Obp maio

Page 1

ANO 88 | Nº 05 | MAIO DE 2014

Rua Elizeu Faria, 157 - 81720-130 - Curitiba - PR

Observe a formiga, preguiçoso, reflita nos caminhos dela e seja sábio! Provérbios 6.6


EDITORIAL

Trabalhando em família “Meu pai trabalha até agora e eu trabalho também” (Jo 5.17). Esta foi a resposta de Jesus aos críticos de plantão, quando não podiam negar o milagre da cura de um homem coxo há 38 anos. Isso era inegável. O testemunho do próprio que fora curado o atestava. Então recorreram a uma norma da tradição. Aliás, é muito fácil que isso ocorra também conosco, ou seja, aplicar nosso conhecimento de princípios bíblicos relevantes, transformando-os em meras tradições familiares ou eclesiásticas.

Por exemplo, a Bíblia diz que Deus criou o mundo em seis dias e descansou no sétimo. Transformar o princípio da mordomia do tempo em uma lei que impede alguém de fazer o bem porque é o dia do descanso, é agir com tal literalidade que o mandamento deixa de cumprir sua finalidade para tornar-se instrumento de crítica, julgamento e até de manipulação. Jesus reinterpreta o princípio do dia de descanso e faz uma afirmação contundente: “Meu pai trabalha até agora”. Como

Criança em Crise Dia Internacional de Oração pela 02 Dia de Pentecostes (At 2.1) 08 Dia do Pastor 08 : 15, 18, 22 e 26) 13-30 Trans Copa (Porto Alegre e 26) Trans Copa (Curitiba: 16, 20, 23 16-18 Semana Acadêmica na FBP B Dia de Educação Cristã da UFMB 22 Feriado: Corpus Christi 19 & Pioneira) 25-27 Encontro de líderes (AGA Reunião da JEVAM 28

2

Pastor Samuel Esperandio

Diretor Executivo da CBPSB

Pela realização da reunião do Conselho de Planejamento e Coordenação nos dias 11 e 12/abril; Pela celebração da páscoa nas igrejas, congregações e instituições da Pioneira; Pela aquisição de um novo veículo para o ABP; Pelo Congresso das Mulheres, em Florianópolis, nos dias 1º a 04/maio.

Junho: Intercedendo em família

EXPEDIENTE

madeira, ao ponto de dizerem acerca dele: “Não é este o carpinteiro, filho de Maria?”. Pois bem, o menino Jesus aprendeu a trabalhar imitando seu pai adotivo, em família. Porém, o homem Jesus, pregador, profeta, sacerdote e rei, aprendeu com seu Pai a fazer o bem mesmo quando os preceitos religiosos diziam para silenciar ou postergar. Quais são as memórias que você tem do trabalho em família? Que memórias você está deixando para os seus? Que memórias deixamos acerca do testemunho da fé em Cristo, mesmo quando a religião talvez diga que isso é coisa do governo, não é coisa para a gente se envolver? Ou quando nossos filhos e nossas filhas são desafiados a se engajarem nas causas políticas e sociais, será que dizemos como os fariseus que “isso não é coisa de crente”, ou fazemos coro com Jesus para dizer: “Convém que façamos as obras Daquele que me (nos) chamou enquanto é dia... a noite vem quando ninguém pode trabalhar” (Jo 9.4)? Desejamos que a leitura de O Batista Pioneiro instrumentalize você e sua família para se engajarem no serviço da obra do Senhor, lembrando do antigo hino que diz: “No serviço do meu Rei eu sou feliz, jubiloso, decidido... Quanto tenho no serviço gastarei, no serviço do meu Rei”.

GRATIDÃO:

Agenda da Pioneira

Pioneira (Eventos Gerais)

não podiam contestar a afirmação sobre a operosidade de Deus, então se voltam a outra crítica: “Como pode alguém dizer que Deus é seu pai?”. Isso é uma blasfêmia, por colocar-se em igualdade com Deus! Jesus arremata dizendo: “o Pai ama o Filho, e mostra-lhe tudo o que faz; e ele lhe mostrará maiores obras” (Jo 5.20). Dias atrás, minha esposa estava ajudando nossa filha com a sua mudança, e em certo momento ao desconectar a máquina de lavar, a água continuou a gotejar do cano. Nossa filha, então, disse à mãe: “vou comprar um tampão de meia polegada e veda rosca”, ao que a mãe surpreendeu-se, mas ela comentou: “aprendi porque vi o pai fazer isso algumas vezes”. As memórias mais felizes que temos estão intimamente ligadas às coisas que aprendemos pelo bom exemplo de pessoas que amamos. Por isso é tão importante fazermos coisas boas juntamente com os nossos queridos. Quando eu ainda era um menino, gostava de ajudar meu pai, que era construtor e carpinteiro, especialmente quando chegava a hora de “mata-juntar paredes de tábuas de madeira com ripas” para dar o acabamento. Meu pai, que era canhoto, conseguia pregar com a mão esquerda enquanto apanhava outro prego com a direita, de modo que praticamente não parava entre um prego e outro. Eu o admirava muito e tentava imitá-lo. Muitas vezes eu entortava os pregos, mas ele pacientemente me ajudava a desentortá-los ou a substituí-los. Possivelmente, Jesus aprendeu também com José, o carpinteiro, a trabalhar com a

JUFEMI

JUMAP

FBP

JEVAM

JSS

Órgão Oficial de Informação da Convenção Batista Pioneira do Sul do Brasil

INTERCESSÃO: Pela Conferência Anual da EBM International em Orsay (França) de 15 a 17/maio. Pela preparação da 89ª Assembleia da Pioneira em Sta Maria de Jetibá (ES); Pelo Ministério de Acampamentos da Pioneira: Acampaz e ABP; Pelas igrejas em processo de sucessão ministerial.

Não deixe de acessar www.pioneira.org.br e atualize-se com as informações da sua Convenção. As suas sugestões são bem vindas!

Outros

Presidente: Rui Osvaldo Teske Vice-Presidentes: Zaira Maria Dhein Sigmar Schmidt Milton Tehlen Pr. Jair Hein

Conselho Editorial: Pr. Claiton André Kunz Pr. Antônio Renato Gusso Roland Körber Editor Responsável: Pr. Samuel Esperandio

Secretaria: Fabiana Silvestrini Roberta Tolotti Ernst Redação: Rua Elizeu Faria, 157 - casa 1 81720-130 - Curitiba, PR Fone/Fax: (41) 3284.4650 batistapioneiro@pioneira.org.br

Revisão: Pr. Alfredo Reinke Arte e Diagramação: BHZ Design - (51) 3024.8030 andre@bhzdesign.com.br www.bhzdesign.com.br Impressão: Mega Gráfica Editora Ltda. (41) 3598.1113 - (41) 9926.1113

A publicação é de responsabilidade da Convenção Batista Pioneira do Sul do Brasil. As matérias assinadas são de responsabilidade de seus autores e não refletem, necessariamente, a opinião do Jornal. A Redação se reserva o direito de resumir as matérias. Matérias a serem publicadas devem ser enviadas para o endereço da Redação e de preferência em CD ou por e-mail.


TEMA DO MÊS

Pioneira na Internet: www.pioneira.org.br Juntas com sede em Curitiba, PR Rua Elizeu Faria, 157 - casa 1 81720-130 - Curitiba, PR Fone/Fax: (41) 3284.4650 www.pioneira.org.br/jevam jevam@pioneira.org.br

Fone/Fax: (41) 3284.4650 www.jumap.org.br jumap@jumap.org.br

Fone/Fax: (41) 3376.0271 www.pioneira.org.br/jufemi jufemi@pioneira.org.br

Rua Dr. Pestana, 1021 98700-000 - Ijuí, RS Fone/Fax: (55) 3332.2205 www.batistapioneira.edu.br faculdade@batistapioneira.edu.br

Declarada de UTILIDADE PÚBLICA FEDERAL conforme Decreto de 22/11/91 pelo Diário Oficial da União em 29/07/1996. Portadora do Título de Entidade Filantrópica Rua Benjamim Constant, 339 98280-000 - Panambi, RS Fone/Fax (55) 3375.6150 www.pioneira.org.br larpanambi@tabea.org.br Rua José Bonifácio, 1623 98700-000 - Ijuí,RS Fone/Fax (55) 3332.1095 www.pioneira.org.br lartabea.iju@terra.com.br

CONVOCAÇÃO

CONVOCAÇÃO

De acordo com os artigos 7º e 15º dos Estatutos Sociais da Convenção Batista Pioneira do Sul do Brasil e de acordo com o Artigo 6º do Regimento Interno da mesma Convenção, CONVOCO todas as Igrejas arroladas na CBPSB para a ASSEMBLEIA ORDINÁRIA

De acordo com os artigos 7º e 15º dos Estatutos Sociais da Convenção Batista Pioneira do Sul do Brasil e de acordo com o Artigo 6º do Regimento Interno da mesma Convenção, CONVOCO todas as Igrejas arroladas na CBPSB para a

