Page 1

TUCANO ão Ediç

espe

Orgão informativo da Escola Municipal de Educação Infantil Miriam Brandão - Ano II - No 2 - Abril de 2019

Biblioteca Infantil Therezinha Casasanta:

o coração da escola

Inauguração da biblioteca com a presença da patrona Therezinha Casasanta (03/07/99)

Em 1999 inaugurava-se a biblioteca Therezinha Casasanta em uma escola que atendia apenas crianças de 4 a 6 anos de idade. Parecia algo sem sentido para muitas pessoas: pra que uma biblioteca para crianças tão pequenas? A biblioteca abriu suas portas em 1998. O espaço era apenas um depósito de livros, revistas e materiais pedagógicos quando a Secretaria Municipal de Educação enviou duas auxiliares de biblioteca (uma em cada turno). Chegar e encontrar um depósito foi uma surpresa, mas isso não nos desanimou. Arregaçamos as mangas e junto ao professores organizamos o espaço com os livros disponíveis e começamos as contações de histórias e a emprestar livros

escolhidos pelas crianças para ir para casa. Cada turma tinha um horário semanal para sentar no tapete encantado (um lindo e colorido tapete de retalhos) e viajar nas histórias. As crianças paravam a todo momento na porta espiando o lugar. Percebemos que ali estava o coração da escola. Mas a biblioteca precisava ganhar um nome. Para isso, as crianças e professores leram histórias de vários autores de literatura infantil e o nome da escritora Therezinha Casasanta foi o escolhido em uma votação com cédula, urna e três candidatos com direito a um X no quadradinho escolhido (pelas crianças e professoras). A autora era a preferida das crianças, afinal suas histórias tinham animais muito espertos e

divertidos. Logo a escritora veio até à escola e encantou-se com os diversos trabalhos realizados a partir de suas obras. A biblioteca passou a ter contação de histórias, atividades artísticas, sessões de filmes e empréstimos de livros semanais. Era também espaço usado para reuniões e estudos. Um lugar disputado na escola, devido ao ambiente tranquilo, alegre e colorido. As professoras também buscavam nas histórias uma forma de levar às crianças o conhecimento sobre o mundo. A literatura infantil tornou-se um dos pilares pedagógicos da escola e a biblioteca, um dos seus espaços fundamentais. Seu acervo foi crescendo a cada dia com livros de qualidade de diversas editoras. Hoje encontramos muitos livros de qualidade disponíveis para as crianças e toda a comunidade escolar. Vinte anos depois vemos que a biblioteca é um espaço imprescindível em uma educação que priorize a formação do leitor e a construção de um cidadão crítico e consciente do seu lugar no mundo. É através dela que o estudante pode chegar ao conhecimento e à herança cultural do mundo em que vive. Para que haja uma educação de qualidade é preciso priorizar a biblioteca como espaço fundamental dentro das escolas: ela é uma janela para o mundo! Valéria de Oliveira Alves 26 de março de 2019

cial


Curiosidade

Editorial

20 anos da Biblioteca Terezinha Casasanta Há 20 anos, na escola Municipal Miriam Brandão foi criada a Biblioteca Terezinha Casasanta, a qual foi nomeada em homenagem à escritora brasileira de literatura infantil. Desde então, acompanho o crescimento e a importância desse espaço para o desenvolvimento da comunidade escolar. É um ambiente aconchegante, gostoso e de muito aprendizado. Todos os anos, a Escola realiza a feira do Livro.  Trata-se de uma importante estratégia para aproximar as famílias da escola, contribuindo para que as crianças aprendam a atuar em sociedade, tornando-se sujeitos de transformação e cidadãos conscientes. A Biblioteca possui um

acervo bibliográfico diversificado com ofertas de leituras variadas, o que propicia a retenção da atenção das crianças. Assim, gera-se o hábito de leitura, o qual só produz benefícios, como: o desenvolvimento da escrita, da curiosidade, da criatividade e da argumentação. Aproveito para parabenizar a Biblioteca Terezinha Casasanta, assim como toda a comunidade escolar, por serem responsáveis pelo sucesso da biblioteca. Termino com um pensamento do escritor Mário Quintana: “Os livros não mudam o mundo, quem muda o mundo são as pessoas. Os livros só mudam as pessoas”. Jocélia Brandão (mãe da Míriam Brandão)

IMAGEM DO DIA

A escolha do nome do Jornal aconteceu em 2012 pelas crianças da escola. Como o espaço é bastante arborizado, vários bichos passeiam por aqui. Um desses bichos é o TUCANO, por isso, as crianças tiveram a ideia de nomear o o jornal com esse nome. Ficando assim: “Jornal Tucano”.

