Page 1

{

1

MONTEMOR-O-VELHO


MISSÃO NO ConventO CONVENTO DE NOSSA SENHORA DOS ANJOS } MONTEMOR-O-VELHO 1 JUNHO A 1 SETEMBRO 2013

PROGRAMA>

MISSÃO NO CONVENTO

{

2

junho

organização citec - centro de iniciação teatral esther de carvalho apoio câmara municipal de montemor-o-velho

2013

julho


1 JUNHO. [SÁBADO] . 21h30

Sessão de abertura oficial da programação no Convento dos Anjos.

Conversas no Convento convento de n.ª senhora dos anjos Orientada por Correia Góis, seguida de uma visita guiada ao Convento.

2 JUNHO. [DOMINGO] . 21h30 TEATRO NO CONVENTO «AUTO DA ÍNDIA»

agosto

{

3

MONTEMOR-O-VELHO

de Gil Vicente (45m), pelo grupo Trailaró – Teatro A.C.S.S. do Casal Cimeiro (Soure). Este grupo de teatro tem 1970 como primeiro registo e desde de 1995 que mantém um trabalho regular no panorama cultural do Concelho de Soure.

setembro>


8 A 23 JUNHO. QUARTEIRÃO PRIMAVERA

Actividades coordenadas pelo Teatro dos Castelos (workshops, vídeo mapping).

28, 29 E 30 JUNHO. [SEXTA A DOMINGO]. 21h30 TEATRO NO CONVENTO «A MISSÃO»

Estreia e apresentação da versão teatral de “A Missão”, de Ferreira de Castro, pelo CITEC. A 50ª produção do CITEC é concebida para o Claustro do Convento de Nossa Senhora dos Anjos, integrada no projecto Teatro e Comunidade e pretende ser um contributo para a recuperação deste espaço nobre de Montemor-o-Velho, no âmbito do qual se insere toda a programação cultural que se vai realizar lá de 1 de Junho e a 1 de Setembro de 2013.

MISSÃO NO CONVENTO

{

4

junho

julho


5 JULHO. [SEXTA]. 21h30 TEATRO NO CONVENTO «A TABACARIA»

de Álvaro de Campos, uma criação de Leonor Barata pelo Projecto D.

6 JULHO. [SÁBADO]. 21h30 MÚSICA NO CONVENTO «CANTO E GUITARRA DE COIMBRA»

com José Vilhena (voz), Ricardo Dias (guitarra portuguesa), Ricardo J. Dias (acordeão) e Luis Ferreirinha (viola).

{

5

Espectáculo pelo coro Vozes de Montemor e Tributo as Orquestras de Montemor

agosto

MONTEMOR-O-VELHO

7 JULHO. [DOMINGO]. 21h30 MÚSICA NO CONVENTO «VOZES DE MONTEMOR»

setembro>


12 JULHO. [SEXTA]. 21h30 CONVERSAS NO CONVENTO «ESTHER DE CARVALHO»

MISSÃO NO CONVENTO

{

6

“Esther de Carvalho” será o tema desta conversa orientada por Mário José Silva, que será complementada por entremezes e rábulas. Símbolo do inconformismo da mulher, perante os cânones clássicos das leis sociais, Esther de Carvalho se vivesse hoje, “com a voluntariedade da sua índole buliçosa e a sua ilustração”, seria apontada por muitos como um exemplo a seguir. Pois, “em todos os tempos, o mundo sempre perdoou, acertada ou errada¬mente, os deslizes aos que têm verdadeiro talento, e este jamais deixará de ser glorificado.”

junho

julho


13 JULHO. [SÁBADO]. 21h30 TEATRO NO CONVENTO «CORRE MÃE! CORRE!»

pelo Leirena Teatro, companhia cujo pensamento artístico está focado na cultura e na história da sua região e da sua população, criando espetáculos a pensar para quem e para onde. Em CORRE MÃE! CORRE! pretende-se apresentar um espetáculo que deambula nos cantares, trajes e ofícios populares do nosso distrito, cujo trama está fortemente ligada à Batalha de Aljubarrota, acontecimento histórico que afirma Portugal enquanto nação.

{

7

Ensaio aberto de “Arruinados” pelo O Teatrão, projecto Ruínas do Mondego. Este Verão, o habitual espetáculo de teatro de rua d’O Teatrão é composto por três episódios, apresentados em três lugares distintos. O primeiro episódio é em Coimbra, no Colégio da Trindade; o segundo episódio é na Quinta das Pretas, em Verride; e o último episódio é na Figueira da Foz, no porto comercial. agosto

MONTEMOR-O-VELHO

14 JULHO. [DOMINGO]. 18h TEATRO NO CONVENTO «ARRUINADOS»

setembro>


19 JULHO. [SEXTA]. 21h30 TEATRO NO CONVENTO «OS AVISOS DO SACRISTÃO»

pelo O Celeiro de Pereira. (30m) O Celeiro é criado em 1999 a partir da Associação Desportiva Cultural e Recreativa de Pereira, Associação sem fins lucrativos, com sede na Vila Pereira, concelho de Montemor-o-Velho. Surge para proporcionar à comunidade um espaço de diálogo artístico, formação e debate, oferecendo uma programação cultural que conquiste novos públicos de teatro. Com isto pretendem manter as raízes populares e tradicionais, o enriquecimento dos seus habitantes e a promoção da Vila de Pereira.

