Page 1

Consultores de elevadores

Consultoria de elevadores, e a melhoria da eficiência energética Ricardo Vieira Elevadores.com.pt – Consultoria e formação para o setor de elevação

Como todos sabemos a eficiência energética

4. O momento da substituição por deterio-

sustentabilidade das soluções e observar o

dos equipamentos de elevação é da máxima

ração ou pelo simples objetivo de me-

respeito ambiental, o que nos remete para

importância para garantir um menor custo

lhorar o consumo de alguns componen-

um melhor equilíbrio da eficiência energética

de utilização do equipamento ao longo do

tes relevantes, operadores de portas,

da solução.

seu ciclo de vida.

iluminação, entre outros. Um pequeno exemplo, pode ser o da compa-

Em edições anteriores da elevare, este tema

PROJETO DE UM NOVO EDIFÍCIO

ração entre um pequeno ascensor hidráuli-

da eficiência energética foi tratado por diver-

Ao realizar o projeto de um novo edifício, é

co, para 2 pisos, numa moradia unifamiliar,

sas vezes e foram enumeradas as tecnolo-

da máxima importância realizar um estudo

onde o tráfego não é problemático, com um

gias mais habituais e recentes para melho-

do tráfego de passageiros no interior do

pequeno ascensor elétrico VVVF. Em termos

rar a eficiência e consumo energético dos

mesmo, que seja adequado ao tipo de uti-

tecnológicos o ascensor elétrico Gearless

equipamentos de elevação. Foram também

lização. Este estudo de tráfego irá ajudar a

VVVF terá uma maior eficiência energética

tratados outros temas, como a legislação

dimensionar os equipamentos de elevação.

e um consumo inferior para o mesmo tipo

nacional para a certificação energética e as

Uma vez determinada de uma forma aproxi-

de utilização, por outro lado, terá um custo

normas europeias para a determinação da

mada, a solução técnica, onde se inclui a ca-

superior ao do equipamento hidráulico.

classe energética dos equipamentos de ele-

pacidade dos equipamentos de elevação, a

vação e da sua etiquetagem ou classificação

sua velocidade, o sistema de tração, o tipo de

Um bom exercício pode ser realizar ao fim

energética.

comando e o tipo de controlo de velocidade,

de quanto tempo se poderá recuperar essa

devem ser também consideradas as normas

diferença de custo na diferença de consumo

O momento em que os consultores de ele-

europeias que nos permitem realizar uma

energético, considerando que o número de

vadores são chamados a intervir, quer seja

análise do consumo energético ao longo de

viagens será muito reduzido e, por outro

para a definição do novo equipamento de

todo o ciclo de vida dos equipamentos.

lado, equacionar os custos de manutenção

elevação, quer seja para a definição da re-

de ambos, incluindo as reparações mais co-

modelação a realizar no equipamento de

Também devem ser considerados os con-

muns e espectáveis, e o custo de desmante-

elevação existente, é uma boa oportunidade

ceitos Lean Breeam & Leed., para garantir a

lamento e tratamento dos resíduos.

para tratar deste tema da eficiência energética e da redução de consumo. Em grandes linhas existem quatro momentos importantes para se tratar da eficiência energética de um equipamento de elevação: 1.

O momento do projeto de um novo edifício e da definição dos seus equipamentos de elevação;

2. O momento da substituição de um equipamento existente por um novo; 3. O momento de realizar uma modernização mais profunda do equipamento, por exemplo a substituição do comando e da máquina.

14

elevare

© Eco-Business

Profile for cie

Consultoria de elevadores, e a melhoria da eficiência energética  

Autor: Ricardo Vieira Revista: elevare nº12

Consultoria de elevadores, e a melhoria da eficiência energética  

Autor: Ricardo Vieira Revista: elevare nº12

Advertisement

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded