Catálogo do "4º Salão de Outono da América Latina"

Page 1

4º Salão de Outono da América Latina Fundação Memorial da América Latina Galeria Marta Traba

São Paulo/ Brasil


4º Salão de Outono da América Latina

de 6 de maio a 5 de junho de 2016 abertura 5 de maio, 19 horas Galeria Marta Traba

Memorial da América Latina APOIO:

São Paulo BRASIL REALIZAÇÃO:


O encontro das Artes O Memorial tem muito o que comemorar com o privilégio de sediar, pelo terceiro ano consecutivo, um evento da envergadura internacional que representa este Salão de Outono da América Latina. É mais uma parceria transparente, bem-sucedida, graças ao diálogo permanente com a Associação Cultural Salon d’Automne França-Brasil, que organiza este evento e com quem nos congratulamos pela iniciativa. Nem seria necessário dizer o quanto representa uma exposição que traz a chancela do centenário Salão de Outono de Paris, onde tudo começou. Bastaria lembrar o que, a meu ver, é um dos traços hereditários do SOAL: o seu caráter de confraternização universal da arte contemporânea na América Latina deriva do mesmo espírito de fraternidade que norteou a criação do Salão de Outono de Paris, nos primórdios do século passado. Este ecumenismo cultural, que proporciona o encontro de tendências artísticas das mais diversas origens do planeta, está aqui, transformado em um grande mural de criatividade a incitar a curiosidade de todos nós e fomentar o debate de especialistas. Não tenho dúvidas que o SOAL será melhor a cada ano, desafio que nos incentiva a buscar sempre o novo, o inesperado, a revelação, consolidando sua natureza de evento global. Afinal, cada vez mais as fronteiras deixam de ser obstáculos para a disseminação da cultura e da arte. E essa também tem sido a busca incansável e insubstituível dos curadores dessa mostra, Claude Martin Vaskou e Eliana Minillo, a quem cumprimento e agradeço em nome de toda a equipe do Memorial da América Latina. JOÃO BATISTA DE ANDRADE, escritor e cineasta, é presidente da Fundação Memorial da América Latina


Esta ruptura, se de um lado nos brinda com um universo menos ditatorial, muito mais rico e amplo, de outro abriu uma brecha sem precedentes na história para toda sorte de aventureiros dispostos a fazer arte.

SOAL 2016- Arte que reflete seu tempo O artista, preocupado em transcender sua humanidade, com frequência fala ao coração dos homens sobre a miséria e a grandeza de sua condição humana, sobre glórias e problemáticas de sua época. Arriscaria dizer que, toda obra de arte, quanto mais traduz nossas realidades mais íntimas, mais importante se torna aos nossos olhos. A arte deste nosso novo século esta só começando, mas mostra que a ditadura das escolas de arte cedeu passagem para- assim como os movimentos que chacoalharam a virada do século 19 para 20- nos mostrar que existem novas linguagens emergindo, e mesmo que se utilizando de antigos meios, se fazendo valer dos novos recursos. A mudança da era moderna para a era tecnológica da Informação e Comunicação leia-se, Contemporânea, proporcionou mudanças significativas no campo da cultura e das artes, embora a Arte Contemporânea ainda abrigue diversos valores da Arte Moderna, fusionou e, portanto, diluiu fronteiras entre as diferentes formas de se expressar pela arte. Produzindo arte, ao mesmo tempo em que refletindo sobre ela mesma, a Arte Contemporânea rompeu com alguns aspectos da Arte Moderna, abandonando diversos paradigmas, trazendo novos valores para a constituição de outra mentalidade, ao mesmo tempo em que abrindo espaço para a diversidade de estilos, perspectivas, técnicas e pela abrangência das linguagens artísticas.

Através da popularização da arte como veículo de comunicação, quando a arte passa a ser produto da sociedade de informação, aderindo às novas tecnologias e as novas mídias, o que vemos como saldo é uma profusão indiscriminada de imagens pretensiosamente qualificadas como arte, onde o espectador já perdeu há muito tempo as ferramentas para discernir o que é ou não, afinal, arte. A interação do espectador com a arte, ferramenta valiosa conquistada pela Arte Contemporânea, se dissolveu, diante da subjetividade, efemeridade e liberdade artística próprias de nosso tempo. A qualidade perdeu sua importância. Temos artistas demais, e arte de menos. O Salão de Outono da América Latina, em sua 4° edição, tem por fundamento e princípio apresentar uma amostra do momento atual das artes na América Latina e no Mundo. Após um criterioso processo seletivo, onde a preocupação maior do júri foi fazer justiça a todas as formas de expressão nas artes visuais, o que constatamos é a incidência de um olhar comum: Vivemos num momento de “Desencantamento do Mundo” , e ao artista já não parece mais caber o papel de transformar a realidade mas, de refletir sobre o aqui, agora. Se de um lado, a Indústria Cultural foi a principal responsável em difundir e resignificar a arte enquanto fator de transformação social, de outro ela também foi responsável pela alienação promovida pela destituição da arte de seu papel transformador. Gostaríamos de registrar aqui, mais uma vez, nossos mais sinceros agradecimentos aos nossos parceiros da Fundação Memorial da América Latina que, acreditando na importância da continuidade de nosso Salão, pela terceira vez abre suas portas e seus braços para nos acolher na figura de seu Presidente, João Batista de Andrade; de seu Diretor Cultural, Luis Avelima; e de sua gerente de programação Adriana Beretta. Três anos após sua primeira edição, o Salão de Outono da América Latina já é visto como uma das importantes exposições internacionais de artes visuais de São Paulo. Obrigado aos artistas, este Salão existe por vocês e para vocês. Mais uma vez, brindemos à arte em todas as suas formas de expressão. Claude Martin Vaskou e Eliana Minillo Curadores do SOAL 2016


