__MAIN_TEXT__

Page 1

artigo técnico

qualidade de energia e perturbações da rede elétrica 3.ª PARTE Legrand Eléctrica, S.A. – Portugal www.legrand.pt

3. SOBRETENSÕES EM CONDENSADORES $OLJD©¥RGHFRQGHQVDGRUHVFRORFDGRVQDUHGHGH$OWD7HQV¥RSRGH FDXVDU VREUHWHQV·HV WUDQVLWµULDV Y£ULDV YH]HV R YDORU GH 8Q  FRP HQHUJLD VXͤFLHQWH SDUD GHVWUXLU RV GHVFDUUHJDGRUHV GH VREUHWHQV¥R na extremidade da instalação de Baixa Tensão ou até mesmo os com SRQHQWHVGRVFRQYHUVRUHVHVW£WLFRVRXFRQGHQVDGRUHVDSOLFDGRVQD compensação de energia reativa. (VWHIHQµPHQRSRGHVHUSDUWLFXODUPHQWHSHULJRVRVHTXDQGRRV FRQGHQVDGRUHVQD$OWD7HQV¥RV¥ROLJDGRVDIUHTX¬QFLDGHUHVVRQ¤Q FLDGRFLUFXLWRDPRQWDQWHFRUUHVSRQGHU¢IUHTX¬QFLDGHUHVVRQ¤QFLD do circuito de Baixa Tensão. $VFDUDWHU¯VWLFDVGHVWHIHQµPHQRHVW¥RHVVHQFLDOPHQWHOLJDGDV¢ LQGXW¤QFLD/GRWUDQVIRUPDGRU07%7¢FDSDFLW¤QFLD&GRVFRQGHQ VDGRUHVH¢UHVLVW¬QFLD5GDUHGHGHEDL[DWHQV¥R6HDUHVLVW¬QFLDIRU EDL[D SRXFDVFDUJDVUHVLVWLYDV RDPRUWHFLPHQWRGDVVREUHWHQV·HV WUDQVLWµULDVVHU£UHGX]LGRDXPHQWDQGRRULVFRGHUHVVRQ¤QFLDQRVFLU FXLWRV$7H%7QDPHVPDIUHTX¬QFLD I$ I%  $DPSOLͤFD©¥RGDSHUWXUED©¥RDVVRFLDGD¢FRPXWD©¥RGRFDSDFL tância em AT é particularmente sensível se a potência reativa utilizada em AT for muito mais elevada do que a utilizada em BT. Este risco pode ser limitado pelo uso de baterias de condensadores que são ligados gradualmente ou por ligação a tensão nula. Escalões descarregadores de sobretensão de alta capacidade (pelo menos 1 kilojoule) podem ser usados para limitar as sobreten V·HV WUDQVLWµULDV GR VLVWHPD $OWD H %DL[D 7HQV¥R GD PHVPD IRUPD TXHRVͤOWURVVLQWRQL]DGRVFRPEDWHULDVGHFRQGHQVDGRUHVGH%DL[D Tensão podem mudar a frequência de ressonância da instalação. $VVREUHWHQV·HVGRVLVWHPDHP$OWD7HQV¥RQ¥RVHU¥RHOLPLQDGDV PDVSHORPHQRVQ¥RVHU¥RWDPE«PDPSOLͤFDGDV

Legrand pode fornecer uma solução que é uma inclusão aos descar UHJDGRUHV GH VREUHWHQV¥R ͤOWURV SDVVLYRV XVDGRV FRP RV UDFNV GH condensadores. A sua frequência de sintonia é calculada para eliminar a frequência GHUHVVRQ¤QFLDSRVV¯YHOOLPLWDQGRDVVLPRVVHXVHIHLWRV 2ͤOWURGHYHVHUFDOFXODGRHGHͤQLGRDSµVGLDJQµVWLFRHPHGL©¥R no local usando um analisador de rede. O facto de a Legrand ser capaz de fornecer baterias de conden VDGRUHVWDQWRSDUDLQVWDOD©·HVGH$OWDRX%DL[D7HQV¥RWRUQDDVXD DGDSWD©¥R P¼WXD PXLWR PDLV I£FLO DFUHVFLGR GH WHU XP IDEULFDQ te a lidar com ambos os níveis de compensação é uma garantia de segurança. Os dispositivos de corte que utilizam tecnologias adequadas para FRUUHQWHVFDSDFLWLYDV Y£FXRRX6) WDPE«PSRGHPVHUIRUQHFLGRV com as baterias de condensadores.

Frequência ressonância dos circuitos: 1 AT: f+ = * ƚ * LH * CH 2 BT: f% =

1 * Æš * LH * CH 2

4. COMPONENTES DC $DOLPHQWD©¥RHOHWUµQLFDGHLQ¼PHUDVP£TXLQDVHDSDUHOKRVHOHWURGR P«VWLFRVGHHOHYDGRFRQVXPR P£TXLQDVGHODYDUURXSDIRJ·HVHQWUH RXWURV WHPXPGLVSRVLWLYRGHUHWLͤFD©¥R 6HKRXYHUXPGHIHLWRGHLVRODPHQWRDMXVDQWHGHVWHGLVSRVLWLYRD FRUUHQWHGHIXJD¢WHUUDSRGHFRQWHUXPDFRPSRQHQWHGHFRUUHQWHFRQ W¯QXDTXHPRGLͤFDDIRUPDGHRQGDGDFRUUHQWHDOWHUQDGDFRQVXPLGD www.oelectricista.pt o electricista 61

47

Profile for cie

Qualidade de energia e perturbações da rede elétrica - 3.ª PARTE  

Autor: Legrand Eléctrica, S.A. – Portugal; Revista: "o electricista" nº61

Qualidade de energia e perturbações da rede elétrica - 3.ª PARTE  

Autor: Legrand Eléctrica, S.A. – Portugal; Revista: "o electricista" nº61

Advertisement