Issuu on Google+

‘13

novembro

03

Formação 2014

news54

05

Europeerguid-RVC

CQEP

06

Centro para a Qualificação e Ensino Profissional SPQ Expo

www.citeforma.pt | tania.fernandes@citeforma.pt | nº.

54


NOTÍCIAS

citeinforma nota editorial Uma afluência cada vez maior de pessoas à procura de emprego é uma realidade com que o Citeforma se depara, à semelhança, aliás, de muitas outras entidades formadoras. O Plano de atividades para 2014, cujas linhas gerais são divulgadas neste número do Cite’in’Forma, procura, por isso, responder às necessidades específicas desse tipo de destinatários, sem descurar a importância geral da formação ao longo da vida a qual constitui uma imperiosa necessidade para todos os que se mantêm no mundo do trabalho. Dotar as pessoas de competências e qualificações adequadas para tornar as empresas e a economia mais competitivas e inovadoras é o caminho mais acertado para fazer crescer o emprego. O Citeforma projeta, assim, um vasto conjunto de ações voltadas para a empregabilidade dos que estão à procura dum emprego e para propiciar uma atualização e desenvolvimento de competências dos que têm uma colocação. A formação alargada na área das línguas, as novas áreas de formação comportamental, o desenvolvimento de novos conteúdos para a formação de técnicos de informática, designadamente nos domínios relacionados com aplicações móveis, são alguns exemplos duma dinâmica de resposta atualizada aos destinatários preferenciais do Centro. Por último, a abertura do CQEP poderá ajudar a enquadrar toda a atividade do Citeforma numa perspetiva integrada de elevação das qualificações dos seus formandos. Neste número dá-se ainda conta de algumas iniciativas que espelham o desenvolvimento de atividades em novas áreas e em novos horizontes, mesmo geográficos, que são motivo de orgulho e confiança no futuro para todos os que fazem parte da equipa de trabalho do Citeforma. Agostinho Castanheira | Diretor do Citeforma

Lisbon & Estoril Film Festival 2013 O Citeforma é parceiro de divulgação do Lisbon & Estoril Film Festival 2013 (LEFFEST). O Festival decorre entre 8 e 18 de novembro e os formandos, formadores e colaboradores do Citeforma têm direito a desconto em bilheteira. Os realizadores Wong Kar-Wai, Aleksandr Sokurov e James Gray, o ator Gérard Depardieu e os escritores Paul Auster e J.M. Coetzee já confirmaram a presença. A lista de convidados inclui ainda o cineasta tunisino Abdellatif Kechiche, o realizador Roman Coppola e o escritor Don DeLillo, entre outros. O festival de cinema, este ano, divide-se por Lisboa, Estoril e Cascais.

Seminário – Redes Sociais e Plataformas colaborativas como suporte às aprendizagens disposição que sustentam estes modelos colaborativos de aprendizagem. Redes Sociais e Plataformas colaborativas como suporte às aprendizagens tem lugar no Auditório do Citeforma, dia 13 de novembro, entre as 9h30 e as 17h00. Está aberto a formadores e professores interessados e pretende-se que venha a constituir um espaço de partilha de experiências e boas práticas.

DIREÇÃO Agostinho Castanheira | REDAÇÃO E FOTOGRAFIA Tânia Fernandes PAGINAÇÃO Laranja | COLABORAM NESTA EDIÇÃO Carla Jobling e Fernando Cordeiro. PROPRIEDADE Citeforma – Centro de Formação Profissional dos Trabalhadores de Escritório, Comércio, Serviços e Novas Tecnologias TELEFONE 21 799 45 60 | FAX 21 799 45 66 | E-MAIL tania.fernandes@citeforma.pt | http://www.citeforma.pt DEPÓSITO LEGAL 139409/99 | TIRAGEM 2000 exemplares Estamos nas redes sociais. Siga-nos!

