidade, “o que nos deve deixar muito honrados”. Para o presidente da autarquia, “é uma pena” que a Gala apenas se realize uma vez por ano. No entanto, e para tentar mudar este cenário, Telmo Faria lançou um desafio a toda a população do concelho: “Se estiverem todos dispostos a aprofundar a cultura do concelho, gostaria de avançar com a proposta de realizar umas novas jornadas de cultura local, que percorram as nossas vilas e aldeias, durante oito fins-de-semana. Queremos que os grupos possam mostrar mais os seus repertórios. Se estiverem disponíveis, estou convencido que vão ter a melhor resposta por parte do público”, disse. O autarca referiu ainda que é “interessante ir em busca de novos talentos no concelho” e, por isso, “vamos continuar a incentivar e a apoiar”. “Vamos continuar a apostar a sério na cultura porque é uma necessidade que nós temos. Faz parte da nossa vida e do nosso crescimento”, concluiu.

2 – Banda Filarmónica Gaeirense

4 – Banda Filarmónica Obidense

3 – Maria de Lurdes Oliveira

JANEIRO e FEVEREIRO 2005

5 – Rancho Folclórico Arelho

RIO - REVISTA INFORMATIVA DE ÓBIDOS

9


6 – Coro Infantil de Óbidos

7 – Rancho Folclórico Infantil do Olho Marinho

8 – Gonçalves de Sousa

9 – Margarida Santos

10 – Ramiro Santos

11 – Coral Alma Nova

12 – Danças Antigas Corte na Aldeia

13 – Rancho Os Populares do Olho Marinho

14 – Danças Antigas Josefa de Óbidos

15 – Grupo de Teatro Fracos mas Teimosos

16 – Cavaquinho Vítor Mata

17 – Rancho Folclórico da Capeleira

18 – Carminda Carreira

19 – Banda Filarmónica de A-da-Gorda

20 – Público

10

RIO - REVISTA INFORMATIVA DE ÓBIDOS

JANEIRO e FEVEREIRO 2005


13

Programa Municipal de Apoio à Saúde CMO cria projecto para melhorar a qualidade da saúde no concelho

Foi apresentado, no passado dia 10 de Janeiro, o programa “Saúde Melhor”. A cerimónia contou com a presença da Secretária de Estado da Saúde, Regina Bastos, que elogiou as oito medidas de apoio à saúde incluídas neste programa. Telmo Faria, presidente da Câmara Municipal de Óbidos, afirmou que, desde que iniciou funções, “a saúde merece uma atenção especial”. O autarca entende que o sector da saúde “deve ser uma das principais preocupações”, acrescentando que não quer que “o Ministério da Saúde e a sua orgânica sejam os únicos responsáveis no terreno”. “A autarquia não se quer alhear e, por isso, levou a cabo um conjunto de propostas ao ministério com vista a melhorar a oferta dos serviços de saúde do concelho de Óbidos”. “A política autárquica não passa só por infra-estruturas, ou boas iniciativas culturais. Não se pode esquecer que é preciso apoiar mais socialmente a população”, frisou Telmo Faria. “Apesar do que se tem vindo a fazer, sabemos que temos no nosso concelho muitas pessoas que precisam de muito apoio e atenção social. Se alguém pensa que nos esquecemos da difícil realidade de muitos dos nosso munícipes, estão enganados. É por isso que trabalhamos muito para construir estes projectos”, sublinhou. Por seu lado, Regina Bastos, que apoiou o projecto ‘Saúde Melhor’ desde a primeira hora, considera que se trata “de justiça social”. A governante diz que estas oito medidas “representam para esta região e para o País um passo na direcção de metas objectivas de desenvolvimento regional”. A secretária de Estado da Saúde celebrou igualmente, nesta cerimónia, um protocolo com a autarquia que vai permitir ao concelho dispor de uma Unidade Móvel de Saúde, “vocacionada para a prevenção, vigilância de saúde e prestação de cuidados de enfermagem à população mais idosa e com maior dificuldade de acesso ao Centro de Saúde e/ou Extensões de Saúde”, diz o protocolo. Regina Bastos afirmou ainda que este programa é “exemplar” no contexto dos programas integrados de saúde comunitária, uma vez que “são serviços ao alcance universal das famílias”.

JANEIRO e FEVEREIRO 2005

As medidas:

1) Comparticipação nas receitas apoiadas pelo Serviço Nacional de Saúde, a ser definida e regulamentada no âmbito do Programa “Melhor Idade”, da Câmara Municipal de Óbidos; 2) Início da Construção da Extensão de Saúde de Amoreira no primeiro semestre de 2005. Concurso Público a decorrer, sendo já conhecidas as propostas; 3) Compromisso do Ministério da Saúde para apoiar financeiramente a relocalização da Extensão de Saúde de A-dos-Negros, actualmente a funcionar num primeiro andar; 4) Criação de um “banco de empréstimo” de material hospitalar (muletas, cadeiras de rodas, bengalas, colchões especiais, camas, entre outros); 5) Unidade de Cuidados Continuados da Santa Casa da Misericórdia. Apresentação de uma Candidatura ao “Programa Saúde XXI” para a comparticipação financeira do edifício com o apoio da Administração Regional de Saúde do Centro e da Direcção Geral de Saúde. Com o Ministério da Saúde assume-se, desde já, o compromisso de apoio ao funcionamento de 20 camas; 6) Aprovação da abertura de uma farmácia na Vila de Gaeiras; 7) Criação de uma Unidade Móvel de Saúde/Sistema de Apoio Domiciliário de Saúde. Assinatura de Protocolo entre a Administração Regional de Saúde do Centro e a Câmara Municipal de Óbidos; 8) Criação do Conselho Municipal da Saúde.

RIO - REVISTA INFORMATIVA DE ÓBIDOS

13


14

II Fórum de Óbidos

Trânsito dentro da vila dominou II Fórum de Óbidos Afim de ouvir as pessoas, num gesto de grande simplicidade democrática, pela segunda vez, a Câmara Municipal de Óbidos convocou a população para participar no II Fórum de Óbidos, que teve lugar no passado dia 15 de Janeiro, pelas 17h00, no Auditório Municipal da Casa da Música. Neste encontro com os munícipes o objectivo da Câmara Municipal foi o de escutar as preocupações da população melhorando assim a eficácia das medidas a colocar em prática durante o corrente ano. Telmo Faria, presidente da Câmara Municipal de Óbidos, explicou ao público presente que este “é um fórum de parti-cipação”, até porque “quem é eleito deve ouvir as pessoas”. A maioria da população que participou era claramente da Vila de Óbidos, apesar do Fórum ser aberto a todo o concelho. O trânsito e o estacionamento dentro da vila foram os principais assuntos a ser debatidos neste II Fórum de Óbidos. Alguns moradores entendem que a solução que existe actualmente não satisfaz totalmente, ou seja, a entrada única pela Cerca do Castelo e saída pela Porta da Vila, com a desactivação da Porta da Senhora da Graça. Alguns dos presentes alegaram ainda questões de segurança para não fazerem a entrada dentro das muralhas pela Porta da Cerca pedindo à Câmara para procurar soluções. O presidente da Câmara diz que é conhecedor da situação, sublinhando que “a circulação é um problema típico dos centros históricos no mundo inteiro”. “É muito difícil fazer a articulação entre as necessidades contemporâneas e as vias que existem, que não foram feitas a pensar nessas necessidades”, reflectiu. De todas as hipóteses que existem em termos de circulação, “nenhuma é totalmente boa”, diz Telmo Faria. No entanto, tudo o que tem sido feito “é para tentar ter o mínimo número de carros no interior da vila, não prejudicando os moradores”. A colocação dos pilares retrácteis é uma solução que tem resultado, uma vez que

