Page 1

Curitiba inaugura a primeira franquia da Natura

TETO vai construir 18 moradias de emergência, beneficiando dezenas de pessoas que buscam uma vida mais digna Pág 13

Página 07

CURITIBA | PARANÁ Distribuição Gratuita nos bairros: • Batel • Bigorrilho • Ecoville • Seminário • Centro • Ano 15 Abril | 2018

200 Crédito da foto: Felipa Pinheiro

Entrevista com Chef Gabriela Vilar de Carvalho diretora do Quintana Eco Gastronomia Cultural Página 11

ESPECIAL AVENIDA DO BATEL Páginas 08 e 09


FOLHA DO BATEL

Página 02

Dia das Mães 2018: versículos bíblicos par homenagear as mães

Editorial 200 Chegamos a ducentésima edição impressa da Folha do Batel , retratando temas e conceitos que constrói ao longo do tempo a cultura de uma sociedade . A representativa de um impresso podemos chamar de a "gestão a vista" , nada mais é do que tornar as ações de uma empresa ou negócio visível para facilitar o acompanhamento de todos. Partindo desse principio, temos tanta informação quando estamos conectados e vidrados na frente do computador ou celular, que toda a praticidade e rapidez desse conteúdo é facilmente esquecido e raramente fixado em nossas mentes. Esta é a metodologia dos impressos: a certeza do palpável, o tangível, da textura, a visibilidade , maior facilidade na memorização do que se lê e a credibilidade como se tem num documento . Agradecimento especial aos colaboradores, entrevistados , parceiros e anunciantes , temos ainda muito para melhorar e aprender muito com vocês a cada nova edição. Gratidão a todos !! Gratidão em especial as todas as Mães , biológicas ou por adoção, o nosso reconhecimento e valorização pela dedicação a seu filho (s). Mãe que se dedica a seu filho (s) o faz sem desejar nada em seu favor, e sim, sua intenção é dar a melhor criação possível, inclusive, mesmo que esteja na fase adulta continua dedicando-se e não medindo esforços em ajudar no que for possível . Além de todo carinho e respeito aquelas que são mães e empresárias de sucesso , como o exemplo de Gabriela Carvalho que faz a diferença há dez anos a frente de um restaurante localizado na Av. do Batel é idealizadora de projetos na qualidade de uma alimentação saudável. Enaltecemos as pessoas que prestam serviços voluntários como o projeto Teto que a algum tempo vem dando apoio e construindo moradia aquelas pessoas em condições vulneráveis . Aproveite as dicas de edição para presenteá-la com uma linda planta suculenta com dicas de cultivo , cosméticos, e ótimos restaurantes para levar sua mãe , cuide e ame a sua enquanto a tem, ela infelizmente não é eterna, mas você pode tornar eternos todos os momentos ao lado dela. Na série de reportagem sobre o nosso bairro escolhemos a Avenida do Batel uma das principais vias de acesso com varias opções de compras, repleta de bons restaurantes, dois shoppings centers e galerias de diferentes ramos de atividades , só para lembrar que estamos cobrando das autoridades competentes a continuidade da revitalização da rua, um direito de todos , de quem mora, de quem trabalha , dos consumidores e dos turistas que nela transitam. Boa leitura Celina

Abril | 2018

O Dia das Mães está próximo, já é neste domingo, dia 13 de maio, trouxemos pra vocês alguns versículos bíblicos que de alguma forma se relacionam com esta importante data comemorativa. Alem de uma poesia e uma oração . Homenagear a mãe é algo muito bom, e com uma citação da Palavra de Deus, ainda melhor! As mães foram destaques na Bíblia, podemos observar que desde muito tempo a vida das mulheres de Deus já era cheio de desafios, mas, confiando no Senhor elas puderam prevalecer! Na atual sociedade, o estágio não é muito diferente, a vida é cheio de desafios e dores e muitas vezes as mães passam sozinhas e caladas. Estar atento às necessidades não somente físicas e psíquicas como também espirituais de sua mãe é uma forma de demonstrar cuidado, respeito e amor por alguém que se doa tanto por você. Que o seu domingo seja um dia abençoado que a cada dia você possa amar mais sua mãe! Os versículos além de serem oferecidos à sua mãe pode servir de base para uma palavra sua à ela: "A mulher sabia edifica a sua casa, mas a insensata, com as suas próprias mãos, a derriba." Provérbios "Trazendo à memória a fé não fingida que em ti há, a qual habitou primeiro em tua avó Lóide, e em tua mãe Eunice, e estou certo de que também habita em ti." 2 Timóteo 1:5 "Porventura pode uma mulher esquecer-se tanto de seu filho que cria, que não se compadeça dele, do filho do seu ventre? Mas ainda que esta se esquecesse dele, contudo eu não me esquecerei de ti." Isaías 49:15 "Faz com que a mulher estéril habite em casa, e seja alegre mãe de filhos. Louvai ao SENHOR." salmos 113:9 "Pois possuíste os meus rins; cobriste-me no ventre de minha mãe.Eu te louvarei, porque de um modo assombroso, e tão maravilhoso fui feito; maravilhosas são as tuas obras, e a minha alma o sabe muito bem."salmo 139:13-14 "Honra a teu pai e a tua mãe, para

Expediente Jornalista Profissional: Celina S. P. Ribello - CRTE /PR | Habilitação: 8221 Diretora Executiva: Celina S. P. Ribello Rua Paulo Gorski, 181 CNPJ: 07478063/0001-05 Fone: 3274- 0104 - Fax: 3402-3721 www.jornalfolhadobatel.com.br | contato@jornalfolhadobatel.com.br. | Diagramação: Tatiana Carla de Souza Distribuição: Dirigida e Gratuita | Periodicidade: Mensal As matérias assinadas não expressam, necessariamente, a opinião do jornal.

que se prolonguem os teus dias na terra que o SENHOR teu Deus te dá." Exôdo 20:12 SARA: Cheia de fé, respeitosa, bonita, mãe do Povo de Isarael MIRIÃ: Irmã mais velha de Moíses, profetisa, líder de louvor, inteligente. RAABE: Corajosa, crente em Deus, salvou sua família DÉBORA: Juíza, profetiza, luder de guerra RUTE: Leal, dedicada, trabalhadora, fiél a Deus. ANA: Mulher de oração, fiél, adoradora, mãe do profeta Samuel ESTER: bonita, sensata, humilde corajosa, inteligente MARIA: humilde, obediente, pensadpra, Mãe de Jesus PRISCILA: professora, corajosa, cooperadora, líder na igreja. "SOMOS UM EXÉRCITO FEMININO NA TERRA" Se inspire nessas mulheres de Deus e faça acontecer.. Mãe presente de Deus Para completar o homem, Deus a fez mulher... Mas para participar do milagre da vida, Deus fez a mãe. Para liderar uma casa, Deus fez a mulher... Mas para edificar um lar, Deus fez a mãe. Para estudar, trabalhar e competir, Deus fez a mulher... Mas para guiar a criança, Deus fez a mãe. Para os desafios da sociedade, Deus fez a mulher... Mas para o amor e carinho, Deus fez a mãe. Para fazer aquele trabalho, Deus fez a mulher... Mas para embalar o berço e construir um caráter, Deus fez a mãe.

Para ser princesa, Deus fez a mulher... Mas para ser rainha, Deus fez a mãe. Você é o mais lindo presente de Deus para mim. Eu quero ser uma dádiva de Deus pra você. Mulheres da Bíblia. Elas me representam! ORAÇÃO PARA AS MÃES... AQUELAS MULHERES GUERREIRAS E BATALHADORAS Pai, tu, sendo Deus, quiseste mostrar entre nós tua face materna... Por isso criaste todas as mães! Peço-te por minha mãe, sinal concreto e visível de teu amor entre nós. Multiplicai os seus dias em nosso meio! Acompanha-a em todo riso e em toda lágrima, todo trabalho e toda prece, todo dia e toda noite! Que tua bênção cubra de luz a vida de minha mãe para que, inundada de ti, ela seja sempre mais Presença do divino em minha vida. Amém!


Abril | 2018

COLUNA TIOM KIM

FOLHA DO BATEL

Cesar Lacerda, Oracy Munhoz da Rocha Lacerda e a pequena Maria marcaram presença no lançamento do livro "Enfim Vestida de Mim" ,da bióloga e especialista em anatomia Cris Bemvenutti. O evento reuniu um público expressivo no Museu Oscar Niemeyer. Lente de Matheus de La Palm.

Os arquitetos da Triptyque Architecture Greg Bousquet e João Vieira Costa durante a abertura da exposição "Modelos Arquitetônicos Triptyque Architecture" na Soma Galeria de Arte. Na foto também Malu Meyer e Eduardo Cardoso Amato. Lente de Matheus de La Palm.

Flávia Bottarelli, sócia proprietária da Max Mara Pátio Batel e Mariane Caponi, gerente de marketing do Pátio Batel no lançamento do livro "Enfim Vestida de Mim", de Cris Bemvenutti (centro), no MON. Foto Matheus de La Palm.