[...] O escultor Nicolas Vlavianos pertence à uma geração de artistas gregos que migraram para Paris em meados dos anos 50. A tendência de sua obra à abstração parece tê-lo libertado das fórmulas já conhecidas. Evitando seguir um caminho já traçado, procura traduzir as emoções que seu olho e seu espírito experimentam em contato com o mundo exterior. O mundo, para Vlavianos, é o elemento místico e primitivo que caracteriza os seres vivos. Símbolos de uma potência invisível, suas esculturas possuem um espírito geral, e adotam uma forma quase abstrata para poder ultrapassar o limitado e o efêmero. O material rígido utilizado — chapas de aço, bronze ou alumínio — torna-se, em suas mãos, suave e expressivo. Vlavianos concentra seu esforço nos problemas próprios da escultura: construção de volumes, equilíbrio formal, harmonia da composição, colocação no espaço. Ele consegue assim fazer com que suas chapas metálicas se transformem em formas escultóricas de uma emoção vibrante e também adquiram um caráter monumental, mesmo em suas esculturas de pequenas dimensões[...]

Vlavianos e as formas da visualidade Nicolas Vlavianos (Atenas, Grécia 1929). Escultor e professor. Entre 1955 e 1956, abandona o curso de direito e dedica-se à pintura estudando com Costa Elíades, em Atenas (Grécia). Logo depois, viaja a Paris, onde abandona a pintura e começa a estudar escultura na Académie de La Grande Chaumière com Ossip Zadkine e na Académie Du Feu com Laszlo Szabo. Em 1958 e 59, participou do Salon des Réalités Nouvelles, no Musée des Beaux-Arts de la Ville de Paris. Em 1959 e 60, participou do Salon de la Jeune Sculpture, realizado pelo Musée Rodin, Paris. Em 1961, participou do XVII Salon de Mai, Musée D`Art Moderne de la Ville de Paris e recebeu Prêmio Aquisição do Ministério de Educação da Grécia na VI Exposição Pan- Helênica, em Atenas. No mesmo ano de 1961, depois de um longo período na França, aqui desembarcou para representar a Grécia na 6ª Bienal Internacional de São Paulo; se estabelecendo em São Paulo mesmo, onde vive desde então, e, onde iniciou em 1969, como professor de expressão tridimensional na Faculdade de Artes Plásticas da Faap. Atualmente, é professor emérito desta instituição. Participou de pelo menos seis bienais, tendo recebido premio aquisição do Itamaraty em 1963, dois anos após sua chegada ao Brasil. Em 1975 foi Nomeado pelo Ministério da Cultura e Ciências da Grécia comissário da 14ª Bienal Internacional de São Paulo. Duas vezes premio da Associação Paulista dos Críticos de Arte APCA Ao menos três exposições individuais em Nova York. Desde 2000, o troféu do Prêmio ABCA é uma escultura de Nicolas Vlavianos Suas obras já percorreram o mundo, de Israel à Hungria, da Suíça à Itália, Estados Unidos, Grécia e França.

por Efi Ferentinou- no catalogo da 1° individual do artista realizada no Institut Français d’ Athènes,1961


[...] Um pintor brasileiro com alma de cavaleiro. Sempre sedento da Aventura artisticosurrealista, não sem medo e crises, com seus gostos, suas rejeições; seu medo de errar e sua coragem de continuar um percurso que tem como ponto de referência a pintura surrealista européia, onde ela é equivalente – sem ser entretanto uma copia. Por tras de sua vida reclusa, segue sua procura pelo Santo Graal do século XX. Se propaga portanto um épico, misturado com ficção cientifica. Se recusando a sacrificar suas lendas, ele inventa novas com orgulho, para sempre retomar as armas e encontrar a direção do vôo do passaro: corvo branco, coruja diurna, não importa. Walter Lewy passou pelas fronteiras do tempo com idealismo e na solidão a fim de se lançar repetidamente no caminho. Munido de uma verdadeira fé em sua pintura, insensivel aos barulhos dos tempos, Walter Lewy não se deixou levar pelo culto de ego. Não se refugiando jamais nele mesmo, mas abraçando o mundo, recusa à si mesmo a melancolia. Sua pintura morde o futuro, buscando asilos de luz. Sua arte, reflete bem os sonhos e o caos. Na Europa, sua obra continua desconhecida, mesmo após o empenho de Claude Martin Vaskou, que ha alguns anos promove seu resgate. Sem duvida alguma, se Steve et Chiara Rosemblum, casal de colecionadores franceses, tivessem conhecido sua obra, teriam um Walter Lewy sobre sua lareira. [...] por Jean-Paul Gavard-Perret- professor da lUniversidade de Savoia

Walter Lewy – Testemunha do sonho e do caos Walter Lewy (1905-1995) -Pintor, gravador, ilustrador e desenhista, Walter Lewy nasceu em Oldesloe, no norte da Alemanha. Estudou na Escola de Artes e Ofícios de Dortmund onde começou sua carreira e integrou o movimento do realismo magico de Otto Dix. Foge da Alemanha em pleno nazismo, chegando ao Brasil em 1937, encontra aqui um pais jovem e um meio artistico em plena ebulição. Acolhido pelo pintor Francisco Rebolo e por Clovis Graciano, num primeiro momento rende-se ao abstracionismo, mas rapidamente sua obra se aventura através de um surrealismo muito particular, e é através deste surrealismo que ele seguira até sua morte em 1995, sendo seu principal representante no Brasil. Na VIII Bienal de São Paulo, em 1965, foi convidado especial da sala: “Surrealismo e Arte Fantástica”, organizada por Félix Labisse. Prëmio Pintor do Ano, pela Associação Brasileira dos criticos de Arte-ABCA, em 1976. Sua arte, se de um lado carregava os valores adquiridos na Alemanha, seu pais de origem, de outro, foi significativamente influênciado do Brasil que o acolheu. O longo percurso artístico de Walter Lewy, da Alemanha à permanência por mais de 50 anos no meio artístico de São Paulo, sua extensa produção pictórica e sobretudo sua alta qualidade, são comparáveis às dos grandes pintores do surrealismo como René Magritte, Max Ernst e Yves Tanguy.