14

RIO - REVISTA INFORMATIVA DE ÓBIDOS

limita a entrada de carros na vila. No entanto, este sistema não funcionou na Porta da Senhora da Graça, por questões técnicas. “O compromisso que temos é da empresa que colocou cá os pilares de encontrar a solução para este problema”, explicou Telmo Faria. Assim que essa solução for encontrada, será possível fazer a entrada pela Porta da Senhora da Graça, tal como haverá uma fiscalização municipal ao estacionamento, anunciou. O actual estado de conservação da rede de televisão por cabo na vila de Óbidos foi outro dos assuntos tratados neste II Fórum de Óbidos. O responsável pela empresa que faz a manutenção desta rede explicou que existe um vasto conjunto de avarias, nomeadamente a infiltração de humidade nos componentes electrónicos, fazendo com que o sinal não chegue em condições a casa das pessoas. Como solução, vai ser feita uma intervenção urgente na rede, com substituição dos equipamentos avariados, e alteração da concepção da própria rede, “com a retirada dos equipamentos que estão, neste momento, enterrados, para serem colocados nas paredes”, explicou o mesmo responsável. Estas questões, resultantes do modelo instalado há alguns anos, estão agora a criar, cada vez mais, problemas, pelo que será desenvolvido, por um lado, uma intervenção de urgência para substituir os equipamentos enterrados e, por outro, por decisão do executivo, será desenvolvido um grande projecto de novas redes e infra-estruturas na Vila.

JANEIRO e FEVEREIRO 2005


15

Rede de Investigação

Óbidos a Património Mundial como paisagem cultural A Câmara de Óbidos apresentou no dia 11 de Janeiro, Feriado Municipal, um projecto de investigação, onde uma centena de especialistas vai estudar o território do concelho, num trabalho que servirá também de base à candidatura da Vila a Património da Humanidade. O projecto denominado “Rede de Investigação, Inovação e Conhecimento” é composto por um conjunto de estudos em diversas áreas, nomeadamente História (medieval, moderna e contemporânea), História do Restauro e da Conservação do Património Construído, Estudo Histórico e Artístico do Concelho de Óbidos, Arte e Património, Museologia, Arte Contemporânea, Arqueologia, Antropologia e Estudos Biofísicos. O coordenador da rede, Diogo Corrêa, que apresentou o projecto aos obidenses e às ministras da Cultura e Ciência e Ensino Superior, na Casa da Música, disse que os estudos que serão reunidos em monografia “constituirão uma parte fundamental do futuro dossier de candidatura” a património mundial da UNESCO. Referindo-se à abrangência dos estudos que vão desenvolverse nos próximos dois anos, Diogo Corrêa considerou que “só tem sentido apresentar uma candidatura de Óbidos a Património Mundial como paisagem cultural”, não se cingindo à zona do Centro Histórico envolvido pelas muralhas.

JANEIRO e FEVEREIRO 2005

A área a classificar deverá corresponder geograficamente à área compreendida entre a Lagoa de Óbidos e as ruínas romanas de Eburobritium, abrangendo uma zona de várzeas e parte das bacias dos rios Real e Arnóia. O coordenador do projecto considerou ainda que “pretende-se conhecer Óbidos e o seu território de forma tão aprofundada quanto possível nos vários domínios do saber, fornecendo instrumentos técnicos e científicos de apoio ao planeamento e gestão do território”. A ministra da Ciência, Inovação e Ensino Superior, Maria da Graça Carvalho, que assistiu à apresentação, elogiou o projecto da autarquia afirmando que “é extremamente inovador”. “O presidente da Câmara sabe onde reside o desenvolvimento futuro e ainda tem mais projectos como o de tornar Óbidos uma vila reconhecida a nível internacional como vila de ciência, reflexão e cultura”, adiantou a ministra, que se disponibilizou a apoiar a Câmara mesmo depois de deixar as actuais funções. O presidente da Câmara, Telmo Faria, disse que o projecto mereceu o apoio de várias entidades e do Governo e considerou que se trata “de uma empreitada que não é mais um equipamento, mas uma empreitada do conhecimento”. Os investigadores são oriundos de universidades nacionais e o projecto tem um custo de 850 mil euros, dos quais 40 por cento serão financiados por fundos comunitários e o restante dividido entre o Estado e a autarquia (30 por cento cada).

RIO - REVISTA INFORMATIVA DE ÓBIDOS

15


16

Sessão Solene 1 – O hastear da bandeira contou com a actuação do Coro Infantil de Óbidos

“Óbidos só pode e só merece crescer” “Foi o início de um novo tempo.” Foi desta forma que Telmo Faria, presidente da Câmara Municipal de Óbidos, iniciou o seu discurso na sessão solene de comemoração do Feriado Municipal. Perante uma plateia que encheu por completo o salão nobre dos Paços do Concelho, o autarca afirmou que “este novo tempo começou exactamente a ser marcado pela forma como todos nos disponibilizámos a aceitar e a criar essas mudanças”. E a começar pelas celebrações do Feriado Municipal, que passaram a ser um momento importante para “afirmação do futuro, momento de esperança, lançamento de novos triunfos de uma comunidade”, disse Telmo Faria. O presidente do município disse que as celebrações, este ano, do Feriado Municipal são o culminar de “três intensos anos de trabalho, preparados dia a dia para introduzir no município benefícios concretos e, no nosso ver, uma autêntica reviravolta fazedora a um ritmo que muitos ainda não alcançaram”. E porque o dia “é nobre”, Telmo Faria destacou, nesta sessão solene, a inauguração da exposição de Baltazar Gomes Figueira. “Esta exposição mostra a qualidade e a excelência cultural que queremos afirmar em Óbidos”, sublinhou, acrescentando que “é neste domínio que se podem entender melhor projectos como a criação de

16

RIO - REVISTA INFORMATIVA DE ÓBIDOS

uma rede de investigação, inovação e conhecimento, mobilizadora da comunidade científica e universitária portuguesa; ou da criação da Escola Superior de Conservação e Restauro”. No capítulo das políticas sociais, Telmo Faria deu grande destaque aos projectos ‘Saúde Melhor’, ‘Crescer Melhor’ e ‘Melhor Idade’ que são “o triângulo social” da Câmara Municipal de Óbidos. Este projectos são destinados a toda a população, dos mais novos, como na rede municipal de ATL ‘Crescer melhor’, aos mais idosos, na rede municipal de centros de dia ‘Melhor Idade’, e são encaradas pelo executivo como “um pilar estruturante” para a vida do concelho. Telmo Faria diz mesmo que “só há obra pública quando todos, verdadeiramente todos, se sentem incluídos nessa obra”. E no que toca a políticas sociais, exemplos parecem não faltar: lançamento de novas habitações em Óbidos, A-dosNegros, Arelho e A-da-Gorda para os mais jovens, os novos projectos de creches nas Gaeiras, Olho Marinho e Óbidos, que vão aumentar de 35 para cerca de centena e meia a oferta… “É por isso que o orçamento municipal de 2005 é o nosso instrumento de optimismo e de esperança em continuar a apostar no bem das nossas famílias”, salientou o presidente da autarquia. Na área económica, Telmo Faria explicou que estão a “abrir-se novos horizontes a Óbidos, acolhendo e

JANEIRO e FEVEREIRO 2005


2 – Telmo Faria fez um discurso de esperança em relação ao concelho de Óbidos

Homenageados em 2005

3 – Todos os homenageados presentes na Sessão Solene do Feriado Municipal de Óbidos

seleccionando investimento privado de grande qualidade, definidor de um modelo de desenvolvimento assente em conjuntos turísticos de grande envergadura”. Também a agricultura tem sido uma aposta desta autarquia. Um sector onde Telmo Faria deposita “sérias esperanças depois do início do grande investimento público e de modernização, com a barragem do Arnóia, seguindo-se projectos de mais 25 milhões de euros nas redes de rega, redes de drenagem, regularização fluvial ou em novos caminhos”. Apenas alguns dos muitos projectos que estão em cima da mesa e que o actual executivo promete avançar nos próximos tempos. “As prioridades vão sendo conhecidas e algumas forjadas na oportunidade dos apoios, não esquecendo que a boa gestão financeira é a única que vale quando se trata de dinheiros públicos. Tem sido esse é o nosso lema, é assim que vai continuar”, sublinhou Telmo Faria. Em conclusão, o presidente da Câmara Municipal de Óbidos não podia ser mais claro: “Óbidos só pode e só merece crescer. É essa a nossa ambição, é esse o nosso sonho, o que estamos a fazer para que Óbidos tenha futuro!”