Local: Templo da Primeira Igreja Batista em Santa Maria de Jetibá Rua Hermann Roelke, 85 –Santa Maria de Jetibá – ES Data: 30 DE JULHO A 03 DE AGOSTO DE 2014 Início: 30/07 com o jantar (18h); Realização de 9 (nove) sessões conf. agenda aprovada na 1ª sessão; Encerramento: 03/08 com o almoço (12h). Assuntos: Relatórios Anuais relativos aos anos de 2012 e 2013 Planejamento para os anos 2014 a 2018 Reforma do Estatuto Social Reforma do Regimento Interno da Convenção Eleição da nova diretoria e das juntas Tema: Edificando a Igreja – Família de grande valor! “Sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela” (Mateus 16.18b). Preletor Oficial: Pr. Daniel Gonzalez (Missionário da EBM Masa em Cuba) Credenciamento de mensageiros com direito a voz e voto: O Artigo 6º § 2º e seguintes do Regimento Interno determina que: - Cada Igreja poderá credenciar 03 (três) mensageiros. - Igrejas com mais de 100 (cem) membros arrolados podem credenciar mais 01 (um) mensageiro para cada centena de membros ou fração adicional. (Exemplo: Uma Igreja com 140 membros poderá credenciar 04 mensageiros. Uma Igreja com 60 membros poderá credenciar 03 mensageiros). Para efeito desse credenciamento são utilizados os dados da estatística do final do ano imediatamente anterior ao evento. - Cada Igreja pode credenciar 01 (um) mensageiro para cada uma de suas Congregações que tenham pelo menos 20 (vinte) membros nela arrolados, desde que estes não estejam incluídos na contagem do número de membros da Igreja. Outros mensageiros com direito a voz e voto: - Pastores arrolados na Ordem dos Pastores Batistas do Brasil - Seção Pioneira e os obreiros e missionários da JEVAM, membros de uma igreja associada à Convenção, desde que exerçam ministério em uma delas e/ou nas instituições da convenção; - Componentes do Conselho de Planejamento e Coordenação; - Diretor Executivo da Convenção; - Secretários Executivos das Juntas; - Diretores das instituições da Convenção. - Estes casos não serão incluídos na contagem dos membros de cada igreja. Importante: De acordo com o artigo 10º do Regimento Interno, a Assembleia será instalada com qualquer número de mensageiros. Os mensageiros devem trazer uma carta da respectiva igreja, assinada pelo seu presidente, credenciando-os para a Assembleia. Uma carta por igreja com a relação de todos os seus mensageiros é suficiente. O modelo de carta credencial pode ser obtido por e-mail com a Secretaria da Convenção ou pelo site www.pioneira.org.br. Curitiba, 15 de abril de 2014. Rui Osvaldo Teske Presidente da Convenção Batista Pioneira do Sul do Brasil

Rua Caminho do Furquim, 275 06720-250 - Cotia, SP Fone/Fax (11) 4616.1107 www.pioneira.org.br larcotia@terra.com.br

CONVOCAÇÃO ASSEMBLEIA ORDINÁRIA

Largo S. Vicente de Paulo, 1382 85900-215 - Toledo, PR Fone (45) 3277.3227 www.pioneira.org.br larirmaosdentzer@uol.com.br

Na qualidade de presidente da Associação Educacional Batista Pioneira, e de acordo com o Artigo 17 do Estatuto Social, convoco os associados para a Assembléia Ordinária a realizar-se no dia e local abaixo anunciados:

Rua Mercúrio, 126 09990-030 - Diadema, SP Fone (11) 4056.7775 www.pioneira.org.br nsdiadema@pioneira.org.br

Local: Data:

Templo da Primeira Igreja Batista em Santa Maria de Jetibá Rua Hermann Roelke, 85 –Santa Maria de Jetibá – ES 01 DE AGOSTO DE 2014 Início: 12h00; Encerramento: 13h00.

Rua Barão do Rio Branco, 1051 98700-000 - Ijuí, RS Fone (55) 3332.8182 www.pioneira.org.br surdos.cais@terra.com.br

Na ocasião serão tratados os seguintes assuntos, a saber: Ingresso e demissão de membros/associados; Eleição da nova diretoria; Relatório de atividades 2012 e 2013; Plano de Ação para 2014 e 2015.

Rua Chile, 772 98900-000 - Santa Rosa, RS Fone (55) 3512.3504 www.pioneira.org.br espacofelizsr@gmail.com

Ijuí, 15 de abril de 2014. Nicolau Reinhard CPF 061.721.058-68 Presidente

ASSEMBLEIA EXTRAORDINÁRIA Local: Templo da Primeira Igreja Batista em Santa Maria de Jetibá Rua Hermann Roelke, 85 –Santa Maria de Jetibá – ES Data: 02 DE AGOSTO DE 2014 Início: 19h00; Encerramento: 20h00 Assuntos: Eleição da nova diretoria e das juntas Alienação Patrimonial por transferência de imóveis: 1. Para venda 2. Por doação Credenciamento de mensageiros com direito a voz e voto: O Artigo 6º § 2º e seguintes do Regimento Interno determina que: - Cada Igreja poderá credenciar 03 (três) mensageiros. - Igrejas com mais de 100 (cem) membros arrolados podem credenciar mais 01 (um) mensageiro para cada centena de membros ou fração adicional. (Exemplo: Uma Igreja com 140 membros poderá credenciar 04 mensageiros. Uma Igreja com 60 membros poderá credenciar 03 mensageiros). Para efeito desse credenciamento são utilizados os dados da estatística do final do ano imediatamente anterior ao evento. - Cada Igreja pode credenciar 01 (um) mensageiro para cada uma de suas Congregações que tenham pelo menos 20 (vinte) membros nela arrolados, desde que estes não estejam incluídos na contagem do número de membros da Igreja. Outros mensageiros com direito a voz e voto: - Pastores arrolados na Ordem dos Pastores Batistas do Brasil - Seção Pioneira e os obreiros e missionários da JEVAM, membros de uma igreja associada à Convenção, desde que exerçam ministério em uma delas e/ou nas instituições da convenção; - Componentes do Conselho de Planejamento e Coordenação; - Diretor Executivo da Convenção; - Secretários Executivos das Juntas; - Diretores das instituições da Convenção. - Estes casos não serão incluídos na contagem dos membros de cada igreja. Importante: De acordo com o artigo 10º do Regimento Interno, a Assembleia será instalada com qualquer número de mensageiros. Os mensageiros devem trazer uma carta da respectiva igreja, assinada pelo seu presidente, credenciando-os para a Assembleia. Uma carta por igreja com a relação de todos os seus mensageiros é suficiente. O modelo de carta credencial pode ser obtido por e-mail com a Secretaria da Convenção ou pelo site www.pioneira.org.br. Curitiba, 15 de abril de 2014. Rui Osvaldo Teske Presidente da Convenção Batista Pioneira do Sul do Brasil

CONVOCAÇÃO ASSEMBLEIA ORDINÁRIA Na qualidade de presidente da Sociedade Batista de Beneficência TABEA, e de acordo com o Artigo 20 do Estatuto Social, convoco os associados para a Assembléia Ordinária a realizar-se no dia e local abaixo anunciados: Local: Templo da Primeira Igreja Batista em Santa Maria de Jetibá Rua Hermann Roelke, 85 –Santa Maria de Jetibá – ES Santa Maria de Jetibá – ES. Data: 02 DE AGOSTO DE 2014 Início: 12h00; Encerramento: 13h00. Na ocasião serão tratados os seguintes assuntos, a saber: Ingresso e demissão de membros/associados; Eleição da nova diretoria; Designação dos conselheiros das UPSs; Reforma do Estatuto Social; Reforma do Regimento Interno; Alienação Patrimonial por transferência de imóveis; Relatório de atividades 2012 e 2013; Plano de Ação para 2014 e 2015. Ijuí, 15 de abril de 2014. Valdir Pydd - CPF 086.455.580-68 Presidente

As credenciais para a Assembleia podem ser obtidas através de download no site www.pioneira.org.br

3


TEMA DO MÊS

O Amor de Mãe nas Quatro Estações

É da autoria de Gibran Khalil Gibran, célebre escritor libanês, a expressão que de quando em vez cito nos casamentos que oficio: “o amor é a única flor que desabrocha independentemente das estações do ano”. Ouso dizer que o amor de mãe é o único, nesta terra, capaz de ser intenso sob impacto das intempéries dos verões, invernos, primaveras e outonos da vida. Em qualquer tempo, faça chuva, faça sol, mãe tem razões, inexplicáveis humanamente, para amar profundamente, sonhar intensamente, sofrer juntamente, acalentar filhos adultos como se crianças ainda fossem, como que dizendo: “Filho, vou te amar sempre, vou plantar, intensamente, em teu coração, em toda a oportunidade que tiver, a semente de amor, esperança, perdão, paciência, bondade e alegria – fruto do Espírito –, para que sempre sejas terreno fértil para a colheita, todos os dias de tua vida, sob as bênçãos do Supremo Criador das estações do ano, dos melhores frutos.” Hoje, Dia das Mães, declaro que, quanto mais vivo, quanto mais creio que, sendo românticas ou nem tanto, dependentes ou um tanto independentes, as mães são protetoras e sob muita adrenalina vivem regando e adubando a terra e plantando pomares nos corações dos filhos, cujas flores e frutos, de caráter, ética e moral, são para

dar o ano todo, a vida inteira, ante os impactos de quaisquer que sejam as estações. Esse verdadeiro amor é o de mãe, que há de ser enaltecido como amor verdadeiro, de todas as horas, de todo o tempo, de todas as épocas. Amor que se dá, como Deus nos amou e se deu em Seu Filho Jesus, até a morte; amor que já começa liberando os seus filhos, desde o ventre, naturalmente, no parto; amor que volta a liberá-los quando chegam à maioridade, ainda que jamais lhes peça que se libere de amá-los. Nem tudo aos filhos é primavera. Quando sabedora dos rigorosos invernos ou de intensos e melancólicos outonos que sobrevêm aos filhos, mesmo distante fisicamente, às vezes, penalizada a ingrato, angustiante e impositivo silêncio, ante os mal-entendidos, ao choro mais doído ainda que contido, ama surpreendentemente ainda mais. É capaz de suportar o insuportável, para não perder os vínculos maternos, com aqueles docemente amados filhos, gerados em sua barriga, alimentados de seu alimento, sangue de seu sangue, respiração de seu ar. A vocês, mães, de amor incondicional aos seus filhos, das lições que as quatro estações encerram, nosso mínimo: gratidão, amor, carinho, reconhecimento, e, com ou sem a sua permissão, ainda crianças ou já calejados pelos vendavais que a vida impôs, nosso grito por aquela que continua sendo o nome que nos vem à mente de filhos: “Socorro, mamãe! Dê-me seus braços, mamãe; dê-me seu colo, eterna mulher, fonte inesgotável de amor de todas as estações e horas da vida, presente de Deus, para quem, todas as mais bonitas e escolhidas palavras e nada são a mesma coisa, poucas e incapazes de explicar o inexplicável: seu amor de mãe.” – Pr. Eli Fernandes Fonte: http://www.libernet.org.br Acesso: 22/04/2014.