Quando a historia torna se apenas um ponto de referencia dinâmico, dois artistas, Agê Barros e Rodrigo Bressane encontram não idéias ou modelos, mas a justa motivação que dará vida a uma nova visão da arte, onde a fotografia surge como uma forma de contemplação e reverência. Quem vai a Paris pela primeira vez se apaixona. Quem volta se apaixona de novo. Tem sido assim e provavelmente continuará sendo para sempre. Uns dizem tratar-se de herança artística acumulada durante séculos. Eles nada dizem, apenas contemplam.... e registram. E esta contemplação, captada por suas lentes, nos faz caminhar com eles pela Paris do encantamento subjetivo, dos perfumes, dos cafés, da arquitetura, mas sobretudo da memória. Eles sentem Paris posando desinibida, mostrando o seu melhor ângulo: todos. Agê e Rodrigo nem tentam resistir.... Se rendem... e fotografam apaixonadamente. Como se fosse sempre a primeira vez. A nós ..... nos resta degustar. A curadoria

Paris e a arquitetura do olhar Em sua 4° edição, o Salão de Outono da América Latina brinda aos sentidos com uma breve dégustation de Paris. Paris de onde vêm as origens do Salon. Paris, a mãe dos Salões. Paris carregada de histórias e tradições, mas também palco dos movimentos artísticos que revolucionaram as artes no século passado. A história sempre se faz e refaz em ciclos, o que nos leva a constatar que todos os estilos são contemporâneos. Longe das fórmulas e preceitos autoritários, o artista deve estar aberto à todas experimentações, sem buscar classificações restritivas, sem temer transitar de um registro a outro, usufruindo de uma liberdade que só é possível graças a superação das regras pré-estabelecidas, e da ordem acadêmica.


Adriana Beretta

Juri de Seleção 4°SOAL

Formada em História pela PUC, e curso de extensão universitária em Estudos Latino-Americanos no México. Ministrou cursos na área de artes plásticas, fotografia, documentação, historiografia, cartografia, paleografia, técnicas de pesquisa e gestão cultural em museologia. Trabalha no Memorial da América Latina desde sua inauguração em 1989. Foi Gerente da Galeria Marta Traba onde realizou 74 exposições e do Pavilhão da Criatividade sendo a responsável pela catalogação das peças do acervo. Como Assessora de Projetos Especiais, tendo produziu exposições na Argentina/ Cuba/ Venezuela/ Equador. Sob orientação de Darcy Ribeiro, realizou a aquisição do acervo da Biblioteca Latino-Americana. Hoje exerce a função de Gerente de Programação Artística do Memorial.

Ana Pana (Anna Maria Martins Ferreira) Artista plástica, é idealizadora do Projeto “Entrepanos”, que acontece anualmente em São Paulo. Curadora e responsável do Espaço Cultural Cristal, foi também curadora do Asia- Arts. Professora de pintura em tecido no Mube-Museu Brasileiro de Escultura. Em seu curriculum constam diversas exposições coletivas e individuais no Brasil, França, Itália e Portugal. Integrou o Júri de premiação do 3 º Salão de Outono da América Latina.

Vera Pavanelli Artista Visual, cursou a Faculdade Santa Marcelina e FAAP. Especialização em escultura,gravura, pintura a óleo e em encáustica no Estados Unidos e na Espanha. Foi a fundadora da GPE- Grupo de pesquisas de Encáustica no Brasil. A primeira mulher presidente da APAP-Piracicaba e Presidente do Salão Almeida Junior, no mesmo município. Presidiu o Salão de Belas Artes de Piracicaba nas edições de 95/96 e 97. Recebeu o 1º Premio de Arte Contemporanea Tarsila do Amaral, em Rafard. Foi homenageada pela Assembleia Legislativa de São Paulo pelos seus 40 anos de atuação no cenário artistico brasileiro.

Claude Martin Vaskou

O júri para o 4° SOAL- Salão de Outono da América Latina, presidido por Claude Martin Vaskou, se reuniu em 15 e 16 de fevereiro de 2016 na Galeria Marta Traba, do Memorial da América Latina. Integraram a mesa: Adriana Beretta - Gerente de programação Artística do Memorial da América Latina; Ana Pana-Anna Maria Martins Ferreira-Artista Plástica; Vera Pavanelli- Artista Visual, e pelos Curadores do SOAL, Claude Martin Vaskou e Eliana Minillo. De 446 inscrições validadas, procedentes de 25 países, foram selecionadas 172 obras de 119 artistas provenientes de 12 países. As disciplinas representadas são: pintura, fotografia, escultura, instalação, performance, vídeo, livro de artista e artes gráficas em suas mais diversas formas de expressão. O Salão de Outono da América Latina- SOAL 2016, realizado em parceria com a Fundação Memorial, desde a sua criação recebe o apoio da Embaixada da França no Brasil, da Câmara de Comércio França-Brasil-CCFB, da Autvis, da Aliança Francesa de São Paulo e da Embaixada do Uruguay.

Ex-diplomata francês, desde 1968 é colecionador de esculturas pré-hispânicas, de arte suméria, de arte russa, entre outros. Desde 2006, consagra-se tempo integral à Arte com o objetivo a promoção da pintura e escultura brasileiras e latino-americanas. Recebeu o título de “Officier” da Ordem do Mérito da França e também, o título de Cavalheiro da Ordem do Mérito Civil Espanhol. Idealizador da Exposição “ D’une rive à l’autre” –Esculturas da França e do Brasil nas coleções brasileiras por ocasião do Ano da França no Brasil/09. Idealizador da exposição “Walter Lewy,Mestre do Surrealismo no Brasil” agosto/2013- Fundação Nemirovsky/ São Paulo, é também o produtor do filme/ documentário sobre o mesmo artista. Idealizador, ao lado de Eliana Minillo do Salão de Outono da América Latina e Presidente do Conselho de Administração do Salon d’Automne França-Brasil.