JANEIRO e FEVEREIRO 2005

Professoras aposentadas Maria Alexandra Arnaut Marques de Almeida Maria Lúcia Henriques da Silva Maria de Lurdes de Sousa Santos Ascensão Martins Vicente Maria Clarisse Coutinho de Sousa Maria Otelinda Pereira Casaleiro Maria de Lurdes Aleixo Saraiva Maria Natália Pereira da Silva Gomes Maria da Conceição de Sousa Santos Maria Clarisse Lopes Barros Constança dos Reis Rodrigues Alda da Conceição Gomes Baptista Maria Lucília Fonseca da Silva Deolinda da Ascensão Cunha Maria da Cruz Santos Gomes Teresa de Jesus Carvalho Garcia Maria Natália de Oliveira Homenagem profissional Vítor Nunes – Director do Festival Internacional de Chocolate de Óbidos e um dos maiores profissionais portugueses da formação hoteleira Homenagens Póstumas Mestre Albino d’Óbidos – Artista, exímio desenhador, pintor em diversos materiais, homem do teatro, das letras e um grande ceramista Américo Cajão – Um exemplo de cidadão que sempre lutou pelas causas da terra que adoptou nos anos 40

RIO - REVISTA INFORMATIVA DE ÓBIDOS

17


18

Melhor Idade

Rede Municipal de Centros de Dia e de Convívio 1 – Telmo Faria cumprimentou cada um dos quase mil participantes neste almoço

Câmara de Óbidos vai criar vários Centros de Dia até ao Verão O executivo municipal lançou um convite à população reformada do concelho e a resposta não podia ser melhor, com a lotação da sala completamente esgotada. Num almoço que reuniu quase um milhar de idosos, no Vau, a Câmara Municipal de Óbidos apresentou o programa ‘Melhor Idade’. Um projecto de criação de uma Rede Municipal de Centros de Dia e de Convívio destinada a toda a população reformada do concelho. Telmo Faria, presidente da Câmara Municipal de Óbidos, que fez questão de cumprimentar cada um dos quase mil idosos que encheram o salão da colectividade do Vau, apresentou o ‘Melhor Idade’. Acompanhado de todas as instituições que fazem parte deste projecto – Juntas de Freguesia, Instituições Privadas de Solidariedade Social do concelho (IPSS) e Organização Local de Educação e Formação de Adultos (OLEFA) – o autarca garantiu ter “uma grande equipa para a criação desta Rede Municipal de Centros de Dia e de Convívio”. Numa apresentação simples, Telmo Faria assegurou que este projecto “é para todos aqueles que, depois terem trabalhado uma vida inteira, ainda têm energia para um vasto conjunto de actividades”. Quanto aos objectivos, o autarca explicou que a Câmara Municipal quer “investir em actividades permanentes, como

18

RIO - REVISTA INFORMATIVA DE ÓBIDOS

2 – O Salão do Vau encheu por completo para receber o projecto Melhor Idade, apresentado pelo presidente da CMO

centros de convívio ou centros de dia animados por pessoas formadas”. Mas também poderá haver actividades fora desses centros: “se qualquer um de vós quiser aprender a ler, aprender música, a navegar na Internet… há a possibilidade de fazer turmas para aquilo que escolherem”, concretizou Telmo Faria, sublinhando que “também há a possibilidade dos mais velhos ensinarem os mais novos” em articulação com o projecto ‘Crescer Melhor’ – Rede Municipal de Actividades de Tempos Livres. Os Centros de Dia, diferentes dos Centros de Convívio, vão permitir, a quem se inscrever, ter acesso a refeições. E porque existem infra-estruturas por usar no concelho,

JANEIRO e FEVEREIRO 2005


3 – Telmo Faria apresentou, conjuntamente com todos os parceiros, o projecto Melhor Idade

5 – Manelito & Companhia

6 – Zé Praia

como os salões das colectividades, a Câmara Municipal de Óbidos entendeu que havia que mudar esta situação e dar actividade aos já aposentados. “Vamos investir dinheiro na reformulação dos espaços e dar um maior conforto e dignidade para todos”, disse, garantindo “que tudo o que for colocado nestes Centros será novo”. Em termos de funcionamento, o presidente do Município afirmou que “já foram identificados vários locais, numa primeira fase, para abrir, no concelho, até ao Verão”. Os centros funcionarão de segunda a sexta-feira, entre as 11h00 e as 18h00 ou num horário que os seus utentes escolherem. No entanto, toda esta estrutura montada só funcionará se houver interesse por parte da população reformada do concelho. “A CMO, as Juntas de Freguesia e a IPSS não vão abrir Centros de Dia se ninguém estiver interessado”, elucidou Telmo Faria, incentivando a participação de todos neste grande projecto social. Neste almoço foi entregue um desdobrável a cada um dos idosos presentes na sala com uma ficha de pré-inscrição, assim como a explicação de todo o projecto e as entidades envolvidas. “Com a pré-incrição ficamos a saber quantas pessoas há nas aldeias e vilas do concelho interessadas e só depois disso é que podemos determinar a abertura destes centro de dia ou de convívio”, justificou, acrescentando que “este é o maior projecto de apoio social do concelho”. No que diz respeito ao financiamento, Telmo Faria explicou

JANEIRO e FEVEREIRO 2005

4 – Estiveram expostos neste almoço alguns dos trabalhos feitos pela Educação de Adultos de Óbidos

7– Rebeca

8 – Ana Sofia Campeã

que “a Câmara fará um grande esforço financeiro, consciente da importância do apoio que deve e pode disponibilizar, cabendo também aos utentes uma pequena comparticipação que dependerá dos serviços e das actividades que solicitarem ao centro, bem como dos rendimentos que tiverem. Não vai ser garantidamente um projecto caro porque queremos o maior número de pessoas a participar”, disse o presidente da CMO. Em conclusão, Telmo Faria garantiu a todos que “um concelho mais rico é quando tem pessoas mais felizes”. O projecto ‘Melhor Idade’ tem todas as condições para atingir este objectivo. PARCEIROS: Juntas de Freguesia de A-dos-Negros, Amoreira, Gaeiras, Olho Marinho, Santa Maria, São Pedro, Sobral da Lagoa, Usseira e Vau. OLEFA.Centro de Apoio Social e Cultural da Usseira; Centro Cultural Social e Recreativo Arelhense; Associação Presente e Futuro; Associação de Desenvolvimento Social da Freguesia de A-dosNegros; Associação Cultural e Desportiva da Gracieira; Associação Recreativa Desportiva e Cultural Vauense; Centro Social Cultural e Recreativo da Amoreira; Socorro Gaeirense; Associação Cultural e Recreativa do Sobral da Lagoa; Sociedade Musical Recreativa Pinhalense; Centro Social e Cultural para o Desenvolvimento do Olho Marinho.

