Page 1

Trabalho de recuperação: Use os textos para responder as questões. D1 - Compreender a transformação do espaço mundial provocada pela Divisão Internacional do Trabalho. D3 - Analisar como diferentes lugares se relacionam a partir da divisão territorial do trabalho. D5 - Relacionar a interdependência entre as diversas áreas industriais e as produtoras de matérias-primas. Origem da Divisão Internacional do Trabalho se deu no final do século XV entre metrópoles, fornecedoras de produtos manufaturados e colônias, fornecedoras de matérias-primas, metais preciosos. A DIT é uma especialização das atividades econômicas em caráter de produção, comercialização, exportação e importação entre os países. Antes de 1950 os produtos manufaturados vinham principalmente dos países industrializados como Estados Unidos, Canadá, Japão e nações européias. Os países subdesenvolvidos tinham a incumbência de gerar matéria-prima com a finalidade de fornecê-la aos países industrializados. Após a Segunda Guerra Mundial, muitas empresas, sobretudo norte-americanas, começaram a instalar filiais em diferentes países do mundo. Isso foi intensificado com o processo da globalização, que transformou muitos países subdesenvolvidos, que no passado eram meros produtores primários, em exportadores também de produtos industrializados, alterando as relações comerciais. Apesar da modificação na economia os países da América Latina, Ásia e África, ainda ocupam destaque na produção de produtos primários. O que os mantêm como produtores primários é principalmente o modo como os países subdesenvolvidos foram industrializados. Grande parte das empresas e indústrias existentes em países pobres é de nações desenvolvidas e ricas. Diante desse fato, todos os lucros adquiridos durante o ano não permanecem no território no qual a empresa se encontra, e sim, migra para o país de origem da mesma. 1ª Divisão Internacional do Trabalho- Com a consolidação do sistema capitalista no século XVIII, ocorreu uma transformação no processo produtivo, a Revolução Industrial. Assim A DIT sofreu modificações, as fábricas tomam o lugar da produção artesanal. O mundo foi dividido em países que forneciam matérias-primas e países que forneciam produtos industrializados. Os primeiros ficaram atrelados ao subdesenvolvimento - e os demais, especializados em produzir produtos de maior valor, desenvolveram-se e tornaram-se líderes do sistema capitalista. A Inglaterra se tornou o centro capitalista. 2ª Divisão Internacional do Trabalho – No século 20, a Inglaterra deixou de ser o centro do capitalismo por causa da Segunda Guerra Mundial, então os Estados Unidos assumem a posição de nação hegemônica. Essa nova fase ficou conhecida como capitalismo financeiro - e causou novas modificações na DIT. Os países desenvolvidos começaram a instalar filiais nos países subdesenvolvidos, o que acabou transformando muitos países subdesenvolvidos - que eram apenas produtores primários - em exportadores de produtos industrializados, alterando as relações comerciais que predominavam no mundo. 3ª Divisão Internacional do Trabalho- Desde a década de 1970 a DIT mudou, por causa do processo de reestruturação empresarial, acompanhado da uma nova Revolução Tecnológica, e a expansão de investimentos de grandes empresas no exterior. Esse processo, intensificado pela globalização, transformou muitos países subdesenvolvidos em exportadores de produtos industrializados. Cada vez mais indústrias poluidoras tendem a se instalar nos países subdesenvolvidos, pois elas consomem grandes quantidades de matéria-prima e de energia, além de necessitarem de muita mão-de-obra 1) Na DIT qual o papel de países desenvolvidos e subdesenvolvidos referentes às exportações e importações? 2) Por que os países subdesenvolvidos passaram a ser exportadores de produtos industrializados depois da 2ª guerra Mundial? 3) De acordo com o texto pode se concluir que: Marque as verdadeiras: I) Existe uma interdependência entre países ricos industrializados e países produtores de matéria prima. II) Muitos países subdesenvolvidos hoje são exportadores de produtos industrializados porque empresas multinacionais se instalaram em seu território. III) Na divisão internacional do trabalho, os países desenvolvidos são os exportadores de produtos industrializados. IV) Países produtores de matéria prima geralmente são subdesenvolvidos ou em desenvolvimento. 4) Que transformações ocorreram no espaço mundial a partir da DIT? Marque as verdadeiras: I) A DIT entre colônia e metrópole foi a origem da divisão do trabalho entre países dominantes e dominados. II) A instalação de multinacionais nos países subdesenvolvidos alterou mais uma vez a DIT, pois assim esses países puderam ser exportadores de industrializados. III) A Revolução Industrial mudou a DIT de produção artesanal em troca de matéria prima: para produção industrializada em troca de matéria prima. IV) A tecnologia e a globalização transformaram o espaço da DIT porque proporcionaram a expansão de multinacionais para países subdesenvolvidos e a transformação desses em exportadores de produtos industrializados. Use as informações abaixo para responder as questões. D2 - Indicar as características do sistema de produção capitalista ou socialista. CARACTERÍSTICAS 1- Imensas desigualdades sociais. Mundo voltado ao para o lucro e acúmulo de riquezas. Meios de produção e distribuição são de propriedade privada e com fins lucrativos.Os lucros são distribuídos para os proprietários que investem em empresas e os salários são pagos aos trabalhadores pelas empresas. A "maioria" dos meios de produção está em mãos privadas. Concentra injustamente o poder e a riqueza entre um pequeno segmento

