Obp abril

Page 1

ANO 89 | Nยบ 04 | ABRIL DE 2015

Rua Elizeu Faria, 157 - 81720-130 - Curitiba - PR


EDITORIAL

Chamados para ensinar No texto da grande comissão (Mt 28.19-20), o Senhor Jesus ordenou à sua igreja fazer discípulos e estabeleceu a estratégia para que isso ocorresse, dizendo: “fazei discípulos de todas as nações, ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado”. O ministério de ensino é essencial à igreja desde seu nascimento, de modo que o desafio de fazer discípulos está acompanhado do modus operandi, ou seja, o binômio “ensino-aprendizagem”. Para que a igreja possa dar consequência prática à ordenança de Jesus, o Espírito Santo capacita os crentes com dons espirituais, dentre os quais destaca-se o dom de ensino, a saber: “De modo que, tendo diferentes dons, segundo a graça que nos é dada (...), se é ensinar, haja dedicação ao ensino (...)” (Rm 12.6-7). É sabido, por todos que labutam no ensino, que ao ensinar, aquele que ensina é na verdade quem mais aprende. Por exemplo, um professor de uma classe de estudo bíblico, ao preparar-se para lecionar um certo tema, é o que mais aprende se deseja estar adequadamente preparado para ensinar seus alunos. Além disso, podemos reconhecer que, de certa forma, todos nós aprendemos e ensinamos, quer tenhamos preparo pedagógico formal ou não. Ou seja, pais e mães ensinam seus filhos, irmãos aprendem uns com os outros, amigos têm prazer em compartilhar aquilo que aprenderam, etc. Mesmo quando uma pessoa domina um assunto, ao ensinar outras pessoas poderá ser surpreendido com aplicações que não havia sequer cogitado.

Agenda da Pioneira

Maio: Minha família

isto

submissa a Jesus Cr

EXPEDIENTE

2

JUFEMI

JUMAP

FBP

JEVAM

Órgão Oficial de Informação da Convenção Batista Pioneira do Sul do Brasil

JSS

Diretor Executivo da CBPSB

Vem aí o Congresso da Pioneira...

Convidamos toda a comunidade batista pioneira para o CONGRESSO DA PIONEIRA, que ocorrerá nos dias 24 a 26 de julho/2015, tendo como hospedeira a PIB Pioneira de Blumenau (SC). Maiores detalhes virão na próxima edição.

GRATIDÃO:

a do Trabalho Feriado Nacional: Di 01 nrique Liebich 01-03 Encontrão He PR) Fémeninas (4 Barras, 01-03 2º Congresso emanha Al – l ua An a issionári 07-09 Conferência M Dia das Mães 10 Brasil (Foz) ecutivos Batistas do 11-14 Forum dos Ex rsário) 0 a 2015: 105º anive Dia da Pioneira (191 crianças 15 ia e Abuso Sexual de nc olê Vi a ntr co ão aç 15-16 Capacit Rosa, RS) e adolescentes (Santa ão Cristã (Oeste PR) Seminário de Educaç 16 co) Lidera Jovem (Atlânti 16 ão, RS) Enjumer (Tchê) (Sert 16 MI Dia Especial da JUFE Feliz 17 Voluntários do Espaço Premiação Parceiros 25 (Santa Rosa, RS) ão Cristã (Sul) Seminário de Educaç 30 ais) Pioneira (Eventos Ger

Porém, mesmo sendo inegável que haja um chamado para ensinar, não podemos nos esconder atrás de um reconhecimento de que não temos esse chamado para nos furtarmos ao privilégio de ensinar o que já aprendemos. Ao reconhecermos que não sabemos tudo sobre algum assunto que ensinamos, abrimos a oportunidade de aprender. Portanto, o chamado para ensinar não anula o privilégio de aprender, pelo contrário, ressalta sua importância e confere a cada um de nós o reconhecimento de que ensinamos e aprendemos – como um ciclo virtuoso. Não se omita a ensinar e não se feche para aprender, pois isso é atitude de um verdadeiro discípulo de Cristo! Desejamos que a leitura de O Batista Pioneiro seja uma experiência de ensino aprendizagem para cada leitor ou leitora. Dentro desse ministério didático da igreja, a Convenção Pioneira está promovendo o Seminário de Educação Cristã em todas as regionais. Fique atento para a data em que ocorrerá na sua regional, e não deixe de participar. Vamos fortalecer o ministério de ensino em nossas igrejas, nossas instituições e nossas famílias sem nos esquecermos do privilégio que temos de aprender e Pastor ensinar. Samuel Esperandio

Pelas igrejas que estão em Campanha de Missões Mundiais, levantando ofertas para a JMM e para a EBM International; Pelas comemorações de 40 anos de Acamzeca e celebração dos 90 anos de JUMAP; Pela construção da biblioteca da Faculdade Batista Pioneira; Pelo Congresso de Missões para os pastores, promovido pela JMM.

INTERCESSÃO: Pela continuidade da construção do salão multiuso do ABP; Pelas obras de ampliação das instalações do Acampaz; Pela conclusão das obras da capela da Faculdade Batista Pioneira; Pelos desafios da obra social batista pioneira; Pelo Encontro Anual dos Executivos da Pioneira (Curitiba, PR) nos dias 19 e 20/04; Pelo Congresso Fémenina; Pelo Congresso Impacto JUMAP.

Não deixe de acessar www.pioneira.org.br e atualizar-se com as informações da sua Convenção. As suas sugestões são bem vindas!

Outros

Presidente: Rui Osvaldo Teske Vice-Presidentes: Zaira Maria Dhein Sigmar Schmidt Milton Tehlen Pr. Jair Hein

Conselho Editorial: Pr. Claiton André Kunz Pr. Antônio Renato Gusso Roland Körber Editor Responsável: Pr. Samuel Esperandio

Secretaria: Fabiana Silvestrini Roberta Tolotti Ernst Sandra Cledi Johann Redação: Rua Elizeu Faria, 157 - casa 1 81720-130 - Curitiba, PR Fone/Fax: (41) 3284.4650 secretaria@pioneira.org.br

Arte e Diagramação: BHZ Design - (51) 3024.8030 andre@bhzdesign.com.br www.bhzdesign.com.br Impressão: Mega Gráfica Editora Ltda. (41) 3598.1113 - (41) 9926.1113

A publicação é de responsabilidade da Convenção Batista Pioneira do Sul do Brasil. As matérias assinadas são de responsabilidade de seus autores e não refletem necessariamente a opinião do jornal. A redação reserva-se o direito de resumir as matérias. Matérias a serem publicadas devem ser enviadas para o endereço da redação e de preferência em CD ou por e-mail.


TEMA DO MÊS

EU EDUCO, TU EDUCAS, NÓS EDUCAMOS... Pioneira na Internet: www.pioneira.org.br Juntas com sede em Curitiba, PR Rua Elizeu Faria, 157 - casa 1 81720-130 - Curitiba, PR Fone/Fax: (41) 3284.4650 www.pioneira.org.br/jevam jevam@pioneira.org.br

Fone/Fax: (41) 3284.4650 www.jumap.org.br jumap@jumap.org.br

Fone/Fax: (41) 3376.0271 www.pioneira.org.br/jufemi jufemi@pioneira.org.br

Rua Dr. Pestana, 1021 98700-000 - Ijuí, RS Fone/Fax: (55) 3332.2205 www.batistapioneira.edu.br faculdade@batistapioneira.edu.br

Declarada de UTILIDADE PÚBLICA FEDERAL conforme Decreto de 22/11/91 pelo Diário Oficial da União em 29/07/1996. Portadora do Título de Entidade Filantrópica Rua Benjamim Constant, 339 98280-000 - Panambi, RS Fone/Fax (55) 3375.6150 www.pioneira.org.br larpanambi@tabea.org.br Rua José Bonifácio, 1623 98700-000 - Ijuí,RS Fone/Fax (55) 3332.1095 www.pioneira.org.br lartabea.iju@terra.com.br Rua Caminho do Furquim, 275 06720-250 - Cotia, SP Fone/Fax (11) 4616.1107 www.pioneira.org.br larcotia@terra.com.br Largo S. Vicente de Paulo, 1382 85900-215 - Toledo, PR Fone (45) 3277.3227 www.pioneira.org.br larirmaosdentzer@uol.com.br Rua Mercúrio, 126 09990-030 - Diadema, SP Fone (11) 4056.7775 www.pioneira.org.br nsdiadema@pioneira.org.br Rua Barão do Rio Branco, 1051 98700-000 - Ijuí, RS Fone (55) 3332.8182 www.pioneira.org.br surdos.cais@terra.com.br Rua Chile, 772 98900-000 - Santa Rosa, RS Fone (55) 3512.3504 www.pioneira.org.br espacofelizsr@gmail.com