RIO - REVISTA INFORMATIVA DE ÓBIDOS

19


20

Baltazar Gomes Figueira Exposição celebra um dos maiores pintores de Óbidos

“Reafirmo o apoio do Governo à candidatura de Óbidos à classificação de Óbidos como Património Mundial.” A garantia foi dada por Maria João Bustorff, Ministra da Cultura, aquando da inauguração da exposição de Baltazar Gomes Figueira, no Solar da Praça de Santa Maria, em Óbidos. Para a governante, esta exposição, para além de assinalar a abertura do Solar da Praça de Santa Maria, depois de obras de reconversão, “serve também para fazer a merecida homenagem a Baltazar Gomes Figueira”. Maria João Bustorff entende que esta é uma exposição do “maior interesse e relevância”, sublinhando que trabalhos como este são “uma preparação para o reconhecimento internacional que será, seguramente, feito pela UNESCO”. A Ministra da Cultura revelou igualmente que o Museu Municipal de Óbidos, que irá funcionar no Solar da Praça de Santa Maria, “vai fazer parte da Rede Nacional de Museus”, composta por 120 museus até à data. Sérgio Gorjão, um dos comissários desta exposição, explicou que a mostra celebra os 400 do nascimento de Baltazar Gomes Figueira. “É um homem de grande craveira que trabalha com a sua filha, Josefa de Óbidos, e que cria a chamada ‘escola de Óbidos’. Óbidos surge, desta forma, no contexto peninsular, a produzir grandes obras”. Jorge Estrela, também comissário da exposição, afirmou que “Baltazar Gomes Figueira é quase uma novidade teórica”. Em 1982 apenas se conheciam duas obras do artista. “Hoje existem cerca de 50 obras atribuídas a este pintor”, sublinhou. Jorge Estrela explicou ainda que a exposição está dividida em duas partes, sendo uma destinada a pintura religiosa e uma outra para as naturezas mortas. Por seu lado, Vítor Serrão, comissário da exposição e autor de um livro sobre Josefa de Óbidos, sublinhou o trabalho que foi feito ao longo dos últimos tempos para que se conseguisse fazer esta exposição. “Temos aqui a História da Arte a tempo inteiro e que faz parte integrante da política cultural da autarquia”, frisou.

18

RIO - REVISTA INFORMATIVA DE ÓBIDOS

1 – Maria João Bustorff e Telmo Faria

2 – Os convidados fizeram uma visita demorada à exposição

Uma ideia partilhada por Telmo Faria, presidente da Câmara Municipal de Óbidos, que garantiu que, com a inauguração desta exposição, Óbidos “viveu um dia nobre”. Inaugurar a mostra de um pintor de Óbidos no dia do feriado Municipal “é comemorar a nossa identidade”, sublinhou, assegurando que esta é uma das exposições “mais importantes, neste momento, no País”. Baltazar Gomes Figueira nasceu em Óbidos em 1604 e foi uma das mais notáveis personalidades da pintura peninsular do século XVII. Esta exposição celebra o seu génio.

JANEIRO e FEVEREIRO 2005


21

Feriado Municipal

Outras actividades 1 – Missa Solene na Igreja de S Pedro (9 de Janeiro)

2 – Luciano de Almeida, presidente do Instituto Politécnico de Leiria, fez a apresentação da Escola Sup. Conservação e Restauro

3 – Inauguração do Largo da Mina, no Vau

4 – Inauguração da escultura alusiva ao Círio de Nossa Senhora do Bom Sucesso, da autoria do escultor José Aurélio

5 – Colóquio “Óbidos no séc. XIX” - Ricardo Pereira, Ângela Oliveira e João Pedro Tormenta

7 – Missa solene no Vau (16 de Janeiro)

8 – A Festa de Santo Antão juntou centenas de pessoas

JANEIRO e FEVEREIRO 2005

RIO - REVISTA INFORMATIVA DE ÓBIDOS

21


A Câmara Municipal de Óbidos disponibiliza a toda a população uma visita guiada ao Sistema de Abastecimento de Água. As visitas estão previstas para o segundo sábado de cada mês, pelas 14h30, com marcação prévia pelo 262 955 500 (ext. 139).


23

Gabinete de Apoio à Família Gabinete de Apoio à Família Serviços: 1. ACOMPANHAMENTO PARENTAL É um espaço onde qualquer pai/mãe se pode dirigir para procurar orientação e apoio. 2. ESCOLA DE PAIS É um espaço em que pequenos grupos de pais podem partilhar experiências e debater temas com interesse na educação dos seus filhos Objectivos Ajudar a família a encontrar respostas adequadas na educação dos filhos. Fomentar e potenciar as capacidades de comunicação dentro da família. Aumentar as competências parentais para a resolução de determinados problemas familiares. Acções de informação e sensibilização junto das famílias e da comunidade. 

3. TREINO DE COMPETÊNCIAS SOCIAIS / CRESCER A BRINCAR Objectivos Prevenir problemas de comportamento social (a desobediência, a agressividade) e comportamento desviante (furtos, agressividade, comportamentos aditos: perturbações alimentares, consumo de álcool e drogas). 

Metodologia Dinamização de 10 sessões, em pequenos grupos, nos Jardins de Infância e nas escolas de Ensino Básico. 

Conteúdos Família, psicologia infanto-juvenil, gestão da autoridade, educação sexual, escola-família, educação e valores. O programa será completado com temas considerados pertinentes pelos pais. 

Destinatários Crianças do Pré-escolar e do 1.º Ciclo do Ensino Básico do Concelho de Óbidos. 

O Gabinete de Apoio à Família articula com outros projectos e instituições da comunidade, nomeadamente: o Projecto Crescer Melhor, Melhor Idade, Saúde Melhor, EMAIA, Núcleo Local de Inserção no Âmbito do RSI, Instituições Religiosas, CPCJ, Associação de Pais, Agrupamento de Escolas, entre outros.

Metodologia Dinâmica de grupo, representações/jogo de papéis e debates. Os pais são convidados a: - Observar e descrever as suas práticas quotidianas; - Analisar os actos e os seus significados; - Confrontar, em grupo, diferentes pontos de vista. 

Informações Dra. Carina Silva Todos os dias úteis das 9h00 às 17h00 Câmara Municipal de Óbidos | T. 262 955 512

Destinatários Famílias do Concelho de Óbidos. 

JANEIRO e FEVEREIRO 2005

O Gabinete de Apoio à Família é um projecto de prevenção, porque prevenir é: informar, sensibilizar e promover estilos de vida saudáveis.

RIO - REVISTA INFORMATIVA DE ÓBIDOS

23


24

Baile na Capeleira 1 – Este baile reviveu a “época que mudou o mundo”

Educação de Adultos faz viagem aos anos 60 “A época de mudou o mundo – anos 60.” Foi a partir deste mote que, no passado dia 30 de Janeiro, se realizou um baile onde o twist foi rei. A organização pertenceu à OLEFA de Óbidos, Associação Recreativa e Cultural dos Amigos da Capeleira e Navalha e ao Rancho Folclórico da Capeleira. A tarde foi de festa. Jovens e menos jovens deslocaramse ao salão da Capeleira e reviveram a música dos anos 60. O baile foi aberto pelo grupo que participa no curso de desenvolvimento corporal, a decorrer na Capeleira. No entanto, e depois de algumas danças bem ensaiadas, o baile foi interrompido. Alguém deu o alerta à PIDE e os soldados vieram inspeccionar o local da festa. Como não havia conspiração contra ninguém, tudo acabou em bem. Esta foi uma interpretação teatral que serviu para mostrar aos mais jovens que os anos 60, em Portugal, podiam ter situações deste tipo. Para além do recinto de dança, esta matiné contou ainda com uma exposição fotográfica sobre os anos 60, que contou com o apoio da comunidade local, e ainda uma outra exposição de trabalhos dos cursos de educação de adultos do concelho de Óbidos. Esta iniciativa surgiu de uma aula aberta feita na Capeleira, organizada pelo Curso de Animação e Desenvolvimento Comunitário, destinado a elementos de associações do concelho. Numa conversa sobre o associativismo e da necessidade de dinamizar as comunidades, concluíram que a organização de um baile, como se fazia nos anos 60, seria uma boa oportunidade de avançar com um projecto conjunto. E porque muitos dos formandos viveram a sua juventude nos anos 60, este baile acaba por ser uma viagem ao passado, muito apreciada por quem esteve presente. A OLEFA de Óbidos vai continuar com as suas aulas em A-da-Gorda, Arelho, Gaeiras e Vau. Daqui poderão surgir novos projectos como este da Capeleira.

24

RIO - REVISTA INFORMATIVA DE ÓBIDOS

JANEIRO e FEVEREIRO 2005


25

Coro Infantil de Óbidos 1 – Pedro Filipe (à esquerda) ensaia este grupo

Coro Infantil de Óbidos grava CD O Coro Infantil de Óbidos gravou, durante o Carnaval, dias 8 e 9 de Fevereiro, o seu primeiro CD. Este disco inclui todos os êxitos interpretados ao longo dos quase três anos da sua existência. O CD é composto por músicas tradicionais, em português e inglês, destacando-se “Óbidos onde Nasceste”, “Filha do Rei”, “Óbidos Vila Infanta”, “Os Olhos da Marianita”, “O Meu Chapéu tem Três Bicos”, “She’ll be Comin Round the Mountain”, “If you’re Happy and You known it”, entre muitas outras. Este é um repertório que é aproveitado para divulgar o que de melhor existe na canção infantil e para reafirmar a sua qualidade e o que ela representa para as mais variadas audiências. Criado sob iniciativa da Câmara, por ocasião do I Festival Internacional de Chocolate, em 2002, o Coro Infantil é composto por cerca de 30 crianças, com idades compreendidas entre os 6 e os 11 anos de idade, provenientes das nove freguesias do concelho de Óbidos, reflectindo o espírito de comunidade e a diversidade do concelho e tem por missão proporcionar experiência artística a crianças através da música coral. Com actuações regulares ao longo de todo o ano e participando nos mais variados eventos, nomeadamente Animações de Natal, Mercado Medieval de Óbidos, Festival Internacional de Chocolate, Festas em Escolas e Encontros de Coros por todo o País, o Coro Infantil de Óbidos é hoje reconhecido como um dos mais promissores da região.

JANEIRO e FEVEREIRO 2005

2 – Os pequenos grandes artistas depois das gravações

3 – Bruno Rodrigues (contrabaixo), Daniel da Silva (guitarra clássica), Guilherme Cancujo (piano)

RIO - REVISTA INFORMATIVA DE ÓBIDOS

25


26

Carnaval 2005

Alunos de Óbidos celebram o Carnaval com histórias infantis O dia 4 de Fevereiro foi de festa em Óbidos. Mais de um milhar de alunos de todos os jardins-de-infância, escolas do primeiro ciclo e escola dos segundo e terceiro ciclos ‘Josefa d’Óbidos’ brincaram ao Carnaval. O desfile aconteceu de manhã, dia 04 de Fevereiro, e teve como tema principal as “histórias infantis”. A festa decorreu na praça de Santa Maria, numa passerelle, onde cada estabelecimento de ensino desfilou e mostrou as fantasias, muitas delas feitas durante as aulas, com o acompanhamento dos professores. A Câmara Municipal de Óbidos associou-se, mais uma vez, ao Carnaval, tendo Telmo Faria, presidente da autarquia, entregado a cada uma das escolas e jardins-de-infância um diploma de participação. A folia foi mais que muita, tendo os alunos, professores e pais dançado ao ritmo das tradicionais músicas carnavalescas. Para o ano haverá mais desfile, mais fantasias e, seguramente, muita animação.

12

RIO - REVISTA INFORMATIVA DE ÓBIDOS

JANEIRO e FEVEREIRO 2005


JANEIRO e FEVEREIRO 2005

RIO - REVISTA INFORMATIVA DE ÓBIDOS


RIO - REVISTA INFORMATIVA DE ÓBIDOS

JANEIRO e FEVEREIRO 2005


29

Exposições 1 – Susana Rosa na inauguração da exposição na Galeria da Casa do Pelourinho

Exposição inédita no Olho Marinho

2 – Um dos trabalhos da pintora Susana Rosa que pode ser apreciado na Galeria da Casa do Pelourinho

Susana Rosa expõe “Próteses do Real” na Casa do Pelourinho A Casa do Pelourinho, em Óbidos, acolheu mais uma exposição inserida no ciclo de mostras que a Câmara Municipal preparou para este ano de 2005, dando especial apoio a jovens artistas plásticos. Até 26 de Março (e não 20 de Março como, por lapso, é referido no catálogo), Susana Rosa mostra o seu trabalho ao qual deu o título de “Próteses do Real”. Susana Rosa nasceu em Abrantes em 1976. Frequenta o curso de Desenho no AR.CO, em Lisboa, sendo licenciada em Artes Plásticas e Bacharel em Pintura pela ESTGAD, Caldas da Rainha. Trabalhou enquanto Artista Plástica para a Galeria Diferença em 2002 e para a Galeria Enes entre 2002/ 2003. Neste momento, trabalha com a Galeria Corrente D’Arte, Galeria Ceut’Arte, Galeria Vértice e Galeria Ygrego, em Lisboa.

JANEIRO e FEVEREIRO 2005

O Olho Marinho, concelho de Óbidos, tem desde 26 de Fevereiro, uma exposição inédita. O arquitecto Jorge Leal, proprietário de uma casa antiga naquela localidade, resolveu expor alguns dos seus mais recentes trabalhos de pintura. A particularidade é que esta exposição acontece antes da demolição da casa. Como explica o autor, esta exposição é “uma despedida”. Diz Jorge Leal que “antes da demolição” da casa dos seus avós, decide “utilizá-la para mostrar” o seu trabalho de pintor. “Para esta casa, que abrigou as vidas e preocupações próprias de quem vivia com os verdes e os animais, trago eu agora as minhas questões em torno da pintura. Pela última vez a casa ganha um novo sentido, uma nova função. Depois da pintura a casa morre com a naturalidade que existe no facto de todas as coisas morrerem. No terreno deixado vago será construída uma nova casa”, explica. A exposição está patente até 13 de Março aos sábados e domingos das 15 às 20 horas. A casa localiza-se na Rua Professor Roque Duarte, 22, Olho Marinho, concelho de Óbidos. Esta é uma exposição com o apoio da Câmara Municipal de Óbidos.

3 – Jorge Leal apresentou, no Olho Marinho, uma exposição original, com o apoio da CMO

RIO - REVISTA INFORMATIVA DE ÓBIDOS

29


30

Desporto 1 – Passeio de BTT junto à Lagoa de Óbidos

Programa “Bora” Correr O Município de Óbidos tem levado a efeito, desde o início de Fevereiro e até Julho, o Programa “Bora” Correr. Os interessados terão gratuitamente à sua disposição um professor para prescrição do exercício, todos os sábados entre as 10h00 e as 12h00, na pista de Corta-Mato do Complexo Desportivo Municipal de Óbidos. Este programa destina-se a todos os cidadãos, ou famílias, que queiram realizar exercício físico com apoio especializado, tanto em marcha como em corrida. Portugal é um dos países da Europa com menor taxa de prática desportiva. É do conhecimento geral que a falta de exercício físico é um dos factores que mais contribui para doenças do foro coronário, respiratório, diabetes, entre outras. O Município de Óbidos, a par dos equipamentos desportivos que tem vindo a construir, promove também a prática desportiva dos cidadãos, quer apoiando o associativismo, quer através de programas em que coloca à disposição dos cidadãos equipamentos e técnicos para o efeito. Aproveite e inicie a prática regular de exercício orientada por quem sabe. Não se esqueça, não se acomode… e corra pela sua saúde!

