Page 1

ESPORTE Guarani segue no reforço ao elenco para a Série D apito | pág. 8

CULTURA

meio ambiente Barbalha deixa de arrecadar R$ 1 milhão sem o Fundema

Entidades se unem para fortalecer Lira Nordestina

política | pág. 3

últimas | pág. 8

www.jornaldocariri.com.br

O periódico do Cariri independente

De 10 a 16 de abril de 2018 Ano 20 Número 2843 Preço : R$1,50

R$ 46,4 MILHÕES

Arnon enfrenta promotores e mantém licitação do lixo Cercado por denúncias de favorecimento e superfaturamento na licitação do lixo domiciliar, o prefeito Arnon Bezerra (PTB) decidiu enfrentar os promotores do Ministério Público do Ceará e pagar mais de R$ 46,4 milhões pela coleta em Juazeiro. Com aditivo, esse valor é superior a R$ 60 milhões por ano. O valor é mais de 120% acima do praticado no último ano da gestão do ex-prefeito Raimundo Macedo (MDB), em 2016. Hoje, pela coleta, Juazeiro paga R$ 171 por habitante, configurando uma das mais altas do Brasil. Esse processo licitatório tem vícios em

sua origem: o valor e a empresa vencedora da concorrência foram antecipados pelos vereadores Capitão Vieira (PEN) e Marcio Joias (PDT), meses antes da realização do pregão, realizado em setembro de 2017. O Ministério Público do Ceará qualifica o caso de “escândaloso”. Arnon deve sofrer ação pelos crimes de peculato, formação de quadrilha e improbidade administrativa com a perda de seu mandato. Tranquilo, o prefeito de Juazeiro se declara inocente e não teme ser afastado do cargo. POLÍTICA | pág. 3

TROCAS DE PARTIDOS

Cenário político começa a se definir no Cariri política | pág. 6

Saiba mais

VILA TRÊS MARIAS

População denuncia risco de acidentes em avenida

CRATO

Conselho vai decidir sobre serviços de água e esgoto

Com o Anel Viário, o fluxo de veículos na Avenida do Agricultor aumentou bastante nos últimos meses, tornando o local mais perigoso para o trânsito de pedestres. Não bastasse isso, alguns condutores excedem a velocidade e acabam colocando em risco a vida dos moradores da via. Para tentar diminuir o risco de acidentes no local, a população pele a instalação de um redutor de velocidade na entrada da avenida. metropolitana | pág. 7

A Câmara Municipal de Crato transferiu para a Saaec a deliberação de temas ligados aos serviços de água e esgoto no Município, como o reajuste tarifário, que passa a ser atribuição do Conselho Municipal de Água e Esgoto. A decisão causa polêmica e divide opinião entre a população cratense.

RETORNO AOS ESTUDOS

Alfabetização de jovens e adultos cresce no Crajubar

política | pág. 6

Nos últimos três anos, quase 15 mil pessoas com idade mínima de 15 e 18 anos se matricularam para concluir o Ensino Fundamental e o Médio nas cidades de Crato, Juazeiro e Barbalha. Pelos mais variados motivos, elas abandonaram os estudos, mas encontram suporte no Centro de Educação de Jovens e Adultos. A maioria busca concluir os estudos para se recolocar no mercado de trabalho ou ingressar numa faculdade. metropolitana | pág. 7

CENTRO DE REFERÊNCIA

Juazeiro ganha aliado na luta contra as drogas O I Seminário de Políticas sobre Drogas, em Juazeiro do Norte, debateu temas concernentes ao tema e à saúde mental. O Município será o primeiro do interior cearense a receber o Centro de Referência de Drogas (CRF), que funcionará anexo ao Vapt Vupt. A intenção é dar maior suporte ao tratamento de pacientes que necessitem dos serviços em 18 municípios da região, que atendem, diariamente, mais de 100 pessoas somente em Juazeiro. METROPOLITANA | pág. 7

insatisfação

MPF pede relatório sobre alta no preço da gasolina O preço do litro da gasolina no Cariri chega a R$4,75 em alguns postos. Indignados com tal realidade, populares iniciaram movimento nas redes sociais.

O Ministério Público Federal pediu relatório à Agência Nacional de Petróleo (ANP) sobre o preço de combustível e a possível prática de cartel. metropolitana | pág. 7


2

Região do cariri, De 10 a 16 de abril de 2018

Opinião

Oscar Costa Filho, procurador da República

Nós queremos saber o porquê de os preços da gasolina estarem tão altos, a ponto de ser o mais elevado do país.

Editorial

A PRISÃO DE UM MITO

Luiz Inácio Lula da Silva, ex-presidente da República e maior líder da esquerda brasileira, está preso. Não é sua primeira vez no cárcere. Nos anos de 1980, a ditadura conseguiu prendê-lo por razões políticas. Agora, após dois mandatos presidenciais, Lula reencontra as grades prisionais por motivos pouco nobres: acusações de lavagem de dinheiro e ocultação de patrimônio. Na República, Lula é um dos poucos chefes de Estado brasileiros que conseguiu conciliar eleições populares e enorme popularidade. Houve presidentes eleitos, mas que nunca conseguiram uma popularidade elevada e linear. Quase todos os presidentes da República Velha encaixam-se nesse

perfil. Também ocuparam a Presidência pessoas com enorme popularidade, mas sem voto popular. O exemplo mais recente foi do general Emílio Garrastazu Médici, popularíssimo, amado pelo povo, responsável pelo milagre econômico dos anos 1970-1973. Ele foi o presidente do período mais violento da ditadura militar. Lula está em um patamar diferenciado. Eleito pelo povo e extremamente popular, ele entrou para a história como um dos mais bem avaliados presidentes do Brasil. Multidões cercavam-no em todos os lugares. Suas políticas sociais, alimentadas pela fartura da bonança econômica, atingiram milhões de brasileiros. Tendo sobrevivido a vários es-

CHARGE

cândalos e feito sua sucessora, Lula viu seu projeto desmoronar após a Operação Lava Jato. Empreiteiros e políticos caíram como peças de uma fileira de dominó. O que parecia impossível finalmente ocorreu: Lula foi condenado e preso. A situação de Lula revelou a fragilidade de seu apoio popular. Houve distúrbios, manifestações e solidariedade. Nada, porém, que levasse ao caos social. O povo assimilou a prisão. Parte dele celebrou a prisão do ex-presidente. Muitos também clamam por cadeia para mais políticos, como Aécio Neves ou Michel Temer. Essa volatilidade do apoio popular deve ter surpreendido a muitos. O povo, no entanto, é previsível em sua total instabilidade

SEXTILHA NOSSO TEMPO É PRECIOSO... QUEM USA O TEMPO NO BEM NÃO PERDE TEMPO NA VIDA FALANDO MAL DE NINGUÉM DENEGRIR A VIDA ALHEIA É COISA QUE NÃO CONVÉM. WeLLINGTON COSTA

CARTA Os alunos da Educação de Jovens e Adultos têm objetivos bem definidos a cumprir porque muitos já passaram da idade e outros não tiveram oportunidade de estudar em escolas regular. Fernando Morais, professor do Ceja, em Crato. Antônio Neto, Juazeiro do Norte

O Padre Santo de Juazeiro e nossas esperanças quanto à sua beatificação Como resultado de vários anos de estudo sobre o grande patriarca nordestino, a Congregação para Doutrina da Fé considerou, em 2014, que a condenação de Padre Cícero, realizada no ano de 1898, foi justa e justificada. A Congregação chamou aquele afastamento de Padre Cícero da sua vida eclesiástica de “medidas disciplinares”. Não importa o termo empregado para banimento de Padre Cícero Romão do Sacerdócio: este resultado a que chegou a referida congregação, em 2014, parece significar que os membros da referida congregação, da mesma forma que os cardeais em 1898, não perceberam nem a dimensão grandiosa da missão do maior benfeitor de Juazeiro nem a tamanha amplitude de seus propósitos. Então, pergunto: como a Igreja realizará o processo de beatificação, num momento em que um longo tempo de pesquisa não revela nenhum erro, nenhuma omissão do Tribunal do Santo Ofício, no julgamento a que submeteu Padre Cícero? Padre Cícero nunca será beatificado? Será. Desde que mudem os fundamentos de suas convicções, revejam o decreto de 2014 e os responsáveis pelo estudo de nosso maior benfeitor. Se

Sávio Hedwiges Professor e Bacharel em Direito

Sabe-se que faz vários anos que a Igreja estuda o fenômeno Padre Cícero. Porém, a grande maioria de admiradores e fiéis que veneram o Padrinho dos Nordestinos ignora a conclusão do estudo a que chegaram os cardeais, em 2014. Qualquer um de nós tem o direito de perguntar: como a Igreja vê, hoje, a condenação de Padre Cícero, decretada pelos cardeais do Santo Ofício no ano de 1898, privando o fundador de Juazeiro de seus direitos eclesiásticos? O que parece verdadeiro mesmo é que nada foi realizado em Roma que revelasse a verdadeira imagem do Padrinho, tão cheio de pureza e de muitas outras virtudes. E, todos nós, que admiramos o Patriarca, sabemos que essa imagem nunca passou despercebida para dezenas de milhares de pessoas que conheceram Padre Cícero e souberam transmitir sua devoção a todos seus descendentes.

