Obp outubro 2015

Page 1

ANO 89 | Nº 10 | OUTUBRO DE 2015

Rua Elizeu Faria, 157 - 81720-130 - Curitiba - PR

Nós somos cooperadores de Deus, e vocês são lavoura de Deus e edifício de Deus. 1 Coríntios 3.9


EDITORIAL

Felicidade no serviço!

Não se trata de uma afirmação contraditória como alguém poderia pensar, pois certamente há possibilidade de alguém encontrar realização e felicidade no serviço. Especialmente quem faz o que gosta! E particularmente para quem acredita na Missão Social Cristã, ou seja, que servir está na essência da vida cristã! Em se tratando do serviço que fazemos por obediência ao chamado do Senhor, ainda maior é a alegria que experimentamos e a felicidade em realizar nossa missão. Porém,

Agenda da Pioneira

nem tudo é o que parece ser! Isso provoca uma pergunta que não quer calar: você tem alegria no desempenho do seu trabalho? E no serviço pela causa do Evangelho? Essa alegria tem provocado uma sensação de satisfação? Em outras palavras, você tem encontrado felicidade no serviço? Bem, não sei como você tem respondido às questões acima, mas vejamos algumas possibilidades. É possível que você responda com um enorme sim, com um positivo, ou pelo menos balançando a cabeça afirmativamente. Afinal, você e eu aprendemos que devemos nos sentir felizes pela oportunidade de sermos úteis com o nosso trabalho. Úteis para o nosso sustento e de nossa família, para contribuir com a causa do evangelho, para nos sentirmos realizados como pessoa humana, etc. Os motivos podem se multiplicar! Entretanto, é provável que esse sentimento de satisfação, embora presente na maior parte do tempo, não seja a única experiência que você e eu vivemos, não é verdade? Afinal, quantas vezes precisamos fazer coisas que não gostamos, que não nos trazem satisfação, para que nos desincumbamos adequadamente da nossa tarefa. Por isso, dizer “sou feliz no serviço” pode ser uma expressão ampla demais! Há ainda a possibilidade de alguém reconhecer que não apenas não é feliz no serviço, mas que é extremamente infeliz.

ão a Jesus Cristo

EXPEDIENTE

2

JUMAP

JEM/FBP

JEVAM

Pastor Samuel Esperandio Diretor Executivo da CBPSB

GRATIDÃO: Pelo Dia das Crianças e pelo despertamento do valor de cuidarmos bem das novas gerações; Pela obra de Missões Nacionais da Convenção Batista Brasileira (CBB); Pelo alcance da Campanha #corrupçãoNÃO do Ministério Público Federal apoiado pela CBB; Pela participação das igrejas nas atividades regionais e a mobilização para os grandes eventos; Pela presença expressiva no Retiro de Casais ocorrido nos dias 11 a 13/09 em Florianópolis (SC); Pela realização do Congresso da Terceira Idade, em Veranópolis (RS).

Pelos emigrantes que deixam seus países por causa da guerra, violência ou perseguição, e passam privações na longa e penosa jornada; Pelo Encontro de Homens da Pioneira RS (ENCOHP) de 02 a 04/10 no ABP; Pelo Congresso dos Pastores e Esposas, que ocorrerá nos dias 12 a 16/10 em Fraiburgo (SC); Pelo Retiro de Jovens Adultos, nos 31/10 a 02/11 em Curitiba (PR); Continue orando pela Campanha de Missões da Pioneira/2015, para que os alvos sejam alcançados, tanto na intercessão quanto na oferta especial e no Programa de Adoção Missionária (PAM); Continue orando pelo Programa de Educação Cristã da Pioneira, para que as igrejas enviem seus representantes para os Seminários de Educação Cristã nas regionais; Pela situação política e econômica do Brasil, tendo em vista crise institucional e ética que estamos vivendo.

Celebração dos 60 anos do LIT 01 (IBEmanuel, Panambi-RS) Feriado Nacional 02 al Dia Batista de Oração Mundi 04 ública Rep da ção Feriado: Proclama 15 al teri nis Mi Dia de Educação 15 JUMAP 22 17- Reunião Ministerial da a) mp Lidera Jovem (Sa 21 Reunião da JEVAM 21 ças Dia Nacional de Ação de Gra 26 Reunião JSS 28 JUFEMI

atitude positiva para com a vida, com nossas próprias habilidades, com as oportunidades e também com a clareza que não somos suficientes para todas as coisas, mas que temos recebido dons e talentos; podemos desenvolver habilidades e conhecimentos; podemos nos dedicar a fazer o nosso melhor, e consagrar a Deus as obras de nossas mãos. E, se entendemos que há um chamado Dele, não percamos a esperança de que Ele suprirá cada uma das nossas necessidades, e glorificará Seu nome com o fruto do nosso serviço! O pregador assim expressou: “Tudo quanto te vier à mão para fazer, faze-o conforme as tuas forças” (Ec 9.10a), e o apóstolo frisou: “E, quanto fizerdes por palavras ou por obras, fazei tudo em nome do Senhor Jesus, dando por ele graças a Deus Pai” (Cl 3.17). Desejo que leitores e leitoras encontrem nas páginas dO Batista Pioneiro orientações que tragam alegria e realização no serviço. Portanto, boa leitura!

INTERCESSÃO:

iss Novembro: Servir em subm

Pioneira (Geral)

Não tem satisfação nem realização, está frustrado com o que faz e tem a sensação de não ter encontrado seu lugar no amplo espectro das possibilidades de um serviço gratificante e realizador. O que fazer diante dessas realidades diferentes? Alguns, de tão felizes que estão, esquecem-se de que seu serviço, mesmo o serviço na obra de Deus, não é um fim em si mesmo. Para que fazemos o que fazemos? Quem está se beneficiando? Para quem vai a glória do que realizamos? A quem honramos? Outros, de tão frustrados, cavam um buraco emocional e de lá não querem sair, julgando que são incompletos e por isso jamais poderão sentir-se realizados no serviço. Encaram por algum tempo os apelos de uma vocação, mas logo desistem! Imaginam uma porção de possibilidades para fazerem algo significativo, mas desistem antes de começarem ou diante das primeiras dificuldades. Isso se agrava nessa época de crescimento do desemprego e estagnação na economia. Diante das capacidades que temos ou das fragilidades que nos alcançam buscar a felicidade no serviço deve nos conduzir a uma atitude realista de que nem tudo são flores, mas que também nem tudo é um caos. Além disso, deve exigir de nós uma

JSS

OPBB

Órgão Oficial de Informação da Convenção Batista Pioneira do Sul do Brasil

Outros

Não deixe de acessar www.pioneira.org.br e atualizar-se com as informações da sua Convenção. As suas sugestões são bem vindas!

Presidente: Rui Osvaldo Teske Vice-Presidentes: Zaira Maria Dhein Sigmar Schmidt Milton Tehlen Pr. Jair Hein

Conselho Editorial: Pr. Claiton André Kunz Pr. Antônio Renato Gusso Roland Körber Editor Responsável: Pr. Samuel Esperandio

Secretaria: Fabiana Silvestrini Roberta Tolotti Ernst Sandra Cledi Johann Redação: Rua Elizeu Faria, 157 - casa 1 81720-130 - Curitiba, PR Fone/Fax: (41) 3284.4650 secretaria@pioneira.org.br

Arte e Diagramação: BHZ Design - (51) 3024.8030 andre@bhzdesign.com.br www.bhzdesign.com.br Impressão: Mega Gráfica Editora Ltda. (41) 3598.1113 - (41) 9926.1113

A publicação é de responsabilidade da Convenção Batista Pioneira do Sul do Brasil. As matérias assinadas são de responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do jornal. A redação reserva-se o direito de resumir as matérias. Matérias a serem publicadas devem ser enviadas para o endereço da redação e de preferência em CD ou por e-mail.


