__MAIN_TEXT__

Page 1

Distribuição Gratuita

UM FIM DE ANO LETIVO ATÍPICO E HISTÓRICO PÁGINA 4

LIVROS DEVOCIONAIS LEVANDO DEUS A SÉRIO QR Code - acesso ao site e à versões anteriores

Ano 94 | Edição n° 01 Janeiro/Fevereiro 2021

PÁGINA 12

60 ANOS DO LCHL

PÁGINA 14

Janeiro/Fevereiro 2021

O BATISTA PIONEIRO

1


||||||||||||||||||||||

EDITORIAL PR SAMUEL .............. ESPERANDIO

N

o início do segundo semestre do ano passado, quando iniciamos o planejamento do Calendário de 2021, uma das primeiras definições foi o nosso tema anual e a respectiva divisa, a saber: • Tema anual: “Compartilhando graça e misericórdia” • Divisa: “A graça, a misericórdia e a paz da parte de Deus Pai e de Jesus Cristo, seu Filho, estarão conosco em verdade e em amor” II Jo 3 Acalentávamos no coração a ideia de que estaríamos vivendo em 2021 o ano pós-pandemia, porém isso não se configurou como imaginávamos. Na verdade, estamos em plena pandemia, e talvez experimentemos momentos ainda mais desafiadores no cuidado da saúde da população, bem como um certo desalento na vida privada e comunitária, provocada por tantas perdas, dentre elas as mais significativas de vidas ceifadas precocemente. Um novo alento, entretanto, se fez soar com a chegada das tão esperadas vacinas, inicialmente para os grupos mais expostos ou de maior risco, e um plano de médio e longo prazo para imunização generalizada, apesar as vozes descrentes. De qualquer forma, novas medidas de restrição às aglomerações, o continuado cuidado com a higiene das mãos, o uso de máscaras, medição de temperatura, etc... têm provocado igualmente a necessidade de rever o próprio calendário, tanto para as igrejas e congregações, para as regionais, para as juntas e instituições, especialmente para nossos

acampamentos. Não é muito diferente para as famílias que tiveram um final de ano muito diferenciado, e dentre os que se arriscaram mais com viagens e reuniões de família, uma preocupação com a contaminação dos queridos se tornou uma constante. Portanto, sem muita perspectiva de que as coisas voltem à normalidade no curto prazo, devemos permanecer alerta e fazermos nosso melhor, exercendo o melhor cuidado possível para nós mesmo e para os outros e a coletividade. Não deixa de ser, entretanto, um ano de recuperação. Recuperação da confiança uns nos outros, no avanço dos protocolos médicos para prevenção de enfermidades, oportunidade para recuperação da credibilidade de instituições importantes para a convivência comunitária e patriótica. Este deve ser um ano de recuperação do desenvolvimento da economia, com uma luta especial para superar o enorme déficit no orçamento governamental, na recuperação das empresas e dos empregos, na recuperação de um novo senso de pertencimento, quando não podemos nos reunir presencialmente, embora saibamos que podemos contar com o amor e o cuidado de irmãos e irmãs, os quais intercedem por nós e vice versa. Uma recuperação especial da esperança, pois sem esperança sucumbiremos. Um ano para avaliarmos que no meio da pandemia podemos servir uns aos outros e a nossa comunidade, inspirados pela atitude daquele que nos amou e a si mesmo se

Expediente

O BATISTA PIONEIRO

________________________________________ Pr Samuel Esperandio é Diretor Executivo da Convenção Batista Pioneira do Sul do Brasil.

Presidente:

Secretaria:

Milton Tehlen

Fabiana Silvestrini, Roberta Tolotti Ernst e Sandra Cledi Johann

Vice-Presidentes:

Órgão Oficial de Informação da Convenção Batista Pioneira do Sul do Brasil

2

entregou por todos nós. Nosso jornal também experimenta uma recuperação. Passamos 2020 com a maioria das nossas edições de forma online, e imaginávamos que assim seguiríamos, porém, sensíveis às manifestações das igrejas e congregações, e suas lideranças, passamos a imprimir novamente nosso periódico. Para além da recuperação, o formato de jornal que nos serviu por tantos anos recebe uma nova diagramação em formato de revista, mas com a mesma dedicação de toda a equipe para disponibilizar notícias da nossa comunidade Batista Pioneira, como também artigos de formação e publicação de conteúdos de grande importância para a vida cristã, para a vida eclesiástica e para o compartilhamento das juntas, instituições, igrejas, regionais e das nossas parceiras, com vistas ao pertencimento. Isso mesmo: recuperação do nosso pertencimento! Um ano de oportunidades para recuperar o senso de que a graça, a misericórdia e a paz que nos alcançaram, podem e devem ser compartilhadas de tal forma que se multipliquem em novos seguidores e seguidoras de Cristo, e que renovem a esperança em cada coração e na coletividade das comunidades de fé. Vamos fazer desse ano um ano de recuperação?

A publicação é de responsabilidade da Convenção Batista Pioneira do Sul do Brasil. As matérias assinadas são de responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do jornal. A redação reserva-se o direito de resumir as matérias. Matérias a serem publicadas devem ser enviadas para o e-mail <secretaria@pioneira.org.br>.

Janeiro/Fevereiro 2021

Jair Hein Jacques Kleiman Wilson Roberto Greve Zaira Maria Dhein

Redação:

Conselho Editorial:

Projeto e Diagramação:

Pr. Claiton André Kunz Pr. Antônio Renato Gusso Roland Körber

Kainã dos Santos - (55) 99154-6877 kaina@pioneira.org.br Impressão:

Editor Responsável: Pr. Samuel Esperandio

Mega Gráfica Editora Ltda. (41) 3598.1113 - (41) 9926.1113

Rua Elizeu Faria, 157 - casa 1 | 81720-130 - Curitiba, PR Fone: (41) 3284.4650 | (41) 99698-7473 secretaria@pioneira.org.br

Facebook: /cbpioneira Instagram: @cbpioneira


PALAVRA DO PRESIDENTE

||||||||||||||||||||||

.............. MILTON TEHLEN

Vamos

orar! .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .

Gratidão Pelo final de ano de 2020 com muitas oportunidades de testemunhar as boas novas; Pelo novo ano que chegou renovando oportunidades; Pelo início da vacinação da população brasileira; Pelas atividades realizadas de forma virtual;

.. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. Intercessão

Pelas atividades virtuais nas congregações e igrejas; Pelas nossas instituições que ficaram sem receita para o autossustento; Pelo atendimento às famílias nos projetos sociais;

PALAVRA DO PRESIDENTE

A

mados irmãos convencionais. Adentrar em 2021 sob o tema “Compartilhando Graça e Misericórdia”, tendo como divisa o texto de 2 João 1.3 que nos diz que “A graça, a misericórdia e a paz da parte de Deus Pai e de Jesus Cristo, seu Filho, estarão conosco em verdade e amor”, nos proporciona a oportunidade de uma profunda reflexão, análise e reavaliação dos nossos valores e princípios de fé e crença, sobremaneira depois do que vivemos no ano passado e continuamos a viver nestes primeiros dias de 2021. O tema é apropriado para o momento. Falamos facilmente que vivemos pela graça e misericórdia de Deus, mas reconhecer isso nem sempre é tão fácil. Compartilhar então, talvez exija de nós um pouco de sacrifício. No entanto, essa é uma profunda verdade que temos experimentado em 2020 e continuamos em 2021. Iniciamos o ano passado cheio de planos e projetos, quando no auge da arrancada dos eventos e trabalhos convencionais planejados, fomos surpreendidos pela pandemia da Covid-19. Obviamente pensamos, de maneira especial eu, que isso passaria logo, mas logo nas primeiras reuniões da diretoria, do CPC e das juntas, vieram as indagações, dúvidas, incertezas, medo de como tudo isso ficaria, sobremaneira as finanças. É verdade que passamos o ano em meio a muitas dificuldades em todas

as áreas de ação da convenção, mas devemos reconhecer e compartilhar que a graça e a misericórdia de Deus estavam conosco. Diante disso, quero agradecer aos nossos diretores e executivos juntamente com suas equipes, bem como, aos presidentes de juntas com suas diretorias, que não mediram esforços para se adequar à nova realidade, conduzindo o trabalho com austeridade, economia e responsabilidade. Agradecer também aos pastores e lideres das igrejas e a toda a comunidade Batista Pioneira, pela fidelidade nas ofertas e no plano cooperativo. Reconheço que isso exigiu sacrifício, mas tudo isso é para o fortalecimento do Reino. O desafio continua, contudo, andamos na certeza de que os planos de Deus são perfeitos e que precisamos fazer nossa parte. Desta forma, a graça e a misericórdia de Deus estarão conosco e nos sustentarão, pois a Sua Palavra assim nos promete. Meu desejo é que todos possamos adentrar neste novo ano confiantes que em tudo há um plano e permissão de Deus. O Salmo 126.3 nos diz: “Sim, grandes coisas fez o Senhor, por isso estamos alegres”. Um forte abraço a todos, feliz e abençoado 2021. ___________________________________ Milton Tehlen - Presidente da Convenção

Batista Pioneira

Pelos milhares de brasileiros necessitados da salvação e transformação que Cristo oferece.