citeinforma

Novembro’13

O Citeforma realiza, em parceria com o Centro Nacional de Qualificação de Formadores (CNQF), no próximo dia 13 de novembro, um encontro de reflexão sobre novas formas e ambientes de aprendizagem. Irão ser abordadas as potencialidades das redes sociais em contexto formativo, assim como as plataformas de ensino à distância. O seminário incide sobre os contextos não presenciais de formação e os diferentes meios à


Formação

citeinforma

Formação para 2014 O plano da atividade formativa do Citeforma, para 2014, vai procurar responder à dinâmica que se vive no mercado de trabalho. Contempla um reforço de cursos para desempregados, o tratamento de matérias relacionadas com a gestão de empresas, nomeadamente a criação, encerramento e todos os procedimentos associados, uma nova língua e a possibilidade de progressão nas existentes. A informática e a contabilidade pública são áreas que também trazem novidades. Seguindo orientações dos parceiros, análise da procura e avaliação das necessidades formativas, recolhidas junto de formandos e entidades empregadoras, foi delineado um plano que, por um lado, assegura a continuidade do trabalho que tem vindo a ser desenvolvido e por outro preenche lacunas em matérias laborais emergentes.

os casos de sucesso pessoais e empresariais resultantes das atividades desta iniciativa venham a ser divulgados nos canais de comunicação do Citeforma. Uma nova ação surge nesta área: “Incentivos e apoios às PME’s”. Na área das línguas, o Citeforma vai introduzir um primeiro nível de Mandarim em 2014. Em relação às outras línguas, estão previstas novas ações de formação de consolidação de conhecimentos. Assim, destinadas a candidatos com um perfil de conhecimentos avançado em Inglês, irão abrir ações de muito curta duração (4 horas) de “Meetings” e “Customer Care”. Na língua espanhola, a formação complementar terá duração de 25h e estão previstas três novas ações de “Construção de currículo”, “Atendimento ao público” e “Correspondência escrita nas empresas”.

Há assim reforço de cursos para desempregados, na modalidade Vida Ativa. Estas ações de formação decorrem em horário laboral e destinam-se a desempregados com o 9º ano (habilitação escolar mínima), inscritos ou encaminhados pelos Centros de Emprego. Têm duração de cerca de 3 meses e visam a melhoria da empregabilidade dos candidatos através da integração em ações de formação de curta duração que permitem a aquisição de competências relevantes, ou a valorização das competências já detidas.

Como criamos e usamos as nossas representações mentais do mundo? E de que forma podemos usar os processos mentais para atingir os nossos objetivos? Estas são questões que vão ser debatidas na nova ação da área comportamental: “Programação Neurolinguística”. O método de ensino à distância, em modalidade de b-learning, que o Citeforma tem realizado com sucesso em anos anteriores mantém-se em algumas ações da área da informática e está prevista uma nova ação, para 2014, da área do marketing: “Estratégias de fidelização”. Em regime presencial e relacionado com o universo da web 2.0, anunciase o novo “E-marketing – conceitos e fundamentos”.

Na área da formação ligada à gestão de empresas há novas ações, cujo conteúdo incide sobre a criação e encerramento de empresas, nos seus aspetos contabilísticos e fiscais. “Aspetos fiscais na criação do negócio”, “Aspetos fundamentais do processo de insolvência de sociedades comerciais”, “Liquidação de sociedades comerciais – aspetos fiscais” e “SNC para entidades sem fins lucrativos” são algumas das novas ações previstas para 2014.

Se em 2013 o Citeforma alargou a oferta na área da multimédia, em 2014 a área terá reajustes e avançará para a especialidade de imagem com as ações de “Fotografia profissional digital” e “Motion graphics design”. Na área da informática para técnicos, desenvolveram-se novos conteúdos para “Segurança informática para programadores”, “Exchange” e “Servidor Web para Linux”, “PHP” e “MySQL”. Para quem trabalha em ambiente web estão previstas as seguintes ações de formação: ”Estilos em CSS”, “Estrutura de um sítio para a internet” e “Base de dados para a internet”.