Faça a carteirinha da biblioteca! A Biblioteca Infantil Therezinha Casasanta convida toda a comunidade escolar para realizar o cadastro da biblioteca. Para fazer sua inscrição é necessário apenas o documento de identidade e o comprovante de residência. Nossa biblioteca conta com um acervo bastante variado destinado ao público infantil, juvenil e adulto. Não perca mais tempo! Faça sua inscrição!

Horário de atendimento:

TUCANO

Orgão informativo da Escola Municipal Educação Infantil Miriam Brandão

Núcleo Gestor: Andréia Assunção, Maria Helena Silva (direção) Cleonice Gonçalves , Maria Solidade Rodrigues da Costa, Érica Cristina Borges (Coordenação pedagógica)

2 - TUCANO

Redação: Ivo Funghi Baía, Jocélia Brandão, Valéria de Oliveira Alves, Weslane Roberta, Zenaide Corrêa Aderne Produção gráfica e ilustrações: Carlos Jorge Coordenação editorial: Simone Paixão Tiragem: 600 exemplares

Turno da manhã : segundas, terças e sextas: 11h às 11h50min Turno da tarde: segundas, terças e sextas: 13h ou 13h50min


Therezinha Casasanta Therezinha Casasanta, autora de mais de quarenta obras, entre livros de literatura e didáticos, foi escolhida como patrona da biblioteca pelas crianças que estudavam na Escola Municipal de Educação Infantil Míriam Brandão em 1999.

Feira do livro, 2003

Nascida em Campanha, sul de Minas Gerais, no dia 30 de maio de 1927, mudou-se para Belo Horizonte aos 5 anos de idade. Quando criança, gostava de criar suas próprias histórias. Uma grande surpresa que sua mãe e tia lhe fizeram foi publicar um de seus contos, inaugurando assim, seu ciclo de publicações como autora reconhecida nacionalmente. Estudou e trabalhou em escolas bastante conhecidas na cidade. Fez sua pós graduação em Educação Elementar e Literatura Infantil, nos Estados Unidos em 1957.

Entre seus livros, destacam-se: A Porquinha do rabinho enrolado (seu primeiro livro); Peixinho Dourado vai passear; Girafinha Flor faz uma descoberta; A vira volta de Janjão; Amigos até debaixo d'água; Pinguinho quer conhecer o mundo; Tico vai à cidade; Caiu, caiu primeiro de abril e A Rua do Bem-me-quer. Como escritora Therezinha gosta de compartilhar com seus leitores tudo que viu ou gostaria de ter visto. Por isso, em uma de suas visitas à escola da qual é patrona, Therezinha Casasanta

deixou um recadinho para lá de especial:

“Ler é voar... Ler é sonhar... Ler é viajar... Ler é sair do lugar!!!” Fontes de consulta: -Autobiografia 1998/1999; -Carta aos alunos da Escola Municipal de Educação Infantil Míriam Brandão; -DUARTE, Constância Lima (org). Dicionário Bibliográfico de Escritores Mineiros. Autêntica, 2010.

TUCANO - 3


Algumas das perguntas que sempre fazem a Therezinha Casasanta em entrevistas 1- De onde você tira ideias para escrever os seus livros? Eu sou “antenada”, observo tudo que acontece à minha volta. Sou bem informada. Tenho boa memória, sei ouvir e gosto de imaginar, de pensar. O meu texto é produto da mistura da invenção com a imaginação, a memória, a realidade e a fantasia. Na história da Sula, por exemplo, me inspirei em crianças pequenas, que fazem um drama para se alimentar, na aflição das mães que vivem essa experiência, no desejo de voar que marcou a minha infância, nas cores das frutas, dos legumes, das hortaliças… no prazer que me dava ir a um espetáculo de circo. E brinquei, apelei para o lúdico e para as rimas. 2- O que você mais gosta de fazer? Ler. 3- Qual o livro infantil que você prefere? São tantos que eu gosto! “A bolsa amarela”, “A menina que o vento roubou”, “O menino maluquinho”, “Onde tem bruxa tem fada”...”Pollyana”, os contos de Grimm e Andersen… 4- Qual conselho daria a uma criança que quer ser escritora? Ler muito, muito, muito… bons livros, é claro! E escrever muito também. Só se aprende a escrever escrevendo.