Janeiro/Fevereiro 2021

O BATISTA PIONEIRO

3


||||||||||||||||||||||

FACULDADE BATISTA PIONEIRA

.. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. ..

UM FIM DE ANO LETIVO ATÍPICO E HISTÓRICO Ijuí-RS - Devido à pandemia de Covid-19 e as restrições que ela trouxe, os tradicionais eventos de encerramento do ano letivo na Faculdade Batista Pioneira tiveram de ser adaptados. O Simpósio Acadêmico de Teologia, que aconteceu nos dias 25 a 27 de novembro de 2020, teve seus primeiros dois dias com apresentações num modelo “híbrido” (presencial apenas para os formandos e seus orientadores e on-line para o restante da comunidade acadêmica) e no último dia, somente por meio de transmissão on-line. O evento em que os alunos do quarto ano do curso Bacharel em Teologia apresentam seus Trabalhos de Conclusão de Curso e respondem perguntas sobre eles foi organizado e conduzido pela professora da disciplina Supervisão de Pesquisa, Dra. Marivete Zanoni Kunz. Na primeira noite, Kevin Tehlen abordou a importância do discipulado na adolescência, citando as características do discipulado e desta faixa etária e apresentando princípios práticos para que os adolescentes se tornem discípulos de Cristo. Kely Thaís Kopp demonstrou a necessidade de um plano de transição do culto infantil para o culto no templo, citando as características da faixa etária atingida (6 a 8 anos) e elaborando uma proposta consistente para preparar estas crianças para a transição. Rodrigo de Figueiredo focou sua pesquisa no sacerdócio universal (1Pe 2.9), afirmando que a falta de compreensão deste conceito gera membros indolentes sem pretensão de servir e resulta em sobrecarga para os líderes da igreja. Jaqueline Bresch explicou como a

Simpósio Acadêmico 2020 - Alunos e Orientadores

igreja pode promover o cuidado dos líderes cristãos (que cuidam dos outros) por meio de um plano de cuidado individual que gere uma cultura de cuidado mútuo na igreja, abrangendo a necessidade de todos. A partir da exegese do texto de Lucas 14.25-35, Valmir Borges Gonçalves abordou a dor e o sofrimento como o preço do discipulado, cujo propósito é que o cristão se torne um imitador de Cristo. Por fim, Cristina Nanene citou as barreiras na comunicação do evangelho no meio do povo Ovimbundu e estratégias que as igrejas da região de Huambo, em Angola, podem utilizar para desenvolver uma nova perspectiva evangelística. Na segunda noite, Eduarda de Freitas Kommers caracterizou duas correntes teológicas (calvinismo e arminianismo) e demonstrou que a defesa exagerada de qualquer uma delas pode trazer más consequências para a vida dos cristãos e até comprometer sua missão. Jéssica Aline Griebeler Tehlen buscou no exemplo bíblico

Me Hariet, Dr Josemar, formando Sérgio Pieniak, Dr Claiton e Milton Tehlen.

4

O BATISTA PIONEIRO

Janeiro/Fevereiro 2021

de Barnabé e Paulo uma maneira de combater a solidão de cristãos mesmo em meio a uma multidão, por meio de relacionamentos verdadeiros e relevantes. Alexandre Ricardo do Carmo defendeu a implantação de ministérios esportivos nas igrejas como uma ferramenta para o evangelismo. Luana Santos da Silva falou sobre a relevância do perdão (é uma decisão, possível aos cristãos porque estes foram perdoados e necessário em toda e qualquer situação) e demonstrou que é incoerente que perdoados não perdoem. Por fim, Leandro Hins de Brito falou sobre a pornografia (um vício causado pela idolatria), suas consequências na vida do cristão e como este pode ser liberto da escravidão a este pecado. Na última noite, Sérgio Pieniak Júnior abordou a história da cultura surda, a realidade da pessoa com deficiência no AT e no NT e depois exibiu as conclusões de sua pesquisa de campo sobre a evasão de surdos em algumas igrejas gaúchas, demonstrando

Dr Josemar, Me Hariet, formanda Cristina Nanene e Dr Claiton.


.. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. . Simpósio Acadêmico 2020 - Alunos e Orientadores

que ela pode ser evitada por meio da amizade, da inclusão e do envolvimento no serviço. Citando os perigos encontrados pelos jovens cristãos no ambiente universitário, Josimar Cristian dos Santos Marques apresentou uma estratégia para prepará-los por meio de um relacionamento discipulador, do fortalecimento espiritual e de apoio apologético. Adevosir Santos Júnior abordou outro desafio para os cristãos hoje: a [má] influência da pós-modernidade nas relações conjugais, defendendo o ideal bíblico de casamento conforme o ensino de Jesus e de Paulo. Ramiro Martins Soero fez uma descrição comparativa do culto cristão na igreja primitiva e na pós-modernidade, buscado seus elementos essenciais e definindo o que seria o culto desejável conforme os padrões bíblicos. Por fim, Lucas Pinheiro definiu a família como a base para o desenvolvimento do indivíduo, citando conceitos sociológicos e bíblicos, as dificuldades encontradas por filhos de cristãos para permanecer

na caminhada cristã e demonstrando como a família cristã pode contribuir para uma sociedade mais saudável. O dia tão esperado por estes alunos também foi diferente do que tinham planejado: a cerimônia de formatura teve de ser gravada antecipadamente para ser transmitida em 12 de dezembro. Ao mesmo tempo, pessoas em outros estados brasileiros e até outros países puderam acompanhar a celebração on-line. Foram exibidas as saudações do diretor da Faculdade, Dr. Claiton Kunz; do presidente da Convenção Batista Pioneira do Sul do Brasil, Milton Tehlen; do presidente da JEM, Nicolau Reinhard e do Pr. Carlos Waldow, representante da EBM International. Alguns alunos formandos contaram como foi sua experiência na FBP e foram apresentadas algumas músicas. O paraninfo da turma, Dr. Josemar Modes, fez uma breve pregação baseada em Rm 11.28-31, enfatizando que a parceria com Deus exige sacrifícios, inclui sofrimento e que o cristão deve viver tão próximo

VESTIBULARES DA FBP Ijuí, RS - Incertezas quanto ao futuro são bem comuns a nós humanos limitados. Podemos não saber onde e como estaremos, mas devemos ter plena certeza com quem estaremos: Deus e a Sua perfeita vontade. As incertezas do contexto não trouxeram dúvidas acerca do chamado para os 13 candidatos que prestaram vestibular na Faculdade Batista Pioneira no dia 11 de dezembro de 2020. Este número foi o melhor dos últimos anos para a 1ª chamada do vestibular. No dia 11 de fevereiro de 2021 teremos outro ves-

do Senhor que os outros digam que o mundo não merece alguém assim. Em seguida, foi exibida a colação de grau e a palavra da patronesse da turma, Ma. Hariet Krüger, que mencionou o Sl 25.4-5 para aconselhar os formandos a pedir a Deus para mostrar Seus caminhos. Os oradores, Kely e Sérgio, falaram como era o relacionamen- A PARCERIA COM to da turma, as DEUS EXIGE SACRIFÍdificuldades en- CIOS, INCLUI SOFRIfrentadas neste MENTO E QUE O CRISúltimo ano tão di- TÃO DEVE VIVER TÃO PRÓXIMO DO SENHOR ferente e também QUE OS OUTROS agradeceram aos DIGAM QUE O MUNDO professores (que NÃO MERECE ALGUÉM também tiveram ASSIM. de se adaptar à nova realidade), às igrejas que os enviaram e apoiaram, e aos seus familiares. Uma homenagem especial foi feita para o Pr. Eduardo Balaniuk, que acompanhou a turma em todo este período. O Pr. Claiton Kunz encerrou a cerimônia anunciando que a FBP pretende realizar um culto especial em momento oportuno, quando for possível reunir os formandos, seus convidados e a comunidade acadêmica presencialmente. Certamente, este ano e esta turma que concluiu o curso Bacharel em Teologia na FBP serão lembrados de uma forma muito especial toda vez que a história da Faculdade for contada! __________________________________________ Vanessa Tiede Weiler Ribas - Jornalista Voluntária.

tibular com mais vocacionados convictos da vontade de Deus. Acompanhe a listagem dos nossos novos alunos pelo site da Faculdade; ore conosco pelos vocacionados deste ano; receba seminaristas na sua Igreja. Se há incertezas à nossa volta, precisamos de homens e mulheres convictos do seu chamado, dispostos a compartilhar da maior e imutável verdade: o Evangelho da Salvação! ________________________________________________________________________ Dr. Josemar Modes - Coordenador de Graduação na FBP.