Um dos destaques da Feira de Noivas Curitibanas foi o stand da Zoli Eventos da empresária Cristiane Lissoni

A artista visual Adriana Tabalipa radicada no Rio de Janeiro mostra trabalhos recentes na Boiler Galeria. Foto Matheus de La Palm

Página 03

Marilia e Marden Machado marcaram presença na palestra do escritor Antonio Cava no teatro da Capela Santa Maria.

O renomado artista plástico Angelo Hasse e seu marchand Marcelo Baz no stand de artes da Feira de Noivas Curitibanas na Expo Renault do Parque Barigui. FB8.

Onze designers de acessórios curitibanas se reuniram no Joiarte Movimento de Joia Contemporânea para divulgar seus trabalhos autorais e criativos e apresentá-los ao grande público. O evento promete para entrar para o calendário de moda da cidade. Crédito: Equipe Cindy RPM


FOLHA DO BATEL

Página 04

Abril | 2018

Como cuidar de suculentas corretamente Cuidados - Se você quer ter um jardim mas demanda de pouco espaço e tempo, segue algumas dicas a solução perfeita para cultivar suculentas. Elas são lindas, super fáceis de cultivar e são tão versáteis que podem ser usadas nos mais diversos tipos de decorações. Seja em quadro verdes , chaleiras, cerâmicas ou vasinhos espalhados pela casa, elas trarão um charme todo especial ao ambiente. E está justamente aí uma característica importantíssima delas: elas são plantas que podem viver bem em ambientes internos.Além de consumir pouca água, existe uma variedade imensa de espécies que apresentam os mais diversos tipos de cores, formas e texturas Uma informação indispensável e de conhecimento geral, é que a maioria dos cactos e suculentas precisa de contato direto com o sol para viver. No entanto, há espécies que preferem luz indireta ou poucas horas de exposição ao sol. É importante saber que as suculentas são intolerantes a ambientes de sombra. Por isso, é preciso separar um cantinho bem iluminado para elas. Caso você resolva cultiválas em ambientes internos, o ideal é que as posicione bem próximas de janelas. Regas - O cuidado com as regas é um fator importantís-

simo e que definirá a beleza e desenvolvimento de suas suculentas. Essas plantinhas precisam de pouca água para viver e por isso muitas pessoas acabam perdendo suas amiguinhas, pelo excesso. As folhas de suculentas são carnudas e fofinhas e há uma explicação para isso. As plantas armazenam água em seu interior, tornando-as resistentes à secas. Não há uma regra específica para as regas. Tudo dependerá da região em que você vive, do clima, da temperatura do local, do vaso que elas estão plantadas e claro, da quantidade de luz solar que estão recebendo. Segundo as artesãs e paisagistas Áurea Moreira e Tatiana Moreira a "rega é prática e se formos estipular um padrão para elas, podemos defini-las de forma bem simples: no verão uma a duas vezes por semana e no

inverno de uma a duas vezes por mês. E para realizar a rega, molhe apenas o solo. Evite que caia água sobre as folhinhas pois elas podem apodrecer. Você pode verificar se sua suculenta está precisando de água da seguinte maneira: Coloque um palito no solo, ou até mesmo o dedo. Se o solo estiver com a terra leve e solta, e seco, a água será bem-vinda. Porém, se ainda houver umidade, espere um pouco mais para realizar a rega. Caso suas suculentas estejam em cachepôs é importantíssimo saber que elas deverão ser regadas sem eles. Coloque-as de volta apenas após verificar que a água já escorreu completamente.Isso evitará que as raízes fiquem em contato com a água, e consequentemente apodreçam. Substrato - O melhor

substrato para suculentas (e também para cactos) é a composição de areia de construção (areio de rio), terra adubada e pedriscos. Basta misturar duas partes de terra para cada duas partes de areia e finalizar com os pedriscos. Esses pedriscos podem ser perlita, cacos de telha ou até mesmo pedrinhas de construção. É necessário que a terra seja leve, sem torrões, para que possa drenar bem a água. As suculentas gostam de solo livre, que seja solto e bem arejado. Um solo leve. Se você mora em cidades litorâneas, aqui vai mais uma dica: Nunca utilize areia de praia. Esse tipo de areia contém altas doses de sal e isso prejudicaria (até mesmo mataria) sua planta. É importante realizar a finalização com pedriscos ou alguma outra cobertura no solo pois isso ajudará a reter a umidade, evitando assim a compactação do solo. "A durabilidade das suculentas é por tempo indeterminado, vai depender do seu cuidado com elas", informa Aurea e Tatiana que as cultivam em vidros, madeira, pedras , cerâmicas e acrílicos para venda, como por exemplo, para presentes , lembrancinhas de casamentos e exposição. Mais informações: 41 991885484 / 41 99164 4604 Email: thati.moreira78@gmail.com

Artesãs e paisagistas Áurea Moreira e Tatiana Moreira

Lembrancinhas para casamentos e batizados


Abril | 2018

Estabelecimentos estão com dificuldade em tirar alvará, diz entidade

A Associação Brasileira de Bares e Casas Noturnas (Abrabar) está programando para o dia 2 de maio um protesto em frente à Prefeitura de Curitiba. A entidade alega que as empresas do setor estão enfrentando dificuldades para a regularização e obtenção de alvarás de funcionamento nos últimos meses. O presidente da associação, Fabio Aguayo, afirma que não são apenas bares e casas noturnas estão sofrendo com o problema, mas estabelecimentos como farmácias, supermercados e escolas particulares. "Não está ocorrendo um bom senso com os estabelecimentos. São colocados (por parte da prefeitura) os entraves mais variados possíveis. A atual gestão está vasculhando os imóveis e colocando empecilhos. Isso vai bloqueando qualquer tipo de ação, enquanto não se resolve a outra", declara Aguayo. O presidente da Abrabar diz que a prefeitura está enviando fiscais para multar as empresas e paralisar as suas atividades. Como consequência, isto está gerando desemprego na cidade. "Há multas aplicadas de R$ 10 mil e a pessoa não tem como trabalhar", relata. De acordo com ele, três mil estabelecimentos em Curitiba estão enfrentando esse impasse. Aguayo garante que o tema já foi levado à prefeitura para discussão. Ele também afirma que já foram solicitadas audiências com o Ministério Público e com o governo do Estado para debater o assunto, em função do uso de força policial em alguns casos. Além disto, houve a proposta a criação de uma agenda positiva de empreendedorismo chamada Destrava Curitiba na Câmara Municipal de Curitiba.

Página 05

FOLHA DO BATEL

Empreendedores conhecem os benefícios do Empresa Fácil Representantes de entidades da sociedade civil e do poder público se reuniram nesta segundafeira (23/4) para discutir a emissão de alvarás comerciais e esclarecer dúvidas sobre o processo de licenciamento de empresas. No encontro, promovido pela Prefeitura, os 34 participantes também conheceram o processo de integração de Curitiba ao sistema Empresa Fácil, que visa desburocratizar o processo. O secretário municipal do Urbanismo e Assuntos Metropolitanos, Júlio Mazza de Souza, explicou que o processo de licenciamento começa com a Consulta Prévia de Viabilidade, que avalia se o imóvel comporta o negócio proposto pelo empreendedor. A secretaria recebe por dia cerca de 700 pedidos de consultas. "Para os casos de baixa complexidade, o prazo para o resultado da consulta é de dois dias, em média", comentou. Após a liberação da consulta, outros órgãos são ouvidos - como Receita Federal, Corpo de Bombeiros, Vigilância Sanitária e a Secretaria Municipal do Meio Ambiente de acordo com a atividade, até o alvará ser emitido pela Prefeitura. Esse fluxo vai mudar após a integração com o sistema Empresa Fácil. "O acesso ao

mesmo sistema vai possibilitar que o empreendedor tenha retorno online de todas instâncias envolvidas e o alvará será dado pela Junta Comercial do Paraná", disse. As reuniões para integração são diárias e a conclusão vai acontecer até o fim de 2018, segundo o secretário. Junta Comercial A Prefeitura completou a primeira fase de integração ao Empresa Fácil. Com isso, os empresários podem registrar a empresa na Junta Comercial do Paraná e fazer a consulta prévia no mesmo portal. A Junta é a instituição que coordena o sistema no Paraná. O presidente da instituição, Ardisson Akel, ressalta a agilidade da gestão municipal no processo de integração. "O prefeito Rafael Greca, desde a campanha eleitoral, já tinha externado a vontade de se integrar ao sistema", lembrou Akel. "Estamos trabalhando há mais de um ano nesse processo,

que é bastante complexo", disse. A avaliação da reunião foi positiva para os representantes das entidades de classe. O diretor da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes do Paraná (Abrasel), Luciano Bartholomeu, acompanha o trabalho desenvolvido para o funcionamento do Empresa Fácil. "Essa nova gestão não está medindo esforços para que as coisas sejam muito mais rápidas", comentou. Segundo a Junta Comercial, o setor de bares e restaurantes está aquecido. De janeiro a abril deste ano, foram abertos 184 novos empreendimentos do setor em Curitiba. O número corresponde a 7% do total de novas empresas da capital no período, que teve 2.732 negócios abertos. Participaram representantes do Sindicato das Empresas de Gastronomia, Entretenimento e Similares de Curitiba, da Associação Comercial do Paraná, do Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas no Estado do Paraná, da Fecomércio-PR, do Conselho Regional de Contabilidade do Paraná, Sindicato dos Contabilistas de Curitiba e Região, Sindicato dos Farmacêuticos no Paraná.

