Programa de atividades da Casa da Cerca 2017 - temporada fevereiro a setembro

Page 1

1


2


Em 2017 continuamos a procurar sentido e a fazer sentido. Por isso, o tema da programação do ano é “Os Cinco Sentidos”. Porque acreditamos que a arte e a criatividade são cada vez mais sensoriais, vamos apelar aos sentidos. Estamos alerta e queremos pôr-vos alerta! Vamos continuar a dar a ver Arte Contemporânea, também na sua relação com a Ciência, muito para além do que a nossa visão nos proporciona. Vamos ouvir, também o que nos parece inaudível, vamos tatear, sentir e arrepiarmo-nos, vamos provar, degustar e saborear o que a Arte nos dá. 3


4


Eixo central da programação da Casa da Cerca, as exposições que apresentamos este ano convidam-no a “ver com outros olhos” proporcionando a interação dos objetos artísticos através dos outros sentidos imediatamente menos convocados nas artes plásticas. Por isso, iniciamos este ano com a exposição PÔR O CORPO A PENSAR, na Cisterna, uma homenagem ao livro da filósofa Maria João Ceitil, comissariada por Miguel Matos, que cruza os universos da arte, da filosofia e do olfato. Na Estufa do Jardim Botânico, apresentamos uma evocação aos sentidos da autoria de Nuno Alecrim. Esta exposição, patente durante todo ano, é o resultado de um convite feito a este artista para trabalhar com recurso a materiais do Jardim. A exposição central, patente a partir de março até janeiro de 2018, intitula-se FAZER SENTIDO e apresenta obras de onze artistas, relembrando que os sentidos estão ligados à perceção, emoção, e ao conhecimento, e a outras capacidades como a memória ou a imaginação. Como é habitual, no verão apresentamos a exposição inserida no Festival de Almada, acolhendo obras do(a) artista convidado(a) pelo Festival para criar o seu cartaz. As pequenas mostras do Acervo Artístico Municipal, este ano, têm lugar na renovada Sala da Leitura do nosso Centro de Documentação e Investigação.

5


PÔR O CORPO A PENSAR 18 FEVEREIRO > 14 MAIO | CISTERNA Organização: Casa da Cerca/Vanda Piteira e Sílvia Moreira Curadoria: Miguel Matos Artistas olfativos: Anatole Lebreton (França), Antoine Lie (França), Antonio Alessandria (Itália), Antonio Gardoni (Itália), Lucas Gracia (Espanha), Sven Pritzkoleit (Alemanha). Ambiente sonoro com a voz de Ondina Pires (Portugal).

Com esta exposição, a Cisterna é um lugar para a fruição artística olfativa. PÔR O CORPO A PENSAR tem como mote o livro homónimo da filósofa Maria João Ceitil. O comissário Miguel Matos entregou um excerto deste livro a um conjunto de artistas olfativos da perfumaria de autor para que pudessem sentir as palavras e traduzir as sensações provocadas em odores. Esta instalação artística é o resultado deste desafio que cruza os universos da arte, da filosofia e do cheiro. Uma experiência sinestésica e de corpo inteiro, através de um canal sensorial pouco explorado no mundo das Artes Plásticas, o olfato. Aos odores junta-se uma instalação sonora com composição para voz de Ondina Pires.

SENTIDOS NUNO ALECRIM 18 FEVEREIRO > 8 JANEIRO 2018 | ESTUFA Organização: Casa da Cerca/Sónia Francisco

Convidado para realizar uma exposição na Estufa do Chão das Artes, Nuno Alecrim invoca os sentidos e utiliza materiais deste Jardim Botânico. Cada nicho da Estufa é dedicado a um sentido, através de uma envolvente obra gráfica minimalista. Plantas trepadeiras, flores comestíveis, plantas aromáticas, especiarias, lãs, cordas e diferentes texturas levam o visitante a descobrir qual dos cinco sentidos está representado na obra que visualiza, tornando também esta obra site specific um trabalho que vai evoluindo ao longo do ano, acompanhando as estações. Convidamo-lo a ver esta exposição, deixando-se hipnotizar pelo minimalismo dos padrões de Alecrim e sentindo-se à vontade para cheirar, ouvir, provar, tocar, olhar, sentir!

6


FAZER SENTIDO 11 MARÇO > 8 JANEIRO 2018 GALERIA PRINCIPAL, SALÃO NOBRE E GALERIA DO PÁTIO

Obra de Gabriela Albergaria

Organização: Casa da Cerca/Vanda Piteira e Emília Ferreira Curadoria: Emília Ferreira e Vanda Piteira Artistas: Amélie Ducommun, Ana Mandillo, Ana Rita António, Edgar Massul, Gabriela Albergaria, João Jacinto, João Leonardo, José Batista Marques, Pamela Golden, Pedro Pires e Susana Pires.

Exposição central da Casa da Cerca, em torno do tema anual de 2017, os Cinco Sentidos, a coletiva FAZER SENTIDO reúne obras de 11 artistas, relembrando que os sentidos estão ligados à perceção, emoção, e ao conhecimento, e a outras capacidades como a memória ou a imaginação. Apresentando Desenho, Instalação e obras de caráter escultórico, a exposição dános pistas para a discussão sobre a guerra e o medo (Pamela Golden); o sono e os sonhos, as esperanças criadas em criança e os medos que delas surgem (Ana Mandillo); a importância dos outros e a urgência de um abraço (Susana Pires); a celebração do quotidiano (José Batista Marques); a necessidade e oportunidade de contemplação (Ana Rita António); as ameaças e sobrevivência da natureza (Gabriela Albergaria e Edgar Massul); a beleza e a memória e a representação da natureza (Amélie Ducommun e João Jacinto); o corpo como lugar de conhecimento e violência, de vida e de morte (João Leonardo e Pedro Pires).