O direito do trabalho também lança uma nova proposta neste contexto das novas dinâmicas de mobilidade dos trabalhadores dentro das empresas com “Processo disciplinar e modalidade de cessação de contrato de trabalho”. Na área da contabilidade, está em construção um novo percurso formativo focado nas empresas públicas e nos procedimentos daí decorrentes designado por “Contabilidade e Gestão Financeira Pública”. Entre as novas ações encontra-se “Código dos contratos públicos – contratação pública” e “Gestão financeira pública”.

Em relação à informática para utilizadores foram recuperadas ações que o Citeforma já havia calendarizado, mas que face ao seu caráter inovador só mais recentemente começaram a ter procura: “Segurança na utilização das novas tecnologias”, “Introdução à web 2.0” e “Produtividade com MS-Word”. Nesta ação de formação é proposto um nível de exploração da ferramenta de edição de texto acima do nível elementar, de forma a que o utilizador consiga alcançar e rentabilizar o seu desempenho.

O ciclo de formação na área do empreendedorismo volta a ter nova edição em 2014, prevendo-se um reforço de apoio na fase complementar da formação, através do estabelecimento de contactos com entidades. Esta formação divide-se em duas fases: a primeira que decorre em sala e a segunda em que são desenvolvidas iniciativas de apoio à criação de negócios e empregabilidade. Perspetiva-se, entre outras iniciativas, que

Prevê-se ainda, durante o próximo ano, um desenvolvimento de ações em áreas para as quais o Citeforma avançou no último trimestre de 2013, como a Logística, o Vitrinismo ou a Animação Turística.

03


RVCC

citeinforma

Citeforma selecionado para criação de um CQEP O Citeforma foi selecionado para a criação de um Centro para a Qualificação e Ensino Profissional (CQEP). A notificação da ANQEP foi recebida dia 1 de outubro, juntamente com o resultado da análise feita à candidatura, que coloca este Centro de Formação entre os mais bem colocados face aos critérios exigidos.

Aguarda-se que decorra a fase de audiência prévia e que seja comunicada a decisão formal. No total, a ANQEP recebeu quase 400 candidaturas, sendo que apenas 206 foram aprovadas para constituir a rede nacional de Centros para a Qualificação e Ensino Profissional.

Os CQEP Estes novos centros substituem a anterior rede de Centros Novas Oportunidades (CNO), extintos em março de 2013. Vão desenvolver a sua atividade no âmbito da informação, orientação e encaminhamento de jovens e de adultos. Uma das vertentes incidirá sobre o desenvolvimento de processos de reconhecimento, validação e certificação de competências (processos de RVCC), adquiridas pelos adultos ao longo da vida, por vias formais, informais e não formais, nas vertentes escolar e/ ou profissional. Terá especial incidência na integração na vida ativa e profissional das pessoas com deficiência e incapacidade. O funcionamento desta rede prevê o estabelecimento de parcerias que contribuam para uma intervenção mais integrada de resposta às necessidades de qualificação. Um aspeto diferenciador dos CQEP relativamente aos CNO consiste no facto de a atividade dos Centros passar a abranger os jovens com idade igual ou superior a 15 anos, com o objetivo de os informar e encaminhar para as diferentes ofertas que permitem o prosseguimento de estudos ou

orientar para oportunidades de emprego. No entanto, a diferença mais marcante é a nível da etapa de Certificação do Processo de RVCC. De acordo com o estipulado na Portaria que regula a criação dos CQEP, a certificação de competências pressupõe a realização de uma prova perante um júri constituído exclusivamente por elementos externos ao processo de reconhecimento. A classificação desta prova final tem um peso de 60% para a certificação de competências, enquanto que a pontuação obtida no decorrer do processo de reconhecimento e validação tem um peso de 40%. A Rede de CQEP irá funcionar em escolas, do ensino básico e secundário, públicas, nos centros de gestão direta ou participada da rede do IEFP (como é o caso do Citeforma) e noutras entidades certificadas pelo sistema de certificação das entidades formadoras. Os CQEP serão tutelados conjuntamente pelo Ministério da Economia e Emprego, Ministério da Educação e Ciência e Ministério da Solidariedade e da Segurança Social.