CARACTERÍSTICAS 2 - Distribuição equilibrada de riquezas e propriedades. Objetivo de proporcionar a todos um modo de vida mais justo. Visa a queda da classe burguesa que lucra com o trabalho do proletariado Sociedade sem divisão em classes. Propriedade coletiva ou estatal dos meios de


da sociedade. produção. 1) A que sistema econômico se refere, respectivamente, as características acima? 1________________2_____________ 2) Qual desses sistemas econômicos está presente na maioria dos países do mundo, evidenciada pelo lucro?___________ 3) Marque a alternativa que completa todas as lacunas do texto respectivamente. No sistema de produção _____________, as padarias, as fábricas, confecções, papelarias etc., pertencem a _____________e não ao ______________. Nesse sistema, a produção e a distribuição das riquezas são regidas pelo mercado e os preços determinados pela lei da ________ _______. O proprietário de empresa compra a força de _______para produzir bens que, após serem vendidos, lhe permitem recuperar os investimentos e obter um excedente denominado __________. a) Capitalista, empresários, Estado, oferta e da procura, trabalho, lucro. b) Capitalista, povo, empresário, concorrência empresarial, maquinas, riqueza. c) Empresarial, proletário, Estado, coletiva, maquinas, lucro. d) Socialista, divisão de classes, proletário, propriedade coletiva, trabalho, bem comum. D4-Reconhecer que a produção industrial exige cada vez mais qualidade e velocidade em uma charge/ história em quadrinhos.

Sobre a charge acima pode se concluir que mostra: a) A evolução dos transportes que se dá através evolução no processo industrial que exige cada vez mais velocidade e qualidade na produção. b) A revolução dos pensamentos que desenvolve novas técnicas de produção e aperfeiçoamento na produção em geral. c) A transformação no espaço de produção manufatureira, onde o homem usa sua força e inteligência para inventar novas formas de locomoção. d) O uso de animais como meio de transporte, que marcou o início da revolução industrial, pois o homem teve necessidade de desenvolver novas opções de locomoção.


D6 - Identificar os países que mais investem em ciência e tecnologia, através de um mapa. O investimento em pesquisa por países em desenvolvimento foi quase três vezes maior do que o crescimento em países desenvolvidos entre 2002 e 2007. O crescimento de investimentos em pesquisa e desenvolvimento (Research & Development, R&D) por países desenvolvidos cresceu 32% durante o período, enquanto que países em desenvolvimento cresceram (103%). Os países que dominam a tendência de investimentos em ciência e tecnologia são Brasil, China e Índia.

1) Diante das informações acima pode-se inferir que os países que mais investem em ciência e tecnologia na atualidade são:

a) Os países do Norte.

b) Os países desenvolvidos.

( c) Os países do Sul. (d) Os países ricos.

2) Os países que mais investem em tecnologia são países emergentes e podem ser identificados no mapa acima pelos números 1, 2 e 3 que são respectivamente. a) Brasil, China e Índia. (c ) Estados Unidos, Japão e Alemanha. b) Brasil, Estados Unidos e China. (d ) China, Japão e Estados Unidos. D7 - Interpretar um gráfico de barras sobre investimentos em ciência e tecnologia. 3) Pode-se concluir com o gráfico ao lado que: a) No ano de 2007 países desenvolvidos tiveram o maior investimento em ciência e tecnologia. b) Os países emergentes foram os que menos investiram em ciência e tecnologia. c) Os países emergentes mais que dobraram 150% os investimentos em relação aos países 100% desenvolvidos. Crescimento do 50% d) Os países pobres não conseguem investir investimento em 0% em tecnologia. ciencia e

Crescimento do investimento em ciencia e tecnologia 2007.

tecnologia 2007.

O gráfico ao lado representa a participação da População Economicamente Ativa nos setores de trabalho. Essa divisão das pessoas por setor econômico classifica a riqueza e desenvolvimento dos países. Diante das informações do gráfico podemos inferir que se trata de: a) I Países emergentes, II subdesenvolvidos e III desenvolvidos b) I Países desenvolvidos, II emergentes e III subdesenvolvidos c) I Países subdesenvolvidos, II emergentes e III desenvolvidos. d) I Países emergentes. II desenvolvidos e III subdesenvolvidos. D8 - Descrever o funcionamento e atribuições da ONU, Banco Mundial, OEA e de seus principais organismos. Há muitas organizações e agências das Nações Unidas e essas funcionam para trabalhar sobre questões específicas, seus principais objetivos são a manutenção da paz e o progresso social e econômico. Algumas das agências mais conhecidas são:


ACNUR – Alto Comissariado das Nações Unidas para os OMC – Organização Mundial do Comércio Refugiados OMM – Organização Meteorológica Mundial AIEA – Agência Internacional de Energia Atômica OMS – Organização Mundial da Saúde BIRD – Banco Mundial (Banco Internacional de OMT – Organização Mundial do Turismo Reconstrução e Desenvolvimento) OPAQ – Organização para Proibição de Armas Químicas CDH – Comissão de Direitos Humanos PMA – Programa Mundial de Alimentação CDS – Comissão de Desenvolvimento Sustentável PNUD – Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento CIJ – Corte Internacional de Justiça PNUMA – Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente CS – Conselho de Segurança UNAIDS – Programa Conjunto das Nações Unidas sobre o DOMP – Departam. das Operações de Manutenção da Paz HIV/Aids ECA – Comissão Econômica para a África UNESCO – Organização das Nações Unidas para a Educação, ECE – Comissão Econômica para a Europa Ciência e Cultura FAO – Organização das Nações Unidas para a Alimentação UNICEF – Fundo das Nações Unidas para a Infância e a Agricultura UNIDO – Organização das Nações Unidas para o FMI – Fundo Monetário Internacional Desenvolvimento Industrial OEA- Organização dos Estados Americanos UNODC- Escritório das Nações Unidas Contra Drogas e Crimes. OIT – Organização Internacional do Trabalho 1) Complete as lacunas nos retângulos abaixo com o organismo da ONU que trata do assunto especificado. É por meio das agencias e organismos acima a ONU realiza a maior parte de seu trabalho humanitário. Exemplos incluem programas de vacinação em massa através da _________________, de prevenção da fome e da desnutrição(através do trabalho do ____________ e a proteção dos mais vulneráveis e as pessoas deslocadas através do ______________. 2) Os organismos da ONU que completam as lacunas acima são: a) OMS, PMA, ACNUR. b) UNAIDS, CDS, CIJ c) ECA, CS, ACNUR. d) FAO, UNICEF, CDH A própria _____________é uma organização internacional cujo objetivo é facilitar a cooperação em matéria de direito internacional, segurança internacional,desenvolvimento econômico, progresso social, direitos humanos e a paz mundial. O____________ é uma instituição financeira internacional que fornece empréstimos para os países em desenvolvimento.Na ____________os países-membros se comprometiam a defender os interesses do continente americano, buscando soluções pacíficas para o desenvolvimento econômico, social e cultural. 3) As atribuições acima são dos seguintes organismos, respectivamente. a) ONU, BIRD, OEA b) OPAQ, UNIDO, ECE c) UNODC, FMI, ECE d) CDH, OMC, OEA D9 - Justificar a criação de organizações não-governamentais para o exercício da cidadania, a partir da interpretação de textos. As Organizações não governamentais (Acrônimo ONG), são associações do terceiro setor, da sociedade civil, que se declaram com finalidades públicas e sem fins lucrativos, que desenvolvem ações em diferentes áreas e que mobilizam a opinião pública para modificar determinados aspetos da sociedade.Estas organizações podem complementar o trabalho do Estado, podendo receber financiamentos e doações do mesmo e de entidades privadas. Exemplo de ONG-Greenpeace é uma organização não-governamental que atua internacionalmente em questões relacionadas à preservação do meio ambiente e desenvolvimento sustentável, com campanhas dedicadas às áreas de florestas (Amazônia no Brasil), clima, nuclear, oceanos, engenharia genética, substâncias tóxicas, transgênicos e energia renovável. Outras ONGs: SOS Mata Atlântica, Projeto Tamar(Proteção aos golfinhos), Projeto UERÊ(Ensino de crianças e jovens com dificuldade de aprendizagem) 1) Sobre o texto acima, pode-se concluir que através delas exerce-se a cidadania por que: a) As ONGs não são órgãos do governo, mas agem para o bem da sociedade. b) Atuam apenas em questões de proteção ao meio ambiente, mas visam proteger o mundo todo. c) Atuam internacionalmente e recebem doações de entidades privadas. d) Não tem fins lucrativos, por isso recebe financiamento do governo. 2) Sobre o Greenpeace é verdade afirmar que: I) Age como fiscal na produção de alimentos geneticamente modificados. II) Fiscaliza a engenharia genética e seus processos de modificação genética que permitiram que a estrutura de seqüências de DNA fosse decifrada, facilitando a clonagem de genes. III) Preocupa-se com a proliferação de armas nucleares. IV) Visa o desenvolvimento sustentável. D10 - Relacionar a organização do espaço às transformações da indústria artesanal em indústria manufatureira. D11 - Relacionar a organização do espaço às transformações da indústria manufatureira para a maquinofatureira. INDÚSTRIA ARTESANAL é a produção familiar na qual o artesão possui os meios de produção (é proprietário da oficina e das


