Issuu on Google+

1


Galo


www.museuartenarua.blogspot.com.br


Expediente Associação Cultural Quântica Laboratório de Arte Contemporânea Produção executiva: Priscila Nicoliche Assistência de produção: Leandra Clair Oliveira de Azevedo Assistência de produção e criação do blog: Victor Hugo Advíncola Roriz Coordenação artística: Raquel Nogueira Coordenação de Audiovisual: Paulo Ferreira Fotos do catálogo: Priscila Nicoliche Diagramação: Cláudio Gonzalez Instituto EDP Diretora Presidente do Instituto EDP: Ana Maria Fernandes Diretor Vice Presidente: Miguel Setas Diretor Executivo: Pedro Sirgado Diretoria de Relações Institucionais e Responsabilidade Social: Maria Tereza Rodrigues

www.?????????????????????

4

www.edp.com.br/instituto-edp


Um muro é o melhor lugar para divulgar uma ideia Cada vez mais as artes visuais estão ocupando as ruas e espaços públicos formando verdadeiras galerias a céu aberto criando, por meio deste movimento não apenas um contraponto aos tons de cinza predominantes nas cidades, mas também uma profunda reflexão sobre novas noções de territorialidade. Nas cidades onde o espaço físico destinado a cada um é cada vez mais reduzido, os muros são territórios valiosos a serem disputados e ocupados. E deste modo, a arte de rua com seus grafites, estêncils, pincéis e mensagens que hoje já têm status de obra de arte e ocupam lugares importes em galerias, imprimem novos significados aos espaços de passagem comuns, com a vantagem de serem acessíveis a todos público além de colaborar com a criação da identidade das cidades.

Priscila Nicoliche

Associação Cultural Quântica Laboratório de Arte Contemporânea 5


Grupo EDP

O

Grupo EDP é um operador de referência no setor elétrico e o terceiro maior gerador de energia eólica do mundo. No Brasil, detém investimentos e controla empresas de geração, transmissão, distribuição e comercialização de energia elétrica em nove Estados: São Paulo, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Tocantins, Ceará, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Amapá e Pará. A prioridade do grupo é o bom relacionamento com seus stakeholders, desenvolvido por meio de ações e planejamentos sustentáveis. No Brasil, um importante aliado para este fim é o Instituto EDP, braço social da corporação, responsável por desenvolver projetos socioambientais com as comunidades de interesse e contribuir para a transformação social de públicos menos favorecidos.

Um dos meios utilizados para este fim é o Edital EDP, uma seleção pública de projetos culturais, esportivos e socioambientais que podem contribuir para o Desenvolvimento Humano e Social das comunidades onde atuam as empresas do grupo EDP no Brasil. No processo de seleção, todos os projetos passam por uma triagem baseada em critérios de elegibilidade, seguida de uma avaliação qualitativa, feita por uma Comissão Técnica formada por especialistas nas áreas cultural, esportiva e socioambiental. O objetivo do Instituto EDP com a rigorosidade no processo de seleção do é priorizar a escolha de projetos alinhados com o negócio, organizações sérias e que tem como bandeira o desenvolvimento da cidadania de grupos menos favorecidos na sociedade e que contribua para a transformação social desse público.

6


O projeto Museu Arte na Rua, realizado pela Associação Cultural Quântica Laboratório de Arte Contemporânea, foi selecionado pelo edital EDP 2012: Desenvolvimento Humano e Social, exatamente por alinhar-se com os objetivos da empresa, já que traz à tona o conceito de arte pública, oferecendo oportunidades para artistas locais de divulgarem seus trabalhos e talentos e desenvolve novas habilidades para arte nos jovens do município. Todo material do projeto Museu Arte na Rua foi reunido neste catálogo como forma de registrar e documentar o trabalho desenvolvido, incentivar novas parcerias e principalmente, divulgar a atuação dos artistas participantes. O grupo EDP acredita que investir em arte e cultura é criar novas possibilidades, anseios e sonhos para os envolvidos, para a EDP isso é uma prioridade.

7


Projeto

O

projeto Museu Arte na Rua desenvolvido pela Associação Cultural Quântica Laboratório de Arte Contemporânea com o patrocínio da empresa EDP e apoio do Instituto EDP por meio do Edital de Desenvolvimento Humano e Social/ 2012 levou às cidades de Guarulhos e Mogi das Cruzes oficinas de Pintura e Grafite e de Audiovisual que tiveram início em março de 2013 e culminaram na pintura de três muros das ETDs - Distribuidoras de Energia Elétrica – numa ocupação de arte urbana que revitalizou espaços e levou cores e formas para o bairros Pimentas e Centro de Guarulhos e para o bairro Cezar de Souza em Mogi das Cruzes.