Lixo eletrônico: o que é e onde descartar Brasileiro gera, em média, 7,4 kg de lixo eletrônico por ano Em Curitiba, coleta de lixo tóxico é feita por caminhões da Prefeitura em terminais de ônibus da cidade Com enorme quantidade de chumbo, mercúrio e outras substâncias químicas, os lixos eletrônicos têm gerado cada vez mais problemas ambientais e de saúde no mundo todo. De acordo com o relatório Global E-waste Monitor de 2017, realizado pela Universidade das Nações Unidas (UNU), pela International Telecommunication Union (ITU) e pela Associação Internacional de Resíduos Sólidos, o brasileiro gera, em média, 7,4 kg de lixo eletrônico por ano. Telefones, computadores, geladeiras e TVs são alguns dos equipamentos descartados pela população de maneira incorreta - materiais que acabam indo parar em lixões expostos. "Com as mudanças e descobertas da tecnologia, a substituição dos aparelhos passou a acontecer de forma mais rápida, o que contribui negativamente com o aumento no volume dos chamados e-waste [lixos eletrônicos]", comenta o coordenador de Atendimento ao Cidadão do Instituto das Cidades Inteligentes, Ozires de Oliveira. Outro problema são os lixos tóxicos: pilhas, baterias, lâmpadas, remédios vencidos, entre outros itens. Em Curitiba, a coleta desses materiais é feita por caminhões, disponibilizados pela Prefeitura em terminais de ônibus da cidade (confira o calendário aqui). "A Central 156, operada pelo ICI, informa sobre o descarte de lixos tóxicos, além de domiciliar e reciclável. Orientar e sensibilizar a população da importância de um tratamento adequado aos lixos é fundamental", complementa Oliveira. Em Curitiba e Região Metropolitana, empresas como Recicle, Hamaya do Brasil e Sete Ambiental fazem a coleta de lixo eletrônico gratuitamente, mediante agendamento prévio.


Abril | 2018

FOLHA DO BATEL

Página 06

Implantodontia

Sorriso em harmonia Tratamentos como implante resgatam a funcionalidade e a beleza dos dentes, e associados aos tratamentos da estética revitalizam e dão nova harmonia para a face Durante todas as fases da vida deve-se fazer o possível para manter a dentição saudável, bonita e funcional. Esse é o desejo da maioria das pessoas, mas nem sempre é possível conservar todos os dentes naturais devido às perdas naturais ou acidentais. Muitos de nossos hábitos podem danificar nossa saúde bucal e se tornar um obstáculo para comer, falar e sorrir. Quem busca resgatar a saúde da boca, encontra na odontologia moderna profissionais especializados para devolver a funcionalidade e a estética dos dentes. Com mais de 32 anos de atuação na odontologia, o cirurgião dentista Eduardo Gurkewicz, um dos pioneiros na especialidade de implantodontia da capital paranaense, diz que a recomendação da classe odontológica é recuperar o dente natural do paciente e somente realizar próteses e implantes quando este já não é mais funcional. "Buscamos todas as alternativas para recuperar ou manter a dentição natural dos pacientes. A odontologia avançou bastante, as técnicas disponíveis hoje nos ajudam a resgatar dentes que estavam comprometidos, mas a implantodontia acaba sendo uma alternativa recomendada para inúmeros casos", assegura o Dr Eduardo Gurkewicz, especialista em prótese, periodontia e que foi professor na especialidade de implantes. Depois de um minucioso trabalho, que envolve estudo, análise da condição bucal do paciente e planejamento, incluindo a estética, correção e aumento de dentes, reposiciona-

Dr Eduardo Gurkewicz

mento e oclusão, o implante é colocado de maneira segura e harmônica. Ele será uma nova dentição e irá acompanhar a pessoa no dia a dia, necessitando de manutenções permanentes. Entretanto é importante que o candidato ao implante sempre leve em conta as recomendações do cirurgião dentista especialista. Muito mais do que autoestima Vergonha de sorrir, impossibilidade de consumir certos alimentos, dificuldades na deglutição costumam ficar para trás quando os implantes são colocados. O procedimento resgata não somente a autoestima do paciente, mas, principalmente, a função mastigatória. "Por meio do implante é possível ajustar a oclusão, que estava comprometida em virtude da ausência de um ou mais dentes; a pessoa resgata o prazer em voltar a comer e recupera a sua autoestima, pois, muitas vezes, ela deixa de levar uma vida social por causa da aparência do sorriso", relata o Dr. Eduardo, diretor-proprietário da Clínica Odontowicz. Trabalhar com a relação entre expectativa e realidade é

o principal desafio do profissional. A odontologia brasileira é avançada. "Muitas vezes os pacientes chegam ao consultório com fotos antigas de familiares ou de artistas, dizendo que querem um sorriso igual a este ou aquele. É nesse momento que se inicia uma fase delicada desse processo, pois cabe ao profissional explicar que cada pessoa é única e existe uma harmonia no rosto de cada um que deve ser respeitada para que o resultado seja o mais natural possível", ressalta Gurkewicz. Saúde a serviço da estética "No planejamento para a colocação do implante, a estética e a funcionalidade trabalham lado a lado. Inclui clareamento dental, colocação de facetas de porcelana ou lentes de contato e, quando necessário, próteses ou implantes. Como o tratamento estético busca deixar os dentes com o aspecto mais natural possível, adaptamos o novo dente à aparência dos dentes que já foram esteticamente tratados", explica a Dra. Lilian Yumi Kinno Paino, especialista em Dentística Restauradora e Endodontia. Ela faz parte da equi-

pe do Dr Eduardo na Clínica Odontowicz. A profissional destaca que entre os tratamentos mais procurados estão o clareamento dental, a troca de restaurações e o recontorno cosmético (quando existe a necessidade de mudar o formato do dente). Ela ressalta que nem todo tratamento necessita de ortodontia, pois pequenas imperfeições, como desvios singelos e o fechamento de diastemas (espaços entre os dentes), podem ser resolvidos com o tratamento odontológico estético correto. Tratamento eficaz - Sorrir muda a sua vida e a dos outros Quando procurou tratamento, em outubro de 2017, a advogada Marlene de Fátima Kais, de 48 anos, quis melhorar o sorriso. "Sempre tive para mim que os dentes são como o nosso cartão de visitas. Na minha profissão, em contato constante com o público, acho fundamental ter boa aparência", declara. "Comecei pelo clareamento dental. Em seguida, para me livrar de vez da 'ponte fixa', implantei quatro dentes. Estou ficando muito satisfeita com o resultado e a forma como isso está mudando a minha vida! Posso dizer que o melhor investimento é aquele que fazemos em nós mesmos", afirma, feliz da vida. O servidor público aposentado Edson Luiz Guedes, 59 anos, viu na colocação dos implantes o resgate da mastigação perfeita e teve como resultado muito além do ajuste oclusal. "Há dois anos iniciei meu tratamento, e aqui estou, concluindo a colocação de 12 implantes. Todo o meu tratamento está sendo realizado em fases, pois foi ne-

cessária a reconstituição óssea. Como fui fumante por muitos anos, e ainda sou diabético, minha saúde bucal estava comprometida", declara. Guedes buscava principalmente recuperar a função mastigatória, mas o que ele não esperava é que o implante dentário o faria dar adeus a um inimigo de longa data, o ronco. "Nem a minha esposa acreditou que o fato de colocar implantes corrigindo as falhas de dentes pudesse interferir até mesmo na qualidade do meu sono. Hoje em dia, meu ronco é mínimo, quase nulo. Durmo melhor, respiro melhor, consigo receber visitas em casa e ir dormir em casa de parentes sem que meu ronco atrapalhe", brinca. Como a colocação dos im-

plantes deu novo ânimo ao servidor público, ele optou por dar maior amplitude ao tratamento, realizando o realinhamento dos dentes inferiores, com lentes de contato e facetas de porcelana. "Dá para ver no meu sorriso que hoje eu estou mais feliz comigo mesmo. Nunca é tarde para recuperar nossa saúde e nossa autoestima, pelo menos. Aqui em casa, não tem mais briga por causa de ronco e eu ando sorrindo à toa", comemora. "Os tratamentos, mesmo que estéticos, devem focar primeiramente na parte funcional dos dentes. Com isso, os demais benefícios de se ter uma oclusão quase perfeita virão como consequência natural do processo" afirma o Dr. Eduardo Gurkewicz.