TEMA DO MÊS

Oração: ensine pelo exemplo Pioneira na Internet: www.pioneira.org.br Juntas com sede em Curitiba, PR Rua Elizeu Faria, 157 - casa 1 81720-130 - Curitiba, PR Fone/Fax: (41) 3284.4650 www.pioneira.org.br/jevam secretaria@pioneira.org.br

Fone/Fax: (41) 3284.4650 www.jumap.org.br jumap@jumap.org.br

Fone/Fax: (41) 3376.0271 www.pioneira.org.br/jufemi jufemi@pioneira.org.br

Rua Dr. Pestana, 1021 98700-000 - Ijuí, RS Fone/Fax: (55) 3332.2205 www.batistapioneira.edu.br faculdade@batistapioneira.edu.br

Declarada de UTILIDADE PÚBLICA FEDERAL conforme Decreto de 22/11/91 pelo Diário Oficial da União em 29/07/1996. Portadora do Título de Entidade Filantrópica Rua Benjamim Constant, 339 98280-000 - Panambi, RS Fone/Fax (55) 3375.6150 www.pioneira.org.br lar.panambi@gmail.com Rua José Bonifácio, 1623 98700-000 - Ijuí,RS Fone/Fax (55) 3332.1095 www.pioneira.org.br lartabea.iju@terra.com.br Rua Caminho do Furquim, 275 06720-250 - Cotia, SP Fone/Fax (11) 4616.1107 www.pioneira.org.br larcotia@terra.com.br Largo S. Vicente de Paulo, 1382 85900-215 - Toledo, PR Fone (45) 3277.3227 www.pioneira.org.br larirmaosdentzer@uol.com.br Rua Mercúrio, 126 09990-030 - Diadema, SP Fone (11) 4056.7775 www.pioneira.org.br nsdiadema@pioneira.org.br Rua Barão do Rio Branco, 1051 98700-000 - Ijuí, RS Fone (55) 3332.8182 www.pioneira.org.br cais@surdoscais.com.br Rua Chile, 772 98900-000 - Santa Rosa, RS Fone (55) 3512.3504 www.pioneira.org.br espacofelizsr@gmail.com

3

A criança precisa ser incentivada a buscar a Deus em oração como fruto de um relacionamento íntimo com o Pai. A oração não deve ser encarada e mesmo ensinada como algo mecânico, como uma simples prática religiosa ou uma obrigação a ser cumprida. É preciso ensinar a criança que Deus é o nosso melhor amigo e que, como amigo, quer estar conosco todos os dias, participar da nossa vida e ouvir o que temos a dizer por meio da oração. Se almejamos multiplicar o número de discípulos entre as crianças, devemos começar pela oração. Não há outro caminho. Nenhuma outra estratégia, nenhum outro recurso, nenhuma metodologia ou conhecimento psicológico, pedagógico ou didático será suficiente para transformar o coração da criança. Só Jesus pode fazer isso. Portanto, devemos clamar a Ele em favor das crianças. Orar com elas e por elas. Ensine-as a orar e a depender de Deus. De que forma podemos ensinar as crianças que a oração é uma conversa prazerosa com Deus e não uma obrigação religiosa? – Jaqueline Augusto (Junta de Missões Nacionais)

Bem-vindos são os imigrantes

Uma pergunta perpassa a história da humanidade: quem é o nosso próximo, a quem devemos amar? A resposta mais sincera é também a mais cruel e a mais cínica: ele é o nosso inferno, porque pode tirar de nós o que temos. Sim, nosso próximo pode ser um inferno, mas em outra medida, que é quando revela o que há de pior em nós, que é a nossa incapacidade de amar o outro. No entanto, o nosso próximo pode ser o céu da solidariedade, que se manifesta quando a sua necessidade se torna a nossa, quando nós estendemos a mão, quando a morte dele dói em nós como se fosse alguém da nossa própria família. Infelizmente, o outro pode ser o inferno. Felizmente, o outro pode ser o céu, lugar de pessoas que se veem como iguais. Somos pessoas do céu quando o drama do imigrante se torna o nosso. Venha o imigrante de perto ou fuja de longe, ele é um igual a nós. Se ele atravessou ruas ou mares para chegar à nossa calçada, devemos descer e recebê-lo. Mesmo que por aqui as coisas estejam ruins, de onde ele veio está pior; por isto, arriscou sua vida e devemos ser para ele um porto seguro, uma oportunidade de ser novamente humano. Nos tempos bíblicos, três eram as categorias de pobres a serem amados e protegidos: a viúva, o órfão e o imigrante. O imigrante é o pior dos pobres, porque à sua escassez se soma a rejeição de que é vítima. Diante dele, o nosso egoísmo pode encontrar sua face mais sombria, quando se traveste de economia e nos faz desejar que vá para longe para não tirar o nosso emprego ou o nosso sossego. O ódio se mostra em muitos disfarces. Já o amor é transparente: está no copo de água oferecido, no litro de leite aquecido, no colchão estendido, no trabalho oferecido, na casa em que é recebido, no gesto que diz ao próximo que ele é bem-vindo. – Pr. Israel Belo de Azevedo

Vem aí: em novembro, o 3º Acamp de Verão da Regional Centro COMUNICADO

Donos de igreja: o que está por trás disso? Pr. Rogerio Henrique

O desejo do poder tem sido um vilão que assustadoramente vem deflagrando dardos envenenados contra o crescimento da igreja de Jesus. Não são poucas as histórias de igrejas que se dividiram, impulsionadas por brigas de lideranças que não conseguiram partilhar sua autoridade nem conceberam a possibilidade de um poder acima do seu. Esse tipo de ação objetivamente tem produzido feridas e escândalos, tanto nos que estão dentro das igrejas e não se sentem potentes diante do quadro, quanto em observadores do evangelho que só não fazem parte da igreja por considerarem esses movimentos como levianos, politicistas e maquiavélicos. E de fato, o são. Tentamos levantar questões relacionados aos donos de igrejas, que sem escrúpulo e patologicamente prejudicam a vida da igreja e o ministério de vários homens e mulheres de Deus, que foram chamados pelo Deus da igreja. O pastorado nunca foi uma escolha em toda a história da Bíblia, sempre se apresentou como resposta à uma chamada. Logo, nem todos os que desejam “poder” o podem ter, haja vista que Deus é quem escolhe os seus obreiros. E certamente não são os mais inteligentes, os mais ambiciosos ou os mais sagazes que são vocacionados, pois o Senhor é quem os capacita e Ele mesmo determina seus critérios. Temos certeza que as linhas desse livro provocarão uma mudança radical na história da igreja e abrirá portas para uma experiência nova no cenário do evangelho prático. Boa leitura!

Está chegando o grande dia. Nos dias 27,28 e 29 de novembro estaremos realizando o 3º ACAMP de verão, um evento jovem organizado pensando na Regional Centro. No último ACAMP contamos com 132 jovens inscritos e nosso alvo para este ano são 200 jovens. Ore e participe, será uma grande oportunidade para os nossos jovens ouvirem mais de Deus. Teremos oradores e atrações preparadas para fazerem um grande evento!

Informamos que o templo da Congregação Batista Pioneira em Serafina Corrêa mudou-se para o seguinte endereço: Avenida Miguel Socol, 1973 99250-000 – Serafina Corrêa, RS

COMUNICADO

Comunicamos que a conta bancária para ofertas para o Acampamento Batista Pioneiro é a que segue: Banco do Brasil, ag 0371-9, conta corrente 1276-9. A conta no banco Itaú foi desativada em outubro.


TEMA DO MÊS

Cristãos geram movimento De 3,5 milhões de cristãos, restaram apenas 100.000. Adana tem quase dois milhões de habitantes, além de aproximadamente 200.000 refugiados sírios. Ali existe uma igreja batista fundada pelo pastor Sükrü, que a esta altura tem 20 membros batizados, sendo frequentada por 40 pessoas. É a única igreja protestante turca em Adana. Numa quinta-feira à tarde, a pequena igreja batista de Adana no sudeste da Turquia inaugura suas novas instalações. Dois funcionários da segurança pública à paisana inspecionam o que eram antes salas de escritório no primeiro andar de um prédio comercial. Só depois a entrada é liberada. Comparecem o cônsul americano e também os representantes do governador e do prefeito, além de representantes do partido do governo e da oposição.