O ensino dos sábios é fonte de vida, e afasta o homem das armadilhas da morte. (Pv 13.14). Conjugar o verbo “educar” passou a ser exercício que indica equilíbrio para um processo tão amplo e importante. Educar exige cada vez mais investimento, tendo em vista toda a complexidade que envolve a formação do ser humano. Pais desejam ter filhos educados, a sociedade espera ter cidadãos instruídos e a igreja espera ter discípulos de Jesus que estão sempre aprendendo e ensinando o evangelho com sua vida e suas palavras. Vamos então conjugar parcialmente o verbo “educar” para pensar em alguns desafios importantes sobre a educação para nossos dias. Eu educo. A responsabilidade pessoal acerca da educação não pode ser ignorada. A educação das pessoas não depende apenas de profissionais que atuam nesta área. Toda pessoa está constantemente educando, instruindo alguém sobre algo. A pergunta a se fazer é: O que ensino para os outros com minhas palavras e modo de vida? Qual é o conteúdo do meu ensino? Isto ajuda a lem-

brar que “eu” não posso ser apenas alguém que reproduz conhecimento sem saber se aquilo é realmente importante ou não. A partir do momento em que estou consciente do meu envolvimento irrevogável com a educação, não posso deixar de ser seletivo e crítico, escolhendo sempre o melhor para compartilhar. Tu educas. Terceirizar a educação é uma mania irresponsável e cínica. Os pais querem que os professores, a igreja ou outras instituições eduquem as crianças e jovens. Os professores querem que os pais, os agentes sociais e órgãos de coerção social eduquem as pessoas. É verdade, educar é algo exigente! Em parte, a culpa de não assumir esta responsabilidade é pessoal; por outro lado, também é fruto de um mundo agitado e perturbado em que as pessoas não tem mais tempo umas para as outras e, quando têm, não há disposição para educar e compartilhar o melhor da vida, porque tornaram-se egoístas e individualistas. Nós educamos. Constitucionalmente, a educação está subjugada, tendo a família e a escola como as principais bases. A partir desta proposta de coparticipação e corresponsabilidade na educação, não pode haver partes que se esquivam – caso contrário, o resultado será a má formação. Pode-se dizer que a família integrada com a escola constitui o processo de educação chamada “formal” – mesmo que em algumas instâncias apenas a escola seja vista como pertencente a esta categoria (aqui não quero excluir a família). Já o lugar da igreja e outras instituições é denominado pela categoria de educação “não-formal” – igualmente importante e influente na vida das pessoas. A compreensão destas categorias ajuda a delimitar as responsabilidades que pertencem a cada uma, sem que ninguém fique de fora, perdendo o privilégio de educar.

A família é essencial na educação. Recebe a criança para instruir seus primeiros passos em amor. E a melhor prática educacional é aquela em que todos participam ajudando no crescimento uns dos outros. Não é ambiente de competição, mas de construção mútua, de formação de caráter, de despertamento para o saber e de habilidade para relacionamentos. Oportunidade ímpar para ensinar a fé de maneira autêntica e profunda e não meramente vazia e nominal. A escola, cada vez mais cedo, integra o processo de acesso ao espaço do mundo, ajuda na exploração geográfica educacional para além do âmbito familiar. Neste processo, que jamais deveria ser concebido como ruptura com a família, escola e família, auxilia a estas num tempo muito especial na vida de crianças, adolescentes e jovens. Esta pareceria entre escola e família precisa ser intensa, de respeito, com comprometimento para educar. Pais e professores em parceria transformam-se em instrumento impactante de educação na vida dos educandos. A igreja, como auxiliadora educacional, zela principalmente (mas não apenas) pela formação espiritual de todas as pessoas, formação esta que, espera-se, tenha já obtido sua base no âmbito familiar. Neste sentido, deve ser estimuladora e apoiadora incansável de todos os processos educacionais. A igreja, portadora do principal conteúdo de formação para uma nova vida, integra o currículo com o conteúdo do evangelho de Jesus Cristo. Conteúdo este que afetará radicalmente o caráter, o coração e a vida das pessoas. Atendendo assim sua tarefa de promotora do evangelho de Jesus Cristo, a igreja contribui efetivamente no processo quando, além de fazer com dedicação a comunicação do evangelho, envolve-se no estímulo e apoio aos pais e aos professores. Esta conjugação no plural (que não exclui o singular) é uma expectativa no processo de amar e cuidar uns dos outros – traduzido pelo que chamamos de educação. Se, como humanos e cristãos, desejamos o melhor, este melhor não pode ser realidade sem o evangelho de Jesus e sem a participação de todos, de forma que ninguém fique de fora. Ensinar, que também significa aprender e reaprender, está exemplificado de forma sublime em Jesus, o qual se insere no mundo para ensinar vida. O mestre Jesus reúne os excluídos e sem futuro e lhes mostra “um caminho sobremodo excelente” – o do amor. E sem amor jamais poderá haver educação. Por isso, eu educo com amor, tu educas com amor e nós nos educamos em amor – fica bem melhor assim. – Pr. Ederson Malheiros Menezes

3


TEMA DO MÊS

O Novo Mandamento de Cristo (2) (continuação) É um novo mandamento também porque é um novo amor, procedente de uma nova natureza e envolvendo um nova nação. Devo, como homem, amar meu compatriota porque ele é homem. No entanto, como pessoa regenerada, tenho o dever de amar meus irmãos em Cristo ainda mais, porque eles também são regenerados. Os laços de sangue têm de ser reconhecidos por nós muito mais do que o são pelos não-regenerados. Esquecemos facilmente que Deus “de um só fez toda a raça humana para habitar sobre toda a face da terra” (At 17.26). Por laço comum de sangue, somos todos irmãos. Todavia, amados, os laços da graça são muito mais fortes do que os de sangue. Se vocês já nasceram de Deus, são irmãos por meio de uma irmandade muito mais forte do que a irmandade natural que os capacitou a dormir no mesmo berço, mamar no mesmo peito; pois os irmãos segundo a carne podem separar-se eternamente. A mão direita do Rei talvez seja a posição atribuída a um deles, e a esquerda, a posição designada ao outro; mas os irmãos nascidos verdadeiramente de Deus compartilham de uma irmandade que durará para sempre. Aqueles que agora são irmãos em Cristo serão sempre irmãos. Expressamos uma atitude deveras bendita quando somos capazes de amar uns aos outros porque a graça que está em nós vê a graça que está no outro e discerne nele, não a carne e o sangue do Salvador, mas uma semelhança com Cristo e ama o outro por causa de Cristo. Assim como é verdade que, se somos do mundo, o mundo ama os seus, assim também é verdade que, se somos do Espírito, o Espírito ama os seus. Toda a família dos redimidos de Cristo está unida por laços firmes. Sendo nós mesmos nascidos de Deus, estamos sempre procurando outros que foram “regenerados não de semente corruptível, mas de incorruptível, mediante a palavra de Deus, a qual vive e é permanente” (1 Pe 1.23). Quando os achamos, não podemos deixar de amá-los. Entre nós há, imediatamente, um vinculo de união.. Vocês estão ligados a Deus. Portanto, devem ter comunhão com todos os que estão ligados a ele, quer gostem, quer não... Amados irmãos, este é um novo mandamento porque é compelido por novas necessidades. Os cristãos devem amar uns aos outros porque são súditos de um Rei, que é também seu Salvador. Somos um pequeno grupo de irmãos em meio a uma vasta multidão de inimigos. “Eis que eu vos envio”, disse Jesus aos seus discípulos, “como ovelhas para o meio de lobos” (Mt 10.16). Se vocês são verdadeiros cristãos, não terão o amor dos mundanos. Não podem

4

tê-lo. Eles os ridicularizarão e os chamarão de tolos, hipócritas ou algo igualmente desagradável. Então, apeguem-se mais uns aos outros. Em qualquer oposição que vocês enfrentarem de fora, permitam que ela os consolide em uma união mais firme [um com os outros]. Somos como uma pequena companhia de soldados, na terra do inimigo, cercados fortemente pelos vastos batalhões de inimigos; por isso, temos de permanecer juntos. Temos de ser como um único homem, unidos em comunhão íntima, como nosso grande Capitão nos ordena. Deus permita que o próprio fato de que estamos num país do inimigo resulte em tornar-nos mais completamente um do que temos sido! Quando ouço um cristão achando erros em seu pastor, sempre admito que o Diabo encontrou alguém para fazer a sua obra suja. Espero que nenhum de vocês jamais seja encontrado a reclamar dos servos de Deus que estão fazendo o seu melhor para promover a causa do Senhor. Já existem muitos que estão prontos a achar erros neles... Além disso, queridos irmãos, este mandamento é novo porque é sugerido por novas características. Em nosso próximo, pode haver algo amável; mas, em nossos irmãos em Cristo, tem de haver algo amável. Suponha que sejam pessoas recém-nascidas de Deus – de minha parte, não tenho uma visão mais bela do que a de uma pessoa recém-nascida em Cristo. Gosto de ouvir as orações daquele é recém-convertido. Talvez haja... enganos e erros na oração, mas isso não a destrói. Um cordeiro não bali exatamente no mesmo tom em que bali um carneiro. Contudo, um cordeiro é um objeto muito lindo, e qualquer um gosta de ouvir seus frágeis balidos. Há uma beleza nos cordeiros do rebanho de Cristo, assim como há nos carneiros adultos. Não há nada mais agradável a ser visto no mundo do que um crente envelhecido que viveu perto de Deus. Quão calmo é o espírito desse crente! Quando ele começa a falar sobre as coisas de Deus e a testemunhar sobre o amor de seu Senhor, quão encantador é o seu falar! Há muitas coisas lindas nos verdadeiros cristãos. Então, procurem encontrar as excelências deles, e não os seus defeitos. Se nós mesmos estivermos num estado de coração correto, é muito provável que admiraremos o que é bom nos outros... Há uma beleza em seus amigos que não há em vocês mesmos. Não fiquem sempre contemplando o espelho. Há vistas mais linda a serem contempladas. Olhe para a face de seu irmão em Cristo; e, quando vê nele algo da obra do Espírito, ame-o por causa disso. Mais uma coisa: este mandamento é novo porque é uma preparação para perspectivas melhores do que as que des-

frutamos antes. Nós, que cremos em Jesus, viveremos juntos no céu, para sempre; por isso, podemos ser bons amigos enquanto estamos neste mundo. Veremos uns aos outros com a mesma glória e nos ocuparemos, para sempre, em uma realização comum: a adoração de nosso Senhor e Mestre. A lembrança desta verdade deve remover muitas barreiras que agora existem em nossa sociedade... Pode também dar testemunho de que freqüentemente eu aprendo mais em uma hora de conversa com um homem piedoso do que aprendo de um homem instruído que conhece muito pouco as coisas de Deus. Nunca julgue os homens pelas

roupas que eles vestem, mas pelo que eles são em si mesmos. É o coração do homem e, acima de tudo, a graça de Deus residente no coração desse homem que você e eu devemos valorizar e amar. Que Deus nos ajude a fazer isso! – Charles H. Spurgeon