7


EXPOSIÇÃO DO 34.º FESTIVAL DE ALMADA JUNHO > 4 SETEMBRO | CAPELA Exposição de Graça Morais, 2016

Organização: Casa da Cerca/Festival de Almada

Exposição do(a) artista convidado(a) para a criação do cartaz do 34.º Festival de Almada. Desde 1997 que a Casa da Cerca colabora com o Festival de Almada para a realização da exposição individual do artista convidado pelo Festival para criar o cartaz do ano. A exposição inaugura no dia da apresentação do Festival ao público e fica patente durante todo o verão. Fruto desta parceria, já passaram pela Casa da Cerca alguns nomes como Manuel Valente Alves, Sofia Areal, Vespeira, Vera Castro, André Gomes, José de Guimarães, Pedro Calapez, Vasco Araújo, João Manuel Vieira, Adriana Molder, Graça Morais, entre outros.

INSTALAÇÃO

PROJECTO WC – WELCOME continuação do projeto 2017 Organização: Casa da Cerca/Vanda Piteira, A.C.A.S.O – Associação Cultural e Artística de uma Sociedade Original/Ana Taipas, Nuno Quá, Susana Lanceiro, Susana Vicente e PontoZurca/Sérgio Milhano

Welcome é uma instalação visual e sonora pensada para os sanitários públicos da Casa da Cerca, resultado de um desafio proposto pela Casa à A.C.A.S.O e à PontoZurca em 2016. Convidamos à descoberta de um espaço que, muito além da sua função, convoca novos imaginários e desperta os sentidos, oferecendo uma nova perceção dos limites da sua dimensão física, transportando-nos para um contexto exterior e invertendo o óbvio: ao entramos para o interior estamos a sair para o exterior. Welcome surge assim como uma extensão do jardim dentro da Casa, sendo uma experiência sensorial surpreendente. 8


ACERVO DA CASA DA CERCA

Partindo do tema central os cinco sentidos, e dando continuidade à mostra de peças do acervo artístico municipal, apresentadamos ao longo do ano na Sala de Leitura três obras enquadradas no tema. Organização: Casa da Cerca/Ana Margarida Martins

18 FEVEREIRO > 13 MAIO | SALA DE LEITURA

FRANCISCO FARRERAS Relieve n.º 500A, 2000, Relevo em madeira Peça que conjuga vários aspetos característicos da obra deste artista catalão – a textura, o volume, a luz e a cor – convocando quase todos os sentidos, e mais em particular, o tato.

20 MAIO > 9 SETEMBRO | SALA DE LEITURA

DOMINGOS LOUREIRO Cegueira V (dentro), 2011, Relevo gravura e guache sobre papel Evocando a ausência da visão, esta obra relembra a importância dos outros sentidos para a compreensão do mundo. Sugerindo o tato e a audição, nos volumes e recortes, esta peça lembra ainda a existência de vários graus de cegueira.

16 SETEMBRO > JANEIRO 2018 | SALA DE LEITURA

SOFIA AREAL Sem título, 2002, Técnica mista sobre cartolina Como se expressam as emoções? Podemos encontrá-las no equilíbrio de cores e linhas, nas tensões que sentimos entre as formas, na luz e na escuridão que as cores transmitem. Esta obra de Sofia Areal mostra-nos como elementos aparentemente simples nos despertam sensações de alegria, de frescura ou inspiram momentos de reflexão.

9


10


Esta é a segunda edição do programa de Residências Artísticas na Casa da Cerca. Este ano convidámos o artista João Dias para desenvolver um trabalho em atelier aberto usando a Cisterna como espaço de inspiração e de intervenção, tendo como tema central “Os Cinco Sentidos”. Durante duas semanas, em maio, João Dias criará uma obra na Cisterna que ficará patente até ao final do ano.

O QUE SÃO AS RESIDÊNCIAS ARTÍSTICAS NA CASA DA CERCA? As Residências Artísticas na Casa da Cerca são dirigidas a projetos no domínio das artes visuais, em particular do desenho, mas também a projetos com um carácter transdisciplinar e aglutinador de outras práticas artísticas contemporâneas. Desafia artistas para a criação de obras que possam ser produzidas no contexto da Casa, que reflitam inspiração na mesma, nos seus jardins, e no território em que se insere, tendo como ponto de partida um tema ou uma problemática.

RESIDÊNCIAS ARTÍSTICAS NA CASA DA CERCA – 2.ª EDIÇÃO CISTERNA 22 DE MAIO > 2 DE JUNHO EXPOSIÇÃO/ INSTALAÇÃO 3 DE JUNHO > JANEIRO 2018

Para saber mais sobre João Dias: http://www.joaodias.pt 11


12


Este ano, as sensações invadem todas as áreas exteriores da Casa da Cerca, desde o seu parque de estacionamento até o Jardim Botânico, convidando a deixarmo-nos levar pelos sentidos, tocando, cheirando, provando algumas das plantas, espécies e materiais aqui existentes. No Jardim dos Pintores há um novo conjunto de cores, sabores, aromas e texturas – o Jardim Sensorial. Na Estufa, a exposição de Nuno Alecrim invoca todos os sentidos usando também materiais deste Jardim. A planta que destacamos este ano é o Bambu, por ser a que imediatamente convoca vários sentidos para a sua fruição. Este ano continuamos a acolher voluntários interessados em participar nas operações de manutenção dos jardins da Casa, uma oportunidade para a ocupação de tempo livre e para aprender jardinagem. Todos os anos, o Chão das Artes – Jardim Botânico aumenta a sua coleção de plantas, como espaço vivo que é, contribuindo para o enriquecimento do projeto de investigação da relação da ciência com a arte, além de ser um aprazível espaço de lazer.

BAMBU PLANTA DO ANO 2017 O Bambu é uma das plantas que tem vindo a ser utilizada nas mais diferentes formas ao longo da História. Nas Artes Plásticas foi usada como “caneta” e para fazer papel. É fonte de inspiração na arte oriental pela sua elegância e simbologia ligada à generosidade. Os rebentos de bambus são muito apreciados na culinária. Os seus caules, de dimensões muito variadas, têm sido usados como instrumento musical pelas diferentes civilizações.