4

Cerca de 50 pessoas comparecem ao evento. Ertan Cevik, presidente da Convenção Batista Turca, composta de quatro pequenas igrejas, diz em sua saudação: “Esta igreja, situada a apenas 50 quilômetros de Tarso, a cidade natal do apóstolo Paulo, estabelece um sinal de esperança porque se torna um lar para cristãos”. Na mesma noite, a imprensa publica um artigo positivo e também a televisão relata sobre o evento. Diz o pastor Sükrü: “Queremos que todos saibam o que fazemos aqui: edificar uma igreja cristã em um país do qual os cristãos têm sido expulsos. Queremos mostrar que somos benéficos para a sociedade”. Depois do evento, o pastor Sükrü vai com pessoas interessadas visitar os refugiados sírios e explica como funciona a ajuda aos refu-

giados. Visitam refugiados que vivem na periferia da cidade em tendas miseráveis e esburacadas. Vão de tenda em tenda e verificam onde estão as maiores carências e quais são as necessidades das famílias. Depois lançam mão de verbas assistenciais da EBM International e da Convenção Batista Alemã para comprar especificamente roupas, alimentos e medicamentos. As tendas são numeradas e “pescadas”, ou seja, pinta-se nelas um peixe como sinal da ajuda fornecida pela igreja batista. Permite-se que jornalistas relatem sobre suas atividades e já são conhecidos na cidade. No dia seguinte há batismo na Igreja Batista de Izmir, em que 18 refugiados iranianos encontraram um novo lar ao longo do último ano e meio. Eles pertencem a um grupo de 70 iranianos que se reúne várias vezes por semana na igreja. Muitos

deles participaram por três meses de um curso sobre a fé, encerrado com um exame formal. O resultado é um maravilhoso culto de batismo com os testemunhos pessoais e as profissões de fé dos batizandos, seguido de uma festa turco-iraniana. – Pr. Christoph Haus


FACULDADE BATISTA PIONEIRA

Conquistas na Faculdade Batista Pioneira e da Faculdade Batista Pioneira O texto de 1Timóteo 4.13 traz a recomendação paulina ao seu seguidor através das seguintes palavras: “aplica-te à leitura, à exortação e ao ensino” e, na sequência do texto, o mesmo autor segue a sua recomendação dizendo: “Tem cuidado de ti mesmo e da doutrina” (1Tm 4.16). Os formatos para este aprofundamento intelectual, espiritual e de prática de ministério são diversos. Variam de acordo com o contexto e com as oportunidades. Para alguns professores da Faculdade Batista Pioneira, estas recomendações foram experimentadas nos últimos meses através dos estudos em faculdades para a obtenção dos títulos de mestres e doutora em determinadas áreas do conhecimento, visando acima de tudo o seu desenvolvimento pessoal e também o cuidado para que a Palavra de Deus seja anunciada com mais profundidade e clareza. Seguem os nomes dos professores com o título da sua pesquisa para nos alegrarmos com eles por esta conquista pessoal e para o Reino de Deus: MÔNICA PINZ ALVES: Doutorado em Teologia com Ênfase em Religião e Educação. Título da Tese: “Educação por Princípios: uma abordagem de ensino e aprendizagem para o pleno desenvolvimento do indivíduo”. A defesa da tese aconteceu no dia 31 de julho de 2015, na Escola Superior de Teologia em São Leopoldo. A Drª Marivete Zanoni Kunz foi uma das examinadoras da banca. ERICH LUIZ LEIDNER: Mestrado Profissional em Organização e Cuidado Pastoral. Título da Dissertação: “Unidade como marca distintiva da igreja local: análise do princípio da unidade na igreja local a partir do ensino do apóstolo Paulo em I Coríntios 12”. A defesa

Gabriel Lauter e Erich Luiz Leidner

Mônica Pinz Alves entre os professores Marivete e Claiton

5

aconteceu no dia 5 de agosto de 2015, na Faculdade Teológica Batista do Paraná. GABRIEL GIROTTO LAUTER: Mestrado Profissional em Organização e Cuidado Pastoral. Título da Dissertação: “Pluralismo religioso e Bíblia, uma união possível? Um estudo em passagens do NT em contraste com a Teologia do Pluralismo Religioso”, orientado pela Drª Marivete Zanoni Kunz. A defesa aconteceu no dia 20 de agosto de 2015, na Faculdade

Teológica Batista do Paraná. Com estas novas conquistas, a Faculdade Batista Pioneira conta agora com 10 professores com a seguinte titulação: 5 doutores, 4 mestres e 1 especialista. Louvamos a Deus por proporcionar o preparo adequado para cada um dos professores, para que possam ministrar mais e melhor a cada dia. – Pr. Josemar Valdir Modes Coordenador de Graduação


JUNTA FEMININA MISSIONÁRIA MEDITAÇÃO

Um dia de cada vez Este é o título de um hino cristão que em diversos momentos de minha vida me aquietou e encorajou diante das múltiplas tarefas e compromissos que me envolviam. O texto bíblico de Provérbios 31, relacionado à mulher virtuosa, nos ensina no versículo 25: “e quanto ao dia de amanhã, não tem preocupações”. Não poucas vezes me deparo falando com pessoas sobre como o tempo está encurtando e não conseguimos mais cumprir a agenda diária. Adentramos a noite e até na madrugada e ainda assim, não damos conta. Essa realidade desperta em nós sentimentos de fracasso, impotência, culpa ou no mínimo gera questionamentos, tais como: será que estou ficando mais lenta? Será que assumi compromissos além de minhas possibilidades e disponibilidade de tempo? O que está roubando meu tempo? E assim por diante... É necessário rever sempre quais são as atividades que podem ser tiradas ou acrescentadas para que a minha caminhada com Deus tenha Sua aprovação. Deus pede que aproveitemos bem as oportunidades, mesmo aquelas que não fazem parte de nossa rotina, mas nos pede também que cultivemos as habilidades e talentos que nos deu com sabedoria, de maneira ativa e consciente. Para tanto é necessário estar disposta a me unir a Deus cada dia, na forma como este se apresenta, inclusive quando surgirem provações maiores, momentos de tristeza ou aflição, como doenças, crises, dificuldades, perdas – enfim, situações que demandam envolvimento e desgaste maior. Onde e como Deus quer me usar hoje? Talvez esta pergunta nos ajude a iniciar e terminar o dia, realizadas e agradecidas, simplesmente por ter cumprido com o propósito para o qual Deus nos permitiu vive-lo. – Iris Beuter

6

ENTRE NÓS NOTÍCIAS


JUNTA FEMININA MISSIONÁRIA

ENTRE NÓS

NOTÍCIAS

Encontro da Regional Atlântico Congresso Regional Oeste do Paraná

Joinville, SC – No dia 15 de agosto estivemos reunidas em Joinville. Que lugar agradável e quanto amor! Fomos recebidas com largos abraços, presentinhos e linda decoração. Estávamos em 70 mulheres vindas de Curitiba, Blumenau, Florianópolis e Joinville. O louvor, logo no começo, já deixou nossas mentes e corações abertos para o que viria. Desta vez, todas tiveram que participar: divididas em 7 g​ rupos, baseados no texto de Provérbios 31.10-31 e no Livro “Mulher Nota 10” (de Hernandes Dias Lopes),​cada grupo ficou com um tema: 1) A mulher nota 10 e seu marido; 2) A mulher nota 10 e seus filhos; 3) A mulher nota 10 com ela mesma e seu valor pessoal; 4) A mulher nota 10 e a administração da sua casa; 5) A mulher nota 10 e suas atividades fora de casa; 6) A mulher nota 10 e o relacionamento com o seu próximo;

7) A mulher nota 10 e seu relacionamento com Deus. Cada grupo elaborou um cartaz com o tema e apresentou para o grande grupo. Desta forma, as apresentações ficaram dinâmicas e muito ricas. Nesta ocasião, realizamos eleições para a nova diretoria da regional e cada igreja representada sugeriu um nome para compor a equipe da nova diretoria. Deste grupo foi eleita a nova presidente: Anice Elisabeth Pereira, de Curitiba, que coordenará os trabalhos nos próximos dois anos junto com sua equipe. Arrecadamos presentinhos que foram distribuídos às participantes. Tivemos tantos que algumas receberam duas vezes! Antes de sairmos, ainda tivemos um café colonial muito especial preparado pelas irmãs da igreja. Muito obrigado, pessoal de Joinville! Vai ficar na lembrança o tempo gostoso passado aí. Nosso próximo encontro ficou marcado para o dia 27 de agosto de 2016 e será em Lages! Até lá! – Karen Wild

Planalto do Oeste, PR – No dia 15 de agosto tivemos o prazer de realizar o congresso da região oeste do Paraná, na IBP de Planalto do Oeste. Passamos ali momentos muito especiais. Neste ano tivemos uma novidade: a participação das Fémeninas no Encontro Regional pela primeira vez. Contamos com a presença da nossa líder Marta Hoffmann, que pela manhã nos trouxe a mensagem e à tarde falou exclusivamente para as Fémeninas. A responsável pela palestra da tarde para as mulheres foi da nossa querida psicóloga Rafaela, da IBP de Guaíra, que muito nos abençoou. Também contamos com o apoio dos nossos queridos Lucas Esperandio Seifert e Djenifer Manger que nos abençoaram com trabalho de massoterapia e manicure nos intervalos. As meninas e as mulheres gostaram muito! Durante a programação houve também apresentações especiais que enriqueceram e impactaram nossas vidas. Estiveram presentes no encontro 159 mulheres e moças. Rendemos

ao nosso Deus toda honra e toda glória! Não podemos deixar de ressaltar o papel da MCA de Planalto, que nos recepcionou muito bem, com toda atenção e também com um café da manhã, almoço e lanche da tarde maravilhosos. Agradecemos pelo empenho! Nossa gratidão ao Senhor e a todos que se empenharam na realização desse trabalho, inclusive o pastor e alguns homens da igreja que nos recebeu. – Eliane Gomes, Marta Esperandio e Astrid Siqueira

Chá entre amigas em Toledo Toledo, PR – Foi realizado no dia 18/07/2015 o Chá Entre Amigas aqui na Congregação de Toledo. Foi uma tarde muito especial para nós, quando pudemos receber nossas amigas para ouvir a Palavra de Deus. Estavam presentes cerca de 20 visitantes. A preletora da tarde foi nossa querida irmã Marta E. Seifert, que foi usada pelo Senhor para falar conosco. Muitas mulheres agradeceram, relatando que a mensagem tocou seus corações naquele dia. No final, saboreamos um delicioso lanche, enquanto compartilhávamos experiências em uma comunhão maravilhosa! Agradecemos ao Senhor por ser tão fiel e nos dar a honra de servi-lo!