(Extraído de um sermão pregado no Metropolitan Tabernacle, em Newington, no domingo 4 de abril de 1875, reimpresso por Publications Pilgrim). Traduzido por Wellington Ferreira do original em inglês: Christ’s New Commandment, sermão de C. H. Spurgeon republicado na revista Free Grace Broadcaster de Chapel Library, edição 206. Fonte: http://www.ministeriofiel.com.br

É difícil pedir perdão

Um jovem morreu depois de tomar excessivas rodadas de álcool numa festa estúpida em que havia um concurso para eleger quem bebia mais e mais rápido. Da polícia à família, as vozes se levantaram para dizer que a responsabilidade era dos organizadores da macabra gincana por não terem disponibilizado uma ambulância equipada com recursos do tipo CTI no local. A responsabilidade, nesse caso, não foi atribuída ao bêbado, que livremente participou daquela roleta russa, nem aos fabricantes do líquido mortífero. Antes que o assunto virasse apenas estatística, nada se falou contra o modo de viver segundo o qual não se pode viver sem álcool ou não se pode festejar sem excessos. Nenhuma palavra se levantou contra os outros jovens que o pressionaram a beber mais e mais, mesmo já sem lucidez. Infelizmente, tencionamos nossas vidas nos extremos da responsabilidade e da irresponsabilidade.Para não assumirmos culpas, negamos os fatos. Quando não podemos negá-los, jogamos a responsabilidade sobre os ombros de outros, atribuindo-lhes fardos que são nossos, totalmente ou principalmente nossos. Quando a pressão aumenta por causa de nossos erros, tendemos a fazer como aqueles que, flagrados, explicam seus gestos e pedem discretas desculpas, não porque tenham se arrependido, mas porque querem diminuir os pesos que acham que talvez tenham que carregar. Pessoas maduras erram. Erram privadamente. Erram publicamente. Quando erram, pessoas maduras pedem perdão. Pedir perdão privadamente ou publicamente beira a raridade, porque implica em assumir responsabilidades, o que inclui a prontidão para pagar o preço. Pessoas maduras sabem que pedir perdão nasce da confiança de que Deus nos perdoa. Ele não nos livrará de ouvir as vozes que nos condenam e nem mesmo das necessárias penas que precisaremos cumprir, mas nos tirará do inferno da culpa que tínhamos e não temos mais, porque fomos perdoados. O perdão nos faz viver em paz. – Israel Belo de Azevedo


FACULDADE BATISTA PIONEIRA

Wake Up com muita energia em 2015 Semana Acadêmica e Revalidação

Desde fevereiro, a turma de 2015 do projeto Wake Up está em plena atividade. Com os novos alunos que ingressaram em março, a turma passou a contar com 16 integrantes. Depois de servirem como equipantes no Congresso JUMAP, os alunos tiveram oficinas de evangelismo criativo com o missionário Demarci Bittencourt da JOCUM, pantomima com o ministério DRIME, evangelismo criativo com a Operação Mobilização e artes circenses com o ministério Drs. Só Riso. Além disso, todos já estão envolvidos nos ministérios das igrejas locais da região. No dia 7 de março foi realizada uma atividade diferente no município de Coronel Barros. Lá, os alunos participaram de uma trilha com duas horas de duração e muitos desafios. Depois, realizaram uma descida de rappel de uma altura de 38 metros. Todas essas atividades têm o objetivo de

desafiar os wakeuppers a superar seus limites e desenvolver um espírito de equipe. Durante a semana que seguiu, eles tiveram a oportunidade de relacionar aquilo que vivenciaram com os desafios de um verdadeiro discípulo de Jesus. Contamos com a oração dos irmãos pela vida desses jovens, pois eles terão muitos desafios pela frente. Na semana da Páscoa eles estarão realizando evangelismo em diversas escolas. Além disso, já estão orando pelo povo do Peru e se preparado para a viagem missionária que será no mês de julho. Nosso desejo é que todos possam crescer como verdadeiros discípulos de Jesus, capacitados e enviados para cumprirem a missão do Senhor. – Pr. Gabriel Lauter (Coordenador de Extensão da Faculdade Batista Pioneira)

Servir a Deus tem em si a dimensão da disponibilidade, da responsabilidade e do desempenho. Não há como ser cristão e não servir; mas também não é servir apenas quando se tem vontade e muito menos de qualquer jeito. Entre os dias 9 e 13 de março, na Primeira Igreja Batista de Ijuí, a Faculdade Batista Pioneira realizou mais uma Semana Acadêmica. Naqueles dias, o professor Rui Osvaldo Teske trabalhou a temática “Planejamento Estratégico”. A Semana Acadêmica é sempre um evento aberto para todas as igrejas da região, tornando assim a instituição diretamente relevante não apenas para os seus alunos, mas também para todos os que desejarem assistir a programação. Louvamos a Deus porque o número de participantes das igrejas da região foi expressivo.

Junto com a Semana Acadêmica, 18 alunos iniciaram seus estudos no Curso de Revalidação oferecido pela faculdade. Estes alunos vêm de diferentes convenções e denominações, com uma grande bagagem de experiência, mas também com vontade de aprimorar seus conhecimentos. Para eles, a faculdade é relevante na dimensão de sua caminhada acadêmica. Estes dois grupos, bem como todos os estudantes matriculados na Faculdade Batista Pioneira, têm em comum o senso de que, para servir a Deus, é necessário atualizar-se sempre, buscando mais informações e conhecimento, pois a obra tem o tamanho de Deus e nos desafia a agir dentro de Sua perspectiva.

Rui Teske e Pr. Claiton

Alunos da Revalidação Participantes da Semana Acadêmica

Mais mestres na Faculdade Batista Pioneira Precisamos entender que na obra de Deus devemos fazer todas as coisas com excelência. No preparo dos obreiros para a seara do Senhor, isso também é necessário. Neste sentido, os professores da Faculdade Batista Pioneira têm se atualizado cada vez mais, procurando preparar-se com excelência para poder lecionar aos alunos de teologia. No mês de março deste ano, dois de nossos professores concluíram mais uma etapa na sua formação acadêmica, finalizando o curso de mestrado em teologia por meio da Faculdade Teológica Batista do Paraná. No dia 16 de março, o professor Josemar Valdir Modes concluiu seu curso ao defender a dissertação intitulada “Cosmovisão cristã e transformação social: Uma análise da experiência da salvação na Igreja Primitiva e seus impactos na sociedade como crítica à visão de Teologia da Missão Integral da igreja na atualidade”, orientada pelo Dr. Alan Myatt. Com a defesa pública desta dissertação, o Pr. Josemar conclui seu mestrado em teologia, com reconhecimento junto ao Ministério da Educação. No dia 17 de março foi a vez da professora Hariet Wondracek Krüger apresentar a sua dissertação, com o título “A teologia que vem dos palcos evangélicos: em busca de

critérios para a avaliação dos ensinos bíblicos apresentados ao público”, orientada pelo Dr. Antonio Renato Gusso. Com esta defesa pública ela também concluiu seu mestrado reconhecido em teologia. Assim, em dois dias, dois novos mestres foram acrescentados ao corpo docente da Faculdade. Vale ressaltar ainda que o curso de mestrado em teologia da Faculdade Teológica Batista do Paraná é o primeiro mestrado batista reconhecido pelo MEC no Brasil. Os professores Dr. Claiton André Kunz e Drª Marivete Zanoni Kunz lecionam neste curso de mestrado e contribuem para que o Brasil batista possa ter um mestrado reconhecido, preparando assim os professores para as dezenas de seminários batistas espalhados pelo país.

5


JUNTA FEMININA MISSIONÁRIA

ENTRE NÓS

MEDITAÇÃO

NOTÍCIAS

TEMPO DE MUDANÇAS Congresso Fémenina vem aí! Estamos vivendo um tempo de mudanças na UFMBP e JUFEMI. Como é do conhecimento dos irmãos, a Ana Cláudia, que foi nossa secretária por quase 7 anos, foi para outro ministério, acompanhando seu esposo e filhos, no Instituto Missionário Palavra da Vida (em Benevides, PA). Somos gratos a Deus por sua vida, família e ministério junto a nós; pelo trabalho, dedicação e busca incessante por um trabalho excelente para mulheres, juniores, Fémenina e 3ª Idade da Pioneira. A você, Ana, nossa gratidão e a oração de que, por onde andares, o Senhor te abençoe e te guarde! O tempo de oração e espera por alguém para continuar este trabalho não foi fácil! E quero agradecer a você, querido irmão e querida irmã, que esteve conosco nestes meses orando, clamando, buscando intensamente a Deus por orientação. No tempo certo, para nossa alegria, o Senhor separou e nos trouxe

ANUÁRIO 2015

a Martinha, como carinhosamente a conhecemos. Marta Cristina Hoffmann ultimamente estava cooperando como missionária na Igreja Batista Pioneira de Florianópolis, no grande trabalho que ali vem sendo realizado. Mas cremos que o Senhor a trouxe para junto da JUFEMI, e agora mais especificamente para a secretaria da UFMBP, com o propósito de realizar um ministério especial conosco. Desejamos que esse tempo seja de muita alegria em servir e cooperar no trabalho que nos propusemos a realizar! Que o Senhor te capacite e abençoe em todos os momentos! Seja bem-vinda! O meu desejo é que cada um de nós seja fiel e cumpra os propósitos de Deus onde Ele nos tem colocado. Sempre lembrando que somos de Jesus e, portanto, vivemos para Ele em todas as situações. Contando sempre com suas orações, – Dagmar Waldow Zagonel

TEMA 2015: SOU DE JESUS.

