Page 1

WWW.JMIJUI.COM.BR

Ijuí, Sábado e domingo, 11 e 12 de novembro de 2017

Ano 44 - Nº 132

R$ 3,00

Reforma Trabalhista entra em vigor hoje Com mais de 100 alterações na CLT, nova lei muda relações de trabalho no País, e pode elevar arrecadação de tributos. | 12 e 13

LEIS EM DEBATE

Medicina na Unijuí terá vagas pelo Prouni Projeto do curso já foi aprovado pelo conselho. | 5

Policiais comunitários não recebem há três anos Estado não repassou valores extras à BM de Ijuí. | 20

Deputado Marcel van Hattem esteve em Ijuí para debater a eficiência das Leis | 14

Senadora quer evitar expansão de impactos da grave crise do leite Ana Amélia defendeu, em audiência pública, isonomia com o Mercosul. | 11


RADAR DESAPARECIDOS - No Brasil, mais de 693 mil boletins de ocorrência de cidadãos desaparecidos foram registrados entre 2007 e 2016 – 71 mil deles só no ano passado. Em média, 190 pessoas desapareceram por dia nos últimos 10 anos, o equivalente a um sumiço a cada 8 horas. Esses dados fazem parte do Fórum de Segurança Pública. Na tentativa de tornar mais eficaz a busca de pessoas no País, a Câmara dos Deputados aprovou um projeto de lei que cria um cadastro nacional de desaparecidos. IMEAB - As inscrições para o ingresso no Curso Técnico em Agropecuária Integrado ao Ensino Médio para o ano letivo de 2018 estão abertas até o dia 01 de dezembro. No dia 02 de dezembro acontece uma prova classificatória para o preenchimento das 60 vagas existentes para o primeiro ano. Para mais informações, a equipe diretiva está à disposição no telefone 3332-7299, sendo que os pais e os candidatos que quiserem conhecer a escola podem fazê-lo durante o horário de funcionamento, tanto da escola sede quanto da escola fazenda. As inscrições são feitas na secretaria da escola, das 7h30 às 11h30 e das 13h30 às 17h30, de segunda a sexta-feira. CORRUPÇÃO - "Corrupção" é a palavra que define o Brasil em 2017, segundo uma pesquisa cujos resultados foram divulgados nesta semana, enquanto as outras quatro finalistas foram vergonha, crise, tensão e mudança. "A eleição desta palavra representa esta época no Brasil. No ano passado foi indignação", comentou o cientista político Leandro Machado, sócio da consultora Cause, que participou da pesquisa realizada pelo instituto Ideia Big Data. Machado explicou que o objetivo da consulta é gerar debates na sociedade sobre os temas que marcam o contexto atual. Quase 10 mil pessoas propuseram as palavras que resumiam o ano para o Brasil. AUDIÇÃO - Os jovens estão apresentando perda de audição causada pelo uso irregular de fones de ouvido. O alerta é do Conselho Federal de Fonoaudiologia(CFFa). Segundo a presidente Thelma Costa, as perdas auditivas estão aumentando entre a população, tanto por ruído industrial, quanto por equipamentos de som. Ela cita como exemplo o caso dos músicos, lembrando que existem protetores auditivos que selecionam o som. "Então, eles conseguem seguir com a profissão e estão se prevenindo, o que não acontece com os adolescentes". A presidente do CFFa orienta os pais a monitorar e alerta: "Se você estiver a 1 metro da pessoa e ouvir o que ela está escutando, ela provavelmente terá uma perda de audição”. PREMIAÇÃO - O governo do Estado premia, nesta segunda-feira, as escolas vencedoras no concurso Tamo Junto com a Cipave, que incentiva a cultura de paz entre os jovens. A cerimônia será prestigiada pelo governador José Ivo Sartori e os secretários Maria Helena Sartori (Políticas Sociais e Desenvolvimento Social, Trabalho, Justiça e Direitos Humanos), Ronald Krummenauer (Educação) e Cleber Benvegnú (Comunicação). O ato ocorrerá no Theatro São Pedro, em Porto Alegre, às 14h.

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 11 e 12 de novembro 2017

2

OLHO DA RUA INDICADORES

Poupança 10.11.2017 ......................0,5000%

Ouro 10.11.2017..................... R$ 133,46 (gr) Dolar Comercial (compra) ............ R$ 3,2785 Dolar Comercial (venda) ............. R$ 3,2805 Dolar turismo (compra) ............... R$ 3,1500 Dolar turismo (venda) .................. R$ 3,4100 Euro (compra) .............................. R$ 3,8229 Euro (venda) ................................. R$ 3,8244 IPC/FIPE outubro/2017 ..................... +0,32% INPC setembro/2017 .......................... -0,02% IGPM outubro/2017 ............................ +0,1% IPCA Setembro /2017 ....................... +0,16% ICV Diese Jun/2017 ..............................0,78% TR 8 de novembro .............................. +0,0% SELIC 25 de outubro........................... +7,5%

A natureza e seus mistérios. Na Rua Bento Gonçalves, uma árvore se adaptou às adversidades e se desenvolveu em meio à lixeira. Por representar perigo, a árvore foi podada, mas parte do tronco ficou na lixeira, mostrando que na natureza tudo se transforma.

ENTRE ASPAS "Na prática, leva à ilegalidade o direito que as mulheres já têm há 60 anos de interromperem a gravidez em caso de estupro e de risco de vida da mãe." Deputada federal Jô Moares (PCdoB-MG) "Mexemos na Constituição no sentido de que a concepção é a partir do momento em que o óvulo é fecundado pelo espermatozoide, ali já tem uma vida." Deputado federal Jorge Tadeu Mudalen "Desde comportamento político, comportamento ético, visão de governo, fisiologismo, a questão do fisiologismo deste governo. Eu já disse uma frase e vou repetir: Esse PSDB desses caras não é o meu PSDB." Tasso Jereissati "Rasgaram e jogaram no lixo a história do PSDB. Eu tenho certeza que haverá resistência interna e externa." Deputado federal Daniel Coelho (PE) "Essa decisão foi apenas para que houvesse uma isonomia na disputa. Mês que vem nós teremos a eleição e elegeremos o presidente do PSDB. Portanto, os candidatos devem disputar de uma maneira igual." Deputada Bruna Furlan

LOTERIAS NÚMEROS EXTRA-OFICIAIS

1º 2º 3º 4º 5º

-

3.748 7.358 7.235 8.165 1.275

LOTOFÁCIL CONCURSO nº

1584

01 02 03 05 06 11 12 14 15 16 17 19 20 24 25 QUINA

CONCURSO nº

4528

08 13 16 26 79 PREVISÃO DO TEMPO Fonte: Climatempo

Getúlio


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 11 e 12 de novembro 2017

COOPERAÇÃO INTERNACIONAL

Conselheiros e diretores do Sicredi têm capacitação Com atuação marcada pela valorização ao desenvolvimento das pessoas, a Sicredi das Culturas RS proporcionou recentemente período de capacitação aos seus conselheiros de administração e Diretoria Executiva. Realizada através de viagem internacional a países como Holanda, França e Alemanha, a qualificação buscou promover a troca de experiências e de conhecimento em relação às práticas adotadas na Europa, que também valorizam o cooperativismo como modelo para o desenvolvimento. O roteiro internacional contou com visitas técnicas a instituições como o Rabobank, em Amsterdam. Trata-se de uma das principais organizações financeiras na Holanda, criada a partir da união de duas cooperativas de crédito e com extensa rede internacional. Em Frankfurt, na Alemanha, conselheiros e diretores participaram de visita a uma fazenda produtora de grãos. Além disso, acompanharam programação na Academia Alemã das Cooperativas (ADG, sigla em alemão de Akademie Deutscher Genossenschaften), instituição considerada referência em qualidade, gestão e estratégia no que se refere a ex-

Conselheiros e diretores do Sicredi conheceram experiências cooperativas

periências cooperativistas e uma das principais escolas de negócios na Alemanha, com formação através da realização de cursos, seminários, workshops e fóruns. Conforme o presidente da Sicredi das Culturas RS, Antenor José Vione, “a iniciativa está alinhada à estratégia voltada ao constante aperfeiçoamento e capacitação das pessoas que formam a nossa instituição financeira cooperativa. Além disso, se refletiu em uma excelente oportunidade para conhecer as experiências do modelo cooperativista de outros

países, servindo de referência para, por exemplo, aprimorar e qualificar ainda mais as práticas em nossa cooperativa”. Realizada entre os dias 26 de agosto e 9 de setembro, o diretor Executivo, Roque Enderle complementa que “a troca de experiências através do intercâmbio se apresenta como fundamental para capacitar conselheiros e diretores, o que reflete em uma gestão qualificada e, consequentemente, na melhoria de produtos e serviços aos associados e à comunidade”.

Fiergs sedia encontro Brasil-Alemanha O 35º Encontro Econômico Brasil-Alemanha (EEBA 2017), na sede da Fiergs, em Porto Alegre, já se tornou o maior evento da história nas relações entre as indústrias brasileiras e alemãs. Promovido pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e a entidade equivalente na Alemanha, a BDI, trata-se de uma agenda anual com anfitriões alternados entre os dois países. Com a organização da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul, por meio de seu Centro Internacional de Negócios (CIN-RS), o EEBA desse ano já confirmou mais de 2 mil pessoas inscritas, tornando-se o maior já realizado. Na segunda-feira, dia 13, a partir das 9h, no Teatro do Sesi, a sessão de abertura oficial vai ser realizada com a presença dos presidentes da CNI, Robson Braga de Andrade; da BDI, Andreas Renschler (também presidente e Membro do Conselho Administrativo da Volkswagen AG), do ministro da Indústria, Comércio Exterior e Serviços do Brasil, Marcos Pereira; e do vice-ministro do Ministério de Assuntos Econômicos e Energia

3

Varejo espera retomada gradual das vendas Considerado um objetivo a ser alcançado, o patamar de vendas do varejo do Rio Grande do Sul no ano de 2014 ainda está distante do atual cenário do setor. Já no início de 2015, o declínio cada vez maior da economia brasileira chegou a fazer com que as vendas registrassem queda durante 16 meses consecutivos. O cenário foi de retração do consumo, desemprego e fechamento de empresas. Para o próximo período, porém, retomada da confiança, melhoria da massa de rendimentos, e queda da inflação e dos juros devem estimular o consumo. É a conclusão do economista Marcelo Portugal, que realizou palestra, nesta semana, com a presença de empresários de todo o Estado, em evento realizado pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Porto Alegre. O especialista observou que, após dois anos de índices negativos - tendo caído 3,6% em 2016 -, a perspectiva é de que, no final de 2017, o Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro cresça perto de 1%. "O problema é que a queda do PIB foi muito expressiva nos últimos anos, o que só deve ser sanado lá por 2021", comentou Portugal. Presidente da CDL de Ijuí, o empresário Clóvis de Jesus participou de outro evento, realizado também em Porto Alegre pela Federação das CDLs do Estado, e observou que a tendência no setor é, de fato, de uma retomada da confiança. "A gente prevê um aquecimento nas vendas ao redor de 3% neste

fim de ano. Como vínhamos com uma restrição de crédito nos últimos anos, essa confiança estava muito em baixa, e agora os mais otimistas já falam até em aumento 5% nas vendas. Essa deve ser a média do comportamento do varejo neste período", projeta. Outra entidade representativa do setor terciário, a FecomércioRS aferiu alta na intenção de consumo no Estado. Segundo pesquisa da entidade, indicador registrou uma alta de 22,7% sobre o mesmo período do ano passado, chegando a 74,9 pontos. Mesmo considerando a fraca base de comparação de 2016, os dados da pesquisa evidenciam um processo permanente de recuperação na intenção de consumo das famílias gaúchas. “A intenção de consumo das famílias tem aumentado. Entretanto, ainda não estamos vivenciando uma situação de otimismo, mas sim um período em que o pessimismo se reduz cotidianamente com a consolidação do cenário de retomada da atividade econômica”, pontua o presidente da Fecomércio-RS, Luiz Carlos Bohn. Os dados específicos sobre o mercado de trabalho confirmam esse cenário. O indicador que mede a situação do emprego permaneceu, em outubro, pelo nono mês consecutivo em nível otimista, registrando 109,3 pontos. A alta sobre o mesmo mês de 2016 foi de 11,9%. Embora os saldos de geração líquida de emprego no Estado permaneçam negativos, a destruição de empregos perdeu o ritmo nos últimos meses.

Energia e gás puxam inflação para cima

Encontro visa aproximação e troca de experiência entre gestores dos países

da Alemanha, Mathias Maching. Em seguida, no Pavilhão do Centro de Eventos da Fiergs, abre a Mostra de Produtos da indústria com mais de cem empresas expositoras, começam as rodadas de negócios, e os fóruns temáticos, como por exemplo, o que vai colocar frente a frente convidados bastante influentes para os segmentos de tecnologia e do mundo digital. Os presidentes da Bosch América Latina, Besaliel Bo-

telho; e da SAP Brasil, Cristina Palmaka, deverão ser contrapontos para o Secretário de Inovação e Novos Negócios do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços, Marcos Vinícius de Souza, e o superintendente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Uma comitiva de Ijuí, organizada pela ACI e com a presença de diversas lideranças, participará do evento.

O Índice Nacional de Preços do Consumidor (IPCA), indicador básico da inflação na economia brasileira, subiu 0,42% em outubro na comparação com setembro, conforme o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No mês passado, o aumento havia sido de 0,16%. No entanto, a inflação acumulada para o período de janeiro a outubro, de 2,21%, é a menor desde 1998, quando esteve em 1,44%. A projeção do mercado, conforme o último relatório Focus do Banco Central, indica que a inflação em 2017 deve ficar em 3,08%. Segundo o IBGE, além da alta média de 3,28% nos preços da energia elétrica, a elevação de 12,9% no botijão de gás nas refinarias da Petrobras foi determinante para a alta do grupo. Além disso, a maioria dos grupos que compõem a inflação também registraram alta. Entre

os nove grupos de produtos e serviços pesquisados, as exceções foram Alimentação e Bebidas (-0,05%) e Artigos de Residência (-0,39%) que registraram deflação. No caso dos alimentos, outubro foi o sexto mês consecutivo que o grupo apresentou deflação, embora bem menos intensa do que a registrada em setembro (-0,41%). O IBGE lembra que tal sequência de variações negativas ocorreu também no período de abril a setembro de 1997, com seis meses seguidos de queda nos alimentos. Nos últimos 12 meses, a variação acumulada do grupo é -2,14%. No ano, a variação está em -2,02% sendo que, dos dez meses transcorridos, sete apresentaram variação negativa. O acumulado no ano é o menor registrado para o período desde a implantação do Plano Real em 1994.


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 11 e 12 de novembro 2017

SAÚDE

Hospital Bom Pastor cria horta suspensa

4

Nutricionista orienta sobre alimentação saudável Uma alimentação saudável é importante em qualquer fase da vida. “Nunca é tarde para promover a mudança”, afirmou o nutricionista Vitor Buss em orientação ao grupo Bem-Estar, desenvolvido pelo setor de Medicina Preventiva da Unimed Noroeste/RS. Para o profissional, cada mudança contribui para melhorar qualidade de vida. Buss apontou que a nutrição deve ser diferenciada em cada fase da vida, considerando as particularidades de cada pessoa. “É necessário dedicar uma atenção especial para cada contexto de saúde-doença, considerando as limitações de cada indivíduo”, esclareceu. A partir do tema Alimentação Saudável, o nutricionista destacou a importância da ingestão de água diariamente, visto ser funda-

mental para diversas funções do organismo, entre as quais a manutenção da integridade da pele e o funcionamento do intestino e dos rins. Também lembrou da importância de variar o cardápio para que não ocorra carência de nutrientes. O déficit pode prejudicar o equilíbrio do organismo, influenciando principalmente na imunidade. Os pacientes também receberam material informativo sobre saúde bucal. A higiene correta e as principais doenças bucais estão entre o conteúdo entregue e orientado pela enfermeira Júlia Feldens da Silva, que atua na área de Medicina Preventiva. O grupo Bem-Estar reúne pacientes já atendidos pela área de Medicina Preventiva da Unimed Noroeste/RS, por meio do Programa de Atenção Integral à Saúde.

Equipe de profissionais da instituição construiu uma horta suspensa que ficará em um espaço comum a todos

A interação com a natureza, o plantar, cultivar e cuidar de plantas traz muitos benefícios para a saúde das pessoas. Em Saúde Mental, essa prática auxilia o paciente hospitalizado na melhora terapêutica e oferece ocupação e lazer. O Hospital Bom Pastor de Ijuí, por meio da equipe de Saúde Mental e com o grupo de estagiários do curso técnico de Enfermagem, desenvolveu essa técnica com os pacientes internados.

No espaço externo da instituição foi desenvolvida uma horta suspensa, especialmente de chás e temperos. No intuito de permitir que os próprios pacientes cuidem, reguem e acompanhem o processo de desenvolvimento das plantas, a horta ficou em um espaço comum. Quando a pessoa estabelece relação entre novas informações com o conhecimento que já possua, constrói novos significados. O objetivo é utilizar os temperos e chás nas refeições dos

próprios pacientes. Esta simples, mas importante atividade faz com que os pacientes sintam-se valorizados e participantes do seu cuidado. A equipe de Saúde Mental aposta nas práticas terapêuticas, e cita o autor Leonardo Boff: "Cuidar é mais que um ato; é uma atitude. Portanto, abrange mais que um momento de atenção. Representa uma atitude de ocupação, preocupação, de responsabilização e de envolvimento afetivo com o outro."

Nutricionista Vitor Buss abordou a importância da água e da alimentação

Recuperação de ruas começa na segunda-feira As obras de recuperação das ruas de Ijuí, que passaram por intervenção da Corsan para implantação de redes de esgoto e saneamento, começam na próxima segunda-feira. De acordo com o secretário de Desenvolvimento Urbano, Obras e Trânsito, Jair da Rosa, o contrato assinado com a empresa Bripav Britagem e Pavimentação prevê a recuperação de 20 mil metros quadrados de asfalto, numa primeira fase de ações que devem ser concluídas até o final deste mês de novembro. Já segunda-feira, o trânsito será fechado na rua do Comércio, trecho entre a Tiradentes até os trilhos da Estação de Cultura, para que o repavimento asfáltico possa ser feito. “As ruas não receberão tapa-buracos, elas serão recuperadas com repavimento asfáltico de 3cm de espessura, com concreto betuminoso usina-

do a quente (CBUQ)”, lembrou o secretário. As obras que iniciam pela rua do Comércio se estenderão pelas ruas 15 de Novembro e Benjamin Constant no centro. “Este é apenas o primeiro lote. O contrato que assinamos marca o início das obras de pavimentação que queremos fazer”, disse o prefeito Valdir Heck. Pelo Contrato 264/2017, resultante do Processo Licitatório Modalidade Tomada de Preço, caracterizado sempre pelo menor preço, no qual a Bripav foi a vencedora, o Poder Executivo, irá investir R$ 444.598, sendo R$ 398.169 relativos aos materiais e R$ 46.429 referentes à mão de obra. Jair da Rosa lembrou que as obras eram muito esperadas pela comunidade e se disse aliviado com o fato de poder dar início à recuperação asfáltica depois de respeitados os prazos legais exigidos pela Lei de Licitações.