Dra Lilian Paino


Abril | 2018

Curitiba inaugura a primeira franquia da Natura A Natura: uma das 10 empresas mais inovadoras do mundo Natura é uma empresa brasileira que atua no setor de produtos de tratamento para o rosto, corpo, sabonetes, barba, desodorantes, óleos corporais, maquiagem, perfumaria, cabelos, proteção solar, e infantil. Fundada em 1969 por Antônio Luiz Seabra, hoje está presente no Brasil, Argentina, Chile, Colômbia, México, Peru, Venezuela,França e Estados Unidos, além de outros 63 países indiretamente. O número de funcionários, chamados na empresa de "colaborao 1984 Surge o sabonete Erva-Doce, outro clássico da Natura. Historia e Lançamentos de alguns dos produtos carros chefes : o 1984 - Surge o sabonete Erva-Doce, outro clássico da Natura. o 1986 - Respeitando a beleza sem estereótipos, surge a linha Chronos, reconhecida por valorizar a mulher bonita de verdade. o 1993 - Linha Mamãe e Bebê é lançada com a proposta de incentivar o toque e o vínculo entre mães e filhos. Em 2007, a companhia investiu cerca de 108 milhões de reais em pesquisa e desenvolvimento de novos produtos, consagrando-se como a empresa de cosméticos da América Latina que mais investe nessa área. Para desenvolver seus produtos, as etapas de desenvolvimento e produção de seus cosméticos, a Natura não realiza desde dezembro de 2006 testes em animais e se-

Página 07

FOLHA DO BATEL

gue as mais rigorosas normas de segurança internacionais.A empresa detém as certificações NBR ISO 14001 e NBR ISO 9001 Em 2016, adquiriu por um valor não informado a compra da Emeis Holdings Pty Ltd, dona da rede de cosméticos australiana A?sop. Em 2017, realizou a compra da rede The Body Shop da L'Oréal, por cerca de € 1 bilhão, aumentando significantemente sua presença internacional e faturamento global. A Natura &Co, marca corporativa que congrega Natura, Aesop e The Body Shop, ultrapassou a anglo-holandesa Unilever e assumiu a liderança do mercado de beleza e cuidados pessoais no Brasil, segundo a empresa de pesquisas Euromonitor publicado pelo Valor Econômico. O faturamento do setor em 2017 alcançou R$ 106,320 bilhões, crescimento de 3,2% em relação ao ano anterior. Para 2018, a previsão deflacionada é expansão de 3,8% .

Espaço Cosméticos Natura

Em 2016, a marca abriu a sua primeira loja física no shopping Morumbi, em São Paulo com o objetivo de atingir um público mais amplo e diversificado. Em 2017, a nova estratégia da marca propõe a abertura de franquias para as consultoras mais antigas e de maior sucesso da marca. Nesse viés a Espaço Cosméticos, inaugurou a primeira loja Natura no Centro de Curitiba na quarta feira (18) . Segundo a proprietária da loja Karin Giovanetti 10 anos como consultora e distribuidora da Natura no Paraná "A idéia de trazer essa loja para cidade é de um ambiente em que as pessoas se sintam à vontade para ter contato com os produtos da Natura e possam vivenciar os valores da marca para seu bem estar e auto estima, alem de ser referência de um local para presentear aquelas pessoas especiais " "Sou muito grata aos nossos funcionários, colaboradores e clientes por mais essa conquista e por mais esse avanço significativo em nossas vidas. eu só tenho a agradecer a cada pessoa, cada cliente ,amigo que nos ajudaram a chegar até aqui", agradeceu Karin A nova Loja Natura - Espaços Cosméticos - fica situada na Galeria Lustosa com endereço na Rua XV de Novembro 556 e Marechal Deodoro 441 Centro de Curitiba, Telefone: 41 3016 -1312, o funcionamento é de segunda à sextas das 09:30h às 19h e aos sábados das 9h30 às 15h.

Conheça os benefícios da terapia de Barra de Access As Barras de Access é uma terapia corporal que permite que você e o seu corpo comecem a desprender-se dos pensamentos, idéias, condicionamentos, emoções, atitudes e crenças limitantes que você tenha registrado sobre quaisquer situação ou experiência. As Barras são 32 pontos na cabeça onde estão armazenados todos os pensamentos, idéias. Quando as Barras® são ativadas, através do toque na cabeça, é como apertar a tecla "delete", do computador, apagando esses condicionamentos que não nos servem mais, permitindo assim mais espaço disponível para poder receber e criar experiências completamente novas. "Quando um terapeuta ativa as barras, inicia-se a liberação destes registros, ajudando-nos a ver além dos padrões que usamos e dos problemas que passamos até então. Se você se libertar dos pontos de vista preconceituosos com relação as suas aparentes limitações e com o que você pensa que não é possível na sua vida, uma nova realidade se abre diante de você e a sua vida fica muito mais verdadeira, plena e fácil". Explica a terapeuta e farmacêutica Dra Eloise Soares Como Funciona a Barra de Access Durante uma sessão de Barras, as ondas cerebrais abrandam permitindo que hábitos, crenças, emoções e pontos de vista que você tenha (mesmo sem saber) sejam acessados e libertados. A terapia é feita através do toque

com as mãos na cabeça, nos pontos energéticos que correspondem a diferentes áreas da vida pessoal, emocional e material. Estes pontos são ativados, permitindo que a energia da própria pessoa se renove, mova e flua livremente e continuamente, sem limitações. Isto não significa apagar as suas memórias ou quem você é. A energia apenas é renovada e posta em circulação em vez de ficar presa e estagnada, e com tudo isto, tudo o que não lhe pertence poderá ser libertado. "Significa poder olhar para as mesmas coisas com uma nova perspectiva, significa libertar emoções bloqueadas e hábitos que não lhe servem. Significa ver o mundo e os outros com outros olhos, libertar medos e pensamentos destrutivos. Significa libertar a mente para que possa acender a novas idéias, conceitos e possibilidades. Este procedimento deixanos com uma sensação de paz e espaço. A mente fica mais leve, calma e focada nos aspectos positivos da vida." Revela Susy Pires que utiliza a pratica Benefícios do tratamento com Barra de Access: Reduz sintomas de depressão e ansiedade Mais facilidade em lidar com

todos os aspectos da sua vida Acalma a mente excessivamente ativa (sempre a pensar), aumenta a concentração Reduz bloqueios causados por acumulação de raiva, frustração e exaustão Melhora relacionamentos por permitir aceitação por nós próprios e pelos outros Menos irritação para com situações e pessoas que não compreendemos Benéfico para distúrbio do déficit de atenção e hiperatividade Aumento de sentimentos de alegria, diversão, confiança e bem-estar no dia-a-dia Relaxamento profundo e melhor qualidade de sono Agendamento ou maiores informações : 4198821-3493 Email: eloisesoares@hotmail.com.br


FOLHA DO BATEL

Página 08

Abril | 2018

Um pouco de história: o barco não ficou parado Av. do Batel e o seu prolongamento como a Rua Bispo Dom José , Rua Benjamin Lins e Av. Nossa Senhora Aparecida no século passado já foi conhecida como Estrada do Mato Grosso atravessava a região, vinda dos Campos Gerais em direção ao centro de Curitiba. Em meados da década de 1850 a localidade já era referida nas Atas das Sessões da Câmara, através do registro de carta de foro para um terreno localizado "no lugar denominado Batel". O antigo bairro passou pelo século XX sentindo os efeitos da prosperidade paranaense, proveniente do apogeu dos ciclos econômicos da erva-mate e do café. Com isso retratava uma ocupação residencial de padrão refinado contendo mansões pertencentes aos barões do mate, que se misturavam aos engenhos, fábricas e estabelecimentos comerciais. Nessa época ainda eram vistos os carroções de colonos circulando para fornecer seus produtos no comércio da cidade. O Batel entrou na década de 1950 tendo sua malha viária integrada à região central, já se constituindo oficialmente como bairro, porém, com uma abrangência menor em relação à atual divisa administrativa. A oficialização do bairro em 1975 incluiu em sua nova delimitação parte dos antigos bairros Santa Terezinha e Presidente Taunay. O Batel ainda mostra exemplares construtivos que representam outros tempos, porém uma composição diversificada, com

implantações comerciais e de serviços de grande porte, marca a paisagem do bairro. Segundo o historiador Francisco Negrão, a origem do nome Batel está no fato ocorrido em 1854, quando o alfaiate Torquato Paulino, resolveu montar uma pequena embarcação para participar das tradicionais cheganças de festejos do Espírito Santo em São José dos Pinhais. A chegada do Batel de Torquato a São José foi triunfal, querendo todo o povo contemplá-lo e saborear as galinhas recheadas, os leitões assados, os pastéis, os croquetes e os refrescos vendidos por ele na festa. Regressando a Curitiba, pela Estrada do Mato Grosso, o barco se acidenta num desnível, ficando abandonado no local durante muito tempo. O fato chamou a atenção dos curitibanos, que passaram a chamar a região de Batel. Existem, ainda, outras versões para a origem do nome:

