Page 1

Reportagem

WEIDMÜLLER Portugal celebra 25 anos Jantar de gala no Palácio Nacional da Ajuda Texto e fotos por Carlos Alberto Costa

A Weidmüller Portugal completou 25 anos de atividade. A data foi assinalada a rigor, na companhia de colaboradores e clientes reunidos para jantar no Palácio Nacional da Ajuda, em Lisboa. Um evento onde se falou de razão e coração. Jantar a rigor ao som da harpa num palácio que alojou a monarquia durante três décadas. Já não tilintam as porcelanas da Companhia das Índias, nem ecoam as angústias de D.Manuel I, que tinha pavor de terramotos, mas o espaço permanece aristocrático, regularmente utilizado para as tomadas de

“a palavra, a confiança e a amizade têm sido

mais marcante do seu trajeto de 25 anos

posse da República e como tal inspirador

pontos de honra e os pilares do crescimento

ao serviço da empresa ocorreu há três

para as bodas de prata de uma empresa re-

que fizemos convosco durante estes 25 anos.”

anos quando foi convidado para assumir a

ferência no setor elétrico.

Direção-geral no Brasil e na América Latina. “Clientes, colaboradores, qualidade e inova-

“No entanto, ao aceitar esse convite coloquei

O evento realizado a 19 de Maio reuniu de-

ção. Estes elementos constituem a nossa fór-

uma condição, que foi a de continuar a ser res-

zenas de clientes da Weidmüller, colabora-

mula de sucesso”, acrescentou o anfitrião

ponsável pela Weidmüller Portugal e poder

dores da empresa e media partners, entre

aproveitando a oportunidade para agrade-

voltar para o meu país. A viagem de regresso

os quais “O Electricista”. Presente também

cer a três pessoas que o acompanham des-

está marcada para Janeiro de 2019”, infor-

a aristocracia internacional da Companhia,

de 1992: José Catarino, Pedro Margarido e

mou o gestor.

José Carlos Álvarez Tobar, o responsável

Sandra Saldanha.

mundial para o marketing e vendas e o pri-

Deodato Vicente assinalou, ainda, os locais

meiro não alemão em 160 anos de história

“Já em 98, seis anos depois de termos come-

recentes de celebração dos aniversários da

a ser nomeado para o Board da Weidmül-

çado, conquistámos a liderança do mercado

Weidmüller, preparados para surpreender

ler, Rafael Fiestas, Regional Manager para o

português no nosso segmento e defendemos

os convidados, a começar pelo espaço, ca-

sul da Europa, América do Sul e Central, e a

essa posição até hoje. Como conseguimos?

sos dos jardins do Palácio do Marquês de

equipa da Weidmüller Espanha, incluindo o

Inovando sempre. Inovamos a nível de pro-

Pombal, em Oeiras, onde foi celebrado o

country manager Josep Rovira.

dutos e de serviços, tentando antecipar as

10º aniversário, o Planetário e o Centro Cul-

necessidades dos nossos clientes, criando

tural de Belém (CCB), em Lisboa, na altura

Deodato Taborda Vicente, Diretor-geral

tendências, sendo ‘opinion leaders’, e isso tem

da celebração dos 20 anos, e desta vez no

da Weidmüller Portugal, cargo que se es-

sido a chave deste percurso”, referiu Deodato

Palácio Nacional da Ajuda, em Lisboa, para

tende ao Brasil, América do Sul e central,

Tabora Vicente.

comemorar os 25 anos.

valores comuns no negócio que sempre

O Diretor-Geral da Weidmüller Portugal

“Vocês merecem”, concluiu o Diretor-geral

têm ligado os profissionais da Weidmüller:

confessou aos convidados que o momento

da Weidmüller Portugal.

salientou na mensagem de boas vindas, os

52

elevare


Reportagem uma presença própria e com isso criámos,

tenho uma excelente equipa no Brasil que

Queremos cada vez mais ser um ‘solution

este ano, a Weidmüller Colômbia, estamos

me permite dedicar cada vez mais tempo a

provider’ e não só um fabricante de com-

a criar a Weidmüller Chile e vai ser criada

Portugal, que é o meu país de origem.

ponentes elétricos. Nesta política de fornecer soluções ao cliente para melhorar

também a Weidmüller Argentina, ou seja, durante o meu mandato como Managing Di-

OE: Que novidades no portefólio 2017?

o seu serviço, eu destacaria toda a gama

rector criámos a Weidmüller diretamente

DTV: A Weidmüller apresentou, este ano,

u-remote que está claramente à frente da

nestes países. Em relação ao Brasil, um

inúmeras novidades na Feira de Hannover.

