Page 1

REVISTA DO

As celebrações do Jubileu da Reforma Luterana

página 05

Porto Alegre, dezembro de 2017 - Ano 01 - N° 02 - Edição semestral

Ciência, pesquisa e arte na

Semana Cultural Evento ocorrido em setembro teve como ponto alto a 11a Mostra Científica e Cultural que serve de estímulo à pesquisa e à produção de conhecimento e reúne as principais produções dos alunos durante o ano letivo Páginas 08 a 11

Foto Michele Plachi


REVISTA DO

Expediente Revista do Colégio Sinodal do Salvador – Informativo Semestral Nº 02 – Dezembro de 2017

Rede Sinodal de Educação IECLB

Colégio Sinodal do Salvador Direção: André Sträher Vice-direção: Cristina Adams Coordenação Pedagógica: Nicole Rebeca Cerbaro Silva Márcia de Freitas Marquetti Sinara Emmel Orientação Educacional: Sônia Schnarndorf Produção editorial:

Jornalista responsável: Carolina Porto Ruwer Relações Públicas: Isadora Reis Textos e fotos: Colégio Sinodal do Salvador Impressão: Gráfica Comunicação Impressa Tiragem: 2.000 exemplares

02

Editorial

Tempo de celebrar e agradecer

C

hegamos ao mês de dezembro em meio às correrias comuns desta época do ano. Quando olhamos para a quantidade de afazeres que ainda temos, é difícil encontrarmos tempo para uma pausa e realizarmos uma avaliação retrospectiva das conquistas e Neste ano, a dos desafios superaautoria e a dos ao longo do ano. criatividade dos No Colégio Sialunos estiveram presentes em nodal do Salvador, muitos trabalhos, 2017 foi um ano rerevelando o quanto pleto de atividades são capazes e o gratificantes. Celequanto aprenderam bramos o jubileu da Reforma Luterana, nos encantamos com as apresentações musicais das crianças, rimos e choramos com as peças teatrais e os vídeos, vibramos com as conquistas esportivas, pudemos admirar belíssimas obras artísticas e nos surpreendemos

com o resultado das pesquisas e dos experimentos. Neste ano, a autoria e a criatividade dos alunos estiveram presentes em muitos trabalhos, revelando o quanto são capazes e o quanto aprenderam. Ao encerrar mais esse ano percebemos que temos muito a celebrar e a agradecer, pois pudemos acompanhar nossos alunos em muitas conquistas. Vimos eles crescerem, desenvolverem seu potencial, conquistarem seu espaço e superarem limites. Sabemos que, para muitos, 2017 foi um ano atribulado e difícil, mas cada vez que presenciamos uma criança superar um desafio, nossa esperança se renova na certeza de que estamos construindo um futuro promissor. Que venha 2018 com novos desafios e novas conquistas. Um abençoado Natal a todos! Prof. André Sträher


Porto Alegre, dezembro de 2017 - Ano 01 - N° 02 - Edição semestral

Sinodal Sapiens

Professores em busca de

aprendizado constante No Salvador, a educação é uma premissa, e isso vale para os professores também. Ao longo do segundo semestre de 2017, muitos cursos, palestras e treinamentos foram realizados pelas equipes. Confira algumas dessas atividades a seguir:

Seminário Paulus de Educação As Professoras das Séries Iniciais marcaram presença no Seminário Paulus de Educação, em 22 de agosto de 2017. No evento, o educador Celso Antunes (na foto, junto às professoras Joanne, Andréa e Márcia)e a jornalista e escritora Dílvia Ludvichak desenvolveram importantes reflexões sobre o tema: “Diálogo entre Comunicação, Tecnologia e Educação”.