ferramentas) e trabalha com a família em casa, realizando todas as etapas, desde o preparo da matéria-prima até o acabamento final, não há divisão do trabalho ou especialização. INDÚSTRIA MANUFATUREIRA- O comerciante passou a produzir. Primeiro, contratou artesãos para dar acabamento aos tecidos; em seguida tingir; depois tecer e, finalmente, fiar. O trabalho era feito na oficina sob a coordenação de um gerente de produção. As matérias primas e os instrumentos pertenciam ao dono da oficina, que também comercializava o produto. O trabalhador entrava apenas com sua força de trabalho que vendia em troca de um salário. Não tinha o domínio de todas as fases de produção devido à introdução da divisão do trabalho. Aumentou o consumo, que levou o artesão a aumentar a produção e o comerciante a dedicar-se à produção industrial. INDÚSTRIA MAQUINOFATUREIRA- Surgiram fábricas com assalariados sem controle sobre o produto de seu trabalho. A produtividade aumentou por causa da divisão do trabalho, cada trabalhador realizava uma etapa da produção. O trabalhador estava subordinado ao regime de funcionamento da máquina e à gerência direta do empresário. Permitiu a produção em larga escala, contribuindo para a criação de uma sociedade de consumo. A produtividade multiplicou com a mecanização da mão-deobra, o produto final barateou e o desemprego cresceu. Passagem do capitalismo comercia para o Capitalismo Industrial 1) Que reorganizações aconteceram na passagem da indústria artesanal para a indústria manufatureira?Marque as verdadeiras: I) A mudança da produção manual para o uso de máquinas. II) A mudança do trabalho que era realizado em casa(produção familiar) para as oficinas onde o operário trocava seu trabalho por um salário. III) A mudança de proprietário dos bens de produção que eram os artesãos e passou a ser o manufatureiro. IV) A mudança do tipo de trabalho que era servil e passou a ser assalariado. 2) Os espaços de produção mudaram de acordo com o tipo de indústria. Associe espaço e tipo de produção. (1)casa, (2) oficinas, (3) fabricas ( ) manufatureira. ( ) maquinofatureira ( ) artesanal 3) Marque a alternativa em que as duas características que se associam a indústria maquinofatureira: a) Divisão do trabalho, especialização e produção familiar. b) Desemprego por causa da mecanização e capitalismo industrial. c) Produção em larga escala e capitalismo comercial. d) Criação de uma sociedade de consumo e trabalho feito em oficinas. D12 - Compreender a importância do processo de industrialização para a caracterização do mundo contemporâneo, a partir de um texto ou charge.

Quanto à importância da industrialização na caracterização do mundo atual, podemos inferir que o uso de tecnologias... a) Diminui a criatividade e inteligência, pois não precisam pensar já que a tecnologia facilita a vida. b) Pode influenciar negativamente o ser humano se esse fizer uso indevido das tecnologias e não conciliar tecnologia ao conhecimento. c) Impossibilita o homem de ter acesso a informação de qualidade que só é encontrada nos livros. d) É o principal fator de repetência escolar, já que seu uso atrapalha o desenvolvimento intelectual do aluno. Modalidades de produção industrial. Taylorismo (séc XIX) Tinha o objetivo de dinamizar o trabalho na indústria. Acreditava na especialização de tarefas (uma única atividade, alguém que colocava os faróis nos automóveis faria apenas isso o dia todo. Monitorava o tempo gasto para a realização de tarefas e premiava aqueles que tivessem maior rendimento. Fordismo(1920) Foi criada por Henry Ford. Usava a especialização da função e instalação de esteiras na linha de montagem, à medida que o produto deslocava na esteira o trabalhador desenvolvia sua função. Com isso, visava diminuir o tempo gasto no trabalho, aumentar a produtividade, diminuir o custo de produção e, principalmente, realizar a produção em massa para o


