Issuu on Google+

GAZETTE -

CARAJAS

MAIO - DEZ 2002 Ano XVII no. 2

Carajás - Brasil

2002 - A Memorable Year

www.carajas.com

Jub Uba iree tub a

Dinner 75 anos

Camp s

Pioneria projetada no primeiro semestre de 2002 e construída pela Tropa Scouts Sto. Amaro em Ubatuba, em Julho de 2002, no campsite do platô.

Jambore e

Great Scouting


GAZETTE I

CARAJAS

Parabenizamos o pessoal do SACA News...

icais a r e s d a R cul a t e E s p is !!! s e a r Dem s melho o São

√ Ufa 2002 terminou! Que ano em pessoal. E como comemoramos nosso aniversário! Foram justíssimas as comemorações de nossos 75 anos. Parabéns a todos nós do presente e do passado que fizeram esse Grupo escoteiro ser referência em nossa comunidade. √ Congratulations Carajás for a year of wonderful celebrations of our 75th anniversary. The Jubiree family camp and the Dinner Party brought together 600 people! We are very proud of our traditions and heritage. Carajás keep up the True Scouting Spirit! √ We were very honoured to count on the presence of the British Consul-General in São Paulo, HMCG, Bernard Everett at our 75th Anniversary Dinner Party. We are also very grateful to Cultura Inglesa for sponsoring our Dinner Party at the Brazilian British Centre, which undoubtedly gave the celebrations the much deserved pomp. √ Our sponsors were present: The Chairman of the Board of Governors of St. Paul’s School, Mr. Derek Marcus, The Headmaster, Mr. Rachid Benammar, The Dean of St. Paul’s Anglican Cathedral, Rev Roger Bird. Our special thanks to them for their continued support. √ Contamos durante o Jantar com a presença ilustre do vice-presidente da União dos

G

2

LOOKOUT z

z

Escoteiros do Brasil - Sr. Vinicius Chaves, vice-presidente e Conselheiro Nacional, Sr.Geraldino Moreira e que nos agraciaram com a medalha Tiradentes - a mais alta condecoração para um grupo escoteiro . √ Parabéns ao Robby e a Juliana Mills (a primeira scouta!) pelo nascimento de seu filho Nicholas no dia 25/11. √ No dia 27 de Julho tivemos mais um legítimo "Casamento Carajás". A Larissa e o Pingo Versteeg casaram na Igreja da Paz, com uma recepção no Sítio Jean Sablón. √ Olha aí: o Matthew e a Ana Govier retornam da Inglaterra do próximo dia 17 de Dezembro, depois de 4 anos. Agora Matthew, está na hora de nos dar uma mãozinha hein? √ Os Camps nesse segundo semestre não puderam contar com vários scouts e scoutas que estavam prestando Fuvest. A todos desejamos boa sorte neste momento importante de suas vidas. Que possam realizar seus sonhos e entrarem na faculdade que tantos almejam.

√ Como foi bom rever nossos antigos amigos escoteiros/escoteiras no jantar de 75 anos! Puxa vida será que temos que esperar mais 5 anos até o próximo jantar. √ O V S.E.I. dos Rovers mais uma vez foi um grande sucesso. A equipe mais sábia e inteligente foi "OS CRUDE". √ Dia 24 de Dezembro partem para a Tailândia nossos representantes para o 20o. Jamboree Mundial - Thomas Berkes (Ramirez), Paulo Diez, André Duchéne e Thierry Girard. Vocês sabiam que o Avô do Thierry esteve como scout no Jamboree Mundial da França em 1947! Boa viagem a vocês e ótimo Jamboree. √ No primeiro final de semana de Fevereiro 2003, a Chefia fará seu INDABA anual. Estaremos realizando nosso planejamento estratégico para os próximos 5 anos, culminando nas celebrações do Centenário do Escotismo em 2007. √ Em Julho do próximo ano teremos o 2o. Jamboree Nacional no Ceará. Já tem tem gente se mexendo! √ Obrigado Chefia e todos os voluntários que se esforçaram para que 2002 fosse um ano tão especial para o Carajás. Obrigado Chefia pela sua dedicação, pelo seu amor, pelo seu desprendimento. Feliz Natal a todos!


G AZETTE I

CARAJAS

Vivendo e aprendendo...

Aisiodoxia

Imagine a seguinte cena de acampamento: você pega o facão para cortar lenha. O PL lhe dá uma bronca pois você não tem o teste de facão e portanto não pode usá-lo. Dez minutos depois, sem seu PL ver, você resolve pegar o facão de novo para cortar a lenha - afinal das contas, você sabe melhor que ninguém que usar o facão é moleza. Só que na primeira balançada de braço, o facão “rebate” da lenha e acerta a perna do amigo ao seu lado, abrindo um corte feio. Ele precisa ir ao Pronto Socorro tomar dez pontos na perna. Mais tarde, quando o seu PL lhe ensina o teste, você aprende que o facão tem que estar sempre bem afiado para cortar a lenha com mais facilidade. Você aprende o melhor ângulo para acertar a lenha para evitar que o facão “rebata”. Você aprende que se a lenha estiver molhada, o facão pode “escorregar” com mais facilidade. Você aprende a manter distância dos outros e várias outras lições que poderiam ajudar a evitar aqueles “10 pontos” na perna do seu amigo. No dia seguinte, você está participando