Janeiro/Fevereiro 2021

O BATISTA PIONEIRO

5


||||||||||||||||||||||

6

JUFEMI

O BATISTA PIONEIRO

Janeiro/Fevereiro 2021


.. .. .. .. .. .. .. .. ..

DIVERTIDO COMO SEMPRE, MAS NO SOFÁ DE CASA

N

este ano de 2021, o Acajumer foi diferente: Não teve ABP, viagem, barracas, rali e nem filas gigantes para as refeições; cada criança participou a partir de sua casa, atrás da telinha. O evento deste ano foi online e teve muito louvor, um dia cheio de diversão, com brincadeiras, desafios e estudo da Palavra. Mesmo sendo um evento diferente, os juniores puderam interagir e foram desafiados a completarem missões bem criativas. Teve brincadeira noturna e um caça aos tesouros super difícil, mas alguns conseguiram “tirar de letra”. O louvor foi conduzido pela IB de San-

.. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. ..

ta Rosa – RS e uma dança maluca muito legal apresentada pelo pastor Wagner Buteseke e o seu filho Bernardo. Lucas Toledo entusiasmou os pequenos com apresentação de mágica e as pregações ficaram a cargo do pastor Josemar Modes, coordenador do ministério de juniores da nossa convenção. As atividades do Acajumer foram realizadas em parceria com a Faculdade Batista Pioneira, a PIB de Ijuí e a IB Emanuel de Panambi. É claro que não pôde faltar o concurso bíblico, que também foi online. As crianças se saíram muito bem (as meninas deram um verdadeiro show!).

Confira abaixo o que rolou no Acajumer 2021 e também quem foram os vencedores do concurso e das brincadeiras. Ahhh, e não se esqueçam, aqueles que fizeram inscrição em abril receberão uma lembrança surpresa do Acajumer, que será remetida para o endereço da igreja, aos cuidados do líder dos juniores, ok? __________________________________________ Thalyta Mertens - Secretária Administrati-

va da JUFEMI.

Janeiro/Fevereiro 2021

O BATISTA PIONEIRO

7


||||||||||||||||||||||

JEVAM

A ALEGRIA EM JESUS SUPERA AS DIFICULDADES NO CAMPO MISSIONÁRIO

me gratidão a Deus e a cada irmão(a) que nos apoia neste árduo, mas ao mesmo tempo, tão gratificante trabalho para o Reino de Deus. Com imensa alegria, queremos compartilhar a chegada de mais duas famílias junto ao grupo de irmãos, e também que Deus possibilitou um local para nos reunirmos nos finais de semana para orarmos e louvarmos a ele. Continuem a nos apoiar em oração e adoção para que Deus nos dê direção para conseguirmos um local mais amplo e permanente para nossos encontros e trabalhos ministeriais. ______________________________________________________________ Valdemir Rigo - Missionário da JEVAM.

.. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. ..

Pinhalzinho, SC – “Disse-lhe mais: ide, comei carnes gordas, tomai bebidas doces e enviai porções aos que não têm nada preparado para si; porque este dia é consagrado ao nosso Senhor; portanto, não vos entristeçais, porque a alegria do SENHOR é a vossa força” (Ne 8.10). A alegria do Senhor não apenas nos fortalece, mas também nos une. Essa é uma alegria que não pode ser guardada só para nós, precisa ser compartilhada! Assim como os israelitas foram instruídos a festejar e a partilhar o que tinham uns com os outros, nós também, como mensageiros da Palavra, podemos e devemos espalhar a alegria de Deus entre as pessoas que nos relacionamos e conhecemos, sendo que o Senhor as colocou em nosso caminho com um propósito por ele definido. A alegria do Senhor nos desafia a amar nosso próximo e pregar o evangelho a toda criatura. Quando somos motivados por um coração alegre em Jesus, nos tornamos fortes e temos o poder para multiplicar a alegria em nossa comunidade. Muitas vezes, as circunstâncias no campo missionário podem ser difíceis e até mesmo sem esperança em vista, mas Deus sempre está no controle de tudo. Quando voltamos os olhos para Jesus, encontramos a alegria de Deus que é mais poderosa que todas as circunstâncias da vida. Quando comparamos as dificuldades do trabalho no campo missionário com aquilo que Jesus fez por nós, descobrimos que a alegria da salvação e da vida eterna supera toda e qualquer tristeza. E ninguém poderá tirar de nós essa alegria permanente. Nós, família missionaria em Pinhalzinho, SC, temos uma enor-

BATISMO E O CUIDADO COM OS PEQUENOS Santa Bárbara do Sul, RS - Alegrem-se conosco do campo missionário de Santa Bárbara do Sul. Mesmo diante de um ano repleto de desafios, que foi 2020, louvamos a Deus por seu cuidado, provisão, milagres e livramentos que nos proporcionou no decorrer deste tempo. Louvamos a Deus pelo privilégio de ter celebrado o batismo do Luís Henrique Jung Pereira, que se achegou a nós neste tempo, e convicto de sua decisão por Cristo, prontamente a quis testemunhar por meio do batismo, o qual celebramos no dia 20 de dezembro de 2020. Além do mais, o fim do ano passado e início deste foi um tempo também de consagrar a vida dos 8

O BATISTA PIONEIRO

Janeiro/Fevereiro 2021

nossos pequeninos ao Senhor. Quando pudemos retomar as programações presenciais foi um tempo em que testemunhamos e nos comprometemos como igreja a apoiar as famílias de Ana Clara Scholl Lauter, Isabella Dias Vieira e Matheus Vargas de Abreu a guia-los nos caminhos do Senhor Jesus. Orem conosco em gratidão a Deus pelo Luís, pelas crianças e também intercedam por perseverança a todos que fazem parte daquilo que o Senhor Jesus tem a realizar em Sta. Bárbara do Sul. _______________________________________ Débora von Mühlen - Missionária da JEVAM.


.. .. .. .. .. .. .. .. ..

HOMENS QUE ORAM Serafina Corrêa, RS - Iniciamos, no final de 2020, um encontro semanal de oração com os homens da igreja. Todos os sábados, a partir das 6hs, nos reunirmos na casa de um deles, tomamos café e oramos por esses motivos: família, igreja e cidade. Impressionante que já no primeiro mês, vimos o agir de Deus como resposta de nossas orações. Vamos orar mais! _________________________________________________________________________ Pr Marcelo Matias - Missionário da JEVAM.

UM JOGO ONLINE SOBRE MISSÕES Passo Fundo, RS - Nós, da Igreja Batista Pioneira Vida Nova, descobrimos o jogo “Guerreiros da Fé” e desafiamos as crianças e adolescentes a serem um guerreiro da fé! Como estímulo, quem tirasse uma self no último desafio, quando os jogadores escolhem a armadura, ganharia um prêmio. E, não é que deu certo! Eles aprenderam lições importantes e conheceram mais sobre os missionários da JEVAM. Foi uma aventura divertida e de aprendizagem. Muito obrigada JEVAM pela ideia dessa ferramenta. __________________________________________________________________________________________________ Valdira Oláh - Missionária da JEVAM. *Guerreiros da Fé é um jogo alusivo a missões elaborado pela Convenção Batista Pioneira em parceria com a Faculdade Batista Pioneira e está disponível para download na Play Store gratuitamente.

.. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. ..

.. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. ..

VESTIBULARES DA FBP

Janeiro/Fevereiro 2021

O BATISTA PIONEIRO

9


||||||||||||||||||||||

ARTIGO FABIANO PEREIRA ..............

UMA NOVA IGREJA ESTÁ NASCENDO C

om 2/3 da população mundial conectada periodicamente sendo a grande maioria através de dispositivos móveis que já se tornaram extensão do próprio corpo - é fato que a internet representa um salto sem precedentes quando o assunto é comunicação e conectividade. Ou você não recorda da dificuldade para falar via telefone com um familiar que morava distante, pouco mais de 30 anos atrás? Chamadas de vídeo então, eram coisas de ficção científica, saídas diretamente das histórias fantásticas de desenhos como “Os Jetsons” ou seriados de TV como “Perdidos no Espaço”. Agora, pense que ninguém com menos de 30 anos de idade sabe o que é um mundo sem telefonia celular ou internet ... e isso faz toda a diferença na forma como acessam e consomem informação. E o que a igreja tem a ver com isso? Tudo! Se nossa missão é “IR”, “PREGAR O EVANGELHO” e “FAZER DISCIPULOS”, no atual contexto não há como ignorarmos as novas formas de fazê-lo. Precisamos lembrar que não negociamos princípios eternos, mas podemos adaptar a linguagem e as plataformas para cumprir com excelência o que nos foi delegado. E podemos fazer uso de plataformas como sites, perfis em redes sociais, podcasts, blogs e canais de vídeo, com excelência de conteúdo e potencializando o alcance do que é pregado. Mas talvez você esteja pensando: Como posso fazer isso sem caros investimentos? A própria internet oferta hoje inumeráveis recursos, muitos deles gratuitos, para criar posts, editar vídeos e arquivos de áudio, e para publicar

10

O BATISTA PIONEIRO

Janeiro/Fevereiro 2021

blogs, podcasts e canais de vídeo. E melhor: oferecem gratuitamente treinamento para o emprego dessas mesmas ferramentas em uma grande rede colaborativa de ensino e aprendizagem. Por isso, não há motivos nem justificativas para ficar de fora. Somente para exemplificar, durante a pandemia tenho acompanhado os relatos de diversas igrejas que assessoro, quase todos indicando uma curiosa curva ascendente de procura por parte de pessoas que, de outra forma, jamais entrariam em uma igreja ou acessariam os conteúdos por ela ofertados em formatos tradicionais, como por exemplo, os cultos ou classes de escola dominical. Seja por vergonha e/ou preconceito, seja por limitações de locomoção ou distanciamento geográfico. Minha própria realidade na igreja local pode servir de exemplo para isso: hoje tenho gente de outros estados e até países participando das reuniões semanais das células, e mesmo assistindo aos cultos transmitidos ao vivo nos domingos pela manhã e à noite. Isso quer dizer que o ONLINE vai substituir o presencial definitivamente? A despeito de fazê-lo nesse último ano por conta da pandemia, não creio que se trate de simples substituição. Nossa natureza relacional não permitirá migrar para o online todas as nossas dimensões de relacionamentos, ao menos no curto e médio prazo. Contudo, é

real que não seremos mais a mesma igreja que éramos em março de 2020, quando a pandemia começou, e esperar que tudo volte a ser exatamente como era até então é um erro que pode nos custar a relevância do ministério. Nossas fronteiras foram forçosamente ampliadas, fomos tirados da zona de conforto, e há um lado muito positivo nisso tudo, porque levamos a mensagem de salvação para muitos que sequer sonhavam em ter qualquer contato com uma igreja evangélica. Por isso, quando toda essa situação se “normalizar” - se é que isso é possível, necessitaremos manter duas igrejas em POR ISSO, QUANDO pleno funciona- TODA ESSA SITUAÇÃO mento: a ofline, SE “NORMALIZAR” - SE com suas ativida- É QUE ISSO É POSSÍdes presenciais VEL, NECESSITAREe permitindo à MOS MANTER DUAS membresia local IGREJAS EM PLENO FUNCIONAMENTO: A que desfrute do OFLINE, [...] E A ONLINE contato direto para comunhão e aprendizado; e a online, que vai levar para quem não tem condições de se fazer presente fisicamente a oportunidade de participar da comunhão entre irmãos.


com cada faixa etária. Conhecer isso com clareza vai economizar tempo, dinheiro e energia, além de trazer resultados muito mais promissores.

SOBRE O AUTOR: Fabiano Pereira é pastor da Igreja Metodista do Brasil, jornalista e produtor de TV na Universidade de São Paulo, professor universitário e consultor nas áreas de comunicação e marketing digital. Casado com Samantha, pai dos jovens Lucas e Deborah. Mantém a página @audiodasigrejas no Facebook, com dicas de sonorização, vídeo e transmissão ao vivo para igrejas, e fez parte do corpo de autores do livro Cristianismo Pós-Pandemia (2020), lançado pela Editora Vida.

.. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .

E não existe receita pronta. São os hábitos de consumo de informação de sua comunidade que vão indicar quais as melhores ferramentas para conversar com cada grupo,

. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. ..

E ignorar isso é deixar de aproveitar todo o potencial de alcance da mais valiosa mensagem da história. Para as interações online, vamos precisar conhecer os hábitos de consumo de informação de nosso rebanho. Por exemplo, se os mais velhos usam muito WhatsApp e Facebook, os mais jovens estão conectados pelo Instagram e o Tik-Tok. Se uma parcela gosta de assistir as transmissões ao vivo pelo YouTube, outra pode preferir o mesmo serviço através do Facebook Live. Classes de Escola Bíblica Dominical podem ser ministradas pelo Zoom, pelo Google Meet ou pelo Microsoft Teams. Isso sem falar nos modernos e acessíveis recursos de transmissão ao vivo do OBS e do StreamYard e da distribuição de conteúdo em áudio por plataformas como Spotify, Google Podcasts ou Apple Podcast, só para citar alguns serviços.

QUER AJUDA? Entre em contato comigo pelo @FabianoRTVC no Instagram ou pelo perfil @AudiodasIgrejas no Facebook. Temos prazer em apoiar as igrejas locais na construção de planejamentos de comunicação estruturados e pensados para todas as plataformas.

Janeiro/Fevereiro 2021

O BATISTA PIONEIRO

11


||||||||||||||||||||||

JUMAP

.. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. ..

LEVANDO DEUS A SÉRIO

A

JUMAP apoia igrejas na expansão do Reino de Deus, com a missão de transformar adolescentes e jovens com o evangelho de Cristo. E uma de nossas estratégias é auxiliar a igreja local no crescimento de suas ações, buscando potencializar os ministérios com inspiração, criatividade e profundidade. O livro “Os 4 Encontros da JUMAP” é um meio para que isso se realize: Potencializar o apoio e cuidado com nossa galera. Um material pensado para ser dinâmico, com cara e linguagem jovem, que tem como objetivo alcançar nossa galera nas várias frentes que podem ser trabalhadas nos 4 encontros. Ajudar tanto os líderes como nossos jovens e adolescentes a terem acesso a um material simples e de fácil compreensão. LEVAR DEUS A SÉRIO Este ano estamos na segunda É TUDO AQUILO QUE ACONTECE POR TRÁS edição do material e escolhemos DAS “CÂMERAS”. SÃO como tema: LEVANDO DEUS A ACONTECIMENTOS SÉRIO. MUITO IMPORTANTES, Levar Deus a sério é tudo aquiMAS QUE GERALMEN- lo que acontece por trás das TE NÃO MOSTRAMOS. “câmeras”. São acontecimentos TEM A VER COM muito importantes, mas que geINTIMIDADE, AQUILO ralmente não mostramos. Tem a ver com intimidade, aquilo que fazemos em secreto, que tem o propósito de gerar vida dentro de nós e assim, nos fortalecer, nos fazer crescer e conseguir viver uma vida completa, que é o que Deus deseja e espera para todos nós.