Simpósio de Práticas Pedagógicas

Inovar para fazer ainda melhor No mês de julho realizou-se o 14º Congresso do Ensino Privado Gaúcho, evento promovido pelo SINEPE-RS, que abordou a temática “Ousadia para mudar” e teve como objetivo refletir sobre a necessidade e os desafios que as escolas têm para organizar novos ambientes educativos mais adequados às tendências culturais e tecnológicas contemporâneas. Os conferencistas que participaram do

evento foram importantes personalidades dedicadas ao mundo da educação, como Alexandre Ventura, Clóvis de Barros Filho, José Moran, Marcos Meier, Zeca de Mello e Leandro Karnal. O Colégio Sinodal do Salvador esteve representado no Congresso com dez professores, que foram provocados a pensar em metodologias e práticas inovadoras a serem implementadas na instituição.

Com o objetivo de compartilhar as boas práticas pedagógicas das escolas, realizou-se o I Simpósio de Práticas Pedagógicas da Rede Sinodal no dia 19 de agosto de 2017, no Colégio Pastor Dohms, em Porto Alegre. O evento reuniu 320 trabalhos e os professores do Colégio Sinodal do Salvador apresentaram 11 projetos desenvolvidos nos níveis da Educação Infantil e Ensino Fundamental II. A escola também participou de outros eventos como o 5º Simpósio Brasileiro de Educação Infantil e o 30º Simpósio de Educação Infantil do Vale do Rio dos Sinos e Caí que reuniu profissionais na área da educação com o tema “Crianças e Adultos: Encontros Potentes – Tempo de Ser, Brincar e Criar”.

03


REVISTA DO

Sinodal Idiomas

Viajar é preciso!

A

s estudantes Silvana, Kanokwan, Elvira (Elsa) e Luiza nasceram em continentes diferentes, mas têm algo em comum: todas frequentaram aulas no Colégio Sinodal do Salvador. Desde 2015, o Colégio mantém parceria com a AFS – Intercultura que promove intercâmbios estudantis entre diversos países. Através desse programa, a escola recebeu jovens que passam um semestre estudando nas turmas de Ensino Médio. A convivência enriqueceu também os alunos do Salvador e alguns se motivaram a participar de intercâmbios também. Em 2016, a aluna Luiza Augustin passou três meses estudando na Itália no período de férias. Viver com uma nova família em outro país, aprender uma nova língua, encontrar formas de se conectar com pessoas de outras culturas e conhecer diferentes tradições e lugares são alguns dos desafios dos intercambistas.

Luiza (à esquerda) conheceu a Itália e Kanokwan veio da Tailândia para estudar no Salvador

Aprendizado e cultura no Canadá Alunos do Salvador com 15 anos de idade têm a oportunidade de participar de um intercâmbio para o Canadá. A viagem é promovida pela GEOS Language Academy de Ottawa e reúne anualmente cerca de 40 alunos de escolas da Rede Sinodal. Durante um mês, os estudantes recebem aulas de inglês e realizam uma verdadeira imersão na língua, participando de atividades culturais. Eles são hospedados em casas de famílias e também aproveitam o inverno no hemisfério norte para participar de atividades esportivas, como hockey e snowboarding. A viagem é concluída com uma espetacular visita às cataratas congeladas do Niágara.

A neozelandesa Silvana Ground, na foto com as malas em sua chegada ao Brasil e a italiana Elvira, foto à direita, vieram trocar experiências com nossos alunos Foto Michele Plachi

4


Porto Alegre, dezembro de 2017 - Ano 01 - N° 02 - Edição semestral

Sinodal Vida

Celebrando o Jubileu da

Reforma Luterana Em 31 de outubro de 1517, Martim Lutero, monge e pároco na igreja do Castelo de Wittenberg, na Saxônia alemã, afixou 95 teses contestando diversas práticas da Igreja da época. Seus 95 argumentos, muito bem fundamentados na interpretação da Bíblia, logo se difundiram pela Europa e deram início a significativas mudanças sociais. Para resgatar e valorizar o legado de sua influência no mundo, as escolas que integram a Rede Sinodal de Educação realizaram diversas atividades e celebrações no decorrer destes últimos três anos. Neste ano, em outubro, 10 alunos do Colégio Sinodal do Salvador participaram do Acampa 500, evento que reuniu mais de trezentos jovens em um acampamento na cidade de Horizontina, no Rio Grande do Sul. Também no Colégio foram desenvolvidas diversas atividades. Dentre os materiais produzidos destacou-se uma Rosa de Lutero produzida coletivamente com tampinhas de garrafa PET e uma foto de cada aluno, professor e funcionário da escola. No dia do Jubileu, a escola realizou uma celebração na igreja que contou com a participação de alunos do coro infantil, do grupo de teatro e de professores.