Ressurreição, Redenção e Restauração

Em geral, nós, cristãos, focalizamos a cruz como o centro da história, assim também a salvação como o eixo hermenêutico não apenas da Teologia, como da doutrina da igreja, da missão da igreja e até da cosmovisão cristã (como nos enxergamos e nos nossos relacionamentos com o mundo exterior). Essa visão é originária na percepção da história a partir da queda no Éden – pecamos, necessitamos ser salvos, a história está perdida, tudo vai ser destruído e devemos nos preparar para a eternidade. Quanto mais gente pudermos levar conosco, melhor; então, nossa única missão é evangelizar e conquistar o mundo perdido. Tudo deve ser centralizado em torno dessa missão. Se conseguirmos voltar nossa atenção para antes da fundação do mundo, quando Deus “desejou o desejo” de nos criar, antes mesmo da queda no Éden, surge importante e prioritária questão: “Deus nos criou para quê?”. Em outras palavras, qual a finalidade para a qual Deus nos criou? Em geral, os teólogos respondem que foi para a sua glória (Is 43.7). É uma resposta clássica, mas, confessemos, bem abstrata. Então fiquei refletindo sobre o significado desta expressão – vivermos para a glória de Deus – e me deparei com a expressão máxima de Jesus quando mencionou os dois mais importantes mandamentos. Se são mais importantes, são prioritários para nossa vida: amar a Deus e ao próximo. Então descobri que, embora sejam dois mandamentos, são três níveis de relacionamentos – amar a Deus, a mim mesmo e ao próximo. Assim, neste momento, posso concluir que viver para a glória de Deus equivaleria a viver em harmonia, comunhão e amor com Deus, comigo mesmo (tendo equilíbrio pessoal – físico, mental/ afetivo e espiritual) e com o próximo. Mas depois pensei que estou vivendo sobre um mundo físico concreto que Deus nos deu para gerirmos. Então, em quarto lugar, viver em harmonia e amor em relação a este “cosmos” ou natureza por Deus criada. A queda no Éden representou nossa rebeldia em relação a este plano original de Deus que providenciou Jesus Cristo, seu Filho, para nos recuperar, não apenas para obtermos acesso às ruas de

4

Torcendo para dar errado Imagine uma cena. Um time disputando uma partida importante, o estádio cheio de torcedores, só que, em vez desses torcerem para o time ganhar, eles estão torcendo para que exatamente o contrário aconteça. Diante de uma boa jogada, eles vaiam, mas quando o time comete algum erro em campo, toda a torcida aplaude e, se o time adversário marca um gol, então a torcida não se contém e explode em manifestações de alegria. É uma cena totalmente descabida, concorda? Mas, na prática, ela acontece muitas e muitas vezes, em ambientes diferentes e envolvendo pessoas diferentes. Em um ambiente de trabalho, é comum vermos manifestações assim, uma verdadeira torcida para um colega errar ou para o chefe se dar mal. Até no ambiente familiar, por vezes, essa torcida acontece, colocando pais, filhos e cônjuges em uma situação de disputa e oposição. Torcendo contra De onde vem essa torcida para o outro se dar mal? Há uma série de respostas, como inveja, ciúmes, sentimentos de inferioridade e até mesmo medo. Independente da origem, essa atitude é ruim para todos, pois sempre que trabalhamos em equipe (família, ambiente de trabalho, amigos, igreja) o objetivo deve ser a vitória coletiva e a torcida deve ser para o outro conseguir, ainda que seu trabalho naquele momento seja mais visível que o meu ou o prêmio seja dado a ele e não a mim. Só há uma maneira de vencermos essa atitude negativa da torcida contrária: é aprendendo a torcer a favor. Essa atitude pode ser compreendida como motivar e incentivar, se alegrar com a vitória do outro é literalmente torcer pelo outro, manifestando satisfação em ver o bom desempenho, a criatividade, competência ou outros valores que o colega de equipe exiba no

desempenho de suas funções. Para fazer isso, porém, precisamos alimentar um espírito de equipe capaz de transformar uma vitória pessoal em uma vitória de todos! Em vez de enxergarmos alguém se destacando, deveríamos ver toda a equipe alcançando vitória através de um de seus membros. Espírito de equipe Além do espírito de equipe, é importante também desenvolvermos humildade e amizade com todos os membros da equipe, para que não fique nenhum resíduo de inveja ou ciúmes em nós. Conseguir olhar os outros como parceiros e não concorrentes faz parte disso. Quando fazemos parte de uma equipe, precisamos pensar mais no coletivo e não tanto no individual. Por vezes, é difícil ver alguém se destacar mais, mas se a equipe alcançar o objetivo, então, vale a pena torcer com entusiasmo por aqueles que, naquele momento, estão sendo mais importantes para a vitória de todos. Torcer para o outro fracassar é sinônimo de fraqueza pessoal e falta de visão coletiva. Cada um de nós tem um talento único e é indispensável para que toda a equipe seja vitoriosa. Se nossos colegas de trabalho, familiares, irmãos em Cristo ou companheiros de algum projeto estão fazendo bom uso de seu talento, devemos torcer para que desempenhem todo o seu potencial e que isso resulte na vitória de todos. Se criarmos essa filosofia, poderemos eliminar a inveja e os ciúmes e criar um ambiente de motivação mútua, o que será benéfico para todos. Vamos torcer para que nossos colegas sejam vitoriosos? Fica aqui esse desafio para todos nós! – Pr Guilherme Ávilla Gimenez Fonte: http://www.institutojetro.com Acesso: 21/04/2014.

ouro da Nova Jerusalém, mas, desde já, quando nos arrependemos de nosso estado de rebeldia e aceitamos a morte vicária (em nosso lugar) de Jesus. Esta salvação que Deus nos providenciou representou muito mais do que uma apólice contra o fogo do inferno, representou um reposicionamento na ordem das coisas criadas. Então, a salvação tem seu aspecto futuro (escatológico), mas também ao sermos recolocados (ainda que potencialmente) de volta ao esta pré-queda e na ordem do mundo criado, temos a recuperação do aspecto cosmológico, mais ainda, quando somos recuperados ao nosso estado de humanidade, temos o aspecto antropológico. Assim, a cruz sozinha não pode representar o centro da história, nem o fato mais importante do cristianismo, sem a ressurreição. Aliás, o apóstolo Paulo menciona que o evangelho sem a ressurreição é inútil (1Co 15). O mesmo apóstolo nos ensina que assim como fomos crucificados em Cristo, devemos também viver como ressuscitados (Rm 6). Jesus é considerado filho de Deus pela ressurreição dentro os mortos (Rm 1.4). O que posso concluir que o centro da história tem dois e não apenas um fato – cruz e ressurreição. Sem cruz não haveria ressurreição, sem ressurreição o evangelho seria vão, inútil. Só a cruz faria com que Jesus fosse igualado a qualquer outro líder religioso. A ressurreição nos leva à novidade de vida, dando significado prático e concreto ao evangelho, como estilo diário de vida e não apenas focalizando a eternidade. Uma vez considerando-nos ressuscitados, nosso desafio é vivermos em novidade de vida (Rm 6) como novas criaturas (2 Co 5.17), pois Jesus veio para nos dar vida abundante (Jo 10.10) Precisamos recuperar o significado da ressurreição para nossa percepção de mundo, para nossa vida e relacionamentos em busca de vivermos para a glória de Deus (veja os quatro itens que mencionei há pouco). Assim, quando falamos em ressurreição, nos vêm a mente a redenção e a recuperação. Neste dia em que comemoramos a ressurreição de Jesus, poderemos dedicar um tempo para refletir nestes fatos e replanejar nossa vida e nossas prioridades. – Prof. Lourenço Stelio Rega (Diretor da Faculdade Teológica Batista de São Paulo)


FACULDADE BATISTA PIONEIRA

Semana intensa na Páscoa da Faculdade A semana da páscoa foi intensa para os alunos da Faculdade Batista Pioneira. Como já tem acontecido há alguns anos, foram muitas as oportunidades que os alunos tiveram de compartilhar a Palavra de Deus nestes dias. Durante os dias 14 a 16 de abril, diversas escolas foram visitadas. Mais de mil alunos e diversos professores do ensino fundamental e médio tiveram a oportunidade de ouvir a verdadeira mensagem da Páscoa. Usando recursos como teatro, pantomima e quadro cênico, os alunos da Faculdade falaram sobre o significado da morte e ressurreição de Jesus, bem como da necessidade de reconhecê-lo como Senhor e Salvador. Além do trabalho nas escolas, também foi preparada uma apresentação teatral com a mensagem do sacrifício de Cristo. A peça “Me encontrou”, preparada pela irmã Paraskevi Kotta, de Tessalônica (Grécia), esposa do nosso grego Stathis, foi apresentada duas vezes no templo da Primeira Igreja Batista de Ijuí. Para a glória do Senhor, houve diversas manifestações de conversão e de reconciliação com Deus nestes dias. A semana terminou com duas apresentações do coro da Faculdade. O musical “A Vitória” foi apresentada em Senador Salgado Filho, na noite do dia 17 de abril, num evento realizado pela prefeitura municipal daquela cidade, e na Primeira Igreja Batista em Ijuí, na manhã do dia 18 de abril, sexta-feira da Paixão. Todas estas oportunidades de servir ao Senhor e de anunciar a Palavra enchem nosso

coração de alegria. Cremos que esses momentos devem fazer parte da formação de nossos alunos, pois permitem que os conhecimentos adquiridos em sala de aula sejam colocados em prática. Além disso, sabemos que os frutos da pregação do Evangelho têm um valor incalculável para Deus e por isso louvamos ao Senhor por tudo o que Ele têm feito através da vida dos alunos da Faculdade.