Escolha dos nomes das turmas

VOCÊ SABIA QUE… • ler abre a porta do conhecimento, pois além de atualizar o vocabulário, expande as ideias e os pensamentos? • a leitura é uma das maneiras das pessoas melhorarem a capacidade de interpretação, além de estimular o raciocínio? • antes de alfabetizar-se, a criança aprende a “ler” associando figuras às informações que recebe do meio em que vive? • que atualmente algumas livrarias possuem espaço reservado para os pequenos manusearem os livros?

Nossa memória

A escolha dos nomes das turmas deste ano, surgiu da proposta de homenagear a Biblioteca Infantil Therezinha Casasanta. A biblioteca está completando 20 anos e merece essa deferência por parte do coletivo da escola. As crianças se encantaram com as sugestões de livros e perso-

4 - TUCANO

nagens para nomes das turmas e a forma de apropriação dos mesmos foram as mais variadas. Houve contação de histórias, dramatizações, pinturas, desenhos entre outros. A escola colocou um mural na entrada com a representação das escolhas das turmas.

Eleição para escolha do patrono da biblioteca (21/06/99)


Depoimentos

Parabéns Biblioteca Therezinha Casasanta Podemos dizer, com segurança, que existe uma cultura de biblioteca muito bem desenvolvida na Escola Municipal Míriam Brandão. Essa construção passa pelo envolvimento, inclusive afetivo, de todos os seguimentos da Escola com o espaço Biblioteca e com os livros. A Biblioteca é parte do organismo vivo que é a Escola. É impressionante o seu alcance e sua participação nos mínimos detalhes do processo educacional desenvolvido. Toda a Escola passa pela Biblioteca e ela está presente em todos os fazeres cotidianos. Mas, isso só é possível com a cultura que se estabeleceu em todo o grupo. Uma cultura que é de uso e integração da literatura às atividades desenvolvidas, para informação, formação e entretenimento. Sabemos que o primeiro contato de muitas crianças com a arte literária acontecerá no interior da Escola. Daí a importância da constante preocupação de todos com a qualidade do acervo, com o conforto e acolhimento do espaço Biblioteca e com a criação de momentos que aproximem as crianças dos livros. Essa é uma enorme responsabilidade, que toda a equipe da Escola tem assumido ao longo desses 20 anos. É, ainda, nossa responsabilidade oferecer ao público leitor em formação a oportunidade de acesso ao que há de melhor na produção literária. Nada melhor que começar a trilhar cedo os caminhos da arte, da fruição, da sensibilização. Em um mundo onde as novas gerações são confrontadas com grandes desafios, impostos pela sociedade que estamos construindo, o desenvolvimento da sensibilidade e da intuição será fundamental para nosso futuro

como humanidade e para a felicidade de todos nós. E, para isso, os livros são um excelente caminho, desde que cheguem às mãos ansiosas por conhecer e sentir, como tem sido feito na Escola pelo esforço e dedicação amorosa de todos e todas. Não existe política de acesso à leitura mais eficiente do que deixar as portas de uma Biblioteca sempre abertas. A criança precisa perceber que é bem-vinda, que as portas e os corações estão sempre abertos. Nenhum acervo ou espaço, apesar de serem fundamentais, fariam sentido sem a devida me-

diação de profissionais que se dedicam a fazer chegar às mãos e aos corações os livros. Foram “20 anos de muitas histórias”, como bem diz os dizeres do convite para a 18a Feira do Livro. Os 20 anos da Biblioteca Escolar Therezinha Casasanta são uma conquista para os alunos que já passaram ou estão na Escola e para toda a comunidade do Bairro Serra Verde. Que venham outros 20 anos de muitas realizações e de leituras enriquecedoras. Ivo Funghi Baía (Coordenador de Bibliotecas desde 2004)

TUCANO - 5


Depoimentos Trabalhei na EMEI Miriam Brandão de 1996 até julho de 2013, quando assumi a vice direção da EMEI Venda Nova. Para mim, a Biblioteca Therezinha Casasanta sempre foi um lugar mágico para as crianças. Sempre teve um grande e maravilhoso acervo, propiciando uma aproximação das crianças com o universo mágico dos livros. Além de despertar a imaginação das crianças e o interesse por uma cultura letrada, contribui para a formação integral das mesmas, possibilitando uma maior e melhor comunicação e expressão de ideias e sentimentos. Luiza (professora aposentada) Estudei na Escola Municipal Míriam Brandão até os meus 7 anos de idade. Quem me deu aula foi tia Lu, tia Alessandra, Andréia Assunção, Cida Penido e Adriana, nunca vou me esquecer delas. O meu lugar favorito da escola era a biblioteca, na verdade é o meu favorito até hoje, lá tem uma diversidade enorme de livros para pessoas de todas as idades. Até hoje me interesso pelos livros de lá e guardarei para sempre as boas lembranças que tenho. Marcella Fernades (estudou na escola de 2007-2009) Eu tenho muitas lembranças da biblioteca, como quando eu fui lá pela primeira vez. Nesse dia, eu li e vi muitos livros legais, mas meus preferidos eram os de dinossauros, sempre que pediam para eu escolher um livro para ler em casa, escolhia sobre dinossauros, depois comecei a escolher livros sobre outros assuntos e gostei muito. Também lembro de quando virei “rei dos livros” e gostei bastante de ler para meus