homenagem a um antigo morador da região, que se chamava Bathé; palavra proveniente do latim battelum, que significa pequeno barco ou canoa; ou da palavra francesa bateau, que também quer dizer barco. Atualmente, além de tradicional área residencial de Curitiba, com mais de 12 mil habitantes, o bairro do Batel se tornou central e comercial . As mansões centenárias da principal avenida do bairro, que leva o seu nome, são uma prova de que nossa região sempre foi símbolo de prosperidade. Mas há muito tempo o bairro deixou de ser predominantemente residencial. Já em 1910 abrigava duas usinas de beneficiamento de erva-mate, fábricas de sabão, perfumaria, duas cervejarias e se consolidava como região comercial. As casas, aos poucos, foram perdendo espaço para grandes construções e algumas ruas, como a Visconde de Guarapuava, margeadas

por verdadeiras muralhas de prédios, que não param de aparecer. Mas a característica de bairro e o seu miolo ainda repleto de casas não deve sumir do mapa. A lei de zoneamento de Curitiba até permite que os imóveis tenham fins comerciais, porém há uma área, no quadrilátero da Francisco Rocha e a Jerônimo Durski com a Avenida do Batel e Carlos de Carvalho, onde as casas não podem ser derrubadas ou muito modificadas. A reforma do imóvel de residencial para comercial pode ser feita, mas a construção deve ocupar somente 50% do terreno. Já no restante, permite construções de até dez pavimentos, além de supermercados e shoppings. "Essa continuará sendo uma região mista, preservando as características de bairro, embora algumas ruas, como a Vicente Machado e a Carlos de Carvalho, sejam vias coletoras, com passagem de ônibus e muito

movimento", disse Ricardo Bindo, assessor de planejamento do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc). Para o urbanista Carlos Hardt, diretor do curso de Arquitetura e Urbanismo da PUCPR, a tendência é que o perfil do bairro se mantenha, ao menos nos próximos dez anos, um misto de residencial e comercial. Mas o comércio tende a crescer na região. "Onde tem pessoas circulando, o comércio cresce, desde que a lei permita", afirma. As mudanças pelas quais passam os bairros fazem parte da dinâmica da cidade, que define com o tempo o perfil de cada região. "Há 40 anos ninguém imaginaria que o centro de Curitiba não seria mais o local preferido para atividades cotidianas, como ir ao cinema", diz Hardt. O fenômeno da descentralização não é privilégio daqui. A formação de novos centros nos bairros é uma realidade nas mega-

lópoles. " "A região já está consolidada comercialmente e depois com a vinda do Pátio Batel há 6 anos o fluxo de pessoas melhorou ainda mais disse " Anauila Madalosso proprietária há 13 anos do Restaurante Spring localizado no Designer Center shopping de galerias de lojas localizado a 25 anos na Av. do Batel . " É certo que temos que inovar sempre, no meu negócio agregamos ao restaurante o Empório Spring com novas receitas elaboradas especialmente como carnes, sopas, empanadas argentinas, linha dieta e pratos balanceados com proteínas, carboidratos e legumes, comidas ultra congeladas , uma forma de congelamento rápido que preserva o sabor e nutrientes dos alimentos , práticos e saudáveis , próprios para ir direto no forno de microondas com atendimento de entrega e pedidos programados que tem dado certo. " finaliza Anauila.

Anauila Madalosso


Abril | 2018

Página 09

FOLHA DO BATEL

Revitalização da Avenida do Batel A instalação de calçadas de granito na Av do Batel já causou polêmica em 2013 e foi paralisada No projeto de revitalização do local que foi estabelecido em 2012 da antiga gestão do prefeito em exercício na época Luciano Ducci estava prevista em 1 km de extensão, as calçadas com a troca do asfalto e a melhoria do paisagismo e da iluminação com postes de fios subterrâneos do trecho que iria desde a Rua Brigadeiro Franco, até o Bispo Dom Jose, incluindo av Batel, Rua Benjamin Lins e Gonçalves Dias no entanto se deu apenas do trecho que vai do Pátio Batel até o Colégio Marista na Rua Bispo Dom José ficando paralisadas as obras até o momento. Os comerciantes estão no aguardo da continuação da obra porque a rua ficará mais adequada ao trajeto e mais atrativa ao consumidor "é de extrema importância , a nova iluminação, novo calçamento vai ser de grande significado, não só para o bairro como também para a cidade de Curitiba", enfatiza Marcelo Lupion proprietário do Castelo do Batel" Jonel Chede , ex Presidente da Associação Comercial do Paraná Gestão 2004/2006 e Idealizador do Centro Vivo de Curitiba, presidente do Pró Paraná ( movimento de Integração e Relações Institucionais do Paraná) , "O Centro Vivo foi um programa criado na década passada pela revitalização da rua XV de novembro , consolidado que deu muito certo como instrumento de revitalização e animação da região central de

Rua Comendador Araújo no início do Batel, em fotografia feita em 1906 (Acervo Cid Destefani)

Palacete do Batel A centenária residência passou por uma grande reforma há alguns anos Curitiba, com prêmios concedidos pela Fundação Getulio Vargas -EASP ( Em 2004 / 2006) em São Paulo, visitas de instituições de ensino, inclusive fora do pais, mas tão importante quanto este reconhecimento que obtivemos , são as mudanças substantivas na vida de uma cidade, pois elas só foram possíveis porque tivemos cidadãos que a endossaram. . A adesão dos comerciantes neste projeto aumentou indicando o acerto do programa, proporcionando condições para um comercio mais forte , criando novos emprego , dando mais segurança com câmeras de vigilância e promovendo a manutenção urbanística desta região ( calçamento, iluminação e paisagismo) , ou seja um comercio vivo e catalizador , onde circulam hoje mais de 140 mil pessoas por dia. O objetivo da reurbanização da Av Batel assim como o projeto é transformar as ruas e um local onde as pessoas queiram morar , se encontrar , fazer suas

compras e seu lazer , possibilitando um considerável crescimento na circulação de consumidores de bens e serviços e um conseqüente aumento no fluxo de capital , gerando novos empregos e riqueza para nossa região e cidade", esclarece Sr Jonel. Segundo a assessoria de imprensa do município em resposta a nossa solicitação disse: "A Prefeitura de Curitiba, através do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc), tem estudos para a continuidade da revitalização da Avenida Batel, trecho que compreenderia a Praçinha do Batel até o Largo Dr. Baima, onde a rua Benjamin Lins (prolongamento da Avenida Batel) passa a se chamar Rua Dr. Pedrosa. A prioridade deste e outros projetos obedecem o ranking de prioridades que é estabelecido pelas obras que são elencadas no Fala Curitiba, audiências que são feitas em todos os bairros da cidade, com a participação livre dos cidadãos."

A construção, que já é centenária, foi um projeto do empresário Maurício Thá, encomendado para ser a residência de Ildefonso Rocha e sua família. A moradia no local, porém, não durou tanto tempo quanto era esperado. Em 1922, aproximadamente 10 anos após a conclusão da obra, a casa foi transferida para o

banco Francês e Italiano, pela necessidade de pagar uma dívida familiar. No mesmo ano, a residência foi comprada por Benedito Bandeira Ribas, que quatro anos depois vendeu para Ildebrando de Araújo, um grande comerciante de Curitiba, que naquele ano era também chefe de polícia.


Página 10

FOLHA DO BATEL

Abril | 2018

Saúde de Curitiba recebe atenção especial, diz Michele Caputo Entre 2011 e 2018, o ex-secretário Michele Caputo Neto repassou R$ 562 milhões para fortalecer o sistema de saúde de Curitiba. Obras em unidades de saúde, melhorias em hospitais estratégicos, incentivos de custeio para ações e serviços, ambulâncias, equipamentos, medicamentos para a rede básica e recursos para mutirões de consultas, exames e cirurgias especializadas. Tudo isso faz parte de um amplo conjunto de investimentos do Estado na capital paranaense. Michele Caputo - pré-candidato a deputado estadual - reafirma que trata-se de um grande esforço de governo para reestruturar a rede pública de saúde de Curitiba. "Os investimentos estão ajudando a resgatar o protagonismo de Curitiba na área da saúde, que sempre foi celeiro de soluções inovadoras para melhorar o atendimento da população. Prova disso é o programa Mãe Curitiba, reconhecido internacionalmente pela atenção especial à gestantes e bebês", afirmou. Somente para obras na rede básica foram R$ 8,2 milhões. Cinco unidades de saúde foram entregues e atendem os moradores de Campo Alegre (CIC), Vila Sabará (CIC), Coqueiros (Sítio Cercado), Xaxim (Sítio Cercado) e Aliança (Santa Cândida). Unidades de saúde - De acordo com Caputo Neto, foram garantidos recursos para a reforma de outras 14 unidades de saúde. Nesta primeira etapa estão as unidades de saúde Abaeté, Caiuá, Dom Bosco, Fernando de Noronha, Ipiranga, Moradias da Ordem, Nossa Senhora da Luz, Pilarzinho, Pompéia,