5


JUNTA FEMININA MISSIONÁRIA

ENTRE NÓS

MEDITAÇÃO

NOTÍCIAS

Um novo Dia das Mães

Mais um ano se passou e aí está batendo à porta outro “Dia das Mães”. É incrível como a vida passa com todos os seus acontecimentos “e tudo vai e se transforma, eventualmente nos damos conta da importância máxima das coisas mínimas. É como escutar, num segundo de vigília no meio do sono, a respiração do mar”. Não, essa frase tão poética não é de minha autoria, é da escritora Lya Luft, de quem transcrevo o trecho do livro “O tempo é um rio que corre”: “O tempo adquire uma nova dimensão quando a gente tem filhos. Nada se compara ao assombro de parir um ser humano – uma nova pessoa existindo. Tem nome, tem vida, tem futuro, em todo um tempo impenetrável à frente. A responsabilidade, os cuidados; a impotência diante do seu destino; o amor desmesurado, que tonteia, delicado, intenso, feroz na defesa, mágico nas intuições. Criança morninha vindo para a cama de madruga, nunca foi tão doce perder o sono; adolescente mais alto que a gente, mudando de voz; menina lindíssima saindo com o primeiro namorado; e o futuro no qual não estaremos sempre aí na ilusão de que estamos protegendo. Quanto mais dividida nesses cuidados, mais inteira fica a nossa vida. E o tempo de despedir, de deixar que se vá pra viver seu tempo, esse filho, essa filha: essa dádiva que o tempo não faz empalidecer mas perdura quando quase todo o resto se esvai.” Este texto fez-me pensar sobre a maternidade. Fez-me pensar que “mãe é tudo igual” realmente não é força de expressão popular. Na esfera de sentimentos pouca coisa muda de uma para outra. O que fazemos com esses sentimentos é que pode fazer diferença em nossas vidas. É nesse momento que entra a nossa vivência espiritual. É aí que uma vida com Jesus pode mudar rumos ou dar sentido a situações inexplicáveis. Particularmente, poucas vezes me senti à vontade com aquelas homenagens que todos os anos recebemos na escola de nossos filhos, no trabalho ou na igreja. Talvez isso se explique pelo “sentimento de culpa” tão conhecido por muitas mães que me impedia de sentir merecedora de tais homenagens. Culpa por ter que deixar o filho em casa para trabalhar fora; culpa por, muitas vezes, não estar inteira naquele local porque outras preocupações assombravam meus pensamentos; culpa por me sentir tão pequena e insignificante diante de tantas maravilhas declaradas às mães naquele momento especial. Realmente, toda essa expectativa lançada sobre uma mulher é enaltecedora, mas o esforço que muitas vezes fazemos para corresponder torna a jornada cansativa. Sempre achei aquele dito popular “ser mãe é padecer num paraíso” desproporcional e antiquado, mas já não tenho tanta certeza disso. É bem aí, nesse momento, que Jesus diz às mães cansadas e sobrecarregadas: “Vinde a mim todos os que estais cansados e sobrecarregados, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para as vossas almas. Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve” (Mt 11.28-30). Podemos identificar nossos sentimentos em um livro escrito por outra mulher como nós, que encontrou uma forma poética de expressar sentimentos comuns às mães, mas para todos os momentos e para cada dia que virá a solução é correr para Jesus com todas as nossas preocupações e aflições. Aceitemos ao convite: “Vinde à mim”. Só o Senhor conhece o mais íntimo do nosso ser, Ele conhece nossas inquietações e sabe que em nós mesmas vagaremos intranquilas na busca de soluções. Em nós mesmas, o sentimento é de impotência e, muitas vezes, de desânimo diante de circunstâncias alheias à nossa vontade. Deixemos que a graça e a bondade de Jesus se esparramem sobre nossas vidas renovando a cada manhã as suas misericórdias. Só o Senhor pode nos renovar e fortalecer, nos dando novo ânimo e uma nova visão de fatos às vezes escuros e difíceis de enfrentarmos. A promessa é: “Eu vos aliviarei... e achareis descanso para as vossas almas”. Mulheres mães, descansem no Senhor e tenham um Dia das Mães abençoado e leve na graça de nosso Senhor Jesus Cristo!!!! – Liliane Ferraz

ANUÁRIO 2014

TEMA 2014: VALORIZEMOS A NOVA GERAÇÃO

Testemunho de Dukellen do Prado

Gostaria de agradecer tudo que a JUFEMI tem feito por nós, seminaristas. Falo por todas ainda que não tenha pedido permissão porque conheço a gratidão que as meninas têm por este ministério. Vocês são e nos passam um exemplo de compromisso com o Reino de Deus que motiva, anima e enche de esperança. Gostaria de agradecer em especial pela oferta que a JUFEMI tem levantado para Educação Ministerial Feminina, da qual tenho sido alvo nos últimos anos. No seminário nós precisamos das dificuldades, embora cada um as tenha em uma área e intensidades diferentes. Elas nos lapidam, nos preparam para o futuro às vezes bem próximo. Mas, como nunca estive tão à vontade para falar das minhas próprias dificuldades como agora, gostaria de reparar a superficialidade com a qual me protegi nas últimas oportunidades, se não for inconveniente. Creio que me deixar conhecer pode ser uma forma de ressaltar o valor deste ministério que desempenham, então vamos lá. Quando cheguei ao seminário em 2009, convivia há cerca de cinco anos com uma depressão ininterrupta com oscilações de intensidade. Em todo este tempo, e mesmo depois dele, nunca tive um tratamento contínuo. Seja por desconhecimento, por imaturidade bíblica ou pressão religiosa, seja por falta de recursos ou por descaso com a vida. Presidente Vogais:

DIVISA: “Eduque a criança no caminho que deve andar, e até o fim da vida não se desviará dele” (Provérbios 22.6). ÊNFASE: “Desafiadas a ser padrão na valorização e no cuidado com a criança e o adolescente.”

Suplentes:

Dagmar W. Zagonel Liliane S. D. Ferraz Iris Beuter Silvana T. Gross Loni Scholl Shirley Frey Marta Hoffmann Jaqueline Preto Ruth Hein

Secretária Executiva: Ana Cláudia de Almeida Christal

6

Quando a JUFEMI chegou em meu auxílio eu estava recentemente aprendendo a me conhecer e aceitar minha realidade. O que não me isentou de continuar confundindo períodos de euforia ou decisões pessoais (importantes, mas insuficientes) com uma cura definitiva. Desconsiderava minhas limitações pessoais como se fossem sinônimo de fracasso, e me impunha um ritmo alucinado de trabalho que compunha, além de quarenta horas semanais e a da rotina acadêmica, mais alguns bicos nas “horas vagas”, além do trabalho no ministério. É claro que qualquer pessoa com um pouco de maturidade pode perceber que esta rotina não é saudável, mesmo a quem não sofre com estágios de depressão. Mas, como minha maior necessidade era exatamente esta, maturidade e percepção de mim mesma, eu não percebi. O estopim de tudo foi o período de preparativos para o casamento, que é naturalmente intenso, mas que no meu caso eu fiz questão de intensificá-lo com a confecção do meu próprio vestido, convite, doces, entre outras coisas, e a participação numa TRANS. O resultado não poderia ser diferente: um grande esgotamento físico, psíquico e espiritual. Mesmo assim, continuei no ministério e fazendo vinte horas semanais de estágio em um projeto social, além das obrigações na faculdade. Porém, neste ano meu corpo precisou gritar para que eu o atendesse. Os sintomas foram bastante típicos do quadro: fadiga extrema, problemas de visão, depressão profunda, enxaquecas, irritabilidade, alterações da tireoide, glicose, pressão, fobia social... Foi quando despertei da minha surdez, e passei a progressivamente me levar a sério. Deste período ficaram algumas sequelas, e um histórico acadêmico que traduz esse trajeto de oscilações e progressiva queda, até o momento atual em que tudo o que procuramos é o equilíbrio. No ano passado tomamos uma decisão importante, eu me meu marido que também é seminarista. Largamos nossos empregos, deixamos o ministério, e nos dedicamos a Deus, a nós e a vida acadêmica. Nestes dias de parada obrigatória, ter tido pessoas contribuindo com parte de

UFMB Pioneira Rua Elizeu Faria, 157 - casa 1 Xaxim - 81720-130 - Curitiba, PR Fone/Fax: (41) 3376.0271 E-mail: jufemi@pioneira.org.br CONTA BANCÁRIA CNPJ: 87.647.277/0001-99 Banco do Brasil - Ag. 2823-1 C/c 12834-1

“Tudo posso naquele que me fortalece.” (Fp 4.13)


ENTRE NÓS

JUNTA FEMININA MISSIONÁRIA NOTÍCIAS

nosso sustento foi no mínimo encorajador. Ficaram algumas marcas desta trajetória, a fibromialgia, uma dívida considerável de um ano sem trabalho e com muitas visitas aos médicos, alguns lapsos de memória que vêm paulatinamente sendo vencidos, o autoconhecimento, a maturidade que eu tanto precisei, a gratidão pela vida e pelas pessoas que me ajudaram... Enfim, marcas boas e outras nem tanto, mas todas necessárias. Hoje estamos aptos ao trabalho, eu com algumas restrições, mas feliz por poder começar de novo. Estamos fazendo estágio no SOS Vida de Santo Ângelo (RS), onde temos sido muito abençoados. Este é nosso último ano no seminário, período em que nos dedicamos com especial ênfase ao “temido” TCC. E na medida do possível, nos dedicamos a um empreendimento que foi essencial em meu tratamento, o www. ideiasdadu.com, onde vendemos algumas peças que faço e que tem ajudado a reparar nossas dívidas. Tudo que tenho a fazer agora é agradecê-las! As irmãs, junto a outras pessoas, marcaram a minha vida e me fizeram acreditar que era possível passar por tudo e ainda ter motivos para agradecer a Deus. Ele usa até mesmo nossos erros a fim de cumprir os seus propósitos e não desperdiça nossas experiências. Muito obrigada pelo carinho, pelas ofertas, pelas orações. Obrigada por terem se disposto a nos ouvir, mesmo quando eu não consegui falar.

