Obp setembro 2015

Page 1

ANO 89 | Nº 09 | SETEMBRO DE 2015

Rua Elizeu Faria, 157 - 81720-130 - Curitiba - PR

Antes de tudo, exorto que se façam súplicas, orações, intercessões e ações de graças por todos os homens. 1Timóteo 2.1


EDITORIAL

Interceda pelo Brasil!

Dentre as melhores práticas devocionais para nós, crentes em Cristo, está o ministério da intercessão! Trata-se de um serviço com oportunidade para todos e todas, em qualquer lugar e a todo o tempo. Possivelmente, o maior inimigo a ser vencido seja a nossa própria inércia, mas não devemos esquecer que existem potestades espirituais da maldade que se empenham em colocar impedimentos à obra de Deus (Dn 10.12-13; e Ef 6.12). O dicionário da língua portuguesa nos informa que “intercessão” é: 1) Ato de

Agenda da Pioneira

interceder; 2) Pedido a favor de outrem; 3) Intervenção conciliadora. De fato, é muito fácil entender o que significa “interceder”, pois quando intercedemos estamos pedindo a favor de outrem, ou estamos praticando uma “intervenção conciliadora”. Mais difícil do que entender o sentido da intercessão é a prática da oração regular, profunda, comprometida e perseverante a favor de alguém ou de alguma coisa. O tema central neste mês é a intercessão como fruto de nossa submissão a Jesus

o a Jesus Cristo

Outubro: Ajudar em submissã

Preliminares do Calendário 2016 01 de datas) (Prazo de entrega para previsão ) HP CO (EN 02-04 Encontro de Homens Dia das Crianças 12 (Fraiburgo, SC) Congresso de Pastores e esposas 16 12Dia do Professor 15 Lidera Jovem (Centro) 17 a, RS) Culto de Ação Social (Santa Ros 18 a neir Pio da Dia de Ação Social 18 ada, RS) Enjumer (Pioneiros) (Nova Ram 24 ravilha, SC) Ma az, amp Enjumer (Centro) (Ac 24 Dia da Reforma 31 02/11 Retiro de Jovens Adultos a 10 31/ Pioneira (Geral)

EXPEDIENTE

2

JUFEMI

JUMAP

JEM/FBP

JEVAM

JSS

Cristo, pois ele mesmo disse: “Vigiai e orai” (Mt 26.41) e “contou-lhes também uma parábola sobre o dever de orar sempre, e nunca desfalecer” (Lc 18.1). O ministério da intercessão alimenta-se da convicção de que essa é a vontade de Deus, expressa por Jesus Cristo: que seu povo não desista de orar pelos outros. Já que somos brasileiros, não desistamos de interceder pelo Brasil; não desistamos do Brasil, dos brasileiros e das brasileiras. Não desistamos de interceder por aqueles que nos são caros, pois no tempo certo ceifaremos (Gl 6.9). É da vontade de Deus que todos se salvem, por isso interceder pela salvação e transformação da nossa pátria é da vontade de Deus, pois “o Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns a têm por tardia; mas é longânimo para conosco, não querendo que alguns se percam, senão que todos venham a arrepender-se” (2Pe 3.9). É da vontade de Deus que a justiça social encontre lugar nesta terra. Portanto, é justo que intercedamos pelas autoridades, especialmente pelas que estão se dedicando, muitas vezes com risco da própria vida e da família, para que a corrupção não seja tolerada nem praticada impunemente! Além de ensinar sobre a intercessão, Jesus também a praticou e a pratica até hoje!

“Pois é Cristo quem morreu, ou antes, quem ressuscitou dentre os mortos, o qual está à direita de Deus, e também intercede por nós” (Rm 8.34). Jesus não apenas pratica a intercessão, mas é o exemplo perfeito de intercessor: “Portanto, pode também salvar perfeitamente os que por ele se chegam a Deus, vivendo sempre para interceder por eles” (Hb 7.25). Como se não bastasse o exemplo máximo de Jesus, o Espírito Santo também é um exemplo de intercessor: “E da mesma maneira também o Espírito ajuda nas nossas fraquezas; porque não sabemos o que havemos de pedir como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis” (Rm 8.26). A inspiração para a intercessão está também no exemplo da igreja primitiva e dos apóstolos, que oravam e orientavam o povo de Deus a interceder: “Admoesto-te, pois, antes de tudo, que se façam deprecações, orações, intercessões, e ações de graças, por todos os homens” (1Tm 2.1).

Pastor Samuel Esperandio Diretor Executivo da CBPSB

GRATIDÃO: Pelo Encontro Anual dos Missionários da Pioneira na Igreja Batista Esperança em Ijuí (RS); Pela Semana Missionária da Faculdade Batista Pioneira, no templo da PIB de Ijuí; Pela visita anual do Pr. Carlos Waldow, Diretor de Missões da EBM International, para a América Latina; Pelas instituições que estão se desenvolvendo na captação de recursos através de projetos sociais; Pelas igrejas que mantém suas contribuições regulares para o Plano Cooperativo e ofertas missionárias; Pelas igrejas, irmãos e irmãs que estão apoiando a construção do Salão Multiuso no ABP.

INTERCESSÃO: Ore pela obra de Missões Nacionais da Convenção Batista Brasileira (CBB); Ore e divulgue a Campanha #corrupçãoNÃO do Ministério Público Federal apoiado pela CBB; Continue orando pela Campanha de Missões da Pioneira/2015, para que os alvos sejam alcançados, tanto na intercessão quanto na oferta especial e no Programa de Adoção Missionária (PAM); Continue orando pelo Programa de Educação Cristã da Pioneira, para que as igrejas enviem seus representantes para os Seminários de Educação Cristã nas regionais; Interceda pela situação política e econômica do Brasil, tendo em vista a crise institucional e ética que estamos vivendo.

OPBB

Órgão Oficial de Informação da Convenção Batista Pioneira do Sul do Brasil

Não deixe de acessar www.pioneira.org.br e atualizar-se com as informações da sua Convenção. As suas sugestões são bem vindas!

Outros

Presidente: Rui Osvaldo Teske Vice-Presidentes: Zaira Maria Dhein Sigmar Schmidt Milton Tehlen Pr. Jair Hein

Conselho Editorial: Pr. Claiton André Kunz Pr. Antônio Renato Gusso Roland Körber Editor Responsável: Pr. Samuel Esperandio

Secretaria: Fabiana Silvestrini Roberta Tolotti Ernst Sandra Cledi Johann Redação: Rua Elizeu Faria, 157 - casa 1 81720-130 - Curitiba, PR Fone/Fax: (41) 3284.4650 secretaria@pioneira.org.br

Arte e Diagramação: BHZ Design - (51) 3024.8030 andre@bhzdesign.com.br www.bhzdesign.com.br Impressão: Mega Gráfica Editora Ltda. (41) 3598.1113 - (41) 9926.1113

A publicação é de responsabilidade da Convenção Batista Pioneira do Sul do Brasil. As matérias assinadas são de responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do jornal. A redação reserva-se o direito de resumir as matérias. Matérias a serem publicadas devem ser enviadas para o endereço da redação e de preferência em CD ou por e-mail.