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 11 e 12 de novembro 2017

MEDICINA NA UNIJUÍ

Universidade reservará 20% das vagas ao Prouni

A professora Cristina Pozzobon, vice-reitora de Graduação, destacou, durante entrevista coletiva no início deste mês, que serão ofertadas 50 vagas anuais para o curso, cujo vestibular ainda não tem data definida, com 20% de vagas ofertadas pelo ProUni. "O perfil do nosso profissional será técnico, mas também ético, crítico e cidadão", destacou. Serão 30 vagas no primeiro vestibular, e as outras 20 vagas no segundo processo seletivo. O curso terá duração de seis anos, e 9 mil horas. Como o projeto do curso já foi aprovado pelo Conselho Universitário da Unijuí, a Universidade está se preparando para oferta do curso, estando garantida já toda a estrutura necessária para os dois primeiros anos de andamento do curso, de um total de seis anos. A Universidade projeta um investimento de R$ 10 milhões em infraestrutura e laboratórios para as atividades a serem desenvolvi-

das no terceiro e quarto ano. Para os dois últimos anos do curso, os estudantes utilizarão a estrutura do Hospital de Caridade de Ijuí, Hospital Bom Pastor e Hospital de Caridade de Panambi, com quem a Unijuí possui convênio firmado, uma vez que o número de vagas disponíveis considerou os leitos SUS nas três instituições de saúde. Como parte do processo, desde 2012, o Hospital de Panambi tem se reestruturado ao longo dos anos, desde gestão, estrutura física e tecnológica. "Tudo isso faz frente a toda essa mudança positiva que vem incrementar o serviço de saúde de nossa região", conta o diretor administrativo e financeiro da instituição, Vilmar Scheer. Segundo ele, algumas mudanças para tornar um hospital escola ainda não foram realizadas, pela falta de mais informações. No entanto, importantes investimentos foram realizados, como o novo Centro Cirúrgico, desde julho passado. "Estamos com uma ala

Cristina Pozzobon

de internações em construção para ampliar nosso número de leitos. Isso significa que poderemos atender pacientes de Panambi e de toda a região que abrange a oferta do curso de Medicina que está sendo trazido para Ijuí", finaliza.

5

Sancionado PPA 20182021 da gestão municipal Foi sancionada, nesta semana, pelo prefeito Valdir Heck, a lei que institui o Plano Plurianual (PPA) para quadriênio 2018-2021, aprovado pelo poder Legislativo. O PPA é o documento que norteia a gestão administrativa do Poder Executivo, reunindo as prioridades apontadas pela população nas reuniões descentralizadas realizadas nos bairros e no interior, bem como nas audiências públicas, espaços de discussão e construção coletiva, abertos à participação de todos os interessados. O PPA sintetiza o conjunto das políticas públicas que devem ser implementadas pelo governo municipal para o quadriênio 2018/2021. Para os próximos três anos de governo do prefeito Valdir Heck e o primeiro ano da próxima administração, as premissas básicas da gestão estão focadas no princípio da transversalidade. Os programas que envolvem as áreas da Educação e da Saúde continuam sendo os que têm maior participação na repartição das despesas, com R$ 318.895.800,00 e R$ 308.028.100,00, respectivamente. As quatro estruturas da

Administração Indireta, os Departamentos Municipais de Geração e Distribuição de Energia (Demei Geração e Demei Distribuição), o Departamento Municipal de Águas e Saneamento de Ijuí (Demasi) e o Instituto de Previdência de Ijuí (Previjuí), contabilizam R$ 771.588.000,00, valores que representam 44,87% das despesas previstas. “É fundamental considerar as interfaces entre os programas e unidades orçamentárias. Por exemplo, há recursos significativos destinados à área rural que estão alocados nas Secretarias da Saúde, da Educação e de Desenvolvimento Social. Na medida em que seja estabelecido um processo de integração das ações, essas interfaces se tornarão evidentes para a população, evitando, assim, disputas de recursos”, completa Heck. A estimativa das receitas para o quadriênio do PPA 2018/2021 demandou esforço técnico das Secretarias de Planejamento e Regulação Urbana e da Fazenda, por conta do cenário de crise da economia global e seus reflexos na economia brasileira e regional.


Jornal da Manhã

OPINIÃO

A

Sábado e domingo, 11 e 12 de novembro 2017

ENTREVISTA

NOVOS TEMPOS

nova lei trabalhista entrou em vigor hoje, e o ruído em torno das novas regras tem sido proporcional ao impacto que elas devem causar no mercado de trabalho no País. Desde o dia 13 de julho, quando o texto foi sancionado pelo presidente Michel Temer, entidades representativas de diversos setores, da iniciativa privada ao serviço público, têm externado louvores e repúdios à reforma. Como é costumeiro no Brasil, tais manifestações ocorrem estritamente por razões corporativas, ou seja, cada parcela da sociedade, por mais inexpressiva que seja, movimenta-se de acordo com um conjunto de interesses que possam beneficiá-las, o que inevitavelmente tem contribuído para o empobrecimento do debate acerca de uma questão fundamental no País, que é a empregabilidade. É bem verdade que, apesar de servir a interesses de classe, tanto argumentos contrários como os posicionamentos favoráveis à nova lei trabalhista fazem sentido, em Mais do que polê- certa medida. Não é mica, a reforma Tra- razoável, por exembalhista é necessária plo, que a reforma se para preparar o Brasil preste a flexibilizar para a retomada da a presença de gestantes em locais de empregabilidade. trabalho insalubres. É uma questão de saúde pública afastar mulheres grávidas de locais de trabalho sem condições de higiene, e este talvez seja o grande calcanhar de Aquiles do texto. Do outro lado do espectro de interesses, a reforma Trabalhista celebra a legalização de modos de contrato que se adaptam às novas realidades do mercado de trabalho. É o caso do home office, que permite que uma infinidade de atividades seja remunerada legalmente, sem a necessidade de presença física dos trabalhadores. Mais do que polêmica, a reforma Trabalhista é necessária para preparar o Brasil para a retomada da empregabilidade. Atualmente, são mais de 13 milhões de desempregados no País, batendo de porta em porta atrás de trabalho. Há, ainda, os cidadãos que, demitidos, foram arrastados para a informalidade em busca do sustento, e acabam por prejudicar as atividades econômicas formais que pagam altos impostos e elevados encargos sociais. Todo este contingente de brasileiros precisa encontrar guarida em um sistema que, se não é o ideal, ao menos gestará um cenário onde as oportunidades voltarão a aparecer. Não se trata de diminuir direitos ou de privilegiar empregadores, mas sim de fundar no Brasil um ambiente cada vez mais propício ao empreendedorismo. Neste âmbito, a reforma Trabalhista é muito mais um ponto de partida do que um fim, onde outras reformas como a da Previdência e a Tributária possam transformar nosso País em um lugar onde ter uma empresa seja menos proibitivo, e conseguir um emprego seja mais fácil. Se as novas leis, por si só, não criarão sozinhas novas vagas de trabalho, sem dúvida haverá, a partir delas, novas opções para que mais pessoas possam se colocar no mercado e, dessa forma, tomemos de volta o rumo do crescimento.

Jornal da Manhã GRÁFICA E EDITORAJORNALÍSTICA SENTINELA LTDA. CNPJ: 87.657.854/0001-23

Fundado em 1º de Maio de 1973

6

Qual a avaliação do trabalho que está realizando frente a FCDL-RS nos últimos anos? Durante todos esses anos conseguimos transformar a Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul em uma entidade forte, respeitada e com poder de representação reconhecido em todo o Brasil. Hoje, observamos o surgimento de projetos inovadores que trarão grande impulso para o varejo gaúcho. O QVida, por exemplo, um projeto autossustentável que irá capitalizar o lojista de forma inédita, cuidando da saúde das pessoas e da saúde financeira da empresa. Um negócio extraordinário que acolhe, protege e fomenta a economia. O senhor defendeu durante a campanha que sua gestão buscará aproximar os lojistas da indústria, através da criação de câmaras setoriais. Como fará isso? O nosso objetivo é fortalecer o desenvolvimento da economia do Estado. A primeira iniciativa deve ocorrer no ramo têxtil, que é o maior em número de associados. Atualmente, os lojistas do segmento mole têm comprado mais de Estados vizinhos, como Paraná e Santa Catarina, além de São Paulo, o que afeta a indústria local. Queremos fazer rodada de negócios, com as fabricantes gaúchas oferecendo produtos e os lojistas buscando preços competitivos, a fim de gerar vendas, criando um círculo virtuoso - uma vez que com economia girando, a indústria pode empregar, e seus trabalhadores têm renda para consumir no varejo." Como será o trabalho nos próximos três anos? Vamos continuar nesta luta incessante no combate ao comércio ilegal, pela redução das alíquotas de ICMS aos padrões vigentes antes de 2015, eliminação da substituição tributária e extinção do diferencial de alíquota interestadual do ICMS. Muitas outras ações que favoreçam o desenvolvimento e fortalecimento do varejo gaúcho também estão em pauta para os próximos anos. É desta maneira que queremos ampliar as conquistas e dividi-las com todos os lojistas do Rio Grande do Sul. A construção de uma FCDL-RS melhor para todos é a garantia de um movimento lojista forte e representativo. Uma das propostas da entidade é trabalhar pela ampliação do número de entidades no Estado. De que forma essa ação irá ocorrer? A maior carência destas entidades está relacionada ao SPC (Serviço de Proteção ao Crédito). Também iremos demandar um portal on-line para maior transparência financeira da entidade. A nova diretoria deverá convidar os representantes das cinco CDLs que formaram a chapa 2 para conversar sobre as ideias que a oposição teria para apresentar. Pretendemos caminhar juntos e avançar no desenvolvimento do varejo gaúcho. De que forma irá funcionar a cooperativa de crédito para o comércio? A cooperativa de crédito para o comércio, com produtos especializados para lojistas, será a oferta de capital de giro e investimento, uma vez que há carência dos empresários na hora de devolver recursos após uma tomada de crédito. Buscando com a criação da cooperativa melhorar as possibilidades de capital de giro e investimentos, alavancando o crescimento de todos, com mais prazo, carência e menores taxas. Ainda, as câmaras setoriais irão viabilizar a sustentabilidade econômica, fortalecendo competitividade às empresas de pequeno porte, além de fomentar a cadeia produtiva, gerando renda e empregos.

Diretor: Edmundo H. Pochmann Editora: Jocelaine Simão redacao@jornaldamanhaijui.com

Rua Albino Brendler, 122 Centro - 98700-000 IJUÍ/RS Cx. Postal 518 - (55)3331-0300

Jornal da Manhã: (55) 3331-0300 atendimento@jornaldamanhaijui.com Rádio JM: (55) 3331-0301 radio@jornaldamanhaijui.com Representantes Comerciais: Grupo de Diários

www.clicjm.com

Vitor Augusto Koch Presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul (FCDL-RS_

A entidade irá receber o título que será concedido pelo trabalho e representatividade para o varejo do Rio Grande do Sul? A Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul - FCDL-RS completou em 2017, 45 anos de história e comprometimento com o varejo gaúcho e o feito será lembrado pela Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, através de proposta de autoria do deputado Tiago Simon. A homenagem está prevista para as 14h do dia 14 de novembro. A CDL foi fundada em 1972 e atua na representatividade política do setor varejista do Estado, buscando a qualificação e o desenvolvimento deste segmento, amparando e defendendo os interesses dos seus associados. Está focada na qualificação do varejo gaúcho e atua em sintonia com os reais interesses do movimento lojista do Rio Grande do Sul. Prega o associativismo como forma de fortalecer o segmento e ter condições de fazer valer a opinião do lojista nas discussões fundamentais da economia no Estado e no País. Quais são as ações realizadas pela entidade? Entre ações históricas promovidas pela entidade estão o debate com os poderes Executivo e Legislativo para viabilizar uma carga tributária mais justa. Além disso, o desenvolvimento da cultura da Qualidade, passou a ser um grande diferencial através do bem-sucedido programa QComércio, que tornou-se o maior e melhor programa brasileiro de gestão pela Qualidade do comércio. A FCDL-RS também é promotora do maior e mais importante evento de qualificação do setor varejista gaúcho, a Convenção Estadual Lojista. Em 2017, realizou com sucesso a 48ª edição em Gramado. Outra iniciativa de destaque é o Prêmio Mérito Lojista, conhecido como "Oscar do Varejo", que, anualmente, reconhece personalidades e empresas que contribuem para o desenvolvimento do segmento no Rio Grande do Sul. Estamos na direção de novos cenários para o movimento lojista gaúcho.

Impressão em Off-Set Rotativa Cia de Arte CNPJ 92.107.978/0001-75 Rua Albino Brendler, 146 - IJUÍ/RS (55) 3331-0318 | 3331-0320 (após às 18h)

ciadearte@jornaldamanhaijui.com

ASSINATuRAS E CIRCuLAÇÃO: (55) 3331-0315 | 3331-0317 3331-0321 SEMEStRAl: R$ 220,00 ANUAl: R$ 440,00 CORREIO: R$ 440,00 (SEMEStRAl); R$ 880,00 (ANUAl)


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 11 e 12 de novembro 2017

FESTIVAL

Curtas na Escola tem votação popular até terça

Sesc recebeu decoração especial para as sessões dos filmes que foram inscritos do 1º Festival Estudantil Curtas na Escola

Alunos de várias escolas e muitas pessoas da comunidade tiveram a oportunidade de assistir, durante esta semana, aos 58 filmes que concorrem no 1º Festival Estudantil curtas na Escola, no auditório do Sesc. O professor Adriano Ceretta, do Núcleo de Tecnologia em Educação (NTE) da 36ª Coordenadoria Regional de Educação destaca que os filmes ainda estão disponíveis para votação popular através da internet. Basta acessar o canal do Youtube no link https://goo.gl/jJeDEJ para assistir aos filmes de todas as categorias e votar no melhor filme. "Estamos com nosso canal no Youtube batendo recordes de acesso, já tivemos mais de 40

mil visualizações entre todos os vídeos e algumas escolas correndo lado a lado no número de likes em busca do troféu júri popular". As sessões de cinema com a projeção dos filmes inscritos no festival eram gratuitas e foram previamente agendadas. Segundo Adriano, o festival já soma resultados positivos. "A participação das escolas tem sido expressiva e superado nossas expectativas, tanto nas produções como na mostra dos filmes", comenta. Ao acompanhar o envolvimento de alunos e professores, Adriano destaca que as escolas perceberam no uso do vídeo mais um instrumento pedagógico que pode ser utilizado em todos os níveis

de ensino. "Acreditamos que no ano que vem teremos ainda mais produções e mais escolas participando", destacou. A noite de premiação será no dia 17 de novembro, quando serão entregues 48 troféus aos melhores do festival, entre eles, o de júri popular da votação pela internet. O festival está na programação da 25ª Feira do Livro de Ijuí e 28ª Feira do Livro Infantil do Sesc, que começa oficialmente na próxima quarta-feira. O 1º Festival Estudantil Curtas na Escola é uma promoção do Jornal da Manhã, realização do NTE/36ª CRE, apoio do Sesc e patrocínio de Unimed, Sponchiado, Soberana e Sicredi.

Normalistas visitam escola do campo As alunas do curso Normal do Instituto Estadual de Educação Guilherme Clemente Koehler (Polivalente) realizaram, no dia 31 de outubro, uma visita à Escola Estadual de Ensino Fundamental 6 de Agosto, na Linha 6 Norte. A direção e coordenação do curso acompanhou a atividade externa que teve como objetivo proporcionar às alunas normalistas experiências de como acontece a educação na escola do campo em salas multisseriadas. Segundo a diretora da escola Marli Neubauer, as alunas tiveram a oportunidade de realizar uma observação da prática pedagógica da escola. " É necessário que as alunas normalistas conheçam a realidade da escola do campo, pois quando ingressarem no mundo do trabalho já terão conhecimento desta realidade",

Normalistas promoveram momentos de integração com alunos da escola

destacou a professora enfatizando os diferenciais do ensino em turmas multisseriadas. A visita também teve momento de interação entre as normalistas, que proporcionaram atividades de recreação com oficinas

de contação de histórias, pintura de rosto, jogos esportivos e lanche coletivo com os alunos. A diretora Marli também destacou que as visitas à escolas de campo eram um dos focos de sua gestão.

7

Enem tem provas de Matemática e Ciências Caneta esferográfica de tinta preta e documento oficial com foto são os dois itens que não podem ser esquecidos pelos candidatos que vão fazer o segundo dia do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) no próximo domingo. A caneta deve ser fabricada com material transparente e obrigatoriamente preta, porque outra cor de tinta impossibilita a leitura óptica do cartão de respostas. O documento pode ser a carteira de identidade, carteira de motorista, carteira de trabalho, carteira de reservista ou passaporte. A carteira de estudante não será aceita como documento oficial. Também não serão aceitas cópias, nem mesmo as autenticadas. Se o candidato perdeu ou teve o documento roubado, deverá apresentar um boletim de ocorrência expedido por órgão policial há, no máximo, 90 dias do primeiro domingo de aplicação do Enem – dia 5 de novembro. O cartão de comprovação de inscrição, que deve ser impresso na página do Enem, não é obrigatório, mas é recomendável levar para ter acesso mais fácil a dados como o local e a sala da prova. Quem precisar comprovar sua presença na prova, para apresentar no trabalho, por exemplo, deve levar a declaração de com-

parecimento impressa e colher a assinatura do coordenador no dia da prova. O formulário está disponível na Página do Participante. Lanches são permitidos, mas os alimentos industrializados, como biscoitos, salgadinhos e iogurte precisam estar com as embalagens lacradas. Todos serão vistoriados antes do ingresso na sala. Não é autorizado o uso de celular ou qualquer aparelho eletrônico durante as provas. Os aparelhos terão de ser colocados em um porta-objetos com lacre, que deverá ficar embaixo da cadeira até o fim das provas. O candidato também não poderá usar lápis, lapiseira, borracha, livros, manuais, impressos, anotações, óculos escuros, boné, chapéu, gorro e similares e portar armas de qualquer espécie, mesmo com documento de porte. Se estiver com um desses objetos, eles deverão ser colocados no porta-objetos. Neste domingo serão aplicadas as provas de Matemática e Ciências da Natureza, com 4h30 de duração, enquanto que no primeiro dia os candidatos foram testados em Linguagens, Ciências Humanas e Redação. Os portões abrem às 12h e fecham às 13h. A prova começa às 13h30 e dura até às 18h30.