Estudantes de toda a escola confeccionaram uma Rosa de Lutero com imagens de alunos e professores

Coral infantil da escola se apresentou na igreja em cerimônia que comemorou o Jubileu Luterano

Luterinho, um amigo em quem confiar Os alunos da Educação Infantil receberam em seus lares Luterinho, um boneco de pano inspirado em Martim Lutero que, quando criança, tinha muito medo de Deus graças à forma como Ele lhe era apresentado. Nesse projeto, as famílias foram convidadas a pensar sobre os seus temores e como enfrentá-los de forma positiva, impulsionando boas atitudes, confiança, autonomia e segurança, assim como o pároco alemão fez em sua vida. Luterinho hoje é um amigo e confidente... Ganhou vida e passou a fazer parte do dia-a-dia de nossas crianças.

5


REVISTA DO

Sinodal Artes

Salvador sedia 26o Dia do Canto

O

uvir uma criança cantar sempre encanta. Imagine mais de duzentas vozes infantis entoando em harmonia a mesma música. Pois essa foi a experiência proporcionada aos participantes do 26º Dia do Canto, evento regional da Rede Sinodal de Educação que reuniu sete coros infantis, no dia 23 de agosto, no Colégio Sinodal do Salvador. Na edição de 2017, foi necessário distribuir as escolas participantes em três sedes distintas. Em Porto Alegre, reuniram-se os coros do Centro Sinodal de Ensino Médio Dorothea Schäfke, do Colégio Sinodal Tramandaí, do Centro Educacional Rio Branco e do Centro de Ensino Médio Pastor Dohms das unidades Zona Norte e Capão da Canoa. Durante a tarde, os alunos realizaram ensaios, participaram de uma oficina de percussão corporal, realizaram atividades de integração na quadra da escola e saborearam um lanche preparado pelos pais dos coralistas do Salvador. No final da tarde, cada escola apresentou seu repertório e, todos juntos, entoaram três músicas que encantaram o público.

06

Sete coros infantis exibiram seus talentos num encerramento emocionante em que executaram três músicas Confira em nossa página do Facebook as apresentações do coro final com todas as crianças:  Esperando na Janela (Música Cogumelo Plutão / Arranjos Fabrício Bobsin): http://bit.ly/Dia-do-Canto-01  No Amor de Deus (Música Maira Weyrich Sträher): http://bit.ly/Dia-do-Canto-02  Si,Si,Si – Canção tradicional do Congo: http://bit.ly/Dia-do-Canto-03


Porto Alegre, dezembro de 2017 - Ano 01 - N° 02 - Edição semestral

Nossos estudantes em cena A Rede Sinodal promove anualmente dois eventos de mostra de teatro com o objetivo de abrir espaço para apresentações de diferentes vivências de dramatização e práticas teatrais. Nessas ocasiões, além de apresentar as peças que elaboraram e ensaiaram, os alunos submetem sua performance à crítica dos espectadores e realizam diversas atividades de integração e jogos teatrais. Com a peça “O testamento do Dr. Goldenberg”, o grupo da oficina de teatro do Colégio Salvador participou do INTESE - Intercâmbio de Teatro da Rede Sinodal de Educação, que ocorreu no dia 08 de novembro, no Colégio Sinodal de São Leopoldo. Em 2017 também ocorreu a 39ª edição da Atese - Amostra de Teatro da Rede Sinodal de Educação - e o grupo “Pois É!”, formado por alu-