Ricardofigueiredo.com/Praia d’el Rey entrega donativo ao Centro Social Cultural e Recreativo da Amoreira O Centro Social Cultural e Recreativo da Amoreira (CSCRA) recebeu, no passado dia 29 de Janeiro, o donativo recolhido no 2º Passeio de BTT “A pedalar também é possível ajudar”, organizado pela equipa ricardofigueiredo.com, a que juntou a Praia D'El Rey que, generosamente, “dobrou” o valor recolhido. O cheque de €400 foi entregue pela mão de Kate Sheier, directora de marketing da Praia D'El Rey, ao presidente do CSCRA, Telmo Santos, num encontro informal realizado no Club House do resort. Neste encontro que serviu também para conhecer de perto as actividades e projectos do Centro Social, Ricardo Figueiredo marcou presença em representação de todos os participantes do passeio. O centro luta diariamente contra enormes dificuldades para manter o apoio social aos mais carenciados, apoio domiciliário aos mais idosos e a cresce infantil, tendo como principal receita as quotas dos seus associados. Por sugestão de Kate Sheier ficou acordado que o donativo entregue será aplicado em equipamento para apoio às crianças.

Óbidos encerra as comemorações do feriado municipal com um passeio de BTT Decorreu no passado sábado, dia 29, entre as 09h30 e as 12h30, o passeio de BTT “Trilhos de Óbidos” que percorreu, em terra batida, 25 quilómetros de caminhos do concelho. Partiram 37 participantes de ambos os sexos, tendo apenas um não chegado ao fim por avaria mecânica. Foi uma jornada de lazer e recreação em Óbidos, uma vez que os participantes usufruíram de um excelente dia para a prática de BTT. Foi por todos enaltecido, a organização e o ecletismo do percurso, com zonas de planície, subidas e descidas íngremes, o que proporcionou um passeio para todos os gostos.

30

RIO - REVISTA INFORMATIVA DE ÓBIDOS

2 – Entrega de prémio ao Centro Social, Cultural e Recreativo da Amoreira

JANEIRO e FEVEREIRO 2005


31

I Corta-Mato Vila de Óbidos 1 – Ana Helena Vieira

Ana Helena Vieira e equipas de Seniores e Veteranos masculinos do Clube de Atletismo de Óbidos vencem no I Corta-Mato de Óbidos Decorreu no domingo, dia 9 de Janeiro de 2005, o I Corta-Mato de Óbidos/Abertura da ADAL, com a participação de 115 atletas. A prova decorreu nos terrenos do Complexo Desportivo de Óbidos junto ao Estádio, na excelente pista inaugurada com este evento. O tempo esteve óptimo para a prática desportiva e fruto disso assistiu-se a um espectáculo com bastantes espectadores, sendo a prova um excelente meio de divulgação desportiva. De registar a participação de alunos de escolas básicas próximas de Óbidos, como a Básica 1 de Óbidos, Básica 2,3 de St.º Onofre e S. Martinho do Porto, cujos alunos correram lado a lado com atletas federados, tendo excelente desempenho, nomeadamente nos escalões mais jovens, deixando no ar a ideia que o Desporto Escolar não está assim tão distante do federado. Ana Helena Vieira e as equipas séniores e veteranos masculinos do Clube de Atletismo de Óbidos foram os grandes vencedores deste I Corta-Mato da Vila de Óbidos.

JANEIRO e FEVEREIRO 2005

2 – Participaram 115 atletas de todo o País

3 – A equipa do Clube de Atletismo de Óbidos

RIO - REVISTA INFORMATIVA DE ÓBIDOS

31


32

Arqueologia 1 – Fotografia aérea da cidade romana

de Eburobrittium (2002)

A Cronologia de Eburobrittium à luz da Terra Sigillata

Na época romana produziu-se uma cerâmica de mesa fina, designada pelos arqueólogos como Terra Sigillata, por receber uma marca de oleiro (sigillum, no latim). Este tipo de cerâmica apresenta formas, decorações e fabricos típicos de períodos muito específicos, por vezes algumas décadas, constituindo um excelente meio de datação. Aparece frequentemente nos sítios romanos com ocupação a partir de finais da República. O depósito do Gabinete de Arqueologia guarda um vasto conjunto de peças em Terra Sigillata recuperadas durante as escavações na cidade de Eburobrittium. Contam-se peças produzidas aqui na Hispânia e oriundas de centros localizados na Península Itálica, na Gália, no Norte de África ou, mesmo, na Ásia Menor. Apresentamos dois pratos que constituem bons exemplos dos produtos dominantes nos mercados hispânicos dos sécs. I e IV. No ano de 1997, foi recolhido um fragmento de prato em Terra Sigillata Itálica, com fundo plano, apresentando na zona central a marca de oleiro P. CORN (RN em nexo) / POTI num cartucho em dupla planta pedis (planta do pé). A marca de oleiro identifica a oficina, neste caso, mediante a abreviação dos nomes do produtor, Publius Cornelius, e do seu trabalhador, Pothus. O prato foi elaborado após Augusto, provavelmente no decurso do período de Tibério (14-37 d.C.). Os investigadores indicam que Publius Cornelius teve oficina no importante centro produtivo de Arezzo e exportou essencialmente para a Hispânia (referem o aparecimento de uma marca idêntica na cidade de Conimbriga). Os trabalhos deste Verão permitiram recuperar parte de um grande prato em Terra Sigillata Africana, correspondendo à forma 59 A estabelecida pelo arqueólogo J. W. Hayes. Apresenta bordo extrovertido em forma de aba horizontal larga, decorada com uma moldura e uma canelura; parede encurvada e baixa, decorada exteriormente com um friso de incisões verticais, que origina relevo na face oposta; fundo plano, demarcado por duas caneluras concêntricas e decorado no centro com motivos geométricos e florais estampados do estilo A(i) de Hayes – composição radial com ramos de palma estilizados e pétalas longas de ponta

32

RIO - REVISTA INFORMATIVA DE ÓBIDOS

2 – Fotografia de grande prato

em Terra Sigillata Africana, decorado

3 – Fotografia do fundo

de prato em Terra Sigillata Itálica, com marca de oleiro

4 – Desenho arqueológico

do grande prato em Terra Sigillata Africana

redonda, envolta por um friso com círculos concêntricos e círculos simples; base igualmente plana, com falso pé em anel, muito atrofiado. A cronologia da forma e da decoração convergem para 320-380/400. Segundo alguns autores, a presença de grandes pratos pode testemunhar uma alteração dos hábitos alimentares nos sécs. III e IV, tendo os costumes de servir e de comer à mesa assumido um carácter fundamentalmente colectivo. Os estudos ceramológicos, em particular sobre a Terra Sigillata, fornecem dados importantes para a caracterização do sítio e dos distintos aspectos da sociedade romana, por exemplo, as estruturas de produção cerâmica, as relações comerciais, os estatutos sociais, as crenças religiosas ou os hábitos alimentares.