Olá, queridas fémeninas! Como passou rápido o tempo. Já estamos às portas do 2° Congresso Fémenina. Estamos preparando tudo com muito carinho e estamos orando para que você e suas amigas possam participar. Desta vez, acontecerá próximo a Curitiba e conversaremos sobre um tema muito especial e que impactará os corações de cada menina: a pureza! Prepare-se e venha fazer parte do congresso mais feminino de todos os tempos. Contaremos com a presença das cantoras Marcela Tais e Amanda Rodrigues e a blogueira Mari Raugust do blog Passarela Estreita (Moda Cristã). Gostou? Além disso, todas as congressistas concorrerão a um book fotográfico. Algumas informações importantes: Local: Chácara Esperança (Quatro Barras, a 20 km de Curitiba, PR) Data: 1 a 3 de maio de 2015

Presidente Vogais:

DIVISA: “...ao nome de Jesus se dobre todo joelho, no céu, na terra e debaixo da terra, e toda língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para a glória de Deus Pai” (Filipenses 2.10-11). ÊNFASE: “Senhorio de Cristo”.

Suplentes:

Dagmar W. Zagonel Liliane S. D. Ferraz Iris Beuter Silvana T. Gross Loni Scholl Shirley Frey Marta Hoffmann Jaqueline Preto Lúcia V. B. K. Marques

Secretária-Executiva: Marta Cristina Hoffmann

6

Horário do início: às 9h (as meninas serão recepcionadas com um delicioso café da manhã do dia 1) Valor: R$ 220,00 As inscrições devem ser feitas no site: http://eventosjufemi.pioneira.org.br/ Quem pode participar: adolescentes, jovens solteiras e líderes locais de Fémeninas Término do evento: almoço do dia 3 Atividades especiais: - 1° Brechó Fémenina: caso você tiver roupas em bom estado ou acessórios que não usa mais, leve para nosso brechó; - Noite da Moda: Escolha um look com sua cara; - Troca de livros: gosta de ler? Então, troque seu livro por outros com suas amigas no congresso. Monte sua caravana, pois estamos esperando por você!

UFMB Pioneira Rua Elizeu Faria, 157 - casa 1 Xaxim - 81720-130 - Curitiba, PR Fone/Fax: (41) 3376.0271 E-mail: jufemi@pioneira.org.br CONTA BANCÁRIA CNPJ: 87.647.277/0001-99 Banco do Brasil - Ag. 2823-1 C/c 12834-1

“Tudo posso naquele que me fortalece.” (Fp 4.13)


ENTRE NÓS

JUNTA FEMININA MISSIONÁRIA NOTÍCIAS

Investindo em liderança no Treinamento de Líderes JUFEMI Nos últimos 7 e 8 de março realizamos o nosso Treinamento de Líderes JUFEMI. Aconteceu no Acampaz (Maravilha, SC). Estiveram presentes mais de 100 líderes representando um expressivo número de igrejas da Pioneira. Além dos cultos de edificação e motivação para o contínuo serviço ao Senhor em nossas igrejas, foram oferecidas oficinas específicas para os líderes de cada ministério. Os preletores foram: – Ministério de juniores: Pr. Wagner Buteseke – Ministério de culto infantil: Aline e Pr. Vanderlei Schach – FéMenina: Missionárias Marta Hoffmann e Rucimeire Mattana – Terceira Idade: Ana Cláudia Christal – MCA: Dagmar Zagonel

7


8


9


JUNTA DA MOCIDADE E ADOLESCENTES DA PIONEIRA

JUNTA DE EVANGELISMO E MISSÕES

Doação para missões da Pioneira: compromisso com o Reino Somos imensamente gratos a Deus pela doação de um carro que a Convenção Pioneira recebeu de um casal muito amado, comprometido com o crescimento do Reino de Deus. Que o seu gesto seja seguido por outros que, igualmente, reconhecem as bênçãos e desejam ser instrumentos para a glória de Deus! Veja a foto do carro.

10


JUNTA DE EVANGELISMO E MISSÕES

TRANS: Vale a pena realizar? A Mobilização Jesus Transforma, ou TRANS, como é mais conhecida, é uma ação missionária que envolve muitos voluntários na proclamação do evangelho em todo Brasil. Cidades e bairros são alcançados com o evangelho do verdadeiro Deus, com o objetivo de plantação ou a revitalização de igrejas. Esta é a segunda vez que participei de uma TRANS. Na primeira vez, que durou apenas uma semana, participei como ajudante; mas desta vez foram duas semanas e eu estive na liderança, “pilotando” o fogão para 11 voluntários de fora (de Recife, João Pessoa, Rio de Janeiro, Dourados e Belo Horizonte) e mais 5 irmãos da congregação que se juntaram para ajudar. O Pr. Helmuth ficou na coordenação da equipe: aconselhando, ensinando, orando, definindo a estratégia e orientando como proceder. Alguns participantes compartilharam, no final da TRANS, que foi como se tivessem feito um seminário de missões e evangelismo, de tanto que aprenderam. Glória a Deus por isso! Deus nos presenteou com uma equipe maravilhosa de voluntários! Todos eles são muito dedicados ao evangelismo. Tivemos duas semanas de muito calor no início de janeiro, mas de calor humano também. Criou-se uma amizade muito forte entre o grupo e também em algumas casas visitadas. Não canso de agradecer a Deus por estes voluntários que tiram este tempo de suas férias, pagam a passagem do seu bolso e vêm de tão longe para este trabalho, por-

que se sensibilizam com a região sul, tão pouco evangelizada. Confesso, quando paro para refletir sobre isso, que sinto-me envergonhada e me pergunto o que nós estamos fazendo para alcançar o nosso povo querido do sul. Será que estamos ao menos orando por eles? Tirar duas semanas das nossas férias para ir às ruas evangelizar já é demais! Precisamos ir à praia, descansar, ficar com a família, viajar, passear, etc. Não penso que a TRANS é a única forma de evangelizar. Falar e testemunhar de Jesus é algo que, como cristãos verdadeiros, salvos, perdoados e lavados no sangue de Jesus, devemos fazer o ano todo, em todo lugar, aproveitando todas as oportunidades. Mas se nos lembrássemos mais dos que estão indo a passos largos ao inferno e menos do nosso bem estar, nós dedicaríamos mais tempo para alcançar estas vidas e nossas igrejas cresceriam mais. Hoje temos, aqui na congregação, o trabalho da continuidade com as pessoas que foram visitadas e aceitaram estudo bíblico em suas casas. Outras pessoas já estão vindo aos cultos; algumas mais regularmente e outras ainda devagar. Mas temos sentido o mover do Espírito Santo. Temos orado constantemente e clamado a Deus por salvação e libertação deste povo de Santa Felicidade. Vale muito a pena fazer TRANS. O cansaço de duas semanas intensas passa logo, porque a alegria de ver os frutos é muito grande. – Loni Scholl (missionária da JEVAM em Santa Felicidade)

Batismos em Alto Rio Possmoser Alto Rio Possmoser, Santa Maria de Jetibá, ES – No dia 7 de fevereiro, na Igreja Batista Vida e Esperança, realizamos o batismo de mais quatro novos irmãos pomeranos do projeto Pomeranos para Jesus, que foram meu pai Arno Kurth, minha mãe Sabina G. Kurth, meu irmão Sanário Kurth e minha cunhada Eliana Dettmann Kurth, pessoas muito importantes para este ministério. Toda honra e glória ao nosso Deus e pai, o qual me deu o privilégio de batizar entes amados. Louvamos a Deus por tudo que ele tem feito e vai fazer em nossa família. E, como disse o apóstolo Paulo aos Coríntios:

“Eu plantei, Apolo regou; mas Deus deu o crescimento. Por isso, nem o que planta é alguma coisa, nem o que rega, mas Deus, que dá o crescimento. Ora, o que planta e o que rega são um; mas cada um receberá o seu galardão segundo o seu trabalho” (1Co 3.6-8). Por isso, honra e glória somente a Deus por tudo. Agradeço também a Deus pela vida do amado Pr. Laércio e da amada Igreja Batista Vida e Esperança que me concedeu este momento de realizar este batismo, que é o maior milagre que já recebi. – Pr. Valério Kurth (missionário do Projeto Pomeranos para Jesus)

Aniversário e batismo em Toledo

Toledo, PR – No último dia 22 de março de 2015 comemoramos o aniversário de 16 anos de nossa congregação em Toledo. Foi um dia muito especial e de grande alegria. Pela manhã, realizamos um culto com o batismo da irmã Erli Rodrigues no sítio dos irmãos Klais. Tivemos mais de 50 pessoas presentes e pelo menos 16 convidados que presenciaram este momento tão especial na vida desta irmã. Na ocasião, fizemos uma reflexão sobre a ordem de Jesus Cristo de se batizar após crer n’Ele, e a Erli pôde testemunhar ao descer às águas. A comemoração continuou no templo, onde pudemos desfrutar de um delicioso almoço de confraternização e conhecer melhor nossos convidados. Encerramos com um culto de adoração e louvor à noite com uma bela mensagem do Pr. Everson (da Igreja Batista Pioneira em Cascavel), além da participação dos jovens da PIB de Marechal Cândido Rondon que nos abençoaram com belos louvores. Agradecemos ao Senhor Deus Todo-Poderoso por tantas bênçãos nesses 16 anos de pregação do evangelho nesta cidade. Agradecemos a Deus também por todos os irmãos, irmãs e igrejas que de uma forma ou de outra contribuíram com o campo missionário em Toledo. – Pr. Valteir e Eliane Gomes

Apresentação de crianças na Metropolitana

Porto Alegre, RS – Neste período de verão, tivemos a felicidade deste importante momento para quem considera a Deus na vida familiar: três crianças foram apresentadas na igreja. Além de pais e mães, familiares e amigos também puderam participar. Agradecemos a Deus pela vida destes pais e destas mães pela decisão de convidar ao Senhor para abençoar seus filhos.