ENJUMER DA

REGIONAL TCHÊ Local: Tapejara, RS No CTG que se localiza na RS que liga Coxilha a Tapejara, à direita, a 500 m da entrada da cidade. Data: 17 de maio de 2014 Horário: 9h às 17h Valor: R$ 18,00 Maiores informações com o Pr. Miguel e Angelita nos telefones: (54) 3344.3029 ou e-mail: miguel.bruno.santos@ibest.com.br

7


8


9


JUNTA DA MOCIDADE E ADOLESCENTES DA PIONEIRA

Realizado o Extreme da Regional Atlântico Florianópolis, SC – E ai galera! Tudo bem? Bom, no dia 12 de abril aconteceu o Extreme da Regional Atlântico! Vou contar um pouquinho do que aconteceu neste dia! Iniciou às 14:30 com louvor e seguiu com uma mini oficina de evangelismo dirigido pela missionária Débora Silva e também a participação das uniões com ideias e propostas de evangelismo. Depois de um treinamento/ensaio e período de oração, fomos para a “pista” assim conhecida, que é um espaço de lazer de jovens e adolescentes da comunidade onde se localiza nossa igreja. Lá interagimos de várias formas com a galera, entre elas: louvor, teatro, slackline, futebol, distribuição de refrigerante, abraço grátis, cubo evangelístico, entre outros...Voltamos para a igreja e terminamos esse momento compartilhando sobre como foi a experiência e sobre a importância de evangelizarmos sempre no nosso dia-a-dia. Houve vários testemunhos de jovens dizendo que foi a primeira vez que participaram de uma atividade de evangelismo. Terminando esse momento, logo começou o culto, com o louvorzão dirigido pela galera de Blumenau e a mensagem com a Miss. Marta Hoffmann. Após o culto, tivemos a janta que foi feita pelos irmãos da igreja de Floripa e logo após partimos para o luau na Praia do Campeche! Lá teve momento de louvor, testemunhos e oração e meia-noite nos despedimos, com cansaço mas com o coração muito alegre, pois Deus esteve presente em todos os momentos! Queremos agradecer a todos que tiveram alguma participação no Extreme, a galera de Joinville e de Blumenau que se deslocaram até Floripa e a galera de Floripa que ajudou, se envolveu para que o evento saísse da melhor forma possível!

10


JUNTA DE EVANGELISMO E MISSÕES

Celebração da Páscoa na Igreja Memorial

Porto Alegre, RS – A Igreja Batista Memorial de Porto Alegre teve um fim de semana pra lá de especial neste feriadão de Páscoa. No domingo pela manhã, foi celebrada a ceia à volta da cruz. Como nos orienta a Palavra, trouxemos à memória o sacrifício de Cristo e comemoramos que a cruz está vazia, pois nosso Salvador ressuscitou! Logo após a ceia, confraternizamos com um café da manhã nas mesas em forma de cruz. Ainda no domingo, no culto à noite, celebramos com alegria e a mensagem foi transmitida através do teatro e da pregação da Palavra que impactou a todos os presentes. Na segunda-feira comemoramos o Dia do Membro com o Encontro da Família Memorial, realizado no clube da ASTTI (Associação dos Profissionais em Telecomunicações e Tecnologia da Informação), um lugar bem arborizado e tranqüilo. Durante a programação, estivemos mateando e churrasqueando seguido de uma tarde esportiva com futebol masculino, futebol feminino e vôlei misto. Foi um final de semana maravilhoso, onde abundou a comunhão e a alegria em Cristo.

Novo endereço da CBP Metropolitana:

Av. da Azenha, 1678, loja 01 – Bairro Azenha – CEP 90160-007 – Porto Alegre, RS

Batismos em Boqueirão do Leão

Boqueirão do Leão, RS – A Congregação de Boqueirão do Leão realizou dois cultos festivos com a celebração de batismos de 3 novos irmãos que entregaram suas vidas a Cristo. No dia 25 de dezembro, desceram às águas os irmãos Daniel Luzzani e Conceição Ferreira. Já no dia 30 de março, houve o batismo de Luana Ferreira. Conceição e Luana são frutos do trabalho realizado na cidade de Gramado Xavier. Nas duas ocasiões, contamos com a presença dos irmãos de Santa Cruz do Sul que vieram prestigiar estes acontecimentos.

ORDEM DOS PASTORES BATISTAS DO BRASIL

JUNTOS, Pastoreamos Mais e Melhor!

Vivemos em tempos de diluição e relativização de valores, superficialidade, questionamento das estruturas, sincretismo religioso e uma grande enxurrada de informações pela amplificada rede de comunicação. Este é um tempo que nos desafia a afirmarmos nossos valores, fundamentos e princípios bíblicos, para que guardemos a Sã Doutrina. Já nos alertou o apóstolo Paulo: “Pregue a palavra, esteja preparado a tempo e fora de tempo, repreenda, corrija, exorte com toda a paciência e doutrina. Pois virá o tempo em que não suportarão a sã doutrina; pelo contrário, sentindo coceira nos ouvidos, segundo os seus próprios desejos juntarão mestres para si mesmos. Eles se recusarão a dar ouvidos à verdade, voltando-se para os mitos” (2Tm 4.2-4). Neste sentido, a Ordem dos Pastores Batistas do Brasil / Pioneira deseja afirmar princípios e valores Bíblicos para um desenvolvimento saudável das igrejas e de cada cristão. Com isso, inauguramos uma coluna mensal no O Batista Pioneiro, através de um Conselho Editorial, não apenas em forma de reflexão, e sim de promover senso comum, mesmos princípios e identidade. Desafiamos as igrejas e pastores a terem como referência os assuntos abordados e construirmos os valores da Palavra de Deus de maneira clara e fundamental. Quando falamos em identidade, senso comum e princípios iguais, nos referimos à nossa essência Batista e aos fundamentos bíblicos que temos. Esta é a linha por onde andaremos. Nossa história e nossa teologia aponta 8 pontos principais da nossa identidade, apenas para lembrar: a suficiência das Escrituras, a liberdade de opinião, o batismo consciente de crentes, a segurança eterna dos salvos, as ordenanças (batismo e ceia), o sacerdócio universal de todos os crentes, a igreja local com governo congregacional autônomo, a separação entre os poderes civil e religioso. É extremamente importante responder se nossa identidade é relevante neste tempo presente. Somos uma denominação que faz diferença nos desafios sociais atuais? Nossos princípios, fundamentos e forma influenciam a sociedade? Nossa resposta não é simplista, mas cremos que numa sociedade pós-moderna, relativa, com perda de valores, sincretista e de teologias antibíblicas, somos essenciais na riqueza dos valores bíblicos, teológicos, espirituais e de fundamentação. Carregamos um legado tremendo que precisamos afirmar, e crer cada vez mais que Deus quer nos usar para impactar nossa sociedade, esta geração e este mundo. De maneira mais específica e prática entendemos que precisamos “guardar a Palavra do Senhor no coração para não pecar contra Ele” (Sl 119:11). Também está claro que “onde não há revelação divina, o povo se desvia; mas é feliz quem obedece à lei!” (Pv 29:18). No primeiro momento, queremos abordar, afirmar e clarear vários assuntos atuais e práticos como: Jogos de Azar – Vestimenta – Sustento Ministerial x Salário – Tutoria, Pastoreio x Profissão – Organização de Igreja – Chamado e Formação Ministerial – Democracia Bíblica e Eclesiástica – Doutrinas e Ensinos Bíblicos x Heresias e Seitas – Porque seguir uma igreja bíblica? – Evidências de religiosidade x evidências e certeza da salvação – Literatura nas igrejas e programas televisivos – Orientação sobre Sucessão Pastoral – Maçonaria – Outros. É claro que não conseguiremos esgotar assuntos complexos numa breve explanação, mas nosso esforço será dar direção bíblica geral sobre os assuntos, e quando possível, termos explanações mais específicas. Cremos que estaremos estimulando a discussão de temas e o consequente crescimento espiritual. À medida que avançarmos, incluiremos novas discussões que venham ao encontro do anseio de todos. Desejamos contribuir quanto ao anseio das igrejas em ter respostas bíblicas e pastorais sobre determinados assuntos, no crescimento espiritual, na afirmação de uma teologia saudável, na afirmação das verdades bíblicas e na conscientização contra heresias e o sincretismo religioso presente. Venha junto! Cremos que “Juntos Pastoreamos Mais e Melhor”. – Pr. Jair Hein Presidente da OPBB/Pioneira – www.ordem.pioneira.org.br

11


JUNTA DE SERVIÇO SOCIAL

Capelania no Lar da Criança

Ijuí, RS – O Lar da Criança Henrique Liebich tem, novamente instituído, o serviço de capelania, realizado agora pelo Pr. Erich Luiz Leidner com apoio da esposa Margareth. Um trabalho que teve início no mês de março, desenvolvendo aconselhamento espiritual e apoio emocional através de ações de escuta, conforto e encorajamento. No último dia 12, o casal foi oficialmente apresentado à equipe de trabalho pelo Diretor do Lar, Leandro Corrêa, com a presença dos conselheiros Mauro Härter e Albino Herter Neto. O serviço de capelania está à disposição de todos os funcionários, usuários dos programas sociais (acolhimento e Núcleo Social) e também aos familiares das crianças do Núcleo Social, quando necessário. Louvamos a Deus pela presença do querido casal na equipe. Deus os abençoe imensamente.