TEMA DO MÊS

IGREJAS QUE FALAM SOBRE ORAÇÃO x IGREJAS QUE ORAM Pioneira na Internet: www.pioneira.org.br Juntas com sede em Curitiba, PR Rua Elizeu Faria, 157 - casa 1 81720-130 - Curitiba, PR Fone/Fax: (41) 3284.4650 www.pioneira.org.br/jevam secretaria@pioneira.org.br

Fone/Fax: (41) 3284.4650 www.jumap.org.br jumap@jumap.org.br

Fone/Fax: (41) 3376.0271 www.pioneira.org.br/jufemi jufemi@pioneira.org.br

Rua Dr. Pestana, 1021 98700-000 - Ijuí, RS Fone/Fax: (55) 3332.2205 www.batistapioneira.edu.br faculdade@batistapioneira.edu.br

Declarada de UTILIDADE PÚBLICA FEDERAL conforme Decreto de 22/11/91 pelo Diário Oficial da União em 29/07/1996. Portadora do Título de Entidade Filantrópica Rua Benjamim Constant, 339 98280-000 - Panambi, RS Fone/Fax (55) 3375.6150 www.pioneira.org.br lar.panambi@gmail.com Rua José Bonifácio, 1623 98700-000 - Ijuí,RS Fone/Fax (55) 3332.1095 www.pioneira.org.br lartabea.iju@terra.com.br Rua Caminho do Furquim, 275 06720-250 - Cotia, SP Fone/Fax (11) 4616.1107 www.pioneira.org.br larcotia@terra.com.br Largo S. Vicente de Paulo, 1382 85900-215 - Toledo, PR Fone (45) 3277.3227 www.pioneira.org.br larirmaosdentzer@uol.com.br Rua Mercúrio, 126 09990-030 - Diadema, SP Fone (11) 4056.7775 www.pioneira.org.br nsdiadema@pioneira.org.br Rua Barão do Rio Branco, 1051 98700-000 - Ijuí, RS Fone (55) 3332.8182 www.pioneira.org.br cais@surdoscais.com.br Rua Chile, 772 98900-000 - Santa Rosa, RS Fone (55) 3512.3504 www.pioneira.org.br espacofelizsr@gmail.com

3

Existe uma enorme diferença entre igrejas que falam muito sobre a importância da oração e igrejas que oram. Há, ainda, igrejas que nem sequer falam sobre a oração. Nosso alvo não é apenas que nossas igrejas entendam a importância da oração, mas efetivamente sejam igrejas que amem estar na presença do nosso Deus. Sammy Tippit, em seu livro “Avivamento e Evangelismo”, nos lembra que uma das características dos avivamentos históricos é que eles começam com alguns poucos indivíduos que se tornam fiéis na oração. O caminho do avivamento na oração é pavimentado com muito amor, paciência e constância, pois Deus quer que toda a igreja, em unidade, seja envolvida nessa atmosfera de intimidade com Ele, e é maravilhoso quando isso acontece! Quando olhamos para a igreja do Novo Testamento podemos ver que a oração não era eventual para os momentos de crise, nem casual no dia a dia da igreja no Novo Testamento. Ela fazia parte do estilo de vida da igreja. Eles oravam em todo o tempo sem cessar. Nós poderemos experimentar em

nossa nação um grande avivamento espiritual que resulte em uma grande colheita de vidas e uma intensa multiplicação de igrejas se a igreja atual, a exemplo das igrejas de Atos, fizer da oração um estilo de vida. A visão da Igreja Multiplicadora busca desenvolver a prática da oração de forma mais intensa e contínua na vida de cada crente, na família, na vida dos líderes e na igreja local. Muitas vezes o povo de Deus parece que não tem motivação para orar e buscar a face do Senhor. Sem oração, nada acontece. Louvamos a Deus por sua vida e pelo seu grande interesse de se tornar um intercessor! Pois temos a firme convicção que através da oração a nossa nação será transformada pelo Senhor Jesus, como nos ensina 2Crônicas 7.14: “e se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, orar e buscar a minha presença, e se desviar dos seus maus caminhos, então ouvirei dos céus, perdoarei os seus pecados e sararei a sua terra”. Agradeça a Deus pelos números de Missões Nacionais, frutos do engajamento do

povo batista brasileiro em oração e ação pela Pátria! – 2.121 batizados em 2014 – 7.776 manifestaram sua decisão por Cristo em 2014 – 652 missionários – 437 projetos de plantações de igrejas – 35 unidades da Cristolândia em 7 estados com 76 mil atendimentos em 2014 – 2 casas lares que abrigam 49 crianças – Estamos em 15 tribos indígenas – 6 igrejas em Libras Campanha de Missões Nacionais/2015: Tema: Eu amo o BRASIL e quero ser bênção para minha nação! Divisa: “Por amor... não me calarei. Por amor... não descansarei enquanto a Sua justiça não resplandecer como a alvorada e a Sua salvação como as chamas de uma tocha acesa” (Is 62.1). – Fonte: http://www.missoesnacionais.com. br/#!orao/cmv9 - Acesso: 25/08/2015.


TEMA DO MÊS

AS 10 MEDIDAS CONTRA A CORRUPÇÃO Propostas do Ministério Público Federal para o combate à corrupção e à impunidade: 1) Prevenção à corrupção, transparência e proteção à fonte de informação Para prevenir a corrupção, o MPF sugere a possibilidade da realização de testes de integridade, isto é, a “simulação de situações, sem o conhecimento do agente público ou empregado, com o objetivo de testar sua conduta moral e predisposição para cometer crimes contra a Administração Pública”. A realização desses testes é incentivada pela Transparência Internacional e pela Organização das Nações Unidas (ONU) e é um exemplo de sucesso em alguns lugares do mundo. Outra proposta é o investimento de um percentual entre 10% e 20% dos recursos de publicidade dos entes da Administração Pública em ações e programas de marketing voltados a estabelecer uma cultura de intolerância à corrupção, conscientizar a população dos danos sociais e individuais causados por ela, angariar apoio público para medidas contra corrupção e reportar esse crime. Propõe-se também o treinamento reiterado de todos os funcionários públicos em posturas e procedimentos contra a corrupção, o estabelecimento de códigos de ética claros, adaptados para cada carreira, e a realização de programas de conscientização e pesquisas em escolas e universidades. Para estimular a denúncia de casos de corrupção, o Ministério Público propõe a garantia de sigilo da fonte, com a ressalva de que ninguém pode ser condenado apenas com base na palavra de informante confidencial. Prevê-se ainda a possibilidade de ser revelada a identidade do informante se ele fizer denúncias falsas. Por fim, propõe-se a obrigação de o Judiciário e o Ministério Público prestarem contas da duração dos processos em seus escaninhos, formulando propostas quando seu trâmite demorar mais do que marcos propostos de duração razoável de processos (gatilho de eficiência). 2) Criminalização do enriquecimento ilícito de agentes públicos A dificuldade de provar a corrupção garante a impunidade e incentiva o comportamento corrupto. A criminalização do enriquecimento ilícito garante que o agente não fique impune mesmo quando não for possível descobrir ou comprovar quais foram os atos específicos de corrupção praticados. A #medida2 propõe a tipificação do enriquecimento ilícito, com penas de três a oito anos, mas passíveis de substituição no caso de delitos menos graves. O ônus de provar a existência de renda discrepante da fortuna acumulada é da acusação. Se a investigação ou o acusado forem capazes de suscitar dúvida razoável quanto à ilicitude da renda, será caso de absolvição. 3) Aumento das penas e crime hediondo para corrupção de altos valores É extremamente difícil descobrir o crime de corrupção e, quando isso ocorre, é mais difícil ainda prová-lo. Mesmo quando há provas, pode não se conseguir uma condenação em virtude de questões processuais como nulidades. Ainda que se descubra, prove e alcance uma condenação, a chance de prescrição é real, o que pode ensejar absoluta impunidade. Por fim, quando a pena é aplicada, ela é normalmente inferior a quatro anos e é perdoada, por decreto anual de indulto, depois do cumprimento de apenas um quarto dela. A corrupção é hoje, portanto, um crime de alto benefício e baixo risco, o que pode incentivar sua prática. A #medida3 transforma a corrupção em um crime de alto risco no tocante à quantidade da punição, aumentando também a probabilidade de aplicação da pena por diminuir a chance de prescrição. Com as alterações, as penas, que hoje são de 2 a 12 anos, passam a ser de 4 a 12 anos, lembrando que, no Brasil, as penas de réus de colarinho branco ficam próximas ao patamar mínimo. Com isso, a prática do crime passa a implicar, no mínimo, prisão em regime semiaberto. Esse aumento da pena também amplia o prazo prescricional que, quando a pena supera 4 anos, passa a ser de 12 anos. Além disso, a pena é escalonada segundo o valor envolvido na corrupção, podendo variar entre 12 e 25 anos, quando os valores desviados ultrapassam R$ 8 milhões. Essa pena é ainda inferior àquela do homicídio qualificado, mas é bem maior do que a atual. A corrupção mata, como decorrência do cerceamento de direitos essenciais, como segurança, saúde, educação e saneamento básico. Por isso, a referência punitiva da corrupção de altos valores passa a ser a pena do homicídio. Por fim, a corrupção envolvendo valores superiores a cem salários mínimos passa a ser considerada crime hediondo, não cabendo, dentre outros benefícios, o perdão da pena, integral ou parcial (indulto ou comutação). 4) Aumento da eficiência e da justiça dos recursos no processo penal É comum que processos envolvendo crimes graves e complexos, praticados por réus de colarinho branco, demorem mais de 15 anos em tribunais após a condenação, pois as defesas empregam estratégias protelatórias. Além de poder acarretar prescrição, essa demora cria um ambiente de impunidade, que estimula a prática de crimes. Com o objetivo de contribuir com a celeridade na tramitação de recursos sem prejudicar o direito de defesa, a #medida4 propõe 11 alterações pontuais do Código de Processo Penal (CPP) e uma emenda constitucional. Essas alterações incluem a possibilidade de execução imediata da condenação quando o tribunal reconhece abuso do direito de recorrer; a revogação dos embargos infringentes e de nulidade; a extinção da figura do revisor; a vedação dos embargos de declaração de embargos de decla-