13


JARDIM SENSORIAL 18 FEVEREIRO > 8 JANEIRO 2018 | JARDIM DOS PINTORES

Em 2017 o Jardim dos Pintores é pensado a partir do tema dos cinco sentidos. É um convite às sensações. Cada canteiro é dedicado a um sentido, utilizando-se plantas e materiais inertes para o estimular. Os canteiros são atravessados por pequenos caminhos, para serem percorridos e a partir dos quais se convida a sentir o cheiro, o sabor, o som, o toque, a cor dos diferentes materiais.

MOSTRA DE TRABALHOS DA OFICINA DE DESENHO NO JARDIM ATÉ JANEIRO 2018 | ENTRADA DA ESTUFA

Desde 2012 que a Casa da Cerca organiza uma Oficina de Desenho no Jardim Botânico que se realiza no primeiro sábado de cada mês, e que tem participação livre e gratuita. Em cada sessão, a ilustradora científica Sara Simões, orientadora desta oficina, desafia os amantes do desenho a inspirarem-se no Jardim Botânico da Casa, nas suas plantas, na paisagem e em todos os seus elementos. Esta mostra apresenta uma seleção de trabalhos que foram realizados no decurso desta atividade.

VOLUNTARIADO NO JARDIM TODAS AS QUINTAS-FEIRAS

As quintas-feiras são dias de voluntariado nos jardins da Casa da Cerca. Ao longo do ano recebemos todos os jovens e adultos interessados em participar nas operações de manutenção dos Jardins – Jardim Botânico, Jardim dos Leitores e das restantes áreas exteriores. Este programa de voluntariado pretende dar oportunidade de ocupação de tempo livre a pessoas com interesse na arte da jardinagem. Horário de janeiro a maio: das 10h às 12h e das 14h às 16h Horário de junho a setembro: das 10h às 12h Orientação: Sónia Francisco Destinatários: jovens (a partir dos 12 anos) e adultos Não requer inscrição. 14


OFICINAS DE MAIO NO JARDIM

Se tem tempo livre, venha experimentar estas oficinas que se realizam todos os anos no mês de maio. O Jardim Botânico está florido e renovado para acolher estas cinco sessões em que se testam técnicas de produção de materiais de desenho a partir de plantas do jardim. Nestas sessões vamos fazer papel de várias plantas, incluindo o papiro. Vamos produzir tintas e fazer tinturaria, desenvolvendo algumas técnicas alternativas.

Frequência: às quartas-feiras - 3, 10, 17, 24 e 31 de maio (papéis, papiros, tintas, tinturaria I e tinturaria II) Horário: das 15h e às 17h Duração: 2h Orientador: Sónia Francisco Destinatários: todos (a partir dos 12 anos) Máximo de participantes: 15 Gratuito. Requer inscrição (para cada sessão).

15


16


Os Encontros com Artistas ou sobre plantas acontecem pontualmente dando-nos possibilidade de sabermos mais sobre as temáticas apresentadas, ou sobre a vida e obra de um artista. São sessões em que se propõe também uma conversa livre entre os oradores e os participantes.

ENCONTROS COM ARTISTAS

ENCONTROS SOBRE PLANTAS

SÁBADO, 1 DE ABRIL, 16H DA ARTE AO OLFATO Conversa com Miguel Matos, Ondina Pires e Lucas Gracia no âmbito da

Três momentos de partilha distribuídos ao longo do ano, irão abordar os cinco sentidos, partindo de algumas plantas do Jardim, ligando-as com aspetos artísticos, científicos, históricos e literários.

exposição Pôr o Corpo a Pensar Pôr o Corpo a Pensar é uma exposição que parte da filosofia para chegar ao canto, ao cheiro e à arte olfativa. O curador Miguel Matos explica o conceito e o porquê de um perfume poder ser arte contemporânea. O perfumista Lucas Gracia demonstra os reinos vegetal e animal, dando a cheirar matérias-primas surpreendentes. A performer Ondina Pires conta-nos como se passa de um cheiro a uma voz. Duração: 1h Destinatários: jovens e adultos Local: auditório Gratuito. Não requer inscrição.

DOMINGO, 14 DE MAIO, 15H DO AROMA AOS SENTIDOS

Nesta conversa iremos tratar da importância dos aromas na perceção do mundo que nos rodeia e do olfato enquanto desencadeador de memórias antigas. Terá uma componente prática onde se vai demonstrar a importância dos aromas na apreciação dos alimentos e onde cada participante preparará um perfume personalizado. Orientação: João Paulo Noronha (Faculdade de Ciências e Tecnologia/UNL) Duração: 2h Destinatários: adultos Local: auditório Máximo de participantes: 14 Gratuito. Requer inscrição.

Orientação: Emília Ferreira e Sónia Francisco Duração: 1h Destinatários: jovens e adultos Local: auditório Gratuito. Não requer inscrição.

SÁBADO, 18 DE FEVEREIRO, 16H

BAMBU, planta de uso transversal e inspiração oriental, tem vindo a ser utilizada como ornamental, alimento, instrumento sonoro, papel, caneta e matéria–prima para grandes construções.

SÁBADO, 22 DE ABRIL, 16H

NENÚFAR, planta com flores de grande suavidade, proporcionando reflexos únicos, o seu aroma discreto e a sua aparência frágil têm sido interpretados por diversos artistas ao longo da história.

SÁBADO, 16 DE SETEMBRO, 16H

FIGUEIRA, planta utilizada desde a antiguidade quer pela sensação de frescura que proporciona, pelo aroma inconfundível mas essencialmente pelos frutos deliciosos que produz.

17


18


No ano em que queremos abordar os cinco sentidos na Arte, criámos o programa OBRA ABERTA que promove a fruição aprofundada de uma obra ou de um conjunto de obras de uma exposição, mediante experiências proporcionadas por outros campos artísticos, como a poesia, a música, a dança, multiplicando os sentidos da leitura da peça ou peças escolhidas por cada artista convidado.