consumo ocorrer no mesmo passo. Toyotismo (1970) Sistema de produção criado no Japão que tinha em sua base a tecnologia da informática e da robótica. O trabalhador não fica limitado a uma única tarefa, desenvolve diversas atividades na produção. Outra criação desse sistema é o just-in-time, produzir a partir de um tempo já estipulado com intenção de regular os estoques e a matéria-prima. Volvismo (2000) Modelo de organizar e gerenciar a produção industrial. Conciliou execução manual e automação. Grande investimento no trabalhador em treinamentos e aperfeiçoamento, no sentido que esse consiga produzir por completo um veículo em todas as etapas, além de valorizar a criatividade e o trabalho coletivo existe a preocupação da empresa com o bem estar do funcionário, bem como sua saúde física e mental. D13 - Reconhecer as transformações provocadas na cidade pelo processo de industrialização, através de charge, letras de música ou poesias.

1) A globalização transforma cada vez mais a realidade das grandes cidades dos países subdesenvolvidos. A charge acima faz uma referência: a) A falta de uma política nacionalista de valorização dos produtos nacionais. b) Ao consumismo e o excesso de importação. c) As grandes corporações e multinacionais cada vez mais presentes em nossas vidas. d) Falta de cidadania e desvalorização do hino nacional. D14 - Associar a questão da migração campo-cidade no mundo capitalista industrializado com a mecanização do campo, observando uma gravura. D15 - Diferenciar a migração campo-cidade do mundo capitalista industrializado com o ocorrido na América Latina, através de uma charge ou poesia. D18 - Associar o problema do emprego e da expansão da economia informal às transformações da cidade provocadas pelo processo de industrialização. MIGRAÇÃO CAMPO-CIDADE Causas - Os motivos que fazem com que as pessoas saiam da zona rural para as grandes cidades são: busca de empregos


com boa remuneração, mecanização da produção rural, fuga de desastres naturais (secas, enchentes, etc.), qualidade de ensino e necessidade de infra-estrutura e serviços (hospitais, transportes, educação, etc.). Consequências - O êxodo rural provoca problemas sociais. Cidades que recebem os migrantes não estão preparadas para tal fenômeno. Os empregos não são suficientes e muitos migrantes partem para o mercado de trabalho informal e passam a residir favelas, cortiços. Além do desemprego, o êxodo rural descontrolado aumenta a população nos bairros de periferia com carência em hospitais e escolas. Escolas com excesso de alunos por sala de aula e hospitais superlotados são as conseqüências deste fato. Os municípios rurais também acabam sendo afetados pelo êxodo rural. Com a diminuição da população local, diminui a arrecadação de impostos, a produção agrícola decresce e muitos municípios acabam entrando em crise. Há casos de municípios que deixam de existir quando todos os habitantes deixam a região. 1 2

Observe as duas figuras e o texto para responder as questões abaixo: 1) Sobre o gráfico exposto na figura 1 podemos concluir que: a) A mecanização do campo gera cada vez mais emprego por causa da necessidade de mão de obra qualificada. b) A mecanização da agricultura gera desemprego no campo e êxodo rural. c) A plantação de algodão é a que menos desemprega porque ainda não é mecanizada. d) Para cada vaga de emprego aberta para a mecanização abrem-se 400 vagas no plantio de feijão e 400 vagas no plantio de cana. 2) Sobre a gravura 2 pode se concluir que: a) A maioria das pessoas que são expulsas do campo por causa da mecanização exerce funções de baixa remuneração na cidade. b) Ao saírem do campo as pessoas encontram nas cidades uma qualidade de vida muito melhor. c) As pessoas são expulsas do campo por sem terra que exercem ocupação ilegal. d) O êxodo rural é uma das principais causas da mecanização do campo. 3) Sobre o texto “Migração campo-cidade” marque as verdadeiras. IA busca por melhor infra estrutura e prestação de serviços como hospitais, transporte, educação também são causas do êxodo rural. IIA mecanização da agricultura é uma das causas do êxodo rural. IIIAs pessoas saem da zona rural para as grandes cidades para buscar empregos com boa remuneração. IVAs pessoas saem do campo muitas vezes para fugir de desastres naturais como secas e enchentes. 4) De acordo com o texto acima são conseqüências da saída do campo rumo á cidade: a) Carência de hospitais e escolas. Criação de novas cidades para abrigar os migrantes. b) Desemprego rural. Aumento de postos de emprego nas fábricas c) Diminuição de arrecadação de impostos por municípios rurais. Aumento da produção agrícola. d) Emprego informal. Aumento da população nas favelas. D16 - Compreender o processo de metropolização no Brasil e no mundo. Metropolização é o processo em que as cidades estão em via de se tornarem uma metrópole, ou seja, prestes a abrigar mais de 1 milhão de habitantes, ser uma cidade central de áreas urbanas formadas por cidades ligadas entre si fisicamente (conurbadas) ou através de fluxos de pessoas e serviço, assumir importante posição econômica, política e cultural na rede