4

ração; a simultaneidade do julgamento dos recursos especiais e extraordinários; novas regras para habeas corpus; e a possibilidade de execução provisória da pena após julgamento de mérito do caso por tribunal de apelação, conforme acontece em inúmeros países. 5) Celeridade nas ações de improbidade administrativa A #medida5 propõe três alterações na Lei nº 8.429/92, de 2 de junho de 1992. A fase inicial das ações de improbidade administrativa pode ser agilizada com a adoção de uma defesa inicial única (hoje ela é duplicada), após a qual o juiz poderá exinguir a ação caso seja infundada. Além disso, sugere-se a criação de varas, câmaras e turmas especializadas para julgar ações de improbidade administrativa e ações decorrentes da lei anticorrupção. Por fim, propõe-se que o MPF firme acordos de leniência, como já ocorre no âmbito penal (acordos de colaboração), para fins de investigação. 6) Reforma no sistema de prescrição penal A #medida6 promove alterações em artigos do Código Penal que regem o sistema prescricional, com o objetivo de corrigir distorções do sistema. As mudanças envolvem a ampliação dos prazos da prescrição da pretensão executória e a extinção da prescrição retroativa (instituto que só existe no Brasil e que estimula táticas protelatórias). O MPF propõe ainda que a contagem do prazo da prescrição da pretensão executória comece a contar do trânsito em julgado para todas as partes, e não apenas para a acusação, como é hoje. Além disso, são sugeridas alterações para evitar que o prazo para prescrição continue correndo enquanto há pendências de julgamento de recursos especiais e extraordinários. As prescrições também podem ser interrompidas por decisões posteriores à sentença e por recursos da acusação, solicitando prioridade ao caso. 7) Ajustes nas nulidades penais A #medida7 propõe uma série de alterações no capítulo de nulidades do Código de Processo Penal. Os objetivos são ampliar a preclusão de alegações de nulidade; condicionar a superação de preclusões à interrupção da prescrição a partir do momento em que a parte deveria ter alegado o defeito e se omitiu; estabelecer, como dever do juiz e das partes, o aproveitamento máximo dos atos processuais e exigir a demonstração, pelas partes, do prejuízo gerado por um defeito processual à luz de circunstâncias concretas. Além disso, sugere-se a inserção de novos parágrafos para acrescentar causas de exclusão de ilicitude previstas no Direito norte-americano, país de forte tradição democrática de onde foi importada nossa doutrina da exclusão da prova ilícita (exclusionary rule). Essas mudanças objetivam reservar os casos de anulação e exclusão da prova para quando houver uma violação real de direitos do réu e a exclusão cumprir seu fim, que é incentivar um comportamento correto da Administração Pública. 8) Responsabilização dos partidos políticos e criminalização do caixa 2 A #medida8 propõe a responsabilização objetiva dos partidos políticos em relação a práticas corruptas, a criminalização da contabilidade paralela (caixa 2) e a criminalização eleitoral da lavagem de dinheiro oriundo de infração penal, de fontes de recursos vedadas pela legislação eleitoral ou que não tenham sido contabilizados na forma exigida pela legislação. 9) Prisão preventiva para evitar a dissipação do dinheiro desviado A #medida9 propõe a criação da hipótese de prisão extraordinária para “permitir a identificação e a localização ou assegurar a devolução do produto e proveito do crime ou seu equivalente, ou para evitar que sejam utilizados para financiar a fuga ou a defesa do investigado ou acusado, quando as medidas cautelares reais forem ineficazes ou insuficientes ou enquanto estiverem sendo implementadas.” Além disso, a #medida9 propõe mudanças para que o dinheiro sujo seja rastreado mais rapidamente, facilitando tanto as investigações como o bloqueio de bens obtidos ilicitamente. 10) Recuperação do lucro derivado do crime A #medida10 traz duas inovações legislativas que fecham brechas na lei para evitar que o criminoso alcance vantagens indevidas. A primeira delas é a criação do confisco alargado, que permite que se dê perdimento à diferença entre o patrimônio de origem comprovadamente lícita e o patrimônio total da pessoa condenada definitivamente pela prática de crimes graves, como aqueles contra a Administração Pública e tráfico de drogas. A segunda inovação é a ação civil de extinção de domínio, que possibilita dar perdimento a bens de origem ilícita independentemente da responsabilização do autor dos fatos ilícitos, que pode não ser punido por não ser descoberto, por falecer ou em decorrência de prescrição.


FACULDADE BATISTA PIONEIRA

Semana Missionária da FBP Wake Up 2015 termina com viagem missionária ao Peru Não se pode contar as Semanas Missionárias da Faculdade Batista Pioneira pela perspectiva de “mais uma” e sim como “a Semana Missionária”, uma de cada vez, mas cada uma delas sendo muito singular e desafiadora. Não foi diferente na semana dos dias 10 a 14 de agosto: a missionária Analzira ministrou sobre vocação missionária e compartilhou testemunhos vivenciados por ela no campo, com destaque à ação e ao cuidado de Deus para com a sua vida; já o Missionaria Analzira Nascimento

5

Pr. Sérgio Ferreira falou sobre a Capelania Escolar, seus desafios, mas principalmente as oportunidades que há em ministrar ao ser humano em sua integralidade no ambiente escolar. Todos os que participaram – alunos da graduação, da revalidação, funcionários, missionários da JEVAM e membros das igrejas da região – foram desafiados a descobrir qual a sua missão no mundo e a pensar em novas formas de se envolver naquilo que o Senhor está fazendo. Pr. Sergio Ferreira

Durante os dias 3 e 15 de junho, um grupo formado por alunos do seminário e irmãos das igrejas batistas esteve em Curahuasi (Peru) servindo ao Senhor ao lado do missionário da terra Adrian Campero. Foi uma experiência transcultural incrível que permitiu aos nossos alunos conhecerem de perto a realidade e a cultura quechua. As atividades realizadas incluíram visitas nos lares das comunidades de San Luis e Concacha, atividades em escolas, realização de duas escolas bíblicas de férias, evangelização na praça em Curahuasi, além do cuidado das crianças e participação com pregação, teatro e música no V Congresso Missionário Internacional. Todos foram impactados pela obra que o Senhor tem realizado entre as comunidades quechuas. Através da parceria com EBM-MASA, esperamos poder cooperar ainda mais com a obra do Senhor naquele país, especialmente agora que os irmãos têm sentido a necessidade de iniciar um seminário quechua para a formação de líderes locais. Veja as palavras da aluna Delize Grando sobre como foi a experiência de participar da viagem missionária: “Tivemos a oportunidade de aprender e ver muita coisa nesses dias. Mas foi surpreendente ver a maneira de como Deus nos une. Mesmo com todas nossas diferenças culturais, o amor

de Deus nos faz uma só família em Cristo. Isso é maravilhoso! Estou com o coração cheio de gratidão por tudo que pudemos aprender com o povo peruano, e também por aquilo que nós levamos a eles. Foi uma experiência inesquecível”. Retornando ao Brasil, chegou a hora da formatura. No dia 18 de julho, familiares e amigos dos alunos do Wake Up estiveram presentes na Igreja Batista Pioneira Esperança em Ijuí. Foi um momento especial para lembrar tudo o que aconteceu nos últimos seis meses. A formatura contou ainda com a presença do quarteto da Primeira Igreja Batista de Ijuí e da Banda Vide. Formaram-se no Wake Up os seguintes alunos: Atalia Rodrigues, Bruna de Paulo, Danielli Cadore, Douglas Andrade, Ellen Hell, Jessica Tietz, Joanna Wild, Luan Manger, Lucas Menezes, Maristela Lemos, Michael Viana, Paola Azambuja, Renan Gomides, Samuel Tome e Sara Marquardt. Agradecemos aos irmãos de nossas igrejas pelo apoio e orações para que projetos assim possam ser realizados. Já estamos nos preparando para o Wake Up 2016, firmes no propósito de despertar a juventude para uma vida de discipulado e serviço ao nosso Senhor Jesus. A Ele seja toda a honra, glória e louvor!