11


JUNTA DE EVANGELISMO E MISSÕES

JUNTA DE SERVIÇO SOCIAL

Santa Felicidade: chá com as mulheres Lar da Criança participa de workshop Curitiba, PR – Em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, organizamos um chá na nossa congregação em Santa Felicidade. Uma irmã da congregação encarregou-se da ornamentação, que ficou divina! Somos também muito gratos às irmãs da igreja-mãe (IBAE) que nos auxiliaram, trazendo um prato e emprestando as xícaras. Assim foi possível oferecer um coquetel bem gostoso, porque o grupo das irmãs da congregação ainda é muito pequeno. Ficamos muito felizes pelas mulheres da comunidade que aceitaram o convite e se fizeram presentes. Das 26 mulheres presentes, 18 eram da comunidade, incluindo as da congregação. Somos muito gratos a Deus por cada uma das convidadas que aceitou nosso convite. Depois de um momento gostoso de louvor, dirigido pelas irmãs Roberta e Diele, a missionária Ronilce da JMN nos abençoou com uma reflexão bíblica sobre a vida da rainha Ester com o tema: “ESTER: Mulher de Deus para o seu tempo” (Ester 4.13-17). Estas foram as 10 perguntas: 1. Para que estás aqui? 2. Qual o sentido da vida para ti? 3. Que tipo de escravidão aprisiona o teu coração? 5. Qual a história da tua vida? 6. Quais os enfeites que te adornam? 7. Quais os teus medos? 8. Quais os teus sonhos?

9. Quem está no controle? 10. Quais são as tuas motivações? No final da mensagem, a missionária fez um convite às mulheres para assumirem um compromisso com o Senhor Jesus e terem as suas vidas transformadas. Várias mulheres levantaram suas mãos, tomando uma decisão de serem mulheres diferentes, transformadas. Depois curtimos um coquetel gostoso e rolou muito papo. Como mulheres gostam de presentes, além dos sorteios das violetas que ornamentaram as mesas e outras coisas, cada uma levou uma agenda “Presente Diário – Momento Devocional para Mulheres”. Tivemos uma noite muito abençoada. Ore pelo bairro de Santa Felicidade, pela congregação e pelos missionários. Porque cremos que grandes coisas o Senhor ainda fará neste lugar. “Invoca-me, e te responderei; anunciar-te-ei coisas grandes e ocultas, que não sabes” (Jr 33.3). – Loni Scholl (missionária em Santa Felicidade, Curitiba, PR)

Apresentação de bebê em Crissiumal Crissiumal, RS – No dia 21 de dezembo de 2014, foi apresentado ao Senhor Jesus o bebê Davi Matheus Ziebert. Davi nasceu em 19/10/2014, filho de Andreas Ziebert e Cinara Ziebert, membros da congregação. Ainda no mês de dezembro, dia 26, duas famílias desejaram apresentar suas filhas

ao Senhor num momento muito festivo e especial: Manuelly Vitória de Almeida Lopes (filha de Gilsomar Lopes e Rosimar de Almeida Lopes) e Steffany Lays Hartmann Lopes (filha de Juliano Fiss Lopes e Ana Carina Hartmann).

Batismos em Santa Helena

Da esquerda para a direita: Davi Matheus, Manuelly e Steffany.

Santa Helena, PR – No último dia 8 de março celebramos a Deus o batismo de três irmãos em Cristo. O culto ocorreu na PIB de Marechal Cândido Rondon, nossa igreja-mãe. Um número expressivo de familiares e de irmãos da congregação estavam presentes. Com esses batismos, chegamos à marca de 20 membros. Temos o ainda o recebimento de 4 a 6 pessoas até o fim do ano. Pretendemos, pela fé, chegar ao fim de 2015 com 30 membros, entre batismos e cartas. Deus seja louvado pelo que Ele tem feito em nosso meio.

12

Ijuí, RS – O Lar da Criança Henrique Liebich, por meio de seu Diretor Leandro Corrêa e da auxiliar administrativa Juliana Reinke, participaram no dia 20 de março da 6ª edição do Projeto Rede Parceria Social – Workshop “Acesso à Lei da Solidariedade”. O evento foi promovido pela Parceiros Voluntários de Ijuí e Parceiros Voluntários de Porto Alegre, em parceria com a Secretaria

do Trabalho e Desenvolvimento Social do RS, com objetivo de orientar agentes sociais do primeiro, segundo e terceiros setores sobre a referida lei. A Lei da Solidariedade – Programa de Apoio à Inclusão e Promoção Social (PAIPS) – é um programa de incentivo fiscal que viabiliza a parceria entre governo, entidades sociais e empresas para realização de projetos sociais.

Projeto Amigos do Lar: exercício da responsabilidade social Ijuí, RS – O Lar da Criança Henrique Liebich busca constantemente estabelecer novas formas de participação e envolvimento da comunidade, contribuindo na viabilização financeira e administrativa da instituição, atendendo a todos os requisitos e exigências da legislação brasileira, concernente a sua área de atuação. São projetos e ações que somam para que a instituição invista a cada dia na transformação de vidas de crianças e adolescentes, inseridos em seus dois programas sociais: acolhimento e socioeducativo – Núcleo Social de Ijuí, promovendo a cidadania e a inclusão social. Entre estas ações, está o PROJETO AMIGOS DO LAR, destinado às entidades empresariais e afins, juridicamente constituídas, abrangendo o município de Ijuí, os municípios que compõe a Comarca Jurídica (pois buscam os serviços de acolhimento institucional do Lar da Criança) e do país. A contribuição se dá mediante auxílio financeiro mensal com valor a partir de R$ 100,00, sendo que a empresa participante receberá uma placa com a marca do projeto, sinalizando sua participação, e inclusão de sua marca na homepage da instituição. Atualmente, o projeto possui 10 empresas participantes, totalizando a receita de R$ 1.250,00 mensais: Protefort Vigilância e Segurança (Santa Rosa, RS); Márcio Ótica e Joalheria, Storm Serviços Automotivos Ltda, Brasdiesel S/A Comercial e Importadora, Grão Forte Cereais, Hotel Vera Cruz, Portal Imóveis, Supermercado Modelo, Albrecht – Ótica, Jóias e Relógios, e Central da Construção (todas de Ijuí, RS). Participe do nosso projeto e torne sua empresa Amiga do Lar, contribuindo para a manutenção da nossa instituição. Mais informações pelo fone (55) 3332.1095; pelo e-mail lartabea.iju@terra.com.br ou no nosso site www.larliebich.org.br.


IGREJAS

Posse de obreiros em Presidente Vargas Batismos em Santo Augusto Erechim, RS – Na noite festiva de 21 de fevereiro de 2015, a PIB em Erechim se reuniu na sede da sua congregação no bairro Presidente Vargas para dar posse aos obreiros Lúcio Adriano de Souza e Ana Paula de Souza. É um sonho que se torna realidade após longo período em que a igreja se colocou em oração a Deus, visando o crescimento da congregação até chegar à sua organização como igreja. Entendemos ser primordial a presença efetiva de uma família missionária e pastoral à frente dessa obra. Com cerca de 35 membros atuantes, visualizamos um trabalho crescente, alcançando cerca de 5 bairros em Erechim. Nosso clamor vai continuar em favor dessa obra até que nos reunamos novamente em festa para a organização da segunda igreja batista em nossa cidade. Além dos membros da igreja,

estiveram presentes visitantes do bairro, como também os pastores Helmuth Scholl, representando nossa convenção, e Vanderli Kühl, da PIB de Getúlio Vargas. Ao Senhor Jesus Cristo seja toda glória por esta vitória.

Santo Augusto, RS – O Senhor nosso Deus tem se mostrado maravilhoso conosco, confirmando a Sua benignidade em nos conceder prosperidade nas mais diversas áreas. Uma delas é o batismo de novos irmãos e irmãs, que têm declarado a sua fé em Jesus Cristo diante da igreja. Mediante os testemunhos verbais e ações diárias, torna-se indispensável a confirmação por meio do ato batismal, cumprindo assim a palavra proferida pelo Senhor Jesus Cristo, como está registrado em Marcos 16.16: “Quem crer o for batizado será salvo; quem, porém, que não crer, será condenado”. No dia 15 de março de 2015 receberam o batismo:

Alexandre Bertoldo, Lediana Casagrande, João Vitor Pinheiro, Rafael Lucas Gonzatto, Anne Karoline Siezemel, Karolina Krebs Martins e Ester Alana Andretta. Batizar uma filha é, além de emoção e privilégio, a confirmação de um dos mais intensos investimentos de tempo integral. Dez anos de discipulado real através do convívio diário. Que o Senhor nosso Deus continue a nos dar graça para sermos úteis na vida de nossas filhas e no Seu reino. O nosso louvor a Deus pela providência em todos os momentos, e o desejo de bênçãos sem fim a estes amados do Senhor.

Retiro Carnaval 2015 em Cascavel

Cascavel, PR – A Igreja Batista Pioneira de Cascavel realizou nos dias de Carnaval um retiro envolvendo as famílias da igreja e da congregação no bairro do Periolo. Foi um tempo de comunhão, boa convivência e crescimento em Cristo, quando as famílias puderam brincar, louvar e aprender juntas os valores da fé. Foi animador participar das gincanas, brincadeiras de roda, campeonato de vôlei e cabo de aço em família! Com o tema “Sou de Jesus”, os pastores Everson (de Cascavel) e Valteir (de Toledo) desafiaram todos a uma vida de fé. Somos gratos a Deus pelos irmãos que se envolveram na organização e participação deste tempo precioso.