8


Todo o processo foi registrado em vídeos e fotos que por meio das redes sociais e do blog do projeto serviram como uma ponte de diálogo entre as duas cidades e como ferramenta de contato permanente e troca de informações entre os participantes. A presença de artistas como Rosana Paulino e Thalita Chiara dilataram os olhares ampliando fronteiras com o uso de materiais e possibilidades de outras ações urbanas a partir de ferramentas multimídias. E os grafiteiros Morales e Mut trouxeram contribuições para além do grafite: falaram sobre ética e respeito nas artes de rua. museuartenarua.blogspot.com

9


Formação em pintura e Grafite

Quel Noz

Eu sou a imensa gratidão. Gratidão pela pessoa licenciada em Artes Visuais que aprende com a arte todo o tempo e o tempo todo. Sempre amando e desenvolvendo as diferentes artes existentes. O universo do teatro foi quem me proporcionou adentrar as imensas possibilidades para a arte. Gratidão pela atriz, diretora, escultora, pintora, grafiteira, e provocadora em artes visuais.

Formação em áudio visual

Paulo Ferreira

O objetivo foi muito além de produzir um vídeo sobre a realização de uma oficina de grafite ou a percepção dessa manifestação artística no cotidiano dos personagens envolvidos no Projeto, foi aprimorar e enriquecer a gramática da imagem e do som para os alunos da Oficina de Vídeo, visando o resultado da compreensão sobre o olhar de quem faz um audiovisual, para o olhar de quem o vê. Uma experiência rica de comunicação, aprendizado e interação entre múltiplas formas de arte.

10


Parcerias Secretaria Municipal de Cultura de Guarulhos

www.guarulhos.sp.gov.br A Secretaria Municipal de Cultura organiza, sistematiza e divulga o patrimônio histórico e artístico da cidade de Guarulhos, promovendo o desenvolvimento humano, garantindo a difusão e acesso às diferentes abordagens artísticas respeitando sempre as diferenças, sejam regionais ou individuais.

AJPS

www.ajps.com.br Desde 1995, a Associação de Moradores do Jardim Juliana, Vila Paulicéia e Vila Suissa desenvolve um importante trabalho social nos bairros de Cezar de Souza e a partir de 2001, por meio de sua Escola de Artes vem oferecendo formação artística gratuita nas áreas de dança clássica e contemporânea, teatro, música e circo para crianças e jovens, desenvolvendo potenciais num processo constante onde o individual agrega valores ao coletivo e este por sua vez se torna mais fortalecido.

Som da Quebrada

www.somdaquebrada.com.br Som da quebrada é um portal dedicado a cultura de rua e faz parte de uma extensa pesquisa e planejamento que  deu origem ao primeiro programa de rap alternativo do Brasil.O portal surgiu para ser uma alternativa eficiente e acessível a todos os Mcs, homens e mulheres que dedicam sua vida a mandar suas idéias em forma de rima, fortalecendo e divulgando a qualquer forma de cultura de rua sem distinção ou discriminação.

11


GraFIteiros Convidados

12


Grafiteiros Convidados

Galo

13


Grafiteiros Convidados

Nando

Kerrel

14


Grafiteiros Convidados

Lero 15


Artistas Convidados Workshop ‘Materialidades’

16


Rosana Paulino

D

artistas Convidados

esde o início de sua carreira, Rosana vem se destacando por sua produção ligada a questões sociais, étnicas e de gênero. Seus trabalhos têm como foco principal a posição do negro e, principalmente, da mulher negra dentro da sociedade brasileira. A artista possui obras em importantes museus e tem participado ativamente de diversas exposições tanto no Brasil como no exterior. Em 1998 viaja para Londres com bolsa de estudos do governo brasileiro para especialização em gravura no London Print Studio e atualmente é doutoranda em Poéticas Visuais pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP). Foi também bolsista do Programa Bolsa da Fundação Ford nos anos de 2006 a 2008.

17


Workshop ‘Cinema, imagem e energia’

F

ormada em Comunicação Social pela Universidade de Mogi das Cruzes e foi aluna especial do Mestrado em Semiótica, Tecnologias de Informação e Educação na Universidade Braz Cubas.

Usando a energia como principal condutor para inspiração de sinapses e insights, a educadora Thalitha Chiara faz uma analogia entre a relação livre do Cinema e seu diálogo com todas as Artes (como as artes plásticas, a fotografia, os quadrinhos, a literatura, o teatro, etc.), e o rompimento de barreiras que os artistas de rua (principalmente do grafite) devem buscar e dominar, para que sua ousadia e criatividade sejam reconhecidas como produções legítimas e de qualidade, dignos de apreciação e discussão.

artistas Convidados

Thalitha Chiara

18


Morales

O

artistas Convidados

Artista e arte- educador Thiago Martins (Morales) começou a se interessar pela arte urbana por volta de 1994 tendo preferência por letras, dando a elas sua própria característica artística. Seu trabalho expandiu-se com desenhos de personagens e instalações de objetos, em sua maioria encontrada na rua como fios, madeiras e até mesmo moveis. São expostos geralmente em muros estratégicos em avenidas principais, prédios abandonados ou propriedades privadas com autorização, levando também, essa influencias e característica urbana para telas, esculturas, instalações e outras linguagens. Orientador sócio educativo na Casa dos Deficientes de Ermelino Matarazzo ACDEM utiliza da arte e a criatividade para socializar e desenvolve-los cognitivamente e fisicamente. Participação em inúmeros encontros de graffiti a céu aberto, algumas exposições coletivas ( expo El distúrbio de arte urbana, vila madalena/ Expo de shaps de skate plasma no shopping Tatuapé/ 2 expo coletiva na sub-prefeitura de São Miguel Paulista/ Expo de shap e quadros em shows de hip-hop centro da cidade).