CONTEÚDO Cada momento ou encontro proposto pela JUMAP tem a finalidade de aproximar a juventude de Deus, entendendo que cada encontro é singular e juntos cooperam para a formação da espiritualidade de cada jovem e adolescente. São eles: Encontro Diário – É o encontro diário com Deus. É o devocional com ênfases em: oração, leitura bíblica e reflexão. Nesta edição são 40 semanas de devocionais interligadas com o grande e pequeno encontro. Grande Encontro – Celebração de todo o grupo de juventude com ênfases em: adoração, comunhão, serviço e desenvolvimento dos dons e talentos. Nesta edição são 40 semanas de roteiros de pregações para o culto, também interligadas com pequeno encontro e encontro diário. Pequeno Encontro – É um encontro informal nos lares com ênfases em: discipulado, evangelismo e multiplicação. Nesta edição são 40 semanas de roteiros para pequenos grupos, mensagens interligadas com o grande encontro, e encontro diário. Encontro Específico – Projetos de crescimento em áreas de específicas conforme necessidade do grupo. Temos nestas edições estudos para: Discipulado (12 estudos), Área 51 (10 estudos), Fémenina (10 estudos), Casais (10 estudos) e Jovens Adultos(10 estudos). Se você gostaria de adquirir o material para a sua igreja ou individualmente, entre em contato conosco. _______________________________________________________________________ Lucineia Honnef - Missionária da JUMAP.

12

O BATISTA PIONEIRO

Janeiro/Fevereiro 2021


.. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .

UMA JUVENTUDE PARA ESSE TEMPO CARTA AOS PASTORES E LÍDERES E aí galera, espero que vocês estejam bem! Chegamos ao início de 2021 e para muitos o ano já começou com dúvidas e incertezas, mas com esperança de que será um ano melhor. Para todos nós, 2020 não foi o esperado, e talvez isso nos tenha frustrado e angustiado de diversas formas, por isso, quero começar com a seguinte mensagem: “Sermos a melhor juventude para este tempo”. Não sei por que, mas é comum do ser humano focar no que não está dando certo ou como esperávamos que fosse certa situação, ao invés de focar nas coisas boas. Mas Deus não nos ensina assim. O apóstolo Paulo, mesmo na prisão, não podendo mais visitar e evangelizar, não focou na dificuldade, ele fez tudo o que poderia fazer para cumprir sua missão para aquele tempo. Por isso, hoje, quero nos desafiar para este ano olharmos ao nosso redor com um olhar de esperança e, mesmo nas QUERO NOS DESAFIAR dificuldades, darmos o nosso melhor e sermos o nosso PARA ESTE ANO OLHARMOS AO NOSSO REDOR melhor como juventude. Liderar não é fácil, disso todos nós sabemos, e ainda mais COM UM OLHAR DE ESPERANÇA E, MESMO liderar neste tempo está cada vez mais desafiador. Temos NAS DIFICULDADES, que lidar com emoções, dificuldades nas relações, exploDARMOS O NOSSO são de conteúdos e ideologias. MELHOR E SERMOS O Sim, estamos todos juntos nas mesmas dificuldades. Tal- NOSSO MELHOR COMO vez seja um tempo de começarmos a avaliar o que real- JUVENTUDE. mente importa no nosso ministério. Mas não deixemos que as dificuldades nos travem, ou parem com a nossa missão, pois a capacidade e os frutos vêm do Senhor e não de nós. Vamos ser o melhor que pudermos para esse tempo, focando na missão que é levar o evangelho de Cristo para o mundo, cuidando uns dos outros. Queremos sim aprender e aproveitar as oportunidades que Deus tem nos dado e sermos usados com criatividade e entrega total a Ele. Conte com a gente, para juntos podermos fazer o melhor da nossa juventude para este tempo! _________________________________________________________________________ Lucineia Honnef - Missionária da JUMAP.

Janeiro/Fevereiro Janeiro/Fevereiro2021 2021 OOBATISTA BATISTAPIONEIRO PIONEIRO

1313


||||||||||||||||||||||

JUNTA DE SERVIÇO SOCIAL

.. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .

LAR DA CRIANÇA HENRIQUE LIEBICH – 60 ANOS

primeira campanha, presidida pelo primeiro presidente do projeto, Pr. Borkowski, pró-construção da sede própria do Lar, que passou a ser chamado LAR DA CRIANÇA HENRIQUE LIEBICH. Em 1973, também ocorre o retorno ao Brasil de Sibila, filha de Henrique e Frieda, que juntamente com o esposo, Pr. Werner Geiger, abraçam este ministério. Pr. Werner trabalhou no Lar de 1974 a 1979 na função de administrador. O terreno, localizado em Ijuí/RS, para a construção da sede própria do Lar foi adquirido com recursos doados por Henrique e Frieda Liebich. A construção foi iniciada em 1975 e inaugurada em 19 de novembro de 1978, com capacidade para receber 100 crianças. Henrique faleceu em 08 de maio 1973, aos 61 anos e Frieda no dia 14 de Outubro de 2002, aos 89 anos.

A casa dos Liebich - orfanato em Monte Alvão.

O INÍCIO

A

história do Lar, iniciada na década de 50, é permeada de dedicação, fé e muito amor. O casal de agricultores Henrique e Frieda Liebich residiam na localidade de Monte Alvão, atualmente localizada no interior do município de Nova Ramada/RS, juntamente com seus nove filhos. No local, havia muita necessidade de uma parteira e Frieda era muito solicitada para atender as mulheres da região. Em 24 de outubro de 1954, foi chamada para fazer o parto de uma moça solteira que havia vindo para a fazenda com o pretexto de trabalhar. Um casal de idosos, agregados na fazenda Liebich, a abrigou em sua casa e queria adotar a criança. Porém, quando o menino nasceu, o casal estava enfermo e desistiu da adoção. Frieda ficou então visitando a casa, dando assistência ao bebê, à mãe e ao casal. Quando o menino tinha oito dias de vida, a mãe o abandonou, deixando o casal desesperado. Frieda então, traz o menino com ela e Henrique notifica o Juizado de Ijuí, recebendo a guarda provisória da criança. Em maio de 1960, acolhem mais três crianças que haviam sido abandonadas, e no decorrer deste ano, outras três. Assim, no dia 11 de fevereiro de 1961 foi organizado oficialmente o ORFANATO BATISTA HENRIQUE LIE14

O BATISTA PIONEIRO

Janeiro/Fevereiro 2021

BICH, que acolheu 88 crianças nos 15 anos que funcionou na casa da família Liebich. Em 1972, Henrique, principal sustentador do orfanato, foi acometido de um câncer, sendo informado pelos médicos de que não teria muito tempo de vida. Convocou então uma assembleia para decidirem sobre a continuidade do trabalho. A resolução foi pedir à Convenção Batista Pioneira para assumir o orfanato. Em 1973, em sua assembleia anual, e com a presença do Pr. Horst Borkowski, que trouxe a notícia de que diversas famílias europeias se responsabilizariam pelo sustento dos órfãos, a Convenção assume a responsabilidade integral do trabalho. É nesta assembleia também que a Associação Batista de Beneficência Tabea assumiu definitivamente a administração do orfanato dos Liebich. É solicitado também ao Pr. Borkowski que intermediasse uma negociação para estabelecer uma parceria com a Convenção Batista da Alemanha o que aconteceu com a criação do projeto “Ação Missionária para a América do Sul” (MASA), em 1974, sendo Zidrone, uma das filhas do casal Liebich, instituída como a primeira missionária de Masa no Brasil. Foi também convidada para participar da sua

Encerramento do programa casa lar Frente aos novos desafios e demandas sociais que tomaram vulto pelas próprias mudanças que ocorrem nos núcleos familiares e na sociedade brasileira, entendeu-se que o Lar também precisava promover mudanças e redirecionamentos, contribuindo com a manutenção da qualidade de vida e a promoção da dignidade humana na comunidade local. Assim, em assembleia extraordinária no dia 18 de agosto de 2017, a Associação Batista de Beneficência Tabea, man-

Família Liebich.


.. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. . tenedora do Lar, decidiu pelo encerramento do programa casa lar, o que ocorreu em fevereiro e março de 2018 com a transferência de oito acolhidos, uma adoção e três desligamentos por maioridade civil. Permaneceram na Instituição três jovens, adultos, com deficiência intelectual leve, sem familiares capazes de acolhê-los, residindo na Casa Ágape/residência inclusiva, sob os cuidados de uma cuidadora social.

O LAR HOJE - SERVIÇOS SOCIAIS

Crianças recebem refeição diária no NSI.