Eliana Minillo Artista Visual, licenciada em Educação Artística pela FAAP e assistente do Curso de Gravura desta mesma fundação. Unica artista brasileira a receber o Premio de Pintura no Salon d’Automne de Paris, 3 vezes, em 2008/ 10 e 15. Menção Honrosa na 1° e 2° Bienal do Egito em 2009/ 11, e convidada de honra da 3° edição desta Bienal/2014. Unica artista representante da América do Sul convidada pela rede de televisão Al Jazeera em Doha, Qatar,ao lado de14 artistas de renome internacional para participar do Simpósio sobre a Liberdade em 2011. Responsável pela pesquisa, documentação e catalogação da obra do artista alemão Walter Lewy, co-autoria do documentário “Walter Levy, Pintor do Silêncio” e autora do documentário ”Memoria Surrealista” sobre o mesmo. Membro da Fundação Taylor Paris e da Société du Salon d’Automne de Paris. È Idealizadora, ao lado de Claude Martin Vaskou, do Salão de Outono da América Latina.


onotuO ed oãlaS °4 O anitaL acirémA ad

O 4 ° Salão de Outono da América Latina

...a tneserpa

apresenta...


A arte de...

1-A.Rampazzo 2-Adriana Cervi 3-Agnes 4-Aleixo Pierre Gerrard 5-Alessandra Bufe 6-Amarildo Correa 7-Ana Gentil 8-Ana Mora 9-Ana Valadares 10-André Abram 11-Andre Brito Dias Neri 12-André Raimundo 13-Andréia Reis 14-Andrey Rossi 15-Anna Marcondes 16-Anne & Gilles 17-Anny Lemos 18-Assaf 19-Auerbach Vieira 20-BEMGY 21-Bere 22-Betto Damasceno 23-Bia Black 24-Borsa 25-Caio Marcolini 26-Carlos Malvar 27-Carolina Saidenberg 28-Cassiano Pereira Nunes 29-Catarina Gushiken 30-Catherine Boisvenue 31-Catherine ROBIN 32-Cesar Coelho 33-Chahidi Abdelilah 34-Claire Jean 35-Claudia Cerminaro 36-Cleusa Rossetto 37-Coletivo Duas Marias 38-daNiela loRini

39-Davi Andres 40-Della Valle Martins 41-Elżbieta Sadkowski 42-Erik Ordanve 43-Favoretto 44-Felipe Tosin 45-Fernanda Brum 46-Fernanda Victorello 47-Flávio Martins 48-Florido La 49-Frattini 50-Fuminori Ohashi 51-Gejo o Maldito 52-GIA 53-Gilda Lima 54-Gilson Bezerra 55--Guilherme Zawa 56-Gustavo Moreno 58-Heliete Botelho 59-Hélio Schonmann 60-Heloize Rosa 61-Hervé GEVREY 62-Iva Sonda 63-Jean-Bernard Pouchous 64--Jean Desvilles 65-João Baptistella 66-João Generoso 67-Katherine de Camargo 68-LE BRICQUIR 69-LE COQ Marie 70-Leandro Dário 71-Leandro Santiago 72-Léo Carvalho

73-Lilian Rosa 74-Liliana Sosa 75-Lilli Villela 76-Lucio Volpini

77-Lula Ricardi 78-Malu Montesino

79-MaMa 80-Marcello Jardim 81-Marcelo Eduardo Leite 82-Marcelo Vitiello 83-Marcia Rosenberger 84-Marcio Cintra 85-Marcos Akasaki 86-Mariana Olaso Jung 87-Mariangela Ratto 88-Marta Bongiovanni 89-Michael Silva 90-Mina Lagarde 91-Miriã Cavalcanti 92-Monica Barro 93-Monica Moraes 94-Montiello 95-Mozileide Neri 96-N Jeans 97-Nazim Si Lakhal 98-Nino Sauro 99-Paul Bergignat 100-Paulette 101-Paulo Aureliano da Mata 102-Plinio Arenare 103-Raquel Rodrigues 104-Ricardo Coelho 105-Rodrigo Pedrosa 106-Romario Batista 107-Roque Villamil 108-Sandra Carrillo 109-Sandra Martinelli 110-Sead Emric 111-Sérgio Cajado 112-Sergio Guimaraes 113-Stella Gomide 114-Tom Miyasaka 115-Vanda Ramirez 116-Viviane Vallades 117-Yaryna Yuryk 118-Zeinab Nour