JANEIRO e FEVEREIRO 2005


33

Documentos com História

Os painéis de Baltazar Gomes Figueira

Estando patente ao público, no Solar de Santa Maria, uma exposição evocativa dos 400 anos do nascimento do pintor obidense Baltazar Gomes Figueira, a RIO decidiu publicar um excerto do Inventário de Partilhas realizado, a dezasseis de Abril de 1692, pelo Juízo de Órfãos da Vila de Óbidos, aquando do falecimento do “Lecenceado Bernabe Topete Sotomayor”, segundo marido da irmã do pintor, Catarina Gomes Figueira, que então residia em “huma morada de cazas sobradadas (…) defronte da porta da villa”. No referido inventário, no capitulo referente aos bens móveis, são identificados e avaliados dezasseis painéis: “Hum Painel de São Bernardo que foi avalliado em quatrocentos reis, Hum painel da Magdalena que foi avalliado em quinhentos reis; Hum Painel de Santa Catherina que foi avalliado em trezentos reis, Hum Painel de São Joseph que foi avallliado em trezentos reis, Hum Painel da Raynha Santa que foi avalliado em duzentos reis, Hum Painel de Santa Clara que foi avalliado em çem reis, Hum Painel da Theologia que foi avalliado em çem reis, Hum Painel da Conçeipcão que foi avalliado em quinhentos reis, Hum Painel piqueno do Bauptismo que foi avaliado em duzentos reis, Hum Painel de São Mathias e São Paulo que foi avaliado em çem reis, Hum Painel da Justiça que foi avalliado em çem reis, Hum Painel de São Roque que foi avalliado em duzentos reis, tres Paineis de retratos que forão avalliados em çento e sincoenta reis.” Atendendo ao parentesco acima referido não parece descabido supor que algumas dessas obras, como refere Vitor Serrão em várias obras sobre o tema, possam ter sido executados pelo pintor ou mesmo pela filha, Josefa de Óbidos.

JANEIRO e FEVEREIRO 2005

RIO - REVISTA INFORMATIVA DE ÓBIDOS

33


34

Quem é quem

Nome

Nome

Idade

Idade

Ana Sofia Godinho

Luís Miguel Agostinho

25

Que tipo de função desempenha na Câmara Municipal de Óbidos?

Sou técnica superior de educação, sendo responsável pela elaboração da Carta de Educação do Concelho e dou apoio a todas as actividades inerentes ao Gabinete de Educação.

De todas as acções que o Município tem realizado ou vai realizar, o que destacaria?

35

Que tipo de função desempenha na Câmara Municipal de Óbidos?

Actualmente sou Assistente Administrativo, com funções de apoio à Informática e Gabinete de Comunicação e Design.

De todas as acções que o Município tem realizado ou vai realizar, o que destacaria?

Sem dúvida que destaco a criação do projecto ‘Crescer Melhor – Rede Municipal de ATL’. Também quero sublinhar a importância do ‘Óbidos visto pelas crianças’ e da implementação do novo projecto ‘Melhor Idade’.

Desde que este executivo iniciou funções, destacaria o dinamismo no relacionamento com as diferentes entidades do concelho. A iniciativa para novos projectos relacionados com o Património e Educação. A enorme promoção da Vila através de eventos com grande projecção e o melhoramente das redes viárias.

Que sugestão gostava de fazer à Câmara Municipal de Óbidos?

Que sugestão gostava de fazer à Câmara Municipal de Óbidos?

Gostava de ver reforçado – a exemplo do que se faz com as crianças – um serviço de visitas guiadas para todo o tipo de público nacional e estrangeiro, que sei que está em preparação.

34

RIO - REVISTA INFORMATIVA DE ÓBIDOS

Acho que mais importante que dar uma sugestão é desejar que o bom trabalho, até agora exercido, continue a correr bem.

JANEIRO e FEVEREIRO 2005


35

Títulos de Imprensa

JANEIRO e FEVEREIRO 2005

RIO - REVISTA INFORMATIVA DE ÓBIDOS

35


36

Títulos de Imprensa

36

RIO - REVISTA INFORMATIVA DE ÓBIDOS

JANEIRO e FEVEREIRO 2005


37

Deliberações

06 de Dezembro de 2004 

Aprovado por unanimidade, no âmbito do Programa de Apoio a Colectividades Culturais, a atribuição de um apoio financeiro no valor de 3.250 euros ao Rancho Folclórico ‘Os Populares do Olho Marinho’; Aprovado por unanimidade a atribuição de um apoio financeiro no valor de 350 euros à Associação Hípica “O Cavalo d’Óbidos” para ajudar a suportar as despesas com a participação daquela associação no I Salão Internacional do Cavalo de Desporto; Aprovado por unanimidade a alteração ao regulamento do Projecto “Crescer melhor”. O assunto foi submetido a discussão pública; Aprovada por unanimidade a minuta do contrato adicional da empreitada “Abastecimento de Água ao Concelho – Depósito de Santo Antão, conduta de distribuição a Trás do Outeiro, Bairro da Senhora da Luz, Carregal e Arelho”; Aprovado por unanimidade o programa de Concurso e Caderno de Encargos da Empreitada “Zona Industrial da Ponte Seca – 2.ª Fase”; Acordado por unanimidade a abertura de uma farmácia nas Gaeiras, concedendo parecer favorável ao Infarmed para a instalação da referida farmácia; Aprovado por unanimidade a proposta de instalação de uma Escola Superior de Conservação e Restauro, em Óbidos; Aprovado por unanimidade o protocolo de cooperação entre o Instituto Politécnico de Leiria e a Câmara Municipal de Óbidos.

20 de Dezembro de 2004 

03 de Janeiro de 2005 

JANEIRO e FEVEREIRO 2005

Deliberado por unanimidade atribuir um subsídio financeiro no montante de 1.250 euros e ceder o Pavilhão Municipal à Associação de Estudantes Graduados do Instituto Superior Técnico – Secção Autónoma de Desporto para o Open de Orientação Óbidos/Peniche, a decorrer nos dias 12 e 13 de Fevereiro; Aprovado por unanimidade, através de parecer jurídico, declarar a Sociedade Cultural e Recreativa Gaeirense de utilidade pública; Aprovado por unanimidade conceder um apoio financeiro no valor de 650 euros à Capitania do Porto de Peniche, a transferir para o Instituto de Socorros a Náufragos, tendo em vista o projecto Seamaster 2004 – reforço de uma viatura TT para segurança balnear nas praias da área de jurisdição da Capitania do Porto de Peniche.

17 de Janeiro de 2005 

Aprovado por unanimidade a atribuição de um apoio financeiro no valor de 4.250 euros à União Filarmónica de A-da-Gorda, ao abrigo do Programa de Apoio a Colectividades Culturais; Aprovado por unanimidade atribuir 4 mil euros à Associação Recreativa e Cultural da Usseira para ajudar a custear as despesas a efectuar com a pintura do edifício desta associação; Aprovado por unanimidade atribuir um apoio financeiro de 10 mil euros para a Direcção dos Bombeiros

Voluntários de Óbidos para ajudar na despesa efectuada com o arranjo da ambulância; Aprovado por unanimidade atribuir um apoio financeiro mensal de 5 mil euros, durante 12 meses, à Direcção dos Bombeiros Voluntários de Óbidos.

Aprovado por unanimidade a atribuição de um apoio financeiro à Paróquia de Nossa Senhora da Aboboriz, no valor de 7.461,33 euros, para compra de materiais necessários aos melhoramentos envolventes da Igreja Paroquial da freguesia da Amoreira; Deliberado por unanimidade conceder um apoio financeiro no valor de 2.500 euros ao Rancho Folclórico da Capeleira, tendo em vista a aquisição de instrumentos musicais.