Projeto Amigos do Lar em Ijuí Ijuí, RS – O Lar da Criança Henrique Liebich está desenvolvendo o projeto AMIGOS DO LAR com o objetivo de captar recursos financeiros capazes de proporcionar a melhoria das condições de atendimento no que diz respeito ao espaço físico, instalações, mobiliário, higiene, alimentação, vestuário, equipamentos, materiais esportivos, de recreação e de estudo, realização de cursos profissionalizantes e quaisquer outros investimentos que venham contribuir para qualificar o atendimento dos acolhidos e participantes do Núcleo Social de Ijuí. O projeto tem como público-alvo entidades empresariais e afins, juridicamente constituídas. Inicialmente, abrangerá o município de Ijuí, podendo ser ampliado para os municípios que compõe a comarca jurídica do município, tendo em vista que são os municípios que buscam os serviços de acolhimento institucional do Lar da Criança; também podem participar empresas interessadas, localizadas em outros municípios do Rio Grande do Sul e também do país. A contribuição se dará mediante auxílio financeiro mensal, com valor a partir de R$ 100,00 e a empresa poderá ter, caso queira, sua logomarca na homepage institucional e receberá uma placa com a marca do projeto, sinalizando sua participação. A mais nova empresa a aderir ao projeto foi a imobiliária Portal Imóveis, com sede em Ijuí. “Nestes quase 20 anos de atividades, a Portal Imóveis sempre esteve presente, de uma ou outra forma, na vida do Lar da Criança e aderir ao Projeto Empresa Amiga do Lar vem corroborar nosso envolvimento com esta instituição que desenvolve um trabalho social tão relevante para Ijuí e região”, comentam Edson Luis Bassi e Valdir Ferreira Lacortt, diretores da empresa. Para participar, contate com o Lar da Criança pelo fone 3332-1095 ou e-mail lartabea. iju@terra.com.br. O Lar agradece pelo seu envolvimento e colaboração!

Reunião da JSS

Santa Rosa, RS – No último dia 29 de março aconteceu mais uma reunião da Junta de Serviço Social (TABEA), desta vez nas dependências do Espaço Feliz em Santa Rosa. Ficamos muito felizes em ver o crescimento deste trabalho, que para nós da Junta, é um exemplo a ser seguido, pois esta atividade social é praticamente sustentado pela igreja-mãe de Santa Rosa. Parabéns à igreja que tem esta visão e reconhece num trabalho assim a possibilidade de mostrar às pessoas uma outra visão da vida, e com isto, novas perspectivas de vida. A reunião serviu também como despedida da diretora do Espaço Feliz. A nossa Jenifer Kaffka durante 5 anos exerceu com muita competência a direção do Espaço Feliz, foi uma benção muito grande a muitas crianças e exemplo de dedicação. Assume no lugar da Jenifer, a partir de 1º/04 a não menos competente Meri. Todos os membros da Junta foram muito bem recebidos pelo pessoal do Espaço Feliz e também da igreja-mãe. Que Deus possa continuar abençoando este trabalho e também a igreja. – Valdir Pydd

Novos projetos no Lar Irmãos Dentzer Projeto de Psicologia com psicóloga voluntária Toledo, PR – No dia 1º de março de 2014, iniciou-se um projeto de psicologia desenvolvido pela psicóloga voluntária Letícia Royer. Para iniciar as atividades, Letícia fez uma dinâmica denominada “teia de aranha” na qual os idosos se apresentavam falando nome, idade e o que mais desejavam. Logo após, ela confeccionou um cartaz com as regras do grupo, falou da importância da participação de todos, e como é importante ter regras e que estas sejam seguidas. Letícia se propôs a ser voluntária na entidade, vindo dois sábados por mês para desenvolver um trabalho em grupo com os idosos. A proposta inicial é discutir temas diversificados de interesse dos idosos e depois fazer um livro com a história de cada um. Agradecemos a disponibilidade da Letícia em dedicar parte de seus conhecimentos em prol de nossos idosos.

Incentivando a leitura no cotidiano

O Projeto teve início no mês de março de 2014 e o objetivo é proporcionar aos idosos e funcionários o acesso a novas bibliografias. Para isso, o LID firmou parceria com a Biblioteca Pública que disponibilizará os livros, de acordo com os assuntos escolhidos pelos idosos e funcionários. O projeto têm apresentado bons resultados: percebemos que os idosos estão tomando cada vez mais o gosto pela leitura, debatem entre si os assuntos lidos e trocam informações.

Palestra motivacional para funcionários do LID

Os funcionários foram agraciados com uma palestra motivacional ministrada pelo Pr. Valteir e sua esposa Eliane. Dentre os assuntos abordados, salientamos a importância do trabalho em equipe, saber ouvir atentamente críticas, enxergar e identificar problemas, enfrentar os obstáculos e cumprir os horários estabelecidos. Igualmente, devemos investir em nós mesmos para melhorar a autoestima e ter um senso de comunidade em olhar para a mesma direção. Ter coragem e procurar aprender sempre a tomar decisões mais acertadas.

12


JUNTA DE SERVIÇO SOCIAL

IGREJAS

da Congregação de Santa Bárbara IB Santa Rosa – 5 anos do Espaço Feliz Oficialização do Sul e sua história Santa Rosa, RS – A nossa história como Igreja possui vários marcos. Três deles, especificamente, se relacionam com a ação social, a saber: em 2006 nascia o PEPE, um programa pré-escolar para crianças de 4 a 6 anos localizado junto a nossa congregação no Bairro Planalto. Com o passar do tempo, Deus ainda nos inquietava. Precisávamos fazer parte da vida dessas crianças e suas famílias por mais tempo. A igreja entendeu esta necessidade e em 03 de abril de 2009 nascia o Centro Social Pioneiro ESPAÇO FELIZ, este então nosso segundo marco. Agora já não éramos um ministério de igreja, mas sim uma entidade filantrópica com outras e mais complexas responsabilidades. Mas é DEUS quem vai adiante e este sonho que estava em Seu coração se tornou nossa realidade. Acolhemos o Espaço Feliz com muito amor e dedicação. Passados cinco anos, completados no último dia 03 de abril (terceiro marco histórico) contamos com oito funcionárias (zeladora, monitoras, diretora e vice-diretora) que atendem aproximadamente 60 crianças por dia. A mantenedora principal é a Igreja Batista em Santa Rosa, mas diversos irmãos colaboram mensalmente para a continuidade deste sonho. As comemorações pelos “5 primeiros anos” do Espaço Feliz se iniciaram durante a semana do aniversário sendo convidadas as demais instituições e associações da cidade para irem tomar um café da manhã em nossa instituição. No dia 03 especificamente, houve culto de ação de graças na congregação com as crianças e sua famílias. Encerramos as festividades no dia

06 de abril (domingo) com o almoço beneficente para mais de 250 pessoas e à noite, na igreja-sede, mais um culto de gratidão a Deus pela oportunidade de servirmos a Ele também através do Espaço Feliz. Talvez você gostaria de nos perguntar se houve alguma mudança na vida da igreja Batista em Santa Rosa quando aceitamos o chamado “para as boas obras, as quais Deus de antemão já havia preparado para que andássemos nelas” (Ef 2.10). As mudanças foram gradativas e sempre positivas. Hoje pensamos no ser humano como missão integral de DEUS para nós. Os nossos valores como igreja, embasados integralmente na Palavra genuína de Deus, não se alteraram, mas serviram para nos nortear neste terreno movediço que é a ação social em nosso País. O “fazer o bem” não mudou o rumo de nossa igreja, pois nós continuamos firmes e fortes no objetivo maior de “anunciar as boas novas”, mas ampliou a nossa visão. Não conseguimos mais dissociar o “sereis minhas testemunhas até os confins da terra” (Atos 1.8) de “criados em Cristo Jesus para as boas obras” (Ef 2.10). Deus nos desafiou e aceitamos isso com muita alegria. Fica aqui registrada a nossa mais profunda gratidão a Deus por ter nos inquietado e nos mostrado que “fazer o bem” é algo maravilhoso para a vida da Sua Igreja. “Porque Dele, e por meio Dele, e para Ele são todas as coisas. A Ele, pois, a glória eternamente. Amém” (Rm 11.36). – Morlei Ogorodnik (Conselheiro do Espaço Feliz e Vice-presidente da IBSR)

O dia 30 de março de 2014 foi muito especial para a congregação Batista de Santa Bárbara do Sul/RS, pois nesta data aprouve o Senhor que a mesma fosse oficializada, em culto realizado na Igreja Batista de Arco-íris de Panambi (RS), igreja que deu início aos trabalhos da congregação. O Senhor permitiu várias situações, mas colocou sua unção no coração de homens e mulheres comprometidos com o evangelho para que isto se tornasse realidade. Estiveram presentes nesta noite os irmãos da congregação, o Pr. Samuel Esperandio (Diretor Executivo da Pioneira), convidado para ministrar a Palavra, demais irmãos e visitantes. Todos engajados em espírito de louvor e adoração, agradeceram a Deus pela conquista. A seguir uma síntese do início dos trabalhos. Em maio de 2009, surgiu a possibilidade de se iniciarem trabalhos com vistas à constituição de uma congregação batista na cidade de Santa Bárbara do Sul. Esta escolha se deu em razão de alguns contatos dos pastores Hosea Zaqueu Sakwil e Gilson Malheiros, com algumas pessoas que demonstraram interesse em terem um trabalho de cunho doutrinário batista naquela cidade. Diversos encontros foram empreendidos para que esta idéia se concretizasse. Naquele mesmo ano, tiveram início estudos bíblicos às quintas-feiras nas residências dos casais Mauricio Leandro da Silva e Jaqueline Ott da Silva, e Ronaldo Souza e Paula Souza. Depois de algum tempo, algumas pessoas saíram do grupo, mas os cultos de oração e estudos bíblicos permaneceram na residência do casal Mauricio e Jaqueline, ministrados pelo pastor Hosea que dava assistência ao grupo semanalmente, juntamente com alguns irmãos do louvor da Igreja Batista de Arco-íris. Houve um avivamento e outras pessoas foram chegando com o desejo em seus corações de ouvir a Palavra de Deus. Muitas disponibilizaram suas casas para o culto. No ano de 2010, alugou-se uma sala no centro da cidade custeada com os dízimos e ofertas desses irmãos. O número de frequentadores foi aumentando e no mesmo ano realizou-se, na Igreja Batista de Arco-Íris, o batismo dos primeiros irmãos de Santa Bárbara: Daltro Fagundes e Elmira Koch Fagundes. Outros irmãos também foram batizados nos anos seguintes. No ano de 2011, os cultos voltaram a ser realizados nas casas e mais pessoas se agregaram ao grupo, convencidos da vontade do Senhor. Muitos momentos de integração aconteceram entre os irmãos de Santa Bárbara do Sul e os irmãos da Igreja Batista de Arco-Íris, aumentando cada vez mais os laços de fraternidade entre ambos. No final de 2011, o Pr. Hosea mudou-se com sua esposa Fabiane para a cidade de Toledo (PR). Assumiu então a orientação dos trabalhos o seminarista Astor da Silva e sua esposa Tania da Silva que se deslocam aos sábados, acompanhados por alguns irmãos da IBAI – Herbert Brandenburg e Celina Brandenburg, Edion Porto entre outros – para a realização de cultos e estudos bíblicos.