urbana da qual faz parte. O modelo de desenvolvimento e a formação de um mercado integrado levaram a metropolização. A expansão industrial acelerou o crescimento de algumas cidades, principalmente capitais, para as quais afluíram os maiores investimentos e as atividades mais modernas. Com isso, formaram-se aglomerações urbanas com mais de um milhão de habitantes, chamadas de cidades milionárias. Esse fenômeno vem acompanhado de problemas sociais originados da precariedade das condições dos migrantes que chegam à área em processo de urbanização e da oferta reduzida de infra-estrutura nas cidades. A intensa urbanização que vem ocorrendo no Brasil, a partir de 1950, tem sido acompanhada por um processo de metropolização, isto é, concentração demográfica nas principais áreas metropolitanas do país. Isso significa que as grandes cidades, as metrópoles, crescem a um ritmo superior ao das pequenas e médias cidades. Principais cidades do Brasil:- São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador, Fortaleza, Recife, Porto Alegre, Curitiba e Belém. Com o crescimento acelerado ocorrem problemas urbanos que afetam o transporte, água, esgoto, uso do solo, etc. 1) De acordo com o texto o processo de metropolização se dá graças a (ao): Marque as opções verdadeiras. a) Crescimento de uma cidade até se tornar uma cidade central com importante função econômica, política e cultural. b) Expansão industrial, aos investimentos e as atividades mais modernas, que faz com que as cidades se tornem aglomerações urbanas com mais de um milhão de habitantes, chamadas de cidades milionárias. c) Modelo de desenvolvimento e a formação de um mercado integrado que aceleraram o crescimento de algumas cidades, principalmente capitais. d) Todas as alternativas acima estão corretas. (TEC) 2) De acordo com o texto a principal causa da metropolização é: a) O aumento da população nas principais cidades. b) Infra estrutura suficiente para atender a população crescente nas grandes cidades. c) Crescimento das pequenas e médias num ritmo superior ao das cidades grandes. d) Problemas sociais causados pelo aumento de imigrantes. D17 - Comparar processos de reforma agrária nos países a partir da leitura de pequenos textos. 1- Cinco foram os tipos de reforma agrária que aconteceram no mundo: Extraído do texto: Reforma agrária: uma questão de vida – 1.º as radicais, que puseram em prática a propriedade territorial coletiva ou estatal, como a realizada na União Soviética; 2.º a de modo lento e indireto, como ocorreu na Inglaterra; 3.º a subdivisão mais ou menos rápida do latifúndio, com o estabelecimento de limites de áreas, sem contudo promover transformações fundiárias, como as ocorridas na Europa central após a primeira guerra mundial; 4.º as realizadas em regiões onde predominam as pequenas áreas rurais arrendadas, e que visam à transformação do arrendamento em propriedade, como as realizadas nos países islâmicos e orientais; 5.º as que promovem a redistribuição da terra e oferecem, ainda, assistência técnica e financeira aos agricultores, como incentivo à pequena propriedade. É o caso da Itália, Finlândia, Alemanha e Países Baixos. 2- A reforma agrária tem por objetivo proporcionar a redistribuição das propriedades rurais, ou seja, efetuar a distribuição da terra para realização de sua função social. Esse processo é realizado pelo Estado, que compra ou desapropria terras de grandes latifundiários (proprietários de grandes extensões de terra, cuja maior parte aproveitável não é utilizada) e distribui lotes de terras para famílias camponesas. Conforme o Estatuto da Terra de 1964, o Estado tem a obrigação de garantir o direito ao acesso a terra para quem nela vive e trabalha. No Brasil, historicamente há uma distribuição desigual de terras, esse problema teve início em 1530, com a criação das capitanias hereditárias e do sistema de sesmarias. Essa política de aquisição da terra formou vários latifúndios. Em 1822, com a independência do Brasil, a demarcação de imóveis rurais ocorreu através da lei do mais forte, resultando em grande violência e concentração de terras para poucos proprietários, sendo esse problema prolongado até os dias atuais. A realização da reforma agrária no Brasil é lenta e enfrenta várias barreiras, entre elas a resistência dos grandes proprietários rurais (latifundiários), dificuldades jurídicas, além do elevado custo de manutenção das famílias assentadas (que necessitam de financiamentos com juros baixos para a compra de adubos, sementes e máquinas e infraestrutura). Porém, é de extrema importância a realização da reforma agrária. Essa proporcionaria terra para a população trabalhar, aumento na produção agrícola, redução das desigualdades sociais, democratização da estrutura fundiária, etc. Nesse contexto, o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), exercem grande pressão para a distribuição de terras, sendo a ocupação de propriedades consideradas improdutivas sua principal manifestação. 1) Sobre o processo de reforma agrária é verdade afirmar que: marque mais de uma opção. a) Tem o objetivo de redistribuir as terras. b) As terras para a reforma agrária são conseguidas pela desapropriação de terras, não utilizadas, de grandes latifundiários. c) O Estatuto da Terra é lei e, portanto é seguido à risca pelo Estado. d) A concentração de terras no Brasil teve início com a divisão das capitanias hereditárias. 2) O principal empecilho da reforma agrária é: a) Resistência dos latifundiários a entregar as terras improdutivas para a distribuição. b) A resistência das famílias camponesas de ficarem nas terras.