Cpers faz assembleia e decide continuar a greve Os professores estaduais do Rio Grande do Sul decidiram seguir com a greve que já dura mais de dois meses. A decisão foi tomada em assembleia realizada ontem em Porto Alegre, e o anúncio do resultado de votação nominal foi feito pela presidente do Cpers, sindicato que representa a categoria, Helenir Aguiar Schürer. Foram 1.160 votos pela continuidade da paralisação e 578 votos pelo fim. O resultado se deve a uma mobilização da oposição à chapa que preside o sindicato, que levou professores de diversas partes do Estado para votarem pela manutenção da paralisação. Pela manhã, um conselho de professores havia decidido pelo retorno às aulas. Isso porque, durante a semana, a Secretaria Estadual da Educação (Seduc) acatou algumas exigências do sindicato. A categoria discutiu esses pontos nos últimos dias e aguardava uma posição dos 42 núcleos do interior do Estado. O Cpers exigia que nenhum servidor em greve fosse punido, o que a Seduc já garantiu que não vai acontecer. Outro pedido da

categoria era que fosse retirada a urgência de votação do projeto que trata da reestruturação do Instituto da Previdência Estadual (IPE) na Assembleia Legislativa, também aceito pelo governo. Por outro lado, a Secretaria de Educação não concordou com o pedido dos professores de que os 45 dias de férias da categoria fossem em janeiro e fevereiro. O governo já determinou um calendário para a recuperação dessas aulas, que devem terminar até janeiro do ano que vem. Já em relação aos pedidos para terminar com o atraso dos salários e o pagamento do 13º até o dia 20 de dezembro, a secretaria disse que ainda está buscando medidas administrativas e legislativas para fazer os pagamentos. "Neste momento, o governo não seria responsável se garantisse que, no dia 20 de dezembro, poderá quitar todo o décimo terceiro. Está dentro desse conjunto de medidas que estamos analisando, mas a nossa intenção é que sim", salienta o secretário estadual de Educação, Ronald Krummenauer. A greve já dura 65 dias.


Notícias

Jornal da Manhã Sábado e domingo, 11 e 12 de novembro 2017

SAÚDE

Postos de saúde de Ijuí já foram informatizados O Ministério da Saúde anunciou edital para o credenciamento de empresas interessadas em oferecer serviços de informatização para Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de todo o País. Com a medida, todos os Municípios poderão aderir ao prontuário eletrônico e à integração nacional de dados da Atenção Básica. O objetivo do governo é informatizar 100% das unidades até o final de 2018. Em Ijuí, conforme informações da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), com exceção da unidade do Centro, localizada junto ao Pronto Atendimento 24h e à própria SMS, todas as demais unidades de saúde têm prontuário eletrônico. No entanto, assim que o PA for transferido para o espaço da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), o sistema da unidade do Centro também será informatizado. Empresas das cinco regiões do País, independentemente do porte, poderão se cadastrar para oferecer

Com exceção do Centro, as demais unidades de saúde já foram modernizadas

todo o suporte de informática. O Ministério da Saúde pagará um valor mensal às empresas pelo serviço, em um contrato que deve durar 60 meses. O Município que já possui unidades de saúde informatizadas poderá receber da pasta até 50% do valor para auxiliar no custeio da informatização

existente, desde que os dados sejam mensalmente enviados ao Ministério da Saúde. Todas as informações de atendimento do paciente, como prescrição de medicamentos, exames e consultas, ficarão registradas e poderão ser consultadas em qualquer UBS do País.

8

Dezembro Vermelho visa ações de combate ao HIV A lei que institui a campanha nacional de prevenção ao HIV/ Aids e outras infecções sexualmente transmissíveis, denominada Dezembro Vermelho, foi publicada no Diário Oficial da União de quarta-feira. De acordo com a lei, sancionada pelo presidente Michel Temer, a campanha terá foco na prevenção, assistência, proteção e promoção dos direitos humanos das pessoas que vivem com HIV/Aids e será constituída de um conjunto de atividades e mobilizações relacionadas ao enfrentamento da doença. As atividades e mobilizações da campanha serão desenvolvidas de acordo com os princípios do Sistema Único de Saúde(SUS), de modo integrado em toda a administração pública, com entidades da sociedade civil organizada e organismos internacionais. Entre outras ações, estão previstas a iluminação de prédios públicos com luzes de cor vermelha, promoção de palestras e atividades educativas, realização de eventos que tratem do tema

e veiculação de campanhas na mídia. A Secretaria Municipal de Saúde de Ijuí disponibiliza a toda a população testes rápidos de HIV, sífilis e hepatites B e C. Os testes são feitos, gratuitamente, nas unidades de saúde e no Serviço de Atendimento Especializado (SAE). O teste rápido é um exame que utiliza apenas uma picada de agulha no paciente e permite a detecção do vírus do HIV, sífilis, hepatites dos tipos B e C. O método possibilita ao paciente, em menos de meia hora, ter acesso aos resultados e receber o encaminhamento necessário de acordo com sua situação. Quem tiver interesse em realizar o teste deve procurar as unidades de saúde do seu bairro ou agendar no SAE. Além disso, contatos para agendamento de palestras, oficinas e rodas de conversa sobre prevenção a infecções sexualmente transmissíveis podem ser realizados junto ao SAE, localizado na Rua 19 de Outubro, 752 e pelo telefone 3331-8891.


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 11 e 12 de novembro 2017

9

VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER

Procura por atendimento psicológico ainda é baixa De acordo com a psicóloga Samira Ahmad Mussa, a procura por atendimento psicológico, por parte de mulheres que sofrem algum tipo de violência, ainda é bastante restrita – se comparada à quantidade de boletins de ocorrência realizados na Delegacia de Polícia Civil. Um levantamento feito pelo Instituto Datafolha revela que mais de 12 mil mulheres são agredidas por dia no Brasil, mas, nem metade procura ajuda para sair desta situação. “Em Ijuí a realidade não é diferente. Temos conhecimento de que, em muitos casos, as mulheres em situação de violência mantêm seu sofrimento em segredo, enquanto que outras reúnem todas as forças para ir até a delegacia na tentativa de cessar a violência. Elas fazem mais registros do que buscam atendimentos, porque o desejo é para que a violência cesse”, aponta a psicóloga, que atua junto à Coordenadoria da Mulher. Aos poucos, segundo Samira, percebese uma mudança de comportamento. Um movimento em que as mulheres, vítimas de violência física ou psicológica, conseguem buscar ajuda de um profissional, muitas vezes levadas por amigas ou familiares. Na cidade, o encaminhamento para apoio psico-

lógico pode ser feito pela Rede de Proteção à Mulher, busca espontânea, projeto Sala de Espera (desenvolvido antes das audiências referentes à Lei Maria da Penha), Conselho Tutelar, Ministério Público, Cras, Creas, Caps ou qualquer setor da saúde. Em contato com a reportagem do Grupo JM, Samira chamou a atenção para a violência psicológica, que se caracteriza como agressão subjetiva. “Para ser caracterizado como violência, não é necessário ter agressão física, como muitos pensam. Basta que a mulher esteja sofrendo na relação conjugal”, explica a psicóloga. Ela lembra que os danos causados à mulher são muitos. Palavras e atitudes podem ferir a autoestima de uma mulher, tornando difícil uma identificação. Dados indicam que uma em cada três mulheres são agredidas psicologicamente por dia. “Por ser uma violência subjetiva e não física, muitas vezes ela passa despercebida pela própria mulher, pois vem mascarada pelo ciúmes, controle, humilhação, ironias e ofensas”, lembra a profissional. A violência psicológica é caracterizada por toda e qualquer conduta do outro que cause dano emocional, que haja no controle das emoções e comportamentos, que interfira

nas crenças e decisões. A violência acontece sob forma de ameaça, constrangimento, humilhação, manipulação, isolamento, vigilância constante, perseguição, chantagem, insulto, ridicularização, exploração e limitação do direito de ir e vir, causando prejuízo à sanidade psicológica e à autodeterminação. “Nas relações conjugais violentas, o agressor usa formas de conter a mulher, para que ela se sinta acuada e insegura, sem chances de reagir. Quando a violência psicológica se instaura, ela precede a violência física, passando a ser constante na relação a dois.” O receio de perceber e admitir que o casamento ou o namoro chegou ao fim leva as mulheres a se submeter à violência. “A grande questão que percebemos é que dificilmente a vítima procura ajuda nos casos de violência psicológica. Ela tende a aceitar e justificar as atitudes do agressor, protelando a exposição de suas angústias, até que uma situação de violência física, muitas vezes grave, ocorra.” De acordo com a psicóloga, a mulher que convive ou já conviveu com a violência por parte do parceiro geralmente tem um comprometimento psicológico, com mudança na realidade – uma vez que, segundo

Samira Ahmad Mussa

ela, a vítima não é mais senhora de seus pensamentos. Está literalmente invadida pelo psiquismo do parceiro. Por essa razão, ela necessita de ajuda externa, que auxilie a criar mecanismos para mudar a realidade e superar as sequelas deixadas pelo processo de submissão às situações de violência. “O objetivo do atendimento psicológico em situação de violência doméstica é fazer com que elas resgatem a condição de sujeito, bem como a autoestima que ficaram encobertas e anuladas durante todo o período em que conviveram em uma relação marcada pela violência”, lembra Samira.


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 11 e 12 de novembro 2017

10

ANÁLISE

Tradutor chama atenção para surdez emocional Os candidatos do Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem 2017, se depararam, no último domingo, com o seguinte tema da redação Desafios para a formação educacional de surdos no Brasil. Para o ministro da Educação, Mendonça Filho, a questão da surdez e da deficiência auditiva é um assunto que deve ser colocado em debate com os jovens brasileiros. Ontem, foi celebrado o Dia Nacional de Prevenção e Combate à Surdez. A data é uma oportunidade de levar informação e educação sobre saúde auditiva para a população. A perda auditiva é uma das deficiências mais comuns na população brasileira. Segundo dados da Sociedade Brasileira de Otologia, de cada mil crianças nascidas no País, três a cinco já nascem com deficiência auditiva. E todas as crianças precisam escutar para aprender a falar. O intérprete internacional Marco Antônio Arriens, comenta que lhe surpreendeu o fato de o assunto ter causado surpresa nas pessoas. "Fala-se tanto nessas questões de pluralidade, de diferenças, hoje em dia, que não sei por que as pessoas reagiram tão negativamente a um tema que fala dessa diferença. Até porque surdez é uma questão epistemológica. Na verdade, vivemos

um momento em que, praticamente, as pessoas não se escutam mais, para mim esse é o tipo de surdez mais complexa e difícil de vivenciar hoje, que é a surdez existencial", disse, acrescentando que as tecnologias ao mesmo tempo que facilitam a comunicação, criam distâncias, e para ele ainda pior que a surdez clínica, é a surdez emocional - aquelas pessoas que se distanciam das demais e preferem ficar solitárias. "As pessoas estão vivendo uma surdez crônica, elas não se escutam, quando estão sozinhas estão ligadas nos iPod e iPhones escutando músicas, parece que precisam estar o tempo todo ocupadas e não querem ficar naquele silêncio saudável, para escutarem a si mesmas." Para ele, isso resulta em uma doença social, que coloca as pessoas em uma sociedade extremamente comunicativa e cada vez mais solitária. "Qual é o pior lugar para exclusão? É dentro de casa. Independente de ser surdo físico, surdo clínico, se você for um surdo existencial ou surdo emocional, você se exclui e exclui o outro dentro de casa. Não conversa mais. Então, tem surdos clínicos que se comunicam mais do que os surdos emocionais, que ficam fechados dentro de seu monte de questionamentos", alerta. "Não seja mais surdo do que os

Marco Antonio Arriens próprios surdos, porque aqueles que são surdos clínicos ouvem com os olhos e com o coração." Amanhã, os alunos farão questões de matemática e ciências da natureza. Esta é a primeira vez que o Enem é realizado em dois domingos consecutivos.

Aumenta procura por aulas de Libras no Cais Em Ijuí, o Centro de Atendimento Integral aos Surdos (Cais) disponibiliza toda a estrutura para que os surdos e os ouvintes possam ter um convívio melhor e aprender várias coisas. O centro oferece cursos gratuitos por meio de voluntários e doações, para que os surdos possam ter conhecimento de informática e entre outros. Cerca de 30 surdos frequentam o centro. A assistente social e diretora do Cais, Silvia Cristina Padilha da Costa, afirma que após a repercussão do tema do Enem, a inclusão dos surdos e os desafios para a formação educacional de surdos no Brasil, o número de pessoas que desejam

aprender a Linguagem Brasileira de Sinais dos surdos (Libras), aumentou bastante. O Cais é uma instituição filantrópica que atende surdos e familiares de surdos, mas nada impede que pessoas que queiram aprender Libras participem. “Nós trabalhamos com três áreas de ação. A primeira são aulas com crianças e adolescentes, a segunda é a casa da cultura surda - a parte que trabalha com os surdos adultos e o projeto semeando – que trabalha com crianças ouvintes e familiares dos surdos que frequentam a instituição. Esses são os três programas que trabalhamos, além de prestar assis-

Alunos surdos e ouvintes participam de aulas e palestras no Cais no município de Ijuí

tência às famílias”, explica. A diretora destaca a importância do centro para a comunidade e para os próprios surdos. “É importante porque é um lugar onde os surdos se encontram, é o ponto de referência deles, há pessoas que falam a língua deles. Aqui eles pedem atendimento médico, atendimento odontológico, acompanhamento com médicos e pediatra para as surdas grávidas, e também conseguimos inserir os surdos no mercado de trabalho. Todo esse tipo de assistência é dado aos surdos, porque a acessibilidade do surdo é pela comunicação de sinais e também pela assistência que é prestada a todas as áreas da vida deles, pois para ir a hospitais e lojas, como por exemplo, eles sempre necessitam de um intérprete”. A adesão para as crianças é feita por meio de inscrições, para ter o contato de algum responsável, para os adultos é só participar. “Qualquer pessoa que se interessar em aprender Libras, pode vir aqui no Cais e participar das atividades todas as quartas e sextas-feiras à tarde. Venha aqui conhecer os surdos, observe como eles conversam e com isso os surdos vão ensinando. A instituição está aberta para toda a comunidade”. A diretora comemora o reconhecimento da instituição. “Nós ficamos muito felizes em compartilhar com a comunidade que recebemos o certificado de responsabilidade social pelo 2º ano consecutivo”.

Nilton Kasctin dos Santos Promotor de Justiça

Uma história de fé A história de vida de um árabe que viveu há cerca de dois mil anos antes de Cristo serve de exemplo para quem quer se dar bem na vida. Esse homem, que vivia com seus sete filhos e a esposa numa região que hoje fica no sudeste do mar Morto, era rico em todos os aspectos. Materialmente: maior fazendeiro da região. Tinha sete mil ovelhas, três mil camelos, quinhentos jumentos, mil bois de arado (o que revela que ainda era dono de imensas plantações). Afetivamente: grande líder, equilibrado e sensível ao sofrimento alheio. Conselheiro e misericordioso. Pai amoroso, era ele próprio o sacerdote de sua família, proporcionava aos filhos todo ensinamento e conforto, e sempre intercedia por eles em orações para que vivessem felizes e abençoados por Deus. Sempre alegre e sorridente, contagiava a todos com seu jeito singular de tratar as pessoas. Intelectualmente: administrador eficiente de sua megaempresa rural. Mesmo repleto de afazeres cotidianos, nunca deixou de participar das decisões de sua comunidade. Era tão sábio, que os príncipes, generais, chefes e intelectuais silenciavam reverentes para ouvilo. Sua autoridade intelectual e moral era tão respeitada, que até mesmo os idosos tinham o hábito de levantar-se quando ele passava. Eticamente: era justo e sincero. Corria riscos e se expunha em favor dos injustiçados, assumindo postura ativa em defesa dos mais fracos, e por isso era chamado “pai dos necessitados”. Há mais de quatro mil anos a vida desse homem inspira a produção de livros, poesias, músicas, filmes, peças teatrais e sermões em todos os cantos do mundo. E continuará inspirando. Até mesmo o clássico filme Amadeus tem raiz poética na história desse homem. O grande Calvino escreveu 159 sermões sobre essa fantástica história de vida. Curioso que, mesmo com esse currículo irrepreensível, em certa altura da vida esse homem sofre a maior desgraça que se pode imaginar. Perde todos os bens, morrem todos os seus filhos, e ainda é acometido de várias doenças incuráveis. Dos milhares de amigos, restam-lhe agora só três, que aparecem para julgá-lo culpado da própria desgraça. Sem dinheiro, sem amigo verdadeiro, sem família e doente. Mas o homem permanece firme em seu propósito de ser justo, sincero, equilibrado, conselheiro, afetuoso. Incrivelmente, consegue reerguer-se. Recupera a saúde, nascem-lhe ainda dez filhos, e os bens materiais voltam em dobro; perdera sete mil ovelhas, mas agora tem 14 mil; em lugar dos três mil camelos que morreram, agora tem seis mil. Com os jumentos e bois, a mesma coisa. Seu nome: Jó, que em hebraico significa “voltado sempre para Deus”. Seu segredo: fé incondicional em Deus. Fé incondicional significa crer sem esperar nada em troca e sem tentar encontrar prova científica da existência de Deus. Foi essa fé que permitiu a esse camponês chegar à posição mais ilustre de sua nação, do ponto de vista moral, intelectual, social, ético, espiritual e afetivo. Essa fé lhe deu condições de suportar os momentos difíceis. Foi essa fé que levou esse homem a renascer do pó para testemunhar o infinito poder de Deus pela história afora. Em razão de sua fé incondicional em Deus, que anda sempre acompanhada pelo amor incondicional ao próximo, Jó se tornou conhecido como o pai dos necessitados. Foi essa fé que lhe permitiu viver até bem velhinho para brincar com os netos e bisnetos e depois morrer feliz aos 140 anos, saudável, rico, respeitado e realizado em todos os aspectos.