AGENDA 11 DE MARÇO . 18H30 GALERIA PRINCIPAL DE EXPOSIÇÕES

Fernando Mota [Música] a partir da obra de Gabriela Albergaria

22 DE ABRIL . 17H ESTUFA DO JARDIM BOTÂNICO

Jeffery Davis [Música] a partir da obra de Nuno Alecrim

21 DE MAIO . 17H GALERIA PRINCIPAL DE EXPOSIÇÕES

Susana Pires [Inscrição poética] a partir da obra de Susana Pires

17 DE JUNHO. 11H GALERIA PRINCIPAL DE EXPOSIÇÕES

Ana Mandillo [Experiências com luz] a partir da sua obra na exposição

8 DE JULHO. 17H GALERIA PRINCIPAL DE EXPOSIÇÕES

Teresa Carneiro [Desenho aberto] a partir da obra de João Jacinto

19 DE AGOSTO. 17H PÁTIO

Joana Patrício [Contadora de estórias] a partir da obra de João Leonardo

23 DE SETEMBRO. 17H GALERIA PRINCIPAL DE EXPOSIÇÕES

[Gastronomia] a partir da obra de José Batista Marques

19


20


A Casa da Cerca completa vinte anos de serviço educativo e este ano apresenta uma programação criativa e diversa que nos desafia a fruir das exposições e do Jardim através de atividades educativas que nos proporcionam uma maior reflexão e compreensão dos conteúdos aqui apresentados e também a experimentação e a exploração de processos criativos. Neste programa encontramos uma variada oferta de iniciativas para os públicos escolares e para os grupos organizados, desde visitas, a visitas-jogo e a oficinas com incidência nas exposições patentes e no Jardim, adaptadas a cada nível de ensino. Aos fins de semana, a oferta é sobretudo para jovens e adultos e para famílias, desde a Oficina de Desenho no Jardim, às visitas orientadas à Casa, às exposições e ao Jardim, a visitasjogo “Casa com Jardim” e às Oficinas temáticas para famílias. Este ano apresentamos uma novidade: a Oficina de Desenho na Exposição, que acontece mensalmente no último sábado do mês. Destina-se a todos os que gostam de desenhar e não requer qualquer tipo de formação na área. As férias artísticas escolares, na primavera e no verão, são uma boa opção para quem tem crianças dos 6 aos 12 anos de idade. No verão a oferta estende-se também aos jovens dos 13 aos 17 anos. Em parceria com a associação A.C.A.S.O. desenvolvemos um programa de Formação Especializada, com cursos e workshops em várias áreas. Este ano voltamos a Pular a Cerca, com a participação na Festa do Centro Cívico de Caparica, nos dias 26 e 27 de Maio.

21


ESCOLAS E GRUPOS ORGANIZADOS VISITAS E OFICINAS DE TERÇA A SEXTA VISITAS ORIENTADAS ÀS EXPOSIÇÕES

Uma visita a uma das exposições patentes (ver páginas 4 a 7), adequada aos interesses do grupo. Fale connosco e ajude-nos a ir ao encontro do seu objetivo. Horário: quartas e sextas, às 10h30 ou às 14h30 Duração: 1h Orientação: Emília Ferreira Destinatários: Secundário, Universitário e Sénior. Gratuito. Requer inscrição.

VISITAS - JOGO ÀS EXPOSIÇÕES (SENTIR, PENSAR E INTERPRETAR)

Cada obra de arte abre um mundo de possibilidades. Através de diversas modalidades expressivas, vamos experimentar diferentes exercícios de interpretação criativa, com o propósito de revelar o universo de cada artista e de ampliar o nosso. Horário: terças e quintas, às 10h30 ou às 14h30 Duração: 1h30 Orientação: Mário Rainha Campos Destinatários: Pré-escolar, 1.º, 2.º e 3.º ciclo e grupos com necessidades educativas especiais. Gratuito. Requer inscrição.

22


OFICINA DE RETRATO COM CÂMARAS DE DESENHAR

A Câmara de Desenhar é uma Câmara Obscura Ótica, a “mãe” da câmara fotográfica e de vídeo. Foi desenvolvida para facilitar o desenho de observação, permitindo que qualquer um consiga traduzir a realidade visível para duas dimensões com rigor de proporções e de perspetiva. Venham experimentá-la! Frequência: primeira semana de cada mês, às terças, quartas e quintas Horário: 10h30 ou às 14h30 Duração: 2h Orientação: Mário Rainha Campos Destinatários: 3.º ciclo, Secundário, Universitário, Sénior e grupos com necessidades educativas especiais. Gratuito. Requer inscrição.

VISITAS ORIENTADAS AO CHÃO DAS ARTES - JARDIM BOTÂNICO

Visita orientada a este Jardim que desde 2001 explora a ligação entre a Ciência e a Arte, pela existência de plantas cujos componentes originam materiais que dão corpo e forma à realização artística. A videira de onde se faz o carvão; o linho e o algodão, dos quais se extraem fibras para o fabrico de telas, a ruiva-dos-tintureiros de onde se obtém o vermelho são exemplos das espécies que podem ser vistas neste espaço. Horário: quartas e sextas, às 10h30 ou às 14h30 Duração: 1h Orientação: Sónia Francisco Destinatários: 2.º e 3.º ciclos. Secundário, Universitário e Sénior. Gratuito. Requer inscrição.

VISITAS - JOGO AO CHÃO DAS ARTES - TINGIR À MARTELADA

Uma divertida visita ao Jardim e às suas espécies botânicas. Querem descobrir como está organizado este jardim botânico e porquê? Das plantas que encontrarmos, conheceremos algumas características e utilizações nas artes plásticas. No final, com os exemplares que recolhermos, vamos criar tingindo à martelada. Horário: terças e quintas, às 10h30 ou às 14h30 Duração: 1h30 Orientação: Mário Rainha Campos Destinatários: Pré-escolar, 1.º ciclo e grupos com necessidades educativas especiais. Gratuito. Requer inscrição.