Fundado em 5 de setembro de 1997 O Jornal do Cariri é uma publicação da Editora e Gráfica Cearacom Ltda CNPJ: 15.915.244/0001-71

Diretor-presidente: Donizete Arruda Diretora de Redação: Jaqueline Freitas Diretoria Jurídica: Vicente Aquino Diagramação: Evando F. Matias

não repensarem valores, continuará difícil, impossível mesmo, o caminho para se beatificar o padre mais venerado do Brasil. Convenhamos: a primeira conclusão da Congregação para Doutrina da Fé parece somente ratificar uma condenação que sofreu Padre Cícero, há 120 anos. É como se confirmasse a presumida culpabilidade do nosso Patriarca, ou, pelo menos, isentasse de erros os cardeais que julgaram Padre Cícero. Papa Francisco “enxerga” mais longe. Num misto de prudência e sabedoria, aceita as conclusões da Congregação sobre o sacerdote, mas considera que o mesmo não foi estudado, digamos assim, em toda extensão de suas virtudes. Mario Bergoglio considera válidas as conclusões da Congregação para Doutrina da Fé, mas entende que Padre Cícero continua incompreendido. Ele conhece o sagrado dever de se fazer Justiça. Espero que a inocência de Padre Cícero seja finalmente reconhecida. E que, fazendo jus às virtudes do admirável santo nordestino e reconhecendo mais de um século de Sensus fidelium em torno de sua boníssima pessoa, simultaneamente a Igreja anuncie o processo de sua tão esperada beatificação.

Conselho Editorial Geraldo Menezes Barbosa, Francisco Huberto Esmeraldo Cabral, Napoleão Tavares Neves e José Humberto de Mendonça.

de humores e na amoralidade de seus apoios e simpatias. Médici, o ditador da tortura, que o diga: aplaudido de pé no Estádio do Maracanã. Essa infidelidade do povo foi muito bem compreendida por Ciro Ferreira Gomes. Grande aliado de Lula por 16 anos, Ciro foi o ausente mais notório em São Bernardo do Campo, antes e durante a prisão do ex-presidente. Fiel aos seus princípios, cujo primeiro é não ter princípios, Ciro fez o cálculo político óbvio: manter-se distante de Lula e evitar o desgaste da imagem. Lula é um político. Antes disso, ele também é um mito. Um mito preso. Quem ficará ao seu lado? Ciro já disse que não será ele.

A situação de Lula revelou a fragilidade de seu apoio popular. Houve distúrbios, manifestações e solidariedade. Nada, porém, que levasse ao caos social. O povo assimilou a prisão. Parte dele celebrou a prisão do ex-presidente. Muitos também clamam por cadeia para mais políticos, como Aécio Neves ou Michel Temer.

Palavra de Fé Pr. Jecer goes

O valor das oportunidades (Lucas 19.1-10) O fato acima ocorre quando o Senhor Jesus atravessava a cidade de Jericó. O texto relata que havia, naquela cidade, um homem rico por nome Zaqueu. Ele exercia uma profissão não muito simpática aos olhos da população. Era responsável pela coleta de impostos da cidade de Jericó. Zaqueu soube que o Mestre Jesus estava de passagem pela cidade. Foi quando, então, resolveu não deixar passar tão grande oportunidade. Ele certamente já ouvira falar de Jesus e muitos dos seus feitos. Isto lhe despertara a vontade de encontrá-lo. No seu coração, ele desejava ver Jesus. Zaqueu, porém, enfrentava alguns obstáculos para realizar seu objetivo: a multidão, sua posição social e sua estatura. Entretanto, tais dificuldades não constituíram impedimentos. Ele logo resolveu enfrentá-las e, assim, correu adiante da multidão e subiu numa árvore, uma figueira brava, a fim de ver Jesus. Quando Jesus estava passando Zaqueu o avista de cima da árvore. Qual foi sua surpresa quando o Senhor Jesus olhou para cima e lhe disse: “Zaqueu, desça depressa. Quero ficar em sua casa hoje”. Zaqueu, então, desceu rapidamente e o recebeu com alegria em sua casa. Nos chama bastante atenção na narrativa bíblica, entre outras coisas, o senso de oportunidade de Zaqueu. Ele não tinha noção se teria outra chance de encontrar o Filho de Deus. Assim, não se importou de enfrentar obstáculos para realizar seu desejo de encontrar Jesus e teve seu esforço recompensado. Quantas vezes, em nossas vidas, passam igualmente oportunidades que desperdiçamos? São chances que vêm a nós que certamente mudariam toda a história de nossas vidas e, por falta de senso de oportunidade, da mesma maneira que chegam, elas passam e vão embora. Certamente que muitos de nós temos histórias para contar sobre oportunidades perdidas. Quantos de nós gostaríamos que o tempo voltasse a fim de recuperarmos o tempo e oportunidades não aproveitadas? A Bíblia relata, além de Zaqueu, muitos outros que tiveram senso e não deixaram escapar suas oportunidades. A Bíblia menciona certo jovem que estava diante de Jesus e deixou passar a maior oportunidade de sua vida, porque seu coração estava voltado para sua riqueza (Lucas 18.18-30). O cego Bartimeu, ao ouvir que Jesus passava por Jericó, clamou em alta voz: “Jesus, Filho de Davi, tem misericórdia de mim” e teve a cura de sua cegueira (Lc 18.35-38); os dez leprosos (Lc 17.12-13); a mulher do fluxo de sangue (Mc 5. 27,28); a mulher Cananeia (Mt 15.22) e muitos outros, de igual modo, souberam aproveitar a presença de Jesus e receberam os milagres de Deus em suas vidas. A História é rica em personagens que exemplificam o valor das oportunidades, tanto perdidas como aproveitadas. O caso mais recente foi noticiado por toda a imprensa brasileira e mundial desde o último final de semana: a prisão de um ex-presidente do Brasil. O homem que governou por oito anos e deixou o governo com mais de 80% de aprovação. Um político com tanta popularidade poderia ter construído uma história exemplar e deixado o legado de um verdadeiro estadista. Poucos tiveram tão grande oportunidade. Porém, infelizmente, não soube valorizar e aproveitar sua maior chance. E os que desperdiçam oportunidades devem estar preparados para arcar com as consequências, pois elas não voltam mais. Quantas pessoas vivem a reclamar da vida, de seu casamento, de seus filhos, de seus pais, de sua faculdade, de sua igreja, de seu líder, de seu emprego, reclamam das autoridades, dos políticos, enfim, de todo o conjunto da obra? Mas devemos entender que muitas coisas que acontecem hoje são consequências de oportunidades que tivemos no decorrer da vida e não soubemos tomar decisão no momento oportuno. Quando reclamamos da situação caótica do país, esquecemos que tivemos oportunidade de dizer não nas últimas eleições e optamos por eleger governantes corruptos e descompromissados com a nação. Portanto, jamais esqueçamos das oportunidades que tivemos e não soubemos aproveitá-las. Valorizemos as oportunidades que surgem em nossas vidas, pois elas vêm de Deus. Deus abençoe!

Administração e Redação Rua Pio X, 448 - Bairro Salesianos CEP: 63050-020 - Juazeiro do Norte Ceará - Fone 88 3511.2457

Sucursal Fortaleza: Rua Coronel Alves Teixeira, 1905 - sala 05 - Fone: 85 3462.2600

Sucursal Brasília: Edifício Empire Center Setor Comercial Sul - sala 307 -Brasília - DF.

Fale conosco jcjornaldocariri@gmail.com | Departamento Comercial | comercial@cearasat.com.br

Os artigos assinados são de responsabilidade dos seus autores.


3

Região do cariri, De 10 a 16 de abril de 2018

Política

Outro escândalo contra a Gestão Arnon

está prestes a ser denunciado na Câmara de Juazeiro: é a reforma da Praça Padre Cícero. Orçada em R$ 4,5 milhões, a obra foi entregue a Construtora Coral, especialista em obras de asfaltamento

LIXO MILIONÁRIO

Rebate

Donizete Arruda

MP preocupado com a genrocracia

O Ministério Público do Ceará se prepara para denunciar a República dos Genros em Juazeiro do Norte. Alega que os dois homens de confiança do prefeito Arnon Bezerra são casados com suas filhas: Rafael Mota e Renato Fernandes. São seus operadores na Prefeitura. Agem com total liberdade. Além deles, o MP cearense aponta outros dois secretários como encarregados de fazer andar o lado não republicano do Município: o chefe de Gabinete, Nildo Rodrigues, e o secretário das Finanças, Evaldo Soares. Esse quarteto vem sendo investigado com atenção por promotores e não será surpresa se estourar, muito em breve, uma operação na Prefeitura de Juazeiro. O MP do Ceará descobriu que há negócios executados que sequer o prefeito Arnon sabe, nas suas costas. Os quatro nomes citados negam qualquer ato ilegal e dizem que existe uma má vontade do MP com eles, na administração, tanto que estão dispostos a abrirem mão dos sigilos fiscal, telefônico e bancário.