nos do Ensino Médio, participou do evento apresentando “Fragmentos de Terror e Miséria no III Reich”. A peça, formada por quatro das 23 esquetes criadas por Bertolt Brecht, denuncia as consequências do regime de terror nazista na vida do povo alemão, em seus mais diversos aspectos: a vida conjugal, o desaparecimento de confiança nos laços familiares, a delação, o medo no convívio com pessoas próximas que rapidamente se tornam “estranhas”, as pequenas relações de poder e de abuso que se criam entre amigos e parentes, a segregação e a exclusão social daqueles que passam a ser “malditos” no regime, as limitações no acesso ao conhecimento, entre outros aspectos. A Atese ocorreu de 13 a 15 de setembro no Instituto Sinodal Imigrante, em Vera Cruz.

Alunos da oficina de teatro estiveram na Intese

Um olhar sublime em vídeo A 9º Amovise - Amostra de Vídeos da Rede Sinodal aconteceu nos dias 04 e 05 de outubro, no Colégio Pastor Dohms Higienópolis, em Porto Alegre. Alunos do Terceiro Ano do Ensino Médio representaram o Salvador com a ficção: “A Sublime Experiência de um Olhar”. Com cerca de sete minutos de duração, o

vídeo mostra a memória de um coração a partir de um breve olhar que desencadeia uma série de emoções. A direção é de Alice Caumo e o professor que acompanhou os alunos foi Jéferson Pitol Righetto. Ana Pessoto, Tainá Musskopf Muswieck, Isadora Monteiro, Laura do Canto, Matheus Peixoto, Douglas Ordovás e Daniel Gutschwager também compuseram o grupo (foto).

“A Sublime Experiência de um Olhar” pode ser assistido em nosso Facebook:  http://bit.ly/2j1Kp3u

07


REVISTA DO

Semana Cultural

Casa lotada para apreciar as pr

Ana Paula e Ana Carolina com biscoitos

Os bolos foram sucesso na Mostra

08

Apesar de ser um sábado, o salão da escola estava repleto de pessoas de todas as idades. Por volta das 11 horas da manhã do dia 30 de setembro, chegou a ficar difícil transitar por entre os corredores formados pelos trabalhos dos alunos na 11ª Mostra Científica e Cultural. Especialmente na área mais ao fundo, próxima às arquibancadas, onde se encontravam os trabalhos de Matemática. Ali o atrativo era em dobro pois, além de prestigiar os trabalhos, tinha-se a oportunidade de degustar bolos, cookies, cupcakes e outras delícias produzidas pelos Sextos Anos. Os alunos tiveram de converter as receitas para uma quantidade maior e ainda calcular o seu custo de produção. Dessa maneira, puderam aplicar os conhecimentos de Matemática numa atividade do dia a dia. A Mostra é a oportunidade de apresentar à comunidade as produções científicas, pesquisas, projetos, filmes, maquetes, robótica e arte dos alunos durante o ano letivo e integra a Semana Cultural. Esse período é tão significativo no Salvador que, nesse ano, teve mais do que sete dias, e aconteceu de 25 de setembro a 06 de outubro, reunindo atividades culturais e recreativas como teatro, dança, musical, coral e literatura, entre outros. Confira um pouco mais do que aconteceu nesses 11 dias nas próximas páginas e aproveite para cumprir o desafio ao lado.

DESAFIO Para ver se você é atento, fazemos uma provocação. Procure na foto acima as seguintes situações: 01. Alguém tomando chimarrão; 02. Um trabalho sobre girafas; 03. Um coração partido ; 04. A Coordenadora do Fundamental I; 05. Um homem de chapéu preto; 06. Trabalhos representando Jesus e Seu Rebanho; 07. A professora Gracy; 08. Mosaicos sobre o Jubileu da Reforma Luterana; 09. Um trabalho representando o Sódio; 10. Um trabalho sobre Eletroimã.

As respostas estarão no Facebook da Escola a partir do dia 04 de dezembro.


