Page 49

leigos (um dos verbos mais usados nesta parte) e se afirma uma profunda convicção: “Estamos convencidos de que o Espírito de vida nos conduz por este caminho comum” (29). O Instituto viveu nestes últimos anos um caminho desafiador, percorrido em comum por irmãos e leigos. Entretanto, o título que o documento capitular dá a este chamado cremos que expressa bem o convite de fundo, dirigido sobretudo aos irmãos: “Com os leigos: alargar o espaço da tenda”. Um convite claro, pois, para que cada irmão, cada comunidade marista, abra suas portas e seu coração, acolha sem preconceitos e se enriqueça na partilha. Encontramo-nos ante um fenômeno novo para o Instituto e, à medida que avançamos, é normal, que encontremos novas interrogações às quais será preciso responder conjuntamente. Destacamos, de maneira particular, uma grande preocupação pela identidade: recomenda-se, de fato, ao Conselho geral, que encoraje os irmãos e leigos a “explicitarem sua identidade marista: o que é comum, o que é específico, o que é complementar em nossas vocações e a esclarecerem as diferentes formas de ser leigo marista” (47.2). Em nossas visitas, escutamos frequentemente a pergunta: “O que é um leigo marista?” – na busca de mais compreensão e clareza. Parece, no entanto, que frequentemente essa pergunta esconde outra correlação: “O que é um irmão marista?” O Capítulo registrava, com efeito, como preocupação, o fato de que “com a perda das funções tradicionais, diversos irmãos se interrogam a res-

Janeiro de 2009

47

Profile for Hermanos maristas

Informe do Conselho Geral ao 21 Capítulo Geral  

Superior geral e seu conselho ao 21 Capítulo dos Irmãos Maristas

Informe do Conselho Geral ao 21 Capítulo Geral  

Superior geral e seu conselho ao 21 Capítulo dos Irmãos Maristas

Advertisement