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 11 e 12 de novembro 2017

LEITE

Crise é debatida em audiência do Senado

De acordo com o Ministério da Indústria Comércio Exterior e Serviços (MDIC), em 2016, a importação de leite pelo Brasil cresceu 80%. Essa alta fez com que a produção nacional caísse 918 milhões de litros. Ainda segundo os dados, apresentados em audiência pública na Comissão de Agricultura do Senado, as importações de leite em pó do Uruguai superaram em 100% os números de 2015. A senadora Ana Amélia(PP), que participou do debate, destacou que o câmbio flutuante, as diferenças tributárias e a inexistência de cota de importação do leite em pó uruguaio fizeram com que o preço do litro de leite, produzido no Brasil, pago ao produtor, tenha caído a R$ 0,83, na média. “As relações com o Uruguai no âmbito do Mercosul têm que continuar isonômicas. É preciso lembrar que o Uruguai criou, unilateralmente, uma cota para o frango brasileiro sob alegação sanitária, mesmo sabendo que o Brasil exporta para mais de 160 países”, disse. A parlamentar gaúcha

Senadora progressista defende isonomia nas relações com países do Mercosul

pediu ao ministério da Indústria e Comércio e aos ministérios das Relações Exteriores (MRE) e da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) que resolvam o impasse rapidamente para evitar que os impactos da mais grave crise do setor lácteo se expandam. “Apenas no Rio Grande do Sul, que tem a segunda maior bacia leiteira do país, nos últimos dois anos, 19 mil famílias aban-

donaram as atividades do setor por causa da redução gradual da renda”, afirmou. Durante audiência pública, que contou com a participação de representantes também da Associação Brasileira dos Produtores de Leite (Abraleite), os membros da CRA definiram que vão pedir ao governo federal a prorrogação das dívidas dos produtores de leite.

11

Culturas de verão tem bom desenvolvimento As culturas de verão que vem sendo implantadas na região registram bom desenvolvimento de acordo com o que informou a Emater, em novo boletim divulgado nesta semana. O relatório aponta que, em relação à cultura do milho, os 120 mil hectares previstos já foram semeados com o cereal em algumas regiões, já entrando no estágio reprodutivo emitindo o pendão. O engenheiro agrônomo Gilberto Bortolini disse ao Grupo JM que, até agora, o desenvolvimento da cultura é bom e acentuou que na região compreendida por 46 municípios da área de atuação da Emater, 78 mil hectares foram destinados para milho grão, e outros 50 mil hectares para milho silagem. A previsão é de crescimento de 7% na produção média de milho, chegando a 140 sacas por hectare. Bortolini ressalta que, para a safra 2017/18, há um crescimento registrado na área de milho para silagem ao redor de 5%. Já em relação a soja, o cenário é favorável. O agrônomo disse

que, no mês de outubro, houve problemas para o início do plantio tendo em vista as intempéries registradas. No entanto, a partir da segunda quinzena do mês houve a intensificação do plantio, que atualmente chega a 40% da área prevista de 970 mil hectares na região, devido às condições climáticas que foram favoráveis ao plantio nesta semana, já que nos últimos dias a umidade se encontrava ideal para a realização da prática. A Emater destaca que as primeiras lavouras semeadas com a oleaginosa já apresentam boa emergência, com plantas viçosas, folhas largas e coloração verde intensa, denotando que estão sendo formadas com um bom nível de tecnologia. A previsão dos técnicos da Emater é de uma produção média de 60 sacas por hectare. Gilberto Bortolini ressalta que neste ano não há crescimento na área semeada com soja, tendo em vista a inexistência de espaços de fronteira agrícola para crescimento do cultivo.

Feira tem vendas satisfatórias Mesmo com a instabilidade climática registrada ontem, foi realizada no pátio do estacionamento em frente ao Hotel Vera Cruz, a feira de produtos coloniais promovida pelo Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Emater, com apoio do município de Ijuí. O Grupo JM registrou o andamento do evento e verificou que o tempo instável afastou o público consumidor. No entanto, os expositores disseram estar satisfeitos com o movimento registrado para aquisição dos produtos que foram oferecidos na exposição. Gentila Kusiack, proprietária da agroindústria La Massa do distrito de Santana, que está há quatro anos no mercado, disse que eventos assim fomentam a renda das famílias rurais e ressaltou a importância da comunidade urbana ter o contato direto com os produtores familiares. Tiago Megiolaro, da agroindústria Baldissera da Linha 11 Norte destacou que as atividades de fabricação de uma diversidade de panificados, além de tortas, doces e salgados são mantidas pela família sendo uma maneira interessante de agregação de

Lavouras de soja apresentam bom aspecto sem registro de ocorrência de doenças

Colheita do trigo se encaminha para o final

Apesar da chuva da manhã, à tarde movimento de vendas foi satisfatório na feira

renda mensal. Já Marli Martini, da agroindústria Martini, ressaltou que mesmo com a instabilidade, a feira foi realizada e lembrou que todos os meses a exposição estará no mesmo local no centro da cidade. Para o presidente do

Sindicato dos Trabalhadores Rurais(STR) Carlos Karlinski, a exposição tem o propósito de contribuir com a renda das famílias rurais, além de mostrar à comunidade urbana a qualidade da produção das agroindústrias locais.

O diretor de produção agropecuária da Cotrijui, Nelson Smola, disse nesta semana que o trigo e a aveia branca são as culturas de inverno mais prejudicadas pela chuva, em toda a área de abrangência da cooperativa durante o ciclo de reprodução. Há, segundo ele, queda de qualidade e produtividade das lavouras porque não houve o espaçamento adequado do período de chuvas, o que manteve as culturas com umidade elevada na hora de colheita. Na área de atuação da cooperativa, 70% da área plantada com trigo já foi colhida, mas a produção está abaixo do projetado na implantação da cultura, tendo em vista a influência do clima nas lavouras. No Estado, a cultura do trigo

já tem 78% das lavouras colhidas. Outras 20% estão em fase de maturação e 2% em enchimento de grãos. A produtividade média, até o momento, está entre dois mil kg/ha e 2,4 kg/ha, dependendo da região. Em termos de qualidade, mantém-se a tendência apresentada desde o início da colheita, que vai de regular a ruim, situando-se na sua grande maioria no tipo 2 (abaixo de pH 78). “É grande o desânimo por parte dos produtores com a cultura, indicando grande redução na área a ser cultivada no próximo ano. O preço também não atende à expectativa. Há também desinteresse de compra por parte dos moinhos, alegando baixa qualidade do produto colhido”, disse o diretor da Emater Lino Moura.


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 11 e 12 de novembro 2017

12

NOVAS LEIS

Reforma trabalhista entra em vigor no País A partir de hoje, uma nova Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) passa a orientar as relações entre empregados e empregadores no Brasil. É a entrada em vigor da Lei 13.467, 120 dias depois da sua aprovação no Senado. A chamada reforma trabalhista traz mais de 100 alterações na CLT, sancionada em 1943. Entre as principais novidades, está a criação de um profissional autônomo que pode ser exclusivo de um empregador e, ainda assim, não ter a condição de empregado. A terceirização, confirmada também para a atividade principal de uma empresa, também encontrou lugar na reforma. Outra alteração da lei diz respeito às gestantes e é polêmica: passa a permitir o trabalho em ambientes insalubres de graus mínimo e médio, mas o governo promete mudar este ponto por meio de Medida Provisória ainda em negociação. Além disso, há a novidade que traz a possibilidade de os empregadores tirarem férias em até três períodos, sem limitação de idade. E a garantia de que premiações por desempenho não são parte do salário traz o potencial de estimular empregadores a usarem mais esse incentivo.

Menos processos judiciais Um dos eixos da reforma é de que as negociações entre os trabalhadores e empregados tenham validade em relação ao que determina a lei – com exceção de pontos não negociáveis, como férias, 13º salário, pontos relativos a segurança, entre outros. É o chamado “acordado sobre o legislado”, que visa evitar que um trabalhador entre na Justiça para pedir reparação – como compensação de horas ou afins – mesmo que sua categoria tiver concordado com a proposta da empresa. Mais uma mudança que desestimula a reclamação na Justiça é a fixação de honorários ao advogado que ganhar a causa. Quem perder a ação, terá que desembolsar entre 5% e 15% do valor da causa para pagar o defensor adversário. Além de itens que aumentam os custos no caso de perdas, dois pontos restringem o acesso à Justiça propriamente dito. Os trabalhadores que aderirem a um plano de demissão voluntária (PDV) não poderão processar a empresa por nenhuma falha, pois o texto diz que essa opção “enseja quitação plena e irrevogável dos direitos decorrentes da relação empregatícia”.

O papel dos sindicatos A reforma tira o peso dos sindicatos, cujo papel, em tese, é o de igualar a disputa de forças nas negociações, segundo os especialistas. Uma mudança na atuação é a desobrigação de que sejam consultados ou avisados em caso de demissão voluntária. O texto também retira a obrigação de homologação de demissões individuais. No entanto, a lei não promove mudanças na estrutura sindical além do fim da contribuição obrigatória. Hoje em dia, o trabalhador só pode se filiar ao sindicado da sua categoria profissional, e que atue na região onde trabalha. Um dos pontos mais polêmicos é o fato de que, com a reforma, a contribuição sindical obrigatória deixa de existir - e, com ela, a principal fonte de financiamento para muitas das entidades que representam tanto empresas quanto trabalhadores. Os sindicatos de trabalhadores foram destino de R$ 2,6 bilhões, arrecadados em 2016 com o desconto de um dia de trabalho de todos os funcionários com carteira assinada do País. Já as entidades patronais receberam R$ 1,3 bilhão da contribuição recolhida diretamente das empresas.

Como fica

Governo já estuda novas alterações A pós a entrada em vigor da reforma trabalhista, o governo vai cumprir sua promessa e encaminhar ao Congresso na segundafeira ajustes na nova legislação. Entre eles, o que impede empresas de demitir trabalhadores para recontratá-los por contrato de trabalho intermitente num prazo de 18 meses. Outra alteração busca proteger grávidas e lactantes de trabalharem em ambientes que ofereçam risco à saúde das

mulheres e bebês. Os ajustes serão feitos depois de entrarem em vigor, neste sábado, as mudanças promovidas pela reforma trabalhista aprovadas pelo Congresso e sancionadas pelo presidente Michel Temer. Entre as principais mudanças da nova legislação está a autorização para que acordos coletivos se sobreponham sobre a lei, em temas como jornada de trabalho, banco de horas e intervalo intrajornada.

A forma dos ajustes ainda está em discussão dentro do Palácio do Planalto. A promessa feita a senadores era editá-los por meio de medida provisória, mas o governo avalia a possibilidade de optar por um projeto de lei por causa da reação negativa do presidente da Câmara, Rodrigo Maia, ao excesso de MPs editadas pelo presidente. A pressão do Senado é que o instrumento seja a medida provisória. Isso porque essa foi a promessa feita a senadores para que aprovassem a reforma trabalhista, sem alterações. A medida provisória tem força de lei, ou seja, começa a valer no momento de sua publicação, apesar de depois ter que ser aprovada pelo Congresso em um prazo de até seis meses. Um dos pontos que devem ser alterados é o que estabelece o chamado autônomo com exclusividade. O texto sancionado em julho previa a possibilidade de contratação de trabalhadores autônomo "com ou sem exclusividade, de forma contínua ou não", sem que isso representasse vínculo empregatício. O novo texto proíbe a "celebração de cláusula de exclusividade" com trabalhadores autônomos, ou

seja, a exigência de que autônomos prestem serviço para apenas um contratante, ainda que esse profissional "exerça atividade relacionada ao negócio da empresa contratante." O novo texto estabelece ainda que "motoristas, representantes comerciais, corretores de imóveis, parceiros, dentre outras categorias profissionais reguladas por leis específicas, e demais atividades compatíveis com o contrato autônomo" não vão possuir a "qualidade de em-

pregado" prevista na CLT. Sobre o trabalho intermitente, o texto sancionado em julho previa que o trabalhador intermitente teria direito a um mês de férias a cada 12 meses. Já o novo texto autoriza o parcelamento dessas férias em até três períodos. O novo texto inclui ainda a previsão de que será considerado rescindido o contrato de trabalho intermitente caso o empregador fique por um ano ou mais sem convocar o trabalhador para serviços.


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 11 e 12 de novembro 2017

13

REFORMA TRABALHISTA

Novas leis podem aumentar arrecadação

A Lei 13.467, conhecida como reforma Trabalhista, introduz diversas mudanças no mercado de trabalho no País. Com a mudança de diversos itens da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) e criação de outros dispositivos antes inexistentes, a reforma estabelece novas bases para as contratações, remunerações e contagem da jornada de trabalho. Para além disso, a nova lei trabalhista pode alterar o cenário de recolhimento de tributos e alíquotas compulsórias por parte dos entes públicos. A mudança mais profunda se dá a partir da ampliação da possibilidade de terceirização nas empresas. A partir de hoje, o novo texto passa a dispor que considerase prestação de serviços a terceiros (terceirização) a transferência feita pela contratante da execução de quaisquer de suas atividades, inclusive sua atividade principal, à pessoa jurídica de direito privado, prestadora de serviços, que possua capacidade econômica compatível com a sua execução. Dessa forma, esta alteração traz com mais clareza a possibilidade

de uma empresa “terceirizar” a sua atividade principal, também denominada como “atividade-fim”. Como a base de cálculo sobre os encargos cobrados nos contratos terceirizados é maior, a tendência é de que a arrecadação seja igualmente mais elevada. Atualmente, um funcionário de uma empresa contratado no regime CLT "custa", além de seus salários, os 8% de FGTS sobre o valor do vencimento, alíquota de INSS, que varia entre 8%, 9% e 11%, mais férias e 13º salário. Todas estas obrigações são, nesta modalidade, de responsabilidade da empresa. No regime terceirizado, o trabalhador "custa" ao empregador somente seus salários, já que a relação patrão-empregado passa a ser mais parecida com um acordo empresa-empresa, pois o funcionário deve ter um CNPJ. Portanto, fica a cargo do trabalhador o recolhimento de até 11% de alíquota de INSS, mais 6% sobre o valor pago a ele referente à Nota Fiscal de Serviço Eletrônica (NFS-e), emitida pelos serviços prestados.

Há alteração, ainda, na modalidade do contrato de serviços autônomos. Com a reforma, será permitido o contrato do chamado autônomo exclusivo, que, apesar de não ter vínculo com a empresa, pode cumprir as mesmas jornadas de um funcionário CLT. Neste caso, o recolhimento de tributos é feito por meio do Recibo de Pagamento Autônomo (RPA), cuja alíquota passa de, no mínimo 8%, para faixa fixa de 11%. Embora os números pareçam pequenos, a dimensão aumenta se considerarmos os 13 milhões de desempregados no País atualmente, segundo dados do IBGE. Para além disso, o Instituto estima a presença de quase 1 milhão de trabalhadores na informalidade, que terão mais benefícios e segurança financeira com as novas possibilidades de contratos estabelecidos pela reforma. A tese de que as novas leis poderão criar novos empregos se justifica com a desoneração dos encargos prevista pela reforma. Um funcionário com vencimentos de R$ 1,5 mil mensais representa, na verdade, R$ 1,9 mil mensais

contabilizando-se todos os seus encargos. No regime autônomo, o mesmo funcionário deve custar R$ 1,650 mensais, tendo em vista que a negociação mais vantajosa prevê o desconto de 11% do INSS incutido nos vencimentos. No caso do contrato terceiri-

zado, o funcionário representará somente os R$ 1,5 mil. Com essa redução drástica de custos, uma das regras impostas pela reforma é a de que a CLT proíbe que exempregados demitidos há menos de 18 meses voltem a prestar serviços terceirizados à companhia.


Notícias

Jornal da Manhã Sábado e domingo, 11 e 12 de novembro 2017

AUDIÊNCIA PÚBLICA

AL debate leis e burocracia em Ijuí O deputado estadual Marcel van Hattem (PP) esteve na manhã de ontem em Ijuí participando de uma audiência público. O encontro ocorreu no salão de Eventos da Unijuí e contou com a presença de empresários locais. A audiência integra as ações da Comissão especial para revisão legal do Rio Grande do Sul, proposta pelo parlamentar e que deve ser votada até o final do mês, e está percorrendo o Estado para coletar sugestões da comunidade empreendedora. Em entrevista ao Grupo JM, o parlamentar explica que a comissão tem como objetivo mapear a legislação estadual e a estrutura administrativa da Casa, para absorver e otimizar a utilidade pública necessária à edição de novas leis e aproveitamento útil das existentes. Ao final, um projeto de revogação de leis municipais, estaduais e federais será apresentado com o intuito de reduzir o inchaço da

máquina pública. “Não precisamos de novas leis, mas de novas atitudes com as leis que já existem, porque muitas existem e não são respeitadas e, inclusive, precisamos da revogação de tantas outras que mais atrapalham do que ajudam”, explica o parlamentar, salientando que “o político muitas vezes é medido pelo número de leis que propõe, que ele aprova, mas não é cobrado pela fiscalização das leis que já existem e a sua eficiência”. O deputado estadual falou sobre burocracia e defendeu a revogação de leis obsoletas, “esdrúxulas e inúteis”, que mais atrapalham do que ajudam as pessoas. Segundo o deputado, tempo suficiente para fazer audiências públicas em todo o estado e colher ideias e sugestões da classe empreendedora sobre leis, normas e regulamentações já existentes e que mostram ineficientes ou atrasadas. A partir do resultado

Pré-acordo do RS está sendo analisado pela AGU A proposta de pré-acordo para a recuperação fiscal entregue pelo Rio Grande do Sul ao governo federal está sendo analisada pela Advocacia-Geral da União (AGU), informou ontem o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles. Segundo ele, há empenho por parte do governo federal em socorrer o governo gaúcho. "Mas há questões de necessidade de adequação a normas legais", justificou o ministro, frisando que "Todos queremos resolver o problema do Rio Grande. Vemos o acordo com bons olhos e há total empenho em aprovar o acordo para o Estado", declarou Meirelles, que se encontrou com o governador José Ivo Sartori. Na tentativa de acelerar as nego-

ciações para aderir ao Regime de Recuperação Fiscal (RRF), o Rio Grande do Sul pediu a abertura pela AGU de uma Câmara de Conciliação e Arbitragem para intermediar pontos que são divergência entre o governo estadual e o Tesouro Nacional. O principal deles é a forma de contabilização das despesas com pessoal, hoje subestimadas pelo governo gaúcho, o que ironicamente impede a adesão do Estado ao socorro. "Existe uma lei que define os termos em que devem ser aprovados do projeto de recuperação fiscal. AGU e Tesouro analisam se cumpre as mínimas exigências legais", reforçou o ministro, sobre o conteúdo do pré-acordo.