A.Rampazzo São Paulo/ Brasil

RELICÁRIOS I . A Fotografia 30 x 30 cm 2015 a.rampazzo@gmail.com

1


2

Adriana Cervi

Agnes

Buenos Aires/ Argentina

SĂŁo Bernardo do Campo/ Brasil

The Seeker two

Imaginario da Mulher

Ă“leo s/ sobre papel 100 x 80 cm 2015

Ponta de prata e tinta s/ tela 100 X 70 cm 2015

adrianacervi@hotmail.com

agnesfranchini@yahoo.com.br

3


4

Aleixo Pierre Gerrard São Paulo/ Brasil

5

Alessandra Bufe São Paulo/ Brasil

Menina 1

Passageiros

aerografia, lápis s/ papel 100 X 57 cm 2015

Instalação de 288 desenhos técnica mista costurados sobre véu

aleixopierre@outlook.com

250 x 140 cm 2015/16 alessandra@alebufe.com.br


6

7

Amarildo Correa São Caetano do Sul/ Brasil

Crescendo Fotografia

Ana Gentil São Paulo/ Brasil

Interior IV

30 cm x 45 cm 2014

Acrílico e Carvão s/tela 68 x 84 cm 2015

photobrazil@hotmail.com

gentilm@uol.com.br


8

9

Ana Mora

Ana Valadares

MEAT

A Terra treme 1

Mista: fotografia e t辿cnicas digitais 90 x 45cm 2015

Fotografia: impress達o digital, pigmentada em papel de algod達o 47,33 x 64 cm 2015

ana.mora@globo.com

anavaladares0@gmail.com

S達o Paulo/Brasil

Belo Horizonte/ Brasil


10

11

André Abram

André Brito Dias Neri

Traviatta

Sempre em suas Mãos

Escultura em bronze 14 x 31 x 14 cm 2015

Fotografia 60x40cm 2013

abram.sculpteur@gmail.com

and.astro79@gmail.com

Bordeaux/ França

São Paulo/Brasil


12

13

André Raimundo São Paulo/Brasil

Sem título dois mista sobre madeira 67x53 cm 2015 pisonatinta@gmail.com

Andréia Reis São Paulo/Brasil

Caixas de Luz 1 Óleo s/ tela 80 x 120 cm 2014 andreia-bitetti@uol.com.br


14

15

Andrey Rossi

Anna Marcondes

Corpo-Carne

Brasília

Óleo, látex e carvão s/ lona 160 x 100 cm 2015

Acrílico sobre tela 60 x 60 cm 2015 ann.marcondes@gmail.com

Porto Ferreira/Brasil

andrey_g_rossi@hotmail.com

São Paulo/Brasil


17

16

Anne & Gilles

Anny Lemos

éclipses n°2

Adentramentos a fio

tríptico: impressão digital sobre tela 92 x 180 cm 2015

Acrílica e barbante s/ tela 150 x 260 cm 2015

regards-croises@orange.fr

annylemosf@gmail.com

Paris/ França

São Carlos/Brasil


18

19

Assaf

Auerbach Vieira

Circular

Naked II

São Paulo/Brasil

Escultura em aço inox 46 X 34 X 10 cm

Woodbridge/ Canadá

2015

Técnica mista s/tela 62 x 62cm 2015

assafnet@gmail.com

auerbachvieira@gmail.com


20

21

BEMGY

Bere

Maringa PR/Brasil

Niterói RJ/Brasil

Renascimento

maria e josé

Acrílica s/tela 160 x 102 cm 2015 bernardo.mora@gmail.com

Técnica mista 50 x 100 cm 2015

bernardobere@hotmail.com


22

23

Betto Damasceno

Bia Black

Cidadão Caveiras 18

Da Superfície que somos II

Técnica mista s/tela 120 X 80 X 4 cm 2015 contato@bettodamasceno.com.br

Encaústica fria ( óleo s/ tela) 120 x 120 cm 2015 bb@biablack.net

São Bernardo do Campo/Brasil

São Paulo/Brasil


24

25

Borsa

Caio Marcolini

Orgânico 1

Força que percorre

Óleo s/ tela 170 x 90 cm 2015

Escultura de Crochê em arame galvanizado 90 x 30 x 20 cm 2015

carlosborsa@yahoo.com.br

caiomarcolini@gmail.com

São Paulo/Brasil

Rio de Janeiro/Brasil


26

27

Carlos Malvar

Carolina Saidenberg

102

Malabarista iluminada

Acrílica e impressão digital sobre linho 80 X 100 cm 2015

60 x 80 cm Acrílica s/ tela 2016

carlosmalvar@gmail.com

saidenberg@gmail.com

Montevidéo/Uruguai

São Paulo/Brasil


28

29

Cassiano Pereira Nunes São Paulo/Brasil

Árvores-Aguas

Catarina Gushiken São Paulo/Brasil

A Onda

Grafite sobre papel 27 x 147 cm 2014/15

Nanquim, Grafite, Folha de Ouro em Papel Kozo colado sobre painel de Madeira Resinada 50 x 150 cm 2014/15

casspern@uol.com.br

catarinagushiken@yahoo.com.br


30

31

Catherine Boisvenue

Catherine Robin

I think I’m in Love 2

Reflets en cathédrale

Montreal/Canada

Aigualiers/França

acrilico sobre tela 152,5 x 102 cm 2015

Óleo e fotos- Monotipia sobre tela Diptyque 2 x 41 x 33 cm 2015

catherineboisvenue@gmail.com

robincsg@club-internet.fr


32

33

Cesar Coelho

Chahidi Abdelilah

Nós Todos lll

Forêt enchantée

Niterói RJ/Brasil

Óleo sobre madeira Composto por 24 painéis de 20 cm x 15 cm 82 cm x 93 cm 2016

coelhogomes.cesar@gmail.com

Mohammedia/ Marrocos

Técnica mista 80 x 120 cm 2015 ihabbenmahmoud@icloud.com

chahidi.art@hotmail.fr


34

35

Claire Jean

Claudia Cerminaro

Monde invisible

de-la-serie-redes-sociales

Fotografia 40 x 60 cm 2015 photo.claire@gmail.com

Modelado em PVC 35 x 40 x 150 cm 2014

França -São Paulo

Buenos Aires/Argentina

claudiaecerminaro@hotmail.com


37

36

Cleusa Rossetto

Coletivo Duas Marias

Multifluxo Temporal

ERA UMA VEZ...

Arte digital, impressão a laser, papel fotográfico fosco e laminação em Metacrilato 80 x 160 cm 2016

Fotografia s/painel de MDF 120 x 180 cm 2015 coletivoduasmarias@gmail.com

São Paulo/Brasil

cleusa.rossetto.art@gmail.com

Cascavél PR/Brasil


39

38

daNiela loRini

Davi Andres

Alveolar

Espirito Nu- A solidão da mulher negra

Pirogravura, gravura e óleo s/ médium 50 x 68.5 cms 2015

Performance Elenco: Helen Salgado, Livia Laso, Thais Peixoto Direção Artística: Thiago Rosa Produção Executiva: Davi Andres