JUNTA FEMININA MISSIONÁRIA

ENTRE NÓS

MEDITAÇÃO

NOTÍCIAS

SOU DE JESUS, mas... Refletindo nesse tema, transcrevo uma história para a nossa meditação. Meio mudada. Eu passeava à tardinha pelo quarteirão, quebrando um raminho, admirando os jardins, as casas... Então ergui os olhos. Ora, alguém de mudança, chegando ou então saindo! Sabem como é, nem sempre é fácil descobrir, mas como já mudei algumas vezes, dá para perceber em que ponto estão as coisas. Geralmente, há um momento que os homens da mudança fazem uma pausa para cafezinho. É então que os vizinhos podem ver os objetos piores, ou seja, os que se escondem lá dentro: uma cama quebrada, um abajur que não funciona, os restos de móveis do galpão. Até parece de propósito, que quando estes estão expostos é que os homens da mudança resolvem sair... Tudo parado. Será que aquelas coisas iriam ficar fora a noite toda? E se chovesse? Ou fossem roubadas? Curiosa, olhei melhor: o abajur era grande e com luz potente, ao lado uma confortável “cadeira do papai” (parecia um trono) e ainda um bom aparelho de som. Resolvi, fui até a porta e bati. Um homem veio me atender: – Perdão – disse eu – Mas os senhores estão entrando ou saindo da casa? – Olhei bem e hesitei... Fiquei surpresa. Era Jesus. – Mestre! – disse eu. – O Senhor aqui?! – Sim. – respondeu ele. – Faz tempo, eles me receberam e eu moro aqui. – Ah... E os móveis aí na frente, são seus ou deles? – Meus – respondeu Jesus. Sorriu tristemente. – Não ganhei moradia completa ainda. Deram-me boas vindas, mas meus móveis ocupam muito espaço e eles não têm lugar para isso. – Humm... – Então compreendi. – O abajur de grande potência, que ilumina bem é a Tua Palavra Senhor? – Sim. – respondeu – Mas há muitos

quebra-luzes nesta casa, vários com lâmpadas queimadas. Alguns acendem de vez em quando: ciência, literatura, filosofia, ética, sabedoria humana, aspectos da natureza, mas não há lugar para a minha Palavra. – O trono também é seu? – Sim, eles têm lugar para mim, mas não há espaço para a minha sabedoria. Querem a comunhão, mas não a obediência! – Sei... Aquele lugar de descanso, repousar no Senhor... Paz perfeita! – Sim, me alegro que você entenda. – E o aparelho de som? Já sei! É a comunicação com o céu: eles falam com o Senhor, mas nunca o escutam. – Lamento, mas é isso mesmo. – Jesus confirmou. – Queira desculpar-me. Acho que entendi. – disse eu. – Algumas pessoas têm lugar para o Senhor, mas não para os seus pertences. Esperam que o Senhor caiba nos planos deles em vez de se moldarem ao Seu plano. Ó Mestre! – continuei – Gostei de ter parado aqui, aprendi uma grande lição. Quando o Senhor vem habitar uma vida, quer entrar de vez. É o que diz em João 14:23, “Se alguém me ama, guardará a minha Palavra e o meu Pai o amará e viveremos para ele e nele faremos morada”. – Curvei a cabeça: – Obrigada Mestre por ter aprendido uma grande verdade. Então, ouvi Jesus dizer: – Espero que sim. Voltei para a calçada, e só então descobri que eu tinha dado a volta no quarteirão e aquela era a minha própria casa! Minha sincera oração é que possamos fazer ajustes necessários em nossa vida para que em nosso agir diário, não somente digamos, mas vivamos em plenitude total: SOU DE JESUS! Termino desafiando as irmãs a buscarem viver Romanos 12:2. – Texto original escrito por L.P. Leman e adaptado por Shirley Frey

Na velhice [os justos] ainda darão frutos, serão viçosos e verdejantes, para proclamar que o Senhor é justo. Ele é minha rocha, e nele não há injustiça. Salmo 92.14-15

ANUÁRIO 2015

TEMA 2015: SOU DE JESUS. DIVISA: “...ao nome de Jesus se dobre todo joelho, no céu, na terra e debaixo da terra, e toda língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para a glória de Deus Pai” (Filipenses 2.10-11). ÊNFASE: “Senhorio de Cristo”.

6

Presidente Vogais:

Dagmar W. Zagonel Liliane S. D. Ferraz Iris Beuter Silvana T. Gross Loni Scholl Shirley Frey Suplentes: Jaqueline Preto Lúcia V. B. K. Marques Secretária-Executiva: Marta Cristina Hoffmann

UFMB Pioneira Rua Elizeu Faria, 157 - casa 1 Xaxim - 81720-130 - Curitiba, PR Fone/Fax: (41) 3376.0271 E-mail: jufemi@pioneira.org.br CONTA BANCÁRIA CNPJ: 87.647.277/0001-99 Banco do Brasil - Ag. 2823-1 C/c 12834-1

“Tudo posso naquele que me fortalece.” (Fp 4.13)


ENTRE NÓS

JUNTA FEMININA MISSIONÁRIA NOTÍCIAS

Atividades da MCA em Santa Rosa Santa Rosa, RS – A MCA de Santa Rosa é formada por dois grupos de mulheres que se reúnem nas segundasfeiras às 19h30min e nas terças-feiras às 15h. Nestas reuniões oramos e intercedemos a favor dos enfermos, necessitados e pedidos que cheguem até nós. Realizamos estudos bíblicos, cantamos e louvamos a Jesus Cristo nosso Senhor e Salvador. Também compartilhamos nossas experiências. O ministério de mulheres é direcionado de mulher para mulher e sobre a mulher. Acolhemos, ajudamos e aconselhamos mulheres conforme os ensinamentos do livro de Tito. O grupo que se encontra à tarde já tem as atividades há mais de 60 anos. O grupo que se reúne à noite atende à demanda das mulheres que trabalham durante o dia. Através destes grupos temos a oportunidade de orientar mulheres novas na fé. – Carmen Kepler

Encontro especial em Alto Rio Possmoser

Alto Rio Possmoser, Santa Maria de Jetibá, ES – No dia 25 de julho, a MCA da Igreja Batista Vida e Esperança em Alto Rio Possmoser realizou um encontro especial em comemoração ao aniversário das irmãs e amigas que completaram mais um ano de vida no primeiro semestre do ano. Esse encontro foi muito especial e marcado pela presença de amigas que nos visitaram e puderam ouvir da Palavra de Deus. Na ocasião, fomos abençoadas com a mensagem da Palavra ministrada pela irmã Thanise Zeferino, que nos levou a refletir sobre a importância de sermos filhas de Deus e como deve ser o nosso relacionamento com este Pai de amor. Temos muito a agradecer a Deus pelo que Ele tem feito em nosso meio, salvando vidas e usando a sua igreja neste local.

7


8


9


JUNTA DE EVANGELISMO E MISSÕES

Encontro de Missionários da Pioneira Novidades em Vale do Sol e Linha Formosa

Vale do Sol, RS – Seguindo a visão de Igreja Multiplicadora e, apoiados por nossa igreja mãe (IBP Santa Cruz do Sul), temos realizado celebrações a cada duas semanas na IBP Formosa, no interior de Vale do Sol – a primeira igreja batista organizada em solo gaúcho. Sentimo-nos honrados e oramos para que Deus nos dê graça, sabedoria e visão quanto ao trabalho a ser realizado nessa comunidade que é o berço de nossa Convenção. Simultaneamente, estamos dando início a um novo PGM no centro urbano de Vale do Sol, na casa do irmão Elpídio e Marguit Gehrke. Cremos na expansão do Reino de Deus em nossa região e com alegria compartilhamos com os irmãos.