Meirelles diz que 'vê com bons olhos' acordo com Rio Grande do Sul

A audiência foi presidida pelo deputado estadual Marcel van Hattem (PP)

dessas audiências, o parlamentar pretende oferecer uma proposta de revogação de leis municipais, estaduais e federais, “para que a sociedade empreendedora veja

que alguma coisa está sendo feita na Assembleia Legislativa para reduzir o tamanho do Estado e desinchar a máquina pública”, salientou Marcel.

Audiência discute crise no setor do leite Mobilizados pela Assembleia Legislativa, produtores de leite gaúchos que sofrem com o baixo preço pago pelo produto estiveram em grande número na audiência pública proposta pelo deputado Eduardo Loureiro (PDT) na manhã de ontem. Em entrevista ao Grupo JM Loureiro que o encontro debateu soluções para a grave crise no setor leiteiro, que afeta milhares de famílias em centenas de municípios do Rio Grande do Sul. Organizada através da Comissão de Assuntos Municipais do Parlamento gaúcho, a audiência possibilitou um completo diagnóstico da situação e encaminhou medidas a serem buscadas junto aos governos estadual e federal, como a estipulação de cotas para importação do leite uruguaio, a revogação da portaria que estimula a compra do produto no país vizinho e também que a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) adquira o leite gaúcho para ser distribuído em programas sociais. “A baixa rentabilidade fez com que 20 mil famílias literalmente abandonassem a produção de leite no Rio Grande do Sul nos últimos tempos. Isso é muito grave para um Estado como o nosso, onde a produção agropecuária é um dos sustentáculos da economia e motor do PIB gaúcho”, alerta o deputado Loureiro. Durante a audiência, vídeos

Eduardo Loureiro

com relatos dramáticos de produtores atingidos pelo baixo preço que está sendo pago pelo litro de leite reforçaram a importância do debate. O deputado federal Pompeo de Mattos (PDT), o presidente da Assembleia Legislativa, Edegar Preto (PT) e o presidente da Famurs, Salmo Dias, participaram da audiência, assim como representantes da Emater, Secretaria da Agricultura, Instituto Gaúcho do Leite (IGL), vereadores, prefeitos e a deputada estadual Zilá Breitenbach (PSDB).

14

ALEXANDRE GARCIA Jornalista

PORTÕES SE FECHAM Começou o exame nacional do ensino médio, conhecido como ENEM, que abre portas para a universidade. De 6 milhões 731 mil inscritos, uma multidão de 2 milhões não compareceu. Vergonha nacional: precisa da polícia e vigilância eletrônica para evitar fraudes. Domingo foi a prova de redação, antecedida por discussão na Justiça, sobre se havia ou não censura prévia sobre a opinião dos alunos. E, como sempre, o lugar-comum das reportagens na televisão, foram as cenas de fechamento dos portões com gente chegando atrasada, jogando-se pelas frestas entreabertas ou voltando em choro desesperado. Na lição da pontualidade, de planejamento, de compromisso, os atrasados receberam reprovação. Alguns foram vítimas de imprevistos, porque esqueceram de calcular o tempo que o acaso pode tomar. A liminar da Presidente do Supremo foi fiel ao que está mais de uma vez na Constituição: “é livre a manifestação do pensamento, vedado o anonimato”(art. 5º, IV). Aproveito para perguntar: E o anonimato nas redes sociais? No mesmo artigo, logo adiante: “é inviolável da liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida a proteção aos locais de culto e suas liturgias”(5º,VI). Aproveito para perguntar: E quem desenha, em exposição pública, a cabeça da ratinha Minnie em lugar do rosto da principal devoção católica? Também no art. 5º “é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença”(IX). Aí, pergunto: como poderia o ENEM ameaçar com anulação da prova o eventual autor do que for interpretado como agressão aos direitos humanos? Qual era a intenção? Impor a ditadura do politicamente correto? E o que são, afinal, direitos humanos? O idoso doente teria o direito de ser atendido logo em vez de ficar na fila durante a madrugada em hospital público? Os brasileiros que são mortos à razão de 171 por dia teriam direito à vida? Os amontoados na condução diária teriam direito a transporte humanizado? As pessoas teriam o direito de não ter medo de sair de casa? O suor que os contribuintes vertem lhes daria o direito de não ver seus impostos saírem pelo ralo da corrupção? Como se percebe, o respeito aos direitos humanos que agentes do estado querem impor aos jovens do ENEM, na verdade revela uma tremenda hipocrisia. O tema da redação foi “Desafios para a formação educacional de surdos no Brasil”. Eu não saberia escrever sobre isso. Em 77 anos de vida, confesso que não reúno informações suficientes para desenvolver o tema. Aplaudo os estudantes que dispunham de conteúdo para a tarefa. Eu ficaria na superfície da questão, sem conseguir mergulhar. Enfim, sabemos todos que a escolha de uma profissão não é questão de cor da pele, ou de currículo, mas de vocação. Será que o ENEM consegue sugerir a vocação com esses exames de múltipla escolha? Que poder tem o ENEM sobre milhões de brasileiros que querem galgar o curso superior! Apagam-se as idiossincrasias regionais, inserem-se as ideologias da moda - e depois ficamos nos últimos lugares nas classificações mundiais de ensino. Atrasados, os portões vão se fechando.


Notícias Polêmica na Câmara O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ) disse que a proibição de aborto em casos de estupro "não vai passar" na Casa. Na última quarta-feira causou polêmica a aprovação, em uma comissão especial da Casa, do texto-base de um projeto que prevê incluir na Constituição a garantia do direito à vida "desde a concepção". Na prática, a proposta proíbe qualquer forma de aborto, mesmo aquelas previstas atualmente na legislação. "Proibir aborto no caso de estupro não vai passar na Câmara". Ele disse que é preciso analisar juridicamente a redação final do projeto que for aprovado na comissão.

Ficha Limpa em debate Líderes de diversos partidos na Câmara dos Deputados passaram a articular a aprovação de um projeto que tem como objetivo derrubar a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de aplicar a Lei da Ficha Limpa a políticos condenados por abuso antes de 2010, quando a lei passou a vigorar. Pela lei, ficam inelegíveis por 8 anos os políticos condenados por abuso de poder. E, no mês passado, o STF determinou que a lei seja aplicada também a quem tiver condenação anterior a 2010, tornando esses políticos inelegíveis por oito anos e não somente por três anos, como acontecia até então. Para o ministro Luiz Fux, o prazo de inelegibilidade não é uma punição para o político condenado, mas uma "condição de moralidade".

Novo diretor da PF O novo diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segóvia, avaliou que a corrupção no Brasil é "sistêmica". Por isso, explicou, o objetivo é "ampliar" as operações de combate a esse tipo de prática. Segóvia assumiu o comando da PF nesta semana, substituindo Leandro Daiello, que estava no cargo desde 2011. "A Lava Jato, na realidade, ela é uma das operações de combate à corrupção no país. O que a Polícia Federal pretende é justamente ampliar, aumentar o combate à corrupção. Então, não será só uma ampliação, uma melhoria na Lava Jato, será em todas as operações que a Polícia Federal já vem empreendendo, bem como ainda ampliar, quer dizer, criar novas operações", disse Segóvia ontem.

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 11 e 12 de novembro 2017

15

AUDIÊNCIA

Educação pública é debatida por profissionais em Ijuí Nesta sexta-feira, em sua sede, a Associação dos Professores Municipais de Ijuí (Apmi-Sindicato) promoveu um encontro para a categoria, com o tema "Educação pública frente à atual conjuntura e a limitação de gastos". E para debater o assunto, foi convidada a integrante da Comissão de Educação da Câmara Federal, deputada Maria do Rosário (PT). "Trouxe para debate a situação dos professores estaduais, que há 64 dias estão em paralisação porque não recebem a atenção devida do governo do Estado. No governo federal, por sua vez, existem cortes no orçamento para o próximo ano, causando um retrocesso à educação brasileira", destacou a parlamentar, em contato com a redação do Grupo JM. No último mês, a Comissão de Educação definiu quatro áreas que receberão, no orçamento de 2018, o valor de R$ 3 bilhões - recurso considerado insuficiente para atender às demandas, na visão da deputada.

Realizado na Apmi-Sindicato, evento contou com a presença de Maria do Rosário

"Este valor não é suficiente por dois motivos: primeiro, que ele acaba comprometendo o Plano Nacional de Educação. Segundo, que a Emenda Constitucional nº 95 aprovou o congelamento do orçamento. Significa que este valor terá, nos anos seguintes, somente a reposição da inflação, o que prejudicará áreas como a educação infantil, a merenda escolar e os institutos federais", reforça.

Na avaliação de Maria do Rosário, a educação pública brasileira possui vários gargalos, começando pelo desrespeito com que o governo vem tratando os educadores e funcionários das escolas. "Não é possível que, em todo este período, não tenha ocorrido uma negociação efetiva no Rio Grande do Sul. O parcelamento dos salários é um desrespeito a cada profissional."

Para a parlamentar, o governo tem agido de forma autoritária no Plano Nacional. "Essa reforma do Ensino Médio não consulta qualquer educador. E nós entendemos que educação só se faz com participação." Rosário defende a proposta de valorização da educação pública, o resgate de recursos no orçamento público e a defesa da democracia.

Há 80 anos, Getúlio Vargas Bancada gaúcha gasta R$ fechou o Congresso 830 mil com escritórios Em 10 de novembro de 1937, Getúlio Vargas (1982-1954) declarou via rádio à nação, que o Brasil estava sob novo regime de governo, o Estado Novo (19371945). Horas antes, o então presidente brasileiro havia ordenado que a polícia política cercasse os palácios Monroe e Tiradentes, no Rio, sedes do Senado e da Câmara, respectivamente. Com o Congresso fechado, apoiado pelo Exército e sem praticamente nenhuma resistência por parte dos políticos –assembleias legislativas e câmaras municipais também foram desativadas, e governadores que se opuseram à manobra do Executivo nacional foram destituídos de seus cargos–, Vargas derrubou a Constituição de 1934, considerada liberal, e implantou nova Carta, que centralizava todo o poder sobre ele, acabava com os partidos políticos e suspendia as eleições. O país entrava em uma era de autoritarismo. Ao Estado Novo era atribuída a alcunha fascista, pois trazia consigo o nacionalismo –e, como consequência, a xenofobia– e o totalitarismo. Vargas havia assumido a Presidência, de forma provisória, com a Revolução de 1930 e se mantido no cargo eleito de forma indireta, em 1934, com a Consti-

tuição que foi praticamente obrigado a assinar, graças à pressão da Revolução Constitucionalista de 1932. A Carta de 1934 instituía eleição presidencial em 1938 e não permitia a reeleição do chefe da nação. A repressão da ditadura do Estado Novo levou à prisão militantes políticos, como o líder comunista Luís Carlos Prestes. Por outro lado, a ditadura de Vargas trouxe na época avanços no que diz respeito à condição dos trabalhadores, com a criação da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho). O mandatário também foi responsável pela implantação do Senai, com o empresariado. O Estado Novo durou até 1945. Nesse ano, Vargas foi obrigado a ceder e a marcar eleições para dezembro, mas renunciou antes da realização do pleito ao se ver cercado pelo Exército. Senado e Câmara só voltaram a funcionar em setembro do ano seguinte, após a elaboração de uma nova Constituição. Mal havia sido deposto, Getúlio Vargas conseguiu ser eleito deputado por sete Estados e senador por dois –a lei permitia isso, e ele entrou para o Senado. Mais tarde, em 1950, o político voltaria à Presidência, desta vez pelo voto popular.

De janeiro a maio de 2017, os deputados federais gaúchos gastaram um total de R$ 827.604,92 com reembolsos de despesas relacionadas à "manutenção de escritório de apoio à atividade parlamentar". Trocando em miúdos, são os gastos dos escritórios regionais dos deputados gaúchos. Esse montante é o terceiro maior entre as categorias em que há mais gastos registrados pelos parlamentares no período, atrás somente de "passagens aéreas" R$ 1.608.783,79 - e "divulgação da atividade parlamentar" - com gastos de R$ 913.589,54. A maior parte das despesas ressarcidas do montante de R$ 40.875,90 que cada parlamentar gaúcho dispõe de verba indenizatória é relacionada a imóveis alugados - condomínio, IPTU, energia, água, telefone - que são gastos regulares, além de valores esporádicos gastos com material de escritório e informática, ou reparos e assistência técnica. No período, cada deputado dispendeu mensalmente, em média, R$ 26,7 mil. O deputado que possui o maior volume de gastos cadastrados na rubrica é Alceu Moreira (PMDB), que teve ressarcidos R$ 56.561,72 dos dois escritórios que possui fora de Brasília: um em Porto Alegre, e outro em Osório - ambos os imóveis são alugados. O menor volume

de gastos pertence ao deputado Luis Carlos Heinze (PP), que, de janeiro a maio, teve ressarcidos R$ 8.441,85. O parlamentar possui um escritório político em São Borja, que fica localizado em um imóvel que pertence a sua esposa, segundo a assessoria de imprensa do deputado. Portanto não consta pagamento de aluguel da casa entre as notas fornecidas para o reembolso. Quatro deputados federais gaúchos não têm escritórios políticos no Rio Grande do Sul - ou ao menos não constam recibos de aluguel cadastrados na rubrica. A assessoria de imprensa de Darcísio Perondi (PMDB) diz que o deputado tem uma assessora que vive em Ijuí e trabalha em regime de home-office. No entanto o deputado possui uma despesa de R$ 2.255,09 inserida erroneamente na rubrica. Tratamse de despesas de assinatura de jornais e materiais de escritório referentes ao gabinete em Brasília; Assis Melo (PCdoB) possui despesas de R$ 1.766,39 em materiais de escritório adquiridos para o gabinete na Câmara dos Deputados. Cada um dos 513 deputados federais dispõe, mensalmente, de uma cota parlamentar variável por Estado. No caso do Rio Grande do Sul, o valor total por mês, por deputado, é de R$ 40.875,90.


Esporte

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 11 e 12 de novembro 2017

Avaliação na Chapecoense Os atletas João Victor Veiga, Leonardo Marasca Delfino, de Ijuí e Guilherme Buch, de Ajuricaba foram levados recentemente a Chapecó, Santa Catarina para uma primeira avaliação nas categorias de base da Chapecoense. Eles integram a Escolinha da Chapecoense, Polo de Ijuí. Conforme o técnico Carlos Kowalski, os jogadores passaram por uma primeira avaliação e em virtude do final do ano e da Escola, a Chapecoense pediu para que os três sejam levados em dezembro. "Queremos levar também três equipes nas categorias Sub-13, Sub-15 e Sub-17", comentou Kowalski. O treina-

dor vai a Santa Catarina em dezembro para um Campeonato. Em janeiro fará um estágio de 10 a 15 dias na base do time catarinense. A Escolinha da Chapecoense, Polo Ijuí, vai selecionar atletas nascidos nos anos de 2000, 2001, 2002 2003, 2004, 2005 e 2006 para o Campeonato Anual entre os polos da Chape que será realizado de 16 a 19 de dezembro no Centro de Treinamento das categorias de base da Associação Chapecoense de Futebol em Chapecó. Informações no fone 55. 9.9150.7887 com Carlos ou no 55.9.8436.1421 com Luiz.

Ijuí venceu por 5 a 0, com dois gols de Dudu, mais gols de Luan, Gabriel Garbinato e Alisson Ramos. Os destaques da partida foram o artilheiro Dudu e o lateral Caetano. Na categoria Sub-15, a Escolinha CFE venceu por 3 a 0, com gols de Marco Artur, Rafael e Bernardo. Foram escolhidos

PLACAR GERAL MUNICIPAL DE CATUÍPE O Campeonato Municipal de Futebol de Catuípe encerra a primeira fase amanhã com os jogos somente da chave A. As partidas serão realizadas na localidade de Rincão dos Dambrós,campo do Floriano com a seguinte ordem a partir das 14h30:Três de Maio x Barcelona; e União x 7 de Setembro. A equipe do Atlético do Promorar já está classificada direto para a semifinal. As equipes do Caramuru e do Cruzeiro aguardam os classificados para os cruzamentos da fase quartas de final.

JOGOS COMERCIÁRIOS Atletas passaram por uma primeira avaliação na base da Chapecoense

Escolinha CFE disputa rodada da Copa Regional A Escolinha de Futebol CFE de Ijuí participou no último domingo no campo do Ceap no bairro Storch, de mais uma rodada da Segunda Copa Regional Futebol com Vida enfrentando a equipe de Derrubadas, nas categorias Sub-13 e Sub-15. Foram dois grandes jogos, e na categoria Sub-13 a equipe de

16

destaques da partida os atletas Marco Artur e João Patrick. Nesta Copa Regional participam Ijuí, Cruz Alta, Panambi, Santo Augusto, Três Passos, Campo Novo e Derrubadas, nas categorias Sub-9, Sub-11, Sub13 e Sub-15. Além dos bons jogos, a competição tem se caracterizado já

nesta sua segunda edição, pelo ótimo comportamento entre os professores e equipes de atletas. Conforme o professor Paulo Wissmann, este é na verdade o grande objetivo da competição, oportunizar às crianças a participar de um Campeonato de alto nível, com muita disciplina e respeito às regras, e a arbitragem.

A final estadual dos 37º Jogos Comerciários acontece neste fim de semana no Sesc Campestre e no Parque Esportivo da PUC em Porto Alegre. A delegação de Ijuí tem 76 atletas. Os representantes ijuienses são estes: futsal master - Lojas Jost; futsal feminino-Madeireira Seifert; futebol- Badicos Beer; futebol sete- Mercado Gabriel; futsal livreUnião de Amigos; canastra- Paulão e Enir de Almeida, Odair e Lucas Dumke e Moacir e Ersi Montagner; atletismo-Ângela Cristina Paz e Juliano Dornelles Brudna. A judoca Mayra Aguiar, medalhista olímpica, é presença confirmada na solenidade de abertura, às 9h deste sábado, no Ginásio do Sesc Campestre na Avenida Protásio Alves na capital.