Arnon prefere desconhecer exageros

Arnon Bezerra não parece preocupado com o que pode render as investigações do MP sobre os contratos com indícios de irregularidades na sua gestão. Apesar de ter ouvido repetidas vezes para ter “cuidado com esse povo próximo”, que o rodeia e que pode provocar uma crise no seu Governo, o prefeito de Juazeiro se recusa a escutar sugestões e respondeu a quem acha que está o ajudando com um simpático: “não sei, é com eles aí. Estou tranquilo”. Daí, a lista dos escândalos só cresce: a coleta de lixo teve um salto e foi para R$ 46 milhões. Esse custo pareceu exagerado até para os aliados. Receosos com o confronto com o MP, membros da família tentaram demover Arnon do conflito com o Ministério Público. Não houve jeito. Ele garante: não recua e vai fazer o que está programado, pois não está ferindo a lei. O problema é que os promotores Igor Pinheiro e Silderlândio do Nascimento pensam diferente, como também boa parte da Câmara de Juazeiro.

Luiz Ivan faz alerta sobre futuro

O secretário do Meio Ambiente, Luiz Ivan Bezerra, irmão do prefeito, foi alertado sobre o absurdo do contrato de R$ 46 milhões do lixo. Um aumento de mais de 120% em relação à administração Raimundo Macedo. Luiz Ivan declarou ser contra o valor estratosférico a ser pago pela sua Secretaria à empresa licitada. Disse que não concordava e, por isso, tinha retirado seu nome como ordenador de despesas. Consciente do problema que se avizinha, preferiu se esquivar de qualquer responsabilidade e não descarta até deixar a pasta, pedindo demissão. Essa seria a solução diante do impasse criado pelo secretário do Meio Ambiente, que declarou: não vai pagar o valor estipulado pelo contrato. “Vou pagar o valor apurado através de medições a serem feitas mensalmente, e tenho certeza que o valor será bem menor”. Essa decisão desagradou a empresa e causou irritação no seu irmão, prefeito Arnon, que avalia essa postura como prejudicial a sua administração.

Confronto entre Arnon e Luiz Ivan

A posição contrária de Luiz Ivan às medidas de Arnon, com relação ao contrato do lixo, está causando um conflito silencioso entre os dois. Arnon pressiona Luiz Ivan através de pessoas próximas, que tentam fazê-lo cumprir o contrato. Arnon está sendo pressionado pela empresa e tenta repassar a pressão para Luiz Ivan. Em uma das últimas conversas entre Luiz Ivan e “assessores” de Arnon, o secretário de Meio Ambiente, ouviu que o desgaste da saúde do prefeito juazeirense era culpa sua. A empresa Imegi cobra repasses atrasados que foram gerados no período em que Luiz Ivan foi prefeito interino, ainda em 2016. A resposta de Luiz Ivan não pode ser publicada, tamanha a agressividade. Luiz Ivan e Arnon ainda não se encontraram pessoalmente para falar sobre o assunto.

Desgastes para todos os lados sem parar

Outro escândalo contra a gestão Arnon Bezerra está prestes a ser denunciado na Câmara de Juazeiro: é a reforma da Praça Padre Cícero. Orçada em R$ 4,5 milhões, a obra foi entregue a Construtora Coral, especialista em obras de asfaltamento. Esse é o principal foco da fraude a ser levada ao conhecimento do Ministério Público. O edital publicado pela Prefeitura tinha vícios primários: era imprescindível a experiência com asfalto. Uma prova do direcionamento. O problema é que não existe previsão de asfalto para a obra. O mesmo edital prevê os verdadeiros serviços a serem executados: mudança de layout, iluminação e paisagismo. Não bastassem essas supostas irregularidades, a obra terá questionado o seu valor e o direcionamento na escolha da Coral. A Procuradoria Geral do Município refuta qualquer erro, tanto no edital quanto na vitória da construtora apontada para construir a nova Praça Padre Cícero.

Cid tenta golpe com Dilma, mas perde

Numa última manobra para barrar a aliança do governador Camilo Santana com o presidente Eunício Oliveira, o ex-governador Cid Gomes foi até o ex-presidente Lula fazer uma proposta: transferir o título da ex-presidente Dilma Rousseff para o Ceará. Aqui, ela disputaria um mandato de senador em aliança com ele. Sobraria Eunício Oliveira. Camilo vetou esse acordo. Quem também não admitiu foi Lula. E o azar de Cid: esse tema foi debatido na quinta-feira passada, dia em que Lula teve sua prisão decretada pelo juiz Sérgio Moro. Sem espaços na agenda para Cid, Lula foi direto: Dilma irá se filiar ao PT de Minas Gerais e enfrentar a candidatura de Aécio Neves. Cid ficou irado, porque queria em troca que o PT apoiasse a candidatura de Ciro. Isso não ocorrerá, até porque nem Cid nem Ciro Gomes foram solidários com Lula no momento de sua prisão. Sequer apareceram. E essa ausência deles foi notada e denunciada publicamente pelo candidato a presidente do PSOL, Guilherme Boulos.

Rodrigo Oliveira, nome novo do Cariri

O presidente do Congresso Nacional, senador Eunício Oliveira, indicou o seu herdeiro político: seu filho Rodrigo Oliveira, candidato a uma vaga na Câmara dos Deputados, nas eleições de outubro. Eunício concorrerá à reeleição ao Senado e confia na sua vitória. Depois, acredita que todas as disputas políticas a partir de 2020 serão responsabilidade de Rodrigo; um engenheiro civil talentoso, que traz no sangue a herança do avô Paes de Andrade e tem a missão de continuar a defender o nome do pai, Eunício Oliveira, um caririense que chegou ao Planalto. Rodrigo irá visitar todos os 34 municípios da região.

Disse me disse Deputado Manoel Santana, em menos de 48 horas, se desfiliou do PT e filiou-se ao PCdoB, por onde iria concorrer a uma vaga na Assembleia. Desistiu desse projeto político e voltou para o PT, com o compromisso do governador Camilo Santana, de permanecer como deputado estadual. Robério Monteiro se licenciou a pedido do Abolição. A dobradinha Normando Sóracles (federal) e Fabiano (estadual) surpreende e ameaça os nomes tradicionais da política do Cariri. Na Câmara de Juazeiro, a avaliação sobre a licitação da gestão Arnon é de total amadorismo. Há quem defina os contratos como: “se colar, colou”. Caso dê errado, anula ou aditiva contratos antigos. Entre os vereadores juazeirenses é quase inânime a avaliação de que a relação entre a Câmara e a administração virou uma “bomba chiando”. Ou seja, está prestes a explodir. No Crato, o engenheiro Luiz Wellington pediu para sair da Secretaria de Infraestrutura. Avalia disputar a eleição deste ano. De imediato, o prefeito Zé Aílton Brasil anunciou a sua substituição. O assessor técnico da Secretaria, o também engenheiro José Muniz, assumiu a pasta nessa segunda-feira (9). Muniz já ocupou a pasta nos governos de Samuel Araripe e Ronaldo Gomes de Mattos. Na Câmara de Barbalha, os vereadores de oposição devem aumentar as tensões sobre o prefeito Argemiro Sampaio. Eles querem o retorno da Secretaria de Ação Social para o antigo prédio. Ameaçam trancar a pauta, caso o prefeito não desista da doação do prédio do CSU para o Sesc. Em lugar da doação, os vereadores querem fazer uma sessão por 30 anos. A oposição de Barbalha precisa ter cuidado para não se voltar contra os interesses da própria cidade, na ânsia de criar dificuldades para Argemiro. Desculpe a ignorância, o Ministério Público do Juazeiro do Norte vai ter força para decretar a morte da genrocracia na Prefeitura?

Juazeiro tem a coleta per capita mais cara do Brasil

O

prefeito de Juazeiro do Norte, Arnon Bezerra (PTB), está decidido a pagar R$ 46,4 milhões para a coleta de lixo domiciliar no Município durante o ano de 2018. O Ministério Público do Estado (MPCE) investiga denúncias de superfaturamento do valor e direcionamento da licitação para um grupo ligado ao prefeito. O valor definido na licitação e praticado em contrato entre a Prefeitura e a empresa MXM Serviços e Locações significa um aumento superior a 120%, em relação ao praticado no último ano da gestão do ex-prefeito Raimundo Macedo (MDB), que foi de R$ 20 milhões em 2016. Caso decida aditivar o valor, como previsto em contrato, o custo com o lixo pode chegar a R$ 58 milhões. A licitação foi questionada pelos vereadores Capitão Vieira (PEN) e Marcio Joias (PDT), no Plenário da Câmara Municipal, ainda em 2017, meses antes de acontecer. Na época, os parlamentares pediram explicações sobre o aumento exagerado do valor e denunciaram um possível direcionamento, apontando o nome da empresa vencedora. A licitação aconteceu em

Agravante

Arnon está decidido a pagar R$ 46,4 milhões pela coleta de lixo domiciliar

setembro de 2017 e confirmou a empresa e o valor de R$ 46,4 milhões para a prestação dos serviços. O que era apenas questionamento, se transformou em denúncia de superfaturamento e favorecimento, apontando a prática de crimes como peculato, formação de quadrilha e prevaricação. A denúncia levanta grave suspeição sobre o processo licitatório, a Comissão Permanente de Licitação e a Prefeitura. No primeiro ano de Governo Arnon, antes da licitação, um contrato com a empresa Esquadra Construções chegou a ser suspenso pela Justiça. A empresa recebeu

R$ 16,1 milhões em contrato emergencial. No mesmo ano, a Prefeitura pagou outros R$ 6 milhões a empresa Proex, remanescente da gestão Raimundão, também por contrato emergencial. Nos dois contratos, o prefeito autorizou o pagamento de R$ 22,1 milhões. Esquadra e MXM são suspeitas de pertencerem ao mesmo grupo. A Esquadra teria saído da concorrência para desviar os rumos das investigações já em curso e dar calote nos funcionários que não receberam direitos trabalhistas. A MXM é comandada pelos mesmos diretores da extinta Esquadra.