Igreja Multiplicadora no Bairro Faxinal Ijuí, RS – Nos dias 13 e 14 de agosto aconteceu o Encontro de Missionários da Pioneira, em Ijuí, com a participação de 29 missionários e missionárias, que foram muito bem acolhidos pelo Pr. Airton Nickel e sua equipe, num ambiente muito acolhedor das dependências da Congregação Batista Esperança. Alguns destaques do encontro: - Entrega do livro “De Volta aos Princípios”, da série de Igreja Multiplicadora; - Reflexão sobre “O desafio dos Nossos Dias”, pelo Pr. Helmuth Scholl; - Compartilhar das dificuldades financeiras da JEVAM, pelo Pr. Samuel Esperandio, diretor executivo da Convenção, desafiando cada missionário a fazer a sua parte para a mudança desta realidade; - Informação sobre a organização em igreja, ainda neste anto, dos campos missionários de Frederico Westphalen, Tapejara e Itoupava em Blumenau; - Palavra do Pr. Ray Miller sobre ações práticas no intuito de buscar novos parceiros e manter as parcerias já existentes; - Palavra do irmão Mário Preto, presidente da JEVAM, desafiando os missionários para que todos estejam juntos na expansão do trabalho missionário; - Compartilhar das lutas e desafios, tanto no âmbito ministerial, quanto pessoal e oração em favor dos colegas; - Compartilhar das vitórias e do que está dando certo no campo missionário; - Brechó com roupas doadas aos missionários; - Momentos de descontração com vídeos de “stand up” dirigidos pelo Pr. Felipe Almeida; - O sorteio de brindes e o tradicional “Bíblia na cabeça”; - Devocional dirigido pelo Pr. Airton Nickel; - Momentos de música e louvor dirigido pelo Pr. Milton e Iris Beuter e Joseana Krummenauer; - Participação nas noites na PIBI, na Semana Missionária da FBP, sob o tema “Capelania Escolar”, com o Pr. Sérgio da RTM; - Palavra especial do Pr. Sérgio aos missionários, compartilhando experiências sobre Capelania Escolar, seguido de um tempo onde vários colegas compartilharam o que fazem ou já fizerem a respeito; - Compartilhar do Pr. Helmuth sobre algumas ferramentas práticas para desenvolver a Capelania Escolar; - Palavra da missionária Aline Schach sobre o

10

PAM Kids, que visa a conscientização missionária das crianças; - Premiação dos missionários que entregaram os relatórios em dia desde o início do ano; - Palavra do irmão Mário sobre a contratação do irmão Cesar, em Chapecó, para coordenar o Programa de Adoção Missionária da JEVAM; - Maravilhosas refeições preparadas pelos irmãos da CBP Esperança de Ijuí. Apesar das lutas e desafios que foram expostos durante o evento, pode-se notar em cada palavra, devocional e orações, um sentimento de que estamos engajados em fazer cada um a sua parte, seja no campo missionário, lidando com pessoas, na gestão financeira, lidando com os recursos, ou na parte administrativa e de coordenação do trabalho. Apenas alguns poucos missionários não puderam participar, os quais haviam pedido dispensa. Das esposas, várias não puderam estar, infelizmente. Mas compreendemos as dificuldades. Que o próximo encontro seja melhor ainda, oportunizando momentos agradáveis para nossos missionários, assim como temas relevantes que venham a enriquecer. Que a alegria em fazer parte da obra de Deus – daqueles que dispõem seus dons, habilidades (muitas vezes abrindo mão de sonhos pessoais em prol da expansão do Reino, como é o caso dos nossos missionários) – seja disseminada no coração de todas as pessoas de todas as igrejas e nos campos missionários da nossa Convenção!

Santa Cruz do Sul, RS – O campo Missionário em Santa Cruz do Sul, no Bairro Faxinal, com os missionários Pr. Tobias e Vânia, está implementando o programa Igreja Multiplicadora. O missionário já esteve no Congresso da Pioneira em Blumenau, onde aprendeu sobre o Pastor Multiplicador. A próxima etapa é levar a liderança a ser multiplicadora e, para isso, já vem desenvolvendo encontros mensais de treinamento, com o intuito também de motivar os líderes quanto à paixão pela evangelização, enfatizando a visão missionária e celebrando as vitórias. Cada líder tem seus alvos de oração, está fazendo seus relacionamentos discipuladores e servindo dentro dos PGMs, vivenciando a visão de glorificar a Deus cumprindo a grande comissão. Lembrando que não é somente o “ide”, mas fazer discípulos ensinando-os a guardar tudo que Jesus ordenou. – Pr. Tobias e Vânia

Convite para organização da igreja em Frederico Westphalen Frederico Westphalen, RS – Há 30 anos foi organizada a Congregação Batista Pioneira em Frederico Westphalen. O início se deu através da vida do irmão Armin Schaff e sua família, que abriram as portas da sua casa e começaram um trabalho com crianças. Logo em seguida chegou o primeiro missionário, o Pr. René Seifert e sua família. Deus abençoou o seu trabalho e algumas portas começaram a se abrir. Tal como na vida de pessoas e famílias, também igrejas passam por dificuldades. Após vários percalços, em 2008 começou um processo de revitalização com o apoio da JEVAM. Em 2009 chegou o Pr. Matias e sua família para ajudar nesse processo de restauração de um desvio doutrinário e de práticas estranhas ao meio batista. Deus foi acrescentado vidas ano após ano e hoje estamos chegando a 40 membros. Desde a nossa chegada, nosso alvo foi a organização em igreja autônoma. E esse momento chegou. Dentro das comemorações de 30 anos do início do trabalho, a organização em igreja autônoma será no dia 27 de setembro. O grupo está empolgado e confiante que Deus vai abençoar a continuidade do trabalho. Além desse desafio, estamos envolvidos com a construção do salão social e anexos. Louvamos a Deus pelas igrejas e irmãos que acreditaram nesta proposta e adotaram este campo missionário. Conforme 1Coríntios 15.58, o “nosso trabalho não é vão no Senhor”. Pedimos as orações dos amados irmãos, pois a batalha espiritual nesse lugar é muito grande. Você é nosso convidado para esta festa: CONCÍLIO: Sábado, 26/09, às 19h30 CULTO: Domingo, 27/09, às 9h30, seguido de almoço. Reservas para almoço com o Pr. Matias: (55) 3744.1585 ou (55) 9672.6122


JUNTA DE EVANGELISMO E MISSÕES

Servindo a Deus com alegria em Lages Lages, SC – Ouvimos constantemente que os tempos estão difíceis, as pessoas estão cada vez mais voltadas para seus próprios interesses, existe um esfriamento espiritual, diminuiu o apego aos princípios da Palavra. Tudo aponta para um quadro feio e sem brilho. No entanto, Deus está vivo e continua usando seus servos para levar uma palavra de esperança e de salvação aos perdidos. Existe um cântico, esquecido por alguns, mas que impulsiona o trabalho missionário: “Não olho as circunstâncias, não, olho seu amor, não me guio por vistas, alegre estou”. Seria bom voltar a cantá-lo. Ser missionário é ser capaz de crer além das situações, e servir a Deus com alegria, com gratidão pelo privilégio de poder testemunhar do seu amor para as pessoas. Em Lages começamos com um grupo pequeno, sem templo e desconhecidos pela comunidade local. Uma realidade que até assustaria, não fosse a convicção do plano de Deus para esta cidade: as pessoas que se colocaram como parceiros em

oração e os adotantes do PAM, que se juntam nesta linda obra de plantação de igrejas – e cremos que o fazem com alegria no Senhor. Com esta convicção no coração, respaldados pelos nossos amados adotantes, firmados na fé em Jesus, iniciamos trabalho voluntário em escola infantil da rede municipal, ensinando músicas para crianças das turmas – maternal e pré-escolar – onde outras portas foram abertas. Junto com o PAIAÇÃO (ministério de teatro – Pai em Ação), que usa o humor e o teatro para a evangelização, realizamos ministrações evangelísticas em duas escolas municipais. Querido leitor d’O Batista Pioneiro, fuja dos perigos da atualidade, se envolva com alegria no projeto de plantação de igreja, adote um campo missionário, permita a Deus lhe mostrar os vários campos missionários de nossa Convenção, seja intercessor. Através da sua pareceria, muitas pessoas podem ser alcançadas e transformadas pela Palavra de salvação em Jesus.