Porto Alegre, dezembro de 2017 - Ano 01 - N° 02 - Edição semestral

roduções dos alunos Júlia, Gabriela, Arthur (os três na foto ao lado), Pietra e Thaís, da 151, reproduziram uma máquina de costura

Usina hidrelétrica foi tema de estudo de Arthur Pereira (acima), Gabriel, Guilherme e Miguel, da 151

Robótica (acima) e pinguins estiveram entre os temas selecionandos pelos estudantes

Do fundo do baú O projeto Minhas Lembranças, Meu Mundo procurou resgatar as memórias - reais ou fictícias - dos alunos dos Quintos Anos do Ensino Fundamental. O emprego dos substantivos e o valor da escrita foram os conteúdos trabalhados na disciplina de Língua Portuguesa.

Pamela e Letícia, alunas do Nono Ano, apresentaram um kit de higiene vegana

09


REVISTA DO

Aprender para não repetir

Alunas do Primeiro Ano confeccionaram objetos com sólidos geométricos

As maquetes de campos de concentração e trabalhos forçados da Alemanha nazista elaboradas pelos alunos das Turmas 191 e 192 estiveram na Semana Cultural 2017. A elaboração das maquetes integra um trabalho interdisciplinar entre as disciplinas de Teatro, Português e História que tem por objetivos a compreensão do surgimento do totalitarismo alemão, a reflexão crítica a respeito do Holocausto, o incentivo à leitura e o aprimoramento de habilidades de comunicação e de expressão dos alunos.

O trabalho foi desenvolvido ao longo de todo o ano letivo: no primeiro trimestre os alunos estudaram o regime nazista alemão e leram a obra “O Prisioneiro B3087”; no segundo, os alunos elaboraram as maquetes e foram assistir ao filme “Os meninos que enganavam nazistas” no cinema; por fim, no terceiro trimestre, as turmas encenaram uma releitura da obra de Alan Gratz. O trabalho foi realizado pelos professores Marcelo Almeida (Teatro), Juliana Velho (Português) e Bruno Segatto (História).

Teatro de marionetes na Semana Cultural No dia 5 de outubro as crianças dos Primeiros Anos assistiram um lindo espetáculo de marionetes na escola. Através de uma parceria com a editora Paulus, o arte-educador Abraão Gouveia trouxe seus bonecos, confeccionados por ele, representando vários personagens de um circo: palhaços engraçados, um mágico, um trapezista, um halterofilista, um encantador de serpentes e uma linda dançarina. As crianças ficaram muito atentas e interessadas durante o espetáculo e para matar a curiosidade, após a apresentação, puderam fazer perguntas para o Abraão e também conhecer os bastidores do teatro.

As turmas de Primeiros Anos exploraram as figuras geométricas

10

TUDO O QUE VOCÊ PRECISA EM UM ÚNICO LUGAR

51 98160 - 9557

MATERIAIS

UNIFORMES

PAPELARIA

PRESENTES

/perolalivrariapoa

@perolalivraria

contato@perolalivraria.com.br

APRESENTE ESTE CUPOM NA LOJA E GANHE 10% DE DESCONTO* NA HORA!

* Exceto didáticos


Porto Alegre, dezembro de 2017 - Ano 01 - N° 02 - Edição semestral

Inteligência Emocional em foco na Educação Infantil

O evento também teve exibição de musicais (representados pelos Segundos Anos na foto acima), apresentação do grupo de dança criativa (ao lado) e Noite de Talentos organizada pelo Grêmio Estudantil (abaixo)

Trabalhar as emoções e a livre expressão de sentimentos foi uma das propostas que permearam a busca pelo desenvolvimento da inteligência emocional na Educação Infantil, ao longo de 2017. Incentivar a expressão de si, por meio de diferentes linguagens, possibilitou que as professoras pudessem fazer uma significativa discussão com os pequenos acerca dos sentimentos e emoções que nos atravessam e são atravessados por nós diariamente, e como podemos buscar formas para lidar com essa diversidade de sentimentos fundamentais no nosso processo de humanização. Esse trabalho resultou na construção da obra “Sorrisos”, construída por toda a Educação Infantil e orientada pela professora Andréia Kurroschi, exposta na 11ª Mostra Cultural do Colégio Sinodal do Salvador. Acompanhe mais projetos da Educação Infantil no blog Catadores de Sorrisos: sinodaldosalvador.blogspot.com.br