La Paz/ Bolívia

daniela@danielalorini.com

São Paulo/Brasil

davi@comunarte.net


40

41

Della Valle Martins

Elżbieta Sadkowski

Cabeça torso 3

The November Night- Pantheon of Heroes

Aquarela digital 80 x 60 cm 2016

Técnica Mista 35 x 50 cm 2014

rogeriodellavalle@gmail.com

elzbieta@sadkowski.ch

São Paulo/Brasil

Polônia


42

43

Erik Ordanve

Favoretto

Ausência

Lagoinha à beira do Rio Paraíba

Recife PE/Brasil

Guache s/ tela 15 x 12 cm 2014 ordanve5@hotmail.com

Rio de Janeiro/Brasil

Óleo / tela 140 x 180 cm 2015 joaocarlosfavoretto@gmail.com


45

44

Felipe Tosin

Fernanda Brum

S/Título

AVE MARIA

Pigmento mineral s/ papel canson 90 x 46 cm 2015

Escultura em plastilina, ferro e tecido 137 x 30 x 30cm 2015

contato@felipetosin.com.br

mrsfebrum@gmail.com

Curitiba PR/Brasil

São Paulo/Brasil


47

46

Fernanda Victorello São Paulo/Brasil

SACREDHEART Grafite, aquarela, nanquim e acrílica pintura digital e manipulação de desenhos manuais no photoshop 40 x 60 cm 2016 dibelias45@live.com

Flávio Martins São Paulo/Brasil

ÁGUAS URBANAS Acrílica s/ tela 120 x 120 cm 2015 flaviomartinsabstratos@gmail.com


48

49

Florido La São Paulo/Brasil

Frattini São Paulo/Brasil

Eva Performance Eva é uma ação onde o paraíso e as condições da mulher em nossa sociedade se encontram a partir de uma reflexão profunda sobre o mito de Adão e Eva e o fruto proibido consumido. Violência e beleza aparecem na ação. Duração – 60 Minutos na praça do Memorial floridoart@hotmail.com

OXIDAÇÕES COTIDIANAS Nº07 Escultura em gesso e ferro forjado 90 x 80 x 70 cm 2014 frattiniilustra@yahoo.com.br


51

50

Fuminori Ohashi

Gejo o Maldito

Festin Mobile

Besouro Broca

Oleo sobre tela 50 x 60.6 cm 2014

técnica mista s/ MDF recortado 70 x 34 cm 2016

fuminori@bc9.jp

9370hq@gmail.com

Japão

São Paulo/Brasil


52

53

GIA

São Paulo/Brasil

Gilda Lima Rio de Janeiro/Brasil

É difícil mesmo de ver e Aqui estou Escultura em Alumínio, fibra de vidro, resina, nylon 150 x 20 x 20 cm 2015

Vídeo É difícil mesmo de ver: 1080 x 1920px - 6:03min. Aqui estou: 1080 x 1920px com 2:39min. Tempo total 8:42min. 2015

r.giannecchini@uol.com.br

mariagildaluz@outlook.com

Delicadeza


54

55

Gilson Bezerra

Guilherme Zawa

SOLIDÃO DO IMIGRANTE - II

Liberdade Inativa #2

Monotipia e acrílico s/ papel 42 x 58 cm 2015

Fotografia digital e manipulação s/ papel algodão com pigmento mineral 60 x 90 cm 2014

gilsonbezer@yahoo.com.br

guilhermezawa@gmail.com

São Paulo/Brasil

Curitiba PR/Brasil


58

56

Gustavo Moreno Salvador BA/Brasil

Atento ao que eu sou e vejo torno-me eles III Tinta, cimento, cola e grafite sobre tela 150 x 120 cm 2015 gurumoreno@hotmail.com

Heliete Botelho SĂŁo Paulo/Brasil

Sem TĂ­tulo 1 Gravura em metal 20 x 30 cm 2015 heliete.botelho@uol.com.br


60

59

Hélio Schonmann

Heloize Rosa

Toque 1

Abertura

Louveira SP/Brasil

São Paulo/Brasil

Óleo Sobre Tela 180 X 90 cm 2015

Acrílica s/tela 110 x 110cm 2015

helioschon@hotmail.com

heloize.rosa@uol.com.br


61

62

Hervé Gevrey

Iva Sonda

Déchirure

Sabedoria e a rede do destino

64 x 49 cm Desenho e nanquin s/ papel 2015

Escultura em fio e chapa de cobre Teia: 300 cm Ø, Polvo: 180 cm, Cordão: 100 cm 2015

herve.gevrey@sfr.fr

ivasonda@uol.com.br ivanirms@uol.com.br

Aigaliers/França

São Paulo/Brasil


63

64

Jean-Bernard Pouchous

Jean Desvilles

Big data et pro ana

Tout est pour le mieux

Acrílica s/ tela 100 x 81cm 2015

89 x 116 cm 2015

jean-bernard.pouchous@club-internet.fr

mjdesvilles@yahoo.fr

Paris/França

Paris/França

Óleo s/ tela


65

66

João Baptistella

João Generoso

Inquietude

Tributo às Vítimas

São Paulo/Brasil

Pastel s/ papel craft 210 x 60 cm 2016 jpaulobaptistella@gmail.com

São Paulo/Brasil

Instalação Encáustica, cimento e pigmentação s/ suporte de madeira Àrea: 6,90m² 220 x 314cm 99 quadros individuais 20 x 24 x 3 cm i2015 generosojoao@gmail.com


67

68

Katherine de Camargo

Le Bricquir

Anjos Caidos

Don Quichotte et les saltinbanques

Técnica mista sobre MDF 150 x 180 cm 2015 katherine.camargo@hotmail.com

Óleo s/ tela 100 x 100 cm 2015

Itapera SP/Brasil

Paris/França

lebricquir@wanadoo.fr


69

70

Le Coq Marie

Leandro Dário

Feux de mer

Dr.Ubaldo e Srta.Olivia

Trebeurden/França

Acrílica s/ linho 100 x 100 cm 2015 mariepugnat@hotmail.com

São Paulo/Brasil

Desenho bordado à mãos/linho montado em bastidor de madeira s/desenho digital Diptico: 25 x 25 cm cada 2015 leandro@leandrodario.com.br