19 JULHO. [SEXTA]. 21h30 música NO CONVENTO «sax & companhia» Espetáculo com temas de jazz.

MISSÃO NO CONVENTO

{

8

junho

julho


20 JULHO. [SÁBADO]. 21h30 TEATRO NO CONVENTO «NOVE - PERFORMANCE POÉTICA»

9

{

pela Casa da Esquina, com Miguel Seoane, Maria Lado e Ricardo Correia. “Novembro, rexión tamén coñecida simplemente por Nove, é unha illa errante que atravesa os océanos. O territorio, de existir, viaxa sobre o lombo dunha xigante balea moribunda. Ese é o lugar do exilio interior, da fuxida, son as terras da dor e todas a súa historia é difusa e enganosa. Os seus habitantes apenas poden recordar aquel tempo en que vivían en terra firme, lonxe dese lugar onde o mar desexa a carne.” (María Lado)

Será uma conversa conduzida por António Pedro Pita à volta do filme Casablanca.

agosto

MONTEMOR-O-VELHO

21 JULHO . [DOMINGO]. 18h CONVERSAS NO CONVENTO «CASABLANCA»

setembro>


26, 27 E 28 JULHO. [sexta a domingo] citemor 2, 3 e 4 Agosto. [sexta a domingo] CITEMOR 9 Agosto. [sexta]. 21h30 Conversas no Convento «Monte Mayor: Arqueologia e o Mondego»

MISSÃO NO CONVENTO

{

10

junho

por Marco Penajoia. “A temática aqui abordada visa demonstrar a importância da navegabilidade outrora existente no rio Mondego, interagindo com o antigo povoamento de Montemor-o-Velho. O papel deste concelho foi fulcral para a ligação do litoral com a cidade de Coimbra e regiões do interior, atribuindo-lhe um posicionamento estratégico para a comunicação intra e extra regional.”

10 Agosto . [sábado] conversas no convento «teatro»

julho


11 Agosto. [domingo]. 18h Conversas no Convento «Dr. José Galvão»

agosto

{

11

MONTEMOR-O-VELHO

O vulto que dá o nome à principal rua de Montemoro-Velho, será o tema desta conversa orientada por Mário José Silva. Como presidente da câmara municipal de Montemoro-Velho, cargo que exerceu durante os anos de 1860-1862, 1866-1869, 1887-1889 e 1896-1898, “fez sempre exemplar administração e bem digna de ser seguida e imitada pelos que se lhe têm seguido e hão-de seguir. Ahi deixou bem assignalados os seus grandes e incontestaveis serviços, com o cemitério, com os Paços do Concelho, construidos e installados em excepcionalissimas condições de economia e solidez, com a avenida desta villa ao Casal Novo do Rio, e tantos outros melhoramentos que todos conhecem e que hão-de ensinar as gerações futuras a respeitar a sua memoria e a bem dizer o seu nome.”

setembro>


16 Agosto. [sexta]. 21h30 Conversas no Convento «Então Ficamos – arte em comunidade» com António Durães, que andará à volta do seu trabalho na montagem do espectáculo de não encerramento de Guimarães, a dita capital da cultura.

17 Agosto. [sábado]. 21h30 Música no Convento «Sax & Companhia»

Espetáculo que junta a sonoridade de um quarteto de saxofones à voz feminina, com temas de tango.

MISSÃO NO CONVENTO

{

12

junho

julho


18 Agosto. [domingo]. 18h Conversas no Convento «O Espaço no Teatro e em Montemor-o-Velho»

breve viagem pelos diferentes tipos de espaços usados no teatro ao longo dos tempos e os já experimentados em Montemor-o-Velho.

{

13

MONTEMOR-O-VELHO

agosto

setembro>


23 Agosto. [sexta]. 21h30 Conversas no Convento «O Teatro no Baixo Mondego»

pretende-se abordar a especificidade deste território e contribuir para a sua divulgação.

24 Agosto. [sábado]. 21h30 Teatro no Convento «Os Lusíadas»

MISSÃO NO CONVENTO

{

14

junho

por António Fonseca. Para nós portugueses, Os Lusíadas são a maneira maior de contarmos um tempo de diversas formas inscrito nos nossos cromossomas e na nossa memória, em que todos os conceitos da mundivisão ocidental foram completamente alterados, em que as paredes se romperam e os mares, muito maiores que o Mediterrâneo, entraram de enxurrada num mundo que estava cartografado havia quase dois mil anos. (…) A catadupa de mudanças, políticas, sociais e sobretudo económicas a que vimos assistindo, exige-nos o reforço da nossa identidade individual e colectiva, das âncoras de cumplicidade que temos de ir buscar mais longe, fora da efemeridade do presente. Estas foram as razões maiores que levaram a mergulhar durante quase 5 anos n’Os Lusíadas. Este é o resultado. julho


25 Agosto. [domingo]. 18h Teatro no Convento «Cenas em tempo de Guerra»

pelo grupo Os Dinâmicos da Figueira da Foz. Cenas em tempo de guerra, pelo grupo de teatro Os Dinâmicos, da Associação Viver em Alegria, é uma peça que resultou da compilação e adaptação de vários textos de teatro de Karl Valentim e de um texto de Mena Abrantes.

30, 31 Agosto e 1 Setembro. [sexta a domingo]. 21h30 Teatro no Convento «A Missão»

Nova apresentação da versão teatral de A Missão, de Ferreira de Castro, pelo CITEC.

{

15

MONTEMOR-O-VELHO

agosto

setembro>


MONTEMOR-O-VELHO

2013

MISSÃO NO CONVENTO

{

CÂMARA 16 MUNICIPAL DE

Missão no Convento  

1 junho a 1 setembro 2013. Convento dos Anjos. Montemor-o-Velho. Programação cultural.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you