JUNTA DE SERVIÇO SOCIAL

Lares de Ijuí lançam Projeto Troco do Bem Ijuí, RS – As instituições Lar da Criança Henrique Liebich, Instituto Lar Bom Abrigo, MEAME (Missão Evangélica de Amparo ao Menor) e a AFIMM (Associação Filantrópica Monte Moriá) uniram forças para desenvolver atividades em conjunto numa parceria que teve início em novembro de 2011. Surgiram, então, projetos que visam a capacitação profissional, a captação de recursos e a troca de experiências a fim de manter e qualificar o serviço que vem sendo prestado na área do acolhimento institucional em benefício das crianças e dos adolescentes. Agora, estas quatro instituições estão lançando o Projeto Troco do Bem, que visa arrecadar recursos em benefício da manutenção do atendimento a crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social, contribuindo no desenvolvimento de ações na área de proteção e garantia dos direitos da criança e do adolescente. O projeto busca, na participação das empresas e da comunidade, a oportunidade para que

colaboradores, clientes e amigos realizem a doação de qualquer valor, através dos cofres disponibilizados em estabelecimentos locais. O projeto foi lançado no dia 31 de julho na Praça da República de Ijuí, quando a comunidade pôde conhecer esta iniciativa e saber mais sobre as quatro instituições. As empresas que aderirem ao projeto assinarão termo de adesão e a prestação de contas dos valores arrecadados se dará por meio dos sites das entidades, podendo também ser divulgado através de rádios, jornais e portais.

Lar da Criança visita Lar Tabea em Panambi

Dia dos Pais em Santa Helena Santa Helena, PR – O domingo dia 9 de agosto teve um tom especial para os papais de nossa igreja. As irmãs prepararam uma singela e bonita homenagem que emocionou a todos os pais presentes. Após o culto, ainda foi possível saborear um delicioso lanche. Deus abençoe a vida dos nossos papais!

Panambi, RS – A pedagoga do Lar da Criança Henrique Liebich, Francieli Marder, coordenou no dia 28 de julho o passeio realizado em Panambi pelas crianças e adolescentes acolhidos, cuidadoras sociais e equipe de apoio. O grupo visitou o Lar Tabea, unidade prestadora de serviços da Sociedade Batista de Beneficência Tabea, voltada para o bem-estar, o cuidado e a assistência à velhice, onde conheceu a

estrutura física, promoveu momento de integração, cânticos e lanche com todos os moradores do Lar. Depois, finalizaram o passeio visitando o Museu Militar. “Esta ação faz parte do planejamento anual do setor pedagógico da instituição, visando proporcionar a socialização, participação comunitária e lazer às nossas crianças e adolescentes acolhidos”, relata Francieli.

Gratidão a Deus pelos adolescentes de Santa Helena Santa Helena, PR – Agosto, como já sabemos, é o mês do adolescente batista. No último dia 16 separamos um espaço na programação para louvar a Deus pela vida de nossos adolescentes. Foi possível ainda ouvir o relato de testemunho de um deles, Samuel. Ele conheceu nossa igreja na Trans/2012, quando ainda era júnior. Hoje, mais maduro e também batizado, segue firme na fé e nos contou como Deus tem transformado a sua vida desde então. Foi um momento marcante. Deus seja louvado!

11

Apresentação do Espaço Feliz Santa Rosa, RS – No dia 21 de agosto, o Espaço Feliz participou com apresentação musical na reinauguração do Posto de Saúde do bairro no qual está localizado. Desde que

foi fundado, o Espaço Feliz mantém uma parceria com o Posto de Saúde através da rede de assistência social.


JUNTA DA MOCIDADE E ADOLESCENTES DA PIONEIRA

Os sem igreja Cada vez mais pessoas acreditam não se encaixar dentro das igrejas. Muitos cristãos deixam de congregar em uma igreja e, assim, surgem os “desigrejados”, que acham que a igreja não faz mais sentido. São novos convertidos e cristãos experientes que deixam de fazer parte do corpo de Cristo. Será que este grupo contemporâneo está erroneamente intencionado, ferido pela instituição igreja ou desiludidos com os erros de uma liderança? Com essa temática, o Retiro de Jovens Adultos, que acontecerá de 10 a 12 de outubro em Curitiba (PR) irá desdobrar o assunto à luz da Palavra de Deus. O retiro é uma realização da JUMAP, direcionado para jovens com idade acima de 25 anos, e terá a presença do teólogo Luiz Sayão e do autor Nelson Bomilcar.

Luiz Alberto Sayão é teólogo, pastor batista e linguista. Sayão é tradutor da Bíblia (tendo coordenado a publicação da Nova Versão Internacional), reitor do Seminário Teológico Batista do Sul do Brasil (STBSB) e Faculdade Batista do Rio de Janeiro (FABAT).

Nelson Bomilcar é pastor, missionário, músico e escritor. Há 36 anos exerce seu ministério no Brasil, tem suas canções presentes em inúmeros trabalhos da música cristã nacional, bem como tem se dedicado a escrever diversas obras cristãs. O valor de inscrição é R$ 250,00 com possibilidade de parcelamento, e ela deve ser realizada através do site www.jumap. org.br/ja15.

12


IGREJAS

Grupo de Homens de Nova Santa Rosa Nova Santa Rosa, PR – O grupo de homens da nossa igreja vem se reunindo regularmente com objetivo de planejar e desenvolver ações missionárias. Ao longo dos últimos anos tem executado diversos projetos, de maneira especial na edificação do salão multiuso do ABP, para o qual as equipes têm se deslocado por diversas vezes – atualmente construindo o hall de entrada e os banheiros. Em julho de 2014, após ouvirmos do Pr. Waldi uma meditação sobre a parábola dos talentos, fomos desafiados por ele a colocarmos isso em prática. Cada participante recebeu um talento (R$ 10,00), totalizando o valor de R$ 420,00, para depois de um ano prestarmos contas. Foi gratificante ouvirmos os testemunhos dos irmãos na reunião de julho deste ano, compartilhando as ações executadas por cada um a fim de multiplicar o talento recebido. Para a honra e glória do Senhor, o valor distribuído foi acrescentado de 1.500%, totalizando mais de R$ 6.500,00, valor este que será aplicado na execução dos projetos. O desafio continua e já temos novos propósitos para 2015/2016: “como transformar um tempo livre que eu tenho em recursos para projetos missionários”. Como igreja e grupo estamos felizes, pois através de pequenas ações individuais, colocadas nas mãos do Senhor, podemos realizar grandes projetos que abençoam a muitos. – Milton Tehlen

Evento jovem

Panambi, RS – Com a presença de mais de 400 jovens, o Grupo Megafone (Curitiba, PR) esteve na Segunda Igreja Batista de Panambi em uma noite de muito louvor e adoração. Muitas decisões foram tomadas pelos jovens presentes.

Capacitação em Marechal Cândido Rondon Marechal Cândido Rondon , PR – Nos dias 11 e 12 de julho tivemos a alegria de receber na PIB de Marechal Cândido Rondon o Pr. Vanderlei Schach e sua esposa, Aline C. Schach, os quais ministraram o “Curso de Capacitação para o Ministério de Crianças”. Foram abordados diversos temas, entre eles: a criança em situação de vulnerabilidade afetiva; tempo de pais para com seus filhos; entretenimento das crianças; crianças na Bíblia. Apresentaram também um teatro direcionado com linguagem própria para as crianças, para que estas tenham a capacidade de compreender o amor de Deus e a Cristo como Salvador de suas vidas. Deus continue abençoando o Pr. Vanderlei e a irmã Aline. Ao Senhor Jesus toda honra e glória!

Perspectivas em Capo-Erê

Capo-Erê, Erechim, RS – O que pode transformar uma simples reunião administrativa em um culto a Deus? Certamente podem existir muitas respostas para essa pergunta, mas foi o que ocorreu no dia 16 de agosto na antiga capela de madeira da Igreja Batista em Capo-Erê, uma das mais antigas da Pioneira. Agendamos uma reunião para que representantes das igrejas vizinhas, Erechim e Getúlio Vargas, manifestassem o apoio nas atividades da igreja em Capo Erê. Uma agradável surpresa ocorreu com a presença de mais de 20 pessoas, incluindo 10 que foram empossadas na nova diretoria, eleita no domingo anterior. Além de louvor, palavra e orações, informações desafiadoras foram compartilhadas e uma oferta foi levantada, com o propósito de construção de um banheiro nas dependências da capela. Grande alegria invadiu nossos corações, pois reconhecemos que uma grande porta se abriu para o futuro dessa antiga igreja, agora revigorada pelo apoio recebido, pois do outro lado da RS135 está sendo construído um campus da Universidade Federal Fronteira Sul, com a previsão de recebimento de milhares de alunos, em diversos cursos, nos próximos anos. Louvamos a Deus pela disposição das igrejas-filhas em cooperar com a igreja-mãe, e pedimos suas orações por esse novo desafio missionário.