Casa Ágape/Residência Inclusiva - Nesta modalidade são atendidos atualmente quatro jovens, adultos, com deficiência intelectual leve, oferecendo proteção integral envolvendo moradia, alimentação, saúde, cultura, lazer, educação e trabalho, incentivando-os quanto à autonomia e protagonismo. Todos frequentam a Apae - Escola de Educação Especial e três estão inseridos no mercado de trabalho.

vínculos familiares e auxílio na busca de emprego e capacitação profissional.

Serviço de convivência e fortalecimento de vínculos para idosos – serviço em fase de adaptação da estrutura física e regularização da documentação. Pretende-se atender inicialmente até 15 idosos um turno por semana, proporcionando atividades de lazer, cultura, socialização e informação, no sentido de retirá-los do isolamento e trazendo-os para a vida em comunidade. Núcleo Social de Ijuí - serviço de proteção social básica, de cunho preventivo, com capacidade de atendimento para 100 crianças e adolescentes de 06 a 17 anos de idade, em situação de vulnerabilidade pessoal e social. Através da realização de oficinas educativas, culturais e recreativas, promove a inclusão social e o exercício pleno da cidadania, oferecendo café da manhã, almoço e lanches. O Núcleo também realiza projeto para atendimento às 82 famílias dos participantes, com objetivo de fortalecer os

Reconhecimento Dentre os reconhecimentos da sociedade pelo trabalho social, destacamos a certificação através do Prêmio Responsabilidade Social, conferida ao Lar, pela Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, por 13 anos consecutivos. Gratidão: “Com alegria e gratidão comemoramos os 60 anos de fundação do nosso Lar. Somos profundamente gratos a Deus por Sua fidelidade, provisão e cuidado; à Convenção Batista Pioneira do Sul do Brasil; à Associação Batista de Beneficência Tabea, à EBM/MASA, à Família Liebich, aos voluntários, às igrejas e à comunidade em geral , pelo apoio, orações, colaboração e investimento, escrevendo junto conosco esta maravilhosa história de amor e fé”. _________________________________________________________________ Leandro César Corrêa - Diretor Executivo

O Lar hoje.

Janeiro/Fevereiro 2021

O BATISTA PIONEIRO

15


.. .. .. .. .

||||||||||||||||||||||

CALENDÁRIO DE ATIVIDADES 2021 E COLUNA DA EDUCAÇÃO CRISTÃ

CALENDÁRIO DE ATIVIDADES 2021

LEGENDA Convenção

JEVAM

JUFEMI

OPBB

JUMAP

REGIONAIS

JEM/FBP

Outros

JSS

FEVEREIRO 07 – Dia da Aliança Batista Mundial 08 – Início do Wake Up 2021 - JEM/FBP 08 – Live da Convenção - Convenção 11 – Vestibular de ingresso - JEM/FBP 11 – 60º Aniversário do LCHL - JSS 13 – Congresso de Jovens (online) - JUMAP 17 – Aula inaugural - JEM/FBP 18 – Início das atividades – CAIS - JSS 20 e 21 – Retiro de Integração (ABP) - JEM/FBP 22 – Retorno das Atividades – NSI - JSS

MARÇO 05 – Atividades do Dia da Mulher CAIS - JSS 05 – Chega Junto JUFEMI – Ministério com juniores (online) - JUFEMI 06 e 07 – Encontro dos Executivos da Pioneira - Convenção 07 – Dia da Esposa do Pastor 08 – Dia Internacional da Mulher 08 – Live da Convenção - Convenção 10 – Reunião da diretoria da OPBB-Pioneira - OPBB 12 – Prazo de envio do censo 2021 - Convenção 12 – Chega Junto JUFEMI – Ministério com juniores (online) - JUFEMI 13 e 14 – Encontro de Famílias no Acampaz - Regionais 14 – Dia de Missões Mundiais 15 a 19 – Semana Acadêmica – Pr Josué Campanhã - JEM/FBP 19 – Chega Junto JUFEMI – Ministério com juniores (online) - JUFEMI 20 – Enjumer Capixaba (IB São Luís) - JUFEMI 26 – Chega Junto JUFEMI – Ministério com juniores (online) - JUFEMI 26 a 28 – Reunião da JUMAP - JUMAP 27 – Reunião da JUFEMI - JUFEMI 27 – Reunião da JEVAM 31 – Comemoração da Páscoa – CAIS - JSS

16

O BATISTA PIONEIRO

Janeiro/Fevereiro 2021

Ensinando resiliência às crianças

Túltimos tempos. As crises parecem

emos vivido momentos difíceis nos

aumentar, e nesse contexto estão nossas crianças! Como elas estão enxergando tudo isso? Como nós, que com elas convivemos, temos encarado e reagido a tudo isso? Apenas questionamos, reclamamos? Ou temos depositado em Deus nossa fé e mostrado um comportamento de adaptação e tranquilidade? Essa reflexão nos leva a um termo muito comentado: resiliência. Eis uma definição: 1. [Física]: Propriedade de um corpo de recuperar a sua forma original após sofrer choque ou deformação. 2. [Figurado]: Capacidade de superar, de recuperar de adversidades. (Dicionário Priberam da Língua Portuguesa). Podemos também pensar em adaptar-se após uma crise, reagir positivamente, focar no aprendizado e não na dor. Porém, o que se nota é que essa capacidade está ausente ou muito debilitada em geral, inclusive no mundo adulto e jovem, que por qualquer motivo se rebela e se entrega. A ansiedade e a depressão têm assolado nosso mundo. Por isso, é muito importante que essa habilidade seja ensinada às crianças, especialmente dentro de casa, mas também em parceria com a escola e com a igreja. E como podemos fazer isso? Em primeiro lugar é preciso saber que as crianças pequenas ainda não têm a capacidade de controlar suas emoções e estão em processo de reconhecimento e autoconhecimento. Por isso, precisam que seus cuidadores ensinem que sentir raiva, medo, frustração, é normal, mas o que fazemos com isso deve ser o foco. Por exemplo, muitas vezes criticamos e corrigimos a criança porque ela ficou brava. Mas quem não fica? “Quando vocês ficarem irados, não pequem” Ef. 4.26. Por isso, é importante ensinar à criança que é normal ela sentir raiva, mas que ela precisa descobrir uma maneira de se acalmar (respirando fundo, indo para um canto, abraçando uma pelúcia) e então decidir como vai reagir, para que tenha boas atitudes e não agrida o outro, machuque-se, fira com palavras e assim por diante. A neurocientista Karla Mendonça sugere uma

técnica: usar a imagem de um semáforo: sinal vermelho (quando a criança fica com raiva – ela deve parar), amarelo (a criança deve pensar numa forma de se acalmar e ver possibilidades boas de reação) e sinal verde (a escolha de uma boa atitude). Isso pode ajudar! É claro que essa técnica precisa ser ensinada antes disso acontecer, para que ela consiga aplicar. Por outro lado, é muito importante ensinar a empatia. O colocar-se no lugar do outro em vez de isolar, ignorar. Atitudes como ajudar um colega na escola, ajudar num programa social, são uma opção. Vivemos num mundo muito egoísta e individualista. Não permita que seus filhos e filhas sejam alcançados e absorvidos por isso. Ensinar a amar o outro apesar de, é essencial. “Ame o seu próximo como a si mesmo” Mt 22.39. Por fim, esse é mais um desafio que temos como pais e educadores, ensinar as crianças a terem boas atitudes diante da adversidade e, especialmente, a confiarem em Deus que as criou e as ama incondicionalmente. ““Eu lhes disse essas coisas para que em mim vocês tenham paz. Neste mundo vocês terão aflições; contudo, tenham ânimo! Eu venci o mundo” Jo 16.33. ____________________________________________ Sonia Heimann Reinke é Mestre em Teologia – Educação e Religião e Missionária da JEVAM.


.. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .

COLUNA DA ORDEM DOS PASTORES BATISTAS DO BRASIL - SESSÃO PIONEIRA

Q

uando tudo isso passar, o mundo será melhor. Será? Entre 1918 e 1920, tivemos a pandemia da gripe espanhola. Naquela época, a população mundial era de 1,834 bilhão de pessoas. Destas, 500 milhões foram infectadas, pouco mais de um quarto da população total, e 50 milhões morreram. Se fosse hoje, proporcionalmente, seriam mais de 200 milhões de mortos. A gripe espanhola veio logo após a Primeira Guerra Mundial (19141918), quando mais de 10 milhões de pessoas morreram, número que aumentou com os feridos de guerra que também morreram nos anos seguintes. Tudo isso sem contar a destruição de cidades inteiras, além da crise econômica que perdurou nas décadas de 1920 e 1930. O mundo mudou? Sim. Para melhor? Não necessariamente. Além da devastadora crise econômica, vimos o surgimento de líderes totalitários – como Hitler, na Alemanha, Mussolini, na Itália, Franco, na Espanha, entre outros –, que culminou na Segunda Grande Guerra. A pandemia, a depressão econômica e a guerra, por si só, não produziram uma mudança para melhor, pelo menos em termos globais. Se a experiência do passado tem algo a nos ensinar é que o sofrimento do presente não garante um futuro melhor. O nacionalismo nas décadas de 1920 e 1930 assumiu um papel religioso ao prometer a redenção do ser humano na figura messiânica de líderes totalitários. Nesse contexto, a Igreja perdeu a credibilidade e o Estado ganhou força religiosa. A devoção e a fidelidade de muitos cristãos foram transferidas da fé em Cristo e no reino de Deus para o Estado, que passou a ser visto como quem protege seus cidadãos, salvando-os dos demônios ideológicos e étnicos, garantindo-lhes segurança e liberdade. Os reinos deste mundo tornaram-se mais atraentes, relevantes e poderosos do que o reino de Cristo. Nestes dias de futuro incerto, quando penso no papel da Igreja, particularmente dos seus líderes, lembro-me da opção dos apóstolos de se consagrarem à oração e ao ministério da Palavra. Ela foi fundamental para o futuro da igreja primitiva. Receio que esta opção venha sendo perigosamente negligenciada pelas lideranças das igrejas. João Crisóstomo (345-407) descreveu assim o lugar e o poder da ora-

||||||||||||||||||||||

A OPÇÃO DOS APÓSTOLOS

ção na vida da igreja: O poder da oração subjugou a força do fogo; reprimiu a fúria do leão, trouxe descanso à anarquia, extinguiu guerras, apaziguou os elementos da natureza, expulsou demônios, rompeu as cadeias da morte, abriu os portões do céu, curou enfermidades, repeliu fraudes, resgatou cidades da destruição, parou o curso do sol e deteve o avanço da tempestade. A oração é uma armadura eficiente, um tesouro que nunca diminui, uma mina que nunca se exaure, um céu que não fica coberto por nuvens, um céu sem tempestade. É a raiz, a fonte, a mãe de milhares de bênçãos. A oração sempre ocupou um lugar primordial em períodos de crise. O povo de Deus sempre foi convocado pelos seus líderes à prática de orações e súplicas, com jejuns e grande clamor diante do Senhor. O ministério da Palavra, junto com o da oração, nos coloca sempre ao lado do nosso Deus e Pai e do seu reino, em quaisquer circunstâncias. Se o povo de Deus não for devidamente instruído na Palavra, e os alicerces da ética e da moral não forem bem estabelecidos, a vulnerabilidade espiritual da Igreja fará dela uma presa fácil. John Stott, um dos líderes do nosso tempo mais apaixonados pela Palavra de Deus, disse: Nós barateamos o evangelho quando o retratamos apenas como algo que nos liberta da tristeza, do medo, da culpa e de outras necessidades pessoais, em vez de apresentá-lo como uma força que nos liberta da ira vindoura. Não sabemos como será o futuro, mas sabemos como nos preparar para ele: consagrando-nos à oração e ao ministério da Palavra. O governo da história está sobre os ombros de Jesus Cristo, nosso Senhor. Ele, Jesus, e não os poderes deste mundo, reina e reinará pelos séculos dos séculos. Amém. ___________________________________________________________ Ricardo Barbosa de Sousa - é pastor da Igreja Presbiteriana do Planalto e coordenador do Centro Cristão de Estudos, em Brasília. É autor de, entre outros, A Espiritualidade, o Evangelho e a Igreja, Pensamentos Transformados, Emoções Redimidas e O Caminho do Coração.

Janeiro/Fevereiro 2021 2021 Janeiro/Fevereiro

O BATISTA BATISTA PIONEIRO PIONEIRO O

17 17


||||||||||||||||||||||

IGREJAS

PROGRAMA PARA VOCACIONADOS

.. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. ..

Blumenau, SC - O Programa de Vocacionados nasceu com o intuito de gerar preparo e vivência na vida da igreja para os irmãos que têm sonhado com o ministério, com o objetivo de auxiliar no descobrimento de sua vocação diante do chamado de Deus. Entendemos que Deus chamou a todos nós, cristãos, para participar da Grande Comissão (Mateus 28.1820), e todos somos vocacionados por Deus para participar da sua obra no mundo (2Coríntios 5.18-20). Porém, nesse processo, entendemos que Deus chama pessoas específicas para o ministério (Efésios 4.11-12) visando a expansão do seu Reino e da mensagem do Evangelho. A PIB Pioneira em Blumenau tem clamado ao Senhor para que levante mais trabalhadores para a seara (Mateus 9.36-38), e Deus assim tem nos abençoado com pessoas dispostas. A partir desse momento que nasce o programa. A pessoa vocacionada será desafiada a crescer em três grandes áreas: Vida, Estudo e Serviço. Ela é mentoriada e desafiada a servir dentro da igreja local e convocada a fazer leituras relacionadas àquilo que será abordado dentro de um seminário. O programa já iniciou com 5 irmãos que estão se preparando

UM DOMINGO ALEGRE, MARCANTE E DE GRATIDÃO A DEUS!

para o ingresso ao seminário, sendo eles (da esquerda para a direita): Luandrea Almeida Nascimento Soares, Frederico Henrique Pena Soares, Juliana Pegoraro, Maria Kayane de Araújo Pimentel Kubnik e André Kubnik Neto. Que estes sejam uma bênção de Deus para muitas pessoas e também para a igreja. Deus os abençoe, guarde e proteja dando capacidade e boa vontade de seguir os caminhos do Senhor. Estamos começando, crendo que o Senhor tem muito pra fazer em nosso meio. Que Deus nos abençoe e use a Sua Igreja para preparar de maneira bíblica e prática a vida dos “trabalhadores da seara”! ______________________________________________________________

Senador Salgado Filho, RS – “E, perseverando unânimes todos os dias no templo, e partindo o pão em casa, comiam com alegria e singeleza de coração, louvando a Deus, e caindo na graça de todo o povo. E cada dia acrescentava-lhes o Senhor os que iam sendo salvos” (Atos 2.46,47). No dia 24 de janeiro do corrente ano aconteceu na Igreja Batista Pioneira em Vila Oito de Agosto o culto de batismo de Jackson Ezequiel Steinmetz. Foi um domingo marcante, alegre e de gratidão a Deus. Depois de uma caminhada de preparação através de estudos da Palavra de Deus, o irmão Jackson testemunhou publicamente a sua fé sendo obediente a ordem do nosso Senhor e Salvador Jesus descendo às águas e batizado, firma o compromisso de viver para o Senhor (2 Coríntios 5.17). Mais uma vez, damos as boas-vindas a Jackson que agora unido à igreja local, pode dividir com seus irmãos as lutas, as alegrias, o serviço do Reino de Deus, a adoração ao Senhor e todos os demais aspectos da vida cristã. Deus seja louvado.

.. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .

Pr Josias Fernando Welter - PIB Pioneira em Blumenau.

19 ANOS DA PIB PIONEIRA DE BLUMENAU

_____________________________________________________________________

Blumenau, SC - Ao celebrar os 19 anos da PIBPB nos perguntamos: “O que podemos fazer para retribuir ao Senhor o que Ele tem feito por nós?”. De uma maneira inversa, o ser humano tem a tendência de esquecer das coisas boas e lembrar das difíceis. Mas nós queremos trazer à memória aquilo que nos dá esperança, e basta olharmos para o ano de 2020, ano do início de uma pandemia, para o nosso coração se encher de gratidão. Deus nos mostrou um novo jeito de cuidar de pessoas! Alimentamos e cuidamos espiritualmente de pessoas pelas redes sociais rompendo os limites do município, do estado e do país. Alimentamos e cuidamos de pessoas fisicamente olhando para aqueles mais afetados nesses tempos difíceis. Não nos faltou esperança e propósito. Por isso, neste aniversário, reafirmamos nossa missão de amar a Deus, ao próximo e fazer Jesus cada dia mais conhecido. Essa é nossa resposta! Queremos continuar retribuindo o que Senhor tem feito por nós, com reconhecimento e gratidão. Você faz parte dessa história e da família PIBPB!