6 - TUCANO

colegas de turma. Sem dúvida foi a melhor experiência que tive. Um abraço! Víctor Dutra (estudou na escola de 2010- 2012) Me pediram para falar sobre a biblioteca do Míriam Brandão. Poxa, isso é emocionante! A nossa biblioteca é um espaço lindo e mágico. E precisa ser. As crianças se envolvem com todos os sentidos no que elas vivenciam, então uma biblioteca linda e preparada para elas, com um acervo de qualidade e diversificado já é um grande passo para que entrem nesse mundo fantástico que a literatura nos proporciona. Mas só o espaço lindo não é o suficiente. Esse espaço precisa se transformar em um ambiente acolhedor e estimulante.(…) A biblioteca do Míriam é esse espaço. Quando estamos lá, com as crianças, um universo de possibilidades se abre. A leitura, a leitura do mundo, das crianças, com as crianças e para as crianças passa a ser a coisa mais importante. Só nos resta embarcar nessa aventura e nos transformar em mil personagens, viver mil aventuras e fantasias, chorar, rir se emocionar porque isso é o que a literatura nos proporciona, viver e construir a nossa própria história aqui e agora. Cynthia Terra ( professora da escola desde 1994)

Nós, da Escola Municipal de Educação Infantil Míriam Brandão, sempre acreditamos que a Literatura é parte essencial do desenvolvimento da criança e sua formação enquanto cidadão consciente de seu papel na sociedade. Por isso, a biblioteca que existia em nossa escola, inicialmente de forma bem rudimentar, foi ganhando corpo e força. Quando foi inaugurada nesse espaço que temos hoje, melhorou ainda mais. Tivemos a participação ativa de nossas crianças na eleição do nome e ocupação da mesma. Hoje a escola conta com uma biblioteca maravilhosa que deixa o trabalho da escola, relacionado à literatura, impecável. Tanto as crianças como toda a comunidade escolar têm acesso ao espaço e seu acervo, sendo devidamente estimulados a tomar posse do que é seu por direito. Parabéns à biblioteca e todos que fazem dela um lugar especial! Weslane, professora da escola desde 1992 A Biblioteca Infantil Therezinha Casasanta se instalou num clima de encanto e participação das crianças. A eleição da patrona ocorreu num processo envolvente e democrático. As crianças escolheram entre autores ilustres e renomados, a querida Therezinha Casasanta. O projeto visava desenvolver o gosto pela literatura, o contato constante com o livro infantil, a estimulação da imaginação e criatividade. Nesse contexto, o foco


do trabalho dos educadores, sempre baseado na dedicação, criatividade e competência, se evidenciou em atividades significativas e sucesso constante. Dentre as atividades, a Feira do Livro se destacava no calendário anualmente. A cada ano o sucesso era maior… Portanto, nestes vinte anos parabenizo a equipe desta comunidade escolar, pelo comprometimento com garra, amor, dedicação para continuidade do projeto de literatura inicial. Stela (supervisora aposentada da escola 1993 -2011) “A Biblioteca Infantil Therezinha Casasanta faz parte da história da EMEI Míriam Brandão. Desde que entrei para escola em 1998, vem se destacando no trabalho de literatura com as crianças. Era fácil notar a animação dos alunos ao saber que fariam uma visita à biblioteca. Ela sempre teve um papel fundamental para despertar nas crianças o prazer de ler. As bibliotecárias sempre promoveram ações para aproximar os os alunos do local, fazendo com que a biblioteca se tornasse uma extensão da sala de aula e também um ambiente para viajar no mundo da imaginação.” Simone Furtado (professora da escola desde 1998) Em 2014, quando comecei a estudar na Escola Municipal Míriam Brandão conheci a Biblioteca e fiquei fascinada. Lá eu fiz teatro, li, inventei e contei histórias. Inclusive fiz minha primeira peça teatral baseada em um livro da Therezinha Casasanta, “Girafinha Flor faz uma descoberta”. Tudo isso na Biblioteca, também fiquei apaixonada pelos funcionários amorosos e cuidadosos. Isadora Piragibe (estudou na escola de 2014- 2016)