Leia rápido

queda de braço

Impasses causam perda de arrecadação em Barbalha Os últimos impasses entre a Câmara de Vereadores e a Prefeitura de Barbalha estão causando perda de arrecadação no Município. Segundo levantamento da Secretaria de Meio Ambiente, a gestão deixa de arrecadar cerca de R$ 1 milhão ao ano. A afirmação é do secretário da pasta, Bosco Vidal, sobre a desaprovação do projeto que criava o Fundo Municipal de Meio Ambiente (Fundema). Bosco explica que sem o fundo municipal, o Município continuará fora do Índice de Qualidade Ambiental (IQM), que destina recursos às ações do Meio Ambiente, através de fundo próprio. Segundo o secretário, dos 25% que são destinados ao Município pelo ICM ecológico, 18% são para a Saúde, 5% para Educação e 2% para o Meio Ambiente. Sem o fundo municipal, a Secretaria de Meio Ambiente não tem como utilizar o recurso, que retorna para o Estado. O secretário Bosco destaca que, com a verba, poderiam ser implantadas políticas públicas como a revitalização de rios e nascentes, reflorestamentos urbanos, estímulo a catadores de recicláveis, educação ambiental, entre outros. Do Crajubar, Crato e Juazeiro tem seu fundo e recebem os recursos. Ao Jornal do Cariri, o secretário

Se comparada com outras cidades do mesmo porte, Juazeiro do Norte tem a coleta de lixo mais cara do Brasil. A cidade de Caucaia, que tem uma população maior que Juazeiro, cerca de 360 mil habitantes, paga pela coleta R$ 15,6 milhões, um valor per capita de R$ 43 por habitante; enquanto Juazeiro gasta R$ 171 por habitante, podendo chegar a R$ 214, caso o valor seja aditivado. Apesar do Ministério Público não se manifestar para não atrapalhar as investigações, a informação é que os promotores Igor Pinheiro e Silderlândio do Nascimento já estariam de posse do comparativo e usando outras cidades do mesmo porte como exemplo. Com o avanço das investigações, a expectativa é que o Ministério Público peça a nulidade da licitação e o indiciamento dos responsáveis. Ouvido sobre as denúncias na licitação, o prefeito Arnon Bezerra descartou a possibilidade de anular o processo e demonstrou indignação com a denúncia. Arnon afirma estar sofrendo uma campanha de difamação e que está à disposição do Ministério Público para prestar todos os esclarecimentos.

Câmara desaprovou projeto que criaria o Fundo Municipal de Meio Ambiente

lamentou a desaprovação e a possibilidade de esperar um ano para reapresentar o projeto. Apesar da dificuldade da situação, Bosco não descartou levar o caso ao Ministério Público para anular a sessão que desaprovou o projeto, tendo em vista a necessidade urgente do Município. Antes de a iniciativa seguir para Câmara, foi marcada uma audiência pública com representantes da Promotoria, Prefeitura e Câmara. A reunião acabou não acontecendo. O presidente da Câmara, Everton Siqueira (PP), observou que o projeto já tinha sido desaprovado em 2017. Everton disse que a audiência foi proposta pelo

promotor, mas não aconteceu porque o próprio Ministério Público a desmarcou duas vezes e a promotoria não se manifestou para uma nova data. Everton esclarece que o projeto foi ao plenário porque os prazos regimentais estavam extrapolados, sendo necessária a apreciação e votação dos vereadores. O presidente chamou a atenção, ainda, para o fato de haver uma autarquia criada no Município, com o aval da Câmara, e que tem o mesmo objetivo. O projeto foi desaprovado na sessão do dia 28 de março, com oito votos contrários e cindo favoráveis. Houve uma falta e o presidente não precisou votar.

A Prefeitura de Barbalha entregou, nesta segunda-feira (9), os cartões do programa Mais Saúde, que promete zerar a fila de atendimentos em saúde aos barbalhenses. A medida promoverá mais agilidade e eficiência aos serviços do Sistema Único de Saúde (SUS) no Município. A iniciativa, pioneira no Ceará, envolveu três fases: cadastro da população, entrega do cartão para que filas sejam evitadas e, a próxima etapa, que consiste no Moto-Saúde, com entrega de medicamentos em domicílio para quem tem dificuldade de locomoção. A solenidade contou com presenças do prefeito Argemiro Sampaio, do deputado estadual Raimundo Gomes de Mattos e da secretária municipal de Saúde, Pollyana Callou. O presidente da Câmara Municipal de Juazeiro, Gledson Bezerra, anunciou a segunda etapa de construção da sede do Poder Legislativo. Conforme o parlamentar, o caixa atual da Casa é de R$ 750 mil, que será somado à economia a ser realizada ao longo deste ano para a obra. A primeira etapa está direcionada a construção de plenário, galerias, auditório e recepção, enquanto a segunda ajusta o foco na construção de um bloco administrativo para abrigar estacionamento e gabinetes de vereadores. O vereador Amadeu de Freitas (PT) declarou ser uma voz sozinha na Câmara Municipal do Crato. O parlamentar, que integra a base aliada ao prefeito Zé Ailton Brasil (PP), critica a postura de apoio incondicional dos parlamentares que formam o bloco durante a votação de projetos enviados pelo Executivo. Conforme Amadeu, há propostas que precisam ser melhor discutidas e não votadas de qualquer forma. O vereador Chicão da Canabrava, expresidente da Câmara Municipal de Farias Brito, é alvo de investigação do Ministério Público. O órgão poderá enquadrá-lo por improbidade administrativa, pela quantidade de combustível utilizado pelo Legislativo de Farias Brito. Ao ser ouvido pela Promotoria, o parlamentar afirmou que fornecia o combustível para os demais vereadores, que negaram. A investigação do MP apura se o combustível foi desviado de sua finalidade.


4

Informe Publicitรกrio

Regiรฃo do cariri, De 10 a 16 de abril de 2018


Regiรฃo do cariri, De 10 a 16 de abril de 2018

Informe Publicitรกrio

5


6

Região do cariri, De 10 a 16 de abril de 2018

Política

“Temos candidato a governador. Podem ter certeza disso!”, garante o presidente estadual do PSDB

CENÁRIO POLÍTICO

Chapada Madson Vagner

Padrinho forte

O ex-prefeito de Mauriti, Isaac Júnior, pode dizer que tem padrinho forte. Mesmo com investigações e desgastes públicos envolvendo políticos sem compromisso com o dinheiro público, o deputado federal José Guimarães, vice-presidente nacional do PT, manteve na folha de pagamento do seu gabinete, em Brasília, por pelo menos cinco meses, um servidor que não apareceu por lá para trabalhar. Isaac Júnior apareceu na folha de fevereiro recebendo mais de R$ 5 mil, entre salário e auxílio para desempenhar a função de secretário parlamentar. Apesar do cargo exigir a presença no gabinete, o ex-prefeito esteve todos os dias na sua farmácia, no Centro de Mauriti. Isaac Júnior recebeu da Câmara para não trabalhar. Nomeado desde outubro de 2017, o ex-prefeito recebeu pelo menos R$ 25 mil, sem prestar os serviços exigidos. Com a palavra, padrinho e afilhado.

O preço do cargo

Diante das últimas articulações políticas para as eleições deste ano, é possível que o ex-prefeito de Mauriti, Isaac Júnior, não soubesse o preço a ser cobrado. Recentemente, o ex-prefeito teria sido “intimado” a concorrer a uma vaga na Assembleia Legislativa, pelo deputado e padrinho político, José Guimarães. A intenção não seria ser eleito. Júnior teria a tarefa de garantir o bom desempenho de Guimarães no Município, além de somar para a legenda do partido, que avalia sair sozinho nas disputas estadual e federal. No Município, o ex-prefeito garante que não será candidato, mas, segundo informações, já foi exonerado para garantir sua participação na eleição. Em breve, o eleitor de Mauriti saberá se o ex-prefeito fala a verdade sobre a candidatura ou se Guimarães comprou gato por lebre.

Samba do crioulo doido

Além de problemas com a saúde, a prefeita de Santana do Cariri, Danieli Machado (PDT), tem outra dor de cabeça. Sua base de apoio na Câmara está, literalmente, um “samba do crioulo doido”. Dos cinco vereadores que se articulam com a prefeita, quatro não se falam e cada um deve apoiar uma candidatura diferente. Danieli vota para estadual em Fernando Santana e, para federal, em André Figueiredo. Para permanecer viva politicamente, terá que despejar muitos votos nos seus candidatos e provar que é, realmente, a maior liderança no Município. Assistindo à crise, o grupo do ex-prefeito Jesus Garcia tenta manter a união para derrotar a prefeita e se fortalecer para 2020. Que situação!