Pr Edemar Gundt - IB Linha República e Vila 8 de agosto.

______________________________________________________________ Pr Jacques Kleiman - PIB Pioneira em Blumenau.

18

O BATISTA PIONEIRO

Janeiro/Fevereiro 2021


. .. .. .. .. .. .. .. ..

FALECIMENTOS

||||||||||||||||||||||

Erna Fritz Sipert – *25/03/1928 +09/08/2020 “Mulher virtuosa, quem a achará? Muitas mulheres são exemplares, mas você a todas supera.” Provérbios 31.10a, 29 Mulher sincera, pura, humilde, enérgica e ao mesmo tempo mansa, sábia e com uma enorme fé em Cristo! Esta mulher foi escolhida por Deus para ser nossa mãe e um dos pilares de nossa família. Mas, no dia 09 de agosto, nossa amada mãe, Erna Fritz Sipert, retornou à casa do Pai. Após 10 dias hospitalizada, nos deixou por insuficiência cardiorrespiratória. Descansou de modo sereno, como sempre pediu a Deus. Sempre teve muito medo de dar trabalho, e ao contrário, ajudou com tudo até o final. Sempre muito independente, apesar das limitações da idade. Mesmo com tantos anos, seus bem vividos 92 anos, nosso pedido egoísta era - “Senhor mais um pouquinho de tempo com ela.” Desta vez chegou o tempo do “ate’ logo, Erninha querida” Nossa heroína! Como gostaríamos que este dia não chegasse nunca. Segunda filha de Adolfo e Alvina Fritz, nasceu no dia 25 de março de 1928, em Santo Cristo/RS. Viveu com sua família em Linha República, onde foi batizada, ainda adolescente. A família mudou para Lajeado Terêncio e depois para Machado (atualmente Novo Machado). Aos 16 anos de idade, decidiu que não queria trabalhar na roça e foi para a cidade de Tuparendi trabalhar como enfermeira. Isto nos idos de 1944, exigia muita coragem, determinação e vontade em aprender algo novo. Durante 11 anos, cumpriu sua missão em ajudar a salvar vidas, em tempos muito difíceis e por vezes precários. Trabalhou com excelência e dedicação. Honrou seus pais. Cuidou deles até o fim de suas vidas. Amou e respeitou seu amado, Ervino Sipert, com quem viveu por 61 anos. Casaram-se em 17 de setembro de 1955 e sentiu muito a sua partida em dezembro de 2016. Foi uma esposa exemplar, uma ótima administradora do lar e uma mãe muito sábia. Viveram muitos anos em Santo Ângelo, onde serviu na PIB com muito amor e dedicação. Também cuidou de cada um de nossos vizinhos, nos ensinando que “o vizinho é o parente mais próximo”. Em março de 2002, mudam-se para Curitiba, para viver mais perto dos filhos e netos. Uma adaptação muito difícil e sofrida. Mas ali, conquistaram novas amizades, conheceram novos vizinhos, irmãos, novos pastores e novas igrejas. E especialmente um convívio muito intenso com os filhos, netos e bisnetos, que ela tanto amava. Mesmo com suas limitações humanas, sempre com muita sabedoria, viveu uma vida diária e intensa de oração e leitura da Palavra. Nos ensinou valores e o amor a Deus acima de todas as coisas. Conversava muito com Deus! Vê-la e ouvi-la orando nos dava força, esperança e grande segurança. Sabemos que suas orações por todos nós permanecerão diante do trono da graça até o dia final. O vazio é enorme, mas queremos preenchê-lo com gratidão a Deus, pelo privilégio de tê-la tido como mãe! Pelo legado que deixou e por cada momento que vivemos como família! São memórias eternas! E pelo testemunho de sua fé, a sua vida continuará a falar como os heróis da fé de Hebreus 11. Temos o coração grato pelo carinho e apoio de todos neste momento tão difícil, que de perto e de longe nos abraçaram. Carmem, Rosane, Astride e Edson Sipert “Oma querida, força e delicadeza coexistiram em você. Raízes profundas, densas e firmes fizeram sua vida carregada de beleza. O que nos mostrava era sempre a leveza dos galhos florescendo no alto. Você teve a constância das estações. Noventa e dois anos de uma vida bonita. Descansa, Oma querida. O que nos deixou continuará brotando.” Annie Bastos, neta, no dia de seu funeral.

Nilson Aparecido Fortunato – *13/07/1958 +27/08/2020 Blumenau, SC - “Se vivemos, vivemos para o Senhor; e, se morremos, morremos para o Senhor. Assim, quer vivamos, quer morramos, pertencemos ao Senhor” Romanos 14.8. Graças te rendemos Senhor por tua palavra tão especial, pois assim, podemos ter a certeza de que aqueles que amamos e que nos deixaram, foram para a Sua morada eterna. Assim, Deus chamou o nosso irmão Nilson Aparecido Fortunato, nascido em 13/07/1958, nos deixou aos 27/08/2020. Filho de Agostinho Fortunato e Santina Casavelha Fortunato, casado com a irmã Andreia de Oliveira Fortunato, deixa 5 filhos, sendo eles: Ana Lucia, André Vinicius, Caroline, Thaise e Ariadne. Para constar, as últimas três filhas junto com a mãe Andreia, estão há anos frequentando e participando da PIBP Blumenau. A conversão do irmão Nilson foi muito emocionante, se batizou em nome de Jesus em novembro de 2019. Glórias a Deus pela sua transformação e pelas bênçãos que ainda recebeu nesse período de sua vida. Beate Post Isleb Secretaria Administrativa PIBP Blumenau

Janeiro/Fevereiro 2021

O BATISTA PIONEIRO

19


Juntas com sede em Curitiba, PR Rua Elizeu Faria, 157 - casa 1 81720-130 - Curitiba, PR

Fone: (41) 3284.4650 (41) 99290-3093 www.pioneira.org.br/jevam pam@pioneira.org.br secretaria@pioneira.org.br

Fone: (41) 3376.0271 www.pioneira.org.br/jufemi jufemi@pioneira.org.br

Rua Benjamin Constant, 2080, B. Escola Agrícola 89037-502 - Blumenau, SC Fone: (41) 98791-2585 www.jumap.org.br jumap@jumap.org.br

Rua Dr. Pestana, 1021 98700-000 - Ijuí, RS Fone: (55) 3332.2205 www.batistapioneira.edu.br faculdade@batistapioneira.edu.br

Acampamentos: ABP Linha 11 Leste, Bozano, RS Fone: (55) 9 9963-2219 pioneira.org.br/abp

ACAMPAZ BR 282 km 612 Fone: (49) 9 9961-6392 pioneira.org.br/acampaz

Rua José Bonifácio, 1623 98700-000 - Ijuí,RS Fone: (55) 3332.1095 www.pioneira.org.br lartabea.iju@terra.com.br Rua Caminho do Furquim, 275 06720-250 - Cotia, SP Fone: (11) 4616.1107 www.pioneira.org.br larcotia@terra.com.br

Rua José Bonifácio, 1623 Casa A - Bairro Storch. 98700-000 - Ijuí, RS Fone: (55) 3332.8182 www.pioneira.org.br cais@surdoscais.com.br Largo S. Vicente de Paulo, 1382 85900-215 - Toledo, PR Fone: (45) 3277.3227 www.lid.org.br contato@lid.org.br Rua Benjamim Constant, 339 98280-000 - Panambi, RS Fone: (55) 3375.6150 www.lartabea.org.br lar.panambi@gmail.com

20

O BATISTA PIONEIRO

Janeiro/Fevereiro 2021

TIRINHA

FéLIZ com JESUS

.. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .. .

Rua Mercúrio, 126 09990-030 - Diadema, SP Fone: (11) 4056.7775 www.pioneira.org.br nsdiadema@pineira.org.br

Profile for Convenção Batista Pioneira do Sul do Brasil

O Batista Pioneiro | Janeiro/Fevereiro de 2021  

O Batista Pioneiro | Janeiro/Fevereiro de 2021  

Profile for cbpsb
Advertisement