Evento sobre Fiscalidade e Soluções de Gestão O Citeforma participa, no próximo dia 13 de novembro, na apresentação Fiscalidade e Soluções de Gestão a decorrer no Auditório Municipal do Seixal. O evento, promovido pela Inforhard e PRIMAVERA pretende dar a conhecer as respostas às principais Alterações Legais e Fiscais (Documentos de Transportes, Iva de Caixa, etc.) e as novas funcionalidades do ERP PRIMAVERA. O Citeforma irá apresentar as suas soluções de formação na área da Contabilidade e da Fiscalidade, com especial destaque para os percursos formativos, as ações com atribuição de créditos para OTOC e novos cursos a iniciar em 2014. Os participantes têm ainda oportunidade de ficar a conhecer as Implicações das Alterações Fiscais nas Empresas com um representante da Câmara de Solicitadores, compreender os grandes desafios que as micro e pequenas empresas enfrentam através do caso apresentado pela empresa Contajoca e, ainda, aceder a facilidades de soluções financeiras apresentadas pela Grenke. A sessão terá lugar no Auditório do Seixal, entre as 14h30 e as 18h30.

04


FORMAÇÃO

citeinforma

Citeforma promove formação em Angola O desenvolvimento de uma ação de formação, na área administrativa, em três empresas da Republica de Angola foi o mais recente desafio do Citeforma. Em fase de expansão organizacional, estas empresas enfrentam o desafio de responder, de forma eficiente e eficaz, a um crescente número de solicitações por parte dos seus clientes. Com essa finalidade, o Citeforma delineou uma proposta ao nível da formação dos recursos humanos da área administrativa. A conceção do programa e da metodologia de atuação envolveu o diagnóstico e planeamento das necessidades da formação a realizar, a sua execução, o controlo da realização das ações de formação e a definição de ações de melhoria. “Avaliámos as necessidades do cliente referentes à área dos serviços administrativos e em conjunto com a formadora desenvolvemos um plano que compreendeu uma componente teórica e uma componente prática em contexto de trabalho, que habilitou os formandos com um conjunto de competências administrativas que são o alicerce para o crescimento sólido e contínuo das empresas” explica Teresa Guimarães, coordenadora deste projeto. A formação incidiu sobre a organização e execução de tarefas relacionadas com o expediente geral da empresa, atendimento, gestão do economato, organização e execução de tarefas administrativas de apoio à gestão empresarial. “O gestor destas empresas angolanas que identificou as necessidades empresariais a médio e a longo prazo, tem como objetivo o crescimento com sustentabilidade das organizações privilegiando a ligação com o Cliente e assegurando a melhoria do desempenho organizacional. Esta estratégia passa necessariamente por garantir a qualificação dos recursos humanos das suas empresas. Foi muito gratificante para o Citeforma ter sido associado a esta parceria e ter podido contribuir para este objetivo” observa Teresa Guimarães. A primeira fase, com a duração de duas semanas, já decorreu, seguindo-se um período de consolidação de conhecimentos. Conceição Figueiredo, a formadora que implementou este projeto tem grande experiência na área administrativa e no desenvolvimento de processos formativos em Angola.

“É um país com grande potencial e em fase de explosão económica. Tem pessoas empreendedoras, muito trabalhadoras e com vontade de melhorar o país. Nós tivemos o privilégio de ser escolhidos para acompanhar esta implementação de um processo de mudança de desempenho, otimizado pelo crescimento envolvente” refere a formadora. Está previsto o regresso à República de Angola, no início do próximo ano, onde decorre o projeto, para avaliação e ajuste do conhecimento e competências dos colaboradores destas empresas.