ANUÁRIO 2015

TEMA 2015: SOU DE JESUS. DIVISA: “...ao nome de Jesus se dobre todo joelho, no céu, na terra e debaixo da terra, e toda língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para a glória de Deus Pai” (Filipenses 2.10-11). ÊNFASE: “Senhorio de Cristo”.

7

Presidente Vogais:

Dagmar W. Zagonel Liliane S. D. Ferraz Iris Beuter Silvana T. Gross Loni Scholl Shirley Frey Suplentes: Jaqueline Preto Lúcia V. B. K. Marques Secretária-Executiva: Marta Cristina Hoffmann

UFMB Pioneira Rua Elizeu Faria, 157 - casa 1 Xaxim - 81720-130 - Curitiba, PR Fone/Fax: (41) 3376.0271 E-mail: jufemi@pioneira.org.br CONTA BANCÁRIA CNPJ: 87.647.277/0001-99 Banco do Brasil - Ag. 2823-1 C/c 12834-1

“Tudo posso naquele que me fortalece.” (Fp 4.13)


8


9


JUNTA DA MOCIDADE E ADOLESCENTES

JUNTA DE EVANGELISMO E MISSÕES

Retiro de Casais 2015 Temos a alegria de compartilhar sobre nosso 5º Retiro de Casais que aconteceu nos dias 11 a 13 de setembro. Este ano o retiro aconteceu em um clima mais praiano, na cidade de Florianópolis, na praia de Canasvieiras. Contamos com a participação de mais de 300 casais de todas as idades e lugares do Brasil. O tema foi “A história de nós dois”, o qual foi abordado de várias maneiras durante o retiro. No local do evento tivemos o Espaço Hangout e Espaço da Oração, onde os casais tinham a oportunidade de conversar, orar, se aconselhar com outros casais e pastores para o crescimento do relacionamento. Também tivemos programações especiais. Na sexta-feira à noite o clima foi MPB e, para terminar, realizamos o Concurso de Talentos dos casais, que foi de muito boa qualidade. No sábado à tarde fomos para o passeio de escuna; nosso rumo foi a ilha da Fortaleza de Ratones, no norte da ilha, onde pudemos conhecer um pouco de história e ver as belezas do local. Na noite de sábado, também no clima MPB, a noite terminou

10

com a presença do músico João Alexandre, quando o pessoal pôde curtir o clima ao som de voz e violão. Os casais acompanharam as mensagens trazidas pelos pastores Sidney Costa e Carlos McCord, da Igreja Batista Memorial de Alphaville (de São Paulo), que abordaram assuntos sobre as diferenças e soluções práticas que pode-se ter nos relacionamentos conjugais. O louvor foi dirigido pela banda JUMAP com participação de irmãos da igreja de Alphaville. Após um evento recheado de acontecimentos, fica o encorajamento para que a história de cada casal seja escrita com dedicação e respeito mútuo, para celebrarmos dia a dia o amor que acontece em ações diárias em um casamento. Nós, da equipe JUMAP, só temos que agradecer a Deus por mais esse retiro e nosso desejo e oração é que todos os casais tenham uma vida repleta de alegria e conquistas com Cristo; que a igreja seja sempre um corpo unido que acolhe e recebe a todos, propiciando transformação.

Primeiro Chá entre Amigas em Vera Cruz Vera Cruz, RS – No dia 25 de julho de 2015 aconteceu o primeiro “Chá Entre Amigas” na Congregação Batista Pioneira em Vera Cruz. O encontro foi marcado pela alegria, comunhão e profunda reflexão através da Palavra de Deus ministrada pela Missionária Vânia Silva, da Congregação Batista Pioneira Novo Ser de Santa Cruz do Sul. As brincadeiras e dinâmicas foram conduzidas pela irmã Luana Ritzel, da IBP Mondaí. Estiveram presentes 31 mulheres, sendo em sua maioria visitantes. Após a reflexão bíblica e realização das dinâmicas, foi oferecido um delicioso chá no momento de comunhão.

Um missionário chamado “Criança” “E disse: Em verdade vos digo que, se não vos converterdes e não vos tornardes como crianças, de modo algum entrareis no reino dos céus” (Mt 18.3). Nada como levarmos uma boa sacudida de fé quando uma criança tem uma experiência espiritual com Jesus e nos dá uma lição de vida! Talvez você já tenha visto isso em algum lugar! A fé simples das crianças atinge o céu, a pureza e a certeza de ser ouvida por Deus a faz orar com palavras que nós, adultos, não temos coragem de usar! Muitos pensam que não vale a pena evangelizar crianças porque demora muito até ela chegar à idade adulta e começar a frutificar. No entanto, não podemos concordar com esse pensamento. As crianças estão nas escolas, nas praças, nas casas, nas instituições, nas ruas, enfim: em todo lugar! As crianças não têm vergonha de falar com outras crianças que nunca viram antes: é questão de segundos para estarem brincando juntas mesmo sem nunca terem se visto antes! As crianças não têm vergonha para fazer um convite para algo que para elas é bom e importante. Imagine se elas gostarem de ir à igreja como gostam de uma festinha de aniversário! Todas as crianças estão na escola. Estando na escola, elas podem expressar sua opinião na sala de aula e nos corredores. Podem expressar seu amor e respeito aos colegas e professores. Elas podem orar e ler a Bíblia no ambiente escolar. Podem fazer os temas de casa, usando temas espirituais e usando a Bíblia. Elas podem dar presentes como Bíblias e literatura cristã, na escola e em qualquer lugar. Elas podem pregar o Evangelho através da memorização de versículos bíblicos e poesias que falam do amor de Deus. Elas podem oferecer apoio, amizade e oração para outras crianças que sofrem (que são vítimas de maus-tratos, da violência ou do divórcio dos pais). As crianças podem ser missionárias, sim, e podem causar um grande despertamento missionário nas nossas igrejas. Portanto, evangelize as crianças, ensine, discipule e ajude-as a crescerem na fé. Dê-lhes espaço na igreja para que desenvolvam seus dons, escute-as, leve a sério a vida espiritual das crianças. Afinal, elas não são discípulos em espera, são discípulos em treinamento! Feliz Dia das Crianças! Vamos presenteá-las com Jesus! – Aline Coscioni Schach (Pioneira Kids)


JUNTA DE EVANGELISMO E MISSÕES

Jovens Fortes #SQN

Porto Alegre, RS – Viver numa capital exige crescimento pessoal e comunitário. Vida corrida, competitiva, feroz até. Nem sempre, entretanto, recebe-se preparo para tanto e, outras vezes – por comodismo – não se quer crescer. Vivemos uma era em que mais jovens crescem na “cômoda” presença de seus pais. Não raro, nos deparamos com esta realidade na lida pastoral: jovens que não crescem (numa sadia autonomia); jovens que recebem tudo (de mão beijada); jovens que, enfim, recebem treinamento para depender (doentiamente) de outras pessoas; jovens que não servem; antes, desejam

(eternamente) ser servidos. A rotina missionária precisa de jovens que queiram abrir mão de certo conforto. A rotina missionária precisa de jovens descritos no desafio que lhes é proposto em 1João 2.14b (AA): “Eu escrevi, jovens, porque sois fortes, e a palavra de Deus permanece em vós, e já vencestes o Maligno”. Como soa este texto para você, hoje? Não importa se você vive em Porto Alegre ou se está vindo (ou veio) doutro lugar, te prometemos uma coisa aqui na Metropolitana: você NÃO TERÁ conforto! Lamento, mas o que buscamos é a PAZ... com Deus, consigo mesmo e com a comunidade ao nosso redor. E daí, podemos te aguardar? – Pr. P. Felipe T. Almeida facebook.com/IgrejaMetropolitana

3ª Feijoada da CB Pinhalzinho Pinhalzinho, SC – No dia 30 de agosto, a Congregação Batista Pioneira em Pinhalzinho fez sua 3ª Feijoada em uma bela manhã de domingo com a presença de 50 pessoas. A igreja-mãe de Maravilha trouxe um bom grupo de irmãos que apresentaram lindas canções com seu coral. Alguns visitantes e famílias amigas da igreja também participaram, ouvindo uma mensagem evangelística no culto, participando do almoço e desfrutando de momentos de comunhão. Louvamos a Deus por isso e pela oferta para missões que conseguimos levantar com o lucro do evento!