11


REVISTA DO

Sinodal Vida

Saídas pedagógicas enriquecem o aprendizado As saídas pedagógicas são excelentes oportunidades para promover o aprendizado, seja numa viagem de estudos ou mesmo numa atividade na praça, e permitem que os alunos ampliem seus horizontes e vivenciem na prática os conhecimentos de sala de aula. Além de diversão, os passeios educacionais promovem a observação, a comparação, a interpretação e a geração de novos sentidos aos conteúdos, desenvolvendo assim autonomia, respeito, cooperação e conectando saberes interdisciplinares. Confira alguns momentos que ocorreram ao longo do segundo semestre de 2017.

As turmas de Sétimo Ano foram a Gramado em atividade de Ciências

12

Tio Ely 99983.4299 3470.3376 Tia Leninha 99117.8992 Tio Marcos 99114.0595

A natureza: um refúgio da infância Umas das principais vivências ligadas à infância é a experimentação da natureza e o desenvolvimento de uma real intimidade com a vida. Manoel de Barros, poeta brasileiro, em seus devaneios sobre a primeira infância pontua que a criança “aprende a dialogar com as águas ainda que não saiba nem as letras que uma palavra tem” (BARROS, 2008, p.151). Isso nos remete à habilidade inata das crianças de se relacionarem com as miudezas e tesouros da vida, justamente aqueles que encontramos na natureza, como pedrinhas, gravetos e folhas secas... A importância do contato com a natureza se dá justamente no âmbito da preservação e respeito ao meio ambiente, mas só se torna possível quando a criança encontra a possibilidade de transformar esse ambiente em seu próprio refúgio do brincar. A Educação Infantil, entendendo a importância da criação

desse refúgio, realiza anualmente a saída de campo à Quinta da Estância, para que as crianças possam sentir a natureza, experimentá-la sem receios e vivê-la intensamente, conhecendo não apenas a flora como também a fauna brasileira em uma experiência lúdica e concreta de compreender a importância da nossa relação com o meio ambiente e com a vida que nos cerca.


Porto Alegre, dezembro de 2017 - Ano 01 - N° 02 - Edição semestral

Conhecendo os animais

Porto Alegre monstruosa

O tema “animais” é constante entre crianças, aguçando seu interesse e favorecendo a pesquisa e aprendizagem. Assim as turmas dos Segundos Anos desenvolveram o Projeto “Animais do Mundo”, no qual realizaram variados trabalhos, elaboraram apresentações e se apropriaram de conhecimentos diversos e curiosos sobre os animais escolhidos por eles. No dia 1º de novembro, acompanhados das Professoras Ana Lúcia P. Silva e Elisandra Pinto, as Turmas 121, 122 e 123 visitaram o GramadoZoo (Gramado/RS) e o Parque Temático Florybal (Canela/RS). Lá, além de confrontar aprendizagem, fazer novas descobertas e vivências, as crianças puderam interagir com as turmas paralelas e explorar a natureza tão bela do lugar. Foi um dia muito especial e proveitoso, onde todos puderam ver o quanto já sabiam e conheciam.

Dentro do projeto “Porto Alegre – Nós te saudamos!”, as Turmas 141 e 142 trabalharam com o livro: “O monstro do Guaíba”, da autora Christina Dias. A obra conta uma história cheia de mistérios que tem como cenário o Lago Guaíba e as cidades de Porto Alegre e Guaíba. A partir da leitura, os alunos realizaram diversas atividades pedagógicas como uma saída de catamarã para visitar e conhecer a cidade vizinha, a confecção

de monstros de alguns lugares de Porto Alegre e a escrita de produções textuais envolvendo os monstros confeccionados. Também houve um encontro muito especial com a autora do livro, em que ela conversou com os alunos, distribuiu autógrafos e prestigiou alguns trabalhos realizados sobre sua obra. Além disso, tivemos um momento muito divertido com a “Kombina”, uma Kombi itinerante cheia de arte, livros e brincadeiras.