Projeto Comunitario Europeerguid – RVC O Citeforma é parceiro do projeto comunitário European Peer Review in Guidance and Counselling in VET of Adults-RVC (Europeerguid-RVC) do Programa Leonardo da Vinci, promovido pelo Instituto Superior de Línguas e Administração (ISLA) de Santarém. Tem a duração de 24 meses e os trabalhos têm início em janeiro de 2014. Este projeto incide sobre a implementação da técnica de “Peer Review” nas fases do processo de reconhecimento, validação e certificação de competências. Num projeto anterior, considerado um dos melhores nesta área, a metodologia Peer View foi aplicada com sucesso à fase de Orientação e Aconselhamento de Adultos. Assim, e uma vez que países como a Finlândia, França, Holanda, Portugal e Grécia têm o sistema de RVC implementado e tendo em conta as orientações de prioridades

do Programa Leonardo no sentido de “desenvolver estratégias de aprendizagem ao longo da vida e mobilidade e incentivar a cooperação entre os mundos da educação, formação e trabalho” foi criado este projeto para desenvolver a metodologia Europeerguid de RVC a mais duas fases: Reconhecimento, Validação e Certificação de competências. O Citeforma foi “Peer Review”, na fase de teste dos trabalhos realizados anteriormente para a Orientação e Aconselhamento. A participação neste projeto justifica-se pela consolidação de experiencia em processos de RVCC desenvolvidos no âmbito do Programa Novas Oportunidades e futuramente na criação do Centro para a Qualificação e o Ensino Profissional (CQEP). São onze os parceiros envolvidos neste projeto, oriundos de Áustria, França e Holanda para além de Portugal.

05


citeinforma

Qualidade e fiscalidade

Citeforma no SPQ Expo O Citeforma participou na 1ª edição do SPQ EXPO, que decorreu no Porto, enquanto entidade formadora. O minicurso ”Gerir, manter e melhorar sistemas de gestão”, ministrado por Teresa Guimarães e Maria Aparecida Perpétuo teve lotação esgotada. “Ótima forma de abordar o assunto” referiu uma das participantes no final desta ação de formação. Reunidos em grupos de trabalho, e fazendo uso da experiencia que têm na área, foi pedido aos formandos que identificassem os principais desafios para manter o Sistema de Gestão da Qualidade vivo, atualizado e útil. A apresentação dos resultados resultou num interessante debate moderado pelas formadoras. Num outro trabalho prático foi solicitado o preenchimento de um diagrama de espinha de peixe (Ishikawa), ferramenta muito utilizada na área da qualidade para detetar as causas de um determinado problema. Os casos práticos, das empresas, serviram muitas vezes para ilustrar

preocupações e desafios. As formadoras, com a sua experiencia na área da consultadoria, encontraram pontos em comum com os participantes, completando algumas intervenções com indicações complementares úteis. O SPQ EXPO – Fórum e Exposição de Normalização, Metrologia e Qualificação decorreu no Porto, Exponor, nos dias 26 e 27 de setembro. Tratou-se de um evento de referência para profissionais e organizações das áreas da metrologia, da normalização e da qualificação, bem como da inovação e avaliação da conformidade. Paralelamente à componente de exposição (que incluiu participações institucionais, empresariais e corporativas) decorreu um ciclo de conferências. Ao mesmo tempo, houve lugar para “workshops”, para além de uma mostra evolutiva de dispositivos metrológicos, de propriedade do Museu de Metrologia do IPQ.

Encontro sobre Qualidade no Porto a 13 de novembro Encontro sobre Qualidade no Porto a 13 de novembro

Ensino Superior Português, elaborada pelo GT2 durante o ano 2013 e tem como objetivos a partilha dos resultados desta análise com as comunidades académica, científica e técnica, assim como a promoção do debate sobre as oportunidades, desafios e ações estratégicas inovadoras e de qualidade identificadas passiveis de implementar no Ensino Superior Português. Esta ação destina-se a docentes do ensino superior, dirigentes e quadros técnicos do ensino superior, empregadores, associações profissionais, associações académicas ou representantes dos diversos sectores da sociedade que interagem com o ensino superior português. O número de participantes é limitado à capacidade da sala.