c) Falta de pessoas da MST para invadirem e desapropriarem as terras. d) Necessidade de financiamento pelo Estado para que o MST adquira terras improdutivas dos latifundiários. 3) No texto 1 podemos concluir que a reforma agrária acontece com mais eficácia nos países: a) Desenvolvidos. b) Subdesenvolvidos. c) Que foram colônias europeias. d) Fizeram guerra para redistribuir as terras. D19 - Associar o problema da moradia com as transformações da cidade provocadas pelo processo de industrialização. D20 - Associar o problema da violência urbana com as transformações da vida urbana. D21 - Associar o problema da ocupação das áreas de risco com as transformações provocadas pelo crescimento das cidades. Urbanização em Países Desenvolvidos- Os fatores atrativos da urbanização, em países Essa é a face mais visível desenvolvidos, estão ligados basicamente ao processo de industrialização, ou seja, às do crescimento transformações provocadas na cidade pela indústria, quanto à geração de empregos com salários desordenado das cidades. mais altos. Essas condições surgiram primeiramente nos países de industrialização antiga, os Cria-se, assim, um meio “países desenvolvidos”. Nesses países, além das transformações urbanas, houve como social favorável á violência conseqüência da Revolução Industrial uma revolução agrícola, uma modernização da urbana: Roubos, saltos, agropecuária que possibilitou a transferência de pessoas do campo para a cidade como resultado seqüestros, assassinatos da mecanização da agricultura. A urbanização nos países desenvolvidos foi gradativa, as cidades etc. foram se estruturando lentamente para absorver os migrantes, havendo melhorias na infra(Anuário Estatístico do estrutura urbana – moradia, água, esgoto, luz, etc. – e aumento de geração de empregos. Assim, Brasil, 1994) os problemas urbanos não se multiplicaram tanto como nos países subdesenvolvidos. FAVELADOS Urbanização em Países Subdesenvolvidos- Já os fatores da urbanização dos países (em relação à subdesenvolvidos estão ligados às péssimas condições de vida existentes na zona rural, em população função da estrutura fundiária bastante concentrada, dos baixos salários, da falta de apoio aos total da cidade pequenos agricultores, do arcaísmo das técnicas de cultivo, etc. Assim, há uma grande transferência de população para as cidades, notadamente para as grandes metrópoles que são Belém 19,5% industrializadas, criando uma série de problemas urbanos. O crescimento rápido de algumas Manaus 18,0% cidades, que acaba culminando no fenômeno da metropolização é resultado da incapacidade de criação de empregos, seja na zona rural, seja em cidades pequenas e médias, o que força o Fortaleza 16,7% deslocamento de milhões de pessoas para as cidades que polarizam a economia de cada país. Acrescente-se a isso o fato de esses países, com raras exceções, apresentarem altas taxas de Rio de Janeiro 16,1% natalidade e, portanto, alto crescimento demográfico, e está formado o quadro que explica o rápido Belo Horizonte 11,8% crescimento das metrópoles no mundo subdesenvolvido. Mesmo o centro dinâmico dos países subdesenvolvidos não tem capacidade de absorver tamanha quantidade de migrantes, e logo Recife 8,3% começa a aumentar o número de pessoas desempregadas. Muitos desempregados para poder sobreviver, acabam se refugando no subemprego: a economia informal ou subterrânea, essa é a Porto Alegre 7,9% economia que não aparece nas cifras oficiais, pois não tem nenhum tipo de registro e não recolhe nenhum tipo de imposto. Como os rendimentos, em geral, são muito baixos muitos não tem Curitiba 6,8% condições de comprar ou alugar sua moradia. Assim, proliferam as submoradias: favelas, cortiços, São Paulo 6,7% pessoas abrigadas debaixo de pontes e viadutos, margem de rios, morros. Salvador