Homens de Deus

Marechal Cândido Rondon, PR – Uma programação especial foi realizada pelo Grupo de Homens da PIB Rondon no último dia 13 de março no espaço Happy Day Eventos. A mensagem “Homens de Deus, Homens de Verdade”, foi ministrada pelo pastor e professor do ministério Palavra da Vida, Paulo Santanna (de Atibaia, SP). Ao final do encontro foi servido um coquetel e os homens puderam ter um momento de comunhão.

Dia da Mulher

Alto Rio Possmoser, Santa Maria de Jetibá, ES – No dia 7 de março de 2015 foi realizado o III Café Entre Amigas na Igreja Batista Vida e Esperança, com a presença de aproximadamente 118 mulheres, sendo grande parte composta por visitantes. Tivemos oportunidade de louvar, ouvir a palavra de Deus através da irmã Dercilha H. Boening, orar e compartilhar sobre a salvação em Jesus Cristo. Ao final, tivemos um momento de comunhão com um delicioso café colonial preparado pelas irmãs da igreja. Esse encontro é sempre uma grande oportunidade para anunciarmos o evangelho, para criarmos relacionamentos saudáveis e estarmos presentes como igreja na comunidade, fazendo a diferença. A Deus seja toda a glória! – Lorena Marquardt

Batismos em Santa Maria de Jetibá Santa Maria de Jetibá, ES – No dia 31 de dezembro de 2014, a PIB em Santa Maria de Jetibá esteve em festa! Em um culto de gratidão por mais um ano tivemos também a alegria de receber 9 novos membros por meio do batismo que, sem dúvida, é a melhor forma de crescimento de igreja e a única estabelecida por Jesus. Saudamos carinhosamente nossos irmãos e desejamos torná-los conhecidos de nossa convenção. Para tanto, listamos seus nomes a seguir (da

esquerda para a direita, na foto): Hugo Belz, Armando Belz, Arnaldo Belz, Arnildo Belz, Adrieli Belz, Regina Abeldt Marquardt, Georg Marquardt, Matheus de Souza Hell e Rosemere Saager Salomão. Aproveito para agradecer a cada irmão que de alguma forma cooperou para que estas vidas chegassem até aqui. Na certeza de que Deus continuará acrescentando à Sua Igreja aqueles que vão sendo salvos, – Pr. Rubens Dias Rocha

13


IGREJAS

ORGANIZAÇÃO DA IGREJA BATISTA PIONEIRA EM TUPARENDI

Tuparendi, RS – No dia 19 outubro de 2014 foi realizado o culto solene de organização da Igreja Batista Pioneira de Tuparendi. Citar apenas essa data é pouco diante da história que está no plano de fundo deste grupo. Por isso, precisamos rever um pouco de toda a história, da formação da estrutura e da liderança que contribuíram para o nascimento da igreja. História: A Igreja Batista de Candeia (Lajeado Candeia, Santa Rosa, RS) já estava trabalhando há muito tempo por meio de diversos pastores na cidade de Tuparendi, fazendo estudos bíblicos em casas, visitando doentes hospitalizados e ajudando pessoas. Em 1988, com um grupo formado, o trabalho criou um formato de congregação. Os primeiros cultos eram realizados da casa da irmã Elisa Emma Penno, uma senhora que atualmente tem 96 anos e a última pessoa viva migrante da Linha Formosa (na época, Santa Cruz do Sul). Depois, os trabalhos foram transferidos para uma casa adaptada para receber os cultos. Em 26 de janeiro de 1988 iniciou-se a Sociedade Feminina, hoje chamada MCA (Mulheres Cristãs em Ação). A data da organização em igreja e primeiro arrolamento de membros foi dia 15 de outubro de 1988. Em 9 de abril de 1989 nasceu o projeto de construção do templo e em julho de 1989 começou o preparo do terreno para a futura construção; no final daquele mesmo ano, foi feita a celebração com lançamento da pedra fundamental, tendo como líder da construção o irmão Paulo Wurster. Em dezembro de 2003 ocorreu a dissolução da igreja de Tuparendi, tornando-se Congregação Batista em Tuparendi, ligada à Igreja Batista de Candeia. Iniciou-se a nova fase sob os cuidados e administração de Candeia. Neste período houve um grande desenvolvimento dos ministérios e um novo ânimo, tanto nos membros que haviam permanecido como nos que começaram a frequentar oriundos da igreja-mãe. Atualmente a igreja conta com 84 membros.

14

Pastores: Durante todo o período que o trabalho existia como igreja organizada e congregação de Candeia, contou com vários pastores: Otmar Wehr (1988 a 1991); Walter Ehrhardt (interino de janeiro a julho de 1992); Mario Schlemmer (interino de agosto a dezembro de 1992 e pastor de 1993 a 1996); seminarista Gilmar Oliveira Costa (1997); Heldor Sackvil (1998); Valdino Schiewe (1999 a 2001); Alfredo Görz, (2001 a 2003); Vanderlei Schach (2004 a 2007); Inácio Aldair Bloch (2008 até o presente momento). Além destes, pode-se citar o Pr. Guinter Scheguschweski, da Igreja Batista de Candeia, que teve participação importante na transição de retorno da igreja à Convenção Pioneira e à igreja de Candeia. Também o Pr. Jair Hein, que pastoreou a igreja-mãe nos primeiros anos quando ela assumiu a congregação. Seria também injusto deixar de mencionar que vários pastores da Igreja Batista de Candeia colaboraram com os trabalhos, mesmo antes do grupo formatar-se em congregação, bem como durante o período, quando fazia parte de outra convenção. Liderança: Muitas pessoas já passaram pela igreja deixando sua contribuição na sua história. Não há como citarmos todos os líderes de departamentos (MCA, jovens, adolescentes, EBD, juniores, etc), nem como citar todos os que fizeram parte da diretoria, administração ou diaconia. Mas, para reconhecermos o valor de cada um, citamos os presidentes procurando demonstrar a gratidão a todos que de uma ou de outra forma deixaram sua contribuição. Os presidentes foram: Pr. Otmar Wehr (1988 a 1991); Valdi Bieler (1992); Pr. Mario Schlemmer (1993 a 1996); Rudi Vilibaldo Müller (1997 a 1998); Arno Schubert (1999); Pr. Valdino Schiewe (2000 a 2001); Evaldino Hirsch (2002 a 2003); Cláudio Thober, (2004 a 2007); Marisa Vissoto Schiwe (2008 a 2010); Rodrigo Schieck (2011 e 2012); Marcos Florindo Wink (2013). A atual diretoria está composta por: Mauri Trampusch (presidente), Dejaime Francisco Turra (vice-presidente), Irli Rosane Zielke Turra (1ª secretária), Artur Wurster (2º secretário), Rosane Ida Bohnert Thober (tesoureira), Elmar Bieler (2º tesoureiro); diáconos: Erica Wurster, Lourdes Anderle, Marli Bieler e Vilson Reinoldo Kühn. Além destes: Hilmar Thober (administrador), Maristela Adriana Jeske Bloch e Kelvin Eisen (diretoras de música), Karina Scheibner (líder da Escola Bíblica), Leoni Müller e Lourdes Anderle (líderes da MCA). No conselho fiscal estão: Luciano Balkau, Leoni Müller e Ronaldo Wurster. E por fim, os responsáveis pelos equipamentos: Diego Anderle e Jefersson Henrique Kühn. Organização: A organização ocorreu graças a um trabalho em conjunto entre congregação e a igreja-mãe, Igreja Batista de Candeia. Em 13 de abril de 2014, Candeia aprovou a organização da congregação em igreja. Com isso, foi criada uma comissão que esteve à

frente dos trabalhos (5 pessoas da igreja-mãe e 5 pessoas da congregação). Já no dia 21 de setembro de 2014, ocorreu o concílio de exame da congregação. Pastores e igrejas da região valorizaram o momento com a sua presença. Este concílio foi presidido pelo Pr. Guido Wehrmann, secretariado pelo Pr. Edemar Gundt e teve como examinador o Pr. Erich Luiz Leidner. Também fizeram parte os pastores Helmuth Scholl, Erich Schmidtke, Harri Wondracek, Jime Ezequiel Sachvil, Heldor Sachvil, Ricardo Lavarda, Alfredo Görz, Inácio Aldair Bloch, o obreiro Claudio Eckert, o seminarista Pedro Santana e irmãos de igrejas e congregações vizinhas. No dia 19 de outubro de 2014 foi realizado o culto e assembleia extraordinária de fundação da nova igreja. A presença de um grande número de membros da igreja de Candeia mostrou que todo o investimento por eles feito teve agora um resultado visível. A nova igreja viu a condução de Deus durante o processo e confirmou que Deus está na obra. Neste dia também foi decidida a filiação à CBB e a CBPSB. Todos os pastores presentes usaram a palavra para parabenizar e encorajar nesta nova etapa. A presença do Pr. Samuel Esperandio, como representante da CBPSB, orando e consagrando a nova igreja a Deus e entregando o livro do centenário da nossa convenção, mostrando que a história da Pioneira continua, foi marcante. Mas, como o momento era especialmente um culto a Deus, foram cantados louvores que inspiraram para a pregação desafiadora da Palavra de Deus pelo Pr. Airton Nickel, sabiamente usado por Deus para tocar os corações dos fiéis. A festa foi encerrada com um almoço de confraternização. Agradecimentos: É impossível nomear todos a quem se deve agradecer, com certeza listar alguns é esquecer outros. Sabemos que Deus recompensará a todos com Seu galardão. Entretanto queremos deixar mencionada a nossa gratidão aos membros da nova igreja e também àqueles que por aqui passaram, aos líderes usados em Tuparendi; agradecer à Igreja Batista de Candeia, aos líderes, pastores e membros; agradecer à Pioneira, que esteve envolvida e participativa em vários momentos; aos pastores que trabalharam em Tuparendi; também à CBRS, que auxiliou por vários anos; a comunidade que esteve presente; aos