19


MUT "Eu quero, como artista, espalhar arte por toda parte e nada mais" Mut

M artistas Convidados

ut, como é conhecido Rafael Alves de Sousa Lima, é natural de Minas Gerais. Vai para São Paulo com seus pais com aproximadamente 5 anos, passa a infância no distrito do Grajaú, zona sul da cidade de São Paulo, uma das regiões onde a cultura Hip Hop é mais forte. Mantem-se influenciado pela cultura de rua durante parte da infância e por toda adolescência, fase na qual entra contato com o graffiti. Em 2003 dá inicio aos primeiros desenhos realizando réplicas de quadrinhos monocromáticos. Porém não possui muita habilidade para criação de personagens e cria sua própria arte. A luz das figuras geométricas passa a fazer pinturas abstratas. Com o passar dos anos, através do contato com outros artistas e outras manifestações artísticas, os traços e as técnicas se desenvolvem e o estilo torna-se cada vez mais característico. Mut acredita ser através das formas mutantes ou multiformes inconstantes que, na arte, a genialidade e a autenticidade estão na simplicidade sofisticada de poucos.

20 20


artistas Convidados

MUT

MORALES

21


Alunos Guarulhos

22


alunos guarulhos

โ€ข Bรกrbara Caterine Pegoraro

23


alunos guarulhos

• Bartira Perez de Souza 24


alunos guarulhos

• Bruna Maria Fernandes Santos

25


alunos guarulhos

• Lucas Pires Spassapani

26


alunos guarulhos

• Luisa Zorzetti

27


alunos guarulhos

• Next Oliveira

28


alunos guarulhos

• Renan Correia

29


alunos guarulhos

• Rogerio dos Santos (IRC)

30


alunos guarulhos

• Tami Rodrigues

31


alunos guarulhos

• Toise Nba

32


Alunos Mogi das Cruzes 33


alunos MOGI DAS CRUZES

• Alberto Godoi Cintra

34


alunos MOGI DAS CRUZES

• Allan Reis

35


alunos MOGI DAS CRUZES

• Bruno BrandAo

36


alunos MOGI DAS CRUZES

• Cecilia Costa

37


alunos MOGI DAS CRUZES

• Daniela Barbosa de Oliveira 38


alunos MOGI DAS CRUZES

• Danilo Fernandes

39


alunos MOGI DAS CRUZES

• Eduardo Costa Pereira 40


alunos MOGI DAS CRUZES

• Gabriel Ramos (Bird) 41

Mogi das Cruzes

Guarulhos


alunos MOGI DAS CRUZES

• Gabriella Andrade

42


alunos MOGI DAS CRUZES

• Guilherme Assis 43


alunos MOGI DAS CRUZES

• GUILHERME COSTA PEREIRA

44


alunos MOGI DAS CRUZES

窶「 Joテバ Pedro Bonfim

45


alunos MOGI DAS CRUZES

• Lucas Dias

46


alunos MOGI DAS CRUZES

• Marcos Vinícius Cardoso

47


alunos MOGI DAS CRUZES

• Mirella Almeida

48


alunos MOGI DAS CRUZES

Mogi das Cruzes

Guarulhos Mogi das Cruzes

โ€ข Nathรกlia Mydori

49


alunos MOGI DAS CRUZES

• Rafaela Barbosa Oliveira

50


alunos MOGI DAS CRUZES

• Suemi Ujiie Yamamoto

51


alunos MOGI DAS CRUZES

• Victor Hugo Ruiz

52


coletivos

53


Mogi das Cruzes

coletivos

• BRUNO • MARCOS

54


Mogi das Cruzes

coletivos

• GABRIEL • LERO • MUT • MYDORI 55


coletivos

• QUEL NOZ • ROGÉRIO

Guarulhos 56


Guarulhos

coletivos

• ROGÉRIO • MUT • MORALES 57


Museu

Gabriel Ramos (Bird)

Mentalize Tenta

Sentia Clareou Conversou Alertou Mudou

Alegria Escorria

Senta Lamenta Arrebenta

Deslize Alise Analise

Humildade Verdade Ansiedade Invade

Magia

Tinta Pinta Sinta Ressinta

Amor Cor Dor Valor

58


REALIZAÇÃO

PATROCÍNIO

APOIO CULTURAL


Catalogo grafite