Escola Bíblica para todas as idades em Santa Rosa Santa Rosa, RS – O texto de provérbios 22:6 nos diz: “Ensina a criança no caminho em que deve andar, e ainda quando for velho não se desviará dele”. Isso nos motiva a trabalhar na Escola Bíblica, pois também cremos que o estudo da Palavra de Deus transforma a vida de todos desde a menor das crianças até o mais experiente membro de igreja. Levamos o ensino muito a sério! Ele é agente de transformação na vida de cada um. Temos classes para todas as idades, desde os bebês até adultos, todos os domingos das 9h30min às 11h, com currículos específicos para todas as idades. Matrículas abertas o ano todo!

A Segunda de Panambi em marcha Panambi, RS – Mais uma etapa foi vencida! Mais de 550 m2 de forro com nova iluminação foram colocados atendendo as exigências dos bombeiros, além do ganho

13

em iluminação mais ampla e revestimento térmico. A Segunda Igreja Batista de Panambi está em constantes obras e muito tem sido feito.


FALECIMENTOS

IGREJAS

Culto de Dons em Chiapetta Chiapetta, RS – Colocar os dons à disposição do Senhor é algo que engrandece a obra cristã e consequentemente a vida da igreja. Muitas vezes, não conseguimos ver todas as pessoas com suas habilidades e dons. Contudo, podemos usar ferramentas para que estas venham a mostrar e enriquecer a vida da igreja. Pensando nisto, fizemos então o Culto dos Dons, onde cada irmão podia, de forma espontânea, mostrar seus dons e habilidades. Foi diferente, diversificado e agradável. Tivemos música de várias formas, poesia e monólogo. Os membros adoraram ao Senhor com seus dons, talentos e habilidades. “Porque, assim como o corpo é um, e tem muitos membros, e todos os membros, sendo muitos, são um só corpo, assim é Cristo também” (1Co 12.12). – Pr. Maycon Jhon Wutzke

Comunhão entre Progresso e Chiapetta Chiapetta, RS – Algumas atividades proporcionam a interação e comunhão entre os irmãos, quebrando paradigmas, permitindo assim mais intimidade uns com os outros e proporcionando crescimento e desenvolvimento da obra. Aqui em Chiapetta realizamos um almoço de comunhão entre a igreja-mãe Progresso, a congregação em Chiapetta e mais dois pontos de pregação. Fizemos um culto alegre e de adoração ao Senhor por tudo o que Deus tem feito em nós e através de nós. Logo depois foi realizado um grande almoço de comunhão. “Oh quão bom e quão suave é que os irmãos vivam em união” (Sl 133.1). – Pr. Maycon J. Wutzke

Alegria, gratidão e dedicação Encantado, RS – O salmista disse: “O choro pode durar uma noite, mas a alegria vem pela manhã” (Sl 30. 5b). Foi esse o sentimento que invadiu nossos corações quando nos reunimos no templo da Comunidade Cristã de Encantado (RS) no dia 20 de junho, primeiramente para assinatura da escritura passando definitivamente a propriedade do templo para aquela igreja, e à noite para o culto especial de gratidão a Deus, uma vez que a igreja completou o pagamento daquela propriedade e agora está com a documentação completa. Para a Convenção Pioneira foi a concretização de uma decisão inspirada num princípio, ou seja, antes de trabalharmos pela implantação de igrejas batistas pioneiras lutamos pela expansão do Reino de Deus, mesmo que isso signifique ajudar uma igreja que não seja da nossa denominação – mas que

tenhamos clareza de que se trata de uma igreja séria e que luta “o bom combate” firmada nos mesmos princípios da Palavra de Deus. Foi assim que o Pr. Airton Nickel e eu participamos daquele culto especial, dirigido pelo Pr. Armando Castoldi, com a participação maciça da igreja em Encantado e da Comunidade Cristã de Lageado, e excelente representação da Igreja Batista Pioneira de Lajeado e Congregação Batista Pioneira de Estrela, sob a liderança do Pr. João Wagi Marques. Louvado seja Deus porque todo o investimento feito em Encantado tem retornos claros para a obra de expansão missionária, com a salvação de muitas vidas preciosas e estabelecimento de uma igreja autossustentada, autogovernada e autopropagante. Soli Deo gloriae! - Pr. Samuel Esperandio

Ingelid Reinhard

25.07.1941 – 19.04.2015 São Paulo, SP – Nos seus 73 anos de vida, Inge teve períodos de muito trabalho como secretária e depois gerente financeira de diversas empresas. Assumir responsabilidade, trabalhar com dedicação e resolver problemas foi sua característica já como irmã mais velha dos três filhos de uma família de imigrantes. Sua integridade cristã e precisão lhe trouxeram sucesso profissional, mas também conflitos e incompreensão, dos quais, entretanto, ela não guardava mágoas. Exigente consigo e com os outros, Inge tinha, no entanto, um coração misericordioso, sempre preocupada com o bem-estar dos outros. Participou das atividades da igreja, no coral, na sociedade de senhoras, mas, sobretudo, no tempo de mocidade, quando sua Kombi, a única do grupo, nos levou a retiros e viagens missionárias, em que também revelou o seu talento de planejamento e organização. No longo período de enfermidade aprendeu a entregar à Cristina, sua irmã e incansável cuidadora, o controle que antes exercia tão naturalmente. Foi uma paciente dócil e agradecida. Inge partiu em paz, sem alarde, como foi a sua vida. Deixa a saudade da separação, mas também o exemplo de dedicação e integridade. Como cristãos, nos confortamos com a promessa do Senhor de Apocalipse 14.13: “Bem-aventurados os mortos que desde agora morrem no Senhor. Sim, diz o Espírito, para que descansem de suas fadigas, pois as suas obras os acompanham”. – Nicolau Reinhard

Alfredo Kepler

08.07.1929 – 24.03.2015 Panambi, RS – Um homem segundo o coração de Deus. Aos 85 anos, o aposentado Alfredo Kepler faleceu de causas naturais em 24 de março, no Hospital São Vicente de Paulo, na cidade de Passo Fundo. Nascido em 8 de julho de 1929, era o primogênito de Otto Kepler e Fanny Kepler. Tinha 5 irmãos: Helga, Gisela, Helmuth, Otto Vicente e Astrid. Seu pai foi fundador da empresa Kepler Irmãos, atual Kepler Weber S/A. Casou-se em 1962 com Ilena Pohia, com quem teve quatro filhos: Cristine, Janete, Rejane e Alfredo Otto. Deixa 3 genros, uma nora e 8 netos. Alfredo Kepler exerceu o cargo de diretor comercial da Kepler Weber Veículos, concessionária Chevrolet em Panambi, até sua aposentadoria no ano de 1989. Participou ativamente da vida comunitária de várias entidades do município como presidente do Conselho Municipal de Desportos, membro fundador do Piratini, membro fundador e primeiro presidente da antiga Associação Comercial de Panambi (1986 – 1987 – 1991 a 1994), integrou a comissão de administração da construção do Ginásio do Sesi e ainda foi eleito vereador no ano de 1976. Esposo, pai e avô, Alfredo era uma pessoa dedicada, amorosa, companheira, fiel, humilde, sábia e tinha uma vida de oração diária. Consternada, a família agradece por todas as manifestações de carinho e apoio recebidos durante esse momento de extrema dor. Agradecemos à equipe de enfermeiros e médicos do Hospital Panambi e do HSVP, de Passo Fundo, na pessoa do doutor Norberto Toazza Duda. O culto de despedida foi realizado pelo Pr. Daniel M. Wachter, seu genro, na Segunda Igreja Batista em Panambi. Helga K. Fanini falou em nome de todos os irmãos presentes: Astrid, Helmuth, Gisela. O filho, Alfredo Otto, falou em nome dos filhos: Janete, Rejane e Cristine. Que o Senhor conforte o seu povo pela perda deste querido pai, vô, sogro, irmão, esposo, servo de Deus! Disse-lhes Jesus: “Eu sou a ressureição e a vida; quem crê em mim, ainda que esteja morto, viverá; e todo aquele que vive e crê em mim, nunca morrerá. Crês tu isto?” (Jo 11.25-26). A Deus, toda honra e toda glória.