Análise SWOT do Ensino Superior Português: Oportunidades, Desafios e Estratégias de Qualidade é o nome do encontro promovido pela Comissão Setorial para a Educação e Formação (CS/11) e pelo Instituto Português da Qualidade (IPQ), no qual o Citeforma participa através de Teresa Guimarães, atual Presidente da CS/11 e responsável do Gabinete de Sistemas de Gestão deste centro de formação. Realiza-se dia 13 de novembro, entre as 9h00 e as 16h00 no IPAM, no Porto. A participação é gratuita, podendo os interessados preencher a ficha de inscrição em anexo e enviar para o IPQ. O encontro tem como tema de fundo a análise SWOT do Sistema de

Fiscalidade Por Fernando Cordeiro, economista e colaborador do Citeforma Reforma do IRC

Orçamento de Estado para 2014

De acordo com a proposta final, a reforma do IRC visa corrigir um conjunto de problemas crónicos que penalizam a competitividade do sistema fiscal português. Assim, são apresentados um conjunto de propostas, das quais se destacam: a) A redução da taxa de IRC (numa primeira fase de 25% para 23% e, posteriormente, entre 17% e 19%); b) A eliminação, em 2018, da Derrama Municipal e da Derrama Estadual; c) Redução das obrigações declarativas e acessórias, de forma a simplificar o sistema fiscal; d) Criação de um regime simplificado para pequenas e médias empresas; e) Um conjunto de outras medidas destinadas a facilitar a internacionalização da economia portuguesa; f) Criação de um regime de incentivos fiscais para os lucros retidos e reinvestidos por PME; g) Alargamento do prazo de reporte de prejuízos fiscais de 5 para 12 anos e redução do limite máximo dos prejuízos fiscais dedutíveis de 75% para 70% do lucro tributável.

Foi apresentado na Assembleia da República o OE para 2014, salientandose as seguintes propostas de alteração ao sistema fiscal: a) O agravamento das taxas de tributação autónoma sobre os encargos com viaturas detidas pelas empresas tendo em vista incentivar a tributação em sede de IRS pela utilização particular das mesmas; b) Em sede de IRS, o alargamento da aplicação do regime de tributação simplificado para rendimentos empresariais ou profissionais, que sobe de € 150.000 para € 200.000 e alteração nas percentagens de apuramento do rendimento tributável neste regime; c) Em sede de IVA, alterações ao regime dos bens em circulação e nas regularizações referentes a créditos de cobrança duvidosa; d) Criação de uma taxa adicional ao Imposto Único de Circulação; e) Alterações pontuais em sede de IMT, de IMI e de Imposto do Selo.

06


legislação

citeinforma

Seminário sobre Atualizações de Legislação Laboral no Porto O Citeforma promoveu, dia 2 de novembro, no Porto o Seminário Legislação Laboral – desenvolvimento verificado e a verificar com a Lei n.º 69/2013 e Lei n.º 70/2013, e a promulgação do Decreto 180/XII. Destinado a dirigentes, funcionários e representantes dos trabalhadores, designados ou eleitos do SITESE, um dos outorgantes do Citeforma, este seminário permitiu uma rápida atualização de conhecimentos em matéria de Direito Laboral através de uma exposição sintetizada das mais recentes alterações.

Resenha de Legislação sobre Trabalho, Solidariedade e Segurança Social - Julho a setembro de 2013 Por Carla Jobling, advogada e consultora jurídica do Citeforma

ADSE, da ADM e da SAD • Decreto-Lei n.º 106/2013. D.R. n.º 145, Série I de 2013-07-30 Define o estatuto das organizações não governamentais das pessoas com deficiência, bem como os apoios a conceder pelo Estado a tais organizações. • Decreto-Lei n.º 131/2013. D.R. n.º 175, Série I de 2013-09-11 Procede à segunda alteração ao Decreto-Lei n.º 290/2009, de 12 de outubro, alargando a entidades de natureza pública alguns dos apoios para o desenvolvimento das políticas de emprego e apoio à qualificação das pessoas com deficiência e incapacidade. • Portaria n.º 220/2013. D.R. n.º 127, Série I de 2013-07-04 Primeira alteração à Portaria n.º 337/2004, de 31 de março, que estabelece o novo regime jurídico de proteção social na eventualidade doença, no âmbito do subsistema previdencial de segurança social. • Portaria n.º 252/2013. D.R. n.º 151, Série I de 2013-08-07 Estabelece o Contingente de estágios profissionais para a 2ª fase da 2ª edição do Programa de Estágios Profissionais na Administração Pública Central (PEPAC) e respetiva calendarização. • Portaria n.º 286-A/2013. D.R. n.º 178, Suplemento, Série I de 2013-09-16 Cria a medida Incentivo Emprego. • Portaria n.º 294-A/2013. D.R. n.º 188, Suplemento, Série I de 2013-09-30 Define os procedimentos e os elementos necessários à operacionalização do Fundo de Compensação do Trabalho (FCT) e do Fundo de Garantia de Compensação do Trabalho (FGCT)