de um base game. Sua patrulha tem que ser dividida, e cada um recebe uma responsabilidade. A sua é fazer um nó para encurtar uma corda. Seu PL diz que como ele te ensinou o catau na semana passada, essa será sua tarefa.Você não se lembra muito bem do nó, mas não fala nada - afinal das contas, quem não sabe fazer um nózinho? Na hora do “vamos ver” você não consegue fazer o nó, e como a patrulha está dividida, você não tem como pedir ajuda. Resultado: sua patrulha não consegue completar a tarefa da base. Todos nós passamos por esse tipo de experiência constantemente, dentro e fora de atividades escoteiras. Achamos que “sabemos mais” ou que “somos melhores”e que portanto não precisamos aprender. As vezes, como nos dois casos descritos acima acabamos aprendendo através do nosso erro. Mas na maioria das vezes que damos uma de “sabe-tudo”, não acontece nada de dramático. Não acontece nenhum acidente. Ninguém fica sabendo. Ninguém percebe o que aconteceu - nem você. Mas pode ter certeza - aconte-

ceu uma coisa muito ruim: você perdeu a chance de aprender alguma coisa. Achar que você não precisa aprender é uma armadilha muito grande. Um “sabetudo” pode parecer saber muita coisa à primeira vista, mas com o tempo aprenderá cada vez menos coisas e ficará “parado” no tempo. Para continuar aprendendo e amadurecendo, precisamos ser humildes e admitir para nos mesmos que sabemos muito pouco.

Escotismo enquanto organização voluntária depende integralmente da disposição e desprendimento de adultos para executar o programa de jovens como concebido pelo fundador BadenPowell. Esse espírito, como que um sacerdócio, se destaca em nossa chefia, cada um de sua maneira, cada um com sua característica. Componente primordial, mas não o único, precisamos olhar para outros aspectos de nossa instituição. Está muito claro que temos que dar mais solidez ao aspecto institucional do Grupo, enquanto organização auto suficiente e sustentável ao longo dos anos. Para isso precisamos captar

adultos que possam dar uma nova cara institucional para o Grupo, especialmente no que se refere a captação de recursos financeiros. Os custos para manter a estrutura aumentam em decorrência de uma necessidade de se “profissionalizar” a instituição, mesmo porque o número de voluntários é pouca perante às necessidades crescentes do Grupo. Há uma grande carga burocrática que precisa ser atendida. Parte disso pode ser atendida por um contador, mas de outra parte também precisamos de um assistente administrativo. Parece muito luxo uma organização como a nossa necessitar de tais prerrogativas, mas vivemos uma nova realidade. Não podemos mais impor aos adultos que lidam com os jovens, o ônus de ter que se preocupar com a busca de recursos financeiros e tarefas

administrativas, pois arriscamos comprometer a qualidade do escotismo que é uma marca dentro do Carajás. Não podemos abrir mão dessa qualidade em nome de coisas menores. Chegou o momento de realizarmos um planejamento estratégico que contemple profundas discussões sobre a visão futura do Grupo. Daremos esse pontapé inicial do INDABA (reunião anual da Chefia), mas certamente só estará completo após ouvir os jovens, os Pais e a comunidade ao nosso redor. Certos de que possamos contar com a colaboração entusiástica de todos,

"As a matter of fact I didn’t actually start the Boy Scout Movement, because the blooming thing started itself unseen.” (Baden-Powell, durante entrevista com a revista “Listener” em 1937.) "At a banquet in New Yourk City in 1910, Ernest Thompson Seton introduced Baden-Powell as the father of Scouting. Baden-Powell replied: ‘You are mistaken, Mr. Seton... I may say that you, or Dan Beard, is the father - there are many fathers. I am only one of the uncles, I might say.” (fonte: rogerknapp.com)

Feliz Natal e o ótimo 2003 Jonathan Govier Chefe de Grupo

3

G


GAZETTE I

CARAJAS

The

WE ARE THE CHAMPIONS

Section

20 0 2

Cubs S.P. Best Six: Whites Best Cub: Thiago Lamello Most Popular: Charles Bennett Attendance: Sabrina Hastings

Scoutas Best Patrol Spirit: Orion Annual Troop Competition: Phoenix Best Scout Spirit: Julia Alvarez Best Scouta: Julia Alvarez & Joana Barosi Most Popular: Mayra Winandy Attendance: Vanessa Camargo & Marina Diez

Scouts S.P. Best Patrol Spirit: nenhuma patrulha Annual Patrol Competition: Eagles Best Scout Spirit: Rafael Marcondes Best Scout: André Duchéne Most Popular: Marco Cacuro Attendance: Rafael Marcondes

Scouts S.A.

Best Patrol Spirit: Panthers Annual Troop Competition: Foxes Best Scout Spirit: Christian Baines, Nicholas Baines & David Peig Best Scout: Teo Galvão Most Popular: Cristian “George” Teixeira Attendance: Caio Lepiscopo

Cubs S.A.

Best Six: Browns Best Cub: Beatriz "Bia" Mansberger & Érica Müeller Roger Most Popular: Alexandre Cleaver Attendance: Giancarlo “Sushi-Man” Monteiro

Ano XVII 2º Semestre Publicação dirigida aos membros e amigos do G.E. Carajás - SP2 Correspondence Address: R. José Benedito Salinas, 110 ap. 191B - São Paulo - BRASIL CEP: 04674-200 E-Mail: gazette@carajas.com Editor: ? Assistants: Christiano Donke & Pingo Versteeg.

G

4

Autorização para publicação da UEB no. 216


2002_02 - Gazette