SANTA HELENA, PR

Expansão Missionária da Metropolitana Porto Alegre, RS – Desde o ano passado, temos celebrado o início da expansão missionária na grande Porto Alegre. Um de nossos Pequenos Grupos reúne-se regularmente na cidade de Sapucaia do Sul. Ao início do projeto (e até hoje), pudemos contar com o apoio firme do Pr. Bruno Stillner. De lá para cá, o grupo tem se firmado, após um início que exigia viagens semanais para a

11

cidade, visando estruturação do mesmo, e hoje podemos contar com o apoio amoroso e totalmente voluntário do Pr. Bruno, bem como do jovem Alexandre Wierzynski (ele é graduando em história e busca capacitação teológica visando o pastorado). Junto de suas famílias, estão servindo a Deus naquela região. Nós pedimos o teu apoio em oração e ação, pois vislumbramos ali, em Sapucaia do Sul, uma nova igreja batista. Queira o Senhor que este Pequeno Grupo seja agraciado com a misericórdia e a graça de Deus para tanto. Ore pelo Pr. Bruno e Nilza e também pelo Alexandre e Carine. Estejamos juntos com eles! – Pr. P. Felipe T. Almeida facebook.com/IgrejaMetropolitana

O que leva uma igreja a crescer? Um evangelismo eficiente? Um discipulado eficaz? PGMs espalhados pela cidade? Um bom púlpito? Creio que tudo isso é importante e pode ajudar. Mas pode-se resumir em uma afirmativa: a igreja cresce quando vivencia o amor de Cristo na prática do dia a dia, amando pessoas, se importando e investindo nelas. Quando todas as ferramentas citadas são usadas e exalam amor de Cristo, aí sim, de fato, elas terão sua real serventia. É isso que está acontecendo ultimamente no campo missionário de Santa Helena, no Oeste do Paraná. Somos um campo missionário que historicamente apresentou diversas dificuldades e desafios, mas hoje estamos vivenciado um tempo de paz e harmonia, e consequente crescimento. Não que não haja problemas, mas o amor de Cristo tem sido posto em prática no dia a dia, através dos irmãos. Nenhuma pessoa que chega à igreja sairá sem ser percebida. Sempre existem irmãos que “cercam” essa pessoa, demonstrando sua alegria em tê-la conosco e convidando-a a estar outras vezes conosco. Se alguém já começa a instar conosco há mais tempo, oferecemos um “jantar” de integração. Geralmente é aqui em casa, junto com outro casal da igreja. Algo simples, informal e extremamente abençoador. A faculdade instalada na cidade há pouco tem atraído pessoas de fora que vêm para trabalhar. Com isso temos recebido alguns irmãos de outras denominações. Eles vêm nos conhecer e decidem ficar. Através da classe de Identidade Batista lhes oferecemos a oportunidade de conhecerem mais sobre quem somos e o que cremos. Mas, acima de tudo, o que tem sido o diferencial é a forma como as pessoas são recebidas, desde que chegam. A impressão que o visitante leva, seja crente ou não, via de regra tem definido se ele volta ou não. Segue o testemunho sintetizado de alguns irmãos que contam o que os impactou quando chegaram por aqui: “O que mais me marcou foi o largo e sincero sorriso com o qual fui recebido à porta” (Edson Pereira, conosco há pouco mais de um ano). “O cuidado dos irmãos conosco, o aconchego que sentimos da parte de Deus, tudo isso acaba nos impulsionando a voltar” (Jéssica Beraldo, conosco há quase um ano). “Hoje completa 1 ano de uma data muito especial – o dia em que entramos nesta igreja. Desde então ganhamos uma nova família, que nos acolheu de braços abertos e nos reaproximamos de Deus” (Aline Queiroz, em um dos nossos encontros para batismo no último mês). “O amor entre os irmãos e o carinho demonstrados é o que transmite a nós paz e tranquilidade. Somos agora uma família unida” (Maísa, de 14 anos, recémbatizada). Amor, acolhimento, cuidado e união são as palavras que mais se destacaram nos testemunhos enviados no nosso grupo do WhatsApp. Hoje somos 23 membros. Já batizamos 3 em março e temos 2 outros para o fim do ano. Algumas famílias novas estão chegando e se agregando. Em breve organizaremos, oficialmente, nosso grupo de MCA. O Grupo dos Homens de Sucesso tem se reunido com frequência, com uma média de 12 homens. Os juniores e adolescentes sentem prazer em participar das atividades da igreja. Queremos enviar alguns juniores ao próximo Acajumer, bem como alguns adolescentes ao Acamzeca. Confesso que todo este crescimento me alegra e me assusta ao mesmo tempo. Mas louvo a Deus porque temos ciência de que tudo se deve a dois motivos principais: a ação de Cristo na Igreja, e a ação da Igreja, exalando o aroma de Cristo. Nós, homens, somos meros instrumentos. Continuem orando por nós. – Pr. Marcelo Matias, missionário da JEVAM em Santa Helena


JUNTA DE SERVIÇO SOCIAL

Núcleo Social de Ijuí comemora aniversário Projeto Núcleo Social de Ijuí é selecionado Ijuí, RS – O Núcleo Social de Ijuí, projeto palavra o presidente da Sociedade Batista pelo Programa Petrobras Socioambiental socioeducativo do Lar da Criança Henrique de Beneficência Tabea, Mauro Härter, o segundo vice-presidente da Convenção

Liebich, comemorou seus 7 anos de atividades no dia 23 de agosto. A coordenadora do Núcleo Social, Juliane Bohringher, coordenou o evento que contou com a presença de um grande público entre autoridades, voluntários, colaboradores, entidades parceiras, representantes de entidades da área social e da Petrobras Distribuidora, pais ou responsáveis pelas crianças e adolescentes do núcleo e comunidade em geral. E, neste ano, a comemoração também foi especial, pois o Projeto Núcleo Social de Ijuí foi contemplado pela Seleção Pública Comunidades do Programa Petrobras Socioambiental para o período de 2 anos, tendo como eixo principal de trabalho a garantia dos direitos das crianças e adolescentes. Durante a comemoração, fizeram uso da

Batista Pioneira do Sul do Brasil, Sigmar Schmidt, o representante da EBM/MASA no Brasil, Pr. Aírton Nickel, e o gerente da Petrobras Distribuidora – Base de Ijuí, Leandro Ravazolo. A programação contou com apresentações das oficinas de canto coral, street dance, teatro e musicalização, todas desenvolvidas pelas crianças e adolescentes participantes do Núcleo Social.

Ijuí, RS – O projeto Núcleo Social de Ijuí, desenvolvido pelo Lar da Criança Henrique Liebich em Ijuí, é uma das iniciativas selecionadas pela seleção pública Comunidades do Programa Petrobras Socioambiental. O projeto atende crianças e adolescentes, estudantes de 6 a 16 anos, em situação de vulnerabilidade social, não participantes de outros projetos sociais. Os integrantes participam de oficinas educativas, culturais e recreativas, desenvolvendo o conhecimento em leitura, mídias sociais, informática, artes, reciclagem, apoio escolar, canto coral, violão, recreação, judô, ética e cidadania, meio ambiente, teatro, street dance, além de atividades que promovem a conscientização, cuidado e respeito com o meio ambiente. O projeto ainda oferece refeições balanceadas e apoio multidisciplinar aos jovens. A iniciativa atua na perspectiva da proteção integral e no reconhecimento da criança e do adolescente como sujeitos de direitos e de seu protagonismo. O objetivo do projeto é o enfrentamento de riscos sociais, por meio da melhoria no rendimento e diminuição da evasão escolar; melhoria nutricional; fortalecimento dos vínculos familiares; maior participação comunitária; competências instrumentais e sociais; agregação de conhecimentos; inclusão social; capacitação profissional e inserção no mercado de trabalho. Essas crianças e adolescentes, conscientes de seu papel social, sentindo-se sujeitos e construtores das suas histórias, poderão ser agentes de transformação local, atuando e transformando a realidade da comunidade em que vivem. A Seleção pública Comunidades reflete, com caráter regional, as diretrizes e as linhas de atuação do Programa Petrobras Socioambiental. A iniciativa tem foco no desenvolvimento de projetos comunitários na área de influência das unidades da companhia. Dessa forma, a empresa reforça o compromisso de contribuir para o desenvolvimento das regiões onde atua e para o fortalecimento de atuação em rede de entidades parceiras por meio de capacitação, além de garantir a democratização do acesso de patrocínios e a transparência na definição dos projetos selecionados.