pastores e membros das igrejas e congregações próximas; e, assim, a lista poderia se estender mais e mais. Em especial, queremos agradecer a Deus, que tem seus planos e consegue realizá-los de muitas formas, que usa de sua graça e misericórdia, seu conhecimento e poder, sua soberania para usar pessoas para que o evangelho de Jesus Cristo continue a ser pregado no seu devido tempo e em todos os lugares. A este Deus, toda a honra, louvor, glória e poder, porque é digno de recebê-los. Futuro: Passado e presente somente têm seu valor se eles influenciarem o futuro que está em aberto. A igreja ainda é pequena, mas já goza de motivação para andar longe. Pode ainda ser fraca, mas sabe em quem pode confiar. Ainda é jovem, mas busca a maturidade com Aquele sabe todas as coisas. Há um futuro, e como o Senhor disse a Jeremias: “Porque sou eu que conheço os planos que tenho para vocês, planos de fazê-los prosperar e não de lhes causar dano, planos de dar-lhes esperança e um futuro” (Jr 29.11). E na certeza “que aquele que começou boa obra em vocês, vai completá-la até o dia de Cristo Jesus” (Fp 1.6), podemos esperar não grandes coisas, nem extraordinárias, mas a presença de um Deus que continuará no controle de tudo, conduzindo a história e realizando Seus feitos, concretizando Seus planos na igreja e através da igreja. Com lutas e com vitórias, o grande Deus que não abandonou seu povo até hoje estará andando junto e suprindo todas as necessidades que nós tivermos. – Pr. Inácio Aldair Bloch


ORDEM DOS PASTORES BATISTAS DO BRASIL

IGREJAS

25 anos de ministério do casal Wondracek Santa Rosa, RS – Em março de 1990 foi realizado o Culto Solene de Posse do casal pastoral Harri e Lilian Wondracek na Igreja Batista de Santa Rosa. Passados 25 anos, nossa igreja continua sendo liderada pelo Pr. Harri, apesar de contarmos com mais pastores. Neste mês de março, no dia 15, comemoramos os 25 anos de ministério pastoral do casal em nossa igreja com um culto de louvor a Deus. Tivemos o templo lotado com a visita das congregações e pastores da região, além do querido Pr. Samuel Esperandio, que trouxe uma mensagem encenada. Foi uma noite muito abençoada com as músicas preferidas do Pr. Harri, com a bênção conduzida pelo Pr. Erich Schmidtke, com a manifestação de gratidão e louvor dos diversos ministérios da igreja e das congregações, com presentes e um delicioso coquetel oferecido a todos os presentes. Nestes 25 anos de ministério pastoral do Pr. Harri Wondracek na IBSR, foram muitos cursos de noivos, discipulados, batismos, casamentos, bênçãos de bebês, visitas para doentes, visitas para pessoas que estavam começando a vida com Cristo, aconselhamentos para casais, para jovens, para pessoas doentes,

para pessoas sem Cristo. Muitos foram trazidos de volta ao convívio dos irmãos por intermédio do seu jeito simples, mas baseado na Bíblia. Destacamos sua fidelidade à Palavra de Deus, sua sabedoria e serenidade ao lidar com as mais diferentes situações, sua calma e inteligência ao explicar sobre determinado assunto, seu interesse pelo ser humano, mas principalmente seu amor dedicado a cada um dos membros desta igreja, os quais, sabemos, o Pr. Harri conhece bem. Enfim, é um pastor segundo o coração de Deus. Pr. Harri e Lilian, esta igreja tem o privilégio de ser pastoreada por vocês. Vocês alcançaram uma marca difícil de ser alcançada no meio pastoral: o de pastorear por um período de 25 anos numa mesma igreja. Pr. Harri, queremos dizer que confiamos muito no senhor, que és exemplo para todos nós, que estamos orando muito para que se recupere desta enfermidade pela qual está passando. O culto especial foi realizado como forma de gratidão a Deus pela sua vida e pela vida da irmã Lilian e, principalmente, para agradecer a Deus por todo o seu trabalho e dedicação em nossa Igreja nestes 25 anos. Que Deus os abençoe!

Batismos na Ebenézer em Ajuricaba Ajuricaba, RS – Apesar de já ter decorrido mais de um ano, não poderíamos deixar de registrar este dia festivo. Trata-se de 31 de dezembro de 2013, data muito especial para a Igreja Batista Ebénezer, pois naquele dia foram batizados pelo Pr. Jorge Alberto Moraski os irmãos Elian Jerke, Saisha Moraski, Christian Jerke, Tainara Azevedo e Lauri Stemke. O culto foi realizado juntamente com a Primeira Igreja Batista de Nova Ramada. A Deus seja dada toda honra e toda glória por ver estas preciosas vidas sendo consagradas ao altar do Senhor. Que Deus os abençoe ricamente!

Vestimenta: de novo você?

Sempre que se pronuncia a palavra “vestimenta” no contexto religioso, o pensamento ainda remete a extremismos de tradições religiosas, que por incrível que pareça, ainda sobrevivem. No entanto, o tema merece nossa atenção em termos de recomendações estéticas contemporâneas, as quais pendem não poucas vezes para uma certa libertinagem e promiscuidade provenientes do mundo. Muitos ensinos bíblicos têm sua razão em fatos culturais da época em que foram pronunciados, princípios que foram ordenados tendo em vista orientação prática para uma realidade e contexto dos primeiros cristãos. Nosso desafio, assim, será preservar o princípio e renovar sua aplicação para nossos dias. Esta coluna não permite uma abordagem mais completa do assunto, mas é possível deter-se naquilo que é mais urgente e básico. A questão estética é ampla e remete à reflexão para as tensões da liberdade e escravidão, interioridade e exterioridade, maturidade e infantilidade, cultura e vida na igreja ou, ainda, mundanismo e nova vida em Cristo. Certamente que estas tensões ainda são limitadas, mas indicam algumas esferas desta reflexão. Os princípios regentes da glória de Deus e do amor aos outros colocam as balizas de alerta, tendo em vista não colidir com tropeços e escândalos que possam vir a ser cometidos (1Co 10.31; Mc 12.30-31). É muito interessante ver Pedro abordando o assunto “estética” em sua carta (1Pe 3.1-7), onde a estética do corpo dialoga com a estética do espírito, especialmente com a vida espiritual. Nesta base, recomenda-se amor no trato, o resgate daquilo que é mais importante para a prática e relacionamentos sadios como fruto. Quando temos o problema de alguém vestindo-se de forma inconveniente, certamente o vestir-se não é o problema principal, mas consequência de algo interior em desajuste. Definir o que é conveniente é um exercício comum, pois ninguém vai de terno, gravata e uma prancha de surfe à praia. O que determina o escândalo de forma bem prática é o ambiente e o comportamento “estranho”. No exercício de sua espiritualidade, cada cristão deve se avaliar com base na Bíblia. Estou vestido de forma conveniente para este ambiente considerando sua natureza, momento e as pessoas com as quais convivo e me relaciono? Além do mais, devemos nos sujeitar uns aos outros para receber orientações quando necessárias, pois nem sempre possuímos condições próprias para avaliação, como é o caso daqueles que estão iniciando a caminhada cristã ou são novos em nossa comunidade. A vida em comunidade – e aqui especialmente a comunidade cristã – coloca-nos o fato de que não apenas o meu gosto ou entendimento importa, pois caso contrário deixaria de ser “vida em comunidade”. Os valores da comunidade do Reino não são os valores do mundo. Para quem ama a igreja (falando da convivência e comunhão entre pessoas cristãs) não haverá dificuldade de vestir algo com bom senso, pois a exterioridade estética não é mais importante que o interior e a vida que compartilha em comunidade. Essa é uma coisa difícil de ser compreendida pelos mais “rebeldes”, que não aceitam subjugar seu gosto e vontade na vida em comunidade. Na igreja, sou livre para amar e viver “em comunidade”. Por fim, será necessário recapitular a ênfase sobre a nova vida. Isso significa que preciso verificar sempre novamente se estou realmente vestido de Cristo, se a estética do Espírito predomina sobre a estética do corpo. O cuidado adequado em cada uma destas áreas que fazem parte de um todo, certamente será evidenciado pelo equilíbrio e bom senso. Se Jesus, o amor, o perdão, a alegria, o serviço, a edificação pelos dons e outros elementos da espiritualidade recebem mais atenção do que sua roupa e seu corpo, com certeza você está no caminho certo. – Pr. Ederson Malheiros Menezes

FALECIMENTOS

Gertrudes Nehring 01.07.1932 – 26.01.2015

Toledo, PR – Era filha de Emílio e Maria Esther Wurster. Nasceu na antiga Linha 11 (hoje Ajuricaba, RS), mudando-se ainda na infância para Porto Alegre, RS. Lá cresceu e batizou-se na 1ª Igreja Batista em Porto Alegre (Conde). Em 24/04/1954 casou-se com Walter F. Nehring, que partiu para a glória em 27/03/2010, após quase 56 anos de casados. Quando o amado esposo faleceu, ela foi residir no Lar Irmãos Dentzer (Toledo, PR), onde ainda pôde usufruir de sua excelente estrutura e do agradável ambiente cristão lá existentes. Neste período, participou da Igreja Batista de Toledo. Em seu último ano de vida, sempre dizia alegremente que estava pronta para ir ao lar celestial, o que veio a ocorrer na manhã do dia 26/01/2015. Deixou 2 filhos: Vitor Roberto, casado com Cristina Schwarz, e Rosemarie, casada com Klaus Fürstenau. Deixa ainda 5 netos e 1 bisneto. “Mãe zelosa, avó amorosa e bisa querida, que bom que estás com o Senhor, onde não há mais dor e sofrer. Saudades imensas, mas o consolo do Senhor é maior! Até breve, pois um dia todos cantaremos juntos da fidelidade do nosso Deus!”. Ao Lar de Toledo, a nossa gratidão; e ao nosso Deus, toda a glória. – Pela família, Rosemarie Fürstenau (filha)