concorrência. E temos o u-link, onde po-

mercado gigante que tem atravessado

Como disse inicialmente estamos muito vi-

demos comunicar com os nossos equipa-

uma crise muito grande, é também muito

rados para o mundo digital, temos cada vez

mentos à distância sem ter que entrar na

elástico, entra com facilidade em depres-

mais produtos com comunicação e esse é

VPN do cliente, oferecendo as vantagens

são mas também sai dela rapidamente. É

claramente o caminho que queremos se-

de um controlo remoto. Somos hoje uma

um mercado de 200 milhões de consu-

guir. Completámos a Klippon Connect, que

empresa de vanguarda e cada vez mais te-

midores, que tem muita necessidade de

é uma gama revolucionária em termos de

mos produtos e soluções para os nossos

energia. Com a geração praticamente ba-

conexão, em que os clientes podem ter

mercados tradicionais que são a energia, o

seada na hídrica precisa de diversificar e

inúmeras vantagens, quer de redução do

fabricante de máquinas, a indústria de pro-

está a começar a um grande negócio para

espaço, quer de disporem de mais funções.

cesso, os fabricantes de equipamento, a

as energias renováveis. É um mercado

Lembro por exemplo o maxGuard, que é

‘building infraestructure’ e a área dos trans-

com uma indústria automóvel fortíssima

um fusível eletrónico. Na área das ferra-

portes. Somos hoje um player de referên-

- 90% dos automóveis vendidos no país

mentas lançámos máquinas automáticas

cia em tudo o que seja ligação de dados,

são produzidos localmente - e temos aí

novas e bastantes ferramentas manuais.

sinal e potência. E somos a empresa mais

uma presença muito relevante. Iniciámos

A nível das marcações, onde já somos lí-

inovadora nesta área.

também uma nova política de distribuição,

der e onde temos as melhores soluções de

replicando o que já se fazia no sul da Euro-

mercado, continuamos a inovar com uma

OE: Qual é a estrutura da companhia?

pa, tendo sempre em conta que o Brasil é

gama cada vez mais alargada de produ-

DTV: A Weidmüller tem hoje uma estrutu-

um país complexo, mas com muitas opor-

tos. No entanto, é na eletrónica que apre-

ra a nível global muito mais clean, o Board

tunidades. Do ponto de vista pessoal tem

sentamos mais soluções, sistemas para

passou a ter três elementos, Elke Ecks-

sido uma experiência fantástica. Felizmen-

controlo e monitorização de energia, uma

tein, com a responsabilidade das opera-

te e apesar de inúmeras dificuldades que

gama de conversores cada vez mais com-

ções, Jörg Timmermann, com toda a área

o país atravessa, os resultados têm sido

pleta e com mais funções, uma gama de

financeira, e o José Carlos Álvarez Tobar,

excelentes. Depois de anos em que foi fei-

fontes de alimentação com comunicação

como director comercial e de marketing a

ta alguma reestruturação e dado um foco

que oferece imensas vantagens na área

nível mundial. Penso que a passagem de

diferente à empresa que já está no Brasil

da automação e uma linha muito completa

José Carlos Álvarez Tobar para o Board é

há 42 anos, está a ser possível colher os

de protetor de surto. A Ethernet industrial

uma enorme vantagem, pois ele tem 35

frutos desse trabalho, pois estamos a ter

conheceu um crescimento explosivo nos

anos de empresa, foi ele que trouxe mui-

um 2017 excecional em termos de cresci-

últimos anos e temos tido grande suces-

tas novidades relacionadas com a política

mento de vendas. A minha ideia é ter uma

so nesse domínio, mas a Weidmüller é

de distribuição, com o conceito ‘solution

equipa forte, sou um gerador de equipas e

uma referência em termos de soluções.

provider’ ou com a regionalização. Foi ele que trouxe essas inovações para dentro da empresa e estamos a viver uma fase muito excitante na Weidmüller, com grande investimento em produtos. Recordo que a Weidmüller investe 7% do seu turnover em R&D. A nível da região sul temos uma estrutura muito bem definida e consolidada com o Rafael Fiestas como Regional Manager. Em Portugal dispomos de uma equipa muito experiente, vencedora, que lidera o nosso setor e está sempre disponível. Penso que os clientes têm reconhecido esse trabalho, como aconteceu no evento dos 25 anos, onde contámos com a sua presença massiva, como forma de reconhecimento pelo trabalho que a Weidmüller tem desenvolvido ao longo dos anos.

56

elevare

WEIDMÜLLER Portugal celebra 25 anos: Jantar de gala no Palácio Nacional da Ajuda  

Autor: Texto e fotos por Carlos Alberto Costa; Revista: elevare n.º9

WEIDMÜLLER Portugal celebra 25 anos: Jantar de gala no Palácio Nacional da Ajuda  

Autor: Texto e fotos por Carlos Alberto Costa; Revista: elevare n.º9

Advertisement