13

ANÚNCIO COMUNICAÇÃO IMPRESSA

Av. Adda Mascarenhas de Moraes, 633 Jardim Planalto CEP 91220.140 Porto Alegre/RS


REVISTA DO

Sinodal Vida

Final de ano no capricho

Gincana No dia 14 de julho, foi realizada a Gincana do Colégio Salvador. Com o tema "500 Anos da Reforma Luterana", os alunos dos Quintos aos Nonos Anos do Ensino Fundamental foram desafiados a resolver diversas tarefas. A gincana iniciou com o desfile das equipes, caracterizadas de acordo com o tema desse ano. Os pontos altos do dia foram a apresentação das paródias sobre a Reforma Luterana, a caracterização de um aluno de cada equipe como Martim Lutero, a apresentação de uma dança medieval e a confraternização em um grande almoço coletivo. Nessa edição, a vitória ficou com a Equipe Branca, seguida das Equipes Amarela e Laranja. A gincana do Salvador constitui-se ao longo dos anos como um momento ímpar na vida escolar dos alunos das séries finais do Ensino Fundamental. Nesse dia, os laços de amizade se reforçam e criam-se oportunidades para que novos talentos apareçam.

Alunos do Quarto Ano passaram a utilizar a caneta como instrumento de escrita, além do lápis

O Quarto Ano do Ensino Fundamental marca o final de uma etapa muito importante na vida dos estudantes, pois a partir do próximo ano a rotina e os desafios serão diferentes. Para marcar essa reta final, as professoras Graziela e Jonia, realizaram a “Festa da Caneta”.

A partir desse momento, os alunos começaram a fazer uso delas nas atividades como forma de incentivar o capricho nas suas produções. Os alunos ficaram felizes com a surpresa e com essa nova fase. Obrigada às famílias que colaboraram com a realização dessa atividade.

Primeiro semestre encerrou com a tradicional gincana

Saída de Integração Entre os dias 02 e 04 de novembro, as Turmas 191 e 192 realizaram a tradicional saída de integração dos Nonos Anos. Para custear as despesas com pernoite e alimentação, os alunos realizaram diversas promoções no decorrer do ano e auxiliaram na realização da Festa Junina do Colégio. O local escolhido para as vivências foi a Quinta da Estância Grande, em Viamão, espaço no qual os alunos tiveram a oportunidade de participar de várias atividades esportivas, de lazer, brincadeiras e conviver com os professores Bruno Segatto e Patrícia Govalski que acompanharam todas as aventuras. O momento é um marco na Educação Fundamental e prepara para os desafios que virão em 2018

Olimpíada de Robótica Alunos do Clube de Robótica, coordenados pelo professor Luiz Martinho Lanner Monteiro, participaram da Etapa Regional da Olimpíada Brasileira de Robótica, no dia 20 de agosto, na Unisinos, em São Leopoldo. Robôs autônomos precisavam dar conta de um desafio simulado: resgatar vítimas de um incêndio. Para criar um robô previamente apto a executar o desafio de trilhar um caminho predeterminado e superar diversos tipos de obstáculos, os alunos necessitaram criar alternativas de construção do equipamento e, em especial, desenvolver sua programação. O trabalho foi intenso e exigiu muita pesquisa, criatividade, cooperação e espírito de equipe.

14


Porto Alegre, dezembro de 2017 - Ano 01 - N° 02 - Edição semestral

Semana da Criança

Perfil

Na direção certa

Turma 142 no Dia da Fantasia

A semana da criança deste ano durou duas semanas e foi recheada por diversas propostas que buscaram resgatar a essência do brincar tais como: pintura com mãos e pés, gincana das tampinhas, dia dos esportes radicais, cabelo maluco, dia do diferente, dia do time de futebol, dia do pijama, dia da guloseima, brincadeira com lanternas, brincadeira tradicionais da infância, festa à fantasia e muita diversão!