15


TEMA DO MÊS

POLÍTICA, MANIFESTAÇÕES E IGREJA

“Antes de tudo, recomendo que se façam súplicas, orações, intercessões e ação de graças por todos os homens; pelos reis e por todos os que exercem autoridade, para que tenhamos uma vida tranqüila e pacífica, com toda a piedade e dignidade. Isso é bom e agradável perante Deus, nosso Salvador, que deseja que todos os homens sejam salvos e cheguem ao conhecimento da verdade” (1Tm 2:1-4). As questões que estão efervescendo em nossa sociedade estão relacionadas com o aumento de impostos, a paralisação do caminhoneiros e manifestações contra o atual governo pelos escândalos que se apresentam. Estes são os acontecimentos que ganharam maior destaque na mídia e rede social, bem como nas falas compartilhadas nas ruas. Em relação ao aumento dos impostos, tratam-se de ajustes econômicos do país, os quais são exigências de qualquer governo a partir da realidade que se apresenta – não está aqui se verificando ou definindo de que forma esta realidade se apresenta para a nação, pois isto fica quase no campo do mistério. Sobre a paralisação dos caminhoneiros, trata-se de uma manifestação de causa mais particular – de uma categoria como de tantas outras em que se requer melhores condições de trabalho. As manifestações contra o atual governo são crescentes desde as últimas eleições, em parte natural – pois poderia ocorrer com qualquer governo –, mas também estratégica, como acontece historicamente pelas ações de partidos em oposição ao poder conquistado. Financeiramente, sabe-se que outras nações passaram recentemente por crises financeiras muito piores que esta vivenciada no Brasil, e isto não significa ignorar realidades difíceis que envolvem a nação. Mas compreende-se que, na atual conjuntura econômica e política mundial, a nação enfrente grandes desafios na esfera macroeconômica e macropolítica que não se resolvem com tanta facilidade quanto se desejaria. Inevitavelmente, com os ajustes

16

financeiros do governo, o efeito dominó garante que de uma ponta a outra “todos” sintam-se incomodados. A paralisação dos caminhoneiros talvez seja o que de mais concreto indica a insatisfação com a condição de trabalho e vida desta categoria de trabalhadores. Como já ocorreu em outros momentos (recentes no Brasil), a voz destes passa a ser agregada por outras que tentam incluir na pauta outras realidades difíceis a serem consideradas – então, a voz dos caminhoneiros passa a ser considerada por muitos como a voz da nação. Parados nas estradas, param a nação para reclamar de algo concreto e que apenas indica um dentre muitos desafios para o desenvolvimento do país. Quando uma manifestação adquire tal envergadura, logo agita o povo e as redes sociais passam a ser uma denúncia constante. Muitos comentários são infundados, mas indicam de que é crescente a insatisfação. Como toda crise, o desafio é procurar o culpado e condená-lo, e neste processo intenso se unem muitos outros interesses nem sempre vinculados ao bem, mas sim à disputa pelo poder. O cidadão brasileiro sofre com a questão econômica de restrição como acontece em qualquer outro lugar com qualquer pessoa, sofre ainda muito mais por ver-se sempre como a ponta da corda, ou seja, como aquele que precisa pagar por algo que “não fez”. Sofre, independente dos partidos – que perderam a sensibilidade para traduzir as realidades do povo numa disputa cada vez menos ética por poder. É um problema de representatividade que envolve todos os partidos políticos de nossa nação. O “repeteco” dos discursos e propostas é a maior evidência disso. A complexidade da situação está evidenciada no fato de que mesmo atendendo às reivindicações dos caminhoneiros, não se resolve os problemas da nação. Mesmo que alguns insistam em propostas milagrosas, não se pode deixar envolver por algo tão simplista assim – em outras palavras, muito mal compreendido. As distorções de informação causam pânico, pois no crescimento dos discursos não se sabe quem está falando a verdade, sobre o que está falando e em nome de quem fala. Uma política doente que perdeu seus valores e propósitos. Esta esfera de confrontos, do exercício de dominação em que se requer subordinação de uns para com os outros, revelam-se apenas realidades históricas do humano em que se tenta sempre subjugar seu próximo e não se consegue estabelecer por si mesmo a coletividade. São crises da democracia, da economia e do próprio humano.

É difícil reconhecer a realidade nos discursos, ela precisa ser conhecida nos contextos mais próximos sem intermediários “traduzindo”, precisa ser compreendida para além dos interesses próprios. São questões complexas que estão em jogo e que revelam quem somos e quem nos tornamos como humanos. Se não fosse o resgate constante de iniciativas aparentemente sadias, morreríamos de falta de esperança e pessimismo. A luta pela justiça começa no interior de cada indivíduo, ali onde a corrupção já está instaurada. Ela se estende para a sociedade com a participação política de seus cidadãos que precisam superar os obstáculos que impedem aquilo que é justo de se efetivar. Essa não é uma resolução simples, pois envolve a mudança do indivíduo e a mudança das estruturas sociais, políticas e econômicas. Mas é uma causa pela qual quem vive deve fazer parte. Será sempre necessário ultrapassar os limites de uma participação democrática cômoda e interesseira. O esforço de cada trabalhador requer esforço político e participativo nos espaços ainda disponíveis. Requer cultura política para construção efetiva de interesses democráticos e não apenas particulares, ou seja, a causa precisar ser exercida com constatação da realidade de todos para o bem de todos. Isso poderá significar, em alguns momentos, ser capaz de perder algo para a efetiva equidade, e aí mais uma vez entramos em crise – pois quem quer perder algo em uma sociedade individualista? Será realmente possível um governo e uma sociedade em que todos estejam felizes e sintam-se satisfeitos? Alguns riscos envolvem este momento político, talvez o principal deles seja o da mesmice. Mais uma vez se faz importante destacar que não é uma questão de partido político, mas de realidades que precisam ser transformadas independentemente de partidos. Afinal, a razão deles existirem é essa, construir uma nação atendida em suas demandas e ajudá-la em seu real desenvolvimento de forma justa – no fundo deveria representar sempre os interesses de todos. Não há mais espaço para político que se apresenta como “salvador da pátria”. Não há espaço para soluções mágicas. Não há lugar para reducionismos das questões sociais que envolvem a nação. Não há lugar para particularismos. Não há lugar para negligência. Não há lugar para injustiça e corrupção. Não há lugar para gladiadores do poder por poder. A politica não pode mais ser confundida com politicagem, assim como democracia não pode ser confundida como oligarquia.

E nesta caminhada, a participação efetiva de cada cidadão no exercício de suas atribuições políticas, respaldado em valores concretos, precisa superar a atual conjuntura não circunstancial, mas principalmente histórica. A igreja se insere primeiramente no dever da oração pelos governantes e pela nação – o que precisa ser exercido com zelo e dedicação. Efetivamente, a igreja composta por cidadãos do céu que estão no mundo com a incumbência de fazer diferença, deve contribuir na formação política dos mesmos sem que esta seja partidária. Se é sal, precisa temperar a vida das pessoas com Jesus Cristo e a sociedade com os valores do Reino. Consciente de que sua principal missão não é política, não pode se eximir da mesma pela própria natureza de sua constituição – está baseada numa condição de luta. Na prática, isso significa evitar a politicagem dentro de suas próprias demarcações estruturais, e não portar-se indiferente ou quase misticamente em relação a questões políticas; estabelecer diálogos para promoção da maturidade política dos cidadãos celestiais que estão no mundo e que aqui também exercem sua cidadania, e diálogos que superem a superficialidade dos debates partidários com interesses restritos. A questão não é se deve ou não participar de uma manifestação, mas compreender em que manifestação deve ou não participar. Isso, para não passar vergonha, vergonha por ver-se destituída de sua espiritualidade e conhecimento adequado das questões políticas. Talvez em algumas circunstâncias deva promover suas próprias manifestações, embasadas nos valores do Reino e que estimulam a construção de uma sociedade justa. Porém, se for para ser uma ação ou manifestação que está a serviço de alguém, como serva de alguém, que seja de Cristo como os mesmos benefícios que mobilizaram Deus em sua ação de amor pelo mundo. Não há restrições para participação de cristãos em manifestações políticas desde que o mesmo não seja levado por “ventos de doutrina”, por “verdades” desinformadas ou que possam ser compreendidas no futuro como uma contramão dos valores de Deus. Não há contravenção em muitos dos valores do Reino com os valores éticos e de justiça que se esperam na construção de um mundo melhor, desde que a própria Bíblia apresenta a necessária postura de oração e instituição dos governos por Deus, para a justiça. Mesmo que este mundo não seja o ponto final da peregrinação cristã, os cristãos passam por aqui e a influência de Cristo em sua vida deve marcar esta terra em todos os sentidos. – Ederson Malheiros Menezes, teólogo, sociólogo (licenciatura), especialista em docência no ensino superior e EaD, mestrando em prática socioculturais e desenvolvimento social.


Millions discover their favorite reads on issuu every month.

Give your content the digital home it deserves. Get it to any device in seconds.