Dia do Gaúcho no Espaço Feliz Visita da Petrobras ao Núcleo Social de Ijuí Ijuí, RS – No dia 20 de agosto, o Lar da Criança Henrique Liebich recebeu a visita do senhor Leandro Ravazolo, Gerente da Petrobras Distribuidora – Base de Distribuição de Ijuí. Acompanhado pela assistente social da instituição, Natália Sebastiany Brendler, e da secretária Liane Hartmann, o senhor Leandro conheceu o Lar, a estrutura física e as ações desenvolvidas pela equipe do Núcleo Social de Ijuí, coordenado pela pedagoga Juliane Bohringer dos Santos. O projeto Núcleo Social de Ijuí foi uma das iniciativas contempladas pela Seleção Pú-

blica Comunidades do Programa Petrobras Socioambiental para o período de 2 anos, e tem como coordenadora a assistente social Natália Sebastiany Brendler.

Grupo Arte Feliz

de interesse das participantes são convidados para palestrar. As participantes trabalham também em artesanatos diversos.

Santa Rosa, RS – O serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos do Espaço Feliz também atende mães, avós e responsáveis pelas crianças, por meio de um grupo denominado por elas mesmas de “Grupo Arte Feliz”. Os encontros acontecem todas as quintas-feiras para conversar e discutir assuntos relevantes como educação, saúde, prevenção, meio ambiente, auto estima, espiritualidade, compartilhando suas vivências. Eventualmente, profissionais de áreas

12

Santa Rosa, RS – O Espaço Feliz também comemorou a Semana Farroupilha. As meninas foram incentivadas a virem vestidas de prenda e os meninos, de pilcha. A comemoração, que foi chamada de “Dia do Gaúcho”, foi festejada com muito chimarrão, tererê, danças e comidas típicas.

Parceiros Voluntários e o Espaço Feliz Santa Rosa, RS – Parceiros Voluntários é uma ONG que atende outras ONGs apoiando-as em capacitações e intermediando voluntários. Neste ano, a Parceiros Voluntários de Santa Rosa homenageou aos voluntários de todas as instituições com

uma certificação, fruto do reconhecimento pelo envolvimento com trabalhos sociais. O Espaço Feliz teve seus voluntários, equipe e diretoria homenageados e contemplados com a certificação. – Meri (Diretora do Espaço Feliz)


IGREJAS

Batismos em Passo Fundo Passo Fundo, RS – “Portanto, vão e façam discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo, ensinando-os a obedecer a tudo o que eu lhes ordenei. E eu estarei sempre com vocês, até o fim dos tempos” (Mt 28.19,20). É com esse sentimento que a 2ª Igreja Batista Pioneira de Passo Fundo tem avançado e se dedicado à propagação do Evangelho de Jesus. Sob o senhorio de Jesus Cristo, o Pr. Luís Aresso busca, junto com a liderança da igreja, construir uma igreja forte e saudável. E, seguindo a ordenança

de Jesus nos versículos acima, a igreja realizou, entre os meses de janeiro a março, o batismo dos seguintes irmãos em Cristo: Ederson Rodrigo Teixeira Júnior, Josiane da Silva Pagnussatti Teixeira, Ederson Rodrigo Teixeira, Victor Ruan dos Santos Teixeira, Loraci Terezinha Krueger de Oliveira, Lucides de Ávila, Amanda Franke Aresso, Kimberly Suelem Teixeira da Silva de Carvalho e Joel Machado de Carvalho. Agradecemos muito às orações do povo de Deus que têm nos sustentado nesse ministério.

Batismos em Santa Maria de Jetibá Santa Maria de Jetibá, ES – Com muito louvor e adoração ao Deus Eterno, Senhor da Igreja, no dia 29 de agosto de 2015 a PIB em Santa Maria de Jetibá reuniu-se para receber por meio do batismo 6 novos membros. São eles, da esquerda para a direita: Anderson Acker, Jucélia Gehring Acker, Sileu Erdmann, Antonia Maris Fernandes Maciel, Joseja de Jesus Matos e Carlos Eduardo Costa. Todos os batizados professaram a

13

sua fé em Jesus Cristo de maneira convicta e espontânea. No culto de Profissão de Fé realizado no dia 23 de agosto recebemos por aclamação, como membro, a irmã Elaine dos Santos Oliveira. Gratidão àqueles que de todas as formas contribuíram para que este dia se tornasse realidade na vida da igreja. A Deus toda glória! – Pr. Rubens Dias Rocha

E a Congregação Presidente Vargas... Erechim, RS – “Eu e minha casa serviremos ao Senhor” (Js 24.15). É com imensa alegria que temos desfrutado das bênçãos de levar pessoas aos pés do Senhor Jesus e sentimos o agir do Espírito Santo em cada situação e estratégia. Temos buscado consolidar o trabalho através da Palavra de Deus e muita oração. Famílias estão se achegando e aos poucos vamos crescendo como igreja, com o propósito de buscar a vontade de Deus. Ministérios, estudo da Palavra, culto de

oração, visitas pastorais e pequenos grupos mostram o desejo de nos tornarmos uma igreja autônoma. Temos vivido momentos de “restauração”. Esta é a vontade de Deus para esta comunidade; grandes coisas estão acontecendo e muitas estão por vir. Porém é necessário que cada um de nós diga e viva o mesmo que Josué. “eu e minha casa serviremos ao Senhor”. Este é o desafio que vem do Senhor para nós! – Pr. Lúcio Souza

Batismos em Chapecó Chapecó, SC – Na primeira semana de setembro tivemos a alegria de receber mais 12 irmãos na membresia da igreja, sendo que, desses, um foi por aclamação e outros 11 por batismos. São eles: Anderson de Abreu (aclamação), Anderson Elias Polli, Cauã Pisoni, Clarisse Da Rosa, Dorlei Rodrigues, Laura V. Magri, Ligiane R. Dos Santos Polli, Lilian Zamboni, Luisa

Gabrieli Garcia, Marco Aurélio Bekhauser e Tayana Vitória Miotto. Nosso alvo é batizar não menos que 20 irmãos em Cristo na próxima celebração. Para tanto, a nova classe já inicia seu processo de matrícula. Nos sentimos felizes por cumprir a grande comissão, mas insatisfeitos por estarmos fazendo ainda menos do que devemos como seguidores de Cristo.


IGREJAS

Batismos em Blumenau Blumenau, SC – Agosto foi o Mês do Pai na Primeira Igreja Batista Pioneira em Blumenau. Sim, do Pai, porque aproveitamos ser o tempo de comemorarmos o Dia dos Pais e fizemos toda uma programação dando ênfase ao Deus Pai, à relação de paternidade de Deus conosco por meio de uma série de mensagens intituladas “Relacionando-se com o Pai”, onde refletimos sobre as atitudes de falar, ouvir, relacionar-se, depender e cooperar com o Pai. No segundo domingo, Dia dos Pais de fato, além da homenagem feita pelo Ministério Infantil e suas crianças aos papais presentes, celebramos mais um batismo, quando três irmãos deram seus testemunhos da decisão por entregarem-se totalmente ao Senhor. Os batizandos foram os irmãos Mariana da Costa Borges de Assis, Vítor Pacheco de Assis e Christian Pedrassolli Bubeck. Dia a dia, o Pai tem acrescentado à nossa amada PIB Pioneira em Blumenau aqueles que hão de ser salvos,

não deixando faltar gente para passar pelo batismo no tempo que temos separado para isso. Somos gratos a Deus por Sua imensa fidelidade. “Pois vocês não receberam um espírito que os escravize para novamente temer, mas receberam o Espírito que os adota como filhos, por meio do qual clamamos: ‘Aba, Pai’” (Rm 8.15).

Preparando líderes em Passo Fundo Passo Fundo, RS – A liderança é muito mais que mandar ou mostrar o que fazer, mas sim fazer – instigar aos que lhe circundam a fazer igual e até mais do que ele está fazendo. Ser mais que o exemplo, ser o indicador do ponto inicial de uma caminhada de um novo líder. Pensando nisso, a Igreja Batista de Passo Fundo tem trabalhado no treinamento e a própria multiplicação destes homens e mulheres que desejam assumir o compromisso de conduzir pessoas a Deus. No dia 29 de agosto foi realizado o 3° módulo do Seminário Local de Liderança, do Instituto Haggai, quando foram tratadas questões como: tomada de decisão, como analisar e definir o que o líder e a equipe devem fazer; direção de Deus para o líder, buscar a vontade de Deus para a liderança; comunicação e relacionamento, a importância de uma comunicação bem estruturada e clara com aplicações para o evangelismo criativo aproveitando todas as oportunidades que surgem. Neste módulo tivemos o prazer de receber irmãos de Marau e Erebango, além dos irmãos da igreja. A troca de experiências é o que constrói o conhecimento, e esse conhecimento tem sido ampliado nestes cursos. Com a graça de Deus o resultado será a expansão da pregação do evangelho de Cristo por meio destes novos líderes.

