Os diferentes sistemas de solar térmico

Page 1

artigo tĂŠcnico

os diferentes sistemas de solar tÊrmico Na altura de adquirir um sistema solar tÊrmico, qual o tipo de circulação a optar: a circulação natural (termossifão) ou a circulação forçada? Embora pareça fåcil, a escolha pode não ser tão evidente quando queremos escolher um sistema solar tÊrmico para reduzir os custos com os combustíveis a escolha por um tipo de sistema em detrimento de outro. 0YMW 'EVZEPLS (ITEVXEQIRXS HI *SVQEpnS I 7YTSVXI 8qGRMGS HE :YPGERS

Sistemas diretos e indiretos A permuta de calor pode realizar-se por transferência direta não existe separação hidråulica entre o circuito primårio e o circuito secundårio, isto Ê, a enviada diretamente para con uma separação entre os dois circuitos, realizada por um permutador de calor. dos casos, o tornam desaconselhåvel: ! sumo; " # $ % & Risco elevado de corrosão, devido a uma constante oxigenação no interior da instalação; Risco elevado de incrustação de calcårio. ' ( utilizados sejam indiretos.

Figura 1 )\IQTPS HI WMWXIQE HMVIXS

34

Figura 2 )\IQTPS HI WMWXIQE MRHMVIXS

' ) hidråulica em circulação natural como circulação forçada.

Tipos de sistemas diretos e indiretos * + / 0 1 ( 2& Circulação Forçada. A opção de escolha entre estes dois tipos de sistemas solares tÊrmicos % ! lica e das condicionantes do local destinado à instalação.

Sistema termossifão (circulação natural) 3 ( # # sanitårias pois Ê um sistema limitativo em termos de produtividade solar, de capacidade de armazenamento de energia e de årea de captação. 4 ( ( 5 1 6 2 controlos eletrónicos para o seu funcionamento. Quando a radiação solar incide no coletor existe um aumento da tem 6 % 7 ( o seu movimento, ou seja, a circulação faz-se por convecção natural. Jå 6 8 6 ( derå para o coletor. 7 ( ) 6

9 6 % ( 9 ( 6 ! ( + 8 ! !


artigo tĂŠcnico

! " #" $ % &" ' ($ ! ' ! )" "!" * + & guinte, a energia Ê transmitida do interior da serpentina do acumulador para " &"! #" & & " * & & & ! & " /0 / &0 & "/0 % 1 /2 &$ unifamiliares e multifamiliares, com espaço interior para o depósito, permitindo igualmente a possibilidade de ampliação futura da instalação.

Composição 5! & & ! & ! " /0 / ! "! ! #" dade de acessórios instalados no circuito hidråulico face ao sistema solar por termossifão, devido à sua maior complexidade e opçþes de instalação: 6 7 &8 & 7 &8 ! 7&89 6 & " " & ;< /0 9 6 Depósito acumulador de ågua; 6 + !" 7% &$ " " &8 6 > "% 1 " " /0 9 6 Controlador solar; 6 Tubagem; 6 &&? & 7 & ! ! $ ' & <% &0 $ "% & & " / 8*

Figura 10 )\IQTPSW HI HSMW WMWXIQEW JSVpEHSW HSQqWXMGSW YRMJEQMPMEVIW

Figura 13 (ITzWMXS I GSPIXSV HI YQ WMWXIQE HI GMVGYPEpnS JSVpEHE

Figura 11 )\IQTPS HI YQ WMWXIQE JSVpEHS HSQqWXMGS QYPXMJEQMPMEV

Opçþes de instalação ! & & & ! & & & ! & ! && 0 $ & 4& & & ' & & & /2 & #" '0 #" ! 1 & "/0 & /0 * + & % & & ! &$ & %/2 & &0 ! & "! ' ( #" % ! & 4% & &"% 4 & % 1 ( $ % ! & % ! ! % &"% 4 & % & ' &*

Figura 12 8VsW STp~IW HI MRWXEPEpnS HI GSPIXSVIW IQ WMWXIQEW HI GMVGYPEpnS JSVpEHE

38

Figura 14 %GIWWzVMSW YXMPM^EHSW RYQ WMWXIQE HI GMVGYPEpnS JSVpEHE GSRXVSPEHSV I KVYTS LMHVjYPMGS

ConclusĂŁo < & ! ' & %/2 & & /0 % & % ' " % * && !$ && #" ! 1 %/0 ! para melhor aproveitar essa energia.

0 < & & & ! & ! ! 1 " % $ ! & & ! " /0 / ! 1 #" & & ! " /0 % ! && 0 ou vice-versa. A seleção do sistema solar tÊrmico a utilizar depende de muitos fatores, & ?! $ ! & & !% ! @ ' ; % "% / ; B * ! E" $ & !% ' " "/2 & F " G" #" ' & ! ! 1 ; B ! ! ( !% ! $ ! "! ' & ! #" % ! & % & & ! & & & ! & % ! && 0 " /0 / $ && ! ! #" % ! & % & & #" < & "! & && /0 & *


Millions discover their favorite reads on issuu every month.

Give your content the digital home it deserves. Get it to any device in seconds.