FUTEBOL DE A. PESTANA

Sub-15 da Escolinha CFE derrotou o time de Derrubadas na Copa Regional

Sub-13 do CFE tem obtido bons resultados na Copa Futebol com Vida

Copa Luciléia Minuzzo reúne equipes da região Equipes da região disputam hoje a partir das 8h na Associação Atlética Banco do Brasil (AABB) em Ijuí a segunda edição da Copa Luciléia Minuzzo de Futsal Feminino para categorias de base. A competição homenageia Luciléia Renner Minuzzo, natural de Santo Ângelo, atleta da equipe da Lazio da Itália e da Seleção Brasileira de Futsal, eleita a melhor jogadora da modalidade em 2013. Os jogos serão nas categorias Sub-12, Sub-14 e Sub-16. A Copa é organizada pela Escolinha Feminina do Esporte Clube São Luiz. Este ano a competição terá o apoio da equipe da Lazio da Itália e da marca

esportiva italiana GEMS, além da atleta homenageada. Mais de 150 meninas devem participar. Luciléia foi convocada para a Seleção Brasileira que disputará

a Copa América de Futsal em Las Piedras no Uruguai a partir do próximo dia 22. A apresentação das atletas será segundafeira no Rio de Janeiro.

Times Sub-12: São Luiz-Ijuí Falabretti-Jóia APFF-Pejuçara Fênix Bozano Sub-14 Chave A São Luiz A-Ijuí Falabretti-Jóia ACAFF-Cruz Alta APFF-Pejuçara

Chave B São Luiz B-Ijuí Chapecoense- Polo de Cruz Alta Escolinha Nova Ramada TNFC-Jóia Sub-16 São Luiz-Ijuí Falabretti-Jóia ACAFF-Cruz Alta TNFC-Cruz Alta Chapecoense-Polo de Cruz Alta

O Campeonato Municipal de Futebol de Augusto Pestana tem jogos semifinais amanhã a partir das 14h45 no Estádio Guilherme Klamt. Serão realizadas estas partidas: Avante A x Estrela A; e Barcelona x X-Salada.Os jogos de volta serão dia 19. Acontece neste mês em Augusto Pestana a 25ª edição do Encontro Esportivo entre Prefeituras (Enespref), tradicional evento de integração entre os poderes Executivos de cidades gaúchas. Os jogos serão entre os dias 16 e 19 de novembro. Neste ano, os municípios participantes são Agudo,Augusto Pestana, Caçapava, Cacequi, Dona Francisca, Faxinal do Soturno, Ivorá, Jaguari, Jóia, Júlio de Castilhos, Nova Esperança do Sul, Nova Palma, Pinhal Grande, Quevedos, Santiago, São Francisco de Assis, São Pedro do Sul, São Sepé, São Vicente do Sul, Silveira Martins e Tupanciretã. Ao todo, serão 17 modalidades esportivas disputadas durante quatro dias de atividades.

TORNEIO DE VÔLEI

Luciléia Minuzzo será homenageada hoje na competição de futsal

Acontece hoje a partir das 14h nas quadras da praça do bairro Storch o Torneio Municipal de Voleibol de Areia 2017, Duplas masculino e feminino. A promoção é da Secretaria de Cultura, Esporte e Turismo, através da Coordenadoria de Esportes. Os jogos seriam disputados no último sábado, mas foram adiados por causa da instabilidade climática.


Jornal da Manhã Sábado e domingo, 11 e 12 de novembro 2017

DOIS TOQUES

Carlos Alberto Padilha

esporte@jornaldamanhaijui.com

V I S I TA - O auxiliar técnico da Seleção Brasileira de Vôlei Masculino Marcelo Fronckowiak estará em Ijuí no dia 23 de novembro para uma Clínica a desportistas de Ijuí e região. Falará sobre Esporte de Alto Rendimento Teoria e Prática. Às 8h ele irá à Associação Comercial e Industrial (ACI) e às 13h30, ao Ginásio de Esportes Wilson Mânica. A promoção é do Instituto de Desenvolvimento do Esporte do Noroeste do Estado (Idene). Amanhã a partir das 9h no Ginasião tem Festival Regional de MiniVoleibol organizado pelo Ijuí Pró-Vôlei. PRESENÇAO responsável pelo plantio do gramado do Estádio 19 de Outubro Gentil Marques Júnior estará em Ijuí na segunda-feira. Ele disse ontem que as chuvas, principalmente de outubro, prejudicaram o material orgânico colocado na Baixada causando problema de fertililidade. Comentou que desde a última vistoria que fez há 15 dias a grama cresceu 15 centímetros. Gentil entende que as correções que estão sendo feitas no gramado são normais e nas laterais a erosão trouxe problemas que estão sendo enfrentados. Garantiu que até o final de dezembro o gramado estará liberado. Enquanto isso, o empresário Marcelo Muraro está voltando ao São Luiz para atuar no futebol na função que seria exercida por Rui Pereira. EMPATE-Juventude e Oeste empataram em 0 a 0, ontem no Alfredo Jaconi. Bom resultado para o Inter que torceu contra os paulistas.

17

Técnico quer quatro amistosos O São Luiz tem 18 jogadores anunciados para a disputa do Campeonato Gaúcho de 2018. O departamento de futebol continua trabalhando para a formação do elenco. O técnico Paulo Henrique Marques conversou com o Jornal da Manhã após a reunião de quinta-feira no Estádio 19 de Outubro quando foram tratados assuntos sobre a pré-temporada. JM-Como está a formação do elenco? Paulo Henrique- Está dentro daquilo que esperávamos, um pouco de dificuldade pelo tempo de contrato que a gente tem para oferecer e pelo valor também, mas dentro do previsto. Não temos queixa alguma. Anunciamos 18 jogadores. Temos 21 ou 22 acertados no total. JM-Que posições se procura para fechar o elenco? Paulo Henrique-Vamos trabalhar com no máximo 25 ou 26 jogadores. Buscamos ainda mais um lateral-direito, pelo menos três atacantes, mais um volante e um goleiro. É por aí. JM-Você gosta de times com posse de bola e que sejam velozes na movimentação ofensiva. Os jogadores buscados até agora se encaixarão no desenho tático que você pensa? Paulo Henrique-É o que a

gente busca. Lógico que vamos jogar um outro Campeonato. Neste ano a gente precisava chegar entre os dois primeiros. Agora no Gauchão de 2018 claro que também queremos isso, mas o nosso objetivo é ficar longe dos dois últimos. Muda bastante, mas a ideia de time é mesmo parecida com essa deste ano. É o que buscamos. JM-O atacante Michel foi artilheiro no Passo Fundo e em outros clubes. No Ypiranga não conseguiu desenvolver seu futebol. Como você pensa escalar este jogador. Ele pode desempenar outras funções? Paulo Henrique- A princípio em uma posição mais de centrovante mesmo. Essa é a ideia que a gente buscou, depois quem sabe ele pode se adaptar em outra. O pensamento inicial é esse. O Michel foi um jogador que em 2015 marcou 11 gols em 15 jogos no Gauchão. De lá para cá não esteve tão bem. A gente espera recuperá-lo. Ele tem as ferramentas para dar a volta por cima. É um jogador que trabalha muito, tem caráter, não é da noite. Confio que vamos colocá-lo novamente em um bom nível. JM- O 18º anunciado é o zagueiro Tairone, que estava no Ypiranga. Fale sobre esse atleta?

Inter pode confirmar volta à Série A em 2018 O jogo de hoje às 16h30 no Beira-Rio é decisivo para o Internacional e Vila Nova-GO. Líder do Campeonato Brasileiro Série B com 63 pontos, o Colorado busca o retorno à Primeira Divisão, enquanto o time goiano, sexto colocado, não quer se distanciar do G4. As duas equipes vêm de uma sequência sem vitórias. O técnico do Inter, Guto Ferreira, pode ter alguns desfalques. Na defesa, os zagueiros Danilo Silva e Victor Cuesta, lesionados, vão dar lugar ao jovens Léo Ortiz e Thales. No ataque, o mistério.

O centroavante Leandro Damião passou a semana inteira tratando de um desconforto muscular. Damião foi relacionado para o jogo. Caso não atue, o atacante Carlos deve entrar na posição. O Inter atuará com: Danilo Fernandes; Cláudio Winck, Léo Ortiz, Thales e Uendel; Rodrigo Dourado, Edenílson, D’Alessandro, William Pottker e Eduardo Sasha; Damião (Carlos). Hemerson Maria escala o Vila Nova com: Luís Carlos; Maguinho, Alemão, Wesley Matos e Gastón Figueira; PH, Geovane, Alan Mineiro, Alípio; Wallyson e Lourency.

Paulo Henrique-É um jogador que olhamos na Série C do Campeonato Brasileiro. Gostamos do que vimos, tiramos informações. Temos uma vantagem de que o preparador físico Anderson de Lazari voltou para o São Luiz. Ele estava trabalhando com o Tairone no Ypiranga.Sabe a maneira que gosto de trabalhar e entendo que podemos encaixálo naquilo que a gente pensa.É mais um atleta que ficamos satisfeitos ao trazê-lo. JM- A situação atual do gramado do Estádio 19 de Outubro preocupa? Paulo Henrique- Não gostaria de abordar muito este assunto. Tem duas pessoas que considero muito, trabalhando neste sentido, o presidente Pedro Pittol e o vice de patrimônio Sadi Pereira. São duas pessoas que querem o bem do clube e entendem o que estão fazendo. Se vai dar certo ou não isso é com eles. Estão passando a informação de que atrasou o desenvolvimento da grama, todo mundo está vendo, mas quando chegar no Campeonato estará resolvido. Então não adianta chorar muito, temos que remediar. Estamos trabalhando para fazer uma pré-temporada boa. Não vai ser a demora ou atraso do campo que o nosso trabalho vai dar

Técnico Paulo Henrique Marques

certo ou errado. Temos que nos adaptar como sempre fizemos. JM- O primeiro amistoso com o Concórdia em Santa Catarina está certo. Quantos jogos mais você quer? Paulo Henrique- Pensamos em pelo menos quatro amistosos. Lógico que em dezembro deve complicar um pouco dentro do 19 de Outubro, mas se não der para jogar em Ijuí, atuaremos fora e pretendemos jogar em casa o último teste antes do Gauchão.

Lucas Barrios volta ao time contra o Vitória O Grêmio treinou na tarde de ontem no CT Luiz Carvalho visando o duelo de amanhã às 17h contra o Vitória, no Alfredo Jaconi em Caxias do Sul. A equipe terá cerca de cinco desfalques e um retorno. O maior problema gremista é na lateralesquerda. Marcelo Oliveira teve diagnosticada uma lesão na coxa direita e a previsão é que demore duas semanas para se recuperar o atleta. Além dele, Bruno Cortez não está totalmente recuperado de um desconforto muscular e será pre-

servado. Na direita, o lateral Edílson está com um desconforto muscular e gripado. Com isso, está fora da partida. Assim, Léo Moura deve seguir na posição. No ataque, o peruano Beto Silva sofreu uma lesão de grau 1 no adutor coxa direita e deve permanecer afastado por cerca de duas semanas. A boa notícia é a volta de Lucas Barrios, recuperado de uma lesão muscular. A partida acontece no Estádio do Juventude, na Serra Gaúcha, devido ao show do Coldplay que vai ocorrer na Arena do Grêmio neste sábado.


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 11 e 12 de novembro 2017

18

CATUÍPE

Vereadores estreitam relações com Assembleia Legislativa

Vereador de situação, Rodolfo Burmann (PT) diz que apoia as ações realizadas pelo Executivo, dentro do entendimento de que elas contemplem as necessidades da comunidade. Ele acentua que os parlamentares da Câmara de Vereadores de Catuípe assumiram o compromisso de ir atrás dos representantes do município na Assembleia Legislativa, na busca por incentivos para o desenvolvimento de projetos. “O Município tem realizado muitas ações principalmente na área da Educação, as escolas municipais têm recebido forte amparo da administração, e na Agricultura, em que as pequenas propriedades têm sido atendidas por meio de um convênio firmado com a Emater”, comenta. Rodolfo frisa que Catuípe passou por uma evolução nos últimos 20 anos no que diz respeito à estruturação financeira. “O Município enfrentava muitas dificuldades, e nas cinco administrações passadas conseguimos fazer com que

A partir do contato dos parlamentares catuipanos com deputados estaduais, projetos começam a sair do papel na cidade

o Município alcançasse estabilidade financeira, superávit financeiro, e fazer com que projetos que tinham dificuldades de ser implantados saíssem do papel”, conta, acrescentando que na área da Saúde as ações contemplam toda a comunidade. “Atendemos a população 24h por dia, no Pronto Atendimento,

com especialista, com consultas e exames. Casos mais complexos, naturalmente, são encaminhados para Ijuí ou por meio de convênios firmados com clínicas ou demais hospitais da região”, acrescenta. Ele destaca também a programação cultural nas escolas municipais que contribuem para

a qualidade do ensino. “Não podemos apenas reclamar, mas também enfrentar os problemas, e nós soubemos enfrentar as dificuldades em nosso Município. Temos adversidades, mas com trabalho aos poucos fazemos com que se concretizem os projetos e as obras no Município”, disse.

Ponte em Porto Xavier pode ser inclusa no PAC Nesta semana, os deputados Darcísio Perondi (PMDB-RS) e Cajar Nardes (PODE-RS) participaram de reunião com o ministro dos Transportes, Maurício Quintella, e com o diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes, Valdir Casimiro. O tema do encontro foi a ponte internacional sobre o Rio Uruguai, entre Porto Xavier, no Brasil, e San Javier, na Argentina. Ficou acertado que o Dnit fará uma nota técnica para o Ministério do Planejamento, informando que a obra é importante e prioritária e que deve ser analisada pelo Comitê Gestor do Plano de Aceleração do Crescimento (GPAC) e que seja

incluída no PAC. Segundo Darcísio Perondi, essa iniciativa vai permitir que a obra possa começar, apenas com um pré-projeto, e que ela seja executada através de um RDC – Regime Diferenciado de Contratação. A única dificuldade, revelou Perondi, é conseguir os recursos, entre R$ 300 mil e R$ 500 mil, para a elaboração do pré-projeto. Na véspera, os deputados Darcísio Perondi e Cajar Nardes estiveram com embaixador da Argentina no Brasil, Carlos Magariños, quando apresentaram o comprovante da emenda da bancada que garante R$ 82 milhões em recursos brasileiros para a obra. O embaixador se comprometeu a

Pedido foi feito por deputados em encontro com o diretor do Dnit, em Brasília agendar uma reunião urgente da Comissão Binacional dos acordos internacionais Brasil/Argentina

ainda no mês de novembro para que autorize a elaboração do préprojeto da ponte.

Novo crédito quita salários de servidores Com um segundo crédito ontem, o governo do Estado quita salários de outubro para os servidores com rendimento líquido de até R$ 6,5 mil. Desta maneira, no acumulado desde a virada do mês, serão 312.122 vínculos (91% do funcionalismo vinculado ao Poder Executivo) com os vencimentos em dia. O novo depósito ficou disponível na rede bancária no início da

noite. Ainda na parte da manhã, a Secretaria da Fazenda pagou os funcionários com rendimento líquido entre R$ 2 mil e R$ 4 mil. Para quitar a folha para este grupo de servidores foram necessários cerca de R$ 292,5 milhões em caixa. Estes recursos têm origem na arrecadação de ICMS e a primeira etapa dos repasses federais que o Estado tem direito (FPE – Fundo de Participação

dos Estados e IPI-Exportação). Ao quitar os salários de até R$ 6,5 mil líquidos, o Estado coloca em dia a folha para 99,6% do Magistério, que é a maior categoria do serviço público. Representa 162.757 vínculos de professores com os salários de outubro pagos até ontem. Segue a previsão da Fazenda de quitação aos demais servidores até a próxima terça-feira, de acordo

com o comportamento da receita. Pelo segundo mês consecutivo, o pagamento dos salários segue uma orientação do governador José Ivo Sartori de contemplar antes os que ganham menos. A folha líquida de outubro ficou em R$ 1,22 bilhão (sem considerar as consignações bancárias). O Executivo compreende 342.742 vínculos entre ativos, inativos e pensionistas.

Emater / Ascar

Alimentação Adequada e Saudável Estar em acordo com: necessidades de cada fase do curso da vida; referenciada pela cultura alimentar; dimensões de gênero, raça e etnia; acessível do ponto de vista físico e financeiro; harmônica em quantidade e qualidade; práticas produtivas adequadas e sustentáveis; sem contaminantes físicos, químicos e biológicos Contém todos os tipos de alimentos em quantidade adequada a cada indivíduo que irão fornecer os nutrientes para nosso organismo se desenvolver adequadamente AS CORES DA SAÚDE: - ALIMENTOS NA COR VERMELHA Fontes de carotenoides (precursores da Vit. A). Bons para a memória. Fortalecem olhos e pele. Fontes de licopeno (responsável pela cor vermelha): Substância que age como antioxidante. Previne o câncer de próstata. Contém antocianina que estimula a circulação sanguínea. Ex: morango, tomate, melancia, caqui, goiaba vermelha, framboesa, acerola, cebola vermelha, cereja, ciriguela, goiaba vermelha, maçã, pêra vermelha, pimenta, pimentão vermelho, rabanete, romã e uva vermelha. - ALIMENTOS NA COR LARANJA Fontes de carotenóides. Ricos em vitamina C que é um antioxidante fundamental para a proteção das células. Ajudam a manter a saúde do coração, da visão e do sistema imunológico. Ex: abacaxi, abóbora, ameixa amarela, batata baroa, batata doce, batata inglesa, bergamota, caju, carambola, caqui, cenoura, damasco, gengibre, laranja, mamão, manga, maracujá, moranga, melão, milho, nectarina, pêssego e pimentão amarelo. - ALIMENTOS NA COR ROXA (azulados): Contém niacina (vit. do Complexo B), vitamina C e minerais, como o potássio. Mantém a saúde da pele, nervos, rins e aparelho digestivo e retardam o envelhecimento. Antioxidantes previnem doenças cardíacas. Ex: alcachofra, almeirão roxo, alface roxa, alho roxo, ameixa preta, amora, azeitona preta, berinjela, beterraba, cebola roxa, figo roxo, framboesa, jaboticaba, mirtilo, repolho roxo e uva roxa. - ALIMENTOS NA COR VERDE Ricos em cálcio, fósforo e ferro. Promovem o crescimento e ajudam na coagulação do sangue. Evitam a fadiga mental. Auxiliam na produção de glóbulos vermelhos do sangue. Fortalecem ossos e dentes. Ex: Abacate, Abobrinha Verde, Acelga, Almeirão, Alface, Azeitona Verde, Brócolis, Cebolinha, Coentro, Couve, Couve Chinesa, Couve de Bruxelas, Chuchu, Ervilha, Jiló, Kiwi, Limão, Maxixe, Mostarda, Pepino, Pimentão Verde, Quiabo, Repolho, Salsa, Uva Verde e Vagem. - ALIMENTOS NA COR MARRON Fontes de fibras e vitaminas do complexo B e E: Melhoram o funcionamento do intestino. Combatem a ansiedade e a depressão. Previnem o câncer e as doenças cardiovasculares. Ex: nozes, aveia, castanhas e cereais integrais.