4,0%

1) De acordo com o texto o principal problema de moradia ocasionado pela industrialização nos países subdesenvolvidos é: a) O aumento da população morando na zona rural. b) O aumento da população nas cidades pequenas. c) O aumento das favelas. d) O despejo por causa da impossibilidade de pagar aluguel. 2) O texto acima trata a violência como conseqüência: a) Do crescimento desordenado das cidades. b) Do trafico de drogas nas favelas. c) Do aumento da impunidade aos menores infratores. d) Da luta entre países desenvolvidos e subdesenvolvidos para se urbanizarem. 3)

De acordo com o texto a ocupação de áreas de risco pela população é consequência: a) Da falta de uma política de inclusão nos bairros melhores, por parte do Estado. b) Da proximidade que essas áreas têm das indústrias o que facilita o acesso ao trabalho. c) Do aumento da população, da falta de uma infraestrutura oferecida pelas cidades e da dificuldade de se conseguir emprego. d) Do aumento exagerado da população que deixam muitos sem lugar para construir suas casas tendo que ir para essas áreas.


D22 - Identificar, através do planisfério, as áreas de predomínio das principais religiões do mundo (islamismo, cristianismo, judaísmo, hinduísmo e budismo).

1) a) b) c) d)

De acordo com o planisfério as áreas de predomínio das religiões são: Existem poucos países com religião islâmica. O Budismo acontece apenas no Japão. O Cristianismo é a religião predominante no mundo. O Hinduísmo acontece apenas na China.

2) Ainda de acordo com o mapa, o Islamismo acontece predominantemente: a) No norte da África e Oriente Médio. b) Parte da China e Índia. c) Toda América e Sul da África. d) Todo o mundo. D23 - Concluir, a partir de um texto, as características culturais de um país islâmico. Islamismo é uma religião muito antiga, monoteísta que se baseia nos ensinamentos do profeta Maomé surgiu na Arábia entre o ano de 570 a 632 depois de Cristo, os povos que seguem o islamismo integram o chamado Islã, pode ser designado como islamita ou maometano, esta ultima rejeitada por alguns que vem nela uma referencia a Maomé enquanto o islamismo professa um só Deus. Alá. Os ensinamentos estão no livro sagrado chamado “Corão” Os cinco pilares do Islão são cinco deveres básicos de cada muçulmano: 1-A recitação e aceitação da crença (Chahada);2-Orar cinco vezes ao longo do dia Salá); 3-Dar esmola (Zakat);4-Jejuar no Ramadão (Saum);5-Fazer a peregrinação a Meca (Haj) Origem-Islã no seu sentido literal significa submissão, obrigação que todo muçulmano tem de seguir a vontade de deus. Alá é a palavra árabe que significa deus.Para se tornar islamita não é preciso ter nascido muçulmano é só professar os votos e se tornar muçulmano. Uma faceta do grupo radical islâmico é a grave discriminação contra as mulheres bonitas inclusive com algumas agressões brutais por conta de interpretações extremas e radicais das escrituras. Mulher no islamismo: Em muitos países muçulmanos a mulher vale menos que o homem, são obrigadas a usar a burca(cobrir todo o corpo), são proibidas de ir a escola ou trabalhar fora, se cometem alguma transgressão são espancadas ou executadas, se usar esmalte tem o dedo decepado, só podem se atendidas por médicas. 1) Marque as alternativas verdadeiras no que se refere ao islamismo: I) È uma religião monoteísta, crê em um só deus. II) Nos países muçulmanos a mulher usa a burca. III) Meca á a cidade sagrada do islamismo. IV) Islã significa submissão a Alá.


1desctrabalho  

CARACTERÍSTICAS 2 - Distribuição equilibrada de riquezas e propriedades. Objetivo de proporcionar a todos um modo de vida mais justo. Visa a...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you