Mais problemas

Seguindo a máxima do “nada é tão ruim que não possa piorar”, a prefeita Danieli Machado tem mais preocupações pela frente. A seis meses da eleição estadual, seus vereadores já discutem a sucessão municipal de 2020. O vereador João Cabral (PT) já disse: será candidato em qualquer hipótese. Como se não bastasse, Danieli deve enfrentar um discurso questionando a real motivação para o seu pedido de licença por seis meses. A oposição se baseia em um processo que tramita na Justiça Eleitoral, motivado por ação do Ministério Público Eleitoral, acusando a prefeita por compra de votos e uso da máquina pública nas eleições de 2016. Para a oposição, a licença é apenas para se livrar do vexame da cassação.

Disputa caseira

A queda de braço entre o vereador Osvaldo Freitas (PDT) e a prefeita de Jati, Neta Diniz (PDT), parece ter dado os primeiros passos. Na última semana, o vereador tentou averiguar uma denúncia de venenos vencidos utilizados para o combate ao mosquito Aedes aegypti, mas findou impedido de fazer o trabalho. A prefeita chamou a polícia e denunciou o vereador por invasão. Barrado e com os direitos como autoridade violados, o vereador promete agir. Vai usar a tribuna da Câmara para denunciar o acontecido e promete falar tudo o que sabe sobre irregularidades cometidas pela atual gestão. A oposição espera o desenrolar da briga para denunciar a gestora ao Ministério Público. As próximas sessões da Câmara prometem.

Agradando a gregos e troianos

Diante da grande crise gerada entre a deputada federal Gorete Pereira e o vice-prefeito de Maracanaú, Roberto Pessoa, há quem não queira se indispor. O prefeito de Araripe, Giovane Guedes (PR), é um exemplo disso. Ele não escolheu lado na tensão política entre Gorete e Roberto. A crise foi gerada depois que Gorete assumiu o comando do partido no Ceará, contrariando a vontade de Roberto em manter o PR na oposição. Depois de encontro com Gorete e um café com Roberto Pessoa, ficou decidido que Giovane vai apoiar a reeleição de Gorete para federal e Fernanda Pessoa, filha de Roberto, para reeleição a estadual. Giovane fica no partido e, definitivamente, agrada a “gregos e troianos”. Jogou bem.

Despedida com trabalho

Quem se despediu do Gabinete do Governador foi o pré-candidato a deputado estadual Fernando Santana. Ele aproveitou os dias 5 e 6 de abril, últimos antes da desincompatibilização, para articular obras e representar o governador Camilo em inaugurações. No dia 5, no Departamento Estadual de Rodovias (DER), Fernando articulou obras para os municípios de Jardim, Aurora e Crato. No dia 6, Fernando esteve em Nova Olinda para entregar o Centro de Tecnologia Mineral do Cariri. A instalação vai beneficiar, entre outros minerais, a Pedra Cariri. Depois de 39 meses, o prefeito de Nova Olinda, Afonso Sampaio, e vários outros do Cariri, agradeceram Fernando pelas articulações.

Enquanto isso... ... Os professores de Jardim continuam em greve. Aparentemente, a conversa com o prefeito Aniziário Costa não surtiu efeito. Apesar de fazer questão de ressaltar que conseguiram emparedar o gestor, ao abordá-lo na rua, os professores continuam sem uma resposta concreta sobre sua reivindicação. O tensionamento não surtiu resultado. ... Sem ver vontade para resolver o impasse na Educação de Jardim, a Câmara voltou a discutir outros temas. No dia 2, os vereadores desaprovaram mais uma conta do ex-prefeito Fernando Luz. A maioria dos parlamentares seguiu parecer do TCE. Foi apenas mais uma derrota na extensa lista do ex-prefeito, que chegou a ser cassado em 2011. ... Quem parece ter conseguido um bom acordo com os servidores foi o prefeito de Aurora, Júnior Macedo (PR). Sua assessoria divulgou que o reajuste de 2,5% para os servidores, a partir de maio, sem retroativo, teve o aval do Sindicato local. O argumento da Prefeitura foi o limite imposto pela Lei de Responsabilidade Fiscal. ... Apesar do acordo entre a Prefeitura e o Sindicato dos Servidores de Aurora ter selado o reajuste, os 2,5% ficaram bem abaixo da expectativa e o sentimento é de decepção. Com medo de protestos e para evitar maiores desgastes, a mensagem foi votada em regime de urgência e a sessão que aprovou o projeto não demorou mais que 20 minutos.

Janela partidária apresenta primeiros reflexos no Cariri Robson Roque

T

erminou no sábado (7) o período de 30 dias para que políticos com mandatos na Câmara dos Deputados e Assembleias Legislativas troquem de partido, sob a proteção da lei. A chamada janela partidária começa a apresentar seus primeiros reflexos na política do Cariri. O suplente a deputado estadual e ex-prefeito de Juazeiro do Norte, Dr. Santana, respondeu negativamente às investidas do PC do B para que deixasse o Partido dos Trabalhadores. O político confia na força de atuação estadual da sigla para buscar uma vaga efetiva na Assembleia Legislativa do Ceará. Santana exercia o cargo de deputado estadual até a quarta-feira (4), quando se despediu do parlamento para o retorno do titular, o secretário estadual de Desenvolvimento Agrário, Dedé Teixeira. “Tenho um balanço do nosso trabalho de que atingimos nossos objetivos, conseguimos aprovar vários projetos de leis que considero importantes, vamos deixar alguns tramitando (...) e tenho a esperança de disputar a eleição em 2018 e me efetivar como deputado”, afirma Santana.

Roberto Pessoa se filia ao PSDB na companhia do prefeito de Barbalha (à esq.), Argemiro Sampaio, e de Tasso Jereissati

Já o vice-prefeito de Juazeiro do Norte, Giovanni Sampaio, trocou o PSD pelo PPS, mesmo partido para o qual migrou na janela atual o suplente a deputado estadual Anderson Palácio. Este tem a possibilidade de assumir, em maio, vaga no parlamento cearense, já que o titular, Thomaz Holanda, pretende tirar licença do cargo por 120 dias. Principal partido de oposição ao governador Camilo Santana, o PSDB realizou evento de filiação em massa e fez festa para receber novos correligionários. O prefeito de Barbalha, Argemiro Sam-

paio, esteve no evento que contou com representantes de várias cidades do Ceará. Destaca-se entre os novos filiados o vice-prefeito de Maracanaú, Roberto Pessoa, cuja representatividade política é expressiva no Cariri e se apresenta como expoente entre aqueles que se integram ao ninho tucano. Roberto foi acompanhado pela filha, a deputada estadual Fernanda Pessoa, na filiação ao PSDB. Parte considerável dos novos filiados é formada por dissidentes do Partido da República, a exemplo do médico juazeirense Vasques

Leia rápido

ÁGUA E ESGOTO

Câmara transfere deliberação de serviços para Conselho A Câmara de Vereadores de Crato abriu mão de deliberar sobre temas relacionados aos serviços de água e esgoto no Município, a exemplo de reajustes na tarifa de água, que passam a ser atribuição do Conselho Municipal de Água e Esgoto. A mudança de prerrogativa em apreciar e votar sobre o assunto foi tomada mediante emenda à Lei Orgânica de Crato. Enviada pelo Poder Executivo, a proposta dividiu a opinião de vereadores, mas foi aprovada na última semana. O vereador Fernando Brasil (PP) defende que órgãos e entidades como Ministério Público e Ordem dos Advogados do Brasil são capazes de deliberar sobre o assunto. “Acho que nós não estamos tirando nossa responsabilidade, já que temos dois representantes dessa Casa que vão fazer parte do conselho na Saaec”. Outro defensor da medida, Roberto Anastácio (Podemos), pondera que a aprovação devolve à Saaec a autonomia em deliberar sobre a questão mediante um pensamento técnico e não político. “O nosso posicionamento é o que acredito ser o mais correto, porque estamos transferindo diretamente para os verdadeiros administradores. Aqui, o julgamento de sim ou não ao aumento é político e lá será um julgamento técnico-científico”

Landim, que decidiu seguir Roberto Pessoa na nova agremiação. Mobilização no Cariri Partidos de oposição ao governador Camilo Santana articulam mobilizações a serem promovidas no Cariri. De acordo com o presidente estadual do PSDB, em contato por telefone com o Jornal do Cariri, Francini Guedes, o bloco de oposição deverá se reunir na próxima semana para traçar planos. Durante a filiação em massa do seu partido ele garantiu: “Nós temos candidato a governador! Podem ficar certos disso!”.

Saaec passa a ter maior autonomia para discutir temas como reajustes em tarifas

Ao se posicionar contrário, o vereador Lunga (PSD) acredita que um novo aumento da tarifa de água será aprovado pelo conselho e enfatiza: a Câmara transfere poderes diretamente para a Sociedade Anônima de Água e Esgoto de Crato (Saaec). “Os legítimos representantes do povo são os vereadores, que são aquelas pessoas que vêem as problemáticas do Município, que sentem a necessidade do povo do Crato e, no meu entendimento, esse conselho não vai defender o povo como se deve defender”, afirmou Lunga. Na avaliação do vereador Amadeu de Freitas (PT), o Poder Legislativo é o espaço mais apropriado para apreciação e votação de te-

mas como a tarifa de água. “Como representantes do povo, temos que ter a capacidade de mediar qual o reajuste que é indispensável para a manutenção dos serviços de água e esgoto e qual o percentual que pode aviltar a população usuária do sistema de água e esgoto. Ou nós só somos representantes do povo para algumas coisas e outras não?”. Recentemente criado, o Conselho Municipal de Água e Esgoto é órgão colegiado composto por representantes da sociedade civil e do poder público, como secretarias municipais, Universidade Regional do Cariri, Ministério Público, Ordem dos Advogados do Brasil, entre outros.