Reuniões de Câmara Descentralizadas Amoreira 21 Fevereiro Gaeiras 21 Março Olho Marinho 18 Abril Santa Maria 16 Maio

São Pedro 20 Junho Sobral da Lagoa 18 Julho Usseira 16 Agosto Vau 19 Setembro

RIO - REVISTA INFORMATIVA DE ÓBIDOS

37


1 – Reunião descentralizada da Câmara Municipal de Óbidos na Amoreira, no passado dia 21 de Fevereiro

07 de Fevereiro de 2005 

Aprovado por unanimidade a CMO assumir 50 por cento da despesa, mediante os comprovativos de despesa, à Associação Desportiva, Cultural e Recreativa de Trásdo-Outeiro que solicitou um apoio financeiro para ajudar nas despesas a efectuar com a instalação eléctrica dos camarins e restantes áreas de apoio, na parte inferior do palco desta associação; Aprovado por unanimidade atribuir um apoio financeiro no valor de 8.633,50 euros à Fábrica da Igreja Paroquial da Freguesia de Santa Maria de Óbidos para custear os trabalhos a mais efectuados e não previstos para a obra de arranjos exteriores na Capela de Santo André do Arelho; Foi deliberado por unanimidade atribuir um apoio financeiro à Associação Nacional de Municípios Portugueses, que solicitou uma contribuição às autarquias locais para minorar as dificuldades das vítimas do maremoto que assolou o Sudeste Asiático, através de uma Organização Não Governamental que se encontre a trabalhar no terreno; Aprovado por unanimidade o pagamento dos almoços servidos pela Associação Recreativa, Desportiva e Cultural Vauense, no dia 16 de Janeiro de 2005, na apresentação do projecto “Melhor Idade”, no valor de 7.500 euros;

38

RIO - REVISTA INFORMATIVA DE ÓBIDOS

Aprovado por unanimidade o caderno de encargos e programa de concurso do Concurso Público “Construção do Jardim-de-infância da Amoreira”.

21 Fevereiro 2005 

Aprovado por unanimidade a atribuição de um patrocínio por parte da Câmara Municipal de Óbidos para a 8.ª Mostra de Doçaria do Oeste e 5.º Concurso Nacional de Doçaria, no valor de 150 euros, mais IVA; Aprovado por unanimidade o contrato-programa a celebrar entre a Câmara Municipal de Óbidos e a Óbidos Patrimonium E.M., tendo em vista as Cerimónias da Semana Santa; Aprovado por unanimidade o programa de concurso e caderno de encargos da empreitada “Concepção/ Construção – Ampliação da Creche, Jardim-de-Infância e ATL do Bairro dos Arcos”; Aprovado por unanimidade a prorrogação do prazo da empreitada “Iluminação das Muralhas da Vila de Óbidos”; Aprovado por unanimidade o Plano de Segurança e Saúde para a execução da obra “Requalificação Urbana de Santa Rufina”; Aprovado por unanimidade o projecto de construção bem como a abertura de concurso por consulta prévia independentemente do valor do projecto de construção de um palco na vila de Óbidos.

JANEIRO e FEVEREIRO 2005


Desejo receber a Revista Informativa de Óbidos Nome Morada Código Postal

Localidade

e-mail: Câmara Municipal de Óbidos - Gabinete de Comunicação Lg. de São Pedro 2510-086 Óbidos

Atendimento ao Público do Executivo Presidente da Câmara Dr. Telmo Faria Horário de Atendimento: Terças-Feiras 09:00 / 13:00 - 14:00 / 17:00 Gabinete dos Vereadores José Carlos Julião Araújo Pedro José Barros Félix Horário de Atendimento: Terças-Feiras 09:00 / 13:00 - 14:00 / 17:00 Gabinete de Apoio ao Desenvolvimento Rural José Filipe Leitão Ribeiro gdrural@cm-obidos.pt Tel.: 262 959 010 Horário de Atendimento: Terças-Feiras e Quintas-Feiras 09:00 / 13:00 Por forma a facilitar o atendimento, as entrevistas deverão ser previamente marcadas. Atendimento Geral Tel.: 262 955 500 Fax: 262 955 501 geral@cm-obidos.pt Gabinete de Apoio à Presidência José Parreira Tel.: 262 955 500 gap@cm-obidos.pt

Gabinete de Apoio à Vereação Ricardo Capinha Tel.: 262 955 500 gav@cm-obidos.pt Rede de Museus e Galerias Sérgio Gorjão Tel.: 262 955 500 cultura@cm-obidos.pt Gabinete de Turismo Francisco Salvador Tel.: 262 955 558 turismo@cm-obidos.pt Gabinete de Comunicação e Design Luís Santos Félix Tel.: 262 955 540 gcomunicacao@cm-obidos.pt David Vieira / Susana Santos Tel.: 262 955 541 rio@cm-obidos.pt Gabinete de Educação Tel.: 262 955 500 Óbidos visto pelas crianças Tel.: 262 955 512 obidos.crianças@cm-obidos.pt

Casa da Música Tel.: 262 955 583 Posto de Informação de Turismo Tel.: 262 955 555 posto.turismo@cm-obidos.pt Espaço São Tiago Tel.: 262 959 947

Junta de Freguesia de A-DOS-NEGROS Tel.: 262 958 602

Complexo Desportivo Tel.: 262 955 590

Junta de Freguesia de AMOREIRA Tel.: 262 969 334

Óbidos Patrimonium E.M. Tel.: 262 955 561 Fax: 262 955 524 obidospatrimonium@iol.pt

Junta de Freguesia de GAEIRAS Tel.: 262 958 671

R.T.O. - Região de Turismo do Oeste Tel.: 262 955 060 r.t.oeste@mail.telepac.pt Bombeiros Voluntários de Óbidos Urgências Tel.: 262 959 144 Atendimento Geral Tel.: 262 959 728 Fax: 262 959 700

Ensino Recorrente Tel.: 262 955 500

Protecção Civil Tel.: 262 955 515 Fax: 262 955 516

Museu Municipal de Óbidos Tel.: 262 955 557 museu.municipal@cm-obidos.pt

Piquete Águas Tel.: 262 955 510 Tlm.: 937 400 400 piquete@cm-obidos.pt

Biblioteca Municipal de Óbidos Tel.: 262 955 556 biblioteca@cm-obidos.pt

PAC

JANEIRO e FEVEREIRO 2005

ACCCRO - Associação Comercial de Caldas da Rainha e Óbidos Tel.: 262 959 903 acccro@netvisao.pt

(Posto de Atendimento ao Cidadão)

Tel.: 262 955 522 pac@cm-obidos.pt

Junta de Freguesia de OLHO MARINHO Tel.: 262 969 103 Junta de Freguesia de SÃO PEDRO Tel.: 262 959 977 Junta de Freguesia de SANTA MARIA Tel.: 262 958 802 Junta de Freguesia de SOBRAL DA LAGOA Tel.: 262 968 630 Junta de Freguesia de USSEIRA Tel.: 262 950 588 Junta de Freguesia de VAU Tel.: 262 968 670 Para mais informações consulte a nossa página na internet em:

www.cm-obidos.pt RIO - REVISTA INFORMATIVA DE ÓBIDOS

39


RIO - REVISTA INFORMATIVA DE ÓBIDOS Ano 1 Ano 3 Nº 27 Data: Janeiro e Fevereiro 2005 Director: Presidente da Câmara Municipal de Óbidos Telmo Henrique Correia Daniel Faria Propriedade: Câmara Municipal de Óbidos Editor: David Vieira Paginação: Susana Santos Fotografia: Arquivo da Câmara Municipal de Óbidos Impressão: GTO 2000 - Soc. de Artes Gráficas, Lda. Depósito Legal 186600/02 Tiragem: 4000 Ex.

oBIDOS NOVA ILUMINACAO DAS MURALHAS  
Advertisement