71

72

Leandro Santiago

Léo Carvalho

Praia

Crack

Fotografia digital 50 x 75 cm 2015

Fotomontagem impressa em papel algodão 40 x 60 cm 2016

leandro.santiago84@gmail.com

leothomazzi@gmail.com

Joao Pessoa PB/Brasil

São Paulo/Brasil


73

74

Lilian Rosa

Liliana Sosa

Paisagem 1

Zapatitos Atados

AcrĂ­lica sobre tela s/Painel 150 X 200 cm 2015

Agua-forte e verniz 27 x 65 cm 2015

Sao JosĂŠ dos Campos/ Brasil

lilianrsantos@yahoo.com.br

Lujan Argentina

lilianasosa@nodolujan.com.ar


75

76

Lilli Villela

Lucio Volpini

Liloca Apelo Mudo

...waiting in vain / esperando em vão

Escultura em Papier Maché 36 x 88 x 42 cm 2015

Escultura em resina, acrílica e pedra 07 x 10 x 06 cm 2015

lillivilela2@gmail.com

lucio.volpini@terra.com.br

São Paulo/Brasil

Rio de Janeiro/Brasil


77

78

Lula Ricardi

Malu Montesino

Cores Brasileiras

Escolhas

Fotografia 60 x 80 cm 2014

Fotografia impressa s/tela 80 x 120 cm 2015

lularicardi@gmail.com

montesinomalu@gmail.com

S達o Paulo/Brasil

S達o Paulo/Brasil


79

80

MaMa

Marcello Jardim

La Brèche (The Breach)

Picasseana II

Acrilico s/linho 75 x 55 cm 2015

Mista s/papel 120 x 80 cm 2015

mahersartwork@gmail.com

marcello.jardim@uol.com.br

Tunísia -França

Cruzeiro SP/Brasil


81

82

Marcelo Eduardo Leite

Marcelo Vitiello

Kris, restaurante e lanchonete

Último pedido

Sequência fotográfica (Fotografia digital impressa) 22 x 90 cm Rio de Janeiro RJ, 2015

Óleo s/ tela 30 X 50 cm 2015

marceloeduardoleite@gmail.com

cellovitiello@yahoo.com.br

Juazeiro do Norte CE/ Brasil

Macaé RJ/Brasil


84

83

Marcia Rosenberger Santo André/Brasil

Marcio Cintra Jacuí MG/Brasil

Sul Livro de artista Desenho, fotomontagem, colagem, aquarela, pastel oleoso, nanquin 16 x 33 x 1,5 cm (fechado) 16 x 66 x 20 cm (aberto) com suporte de acrílico 2016

Devaneio I, Embriaguês

marcia_atelie@hotmail.com

marciojcintr@gmail.com

Óleo s/tela 120 x 100 cm 2015


86

85

Marcos Akasaki São Paulo/Brasil

Painel enceFálicos Pintuta em Tinta Acrílica, Nanquim e Grafite Painel composto de 12 Telas de 30x40cm 80 x 180 cm 2015 marcos m.akasaki@uol.com.br

Mariana Olaso Jung Canelones/ Uruguai

En la música verde de la tarde Óleo s/polímero 50x150cm 2015 marianaolaso@gmail.com


87

88

Mariangela Ratto

Marta Bongiovanni

D. Mitiko

escenas inusuales

São Paulo/Brasil

Fotografia 40 x 40 2015 mariangelaratto@hotmail.com

Montevidéo/ Uruguai

Livro de Artista tintas de impresion ‘primarios 34 cm x 20 cm 2014 marta.bongiovanni@gmail.com


89

90

Michael Silva

Mina Lagarde

Peso do coração

sans titre

Campinas SP/Brasil

Aquarela e nanquim sobre papel 40 x 65 cm 2015 micchaeljs@gmail.com

Herimoncourt/França

huile sur toile de lin 60 x 80 cm 2015 minalagarde@free.fr


91

92

Miriã Cavalcanti

Monica Barro

Misérias do ser humano

Historias de cochecito

Campinas SP/Brasil

Gravura digital impressa s/ tela 80 cm x 120 cm 2015 m.mcavalcanti@hotmail.com

Maldonado/ Uruguai

Instalação- Carrinho de Bebê, tecidos e telas 200 x 130 x 60 cm 2015 monicabarro6@gmail.com


93

94

Monica Moraes

Montiello

Ubachuva

Vibração II

Acrílica sobre tela 40 x 100 cm 8 telas no formato 20 x 25 cm cada 2015 monicasique@gmail.com

Acrílica s/tela 70 x 70 cm 2015 arteedetalhes@hotmail.com

Ubatuba SP/Brasil

Rio de Janeiro/ Brasil


95

96

Mozileide Neri

N Jeans

Restos de Carnaval

Afeto, Afeta..

Rio de Janeiro/ Brasil

Técnica mista sobre madeirite / moldura e acetado transparente 50 x 40 xm 2015 mozileide.neri@gmail.com

Joinville SC/Brasil

Performance Dimensões variáveis /Boneco e banco Duração ±40 min 2016 nildojeans@gmail.com


97

98

Nazim Si Lakhal

Nino Sauro

Penché sur une ancienne port en bois /N°02

Processo Cármico

Tizi-Ouzou/Argélia

Fotografia 38 x 25 cm 2014 nazimdiffusion@gmail.com

Salvador BA/Brasil

aquarela e nanquim s/papel 22,5 x 24,5 cm 2015 sauro.arlindo@gmail.com


99

100

Paul Bergignat

Paulette

sem titulo 1 ref 845R

MERGULHO II

Corbès/França

São Paulo/Brasil

Óleo sobre tela 80 x 80 cm 2015

Aquarela s/ papel 32 x 45cm 2015

bergignat@orange.fr

pauletteger@gmail.com


101

102

Paulo Aureliano da Mata

Plinio Arenare

El Nacimiento del Minotauro/ El Minotauro #4

Retirada as laguna travessia do rio Apa

Vídeo Duração _ 2’59’’ 2015

Técnica Mista 100 x 120 cm 2015

paulodamata@me.com

arenarepa@gmail.com

Inhumas GO/Brasil

São Paulo/Brasil


103

104

Raquel Rodrigues Gonçalves MG/Brasil

Ricardo Coelho São João del Rei MG/Brasil

Indiophagia Livro- Instalação Livro: 5 cm x 10,5 cm x 18 cm (altura x largura x comprimento). Instalação Marmitas de Parede: 72 x 31,5 cm Marmita de alumínio com título gravado em baixo relevo na tampa, 12 fotografias impressas a jato de tinta em acetato, mais colophon e prefácio Prefacio de Gustavo Frota – Fotógrafo 2015 sophia_rodriguez@hotmail.com