Em 2012, a congregação recebeu doações da Igreja Ebenézer que encerrou suas atividades naquela cidade. Com isso, se ofereceram mais condições para a continuação dos trabalhos. Os cultos voltaram a ser realizados em uma sala alugada. Organizou-se então uma diretoria para auxiliar na coordenação dos trabalhos que ficou assim constituída: Presidente: Mauricio Leandro da Silva, Vice-Presidente: Pedro de Souza, 1º secretario: Daltro Fagundes, 2ª secretaria: Jaqueline Ott da Silva, 1ª tesoureira: Elmira K. Fagundes, 2ª tesoureira: Kerli de Souza. Em dezembro daquele mesmo ano, a congregação mudou-se para a Rua Carmelo Araújo Gomes, 209, onde permanece até hoje. Desde novembro de 2013 assumiu o trabalho o obreiro Gabriel Lauter. Entre as atividades desenvolvidas atualmente estão o culto familiar nas terças-feiras alternadamente, sem uma residência fixa; o culto de oração nas quintas e mensalmente o culto da ceia. No último sábado do mês, acontece uma festa para os aniversariantes. Também arrecadam-se alimentos e material de limpeza para a cesta do amor que são distribuídos para as famílias necessitadas. Uma nova diretoria foi eleita neste ano (2014): Presidente: Mauricio Leandro da Silva, Secretária: Jaqueline Ott da Silva, Tesoureira: Elmira Fagundes. O grupo é formado com aproximadamente 20 pessoas. São eles: Ecilda da Silva, Daltro Fagundes, Jaqueline Ott da Silva, Elmira Fagundes, Ademir Chagas, Cássia Chagas, Pedro Souza Neto, Débora Souza, Ana Kerli de Souza, Neuzir Balest, Suzana de Fátima da Silva, Paula Dias da Silva, Juliano da Silva, André Costa, Marcia Menezes, Vilson da Silva, Bruna Barreto, Cleonice da Cruz, Cristiano da Cruz. Agradecemos primeiramente a Deus e aos irmãos que perseveram para que se cumpra a ordenança de Jesus citada em Mateus 28.19-20. “Portanto, vão a todos os povos do mundo e façam com que sejam meus seguidores, batizando-os em nome do Pai, do Filho e do Espirito Santo, ensinando-os a obedecer a tudo o que vos tenho ordenado. E, lembrem-se disto: Eu estou com vocês, todos os dias, até o fim dos tempos.”

13


IGREJAS

Cultos de edificação em Novo Machado

Novo Machado, RS – “Em tudo, dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco” (1Ts 5.18). Fácil? Nem sempre. Circunstâncias adversas podem nos levar a sentir dificuldades e tristezas. Enquanto estamos aqui neste mundo, as nossas experiências em nosso dia-a-dia vêm mescladas de alegrias e tristezas. Por isso, é necessário não se apoiar e confiar em coisas, nem em pessoas, mas unicamente no Senhor. Essa certamente é uma questão a ser aprendida. Coisas, pessoas, frustram e são passageiras. O Senhor é eternamente fiel e confiável. Por essa razão, a vida do cristão precisa estar focada no eterno, Cristo. Somos gratos a Deus, pois nos dias 14 a 16 de março pudemos desfrutar de momentos especiais, cultos com louvores em alegres cânticos e a exposição da Palavra de Deus. Cremos que temos sido exortados, ensinados e também consolados pelo Senhor por intermédio de sua Palavra. O pregador destas duas noites e pelo domingo de manhã tem sido o jovem pastor Douglas Bloch. Somos gratos a Deus em primeiro lugar, mas também ao jovem pastor juntamente com sua esposa Evelim, que se dispuseram ao serviço do Senhor. Fomos abençoados. Pela Igreja Batista de Lajeado Terêncio e Novo Machado, Pr. Héldor Sackvil.

Celebração e batismos em Camaquã

Camaquã, RS –“E dizia: O reino de Deus é assim como se um homem lançasse semente à terra. E dormisse, e se levantasse de noite ou de dia, e a semente brotasse e crescesse, não sabendo ele como. Porque a terra por si mesma frutifica, primeiro a erva, depois a espiga, por último o grão cheio na espiga. E, quando já o fruto se mostra, mete-se-lhe logo a foice, porque está chegada a ceifa” (Marcos 4.26-29). Imagino a alegria do agricultor em colher os frutos das sementes que Deus fez crescer. Certamente se assemelha à nossa neste festivo 20 de abril de 2014. Sim, alegria de poder celebrar a ressurreição do Senhor Jesus, no Domingo de Páscoa, com o batismo das queridas irmãs Thalita Melo e Lauren Vargas. Este dia muito especial que começou com um café de comunhão e ceia, culminou na máxima expressão do propósito da Igreja de Cristo na terra: o crescimento do Reino de Deus, a expansão da luz sobre as trevas, o triunfo do bem sobre o mal, a vitória do Messias libertador! Neste culto tivemos a oportunidade de testemunhar aos convidados de nossas amadas irmãs o amor de nosso Salvador que nos proporciona uma nova visão, uma nova vida, um novo estado de espírito – livre do fardo do pecado – como bem testemunharam da obra do Espírito Santo em suas vidas, diante da assembleia da igreja. Este dia marca também o início da caminhada com Cristo e público testemunho de fé, para honra e glória de nosso Senhor e Salvador Jesus, o Cristo. – Pr. Jônatas da C. Brasil de Borba

Werner Siegfried Braun

02.04.1937 – 14.02.2014 Panambi, RS – Werner Siegfried Braun nasceu em Ajuricaba, filho de Emilio João e Martha Braun. Foi batizado em 24/01/1954 pelo Pr. Gustav Henke, na igreja da Linha 28, Ajuricaba. Casou-se em 12/05/1962 com Ilga, nascida Pisching. Após longo tempo de enfermidade, Deus o chamou para a eternidade no dia 14/02/2014. Deixa a esposa, 5 filhas, 1 filho, 2 genros, 1 nora e 7 netos. O culto de despedida aconteceu no mesmo dia no Salão de Eventos da Igreja Batista Emanuel, com palavras de conforto pelos pastores Ederson Menezes e Erwin Siegert. “Bendito o homem que confia no Senhor e cuja esperança é o Senhor” (Jr 17.7). – A família Braun

14

FALECIMENTOS

Ernesto Pfizenmeier

08.01.1932 – 26.02.2014 Riqueza, SC – “Senhor, os teus olhos me viram a substância ainda informe, e no teu livro foram escritos todos os meus dias, cada um deles escrito e determinado, quando nenhum deles havia ainda” (Sl 139.16). Nascido aos 8 dias do mês de janeiro de 1932 em Riqueza (SC), filho de Frederico e Maria Scholl Pfizenmeier. Ernesto converteu-se a Jesus Cristo, sendo batizado aos 18 anos na Igreja Batista Emanuel em Panambi (RS) pelo Pr. Otto Grelert. No dia 25 de junho de 1966, uniu-se pelos Laços Matrimoniais com a jovem Irka Schneider na Igreja Batista de Riqueza. A cerimônia fora oficializada pelo Pr. Valter Kepler. Desde então, foi membro fiel da igreja, servindo ao Senhor onde fosse necessário. Deus abençoou sua união conjugal com 4 filhos: Roni, Gerli, Gunter e Renato, e 5 netos: Sara, Leticia, Vitor, Rafaela e Eduardo. Como profissional, Ernesto foi mecânico, trabalhador exemplar, sem nunca medir esforços. No início deste ano, o irmão Ernesto teve problemas no esôfago e fígado que foram piorando ao longo dos dias, vindo a falecer no dia 26 de fevereiro no Hospital Regional de Palmitos. Completou a idade de 82 anos, 1 mês e 18 dias. Deixa: sua esposa Irka, os filhos, noras e genro, netos e netas, demais queridos parentes, irmãos em Cristo e amigos. A família agradece a todos os irmãos e amigos pelas orações, palavras de conforto e ajuda prestada , lembrando da Erna, que o cuidou até o seu falecimento. Guardemos em nossos corações as boas lembranças vividas em sua companhia. A família chora a partida do esposo, pai, avô e irmão, Ernesto. A Igreja se despede de um membro fiel e amado. O céu recebe um novo cidadão. Para todos nós resta dizer “até à vista”, pois todos que morrerem no Senhor Jesus se reencontrarão no céu. Disse Jesus: “Eu sou a ressurreição e a vida, quem crê em mim, ainda que morra, viverá” (Jo 11.25).