As contas de governo do ex-prefeito de Crato, Samuel Araripe, referentes a 2012, foram aprovadas pela Câmara de Vereadores em sessão desta segunda-feira. Os parlamentares acompanharam a recomendação do Tribunal de Contas do Ceará, que votou pela aprovação. Apenas o vereador Amadeu de Freitas (PT) se posicionou contrário, ao afirmar que o ex-prefeito não conseguiu justificar parte dos gastos. A secretária de Infraestrutura de Juazeiro do Norte, Gizele Menezes, avalia o impacto das chuvas que caem sobre o Município na atual quadra invernosa. Conforme a gestora, as ações feitas pela Operação Inverno reúnem maquinário para amenizar os transtornos sentidos por moradores de toda a cidade. Ela destaca que o Município tem se planejado desde novembro passado para o período chuvoso e as atuações são resolvidas em menos de 24 horas. Por outro lado, população e vereadores cobram soluções para problemas como os alagamentos. O estudante Alan Silva, de apenas 13 anos, lançou seu terceiro livro. Ele é de Brejo Santo e estuda em escola particular de Juazeiro do Norte. Intitulada “O Poeta Sabiá”, a obra reúne poesias que retratam os pensamentos, opiniões, vivência e sentimentos do jovem escritor. Alan já tem outros dois livros publicados: “História de Família”, que começou a escrever aos sete anos, e “Carta aos Deuses e Outros Poemas”. O livro poderá ser adquirido, em breve, com a mãe de Alan, Veridiane da Silva, pelo contato (88) 9. 9803-9651.


7

Região do cariri, De 10 a 16 de abril de 2018

Metropolitana

Juazeiro será o primeiro

município do interior do Ceará a receber o Centro de Referência de Drogas, ainda este mês

POSSÍVEL CARTEL

MPF pede relatório sobre alta no preço da gasolina

Joaquim Júnior

A

reclamação com o preço da gasolina é recorrente entre os consumidores do Cariri. A região possui entre 60 e 70 associados, com ao menos um posto cada. Nos municípios, facilmente é possível encontrar estabelecimentos que cobram até R$ 4,75 pelo preço do litro do combustível. Pelas redes sociais, populares deram início a um movimento que pede o fim dos altos custos, com os dizeres “Chega de exploração! No nosso bolso não nasce dinheiro, não”. A insatisfação r com os preços se repete em a todo o Estado. Por conta disso, o Ministério Público Federal (MPF) pediu à Agência o Nacional de Petróleo (ANP) um relatório sobre o preço de s combustível e a possível prática de cartel praticada pelos m o i ALFABETIZAÇÃO o a . a : Robson Roque Soiane Pereira está em fase de conclusão do Ensino Médio, aos 21 anos, depois de ter abandonado os estudos para focar sua atenção na gravidez do filho. Ela integra grupo de mais de seis mil pessoas nas cidades de Crato, Juazeiro do Norte e Barbalha, que busca concluir etapas dos estudos interrompidos pelos mais variados motivos.

pREÇO do litro da gasolina chega a R$ 4,75 em alguns postos de combustíveis

postos no Ceará. De acordo com o procurador da República Oscar Costa Filho, a medida foi tomada por conta da necessidade de deixar claro que esse setor é uma atividade regulada, que presta serviço essencial à coletividade. “Nós queremos saber o porquê de os preços estarem tão elevados, a ponto de terem a posição de preço

mais elevado do país”, afirmou, ao citar a ocorrência de reunião para debater o tema. Conforme apontaram os advogados que representam os donos dos postos, as limitações logísticas relacionadas ao transporte e tancagem de combustíveis no Ceará foram apontadas como alguns dos fatores para os altos preços, junto à taxa tributária.

De acordo os advogados, o percentual de 29% pago de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) é um dos mais elevados do Nordeste cobrado a donos de postos. “Eles dizem que o preço é elevado por conta dos custos, mas que a diferença de preço de um posto para o outro não ultrapassa os R$ 0,20. Eles dizem que isso não é cartelização, que não há combinação de preços. O que existe é o contrário: o resultado de uma concorrência muito acirrada”, explica, ao citar que a ANP pediu 15 dias para emitir o relatório, após analise no comportamento dos preços em Fortaleza. A capital foi escolhida por sua representatividade, pois conta com 80% da disposição do combustível do Estado. As medidas decorrentes do estudo, contudo, atingirão todos os municípios.

A assessoria do Sindipostos informou que o mercado é livre e que o Sindicato não tem competência de acompanhar os preços praticados nos postos, somente de representá-los. Como explicou, o combustível, que vai do varejista ao consumidor, passa da refinaria ou importador para o distribuidor, que entrega aos bandeirados ou bandeiras brancas. Em todo o Estado são mais de 500 proprietários, com cerca de 1600 postos de combustível. “Não acreditamos que seja cartelização. Cartéis são poucas e grandes empresas que controlam o mercado e têm condição de combinar preço por serem poucas. Aqui são muitas e pequenas”, informou, ao enfatizar não acreditar na existência de cartelização, mas sim de paralelismo de preços.

Funcionamento em feriados

Divergências entre o Sindicato dos Empregados em Postos de Serviços de Combustíveis e Derivados de Petróleo do Estado do Ceará (Sinpospetro - CE), representante da classe trabalhadora, e o Sindispostos, que representa os empresários, resultaram em discussão acerca do funcionamento dos postos nos feriados. Na Semana Santa, por exemplo, uma liminar permitiu o funcionamento dos postos. Já no dia de São José e da Data Magna do Ceará, os estabelecimentos fecharam e alguns abriram irregularmente. A defesa da abertura dos postos considera que seu serviço é essencial, daí não deve ser interrompido. Para os próximos feriados, negociações ainda devem ser feitas.

Cresce número de matrículas de jovens e adultos Eles encontram suporte no Centro de Educação de Jovens e Adultos (Ceja), que mantém uma unidade em cada uma das três cidades. Esta modalidade de ensino oferta escolarização para pessoas com idade mínima de 15 anos para conclusão de Ensino Fundamental e 18 para o Médio. Depois de se matricular, os estudantes assistem a uma aula inaugural, recebem livros e passam a estudar de

forma semipresencial. “O aluno estuda em casa e recebe orientações na escola, antes de fazer a prova”, explica a secretária do Ceja em Juazeiro, Ana Lúcia Vieira. “Quem tiver 15 anos e não tiver concluído o Fundamental e 18 e não tiver finalizado o Médio, pode realizar a matrícula”. O perfil de estudantes é formado, na sua grande maioria, por jovens que não conseguiram concluir os estudos em escola regular.

“Nosso público-alvo é aquele aluno que não teve oportunidade de frequentar a escola diariamente”, conta a diretora do Ceja em Crato, Neyla Brito. “Tem muita gente que deixa de estudar porque acha que não tem mais oportunidade, espaço nas escolas ou que já está fora de faixa, mas aqui não”.

Novos métodos

Próximo de concluir o ensino fundamental em escola

regular, Thiago Anderson precisou interromper os estudos e, ao retomá-los, optou pelo Ceja. Ele conta que a decisão partiu da atenção que encontrou dos professores. Aos 18 anos, pretende concluir o ensino médio e tentar a carreira militar por meio de concurso público. Essa atenção de que Thiago fala faz parte de outra metodologia, diferente da escola regular, citada por professores do Ceja. Segun-

do o educador Fernando Morais, enquanto alunos da Educação de Jovens e Adultos conciliam estudos com trabalho e outras atividades, estudantes do ensino regular possuem rotina mais rígida em relação a horários e outros aspectos. “Com isso, nossos métodos têm que ser diferentes. Temos que nos preparar para receber uma diversidade de alunos, cada um com uma história diferente”, afirma Fernando.