23


ATIVIDADES DE FIM DE SEMANA VISITAS E OFICINAS MENSAIS VISITAS ORIENTADAS CASA COM JARDIM

Um convite para vir beber um chá na nossa Casa. Enquanto bebericamos uma tisana produzida com plantas do nosso Jardim, percorremos as várias áreas da Casa e revelamos alguns pormenores da sua história e da antiga propriedade, dando a conhecer aquilo que hoje este Centro de Arte Contemporânea tem para oferecer. Frequência: segundo sábado de cada mês (11 de fevereiro de 2017, 11 de março, 13 de maio, 12 de agosto, 9 de setembro) Horário: das 16h às 17h Orientador: Sílvia Moreira Destinatários: todos Gratuito. Não requer inscrição.

VISITAS - JOGO CASA COM JARDIM

Se gostam de aventuras em equipa, esta visita-jogo é para vocês! A Casa da Cerca e o seu jardim têm recantos encantadores, histórias e enigmas à espera de serem descobertos, partilhados e desenhados! Para tal, convidamos equipas duplas (uma criança e um adulto) a explorarem a Casa da Cerca através de um jogo de pistas tipo “caça ao tesouro” e do livro Casa com Jardim. Os participantes só precisam de trazer consigo energia, espírito de equipa, curiosidade e vontade de descoberta. Frequência: sábados de 8 de abril e 8 de julho Horário: 15h Duração: 2h Orientação: Sílvia Moreira Destinatários: todos (equipa de adulto e criança a partir dos 6 anos) Gratuito. Requer inscrição.

24


VISITAS ORIENTADAS AO CHÃO DAS ARTES

Um convite para conhecer o Chão das Artes - Jardim Botânico, o seu conceito, a sua coleção de plantas, os usos dessas plantas nas artes plásticas e as dinâmicas cromáticas/sazonais do jardim. Frequência: último sábado de cada mês (25 de fevereiro, 25 de março, 29 de abril, 27 de maio, 29 de julho, 26 de agosto, 30 de setembro) Horário: das 15h às 16h Orientador: Marta Oliveira Destinatários: todos Gratuito. Não requer inscrição.

VISITAS ORIENTADAS ÀS EXPOSIÇÕES

No último fim-de-semana de cada mês, fazemos uma visita às exposições patentes (ver páginas 4 a 7), na qual poderá saber mais sobre cada projeto expositivo e sobre a vida e obra de cada artista. Venha inspirar-se com as nossas exposições. Frequência: último sábado de cada mês (25 de fevereiro, 25 de março, 29 de abril, 27 de maio, 29 de julho, 26 de agosto, 30 de setembro) Horário: das 16h às 17h Orientador: Sílvia Moreira Destinatários: todos Gratuito. Não requer inscrição.

SESSÕES DE DESENHO NA EXPOSIÇÃO

Coordenemos os olhos e a mão para explorar diversas técnicas de ilustração. Experimentemos olhar com olhos de ver a essência das coisas que desenhamos. Nestas sessões de livre experimentação encaremos o erro como parte do processo criativo e como oportunidade de aprendizagem e crescimento. Frequência: último sábado de cada mês (25 de março, 29 de abril, 27 de maio, 29 de julho, 26 de agosto, 30 de setembro) Horário: das 17h às 18h Orientação: Marc Parchow Destinatários: todos (a partir dos 12 anos) Gratuito. Não requer inscrição.

SESSÕES DE DESENHO LIVRE NO JARDIM

Estas sessões de desenho realizadas no Chão das Artes terão o jardim como tópico de inspiração do desenho. Encontro informal de desenho de observação, focado preferencialmente no património vegetal do jardim e nas suas mudanças sazonais. Captar as sombras, desenhar folhas, árvores, pássaros, reflexos, naturezas mortas... Abertas a participantes de qualquer idade e nível de experiência. Frequência: primeiro sábado de cada mês Horário: das 15h às 17h Orientador: Sara Simões Destinatários: todos (a partir dos 12 anos) Gratuito. Não requer inscrição.

25


ATIVIDADES DE FIM DE SEMANA OFICINAS PARA FAMÍLIAS Os terceiros sábados do mês são dias de descontração e de inspiração para os que queiram experimentar e aprender de forma criativa com a família ou com amigos.

18 DE MARÇO OFICINA PERFUMES DO JARDIM

Com que plantas do jardim podemos fazer perfumes? Com a primavera à porta, muitas plantas estão a florescer e os seus odores andam no ar! Nesta oficina experimentalista vamos explorar os cheiros de algumas plantas do Chão das Artes e descobrir como estas se podem transformar em águas florais, unguentos e óleos perfumados. Tragam três pequenos frascos lavados e vazios para os levarem cheios de perfumes do jardim! Horário: das 15h às 17h Orientação: Fernanda Botelho Destinatários: famílias (crianças a partir dos 6 anos acompanhadas por um adulto) Máximo de participantes: 14 (7 equipas) Gratuito. Requer inscrição.

20 DE MAIO OFICINA DAS ÁRVORES E DOS AVÓS

Uma árvore é: “uma viola a tocar melodias?”, “Alguém que está sempre a olhar para nós e que nos guarda para sempre na sua memória? “A melhor confidente dos animais?”. Nesta oficina, seguiremos um percurso pelo Chão das Artes que traça, pela palavra e desenho, uma cartografia real ou imaginada das plantas do jardim, e da fauna e da flora que as acompanharam. Vamos conhecer árvores que vieram de outros países do mundo, os seus nomes comuns e científicos e algumas das suas potencialidades naturais. Há árvoresbiblioteca onde podemos estar sentados a ler, árvores habitadas por dragões, 26


árvores musicais. Vamos ler as árvores e desenhar com os sentidos, criar um herbário ilustrado e poético. Horário: das 15h às 16h30 Orientação: Marina Palácio Destinatários: famílias (crianças a partir dos 6 anos acompanhadas por um adulto) Máximo de participantes: 20 (10 equipas) Gratuito. Requer inscrição.