Além de todos os benefícios do ato de ler, incentivar este hábito nos pequenos é superimportante para que desenvolvam a imaginação, a criatividade, a comunicação,o gosto pela leitura, enfim, que possam acessar diversos mundos através dos livros e seus personagens. Neste sentido, a biblioteca “Therezinha Casasanta”, é este lugar por excelência, que transforma, que encanta a todos com seu mais variado acervo literário,as mais diversas atividades realizadas com seus alunos e pais, e seus profissionais que sempre proporcionam aos seus usuários grandes alegrias e aprendizado. Completando 20 anos a biblioteca “Therezinha Casasanta” sempre cumpriu a tarefa de ser o espaço da escola que se consolidou como o lugar de transformação de felicidade. Gilce Guimarães (professora aposentada trabalhou na escola 1996-2015) Nestes anos de Míriam Brandão, a atração principal sempre foi a biblioteca, o foco a literatura. Cantinho de contações, interpretação, declamação, rima, poesia, cantoria… tendo como maestrina a bibliotecária, enriquecendo os olhinhos e cabecinhas das crianças. Lembro sempre de todos os projetos trabalhados na escola Míriam Brandão, tinham como objetivo principal a literatura, o personagem, o contexto. E a biblioteca passou a ser um mundo mágico de ideias mirabolantes. Aí… Não tinha como deixar de “ler”, levar para casa, recontar na sala e envolver toda a família para contribuir na formação dos pequenos leitores. Beijos… Alyria Fantoni (professora aposentada, trabalhou na escola de 1999-2016)

Nossa memória

Eleição para escolha do patrono ( 21/06/09) cédula da época.

Homenagem Póstuma Márcio, Nosso coração ficou triste porque você partiu, não estávamos preparados para isso. Ainda temos a sensação de que te encontraremos a qualquer momento. Se pudéssemos voltar no tempo… quantas coisas teríamos pra dizer. Pena, o tempo não volta, mas, mesmo assim, queremos deixar registrado a pessoa maravilhosa que você foi. Atendia a todos prontamente, sempre com um sorriso estampado. Obrigada(o) por fazer parte de nossas vidas e contribuir para que pudéssemos ser melhores a cada dia! Homenagem dos amigos da EMEI Míriam Brandão

TUCANO -7


UM LUGAR ENCANTADO Zenaide Corrêa Aderne (professora da escola desde 2003)

Existe um lugar encantado Que por muitos é visitado. Fica no pé da bela e imensa serra Onde o verde precisa ser preservado. Conta a lenda que neste lugar, Tudo pode se transformar. Quem tem ouvidos que ouça: Entre nesse túnel do tempo, Pois a alegria e imaginação cria força. Mas como podemos curtir esse lugar? É simples… é rápido Basta seus sentidos despertar… Criatividade e gestos Para os personagens criar. Tente fazer essa tarefa, os seus filhos vão amar. Nesse lugar encantado Até o lobo guará é idolatrado Diferente da vida comum no serrado Aqui ele é honrosamente preservado. Para entrar neste lugar encantado Não precisa de senha nem de cartão Basta escolher o melhor livro E soltar toda a emoção. Esse lugar encantado Tem o nome da nossa inspiração, Professora Therezinha Casasanta Aquela que escreve e conta com o coração. Para desvendar esse lugar Vamos aos poucos trilhar Pelo caminho dos anões Até o príncipe chegar. Encontraremos Branca de Neve Com seu terno sorriso a saudar. Permeando os segredos da floresta Não deixe os porquinhos sem cumprimentar, O Pinóquio lhe mostrará o melhor caminho Para o lobo mau desviar. Adentrando pela porta vermelha Contenha sua emoção… Pois a família que lê unida Registra valores na vida E cada página lida Jamais será esquecida. Outra dica importante É sobre manutenção tenha cuidado com o livro E qualquer dúvida ou informação É só procurar Ana Maria ou Simone Paixão.

Profile for Carlos Jorge Nunes

Tucano  

Jornal informativo da Escola Municipal de Educação Infantil Miriam Brandão

Tucano  

Jornal informativo da Escola Municipal de Educação Infantil Miriam Brandão

Profile for cjdesenho
Advertisement