__MAIN_TEXT__

Page 1

Coluna da APEGAC

Os elevadores e as obras no condomínio Fernando Cruz Presidente da Direção da APEGAC - Associação de Empresas de Gestão e Administração de Condomínios

Os elevadores são frequentemente consi-

conservação e reabilitação em edifícios com

derados uma das melhores invenções dos

maior tempo de construção e com eleva-

tempos modernos e estão no topo da lista

dores mais antigos, e como tal mais sus-

de equipamentos úteis do dia a dia, numa

cetíveis a avarias e danos provocados por

era em que aumenta gradualmente cons-

utilização indevida.

trução em altura, como forma de rentabilização do custo crescente dos terrenos em

Para que os elevadores não sofram ne-

contexto urbano.

nhum tipo de estrago durante obras em condomínios, recomendam-se alguns cui-

Todavia, apesar da sua reconhecida impor-

dados. O primeiro deles é nunca deixar de

tância na mobilidade vertical das pessoas,

usar uma proteção efetiva das paredes da

se por acaso começam a dar problemas,

cabine e do piso, mesmo para as pequenas

passam rapidamente para o topo dos te-

obras.

mas que geram irritação e conflito num condomínio.

Os funcionários da obra devem respeitar o limite de carga que está informado por

O cenário causa ainda mais conflito quando

meio de uma placa dentro do elevador. Na

As dimensões do que será transportado

alguém fica preso ou quando o equipamen-

eventualidade de transportar entulho e

devem ser verificadas com atenção, com

to permanece avariado por dias, condicio-

materiais, uso a que a maioria dos equipa-

especial cuidado para não haver batidas,

nando assim os que vivem no prédio.

mentos não se destina, esses profissionais

quebra de vidros ou possíveis riscos nas

devem ter cuidado para que não sejam eli-

portas e teto. Se houver a necessidade de

Na maioria das vezes, o desconforto passa

minados restos de entulho e poeira dentro

transportar algum item muito pesado, os

rapidamente a custo para todo o edifício.

ou nas proximidades do elevador. Esses

responsáveis pelo condomínio devem con-

Os condóminos veem-se frequentemente

materiais podem danificar seriamente os

sultar previamente a equipa responsável

a braços com custos adicionais, para além

componentes do equipamento.

pela manutenção no elevador.

dos valores de quotização orçamentados, devido à reparação do elevador. Uma das situações tipicamente vividas nos condomínios e largamente reportadas e comentadas pelas administrações, é a utilização dos elevadores dos edifícios em contexto de obras executadas em uma ou mais frações. A grande maioria dos edifícios habitacionais em Portugal não dispõe de elevador específico para transporte de cargas, limitando-se a mobilidade vertical a elevadores destinados a pessoas e com capacidade limitada. Mais se compreende, como é natural que existam com maior frequência, obras de

6

elevare

© freepik

Profile for cie

Os elevadores e as obras no condomínio  

Autor: Fernando Cruz Revista: elevare nº13

Os elevadores e as obras no condomínio  

Autor: Fernando Cruz Revista: elevare nº13

Advertisement