AVENIDA DO AGRICULTOR

Moradores pedem instalação de redutor de velocidade Samylla Alves

O Anel Viário foi criado com o propósito de desobstruir o trânsito e oferecer mais opções ao motorista caririense, porém, quem mora na Avenida do Agricultor, na Vila Três Marias, em Juazeiro do Norte, reclama que o local se tornou mais perigoso com o aumento no número de veículos

que diariamente transitam pelo local. A via dá acesso a várias comunidades rurais e até a cidade de Caririaçu. A pressa de alguns condutores, somada a imprudência, tem colocado em risco a vida daqueles que residem próximo à avenida. A dona de casa Maria Aparecida Costa conta que o neto por pouco não foi atingido por um carro na última

semana. “Os carros entram aqui nessa avenida em alta velocidade e só reduzem quando estão perto do fotosensor, que fica ali na frente. As crianças não podem mais brincar nem na calçada porque o risco aqui está muito grande. Semana passada, um carro quase que atropela o meu neto. A sorte foi que eu gritei e ele passou rapidamente para o outro lado

da via”, diz Maria Aparecida Costa Silva. O estudante Thiago Freitas afirma que, constantemente, é possível ouvir frenagens bruscas. “A gente fica assustado e sempre pensa no pior. Os motoristas que vêm do Anel Viário entram aqui de uma de vez e quando tem alguém atravessando a avenida precisam frear rapidamente. Já teve muito aciden-

te aqui e vai continuar tendo se o Demutran não colocar um redutor de velocidade no início da via. Os condutores só reduzem a velocidade perto do fotosensor, no resto da avenida o perigo continua”, salienta o estudante. O empresário Josivaldo Costa diz que o próximo passo da comunidade é fazer um abaixo-assinado e entregar ao Poder Público. “A

situação está insustentável. Vamos recolher as assinaturas dos moradores e depois deixar o documento no Demutran, para que alguma providência seja tomada”, desabafa Josivaldo Costa. Em nota, o Demutran informou que o local dispõe de um fotosensor e que vai analisar se existe a necessidade da instalação de lombada no início da via.

CIDADANIA

Juazeiro vai receber Centro de Referências de Drogas Joaquim Júnior O município de Juazeiro do Norte será o primeiro do interior do Ceará a receber a implantação do Centro de Referência de Drogas (CRD). O equipamento, que será instalado anexo ao Vapt Vupt, contará com diferentes profissionais que devem encaminhar dependentes químicos e familiares ao atendimento e devido acompanhamento. A população dos dezoito municípios integrados à 20ª e 21ª Coordenadoria Regional de Saúde

(CRES) será atendida pelo projeto, que é desenvolvido pela Secretaria Especial de Políticas sobre Drogas (SPD). Somente nos Centros de Atenção Psicossocial (CAPs), cerca de 120 pessoas são atendidas diariamente. De acordo com Alessandra Pimentel, coordenadora de políticas sobre drogas, somente no Sistema Acolhe Ceará, que oferta vagas de acolhimento em 19 comunidades terapêuticas de todo o Estado, são disponíveis 532 vagas. Por conta da rotatividade, mais de 700 pessoas

foram atendidas somente em 2017. No Cariri, há duas comunidades terapêuticas que dão suporte à saúde mental nos municípios de Mauriti e Barbalha. A demanda é feita pelos equipamentos de saúde, que demandam as vagas. Caso a pessoa atenda aos critérios, tem o direito de ser acolhida por até nove meses. Recentemente, a discussão ligada às políticas sobre drogas motivou um encontro com o tema. O I Seminário de Políticas sobre Drogas trouxe à pauta assuntos como formas de prevenção, a importância

de discutir o tema junto à sociedade e à família. “Estamos fazendo parceria com o programa Mais Infância Ceará, encabeçado pela primeira-dama. A nossa Secretaria vai entrar com o projeto Prevenção em Família”, afirmou, ao explicar que, nele, mais de 50 municípios do Ceará serão atendidos com a qualificação de profissionais da Saúde, Educação e Assistência Social para que realizem trabalhos com as famílias que são beneficiadas no programa Mais Infância Ceará. De acordo com Elizân-

gela de Gouveia, diretora da Rede de Saúde Mental de Juazeiro do Norte, as doenças mentais acometem pessoas no trabalho e na vida social. Pensando nisso, enquanto diretora, idealizou o encontro com o tema de tratar o portador de transtorno mental em situação de crise. “Qual o tipo de abordagem deve ser feito no serviço para dar qualidade ao atendimento?”, questiona, ao enfatizar que a instalação do CRD preza por prevenção, acolhimento, cuidado e reinserção social, que são pontos pre-

conizados pela Secretaria de Política sobre Drogas. A porta de entrada da saúde mental, segundo Elizângela, é a saúde básica. Posteriormente, o nível de complexidade aumenta para os serviços ambulatoriais especializados existentes na Policlínica Tasso Jereissati. Caso a pessoa não dê continuidade ao tratamento, com controle de sua consulta e medicação, acaba adoecendo e necessitará de uma atenção ainda mais especializada, nas urgências e emergências, que são Samu e UPA.


8

Região do cariri, De 10 a 16 de abril de 2018

Últimas Toque de Primeira Copa 21 de Junho de Futsal A Quadra do Bicentenário está sediando mais uma edição da Copa 21 de Junho de Futsal. Com 55 equipes inscritas, cerca de 810 atletas e um total de 155 jogos, o torneio conta com a participação feminina. Nove equipes estão inscritas na copa: Magnus 01, Magnus 02, Devassas, Napolis, Cratense, Classe Feminina, Brisa, Agnus, e Juasal. O secretário de Esporte e Juventude do Crato, Lamar Lima, explica que a copa é uma forma de estimular o futsal amador e convida o público a apoiar as equipes. “A entrada é gratuita e é importante que a população compareça e incentive o time da sua comunidade. As partidas acontecem até o dia 21 de junho, quando acontecerá a grande final”, diz Lamar Lima.

Fortaleza reforça o elenco O Fortaleza segue reforçando o elenco para a disputa da Série B do Campeonato Brasileiro, que começa nesta sexta-feira (13). Recentemente, foram contratados os atacantes Rafael Guimarães (Dodô), de 23 anos, que vem por empréstimo do Atlético Mineiro, e Wilson, que defendeu o Linense no Paulistão. A chegada de duas peças de ataque reflete a preocupação da diretoria com a ofensiva do Leão, que hoje recaí em maior parte no centroavante Gustavo. Os dois já foram integrados a equipe e seguem treinando normalmente para a Segundona Brasileira.

Corrida e Caminhada AMA Cariri Estão abertas as inscrições para a I Corrida AMA Cariri, que acontecerá no dia 20 de maio, em Missão Velha. A prova contará com percurso de 3 km, 5 km e 10 km. Quem está começando no atletismo pode encarar a caminhada mais curta. Já os mais experientes são convidados a escolherem entre as provas de 5 km e 10 km. A largada acontecerá às 7h, na Praça Francisco Arrais Maio, no Centro de Missão Velha. Todos aqueles que concluírem o percurso receberão medalhas de participação.

EDITAL DE LOTEAMENTO O oficial do registro Imobiliário da 1ª Zona, Cartório do 5º Ofício, localizado na Rua Tristão Gonçalves, nº 290, nesta cidade e Comarca de Crato, estado do Ceará, na forma da Lei. FAZ público, para ciência dos interessados, em cumprimento ao disposto no Art. 19, da Lei nº 6.766, de 19/12/1979, que se processa neste cartório, sob o protocolo 10.885, Registro de Loteamento do imóvel situado no Sítio São Bento, zona urbana deste município de Crato-CE, sendo um Conjunto Habitacional de interesse Social (Programa Minha Casa Minha Vida), loteado com a denominação de “RESIDENCIAL SÃO BENTO II”, composto de 13 (treze) quadras, totalizando 494 (quatrocentos e noventa e quatro) lotes, da seguinte forma: área total: 11,02ha, área dos lotes: 85.645,81m², área Verde: 1.401,58m², área institucional: 5.508,68m², Área de Circulação/ Sistema Viário: 24.527,88m²; devidamente aprovado pela SEMAC - Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Territorial do Crato-CE, conforme Licença de Instalação nº 002/2018, Processo nº: 201803151702. Tendo como requerente: CONSTRUTORA MIRANTE EIRELE, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 04.243.561/0001-72, com endereço Av. Ailton Gomes, nº 4131, Sala 03, Lagoa Seca, Juazeiro do Norte-CE que requer o registro do loteamento em nome da empresa: MOREFACIL CONSTRUTORA E INCORPORADORA LTDA, inscrita no CNPJ sob o nº 03.310.338/0001-38, com sede na Rua República da Armênia, nº 93, Cidade dos Funcionários, Fortaleza-CE, a qual depositou neste Cartório, o projeto de loteamento e toda documentação exigida para o tramite do processo. Expede-se este edital nos termos da Lei, havendo impugnações, estas deverão ser apresentadas neste Cartório, dentro do prazo de 15 (quinze) dias contados da data de sua última publicação. Dado e passado nesta cidade e Comarca de Crato – CE, aos três (03) dias do mês de abril do ano de dois mil e dezoito (2018). Marcelino Farias de Lavor Oficial Substituto