Encontro de Homens no Acampaz

14

Aniversário da PIB em Santo Augusto

Santo Augusto, RS – Nos dias 15 e 16 de agosto realizaram-se, na Primeira Igreja Batista de Santo Augusto, programações especiais em comemoração ao seu 41º aniversário. Contamos com a presença do Ministério Geração Fiel e dos pregadores Pr. Samuel Esperandio (Diretor Executivo da Convenção) e Pr. Valério Kurt (missionário entre os pomeranos no Espírito Santo). Na mesma ocasião realizamos o culto de posse do Pr. Wagner Buteseke como pastor auxiliar da PIBASA. Deus tem nos concedido a oportunidade de sermos úteis no ministério eterno. A Primeira Igreja Batista de Santo Augusto, a exemplo das demais igrejas, sofre todo o tipo de contratempos e situações desagradáveis, mas também conta com motivos para se gloriar no Senhor Jesus Cristo. Ele tem nos conduzido em vitória, dia após dia. Como igreja local, estamos felizes por aquilo que Deus tem nos concedido realizar, sempre com a intenção de sermos mais e fazermos mais. Com a chegada do Pr. Wagner, sua esposa Ana Carolina e filho Bernardo – o que nos deu muita alegria –, temos como meta a ampliação do raio de ação na comunidade de Santo Augusto e região.

ABP a todo vapor para a Primavera! Bozano, RS – Diversas melhorias começaram a ser feitas no último mês em nosso Acampamento Batista Pioneiro. Uma nova fossa, limpeza e arrumação atrás dos dormitórios “Abacatão”, início da construção da arquibancada do campo de futebol, novo dreno para a piscina, revitalização da horta, instalação de um novo fogão industrial, e muitos reparos nos barrancos do ABP. Participe conosco! Esta é outra maneira de fazer missões, pois aqui muitas vidas são transformadas por Jesus! Se você deseja se engajar nesta obra, por favor, entre em contato no telefone (55) 9963.2219. Entraremos em contato quando realizarmos um novo mutirão. E pode ter certeza: quem põe a mão na massa está contribuindo para que o reino de Deus seja alargado, e de alguma maneira se torna responsável pelas transformações que ocorrem aqui. O nosso muito obrigado também a todos que contribuem financeiramente. Que Deus abençoe a todos!

Maravilha, RS – Aconteceu na Regional Centro mais um evento de grande valor. Nos dias 22 e 23 de agosto participaram 104 homens em mais um Encontro de Homens no Acampaz em Maravilha. Procuramos diversificar os mensageiros, claro, de acordo com as necessidades de nossa regional. Nem sempre são pastores, mas profissionais liberais têm sido instrumentos nas mãos de Deus para nos abençoar. Pela primeira vez tivemos um magistrado falando a nós. O Excelentíssimo Senhor Juiz de Direito Dr. Ilton Bolkenhagem, hoje atuando na comarca de Caxias do Sul (RS), esboçou sobre a postura do homem cristão na sociedade, principalmente no aspecto controverso da família. Foram verdadeiras aulas de direito! O irmão Ilton e sua esposa Maria são frutos do extinto Campo Missionário da Pioneira, na cidade de Planalto (RS) no ano de 1987. Podemos dizer que foi bênção para todos os participantes e igrejas representadas. Louvado seja o Senhor!


ORDEM DOS PASTORES BATISTAS DO BRASIL

Literatura para as igrejas Foi-se o tempo em que as literaturas e materiais disponíveis às igrejas eram poucos e se sabia com facilidade em quais se podia confiar. Não é segredo que a JUERP (Junta de Educação Religiosa e Publicações da Convenção Batista Brasileira) enfrentou uma grande crise a partir do final da década de 90 e que foi à falência. Ao mesmo tempo surgiram inúmeras opções no “mercado”. Infelizmente, não é incomum vermos igrejas batistas utilizando materiais de editoras pentecostais, ou mesmo com forte influência neopentecostal. Ao refletir sobre o tema fui levado a recordar minha própria experiência durante meus primeiros anos de vida cristã. Creio que recebi uma boa orientação e um ensino bíblico consistente por parte do meu pastor na época, mas devo admitir que o acesso a muita literatura de qualidade questionável fez com que eu passasse por certa “confusão” em relação a algumas das doutrinas bíblicas mais importantes. Felizmente, com o ensino recebido na igreja e especialmente com a oportunidade de cursar o seminário, a compreensão da Palavra e das doutrinas fundamentais se solidificou. Entretanto, acredito que essa realidade pela qual passei seja também a de muitos dos membros de nossas igrejas, especialmente devido ao fácil acesso aos mais variados tipos de literatura e doutrinas disponíveis na Internet. Quando se trata do uso ou indicação de materiais literários para os membros das igrejas é preciso aplicar o princípio de julgar todas as coisas e reter o que é bom (1Ts 5.21). Mesmo assim, talvez devêssemos refletir se não seria necessário julgarmos com um pouco mais de critério antes de adotarmos determinados materiais ou currículos. O problema é que muitas vezes esse princípio bíblico é usado com o pensamento que se algo não está de acordo, aproveitamos o restante e ignoramos apenas aquela parte. Quando somos tentados a isso, devemos nos perguntar se os riscos envolvidos não serão maiores que os benefícios. Nesse julgamento, é muito importante levarmos em consideração a maturidade das pessoas que usarão o material. Em uma classe de Escola Bíblica, por exemplo, onde estarão pessoas em diferentes estágios da vida cristã, incluindo crentes experientes e novos convertidos, uma literatura com apenas algumas doutrinas estranhas já pode ser suficiente para gerar confusão, especialmente entre aqueles menos experientes. Poderia ser diferente se o mesmo material fosse usado por cristãos maduros. Mesmo assim, o pastor deve ter muito cuidado ao se certificar de que os irmãos terão o esclarecimento necessário para entender por qual razão discordamos de determinada doutrina. Muitas vezes o “óbvio” também precisa ser dito e um erro comum pode ser superestimarmos o grau de maturidade de alguém. Outra questão que deve ser destacada é a necessidade do pastor acompanhar de perto os materiais que estão sendo usados nos diferentes ministérios da igreja. Corremos o risco de nos preocuparmos com o material da Escola Bíblica, discipulado e com o púlpito, mas não tanto com o que está sendo usado, por exemplo, pelo ministério infantil, adolescentes, jovens, MCA, ministério de louvor ou casais, deixando a responsabilidade para os líderes. Esse é um grande perigo! Devemos lembrar que permanece sendo nossa a responsabilidade de nos certificarmos que todos os membros estão recebendo o ensino adequado e dentro de uma mesma linha doutrinária. Quero destacar ainda que a nossa Convenção tem dado um passo além nessa área através dos Seminários de Educação Cristã. Até o momento foram realizadas 7 edições em diferentes regionais. Neles, mais do que a preocupação em indicar “estradas seguras”, se tem buscado definir onde se quer chegar ao final da caminhada. A ideia é que a igreja deve buscar um programa de educação baseado em princípios e não apenas em um currículo. Pois, antes se definir o currículo, ou qual material será usado na igreja, é preciso definir quais são as necessidades da igreja no momento. Por fim, compartilho uma experiência que tive ao conversar com um irmão agricultor. Na ocasião, perguntei-lhe o que era mais importante no cuidado de uma lavoura. Sua resposta foi simples e objetiva: “devemos estar de olho e agir ao primeiro sinal de uma praga, para que ela não se espalhe”. Penso que o mesmo princípio se aplica enquanto cuidamos da “lavoura de Deus”. Literaturas que trazem doutrinas estranhas geram problemas que se espalham com relativa facilidade. É nosso papel estarmos atentos e prontos para orientarmos a igreja, sempre que necessário, evitando que tais “ventos de doutrina” se espalhem gerando confusão e divisão entre o povo de Deus. Devemos lembrar que o papel do pastor na Igreja do Senhor inclui o ensino adequado da Palavra, mas também recomendações e alertas quanto aos ensinos falsos que tentam se propagar no meio da igreja. Que o Senhor nos dê graça para cumprirmos, com fidelidade, nosso papel. – Gabriel Lauter (pastor e professor da FBP)