Bem-aventurados os mortos que desde agora morrem no Senhor. Sim, diz o Espírito, para que descansem de suas fadigas, pois as suas obras os acompanham. Apocalipse 14.13

14


ORDEM DOS PASTORES BATISTAS DO BRASIL

Salário ou Sustento Ministerial? O que recebemos, salário ou sustento ministerial? No mundo de hoje, tempo é dinheiro, porque pensar em dinheiro toma todo o nosso tempo. Estamos pensando nele para quitar nossas dívidas do passado, pensamos nele para realizar nossos desejos do presente, ou pensamos nele para nos dar segurança no futuro. O tema agrava-se mais nesse ambiente tenso econômica e politicamente em que passa o país. Contudo, esse tempo se torna importante para os ministros do evangelho fazerem uma avaliação da sua relação com o dinheiro e quais os princípios que os levaram para este ministério. Vamos buscar responder a essa pergunta, mas antes vamos aos princípios. Escolhemos três princípios que ajudam sempre quando as tensões do mercado, as dúvidas quanto o valor junto à sociedade ou às dificuldades na relação igreja-pastor possam existir na caminhada. São eles: 1. Deus é o meu “patrão”: Ele é o provedor que sustenta o ministro. Ele usa os meios que quiser para sustentá-lo, seja a igreja, ofertas ou pessoas mantenedoras. Isso significa que o ministro não está preso à diretoria, assembleia, irmãos com “dízimos gordos” ou outras circunstâncias. Ele deve estar livre para fazer o que precisa ser feito para agradar o seu Senhor que o sustenta. 2. Gente é o meu “negócio”: As pessoas são o foco do ministério pastoral. Conduzir, cuidar delas, ajudá-las no seu crescimento espiritual e capacitá-las para que façam discípulos é a vocação do pastor. Deus o chamou para isso. O pastor deve estar focado na saúde da ovelha e não no tamanho do rebanho, pois isso leva à perda do foco nas pessoas para trabalhar na criação, manutenção e crescimento de estruturas, que nos levam ao engano de que sucesso é ter uma igreja grande que possa pagar bem, acreditando que o “êxito do crescimento” se deve à sua capacidade de gestão. A avaliação não deve ser feita pelo tamanho das estruturas, pois isso nos leva a comparar-nos com os executivos do mundo corporativo e desejar os salários deles. Quanta frustração quando fazemos essas comparações! Deus nos chamou para cuidar de gente e isso deve ser a nossa realização. 3. Dinheiro é o meu “empregado”: Ele nunca pode ser o meu patrão, senhor ou dono. Ele está à minha disposição para suprir as minhas necessidades. Falo de necessidades e não de desejos, pois a dignidade do trabalho está em poder suprir suas necessidades, honrando os compromissos adquiridos e mantendo o bom nome na praça. Quando trabalhamos para manter os nossos desejos, nos tornamos escravos deles e do dinheiro. Como os nossos desejos são insaciáveis, sempre teremos que trabalhar mais e mais. Quando o salário é apenas o sustento das minhas necessidades, eu fico livre para receber a verdadeira paga pelo meu trabalho que é cuidar de pessoas e vê-las transformadas pelo poder de Jesus em suas vidas. O meu salário não me paga, ele apenas me sustenta, não estou no ministério por causa dele. Ele não é o fruto que me alimenta no ministério. O fruto do meu ministério é o legado de fé que deixo na vida das pessoas. O salário é para a minha subsistência. Baseado nesses três princípios chegamos à resposta que: 1. O ministro deve ter um sustento ministerial, pois “digno é o trabalhador de seu salário” (Mt 10.37b). Mas deve viver uma vida modesta e sem ostentação, pois não cabe a quem escolheu trabalhar em um sonho, uma vocação, um ideal, fazer da piedade uma fonte de lucro (1Tm 6.5-8). 2. Que devemos nos medir pela régua da realização de agradar a quem nos alistou para a guerra (2Tm 2.4) e a saúde dos nossos soldados (2Tm 2.10), e não pelo sucesso aparente do exército. Não trabalhamos por dinheiro, pois quem trabalha por dinheiro é o assalariado e já recebeu a sua recompensa no fim de cada mês, tem o compromisso com o dinheiro e não com as ovelhas (Jo 10.12-13). Mas trabalhamos esperando a recompensa do nosso pastor Jesus naquele grande e glorioso dia em que receberemos a imperecível coroa de glória (1Pe 5.1-4). Esse é o nosso verdadeiro salário; fora isso, o resto é apenas sustento. – Pr. Jacques Kleiman

15

FAMÍLIA

Batismo e casamento de Clauciênio Ribert Tijuco Preto, Domingos Martins, ES – Dois acontecimentos marcaram com muita alegria os irmãos da Congregação de Tijuco Preto. No dia 12 de julho de 2015 desceu às águas batismais nosso novo irmão em Cristo Clauciênio Ribet para honra, glória e louvor do nosso Deus. Já no sábado seguinte, dia 18

de julho, Clauciênio casou-se com Andréia Neitzel, também no templo da Congregação Batista de Tijuco Preto. Duas festas especiais e espirituais que com certeza alegram o coração de Deus e de toda igreja. Sejam bem-vindos em nome de Jesus.

Zé Campeiro um gaudério canta pra Jesus Preço: R$10,00 + custo de envio. Encomendas por meio dos telefones: (55) 3744.1666; (55) 9650.8336; (55) 8109.0798, ou através do e-mail: matias.fischer@hotmail.com


TEMA DO MÊS

Agradecimento

Foi a surpresa! Imaginei que a razão fosse ser eu bisneto de Karl Ferdinand e de Clara Agnes Elizabeth von Königshaus Feuerharmel, e neto do Pr. August Matschulat, que foi o primeiro pastor da novel igreja batista da Linha Formosa. A motivação, entretanto, foi outra. Essa “Menção Honrosa” foi conferida por ocasião do Congresso da Pioneira realizado nos dias 24 a 26 de julho de 2015, no templo da Primeira Igreja Batista Pioneira de Blumenau (SC). Por coincidência, fui o orador oficial na organização dessa igreja em fevereiro de 2001. Resumo histórico: Nos anos de 1951/54 fiz o curso ginasial e científico no Colégio Batista de Porto Alegre. Da Prefeitura de Porto Alegre recebi uma bolsa de estudos que cobriu os custos do 1º e 2º ano. Da União da Mocidade da Igreja Batista Emanuel de Panambi recebi auxílio para o preparo em Porto Alegre, que também cobriu as despesas da mudança para o Rio de Janeiro e a anuidade (1955) do Seminário. Diga-se de passagem, foi esse o investimento que recebi da parte da então “Associação das Igrejas Batistas Teuto-brasileiras”. O então tesoureiro da associação solicitou que fizesse o pedido de auxílio. Acontece que havia lido a abreviada biografia de Hudson Taylor. Uma das recomendações, gravei: “Tendo certeza e convicção de sua chamada para a obra, passe a depender de Deus que o vocacionou. Não peça nada aos homens. Deus mesmo vai usá-los”. Duas vezes, ao longo dos meus anos de estudo, pedi auxílio a irmãos que tinham condições. Uma vez para adquirir uma máquina de escrever usada, e outra vez um auxílio para a compra de casa. Cada vez bati em portas fechadas. Deus, entretanto, nunca falhou. O auxílio apareceu de fontes inesperadas. E Deus tem sido maravilhosamente fiel. Ele tem enviado seus servos, que no momento exato, surgem para suprir as necessidades. Essa máquina que uso agora para escrever, Deus usou um irmão da igreja onde sou membro, que me forneceu essa ferramenta. E vejam, Ruth e eu estamos chegando, sem dúvida, no dizer do Mestre, “ao vale da sombra da morte”. E qual o seu conselho? “Não temais. Eis que estou convosco todos os dias até o fim dos tempos”. Surgem ansiedades? Surgem sim. E fazer o que? Há orientação preciosa e precisa na Palavra de Deus: “Lancem sobre Ele toda a sua ansiedade, porque Ele tem cuidado de vocês” (1Pe 5.7). Obrigado, Senhor, pela menção honrosa recebida de ti por intermédio de tua igreja. Obrigado, Senhor, também por esses queridos irmãos, os quais os amo com o amor do Senhor. – Pr. Helmuth Matschulat

16


Millions discover their favorite reads on issuu every month.

Give your content the digital home it deserves. Get it to any device in seconds.