EDITAL DE LOTEAMENTO O oficial do registro Imobiliário da 1ª Zona, Cartório do 5º Ofício, localizado na Rua Tristão Gonçalves, nº 290, nesta cidade e Comarca de Crato, estado do Ceará, na forma da Lei. FAZ público, para ciência dos interessados, em cumprimento ao disposto no Art. 19, da Lei nº 6.766, de 19/12/1979, que se processa neste cartório, sob o protocolo 10.883, Registro de Loteamento do imóvel situado no Sítio São Bento, zona urbana deste município de Crato-CE, sendo um Conjunto Habitacional de interesse Social (Programa Minha Casa Minha Vida), loteado com a denominação de “RESIDENCIAL SÃO BENTO I”, composto de 13 (treze) quadras, totalizando 500 (quinhentos) lotes, da seguinte forma: área total: 12,25ha, área dos lotes: 104.293,26m², área Verde: 10.322,73m², área institucional: 6.126,85m², Área de Circulação/Sistema Viário: 18.243,69m²; devidamente aprovado pela SEMAC - Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Territorial do Crato-CE, conforme Licença de Instalação nº 001/2018, Processo nº: 201803151708. Tendo como requerente: CONSTRUTORA MIRANTE EIRELE, inscrita no CNPJ/MF sob o nº 04.243.561/0001-72, com endereço Av. Ailton Gomes, nº 4131, Sala 03, Lagoa Seca, Juazeiro do Norte-CE que requer o registro do loteamento em nome da empresa: MOREFACIL CONSTRUTORA E INCORPORADORA LTDA, inscrita no CNPJ sob o nº 03.310.338/0001-38, com sede na Rua República da Armênia, nº 93, Cidade dos Funcionários, Fortaleza-CE, a qual depositou neste Cartório, o projeto de loteamento e toda documentação exigida para o tramite do processo. Expede-se este edital nos termos da Lei, havendo impugnações, estas deverão ser apresentadas neste Cartório, dentro do prazo de 15 (quinze) dias contados da data de sua última publicação. Dado e passado nesta cidade e Comarca de Crato – CE, aos três (03) dias do mês de abril do ano de dois mil e dezoito (2018). Marcelino Farias de Lavor Oficial Substituto

FUTEBOL

Guarani se prepara rumo à Série D do Brasileirão Samylla Alves

N

o dia 22 de abril, o Guarani de Juazeiro estreará na Série D do Campeonato Brasileiro contra o Belo Jardim, no estádio Romeirão. A equipe juazeirense, que vai em busca do acesso à Série C, tem à frente o técnico Raimundo Wagner e boa parte do elenco é formado por atletas remanescentes, que integraram a equipe leonina na Taça Fares Lopes. O time, que iniciou as atividades em campo no início de abril, segue reforçando o elenco. Entre as contratações estão o goleiro André e o zagueiro Ivson. O time está de olho em pelo menos cinco novos atletas para reforçar o elenco leonino. O clube tem a sua disposição os zagueiros Paulo Roberto, Waldson e Ivson; os laterais Maicon e Braz; os volantes Dunga, Da Silva, Diego, Borel e Josivan; os meias Alexandre, Jean Bala, Gabrielzinho, Diego e Ila; o

XXXX

LEão do Mercado aposta na manutenção da base para buscar acesso inédito

atacante Anderson Moreira e os goleiros André e Adson. “O técnico solicitou a diretoria do clube a contratação de 12 reforços para essa temporada. O time está em negociação com alguns atletas e, até

o final desta semana, deve divulgar outros nomes. A nossa intenção é montar um elenco bem competitivo”, afirma o diretor de futebol do Guarani, João Severo. O técnico Raimundo Wag-

ner sabe do desafio que terá pela frente, mas está otimista e aposta no trabalho em grupo. “Estamos trabalhando o elenco que foi mantido e, conforme os reforços forem chegando, trabalharemos a reintegração dos atletas junto ao grupo. Temos pouco mais de 10 dias pela frente e é preciso ter foco, correr contra o tempo para começar bem o campeonato. O Guarani tem o objetivo de subir para a Série C e vamos trabalhar para isso”, afirma Raimundo Wagner. A primeira fase da Série D será em fase de grupos. Os 68 times que participam da disputa estarão divididos em 17 grupos de quatro clubes, que se enfrentam dentro da própria chave em turno e returno. Os primeiros de cada grupo e os 15 melhores segundos avançam para a segunda fase, que terá 32 times. A partir daí, a competição será em sistema de mata-mata, com jogos de ida e volta. As quatro equipes que alcançarem as semifinais garantem o acesso a Série C.

PRESERVAÇÃO

Lira Nordestina, um instrumento de cultura Joaquim Júnior A Lira Nordestina, criada no início do século XX, em Juazeiro do Norte, chegou a ser uma das editoras mais importantes do Brasil no ramo da literatura de cordel. Reconhecido pelo Ministério da Cultura como Ponto de Cultura, o equipamento, criado por José Bernardo da Silva, atualmente passa por uma nova fase. Entidades comprometidas com a cultura local unem forças para garantir o retorno das atividades da gráfica e a retomada de sua importância como instrumento da cultura popular. José Lourenço Gonzaga, que integra a atual direção artística da Lira Nordestina, vê com bons olhos a movimentação em prol do equipamento. Recentemente, o “Seminário Lira Nordestina: Diagnósticos e Atualizações” reacendeu o debate acerca da preservação e manutenção contínua junto à comunidade, que é convidada a participar e se engajar em todo projeto. “Acho que esse seminário serviu como um alerta à comunidade para dizer que temos algo importante, enorme e praticamente desconhecido. Acho que é o momento da Lira sair do engasgo de todos esses anos”, enfatizou. De acordo com José, o local conta com poucos funcionários e a maior parte dos serviços é feita por voluntários e bolsistas da Universidade Regional do Cariri (Urca), responsável pela Lira. Ele acredita que o ensinamento precisa ser repassado e, para isso, é necessário apoio por parte do poder público. Através de oficinas, a intenção é que mais pessoas aprendam não

somente sobre a impressão, mas sobre tudo aquilo que o cordel e a xilogravura abrangem. “Hoje, a instituição tem que ser vista como uma escola, para que as pessoas aprendam. Que tenhamos oficina de xilogravura, de embalagem, de papel reciclado, de serigrafia, de tantas coisas fora da oficina de cordel. A gente tem várias coisas para oferecer à comunidade”, completa. Conforme explicou a professora Arlene Pessoa, pró-reitora de extensão da Urca, o Seminário foi organizado para discutir novos rumos e perspectivas da Lira, com o objetivo de ouvir as pessoas que trabalham ou já trabalharam e fizeram pesquisas. “Ouvir e ver, na perspectiva delas, profissionais da xilogravura, da literatura de cordel e gestores, o que deve ser feito para que a Lira Nordestina recupere o espaço enquanto instrumento de cultura popular”. Com isso, foi criada uma Carta de Pactuação entre diferentes entidades, que está em fase de elaboração. Entre os planos estão o de aproximar pessoas que trabalham xilogravura e cordel com a Lira Nordestina. Dentro do contexto, uma chamada pública foi aberta pela Pró-Reitoria de Extensão, recentemente, para que as pessoas encaminhassem propostas de oficinas que vão acontecer no âmbito do equipamento. “É uma forma de trazer para a Lira esses profissionais e fazer com que as pessoas passem a novamente frequentar a Lira Nordestina, para que haja essa renovação de ideias e de pessoas”. Outro projeto que Arlene destaca é o de retomar a produção de cordéis clássicos que estão na guarda da

Lira Nordestina, mas que deixaram de ser produzidos. Toda integração ocorre através da Associação dos Xilógrafos e Artesãos do Cariri (Axarca). A Urca pretende, ainda, realizar a segunda edição do Prêmio Urca Literatura de Cordel, que há dois anos, quando realizada a primeira edição, teve o engajamento da comunidade artística. Junto à Prefeitura de Juazeiro, reuniões estão sendo feitas para alavancar

a Lira e seu potencial. O que se espera é que a xilogravura seja trabalhada em diferentes vertentes, com produtos que a tenham como o pano de fundo. “Vai dar uma alavancada muito interessante na questão da inovação e da economia solidária. Vai colocar a Lira em outro patamar e, junto a ela, os artesãos que permanecerem por lá e outros que queiram participar desse novo momento da Lira Nordestina”, finaliza.

EDITAL DE CONVOCAÇÃO ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA E EXTRAORDINÁRIA Na forma do artigo 12 e 15 do Estatuto Social da ASSOCIAÇÃO CONVIVER LIFE RESIDENCE, ficam CONVOCADOS os senhores associados para reunirem-se em: Assembleia Geral Ordinária e Extraordinária, a realizar-se no dia 20 de abril de 2017, em primeira convocação às 19:00h (dezenove horas), e em segunda convocação às 19:30h (dezenove horas e trinta minutos), a serem realizadas no Panorama Hotel, Sala 03, situado na Rua Santo Agostinho, 58 - Centro, Juazeiro do Norte – CE, CEP: 63.010.360, a fim de deliberarem sobre a seguinte ordem do dia: 1. Prestação de Contas do ano findo – competência de 2017; 2. Eleição do Novo Conselho Diretor e Fiscal; 3. Aprovação do Regulamento da Área de Lazer; 4. Aprovação da alteração de vencimento da taxa de manutenção; 5. Definição do tipo de quadra poliesportiva/tênis e do local do abrigo de lixo; Na Assembleia geral, todos os presentes deverão estar munidos de documentos de identidade que comprovem sua condição de associado. Os representantes legais das pessoas jurídicas deverão provar tal condição.

n SEGURANÇA ELETRÔNICA

n ZELADORIA

n PORTARIA

n TERCEIRIZAÇÃO DE SERVIÇOS

Travessa Slino Duda, 59 - Bairro Santa Teresa - Juazeiro do Norte - CE

Peça já seu orçamento sem compromisso

Jornal do Cariri - 10 a 16 de abril de 2018  
Jornal do Cariri - 10 a 16 de abril de 2018  

Edição 2843 - Jornal do Cariri - De 10 a 16 de abril de 2018 Ano 20 |

Advertisement