Cabelo Maluco divertiu a criançada

Quem vê aquele senhor tranquilamente sentado na van não imagina que ele tenha uma rotina estressante. São oito horas por dia transportando cerca de 50 alunos do Salvador em segurança. Encarar o trânsito com uma van cheia de crianças sem perder a concentração e o bom humor não é para qualquer um. E Ely Silveira Gonçalves, o Tio Ely, tira isso de letra há 35 anos. Tudo começou em 1982, com um veículo Veraneio. Desde então, muitas famílias confiaram em seus cuidados. A contadora Renata Tramontini, de 40 anos, ex-aluna da escola da década de 1980, tem lembranças carinhosas a respeito: “Tio Ely fazia parte da nossa família! Porque quem deixaria seu filho ir pra escola se não fosse com alguém de confiança? Tenho guardados em minha memória a buzina, o sorriso e, claro, aquele bigode único que lembrava Seu Leôncio do desenho do Pica-Pau. Claro que o Tio Ely era mais bonito! Até hoje quando passa em frente à minha casa, dá uma buzinada!” Apesar da rotina puxada, o condutor sente muito prazer no que faz e fala com orgulho sobre o trabalho: - É um trabalho de responsabilidade. Tem que ter calma e cuidar até o que a gente fala dentro do carro, alerta.

Tio Ely transporta nossos alunos há 35 anos

- A criança é o xodó dos pais e nosso também. Os pais entregam seus filhos aos nossos cuidados e precisam confiar que vão chegar direitinho em casa ou na escola. Ao meio-dia, o motorista tem o auxílio da esposa, Tia Lenita, que coordena a criançada. O filho do casal, Tio Marcos, dirige outra van. Aos 69 anos, Tio Ely surpreende por quase não ter fios brancos no cabelo e no indefectível bigode. Qual o segredo? - Ah, é que não bebo, não fumo, não gosto de sair à noite. Aos finais de semana fico em casa com a família, lavo e dou manutenção nos carros, toco meu violão... E Deus, Ele é o grande responsável por tudo.

Reprodução

Artigo

Cuidado com o açúcar! Açúcar demais não é bom! O consumo em excesso pode levar à obesidade, que vem acompanhada de uma porção de outros problemas, como níveis elevados de colesterol, doenças cardíacas e alterações ortopédicas. Por este motivo a American Heart Associa-

tion (EUA) decidiu reduzir a recomendação de ingestão diária de açúcar durante a infância passando a ser de apenas 25 gramas (ou 6 colheres de chá) – e isso vale para crianças e adolescentes dos 2 aos 18 anos. Difícil é conseguir não ultrapassar estas quantidades, quando se trata de produtos industrializados. Sucos de caixinha, refrigerantes, achocolatados, alguns tipos de iogurtes, biscoitos e bolos prontos são alimentos muito consumidos

por estes grupos. Porém, em sua grande maioria, a própria porção sugerida nas informações nutricionais já ultrapassam as quantidades máximas recomendadas de açúcar. Por isso, fique de olho no rótulo dos alimentos e evite consumir em excesso esses tipos de produtos, dê preferência a alimentos mais integrais e naturais. Cuide da sua saúde! Nut. Aline Pinto Woehlert – CRN²5092D

15


Revista Colégio Sinodal do Salvador nº 02 - dezembro 2017  

Revista do Colégio Sinodal do Salvador - Ano 1 - Nº 02 - Dezembro de 2017 Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil Informativo Semestral Re...

Revista Colégio Sinodal do Salvador nº 02 - dezembro 2017  

Revista do Colégio Sinodal do Salvador - Ano 1 - Nº 02 - Dezembro de 2017 Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil Informativo Semestral Re...

Advertisement