15 DE JULHO OFICINA JARDIM POEMA

Nesta visita-oficina, descobrir poesia no jardim e jardins na poesia serão desafios para criar novos sentidos. Num primeiro momento, faremos um percurso pelo Chão das Artes e, a par e passo, serão lidos poemas sobre o que se está a sentir em cada paragem. A seguir, cada participante fará um pequeno jardim hortícola portátil que, além de plantas e sementes irá também “plantar”, criativamente, fragmentos de poemas lidos na tertúlia. No final, levará consigo o seu jardim-poema do Chão das Artes, para continuar a cuidar. Horário: das 15h às 17h Orientação: Sílvia Moreira e Ana Teresa Magalhães (Andaime Cooperativa Cultural) Destinatários: famílias (crianças a partir dos 6 anos acompanhadas por um adulto) Máximo de participantes: 14 (7 equipas) Gratuito. Requer inscrição.

19 DE AGOSTO OFICINA TEXTURA DE ÁRVORES

A partir de uma visita ao jardim, vão-se conhecer melhor algumas árvores e recolher as texturas dos seus troncos em pedaços de barro com vista à identificação das diferentes espécies de árvores através da superfície dos seus troncos. Horário: das 15h às 17h Orientação: Inês Salgado Destinatários: famílias (crianças a partir dos 6 anos acompanhadas por um adulto) Máximo de participantes: 14 (7 equipas) Gratuito. Requer inscrição.

16 DE SETEMBRO OFICINA DE TINTAS E ESTAMPAGENS

Nesta oficina vamos fazer tintas com plantas do jardim, tintas castanhas de nozes, amarelas de açafrão da Índia, azuis de lírios. Com elas faremos estampagens em que os carimbos serão frutas ou outros elementos do jardim. Horário: das 15h às 17h Orientação: Marta Oliveira Destinatários: famílias (crianças a partir dos 6 anos acompanhadas por um adulto) Máximo de participantes: 14 (7 equipas) Gratuito. Requer inscrição.

27


ATIVIDADES DE FIM DE SEMANA OFICINAS PARA A 1.ª INFÂNCIA OFICINA BIG BANG BOOM! DESENHO PARA PAIS E FILHOS NA 1.ª INFÂNCIA

Ao longo das estações deste ano, vamos realizar quatro oficinas BIG BANG BOOM! São encontros entre a 1.ª infância e o Desenho onde vamos homenagear a Natureza como Mestra das Artes. Com tintas comestíveis, água, luz ou barro… e com pincéis gigantes, esponjas, carimbos, dedos, mãos, pés ou o corpo todo… desenharemos o exato momento da criação, com toda a energia do universo em expansão. Estes primeiros desenhos livres e espontâneos serão o registo do movimento de corpos em crescimento, explorando os cinco sentidos. Pontos, linhas, formas, cores, e texturas, entrarão na nossa biblioteca de descobertas. Venham daí desenhar a vida a acontecer! Horário: das 15h às 17h Local: Ateliê da Casa da Cerca Orientação: Margarida Botelho Destinatários: famílias com crianças dos 1 aos 3 anos Máximo de participantes: 14 (7 adultos + 7 crianças) Gratuito. Requer inscrição online mediante preenchimento de formulário.

22 DE ABRIL OFICINA DA PRIMAVERA

Esta oficina terá como inspiração o elemento ÁGUA. Em abril, também haverá desenhos mil! No ateliê transformado numa gigante folha de papel, vamos usar cores primárias aguareláveis. Com elas dançaremos no espaço até que se encontrem e chamaremos a água para as misturar. Inesperadas surpresas irão acontecer quando muitas outras cores começarem a nascer. Inscrições a partir de 3 de abril 28


22 DE JULHO OFICINA DO VERÃO

Esta oficina terá como inspiração e expiração o elemento AR. Para celebrar o Verão vamos fazer uma grande festa do desenho. Frutas e vegetais irão transformar-se em tintas comestíveis; doces, amargas ou salgadas serão sopradas sobre o papel. Ao som da música, o Desenho andará pelos ares, numa sala de portas e janelas abertas para o jardim.

23 DE SETEMBRO OFICINA DO OUTONO

Esta oficina terá como inspiração o elemento TERRA. No equinócio do Outono vamos descobrir o barro onde gravaremos a forma das mãos e dos pés. Vamos desenhar com terras de muitas cores e fazer monotipias. No final faremos tantas impressões de texturas quantas as folhas que no outono caiem no jardim. Inscrições a partir de 3 de setembro

Inscrições a partir de 3 de julho

FÉRIAS ESCOLARES

FÉRIAS DE PRIMAVERA APRENDEMOS JUNTOS Nesta aventura artística vamos criar uma pintura mural coletiva a celebrar os 20 anos do serviço educativo da Casa da Cerca. Inspirados na exposição FAZER SENTIDO e no Chão das Artes - Jardim Botânico, desafiamos-te a explorar os sentidos do corpo e da imaginação, e a expressar essas experiências sensoriais através de escrita caligráfica cuidada. Usaremos pincéis e tintas de parede para pintar à grande o nosso lema - Aprendemos Juntos! Datas: 5, 6 e 7 de abril (6 aos 9 anos); 11, 12 e 13 de abril (10 aos 12 anos) Horário: das 10h às 17h30 Orientação: Mário Rainha Campos e Sílvia Moreira Destinatários: 6 aos 9 anos; 10 aos 12 anos Máximo de participantes: 14 Gratuito. Requer inscrição online mediante preenchimento de formulário, a partir de 7 de março, em www.m-almada.pt/feriasnacasadacerca. Observações: os participantes podem trazer almoço ou almoçar com os orientadores da atividade na Cafetaria da Casa da Cerca pelo custo de 5€ 29