15

FAMÍLIA

Bodas de Prata de Carlos e Alice Boehringer Candeia, Santa Rosa, RS – “Grandes coisas fez o Senhor por nós, por isso estamos alegres” (Sl 126.3). Realizou-se dia 24 de janeiro de 2015, na Igreja Batista de Candeia, o culto de gratidão pelos 25 anos de união conjugal de Carlos e Alice Boehringer, em companhia de sua filha Suzane e de tantas pessoas que fizeram parte na vida desse casal ao longo dos anos. A filha Suzane preparou músicas felicitando os pais, foram cantados hinos de louvor e gratidão a Deus e o culto foi dirigido pelo Pr. Guido Wehrmann. Agradeço pelo presente do Senhor, pela benção que meus pais são em minha

vida, desejo as mais ricas bênçãos e que Deus continue os abençoando e conduzindo a cada dia. – Suzane Boehringer

80 Anos de Iloni Thober Schiewe

Candeia, Santa Rosa, RS – “Até aqui nos ajudou o Senhor” (1Sm 7.12). No dia 18 de abril de 2015 foi comemorado o aniversário de Iloni Thober Schiewe com familiares e amigos, com muitas músicas e apresentação de suas amigas. O Pr. Guido Werhmann trouxe uma mensagem abençoada pra todos nós. Foi uma noite especial e marcante na vida da Oma, pois vemos nela um exemplo de vida. A sua alegria no dia a dia deixa marcas em nossas vidas. Que Deus a continue abençoando. – Suzane Boehringer

Apresentação de Clara Vitória Israel Schneider Crissiumal, RS – No dia 12 de setembro tivemos a alegria de apresentar mais uma linda bebê que se chama Clara Vitória Israel Schneider. Ela é filha de um casal que frequenta os cultos de domingo à noite. Foi uma noite abençoada, na qual tivemos a oportunidade de falar do amor de Deus aos visitantes e familiares que vieram prestigiar a recomendação de Clara ao Senhor.

Nascimento dos gêmeos Moisés e Davi Lajeado, RS – Depois de ansiosas 36 semanas, nossos meninos nasceram com muita saúde no dia 3 de junho. Moisés nasceu primeiro, às 10:35 da manhã, com 2,400kg e 46cm e depois Davi, às 10:36, com 2,490kg e 47cm. A cesárea ocorreu com sucesso, realizada no Hospital Bruno Born em Lajeado. Tem sido uma experiência incrível viver cuidando de dois bebês. Maravilhosa e ao mesmo tempo bastante cansativa, mas a cada dia somos renovados pela graça de Deus. Nas primeiras semanas recebemos muita ajuda de nossos familiares, amigos e irmãos em Cristo, aos quais somos muitos gratos; louvamos a Deus em especial por

nossos pais Sandra e Luis Carlos (de Luis Felipe) e Miguel e Rita (de Michele) pelo imenso auxílio que nos deram. Também agradecemos às igrejas que oraram pela gravidez e pela saúde da mamãe. Toda família já está reunida na nova casa em Pinhalzinho. – Missionários Luis Felipe e Michele Rodrigues


TEMA DO MÊS

Trans Crianças Indígenas Midiotização da família Chapecó, SC – Nossos queridos missionários Pr. Ray Miller e Luciana estão promovendo juntamente com a Igreja Batista Pioneira de Chapecó e a Junta de Missões Nacionais, uma Trans Crianças Indígenas, na cidade de Chapecó, nos dias 11 a 18/10/2015. Há várias maneiras de você e sua igreja se envolverem: orando pelas crianças e suas famílias; orando pela equipe de missionários e voluntários; indo ou enviando voluntários; enviando donativos para o suprimento da equipe e crianças; enviando uma oferta para compra dos suprimentos. No caso de optar pelo envio de suprimentos, estes são os de maior necessidade: pão, manteiga, geleia, café, chá, nescau, carne (boi, porco, frango), salsicha, frutas, saladas; temperos, molho de tomate, milho, ervilha e macarrão. Quanto a produtos de higiene, precisase de: papel higiênico, papel toalha, desinfetante e detergente. Sua ajuda será de grande importância para alcançar crianças indígenas e suas famílias com o amor de Cristo. Contatos: Pr. Ray Miller: (49) 9923.1047 raymillerdc@yahoo.com.br Miss. Luciana Conceição: (49) 9152.1661 lucianag.conceicao@gmail.com Pr Rogério Henrique: (49) 9830.9606 roggerio_henrique@hotmail.com

16

Em um domingo destes, eu estava almoçando com minha esposa em um restaurante e na mesa ao lado sentou-se uma família – um casal com dois filhos adolescentes. Como sou um observador, reparei que rapidamente todos se assentaram e cada qual puxou do bolso um smartphone e começou a teclar. Só se deram conta de ler o cardápio muito tempo depois e, logo que fizeram os pedidos, voltaram a seus aparelhos, permanecendo envoltos em seus próprios mundos virtuais durante toda a refeição. Essa cena me fez pensar sobre o impacto da mídia (refiro-me a todas as expressões midiáticas, como redes sociais, internet, televisão, etc) nos relacionamentos familiares. Não são poucas as queixas que nos chegam ao consultório a respeito de filhos que já não interagem com a família em momento algum do dia, pois, ao chegarem da escola, logo se envolvem com seus eletrônicos e neles ficam absortos, algumas vezes madrugada a dentro. Também há queixas de cônjuges que veem o companheiro disperso em um mundo virtual ou televisivo e resumem o diálogo conjugal a expressões monossilábicas. Esta era eletrônica é, sem sombra de dúvida, sedutora, pois veicula a informação a uma velocidade espantosa. Aguça a curiosidade das pessoas para quererem saber sempre mais, inclusive saber mais detalhes da vida dos outros. Posta-se uma informação ou foto e, em poucos minutos, a rede social – algumas vezes, até mesmo pessoas desconhecidas – está se manifestando com um “curtir” ou comentários na novíssima gramática “internética”: blz; wow; d+, etc. De que forma esse modelo interacional virtual pós-moderno afeta os relacionamentos familiares? Por que existe a necessidade de tanta informação superficial em tempos quase instantâneos? Por que existe a necessidade de exposição de detalhes da vida pessoal para um público cada vez mais impessoal? Creio que essa necessidade de tornar público cada detalhe da própria vida, tirando selfies a cada momento ou postando fotos do que está comendo, traz em si o desejo de se sentir amado. Afinal, se as pessoas “curtem” o que estou fazendo, é porque elas gostam de mim. Um dos maiores desesperos das pessoas hoje em dia é serem bloqueadas por alguém de uma rede social, pois no fundo não se sentem mais amadas por aquela pessoa. A necessidade de informação vem da fantasia de que informação é sinônimo de poder. Em alguns âmbitos, como na política, essa premissa é verdadeira, mas, no cotidiano, ter muita informação, especialmente a superficial, não empodera ninguém, apenas leva facilmente ao estresse por sobrecarga mental. Definitivamente não precisamos saber tudo da vida de todos, antes o importante é saber menos e com mais qualidade da vida daqueles a quem realmente amamos. Por fim, o maior impacto deste modelo interacional dentro da família é que ele leva os membros da família a um ensimesmamento, um mundo paradoxalmente fechado aos que estão próximos e aberto ao público em geral. Esta superexposição da vida de forma tão superficial também traz consigo o descompromisso com o outro – se um amigo postar uma foto em que aparece embriagado, eu posso apenas curtir ou dizer “wow”. Mas não tenho o compromisso do diálogo sério e profundo a respeito das consequências daquela conduta para a vida dele. Afinal, no modelo individualista, cada um é autossuficiente e não existe a ideia de comunidade! De forma alguma sou contra a tecnologia, mas penso que a moderação em todas as coisas é padrão de saúde. Pais devem, desde cedo, estimular os filhos a um processo familiar interativo, suplantando seus cansaços diários e brincando com os filhos, e nesse brincar promover o diálogo. De igual forma, cônjuges devem aprender a “relaxar” no acolhimento da intimidade com o outro e não diante da enxurrada de informações vazias dos eletrônicos. É preciso resistir à sedutora proposta midiática, que nos isola e egocentriza, aprendendo a usar a tecnologia com sabedoria e prudência, lembrando que o domínio próprio é fruto do Espírito Santo (Gl 5.22). – Carlos “Catito” e Dagmar são casados, ambos psicólogos e terapeutas de casais e de família. São autores de Pais Santos, Filhos Nem Tanto. Acompanhe o blog.


Millions discover their favorite reads on issuu every month.

Give your content the digital home it deserves. Get it to any device in seconds.