Notícias

Jornal da Manhã Sábado e domingo, 11 e 12 de novembro 2017

SEMIABERTO

Saídas temporárias devem ter regras mais rígidas A Câmara dos Deputados aprovou o texto-base de um projeto de lei que torna mais rígidas as regras para a saída temporária, também chamada de “saidão”, de presos que cumprem a pena no regime semiaberto. Os parlamentares rejeitaram todas as sugestões de alteração ao texto e, com isso, o projeto segue agora para o Senado. As saídas são autorizadas pela Justiça para o preso estudar ou visitar a família - sendo concedidas normalmente em datas comemorativas, como Natal, Ano Novo, Dia das Mães e Dia dos Pais. Hoje, para ter direito ao benefício, além de bom comportamento, os presos devem ter cumprido 1/6 da pena no caso de réu primário e 1/4 no caso de reincidente. O texto aprovado na noite de quinta-feira, não muda em relação ao réu primário de crime comum, mas exige que o reincidente tenha cumprido metade da pena para ter saída temporária. No entanto, no caso de crime hediondo, prática de tortura, tráfico de drogas e terrorismo, o benefício fica ainda mais restrito: o réu primário precisará ter cumprido 2/5 da pena e 3/5 se

Quadrilha de ataque a bancos é desarticulada Cinco pessoas foram presas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), na madrugada de ontem, suspeitas de participar de uma quadrilha apontada como responsável por arrombamentos a bancos. Eles foram presos na altura do km 269 da BR-116, em Canoas, na Região Metropolitana de Porto Alegre. Conforme a PRF, a quadrilha foi abordada durante uma fiscalização que acontecia na rodovia. Os suspeitos estavam em um Fiat Uno, onde a polícia encontrou diversas ferramentas e armas de fogo municiadas. A verificação ao sistema apontou que os suspeitos já tinham passagens pelos crimes relacionados a drogas, assaltos, porte ilegal de arma e até roubo

seguido de morte. Um dos suspeitos estava, inclusive, foragido do sistema penitenciário. Os suspeitos e as armas apreendidas foram levadas para a Central de Polícia de Canoas, e o veículo foi encaminhado para o depósito do Detran. O diretor da Divisão de Homicídios, delegado Gabriel Bicca, ressaltou a importância da prisão do criminoso, encerrando assim um ciclo de liderança que se estendia há quatro anos. O diretor do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa, delegado Paulo Rogério Grillo, ressaltou que a prisão do principal líder do tráfico de drogas na Zona Norte de Porto Alegre reforça o comprometimento do órgão no combate aos homicídios.

“Saidão” de presos que cumprem pena no semiaberto deve ser mais rígido

for reincidente. O texto também diminui a quantidade de dias em que o preso poderá sair da cadeia. Pela lei atual, o prazo será de até sete dias, podendo ser renovada por mais quatro vezes durante o ano. Na nova redação, esse prazo não poderá passar de quatro dias e só poderá ser renovado uma

vez por ano. O condenado que cometer algum crime durante a saída temporária terá a pena agravada. O plenário aprovou uma proposta mais branda do que o texto original, do deputado Alberto Fraga (DEM-DF), que acabava completamente com a possibilidade de saída temporária.

Homicida mais procurado do RS é preso A Polícia Civil prendeu na praia dos Ingleses, em Florianópolis (SC), o homicida mais procurado do Rio Grande do Sul. Flávio Daniel dos Santos Duarte é o principal líder de uma organização criminosa do bairro Sarandi, na Zona Norte de Porto Alegre. A prisão ocorreu em uma casa de luxo onde o bandido, de 30 anos, estava morando. O criminoso estava foragido desde junho de 2015. Ele foi indiciado por nove homicídios e tem contra si cinco mandados de prisão preventiva expedidos pelas Varas do Júri de Porto Alegre. A prisão ocorreu durante a Operação Fratris. Uma pistola Glock 9 milímetros foi apreendida. Segundo o delegado Cassiano Cabral, desde meados de 2014 o preso é líder de uma organização criminosa responsável pela distribuição e armazenamento de drogas em boa parte da Zona Norte da Capital gaúcha. Conhecido pela violência e coordenação de dezenas de homicídios, ele

19

comandava o tráfico à distância desde junho de 2016. “Com a prisão de seu rival, em julho deste ano, também pela 3ªDPHPP, o preso arquitetou uma chacina no bairro Sarandi, em que quatro pessoas foram mortas, em julho de 2017. As buscas se intensificaram a partir daquele momento e culminaram com a sua prisão, após dois dias de intenso monitoramento e diligências na capital catarinense”, relatou o delegado. A disputa por pontos de venda de drogas no bairro Sarandi foi responsável por mais de cem homicídios nos últimos quatro anos. O assassino preso nesta quinta-feira em SC, vivia com uma identidade falsa e levava uma vida confortável, com duas casas no litoral catarinense, carros e motocicleta. A sua companheira conduzia um negócio custeado pelo criminoso. O diretor da Divisão de Homicídios, delegado Gabriel Bicca, ressaltou a importância da prisão do criminoso, encerrando assim um ciclo de liderança

Quadrilha é apontada como uma das principais mentoras de assaltos no RS

Estado inicia obras em novo Centro de Triagem O Governo do Estado iniciou as obras do terceiro Centro de Triagem em Porto Alegre. O prazo para entrega é o fim do mês de novembro. A estrutura será erguida em monoblocos, com teto e portas gradeados. Com 12 vagas para presos provisórios, cada cela comporta oito apenados. O custo da obra está em R$ 3 milhões. O secretário da Segurança Cezar Schirmer anunciou, no início deste ano, a construção de centros de triagens para transferir detidos que aguardavam vagas em delegacias, após superlotação histórica no sistema prisional. O Centro de Triagem Porto Alegre foi o primeiro CT cons-

truído e está localizado na área anexa ao Instituto Psiquiátrico Forense (IPF) no bairro Partenon, num terreno de propriedade da Susepe, disponibilizando 72 vagas. O Estado entrou com os recursos, R$ 270 mil, para compra de material, e o Exército foi responsável pela engenharia e a mão de obra. Enquanto o Centro de Triagem da Cadeia Pública de Porto Alegre foi entregue em agosto deste ano, oferecendo 96 vagas. O valor total investido foi de R$ 2,9 milhões, oriundos do Tesouro do Estado. Serão, até agora 280, vagas geradas em CTs pelo Governo do Estado.

Flávio Daniel dos Santos Duarte

que se estendia há quatro anos. O diretor do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa, delegado Paulo Rogério Grillo, ressaltou que a prisão do principal líder do tráfico de drogas na Zona Norte de Porto Alegre reforça o comprometimento do órgão no combate aos homicídios.

Novo Centro de Triagem tem prazo de entrega para o fim deste mês


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 11 e 12 de novembro 2017

IJUÍ

Policiamento comunitário não é pago há três anos Policiais militares de Ijuí que atuam no policiamento comunitário não recebem há três anos. Responsável por pagar a espécie de “bônus” aos brigadianos, o Município cumpriu o dever de repassar o devido montante ao Estado que teria que repassar o recurso aos servidores. No entanto, o repasse não foi cumprido pela Procuradoria Geral do Estado (PGE). Atualmente, seis policiais prestam este serviço, que tem o valor de cerca de R$ 600 mensais por servidor. “Com este trabalho que os policiais realizam em Ijuí, eles deveriam receber este bônus que é uma espécie de auxílio moradia. O responsável pelo pagamento é o Município, mas quem deveria fazer o repasse, que é o Estado, não está fazendo. Sabemos que os valores foram depositados pelo Executivo local e, em decorrência de um problema de lei, o recurso não é liberado desde novembro de 2015”, lamentou o major Edílson Góes, responsável pelo 29º Batalhão da Polícia Militar (BPM). De acordo com o major, o Comando da Brigada Militar está insistindo para que o recurso seja li-

PRF de Ijuí apreende 60 mil maços de cigarro Na manhã de ontem, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) prendeu um homem que transportava uma carga de cigarros contrabandeados do Paraguai na BR-285, em Bozano. Durante policiamento de rotina, por volta das 10h, foi abordado um furgão Ducato com placas de Arvorezinha/RS. Inicialmente, em uma visualização superficial do compartimento de carga, o veículo transportava uma carga de carvão, no entanto, verificou-se que em meio

àquela carga havia 120 caixas de cigarros contrabandeados do Paraguai. Cada caixa contém 50 pacotes de 10 maços cada, totalizando 60 mil maços de cigarros. Diante disso, foi dada voz de prisão ao motorista, 30 anos, de Arvorezinha/RS, que apenas relatou que havia carregado na Capital, sem declinar o destino. Ele foi encaminhado à Polícia Federal de Santo Ângelo, juntamente com o veículo e a carga de cigarros e responderá pelo crime de contrabando.

Policiais comunitários de Ijuí entraram na Justiça devido ao não pagamento

berado. “As autoridades policiais têm o conhecimento do caso, no entanto ainda não sabemos o que aconteceu para o montante não ser repassado. Contatamos a PGE mas não tivemos nenhuma explicação e o processo continua parado”, finalizou Góes. Um dos policiais que atua no policiamento comunitário, pediu para não ser identificado, mas falou que é um desprezo por parte do Estado. “Nós (policiais) nos reunimos com advogados que nos orientaram a acionar a Justiça. Todos vão entrar com essa ação

judicial para conseguir o que é nosso por direito”, observou. De acordo com o policial, o trabalho está tendo o reconhecimento da comunidade. “Atuamos em vários pontos da cidade. É algo que optamos e todos estão nesta situação. Dois servidores que atuavam conosco abriram mão do trabalho”, finalizou. A reportagem do Grupo JM buscou contato com a PGE e a Secretaria de Segurança Pública do Estado. Até o fechamento da edição, ambos não forneceram resposta.

Ex-padre é preso por abuso sexual O ex-padre Vitor Hugo Gerhard, 67 anos, condenado pela Justiça do Rio Grande do Sul a nove anos de reclusão por abusar de um adolescente de 16 anos, em 2008, foi preso em uma fazenda de recuperação de dependentes químicos em Novo Hamburgo, na Região Metropolitana de Porto Alegre. Ele recorreu da sentença, mas não teve sucesso, e deveria estar cumprindo pena desde outubro do ano passado. Gerhard foi abordado pela polícia em casa, em Santa Maria, na Região Central do Estado, e encaminhado ao Presídio Regional da cidade. De acordo com as

20

autoridades, o ex-padre estava trabalhando em uma comunidade terapêutica, o que foi proibido pela Promotoria de Justiça da Infância e da Juventude. "Ele esteve aqui na delegacia em tempos passados, tratando de outros assuntos, e nós não tínhamos conhecimento sequer da existência do processo. Nos causou surpresa, e tão logo eu fiquei ciente da informação, eu mesmo fiz as pesquisas necessárias, e determinei o cumprimento dessa medida", conta o delegado regional Sandro Meinerz. Gerhard deveria estar cumprindo pena desde outubro do ano passado. Além disso, em

2012, a Igreja Católica já havia se comprometido com o Ministério Público que ele ficaria afastado de qualquer fazenda de recuperação de dependentes químicos. O ex-padre também foi julgado pela Igreja Católica e perdeu os direitos religiosos. Na Região Central do Estado, ele trabalhava há pelo menos três anos na Fazenda do Senhor Jesus, no município de Ivorá, ligada a Igreja Católica de Santa Maria. "Ele tinha contato com a fazenda, havia uma ingerência, que ele frequentava a fazenda constantemente. O trabalho dele era também voltado para este local, onde em um lugar similar ele teve problema no passado", relembra o delegado. A Arquidiocese de Santa Maria informou que não tinha conhecimento oficial da condenação do ex-padre por pedofilia. A instituição afirmou, ainda, que Gerhard não coordenava a fazenda terapêutica em Ivorá, mas que somente aproveitou a experiência dele com dependentes químicos para melhorar o trabalho de recuperação.

Carga de cigarro apreendida pela PRF estava escondida dentro de furgão

Ijuiense se acidenta em Santo Augusto Um acidente de trânsito ocorrido em Santo Augusto por volta das 10h50 de ontem, deixou uma ijuiense ferida. De acordo com a Polícia Rodoviária Estadual, na ERS-155, KM 63, um veículo Toyota Etios, emplacado em Ijuí, saiu da pista à direita da rodovia. Informações apuradas pela

reportagem indicam que chovia no momento do acidente. A motorista que foi identificada como Franciele Jagmin Festa, 27 anos, que teve ferimentos leves e foi socorrida até o Hospital Bom Pastor de Santo Augusto. O veículo, que teve danos consideráveis, foi retirado pelo guincho, apresentando perda total.

A condutora Franciele Jagmin se acidentou na manhã de ontem, na ERS-155


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 11 e 12 de novembro 2017

MEIO AMBIENTE

Secretaria distribui mudas e orienta sobre plantio A Secretaria Municipal de Meio Ambiente vem operando num programa contínuo de cedência de mudas para uso em áreas públicas. O projeto, conforme aponta o biólogo João Pedro Gesing, existe há dez anos, sendo incorporado ao Plano de Arborização de Ijuí em 2011. “Faz tempo que a Secretaria utiliza como política a não distribuição leviana de mudas. O trabalho, agora, é realizado de forma organizada, havendo a cedência de mudas já com o destino correto”, explicou o biólogo. De acordo com o profissional, a equipe avalia o passeio público do solicitante, a largura, o distanciamento e se há a presença de rede elétrica, para então oferecer as mudas de espécies adequadas ao local. “Qualquer cidadão que queira fazer o plantio de uma árvore em seu passeio público, pode se dirigir à secretaria, que

faremos o procedimento e a destinação das mudas necessárias. Até mesmo a quantidade é avaliada pela equipe”, destacou João Pedro. A procura, segundo ele, é diária. Há buscas ativas, feitas por pessoas que precisam fazer o plantio em razão de uma compensação ambiental, por conta da remoção de árvores; ou relacionadas a novas construções. “Já está clara a normativa para liberação do habite-se. Para haver a liberação, há a necessidade do componente arbóreo em frente à residência.” A Secretaria Municipal possui uma relação de espécies, divididas quanto ao porte das mudas e à origem. “Por força da lei, e por princípios, a gente dá prioridade às espécies nativas e, baseados nesta lista, identificamos o perfil da árvore que a pessoa deseja. Há interessados em árvores frutíferas, outros que não querem que ela

perca as folhas no inverno, por exemplo. Tudo é avaliado.” Segundo o biólogo, há espécies que estão no gosto popular, mas que geram graves consequências ao passeio público. “Hoje, nosso maior problema é a canela doce. Ela é exótica e invasora, e se espalha nos nossos ambientes naturais. Possui raízes tabulares, superficiais e com desenvolvimento do diâmetro muito acentuado”, destaca, lembrando que, há dez anos, o ligustro estava entre as árvores preferidas: em Ijuí, a frequência era de 26%. Ou seja, para cada quatro árvores em passeio público, uma era ligustro. “Também temos problemas com a figueira chilena e a falsa murta – esta última, pelo porte, seria uma ótima alternativa por ser uma espécie de pequeno porte. Mas ela tem o inconveniente de ser uma espécie transmissora do cancro cítrico, doença

ffari, Modelo, Cotrijuí e Soberano - durante todo o sábado, recebendo doações em alimentos ou itens de higiene, que irão contribuir para a manutenção dos seus serviços. A Rede de Integração Social de Ijuí, apoiada pelo Programa Redes de Cooperação da Unijuí e presidida

por Marli Gaspar, diretora do Lar Bom Abrigo, é formada atualmente por 12 entidades socioassistenciais do nosso município. "A Rede tem por finalidade assistir, orientar, instruir e estimular a cooperação das associadas, desenvolvendo o espírito de parceria e de solidariedade, a defesa

João Pedro Gesing

que ataca todas as espécies cítricas.” Mais informações podem ser obtidas junto à Secretaria de Meio Ambiente, no telefone 3332-9384.

dos interesses comuns, a integração e a cooperação entre elas. Também busca promover a valorização do ser humano, o aperfeiçoamento e a difusão das práticas, das ações, dos produtos e serviços desenvolvidos pelas entidades participantes”, destaca Marli.

Bosque dos Plátanos terá liberação em 2018 Segundo o coordenador do Parque de Exposições Wanderley Burmann, Delmar Amorim, o Bosque dos Plátanos deve ser liberado à comunidade no início do próximo ano. As 364 árvores, plantadas há quase quatro anos, já chegam a 6 metros de altura. "Chegamos num momento em que o bosque já está apto para receber a estrutura dos rodeios. A Comissão de Meio Ambiente do Parque está fazendo um estudo técnico para avaliar as condições de tra-

fegabilidade dos veículos, e também a circulação dos animais e das pessoas na área", explicou o coordenador, lembrando que já foram montadas duas áreas para abrigo de até 310 animais. Para além dos criadores de cavalos, que devem ser contatados, a equipe também está fazendo acertos com o Demei, para instalação da iluminação no local. No bosque, haverá área especial para as crianças, com brinquedos - já adquiridos, e também espaços para lazer, com churrasqueiras.