Eli Busse

27.10.1944 – 10.01.2014 Planalto do Oeste, Nova Santa Rosa, PR – Nascida em Linha República, Santa Rosa (RS) em 27 de outubro de 1944, filha de Henrique Schuler e Sofia Schuler. Batizou-se em 24 de Novembro de 1957, em Linha Oito de Agosto, (Santa Rosa), pelo Pastor Guner da Igreja Batista Independente. Mudou-se para o Paraná em agosto de 1963. Casou-se com Willi Busse em 27 de Fevereiro de 1965, em Marechal Cândido Rondon, Paraná. Tornou-se membro da Congregação da Primeira Igreja Batista em Planalto do Oeste por volta dos anos 70, na qual permaneceu até a data de sua partida para o lar celestial, dando bom testemunho de sua fé e fidelidade a Deus. Faleceu em 10 de Janeiro de 2014 às 5 horas da manhã, no hospital Lar Belém em Nova Santa Rosa (PR), por deficiência respiratória. Deixa esposo, dois filhos, duas noras, três netas, seis irmãs e dois irmãos, sendo que outro irmão já também falecido. Viveu 69 anos, dois meses e quatorze dias. A irmã deixa grande saudade a todos nós. – Pr. Aldo Rodrigues da Rosa

Ervin Krüger

07.02.1922 – 03.03.2014 Panambi, RS – Casado com Selma Braun Krüger, tinha 3 filhos: Silvia, Celia e Claudio; 4 netos e 3 bisnetos. Foi uma pessoa de muita fé e temente à Deus. Participou da diretoria da Igreja Batista Emanuel e foi componente do Coro Masculino. Completou 67 anos de vida conjugal com muitas alegrias. Seu casamento foi realizado na cidade de Ajuricaba pelo Pr. Jorge Ziegler. Foi testemunha do casamento do seu cunhado João Steuler. O texto bíblico preferido de Ervin era o Salmo 23, o qual foi o tema do seu casamento. Partiu para a eternidade após longo período de enfermidade, mas ele sempre dizia que estava preparado para encontrar o seu Deus. A cerimônia de despedida foi feita pelos pastores Ederson Menezes e Erwin Siegert. – Seu genro, Joel Malheiros Batista


FAMÍLIA

IGREJAS

4 Gerações

Casamento de Andreia e Marcio

Pato Bragado, PR – Com a benção de Deus, 4 gerações podem estar reunidas: a oma Selvina Thober Hepfner, que completou 70 anos no dia 02/04/14, Astrid Hepfner Siqueira, Aline Siqueira da Costa, que também esteve de aniversário no dia 09/04/14, e a pequena Larissa Siqueira da Costa.

Café com Deus – Ministério de Homens

Maravilha, SC – Na sexta-feira, dia 27 de dezembro de 2013, as famílias Alves e Camargo alegraram-se com o enlace matrimonial dos filhos Andreia Alves e Marcio O. Camargo. A noiva é filha de João e Ilena Alves e o noivo, filho de José e Maria Camargo. A cerimônia foi dirigida pelo Pr. Valdino Schiewe com participação do Pr. Werner Geiger e dos tios-pastores Valdecir de Villa e Valdecir Siqueira. Após a cerimônia realizada no templo da igreja, os convidados foram recepcionados no Acampaz.

Casamento de Andreia e Ederson

Santa Rosa, RS – Um ministério com homens era um sonho alimentado já há algum tempo na IBSR que se tornou realidade no dia 8 de abril deste ano. Foi organizado o “Café com Deus”, no qual os homens tiveram tempo de oração, comunhão e desfrutaram de um delicioso café da manhã antes de ir para a escola, trabalho ou afazeres. O objetivo deste ministério é estreitar os laços, fortalecer as famílias e ajudar na compreensão do papel do homem no lar. Cremos que este ministério terá uma ótima adesão, pois neste primeiro encontro já compareceram 47 homens das mais diversas idades. Por hora o “Café com Deus” ocorrerá uma vez por mês, às sete horas, entretanto novas ideias estão surgindo. “Quero, pois, que os homens orem em todo lugar, levantando mãos santas, sem ira e sem discussões” (1Tm 2.8). – Pr. Ricardo Lavarda

Maravilha, SC – No sábado, dia 28 de dezembro de 2013, mais uma vez a alegria encheu os corações da família Alves. Ederson Alves e Andreia Franz uniram-se em matrimônio diante de seus pais João e Ilena Alves e Breno e Nelsi Franz, além dos amigos e demais familiares. A cerimônia foi conduzida pelo Pr. Valdino Schiewe e a mensagem pelo Pr. Werner Geiger, além da participação do Pr. Valdecir Siqueira, tio da noiva. Após a cerimônia no templo da igreja, os noivos receberam os convidados no Acampaz.

Casamento de Cristina e Ricardo

Casamentos na Igreja Batista Boas Novas de Carazinho

Carazinho, RS – Aconteceu no dia 8 de março de 2014 o casamento dos jovens William D’Agostin Rehn e Jaiana Althaus Rehn. Os oficiantes foram o Pr. Miguel Bruno dos Santos e o Pr. Airton Nickel. No dia 15 de março de 2014 foi a vez dos jovens Afonso Dhein e Bianca Aniele Iser Dhein unirem-se pelos laços do sagrado matrimônio, sendo oficiantes o Pr. João Wagi Marques e o Pr. Airton Nickel. Meu desejo é que ambos os casais sejam uma bênção junto às famílias, à igreja a qual pertencem e à sociedade em geral. – Pr. Airton Nickel

William e Jaiana

Ijuí, RS – Queremos compartilhar nossa alegria e gratidão a Deus que permitiu conhecer-nos e começar uma nova história juntos. A cerimônia foi realizada na PIB de Ijuí no dia 21 de dezembro de 2013, a cargo do Pr. Oswaldo Mancebo Reis. Agradecemos aos familiares e amigos que nos acompanharam nesse dia especial, àqueles que de uma forma ou outra ajudaram na realização do casamento, também ao quarteto masculino da nossa igreja que abrilhantou a cerimônia com sua participação, ao pastor e esposa. Deus continue nos abençoando! “O Senhor fez grandes coisas por nós, e por isso estamos alegres” (Sl 126.3) – Cristina N. Nikel e Ricardo M. Antonello

Casamento de Fabiane e Flávio

Guaíra, PR – No dia 9 de novembro de 2013, diante da igreja, familiares e muitos amigos, os pastores Carlos Waldow, Airton Nikel e Almir Seifert celebraram a cerimônia do casamento deste querido casal, Fabiane Beatriz Isbrescht e Flávio Santos Sousa – “Bia e Pé”. Jovens

dedicados, carísmáticos e simpáticos. Por amarem a Deus se encontraram, e o Senhor acendeu em seus corações, paixão, amizade e amor. Que se realize o que diz o cartaz que o “anjo” traz em suas mãos! Felizes para sempre! – Pr. Almir A. Seifert

Afonso e Bianca

15


TEMA DO MÊS

89ª Assembleia da Convenção Batista Pioneira do Sul do Brasil INSCRIÇÕES: pelo site www.pioneira.org.br com emissão de boleto Mensageiros (com credencial da igreja*) e Visitantes: • R$ 80,00 até o dia 15/maio • R$ 90,00 até o dia 15/junho • R$ 100,00 após o dia 15/junho • R$ 100,00 durante o evento (sem garantia de pasta do congressista) *Carta Credencial para mensageiros: por e-mail, download no site ou no Batista Pioneiro de maio/2014. OPÇÕES DE HOSPEDAGEM: 1. Hotéis: As reservas devem ser feitas por telefone na recepção dos hotéis, usando a senha: “PIONEIRA” • HOTEL MONTANHEZ MAQUARDT (100 vagas): telefone (27) 3263.2130 ou 3263.2173 Quarto para 4 pessoas: R$ 170,00/diária; Quarto para 3 pessoas: R$ 145,00/diária; Quarto duplo: R$ 100,00/diária; Quarto individual: R$ 55,00/diária; • HOTEL POMERHAUSS (80 vagas): telefone (27) 3263.1718 ou 3263.2343 Tipo de Acomod. Quarto single Quarto duplo Quarto triplo Quarto quádruplo

Standard R$ 50,00 R$ 90,00 R$ 140,00 R$ 170,00

Master R$ 60,00 R$ 100,00 -

Special (Casal) R$ 75,00 (c/AC + 10,00) R$ 105,00 (c/ AC + 20,00) R$ 150,00 (c/ AC + 30,00) R$ 190,00 (casal + 2 camas solt.)

2. Econômica: Vagas limitadas nas dependências do templo (Taxa única: R$ 50,00) 3. Residências: Vagas limitadas conforme data da inscrição (gratuito) ALIMENTAÇÃO: As fichas deverão ser adquiridas no local da assembleia, ao preço de R$ 144,00 pelas seguintes refeições: jantar da quarta-feira até o almoço do domingo. OPÇÕES DE TRANSPORTE 1. Rodoviário – ônibus especial: - A opção de transporte rodoviário foi cancelada em função do baixo número de inscritos até o prazo previsto; - Quem preferir ir de ônibus até Vitória, favor informar por e-mail (secretaria@pioneira.org.br): procedência, empresa e horário da chegada em Vitória;

2. Aéreo: - Ida: em 29 ou 30/07; - Retorno em 03 ou 04/08; compra direta pelos passageiros. - Favor informar número dos voos e horários pelo e-mail secretaria@pioneira.org.br - Translado (Van, Micro-ônibus ou ônibus): Ida e Volta R$ 50,00 por pessoa, sendo: 1. Vitória para SMJetibá: 29/07 às 15h e 18h; 30/07: 11h, 14h, e 17h; 2. SMJetibá para Vitória: 03/08 às 12h, 14h e 16h; 04/08 às 5h e 8h. Obs.: Em função dos horários de translado, encarecemos que, logo após sua inscrição pelo site, os mensageiros e visitantes informem os dados dos seus vôos pelo seguinte e-mail, A/C de Roberta: secretaria@pioneira@org.br

16


Millions discover their favorite reads on issuu every month.

Give your content the digital home it deserves. Get it to any device in seconds.