Santa Efigênia, São Paulo, Tingui, Vila Feliz e Vista Alegre. O investimento será de até R$ 150 mil em cada obra, totalizando R$ 2,1 milhões. "A saúde começa pela base e é nesta lógica que estamos trabalhando. Ao fortalecer a retaguarda de atendimento nos bairros, levamos assistência de qualidade para mais perto das pessoas", disse Michele Caputo. No aniversário da cidade, também foi anunciado o repasse de R$ 2 milhões para a construção de uma nova unidade de saúde no Ceasa e mais R$ 750 mil para a construção de outra unidade de saúde no bairro Umbará. O Estado mantém ainda, no centro de Curitiba, uma das maiores farmácias públicas do país, que atende 28.700 pessoas mais de 20 mil usuários de Curitiba e de 28 cidades da região metropolitana. São fornecidos gratuitamente 232 tipos de medicamentos para tratamento de pelo menos 80 doenças. Em 2017, a unidade alcançou a marca de 200 mil atendimentos. Hospitais - O apoio do go-

verno se estende também à retaguarda de urgência e emergência. São incentivos a hospitais de referência, através do programa HospSUS (de apoio aos hospitais públicos e filantrópicos), recursos para o custeio do Samu e Siate, sem contar o apoio destinado à manutenção do serviço de transporte aeromédico, com um avião UTI e um helicóptero de resgate à disposição. Nos últimos anos, o Estado foi responsável também pela renovação da frota do Siate, além de auxiliar na reposição de ambulâncias do Samu. "Tudo isso tem impacto direto na agilidade e eficiência do atendimento à população. Em situações de urgência e emergência, cada minuto é importante e pode ser decisivo para salvar uma vida", diz Michele Caputo. O Estado e a prefeitura inauguraram ainda dois novos helipontos para ampliar as opções de pouso do helicóptero de resgate em Curitiba. Além do Hospital do Trabalhador, que já detinha a estrutura, agora o Hospital

Cajuru e a UPA do Tatuquara também mantêm helipontos em operação 24 horas por dia. Anexo da Mulher - E as ações não param por aí. Duas novas obras financiadas pelo Estado devem trazer ganhos importantes a todo o sistema de saúde. Uma delas é a construção do "Anexo da Mulher" do Hospital do Trabalhador, no bairro Novo Mundo. "Esta é a maior obra de ampliação de toda a história do nosso hospital. São R$ 13,3 milhões que permitirá ao hospital ampliar sua capacidade de 222 para 302 leitos", disse Michele Caputo. O Anexo da Mulher, com mais de 4 mil metros quadrados, vai abrigar os serviços da maternidade; atendimento de ginecologia e obstetrícia; UTIs, leitos de internação e uma série de outros setores voltados exclusivamente ao atendimento feminino e materno-infantil. A outra obra é do "Erastinho", a unidade infantil do Hospital Erasto Gaertner, especializado em oncologia. Em 2018, Michele Caputo assinou o convênio garantindo R$ 12 milhões para a construção do prédio, que vai melhorar as condições de tratamento do câncer em crianças. A expectativa é ampliar de 20 para 39 o número de leitos infantojuvenis, permitindo o atendimento de 300 novos casos por ano. Poderão ser feitas, no local, até 17 mil consultas, 500 cirurgias e mais de 85 mil procedimentos anualmente. "Em situações de urgência e emergência, cada minuto é importante e pode ser decisivo para salvar uma vida. Por isso, priorizamos os investimentos em saúde", diz Michele Caputo.

Garantia do bem-estar a idosas em Curitiba O Asilo São Vicente de Paulo é uma instituição sem fins lucrativos, localizado em Curitiba-PR, referência nacional no atendimento e na promoção da qualidade de vida e no resgate à dignidade da pessoa idosa. O Asilo é responsável pela garantia do bem-estar de idosas, com capacidade para 150 moradoras. O atendimento de longa permanência é dirigido a mulheres que possuem graus diferenciados de limitações, autonomia e independência e demandam de cuidados específicos. Fundado em 1926, o asilo tem 91 anos de atendimento à pessoa idosa. O trabalho, que iniciou como 'centro de mendicância' atendendo a diversas faixas etárias, atualmente é voltado para o acolhimento de exclusivo de idosas, em acordo com as políticas nacionais para a pessoa idosa. As moradoras têm acesso a todos os cuidados diários necessários: cuidados com o bem-estar, assistência psicológica e nutricional, fisioterapia, atividades de lazer e diversas oficinas de estimulação motora e cognitiva. A instituição atua também na defesa de direitos, com a participação em fóruns e conselhos de defesa dos direitos da pessoa idosa. Mensalmente o Asilo precisa de alguns itens com os quais a comunidade pode contribuir, entre as principais necessidades estão fraldas geriátricas, lenços umedecidos e produtos de higiene e limpeza. Contato: (41) 3313-5353 www.asilosaovicente.org.br


Abril | 2018

FOLHA DO BATEL Foto Ale Maya

Entrevista

Gabriela Carvalho Chef do Quintana Eco Gastronomia Cultural A experiência de estudar gastronomia em diversos lugares do mundo deu a Gabriela Carvalho mais do que técnica. Fez com que ela passasse a se preocupar com todo o processo que envolve a profissão, desde a escolha dos ingredientes até a forma de preparo e degustação. A importância do contato com a natureza, de respeitar a sazonalidade e questões como cooperação, por exemplo, são levadas à risca pela chef. Tanto que recentemente levantou a bandeira de questões indígenas, reunindo ativistas e lideranças em seu restaurante para debater sobre vários temas, entre eles a cultura alimentar. Gabriela é defensora categórica do slow food, movimento que propõe a trilogia de refeições longas, comidas saudáveis e ingredientes da estação. O Quintana Café e Restaurante, comandado por ela desde 2008, segue essa premissa. O cardápio desenvolvido pela chef dá prioridade para ingredientes frescos e também da horta que ela cultiva no local. A proposta é seguida à risca também dentro de casa e nos cuidados com a alimentação da família. Ela mantém uma horta no apartamento em que mora e o passeio por feiras orgânicas e os laços com produtores locais estão na rotina da cozinheira. O contato com esse tipo de prática começou na adolescência quando, aos 15 anos, fez um intercâmbio em Oregon, nos EUA. Alguns anos depois, de volta a Curitiba, decidiu, com o apoio da família, voltar a estudar fora do país. O destino foi a faculdade Les Roches, nos Alpes Suíços, e o curso escolhido foi hotelaria. Depois de formada, chegou a dar aulas na faculdade Endicott, em Boston (EUA), e a participar de cursos e projetos em hotéis e restaurantes pelo mundo, desenvolvendo-se como cozinheira. No Brasil, morou em estados, como Bahia, Ceará e São Paulo, mas foi no Paraná que decidiu plantar suas raízes. A preocupação com a procedência dos ingredientes se estende para a forma de preparo e com os resíduos gerados. Tanto que no restaurante pratica o aproveitamento de cada alimento, utilizando 100% dos produtos, como caules, cascas e folhas, o que a levou a ser a embaixadora do movimento Gastronomia Responsável, idealizado pela Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza. Fonte: Bom Gourmet FB: Porque escolheu a Av do Batel para instalação do seu restaurante? Alguma rei-

vindicação para melhorias na via publica Gabriela: A Avenida do Batel é um dos corações de Curitiba, e tem um significado muito forte. Além de sua importância histórica, na qual o bairro era caminho dos ciclos de erva-mate e do café, a avenida está na alma de muitos curitibanos. Depois de eu ter passado muitos anos fora do Brasil e de Curitiba, quando veio a possibilidade de abrir o restaurante, foi uma grande oportunidade poder ocupar essa localização nobre e especial. Em relação à via pública, percebemos que um dos grandes problemas é com relação aos pedestres. É uma avenida muito movimentada, na qual as pessoas têm dificuldade de atravessar com isso já presenciamos diversos acidentes. Além do alto nível de acidentes que acontecem na via, os mesmos geram problemas como falta de eletricidade em diversas ocasiões. Gostaríamos de ter uma via mais bem sinalizada, com fácil acesso a pedestres, que pode também evitar diversos outros problemas. FB: Onde você busca a inspiração para a elaboração da culinária do Quintana Gastronomia? Comente os diferenciais. Gabriela:- A vivência em países e com pessoas originais da Ásia, Europa, Américas e diversas outras regiões me marcaram por suas forças e diferenças culturais. Tudo isso que já vivi e com quem convivi em minha vida pessoal e profissional são a minha principal fonte de inspiração. Aliado a isso, levo comigo também as histórias e vivências de membros da minha equipe, que colaboram com seu trabalho e criatividade há muitos anos. Na mesa gastronômica que servimos no Quintana, cada dia ganha uma inspiração gastronômica diferente, o que me permite viajar por todos esses lugares pelos quais já passei, até outros ainda mais distantes. Isso também permite que seja possível utilizar ingredientes sempre frescos, produzidos localmente, orgânicos, e com isso trazer esse toque especial aos sabores diários. FB: Comente sobre o projeto sustentável de reaproveitamento de alimentos e adubo orgânico Gabriela: -Todos os dias buscamos causar o menor impacto ao meio ambiente, e procurar novas soluções sustentáveis para preservar o que está ao nosso redor. Atualmente, trabalhamos com o aproveitamento integral dos alimentos, que evita o des-