Recolhimento de lixo eletrônico ocorre hoje Neste sábado, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente fará a coleta de lixo eletrônico e vidros no bairro Modelo. A equipe da pasta estará no Ninho do Bosque, nos fundos da Escola Estadual Modelo, das 8h30 às 11h30. "Este é um projeto piloto e vem ao encontro da proposta da secretaria, que é descentralizar o recolhimento de lixo eletrônico, que até então vinha ocorrendo na região central da cidade", destacou a secretária municipal de Meio Ambiente, Andressa Gressler Stumm. De acordo com ela, a

pedido da comunidade, a coleta será primeiramente realizada no Modelo, mas a ideia é estender para outros bairros da cidade. "Estamos conversando com a Uabi União das Associações de Bairros de Ijuí, para verificar como faremos este trabalho. Se os materiais serão deixados nas sedes, por exemplo, para que depois seja realizado o recolhimento", explica. A ampliação do projeto deverá ocorrer no início do próximo ano. Na Praça da República, o recolhimento de lixo eletrônico continua sendo mensal: no primeiro sábado de cada mês.

SERVIÇOS

Supermercados promovem Sábado Solidário A Associação Rede Gaúcha de Integração Social (Argis) - Rede de Integração Social promove hoje mais um Sábado Solidário. Os voluntários e colaboradores das entidades associadas à Rede estarão nos supermercados parceiros - Nacional, Za-

21

Junto ao Parque de Exposições, Bosque possui 364 plátanos

Centenário em Movimento – Neste sábado, das 14h às 17h30, a Escola Estadual de Ensino Fundamental Centenário promoverá o evento Centenário em Movimento. Diversas atrações foram preparadas para o dia, como mateada – com erva-mate e água quente gratuitas; cortes de cabelo, verificação da pressão arterial, aula de zumba, capoeira e demonstração de ginástica. Especialmente às crianças, haverá pintura de rosto, cama elástica e escola de trânsito. Na linha dos esportes de aventura, também haverá rapel e slackline. Brechó Solidário - A Associação Protetores da Vida (APV) promoverá um brechó solidário neste sábado, das 9h às 17h. À disposição da comunidade, estarão roupas, calçados e acessórios. As vendas acontecem na Rua Benjamin Constant, 275, no subsolo do prédio da Digicopy. O lucro do evento será utilizado para manutenção das atividades da ONG.

HOMENAGEM DE 1º ANO DE FALECIMENTO ADIR KNAAK

*18/01/1949 +11/11/2016 Hoje faz 1 ano que você nos deixou, não está sendo fácil superar a sua perda. Sentimos ainda o desejo de poder te dar um abraço, dizer que te amamos e de compartilhar todos os momentos com você. O que nos conforta é a certeza de que você está bem e em paz junto de Deus. Agradecemos a dedicação que teve com tua família. Assim recordaremos sempre com carinho e orgulho o pai, esposo e avô que fostes. Te amamos e sempre estará em nossos corações. “O Senhor é meu pastor e nada me faltará, Ele me faz descansar em pastos verdes e me leva a águas tranquilas. O Senhor renova minhas forças e me guia por caminhos certos, como Ele mesmo prometeu.” Salmos 23 Saudades da esposa Irmgard, das filhas, genro e netos. Ijuí, 11 de novembro de 2017.


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 11 e 12 de novembro 2017

SOLIDARIEDADE

Voluntários auxiliam a comunidade de Ijuí O voluntário é uma pessoa criativa, decidida, solidária, que se preocupa com os outros e proporciona uma vida melhor. Desde 2001, a cidade de Ijuí conta com a Parceiros Voluntários, que atua em conjunto com a Associação Comercial e Industrial de Ijuí (ACI). Ao todo, são mais de mil voluntários nesta organização. A Parceiros Voluntários está ligada a diversas organizações que atendem crianças, adolescentes, idosos e população de baixa renda. “É o seu comprometimento, como cidadão responsável, de transformar a sua experiência particular em conhecimentos e emoções compartilhados”, diz a coordenadora da Parceiros Voluntários de Ijuí, Liziane Oliveira da Silva. Segundo ela, a organização atende a quatro programas: Voluntário Pessoa Física, Voluntário Pessoa Jurídica, Organizações da Sociedade Civil - OSC e Projeto Valores pela Educação. Todos têm boa procura, segundo a coordenadora. “É uma das unidades do Estado que mais se destaca pelo trabalho que causa impacto social na comunidade, envolvendo não somente a participação da Parceiros Voluntários, mas de outras entidades sociais do Município”, comemora. Em 2017, Liziane recebeu

Associação de Catadores recebe doação da Apaju A Associação dos Engenheiros Agrônomos de Ijuí (Apaju) fez a doação de aproximadamente 40 kg de alimentos não perecíveis para famílias vinculadas à Associação de Catadores de Materiais Recicláveis de Ijuí – Acata. A entrega aconteceu no mês de outubro, com a participação do presidente da Apaju, Volney Viau, e do tesoureiro, Diego Coimbra, na sede da Acata – localizada na Rua Alfranio Peixoto, 294, no bairro Luiz Fogliatto. Os diretores da Apaju destacam que a ação ocorreu em prol de famílias que realizam um importante trabalho para o

município de Ijuí, uma vez que são elas as responsáveis pela reciclagem e destino adequado do resíduo seco coletado através da coleta seletiva. O presidente da Apaju, Volney Viau, agradece a participação dos associados nessa iniciativa. Os alimentos foram arrecadados durante o 1º Seminário Regional sobre Sistemas de Produção de Leite a Baixo Custo, realizado no dia 24 de outubro, quando os engenheiros agrônomos, veterinários, técnicos agrícolas, produtores rurais e estudantes que aderiram ao evento, fizeram a doação de um quilo de alimento como ingresso simbólico.

Unidade da Parceiros Voluntários em Porto Alegre reconhece trabalho em Ijuí

da Parceiros Voluntários de Porto Alegre o certificado de Honra ao Mérito pelo trabalho desenvolvido em Ijuí. "Esse reconhecimento é entregue aos coordenadores de unidade que demonstram gratidão, dedicação e comprometimento com a causa do voluntariado, em busca do propósito de vivermos numa sociedade sustentável, tendo por base pessoas éticas e participativas." De acordo com Liziane, o voluntariado proporciona crescimento pessoal; contribui para o desenvolvimento do outro; proporciona o conhecimento de outras realidades; interage e integrar-se com a comunidade,

transformando a realidade social. Liziane explica como deve ser o procedimento para quem deseja fazer parte da organização. “O primeiro passo para tornar-se voluntário é participar de uma reunião de conscientização, que é um breve treinamento (cerca de 2h30) gratuito, voltado a qualificar esse voluntário e ajudá-lo a exercer sua atividade conforme nossos valores e nosso propósito. Após a reunião, o sujeito participa de uma entrevista para ser encaminhado a uma organização da sociedade civil, escolhendo o local onde irá atuar, contribuindo quando e onde houver necessidade", reforça.

Escoteiros participam de acampamento Entre os dias 2 e 5 de novembro, integrantes do Grupo Escoteiro Ijuí – 300°/RS participaram de um acampamento internacional na cidade de Três Coroas: o VII Eniesc (Encontro Internacional Escoteiro), organizado pelo Grupo Escoteiro Marechal Osório. Realizado no Raft Adventure, na margem do Rio Paranhana, o acampamento reuniu mais de 500 escoteiros do Brasil, Uruguai e Argentina. Para além das atividades escoteiras que desafiaram os participantes, o evento permitiu a experiência com outro idioma e culturas. Durante os quatro dias do acampamento, os escoteiros participaram de percurso com pista de arvorismo, tiro ao alvo, arco e flecha, tirolesa de 1.200 metros, trekking pela mata montanhosa, paintball, jogos e primeiros socorros. Também participaram do místico “Fogo de Conselho” e do rafting – onde foram percorridos 7 km de corredeiras no Rio Paranhana. De acordo com o diretor pre-

22

Aproximadamente 40 kg de alimentos não perecíveis foram doados à Acata

Festa à fantasia promove integração de crianças O bairro Modelo ganhou um colorido especial no último domingo. À tarde, o grupo Bandeirantes do Verde organizou uma festa à fantasia às crianças – que puderam abusar de fantasias com referências a filmes de terror, super-heróis e personagens de histórias infantis. “O nosso objetivo foi proporcionar um momento de integração e lazer às crianças e aos pais, porque para eles, os pequenos, tudo é maravilhoso quando envolve fantasia”, destacou o presidente do grupo, Daniel Fernando Drefs.

As cerca de 50 crianças presentes no evento participaram de um desfile, com jurados escolhidos em meio ao público, onde foram escolhidas as três melhores fantasias infantil e juvenil. A premiação foi de R$ 50 (1º lugar), R$ 30 (2º lugar) e R$ 20 (3º lugar). Para além da cama elástica e da piscina de bolinhas – brinquedos disponíveis de forma gratuita às crianças -, o evento contou com pescaria e venda de lanches. Também foram vendidas casinhas de passarinhos pintadas pelas crianças.

Acampamento internacional foi realizado na cidade gaúcha de Três Coroas

sidente Jean Marques, este é o quarto acampamento internacional no qual os integrantes do Grupo Escoteiro Ijuí – 300°/RS participam. No ano passado, a edição ocorreu na cidade de Fray Bentos, no Uruguai. O Grupo Escoteiro Ijuí – 300°/ RS foi fundado em 30 de abril de 2011 e conta, hoje, com 96 integrantes, divididos nos Ramos: Lo-

binhos (de 7 a 10 anos); Escoteiros (de 11 a 14 anos); Sênior (de 15 a 17 anos); Pioneiros (de 18 a 21 anos) e os Adultos Voluntários, que são os Chefes Escoteiros, Dirigentes e Pais integrantes do Clube Flor de Lis. O Grupo Escoteiro está sediado na Rua Emílio Glitz, s/nr (Parque Ecológico dos Escoteiros), e realiza suas atividades aos sábados, das 14 às 17 horas.

Festa envolveu cerca de 50 crianças e foi promovida pelo Bandeirantes do Verde


Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 11 e 12 de novembro de 2017

23

Memória JM Notícias de NOVEMBRO de 1982

CARA OU COROA Armindo Pydd

REFORMA TRABALHISTA

ACI lança ofensiva contra comércio ilegal de carros

**Hoje entra em vigor a reforma Trabalhista. Traz importantes mudanças ainda não bem avaliadas e conhecidas. Ela é de interesse fundamental para o futuro do pais. Interessa aos 38,3 milhões de brasileiros com carteira assinada, aos 40 milhões de trabalhadores na informalidade. Interessa em especial aos mais de 12 milhões de desempregados e é lógico, a todos os empreendedores. **O objetivo da reforma é modernizar as relações de trabalho, proporcionar mais competitividade ao Brasil, dar segurança aos trabalhadores sem lhes tirar conquistas. É tarefa muito difícil. **Os mais de 15 mil sindicatos brasileiros (o maior contingente do mundo) com seus 400 mil dirigentes sindicais são contrários à reforma na quase totalidade. Entre outras coisas, termina a contribuição sindical obrigatória correspondente a um dia de trabalho de todos, mesmo não sindicalizados. Agora passa a ser voluntária a contribuição. E todos nós sabemos as dificuldades que serão enfrentadas. **“ O Brasil não vai quebrar” me diz um caminhoneiro leitor desta coluna. “Voltei agora do Mato Grosso e são lavouras sem fim, gado, muita terra ainda a ser cultivada”. Conversamos e chegamos à conclusão de que o Brasil não vai quebrar, mas o governo sim. Com a ressalva de que também não é fácil quebrar o país. Há muito tempo desgovernos e mesmo falta de governo não conseguiram fazer isto. Este país é muito resiliente. **Ao colocar como tema o Enem mostrou- se ao país a amplitude e necessidade de inclusão social dos 9,7 milhões de brasileiros e 360 milhões de surdos do mundo. A linguagem brasileira de sinais (Libras) ficou mais conhecida. Em 1857 fundou-se o Colégio Brasileiro de Surdos, mas somente em 2010 foi regulamentada a profissão de tradutor/ intérprete de Libras. **Quantidade não significa qualidade. Isto em todas as profissões. Assim, em Porto Alegre temos hoje em torno de 15 mil médicos para 1,2 milhão de habitantes. Isto dá 1 médico por 80 habitantes. A saúde de Porto Alegre está no noticiário diário pelo atendimento deficiente. Faça o cálculo para Ijuí. **Já não falta mais nada. PMDB E PT já estão encaminhando alianças nos Estados para as eleições de 2018. Pode?

A coleção completa do JM está disponível para pesquisa no Museu Antropológico Diretor Pestana

Os presentes à coletiva na ACI

A

Associação Comercial e Industrial de Ijuí reuniu na tarde de quarta-feira representantes dos órgãos de comunicação de nossa cidade para anunciar uma ofensiva da entidade contra o comércio ilegal de veículos zero quilômetro, oriundos de outros Estados. Idêntica iniciativa foi tomada pela Associação Comercial e Industrial de Santo Ângelo, que juntamente com a ACI, irá coordenar campanha a nível regional contra este comércio que prejudica o movimento das revendas autorizadas. Ao anunciar esta ofensiva o presidente da Associação Comercial e Industrial de Ijuí Bruno Alfredo Hass destacou que os veículos novos trazidos de outros Estados, em especial de São Paulo e Minas Gerais, mas também da Paraíba, são oferecidos no mercado ijuiense a preços inferiores que os cobrados pelas revendas, o que tem prejudicada sensivelmente as vendas. Já o vice-presidente da ACI Élbio Bagetti destacou que a oferta de carros novos a preços inferiores aos praticados no mercado ijuiense legalmente estabelecidos leva a crer que algum imposto não é recolhido, pois em alguns casos as diferenças chegam a ser de Cr$ 500 mil.

36ª DE promoverá Exposição de Arte

C

om o objetivo maior de valorizar o trabalho de valores ijuienses no campo das artes plásticas, a 36ª Delegacia de Educação promoverá em dezembro, no salão nobre da Prefeitura Municipal, uma Exposição de Arte. Os interessados em participar deverão entrar em contato com a profa. Edite Sabbi, na 36a. DE, à rua 13 de Maio, 141. Uma das artistas que deverá participar é Inge Mafra, que tem mais de 20 anos de criação plástica e no mês passado apresentou sua primeira exposição individual em Porto Alegre, no Ateliê de Niúra. Inge é professora do Ruyzão e já publicou trabalhos sobre sua atividade. Ele denomina de arte vegetal a essência de sua temática, que retrata principalmente grandes, coloridos e luminosos bulbos e sementes em telas e tapeçarias.

Brigada O capitão Ruy de Araújo Pinto assumiu o comando da 3a. Cia. PM do 14º BPM da Brigada Militar, sediado em nossa cidade, depois de ter permanecido algum tempo afastado destas funções enquanto realizava Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais na Academia de Polícia Militar, em Porto Alegre. Ajuricaba Ontem à tarde [12 de novembro] foi inaugurada a agência do Banco do Brasil de Ajuricaba com a presença de um grande número de pessoas. O Posto Avançado do BB foi transformado em agência, atendendo uma velha e justa aspiração do povo ajuricabense. Darci Giminez, gerente da nova agência, foi o primeiro orador, afirmando que "Ajuricaba tem hoje prazer de ver concretizado o seu mais caro sonho, anseio das classes produtoras". Libertadores O Penharol, que ontem à noite enfrentou o River Plate, em Montevidéu, joga na próxima terça-feira, dia 16, no Maracanã, com o Flamengo. O jogo deverá decidir o campeão do grupo atlântico da Taça Libertadores da América.

CONCURSOS panambi - A prefeitura receberá inscrições ao processo seletivo (nº 002/2017), destinado a selecionar estagiários, para ocupação imediata de uma vaga, além de composição de cadastro de reservas. As inscrições estão abertas até o dia 22 de novembro, às 17h, pela internet, no endereço eletrônico www. cieers.org.br. A prova escrita será aplicada no dia 25 de novembro.

Nível Médio) e 450 para Praça de Bombeiro Militar – Soldado de 1ª Classe - QPBM (Carreira de Nível Médio). Para se inscrever o candidato deverá acessar o site www.fundatec.org.br, no período de 31 de outubro a 20 de novembro de 2017. O valor da taxa de inscrição é de R$ 80,00, conforme tabela da Secretaria da Fazenda.

brigada militar - Divulgados os editais destinados à relização de concurso público da Brigada Militar do Estado do Rio Grande do Sul. Sob os cuidados da FUNDATEC, a iniciativa tem como objetivo preencher 4.550 vagas sendo, 4.100 para o cargo de Praça de Polícia Ostensiva – Soldado de 1ª Classe - QPM-1 (Carreira de

prEFEitUra dE ViSta gaÚCHaMais de 20 profissionais com nível fundamental, médio/técnico e superior serão contratados em novo Concurso Público da Prefeitura Municipal de Vista Gaúcha, no Estado do Rio Grande do Sul. As oportunidades estão distribuídas nos cargos de Engenheiro Civil (1), Encarregado

de Manutenção (2), Farmacêutico (1), Monitor de Creche (4), Motorista de Caminhão (2), Motorista de Ônibus ou Similares (2), Nutricionista (1), Operador de Máquina Rodoviária (2), Professor Séries Finais Língua Portuguesa/Inglesa (1), Professor Séries Finais - Ciências (1), Professor Séries Finais - Educação Física (1), Técnico em Enfermagem (2), Técnico em Informática (1), Tesoureiro (1), Agente Comunitário de Saúde (1), Agente Monitor do PIM (1), e Agente Visitador do PIM (5). A inscrição será efetuada apenas via internet sendo que o candidato deverá acessar o site (www.scconcursos.com.br), até o dia 30 de novembro de 2017. É necessário nesta etapa realizar o pagamento da taxa de participação.


www.jmijui.com.br

festival de curtas

eXPressÕes

Alunos e comunidade puderam conferir os 58 filmes que participam do 1º Festival Curtas na Escola, em sessões de cinema realizadas esta semana no Sesc | 7

EFA promoveu Noite Artística com o tema "Dá licença, sou criança" e colocou expressões infantis na dança | Caderno Dois

Hortas susPeNsas

Guto Ferreira tem uma dúvida no time que enfrenta o Vila Nova-GO Internacional pode definir o acesso para a Série A do Brasileirão. | 17

cultivares de verão

Equipe de Saúde Mental do Hospital Bom Pastor desenvolveu hortas suspensas que serão cultivadas pelos pacientes da instituição | 4

Lei institui Dezembro Vermelho para ações de prevenção a aids Campanha terá foco na prevenção, assistência, proteção e promoção dos direitos humanos. | 8

Em algumas localidades da região, agricultores preparam o solo para a semeadura da soja | 11

EDITORIAL | 6 Mais do que polêmica, a reforma Trabalhista é necessária para preparar o Brasil para a retomada da empregabilidade.

Jornal da Manhã - Sábado - 11-11-17  
Advertisement