• Lei n.º 63/2013. D.R. n.º 164, Série I de 2013-08-27 Instituição de mecanismos de combate à utilização indevida do contrato de prestação de serviços em relações de trabalho subordinado - primeira alteração à Lei n.º 107/2009, de 14 de setembro, e quarta alteração ao Código de Processo do Trabalho, aprovado pelo DecretoLei n.º 480/99, de 9 de Novembro. • Lei n.º 68/2013. D.R. n.º 166, Série I de 2013-08-29 Estabelece a duração do período normal de trabalho dos trabalhadores em funções públicas e procede à quinta alteração à Lei n.º 59/2008, de 11 de setembro, à quarta alteração ao Decreto-Lei n.º 259/98, de 18 de agosto, e à quinta alteração à Lei n.º 2/2004, de 15 de Janeiro. • Lei n.º 69/2013. D.R. n.º 167, Série I de 2013-08-30 Quinta alteração ao Código do Trabalho, aprovado pela Lei n.º 7/2009, de 12 de fevereiro, ajustando o valor da compensação devida pela cessação do contrato de trabalho. • Lei n.º 70/2013. D.R. n.º 167, Série I de 2013-08-30 Estabelece os regimes jurídicos do fundo de compensação do trabalho, do mecanismo equivalente e do fundo de garantia de compensação do trabalho. • Decreto-Lei n.º 105/2013. D.R. n.º 145, Série I de 2013-07-30 Altera o Decreto-Lei n.º 118/83, de 25 de fevereiro, o Decreto-Lei n.º 158/2005, de 20 de setembro, e o Decreto-Lei n.º 167/2005, de 23 de setembro, revendo os descontos a efetuar para os subsistemas de proteção social no âmbito dos cuidados de saúde, concretamente da

07


Curso

citeinforma UFCD

Início

Fim

DUração Horário

Inscrição Sócios Sitese

Não sócios

Ativos - Programa VIDA ATIVA Técnicas Administrativas e de Contabilidade - Lisboa Técnicas Administrativas e de Contabilidade - Porto Circuitos e Técnicas Documentais na Área Administrativa - Beja

11-11-2013 30-01-2014 11-11-2013 30-01-2014 11-11-2013 30-01-2014

300h 300h 300h

L L L

CLC 4365 0670

02-11-2013 04-11-2013 04-11-2013 04-11-2013 04-11-2013 05-11-2013 06-11-2013

14-12-2013 21-11-2013 25-11-2013 11-12-2013 05-12-2013 21-11-2013 09-12-2013

50h 25h 50h 90h 50h 25h 25h

S PL PL PL PL PL PL

€67,5 €25 €67,5 €190 €50 €27,50 €25

€135 €50 €135 €310 €100 €55 €50

3430

06-11-2013 20-12-2013

50h

PL

€50

€100

5427 1372 1531 6215

06-11-2013 11-11-2013 11-11-2013 12-11-2013 13-11-2013 14-11-2013 14-11-2013 16-11-2013 18-11-2013 18-11-2013 18-11-2013 18-11-2013 22-11-2013 23-11-2013 25-11-2013 25-11-2013 30-11-2013 25-11-2013 30-11-2013 27-11-2013 01-12-2013 02-12-2013 03-12-2013 03-12-2013