perdício, e destinamos os resíduos orgânicos para a compostagem, feita em parte em nosso jardim, e também a reciclagem mais eficiente. Com isso, diminuímos nossa produção de lixo, o que é muito importante para a sustentabilidade e vida do planeta. Reaproveitamos água da chuva para climatizar o EcoDeck, cultivamos 9 colméias de abelhas nativas sem ferrão, e caminhamos sempre ao lado da natureza, conhecendo cada vez mais e buscando soluções cada vez melhores. FB: Como consegue conciliar a vida de empresária , chef de cozinha e mãe agora do segundo filho? Gabriela: -É importante fazer o que ama, ou buscar amor naquilo que se faz. Outro ponto que sempre me ajuda é ter um time de pessoas incríveis ao meu lado, que permitam que o trabalho tenha continuidade, eu estando presente ou não. Terapia também sempre ajuda (risos), e também ter a certeza de que nossas ações se transformam em realizações. Busco sempre descobrir a minha missão nesse mundo quando entendemos que existe algo muito maior por trás de tudo, os problemas que parecem gigantes tornam-se triviais e mais fáceis de encarar. FB: Qual a programação de eventos ou exposições do Quintana para esse ano? Gabriela: -A arte sempre foi uma paixão que instiguei desde criança. Quando criei o meu estabelecimento, depois de ter aberto diversos outros como consultora, eu queria que ele tivesse essa identidade, e transmitisse tudo o que eu acho mais importante nas alegrias da vida. Nos últimos anos, esse braço cultural, que já vinha sendo trabalhado com exposições e ações culturais desde a abertura do Quintana, ganhou ainda mais vida, ao ter uma artista curadora de arte e uma jornalista trabalhando integralmente conosco, o que favoreceu a ampliar ainda mais o horizonte cultural do espaço. Jardim do Quinana Gastronomia. A foto é de Nicole Lopes

Página 11


Página 12

Cida Borghetti anuncia novos integrantes da equipe de governo Governadora indica nomes para a Secretaria da Justiça, Trabalho e Direitos Humanos, Detran, Compagas, Ceasa e Codapar. Ela determinou agilidade na execução de programas e ações e reforçou que o governo deve ter uma gestão eficiente, voltada ao atendimento da população. A governadora Cida Borghetti confirmou nesta terçafeira (24) novos integrantes da equipe de governo. Ela ressaltou a determinação de que todas as áreas devem reforçar e agilizar os programas e ações que estão sendo executados pelo Estado em favor dos paranaenses. "Nosso foco é a gestão eficiente e o bom atendimento à população", afirmou a governadora. Entre os nomes anunciados está o novo secretário da Justiça, Trabalho e Direitos Humanos. O cargo será assumido por Elias Gandour Thomé, que já era coordenador geral da pasta. Cida também indicou o advogado Marcelo Alvarenga Panizzi para diretor-geral do Detran. Panizzi, foi diretorgeral da antiga Secretaria de Estado do Trabalho, Emprego e Economia Solidária e diretor do Instituto das Águas do Paraná. A presidência da Companhia Paranaense de Gás (Compagas) será exercida por Luiz Malucelli Neto, que estava na Copel. Malucelli também foi diretor da Fomento Paraná e atuou na Casa Civil. Dois dos novos integrantes da equipe de governo são de órgãos vinculados à Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento. Vilson Goinski assume a presidência das Centrais de Abastecimento do Paraná (Ceasa), que mantém unidades em Curitiba, Maringá, Foz do Iguaçu, Londrina e Cascavel. Vilson Goinski é advogado e foi consultor estratégico da Sanepar e prefeito de Almirante Tamandaré. A Companhia de Desenvolvimento Agropecuário do Paraná (Codapar) segue sob o comando de Tino Staniszewski. Tino está a frente da empresa desde 2011. Na segunda-feira (23) governadora Cida Borghetti indicou Ricardo Soavinski para a presidência da Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar). Soavinski estava na presidência do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), entidade ligada ao Ministério do Meio Ambiente.

Abril | 2018

FOLHA DO BATEL

O novo secretário da Justiça, Trabalho e Direitos Humanos. O cargo será assumido por Elias Gandour Thomé

A presidência da Companhia Paranaense de Gás (Compagas) será exercida por Luiz Malucelli Neto, que estava na Copel

Tino Staniszewski da Companhia de Desenvolvimento Agropecuário do Paraná (Codapar)

O advogado Marcelo Alvarenga Panizzi para diretor-geral do Detran

A seis meses do 1º turno, eleitor tem 30 dias para transferir, atualizar ou emitir título eleitoral Por Gabriela Caesar Os eleitores podem transferir, atualizar ou emitir o título eleitoral até 9 de maio para participar das eleições de 2018. O 1º turno ocorre em seis meses, no dia 7 de outubro. Se nenhum dos candidatos a presidente ou governador tiver mais da metade dos votos válidos, o 2º turno deve ocorrer em 28 de outubro. Os eleitores votam neste ano para presidente, governador, senador, deputado federal e deputado estadual ou distrital. O voto é obrigatório no Brasil. Apenas eleitores que têm menos de 18 anos ou mais de 70 anos não precisam votar. O voto também é facultativo para analfabetos. O eleitor que completa 18 anos até 7 de outubro, dia do 1º turno, também precisa emitir o título eleitoral até 9 de maio. Esse também é o prazo para quem mudou de endereço e deseja transferir o título eleitoral. O procedimento exige a apresentação do comprovante de residência e de um documento oficial com foto em uma unidade do cartório eleitoral. Para transferir o título, o elei-

toral da cidade também até 9 de maio.

tor deve residir a pelo menos três meses no novo município. Ainda é necessário, no mínimo, um ano da data do alistamento eleitoral ou da última transferência do título. Consulte o site do Tribunal Regional Eleitoral do seu estado. Neste ano, a biometria será obrigatória em cerca de 2.800 cidades de todos os estados. Nesses municípios, os eleitores que não fizerem o cadastro biométrico devem ter o título de eleitor cancelado. Ainda, segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), quem não votou nem justificou ausência nas últimas três eleições teve título cancelado e deve procurar a Justiça Eleitoral para regularizar a situação. A partir deste ano, o título eleitoral de uma pessoa transgênero trará apenas o nome social com o qual ela se identifica, e não terá o nome da certidão de nascimento. Pessoas trans poderão pedir a mudança no documento no cartório elei-

Justificativa eleitoral Cerca de 8 milhões de eleitores costumam justificar a ausência em eleições. Essa parcela pode fazer a diferença em uma eleição polarizada, com muitos candidatos. Essa é a expectativa para a disputa para presidente em 2018. Por enquanto, há pelo menos 17 pré-candidatos à Presidência. Nos últimos anos, o número de eleitores aptos cresceu enquanto o de justificativas eleitorais oscilou pouco. No 1º turno da eleição de 2016, 5,4% dos eleitores aptos justificaram a ausência. Das 7.853.397 justificativas eleitorais apresentadas naquela disputa, 2.335.918 foram de eleitores inscritos no estado de São Paulo. É o maior número por estado no Brasil. Mais da metade desses eleitores estava fora da cidade em que estão registrados (domicílio eleitoral), mas ainda no estado de São Paulo. SP reúne, no total, 32,7 milhões de eleitores.