Aprigio Acrilico sobre tela 83 x 97 cm 2014 rpitu@yahoo.com


105

106

Rodrigo Pedrosa

Romario Batista

Assim Caminha a Humanidade IX

Camuflagem

Escultura em Cerâmica com pintura em acrílica 42 x 29 x 34 cm 2016

Fotografia sobre Tela 60 x 90 cm 2016

rodrigojpedrosa@gmail.com

romariobatista75@hotmail.com

Niteroi RJ/Brasil

Vila Velha ES/Brasil


107

108

Roque Villamil

Sandra Carrillo

PEIXE com PIERCING

Anatomia Surrealista I

técnica mixta: acrílicos, carbonilla, poliuretano; sobre soporte irregular de chapa de aço 76 x 126 cm 2016

Mobgrafia 30 x 30 cm 2015

gvill1000@gmail.com

contato@sandracarrillo.com.br

Montevidéo/Uruguai

Curitiba/PR/Brasil


109

110

Sandra Martinelli

Sead Emric

São Paulo/Brasil

Buzim /Bósnia & Herzegovina

Agora, Só Amanhã

Signs of Bosnia 1

Óleo s/ tela 100 x 80 cm 2015

Gravura em metal- Técnica Mista 70 x 50 cm 2014

sandraarte@gmail.com

serhat@bih.net.ba


111

112

Sérgio Cajado

Sérgio Guimaraes

Mundo em Equilíbrio

Céu II

Pastel a óleo sobre tela 120 x 90 cm 2016

óleo sobre tela 150 x 150cm 2015

cajadomatic@gmail.com

sergiomarilda@globo.com

São Paulo/Brasil

São Paulo/Brasil


113

114

Stella Gomide

Tom Miyasaka

Sampa in Black II

Moon

TĂŠcnica mista sobre Tetra-Pak colado s/ tela 49 x 139cm 2014

Pintura digital 80 x 61 cm 2014

entrecores52@gmail.com

tom.miyasaka@gmail.com

SĂŁo Paulo/Brasil

Diadema SP/Brasil


115

116

Vanda Ramirez

Viviane Vallades

Travessia

Sem Título

Óleo s/tela 80 x120 cm 2015

Foto performática / Ensaio Fotográfico 70 x 146 cm 2015

vandaramirezarte@gmail.com

vivianevallades@gmail.com

São Paulo/Brasil

São Paulo/Brasil


117

118

Yaryna Yuryk

Zeinab Nour

Prima Verra

Je suis la encore5

Aquarela 60 x 80 cm 2015

Instalação fotográfica

Lviv/ Ucrânia

fotografika2013@gmail.com

fotografika@gmail.com

Cairo/Egito

120 x 120 cm 2015 nourzeinab@yahoo.com


Fundação Memorial da América Latina João Batista de Andrade Diretor Presidente Irineu Ferraz Chefe de gabinete Marília Franco Diretora do Centro Brasileiro de Estudos da América Latina Luis Avelima Diretor de atividades culturais Felipe Pinheiro Diretor administrativo e financeiro Adriana Beretta Gerente de programação DAC Angelo J. F. Lopes Gerente de contratos e projetos Aparecida G. Guimarães Gerente de biblioteca e documentação Dolores Maria Stingher Gerente de uso de espaços Jacqueline B. Oberhuber Gerente de logística administrativa João Carlos Almendra de Souza Gerente produção artística e projetos Mario Zonaro Gerente financeiro Mauricio Soares Rahal Gerente produção técnica Paulo Arlindo Wernecke Gerente técnico Pedro Arsenian Gerente de relações com o mercado Sonia Sterman Gerente de assuntos jurídicos Thiago Carvalho Gerente comunicação social

4° Salão de Outono da América Latina Realização Salão de Outono França-Brasil Memorial da América Latina Curadoria Claude Martin Vaskou e Eliana Minillo Comunicação e Marketing Cultural Eliana Minillo Juri de Seleção Adriana Beretta Anna Pana Martins Ferreira Claude Martin Vaskou Eliana Minillo Vera Pavanelli Juri de Premiação James Lisboa Luis Avelima Nicolas Vlavianos Renot Expografia Claude Martin Vaskou e Eliana Minillo Programação Visual e Projeto Gráfico Eliana Minillo Estagiárias Amanda Lucchi, Carolina Brandão, Rafaella Kaufman, Stephanie Ricci Agradecimentos Ananias Barbosa, Djalma Feitosa, Douglas Martelli, Gabriela Scholtz, Guadalupe Avira, Guilherme Miranda, Izidoro da Silva, Marcos Rosa, Mariana B.Jorge, Nathan Leite de Souza, Pedro Caires Fotografia foto de João Batista de Andrade, por Daniela Agostini/Memorial da América Latina foto dos Curadores, por Angela Barbour foto de Agê Barros e Rodrigo Bressane, cedida pelos artistas foto de Vlavianos, Claude Martin Vaskou foto de Walter Lewy, cedida por Claude Martin Vaskou foto da 1ª capa: obra de João Generoso foto 4ª capa: obra de Fernanda Brum fotos das obras foram gentilmente cedidas pelos artistas



Millions discover their favorite reads on issuu every month.

Give your content the digital home it deserves. Get it to any device in seconds.