FÉRIAS DE VERÃO JARDIM SENSORIAL - HERBÁRIO CRIATIVO VII

Como sempre, será sorteada uma planta por cada participante para que, ao longo de uma semana, cada um possa aumentar o seu conhecimento de botânica através de atividades de desenho e pintura. A criação dos exercícios continuará a inspirar-se nas técnicas e conceitos das obras apresentadas na exposição principal, que este ano estimulará os cinco sentidos. Nesta fantástica Casa com Jardim, pequenos grupos de diversos níveis etários vão testar novos enunciados criados a propósito da exposição FAZER SENTIDO e assim experimentaremos com alegria novas atividades que poderão vir a integrar a nossa oferta regular para o público escolar. Datas: 26 a 30 de junho (6 aos 9 anos); 3 a 7 de julho (10 aos 12 anos); 17 a 21 de julho (13 aos 17 anos); Horário: das 10h às 17h30 Orientação: Mário Rainha Campos e Sílvia Moreira Destinatários: 6 aos 9 anos; 10 aos 12 anos; 13 aos 17 anos; Máximo de participantes: 14 Gratuito. Requer inscrição online mediante preenchimento de formulário, a partir de 1 de junho, em www.m-almada.pt/feriasnacasadacerca. Observações: os participantes podem trazer almoço ou almoçar com os orientadores da atividade na Cafetaria da Casa da Cerca pelo custo de 5€

30


FORMAÇÃO ESPECIALIZADA

OFICINA DE CONSTRUÇÃO DE LIVRO COM COSTURA À PORTUGUESA

Um livro caracteriza-se por conter documentos ou textos numa encadernação, esta pode ser diferenciada e valorizada em função da importância dos seus conteúdos, constituindo uma unidade de preservação e difusão do conhecimento. Nesta ação de formação, cada participante terá a oportunidade de executar um livro com costura à portuguesa sobre fitas. Permitindo compreender todo o processo de construção de um livro, conhecer as suas partes constituintes e respetiva nomenclatura. Data: 24 de março Horário: das 10h às 17h Duração: 5h Organização: Mão de Papel e Casa da Cerca/Centro de Documentação e Investigação Mestre Rogério Ribeiro Formadora: Helena Nunes Destinatários: todos os interessados Máximo de inscrições: 12 (mínimo 5). Inscrições até 21 de março. Preço: 30€

31


OFICINA DE AGUARELA - TÉCNICAS BÁSICAS

Nesta formação aprenderemos a gerir a água, o pigmento e o tempo na técnica de aguarela. Representaremos objetos esféricos com uma ampla gama de gradientes. Serão feitas experiências com papel seco, húmido e molhado. Compararemos misturas de cores na paleta e em sobreposição no papel. Data: 8 e 29 de abril Horário: das 14h30 às 17h30h Duração: 6h Organização: A.C.A.S.O e Casa da Cerca Formadora: Sara Simões Destinatários: todos (a partir dos 12 anos) Máximo de inscrições: 15 (mínimo 10). Inscrições até 5 de abril. Preço: 35€

OFICINA DE AGUARELA BOTÂNICA I

Nesta formação mais aplicada à botânica, aprenderemos a representar dando maior atenção à iluminação e à profundidade, através da definição, nível de acabamento e hierarquia da informação no desenho. Através do faseamento da aguarela vamos descobrir como resolver problemas específicos dos verdes e das cores claras. Data: 8 e 29 de julho Horário: Das 14h30 às 17h30h Duração: 6 horas Organização: A.C.A.S.O e Casa da Cerca Formadora: Sara Simões Destinatários: jovens e adultos Máximo de inscrições: 15 (mínimo 10). Inscrições até 5 de julho. Preço: 35€

OFICINA DE JÓIAS DE PAPEL

Vamos estudar os procedimentos básicos para criação e execução de uma jóia. Inspirados no jardim, faremos estudos para produzir uma jóia em papel. Data: 30 setembro e 1 de outubro Horário: das 14h30 às 17h30 Duração: 6h Organização: A.C.A.S.O e Casa da Cerca Formadora: Nádia Torres Destinatários: adultos Máximo de inscrições: 15 (mínimo 10). Inscrições até 27 de setembro. Preço: 35€

32


PULAR A CERCA

Durante os dias 26 e 27 de maio pularemos a Cerca para realizar o projeto “Em Cada Rosto Igualdade - Oficinas de Retrato com Câmara de Desenhar”, no âmbito da festa de dinamização do Centro Cívico de Caparica.

33


FESTA DA CASA DA CERCA UM FESTA DOS SENTIDOS! Um apelo aos cinco sentidos, é o que propomos neste dia de Festa. Nesta 9.ª edição pode encontrar aqui exposições, visitas, oficinas, música, performances e muitas mais surpresas. 17 DE JUNHO DAS 10H ÀS 02H Entrada gratuita

Programa da Festa atualizado em www.facebook.com/festadacasadacerca 34


HÁ MÚSICA NA CASA DA CERCA

Esta é a 3.ª edição do programa HÁ MÚSICA NA CASA DA CERCA, desenvolvido pela Casa da Cerca em parceria com a PontoZurca, editora e produtora discográfica sediada em Almada. Decorre entre março e setembro em vários espaços da Casa, apresentando uma seleção musical eclética em dois formatos: Música nas Exposições e Concertos ao Pôr-do-Sol. CONCERTOS AO PÔR-DO-SOL

MÚSICA NAS EXPOSIÇÕES

DATAS:

DATAS:

Realizam-se no Parque de Escultura da Casa da Cerca e convidam a disfrutar da bela vista sobre o Tejo acompanhada de música: uma playlist de um convidado e um concerto ao vivo. (último sábado do mês/mensal) 27 de maio 23 de junho (excepção) 29 de julho 26 de agosto 30 de setembro

Pequenas composições musicais respondem a uma obra (ou conjunto de obras) de um artista plástico, promovendo um diálogo entre as artes e desencadeando diferentes leituras das obras, estimulando, assim, outros sentidos. 11 de março às 18h30 Galeria principal de exposições 22 de abril às 17h Estufa do Jardim Botânico