Abril | 2018

FOLHA DO BATEL

TETO vai construir 18 moradias de emergência neste final de semana As obras serão realizadas nas comunidades da Caximba e do Parolin, na cidade de Curitiba (PR), beneficiando dezenas de pessoas que buscam uma vida mais digna CURITIBA, 25/04/2018 Você deve conhecer a cantiga "era uma casa muito engraçada, não tinha teto, não tinha nada". E é exatamente assim que a casa do Cícero está. Localizada na Caximba, uma das regiões mais pobres do Estado do Paraná, a residência do Cícero não oferece condições básicas para uma vida digna. Mas ele nunca desistiu. Roda pela comunidade em busca de tábuas para construir o seu lar. Por causa de um problema de saúde, nem alimentos o Cícero tem condições de comprar. Há anos ele vive de doações dos vizinhos, pessoas que muitas vezes cederam até mesmo o chão de casa para Cícero dormir. Mas a partir do próximo final de semana a vida do Cícero vai mudar. Ele foi um dos escolhidos para receber uma moradia de emergência da organização internacional TETO, que atua para garantir o direito à moradia nas favelas mais precárias e invisíveis do país, por meio de programas sociais que geram soluções concretas de melhorias das condições de

moradia e habitat. No sábado (28) e no domingo (29), mais de 250 voluntários da organização irão levantar com as próprias mãos 18 casas nas comunidades da Caximba e do Parolin, beneficiando famílias que lutam diariamente por uma vida mais digna. As moradias substituem as casas que já existiam no local, trazendo uma solução emergencial de alívio imediato às famílias que estão atualmente em situação de precariedade. Para chegar aos beneficiados, o TETO promoveu diversas ações especiais, que vão de entrevistas com os interessados até a análise dos terrenos que irão receber as moradias. "São meses de estudos para chegarmos até as famílias que serão beneficiadas em cada construção do TETO. Procuramos entender muito bem a vulnerabilidade das famílias e de suas moradias. No final, as mais necessitadas são comtempladas pelo projeto. Mas é lógico que exigimos o engajamento total dos moradores nas reuniões e, até mesmo, nos dias da construção, tudo para que eles

saibam que são realmente os donos das casas", comenta Raphael Gonzaga. Para tirar do papel o sonho das famílias da Caximba e do Parolin, o TETO vai investir mais de R$ 100.000,00, montante que engloba todos os materiais necessários para a construção das casas e, também, a infraestrutura necessária para transporte, alimentação e acomodação dos voluntários. "Nós não contamos com dinheiro público. Todo o nosso investimento é feito a partir de valores arrecadados em ações especiais da organização e, principalmente, por meio de doações de pessoas físicas e jurídicas. Ou seja, o TETO é um caso digno de pessoas ajudando pessoas. Temos muito orgulho disso", completa Lucas Kogut, diretor geral do TETO Paraná. Sobre o TETO Brasil no Paraná O TETO é uma organização internacional presente em

19 países da América Latina e Caribe, que atua há 10 anos no Brasil pelo direito das pessoas que vivem nas favelas mais precárias e invisíveis, engajando os moradores e as moradoras das comunidades e mobilizando jovens voluntários e voluntárias, para trabalharem juntos na construção de uma sociedade mais integrada. Atuando há mais de 3 anos no Paraná, a organização já trabalhou em 12 comunidades na região da grande Curitiba, Castro e Paranaguá, sendo 6 delas com acompanhamento semanal em campo. Ao longo de sua trajetória no Estado, a organização já mobilizou mais de 3000 voluntários para construção de mais de 200 moradias de emergência, divulgação dos trabalhos do TETO nas principais ruas de Curitiba, aplicação de mais de 1700 enquetes de caracterização socioeconômicas, visita a mais de 200 comunidades e realização de 17 projetos comunitários.

Para mais informações acesse o site www.techo.org/paises/brasil.

Página 13


Página 14

Bruschetta Italiana

Abril | 2018

FOLHA DO BATEL

Fricassé de Frango Cremoso

Bolo Pudim de Chocolate Ingredientes Serve: 10

Petiscos ou entrada Ingredientes Rende: 12 porções 3 tomates, sem sementes e picados 1 cebola, picada 1 dente de alho, picado 1/2 colher (chá) de manjericão seco 1/2 colher (chá) de orégano seco 1 pitada de sal 1 pitada de pimenta-do-reino moída 1 baguete 250 g de mussarela fresca, fatiada Modo de preparo Preparo:10mins › Cozimento: 10mins › Pronto em:20mins Em uma tigela pequena, misture o tomate, a cebola, o alho, o manjericão, o orégano, o sal e a pimenta. Misture bem, cubra e ponha na geladeira. Preaqueça o forno a 190 ºC. Corte a baguete em 12 fatias no sentido diagonal. Arrume as fatias de pão numa assadeira e leve-as ao forno por 5 minutos, ou até que estejam douradas. Abaixe a temperatura do forno para 125ºC. Passe a mesma quantidade da mistura de tomate em cada torrada. Cubra cada uma com uma fatia de mussarela. Ponha as fatias no tabuleiro e leve ao forno para que o queijo derreta e comece a escorrer sobreo tomate, cerca de 2 minutos. Sirva imediatamente.

Calda 1 xícara de açúcar Bolo 150g de manteiga 1 xícara de açúcar 3 ovos levemente batidos 1/2 xícara de leite 1 1/2 xícara de farinha de trigo 1/2 xícara de chocolate em pó 1 colher (sopa) de fermento em pó Serve: 8 500 g de peito de frango 100 g de bacon 1 lata de milho verde 1 colher (sopa) de maisena 250 ml de leite 200 g de mussarela ralada 200 g de queijo prato ralado 200 g de queijo parmesão ralado 1 pacote de batata palha 1 copo de requeijão Sal a gosto Modo de preparo Preparo:5mins › Cozimento: 40mins › Pronto em:45mins Cozinhe o frango em água e sal até amaciar. Desfie-o e refogue com o bacon.Reserve. Bata no liquidificador metade do conteúdo da lata de milho com a água da conserva. Transfira para uma panela e junte o restante dos grãos. Dissolva a maisena no leite e adicione ao milho, mexendo bem até obter um creme. Coloque num refratário o frango refogado, espalhe sobre ele o creme de milho e, em seguida, a mussarela, o queijo prato e o parmesão. Com uma colher, distribua bolinhas de requeijão sobre todo o prato. Por último, cubra com batata palha e leve ao forno para gratinar.

Pudim 4 ovos 1 lata de leite condensado 2 latas de leite Modo de preparo Preparo:30mins › Cozimento: 1hora › Tempo adicional:3horas na geladeira › Pronto em:4horas30mins Calda: Coloque a forma com o açúcar na boca do fogão (fogo médio/ baixo) até o açúcar derreter e formar uma calda rala cor de caramelo claro. Reserve. Bolo: Bata a manteiga com o açúcar até obter um creme claro. Junte os ovos, o leite e misture bem. Peneire a farinha, o chocolate e o fermento diretamente na tigela da massa e misture com uma colher de pau. Transfira para a forma e reserve. Pudim: Bata todos os ingredientes no liquidificador. Despeje delicadamente sobre a massa do bolo. Preparo: Leve ao forno por 50 minutos a 1 hora em banho-maria. Deixe esfriar e leve à geladeira por pelo menos 3 horas, até esfriar bem. Desenforme e sirva gelado.


Abril | 2018

1- Meninas de 12 anos postando "Hoje eu vou passar o rodo". Será que a mãe dela mandou lavar o chão da cozinha? 2- Um filho perguntou pra mãe: Mãe, é verdade que a gente é descendente dos macacos? Mãe: não sei filho, seu pai nunca me apresentou a família dele...

3- Depois de ter tentado registrar os direitos autorais de "Meu limão meu limoeiro" e apoiado a ditadura, descobri que mamãe do Simonal não passou açúcar nele. Foi pimenta..e das bem ardidas... 4- Mãe, eu vou sair. Ela me disse: Você esta pedindo permissão ou só esta me avisando? Respondi: Nem uma coisa nem outra, estou pedindo dinheiro...

5- Minha mãe disse que esse ano vai ter que ser o ano da virada pra mim. Vou ter que me virar pra ganhar dinheiro, vou ter que me virar pra arranjar namorada e me virar pra sair de casa. 6- Uai, mas porque você não aceita a opinião de ninguém? É culpa da minha mãe, ela sempre me disse pra não aceitar nada de estranhos... 7- - Minha mãe me perguntou: Filho porque diabos você passa tanto tempo na frente des-

FOLHA DO BATEL

se computador? Ora, respondi, se ficasse atrás não veria nada... 8- Que história é essa de bullying com meu filho? Quem é o seu filho, senhora? Aquele magricela quatro olhos ali... 9- Foi minha mãe que estragou meu sonho mais lindo! Disse pra minha amiga: Nossa, mas o que houve? Vocês brigaram? Não, respondi, vou explicar: Estava dando umas voltinhas lá em Paris, depois fui a Roma, depois fui na Disney e depois minha mãe me acordou. 10- Mãe, os meninos na escola estão me chamando de gordo. Tá bom, filho, agora vá para seu quarto, mas cuidado para não entalar na porta de novo. 11- Sua mãe te obriga a arrumar toda a casa para visita, aí quando a visita chega ela diz: "Não repare a bagunça. 12- Quem diz que dia das mães tem que ser todo dia provavelmente não é o marido dela que tem que comprar o presente... 13- Eu estava fazendo muitas traquinagens quando minha mãe finalmente desabafou: "O quê eu fiz para merecer isso?" Eu respondi: "Sexo!" Apanhei muito naquela tarde. 14- Mãe: Hoje vamos ter arroz, feijão e bife a rolê... Filhos: Mas mãe, cade o bife? Mãe: Foi dar um rolê...

Página 15


Pรกgina 16

FOLHA DO BATEL

Abril | 2018

Folhadobatel200  

Curitiba inaugura a primeira franquia da Natura, TETO vai construir 18 moradias de emergência, beneficiando dezenas de pessoas que buscam u...

Folhadobatel200  

Curitiba inaugura a primeira franquia da Natura, TETO vai construir 18 moradias de emergência, beneficiando dezenas de pessoas que buscam u...

Advertisement