24-01-2014 02-12-2013 18-11-2013 28-01-2014 22-11-2013 09-01-2014 19-12-2013 21-12-2013 26-11-2013 20-12-2013 27-11-2013 20-12-2013 29-11-2013 21-12-2013 16-12-2013 03-12-2013 21-12-2013 05-12-2013 14-12-2013 20-12-2013 21-12-2013 10-12-2013 19-12-2013 21-12-2013

50h 50h 25h 50h 14h 25h 25h 35h 25h 50h 25h 50h 25h 35h 50h 25h 25h 25h 24h 25h 25h 25h 25h 32h

PL PL PL PL PL PL PL S PL PL PL PL PL S PL PL S PL PL PL PL PL PL S

€50 €65 €27,5 €50 €50 €25 €25 €47,5

€100 €110 €55 €100 €85 €50 €50 €82,5

€25 €40 €35 €25 €25 €25 €50

€50 €60 €60 €50 €50 €50 €80

1432

05-12-2013 23-12-2013

50h

PL

€65

€110

0568 6217 0578

07-12-2013 10-12-2013 10-12-2013 11-12-2013

28-12-2013 24-02-2014 24-02-2014 20-01-2014

32h 50h 50h 25h

S PL PL PL

€50 €50 €50 €25

€80 €100 €100 €50

3346

12-12-2013 20-12-2013

25h

PL

CURSOS DE FORMAÇÃO

novembro a dezembro de 2013

isento isento isento

Programação em ASP.NET Recursos humanos - processamento de vencimentos Programação de sistemas distribuídos Web Services com.NET Formação Pedagógica Inicial de Formadores Espanhol Inicial II Técnicas de venda Contrato de Compra e Venda Língua alemã - Serviço de receção, atendimento e informação turística Legislação Laboral - Contrato de Trabalho/Direitos Individuais Desenho Vetorial - Criação e manipulação de imagens Gestão de Conflitos Código de Contas e Normas Contabilísticas Processamento Salarial e Segurança Social Ética e deontologia profissionais Gestão de Correio Eletrónico e Pesquisa de Informação na Web Responsabilidade Social das Empresas Arquivo - Organização e Manutenção (Beja) Programação de sistemas distribuídos JAVA para a web Comunicação interpessoal e assertividade (Portalegre) Língua Espanhola - Área Comercial Têxtil Relacionamento Interpessoal Gestão de Conflitos em Grupos Ferramenta Photoshop Desenho Técnico - normalização e representação gráfica Folha de Cálculo - Funcionalidades Avançadas (Beja) Software de Gestão de Pessoal Normalização Contabilística - Microentidades Recursos Humanos – Processamento de Vencimentos (Avançado) Recursos humanos - processamento de vencimentos Cortesia, etiqueta e protocolo no atendimento (Beja) Recursos Humanos - Relatório Único Análise e Gestão Financeira Animação 3D - Configuração, Parágrafos, Janelas, Comandos e Menus Consolidação de Contas Imposto sobre o valor acrescentado (IVA) Gastos, Rendimentos e Resultados Médias, percentagens e proporcionalidades Língua inglesa - Serviço de mesa e bar na restauração e hotelaria (Beja)

3936 0678 3937

0683 0693 0653 0817 5440 4899 0403 2120 2814 0757 5449

0678 0703 6736

Inscrição em UFCD: Descontos para sócios do Sitese e isenção para desempregados Formação Co-Financiada pela União Europeia (Fundo Social Europeu) e pelo Estado Português (Ministério da Economia e do Emprego).

GOVERNO DA REPÚBLICA PORTUGUESA Ministério da Solidariedade, Emprego e Segurança Social

UNIÃO EUROPEIA Fundo Social Europeu

isento €67,5

€135 isento

€50 €27,5 €50 €65 €40

€100 €55 €90 €110 €65 isento

isento

• Nota: datas previstas, sujeitas a confirmação • Novembro a Dezembro de 2013

Dezembro

Novembro

Formação Ativos – Aperfeiçoamento


CITE'IN'FORMA Nº54