Playlist – 19h Concerto – 21h30 Agenda de concertos atualizada em www.facebook.com/hamusicanacasadacerca 35


36


37


38


DESTAQUES DA PRÓXIMA TEMPORADA: SETEMBRO DE 2017 A JANEIRO DE 2018 EXPOSIÇÃO EM PARCERIA COM O FESTIVAL AMADORA BD 30 SETEMBRO > 8 JANEIRO 2018 CURSO LIVRE | OS CINCO SENTIDOS E A ARTE 4, 11, 18 E 25 OUTUBRO FEIRA DO LIVRO 02 > 17 DEZEMBRO 39


PRODUTOS CASA DA CERCA

Livro infantil Casa com Jardim Texto de Emília Ferreira e Desenhos de Fernanda Fragateiro

Canecas Acervo de Arte da Casa da Cerca Pedro Calapez Estudos Trabalhos do Olhar (conj. 4) 2000

40

Canecas Acervo de Arte da Casa da Cerca Vera Castro Sem título 2002


Catálogos das exposições Disponíveis para aquisição na Receção da Casa da Cerca ou para consulta no Centro de Documentação e Investigação.

Postais do Acervo de Arte da Casa da Cerca Vários artistas 41


42


CASA DA CERCA A Casa da Cerca – Centro de Arte Contemporânea é um equipamento cultural da Câmara Municipal de Almada. Instalado numa antiga quinta de recreio setecentista, abriu ao público a 18 de novembro de 1993. A sua missão é investigar e divulgar a arte contemporânea, com enfoque na disciplina do desenho, estudando-o, expondo-o, ensinando a ver e a praticá-lo. Programa atividades e eventos complementares no campo das artes plásticas mas também de outras áreas artísticas. O CHÃO DAS ARTES JARDIM BOTÂNICO Inaugurado em junho de 2001, o Jardim Botânico tem desenvolvido um projeto que explora a ligação entre a Ciência e a Arte, pela existência de uma coleção de plantas cujos componentes vegetais originam materiais que dão corpo e forma à prática artística. CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO E INVESTIGAÇÃO MESTRE ROGÉRIO RIBEIRO Localizado no edifício da Casa da Cerca, o Centro de Documentação e Investigação recolhe e sistematiza informação em torno da Arte Contemporânea, sendo o seu fundo documental centrado sobretudo na arte portuguesa. Aberto a toda a comunidade, é dirigido essencialmente a professores, investigadores e estudantes dos vários graus de escolaridade.

43


INFORMAÇÕES GERAIS HORÁRIOS Exposições De terça a sexta – 10h às 18h Sábado e domingo – 13h às 18h [última entrada: 17h45] Encerra segundas e feriados O Chão das Artes – Jardim Botânico De terça a sexta – 10h às 18h Sábado e domingo – 13h às 18h [última entrada: 17h45] Encerra segundas e feriados Centro de Documentação e Investigação Mestre Rogério Ribeiro De terça a sexta – 10h às 12h30 e das 14h às 17h Encerra segundas e feriados Coisas Degostar – Cafetaria De terça a sexta – 10h às 18h Sábado e domingo – 13h às 18h Encerra segundas e feriados [O horário de funcionamento da Cafetaria é alargado quando estão previstas atividades fora do horário de funcionamento da Casa da Cerca] MARCAÇÃO DE ATIVIDADES De terça a sexta – 10h às 18h Tel. 212 724 950/60 casadacerca@cma.m-almada.pt PREÇOS A entrada na Casa da Cerca e nos Jardins e a maioria das atividades são gratuitas. Alguns workshops e oficinas são pagos. A maioria dos workshops e oficinas requerem marcação prévia, quer sejam gratuitos ou pagos. As inscrições devem ser efetuadas com o mínimo de uma semana de antecedência. COMO CHEGAR Coordenadas GPS Latitude: N 38º 41.014’ Longitude: W 9º 09.554’ Transportes públicos Barcos Transtejo com destino a Cacilhas (com caminhada pelo Ginjal e subida no elevador panorâmico) Autocarros TST (paragem Praça S. João Baptista) e Metro Sul do Tejo (paragem Praça S. João Baptista) ESTACIONAMENTO Parque de estacionamento limitado. Parques de estacionamento mais próximos: Rua Conde Ferreira e Rua Capitão Leitão CONTACTOS Rua da Cerca, 2800-050 Almada T. 212 724 950 E. casadacerca@cma.m-almada.pt W. www.m-almada.pt/casadacerca

44


EQUIPA DIREÇÃO Vanda Piteira EXPOSIÇÕES Alexandra Canelas Emília Ferreira Sílvia Moreira (colaboradora externa) O CHÃO DAS ARTES - JARDIM BOTÂNICO Sónia Francisco EQUIPA DE JARDINAGEM E MANUTENÇÃO DE ESPAÇOS EXTERIORES Ana Rosa Ruano Emília Costa Ferreira Fátima Tavares Paula Fonte Isabel Fonseca Lurdes Calado SERVIÇO EDUCATIVO Emília Ferreira Mário Rainha Campos Sónia Francisco Colaboradores externos Marc Parchow Marta Oliveira Sara Simões Sílvia Moreira CENTRO DE DOCUMENTAÇÃO E INVESTIGAÇÃO MESTRE ROGÉRIO RIBEIRO Ana Margarida Martins Elisa Teodoro Isabel Ferreira COMUNICAÇÃO Vanda Piteira Paula Freire Paulina Coelho Carolina Madeira (estagiária) SECRETARIADO Carla Novais Teresa Sequeira RECEÇÃO Carla Novais Elisa Teodoro Victor Borges MONTAGEM DE EXPOSIÇÕES E ASSISTÊNCIA OPERACIONAL Victor Borges Div. de Manutenção e Logística da CMA

PARCEIROS:

ORGANIZAÇÃO:

45


A PROGRAMAÇÃO AQUI APRESENTADA PODERÁ ESTAR SUJEITA A ALTERAÇÕES, POR MOTIVOS IMPREVISTOS. 46


47


48